Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016"

Transcrição

1 Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 O ano letivo 2015/2016 será um ano de implementação da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais (APEEJIO) no panorama educativo local e simultaneamente de continuidade e reforço do trabalho realizado ao longo dos anos letivos anteriores pela entidade até agora representativa dos Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais. Nesse sentido, será premente concretizar a afirmação da APEEJIO como parceiro institucional ativo e dinâmico, para o que urge direcionar as ações a serem tomadas no sentido de promover e dar continuidade ao trabalho nas seguintes áreas: Relações institucionais de cooperação com os principais parceiros da APEEJIO, nomeadamente: CMC, Agrupamento Escolas Martim de Freitas, Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais e outras associações de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento; Colaboração na preparação e na realização de atividades desenvolvidas pela equipa pedagógica do Jardim de Infância: festas escolares, comemoração de dias nacionais e internacionais, apoio a visitas de estudo, etc.; Comunicação das atividades realizadas pela APEEJIO e relacionadas com a nossa comunidade escolar, através do nosso blog, do espaço aberto da APEEJIO no Facebook, correio eletrónico institucional e ainda através do placard no Jardim de Infância. Será mais um ano para se investir no maior envolvimento dos Pais e Encarregados de Educação e de toda a comunidade escolar em todo o tipo de ações que possam contribuir para promover a melhoria dos espaços e das condições a serem oferecidas às nossas crianças, garantindo-se assim uma melhoria na capacidade de intervenção da APEEJIO. 1/5

2 Assim, a APEEJIO define, para 2015/2016, as seguintes áreas de atuação prioritárias: 1. ANGARIAÇÃO DE NOVOS SÓCIOS Neste novo ano letivo, a APEEJIO pretende afirmar-se como representante de um número significativo Pais e Encarregados de Educação, reforçando assim a sua posição no Jardim de Infância (doravante indicado como JI), no Agrupamento e junto das diferentes instituições. Um maior número de sócios significa um aumento da participação e interesse dos Pais e Encarregados de Educação nas atividades do JI. 2. ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA Ao longo do ano letivo, a APEEJIO irá dar continuidade ao trabalho de acompanhamento do programa da atividades de animação e apoio à família (doravante designado como AAAFs) já em curso, procurando continuar a melhorá-lo e enriquecê-lo. No contexto da AAAFs, a APEEJIO concretizará o apoio às atividades a serem promovidas pela equipa das AAAFs nas interrupções letivas do Natal, do Carnaval, da Páscoa e no final do ano letivo. 3. PROMOVER A MELHORIA CONTÍNUA EM PARCEIRA COM A COMUNIDADE EDUCATIVA DAS CONDIÇÕES PEDAGÓGICAS, DE SEGURANÇA E DE ALIMENTAÇÃO EM PRÁTICA NO JI DOS OLIVAIS Dando continuidade ao trabalho desenvolvido durante os anos letivos anteriores, a APEEJIO prosseguirá o acompanhamento de questões que continuam a preocupar todos os Pais e Encarregados de Educação, nomeadamente no que diz respeito à segurança das nossas crianças no espaço escolar, à manutenção e disponibilização de materiais diversos nas diversas áreas de trabalho, ao funcionamento do serviço de refeitório e à qualidade da alimentação. 2/5

3 Para tal, serão promovidas reuniões regulares entre a APEEJIO e as entidades autárquicas competentes para o trabalho com cada uma das áreas atrás referidas. 4. CAPACIDADE DE INTERVENÇÃO DA APEEJIO NA COMUNIDADE ESCOLAR E NA COMUNIDADE EXTERIOR A APEEJIO propõe para o ano letivo de 2015/2016, afirmar a sua capacidade interventiva, através da comunicação entre todos os elementos da comunidade escolar e da promoção de uma relação de cooperação entre as entidades que, direta ou indiretamente, poderão contribuir para a promoção da Escola enquanto bem comum. A capacidade interventiva da APEEJIO contemplará as seguintes áreas: 4.1. Informação e divulgação a) Manutenção e dinamização do blog da APEEJIO, o qual tem constituído uma forma de aproximar a APEEJIO aos Pais e Encarregados de Educação, através da transmissão de informações referentes ao trabalho desenvolvido e também da disponibilização organizada dos documentos estruturantes do trabalho, disponibilizados pelas diversas instituições intervenientes no processo educativo; b) Continuação da publicação de notícias e atividades no Facebook da APEEJIO como forma de divulgação do papel da APEEJIO na comunidade escolar; c) Continuação da publicação de notícias, eventos e weblinks relevantes para o desenvolvimento global de crianças na faixa etária dos nossos educandos; d) Assegurar a realização de reuniões abertas a todos os Pais e Encarregados de Educação. 3/5

4 4.2. Apoios Angariação de apoios, tanto materiais como financeiros, com o objetivo de permitir a melhoria da qualidade de algumas atividades, quer nos períodos letivos, quer durante as interrupções, bem como a realização de ações de beneficiação, ao nível do edifício, dos espaços interiores e exteriores e dos equipamentos escolares, em cooperação com a CMC, Agrupamento de Escolas Martim de Freitas e Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais. 5. PARTICIPAÇÃO E INTERVENÇÃO DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÃO EM AÇÕES DE DESENVOLVIMENTO DO ESPÍRITO CÍVICO DAS CRIANÇAS Para este ano lectivo de 2015/2016, a APEEJIO propõe uma significativa participação e intervenção de todos os Pais e Encarregados de Educação, de forma a concretizarem-se uma série de ações e atividades que permitam a melhoria das condições do nosso JI e dos serviços a serem oferecidos às nossas crianças. Entre estas encontram-se as seguintes ações possíveis: a) Angariação de meios junto com a comunidade escolar colaboração e participação em iniciativas promotoras da angariação de verbas destinadas especificamente à melhoria das condições do Jardim de Infância, como sejam Feiras Sem Regras, peditórios, ou outras concretizações de donativos monetários; b) Pedidos de patrocínios intervenção junto de entidades empresarias locais e globais, no sentido de promover o mais fácil acesso a bens e serviços de relevância reconhecida e direcionados especificamente a crianças na faixa etária dos nossos educandos; 4/5

5 c) Oferta e elaboração de material didático e lúdico tais como livros ou jogos didáticos que possam ser utilizados nas salas nos em alternativa ao espaço exterior, em particular no Inverno (puzzles, cartas, jogos de tabuleiro), etc.; d) O Jardim Solidário - peditório de bens alimentares, roupa e brinquedos a serem direcionados para uma instituição ou organização envolvida no trabalho com crianças em situações desfavorecidas (não necessariamente a nível económico); Coimbra, 15 de Outubro de /5

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades 2014 / 2015 APAEA Índice 1. NOTA INTRODUTÓRIA... 1 2. RELAÇÃO COM OS PAIS/ENCARREGADOS DE EDUCACAÇÃO E SOCIOS... 2 3. REPRESENTAÇÃO NOS ORGÃOS DO AGRUPAMENTO... 3 4. MELHORIA

Leia mais

associação de pais / encarregados de educação do agrupamento de escolas do concelho de Valença do Minho Relatório de Atividades e Contas 2014/2015

associação de pais / encarregados de educação do agrupamento de escolas do concelho de Valença do Minho Relatório de Atividades e Contas 2014/2015 Relatório de Atividades e Contas 2014/2015 Com o presente relatório a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Concelho de Valença vem informar os seus associados sobre as atividades desenvolvidas

Leia mais

Acordo de Colaboração

Acordo de Colaboração Acordo de Colaboração Extensão de horário das actividades de animação e de apoio à família na educação Pré-escolar nos Jardins do Agrupamento de Escolas de Samora Correia Considerando que: A Educação Pré-escolar,

Leia mais

Plano Trabalho 2016/2017 Alia Raichande Setembro 2016

Plano Trabalho 2016/2017 Alia Raichande Setembro 2016 Plano Trabalho 2016/2017 O que é uma Associação Pais? As associações de pais são organizações de direito privado, autónomas e independentes, sem fins lucrativos, que baseiam o seu trabalho no voluntariado

Leia mais

Educar Para a Saúde. Fundamentação. Objetivos

Educar Para a Saúde. Fundamentação. Objetivos Educar Para a Saúde Fundamentação O Município de Coruche Coruche procura promover hábitos de consumo de alimentos benéficos para a saúde das populações mais jovens e combater a obesidade infantil, incutindo

Leia mais

Serviço de Educação e Juventude. Projeto de Educação Alimentar. Alimentação Saudável

Serviço de Educação e Juventude. Projeto de Educação Alimentar. Alimentação Saudável Serviço de Educação e Juventude Projeto de Educação Alimentar Alimentação Saudável Ano letivo 2017/2018 Projeto de Educação Alimentar Alimentação Saudável 1- Nota Introdutória: O Município do Cartaxo,

Leia mais

Estrutura da apresentação

Estrutura da apresentação Your own footer Estrutura da apresentação (as nossas linhas orientadoras) 1. Comunicar e partilhar para uma escola mais informada 2. Cooperar e mobilizar para uma escola mais completa 3. Pensar o outro

Leia mais

Ano Lectivo 2009/2010

Ano Lectivo 2009/2010 Município da Póvoa de Varzim Ano Lectivo 2009/2010 Ano Letivo 2013/2014 COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDINS DE INFÂNCIA DA REDE PÚBLICA PÓVOA DE VARZIM Introdução A educação Pré-Escolar constitui a primeira

Leia mais

Divisão Municipal de Cultura, Educação e Turismo :: Câmara Municipal de Benavente. Grau de Ensino Estabelecimentos Turmas N.

Divisão Municipal de Cultura, Educação e Turismo :: Câmara Municipal de Benavente. Grau de Ensino Estabelecimentos Turmas N. Divisão Municipal de Cultura, Educação e Turismo :: Câmara Municipal de Benavente ÁREAS DE INTERVENÇÃO DA AUTARQUIA Informação 3º período letivo 2013/2014 1.REDE ESCOLAR Grau de Ensino Estabelecimentos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO. Plano Plurianual de Atividades

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO. Plano Plurianual de Atividades AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO Plano Plurianual de Atividades 2014/2017 0 Índice Índice... 1 Introdução... 2 DIMENSÃO PEDAGÓGICA... 3 DIMENSÃO CÍVICA... 7 DIMENSÃO ESCOLA, FAMÍLIA, COMUNIDADE... 9 DIMENSÃO

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO NO ÂMBITO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA NA ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO N.º 1, AREIAS, SETÚBAL Considerando que: a) O Despacho n.º 14 460/2008, da Ministra da Educação, de 15 de

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2015/2016

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2015/2016 RELATÓRIO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2015/2016 Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola JI + EB1 de S. Pedro do Estoril Orgãos Sociais 2015/2016 Conselho Executivo Assembleia Geral Associação

Leia mais

Nota Justificativa. Considerando que:

Nota Justificativa. Considerando que: Projeto de Regulamento Municipal para Funcionamento do Programa de Atividades de Animação e de Apoio à Família Acordo de Colaboração para a Educação Pré-Escolar Considerando que: Nota Justificativa - A

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede 1. Identificação PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO 2010 - DEPARTAMENTO: 1º Ciclo PCA1 Coordenador(a): Fernando Martins Tel/Tem:

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 1 DOMÍNIO A Apoio ao desenvolvimento curricular SUBDOMÍNIO: A.1. Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes Escola/comunid.

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2014/2017

PLANO DE FORMAÇÃO 2014/2017 Agrupamento de Escolas Vasco Santana Código 171840 PLANO DE FORMAÇÃO 2014/2017 Aprovado em conselho pedagógico de 22 de janeiro 2015. Índice NOTA INTRODUTÓRIA... 3 PÚBLICO-ALVO... 3 OBJETIVOS GERAIS...

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE OURIQUE

AGRUPAMENTO VERTICAL DE OURIQUE AGRUPAMENTO VERTICAL DE OURIQUE Relatório de Reflexão Critica do Plano Anual de Atividades Ano Letivo 2011/2012 1ºPeríodo Índice Índice 2 Introdução 3 Grau execução e de satisfação 4 Participação dos agentes

Leia mais

Orçamento Participativo das Escolas

Orçamento Participativo das Escolas ESQM Orçamento Participativo das Escolas Associação de Estudantes e Assembleia de Delegados e Subdelegados 16/17 20 de janeiro - 13h Ano Letivo de 2016-2017 Alunos Matriculados: 1089 Ensino Básico: 504

Leia mais

CLUBE de Informática e Robótica

CLUBE de Informática e Robótica (A PREENCHER PELA COMISSÃO DO PAA) Atividade Nº AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Projeto CLUBE de Informática e Robótica (CIR) Equipa Dinamizadora: Clara Fernandes Marina Ribeiro Ano letivo 2016/2017

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2012/2013

Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2012/2013 Plano Anual de Actividades Jardins de Infância Organização do Ambiente Educativo e espaços comuns. (de 03 a 13 de Setembro) Cada educadora prepara a sua sala Organizar o Ambiente Educativo Todas as educadoras

Leia mais

Plano de atividades da Apee Da Igreja Velha 2016/2017

Plano de atividades da Apee Da Igreja Velha 2016/2017 Apresentação O Plano de Atividades, da Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB da Igreja Velha é um documento orientador, que resume o conjunto de atividades que esta Associação de Pais se

Leia mais

DEPARTAMENTO PRÉ-ESCOLAR - PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES

DEPARTAMENTO PRÉ-ESCOLAR - PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES 0 DEPARTAMENTO PRÉ-ESCOLAR - PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES Na planificação das atividades daremos continuidade ao projeto Crescer, Brincar e Aprender, do Departamento Pré Escolar que se concretizará também

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Desagregação das medidas e das tipologias de atividades ESTRATÉGIA NACIONAL

Leia mais

Comissão de Acompanhamento da Implementação do Projeto Educativo do Agrupamento

Comissão de Acompanhamento da Implementação do Projeto Educativo do Agrupamento Ano Letivo 2015 / 2016 Comissão de Acompanhamento da Implementação do Projeto Educativo do Agrupamento INTRODUÇÃO Esta comissão é constituída por três docentes dos diversos níveis de ensino do Agrupamento,

Leia mais

Reunião Conselho Municipal de Educação 20 Março 2012, às 18h00

Reunião Conselho Municipal de Educação 20 Março 2012, às 18h00 Reunião Conselho Municipal de Educação 20 Março 2012, às 18h00 Ordem de Trabalhos 1.Aprovação de ata n.º 14 do Reunião de 10 Novembro de 2011; 2.Informações sobre o Sistema Educativo Local a) Direcção

Leia mais

Protocolo Anual. Componente de Apoio à Família (CAF) 1º Ciclo

Protocolo Anual. Componente de Apoio à Família (CAF) 1º Ciclo Câmara Municipal de Alpiarça Agrupamento de Escolas José Relvas de Alpiarça Protocolo Anual Componente de Apoio à Família (CAF) 1º Ciclo Ano Letivo 2014/2015 Estabelecimentos de Ensino: EB1/JI de Alpiarça

Leia mais

Normas de funcionamento das Atividades de Animação e de Apoio à Família nos estabelecimentos de Educação Pré Escolar da rede pública 2017/2018

Normas de funcionamento das Atividades de Animação e de Apoio à Família nos estabelecimentos de Educação Pré Escolar da rede pública 2017/2018 Normas de funcionamento das Atividades de Animação e de Apoio à Família nos estabelecimentos de Educação Pré Escolar da rede pública 2017/2018 NOTA JUSTIFICATIVA Considerando que a educação é um direito

Leia mais

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS DO AGRUPAMENTO VERGÍLIO FERREIRA, LISBOA

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS DO AGRUPAMENTO VERGÍLIO FERREIRA, LISBOA REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS DO AGRUPAMENTO VERGÍLIO FERREIRA, LISBOA Decorrente da criação de um Orçamento Participativo das Escolas, através do Despacho nº 463-A/2017 de 6 de janeiro,

Leia mais

Centro Social Monsenhor Júlio Martins

Centro Social Monsenhor Júlio Martins Centro Social Monsenhor Júlio Martins Plano Anual de Atividades 2014/2015 Tema do Projeto Educativo: Brincar a Aprender Tema do Projeto Curricular de Turma: Descobrir com as emoções Sala dos 3,4 e 5 anos

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS INSPEÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA PROGRAMA ACOMPANHAMENTO EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS RELATÓRIO Agrupamento de Escolas de Fajões 2014-2015 RELATÓRIO DE ESCOLA Agrupamento de Escolas de Fajões

Leia mais

Plano de Formação

Plano de Formação Plano de Formação 2013-2015 Índice NOTA INTRODUTÓRIA... 2 PÚBLICO-ALVO... 2 OBJETIVOS GERAIS... 2 EXPLICITAÇÃO DO LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES... 3 ÁREAS PRIORITÁRIAS DE FORMAÇÃO... 3 ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO...

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS INSPEÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA PROGRAMA ACOMPANHAMENTO EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS RELATÓRIO Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches 2016 RELATÓRIO DE ESCOLA Agrupamento de Escolas

Leia mais

JANEIRO EXTERNATO DO PARQUE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014. Local. Data Ações a desenvolver Turmas envolvidas 6 jan. Início do 2º período

JANEIRO EXTERNATO DO PARQUE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014. Local. Data Ações a desenvolver Turmas envolvidas 6 jan. Início do 2º período JANEIRO Turmas envolvidas 6 jan. Início do 2º período Receção dos alunos e diálogo sobre as férias de Natal Elaboração de um texto sobre as mesmas Prof./Educ. e Responsáveis Dia de Reis Comemoração desta

Leia mais

PLANO ANUAL 2014/2015

PLANO ANUAL 2014/2015 PLANO ANUAL 2014/2015 ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO DE APOIO À FAMÍLIA ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO DE APOIO À FAMÍLIA A Componente de Apoio à Família é um projeto de Educação que visa proporcionar às crianças do Jardim

Leia mais

Centro de Recursos TEIA

Centro de Recursos TEIA Quem somos O Contrato Local Desenvolvimento Social 3ª Geração do Concelho Ourém (CLDS 3G) Centro de Recursos TEIA - iniciou a sua atividade a 2 de Novembro de 2015, tem como Entidade Coordenadora Local

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TODOS PELOS OUTROS - TPO PLANO DE ATIVIDADES

ASSOCIAÇÃO TODOS PELOS OUTROS - TPO PLANO DE ATIVIDADES PLANO DE ATIVIDADES 2014 1. Introdução A ASSOCIAÇÃO TODOS PELOS OUTROS - TPO, é uma Associação sem fins lucrativos, com sede na Rua D. Duarte Nuno, nº 50, 3025-582 São Silvestre, na freguesia de São Silvestre,

Leia mais

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS Janeiro 2017 ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS O Orçamento Participativo das Escolas tem como objetivos contribuir para as comemorações do Dia do Estudante e estimular a participação cívica e democrática

Leia mais

ACOLHER, REPARAR E PROMOVER

ACOLHER, REPARAR E PROMOVER GESTÃO E ORGANIZAÇÃO INTERNA Planificação e organização; Elaboração do Plano Anual de Atividades 2016-2017; Definição de calendário de reuniões ordinárias 2016-2017: EE (mensal); ET (semanal), Funcionários

Leia mais

APRENDIZAGEM, EDUCAÇÃO e CIDADANIA Um Caminho de Sucesso

APRENDIZAGEM, EDUCAÇÃO e CIDADANIA Um Caminho de Sucesso Plano Plurianual de Melhoria APRENDIZAGEM, EDUCAÇÃO e CIDADANIA Um Caminho de Sucesso 1 18 de setembro de 2015 26 de abril de 2013 Organização do Agrupamento de Escolas da Caparica - AEC Secundária do

Leia mais

Medidas de combate ao insucesso e abandono escolar: Financiamentos Comunitários

Medidas de combate ao insucesso e abandono escolar: Financiamentos Comunitários Medidas de combate ao insucesso e abandono escolar: Financiamentos Comunitários Programa Operacional Norte 2020 Estrutura da Apresentação I. Eixo Prioritário/ Prioridade de Investimento/ Objetivo Específico

Leia mais

PLANO TIC. Equipa PTE [2012/2013] Agrupamento de Escolas Elias Garcia

PLANO TIC. Equipa PTE [2012/2013] Agrupamento de Escolas Elias Garcia PLANO TIC Equipa PTE [2012/2013] Agrupamento de Escolas Elias Garcia.] Índice 1. Contexto 2. Membros 3. Finalidades e objetivos 4. Áreas de Intervenção 4.1. Formação TIC 4.2. Projetos com TIC 4.3. Centro

Leia mais

Agrupamento De Escolas Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel

Agrupamento De Escolas Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel Agrupamento De s Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel 1 Introdução Planos anual e plurianual de actividades documentos de planeamento, que definem, em função do projecto educativo, os objectivos,

Leia mais

Recreio Interativo no Jardim de Infância

Recreio Interativo no Jardim de Infância Recreio Interativo no Jardim de Infância Para efeito de Candidatura ao Orçamento Participativo 2012 Câmara Municipal de Odemira Projeto de Requalificação do espaço de recreio do Jardim de Infância de Vila

Leia mais

JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS CENTRO DE TEMPO LIVRES PROJECTO PEDAGÓGICO

JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS CENTRO DE TEMPO LIVRES PROJECTO PEDAGÓGICO JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS CENTRO DE TEMPO LIVRES PROJECTO PEDAGÓGICO ANIMAIS DOMÉSTICOS AGOSTO, 2011 "Conhecemos o grau de evolução de uma sociedade pela forma como tratam os seus animais" JARDIM

Leia mais

Clube da Proteção Civil

Clube da Proteção Civil Agrupamento de Escolas das Taipas Clube da Proteção Civil 1. Estrutura organizacional Coordenadora: Paula Ribeiro da Silva Grupo de Recrutamento: 620 Departamento: Expressões Composição do grupo de trabalho:

Leia mais

PLANO DE INTERVENÇÃO

PLANO DE INTERVENÇÃO PLANO DE INTERVENÇÃO Área de intervenção Resultados escolares: promoção do sucesso e da excelência Objetivos Metas Atividades Indicadores Situação inicial Atingir em 95% os Elaboração dos PDI segundo Cumprimento

Leia mais

Plano de Melhoria para 2015/2016

Plano de Melhoria para 2015/2016 Plano de Melhoria para 2015/2016 Ano letivo de 2015/2016 Preâmbulo justificativo O recebeu, de 17 a 20 de novembro de 2014, a visita da equipa de avaliação externa (constituída no âmbito da Área Territorial

Leia mais

Perguntas e Respostas Frequentes

Perguntas e Respostas Frequentes Perguntas e Respostas Frequentes (Portaria n.º 644-A/2015, de 24 de agosto) Ano letivo 2015/2016 Relativas a AEC: P1: Nos casos em que os agrupamentos/escolas não agrupadas sejam as entidades promotoras

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2017

PLANO DE ATIVIDADES 2017 PLANO DE ATIVIDADES 2017 PE1 Reforçar a participação ativa na discussão, implementação e avaliação de planos, políticas e legislação ambientais, promovendo a partilha de informação e conhecimento com os

Leia mais

ANO LETIVO 2016/2017

ANO LETIVO 2016/2017 ANO LETIVO 2016/2017 AAAF Acolhimento AEC CAF Pré-escolar AAAF normal > 15h30-19h30 Modelo tradicional Gratuito AAAF atividades > 15h30-19h30 Atividades inseridas no período da AAAF Comparticipadas pelas

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES PLANO DE ATIVIDADES 2016/2017

PLANO DE ATIVIDADES PLANO DE ATIVIDADES 2016/2017 PLANO DE ATIVIDADES 2016/2017 O Plano Anual de Atividades deve ser entendido como o instrumento da planificação das Atividades escolares, para um ano letivo, no qual estão plasmadas as decisões sobre os

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Campos de Férias Tá a Mexer

Projeto Pedagógico e de Animação Campos de Férias Tá a Mexer Projeto Pedagógico e de Animação Campos de Férias Tá a Mexer 1 Caraterização da Associação Juvenil Tá a Mexer A Associação Juvenil Tá a Mexer é uma associação sem fins lucrativos, sediada no concelho da

Leia mais

Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra RELATÓRIO FINAL. Plano de Ação da EB Rosa dos Ventos julho 2014

Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra RELATÓRIO FINAL. Plano de Ação da EB Rosa dos Ventos julho 2014 Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra RELATÓRIO FINAL Plano de Ação da EB Rosa dos Ventos julho 2014 Relatório Intermédio de Auto-avaliação do Plano de Ação de Estabelecimento da EB Rosa dos Ventos

Leia mais

Calendarização Temas/Conteúdos Objectivos Actividades Intervenientes

Calendarização Temas/Conteúdos Objectivos Actividades Intervenientes Início do Ano Lectivo Estruturar, Organizar e planificar o Ano Lectivo Reunião com os diferentes Intervenientes no processo educativo Equipa Pedagógica e Encarregados de Educação das crianças Setembro

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. António de Ataíde. Projeto. Clube de Ciências. Ano Letivo 2016/2017. Maria de Fátima Fortes

Agrupamento de Escolas D. António de Ataíde. Projeto. Clube de Ciências. Ano Letivo 2016/2017. Maria de Fátima Fortes Agrupamento de Escolas D. António de Ataíde Projeto Clube de Ciências Ano Letivo Maria de Fátima Fortes INTRODUÇÃO Para responder às transformações que ocorrem no mundo, é fundamental que os nossos alunos

Leia mais

2016/2018 PLANO DE FORMAÇÃO

2016/2018 PLANO DE FORMAÇÃO 2016/2018 PLANO DE FORMAÇÃO Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de novembro de 2015 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS 3. LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES 4. MODALIDADES DE FORMAÇÃO 5. ÁREAS DE FORMAÇÃO 5.1.

Leia mais

Plano de Melhoria

Plano de Melhoria Plano de Melhoria 1 Enquadramento O presente Plano de Melhoria resulta, simultaneamente, das orientações emanadas da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, que assentam nas sugestões do Conselho Nacional

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Alcabideche Escola Básica de Alcabideche PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO

Agrupamento de Escolas de Alcabideche Escola Básica de Alcabideche PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO BIBLIOTECA ESCOLAR - ALCABIDECHE E ALTO DA PEÇA - GLOBAL Data Atividades Reuniões entre a Professora Bibliotecária/Coordenadora da Biblioteca Escolar () o Diretor do Agrupamento (DA) e/ou a Coordenadora

Leia mais

Escola Básica do 1º Ciclo c/ Jardim de Infância do Reguengo

Escola Básica do 1º Ciclo c/ Jardim de Infância do Reguengo Escola Básica do 1º Ciclo c/ Jardim de Infância do Reguengo Actividades Recepção aos novos alunos - Promover a integração dos novos alunos; Início do ano lectivo 15/09/2003 algumas regras de convivência

Leia mais

Escola Básica e Secundária do Porto Moniz Ano Letivo 2016/2017. Plano Anual de Atividades do Programa Eco Escolas

Escola Básica e Secundária do Porto Moniz Ano Letivo 2016/2017. Plano Anual de Atividades do Programa Eco Escolas Escola Básica e Secundária do Porto Moniz Ano Letivo 2016/2017 Plano Anual de Atividades do Programa Eco Escolas Plano Anual de Atividades do Programa Eco Escolas Ano Letivo 2016-2017 Calendarização Atividades

Leia mais

NORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS REFEITÓRIOS ESCOLARES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DO MUNICÍPIO DE AZAMBUJA. Parte I - Acesso aos refeitórios

NORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS REFEITÓRIOS ESCOLARES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DO MUNICÍPIO DE AZAMBUJA. Parte I - Acesso aos refeitórios NORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS REFEITÓRIOS ESCOLARES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DO MUNICÍPIO DE AZAMBUJA O funcionamento dos refeitórios nos estabelecimentos do 1º Ciclo do Ensino Básico e Pré-Escolar

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Muralhas do Minho, Valença PLANO ESTRATÉGICO PARA O ANO LETIVO

Agrupamento de Escolas de Muralhas do Minho, Valença PLANO ESTRATÉGICO PARA O ANO LETIVO Agrupamento de Escolas de Muralhas do Minho, Valença PLANO ESTRATÉGICO PARA O ANO LETIVO 2014-2015 1. Enquadramento. O Plano Estratégico apresentado para o ano letivo 2014-2015 e elaborado nos termos do

Leia mais

Da Caneta até ao Prato

Da Caneta até ao Prato Levantamento de projetos locais no âmbito da alimentação saudável e atividade física Concelho Nome do projeto Identificação da instituição promotora Equipa de trabalho/ dinamizadora Parceiros Enquadramento/

Leia mais

7 de julho de 2016 Número 118

7 de julho de 2016 Número 118 7 de julho de 2016 7 SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO Despacho n.º 282/2016 O calendário de atividades educativas e escolares constitui um elemento indispensável à organização e planificação do ano escolar,

Leia mais

PLANEAMENTO DAS AEC 2013/14

PLANEAMENTO DAS AEC 2013/14 PLANEAMENTO DAS AEC 2013/14 ENTIDADE PROMOTORA Município de Ponte de Sor NIPC: 506806456 Coordenação e Monitorização por parte da equipa de Coordenação dos Projetos Socioeducativos ENTIDADES PARCEIRAS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2016/2017 A AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 1 INTRODUÇÃO Enquadramento Normativo Avaliar o processo e os efeitos, implica

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2016

Programa BIP/ZIP 2016 Programa BIP/ZIP 2016 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 051 BOUTIQUE DO BAIRRO Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone:

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS Quadriénio 2009-2013 Segundo o artigo 68º do Regulamento Interno, aprovado em 4 de Janeiro de 2011, para o quadriénio 2009/2013,

Leia mais

I - Funcionamento das Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF) integradas no calendário escolar a definir pelo Ministério da Educação.

I - Funcionamento das Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF) integradas no calendário escolar a definir pelo Ministério da Educação. INTRODUÇÃO As Atividades de Animação e de Apoio à Família, no âmbito da Educação Pré- Escolar, são uma resposta direta às necessidades das famílias e encontra-se consubstanciada em todos os tempos que

Leia mais

Comunicar e interagir para uma escola partilhada. Cooperar e mobilizar para uma escola mais completa

Comunicar e interagir para uma escola partilhada. Cooperar e mobilizar para uma escola mais completa Assembleia Geral Associação de Pais e Encarregados de Educação Escola Secundária Stuart Carvalhais. Comunicar e interagir para uma escola partilhada Cooperar e mobilizar para uma escola mais completa Pensar

Leia mais

REGIMENTO DOS CONSELHOS DE DIRETORES DE TURMA DO 2º e 3º CICLOS DO ENSINO BÁSICO GERAL E DO ENSINO SECUNDÁRIO (CURSOS CIENTIFICO-HUMANÍSTICOS)

REGIMENTO DOS CONSELHOS DE DIRETORES DE TURMA DO 2º e 3º CICLOS DO ENSINO BÁSICO GERAL E DO ENSINO SECUNDÁRIO (CURSOS CIENTIFICO-HUMANÍSTICOS) REGIMENTO DOS CONSELHOS DE DIRETORES DE TURMA DO 2º e 3º CICLOS DO ENSINO BÁSICO GERAL E DO ENSINO SECUNDÁRIO (CURSOS CIENTIFICO-HUMANÍSTICOS) Preâmbulo De acordo com a legislação em vigor e o regulamento

Leia mais

MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DE MELHORIA CONTÍNUA

MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DE MELHORIA CONTÍNUA MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DE MELHORIA CONTÍNUA Luísa Correia. Modelos e práticas de Auto-avaliação de Bibliotecas Escolares RBE Outubro/Dezembro 2010 Pressupostos

Leia mais

Regulamento Interno. Centro de Estudos e Atividades

Regulamento Interno. Centro de Estudos e Atividades Regulamento Interno Centro de Estudos e Atividades Índice Objetivos... 3 Funcionamento ESTUDO ACOMPANHADO... 3 Funcionamento EXPLICAÇÕES... 3 Atividades Extra... 3 Atividades de FÉRIAS... 4 Calendarização

Leia mais

Regulamento Interno. Centro de Estudos e Atividades

Regulamento Interno. Centro de Estudos e Atividades Regulamento Interno Centro de Estudos e Atividades Índice Objetivos... 3 Funcionamento ESTUDO ACOMPANHADO... 3 Funcionamento EXPLICAÇÕES... 3 Atividades Extra... 3 Atividades de FÉRIAS... 4 Calendarização

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE APOIO A FAMILIA (AAAF)

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE APOIO A FAMILIA (AAAF) Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica n.º 2 e Jardim de Infância n.º 4 Quinta da Vala de Alverca RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE APOIO A FAMILIA (AAAF) Outubro de 2014

Leia mais

OBJECTIVOS: Prevenção Participação Associativismo Reflexão LINHAS DE ACTUAÇÃO:

OBJECTIVOS: Prevenção Participação Associativismo Reflexão LINHAS DE ACTUAÇÃO: LINHAS DE ACTUAÇÃO: OBJECTIVOS: Incentivar a criação das associações de pais e EE, do ensino não superior; Intervir e defender os interesses dos educandos, fomentando a colaboração entre pais, alunos e

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre. a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre. a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. Ministério dos Negócios Estrangeiros para promover a consolidação

Leia mais

COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DE MONÇÃO PLANO DE AÇÃO 2017

COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DE MONÇÃO PLANO DE AÇÃO 2017 COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DE MONÇÃO PLANO DE AÇÃO 2017 Largo de Camões 4950 444 Monção Tel. 251 649 000 Fax. 251 649 010 Tlm. 962 124 622 cpcj@cm-moncao.pt Composição da Comissão de Proteção

Leia mais

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO Apresentação do Projecto Escola E.B 2,3 Passos José OBJECTIVOS GERAIS Fomentar a integração dos alunos no contexto escolar, promovendo o sucesso educativo Agir preventiva

Leia mais

Parceria para a formação financeira na Região Norte

Parceria para a formação financeira na Região Norte Parceria para a formação financeira na Região Norte Objetivos da formação financeira Elevar os conhecimentos financeiros da população Contribuir para a melhoria dos comportamentos financeiros Promover

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS MEDIDAS DE PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR ANO LETIVO 2015/2016 INDÍCE 1. Introdução.. 3 2. Medidas de promoção do sucesso escolar.....3 3. Apoio ao estudo no 1.º

Leia mais

Plano de Ações de Melhoria

Plano de Ações de Melhoria Plano de Ações de Escola Básica Elias Garcia Escola Básica Miquelina Pombo J. I. da Sobreda 2014/2015 1 INTRODUÇÃO O presente plano de ações de melhoria 2014/15 - resulta da avaliação do plano de ações

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR Ano Letivo: 2012 / 2013 ÍNDICE CAPÍTULO I PÁG. ÂMBITO 3 CAPÍTULO I I Conselho de Docentes 3 CAPÍTULO III Competências

Leia mais

PLANO DE INTERVENÇÃO DO GABINETE DE PSICOLOGIA ANO LETIVO 2016/2017. Psicólogas do Externato

PLANO DE INTERVENÇÃO DO GABINETE DE PSICOLOGIA ANO LETIVO 2016/2017. Psicólogas do Externato 1 PLANO DE INTERVENÇÃO DO GABINETE DE PSICOLOGIA ANO LETIVO 2016/2017 Psicólogas do Externato Pré-Escolar Vera Almeida 1º Ciclo Vera Almeida 2º Ciclo Manuela Pires 3º Ciclo Irene Cardoso Ensino Secundário

Leia mais

ATIVIDADES DO SPO A - Apoio de natureza psicológica e/ou psicopedagógica a alunos e aos agentes educativos

ATIVIDADES DO SPO A - Apoio de natureza psicológica e/ou psicopedagógica a alunos e aos agentes educativos ATIVIDADES DO SPO A - Apoio de natureza psicológica e/ou psicopedagógica a alunos e aos agentes educativos. - individual - em grupo - consultoria a professores, encarregados de educação e pais B - Participação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO VALE DE OVIL. Plano de Actividades /

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO VALE DE OVIL. Plano de Actividades / ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO VALE DE OVIL Plano de Actividades 2013-14 / 2015-16 ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUC AÇÃO DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO VALE

Leia mais

Escola Secundária José Saramago Mafra. Plano Estratégico

Escola Secundária José Saramago Mafra. Plano Estratégico Escola Secundária José Saramago Mafra Plano Estratégico 2014/2015 Preâmbulo O Plano Estratégico para 2014/2015 visa dar cumprimento ao disposto no artigo 15º do despacho normativo nº 6/2014, de 26 de maio.

Leia mais

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS (Aprovado em anexo ao Despacho 436-A/2017, de 6 de Janeiro)

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS (Aprovado em anexo ao Despacho 436-A/2017, de 6 de Janeiro) REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS (Aprovado em anexo ao Despacho 436-A/2017, de 6 de Janeiro) Artigo 1.º Âmbito O presente regulamento aplica-se ao orçamento participativo das escolas

Leia mais

Anexo Único. Estrutura e modelo de funcionamento de Co- Governação para os Gabinetes de Apoio aos Bairros de Intervenção Prioritária

Anexo Único. Estrutura e modelo de funcionamento de Co- Governação para os Gabinetes de Apoio aos Bairros de Intervenção Prioritária Anexo Único Estrutura e modelo de funcionamento de Co- Governação para os Gabinetes de Apoio aos Bairros de Intervenção Prioritária Artigo 1º - Definição Um GABIP é uma estrutura de iniciativa municipal,

Leia mais

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS Janeiro 2017 O Orçamento Participativo das Escolas é um processo estruturado em várias etapas e que garante aos alunos a possibilidade de participarem ativamente no

Leia mais

Questionário aos Pais e Encarregados de Educação 2015

Questionário aos Pais e Encarregados de Educação 2015 Questionário aos Pais e Encarregados de Educação Caros Pais e/ou Encarregados de Educação, professores e funcionários da EB Leão de Arroios - este inquérito é da responsabilidade da Associação de Pais

Leia mais

Capítulo 1 - Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF)

Capítulo 1 - Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF) Capítulo 1 - Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF) Norma I Enquadramento Institucional A ABLA é uma IPSS e ONGD de inspiração cristã evangélica criada em 1984 por beneméritos alemães. A Associação

Leia mais

Atividades de Animação e Apoio à Família. Projeto Mini-Chef Área da Nutrição

Atividades de Animação e Apoio à Família. Projeto Mini-Chef Área da Nutrição s de Animação e Apoio à Família Projeto Mini-Chef Área da Nutrição Ano letivo 2017/18 Projeto desenvolvido por Elisabete Duarte Nutricionista do Serviço de Educação e Juventude da CMC INTRODUÇÃO A Lei

Leia mais

ANO LETIVO 2016/2017. CALENDARIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE INÍCIO DO ANO LETIVO Dia Hora Atividades Local/Sala Observações

ANO LETIVO 2016/2017. CALENDARIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE INÍCIO DO ANO LETIVO Dia Hora Atividades Local/Sala Observações AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO 170586 ANO LETIVO 2016/2017 CALENDARIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE INÍCIO DO ANO LETIVO Dia Hora Atividades Local/Sala Observações 29- Agosto 15.00 1 e 2-Set. Todo

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e S. João dos Montes

Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e S. João dos Montes Missão do Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e S. João dos Montes Assegurar a prestação de um serviço público de qualidade na educação, partindo do reconhecimento das condições objectivas do

Leia mais

9. PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES

9. PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES 9. PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES Na planificação das atividades para o Pré-Escolar daremos continuidade ao projeto Crescer, Brincar e Aprender, iniciado no ano letivo 2013/14, que se concretizará também

Leia mais

Projeto Educativo 2015/2018 Sintonias. Projeto Curricular de Centro 2015/2016. Estar em Sintonia

Projeto Educativo 2015/2018 Sintonias. Projeto Curricular de Centro 2015/2016. Estar em Sintonia Projeto Educativo 2015/2018 Sintonias Projeto Curricular de Centro 2015/2016 Estar em Sintonia Projeto Curricular de Centro (PCC) 2015/2016 Neste primeiro ano do Projeto Educativo para estarmos focados

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOURÃO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOURÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOURÃO Plano Plurianual de Atividades (2013-2017) Plano Anual de Atividades (2015-2016) ÍNDICE Introdução... 2 Planeamento e organização escolar Calendário escolar 2015-2016...

Leia mais

Bem-vindo(a)s Encarregados de Educação 12 e 13 de outubro 2015

Bem-vindo(a)s Encarregados de Educação 12 e 13 de outubro 2015 Bem-vindo(a)s Encarregados de Educação 12 e 13 de outubro 2015 Agenda Preparação do trabalho a realizar no ano letivo 2015/2016 Regulamento Interno disponível no portal do agrupamento www.esvalongo.org

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS SANTOS SIMÕES PLANO DE MELHORIA

AGRUPAMENTO ESCOLAS SANTOS SIMÕES PLANO DE MELHORIA AGRUPAMENTO ESCOLAS SANTOS SIMÕES PLANO DE MELHORIA SETEMBRO 2014 Enquadramento O presente documento surge na sequência do processo de Avaliação Externa realizada ao Agrupamento de Escolas Santos Simões

Leia mais