PHP 5 Terceira edição

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PHP 5 Terceira edição"

Transcrição

1 Guia de Consulta Rápida PHP 5 Terceira edição Juliano Niederauer Novatec

2 Sumário Introdução ao PHP... 5 O que é PHP?...5 Download e instalação...5 Iniciando em PHP... 6 Variáveis... 7 Constantes... 7 Arrays... 8 Objetos... 9 Operadores... 9 Aritméticos...9 Binários Comparação Atribuição Lógicos...11 Estruturas de controle em PHP Definição de funções Dados de formulários HTML Leitura e gravação em arquivos-texto Integração com bancos de dados Funções do PHP Apache Arrays BCMath Números de precisão arbitrária Bzip2 Compressão Calendário...26 COM Suporte para Windows...27 Classes/Objetos...29 Controle de saída (output)...30 Data e Hora...31 dbx...34 Diretórios DOM XML...36 Erros Tratamento e Registro (Logging)...40 Execução de programas...41 Expressões regulares (Perl)...42 Expressões regulares (POSIX)...43 Filesystem (Sistema de Arquivos)...43 FTP...48 HTTP...50 Imagens...51 IMAP, POP3 e NNTP...58

3 Sumário InterBase...63 LDAP...66 Mail Matemática Memória compartilhada MIME Microsoft SQL Server Miscelânea MySQL MySQLi...80 Network (Rede) ODBC...87 Opções e informações do PHP...91 Oracle PDF...96 PostgreSQL Sessões Sockets SQLite Strings Sybase URL Variáveis XML parser XSLT Zlib Compressão Informações adicionais Download do código-fonte Versão do PHP utilizada no Guia Problemas na execução de funções Links sobre PHP Notação utilizada neste guia Comentários e sugestões Índice remissivo...135

4 Introdução ao PHP Introdução ao PHP O que é PHP? PHP é uma das linguagens de programação mais utilizadas na web para a criação de páginas dinâmicas. Suas principais características são: Gratuito e com código aberto: o arquivo de instalação pode ser obtido gratuitamente no site Além disso, o PHP é um software com código-fonte aberto. Embutido no HTML: o HTML e o PHP estão misturados. Você pode começar a escrever em PHP, então escrever um trecho em HTML, voltar para o PHP, e assim por diante. Baseado no servidor: quando você acessa uma página PHP pelo seu navegador, todo o código PHP é executado no servidor, e somente o resultado final é exibido para o usuário. Portanto, o navegador exibe a página já processada, sem consumir recursos de seu computador. Bancos de dados: diversos bancos de dados são suportados pelo PHP, ou seja, o PHP possui código que executa funções de cada um. Entre eles temos MySQL, PostgreSQL, SQLite, InterBase, Oracle, SQL Server, entre outros que oferecem suporte à linguagem SQL. Portabilidade: pode-se executar o PHP no Linux, Unix ou Windows NT. Veja a seguir um exemplo de uma página web que contém programação PHP. Em vez de nomeá-la como exemplo.html, ela será nomeada como exemplo.php, para que o browser possa identificar que se trata de uma página com programação PHP. exemplo.php <html> <head> <title>exemplo</title> </head> <body> echo Este é um script PHP! ; </body> </html> Esse programa contém a estrutura-padrão de uma página HTML, com as tags <html>, <body>, <head> e <title>. No corpo da página há um trecho de código PHP, em que foi usado o comando echo para exibir na tela o texto Este é um script PHP!. Download e instalação Se você estiver utilizando os serviços de um provedor de hospedagem, provavelmente não precisará se preocupar com a instalação e configuração do PHP e de outros softwares. Caso contrário, o PHP está disponível para download em seu site oficial, no endereço

5 Introdução ao PHP Acessando a seção downloads, você poderá obter a última versão da linguagem. Na versão para Linux, o PHP precisará ser compilado em seu sistema operacional. Para mais detalhes, consulte o arquivo install.txt que acompanha a distribuição. Na versão Windows, a distribuição está disponível em um arquivo compactado zip que já contém os arquivos binários. Basta descompactá-lo em algum diretório do seu computador. Para poder acessar seus programas pelo navegador, você precisará também de um servidor web. O mais indicado é o Apache, que pode ser obtido em O arquivo install.txt, que acompanha o PHP, contém as instruções para a configuração do PHP no Apache. Se você pretende trabalhar com banco de dados, duas opções interessantes são o MySQL e o PostgreSQL, que podem ser obtidos respectivamente em: Se você tiver dificuldades de instalar o PHP no Windows, pode consultar o roteiro de instalação disponibilizado no site pessoal do autor, em Iniciando em PHP Um programa PHP pode ser escrito em qualquer editor de texto, como, por exemplo, no Bloco de Notas (Notepad) do Windows ou no VI do Linux. Um trecho de código PHP deve estar entre as tags e para que o servidor web reconheça que trata-se de um código de programação e possa chamar o interpretador PHP para executá-lo. Para treinar, abra o editor de texto de sua preferência e digite as linhas a seguir. exemplo2.php // Que bacana, estou programando em PHP!!! echo <h1 align= center >Este é meu primeiro programa!</ h1> ; Salve esse programa como exemplo2.php e envie-o para o diretório que você está utilizando para hospedar o site. Para ver o resultado, basta acessar pelo navegador o endereço exemplo2.php, no qual você deve substituir <seu_endereço> pelo endereço do servidor que está utilizando para executar o programa PHP. A seguir é apresentado o significado de cada uma das linhas que você digitou no programa: Elementos Descrição Indica o início de um trecho de código PHP. // Linha de comentário. Tudo que vem após essas barras na mesma linha é ignorado pelo PHP. echo É um dos comandos mais utilizados em PHP. Serve para escrever alguma coisa na tela. Indica o término de um trecho de código PHP. Se você escolher a opção Exibir-Código-fonte em seu navegador, verá que ele não recebe nenhuma linha em PHP.

6 Iniciando em PHP Ele recebe somente código HTML puro. Isso acontece porque o código PHP é processado no servidor, que retorna somente o resultado final para o navegador. Variáveis Servem para armazenar dados que podem ser utilizados em qualquer ponto do programa. Ao contrário de linguagens tradicionais, como C, Pascal e Delphi, no PHP não é necessário fazer declaração de variáveis. Basta atribuir diretamente um valor a ela. No PHP, as variáveis devem iniciar com o símbolo $. Após esse símbolo deve vir o identificador da variável, que não pode iniciar com um número. Exemplos de variáveis válidas e inválidas: Válidas $joao23 $casal20 $teste450 Inválidas $100vergonha $5 $20assustar Um recurso interessante do PHP é a interpolação de variáveis, ou seja, a inclusão do valor de uma variável dentro de uma string, como mostra o exemplo a seguir. exemplo3.php $time = Grêmio ; $titulo = Campeão da América ; echo O $time é $titulo ; Veja que o valor das variáveis $time e $titulo foi usado dentro da string passada para o comando echo. O resultado será: O Grêmio é Campeão da América Constantes São valores definidos no início do programa e que não mudam ao longo de sua execução. Você pode definir suas próprias constantes, com o comando define, que possui a seguinte sintaxe: bool define(string nome, misto valor [, bool case_insensitive]) O parâmetro case_insensitive é um valor lógico (true ou false) que indica se o PHP deve distinguir maiúsculas de minúsculas. Veja o exemplo a seguir, nomeado como exemplo4.php, que mostra como devemos usar as constantes: exemplo4.php define ( meunome, João ); define ( peso,80); echo O meu nome é. meunome; echo <br> ; echo O meu peso é. peso. quilos ;

7 Constantes Executando esse programa, você terá o seguinte resultado em seu browser: O meu nome é João O meu peso é 80 quilos Note que um dos recursos utilizados no exemplo foi a concatenação, representada pelo ponto (.). Além de você poder definir suas próprias constantes, o PHP já possui diversas constantes predefinidas. Veja algumas a seguir: Constantes TRUE FALSE FILE LINE PHP_VERSION PHP_OS E_ERROR E_WARNING E_PARSE E_NOTICE Arrays Descrição Valor verdadeiro (utilizado para comparação). Valor falso. Nome do script que está sendo executado. Número da linha do script que está sendo executado. Versão corrente do PHP. Nome do sistema operacional no qual o PHP está rodando. Exibe um erro ocorrido em um script. A execução é interrompida. Exibe uma mensagem de aviso do PHP. A execução não pára. Ex ibe u m er ro de si ntaxe. A execução é interrompida. Mostra que ocorreu algo, mas não necessariamente um erro. A execução não pára. As variáveis comuns (escalares) podem armazenar apenas um valor por vez. Um array (vetor) pode armazenar vários valores ao mesmo tempo. Além de possuir um identificador, um array possui índices (que podem ser números ou strings). O índice deve aparecer entre colchetes ([]) logo após o identificador do array. Veja a seguir exemplos de armazenamento em arrays: $vetor[0] = 30; $vetor[1] = 40; $vetor[3] = 50; Se não colocarmos o índice do vetor entre colchetes, o PHP irá procurar o último índice utilizado e incrementá-lo, armazenando assim o valor na posição seguinte do array, conforme mostra o exemplo a seguir: $vet[ ] = Grêmio ; $vet[ ] = Campeão ; Nesse exemplo teremos o valor Grêmio armazenado em $vet[0] e o valor Campeão armazenado em $vet[1]. Até agora só vimos exemplos em que o índice do array é um valor numérico, mas o índice também pode ser um texto e, nesse caso, o texto é chamado de chave associativa. $vetor[ time ] = Grêmio ; $vetor[ fundacao ] = 1903; Existem também as matrizes, que são arrays multidimensionais. Elas podem possuir dois ou mais índices para referenciar uma posição de memória. Por exemplo:

8 Arrays $clube [ RS ] [ PortoAlegre ] = Grêmio ; $clube [ MG ] [ BeloHorizonte ] = Cruzeiro ; Outra forma de criar um array é por meio da função array do PHP. Veja o exemplo apresentado a seguir: exemplo5.php $vetor = array (10,50,100,150,200); echo $vetor[2]. <br> ; $vet = array (1, 2, 3, nome => Juliano ); echo $vet[0]. <br> ; echo $vet[ nome ]; Após a execução desse programa os resultados mostrados na tela serão os seguintes: Juliano Lembre-se de que o array inicia-se na posição 0 (zero), por isso, apesar de ser o terceiro elemento do array, o 100 foi o primeiro valor mostrado, pois seu índice é 2. Objetos Também é possível programar em PHP com o modelo orientado a objetos. Podemos definir uma classe e dentro dela, as variáveis e funções que estarão disponíveis aos seus objetos. Um objeto é a variável que utilizamos para instanciar uma classe. Veja a seguir um pequeno exemplo: exemplo6.php class teste function Saudacao( ) echo Oi pessoal! ; // $objeto se torna uma instância da classe teste $objeto = new teste; $objeto -> Saudacao( ); Ao criar uma instância da classe na variável $objeto, podemos acessar as funções definidas dentro da classe. Esse programa mostrará a mensagem Oi pessoal!. Operadores Aritméticos Operadores Operação + Adição - Subtração * Multiplicação / Divisão % Resto da divisão

9 10 Operadores O PHP possui também outros operadores aritméticos, que atuam em apenas um operando. A tabela a seguir mostra esses operadores: Operadores -oper ++oper oper oper++ oper Descrição Troca o sinal do operando. Pré-incremento. Primeiro incrementa o valor do operando e depois realiza a operação. Pré-decremento. Primeiro decrementa o valor do operando e depois realiza a operação. Pós-incremento. Primeiro realiza a operação e depois incrementa o operando. Pós-decremento. Primeiro realiza a operação e depois decrementa o operando. Por exemplo, se o objetivo for somente incrementar o valor de uma variável, pode-se simplesmente digitar o nome da variável seguida do operador++. Exemplo: $contador++; Binários Operadores ~op1 op1 & op2 op1 op2 op1 ^ op2 op1 >> n op1 << n Comparação Operadores op1 == op2 op1 === op2 op1 >= op2 op1 <= op2 op1!= op2 op1!== op2 op1 <> op2 op1 > op2 op1 < op2 Descrição Inverte os bits de op1. Operação E (AND) bit a bit. Operação OU (OR) bit a bit. Operação OU exclusivo (XOR). Desloca op1 n bits à direita. Desloca op1 n bits à esquerda. Descrição Verdadeiro se op1 for igual a op2. Verdadeiro se op1 for igual a op2 e eles forem do mesmo tipo. Verdadeiro se op1 for maior ou igual a op2. Verdadeiro se op1 for menor ou igual a op2. Verdadeiro se op1 for diferente de op2. Verdadeiro se op1 for diferente de op2 ou eles não forem do mesmo tipo. Também serve para representar diferença. Verdadeiro se op1 for maior que op2. Verdadeiro se op1 for menor que op2. Atribuição Operadores op1 = op2 op1 += op2 op1 -= op2 op1 *= op2 op1 /= op2 op1.= op2 op1 %= op2 op1 <<= op2 op1 >>= op2 op1 &= op2 op1 = op2 op1 ^= op2 Descrição op1 recebe o valor de op2. Equivale a op1 = op1 + op2. Equivale a op1 = op1 - op2. Equivale a op1 = op1 * op2. Equivale a op1 = op1 / op2. Concatenação: equivale a op1 = op1.op2. Equivale a op1 = op1 % op2. Equivale a op1 = op1 << op2. Equivale a op1 = op1 >> op2. Equivale a op1 = op1 & op2. Equivale a op1 = op1 op2. Equivale a op1 = op1 ^ op2. Vamos ver um exemplo envolvendo operadores de atribuição:

10 Operadores 11 exemplo7.php <html> <body> $soma=0; $valor1 = 10; $valor2 = 20; $valor3 = 30; $soma += $valor1; // $soma fica com 10 $soma +=$valor2; // $soma fica com = 30 $soma *= $valor3; // $soma fica com 30*30 = 900 $soma %= 100; // $soma fica com 900%100 = 0 echo $soma; </body> </html> Lógicos Operadores!op1 op1 AND op2 op1 OR op2 op1 XOR op2 op1 && op2 op1 op2 Descrição Verdadeiro se op1 for falso. Verdadeiro se op1 E op2 forem verdadeiros. Verdadeiro se op1 OU op2 forem verdadeiros. Verdadeiro se só op1 ou só op2 for verdadeiro. Verdadeiro se op1 E op2 forem verdadeiros. Verdadeiro se op1 OU op2 forem verdadeiros. A diferença entre os operadores AND e && e também entre os operadores OR e é a precedência dos mesmos na avaliação de expressões. A precedência mais alta é dos operadores && e. Estruturas de controle em PHP O uso dessas estruturas é fundamental para realizar decisões lógicas, testar se determinada expressão é verdadeira e repetir um bloco de comandos por um certo número de vezes. Neste guia, veremos os comandos condicionais if e switch e os comandos de repetição while, do...while, for e foreach. if Comando que avalia uma expressão e, dependendo do resultado, é executado um conjunto diferente de instruções. O comando if pode possuir como complemento o elseif e/ou o else. Observe a sintaxe do comando if: if (exp1) bloco1 elseif (exp2) bloco2 else bloco3 Podemos ler essa sintaxe da seguinte maneira: se exp1 for verdadeira, execute bloco1. senão, se exp2 for verdadeira, execute bloco2. senão, execute bloco3. Se o bloco de comandos não for delimitado por chaves, será executada apenas a primeira linha após o if (ou elseif ou else). É

11 12 Estruturas de controle em PHP importante destacar que não é obrigatório o uso de elseif e else com o comando if. O if pode aparecer sozinho, simplesmente determinando se um bloco de instruções será executado ou não. Por exemplo: if ($nota == 10) echo Parabéns! <br> ; echo Você tirou a nota máxima! Se o valor da variável $nota não for igual a 10, esse bloco de comandos simplesmente não será executado, e a execução do programa seguirá normalmente. Poderíamos acrescentar um else ao comando e imprimir outra mensagem caso o aluno não tirasse nota 10. switch O comando switch é parecido com o if, pois ambos avaliam o valor de uma expressão para escolher qual bloco de instruções deve ser executado. A sintaxe do switch é a seguinte: switch (operador) case valor1: <comandos> break; case valor2: <comandos> break;... case valorn: <comandos> break; default: <comandos> break; Após cada bloco de comandos, deve ser utilizado o break para que o comando switch seja encerrado e a execução continue após ele. Veja a seguir um exemplo de uso desse comando. switch ($numero) case s : echo Você escolheu a opção SIM ; break; case n : echo Você escolheu a opção NÃO ; break; default: echo A opção digitada é inválida ; break; A opção default tem a mesma função da opção else no comando if. Se todas as expressões anteriores retornarem falso, será executado o bloco de comandos que aparece após o default. O uso do default não é obrigatório no comando switch.

12 Estruturas de controle em PHP 13 while O comando while (enquanto) é composto por uma expressão e por um bloco de comandos. O comando avalia a expressão, e enquanto essa expressão retornar o valor verdadeiro, a execução do bloco de comandos em questão será repetida. A sintaxe é a seguinte: while (exp) comandos Veja a seguir um exemplo de utilização do comando while: exemplo8.php $cont = 1; while ($cont<100) echo O valor atual do contador é $cont <br> ; $cont++; A execução desse programa resultará em 99 linhas mostradas na tela: O valor atual do contador é 1 O valor atual do contador é 2... O valor atual do contador é 99 Quando a variável $cont atingir o valor 100, a expressão retornará o valor falso, pois 100 não é menor que o próprio 100, e isso fará que o loop seja encerrado. do...while A diferença entre o while e o do...while é que o while avalia a expressão no início do laço, e o do...while avalia a expressão no final do laço. A sintaxe do comando é a seguinte: do comandos while (exp); Veja um exemplo: exemplo9.php $numero = 1; do echo O valor atual de número é $numero <br> ; $numero++; while ($numero<4); O resultado gerado pela execução desse programa será: O valor atual de número é 1 O valor atual de número é 2 O valor atual de número é 3

13 14 Estruturas de controle em PHP for Utilizamos o comando for quando queremos executar um conjunto de instruções por um determinado número de vezes. Sua sintaxe é a seguinte: for (inicialização; condição ;operador) comandos Como inicialização, geralmente determinamos o valor inicial da variável que irá controlar o laço. No segundo parâmetro devemos colocar a condição que deve ser atingida para que o laço continue. O último parâmetro geralmente é usado para atualizar o valor da variável de controle do laço. Veja um exemplo: exemplo10.php for($cont=0 ; $cont<10 ; $cont++) echo A variável \$cont vale $cont ; echo <br> ; O resultado gerado pela execução desse programa será o seguinte: A variável $cont vale 0 A variável $cont vale 1... A variável $cont vale 9 foreach O comando foreach nos oferece uma maneira mais fácil de navegar entre os elementos de um array. Observe as duas sintaxes possíveis: foreach ($nome_array as $elemento) comandos ou foreach ($nome_array as $chave => $valor) comandos A primeira forma vai do primeiro ao último índice do array definido na variável $nome_array, e a cada iteração o valor do elemento corrente do array é atribuído à variável $elemento, e o ponteiro interno do array é avançado. Dessa forma, podemos trabalhar com todos os valores do array utilizando apenas a variável $elemento. A segunda forma faz a mesma coisa, mas com uma diferença: além de o valor do elemento corrente do array ser atribuído à variável $elemento, a chave (ou índice) do elemento atual é atribuído à variável $chave. Acompanhe o exemplo a seguir:

14 Estruturas de controle em PHP 15 exemplo11.php $vetor = array (1, 2, 3, 4); foreach ($vetor as $v) print O valor atual do vetor é $v. <br> ; $a = array ( um => 1, dois => 2, tres => 3); foreach($a as $chave => $valor) print \$a[$chave] => $valor.<br> ; O programa apresentado mostrará na tela todos os valores do array $vetor e depois mostrará todas as chaves e valores do array $a. O segundo foreach desse exemplo mostrará o seguinte: $a [um] => 1. $a [dois] => 2. $a [tres] => 3. Definição de funções As funções são muito úteis para deixar o código dos programas mais organizado e mais modular, além de evitarem a repetição de determinado código toda vez que precisarmos realizar a mesma tarefa. A sintaxe do PHP para a construção de uma função é a seguinte: function nome_função (arg1, arg2, arg3..., argn) comandos [return <expressão>] Devemos substituir nome_função por um identificador, que deve ser um nome único. O identificador não pode iniciar com número, nem conter caracteres como ponto, vírgula, espaço etc. Veja um exemplo: exemplo12.php function triplo ($numero) $x = $numero * 3; return $x; // programa principal $valor = 5; echo O triplo de $valor é. triplo($valor); Veja que o comando return foi utilizado para retornar um valor para o programa principal. Dados de formulários HTML O PHP possui dois arrays superglobais que podemos acessar para obter os dados enviados pelos usuários. São eles: $_POST e $_GET. Por exemplo, considere o seguinte formulário HTML: <form method= POST action= exemplo13.php > <input type= text name= nome size= 20 > <input type= submit value= Enviar name= enviar > </form> Esse formulário é formado por um único campo de texto, chamado nome. Conforme definido na opção action, esse valor será

15 16 Dados de formulários HTML enviado para o programa exemplo13.php, que poderia obtê-lo e exibilo da seguinte forma: exemplo13.php $nome = $_POST[ nome ]; echo O nome digitado foi $nome ; Veja que o nome do campo foi utilizado como chave do array $_POST. O outro array, o $_GET, é mais utilizado quando o envio de dados é feito pela URL (exemplo: php?nome=juliano) em vez de se dar por um formulário. Leitura e gravação em arquivos-texto O PHP nos oferece diversas funções relacionadas com o filesystem do sistema operacional. Podemos então utilizá-las para realizar operações de gravação e leitura de dados em arquivos-texto (txt). As mais utilizadas são fopen (abertura), fclose (fechamento), fwrite (escrita), fread e fgets (leitura). Veja um exemplo: exemplo14.php $arquivo = teste.txt ; $escrever = Este texto será escrito no arquivo ; $fd = fopen ($arquivo, w ); fwrite($fd, $escrever); fclose ($fd); // abre o arquivo e lê o conteúdo gravado $fd = fopen ($arquivo, r ); $conteudo = fgets($fd, 4096); fclose ($fd); echo O conteúdo do arquivo é. $conteudo; Integração com bancos de dados O PHP suporta diversos SGBDs (Sistemas de Gerência de Bancos de Dados), oferecendo um conjunto de funções para executar operações (consultas, inclusões, alterações, exclusões etc.) sobre cada um deles. Por exemplo, para acessar um servidor de bancos de dados MySQL, utilizaríamos as funções dessa extensão, como a mysql_ connect( ), mysql_query( ), mysql_num_rows( ) etc. Veja a seguir um exemplo de conexão com um servidor MySQL e uma consulta a uma tabela chamada livros, que supostamente foi criada na base de dados. exemplo15.php $servidor = localhost ; $usuario = juliano ; $senha = ; $banco = test ; $con = mysql_connect($servidor, $usuario, $senha); mysql_select_db ($banco); $res = mysql_query( SELECT titulo,autor FROM livros ); $num_livros = mysql_num_rows($res); echo Existem $num_livros livros cadastrados no sistema ; mysql_close($con);

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Integrando PHP 5 com MySQL

Integrando PHP 5 com MySQL Guia de Consulta Rápida Integrando PHP 5 com MySQL 2 a edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2005, 2008 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução desta obra,

Leia mais

PHP para quem conhece PHP Recursos avançados para a criação de Websites dinâmicos. Juliano Niederauer

PHP para quem conhece PHP Recursos avançados para a criação de Websites dinâmicos. Juliano Niederauer PHP para quem conhece PHP Recursos avançados para a criação de Websites dinâmicos Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 Revisão de PHP Este é um livro que aborda tópicos avançados da linguagem PHP (www.php.net).

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 O que é o PHP?... 19. Capítulo 2 Instalação do PHP... 23. Capítulo 3 Noções básicas de programação... 25

Sumário. Capítulo 1 O que é o PHP?... 19. Capítulo 2 Instalação do PHP... 23. Capítulo 3 Noções básicas de programação... 25 9 Sobre o autor... 8 Introdução... 15 Capítulo 1 O que é o PHP?... 19 Características do PHP...20 Gratuito e com código aberto...20 Embutido no HTML...20 Baseado no servidor...21 Bancos de dados...22 Portabilidade...22

Leia mais

Guia de Consulta Rápida. PHP com XML. Juliano Niederauer. Terceira Edição. Novatec

Guia de Consulta Rápida. PHP com XML. Juliano Niederauer. Terceira Edição. Novatec Guia de Consulta Rápida PHP com XML Juliano Niederauer Terceira Edição Novatec Copyright 2002 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida

Leia mais

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE 3.1 Operadores Os operadores indicam o tipo de operação matemática que será executada gerando novos valores a partir de um ou mais operadores. São muito utilizados em

Leia mais

Programação WEB II. Introdução. Variáveis, Constantes, Operadores, Estruturas de Seleção e Repetição Arrays e Vetores. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Introdução. Variáveis, Constantes, Operadores, Estruturas de Seleção e Repetição Arrays e Vetores. Thiago Miranda dos Santos Souza Introdução Variáveis, Constantes, Operadores, Estruturas de Seleção e Repetição Arrays e Vetores Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Ementa da Disciplina

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Revisão de PHP... 19. Capítulo 2 Melhorando o processamento de formulários... 46

Sumário. Capítulo 1 Revisão de PHP... 19. Capítulo 2 Melhorando o processamento de formulários... 46 9 Sumário O Autor... 8 Introdução... 15 Quem deve ler este livro... 15 Como este livro está organizado...16 Download do código-fonte do livro... 18 Capítulo 1 Revisão de PHP... 19 Iniciando em PHP... 19

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

Copyright 2008, 2013 da Novatec Editora Ltda.

Copyright 2008, 2013 da Novatec Editora Ltda. 4a Edição Novatec Copyright 2008, 2013 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer processo,

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

Linguagem de Programação. Introdução ao PHP. Prof Mauricio Lederer Ciência da Computação - UNIANDRADE 1

Linguagem de Programação. Introdução ao PHP. Prof Mauricio Lederer Ciência da Computação - UNIANDRADE 1 Linguagem de Programação Introdução ao PHP 1 O que é PHP? - significa: Hypertext Preprocessor - uma das linguagens mais utilizadas para web - transforma sites estáticos em dinâmicos - atualização de páginas

Leia mais

Características do PHP. Começando a programar

Características do PHP. Começando a programar PHP Introdução Olá pessoal. Desculpe o atraso na publicação da aula. Pude perceber pelas respostas (poucas) ao fórum que a realização da atividade do módulo I foi relativamente tranquila. Assistam ao vídeo

Leia mais

APOSTILA PHP PARTE 1

APOSTILA PHP PARTE 1 APOSTILA PHP PARTE 1 1. Introdução O que é PHP? PHP significa: PHP Hypertext Preprocessor. Realmente, o produto foi originalmente chamado de Personal Home Page Tools ; mas como se expandiu em escopo, um

Leia mais

PHP() é uma linguagem de integração de servidor que permite a criação de paginas dinâmicas. Como todas

PHP() é uma linguagem de integração de servidor que permite a criação de paginas dinâmicas. Como todas O que é PHP? Acrônimo de PHP: Hipertext Language PostProcessor Inicialmente escrita para o desenvolvimento de aplicações Web Facilidade para iniciantes e recursos poderosos para programadores profissionais

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1 SUMÁRIO Criar sites dinâmicos em PHP --------------------------------------------------------

Leia mais

Conteúdo. Linguagem Estática x Dinâmica O que é PHP? Configurando o Ambiente do PHP Sintaxe

Conteúdo. Linguagem Estática x Dinâmica O que é PHP? Configurando o Ambiente do PHP Sintaxe Unidade IV Introdução à Linguagem PHP Parte 1 Professor Fabiano de Paula Soldati fpsoldati@yahoo.com.br http://br.groups.yahoo.com/group/professorsoldati/ Conteúdo Linguagem Estática x Dinâmica O que é

Leia mais

TEORIA BÁSICA SOBRE LINGUAGEM PHP

TEORIA BÁSICA SOBRE LINGUAGEM PHP PHP - Introdução Vantagens do Uso do PHP O php é uma linguagem de programação para ambiente web ou seja com ela, você pode desenvolver aplicações que possam ser acessadas via browser (netscape,internet

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA GRUPO PET - COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA GRUPO PET - COMPUTAÇÃO PHP UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA GRUPO PET - COMPUTAÇÃO PHP UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA GRUPO PET - COMPUTAÇÃO Autores: André

Leia mais

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF Sempre que for necessária a tomada de decisão dentro de um programa, você terá que utilizar um comando condicional, pois é por meio dele que o PHP decidirá que lógica deverá

Leia mais

O código JavaScript deve ser colocado entre tags de comentário para ficar escondido no caso de navegadores antigos que não reconhecem a linguagem.

O código JavaScript deve ser colocado entre tags de comentário para ficar escondido no caso de navegadores antigos que não reconhecem a linguagem. 1 - O que é JAVASCRIPT? É uma linguagem de script orientada a objetos, usada para aumentar a interatividade de páginas Web. O JavaScript foi introduzido pela Netscape em seu navegador 2.0 e posteriormente

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM PHP CESAR BEZERRA TEIXEIRA,MSC

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM PHP CESAR BEZERRA TEIXEIRA,MSC INTRODUÇÃO À LINGUAGEM PHP CESAR BEZERRA TEIXEIRA,MSC O presente texto não tem a pretensão de ser uma referência na linguagem PHP, a intenção é apresentar uma breve introdução a esta tecnologia e despertar

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem PHP @wre2008 1 Sumário PHP: Tipos de dados; Manipulação de dados; Utilizando formulário. @wre2008 2 Tipos de dados As variáveis são declaradas no momento de sua

Leia mais

Programação Web com PHP. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web

Programação Web com PHP. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web Programação Web com PHP Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web Agenda O que é PHP? O que da pra fazer com PHP? Como a web funciona? Onde, quando e por que

Leia mais

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP Programação WEB Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula III Introdução PHP Introdução PHP PHP=Hypertext Pre-Processor Linguagem de script open

Leia mais

Linguagem de Programação III Aula 2 Revisão Parte II

Linguagem de Programação III Aula 2 Revisão Parte II Linguagem de Programação III Aula 2 Revisão Parte II Prof. Moser Fagundes Curso Técnico em Informática (Modalidade Integrada) Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas Revisão de PHP

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

2 echo "PHP e outros.";

2 echo PHP e outros.; PHP (Hypertext Preprocessor) Antes de qualquer coisa, precisamos entender o que é o PHP: O PHP(Hypertext Preprocessor) é uma linguagem interpretada gratuita, usada originalmente apenas para o desenvolvimento

Leia mais

PHP AULA1. Prof. Msc. Hélio Esperidião

PHP AULA1. Prof. Msc. Hélio Esperidião PHP AULA1 Prof. Msc. Hélio Esperidião NAVEGADOR O navegador também conhecido como web browseré um programa que habilita seus usuários a interagirem com documentos hospedados em um servidor Web. SERVIDOR

Leia mais

EXEMPLO IF E ELSE IF TERNÁRIO

EXEMPLO IF E ELSE IF TERNÁRIO PHP Aula 2 Estruturas de Controle, Continue e Break Leonardo Pereira facebook.com/leongamerti ESTRUTURA DE DECISÃO Simples Composta Encadeada Ternário IF Estrutura de controle que introduz um desvio condicional

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos Web em PHP

Desenvolvimento de Aplicativos Web em PHP Desenvolvimento de Aplicativos Web em PHP Todos os direitos reservados para Alfamídia Prow. AVISO DE RESPONSABILIDADE As informações contidas neste material de treinamento são distribuídas NO ESTADO EM

Leia mais

PROGRAMAÇÃO WEB AULA 1. estrutura do curso e conceitos fundamentais. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

PROGRAMAÇÃO WEB AULA 1. estrutura do curso e conceitos fundamentais. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com PROGRAMAÇÃO WEB AULA 1 estrutura do curso e conceitos fundamentais professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com 1 Conteúdo programático Conceitos; Ambientes de Programação em Script; Tópicos na Linguagem

Leia mais

Estruturas de Controle em PHP

Estruturas de Controle em PHP Linguagem de Programação III Estruturas de Controle em PHP Estruturas de Controle em PHP - Comandos condicionais - if - switch - Comandos de repetição - while - do...while - for - foreach Estruturas de

Leia mais

Conteúdo Programático de PHP

Conteúdo Programático de PHP Conteúdo Programático de PHP 1 Por que PHP? No mercado atual existem diversas tecnologias especializadas na integração de banco de dados com a WEB, sendo o PHP a linguagem que mais se desenvolve, tendo

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi Introdução ao PHP Prof. Késsia Marchi PHP Originalmente PHP era um assíncrono para Personal Home Page. De acordo com convenções para atribuições de nomes recursivas do GNU foi alterado para PHP Hypertext

Leia mais

Faculdade União. Professor Luciano Roberto Rocha

Faculdade União. Professor Luciano Roberto Rocha Faculdade União PHPPRÁTICO Professor Luciano Roberto Rocha Arquitetura de Softwares Principais modelos de aplicações: Standalone Cliente-servidor Arquitetura baseada na Web Modelo standalone Todos os recursos

Leia mais

Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1

Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1 Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1 Sumário 1. Introdução a Lógica... 03 2. Verdadeiro e Falso... 03 3. Conectivo E e OU... 03 4. Negação... 04 5. Introdução a Programação...

Leia mais

Treinamento em PHP. Aula 1. Ari Stopassola Junior stopassola@acimainteractive.com

Treinamento em PHP. Aula 1. Ari Stopassola Junior stopassola@acimainteractive.com Treinamento em PHP Aula 1 Ari Stopassola Junior stopassola@acimainteractive.com Introdução PHP Hypertext Preprocessor Nome original era Personal Home Page Tools Criada por Rasmus Lerdorf e atualmente mantida

Leia mais

Instituto Federal do Sertão-PE. Curso de PHP. Professor: Felipe Correia

Instituto Federal do Sertão-PE. Curso de PHP. Professor: Felipe Correia Instituto Federal do Sertão-PE Curso de PHP Professor: Felipe Correia Conteúdo Parte I Parte II Introdução Funções de strings Instalação Constantes Sintaxe Operadores Variáveis if else elseif Echo/Print

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS 1 de 6 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS BURITREINAMENTOS MANAUS-AM NOVEMBRO / 2014 2 de 6 PACOTES DE TREINAMENTOS BURITECH A Buritech desenvolveu um grupo de pacotes de treinamentos, aqui chamados de BuriPacks,

Leia mais

7. Recursos PHP para a Internet

7. Recursos PHP para a Internet 7. Recursos PHP para a Internet Protocolo HTTP. Na aula passada vimos um script simples de autenticação de usuários. Neste script foi usado o tag META para passar uma URL ao servidor web. A linguagem PHP

Leia mais

Linguagens de programação

Linguagens de programação Prof. André Backes Linguagens de programação Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve ser descrito em termos de 1 s ou 0 s

Leia mais

Minicurso PHP 5. Vinícius Costa de Souza. Julho de 2005. viniciuscs@unisinos.br

Minicurso PHP 5. Vinícius Costa de Souza. Julho de 2005. viniciuscs@unisinos.br Minicurso Vinícius Costa de Souza viniciuscs@unisinos.br Julho de 2005 1 Apresentações Nome Experiências com programação Conhecimentos de linguagens WEB / HTML Expectativas referentes ao curso Vinícius

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem de Script e PHP @wre2008 1 Sumário Introdução; PHP: Introdução. Enviando dados para o servidor HTTP; PHP: Instalação; Formato básico de um programa PHP; Manipulação

Leia mais

Integrantes: Catarino Rodrigues Data: 26/10/2012. Leandro de Matos Pereira. Leandro dos Santos Marciano. Ramon Alves de Souza

Integrantes: Catarino Rodrigues Data: 26/10/2012. Leandro de Matos Pereira. Leandro dos Santos Marciano. Ramon Alves de Souza Integrantes: Catarino Rodrigues Data: 26/10/2012 Leandro de Matos Pereira Leandro dos Santos Marciano Ramon Alves de Souza Disciplina: Banco de Dados para Internet Tema do Trabalho: Tecnologias para acesso

Leia mais

Curso de Linguagem C

Curso de Linguagem C Curso de Linguagem C 1 Aula 1 - INTRODUÇÃO...4 AULA 2 - Primeiros Passos...5 O C é "Case Sensitive"...5 Dois Primeiros Programas...6 Introdução às Funções...7 Introdução Básica às Entradas e Saídas...

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões Prof. MSc. Hugo Souza Se você precisar manter informações sobre seus usuários enquanto eles navegam pelo seu site, ou até quando eles saem

Leia mais

DADOS DE COPYRIGHT. É expressamente proibida e totalmente repudíavel a venda, aluguel, ou quaisquer uso comercial do presente conteúdo

DADOS DE COPYRIGHT. É expressamente proibida e totalmente repudíavel a venda, aluguel, ou quaisquer uso comercial do presente conteúdo DADOS DE COPYRIGHT Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe Le Livros e seus diversos parceiros, com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos acadêmicos,

Leia mais

e à Linguagem de Programação Python

e à Linguagem de Programação Python Introdução a Algoritmos, Computação Algébrica e à Linguagem de Programação Python Curso de Números Inteiros e Criptografia Prof. Luis Menasché Schechter Departamento de Ciência da Computação UFRJ Agosto

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB GABRIELA TREVISAN Ambiente de Desenvolvimento Após instalar o Wamp Server, inicie o servidor. Um ícone aparecerá na SystemTray. A cor do ícone indica seu estado: Verde: servidor

Leia mais

1-03/11/03 INTRODUÇÃO

1-03/11/03 INTRODUÇÃO 1-03/11/03 INTRODUÇÃO JavaScript é uma linguagem que permite injetar lógica em páginas escritas em HTML (HiperText Mark-up Language). As páginas HTML podem ser escritas utilizando-se editores de texto,

Leia mais

Curso de PHP. FATEC - Jundiaí. Conteúdo do Curso. 40% de aula teórica 60% de aula prática. O que veremos neste semestre?

Curso de PHP. FATEC - Jundiaí. Conteúdo do Curso. 40% de aula teórica 60% de aula prática. O que veremos neste semestre? Curso de PHP FATEC - Jundiaí Conteúdo do Curso 40% de aula teórica 60% de aula prática O que veremos neste semestre? Linguagem PHP Banco de Dados - PostgreSQL PHP - Introdução ao PHP - Estrutura de um

Leia mais

LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA. Prof. André R. Backes

LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA. Prof. André R. Backes LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA Prof. André R. Backes 1 COMANDOS DE CONTROLE CONDICIONAL Os programas escritos até o momento são programas sequeciais: um comando é executado após o outro, do começo ao fim do

Leia mais

Introdução à estrutura de dados com Python

Introdução à estrutura de dados com Python Introdução à estrutura de dados com Python CLEIBSON APARECIDO DE ALMEIDA UFPR Universidade Federal do Paraná PPGMNE Programa de Pós Graduação em Métodos Numéricos em Engenharia Centro Politécnico CEP 81.531-980

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Programação para Internet I

UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Programação para Internet I UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Programação para Internet I Aula 10 PHP: Trabalhando com Banco de Dados leticia@cafw.ufsm.br Acessando

Leia mais

Programação WEB I Estruturas de controle e repetição

Programação WEB I Estruturas de controle e repetição Programação WEB I Estruturas de controle e repetição Operadores de Incremento Operadores de incremento servem como expressões de atalho para realizar incrementos em variáveis Operadores de Incremento Vamos

Leia mais

Introdução ao Javascript

Introdução ao Javascript Programação WEB I Introdução ao Javascript Apresentação da Disciplina,Introdução a linguagem Javascript Objetivos da Disciplina Apresentar os principais conceitos da linguagem Javascript referente à programação

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

1 O PHP E A WORLD WIDE WEB

1 O PHP E A WORLD WIDE WEB 1 O PHP E A WORLD WIDE WEB... 1 1.1 Introdução... 1 1.2 Breve apresentação do PHP... 2 1.3 Acesso a documentos na Web... 2 1.4 HTML estático versus HTML dinâmico... 3 1.5 PHP o que é?... 5 1.6 O PHP e

Leia mais

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] )

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] ) Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

APOSTILA DE PHP. Assuntos a serem abordados:

APOSTILA DE PHP. Assuntos a serem abordados: APOSTILA DE PHP 1ª AULA Assuntos a serem abordados: Conceito de PHP Conceito de Server Side Conceitos de Client Side Conceitos Servidor Web Conceito básico de Banco de Dados Funcionamento Ferramentas Utilizadas

Leia mais

Prof Evandro Manara Miletto. parte 2

Prof Evandro Manara Miletto. parte 2 Prof Evandro Manara Miletto parte 2 Sumário Estruturas de Controle Eventos Estruturas de controle características Estruturas de controle (ou condicionais) são executadas caso um teste seja atendido Permite

Leia mais

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C Resumo da Introdução de Prática de Programação com C A Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Programação Elementar de Computadores Jurandy Soares

Programação Elementar de Computadores Jurandy Soares Programação Elementar de Computadores Jurandy Soares Básico de Computadores Computador: dispositivos físicos + programas Dispositivos físicos: hardware Programas: as instruções que dizem aos dispositivos

Leia mais

1) Ao ser executado o código abaixo, em PHP, qual será o resultado impresso em tela?

1) Ao ser executado o código abaixo, em PHP, qual será o resultado impresso em tela? Exercícios sobre Linguagem PHP: 1) Ao ser executado o código abaixo, em PHP, qual será o resultado impresso em tela? 2) Considere a linguagem de programação PHP e seus operadores. A execução da sentença:

Leia mais

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza Sessions e Cookies progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Cookies e Sessions Geralmente, um bom projeto

Leia mais

Estruturas de Controlo... 25. While... 26. For... 26. Include... 26. Array... 27. Listas... 27. Popularização das Bases de Dados...

Estruturas de Controlo... 25. While... 26. For... 26. Include... 26. Array... 27. Listas... 27. Popularização das Bases de Dados... Manual de PHP Índice O que é PHP?... 4 Objectivo... 6 Justificativa... 7 Lógica de Programação... 8 Sequência Lógica... 9 PHP História... 10 PHP & MySql... 11 Comunicação Cliente x Servidor... 12 Delimitando

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br Desenvolvimento de Aplicações Web Programação Contextualização de aplicações Web: navegadores e servidores como interpretadores, tecnologias do lado do cliente (XHTML, CSS, Javascript) e do lado do servidor

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VII Acesso a Bases de Dados via Web Duração: 50 tempos Conteúdos (1) Conceitos

Leia mais

PHP (Seções, Cookies e Banco de Dados)

PHP (Seções, Cookies e Banco de Dados) PHP (Seções, Cookies e Banco de Dados) André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Seções Basicamente, as seções são métodos que preservam determinados dados ativos enquanto o navegador do cliente estiver

Leia mais

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Criando uma Calculadora Primeiramente deve se criar uma estrutura para armazenar os arquivos necessários para o funcionamento da calculadora.

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 2 Introdução aos aplicativos Java Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 2.1 Introdução Programação de aplicativo Java. Utilize as ferramentas do JDK para compilar

Leia mais

Linguagem de Programação III Aula 2 - Apresentação da Disciplina

Linguagem de Programação III Aula 2 - Apresentação da Disciplina Linguagem de Programação III Aula 2 - Apresentação da Disciplina Prof. Moser Fagundes Curso Técnico em Informática (Modalidade Integrada) Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas

Leia mais

Desenvolvido por: Juarez A. Muylaert Filho - jamf@estacio.br Andréa T. Medeiros - andrea@iprj.uerj.br Adriana S. Spallanzani - spallanzani@uol.com.

Desenvolvido por: Juarez A. Muylaert Filho - jamf@estacio.br Andréa T. Medeiros - andrea@iprj.uerj.br Adriana S. Spallanzani - spallanzani@uol.com. UAL é uma linguagem interpretada para descrição de algoritmos em Português. Tem por objetivo auxiliar o aprendizado do aluno iniciante em programação através da execução e visualização das etapas de um

Leia mais

Construindo Aplicações Web com. PHPe MySQL. André Milani. Novatec

Construindo Aplicações Web com. PHPe MySQL. André Milani. Novatec Construindo Aplicações Web com PHPe MySQL André Milani Novatec Sumário Agradecimentos...17 Sobre o autor...18 Prefácio...19 Convenções utilizadas neste livro...20 Numeração de linhas... 20 Capítulo 1 Bem-vindo

Leia mais

PHP. O navegador é responsável pelo tratamento do script. Utilizado para diminuir o processamento do servidor

PHP. O navegador é responsável pelo tratamento do script. Utilizado para diminuir o processamento do servidor PHP Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Scripts Client-Side O navegador é responsável pelo tratamento do script JavaScript e VBScript Utilizado para diminuir o

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 9: Segurança em Aplicações Web Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Quando se fala em segurança na WEB é preciso pensar inicialmente em duas frentes:

Leia mais

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA 4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução à criação de macros...3 Gravação

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP

AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP Antes de mais nada, vamos conhecer alguns conceitos, que serão importantes para o entendimento mais efetivos dos assuntos que trataremos durante a leitura desta apostila.

Leia mais

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10 1. TIPOS DE DADOS... 3 1.1 DEFINIÇÃO DE DADOS... 3 1.2 - DEFINIÇÃO DE VARIÁVEIS... 3 1.3 - VARIÁVEIS EM C... 3 1.3.1. NOME DAS VARIÁVEIS... 3 1.3.2 - TIPOS BÁSICOS... 3 1.3.3 DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS...

Leia mais

Javascript 101. Parte 2

Javascript 101. Parte 2 Javascript 101 Parte 2 Recapitulando O Javascript é uma linguagem de programação funcional Os nossos scripts são executados linha a linha à medida que são carregados. O código que está dentro de uma função

Leia mais

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Editora Carlos A. J. Oliviero Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Orientado por Projeto 1a Edição 2 Reimpressão São Paulo 2011 Érica Ltda. Noções Livrarse Preparação muitas muita Sumário

Leia mais

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I 1 O PHP e a World Wide Web... XXXIII 1.1 Introdução... XXXIII 1.2 Breve apresentação do PHP... 1 1.3 Acesso a documentos na web... 1 1.4 HTML estático versus HTML dinâmico... 2 1.5 PHP, o que é?... 4 1.6

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Agrárias

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Agrárias Professor: Renato Dourado Maia Disciplina: Programação de Computadores Curso: Engenharia de Alimentos Turma: Terceiro Período 1 Introdução

Leia mais

Linguagem de. Aula 06. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagem de. Aula 06. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagem de Programação IV -PHP Aula 06 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Criação de Formulários o Um formulário consiste em uma série de campos que são preenchidos pelo usuário

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

Informática I. Aula 6. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 6-12/09/2007 1

Informática I. Aula 6. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 6-12/09/2007 1 Informática I Aula 6 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 6-12/09/2007 1 Ementa Noções Básicas de Computação (Hardware, Software e Internet) HTML e Páginas Web Internet e a Web Javascript e

Leia mais

O que é o Javascript?

O que é o Javascript? O que é o Javascript? JavaScript é uma linguagem para criação de Home-Pages. Funções escritas em JavaScript podem ser embutidas dentro de seu documento HTML. Com JavaScript você tem muitas possibilidades

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Belo Horizonte 2010 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4 3.1 Strings

Leia mais

Primeiro Curso de Programação em C 3 a Edição

Primeiro Curso de Programação em C 3 a Edição Edson Luiz França Senne Primeiro Curso de Programação em C 3 a Edição Visual Books Sumário Prefácio da Terceira Edição 9 Prefácio da Primeira Edição 11 Aula 1 13 Regras de sintaxe de uma linguagem de programação...

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1. PHP e MySQL O MySQL é o gerenciador de banco de dados mais usado com o PHP. Existem muitas

Leia mais