MEIOS DE PAGAMENTOS NO VAREJO E SERVIÇOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MEIOS DE PAGAMENTOS NO VAREJO E SERVIÇOS"

Transcrição

1 MEIOS DE PAGAMENTOS NO VAREJO E SERVIÇOS Dezembro 2016

2 Cartões fazem parte da realidade da grande maioria do varejo e serviços Crédito ou débito? É cada vez mais comum para o consumidor ouvir esta pergunta ao chegar no balcão. De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Crédito (ABECS), o número de transações com cartões cresceu 9,4% na comparação entre o primeiro semestre de 2016 e o mesmo período do ano anterior. Em algum momento, o comerciante ou o prestador de serviços também se depara com a dúvida: precisa decidir que formas de pagamento disporá aos seus clientes, uma vez que a demanda dos consumidores pelo pagamento com o dinheiro de plástico é crescente, e também mais segura. Assim, seguir oferecendo somente a opção do dinheiro pode custar caro. Isso não significa, porém, que a opção pelas modalidades mais recentes de pagamento não imponha seu custo. Uma pesquisa conduzida pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) buscou dimensionar o alcance dos cartões de crédito, débito e outras modalidades de pagamento online entre empresários do Varejo e de Serviços. Já se observa que os cartões fazem parte da realidade da grande maioria desses empresários. Eles veem vantagens, como menor risco de inadimplência e comodidade, mas também veem desvantagens, como o pagamento de taxas de administrativas. Num momento em que o país tenta reencontrar o caminho do crescimento, focando principalmente nos aspectos macroeconômicos da crise, o presente estudo procura enfocar gargalos microeconômicos que poderiam dar mais eficiência às empresas, com benefícios inclusive para consumidores. Para a realização da pesquisa, foram ouvidos 822 empresários de comércio e serviços nas capitais e interior do país. 2

3 Mais de 70% das empresas de Varejo e Serviços aceitam os cartões como meios de pagamento O dinheiro vivo, como muitos o chamam, segue como o meio de pagamento universal. É aceito em quase a totalidade dos estabelecimentos de Varejo e Serviços, com 96% dos empresários dizendo receber através das cédulas. Aparece, em seguida, o cartão de crédito, aceito por 72,3%, e o cartão de débito, aceito por 70,1% dos comércios e empresas prestadoras de serviços. Os cheques são aceitos em 22,3%, percentual que aumenta para 25,9% no setor de Serviços. Já o velho fiado, ou seja, a compra a prazo sem a intermediação de uma instituição financeira, é citada por apenas 3,2% dos entrevistados. Além de ser aceito em praticamente todos os estabelecimentos, o dinheiro está entre as principais formas de recebimento para 60,9% dos empresários, enquanto o cartão de crédito é mencionado por 51,5% e o de débito por 41,2%. As formas de pagamento online, como o PayPal, e tecnologias voltadas para esse tipo de venda, como o PagSeguro, ainda ocupam pequeno espaço neste mercado, com 0,6% e 2,2% respectivamente. Para aqueles empresários que aceitam o cartão de débito como meio de pagamento, em média, 33,1% das vendas são feitas com essa modalidade de pagamento. Já entre os que aceitam cartão de crédito, crediário ou cartão de loja, em média, 42,8% das vendas são pagas com essas modalidades. FORMAS DE PAGAMENTO NAS EMPRESAS ACEITAS GERAL RECEBIDAS GERAL Dinheiro 96,0% Cartão de crédito 72,3% Cartão de débito 70,1% Cheque 22,3% Boleto bancário 16,9% Depósito em conta/transferência bancária 11,6% Crediário/carnê 5,7% Ticket restaurante/vale alimentação 3,6% Fiado (caderneta) 3,2% Pag Seguro 2,2% Pay pal 0,6% Nota promissória 0,4% Moip 0,2% Financeira 0,1% Dinheiro 60,9% Cartão de crédito 51,5% Cartão de débito 41,2% Boleto bancário 7,2% Depósito em conta/transferência bancária 5,5% Cheque 5,2% Crediário/carnê 2,6% Fiado (caderneta) 1,0% Ticket restaurante/vale alimentação 0,9% Pag Seguro 0,4% Nota promissória 0,2% Pay Pal 0,1% Financeira 0,1% Ordem de pagamento 0,1% Dólar 0,1% Ordem de pagamento 0,1% Construcard 0,1% Cartão próprio 0,1% 3

4 A pesquisa ainda mostra que os meios de pagamento eletrônicos trazem vantagens e desvantagens. No caso do cartão de crédito, entre aqueles que o aceitam, as vantagens estão associadas, principalmente, ao menor risco de inadimplência, citado por 47,8%, e à comodidade de não ter que ir ao banco fazer depósitos (29,0%). A atração de novos clientes também aparece com destaque, mencionada por 23,6%, seguida da possibilidade de parcelar a compra para o cliente (20,7%). Entre as desvantagens, porém, aparecem o pagamento de aluguel pela maquininha de cartão, citado por 44,4% dos empresários sondados e a redução da margem de lucro em razão das taxas pagas à administradora (33,2%). Há ainda 20,0% que dizem ter que elevar os preços para conseguirem pagar as taxas de administração e 19,7% que citam a demora para receber o reembolso do valor vendido. 12,3% julgaram importante falar dos transtornos quando o sistema sai do ar. Questionados sobre os cartões de débito, as vantagens mais apontadas também dizem respeito à garantia de recebimento, mencionada por 44,8%, e à comodidade de não ter que ir ao banco fazer depósitos (35,8%). Também neste caso a atração de novos clientes aparece com destaque, citada por 30,2%. O recebimento do valor integral da compra, dada a impossibilidade do parcelamento, foi mencionado por 28,1%. As principais desvantagens são as mesmas apontadas no caso do cartão de crédito: o pagamento de aluguel da maquininha (48,4%) e a redução da margem de lucro (35,2%). A elevação dos preços para o pagamento das taxas administrativas foi citada por 17,7% e o transtorno com a queda do sistema, citado por 16,1%. Quase um quinto dos entrevistados que recebem através de cartões (18,1%) admitiram estabelecer um valor mínimo para compras com esse meio de pagamento e 78,2% disseram não o fazer. A prática de estabelecer o valor mínimo é vedada aos comerciantes, mas é a forma que parte relevante destes encontra para se livrar dos custos dos meios eletrônicos de pagamento. Já a prática de oferecer desconto para pagamento à vista é admitida por mais da metade dos entrevistados (59,1%), incluindo aí até mesmo aqueles que não aceitam cartões. Entre estes, o percentual médio de desconto é de 8,1%. 18,1% dos que recebem através de cartões admitiram estabelecer um valor mínimo para compras 59,1% admitem desconto para pagamento à vista 4

5 Empresários advogam a redução dos custos para receberem através de cartões As principais entidades de Comércio e Serviços pleiteiam no Congresso Nacional uma série de medidas com o objetivo de retirar alguns entraves à comercialização por meio de cartões. Entre elas, a redução do prazo de reembolso para vendas com cartão de crédito. Hoje, o prazo vigente significa um financiamento dos lojistas para as operadoras de cartão. Com relação ao cartão de débito, a principal demanda é a cobrança de um valor fixo, cobrado somente a partir de um determinado valor de venda, em vez da cobrança de um percentual da venda. O comerciante e prestador de serviço tendem a concordar com essas prioridades. Entre as principais medidas que dispõe sobre o mercado de cartões de crédito, débito e assemelhados que estão sendo discutidas junto ao Governo, e que poderiam contornar os inconvenientes e contribuir para o crescimento de seus negócios, os empresários que já recebem por meio de cartões elencam a redução das taxas e prazos de recebimento de 30 para 2 dias (mencionada por 44,3%); a isenção das taxas de administração cobrada dos estabelecimentos (44,3%); a redução dos custos de antecipação de vendas feitas no cartão de crédito (23,3%); e a cobrança de tarifa fixa sobre cada transação de cartão de débito (21,5%), além de outras. Para esses empresários, o consumidor também seria beneficiado, com preços melhores dos produtos (35,0%); mais opções de forma de pagamento (23,6%); a opção de pagar mais barato a depender da forma de pagamento escolhida (21,5%); e um maior número de estabelecimentos vendendo no cartão de débito (16,2%). 5

6 OPINIÃO SOBRE AS INICIATIVAS PARA O MERCADO DE CARTÕES DE CRÉDITO E DÉBITO MAIS IMPORTANTES QUE ESTÃO SENDO DISCUTIDAS NO CONGRESSO NACIONAL Redução das taxas e prazos de recebimento de cartão de crédito de 30 para 2 dias 44,3% 15,0% Permitir ao comerciante estabelecer preços diferentes em compras feitas por meios diferentes (dinheiro, cheque, cartão) Isenção de taxa de administração cobrada dos estabelecimentos 44,3% 4,2% Tratar o voucher/vale alimentação como um meio de pagamento e com isso, normatizar suas operações e regular as atividades Reduzir o custo da antecipação de vendas feitas no cartão de crédito 23,3% 1,1% Fim do deságio na contratação do voucher/vale alimentação Tarifa fixa cobrada sobre cada transação de cartões de débito ao invés de percentual sobre o valor da venda 21,5% 13,4% Não sabe/ prefere não responder A exigência do consumidor por formas alternativas de pagamento, para além do dinheiro, é algo que veio para ficar. Não é por acaso que entre as vantagens dos cartões, os empresários sempre citam atração de clientes. Todavia, esses empresários não ignoram as desvantagens. Reduzindo-se os custos associados aos cartões, o consumidor encontrará essas opções de pagamento em um número maior de estabelecimentos, além de ter os produtos barateados. A possibilidade de oferecer descontos para pagamentos em dinheiro também traz ganho, fazendo que nem todo o consumidor tenha que arcar com o custo dos cartões. Essas são mudanças que não visam os problemas macroeconômicos do país, que de fato merecem atenção, mas que favorecem o consumo. 6

7 METODOLOGIA Público alvo: empresários de comércio varejista e serviços em todas as regiões brasileiras. Método de coleta: pesquisa realizada via CATI, por telefone. Tamanho amostral da Pesquisa: 822 casos, gerando uma margem de erro no geral de 3,4 p.p para uma confiança a 95%. Data de coleta dos dados: 25 de outubro a 08 de novembro de

8

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES Maio 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES Pessoa presenteada: 71,6% A própria mãe 25,7% Esposa 17,8% Sogra 54,2% Pretendem comprar somente um presente

Leia mais

O Financiamento no Brasil

O Financiamento no Brasil O Financiamento no Brasil Aquisição da casa própria e do automóvel são as principais finalidades dos financiamentos Adquirir um automóvel ou a casa própria, para a grande maioria dos brasileiros, é um

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) INDICADOR DE DEMANDA POR CRÉDITO O indicador de Demanda

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS NAMORADOS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS NAMORADOS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS NAMORADOS Junho 2016 INTENÇÃO DE PRESENTEAR NO DIA DOS NAMORADOS 57,4% Têm a intenção de presentear 28,0% Não darão presentes Principal justificativa dos que não presentearão:

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS Outubro 2015 O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) desenvolveram uma sondagem para as datas comemorativas com o objetivo de

Leia mais

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS Abril 2016 9 em cada 10 empresários acreditam que a crise tem afetado seus negócios O país vem enfrentando, desde o ano passado, uma crise econômica de grandes

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS Outubro 2016 INTRODUÇÃO O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) realizam sondagens de vendas para as datas comemorativas com

Leia mais

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA Fevereiro 2016 INTRODUÇÃO 79,0% dos brasileiros têm concepção equivocada sobre o que é estar endividado 20,2% Compreende o significado real

Leia mais

Relatório de Resultado de vendas do Natal 2012

Relatório de Resultado de vendas do Natal 2012 Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Resultado de vendas do Natal 2012 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Natal em Santa Catarina. Conteúdo Introdução...

Leia mais

O USO DE CARTÃO DE CRÉDITO NAS EMPRESAS DA AVENIDA 14 DE MAIO, NO MUNICÍPIO DE LÁBREA/AM

O USO DE CARTÃO DE CRÉDITO NAS EMPRESAS DA AVENIDA 14 DE MAIO, NO MUNICÍPIO DE LÁBREA/AM O USO DE CARTÃO DE CRÉDITO NAS EMPRESAS DA AVENIDA 14 DE MAIO, NO MUNICÍPIO DE LÁBREA/AM INTRODUÇÃO Elís Dávine Galvão de Souza 1 e Rodrigo Ferreira de Lima 1 As operações de compras e vendas ocorrem paulatinamente

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS EMPRESÁRIOS DE VAREJO E SERVIÇOS SOBRE O MOMENTO DA ECONOMIA BRASILEIRA

PERCEPÇÃO DOS EMPRESÁRIOS DE VAREJO E SERVIÇOS SOBRE O MOMENTO DA ECONOMIA BRASILEIRA PERCEPÇÃO DOS EMPRESÁRIOS DE VAREJO E SERVIÇOS SOBRE O MOMENTO DA ECONOMIA BRASILEIRA Setembro 2016 INTRODUÇÃO A economia brasileira enfrenta uma crise que já se arrasta por quase dois anos. Nesse intervalo,

Leia mais

A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor

A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor Otimismo e autoconfiança são marcas do jovem empreendedor no Brasil. Percepção da crise é menor quando empresários olham para o próprio negócio A pesquisa

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014 Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014 Sobre a Abecs e seu papel Criada em 1971 para representar o setor de meios eletrônicos de pagamento junto

Leia mais

PESQUISA SOBRE A COMPRA E VENDA NO DIA DOS PAIS JUNTO AO COMÉRCIO CURITIBANO Agosto/2016

PESQUISA SOBRE A COMPRA E VENDA NO DIA DOS PAIS JUNTO AO COMÉRCIO CURITIBANO Agosto/2016 PESQUISA SOBRE A COMPRA E VENDA NO DIA DOS PAIS JUNTO AO COMÉRCIO CURITIBANO 2016 Agosto/2016 Introdução Objetivo Geral O estudo tem como objetivo geral avaliar o desempenho das vendas e compras no Dia

Leia mais

OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS

OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS Agosto 2016 OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS 43,7% Admitem o hábito de gastar mais do que costumam com cuidados de beleza para se sentirem melhor,

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016 Observar e entender como foram às vendas no segundo semestre do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento o próximo semestre, que contempla uma das mais importantes datas comemorativas para o

Leia mais

Relatório Resultado de vendas Páscoa

Relatório Resultado de vendas Páscoa Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório Resultado de vendas Páscoa Panorama do movimento na economia durante a Páscoa 2010 Divisão de Planejamento Núcleo de Pesquisa FECOMÉRCIO SC PESQUISA

Leia mais

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Panorama do movimento na economia de Criciúma durante o Dia das Crianças de 2010 DPLAN - Núcleo de

Leia mais

Quantidade mensal incluída no pacote (A) Quantidade de serviços gratuitos por mês (B) Saque de conta de depósitos à vista - Presencial ou pessoal

Quantidade mensal incluída no pacote (A) Quantidade de serviços gratuitos por mês (B) Saque de conta de depósitos à vista - Presencial ou pessoal Pacote de Serviços - Universitários Confira abaixo a composição do Pacote de Serviços Universitários: Saques Saque de conta de depósitos à vista - Presencial ou pessoal 6 4 10 2,20 12,60 Fornecimento de

Leia mais

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016 Observar e entender como foram as vendas no início do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento para o 2 semestre, que terá três datas comemorativas importantes, o Dia dos Pais, o Dia das Crianças

Leia mais

SOLUÇÕES DE COBRANÇA. Fellipe Maciel Lume Numata

SOLUÇÕES DE COBRANÇA. Fellipe Maciel Lume Numata SOLUÇÕES DE COBRANÇA Fellipe Maciel Lume Numata AGENDA 1 2 3 4 A importância da Cobrança Cenário de Inadimplência Soluções de Cobrança Limpa Nome AGENDA 1 A importância da Cobrança A IMPORTÂNCIA DA COBRANÇA

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Natal em Santa Catarina

Leia mais

PRÓS E CONTRAS NA TROCA DE MOEDA. Edmilson Milan

PRÓS E CONTRAS NA TROCA DE MOEDA. Edmilson Milan PRÓS E CONTRAS NA TROCA DE MOEDA Edmilson Milan DÓLAR x REAL Eleições 2002 Crise 2008 Janeiro 1999 DÓLAR x YEN DÓLAR x EURO CENÁRIOS FINANCEIROS A construção de cenário pode contemplar, entre outros: Inflação;

Leia mais

A INDÚSTRIA DOS CARTÕES DE PAGAMENTO

A INDÚSTRIA DOS CARTÕES DE PAGAMENTO A INDÚSTRIA DOS CARTÕES DE PAGAMENTO 1 O QUE ELA REPRESENTA Em 2010, a Indústria dos Cartões de Pagamento movimentou mais de R$500 bilhões. Prestou serviços no valor de R$15 a R$20 bilhões, o que significa

Leia mais

Intenção de compras de NATAL. 10 de dezembro. Ribeirão Preto/SP

Intenção de compras de NATAL. 10 de dezembro. Ribeirão Preto/SP Intenção de compras de NATAL 10 de dezembro 2014 Ribeirão Preto/SP Sumário Objetivo... 3 Metodologia... 3 Caracterização geral dos entrevistados... 4 Perfil de consumo para o Natal... 5 Considerações finais...

Leia mais

Questões utilizadas nas aulas de terça (15/10)

Questões utilizadas nas aulas de terça (15/10) Matemática Matemática financeira 3 os anos João/Blaidi out/13 Nome: Nº: Turma: Questões utilizadas nas aulas de terça (15/10) 1. (Fgv 013) Para o consumidor individual, a editora fez esta promoção na compra

Leia mais

Obrigado por cadastrar-se! Retire aqui suas dúvidas sobre esta oportunidade...!

Obrigado por cadastrar-se! Retire aqui suas dúvidas sobre esta oportunidade...! Obrigado por cadastrar-se! Retire aqui suas dúvidas sobre esta oportunidade...! O que é ser um chocolateiro? Ser um Chocolateiro é além de apaixonar-se pelos chocolates da Chocolataria Gramado, vender

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS PAIS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS PAIS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS PAIS Agosto 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2016 Intenção de Presentear 48,9% Têm intenção de presentear no Dia dos Pais 38,1% Não pretendem comprar presentes,

Leia mais

O PLANEJAMENTO DO BRASILEIRO PARA A APOSENTADORIA

O PLANEJAMENTO DO BRASILEIRO PARA A APOSENTADORIA O PLANEJAMENTO DO BRASILEIRO PARA A APOSENTADORIA Julho 2016 Formas de preparo do brasileiro para aposentadoria: 74,1% INSS pela empresa que trabalha ou de forma autônoma Poupança Imóveis 19,2% 31,1% 6,2%

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VIDA FINANCEIRA

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VIDA FINANCEIRA FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VIDA FINANCEIRA Abril 2016 INTRODUÇÃO Maioria das brasileiras tem acesso aos principais serviços financeiros, mas relacionamento com bancos e instituições é insatisfatório

Leia mais

Barato e rápido, penhor de bens salta 11% neste ano

Barato e rápido, penhor de bens salta 11% neste ano Fonte: Dr. Gustavo Gonçalves Gomes Seção: Economia Versão: Online Data: 22/07/2016 Barato e rápido, penhor de bens salta 11% neste ano Mulheres são grande maioria dos clientes que buscam respiro POR JULIANA

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO ANO VI POPULAÇÃO E COMÉRCIO

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO ANO VI POPULAÇÃO E COMÉRCIO MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO ANO VI POPULAÇÃO E COMÉRCIO 2013 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO O objetivo principal deste estudo é investigar a utilização dos Meios Eletrônicos de pagamento e as percepções

Leia mais

Meios de pagamento aceitos pelas micro e pequenas empresas brasileiras Agosto/15

Meios de pagamento aceitos pelas micro e pequenas empresas brasileiras Agosto/15 Meios de pagamento aceitos pelas micro e pequenas empresas brasileiras Agosto/15 Conceder desconto no pagamento à vista é estratégia adotada por grande parte dos empresários. Cartões ganham cada vez mais

Leia mais

Usos do nome de terceiros. Abril de 2016

Usos do nome de terceiros. Abril de 2016 Usos do nome de terceiros Abril de 2016 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear o perfil e investigar o comportamento relacionado ao pedido de empréstimo de nome de terceiros para fazer compras parceladas. METODOLOGIA

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO NO BRASIL COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS. Brasília, 23 de junho de 2010

REGULAMENTAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO NO BRASIL COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS. Brasília, 23 de junho de 2010 REGULAMENTAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO NO BRASIL COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Brasília, 23 de junho de 2010 1 IMPORTÂNCIA DO PRESENTE DEBATE NA CÂMARA DOS DEPUTADOS: REFLEXÃO

Leia mais

Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário

Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário - 2012 ApresentAção A sondagem Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário 2012 apresenta a visão do empresário do transporte rodoviário

Leia mais

Recarga Cielo Guia Recarga

Recarga Cielo Guia Recarga Recarga Cielo Guia Recarga O serviço de Recarga Cielo traz comodidade a seus clientes e muitos benefícios para seu estabelecimento. Com ele, você oferece recarga de telefones prépagos (fixos e móveis)

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo. Consiste em empregar procedimentos matemáticos

Leia mais

mercado de cartões de crédito, envolvendo um histórico desde o surgimento do produto, os agentes envolvidos e a forma de operação do produto, a

mercado de cartões de crédito, envolvendo um histórico desde o surgimento do produto, os agentes envolvidos e a forma de operação do produto, a 16 1 Introdução Este trabalho visa apresentar o serviço oferecido pelas administradoras de cartões de crédito relacionado ao produto; propor um produto cartão de crédito calcado na definição, classificação

Leia mais

Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo

Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil revela resultado da terceira edição

Leia mais

Resultado de Vendas do período de volta às aulas 2016

Resultado de Vendas do período de volta às aulas 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Resultado de Vendas do período de volta às aulas 2016 O perfil do empresário

Leia mais

METODOLOGIA Plano amostral

METODOLOGIA Plano amostral METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 646 casos, gerando um erro máximo de 3,9% com uma confiança de 95%. Alocação amostral:

Leia mais

REDUÇÃO DO IPI. Luciana Ghidetti de Oliveira

REDUÇÃO DO IPI. Luciana Ghidetti de Oliveira REDUÇÃO DO IPI Luciana Ghidetti de Oliveira A Futura foi às ruas saber a opinião da população capixaba sobre a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que engloba produtos da linha branca

Leia mais

6 DICAS. que você precisa saber ANTES DE COMPRAR SEU PRIMEIRO IMÓVEL

6 DICAS. que você precisa saber ANTES DE COMPRAR SEU PRIMEIRO IMÓVEL 6 DICAS que você precisa saber ANTES DE COMPRAR SEU PRIMEIRO IMÓVEL A VITTA RESIDENCIAL SEPAROU 6 DICAS IMPERDÍVEIS PARA VOCÊ NÃO PERDER MAIS TEMPO E CONQUISTAR O SEU SONHO. WWW.VITTARESIDENCIAL.COM.BR

Leia mais

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Panorama do movimento na economia de Joinville durante o Dia das Crianças de 2010. DPLAN - Núcleo de

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL AUTOPRESENTE

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL AUTOPRESENTE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016 - AUTOPRESENTE Novembro 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS DE PRESENTES PARA SI MESMO NATAL 2016 Principais justificativas: 40,8% 39,1% 50,0% Vão presentear a si mesmos Em média os

Leia mais

Cielo Day. CFO Clovis Poggetti Jr

Cielo Day. CFO Clovis Poggetti Jr Cielo Day CFO Clovis Poggetti Jr Aviso Legal A companhia faz declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item Crédito Rural

Conhecimentos Bancários. Item Crédito Rural Conhecimentos Bancários Item 2.2.7- Crédito Rural Conhecimentos Bancários Item 2.2.7- Crédito Rural Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR) Normas BACEN Conhecimentos Bancários Item 2.2.7- Crédito Rural

Leia mais

SEMINÁRIO RECEITA PÚBLICA Um olhar para boas práticas na arrecadação. Sonia Molon Secretária Municipal da Fazenda

SEMINÁRIO RECEITA PÚBLICA Um olhar para boas práticas na arrecadação. Sonia Molon Secretária Municipal da Fazenda SEMINÁRIO RECEITA PÚBLICA Um olhar para boas práticas na arrecadação Sonia Molon Secretária Municipal da Fazenda CASE DA PREFEITURA DE GRAMADO Receita própria com ênfase na Dívida Ativa/Protesto Extrajudicial

Leia mais

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae)

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Fonte das informações desta apresentação: PESQUISAS Bancarização das MPE, (nov/15) 6.005 entrevistas Financiamento dos Pequenos Negócios no

Leia mais

O Microempreendedor Individual MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

O Microempreendedor Individual MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. 1) O QUE É? O Microempreendedor Individual MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. A Lei Complementar nº 128 de 19/12/2008 que criou condições especiais

Leia mais

IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO

IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO Fevereiro 2016 IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO 53,3% Não tiveram sobras financeiras no

Leia mais

COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA

COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA O desempenho das vendas do comércio varejista brasileiro, medido

Leia mais

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Seis em cada dez consumidores consideram-se felizes O estudo O consumo como alcance da felicidade, conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso feliz, busca compreender

Leia mais

Boleto de Pagamento Banco Central do Brasil

Boleto de Pagamento Banco Central do Brasil Banco Central do Brasil Agenda Alterações recentes na regulamentação do Boleto de Pagamento Principais características das espécies do Boleto de Pagamento Participação dos boletos nos pagamentos Visão

Leia mais

Salário mínimo e o mercado do comércio varejista de Rio Branco/AC

Salário mínimo e o mercado do comércio varejista de Rio Branco/AC PESQUISA Salário mínimo e o mercado do comércio varejista de Rio Branco/AC Realização: FECOMERCIO/AC Coordenação: IFEPAC Período: 27.01 a 04.02.2011. Local: Cidade de Rio Branco/AC Fevereiro/2011 1 A PESQUISA

Leia mais

O que é Barter??? BARTER ou TROCA - é a transação em que cada uma das partes entrega um bem ou presta um serviço para receber da outra parte um

O que é Barter??? BARTER ou TROCA - é a transação em que cada uma das partes entrega um bem ou presta um serviço para receber da outra parte um Barter ll Simpósio de Milho e Soja COPLACANA Barter AGENDA Definição de Barter Por quê o produtor faz Barter? Como aplico a minha lavoura? Que tipo de operações devo fazer? O que é Barter??? BARTER ou

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016 Novembro 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS DE PRESENTES PARA O NATAL 2016 72,2% Pretendem comprar presentes, representando 107,6 milhões de consumidores indo às compras Cada pessoa

Leia mais

Contas a pagar & Contas a receber. Gestão Orçamentária

Contas a pagar & Contas a receber. Gestão Orçamentária Contas a pagar & Contas a receber Gestão Orçamentária Roteiro Introdução Funcionamento Estudo de caso Controle Planejamento Contas a pagar Contas a receber Referências Introdução Orçamento É um dos objetivo

Leia mais

Educação Financeira no Brasil - abertura

Educação Financeira no Brasil - abertura Educação Financeira no Brasil - abertura Investimentos Fevereiro 2014 Pesquisa do SPC Brasil traça perfil dos brasileiros em relação a investimento; maioria prefere consumir a poupar. O brasileiro não

Leia mais

Confirming On-Time Associe vantagens à facilidade de receber

Confirming On-Time Associe vantagens à facilidade de receber Confirming On-Time Associe vantagens à facilidade de receber Índice 1. Confirming On-Time...3 2. Confirming On-Time Garantia... 4 Confirming On-Time Garantia a Funcionar... 5 3. Confirming On-Time Pagamentos...6

Leia mais

REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO MUNDO (02/05/2016 a 31/07/2016)

REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO MUNDO (02/05/2016 a 31/07/2016) Empresa Participante: REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO MUNDO (02/05/2016 a 31/07/2016) INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na Rua Fonseca Teles, nº 18, A30, bloco B, Térreo, São Cristóvão, na Cidade

Leia mais

Matemática Financeira. 1ª Parte: Porcentagem Comparação entre Valores - Aumento e Desconto Juros

Matemática Financeira. 1ª Parte: Porcentagem Comparação entre Valores - Aumento e Desconto Juros Matemática ª série Lista 08 Junho/2016 Profª Helena Matemática Financeira 1ª Parte: Porcentagem Comparação entre Valores - Aumento e Desconto Juros 1) (GV) Carlos recebeu R$ 240.000,00 pela venda de um

Leia mais

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS VEJA COMO UTILIZAR O DE FORMA PRÁTICA E SEGURA. DESBLOQUEIO DO CARTÃO Sua senha foi enviada anteriormente para o seu celular ou para seu endereço. Ao desbloquear o, você concordará

Leia mais

1 Introdução. Figura 1 - Faturamento anual do comércio eletrônico no Brasil (em R$ bilhões) (E-Commerce, Set/2009) 10,0 8,2 6,3 4,4

1 Introdução. Figura 1 - Faturamento anual do comércio eletrônico no Brasil (em R$ bilhões) (E-Commerce, Set/2009) 10,0 8,2 6,3 4,4 1 Introdução A Internet nos últimos anos vem apresentando crescimento inquestionável, transformando a sociedade como um todo, influenciando comportamentos e transformando a economia. Para diversos setores

Leia mais

A Justiça e Você Esta coluna é um serviço de utilidade pública da Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro) e do jornal...

A Justiça e Você Esta coluna é um serviço de utilidade pública da Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro) e do jornal... A Justiça e Você Esta coluna é um serviço de utilidade pública da Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro) e do jornal... Como limpar o nome nos organismos de proteção ao crédito

Leia mais

Monitorando agentes na inclusão financeira Pesquisadora do Centro de Microfinanças FGV Professora USP - EACH

Monitorando agentes na inclusão financeira Pesquisadora do Centro de Microfinanças FGV Professora USP - EACH Monitorando agentes na inclusão financeira tchristo@usp.br Pesquisadora do Centro de Microfinanças FGV Professora USP - EACH Agenda Modelos de agentes que viabilizam a inclusão financeira e questões relativas

Leia mais

Mercado Informal. (varejistas) Junho 2013

Mercado Informal. (varejistas) Junho 2013 Mercado Informal (varejistas) Junho 2013 Nos últimos 4 anos, 3 milhões de profissionais autônomos saíram da informalidade. Fonte: IBGE matéria veiculada dia 10/05/2013 no programa Bom Dia Brasil Contudo,

Leia mais

(Do Sr. Fernando de Fabinho) O Congresso Nacional decreta:

(Do Sr. Fernando de Fabinho) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI N o, DE 2005 (Do Sr. Fernando de Fabinho) Dispõe sobre a obrigatoriedade de concessão de desconto para o pagamento à vista e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º

Leia mais

Visa Vale Pedágio Agilidade e segurança. Guia rápido Visa Vale Pedágio

Visa Vale Pedágio Agilidade e segurança. Guia rápido Visa Vale Pedágio Agilidade e segurança Guia rápido Visa Vale Pedágio Cartão com chip, pré-pago e recarregável, que possibilita o pagamento da tarifa de pedágio pelos caminhoneiros. Carregado pelas transportadoras e entregue

Leia mais

O Brasil é um dos países que mais crescem nesse mercado, ocupando a liderança do mercado de comércio eletrônico na América Latina.

O Brasil é um dos países que mais crescem nesse mercado, ocupando a liderança do mercado de comércio eletrônico na América Latina. Comércio Eletrônico Você é adepto do comércio eletrônico? Se não, pense melhor. O comércio eletrônico está criando novos hábitos de consumo entre os brasileiros, apresentando crescimento superior ao do

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS BDI

PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS BDI PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS BDI Professora: Eng. Civil Mayara Custódio, Msc. Definições BDI: Uma taxa que se adiciona ao custo de uma obra para cobrir as despesas indiretas que tem o construtor, mais

Leia mais

4 ApurAção InstAntâneA de resultados econômicos

4 ApurAção InstAntâneA de resultados econômicos 4 Apuração Instantânea de Resultados Econômicos Se observarmos bem, os contadores estão utilizando o computador para elaborar, não só o balancete como também outras demonstrações financeiras como a Demonstração

Leia mais

Promoções para alavancar as vendas de Natal

Promoções para alavancar as vendas de Natal Promoções para alavancar as vendas de Natal OBJETIVOS DO ESTUDO Compreender a opinião dos micro e pequenos empresários no que diz respeito à intenção de oferecer promoções em seu negócio para alavancar

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 38, DE 2003

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 38, DE 2003 COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 38, DE 2003 Altera o Decreto-Lei nº 406, de 31 de dezembro de 1968, a Lei Complementar nº 56, de 15 de dezembro de 1987 e a Lei Complementar

Leia mais

BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro

BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro A seguir as informações sobre as condições financeiras, o objetivo do financiamento, a orientação sobre como solicitar

Leia mais

1. As parcelas são pagas ao final de cada período. Neste caso denomina-se pagamento postecipado.

1. As parcelas são pagas ao final de cada período. Neste caso denomina-se pagamento postecipado. PARTE 5 SÉRIE UNIFORME DE PAGAMENTOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Introdução 2. Prestações e Valor presente 3. Prestações e Valor futuro 4. Renda perpétua 5. Exercícios Resolvidos 1. Introdução Quando se contrai

Leia mais

Soluções completas em voz e sms.

Soluções completas em voz e sms. BFT Group www.bfttelecom.com.br 0800.724.6200 Soluções completas em voz e sms. COMOLUCRAR MAIS EM SUA OPERAÇÃO COM SMS GATEWAY O QUE É UM SMS GATEWAY? www.bfttelecom.com.br 0800.724.6200 Soluções completas

Leia mais

Produtos e Serviços Lojas de Material de Construção associadas à ANAMACO. Convênio. Banco do Brasil S.A. e ANAMACO

Produtos e Serviços Lojas de Material de Construção associadas à ANAMACO. Convênio. Banco do Brasil S.A. e ANAMACO Produtos e Serviços Lojas de Material de Construção associadas à ANAMACO Convênio Banco do Brasil S.A. e ANAMACO 2 Prezadas Associadas, As informações aqui tratadas foram disponibilizadas pelo Banco do

Leia mais

Rondonópolis- MT, Junho de 2016.

Rondonópolis- MT, Junho de 2016. ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR Presidente José Luiz Gonçales Ferreira Vice Presidente Armando Pereira Chaves Diretor Tesoureiro - Sérgio José Pradella EQUIPE DE PESQUISA

Leia mais

COMO UTILIZAR AS TAXA DE APLICAÇÃO E CAPTAÇÃO DO DINHEIRO NA FORMAÇÃO DO PREÇO A VISTA E A

COMO UTILIZAR AS TAXA DE APLICAÇÃO E CAPTAÇÃO DO DINHEIRO NA FORMAÇÃO DO PREÇO A VISTA E A COMO UTILIZAR AS TAXA DE APLICAÇÃO E CAPTAÇÃO DO DINHEIRO NA FORMAÇÃO DO PREÇO A VISTA E A Qual o efeito da utilização da taxa de aplicação do dinheiro na formação do preço a vista? Qual o efeito da utilização

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO LOCAL PLANO Nº 159

PLANO ALTERNATIVO LOCAL PLANO Nº 159 PLANO ALTERNATIVO LOCAL PLANO Nº 159 A. Empresa: Telemar Norte Leste S/A B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço Nº 159 C. Identificação para a Anatel: Plano Alternativo de Serviço Nº 159 D. Modalidade

Leia mais

Como reduzir as contas de Casa

Como reduzir as contas de Casa Como reduzir as contas de Casa 1) Como reduzir a conta de energia elétrica? Crie o hábito de apagar a luz toda vez que sair de um cômodo; Tire todos os aparelhos da tomada quando não estiverem em uso.

Leia mais

1º ITAU (conglomerado) 10, ,840, º BRADESCO (conglomerado) 8, ,025,

1º ITAU (conglomerado) 10, ,840, º BRADESCO (conglomerado) 8, ,025, com mais de dois milhões de clientes Página 1 de 1 19/01/2016 15:39 Posição Indíce 1 Reclamações Reg. Instituição Financeira Procedentes 2 (A) Nº de Clientes 3 Reclamações Reg. Outras 4 (B) Reclamações

Leia mais

10 Passos para o sucesso M.E.I.

10 Passos para o sucesso M.E.I. 10 Passos para o sucesso M.E.I. Neste e-book temos o objetivo de juntamente com você fazer uma reflexão sobre o seu negócio, ou seja, através de várias perguntas que você responderá teremos uma ideia de

Leia mais

Preçário BANCO MILLENNIUM ATLÂNTICO, S.A. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA. TABELA DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03 de Janeiro 2017

Preçário BANCO MILLENNIUM ATLÂNTICO, S.A. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA. TABELA DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03 de Janeiro 2017 Preçário BANCO MILLENNIUM ATLÂNTICO, S.A. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento ao público do Banco Millennium

Leia mais

Você sabia que... O pagamento numa loja virtual. Guia #6 Como as formas de pagamento podem interferir nas minhas vendas

Você sabia que... O pagamento numa loja virtual. Guia #6 Como as formas de pagamento podem interferir nas minhas vendas Guia #6 Como as formas de pagamento podem interferir nas minhas vendas Você sabia que... Hoje, 77% dos brasileiros já utilizam cartão de crédito, aponta estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil)

Leia mais

Resultado de Vendas de Dia dos Namorados 2016

Resultado de Vendas de Dia dos Namorados 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Resultado de Vendas de Dia dos Namorados 2016 O perfil do empresário e

Leia mais

Previdência Complementar no Brasil e seu Potencial de Crescimento VOCÊ

Previdência Complementar no Brasil e seu Potencial de Crescimento VOCÊ Previdência Complementar no Brasil e seu Potencial de Crescimento VOCÊ José Edson da Cunha Júnior Secretaria de Políticas de Previdência Complementar Sumário I Cenário Atual da Previdência Complementar

Leia mais

Volume Total de Crédito

Volume Total de Crédito Parte I Volume de Crédito A) Recursos Livres e Recursos Direcionados Período R$ milhões Variação % Junho2005 535.594 Junho2015 3.102.172 490,2% Volume Total de Crédito 4.000.000 2.000.000 R$ milhões B)

Leia mais

INVESTOR S The Real PRESENTATION Last Minute Deal!

INVESTOR S The Real PRESENTATION Last Minute Deal! INVESTOR S The Real PRESENTATION Last Minute Deal! Lisboa - Novembro 2011 Connecting Clients to Merchants When They Need It Breve descrição Breve descrição A MYGON é uma plataforma de ofertas em tempo

Leia mais

Dinâmica Recente da Produtividade no Brasil

Dinâmica Recente da Produtividade no Brasil Dinâmica Recente da Produtividade no Brasil Fernando A. Veloso IBRE/FGV Conferência do Desenvolvimento 2013 21 de Março de 2013 Estrutura da Apresentação Evolução da produtividade no Brasil nas últimas

Leia mais

CANAIS DE ATENDIMENTO. Saiba como fazer as operações bancárias em qualquer lugar e em horários diferenciados

CANAIS DE ATENDIMENTO. Saiba como fazer as operações bancárias em qualquer lugar e em horários diferenciados CANAIS DE ATENDIMENTO Saiba como fazer as operações bancárias em qualquer lugar e em horários diferenciados RÁPIDO, PRÁTICO E EM QUALQUER LUGAR! Com o objetivo de facilitar o seu dia a dia, os bancos disponibilizam

Leia mais

A relação das MPEs com as médias e grandes empresas

A relação das MPEs com as médias e grandes empresas A relação das MPEs com as médias e grandes empresas SONDAGEM DE OPINIÃO Dezembro 2009 1 Introdução Objetivos: - Identificar a opinião dos proprietários das micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas sobre

Leia mais

Análise retrospectiva e crítica das taxas de retorno calculadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para as concessões no setor

Análise retrospectiva e crítica das taxas de retorno calculadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para as concessões no setor Análise retrospectiva e crítica das taxas de retorno calculadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para as concessões no setor Antonio Zoratto Sanvicente Insper Instituto de Ensino e Pesquisa

Leia mais

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro Mauricio Salvador Presidente

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro Mauricio Salvador Presidente Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente INTRODUÇÃO A importância da logística no e-commerce torna-se cada vez maior frente aos novos desafios e ao aumento de competitividade

Leia mais

COMO FUNCIONA A EMPRESA?

COMO FUNCIONA A EMPRESA? PARCERIA FUEL AGE Não temos dúvidas que posto de combustível é um excepcional negócio e um dos melhores investimentos do mercado, mas é um privilégio para poucos. A seguir... COMO FUNCIONA A EMPRESA? COMPRA

Leia mais

RELATÓRIO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA TELEFONICA, S.A. (ITEM V DA ORDEM DO DIA)

RELATÓRIO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA TELEFONICA, S.A. (ITEM V DA ORDEM DO DIA) RELATÓRIO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA TELEFÓNICA, S.A. RELATIVO À PROPOSTA DE DELEGAÇÃO A FAVOR DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE DE EMITIR OBRIGAÇÕES, BONUS, PAGAMENTO E DEMAIS VALORES DE

Leia mais

Etapa 7 Plano Financeiro

Etapa 7 Plano Financeiro 17/10/12 Etapas do Plano de Negócios Etapa Detalhes 7. Plano financeiro Investimentos Projeção de resultados Ponto de equilíbrio Projeção fluxo de caixa Vendas Despesas Mão de obra Investimento é tudo

Leia mais