O Novo Acordo Ortográfico. Eduardo Fonseca Gorete Marques

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Novo Acordo Ortográfico. Eduardo Fonseca Gorete Marques"

Transcrição

1 O Novo Acordo Ortográfico Eduardo Fonseca Gorete Marques Abril 2011

2 O que é a Ortografia?

3 O que é a Ortografia? A ortografia é a fixação da norma de escrita das palavras de uma língua. Essa norma vai-se alterando em função de variações que também ocorrem na língua, mas tem sempre a tendência para ser conservadora face à língua falada.

4 Caráter histórico e geográfico das línguas e dos sistemas ortográficos O fator tempo tem uma influência muito grande sobre as línguas, originando perdas e ganhos consideráveis de que praticamente não temos consciência no decorrer da nossa vida.

5 Caráter histórico e geográfico das línguas e dos sistemas ortográficos As línguas que conhecemos hoje estabeleceram-se sobre outras línguas vencidas, as quais podem ter deixado influências maiores ou menores sobre as línguas vencedoras.

6 Caráter histórico e geográfico das línguas e dos sistemas ortográficos Por seu turno, as línguas faladas ao lado de uma língua podem deixar nela uma maior ou menor marca. Estes dois fatores as línguas que estão por baixo e as que estão ao lado -, entre outros, dificultam muito a existência de uma ortografia uniformizada num espaço linguístico pluricontinental.

7 Caráter histórico e geográfico das línguas e dos sistemas ortográficos O Português, como língua falada em todos os continentes, tem uma diversidade linguística assinalável, nomeadamente ao nível do modo como se pronunciam as palavras, o que dificulta muito a definição de uma norma ortográfica única.

8 Nota: apenas referiremos as alterações que ocorrem no Português Europeu. Para as alterações noutros espaços de Língua Portuguesa, consultar a página. ~Alfabeto: Passa a ser constituído por 26 letras. Foram acrescentados o k, o w e o y. Estas letras ocorrem: Nos antropónimos originários de outras línguas e seus derivados. Ex.: Wagner, wagneriano; Kant, kantiano.

9 Alfabeto: Em siglas, em símbolos, em palavras adotadas como unidades de medida de uso internacional. Ex.: TWA; K (potássio); W (oeste); yd (jarda).

10 Alfabeto: Em topónimos originários de outras línguas e derivados. Ex.: Malawi, malawiano. Recomenda-se que se substituam as designações de topónimos estrangeiros por formas do Português, quando existam. Ex.: substituir Milano por Milão.

11 Uso da letra minúscula inicial Passam a escrever-se com letra minúscula inicial: Os dias da semana, dos meses e das estações do ano.

12 Uso da letra minúscula inicial Passam a escrever-se com letra minúscula inicial: Os termos fulano, beltrano, sicrano, etc.

13 Uso da letra minúscula inicial Passam a escrever-se com letra minúscula inicial: Os pontos cardeais, exceto quando usados de forma absoluta. Ex.: o vento é norte; no Norte, dança-se o vira.

14 Utilizam-se ou não maiúscula ou minúscula inicial: Nos títulos (de livros ou outros textos), usa-se sempre a primeira letra e os nomes próprios com maiúscula inicial, podendo os restantes termos de significação plena ser escritos com minúscula ou maiúscula inicial. Ex.: De noite todos os gatos são pardos ou De Noite todos os Gatos São Pardos. Nota: no exemplo todos e os apenas têm significação gramatical.

15 Utilizam-se ou não maiúscula ou minúscula inicial: Nas formas de tratamento (axiónimos). Ex.: Sr. Fernando ou sr. Fernando; senhor doutor ou Senhor Doutor ou sr. dr.; Senhor Presidente do IPL ou senhor presidente do IPL.

16 Utilizam-se ou não maiúscula ou minúscula inicial: Nos títulos dos santos (hagiónimos). Ex.: santo António ou Santo António.

17 Utilizam-se ou não maiúscula ou minúscula inicial: Nos nomes que designam as áreas do saber. Ex.: português ou Português; Matemática ou matemática.

18 Utilizam-se ou não maiúscula ou minúscula inicial: Nas palavras em início de versos, designações de logradouros públicos, templos ou edifícios: Ex.: rua da Fonte ou Rua da Fonte; Igreja do Carmo ou igreja do Carmo.

19 . Supressão gráfica de consoantes mudas ou não articuladas, isto é, o que não se ouve não se escreve. Supressão estabelecida com base no critério da pronúncia. Cc Ex.: acionar mas friccionar; Cç Ex.: ação mas ficção; Ct Ex.: diretor mas pacto.

20 Supressão gráfica de consoantes mudas ou não articuladas, isto é, o que não se ouve não se escreve. Supressão estabelecida com base no critério da pronúncia. -Pc- Ex.: excecional mas núpcias; -Pç- Ex.: adoção mas interrupção; -Pt- Ex.: ótimo mas apto.

21 . Supressão gráfica de consoantes mudas ou não articuladas, isto é, o que não se ouve não se escreve. Supressão estabelecida com base no critério da pronúncia. Quando em -mpc- / -mpç-/-mpt- e se elimina o -p-, o -m- passa a -n-. Ex.: assumpção passa a assunção.

22 Porque são aceites como pronúncias corretas as duas formas no Português Europeu, podemos escrever: cacto ou cato; caracteres ou carateres; concepção ou conceção (não confundir com concessão); e algumas mais. Exceção: o h inicial, que não se lê, continua a escrever-se. Ex.: homem; hiperativo.

23 Acentuação gráfica das palavras graves (ou paroxítonas) Deixam de ter acento gráfico: As palavras graves com vogal tónica aberta ou fechada, no caso das homógrafas. Ex.: para! (do verbo parar, com vogal aberta) e para com vogal fechada (preposição) Mas: pode e pôde; demos e dêmos (este é facultativo).

24 Acentuação gráfica das palavras graves (ou paroxítonas) Deixam de ter acento gráfico: As formais verbais que contêm e tónico fechado em hiato com em, da 3.ª pessoa do plural do presente do indicativo ou conjuntivo. Ex.: leem (verbo ler).

25 Acentuação gráfica das palavras graves (ou paroxítonas) Deixam de ter acento gráfico: Os ditongos -ei- / -oi- em sílaba tónica. Ex.: joia, boia.

26 Acentuação gráfica das palavras graves (ou paroxítonas) É facultativa a utilização do acento gráfico nas formas verbais de pretérito perfeito do indicativo dos verbos de tema em a, na primeira pessoa do plural. Ex.: Ontem acabamos (anteriormente, ontem acabámos ).

27 Deixa de se empregar o hífen: Em certos compostos que perdem a noção de composição. Ex.: autoavaliação. Exceção: conserva-se quando a vogal que termina o primeiro elemento de composição é a mesma que inicia o segundo. Ex.: meta-aprendizagem.

28 Deixa de se empregar o hífen: Em locuções Ex.: fim de semana; cor de vinho. Há exceções consagradas pelo uso. Ex.: pé-de-meia; mais-que-perfeito; bem-estar; além-mar.

29 Deixa de se empregar o hífen: Nas ligações da preposição de às formas monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver. Ex.: hei de (anteriormente hei-de). Nota: nas formas não monossilábicas, já não se usava o hífen: havemos de.

30 Deixa de se empregar o hífen: Com o prefixo co- (excepto se o elemento seguinte começar por h-). Ex.: coprodutor; coobrigação; co-herdeiro.

31 FIM

DESCUBRA O ACORDO ORTOGRÁFICO com a Porto Editora

DESCUBRA O ACORDO ORTOGRÁFICO com a Porto Editora DESCUBRA O ACORDO ORTOGRÁFICO com a Porto Editora Ação de formação Departamento de Dicionários ÍNDICE 1. REGRAS 1.1. Alfabeto 1.2. Consoantes 1.3. Acentuação gráfica 1.4. Maiúsculas e minúsculas 1.5. Hífen

Leia mais

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa e questões notacionais da língua

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa e questões notacionais da língua O novo acordo ortográfico da língua portuguesa e questões notacionais da língua FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA EM MARKETING E PROCESSOS GERENCIAIS UC: COMUNICAÇÃO

Leia mais

AS NOVAS REGRAS ORTOGRÁFICAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

AS NOVAS REGRAS ORTOGRÁFICAS DA LÍNGUA PORTUGUESA AS NOVAS REGRAS ORTOGRÁFICAS DA LÍNGUA PORTUGUESA Rénan Kfuri Lopes Sumário: I- AS MUDANÇAS SÃO SIMPLES E DE FÁCIL COMPREENSÃO II- PERÍODO DE TRANSIÇÃO DAS REGRAS ORTOGRÁFICAS III- ALFABETO IV- SOMEM DA

Leia mais

A GRAFIA E AS SUAS MUDANÇAS

A GRAFIA E AS SUAS MUDANÇAS A GRAFIA E AS SUAS MUDANÇAS Reformas ortográficas da língua portuguesa 1911-1.ª Reforma Ortográfica Imaginem esta palavra phase, escrita assim: fase. Não nos parece uma palavra, parece-nos um esqueleto.

Leia mais

Professor Jailton www.professorjailton.com.br

Professor Jailton www.professorjailton.com.br Professor Jailton www.professorjailton.com.br Palavras terminadas em: a, e, o (seguidas ou não de s): atrás, xará, freguês, bisavós, está, já, és, só*. em, ens: também, parabéns. ditongos abertos tônicos

Leia mais

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO. Profa. Luana Lemos

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO. Profa. Luana Lemos NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Profa. Luana Lemos CHARGE http://charges.uol.com.br/2008/05/26/cotidian o-evolussaum/?modo=baloes NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO O Novo Acordo Ortográfico foi elaborado para uniformizar

Leia mais

Alfabeto com 26 letras

Alfabeto com 26 letras 1 Reforma Ortográfica As novas regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa entram em vigor a partir de 1º de janeiro de 2009. Oito países, onde o português é língua oficial, vão precisar ajustar

Leia mais

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO 1

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO 1 NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO 1 Sheyla Carvalho 1 Nota: As fontes de consulta desta apresentação estão citada no OBJETIVOS da palestra Informar Esclarecer Comentar Trocar ideias DEFINIÇÃO - Motivação 1 O Acordo

Leia mais

De acordo com o novo Acordo: o que muda e o que não muda com a Reforma Ortográfica. Ana Kelly Borba da Silva Brustolin

De acordo com o novo Acordo: o que muda e o que não muda com a Reforma Ortográfica. Ana Kelly Borba da Silva Brustolin De acordo com o novo Acordo: o que muda e o que não muda com a Reforma Ortográfica Ana Kelly Borba da Silva Brustolin As datas do Acordo O documento inicial do Acordo Ortográfico foi assinado em 1990 (em

Leia mais

Acordo ortográfico. Helena Carvalho Borges março - 2011

Acordo ortográfico. Helena Carvalho Borges março - 2011 Acordo ortográfico Helena Carvalho Borges março - 2011 Acordo ortográfico porquê e para quê? Defesa da Língua Portuguesa identidade/afirmação e prestígio Obstáculos criados pelas diferenças - difusão cultural;

Leia mais

Em toda palavra de duas ou mais sílabas, sempre há uma sílaba, pronunciada com maior intensidade: sílaba tônica. As outras são as sílabas átonas.

Em toda palavra de duas ou mais sílabas, sempre há uma sílaba, pronunciada com maior intensidade: sílaba tônica. As outras são as sílabas átonas. Acentuação Em toda palavra de duas ou mais sílabas, sempre há uma sílaba, pronunciada com maior intensidade: sílaba tônica. As outras são as sílabas átonas. sílaba tônica - pronunciada com maior intensidade.

Leia mais

acordo Novo Não foi a língua portuguesa que sofreu uma reformulação ditada por decreto. ortográfico da língua portuguesa

acordo Novo Não foi a língua portuguesa que sofreu uma reformulação ditada por decreto. ortográfico da língua portuguesa Novo acordo ortográfico da língua portuguesa Não foi a língua portuguesa que sofreu uma reformulação ditada por decreto. As línguas não mudam por decreto! Elas mudam por influência de outros fatores...

Leia mais

O novo acordo ortográfico. Biblioteca da Escola Secundária Quinta do Marquês, 2011

O novo acordo ortográfico. Biblioteca da Escola Secundária Quinta do Marquês, 2011 O novo acordo Biblioteca da Escola Secundária Quinta do Marquês, 2011 Com a inserção do K (capa), W (dâblio/dáblio ou duplo vê) e Y (ípsilon ou i grego), o alfabeto português tem agora 26 letras. Uso do

Leia mais

ACENTUAÇÃO GRÁFICA (NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO) Profa. Me. Luana Lemos

ACENTUAÇÃO GRÁFICA (NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO) Profa. Me. Luana Lemos ACENTUAÇÃO GRÁFICA (NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO) Profa. Me. Luana Lemos PROSÓDIA Estuda a correta posição da sílaba tônica das palavras. SILABADA erro de acentuação tônica de uma palavra. RUIM RUBRICA AVARO

Leia mais

ACENTO GRÁFICO E ACENTO TÔNICO

ACENTO GRÁFICO E ACENTO TÔNICO ACENTO GRÁFICO E ACENTO TÔNICO O acento gráfico é um mero sinal de escrita, que não deve ser confundido com o acento tônico, que é a maior intensidade de voz apresentada por uma sílaba quando pronunciamos

Leia mais

Acordo ortográfico - As Mudanças Principais

Acordo ortográfico - As Mudanças Principais Acordo ortográfico - As Mudanças Principais 1 Esta página identifica e descreve todas as regras de escrita que mudam com o Acordo Ortográfico de 1990 face ao Acordo de 1945, vigente em Portugal, PALOP

Leia mais

Reforma ortográfica. http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/reforma_ortografica/index.shtml

Reforma ortográfica. http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/reforma_ortografica/index.shtml Página 1 de 6 Agosto de 2007 Reforma ortográfica Maira Soabres/Folha Imagem Com data marcada para entrar em vigor em 2009, a reforma ortográfica pretende fazer com que pouco mais de 210 milhões de pessoas

Leia mais

O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO

O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO O que muda? Novo alfabeto da língua portuguesa Uso de maiúsculas e minúsculas Supressão gráfica de consoantes mudas Duplas grafias no universo da língua

Leia mais

1. Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba).

1. Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba). Mudanças no alfabeto: O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z Trema: Não se usa mais

Leia mais

Curso Grandes temas da atualidade: o 10º tema é a Reforma Ortográfica O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa não será exigido nos vestibulares de

Curso Grandes temas da atualidade: o 10º tema é a Reforma Ortográfica O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa não será exigido nos vestibulares de Curso Grandes temas da atualidade: o 10º tema é a Reforma Ortográfica O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa não será exigido nos vestibulares de 2009, pelo menos quanto às mudanças na escrita. No entanto,

Leia mais

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z Fique de O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z As letras k, w e y, que na verdade

Leia mais

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Língua Portuguesa. Mudando, mas sempre nossa. Como você sabe, haverá algumas alterações ortográficas na Língua Portuguesa. Nessa fase de transição, é natural que

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA NOVA ORTOGRAFIA

GUIA PRÁTICO DA NOVA ORTOGRAFIA 1 - Acento agudo O acento agudo desaparece das palavras da língua portuguesa em três casos, como se pode ver a seguir: Nos ditongos (encontro de duas vogais proferidas em uma só sílaba) abertos ei e oi

Leia mais

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 Sumário Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 1 Variação lingüística / 15 1.1 Os níveis de linguagem / 17 1.1.1 O nível informal /17 1.1.2 O nível semiformal /1 7 1.1.3 O nível formal/18

Leia mais

ACORDO ORTOGRÁFICO: TRANSIÇÃO DA IMPLANTAÇÃO VIDEOCONFERÊNCIA DO PROFESSOR RUY BERGER RESUMO

ACORDO ORTOGRÁFICO: TRANSIÇÃO DA IMPLANTAÇÃO VIDEOCONFERÊNCIA DO PROFESSOR RUY BERGER RESUMO ACORDO ORTOGRÁFICO: TRANSIÇÃO DA IMPLANTAÇÃO VIDEOCONFERÊNCIA DO PROFESSOR RUY BERGER RESUMO (*) A revisão deste texto já considera as novas normas do Acordo Ortográfico. O Acordo Ortográfico da Língua

Leia mais

RESUMO DA REFORMA ORTOGRÁFICA. Mudanças no alfabeto

RESUMO DA REFORMA ORTOGRÁFICA. Mudanças no alfabeto RESUMO DA REFORMA ORTOGRÁFICA Mudanças no alfabeto O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U

Leia mais

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Ernani Terra 1 1. BREVE HISTÓRICO As tentativas de unificação do sistema ortográfico dos países de língua portuguesa não são novas. José Malaca Casteleiro, da Academia

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

Acentuação. É importante saber as regras da acentuação gráfica? Compare: o jornal publicara o artigo o jornal publicará o artigo

Acentuação. É importante saber as regras da acentuação gráfica? Compare: o jornal publicara o artigo o jornal publicará o artigo Acentuação É importante saber as regras da acentuação gráfica? Compare: ela e a minha amiga ela é a minha amiga o jornal publicara o artigo o jornal publicará o artigo sai à rua saí à rua 1 Sílaba / vogal

Leia mais

O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA. O que muda e o que não muda

O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA. O que muda e o que não muda O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA O que muda e o que não muda Apresentação elaborada por Regina Machado de Souza. Mestranda em Educação do Programa de Pós- Graduação em Educação Membro do

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3

Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3 Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3 setembro de 2015 1. INTRODUÇÃO Assinado em Lisboa a 16 de dezembro de 1990. Última de uma série de propostas de unificação (unidade intercontinental) e de simplificação

Leia mais

MATERIAIS DIDÁTICOS PARA APLICAÇÃO DO ACORDO ORTOGRÁFICO

MATERIAIS DIDÁTICOS PARA APLICAÇÃO DO ACORDO ORTOGRÁFICO MATERIAIS DIDÁTICOS PARA APLICAÇÃO DO ACORDO ORTOGRÁFICO ADAPTAÇÃO DE RECURSOS EXISTENTES PARA INTRODUÇÃO DO NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA Lisboa, fevereiro de 2011 Que atividades podem

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO. Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO. Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO CPG Língua Portuguesa Leitura e interpretação de textos (características e função

Leia mais

Profª Zaine OBJETIVO DA REFORMA

Profª Zaine OBJETIVO DA REFORMA Profª Zaine OBJETIVO DA REFORMA Unificar a ortografia da língua portuguesa que, atualmente, é o único idioma do ocidente que tem duas grafias oficiais a do Brasil e a de Portugal. CPLP Comunidade dos Países

Leia mais

Morfologia. Estrutura das Palavras. Formação de Palavras. Prof. Dr. Cristiano Xinelági Pereira

Morfologia. Estrutura das Palavras. Formação de Palavras. Prof. Dr. Cristiano Xinelági Pereira Morfologia Estrutura das Palavras Formação de Palavras Prof. Dr. Cristiano Xinelági Pereira Morfologia Estrutura das Palavras Morfemas Lexicais I. Radical É o elemento irredutível e comum a todas as palavras

Leia mais

ALFABETO E NOMES PRÓPRIOS ESTRANGEIROS E SEUS DERIVADOS. As letras k, w e y foram incorporadas no alfabeto que passa a ter 26 letras:

ALFABETO E NOMES PRÓPRIOS ESTRANGEIROS E SEUS DERIVADOS. As letras k, w e y foram incorporadas no alfabeto que passa a ter 26 letras: ALFABETO E NOMES PRÓPRIOS ESTRANGEIROS E SEUS DERIVADOS As letras k, w e y foram incorporadas no alfabeto que passa a ter 26 letras: a, b, c, d, e, f, g, h, i, j, k, l, m, n, o, p, q, r, s, t, u, v, w,

Leia mais

Alguns estudiosos afirmam que Shakespeare, Charles Darwin e Benjamin Franklin sofreram da síndrome de Asperger.

Alguns estudiosos afirmam que Shakespeare, Charles Darwin e Benjamin Franklin sofreram da síndrome de Asperger. 1. Alfabeto Antes: 23 letras - A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z Depois: 26 letras com K, W e Y Alguns estudiosos afirmam que Shakespeare, Charles Darwin e Benjamin Franklin sofreram da síndrome

Leia mais

Acordo Ortográfico? e se alguém perguntar pelo. Atividades destinadas preferencialmente aos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico

Acordo Ortográfico? e se alguém perguntar pelo. Atividades destinadas preferencialmente aos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e se alguém perguntar pelo Acordo Ortográfico? Atividades destinadas preferencialmente aos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico Este destacável segue o novo acordo A Grafia e as suas mudanças Cartaz em exposição

Leia mais

ACORDO ORTOGRÁFICO O QUE É QUE MUDA? Redação de harmonia com o Acordo Ortográfico. Autor: João Manuel Maia Alves

ACORDO ORTOGRÁFICO O QUE É QUE MUDA? Redação de harmonia com o Acordo Ortográfico. Autor: João Manuel Maia Alves ACORDO ORTOGRÁFICO O QUE É QUE MUDA? Redação de harmonia com o Acordo Ortográfico Autor: João Manuel Maia Alves Endereço eletrónico do autor: santric@sapo.pt Edição de setembro de 2009 Cópia, impressão

Leia mais

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSORA: Mª DE LOURDES

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSORA: Mª DE LOURDES RECUPERAÇÃO 6º ano - 2ª ETAPA - 2015 DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSORA: Mª DE LOURDES Aluno(a): n : Turma: ORIENTAÇÕES: CARO (A) ALUNO (A), Este roteiro tem como objetivo orientá-lo na execução

Leia mais

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo.

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. RESUMÃO 2º SIMULADO DE PORTUGUÊS Aula 05 Adjetivo e suas flexões Adjetivo = palavra que qualifica o substantivo. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. Os adjetivos

Leia mais

Content Area: Língua Portuguesa Grade 3 Quarter Serie Serie Unidade

Content Area: Língua Portuguesa Grade 3 Quarter Serie Serie Unidade Content Area: Língua Portuguesa Grade 3 Quarter Serie Serie Unidade Standards/Content Padrões / Conteúdo Learning Objectives Objetivos de Aprendizado Vocabulary Vocabulário Assessments Avaliações Resources

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

NOVA ORTOGRAFIA. Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

NOVA ORTOGRAFIA. Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa NOVA ORTOGRAFIA Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Onde ocorrem as mudanças Países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Oficialização

Leia mais

CRASE. CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`).

CRASE. CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`). CRASE CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`). A crase pode ocorrer entre: 1) Preposição A e os artigos A, AS Há limites a+a tolerância humana

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidade 1) Gêneros Poema Crônica Descrição História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso Fábula Leitura

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA 1. ano - 1. volume UNIDADE 1 Símbolos Letras do alfabeto UNIDADE 2 Alfabeto (vogais e consoantes) Crachá Letras do próprio nome, do nome do professor e dos colegas

Leia mais

Regras de Ortografia. Ulrica Marques - Saint Dominics International School. Luana Baptista Saint Dominics International School

Regras de Ortografia. Ulrica Marques - Saint Dominics International School. Luana Baptista Saint Dominics International School Regras de Ortografia Ulrica Marques - Saint Dominics International School Luana Baptista Saint Dominics International School Sónia Pires Pereira Agrupamento de Escolas Pinhal de Frades 1 Regra nº1 Sempre

Leia mais

SÃO PAULO, 02 DE ABRIL DE 2015. SÃO PAULO, 02 DE ABRIL DE 2015. COMUNICADO Nº 0040 /2015. ASSUNTO: CONTEÚDOS E DATAS DAS PROVAS BIMESTRAIS

SÃO PAULO, 02 DE ABRIL DE 2015. SÃO PAULO, 02 DE ABRIL DE 2015. COMUNICADO Nº 0040 /2015. ASSUNTO: CONTEÚDOS E DATAS DAS PROVAS BIMESTRAIS 1º ANO A ENSINO FUNDAMENTAL 13/04 ALFABETIZAÇÃO ENCONTROS VOCÁLICOS, - ALFABETO, SÍLABAS P, M, N, L, D E C DITADO, - ESCRITA ESPONTÂNEA NUMERAIS ATÉ 29, - VIZINHOS FIGURAS GEOMÉTRICAS SEQUENCIA, - DITADO

Leia mais

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista...

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista... SUMÁRIO Capítulo I Teoria da comunicação jurídica 1. Introdução 2. Aspectos gerais sobre a comunicação 3. Elementos da comunicação jurídica 4. A linguagem forense 5. A língua e a fala 6. As funções da

Leia mais

TEXTO. Visual texto em que a comunicação se dá apenas por meio de imagens. Verbal - texto em que a comunicação se dá por meio de palavras escritas.

TEXTO. Visual texto em que a comunicação se dá apenas por meio de imagens. Verbal - texto em que a comunicação se dá por meio de palavras escritas. Língua Portuguesa 1º trimestre Temas para estudo Em nossas primeiras aulas, vimos que, conforme sua configuração/diagramação, um TEXTO pode ser classificado como: Visual texto em que a comunicação se dá

Leia mais

O que muda com o acordo ortográfico

O que muda com o acordo ortográfico O que muda com o acordo ortográfico A língua portuguesa é a sétima mais falada no mundo, ficando atrás apenas dos idiomas chinês, hindi, inglês, espanhol, bengali e árabe. Ao todo, são oito os países que

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 1º Ano Oralidade O1 Comprensão do oral Expressão oral Respeitar regras da interação discursiva Escutar discursos breves para aprender

Leia mais

ROTEIRO 1ª ETAPA 4º Ano M/T / Ensino Fundamental I PROFESSORAS MAGDA NUNES/DOMINICK MASCARENHAS/EDYLA/JÉSSICA

ROTEIRO 1ª ETAPA 4º Ano M/T / Ensino Fundamental I PROFESSORAS MAGDA NUNES/DOMINICK MASCARENHAS/EDYLA/JÉSSICA ROTEIRO 1ª ETAPA 4º Ano M/T / Ensino Fundamental I PROFESSORAS MAGDA NUNES/DOMINICK MASCARENHAS/EDYLA/JÉSSICA Queridos Alunos, É hora de reafirmarmos o compromisso com nossos estudos e nos prepararmos

Leia mais

16 Pronúncia do Inglês

16 Pronúncia do Inglês Este livro tem por objetivo central apresentar os sons do inglês aos falantes do português brasileiro. Pretende-se, ainda, indicar algumas diferenças de pronúncia entre variedades do inglês falado em diferentes

Leia mais

JUNHO. Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 VESPERTINO

JUNHO. Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 VESPERTINO JUNHO Dia 01 02 MATUTINO Estudo dirigido de Espanhol: 301 03 04 05 06 07 08 MATUTINO Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 Avaliação de CFB: 9º Anos Cap.19. Trabalho de Geografia: 3º

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

Prefácio Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15

Prefácio Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15 Prefácio... 13 Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15 1. Abreviaturas de uso corrente :... 15 2. Abreviaturas Médico-Farmacêuticas 18 3. Comércio Internacional... 18 4. Grandezas e Unidades Físicas 20 4.1.

Leia mais

A MUDANÇA ORTOGRÁFICA COMO UNIFICAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA

A MUDANÇA ORTOGRÁFICA COMO UNIFICAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA A MUDANÇA ORTOGRÁFICA COMO UNIFICAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA Robson Arndt Salvadori Márcia Gil Wagner RESUMO: Tendo em vista o restrito conhecimento dos professores da rede pública tanto dos anos iniciais

Leia mais

Aula 6 Tema: Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Aula 6 Tema: Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 6 Tema: Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula

Leia mais

ORTOGRÁFICO. Guia de Consulta Rápida. www.faesa.br

ORTOGRÁFICO. Guia de Consulta Rápida. www.faesa.br ORTOGRÁFICO Guia de Consulta Rápida www.faesa.br Caro aluno Com as mudanças ocorridas na língua portuguesa, trazemos para você, aluno Faesa, todas as regras do novo acordo ortográfico. Nosso maior objetivo

Leia mais

Acordo Ortográfico (1990)

Acordo Ortográfico (1990) Acordo Ortográfico (1990) Construindo no presente um futuro melhor Curso: Ensino Médio Disciplina: Português Mudanças no Português do Brasil O alfabeto O alfabeto era formado por 23 letras. As letras K,

Leia mais

República Democrática de São Tomé e Príncipe e

República Democrática de São Tomé e Príncipe e 1 1. Considerações a respeito do Acordo Ortográfico O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 é um tratado internacional cujo objetivo é criar uma ortografia unificada para o idioma português,

Leia mais

ARTIGOS DO PROFESSOR

ARTIGOS DO PROFESSOR Página 1 ARTIGOS DO PROFESSOR 1. Pra onde foi o acento circunflexo em desproveem? Página 1 2. Curiosidades gramaticais da terra dos Macuxi Página 3 Artigo 1 Pra onde foi o acento circunflexo em desproveem?

Leia mais

http://revistaescola.abril.com.br/edicoes/esp_021/aberto/novo-jeito-escrever-306810.shtml

http://revistaescola.abril.com.br/edicoes/esp_021/aberto/novo-jeito-escrever-306810.shtml http://revistaescola.abril.com.br/edicoes/esp_021/aberto/novo-jeito-escrever-306810.shtml Acordo ortográfico - Apresentação Um novo jeito de escrever Acordo vem para unificar a ortografia oficial dos países

Leia mais

MEIA-SOLA ORTOGRÁFICA "Sou contra o acordo. Sei que isso é um tiro no próprio pé, pois, se o acordo passar, vou ser chamado para fazer muitas

MEIA-SOLA ORTOGRÁFICA Sou contra o acordo. Sei que isso é um tiro no próprio pé, pois, se o acordo passar, vou ser chamado para fazer muitas MEIA-SOLA ORTOGRÁFICA "Sou contra o acordo. Sei que isso é um tiro no próprio pé, pois, se o acordo passar, vou ser chamado para fazer muitas palestras. Mas não quero esse dinheiro, não. Com outro espírito,

Leia mais

CURSO Nova Ortografia da LÍNGUA PORTUGUESA unidade i REGRAS DE ACENTUAÇÃO. Profª Dr.ª Maria Aparecida de Carvalho

CURSO Nova Ortografia da LÍNGUA PORTUGUESA unidade i REGRAS DE ACENTUAÇÃO. Profª Dr.ª Maria Aparecida de Carvalho CURSO Nova Ortografia da LÍNGUA PORTUGUESA unidade i REGRAS DE ACENTUAÇÃO Profª Dr.ª Maria Aparecida de Carvalho 1 REGRAS DE ACENTUAÇÃO A acentuação tem uma importância muito grande no nosso idioma, seja

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidades 1, 2, 3 e 4) Gêneros Poema Crônica História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso História de

Leia mais

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano Conteúdos Programáticos Bolsão 2016 Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I Conteúdo para ingresso no 2 o ano LÍNGUA PORTUGUESA: Alfabeto (maiúsculo e minúsculo); vogal e consoante; separação silábica;

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira Área Disciplinar: Português Ano de Escolaridade: 3º Mês: outubro Domínios de referência Objetivos/Descritores Conteúdos Oralidade 1

Leia mais

Parte 1 - Português INSS 2015/2016

Parte 1 - Português INSS 2015/2016 Parte 1 - Português INSS 2015/2016 Acentuação Gráfica Professora Luciane Sartori Contatos: Email: lucianesartori@bol.com.br Site: www.sartoriprofessores.com.br Facebook: Luciane Sartori III Página do Facebook:

Leia mais

b) tônicos: possuem acentuação própria, isto é, são pronunciados com muita intensidade: lá, pá, mim, pôs, tu, lã.

b) tônicos: possuem acentuação própria, isto é, são pronunciados com muita intensidade: lá, pá, mim, pôs, tu, lã. Acentuação gráfica O português, assim como outras línguas neolatinas, apresenta acento gráfico. Toda palavra da língua portuguesa de duas ou mais sílabas possui uma sílaba tônica. Observe as sílabas tônicas

Leia mais

Mesa da Câmara dos Deputados 53ª Legislatura 3ª Sessão Legislativa 2009

Mesa da Câmara dos Deputados 53ª Legislatura 3ª Sessão Legislativa 2009 Mesa da Câmara dos Deputados 53ª Legislatura 3ª Sessão Legislativa 2009 Presidente Michel Temer 1º Vice-Presidente Marco Maia 2º Vice-Presidente Antonio Carlos Magalhães Neto 1º Secretário Rafael Guerra

Leia mais

Questão 21 ANULADA PADRÃO DE CORREÇÃO LINGUA PORTUGUESA

Questão 21 ANULADA PADRÃO DE CORREÇÃO LINGUA PORTUGUESA Questão 21 ANULADA PADRÃO DE CORREÇÃO LINGUA PORTUGUESA QUESTÃO 01 HABILIDADE: Escrever texto, com correspondência sonora; Escrever texto, a partir do tema proposto. 1. Escreve textos, sem erros ortográficos,

Leia mais

Content Area: Língua Portuguesa Grade 2 Quarter1 Serie Serie Unidade

Content Area: Língua Portuguesa Grade 2 Quarter1 Serie Serie Unidade Content Area: Língua Portuguesa Grade 2 Quarter1 Serie Serie Unidade Standards/Content Padrões / Conteúdo Learning Objectives Objetivos de Aprendizado Vocabulary Vocabulário Assessments Avaliações Resources

Leia mais

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa O novo acordo ortográfico da língua portuguesa Henrique Nuno Fernandes Regras de Acentuação gráfica Acentuam-se: 1. Monossílabos tônicos terminados em: A, AS: pá, pás, vás, dá-lo, já E, ES: pé, pés, vê,

Leia mais

Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta.

Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta. Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T Data: 5/8/2009 Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta. O clima na Terra não é sempre igual e a temperatura aumenta

Leia mais

Ficha de trabalho/ treino 7º ano de escolaridade Modos verbais: indicativo, imperativo e conjuntivo

Ficha de trabalho/ treino 7º ano de escolaridade Modos verbais: indicativo, imperativo e conjuntivo Ficha de trabalho/ treino 7º ano de escolaridade Modos verbais: indicativo, imperativo e conjuntivo 1. Observa uma lista de indicações para uma correta operação de lavagem dos dentes. 1. Pegar na escova

Leia mais

Crase. Regra Geral. Maria vai a + a festa. Maria vai à festa

Crase. Regra Geral. Maria vai a + a festa. Maria vai à festa Crase Regra Geral prep artigo Maria vai a + a festa Maria vai à festa 1. Em locuções adverbiais de que participam palavras femininas: às vezes à toa à vontade às cegas à tarde / à noite / à beça / às moscas

Leia mais

países lusófonos prof.serjãogomes

países lusófonos prof.serjãogomes A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (países lusófonos) consiste em nove países independentes que têm o português como língua oficial: Angola, Brasil, Cabo Verde, Timor Leste, Guiné-Bissau, Guiné

Leia mais

Disciplina:Português Professor (a): Cristiane Souto Ano: 6º Turmas: 6.1 e 6.2

Disciplina:Português Professor (a): Cristiane Souto Ano: 6º Turmas: 6.1 e 6.2 Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

Diversidade. Linguística. na Escola Portuguesa. Projecto Diversidade Linguística na Escola Portuguesa (ILTEC)

Diversidade. Linguística. na Escola Portuguesa. Projecto Diversidade Linguística na Escola Portuguesa (ILTEC) Diversidade Linguística na Escola Portuguesa Projecto Diversidade Linguística na Escola Portuguesa (ILTEC) www.iltec.pt www.dgidc.min-edu.pt www.gulbenkian.pt Breve caracterização fonética de sons que

Leia mais

Profª: Adriana Figueiredo Língua Portuguesa TRE - SP AULAS 01 A 04. Língua Portuguesa TRE - SP Professora: Adriana Figueiredo

Profª: Adriana Figueiredo Língua Portuguesa TRE - SP AULAS 01 A 04. Língua Portuguesa TRE - SP Professora: Adriana Figueiredo Professora: Adriana Figueiredo Prof. Adriana Figueiredo www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 9 ACENTUAÇÃO GRÁFICA Classificação dos Vocábulos Quanto à Sílaba Tônica Sílaba tônica é a sílaba da palavra

Leia mais

FUNDAMENTOS DA LÍNGUA LATINA

FUNDAMENTOS DA LÍNGUA LATINA FUNDAMENTOS DA LÍNGUA LATINA INTRODUÇÃO Conhecer o objetivo que se quer atingir em um empreendimento é condição básica para que este seja realizado a contento. Considerando que o curso de Letras é primariamente

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Português do Ensino Básico; Metas Curriculares de Português- 1º Ciclo 1º

Leia mais

Português Brasileiro Cantado Questões técnicas e estéticas relacionadas às normas de pronúncia propostas para o canto erudito no Brasil

Português Brasileiro Cantado Questões técnicas e estéticas relacionadas às normas de pronúncia propostas para o canto erudito no Brasil Português Brasileiro Cantado Questões técnicas e estéticas relacionadas às normas de pronúncia propostas para o canto erudito no Brasil Wladimir Mattos EVPM, FUNDUNESP, Universidade Estadual Paulista Resumo

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

Instruções: Níveis de análise de uma língua. Português para Concursos Prof. Elias Santana 25/07/2016. Estrutura do curso: Como assisti-lo:

Instruções: Níveis de análise de uma língua. Português para Concursos Prof. Elias Santana 25/07/2016. Estrutura do curso: Como assisti-lo: Português para Concursos Prof. Elias Santana Estrutura do curso: Como assisti-lo: Sequência das aulas: Canais disponíveis: Instruções: Níveis de análise de uma língua Fonema (som) Grafema (letra) Palavra

Leia mais

Novo Acordo Ortográfico Prof. Antônio Ortiz

Novo Acordo Ortográfico Prof. Antônio Ortiz Novo Acordo Ortográfico Prof. Antônio Ortiz Breve histórico Séculos XII a XV Surgem os primeiros documentos escritos em português. A ortografia portuguesa tenta reproduzir os sons da fala para facilitar

Leia mais

Última chamada: novo acordo ortográfico passa a valer em 2016

Última chamada: novo acordo ortográfico passa a valer em 2016 Ortografia Última chamada: novo acordo ortográfico passa a valer em 2016 As novas normas da Língua Portuguesa passam a ser obrigatórias em 2016. Você está preparado? Bruna Nicolielo As regras do novo acordo

Leia mais

Tema. Subtema. Subtema. Subtema

Tema. Subtema. Subtema. Subtema Agrupamento de Escolas de Lamaçães Agrupamento de Escolas de Lamaçães Tema Subtema Subtema Subtema Agrupamento de Escolas de Lamaçães 1.1 Planificação 1.2 Recolha e Organização da informação 1.3 Preparação

Leia mais

Guia teórico do alfabetizador 1

Guia teórico do alfabetizador 1 Guia teórico do alfabetizador 1 Dirceneia do Carmo Ribeiro Souza UNIPAC Fone: (32)8868-8657 Dircenéa das Graças de Paiva Fraga UNIPAC Fone: (32)3373-5145 E-mail: dircenea@yahoo.com.br Elisa de Andrade

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer a Escola e inscrever seus filhos para o processo

Leia mais

Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013

Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013 Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013 O trabalho deverá ser submetido em formato PDF e não serão feitas correções após o envio. Portanto, solicitamos o máximo cuidado e atenção na elaboração

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. 2º Ano

LÍNGUA PORTUGUESA. 2º Ano LÍNGUA PORTUGUESA 2º Ano ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA PIRAQUARA 2015 SALADA DE FRUTA INGREDIENTES 2 MAMÕES PAPAIA PEQUENOS 1 LARANJA MÉDIA 5 BANANAS 2 MAÇÃS 5 MORANGOS MADUROS 1 PÊSSEGO 10 GRÃOS DE UVA

Leia mais

ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA

ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA O QUE MUDA E O QUE NÃO MUDA COM O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Lisboa, fevereiro de 2011 O QUE É O ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA? Um A(cordo) O(rtográfico)

Leia mais

Índice. 1. Metodologia de Alfabetização...3. 2. Aprendizagem da Escrita...3 3. Aprendizagem da Leitura...6

Índice. 1. Metodologia de Alfabetização...3. 2. Aprendizagem da Escrita...3 3. Aprendizagem da Leitura...6 GRUPO 6.1 MÓDULO 6 Índice 1. Metodologia de Alfabetização...3 1.1. Qual o Conhecimento sobre o Sistema de Escrita dos Jovens e Adultos?... 3 2. Aprendizagem da Escrita...3 3. Aprendizagem da Leitura...6

Leia mais

DIÁRIO DO ALUNO 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Semana de 14/02 a 18/02 SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA

DIÁRIO DO ALUNO 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Semana de 14/02 a 18/02 SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA Semana de 14/02 a 18/02 E AS FÉRIAS? CONTE, ESCREVA E ILUSTRE. ACORDO LEGAL TIRINHAS / HISTORINHAS / BRINCADEIRA / EXPOSIÇÃO CARNAVAL CLASE APRESENTAÇÃO / DINAMICA PARA DESCONTRAIR PINTURA XEROCADA - ATIVIDADE

Leia mais