Se está envolvido ou presenciou uma emergência tal como crime, fogo ou acidente, telefone de imediato para o 999.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Se está envolvido ou presenciou uma emergência tal como crime, fogo ou acidente, telefone de imediato para o 999."

Transcrição

1 Secção 8 Serviços de emergência e segurança Se está envolvido ou presenciou uma emergência tal como crime, fogo ou acidente, telefone de imediato para o 999. Ligar para o 999 a partir de casa ou de uma cabine telefónica é gratuito. Quando ligar para o 999 deve informar o serviço que pretende ao operador: Police (Polícia), Fire Service (Bombeiros) ou Ambulance (Ambulância). Diga o seu nome e o local onde a ajuda é necessária. A Polícia A Polícia no Reino Unido recebe os seus poderes do Governo. Os deveres principais da Polícia são: proteger pessoas e propriedade manter a ordem pública evitar que as pessoas infrinjam a lei e prender aqueles que o fazem; e ajudar pessoas em dificuldades e dar assistência com informação e aconselhamento A Polícia não lida apenas com o crime, também ajuda e protege os membros da sociedade. Caso seja vítima de um crime dirija-se à esquadra de polícia mais próxima e relate o incidente. A Polícia tem acesso à Language Line e pode solicitar intérpretes. A esquadra de polícia local é o edifício alto cinzento em frente ao supermercado ASDA. Pode aparecer, telefonar ou escrever para: Eastern Police Divisional Headquarters Bodhyfryd Wrexham LL11 2BX Telefone: ou (01978) ou [em galês] Crime de ódio A Polícia de Wrexham tem um Agente Especial da Polícia e um Diversity Liaison Officer (Agente de Ligação para a Diversidade) para apoiar e aconselhar pessoas de outros países. Podem ser contactados na esquadra da polícia. O Diversity Liaison Officer pode proporcionar aconselhamento confidencial e apoio relacionado com abuso verbal, assédio e intimidação racial ou étnica. O assédio racial consiste em perseguição, insultos ou ataques relacionados com a cor, raça, nacionalidade ou etnia, o que constitui um acto ilegal no Reino Unido. Pode ser informado sobre os seus direitos assim como a importância de relatar estes crimes. Recomenda-se a todas as pessoas que relatem qualquer incidente directamente à Polícia ou através de outras formas de relato disponíveis nas bibliotecas, hospitais e gabinetes municipais. 35

2 Pode também contactar as seguintes organizações no caso de ser vítima de prejuízo, discriminação, abuso ou crime racial, toda a informação que prestar é tratada confidencialmente. North Wales Race Equality Network [NWREN] Bangor Road Penmaenmawr, LL34 6LF Telefone: (01492) Commission for Racial Equality Wales 3rd floor, Capital Tower Greyfriars Road Cardiff CF10 3AG Telefone: (02920) The Crown Prosecution Service (Serviço de Acusação da Coroa) O Crown Prosecution Service é o departamento governamental (equivalente ao ministério público) que julga as pessoas acusadas de um acto criminal na Inglaterra e País de Gales. É completamente independente da polícia, apesar de trabalharem em estreita ligação. A função principal do CPS é processar alegados infractores. Para mais informações sobre o CPS, visite Bombeiros Em caso de fogo deve sair, permanecer fora e ligar para o 999 não tente apagar o fogo. Os bombeiros realizam Home Fire Safety Checks (verificações de segurança de fogo na casa) e instalam detectores de fumo se solicitado. Contacte a linha gratuita Os Bombeiros também oferecem aconselhamento gratuito sobre segurança contra o fogo a empresas novas ou já existentes. Contacte Para mais informações sobre segurança contra o fogo contacte: North Wales Fire And Rescue Service Wrexham County Office Bradley Road, Wrexham LL13 7SU Telefone: (01978)

3 Serviço de Ambulâncias O Ambulance Service (Serviço de Ambulâncias) disponibiliza um serviço de emergência em todo o distrito de Wrexham. Pode ajudar o seu serviço local de ambulância e salvar vidas certificandose que utiliza o serviço adequadamente. Numa emergência médica, deve manter-se calmo e ligar para o 999 Será transferido para um operador da central de ambulâncias. Deve proporcionar as seguintes informações ao operador: o número de telefone de onde está a ligar o nome da rua e o número do local onde necessita a ambulância o código postal, o cruzamento mais perto ou um ponto de referência quantas pessoas estão feridas e a razão pela qual está a ligar Assim que fornecer esta informação a ambulância será enviada. No entanto, o operador vai precisar de mais informações: a idade e o sexo da pessoa ferida se o ferido está a respirar, consciente, a sangrar gravemente ou se tem dores persistentes no peito há mais de 15 minutos Se achar que alguém está a ter um ataque cardíaco ligue para o 999 imediatamente. Enquanto espera pela ambulância, pode fazer o seguinte para ajudar: Se estiver na rua, fique com o doente até a ambulância chegar e volte a ligar se a sua condição ou localização mudar Se telefonar de casa ou do trabalho, peça a alguém para abrir as portas e indicar onde a equipa da ambulância é necessária. Prenda qualquer animal de estimação Fique calmo a equipa da ambulância está ali para ajudar e não será tolerada qualquer violência contra eles Assistência médica que não requer ambulância Se precisar de aconselhamento ou tratamento médico, tem várias opções antes de considerar ligar para 999. Pode falar com o seu farmacêutico ligar para NHS Direct através do visitar consultar o seu médico Para emergências médicas que não podem esperar até ao centro de saúde abrir, telefone para shropdoc através do Quando a situação for de maior urgência, dirija-se à secção de urgências do hospital (A&E) caso não tenha carro, utilize os transportes públicos ou ligue para a central de táxis local. Deslocar-se de ambulância não irá reduzir o seu tempo de espera. 37

4 Se ligar para o 999 numa situação que não é urgente, poderá impedir alguém que necessita realmente de uma ambulância de contactar o operador de ambulâncias, impedindo assim que esta receba ajuda médica urgente. Wrexham Neighbourhood Watch (Vigilância nos Bairros de Wrexham) Neighbourhood Watch é uma parceria em que pessoas se juntam para tornar as suas comunidades mais seguras. Envolve indivíduos e famílias da mesma comunidade que querem que a sua vizinhança seja um lugar seguro e por isso trabalham em parceria com a Polícia, a Community Safety Unit do Council e organizações de voluntários. Para mais informações sobre programas na sua área, contacte o gabinete de Neighbourhood Watch através do (01978) , ou pergunte na sua esquadra local. Segurança Pessoal e de Habitação As probabilidades de ser vítima ou alguém da sua família se tornar vítima de um crime violento são baixas. Os crimes violentos cometidos por estranhos em lugares públicos continuam a ser raros e representam uma percentagem bastante pequena do total de crimes registados. Encontrará informação e aconselhamento sobre segurança pessoal e de habitação através de: O Suzy Lamplugh Trust. Telefone para ou visite O Home Office (Ministério da Administração Interna) através do clique em Crime Reduction (Redução de Crime) Abuso Doméstico O Abuso doméstico pode ser abuso físico, sexual, emocional ou financeiro que ocorre dentro de uma relação íntima ou familiar em que se criam padrões de comportamento de controlo. Milhares de mulheres no País de Gales provenientes de todos os níveis sociais sofrem de abuso doméstico todos os dias. Alguns homens também sofrem abuso doméstico, mas tanto as estatísticas criminais como a investigação revelam que a violência doméstica é específica a um género. Geralmente o autor de um padrão de ataques repetidos é homem. Quer sofra abuso por parte do seu esposo ou esposa, companheiro actual ou antigo, filho, irmão, pai, mãe ou companheiro do mesmo sexo, existem organizações que podem proporcionar apoio e informação. A violência doméstica é considerada crime no Reino Unido, e existem leis contra esta. A polícia tem formação específica para lidar com a violência doméstica, qualquer queixa será tratada seriamente com a preocupação adequada pela segurança da vítima e qualquer criança do agregado. Se é vítima de abuso doméstico, pode: Procurar ajuda e aconselhamento jurídico gratuito Pedir à polícia para intervir na sua protecção Obter ajuda para encontrar habitação de emergência alternativa Recorrer ao Tribunal para manter o agressor longe da sua casa Obter ajuda de organizações especializadas em violência doméstica que podem oferecer-lhe aconselhamento e apoio, quer decida agir ou não. 38

5 Contacte alguém para saber quais são os seus direitos e as opções de apoio à sua disponibilidade: Women s Aid (Ajuda à Mulher) Domestic Abuse Social Worker (Assistente social para abuso doméstico) Police Domestic Abuse Officer (Polícia para o abuso doméstico) Citizen s Advice Bureau (Gabinete de Apoio ao Cidadão) All Wales Helpline (Linha de Apoio para o País de Gales) BAWSO or A BAWSO é uma organização de apoio às mulheres em todo o País de Gales, que oferece serviços especializados para mulheres e crianças de comunidades de minorias étnicas e de raça africana que são vítimas de violência doméstica. A Women s Aid pode disponibilizar uma variedade de serviços a qualquer mulher vítima de abuso doméstico, incluindo: Informação e apoio a nível prático Alojamento de refúgio seguro e temporário para mulheres e para seus filhos que fogem de situações de abuso doméstico Acolhimento imediato Grupo de apoio A Woman s Aid apoia as mulheres em qualquer decisão que tomarem para o seu futuro, quer decidam regressar para o seu parceiro ou família ou decidam começar uma vida independente. As mulheres que deixam relações violentas conseguem geralmente receber subsídios para elas e para os seus filhos. A Women s Aid assim como outras organizações podem ajudar a solicitar prestações sociais. Faça os possíveis para ter os seus documentos consigo. As mulheres não têm que abandonar as suas casas por sofrerem de violência doméstica. Elas podem recorrer ao tribunal para obrigar a pessoa violenta a deixar a casa temporariamente ou permanentemente. É o que se chama injunção, e pode ser conseguida rapidamente em casos de urgência. Dependendo das circunstâncias, uma injunção pode incluir um mandato para a polícia prender o agressor se tentar aproximar-se ou entrar em casa. Qualquer que seja a sua cultura ou religião tem o direito de estar em segurança; ninguém tem o direito de abusar de si. O direito da mulher viver sem violência, sem tortura e sem ser tratada de forma cruel, desumana ou degradante é protegido pelos Artigos 3 e 5 da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Ao abrigo desta declaração, cada ser humano tem o direito à vida, liberdade e segurança. A violência doméstica é uma infracção a todos os direitos das mulheres. Mulheres de minorias étnicas e Abrigos Existe uma rede de abrigos para mulheres de raça africana em todo o país, abrangendo a maioria das cidades, não entanto não há abrigos especializados deste tipo na região norte do País de Gales. Alguns destes abrigos são próprios para mulheres asiáticas, ou chinesas, ou judaicas e alguns para mulheres de raça africana. A maioria destes abrigos encontra-se afiliada à Federação da Woman s Aid e podem ser contactados através dos abrigos da Women s Aid ou de outros abrigos. Têm como objectivo proporcionar alojamento seguro para mulheres de raça africana, onde não haja racismo e que seja sensível às suas necessidades particulares. 39

CROWN PROSECUTION SERVICE (Ministério Público) Violência Doméstica. Como se tomam decisões sobre a instauração de acções penais

CROWN PROSECUTION SERVICE (Ministério Público) Violência Doméstica. Como se tomam decisões sobre a instauração de acções penais CROWN PROSECUTION SERVICE (Ministério Público) Violência Doméstica Como se tomam decisões sobre a instauração de acções penais Em acções penais de violência doméstica, e para nos ajudar a aplicar a nossa

Leia mais

A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente.

A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente. A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente. Trata-se de um problema que acontece em ambos os sexos e

Leia mais

Recorrer contra a investigação da polícia relativamente à sua reclamação

Recorrer contra a investigação da polícia relativamente à sua reclamação Estas informações estão relacionadas com reclamações recebidas pelas forças policiais em ou após 22 de novembro de 2012. Se a sua reclamação foi recebida antes de 22 de novembro de 2012, o seu recurso

Leia mais

Usar o seu NHS local.

Usar o seu NHS local. Usar o seu NHS local. Este folheto explica o modo como o Serviço Nacional de Saúde (NHS) funciona em Inglaterra. Choose 1 well. www.bournemouthandpoole.nhs.uk Usar o seu NHS local Os cuidados de saúde

Leia mais

Informações sobre a lei da protecção contra a violência (LPV)

Informações sobre a lei da protecção contra a violência (LPV) Informações sobre a lei da protecção contra a violência (LPV) Protecção 1. A quem protege a lei da violência doméstica? A lei protege a pessoa vítima de violência ou que é ameaçada por outra, com quem

Leia mais

Portuguese. Como posso obter assistência médica em Londres?

Portuguese. Como posso obter assistência médica em Londres? Como posso obter assistência médica em Londres? O que é um GP? Para obter assistência médica em Londres deverá registar-se com um GP (Médico de Medicina Geral ou Médico de Família) no Centro de Saúde (General

Leia mais

Informações importantes sobre a apresentação de uma reclamação

Informações importantes sobre a apresentação de uma reclamação Informações importantes sobre a apresentação de uma reclamação Quem pode fazer uma reclamação? Pode fazer uma reclamação se: for confrontado com um comportamento inapropriado por parte de um agente ou

Leia mais

Serviços de Saúde no País de Gales

Serviços de Saúde no País de Gales Serviços de Saúde no País de Gales Se acabou de chegar ao País de Gales ou está a tentar saber mais sobre como é que funcionam os cuidados de saúde no País de Gales, esta informação pode ser-lhe útil.

Leia mais

Como reclamar de um profissional de saúde. Índice

Como reclamar de um profissional de saúde. Índice Como reclamar de um profissional de saúde Índice Acerca desta brochura... 1 O que é o HPC?... 1 O que significa aptidão para exercer?... 2 E se não ficar satisfeito com um registante?... 2 Quem pode fazer

Leia mais

> passo a passo como apresentar uma queixa contra a polícia

> passo a passo como apresentar uma queixa contra a polícia > passo a passo como apresentar uma queixa contra a polícia apresentar uma queixa contra a polícia IPCC significa Comissão Independente para Queixas contra a Polícia (Independent Police Complaints Commission).

Leia mais

Como Obter Ajuda ou Apoiar um Colega que Precisa de Ajuda

Como Obter Ajuda ou Apoiar um Colega que Precisa de Ajuda Occupational Health & Safety Council of Ontario (OHSCO) SÉRIE SOBRE PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIA NO TRABALHO A Violência Doméstica Não Acaba Quando Você Sai para o Trabalho: Como Obter Ajuda ou Apoiar um Colega

Leia mais

FirstStrike DESENVOLVENDO UMA CAMPANHA PIONEIRA EM SUA COMUNIDADE

FirstStrike DESENVOLVENDO UMA CAMPANHA PIONEIRA EM SUA COMUNIDADE Humane Society International FirstStrike DESENVOLVENDO UMA CAMPANHA PIONEIRA EM SUA COMUNIDADE PASSO I: COLETA DE DADOS LEIS 1. Identifique as leis de seu país que proibem a violência contra crianças,

Leia mais

- Faça uma lista de pessoas em quem confia, para contactar em caso de necessidade

- Faça uma lista de pessoas em quem confia, para contactar em caso de necessidade Está numa relação de violência - Identifique áreas de segurança na casa, onde haja sempre saída e onde não haja armas (evite a cozinha). Quando houver uma discussão tente não ir para essas áreas - Faça

Leia mais

A Discriminação e Pessoas que Utilizam Serviços e Assistências de Saúde Mental

A Discriminação e Pessoas que Utilizam Serviços e Assistências de Saúde Mental 425 Bloor Street East, Suite 110 Toronto, Ontario M4W 3R5 www.archdisabilitylaw.ca (416) 482-8255 (Main) 1 (866) 482-ARCH (2724) (Toll Free) (416) 482-1254 (TTY) 1 (866) 482-ARCT (2728) (Toll Free) (416)

Leia mais

25/03/2009. Violência Dirigida aos Enfermeiros no Local de Trabalho

25/03/2009. Violência Dirigida aos Enfermeiros no Local de Trabalho 25/03/2009 Violência Dirigida aos Enfermeiros no Local de Trabalho Violência Dirigida aos Enfermeiros no Local de Trabalho: O Caso de um Hospital Sandrina Nunes Violência no Sector da Saúde Ilustração

Leia mais

Nome Completo: Endereço postal: Apt: Cidade: Estado: Código Postal: Gostaria de comunicar com a Parte Lesada num idioma diferente?

Nome Completo: Endereço postal: Apt: Cidade: Estado: Código Postal: Gostaria de comunicar com a Parte Lesada num idioma diferente? Departamento de Justiça dos E.U.A. Número OMB 1190-0018 Divisão de Direitos Civis Data de avaliação: 01/02/15 Gabinete de Consultoria Especial para Práticas de Emprego Injustas (OSC) Relacionadas com a

Leia mais

CONSELHO INTERACÇÃO. Declaração Universal dos Deveres do Homem. Setembro de 1997. Criado em 1983. InterAction Council

CONSELHO INTERACÇÃO. Declaração Universal dos Deveres do Homem. Setembro de 1997. Criado em 1983. InterAction Council CONSELHO INTERACÇÃO Criado em 1983 Declaração Universal dos Deveres do Homem Setembro de 1997 InterAction Council Declaração Universal dos Deveres do Homem Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da

Leia mais

O que é o Serviço de Informação à Vítima (Victim Information Scheme)? Qual é o objetivo deste Serviço?

O que é o Serviço de Informação à Vítima (Victim Information Scheme)? Qual é o objetivo deste Serviço? PAGE 1, COLUMN 1 O que é o Serviço de Informação à Vítima (Victim Information Scheme)? O Serviço de Informação à Vítima do Comité de Liberdade Condicional da Irlanda do Norte (PBNI) entrou em funcionamento

Leia mais

PRIMEIROS SOCORROS DADOS BÁSICOS

PRIMEIROS SOCORROS DADOS BÁSICOS PRIMEIROS SOCORROS DADOS BÁSICOS Apenas alguns conhecimentos sobre primeiros socorros podem ajudá-lo a lidar melhor com emergências. As suas competências podem ajudá-lo a salvar a vida de um familiar,

Leia mais

ADMISSÃO HOSPITALAR PARA AVALIAÇÃO

ADMISSÃO HOSPITALAR PARA AVALIAÇÃO ADMISSÃO HOSPITALAR PARA AVALIAÇÃO (Secção 2 da Lei de Saúde Mental de 1983) 1. NOME DO DOENTE 2. NOME DO RESPONSÁVEL PELO SEU TRATAMENTO (O SEU MÉDICO RESPONSÁVEL ) 3. NOME DO HOSPITAL E ENFERMARIA Porque

Leia mais

O que fazer se não ficar satisfeito ou se tiver preocupações relativamente aos nossos Serviços

O que fazer se não ficar satisfeito ou se tiver preocupações relativamente aos nossos Serviços Contactos Chief Executive (Director Administrativo) Tel.: 01225 428331 Complaints Manager (Gestor de Reclamações) Complaints@ruh-bath.swest.nhs.uk Tel.: 01225 821857 PALS Manager pals@ruh-bath.swest.nhs.uk

Leia mais

6 MILHÕES de casas em Portugal. O seu lar reflete-o. por APAV OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016

6 MILHÕES de casas em Portugal. O seu lar reflete-o. por APAV OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016 6 MILHÕES de casas em Portugal O seu lar reflete-o OS NÚMEROS NESTE CATÁLOGO PRECISAM DE DIMINUIR ATÉ 2016 por APAV 02 FAMÍLIA 03 > FAMÍLIA 1 /semana A violência doméstica foi responsável por uma morte/semana

Leia mais

Informações práticas para denunciar crimes raciais

Informações práticas para denunciar crimes raciais Informações práticas para denunciar crimes raciais O que é racismo? Racismo é tratar alguém de forma diferente (e inferior) por causa de sua cor, raça, etnia, religião ou procedência nacional. Para se

Leia mais

Números de telefone úteis ou de agências de apoio. Sigilo é garantido em todos estes serviços. Serviço de testemunha: 020 8700 9342 ou 020 8700 9448

Números de telefone úteis ou de agências de apoio. Sigilo é garantido em todos estes serviços. Serviço de testemunha: 020 8700 9342 ou 020 8700 9448 Violência doméstica inclui qualquer forma de abuso físico, sexual, emocional ou financeiro durante ou depois de um relacionamento íntimo. A culpa não é sua; comportamento abusivo nunca é aceitável. Apoio

Leia mais

Formas de Violência Doméstica (contra crianças, adolescentes e mulheres)

Formas de Violência Doméstica (contra crianças, adolescentes e mulheres) VIOLÊNCIA DOMÉSTICA A violência é uma questão social que afeta a todas as pessoas, mulheres e homens, sejam elas crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos. Ela acontece em todas as classes sociais,

Leia mais

Discriminação e racismo

Discriminação e racismo Direitos trabalhistas Bancos 49 a 05 Discriminação e racismo Discrimination and Racism 05 50 VIDA NA IRLANDA O que é discriminação? Na Irlanda, a discriminação tem significado específico de acordo com

Leia mais

Carta de Direitos. Os seus direitos:

Carta de Direitos. Os seus direitos: Carta de Direitos Este folheto fornece-lhe informações importantes sobre os seus direitos enquanto se encontra na esquadra da polícia. Por direitos, entendemos importantes liberdades e apoios que a lei

Leia mais

Direitos das Vítimas. Convenção do Conselho da Europa relativa à Luta contra o Tráfico de Seres Humanos

Direitos das Vítimas. Convenção do Conselho da Europa relativa à Luta contra o Tráfico de Seres Humanos Direitos das Vítimas Convenção do Conselho da Europa relativa à Luta contra o Tráfico de Seres Humanos O tráfico de seres humanos viola os direitos e destrói as vidas de inúmeras pessoas na Europa e fora

Leia mais

Apresentar queixa por corrupção à ICAC

Apresentar queixa por corrupção à ICAC Apresentar queixa por corrupção à ICAC A função da ICAC A Comissão Independente Contra a Corrupção foi fundada em 1988 para investigar e reduzir a corrupção no sector público de NSW. Sobre a ICAC A ICAC

Leia mais

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 2 TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI* *Artigo 5º da Constituição Brasileira

Leia mais

Carta- Modelo UE dos Direitos das pessoas suspeitas e arguidos em processo penal

Carta- Modelo UE dos Direitos das pessoas suspeitas e arguidos em processo penal Portuguese Carta- Modelo UE dos Direitos das pessoas suspeitas e arguidos em processo penal Tem direito a guardar consigo esta carta de direitos durante a sua detenção Se a polícia o privou da sua liberdade

Leia mais

Tradução da brochura sobre Admissões às Escolas Secundárias em Brighton & Hove em 2012/13

Tradução da brochura sobre Admissões às Escolas Secundárias em Brighton & Hove em 2012/13 Tradução da brochura sobre Admissões às Escolas Secundárias em Brighton & Hove em 2012/13 Introdução Este resumo dos procedimentos de admissão à escola é para os pais que falam inglês como língua estrangeira.

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR Este Código padrões mínimos que devem ser ultrapassados, sempre que possível. Ao aplicá-los, os fornecedores devem obedecer às leis nacionais e outras leis vigentes e, nos pontos em que a lei e este Código

Leia mais

Código Deontológico. (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro)

Código Deontológico. (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro) Código Deontológico (Inserido no Estatuto da OE republicado como anexo pela Lei n.º 111/2009 de 16 de Setembro) SECÇÃO II Do código deontológico do enfermeiro Artigo 78.º Princípios gerais 1 - As intervenções

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos Declaração Universal dos Direitos Humanos Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Declaração Universal dos Direitos do Homem Declaração Universal dos Direitos do Homem Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DO ACESSO DA MULHER À JUSTIÇA NAS AMÉRICAS: QUESTIONÁRIO

RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DO ACESSO DA MULHER À JUSTIÇA NAS AMÉRICAS: QUESTIONÁRIO RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DO ACESSO DA MULHER À JUSTIÇA NAS AMÉRICAS: QUESTIONÁRIO INTRODUÇÃO Objetivos: Este questionário foi preparado como parte do plano de trabalho da Relatoria Especial sobre os

Leia mais

www. Lifeworld.com.br

www. Lifeworld.com.br 1 Artigos da Constituição Mundial A Constituição Mundial é composta de 61º Artigos, sendo do 1º ao 30º Artigo dos Direitos Humanos de 1948, e do 31º ao 61º Artigos estabelecidos em 2015. Dos 30 Artigos

Leia mais

Departamento de Segurança Nacional (DHS) Queixa Referente a Escritório de Direitos e Liberdades Civis (CRCL) Versão Impressa (versão de 15/03/2011)

Departamento de Segurança Nacional (DHS) Queixa Referente a Escritório de Direitos e Liberdades Civis (CRCL) Versão Impressa (versão de 15/03/2011) Departamento de Segurança Nacional (DHS) Queixa Referente a Escritório de Direitos e Liberdades Civis (CRCL) Direitos Civis Versão Impressa (versão de 15/03/2011) O objetivo deste formulário é ajudá-lo

Leia mais

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Página 1 de 60 Plano de Acção

Leia mais

OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DO MOVIMENTO INTERNACIONAL DA CRUZ VERMELHA E DO CRESCENTE VERMELHO

OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DO MOVIMENTO INTERNACIONAL DA CRUZ VERMELHA E DO CRESCENTE VERMELHO OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DO MOVIMENTO INTERNACIONAL DA CRUZ VERMELHA E DO CRESCENTE VERMELHO FOLHETO CICV O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho O Movimento Internacional

Leia mais

Angola Recomendações aos observadores eleitorais

Angola Recomendações aos observadores eleitorais Angola Recomendações aos observadores eleitorais Nas vésperas das eleições parlamentares em Angola, que deverão ter lugar no dia 5 de Setembro de 2008, a Amnistia Internacional apela aos observadores eleitorais

Leia mais

Preconceito juízo pré-concebido atitude discriminatória

Preconceito juízo pré-concebido atitude discriminatória PRECONCEITO RACIAL O QUE É PRECONCEITO? Preconceito é um juízo pré-concebido, que se manifesta numa atitude discriminatória, perante pessoas, crenças, sentimentos e tendências de comportamento. O preconceito

Leia mais

Estudo sobre Serviços e Apoios Não Residenciais de Violência Doméstica Formulário de feedback sobre o programa

Estudo sobre Serviços e Apoios Não Residenciais de Violência Doméstica Formulário de feedback sobre o programa Código do programa: Código do estado: Estudo sobre Serviços e Apoios Não Residenciais de Violência Doméstica Formulário de feedback sobre o programa Instruções: Responda às perguntas abaixo relacionadas

Leia mais

PRINCÍPIOS BÁSICOS E ORIENTADORES

PRINCÍPIOS BÁSICOS E ORIENTADORES ÍNDICE PREFÁCIO par. pág. Razão de ser 1-3 13 Os objectivos 4-5 13 A origem 6-8 13 Agradecimentos: aos redactores 9 14 Agradecimentos: aos patrocinadores 10 14 Aos destinatários 11 14 ONDE COMEÇA O MANUAL

Leia mais

Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes

Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes INTRODUÇÃO O direito à protecção da saúde está consagrado na Constituição da República Portuguesa, e assenta num conjunto de valores fundamentais como a dignidade

Leia mais

Código de Conduta da Dachser

Código de Conduta da Dachser Código de Conduta da Dachser 1. Introdução A fundação de todas as atividades na Dachser é a nossa adesão a regulamentos juridicamente vinculativos em nível nacional e internacional, assim como a quaisquer

Leia mais

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento 1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento O momento em que entramos ou saímos de nossas residências, costuma oferecer grande risco, pois normalmente estamos distraídos, além de abrirmos,

Leia mais

DIREITO AO ESQUECIMENTO NA INTERNET / / LIBERDADE DE INFORMAÇÃO (CASO PORTUGUÊS)

DIREITO AO ESQUECIMENTO NA INTERNET / / LIBERDADE DE INFORMAÇÃO (CASO PORTUGUÊS) DIREITO AO ESQUECIMENTO NA INTERNET / / LIBERDADE DE INFORMAÇÃO (CASO PORTUGUÊS) Cartagena das Índias, 15 de Outubro de 2013 Carlos Campos Lobo Índice Enquadramento Direito ao esquecimento Quadro normativo

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD 1 de 6 Comunidade Global Tema Direitos fundamentais do : Declaração Universal dos Direitos do OBJECTIVO: Participa consciente e sustentadamente na comunidade global 1. Leia, com atenção, a Declaração Universal

Leia mais

A Nova Lei de Saúde Mental

A Nova Lei de Saúde Mental A Nova Lei de Saúde Mental De que se trata? Uma breve introdução Este folheto foi redigido por Sandra McDougall, Oficial Judicial, Associação Escocesa para a Saúde Mental (Scottish Association for Mental

Leia mais

DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO

DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO EPSU, UNI Europa, ETUCE, HOSPEEM, CEMR, EFEE, EuroCommerce,

Leia mais

Norma da Residência de Estudantes de Pós-graduação

Norma da Residência de Estudantes de Pós-graduação Norma da Residência de Estudantes de Pós-graduação Artigo 1 (Âmbito) 1. A presente norma aplica-se a todos os residentes na Residência de Estudantes de Pós-graduação da Universidade de Macau (doravante

Leia mais

CONSENTIMENTO INFORMADO Versão #

CONSENTIMENTO INFORMADO Versão # FORMULÁRIO TIPO FOLHA DE INFORMAÇÃO AO PARTICIPANTE /FORMULÁRIO DE CONSENTIMENTO INFORMADO E AUTORIZAÇÃO PARA USO E DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO MÉDICA chilshflsdk. TÍTULO DO ENSAIO CLÍNICO: PROTOCOLO Nº.

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 769/XII

PROJETO DE LEI N.º 769/XII PROJETO DE LEI N.º 769/XII REFORÇA A PROTEÇÃO DAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, PROCEDENDO À TRIGÉSIMA QUINTA ALTERAÇÃO AO CÓDIGO PENAL, APROVADO PELO DECRETO-LEI N.º 400/82, DE 23 DE SETEMBRO, E À SEGUNDA

Leia mais

(Fonte e adaptado do Concelho Executivo das Nações Unidas de 15 de Setembro de 2012)

(Fonte e adaptado do Concelho Executivo das Nações Unidas de 15 de Setembro de 2012) Plano de Protecção à Criança do CENTRO DE EDUCAÇÃO DELTA CULTURA (CEDC) (Fonte e adaptado do Concelho Executivo das Nações Unidas de 15 de Setembro de 2012) INTRODUÇÃO: Este documento é o Plano de Protecção

Leia mais

DEFINIÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

DEFINIÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DEFINIÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Qualquer acto, omissão ou conduta que serve para infligir dor física, sexual ou mental, directa ou indirectamente, por meio de enganos, ameaças, coacção ou qualquer outro

Leia mais

Artigo 1.º Âmbito de aplicação

Artigo 1.º Âmbito de aplicação Resolução da Assembleia da República n.º 54/2004 Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong, da República Popular da China, Relativo ao Auxílio

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

Série I, N. 25 SUMÁRIO. Jornal da República PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR - LESTE $ 0.50

Série I, N. 25 SUMÁRIO. Jornal da República PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR - LESTE $ 0.50 Quarta-Feira, 7 de Julho de 2010 Série I, N. 25 $ 0.50 PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR - LESTE SUMÁRIO PARLAMENTO NACIONAL : LEI N. 7/2010 de 7 de Julho Lei Contra a Violência Doméstica...

Leia mais

Relação de órgãos e entidades locais que prestam assistência às mulheres vítimas de tráfico, exploração laboral e violência doméstica

Relação de órgãos e entidades locais que prestam assistência às mulheres vítimas de tráfico, exploração laboral e violência doméstica Relação de órgãos e entidades locais que prestam assistência às mulheres vítimas de tráfico, exploração laboral e violência doméstica Linhas nacionais de emergência 1) Linha Nacional de Emergência Social

Leia mais

O que é redução de danos?

O que é redução de danos? IHRA Briefing O que é redução de danos? Uma posição oficial da Associação Internacional de Redução de Danos (IHRA) Redução de danos é um conjunto de políticas e práticas cujo objetivo é reduzir os danos

Leia mais

1. Âmbito de Aplicação 2. Valores Gerais

1. Âmbito de Aplicação 2. Valores Gerais CÓDIGO DE ÉTICA 1. Âmbito de Aplicação 1.1. O presente Código de Ética aplica-se a todos os colaboradores da COMPANHIA DAS LEZÍRIAS, S.A., adiante designada como CL, qualquer que seja o seu vínculo laboral

Leia mais

QUESTIONÁRIO Formas de discriminação que limitam o exercício pleno dos direitos econômicos, sociais e culturais das mulheres

QUESTIONÁRIO Formas de discriminação que limitam o exercício pleno dos direitos econômicos, sociais e culturais das mulheres QUESTIONÁRIO Formas de discriminação que limitam o exercício pleno dos direitos econômicos, sociais e culturais das mulheres Este questionário foi preparado como parte do plano de trabalho da Relatoria

Leia mais

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao Envolvimento de Crianças em Conflitos Armados

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao Envolvimento de Crianças em Conflitos Armados Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao Envolvimento de Crianças em Conflitos Armados Os Estados Partes no presente Protocolo, Encorajados pelo apoio esmagador à Convenção

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS BR/1998/PI/H/4 REV. DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948 Brasília 1998 Representação

Leia mais

Informação para Visitantes

Informação para Visitantes Informação para Visitantes Informação e orientações para visitantes Bem-vindo ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), um instituto público de investigação, dedicado à ciência e tecnologia,

Leia mais

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la?

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la? Se a família não quiser ou não puder assumir a notificação, o educador deverá informar a família que, por força da lei, terá que notificar o fato aos órgãos competentes. Como proceder à notificação e para

Leia mais

Violência no Namoro A Educação Sexual em Meio Escolar Metodologias de Abordagem / Intervenção Maria Teresa Pires Olga Madeira Calheiros Oficina de Formação C441 Turma A Março 2011 Violência no Namoro

Leia mais

MITOS E REALIDADES A QUESTÃO DA VIOLÊNCIA

MITOS E REALIDADES A QUESTÃO DA VIOLÊNCIA MITOS E REALIDADES A QUESTÃO DA VIOLÊNCIA Mitos e Realidades Algumas considerações O álcool e as drogas são as causas reais da violência. O consumo de álcool pode favorecer a emergência de condutas violentas,

Leia mais

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS. UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS. UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS UNICEF 20 de Novembro de 1959 AS CRIANÇAS TÊM DIREITOS DIREITO À IGUALDADE, SEM DISTINÇÃO DE RAÇA RELIGIÃO OU NACIONALIDADE Princípio I - A criança desfrutará

Leia mais

Espelho Penal Peça. Endereçamento correto da interposição 1ª Vara Criminal do Município X 0 / 0,25

Espelho Penal Peça. Endereçamento correto da interposição 1ª Vara Criminal do Município X 0 / 0,25 Espelho Penal Peça O examinando deve redigir uma apelação, com fundamento no artigo 593, I, do Código de Processo Penal. A petição de interposição deve ser endereçada ao juiz de direito da 1ª vara criminal

Leia mais

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Caro Parceiro de Negócio, A história da nossa empresa inclui um compromisso de longa data em estar de acordo com as leis onde quer que atuemos e realizar nossos

Leia mais

O que fazemos em Moçambique

O que fazemos em Moçambique 2008/09 O que fazemos em Moçambique Estamos a ajudar 79.850 crianças afectadas pelas inundações Estamos a proporcionar kits para a escola a 1.000 órfãos e crianças vulneráveis Registámos 1.745 crianças

Leia mais

CASOTECA DIREITO GV PRODUÇÃO DE CASOS 2011

CASOTECA DIREITO GV PRODUÇÃO DE CASOS 2011 CASOTECA DIREITO GV PRODUÇÃO DE CASOS 2011 CASOTECA DIREITO GV Caso do Campo de Algodão: Direitos Humanos, Desenvolvimento, Violência e Gênero ANEXO I: DISPOSITIVOS RELEVANTES DOS INSTRUMENTOS INTERNACIONAIS

Leia mais

Mora neste endereço? Sim Não. Nome Data de nascimento Relação

Mora neste endereço? Sim Não. Nome Data de nascimento Relação PEDIDO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA PARA CUIDADOS INFANTIS FAMILIARES Escreva à máquina ou use caracteres de imprensa para todas as respostas (*Informações de preenchimento obrigatório) Informações sobre si

Leia mais

DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA

DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA Proclamada pela Resolução da Assembleia Geral 1386 (XIV), de 20 de Novembro de 1959 PREÂMBULO CONSIDERANDO que os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta, a sua

Leia mais

Uso razoável da Força/Directiva de Tratamento Seguro

Uso razoável da Força/Directiva de Tratamento Seguro Uso razoável da Força/Directiva de Tratamento Seguro Fundamentação Constitui nossa responsabilidade proporcionar um ambiente seguro e protegido a toda a comunidade escolar (alunos e pessoal) e promover

Leia mais

Violência Doméstica. Informações, apoio e serviços em Islington. Se você estiver vivendo com violência doméstica, não sofra em silêncio.

Violência Doméstica. Informações, apoio e serviços em Islington. Se você estiver vivendo com violência doméstica, não sofra em silêncio. Portuguese 1 Violência Doméstica Informações, apoio e serviços em Islington Se você estiver vivendo com violência doméstica, não sofra em silêncio. Para informações, conselhos, apoio ou casa abrigo, ligue

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº de de 2015.

PROJETO DE LEI Nº de de 2015. PROJETO DE LEI Nº de de 2015. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL PARA O SISTEMA INTEGRADO DE INFORMAÇÕES DE VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO NO ESTADO DE GOIÁS, DENOMINADO OBSERVATÓRIO ESTADUAL DA VIOLÊNCIA CONTRA O

Leia mais

25 de novembro - Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres. Carta de Brasília

25 de novembro - Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres. Carta de Brasília Anexo VI 25 de novembro - Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres Carta de Brasília Na véspera do Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres nós, trabalhadoras dos

Leia mais

METAS ELABORADA PELA APA DE JABOTICABAL PARA O PRÓXIMO QUADRIÊNIO: 2013-2016

METAS ELABORADA PELA APA DE JABOTICABAL PARA O PRÓXIMO QUADRIÊNIO: 2013-2016 1 ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS de Jaboticabal SP - APA Lei Municipal de Utilidade Pública 3.193 de 07/10/03 - CNPJ 04.630.685/0001-00 www.apajaboticabal.org.br METAS ELABORADA PELA APA DE JABOTICABAL

Leia mais

Tabela 1 Total da população 2010 Total de homens Total de mulheres Homens % Mulheres % Distrito Federal 2.562.963 1.225.237 1.337.

Tabela 1 Total da população 2010 Total de homens Total de mulheres Homens % Mulheres % Distrito Federal 2.562.963 1.225.237 1.337. PROGRAMA TÉMATICO: 6229 EMANCIPAÇÃO DAS MULHERES OBJETIVO GERAL: Ampliar o acesso das mulheres aos seus direitos por meio do desenvolvimento de ações multissetoriais que visem contribuir para uma mudança

Leia mais

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER A Organização Mundial de Saúde (OMS) define violência como o uso intencional da força física ou do poder, real ou em ameaça, contra si próprio, contra outra pessoa, ou contra

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /X

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /X Grupo Parlamentar PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /X Recomenda ao governo a adopção, por parte das forças e serviços de segurança, de procedimentos singulares na sua relação com a população LGBT lésbicas, gays,

Leia mais

ESTATÍSTICAS APAV VIOLÊNCIA SEXUAL 2012 WWW.APAV.PT/ESTATISTICAS

ESTATÍSTICAS APAV VIOLÊNCIA SEXUAL 2012 WWW.APAV.PT/ESTATISTICAS ESTATÍSTICAS APAV VIOLÊNCIA SEXUAL 2012 WWW.APAV.PT/ESTATISTICAS índice - introdução 2 - vítima 3 - autor(a) do crime 9 - vitimação 14 - crianças vítimas de violência sexual 20 1 introdução A violência

Leia mais

Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP

Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP Código de Ética para Psicólogos de acordo com a FEAP Federação Europeia de Associações de Psicólogos Código Geral de Ética Aceite pela Assembleia Geral, Atenas, 1 Julho 1995. 1. Preâmbulo. Os Psicólogos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DOS COLABORADORES DA FUNDAÇÃO CASA DA MÚSICA

CÓDIGO DE CONDUTA DOS COLABORADORES DA FUNDAÇÃO CASA DA MÚSICA CÓDIGO DE CONDUTA DOS COLABORADORES DA FUNDAÇÃO CASA DA MÚSICA Na defesa dos valores de integridade, da transparência, da auto-regulação e da prestação de contas, entre outros, a Fundação Casa da Música,

Leia mais

Presidência da República Secretaria -Geral

Presidência da República Secretaria -Geral PLANO DE SEGURANÇA (versão simplificada para utilizadores) 1 1. Introdução Um Plano de Segurança é definido como um conjunto de medidas de autoprotecção (organização e procedimentos) tendentes a evitar

Leia mais

O Papel do DPP. Escritório do Procurador-Geral. Acerca deste folheto

O Papel do DPP. Escritório do Procurador-Geral. Acerca deste folheto O Papel do DPP Gabinete do Procurador-Geral Novembro 2015 O Papel do DPP 3 Acerca deste folheto Este livreto explica em linguagem clara o que o Escritório do Procurador-Geral (DPP) faz. O livreto tenta

Leia mais

CONSUMO DE ÁLCOOL & ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

CONSUMO DE ÁLCOOL & ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS CONSUMO DE ÁLCOOL & ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS O álcool é a «droga recreativa» mais utilizada em contexto universitário. Estudos recentes revelam que mais de metade dos estudantes universitários tiveram,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS ALBERGUES NOCTURNOS DO PORTO ESBOÇO DE ENQUADRAMENTO TÉCNICO

ASSOCIAÇÃO DOS ALBERGUES NOCTURNOS DO PORTO ESBOÇO DE ENQUADRAMENTO TÉCNICO ASSOCIAÇÃO DOS ALBERGUES NOCTURNOS DO PORTO ESBOÇO DE ENQUADRAMENTO TÉCNICO CENTRO DE ALOJAMENTO DE LONGA DURAÇÃO 1 Introdução A experiência da AANP, decorrente quer da intervenção e acompanhamento diários

Leia mais

CONSELHOS TUTELARES FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES

CONSELHOS TUTELARES FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES CONSELHOS TUTELARES FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES Conselho Tutelar Órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente,

Leia mais