Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org"

Transcrição

1 Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

2 Plano de estrutura do escritório de São Paulo Secretariado Internacional e evento FSM Com o retorno do evento FSM para o Brasil, o escritório da Secretaria do FSM, localizado em São Paulo, volta a assumir um duplo papel, o de acompanhar o processo FSM em nível internacional e o de apoio à organização do evento. Ele atua como área executiva e de apoio ao Comitê Organizador do FSM 2005, atualmente composto por 24 organizações, e, ao mesmo tempo, como apoio ao Secretariado. São tarefas do Comitê Organizador: - Definir o lay-out do evento em POA (utilização dos espaços da cidade para o evento); - Definir a programação geral do FSM 2005, exceto a parte que depende da Metodologia do CI; - Desdobrar no programa geral as decisões metodológicas e de programação do CI; - Definir formas de entrosamento das iniciativas culturais no conjunto do evento FSM; - Apoiar os grupos de trabalho de articulações temáticas pós consulta para FSM 2005; - Articular as iniciativas para Porto Alegre 2005 com os fóruns que estão sendo organizados para acontecer até lá (Triple Fronteira, Triângulo Mineiro, Nordestino etc.) São tarefas do Secretariado, de acordo com a reunião do CI, realizada em Porto Alegre, em 2003: - estimular e apoiar os fóruns regionais e temáticos; - facilitar a realização das reuniões do CI e seus grupos de trabalho; - assegurar o processo de comunicação do FSM; - assegurar a sistematização da memória do processo; - apoiar a busca de fundos para o processo FSM. Nas reuniões posteriores de planejamento das atividades do Secretariado, do CI e de suas comissões, avançou-se na compreensão de que as duas tarefas principais do Secretariado dizem respeito à expansão do processo (internacionalmente mas também nacionalmente buscando seu enraizamento) e comunicação. Memória FSM memoriafsm.org 1

3 Os novos desafios que se apresentam para o processo, representados principalmente pela nova metodologia que se tenta implementar para o processo - apontam para a definição urgente de um plano de ampliação do escritório de São Paulo e de estabelecimento de uma estrutura forte de escritório em Porto Alegre que dê conta do duplo papel assumido pelo Secretariado, que integra também o Comitê Organizador do FSM2005. Em julho de 2004, com nova metodologia e desafios maiores para 2005 e sem escritório de apoio local em Porto Alegre, a estrutura existente no escritório de São Paulo é inferior à situação de julho de Enquanto em 2002, a equipe era composta por 07 profissionais contratados em regime integral; em 2004, a equipe conta com 04 profissionais em regime integral, 02 em meio período e 02 estagiários de meio período. Regime de contratação Jul Jul Período integral Meio período Estágio Ao contrário do que parece, a situação atual reflete um amadurecimento para o fato de que a ampliação do escritório, cuja necessidade foi indiretamente apontada nos diversos planos de trabalho dos GTs do CO e também pelo grupo responsável pela metodologia, deve seguir um calendário, que considere um período inicial, de planejamento e definição das atividades e do calendário de trabalho; um período intermediário, de início da execução das tarefas previstas no planejamento, e um final, que engloba o mês e meio que antecede o evento e o evento propriamente dito. Na reestruturação do escritório de São Paulo, é necessário considerar também que muitas atividades terão um espelho relacionado na estrutura de Porto Alegre ou, em alguns casos, serão tarefas que poderão ser cumpridas em qualquer um dos escritórios. Essas dimensões estarão mais claras após o planejamento global de aqui até janeiro de 2005, a ser realizado com o escritório de Porto Alegre. Significativo o fato de o número de atividades sob responsabilidade do CO ter sido reduzido praticamente a ZERO, o que significa que uma enorme tarefa de gestão Memória FSM memoriafsm.org 2

4 dos convidados (envio de convite, telefonemas para confirmação, alocação em hotéis e, às vezes, emissão de passagens e suas modificações, gestão de rede de traslado dos convidados) ficará a cargo direto dos grupos aglutinadores. Parte desse trabalho, entretanto, continuará a existir no âmbito da comunicação (conferencistas confirmados e info sobre locais onde estarão hospedados, para gestão da assessoria de imprensa) e da metodologia (especialmente no que diz respeito à memória). ESCRITÓRIO DE SÃO PAULO *Estrutura em núcleos de atividades, vinculados à uma coordenação geral. COORDENAÇÃO NÚCLEO RELAÇÕES INSTITUCIONAIS - CO, CI, GTs, Comissões, Secretariado internacional NÚCLEO METODOLOGIA - análise da consulta; acompanhamento dos grupos aglutinadores (contato freqüente); confirmações das grandes atividades e sistematização de documentos e info sobre participantes NÚCLEO CULTURA - relação com núcleo de metodologia NÚCLEO MOBILIZAÇÃO - relação com comissão de expansão do CI NÚCLEO TRADUÇÃO - relação com comunicação e software livre NÚCLEO INSCRIÇÕES - relação com metodologia e mobilização Memória FSM memoriafsm.org 3

5 NÚCLEO RECURSOS/APOIO GERAL NÚCLEO COMUNICAÇÃO - núcleo totalizante: relação com todos os demais núcleos, pelos quais é alimentado - Mundo FSM: organizações e mídia alternativa - Público externo: mídia comercial e público em geral - Tecnologia (site, instrumentos de comunicação e de divulgação) Cada um desses núcleos tem um plano específico de trabalho que implicará numa ampliação gradativa da equipe de aqui até janeiro de 2005 e, necessariamente, da infraestrutura de escritório (computadores, móveis, linhas telefônicas). Memória FSM memoriafsm.org 4

6 MÊS METODOLOGIA CULTURA MOBILIZAÇÃO TRADUÇÃO Análise dos dados preliminares da consulta; identificação de ausëncias; Definição do plano de trabalho e calendário; definição em relação Definição de plano e agenda de mobilização; identificação das Jul. planejamento das ações posteriores, ao modo de inscrições de tarefas pontuais e rotineiras; equipe necessária e calendário; atividades; início da discussão mapeamento do perfil de fechamento da proposta de ficha de sobre critérios para a organização ausentes; definição de estratégia inscrição de atividades de atividades no FSM 2005 para ampliar participação Ago. Elaboração de kit para Definição dos grupos aglutinadores e Definição dos critérios e da ficha mobilização para o processo metodologia de trabalho e de grupos; de inscrição de atividades; (jornal, folder, cartaz, manual e testes finais da base de inscrição; organização de seminário multimídias); realização da identificação dos recursos necessários internacional de cultura; reuniões Plenária Nacional de para o trabalho dos grupos do GT Mobilização Set. Implementação da ferramenta para Organização de lançamento do Início das inscrições de trabalho dos grupos; início das FSM em POA e outros locais atividades culturais; divulgação; inscrições; acompanhamento e (junto com início das inscrições) acompanhamento das reuniões monitoramento das inscrições; Impulso à formação de comitês dos GTs; elaboração de relatórios estímulo às aglutinações; de mobilização (locais, regionais, sobre as inscrições; mobilização sistematização de documentos; nacionais e internacionais) para de ausentes relatórios quinzenais de avaliação realização de fóruns Out. Acompanhamento e monitoramento Acompanhamento das inscrições Lançamento: FSE, FSNordeste das inscrições; relatórios quinzenais de atividades culturais e dos Recolhimento de solicitações de Planejamento das tarefas e definição do calendário de atividades e equipe de execução; preparação de material de mobilização; chamamento Nomad Organização de plenárias de mobilização Babels/Nomad em POA, SP, RJ, SC, PR, países do Mercosul; definição de formas de apoio da prefeitura Atividade com Nomad em POA; Início dos testes dos intérpretes voluntários (POA, SP, RJ, SC, PR etc.); Relatórios parciais de avaliação; Nova campanha de mobilização Mais testes de intérpretes; reunião durante FSE; início da reserva de Memória FSM memoriafsm.org 1

7 de avaliação; estímulo às projetos em andamento; isenções de inscrições passagens e alojamento; relatório aglutinações; sistematização de sistematização inicial de espaços parcial de necessidades de documentos; encerramento das necessários tradução (a partir de programação inscrições de atividades; possível inscrita); definição de espaços reunião pós-fse necessários Confirmação das atividades; Sistematização final de Lançamento: FS Chile Reunião em Porto Alegre; testes realização de seminário de passagem atividades, grupos culturais e Resposta às solicitações de finais dos sistemas de tradução; Nov. (definir local); alocação de datas e horários; identificação de temas espaços necessários para essas atividades específicas durante o isenções; acompanhamento das necessidades de logística para checagem de espaços e necessidades logísticas ausentes ou da conjuntura; envio de FSM; alocação de espaços para mov pops (transporte, (alimentação, acomodação etc.) convites formais (se necessário) as atividades confirmadas acomodação) específicas Babels/Nomad Dez. Alocação de espaços; divulgação das atividades; tradução e definição do formato do programa Definição do formato da programação de cultura (teatro, filme, exposição, performance etc.); tradução da programação Lançamento: FS Africano; acompanhamento das necessidades de logística para mov pops Revisão da tradução da programação** (campos na ficha); divisão inicial de tradutores/salas/atividades Diagramação, revisão e impressão da Diagramação, revisão e Acompanhamento da logística de Organização logística de água; Jan. programação; sistematização das impressão da programação; acomodação e credenciamento; contratação de telefones; reunião erratas sistematização das erratas reunião em POA com comitês pós-fsm: avaliação e calendário Construção de processo de avaliação Construção de processo de Fev. da metodologia; sistematização da avaliação do trabalho realizado; memória prestação de contas Memória FSM memoriafsm.org 2

8 MÊS INSCRIÇÕES RELAÇÕES INSTITUCIONAIS COMUNICAÇÃO APOIO GERAL/RECURSOS Jul. Definição do calendário de inscrições, fichas de orgs/delegados/atividades e custos das inscrições e sistema de pagamento; acompanhamento do desenvolvimento da base (testes) Definição de calendário: reuniões do CO, Secretariado; comissões do CI; GTs; Alimentação de listas; Monitoramento e circulação de Definição do plano de trabalho e equipe necessária; montagem de equipe inicial; definição de projeto inicial para novo site Planejamento global com orçamento preliminar eventoprocesso para ; elaboração de orçamentos; definição do calendário de interfaces pública e administrativa informações para as listas do CO, atividades Ago. Definição de novos mecanismos a serem implementados sobre atividades; iimplementação dos mecanismos; testes exaustivos da base e alterações finais Secretariado, comissões e GTs; Apoio geral à organização de reuniões do CI, CO e Secretariado; Apoio à organização da reunião Definição de programação visual de materiais para o FSM e dos critérios para o credenciamento da mídia para o FSM 2005 Fechamento de projeto global com estimativa final de orçamento (evento-processo); Elaboração de projetos específicos de captação Início das inscrições de orgs, das comissões de Metodologia e Organização de lançamento do indivíduos, atividades e pagamentos; Conteúdo e Temática (SP); FSM em POA e outros locais; Monitoramento dos inscritos; reuniões do CO (3 e 17/8) e Acompanhamento do Set. resolução de dúvidas ( e Secretariado (10/8) e do CI, em desenvolvimento da base de Captação de recursos telefone); emissão de relatórios POA (data a definir), assim como credenciamento da mídia; periódicos; interface com escritório de comissões do CI organização de seminário sobre o relacionado à logística Apoio à organização de FSM para a mídia em geral Memória FSM memoriafsm.org 3

9 seminário de passagem entre Lançamento durante o FSE e Monitoramento das inscrições e inscrições e evento (metodologia) FSNordeste; pagamentos; recolhimento de pedidos Apoio geral ao CO e Secretariado Início das inscrições para a mídia Captação de recursos; Out. de isenção; validação de atividades nas atividades em âmbito alternativa e comercial; contratações de serviços para o (até 15/11); encerramento das nacional ou internacional Definição das necessidades de FSM inscrições de atividades (30/10) (logística da viagem, infra-estrutura de mídia; sistematização de agenda durante inscrições para a Ciranda Inscrições de indivíduos e eventos etc.) Lançamento: FS Chile Nov. organizações continua (sem atividades) até 30/11 Definição do formato do credenciamento (a partir dos relatórios Elaboração de relatórios das reuniões do CO e Secretariado Coletiva em POA e SP (anúncio da programação do FSM?); Organização de seminário para a mídia em geral (especialmente Captação de recursos; contratações de serviços para o FSM de pagos/não pagos e nº de inscritos) Ciranda) de organização da Dez. Divulgação sobre formato do credenciamento em POA e inscrições de última hora cobertura; Lançamento: FS Africano; acompanhamento do credenciamento de mídia contratações de serviços para o FSM Treinamento do pessoal do Acompanhamento do Jan. credenciamento; acompanhamento do credenciamento; relatórios do credenciamento; atendimento à imprensa; produção de releases e contratações de serviços para o FSM credenciamento para imprensa conteúdo para o site Memória FSM memoriafsm.org 4

10 Fev. Processo de avaliação; sistematização final dos números de participantes Avaliação; sistematização dos números de mídia e memória Prestação de contas Memória FSM memoriafsm.org 5

11 QUADRO DE PESSOAL POR NÚCLEO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO GERAL METODOLOGIA CULTURA TRADUÇÃO Isabel Pode crescer com: Paulo Fontes Maíra Regina (cresce somente durante o evento ver projetos) MOBILIZAÇÃO Isabel Graziela (Necessidade de contratação por serviço de Itair, em POA) COMUNICAÇÃO Patrícia APOIO GERAL/RECURSOS INSCRIÇÕES RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Marcelo (apoio) Necessidade de crescer já com: Kelly???? (é preciso contratar) Ana Roberta Isabel Daniel Merli Carla Prates (imprensa e Vanderley Carol substituição da Fernanda) Marcos estagiário/a substituto/a da Graziela Memória FSM memoriafsm.org 6

12 EVOLUÇÃO DA EQUIPE Jul. Ago. Set. Out Nov Dez. Jan. Fev São Paulo Porto Alegre Memória FSM memoriafsm.org 7

13 Incluir no orçamento: - infra-estrutura de media center (300 computadores) - crachás, programação, cabos, fitas de vídeo - Itair e apoio extra Babels em POA - Apoio para estagiário Alternatives e Arci durante meses sem apoio - Custos de passagens GT Comunicação - Custos de viagens, diárias e hospedagem em dezembro/janeiro - Soma de tudo e comparação com orçamento preliminar de maio Memória FSM memoriafsm.org 5

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Detalhamento dos itens do orçamento 1. Planejamento, coordenação e articulação do FSM 2003 - Organização

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FÓRUM SOCIAL MUNDIAL 2002 DETALHAMENTO DE ATIVIDADES Secretaria Executiva/SP Comitê Organizador

Leia mais

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org ÁREAS DE TRABALHO RESPONSÁVEL INTERLOCUTOR INTERFACE APOIO ARTICULAÇÃO Comitê Organizador Carla

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org REFORMULAÇÃO DO SITE FSM (www.forumsocialmundial.org.br) O processo FSM passa por uma nova fase

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Relatório de atividades desenvolvidas - FSM 2005 Marcelo Daniliauskas Atividades desenvolvidas antes

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FUNCIONAMENTO DO ESCRITÓRIO (estrutura operativa permanente: escritório, site, imprensa e recursos)

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FSM 2009 Informações Gerais Onde e em que espaços o FSM 2009 será realizado? Na cidade de Belém,

Leia mais

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Atividades de comunicação no FSM ÍNDICE 1. GT de Comunicação 2. Assessoria de imprensa/produção

Leia mais

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória memoriafsm.org CENÁRIO DOS ESPAÇOS NO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL Pontos Fortes Potencialidades Dificuldades Estrangulamentos

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Tipos de credenciais Observador Crachás destinados aos participantes que se cadastraram na categoria

Leia mais

Manual de Eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual (CERV) Versão 0.4

Manual de Eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual (CERV) Versão 0.4 Manual de Eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual (CERV) Versão 0.4 Este manual tem o objetivo de servir como guia para a organização de eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual. Quaisquer

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília Nome do Evento: Fórum Mundial de Direitos Humanos Tema central: Diálogo e Respeito às Diferenças Objetivo: Promover um

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL A coordenadoria do projeto Laboratório de Cultura Digital, vinculado ao Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, torna pública a seleção de equipe para o referido projeto, conforme previsto

Leia mais

Transporte compartilhado (a carona solidária)

Transporte compartilhado (a carona solidária) Quer participar da Semana de Economia Colaborativa, mas você não sabe qual atividade organizar? Este guia fornece algumas sugestões de atividades e informações gerais sobre como participar neste espaço

Leia mais

PORTARIA Nº 144, de 20 de outubro de 2009.

PORTARIA Nº 144, de 20 de outubro de 2009. PORTARIA Nº 144, de 20 de outubro de 2009. O Presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, fundação pública instituída pelo art. 1º do Decreto nº 524, de 19 de maio de

Leia mais

Conhecimentos Gerais. Conhecimentos Específicos. Atividades Gerais. Cargo: Auxiliar Administrativo Área: Instituto de Educação e Ciências

Conhecimentos Gerais. Conhecimentos Específicos. Atividades Gerais. Cargo: Auxiliar Administrativo Área: Instituto de Educação e Ciências Cargo: Auiliar Administrativo Área: nstituto de Educação e Ciências Conhecimentos Gerais N B D N B D N B D Operação de equipamento de escritório Rotinas Administrativas Atendimento a Clientes Serviços

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FSM 2009: ENCONTRO SEM FRONTEIRAS AMAPÁ/SURINAME/GUIANAS TEMA: MIGRAÇÕES HUMANAS & DIREITOS HUMANOS

Leia mais

PROJETO IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA: MODALIDADE PRODUTO

PROJETO IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA: MODALIDADE PRODUTO INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA PROJETO IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA: MODALIDADE PRODUTO 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratar consultoria por produto para formular

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Um Outro Mundo é Possível Fórum Social Mundial 2005 Porto Alegre (Brasil) 26 a 31 de janeiro de

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Caras amigas e caros amigos Desde o início do ano, os movimentos e organizações sociais têm se manifestado

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FSM2009 EVENTO EM BELÉM 1,67 Período: Abril/2008 até Janeiro/2009 Item Orçamentário Sociedade Civil

Leia mais

Mobilização e Participação Social no

Mobilização e Participação Social no SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Mobilização e Participação Social no Plano Brasil Sem Miséria 2012 SUMÁRIO Introdução... 3 Participação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE COLABORADORES VOLUNTÁRIOS PARA I EDIÇÃO DOS JOGOS MUNDIAIS DOS POVOS INDÍGENAS

EDITAL DE SELEÇÃO DE COLABORADORES VOLUNTÁRIOS PARA I EDIÇÃO DOS JOGOS MUNDIAIS DOS POVOS INDÍGENAS EDITAL DE SELEÇÃO DE COLABORADORES VOLUNTÁRIOS PARA I EDIÇÃO DOS JOGOS MUNDIAIS DOS POVOS INDÍGENAS O Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA), por meio da Coordenação de Extensão e Assuntos

Leia mais

NÚCLEO NÓS PODEMOS BAHIA. Plano de Ação. Articular e integrar os segmentos da sociedade e recursos para desenvolver ações que contribuam

NÚCLEO NÓS PODEMOS BAHIA. Plano de Ação. Articular e integrar os segmentos da sociedade e recursos para desenvolver ações que contribuam NÚCLEO NÓS PODEMOS BAHIA Plano de Ação A - MISSÃO Articular e integrar os segmentos da sociedade e recursos para desenvolver ações que contribuam diretamente para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento

Leia mais

Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação

Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação pública (Projeto) PPG-AU/UFBA Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo 1 Contexto e justificativa Odesenvolvimento

Leia mais

REGIMENTO. Capítulo I - DAS FINALIDADES E OBJETIVOS. Capítulo II - DA ORGANIZAÇÃO

REGIMENTO. Capítulo I - DAS FINALIDADES E OBJETIVOS. Capítulo II - DA ORGANIZAÇÃO REGIMENTO Capítulo I - DAS FINALIDADES E OBJETIVOS Art.1º - O 18º Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem / SENPE, promovido Associação Brasileira de Enfermagem / ABEn Nacional e realizado pela Associação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM REGIMEN TO INTERNO CAPÍTULO I Das finalidades e objetivos Art. 1º A 9ª JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA doravante denominado (9ª. JBEGG), acontecerá na cidade de Fortaleza, de

Leia mais

Procedimentos para Organização de Eventos da SBF. Aos Coordenadores

Procedimentos para Organização de Eventos da SBF. Aos Coordenadores Procedimentos para Organização de Eventos da SBF Aos Coordenadores Atenção: Os preparativos dos eventos devem começar, no mínimo, oito meses antes. 1) CONSIDERAÇÕES GERAIS Esta cartilha de instruções destina-se

Leia mais

Abordagens metodológicas na Elaboração de Planos Municipais de Saneamento Básico.

Abordagens metodológicas na Elaboração de Planos Municipais de Saneamento Básico. Seminário Política e Planejamento do Saneamento Básico na Bahia: Desafios e Perspectivas da Implementação Abordagens metodológicas na Elaboração de Planos Municipais de Saneamento Básico. Danilo Gonçalves

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org CENTRAL DE COMUNICAÇÃO DO FSM 2005 A Central de Comunicação do V FSM estará localizada na Usina

Leia mais

Mulheres Periféricas

Mulheres Periféricas PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, fevereiro de 2011 Mulheres Periféricas Proponente RG: CPF: Rua Fone: E-mail: 1 Índice Dados do Projeto

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Relatório da reunião do CO FSM 2005 30/06/2004 São Paulo - SP Presentes: Comitê Organizador: Antonio

Leia mais

Congresso Nacional de Negras e Negros do Brasil Construindo um Projeto Político do Povo Negro para o País

Congresso Nacional de Negras e Negros do Brasil Construindo um Projeto Político do Povo Negro para o País PLANO DE COM UNICAÇÃO, MÍDIA E DIVULGAÇÃO Elaboração: Ebomy Conceição Reis d' Ógùm- Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro- Brasileira Marcio Alexandre Martins Gualberto Coletivo de Entidades Negras

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO CUNI Nº 085, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2011. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Lavras, no uso de suas atribuições regimentais, e tendo em vista o que foi deliberado

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultor para a elaboração e execução do Projeto Conceitual e do Planejamento

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ HOSPITAL OPHIR LOYOLA - HOL DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA - DEP

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ HOSPITAL OPHIR LOYOLA - HOL DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA - DEP GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ HOSPITAL OPHIR LOYOLA - HOL DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA - DEP ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS 1. Preencher Requerimento padrão solicitando o evento, encaminhando-o

Leia mais

SINOPSE DE PROJETO DO CONFEA. Nome do(a) Gestor(a) Descrição do Projeto (escopo ou delimitação)

SINOPSE DE PROJETO DO CONFEA. Nome do(a) Gestor(a) Descrição do Projeto (escopo ou delimitação) SINOPSE DE PROJETO DO CONFEA Parte I Identificação do Projeto PLANEJAMENTO DO SISTEMA CONFEA/CREA VINÍCIO DUARTE FERREIRA Cláudio França de Araújo Nome do Projeto Nome do(a) Coordenador(a) Nome do(a) Gestor(a)

Leia mais

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: "Profissional Autonoma Abril 2009

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

Revisto e aprovado por Kâmia Preparado por Glayson Ferrari - Coordenador Executivo do PEA

Revisto e aprovado por Kâmia Preparado por Glayson Ferrari - Coordenador Executivo do PEA PNUD Angola PEA - Programa Empresarial Angolano Marco Lógico do Programa - 2011 Resultado Geral Revisto e aprovado por Kâmia Preparado por Glayson Ferrari - Coordenador Executivo do PEA Carvalho - Coordenadora

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Grupo de Trabalho de Comunicação Documento produzido a partir de texto de Roberto Sávio, contribuição

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

VII Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão

VII Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA VII Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão 24-26 de Novembro de 2015 Alegrete, RS Saberes que movem o Pampa Plano de Apoiadores Saberes que movem o Pampa O conhecimento

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1 Planejamento Estratégico 2007 2008 Objetivo Estratégico: Estimular criação / desenvolvimento e fortalecimento de programas estaduais e setoriais. Quatro Projetos da Equipe 1 revisão em 26/09/2007 Missão:

Leia mais

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO 1 - Descrição do Plano de Gerenciamento detempo (PMBOK) O gerenciamento de tempo do projeto inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo.

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org De 27 de janeiro a 1º fevereiro de 2009 Belém Pará Brasil Pan-Amazônia O que é o Fórum Social Mundial?

Leia mais

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap) torna público o regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal.

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Projeto FSM Belém 2009 O FSM é um espaço de debate democrático de idéias, aprofundamento da reflexão,

Leia mais

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A.

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS COMITÊS COMITÊ DE FINANÇAS E ORÇAMENTO APROVADO PELO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM 24 DE SETEMBRO DE 2014 SUMÁRIO I INTRODUÇÃO

Leia mais

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 Publicado no Jornal Correio Paranaense Em, 04.06.2008 Dispõe sobre a Estrutura Regimental da Secretaria Municipal de Governo. O Prefeito Municipal de São José dos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 o O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, constituído em 1994,

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

FUNDAÇÃO NACIONAL PARA A DEMOCRACIA DIRETRIZES DA PROPOSTA DIRETRIZ ADICIONAL

FUNDAÇÃO NACIONAL PARA A DEMOCRACIA DIRETRIZES DA PROPOSTA DIRETRIZ ADICIONAL Utilize este documento como uma ajuda adicional para escrever um orçamento ou narrativa da proposta. Se tiver outras perguntas, queria enviar um email à equipe regional do NED apropriada ou para proposals@ned.org.

Leia mais

DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA

DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA 1 APRESENTAÇÃO Este conjunto de diretrizes foi elaborado para orientar a aquisição de equipamentos

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE EUNÁPOLIS

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE EUNÁPOLIS PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE EUNÁPOLIS Eunápolis, Julho/2013 1. CONTEXTUALIZAÇÃO Eunápolis possui a terceira maior população do Extremo Sul da Bahia estimada em 102 mil habitantes, sendo

Leia mais

SUMÁRIO CAMPANHAS... 2 Como solicitar a produção de campanha de divulgação?... 2 EVENTOS... 3 Como solicitar a realização de eventos?...

SUMÁRIO CAMPANHAS... 2 Como solicitar a produção de campanha de divulgação?... 2 EVENTOS... 3 Como solicitar a realização de eventos?... SUMÁRIO CAMPANHAS... 2 Como solicitar a produção de campanha de divulgação?... 2 EVENTOS... 3 Como solicitar a realização de eventos?... 3 MATERIAIS IMPRESSOS... 4 Como solicitar a produção de material

Leia mais

BIREME/OPAS/OMS BVS Saúde Pública. Projeto BVS-SP-7 Atualização da terminologia e áreas temáticas em saúde pública (01 de julho de 2002) 1.

BIREME/OPAS/OMS BVS Saúde Pública. Projeto BVS-SP-7 Atualização da terminologia e áreas temáticas em saúde pública (01 de julho de 2002) 1. BIREME/OPAS/OMS BVS Saúde Pública Projeto BVS-SP-7 Atualização da terminologia e áreas temáticas em saúde pública (01 de julho de 2002) 1. Introdução Este documento descreve o projeto para atualização

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Relato das reuniões do Grupo de Trabalho (GT) de Comunicação do Comitê Organizador Brasileiro (COB)

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 08 1 / 6 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto a imprensa sediada na capital e no interior de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.926, DE 30 DE JANEIRO DE 2015 Aprova o Regulamento da V Gincana Nacional de Economia - 2015. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA PORTARIA N o, DE DE DE 2009. Aprova o regimento da II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org documento inicial Portal do Fórum Social Mundial introdução Entendemos que um site como do Fórum

Leia mais

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br)

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br) COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) DESCRIÇÃO GERAL: O Coordenador Sênior do Uniethos é responsável pelo desenvolvimento de novos projetos, análise de empresas, elaboração, coordenação, gestão e execução

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org documento inicial Site preparatório FSM Dacar introdução Neste documento, a Ethymos apresenta uma

Leia mais

Secretaria Editorial. Secretaria de Ensino. Secretaria da OBF. Secretaria de Divisões e Áreas

Secretaria Editorial. Secretaria de Ensino. Secretaria da OBF. Secretaria de Divisões e Áreas Limpeza e Jardinagem Manutenção Reuniões administrativas Reparos e manutenção preventiva Administrativa Benefícios Seguros Correspondências Contabilidade Financeiro Demonstrativos e controle contábil Contas

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

R E G U L A M E N T O 2016

R E G U L A M E N T O 2016 R E G U L A M E N T O 2016 www.asmaiseticasdobrasil.org.br Iniciativa e Realização www.eticanosnegocios.org.br R E G U L A M E N T O INICIATIVA E REALIZAÇÃO A iniciativa e realização desta iniciativa é

Leia mais

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul Moderação: Graciane Regina Pereira e Katiuscia Wilhelm Kankerski 13h Apresentação dos objetivos e da metodologia de trabalho.

Leia mais

INSTITUTO FACES DO BRASIL - PLANO DE AÇÃO 2006 DESAFIO 1: CONTRIBUIR PARA A CONSTRUCAO DO SISTEMA PÚBLICO DE CJES NO BRASIL

INSTITUTO FACES DO BRASIL - PLANO DE AÇÃO 2006 DESAFIO 1: CONTRIBUIR PARA A CONSTRUCAO DO SISTEMA PÚBLICO DE CJES NO BRASIL DESAFIO 1: CONTRIBUIR PARA A CONSTRUCAO DO SISTEMA PÚBLICO DE CJES NO BRASIL Faces protocolou no Conselho Nac. de Ecosol e demais órgãos competentes, a nova versão dos P&C's, e, o documento Sistema de

Leia mais

Grupo dos Profissionais Executivos do Mercado Farmacêutico Local: Via Funchal

Grupo dos Profissionais Executivos do Mercado Farmacêutico Local: Via Funchal PROJETO WEB SITE Sites de informações e divulgação de laboratórios, produtos ou doenças. Web sites inscritos nesta categoria deverão estar no ar ou ter ficado no ar entre os dias 01/01/2009 e 31/12/2009.

Leia mais

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL JUSTIFICATIVA A experiência na implementação da primeira versão do Programa Contabilizando o Sucesso

Leia mais

Grupo de Trabalho Empresas e Desenvolvimento Territorial Sustentável 1

Grupo de Trabalho Empresas e Desenvolvimento Territorial Sustentável 1 Grupo de Trabalho Empresas e Desenvolvimento Territorial Sustentável 1 Empresas: Alcoa, Banco do Brasil, Copel, Fibria, Itaú-Unibanco, Natura, Philips, Serasa Experian, Suzano, Vale, Wal-Mart, Grupo Libra,

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Expansão do Fórum Social Mundial: Algumas questões e Sugestões Amit Sen Gupta (FSM, ad hoc Comitê

Leia mais

CARGOS E FUNÇÕES APEAM

CARGOS E FUNÇÕES APEAM CARGOS E FUNÇÕES APEAM 1. PRESIDÊNCIA A Presidência possui por finalidades a representação oficial e legal da associação, coordenação e integração da Diretoria Executiva, e o acompanhamento, avaliação,

Leia mais

O Advogado sem fronteiras

O Advogado sem fronteiras O Advogado sem fronteiras Até 201 8 100 os Tribunais devem estar com das ações no PJe A lei que prevê o processo eletrônico é de 2006. Mas Minas Gerais iniciou a implantação do sistema somente seis anos

Leia mais

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro:

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro: Gerenciamento de Projetos Teoria e Prática Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009 do PMBOK do PMI Acompanha o livro: l CD com mais de 70 formulários exemplos indicados pelo PMI e outros desenvolvidos

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FSM 2005: GT de Comunicação NOTA CONCEITUAL Propostas para uma outra comunicação no FSM A comunicação

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.908, DE 28 DE MARÇO DE 2014. Aprova o Regulamento da IV Gincana Nacional de Economia - 2014. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Este material será confeccionado pela SBC/BA, sendo que a empresa patrocinadora terá impressa sua logomarca ou de seu produto nestes materiais.

Este material será confeccionado pela SBC/BA, sendo que a empresa patrocinadora terá impressa sua logomarca ou de seu produto nestes materiais. STAND BÁSICO Com estrutura em perfis de alumínio anodizado, cor natural, formando malha modular de 1,90 m de eixo, 1,0m de eixo, 2,20 m de altura, composta por montagem e travessas presas aos mesmos por

Leia mais

DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS

DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS VITÓRIA 2004 Dicas de como participar de feiras Introdução As feiras são eventos ricos em oportunidades de negócios. São ambientes privilegiados para o incremento das

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org ESCRITÓRIO BELÉM Pessoa Função Especificação Email Candyce Rocha Secretaria executiva Geral escritorio@fsm2009amazonia.org.br

Leia mais

Status da Gestão de Projetos

Status da Gestão de Projetos DEZ/2013 Status da Gestão de Projetos Procuradoria Geral da República PGR 4 º Encontro de Gerentes de Projetos do MPF Monitoramento e Controle de Projetos Assessoria de Modernização e Gestão Estratégica

Leia mais

EDITAL 1. APRESENTAÇÃO

EDITAL 1. APRESENTAÇÃO VII SEREX Seminário Regional de Extensão Universitária da Região Centro-Oeste Extensão: fortalecimento, integração e desenvolvimento para Região Centro-Oeste Memorial Darcy Ribeiro, UnB - Campus Universitário

Leia mais

REGIMENTO COPESE IFSULDEMINAS CAPÍTULO 1 DOS FINS CAPÍTULO 2 DA CONSTITUIÇÃO

REGIMENTO COPESE IFSULDEMINAS CAPÍTULO 1 DOS FINS CAPÍTULO 2 DA CONSTITUIÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Rua Ciomara Amaral de Paula, 167 Bairro Medicina Pouso

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/GO: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL As Faculdades Integradas Barros Melo vêm tornar público aos alunos regularmente matriculados nos Cursos de Jornalismo,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA Função no Projeto: Contratação de consultoria especializada para desenvolver e implementar estratégias de impacto e sustentabilidade da Campanha Coração Azul no

Leia mais

Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG Propostas de Consolidação e de Contrapartida Fundo para Internacionalização da UFMG

Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG Propostas de Consolidação e de Contrapartida Fundo para Internacionalização da UFMG Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG Propostas de Consolidação e de Contrapartida Fundo para Internacionalização da UFMG Edital de Seleção 006-2013 O Diretor de Relações Internacionais

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, constituído em 2008,

Leia mais

Valorizando ideias e experiências participativas que promovam o direito humano à educação REGULAMENTO

Valorizando ideias e experiências participativas que promovam o direito humano à educação REGULAMENTO REGULAMENTO 1. O RECONHECIMENTO PÚBLICO DE OLHO NOS PLANOS 1.1. O Reconhecimento Público é uma ação da iniciativa De Olho nos Planos, composta pelos seguintes parceiros: Ação Educativa, UNICEF, Campanha

Leia mais

Qual a melhor técnica para auto-avaliação?

Qual a melhor técnica para auto-avaliação? técnicas Qual a melhor técnica para auto-avaliação? : Integração das ferramentas de auto-avaliação 1. Por meio de questionários aplicados às partes interessadas (docentes, discentes, funcionários e sociedade)

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 097/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 097/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Rua Ciomara Amaral de Paula, 167 Bairro Medicina 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone: (35)

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO Número e Título do Projeto Função no Projeto: Resultado: Atividades: Antecedentes: (breve histórico justificando a contratação)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 27/5/213 RESOLUÇÃO Nº 9/213 Assunto: Institui o Manual de Elaboração

Leia mais

COORDENADORES CARTILHA

COORDENADORES CARTILHA 2016 COORDENADORES CARTILHA 1.1 Coordenador de Negócios Liderar a equipe de negócios da FEJESC, prezar pela excelência na prestação do serviço aos parceiros e buscar novas oportunidades de patrocínio e

Leia mais