Energia Mecânica. Sistema Não Conservativo Sistema Dissipativo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Energia Mecânica. Sistema Não Conservativo Sistema Dissipativo"

Transcrição

1 Energia Mecânica Sistema Não Conservativo Sistema Dissipativo TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o texto e responda à(s) questão(ões). Um motorista conduzia seu automóvel de massa.000 kg que trafegava em linha reta, com velocidade constante de 7 km / h, quando avistou uma carreta atravessada na pista. Transcorreu 1s entre o momento em que o motorista avistou a carreta e o momento em que acionou o sistema de freios para iniciar a frenagem, com desaceleração constante igual a 10 m / s. 1. (Fatec 016) Desprezando-se a massa do motorista, assinale a alternativa que apresenta, em joules, a variação da energia cinética desse automóvel, do início da frenagem até o momento de sua parada. Lembre-se de que: m v E C, em que E C é dada em joules, m em quilogramas e v em metros por segundo. a) 4,0 10 b) c) d) e) 3,0 10 0, 10 4,0 10,0 10. (G1 - utfpr 01) Nos motores de automóveis a gasolina, cerca de 70% da energia fornecida pela queima do combustível é dissipada sob a forma de calor. Se durante certo intervalo de tempo a energia fornecida pelo combustível for de J, é correto afirmar que aproximadamente: a) J correspondem ao aumento da energia potencial. b) J correspondem ao aumento da potência. c) J são transformados em energia cinética. d) J correspondem ao valor do trabalho mecânico realizado. e) J correspondem ao aumento da energia cinética e J são transformados em energia potencial. Página 1 de 6

2 3. (G1 - col. naval 014) Observe a figura abaixo. Uma força constante "F" de 00 N atua sobre o corpo, mostrado na figura acima, deslocandoo por 10 s sobre uma superfície, cujo coeficiente de atrito vale 0,. Supondo que, inicialmente, o corpo encontrava-se em repouso, e considerando a gravidade local como sendo 10 m / s, pode-se afirmar que o trabalho da força resultante, que atuou sobre o bloco, em joules, foi igual a: a) 0000 b) 3000 c) d) e) (G1 - ifba 014) Muitas avenidas de grandes cidades são trafegadas por inúmeros veículos todos os dias. Considere um automóvel que se desloca com velocidade de 7 km / h em uma avenida, onde o motorista visualiza um buraco a 300 m. Ele aciona imediatamente os freios e atinge o buraco com velocidade de 36 km / h. Tomando a massa do carro mais o motorista igual a kg, qual o módulo do trabalho, em quiilojoules, realizado pelos freios do veículo até atingir o buraco? a) 0 b) 00 c) 10 d) 100 e) 0. (Imed 016) Em uma perícia de acidente de trânsito, os peritos encontraram marcas de pneus referentes à frenagem de um dos veículos, que, ao final dessa frenagem, estava parado. Com base nas marcas, sabendo que o coeficiente de atrito cinético entre os pneus e o asfalto é de 0, e considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m / s, os peritos concluíram que a velocidade do veículo antes da frenagem era de 108 km / h. Considerando o atrito dos pneus com o asfalto como sendo a única força dissipativa, o valor medido para as marcas de pneus foi de: a) 30 m. b) 4 m. c) 60 m. d) 7 m. e) 90 m. 6. (Mackenzie 01) Um corpo de massa,0 kg é lançado sobre um plano horizontal rugoso com uma velocidade inicial de,0 m / s e sua velocidade varia com o tempo, segundo o gráfico acima. Considerando a aceleração da gravidade g 10,0 m / s, o coeficiente de atrito cinético entre o corpo e o plano vale a),0 10 b), c) 1, d), e), Página de 6

3 7. (Mackenzie 01) Um bloco de massa,00 kg é lançado sobre um plano inclinado do ponto A, com velocidade inicial de 8,00 m / s, como indicado na figura acima. Considerando a aceleração da gravidade repouso no ponto B. A energia dissipada pela força de atrito é a) 80,0J b) 60,0J c) 90,0J d) 40,0J e) 30,0J g 10,0 m / s, após percorrer 4,00 m, ele atinge o 8. (Upe 014) A figura mostra um bloco de massa m = 00 g que desliza com velocidade inicial v 0 = 1 m/s ao longo de uma superfície horizontal. Somente no trecho AB do percurso há atrito. Sabendo-se que a mola sofre uma compressão de 10 cm e que a energia dissipada na região com atrito tem módulo igual a,0 J, determine o valor da constante elástica k da mola. a) 3 10 N / m b) c) d) e) N / m 4 10 N / m 0 10 N / m 10 N / m Página 3 de 6

4 Gabarito: Resposta da questão 1: [D] A variação da energia cinética é dada por: ΔEC EC(final) EC(inicial) m v m v0 m C 0 ΔE v v Substituindo os valores: 000 kg ΔEC 0 m / s 0 m / s ΔEC J Em notação científica: ΔEC 4,0 10 J Resposta da questão : [D] Como o rendimento é de 70%, em J a parte dissipada na forma de calor é J e parte útil transformada em trabalho mecânico para obter energia cinética é J. Resposta da questão 3: [D] Dados: F 00N; m 0kg; μc 0,; g 10m / s. Aplicando o Princípio Fundamental da Dinâmica: F F m a F μ m g m a 00 0, a at 160 a 8 m/s. 0 Calculando a velocidade final: v v0 a t v 80 m/s. Pelo Teorema da Energia Cinética: mv mv W res Wres 0 Wres Wres J. Resposta da questão 4: [C] Supondo que a força aplicada pelos freios seja a resultante das forças atuantes no veículo, aplicando o teorema da energia cinética, temos: mv mv WR ΔE cin WR J WR 10 kj. Página 4 de 6

5 Resposta da questão : [E] Pelo teorema da Energia cinética sabemos que o trabalho realizado pela força de atrito é igual à variação da energia cinética desenvolvida pelo corpo. Neste caso, a força é resistiva, isto é, é contrária ao movimento do corpo e, portanto, tem sinal negativo. mv mv0 τ ΔEc Fat d Como a velocidade final é nula, vem: mv0 mv0 v0 Fat d d d μc m g μc g Utilizando os dados do problema com a velocidade no S.I., temos que a distância medida da frenagem será: 1m / s 108km / h v 0 3,6 km / h 900 m / s d d d d 90 m μ c g 0, 10 m / s 10 m / s Resposta da questão 6: [A] 1ª Solução: Do gráfico, calculamos o módulo da aceleração: Δv 0 a a 0, m/s. Δt 10 0 A resultante das forças sobre o corpo é a força de atrito: a 0, Fat R μ m g m a μ 0,0 μ 10. g 10 ª Solução: Do gráfico, calculamos o deslocamento: 10 ΔS " área" m. A resultante das forças sobre o corpo é a força de atrito. Pelo teorema da energia cinética: mv m v 0 m v W W F 0 Fat R at ΔS μ mg ΔS 0 v 0 1 μ μ 10. g ΔS Página de 6

6 Resposta da questão 7: [B] Nota: entendamos energia dissipada como energia mecânica dissipada. A figura mostra a forças agindo sobre o bloco, bem como o deslocamento vertical (h): h 1 sen30 h 4 h m. 4 Aplicando o Teorema da Energia Cinética: mv mv W ΔE 0 R cin W W W P N Fat mv m gh 0 W 0 0 Fat 8 10 W W 60 J. Fat Fat E W E dissip Fat dissip 60 J. Resposta da questão 8: [A] Dados: m = 00 g = 0, kg; v 0 = 1 m/s; x = 10 cm = 0,1 m; E dis = J. - O peso e a normal são perpendiculares ao deslocamento, não realizando trabalho. - Como a força de atrito é oposta ao deslocamento, o trabalho por ela realizado é W atrito = - J. - Até atingir a máxima deformação, a força elástica também é oposta ao deslocamento. kx Portanto, W atrito. - Considerando que a compressão citada no enunciado seja a máxima, a energia cinética final é nula. Assim, pelo Teorema da Energia Cinética: f i WRes ΔE cin Wpeso Wnormal Watrito Welástica Ecin E cin 0 kx mv k 0,1 0, 1, k 0,01 k 3 10 N/m. Página 6 de 6

Trabalho Mecânico Teorema da energia cinética

Trabalho Mecânico Teorema da energia cinética 1. (Mackenzie 01) Trabalho Mecânico Teorema da energia cinética Um corpo de massa,0 kg é lançado sobre um plano horizontal rugoso com uma velocidade inicial de,0 m / s e sua velocidade varia com o tempo,

Leia mais

TEOREMA DA ENERGIA CINÉTICA

TEOREMA DA ENERGIA CINÉTICA TEOREMA DA ENERGIA CINÉTICA 1. (G1 - cftmg 017) Uma força horizontal de módulo constante F 100 N é aplicada sobre um carrinho de massa M 10,0 kg que se move inicialmente a uma velocidade vi 18 km h. Sabendo-se

Leia mais

Aula m s. a) J. b) 800 J. c) J. d) 0J. e) 900 J.

Aula m s. a) J. b) 800 J. c) J. d) 0J. e) 900 J. Aula 1. (G1 - ifsp 016) O revezamento da tocha olímpica é um evento que ocorre desde os jogos de Berlim 1936. Este rito é um retrato das cerimônias que um dia fizeram parte dos Jogos Olímpicos da Antiguidade.

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Questão 3

Questão 1. Questão 2. Questão 3 Questões de Física para 1º ano e 2º ano Questão 1 Em um acidente, um carro de 1200 kg e velocidade de 162 Km/h chocou-se com um muro e gastou 0,3 s para parar. Marque a alternativa que indica a comparação

Leia mais

Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir:

Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir: Questões para estudo 3º ano Questão 1 Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir: Questão 2 Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir: Questão 3 (F. E.EDSON DE QUEIROZ - CE) Dispõe-se

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Fgv 013) A montadora de determinado veículo produzido no Brasil apregoa que a potência do motor que equipa o carro é de 100 HP (1HP 750W). Em uma pista horizontal e retilínea de provas, esse veículo,

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios teorema da energia cinética

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios teorema da energia cinética 1. (Mackenzie 15) Um corpo de massa, kg é lançado sobre um plano horizontal rugoso com uma velocidade inicial de 5, m / s e sua velocidade varia com o tempo, segundo o gráfico acima. Considerando a aceleração

Leia mais

TRABALHO MECÂNICO. Página 1 de 12

TRABALHO MECÂNICO.  Página 1 de 12 TRABALHO MECÂNICO 1. (G1 - cftmg 017) Uma força horizontal de módulo constante F 100 N é aplicada sobre um carrinho de massa M 10,0 kg que se move inicialmente a uma velocidade vi 18 km h. Sabendo-se que

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA. de módulo 25 m s. O motorista da Van, então, acelera a taxa de 8 m s.

EXERCÍCIOS FÍSICA. de módulo 25 m s. O motorista da Van, então, acelera a taxa de 8 m s. EXERCÍCIOS FÍSICA 1. O motorista de uma Van quer ultrapassar um caminhão, em uma estrada reta, que está com velocidade constante de módulo 0 m s. Para isso, aproxima-se com a Van, ficando atrás, quase

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER)

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) 1) Uma máquina consome 4000 J de energia em 100 segundos. Sabendo-se que o rendimento dessa máquina é de 80%, calcule

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 4 Bimestre Física Conteúdo: A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa de recuperação: Trabalho e Potência; Energia Mecânica (conservação

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de Exercícios 2_3 BIMESTRE Nome: Nº Turma: 1 EM Profa Kelly Data: Conteúdo: Trabalho de uma força; Energia mecânica - trabalho. 1 - Um corpo de massa m desliza

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS MAF- 04.05.2012 Prof. Dr. Antônio Newton Borges 1. Na caixa de 2,0 kg da figura abaixo são aplicadas duas forças, mais somente uma é mostrada. A aceleração da

Leia mais

Física I Prova 2 10/05/2014

Física I Prova 2 10/05/2014 Posição na sala Física I Prova 2 10/05/2014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 2 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente)

Leia mais

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira)

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Semana 11 Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 25 TRABALHO E POTÊNCIA

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 25 TRABALHO E POTÊNCIA FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 25 TRABALHO E POTÊNCIA F A θ d B F τ F d P A θ g h d C B F el Kx A t O x x B F at N F 5,00 m A P 12,0 m P A = t (numericamente) O t t Fixação 1) Um corpo de massa igual a 0,50 kg,

Leia mais

Energia Mecânica Trabalho

Energia Mecânica Trabalho Energia Mecânica Trabalho Física_1 EM Profa. Kelly Pascoalino Tópicos da aula: Energia cinética; Teorema da energia cinética (TEC); Energia potencial: gravitacional e elástica; Teorema da energia potencial

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Os exercícios a seguir foram retirados do livro Aulas de Física, volume I, da Editora Atual.

Nome: Nº: Turma: Os exercícios a seguir foram retirados do livro Aulas de Física, volume I, da Editora Atual. Física 2ª Lei de Newton I 2 os anos Hugo maio/12 Nome: Nº: Turma: Os exercícios a seguir foram retirados do livro Aulas de Física, volume I, da Editora Atual. 1. Aplica-se uma força F de intensidade 20

Leia mais

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia )

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) 1) Uma força horizontal de 20 N arrasta por 5,0 m um peso de 30 N, sobre uma superfície horizontal. Os trabalhos realizados pela força de 20 N e pela

Leia mais

Aulas 19 e (Ifsul 2015) Na figura abaixo, está representado um bloco de 2,0 kg sendo pressionado contra a parede por uma força F.

Aulas 19 e (Ifsul 2015) Na figura abaixo, está representado um bloco de 2,0 kg sendo pressionado contra a parede por uma força F. Aulas 19 e 0 TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Considere as leis de Newton e as informações a seguir. Uma pessoa empurra uma caixa sobre o piso de uma sala. As forças aplicadas sobre a caixa na direção do

Leia mais

Lista Recuperação Paralela I Unidade

Lista Recuperação Paralela I Unidade Aluno(a) Turma N o Série 2 a Ensino Médio Data / / 06 Matéria Física Professores Abud/Bahiense Lista Recuperação Paralela I Unidade 01. (FEI-SP) Em uma mola foram penduradas diferentes massas e verificou-se

Leia mais

= 36 = (m/s) = 10m/s. 2) Sendo o movimento uniformemente variado, vem: V = V 0 0 = 10 4,0. T T = 2,5s

= 36 = (m/s) = 10m/s. 2) Sendo o movimento uniformemente variado, vem: V = V 0 0 = 10 4,0. T T = 2,5s 11 FÍSICA Um veículo está rodando à velocidade de 36 km/h numa estrada reta e horizontal, quando o motorista aciona o freio. Supondo que a velocidade do veículo se reduz uniformemente à razão de 4 m/s

Leia mais

Questão 11. Questão 13. Questão 12. Resposta. Resposta. b) a intensidade da força de atrito entre os dois blocos.

Questão 11. Questão 13. Questão 12. Resposta. Resposta. b) a intensidade da força de atrito entre os dois blocos. Questão 11 Um veículo está rodando à velocidade de 36 km/h numa estrada reta e horizontal, quando o motorista aciona o freio. Supondo que a velocidade do veículo se reduz uniformemente à razão de 4 m/s

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 10 TRABALHO ENERGIA POTÊNCIA. Professor Ricardo Fagundes

FÍSICA MÓDULO 10 TRABALHO ENERGIA POTÊNCIA. Professor Ricardo Fagundes FÍSICA Professor Ricardo Fagundes MÓDULO 10 TRABALHO ENERGIA POTÊNCIA Quando um agente externo realiza uma força sobre um sistema fazendo com que a velocidade do sistema sofra variações, dizemos que esse

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Elástica e Trabalho Mecânico

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Elástica e Trabalho Mecânico Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Elástica e Trabalho Mecânico 1. (Uern 2013) A tabela apresenta a força elástica e a deformação

Leia mais

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira)

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Semana 12 Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Energia Mecânica Trabalho

Energia Mecânica Trabalho Energia Mecânica Trabalho Física_1 EM Profa. Kelly Pascoalino Tópicos da aula: Energia cinética; Teorema da energia cinética (TEC); Energia potencial: gravitacional e elástica; Teorema da energia potencial

Leia mais

Professores: Murilo. Física. 3ª Série. 300 kg, que num determinado ponto está a 3 m de altura e tem energia cinética de 6000 J?

Professores: Murilo. Física. 3ª Série. 300 kg, que num determinado ponto está a 3 m de altura e tem energia cinética de 6000 J? Física Professores: Murilo 3ª Série EXERCÍCIOS DE Trabalho, Potência e Energia 1. Um corpo de massa 150 kg, está posicionado 17 m acima do solo. Sabendo que a aceleração da gravidade vale 10 m/s², qual

Leia mais

Energia mecânica. O que é energia?

Energia mecânica. O que é energia? Energia mecânica Energia mecânica O que é energia? Descargas elétricas atmosféricas convertem enormes quantidades de energia elétrica em energia térmica, sonora e luminosa. A ciência define o conceito

Leia mais

ENERGIA MECÂNICA. Considerações Gerais

ENERGIA MECÂNICA. Considerações Gerais SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1º TURMA(S):

Leia mais

Trabalho de uma força

Trabalho de uma força Questão 01 Um bloco de massa m desce escorregando por uma rampa inclinada, inicialmente com velocidade v, até atingir a base inferior da rampa com velocidade 2v, como mostra a figura. Sabendo que não há

Leia mais

Energia Mecânica Sistema Conservativo Nível Básico

Energia Mecânica Sistema Conservativo Nível Básico Energia Mecânica Sistema Conservativo 017 Nível Básico 1. (Pucrj 017) Uma bola de massa 10 g é solta de uma altura de 1, m a partir do repouso. A velocidade da bola, imediatamente após colidir com o solo,

Leia mais

Exemplo. T 1 2g = -2a T 2 g = a. τ = I.α. T 1 T 2 g = - 3a a g = - 3a 4a = g a = g/4. τ = (T 1 T 2 )R. T 1 T 2 = Ma/2 T 1 T 2 = a.

Exemplo. T 1 2g = -2a T 2 g = a. τ = I.α. T 1 T 2 g = - 3a a g = - 3a 4a = g a = g/4. τ = (T 1 T 2 )R. T 1 T 2 = Ma/2 T 1 T 2 = a. Exercícios Petrobras 2008 eng. de petróleo Dois corpos de massa m 1 = 2 kg e m 2 = 1 kg estão fixados às pontas de uma corda com massa e elasticidade desprezíveis, a qual passa por uma polia presa ao

Leia mais

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS DINÂMICA É a parte da Mecânica que estuda as causas e os movimentos. LEIS DE NEWTON 1ª Lei de Newton 2ª Lei de Newton 3ª Lei de Newton 1ª LEI LEI DA INÉRCIA Quando a resultante das forças que agem sobre

Leia mais

= Trabalho de uma força mecânica (J = joule)

= Trabalho de uma força mecânica (J = joule) = Trabalho de uma força mecânica (J = joule) É a energia utilizada ou armazenada. É o ato de colocar, tirar ou transformar a energia sobre um objeto ou sistema. Dizemos que existe trabalho mecânico quando

Leia mais

Parte 2 - PF de Física I NOME: DRE Teste 1

Parte 2 - PF de Física I NOME: DRE Teste 1 Parte 2 - PF de Física I - 2017-1 NOME: DRE Teste 1 Nota Q1 Questão 1 - [2,5 ponto] Um astronauta está ligado a uma nave no espaço através de uma corda de 120 m de comprimento, que está completamente estendida

Leia mais

3ª série LISTA: MECÂNICA. Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Paulo Sérgio DIA:28 MÊS: 06. Segmento temático:

3ª série LISTA: MECÂNICA. Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Paulo Sérgio DIA:28 MÊS: 06. Segmento temático: LISTA: 13 3ª série Ensino Médio Professor(a): Paulo Sérgio Turma: Aluno(a): Segmento temático: MECÂNICA DIA:8 MÊS: 06 017 FORÇA DE ATRITO TRABALHO LEIS DE NEWTON(GERAL) 01 - (PUCCAMP SP/016) Para se calcular

Leia mais

Lista4: Trabalho e Energia

Lista4: Trabalho e Energia Lista 4: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder a questão

Leia mais

3) Considere uma balança de dois pratos, na qual são pesados dois recipientes idênticos, A e B.

3) Considere uma balança de dois pratos, na qual são pesados dois recipientes idênticos, A e B. 1) Ao se observar o movimento da Lua em torno da Terra, verifica-se que, com boa aproximação, ele pode ser considerado circular e uniforme. Aproximadamente, o raio da 4 órbita lunar é 38,88 10 km e o tempo

Leia mais

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS 5ª LISTA DE EXERCÍCIOS DISCIPLINA: Física Geral e Experimental I CURSO: Engenharia de Produção Noturno. 2º termo Prof. Dr. Elton Aparecido Prado dos Reis 01 - Um grupo de pessoas, por intermédio de uma

Leia mais

Lista Básica Aulas 22 e 23 Frente 3

Lista Básica Aulas 22 e 23 Frente 3 TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Considere os dados abaixo para resolver a(s) questão(ões), quando for necessário. Constantes físicas Aceleração da gravidade próximo à superfície da Terra: Aceleração da gravidade

Leia mais

b) - cinética e elástica - cinética, gravitacional e elástica - cinética e gravitacional

b) - cinética e elástica - cinética, gravitacional e elástica - cinética e gravitacional 1) Na figura abaixo, embora puxe a carroça com uma força horizontal de 1,0 x 10 2 N, o burro não consegue tirá-la do lugar devido ao entrave de uma pedra. Qual o trabalho da força do burro sobre a carroça?

Leia mais

Lista 5: Trabalho e Energia

Lista 5: Trabalho e Energia Lista 5: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios sistemas dissipativos

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios sistemas dissipativos 1. (Pucrj 015) Uma bola de tênis de 60 g é solta a partir do repouso de uma altura de 1,8 m. Ela cai verticalmente e quica várias vezes no solo até parar completamente. Desprezando a resistência do ar

Leia mais

Note e adote: - forças dissipativas devem ser ignoradas; - a aceleração local da gravidade é g. a) 2 m g h d / d. b) 2 m g h d / d

Note e adote: - forças dissipativas devem ser ignoradas; - a aceleração local da gravidade é g. a) 2 m g h d / d. b) 2 m g h d / d 1. (Fuvest 015) No desenvolvimento do sistema amortecedor de queda de um elevador de massa m, o engenheiro projetista impõe que a mola deve se contrair de um valor máximo d, quando o elevador cai, a partir

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio olégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de exercícios de Física - 3º Bimestre Nome: Série: 1ªA/B Profa. Kelly N.: / /17 (A) ONTEÚDO PROGRAMÁTIO: A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas Prof. Robson Preparação para a 2ª Fase 1ª lista de Exercícios GABARITO

Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas Prof. Robson Preparação para a 2ª Fase 1ª lista de Exercícios GABARITO Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas Prof. Robson Preparação para a 2ª Fase 1ª lista de Exercícios GABARITO 1 - Um trem e um automóvel caminham paralelamente e no mesmo sentido, um trecho

Leia mais

A fração vaporizada dos oceanos é igual a 1, %, ou seja, praticamente nula.

A fração vaporizada dos oceanos é igual a 1, %, ou seja, praticamente nula. COLÉGIO PEDRO II COLISÕES Prof. Sergio Tobias 1) Suponha que um meteorito de 1,0 10 12 kg colida frontalmente com a Terra (6,0 10 24 kg) a 36 000 km/h. A colisão é perfeitamente inelástica e libera enorme

Leia mais

s (cm)

s (cm) 1. (G1 - ifce 01) Na tabela a seguir, estão representados os espaços [ s] percorridos, em função do tempo [t], por um móvel que parte com velocidade inicial de 10 cm/s, do marco zero de uma trajetória

Leia mais

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova.

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. Física 1 2 a prova 02/07/2016 Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. 1- Assine seu nome de forma LEGÍVEL na folha do cartão de respostas. 2- Leia os enunciados com atenção. 3- Analise sua

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Dinâmica Impulsiva

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Dinâmica Impulsiva Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Dinâmica Impulsiva 1. (Uerj 2012) Observe a tabela abaixo, que apresenta as massas de alguns corpos

Leia mais

Essa vídeo aula tem por objetivo tratar dos conceitos de trabalho, potência e energia.

Essa vídeo aula tem por objetivo tratar dos conceitos de trabalho, potência e energia. Essa vídeo aula tem por objetivo tratar dos conceitos de trabalho, potência e energia. A definição de energia é bastante difícil de ser dada. Uma boa compreensão dessa vem com o conceito de transformação,

Leia mais

Dinâmica. Parte 8 Energia Mecânica. Profa. Kelly Pascoalino

Dinâmica. Parte 8 Energia Mecânica. Profa. Kelly Pascoalino Dinâmica Parte 8 nergia Mecânica Profa. Kelly Pascoalino Na aula anterior (Dinâmica 7), abordamos uma introdução ao conceito de energia e exemplificamos: nergia muscular animal. nergia elétrica. nergia

Leia mais

Trabalho e Energia. = g sen. 2 Para = 0, temos: a g 0. onde L é o comprimento do pêndulo, logo a afirmativa é CORRETA.

Trabalho e Energia. = g sen. 2 Para = 0, temos: a g 0. onde L é o comprimento do pêndulo, logo a afirmativa é CORRETA. Trabalho e Energia UFPB/98 1. Considere a oscilação de um pêndulo simples no ar e suponha desprezível a resistência do ar. É INCORRETO afirmar que, no ponto m ais baixo da trajetória, a) a energia potencial

Leia mais

LISTA EXTRA - UERJ. Desprezando o atrito, o trabalho total, em joules, realizado por F, equivale a: a) 117 b) 130 c) 143 d) 156

LISTA EXTRA - UERJ. Desprezando o atrito, o trabalho total, em joules, realizado por F, equivale a: a) 117 b) 130 c) 143 d) 156 1. (Uerj 01) Uma pessoa empurrou um carro por uma distância de 6 m, aplicando uma força F de mesma direção e sentido do deslocamento desse carro. O gráfico abaixo representa a variação da intensidade de

Leia mais

Física 1. Prof. Marim. Prof. Marim

Física 1. Prof. Marim. Prof. Marim Física 1 Física 1 CONSERVAÇÃO DA ENERGIA MECÂNICA Energia Mecânica A Energia Mecânica de um sistema é a soma da energia cinética (K) com a energia potencial (U). E m e c = K + U A energia total, E, de

Leia mais

FÍSICA LEIS DE NEWTON, FORÇA CENTRÍPETA, TRABALHO E ENERGIA LEIS DE NEWTON. c) 20. d) 10.

FÍSICA LEIS DE NEWTON, FORÇA CENTRÍPETA, TRABALHO E ENERGIA LEIS DE NEWTON. c) 20. d) 10. FÍSICA Prof. Bruno LEIS DE NEWTON, FORÇA CENTRÍPETA, TRABALHO E ENERGIA LEIS DE NEWTON 1. Um trabalhador empurra um conjunto formado por dois blocos A e B de massas 4kg e 6kg, respectivamente, exercendo

Leia mais

Lista de Exercícios de Física

Lista de Exercícios de Física Lista de Exercícios de Física 1º) Suponha que, na figura ao lado, corpo mostrado tenha, em uma energia potencial EP = 20 J e uma energia cinética EC = 10 J. a) qual a energia mecânica total do corpo em?

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS PLANO INCLINADO PROF. PEDRO RIBEIRO

LISTA DE EXERCÍCIOS PLANO INCLINADO PROF. PEDRO RIBEIRO LISTA DE EXERCÍCIOS PLANO INCLINADO PROF. PEDRO RIBEIRO 1 Um bloco de massa m = 10 kg, inicialmente a uma altura de 2 m do solo, desliza em uma rampa de inclinação 30 o com a horizontal. O bloco é seguro

Leia mais

Trabalho e Potência. Engenharia - Física Mecânica, Prof. Simões Trabalho e Potência. Nome: Turma: Identifique a melhor alternativa

Trabalho e Potência. Engenharia - Física Mecânica, Prof. Simões Trabalho e Potência. Nome: Turma: Identifique a melhor alternativa Engenharia - Física Mecânica, Prof. Simões Trabalho e Potência Nome: Turma: Trabalho e Potência Identifique a melhor alternativa 1. (U.F. PE) O gráfico da figura mostra a variação da intensidade da força

Leia mais

Lista de Exercícios de Matemática e Física CEV 2012

Lista de Exercícios de Matemática e Física CEV 2012 Lista de Exercícios de Matemática e Física CEV 01 1) O retângulo, com base no eixo das abcissas, está inscrito numa parábola, conforme figura abaixo. O valor de x que faz esse retângulo ter perímetro máximo

Leia mais

FÍSICA - Lucas SALA DE ESTUDOS 2º TRIMESTRE Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS MUNIZ Nome: nº

FÍSICA - Lucas SALA DE ESTUDOS 2º TRIMESTRE Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS MUNIZ Nome: nº FÍSICA - Lucas SALA DE ESTUDOS º TRIMESTRE Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS MUNIZ Nome: nº Sala de Estudos ENERGIA MECÂNICA, POTÊNCIA E ELETRODINÂMICA 1. (Espcex (Aman) 014) Uma esfera é lançada

Leia mais

Física Energia Mecânica Médio [20 Questões]

Física Energia Mecânica Médio [20 Questões] Física Energia Mecânica Médio [0 Questões] 0 - (UERJ) A figura mostra uma plataforma que termina em arco de circulo. Numa situação em que qualquer atrito pode ser desprezado, uma pequena esfera é largada

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física Atrito e Trabalho de uma força

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física Atrito e Trabalho de uma força Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física Atrito e Trabalho de uma força 1- (PUC-RIO) Uma caixa cuja velocidade inicial

Leia mais

Exemplos de aplicação das leis de Newton e Conservação da Energia

Exemplos de aplicação das leis de Newton e Conservação da Energia Exemplos de aplicação das leis de Newton e Conservação da Energia O Plano inclinado m N Vimos que a força resultante sobre o bloco é dada por. F r = mg sin α i Portanto, a aceleração experimentada pelo

Leia mais

Lista 11: Trabalho. Questões

Lista 11: Trabalho. Questões Lista 11: Trabalho Importante: 1. Ler os enunciados com atenção. 2. Responder a questão de forma organizada, mostrando o seu raciocínio de forma coerente. 3. Siga a estratégia para resolução de problemas

Leia mais

Trabalho Mecânico - T = Fxd e área do gráfico Fxd

Trabalho Mecânico - T = Fxd e área do gráfico Fxd Trabalho Mecânico - T = Fxd e área do gráfico Fxd 1. (Pucrj 2015) Um elevador de 500 kg deve subir uma carga de 2,5 toneladas a uma altura de 20 metros, em um tempo inferior a 25 segundos. Qual deve ser

Leia mais

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2017

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2017 Disciplina: FÍSICA Série/Ano: 1º ANO Professores: BETO e DIOGO Objetivo: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados durante o 1º semestre nos quais apresentou defasagens

Leia mais

F = m g = (N) a) 6, N. mg A. p = = 200 1, p = 2, N/m 2. b) 2, N/m 2

F = m g = (N) a) 6, N. mg A. p = = 200 1, p = 2, N/m 2. b) 2, N/m 2 17 FÍSICA Uma jovem de 60 kg está em pé sobre o assoalho de uma sala, observando um quadro. a) Considerando a aceleração da gravidade igual a 10m/s, determine a força F que ela exerce sobre o assoalho.

Leia mais

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 37 (pág. 94) AD TM TC. Aula 38 (pág. 94) AD TM TC. Aula 39 (pág.

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 37 (pág. 94) AD TM TC. Aula 38 (pág. 94) AD TM TC. Aula 39 (pág. Física Setor rof.: Índice-controle de Estudo ula 37 (pág. 94) D TM TC ula 38 (pág. 94) D TM TC ula 39 (pág. 94) D TM TC ula 40 (pág. 94) D TM TC ula 4 (pág. 98) D TM TC ula 4 (pág. 00) D TM TC ula 43 (pág.

Leia mais

A T E N Ç Ã O. FERA, esse material é provisório para que você não fique sem material para estudar hoje, 06 de abril.

A T E N Ç Ã O. FERA, esse material é provisório para que você não fique sem material para estudar hoje, 06 de abril. A T E N Ç Ã O FERA, esse material é provisório para que você não fique sem material para estudar hoje, 06 de abril. Por motivos vários, os vídeos postados hoje Apresentam o conteúdo, mas não apresentam

Leia mais

A esfera é colocada em repouso na pista, na posição de abscissa x x 1,

A esfera é colocada em repouso na pista, na posição de abscissa x x 1, 1. (G1 - ifsc 015) A figura desta questão mostra uma bola de gude, de massa m, presa por uma barra rígida de massa desprezível, de comprimento, a uma haste engastada na parede. Considerando a aceleração

Leia mais

Lista 20 Revisão de Impulso e Quantidade de Movimento

Lista 20 Revisão de Impulso e Quantidade de Movimento Lista 0 Revisão de Impulso e Quantidade de Movimento 1. (Espcex (Aman) 017) Um cubo de massa 4 kg está inicialmente em repouso sobre um r plano horizontal sem atrito. Durante 3 s, aplica-se sobre o cubo

Leia mais

Revisão Trabalho Energia MHS EsPCEx 2018 Prof. Douglão

Revisão Trabalho Energia MHS EsPCEx 2018 Prof. Douglão Revisão Trabalho Energia MHS EsPCEx 018 Prof. Douglão 1. Uma pedra com 6 kg de massa está em repouso e apoiada sobre uma mola vertical. A força peso da pedra gera uma compressão de 10 cm na mola (Figura

Leia mais

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão)

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) Semana 8 Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

DINÂMICA IV. Dado: g = 10m/s 2 a) 3 cm b) 4 cm c) 5 cm d) 6 cm e) 7 cm

DINÂMICA IV. Dado: g = 10m/s 2 a) 3 cm b) 4 cm c) 5 cm d) 6 cm e) 7 cm DINÂMICA IV 1. (Mackenzie 009) Um bloco A, de massa 6 kg, está preso a outro B, de massa 4 kg, por meio de uma mola ideal de constante elástica 800 N/m. Os blocos estão apoiados sobre uma superfície horizontal

Leia mais

MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO. O valor do número real que satisfaz a equação =5 é. A) ln5. B) 3 ln5. C) 3+ln5. D) ln5 3. E) ln5 2ª QUESTÃO

MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO. O valor do número real que satisfaz a equação =5 é. A) ln5. B) 3 ln5. C) 3+ln5. D) ln5 3. E) ln5 2ª QUESTÃO MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO O valor do número real que satisfaz a equação =5 é A) ln5 B) 3 ln5 C) 3+ln5 D) ln5 3 E) ln5 ª QUESTÃO O domínio da função real = 64 é o intervalo A) [,] B) [, C), D), E), 3ª QUESTÃO

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios campo elétrico

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios campo elétrico 1. (Upf 01) Uma pequena esfera de 1,6 g de massa é eletrizada retirando-se um número n de elétrons. Dessa forma, quando a esfera é colocada em um campo elétrico uniforme de 1 10 N C, na direção vertical

Leia mais

0; v 108 km/h 30 m/s; Δt 10s.

0; v 108 km/h 30 m/s; Δt 10s. t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO [C] Dados: v0 0; v 108 km/h 30 m/s; Δt 10s. Como o movimento é reto, o módulo da aceleração é igual ao módulo da aceleração escalar: Δv 30 a a 3 m/s. Δt 10 Aplicando o princípio

Leia mais

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 06 PLANO INCLINADO

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 06 PLANO INCLINADO FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 06 PLANO INCLINADO P T P N θ P Como pode cair no enem? Uma máquina utiliza um carrinho para retirar carvão do interior de uma mina, puxando-o, sobre um plano inclinado, por meio

Leia mais

Potência e Rendimento

Potência e Rendimento Potência e Rendimento 1. (Pucrs 015) Uma caixa com um litro de leite tem aproximadamente 1,0 kg de massa. Considerando g 10 m / s, se ela for levantada verticalmente, com velocidade constante, 10cm em

Leia mais

TRABALHO E POTÊNCIA. PROF.Silveira jr

TRABALHO E POTÊNCIA. PROF.Silveira jr PROF.Silveira jr TRABALHO E POTÊNCIA 1. (Uemg 017) Uma pessoa arrasta uma caixa sobre uma superfície sem atrito de duas maneiras distintas, conforme mostram as figuras (a) e (b). Nas duas situações, o

Leia mais

Energia, potência e trabalho. Camyla Moreno

Energia, potência e trabalho. Camyla Moreno Energia, potência e trabalho. Camyla Moreno Energia Encontramos na natureza diversos tipo de energias, como a energia térmica, energia elétrica, a energia nuclear entre outras. UNIVERSIDADE FEDERAL DE

Leia mais

EQUAÇÃO DE TORRICELLI E LANÇAMENTO VERTICAL EXERCÍCIOS

EQUAÇÃO DE TORRICELLI E LANÇAMENTO VERTICAL EXERCÍCIOS EQUAÇÃO DE TORRICELLI E LANÇAMENTO VERTICAL EXERCÍCIOS 1. Uma partícula, inicialmente a 2 m/s, é acelerada uniformemente e, após percorrer 8 m, alcança a velocidade de 6 m/s. Nessas condições, sua aceleração,

Leia mais

IETAV System- CGC: / Fone/Fax: (24)

IETAV System- CGC: / Fone/Fax: (24) 1 ASSUNTO: ENERGIA CURSO PRÉ-VESTIBULAR FÍSICA AULA 13 E 14 Esta aula é composta pelo texto da apostila abaixo e por um link de acesso à AULA VIRTUAL gravada. Estude com atenção o texto antes de acessar

Leia mais

Treino Gráficos de Energia

Treino Gráficos de Energia 1. As moléculas que compõem o ar estão em constante movimento, independentemente do volume no qual estejam contidas. Ludwig Boltzmann (1844-1906) colaborou para demonstrar matematicamente que, em um determinado

Leia mais

COLEGIO DOMINUS VIVENDI LISTA DE EXERCICIOS DE FISICA PARA ESTUDOS COM RESOLUÇÃO PROFESSOR ANDERSON

COLEGIO DOMINUS VIVENDI LISTA DE EXERCICIOS DE FISICA PARA ESTUDOS COM RESOLUÇÃO PROFESSOR ANDERSON COLEGIO DOMINUS VIVENDI LISTA DE EXERCICIOS DE FISICA PARA ESTUDOS COM RESOLUÇÃO PROFESSOR ANDERSON 3ª Lei de Newton 1. Um martelo acerta um prego com uma força de 4,0 kgf. Existe, neste caso, a reação?

Leia mais

Gráficos de M.U.V. Movimento Uniformemente Variado Velocidade pelo Tempo

Gráficos de M.U.V. Movimento Uniformemente Variado Velocidade pelo Tempo Gráficos de M.U.V. Movimento Uniformemente Variado Velocidade pelo Tempo 1. (Uerj 015) Em uma pista de competição, quatro carrinhos elétricos, numerados de I a IV, são movimentados de acordo com o gráfico

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 3 Bimestre Física Conteúdo: A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa de recuperação: Aplicação da 2ª Lei e Newton: Força Peso, Força

Leia mais

NOME: N O : TURMA: 1. PROFESSOR: Glênon Dutra

NOME: N O : TURMA: 1. PROFESSOR: Glênon Dutra Apostila de Revisão n 5 DISCIPLINA: Física NOME: N O : TURMA: 1 PROFESSOR: Glênon Dutra DATA: Mecânica - 5. Trabalho e Energia 5.1. Trabalho realizado por forças constantes. 5.2. Energia cinética. 5.3.

Leia mais

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Um atleta deseja percorrer 25 km em 2 h. Por dificuldades encontradas no trajeto, percorre 10 km com a velocidade média de 8 km/h.

Leia mais

Rafael Machado dos Santos Assinatura do docente: Data: / /

Rafael Machado dos Santos Assinatura do docente: Data: / / Curso : Engenharia civil Disciplina: Física Geral e Experimental 1 Professor(a): Nome do Aluno(a): Lista de Exercícios 01) Um homem de massa 75 kg sobe uma escada com 15 degraus em 10 s. Cada degrau possui

Leia mais

Física. Física Módulo 1 Energia Potencial e Conservação da Energia

Física. Física Módulo 1 Energia Potencial e Conservação da Energia Física Módulo 1 Energia Potencial e Conservação da Energia No capitulo anterior: Trabalho, Energia Cinética, Potência O trabalho das forças resultantes que agem sobre um corpo é dado por: W res = F x ou

Leia mais

LISTA PARA RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 PROFESSOR GUSTAVO SABINO

LISTA PARA RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 PROFESSOR GUSTAVO SABINO LISTA PARA RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 PROFESSOR GUSTAVO SABINO 1. Sobre uma partícula P agem quatro forças, representadas na figura abaixo. O módulo da força resultante sobre a partícula é de: a) 5 N b) 24

Leia mais

1 a Questão: (2,0 pontos)

1 a Questão: (2,0 pontos) a Questão: (, pontos) Um bloco de massa m, kg repousa sobre um plano inclinado de um ângulo θ 37 o em relação à horizontal. O bloco é subitamente impulsionado, paralelamente ao plano, por uma marretada,

Leia mais

5ª AVALIAÇÃO TRADICICIONAL 5ª AVALIAÇÃO TRADICIONAL/2017 3ª SÉRIE / PRÉ-VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE FÍSICA RESOLUÇÃO ATENÇÃO!

5ª AVALIAÇÃO TRADICICIONAL 5ª AVALIAÇÃO TRADICIONAL/2017 3ª SÉRIE / PRÉ-VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE FÍSICA RESOLUÇÃO ATENÇÃO! 5ª AVALIAÇÃO TRADICIONAL/017 3ª SÉRIE / PRÉ-VESTIBULAR PROVA DISCURSIVA DE FÍSICA RESOLUÇÃO ATENÇÃO! Duração total das provas discursivas + REDAÇÃO: 5 horas 1 1ª Questão (Lugon) Recentemente, a sonda New

Leia mais

Física. Polícia Rodoviária Federal

Física. Polícia Rodoviária Federal CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Física Período: 2008-2017 Sumário Física... 3 Cinemática escalar... 3 Dinâmica... 3 Trabalho, energia, impulso e quantidade de movimento... 3 Estática... 5 Ondas... 6 Gabarito...

Leia mais

Física I para a Escola Politécnica ( ) - SUB (03/07/2015) [0000]

Física I para a Escola Politécnica ( ) - SUB (03/07/2015) [0000] Física I para a Escola Politécnica (330) - SUB (03/0/0) [0000] NUSP: 0 0 0 0 0 0 0 3 3 3 3 3 3 3 8 8 8 8 8 8 8 9 9 9 9 9 9 9 Instruções: preencha completamente os círculos com os dígitos do seu número

Leia mais

Física I Reposição 2 3/12/2014

Física I Reposição 2 3/12/2014 Nota Física I Reposição 3/1/014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 6 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 14

Leia mais