TECNOVOZ Tecnologias de Reconhecimento e Síntese de Voz

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TECNOVOZ Tecnologias de Reconhecimento e Síntese de Voz"

Transcrição

1 TECNOVOZ Tecnologias de Reconhecimento e Síntese de Voz Investigação e Desenvolvimento na área tecnológica do Processamento da Fala aplicada às necessidades das empresas João P. Neto 1

2 O que é o TECNOVOZ Projecto financiado no âmbito do PRIME Medida 3.1A Projectos Mobilizadores para o Desenvolvimento Tecnológico PMDT Nº 03/165 2

3 O que se pretende com o TECNOVOZ Missão Objectivos Constituição de uma poule tecnológica nacional com competências nas tecnologias da fala e defensora da sua aplicação na Língua Portuguesa. Em resultado do desenvolvimento em cooperação, as tecnologias da fala serão aplicadas industrialmente, dando origem a produtos e sistemas inovadores. Conseguir aumentar o conhecimento, o investimento e a procura de soluções de vanguarda, utilizando tecnologias da fala em resultado da transferência de tecnologias dos Centros de I&D Nacionais para o tecido empresarial. Através da divulgação destas tecnologias, pretende-se despertar, atrair e captar o mercado, para a utilização de novos produtos, sistemas e aplicações. 3

4 Dados do projecto Início do projecto em 1 de Julho de 2006 Fim do projecto em 31 de Junho de 2008 Investimento Total: ,07 Euros Incentivo Não-Reembolsável: ,91 Euros 8 Empresas 4 ESCTN 9 APIs 13 Demonstradores 4

5 Entidades participantes 5

6 Áreas Tecnológicas Área 1: Reconhecimento Robusto de Comandos API 1.1 Reconhecedor Robusto de Comandos Área 2: Verificação do Orador API 2.1 Reconhecedor/Verificador da Identidade do Orador Área 3: Conversão Fala Texto API 3.1 Reconhecedor de Fala Contínua para Vocabulários Pequenos e Fala Telefónica API 3.2 Reconhecedor de Fala Contínua para Vocabulários Médios e Fala Limpa API 3.3 Reconhecedor de Fala Contínua para Vocabulários Largos em Notícias Televisivas Área 4: Conversão Texto - Fala API 4.1 Síntese de Fala para Vocabulário Limitado e Dependente da Aplicação API 4.2 Síntese de Fala a Partir de Texto Independente da Aplicação Área 5: Módulos de Apoio API 5.1 Gestão de Diálogos API 5.2 Segmentação, Indexação, Sumarização e Filtragem de Dados Multimédia 6

7 Áreas Tecnológicas onde o INESC ID se encontra envolvido Área 1: Reconhecimento Robusto de Comandos API 1.1 Reconhecedor Robusto de Comandos Área 2: Verificação do Orador API 2.1 Reconhecedor/Verificador da Identidade do Orador Área 3: Conversão Fala Texto API 3.1 Reconhecedor de Fala Contínua para Vocabulários Pequenos e Fala Telefónica API 3.2 Reconhecedor de Fala Contínua para Vocabulários Médios e Fala Limpa API 3.3 Reconhecedor de Fala Contínua para Vocabulários Largos em Notícias Televisivas Área 4: Conversão Texto - Fala API 4.1 Síntese de Fala para Vocabulário Limitado e Dependente da Aplicação API 4.2 Síntese de Fala a Partir de Texto Independente da Aplicação Área 5: Módulos de Apoio API 5.1 Gestão de Diálogos API 5.2 Segmentação, Indexação, Sumarização e Filtragem de Dados Multimédia 7

8 Produtos ou sistemas das empresas PPS 14 - Sistemas de Escutas Telefónicas (Edisoft) PPS 15 - Arquivo de Voz e Relatórios (CPCHS) PPS 17 - Desktop Médico (CPCHS) PPS 18 - Soluções de Corretagem (Promosoft) PPS 19 - Soluções Bancárias (Promosoft) PPS 21 - Soluções de Seguros (Promosoft) PPS 22 - Sistema Controlador (Datelka) PPS 24 - LISA Secretária Digital (INOV) PPS 27 - Relatórios de Bloco Operatório (Priberam) PPS 28 - Legendagem Automática (RDP) PPS 29 - Sistema de Transcrição Automática (RDP, Priberam) PPS 31 - Sistema Embarcado (Tecmic) PPS 33 - Sistema de Comunicação Aumentativa (Anditec) 8

9 Objectivos para a participação do INESC ID Potenciar os produtos das empresas Estimular a investigação e desenvolvimento aplicado às necessidades das empresas Formação avançada de recursos humanos Fomentar a transferência de tecnologia Passar do Laboratório à realidade 9

10 AUDIMUS.DICTATE Reconhecedor de fala para Português Europeu aplicado a sistemas de ditado 10

11 AUDIMUS.MEDIA Reconhecedor de fala para Português Europeu aplicado a sistemas de legendagem automática 11

12 AUDIMUS.MEDIA 12

13 DIXI Sintetizador de fala para Português Europeu Texto Análise do texto Análise Linguística Palavras Sílabas Segmentos fonéticos Ritmo Entoação Geração da Fala Inventário Fala 13

14 Plataforma IVVR Sistemas de reconhecimento e síntese de fala aplicados a sistemas de informação telefónica HTTP, 3GPP Content Server T1/E1, ISDN, SS7 PBX Gateway VXML Application Server SIP, MGCP, H.323 VoiceXML Server RTSP MRCP, SSML, RTP Speech Resources Server AUDIMUS.TELEPHONE DIXI VoIP Phone (Voice, Video) Streaming Server Call Center 14

15 Sistema de Diálogo 15

16 Processamento semântico de conteúdos multimédia Audio Detecção de Jingles Pré-Proc. Acústico Reconhecimento de fala Jingle Pesquisa XML file Anotação Morfossintáctica Sumarização Segmentação e Detecção de Tópicos Capitalização Pontuação 16

17 17

www.voiceinteraction.pt HUMAN COMPUTER SPEECH INTERACTION SYSTEMS

www.voiceinteraction.pt HUMAN COMPUTER SPEECH INTERACTION SYSTEMS www.voiceinteraction.pt HUMAN COMPUTER SPEECH INTERACTION SYSTEMS A VoiceInteraction Empresa de base tecnológica, constituída em Abril de 2008, como spin-off do INESC-ID Lisboa de forma a desenvolver tecnologias

Leia mais

Soluções e Produtos. www.voiceinteraction.pt. Tecnologias Base. Transcrição de Fala. Geração automática de fala a partir do texto

Soluções e Produtos. www.voiceinteraction.pt. Tecnologias Base. Transcrição de Fala. Geração automática de fala a partir do texto Soluções e Produtos Audiovisual Educação & Cultura Serviços Acessibilidade Tecnologias Base Potenciar e acrescentar valor aos produtos das empresas através da integração de Tecnologias de Processamento

Leia mais

Laboratório de sistemas de Língua Falada

Laboratório de sistemas de Língua Falada Laboratório de sistemas de Língua Falada 1 Sobre o L 2 F Historial Trabalho no Proc. Comp. do Português falado desde o início dos anos 90 Criação: 2001 Objectivo Juntar diversos grupos na área do processamento

Leia mais

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição:

A música e a voz. A música e a voz. Síntese musical. A música e a voz. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: Definição: A música e a voz Tópicos: A música e a voz Técnicas de síntese digital de som Definição: Técnicas de produção de seqüências de áudio a partir de uma seqüência de eventos musicais. Tipos de síntese: tempo

Leia mais

Construção de Aplicativos Usando PLN e Recursos para Reconhecimento e Síntese de Fala Disponibilizados pelo Projeto FalaBrasil da UFPA

Construção de Aplicativos Usando PLN e Recursos para Reconhecimento e Síntese de Fala Disponibilizados pelo Projeto FalaBrasil da UFPA Construção de Aplicativos Usando PLN e Recursos para Reconhecimento e Síntese de Fala Disponibilizados pelo Projeto FalaBrasil da UFPA Aldebaro Klautau Grupo FalaBrasil Laboratório de Processamento de

Leia mais

DIGA Desenvolvimento de uma plataforma para criação de sistemas de diálogo

DIGA Desenvolvimento de uma plataforma para criação de sistemas de diálogo DIGA Desenvolvimento de uma plataforma para criação de sistemas de diálogo Filipe Miguel Fonseca Martins 1/21 Estrutura da apresentação O que é um sistema de diálogo? Tipos de sistemas de diálogo Motivação

Leia mais

Primeira Sessão Pública de Apresentação 30 de Janeiro de 2015, Lisboa

Primeira Sessão Pública de Apresentação 30 de Janeiro de 2015, Lisboa Primeira Sessão Pública de Apresentação 30 de Janeiro de 2015, Lisboa Artur Pimenta Alves Comissão Fundadora, Diretor Executivo NEM Portugal Diretor INESC TEC palves@inesctec.pt Projeto Mobilizador 12

Leia mais

Transmissão de Voz em Redes de Dados (VoIP)

Transmissão de Voz em Redes de Dados (VoIP) Transmissão de Voz em Redes de Dados (VoIP) Telefonia Tradicional PBX Telefonia Pública PBX Rede telefônica tradicional usa canais TDM (Time Division Multiplexing) para transporte da voz Uma conexão de

Leia mais

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Candidatura aprovada ao Programa Política de Cidades - Redes Urbanas para a Competitividade e a Inovação Síntese A cidade de S.

Leia mais

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES Missão : Dinamizar a investigação científica e promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação para consolidar a Sociedade do Conhecimento na

Leia mais

Leiria Região Digital

Leiria Região Digital U M A R E G I Ã O ONLINE COM A VIDA Leiria Região Digital Resultados 15 de Julho de 2008 Nerlei 1 Agenda Parceiros do Leiria Região Digital (LRD) Zona de abrangência Objectivos do LRD Resultados do projecto

Leia mais

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway LGW4000 é um Media Gateway desenvolvido pela Labcom Sistemas que permite a integração entre

Leia mais

GoVoice é uma solução de voz na Cloud.

GoVoice é uma solução de voz na Cloud. Messenger corporativo Helpdesk Reuniões Colaborativas Presença Hosted PBX Interface de Utilizador Interface de Administração Integração com Aplicações de Negócio Acesso Integrado Vídeo Aprovisionamento

Leia mais

Empreendedorismo e Organização da Empresa. Público-Alvo

Empreendedorismo e Organização da Empresa. Público-Alvo Empreendedorismo e Organização da Empresa Público-Alvo Formandos que pretendam adquirir um conjunto de conhecimentos e competências na área empresarial, que lhes permita alargar a sua compreensão e posterior

Leia mais

Tecnologia da Linguagem Humana

Tecnologia da Linguagem Humana Tecnologia da Linguagem Humana e o processamento computacional da língua portuguesa António Branco 1 1. Que é a tecnologia da linguagem? 2. Como está 3. Como avançar 2 Tecnologia da linguagem Da forma

Leia mais

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Duarte Rodrigues Vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão Lisboa, 17 de dezembro de 2014 Tópicos: 1. Portugal

Leia mais

Primeira Sessão Pública de Apresentação 30 de Janeiro de 2015, Lisboa

Primeira Sessão Pública de Apresentação 30 de Janeiro de 2015, Lisboa Primeira Sessão Pública de Apresentação 30 de Janeiro de 2015, Lisboa Artur Pimenta Alves Comissão Fundadora, Diretor Executivo NEM Portugal Diretor INESC TEC palves@inesctec.pt Agenda e Agradecimentos

Leia mais

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt Paulo Alves / CEO paulo.alves@proside.pt Sistemas Integrados de Atendimento O que fazemos A Empresa Concepção, Arquitectura e Implementação de Sistemas de Informação; Consultoria Tecnológica de Sistemas

Leia mais

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 ASTERISK João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 VISÃO GERAL O que é Como funciona Principais Funcionalidades Vantagens vs PBX convencional O QUE É Software open-source, que corre sobre a plataforma Linux;

Leia mais

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt Paulo Alves / CEO paulo.alves@proside.pt Sistemas Integrados de Atendimento O que fazemos A Empresa Concepção, Arquitectura e Implementação de Sistemas de Informação; Consultoria Tecnológica de Sistemas

Leia mais

AGENDA. Da Globalização à formulação de uma estratégia de Crescimento e Emprego para a União Europeia.

AGENDA. Da Globalização à formulação de uma estratégia de Crescimento e Emprego para a União Europeia. PORTUGAL A INOVAR O Desafio do Desenvolvimento Regional AGENDA Da Globalização à formulação de uma estratégia de Crescimento e Emprego para a União Europeia. Objectivos Plano Tecnológico, a resposta portuguesa

Leia mais

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt 28 Fev 2008 LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas Campus da FEUP Rua Dr. Roberto Frias, 378 4200-465 Porto Portugal T +351 222 094 000 F +351 222 094 000 www@inescporto.pt www.inescporto.pt José

Leia mais

DO PÓLO DE SOFTWARE DO MINHO AO CENTRO DE EXCELÊNCIA EM DESMATERIALIZAÇÃO DE TRANSACÇÕES

DO PÓLO DE SOFTWARE DO MINHO AO CENTRO DE EXCELÊNCIA EM DESMATERIALIZAÇÃO DE TRANSACÇÕES DO PÓLO DE SOFTWARE DO MINHO AO CENTRO DE EXCELÊNCIA EM DESMATERIALIZAÇÃO DE TRANSACÇÕES Pedro Vilarinho COTEC Portugal 26 de Junho de 2008 AGENDA O Pólo de Software do Minho no Plano Estratégico da COTEC

Leia mais

Closed Caption ao vivo baseado em voz. Uma nova tendência

Closed Caption ao vivo baseado em voz. Uma nova tendência Closed Caption ao vivo baseado em voz Uma nova tendência Tipos de Closed Caption Offline Online Tempo de preparação maior Mais informações Informações não literais Informação de música e fundo musical

Leia mais

ce tec CURSO DE EMPREENDEDORISMO 3ª Edição-Internacional CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA

ce tec CURSO DE EMPREENDEDORISMO 3ª Edição-Internacional CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA ce tec CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA CURSO DE EMPREENDEDORISMO 3ª Edição-Internacional O CEITEC (Centro de Empreendedorismo ISMAI-Tecmaia) apresenta a 3ª edição do Curso em Empreendedorismo,

Leia mais

Programa Região de Aveiro Empreendedora. Filipe Teles Pró-reitor

Programa Região de Aveiro Empreendedora. Filipe Teles Pró-reitor Programa Região de Aveiro Empreendedora Filipe Teles Pró-reitor 30 de junho de 2015 EIDT 2020: uma estratégia para a Região VISÃO Uma Região inclusiva, empreendedora e sustentável, que reconhece no seu

Leia mais

Da Escrita à Fala - Da Fala à Escrita Isabel Trancoso, Luís Oliveira, João Neto M. Céu Viana INESC CLUL

Da Escrita à Fala - Da Fala à Escrita Isabel Trancoso, Luís Oliveira, João Neto M. Céu Viana INESC CLUL Da Escrita à Fala - Da Fala à Escrita Isabel Trancoso, Luís Oliveira, João Neto M. Céu Viana INESC CLUL 1. Introdução Numa exposição dedicada ao tema "A Escrita" que sentido fará incluir também "A Fala"?

Leia mais

AFIRMAÇÃO CULTURAL E DE SOBERANIA:

AFIRMAÇÃO CULTURAL E DE SOBERANIA: AFIRMAÇÃO CULTURAL E DE SOBERANIA: A LÍNGUA PORTUGUESA NA ERA DIGITAL ÁGORA Ciência e Sociedade, ciclo de conferências Universidade de Lisboa Auditório do Instituto para a Investigação Interdisciplinar,

Leia mais

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação 4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação Maria José Madeira Silva 1, Jorge Simões 2, Gastão Sousa

Leia mais

INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO

INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO Janeiro 2004 INICIATIVA ESTRATÉGICA CONHECIMENTO E INOVAÇÃO 1 - OBJECTIVOS O Conhecimento é fonte de Desenvolvimento. A criação e transmissão do Conhecimento

Leia mais

Medidas de apoio à inovação

Medidas de apoio à inovação Medidas de apoio à inovação Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 Maria Pedro Silva Organização: Apoio Institucional: Grupos Rede INOVAR The Portuguese Agro, Food and Forest Innovation Network Rede

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA FACTORES CRÍTICOS DE SUCESSO DE UMA POLÍTICA DE INTENSIFICAÇÃO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO EMPRESARIAL EM PORTUGAL E POTENCIAÇÃO DOS SEUS RESULTADOS 0. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

Leia mais

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira Inclusão Financeira Inclusão Financeira Ao longo da última década, Angola tem dado importantes passos na construção dos pilares que hoje sustentam o caminho do desenvolvimento económico, melhoria das

Leia mais

Factor PME. Junho 2011

Factor PME. Junho 2011 Projecto Factor PME Junho 2011 Índice Âmbito e Objectivos 03 Condições de Elegibilidade _Entidade beneficiária 04 _Projecto 05 Investimentos Elegíveis _Componentes de financiamento 06 _Despesas elegíveis

Leia mais

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade Regulamento 2015 1. Objectivo Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2015 é um concurso que resulta da conjugação de esforços e vontades do Crédito Agrícola, aqui representado pela Caixa Central

Leia mais

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente Sistema M75S Sistema de comunicação convergente O sistema M75S fabricado pela MONYTEL foi desenvolvido como uma solução convergente para sistemas de telecomunicações. Com ele, sua empresa tem controle

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 5 VoIP Tecnologias Atuais de Redes - VoIP 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Estrutura Softswitch Funcionamento Cenários Simplificados de Comunicação em VoIP Telefonia

Leia mais

Zeinal Bava. Presidente Executivo. Diário Económico III Fórum Telecom & Media

Zeinal Bava. Presidente Executivo. Diário Económico III Fórum Telecom & Media Zeinal Bava Presidente Executivo Diário Económico III Fórum Telecom & Media Lisboa, 22 de Setembro de 2004 TV Cabo I novos desafios melhorar I qualidade de serviço de referência TV Digital para mais conteúdos

Leia mais

PROGRAMA FINICIA IAPMEI IAPMEI IAPMEI IAPMEI POTENCIAR TALENTOS. Objectivos da Área de Negócio Financiamento Empresarial.

PROGRAMA FINICIA IAPMEI IAPMEI IAPMEI IAPMEI POTENCIAR TALENTOS. Objectivos da Área de Negócio Financiamento Empresarial. PROGRAMA FINICIA POTENCIAR TALENTOS O tem por missão promover a inovação e executar políticas de estímulo ao desenvolvimento empresarial, visando o reforço da competitividade e da produtividade das empresas,

Leia mais

ONLINE. www.leiriareg iaodig ital.p t. Serviços on-line para cidadãos e empresas. Nerlei

ONLINE. www.leiriareg iaodig ital.p t. Serviços on-line para cidadãos e empresas. Nerlei www.leiriareg iaodig ital.p t U M ONLINE COM A R E G I Ã O A VIDA Leiria Região Digital Serviços on-line para cidadãos e empresas Nerlei Sumário Parceiros do Leiria Região Digital (LRD) Zona de abrangência

Leia mais

MODELOS XDS TRDS RDS

MODELOS XDS TRDS RDS MODELOS XDS RDS TRDS FLEXIBILIDADE Modelo Slots Troncos IP Ramais IP XDS 14 160 300 Portas TDM Portas IP Portas Total 160TIP + 300RIP 0 460 460 1 E1 + 312RA 342 0 342 2 E1 + 288RA 348 0 348 3 E1 + 264RA

Leia mais

Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal

Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal Iniciativa do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia Promoção da Direção Geral do Território com a colaboração das

Leia mais

BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta COMUNICADO

BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta COMUNICADO BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua Tenente Valadim, 284, Porto Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Porto sob o número único de matrícula e identificação fiscal 501 214 534 Capital

Leia mais

Leonardo Miranda Frossard

Leonardo Miranda Frossard XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XVIII Workshop ANPROTEC - Campo Grande/MS, 22 de outubro de 2010. A Pré-incubação e o Ensino a Distância como ferramentas para

Leia mais

Tecnologias aplicadas em Call Center. José Henrique Guedes VOICE Technology guedes@voicetechnology.com.br

Tecnologias aplicadas em Call Center. José Henrique Guedes VOICE Technology guedes@voicetechnology.com.br Tecnologias aplicadas em Call Center José Henrique Guedes VOICE Technology guedes@voicetechnology.com.br Agenda Visão Geral Switch / PABX Gerenciador Call Center Anunciador digital URA / IVR Gravador digital

Leia mais

INVESTIR EM I&D - PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 CIÊNCIA E INOVAÇÃO -PLANO PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 - NOVA TIPOLOGIA DE PROJECTOS

INVESTIR EM I&D - PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 CIÊNCIA E INOVAÇÃO -PLANO PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 - NOVA TIPOLOGIA DE PROJECTOS CIÊNCIA E INOVAÇÃO -PLANO PLANO DE ACÇÃO PARA PORTUGAL ATÉ 2010 - NOVA TIPOLOGIA DE PROJECTOS 1 ENQUADRAMENTO - I - Os objectivos delineados na Estratégia de Lisboa e as conclusões do Conselho de Barcelona,

Leia mais

Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais

Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais Módulo 3: VoIP INATEL Competence Center treinamento@inatel.br Tel: (35) 3471-9330 As telecomunicações vêm passando por uma grande revolução, resultante do

Leia mais

Projetos de I&D em consórcio

Projetos de I&D em consórcio Projetos de I&D em consórcio Objetivos Apoiar o conhecimento e internalização do conhecimento e tecnologias de novos (ou significativamente melhorados) produtos, processos ou serviços; Promover a valorização

Leia mais

Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing

Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing Planeamento de Campanha de E-Marketing Cada variável, a nível de marketing tem normas próprias, em função dos meios de comunicação através dos quais se veiculam

Leia mais

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR Instituto Superior Técnico Projecto VoIP Sistema IVVR 68239 Rui Barradas 68477 Helton Miranda 68626 Ludijor Barros 72487 Bruna Gondin Introdução O objectivo deste projecto é desenvolver um sistema de Interactive

Leia mais

A Estratégia de Lisboa. Plano Tecnológico. e o. Évora, SI@P 17 de Outubro de 2008

A Estratégia de Lisboa. Plano Tecnológico. e o. Évora, SI@P 17 de Outubro de 2008 A Estratégia de Lisboa e o Plano Tecnológico Évora, SI@P 17 de Outubro de 2008 1. Estratégia de Lisboa Estratégia de Lisboa : uma resposta a novos desafios A Globalização e a emergência de novas potências

Leia mais

Programa de Empreendedorismo Tecnológico

Programa de Empreendedorismo Tecnológico PROGRAMA EIBTnet O QUE É? Programa de Empreendedorismo Tecnológico de apoio ao desenvolvimento, implementação, criação e consolidação de novas empresas inovadoras e de base tecnológica. 1 OBJECTIVOS Facilitar

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Acordo de Parceria Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

BES Crowdfunding promove apoio social através da Internet

BES Crowdfunding promove apoio social através da Internet BES Crowdfunding 1 BES Crowdfunding promove apoio social através da Internet O BES Crowdfunding surge para responder ao aumento dos pedidos de instituições, selecionar projetos com impacto e promover o

Leia mais

QUEM SOMOS. Consultoria especializada em desenvolvimento de pessoas e em soluções sustentáveis para sua empresa.

QUEM SOMOS. Consultoria especializada em desenvolvimento de pessoas e em soluções sustentáveis para sua empresa. QUEM SOMOS Consultoria especializada em desenvolvimento de pessoas e em soluções sustentáveis para sua empresa. Há mais de 10 anos desenvolvemos soluções para recursos humanos e administração estratégica.

Leia mais

Caag CRM. info@caagcrm.com www.caagcrm.com.br. Guia Informativo

Caag CRM. info@caagcrm.com www.caagcrm.com.br. Guia Informativo Caag CRM info@caagcrm.com www.caagcrm.com.br Guia Informativo Sobre Nós A Caag CRM é uma nova empresa de software desenvolvida nas Antilhas Holandesas. Somos uma equipe muito dinâmica com foco no desenvolvimento

Leia mais

Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais

Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais 24 de maio de 2012 Auditório ISEGI - UNL Patrocínio Principal Apoios Patrocinadores Globais APDSI A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas Lisboa,

Leia mais

Seminário Ordem dos Engenheiros Colégio de Engenharia Mecânica 9 de Outubro de 2013

Seminário Ordem dos Engenheiros Colégio de Engenharia Mecânica 9 de Outubro de 2013 Seminário Ordem dos Engenheiros Colégio de Engenharia Mecânica 9 de Outubro de 2013 Inovação Competitividade Financiamento Provas de Conceito Com maior ou menor relevância, há mais de um século, que as

Leia mais

Smart Cities Portugal

Smart Cities Portugal Smart Cities Portugal A rede Smart Cities Portugal tem por objetivo promover o trabalho em rede numa lógica inter-cluster, para o desenvolvimento e produção de soluções urbanas inovadoras para smart cities,

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. DESENHO DE IVRs PARA OPERADORAS TELEFÓNICAS

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. DESENHO DE IVRs PARA OPERADORAS TELEFÓNICAS UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO DESENHO DE IVRs PARA OPERADORAS TELEFÓNICAS Hugo Monteiro, n o 46546, AE de Telecomunicações Marco Mouta, n o 46607, AE de Telecomunicações LICENCIATURA

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO (CIG) E A COOPERATIVA ANTÓNIO SÉRGIO PARA A ECONOMIA SOCIAL

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO (CIG) E A COOPERATIVA ANTÓNIO SÉRGIO PARA A ECONOMIA SOCIAL Homologo. Homologo. Secretária de Estado da Igualdade /alter Lemos Secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO

Leia mais

BASES CONVOCATORIA EMPRESAS EM CABO VERDE

BASES CONVOCATORIA EMPRESAS EM CABO VERDE EM CABO VERDE Projecto Rede de Unidades de Promoçäo da Inovaçäo para o desenvolvimento da terceira missäo das Universidades e a cooperaçäo institucional através da Inovaçäo Aberta, programa PCTMAC, cofinanciado

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA. Text PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA. Text PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt Text GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30

Leia mais

Com o Apoio de. Comissão de Coordenaçã e Desenvolvimento Regional do Centro

Com o Apoio de. Comissão de Coordenaçã e Desenvolvimento Regional do Centro OPEN Centro de Incubação de Oportunidades de Negócio Processo de Admissão de Utentes e Modelo de Incubação Centimfe, 2 de Março de 2005 Missão da OPEN Contribuir para a promoção da inovação e do emprego,

Leia mais

Workshop 20 de Junho de 2014. Plataforma de recursos minerais UE, África e América Latina

Workshop 20 de Junho de 2014. Plataforma de recursos minerais UE, África e América Latina Workshop 20 de Junho de 2014 O O Plataforma de recursos minerais UE, África e América Latina QUEM SOMOS Os parceiros do projecto Kandandu são empresas, universidades, associações e redes da área dos recursos

Leia mais

1 - Rádio Ocidente.pt, 29-10-2010, Mais de cem empresas criadas pela DNA Cascais desde 2006. 2 - Diário Económico, 28-10-2010, A não perder

1 - Rádio Ocidente.pt, 29-10-2010, Mais de cem empresas criadas pela DNA Cascais desde 2006. 2 - Diário Económico, 28-10-2010, A não perder Revista de Imprensa 08-11-2010 DNA 1 - Rádio Ocidente.pt, 29-10-2010, Mais de cem empresas criadas pela DNA Cascais desde 2006 2 - Diário Económico, 28-10-2010, A não perder 3 - Diário Económico, 28-10-2010,

Leia mais

Plataforma Interativa de Vídeo

Plataforma Interativa de Vídeo Plataforma Interativa de Vídeo Milonga DWM Soluções em Comunicação e Tecnologia Interativa, empresa do Grupo Ciclotron. Desenvolvemos soluções com foco na experiência do usuário, implantado um novo conceito

Leia mais

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos Pólo da Competitividade e Tecnologia da Energia (PCTE) O papel do PCTE na energia solar em Portugal 8 e 9 de Fevereiro de 2010 António Mano - EDP Antonio.ermidamano@edp.pt A VISÃO do ENERGYIN Motivos da

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA Formação Presencial, homologada pela Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional CARGA HORÁRIA TOTAL: 120 HORAS Organização e Formadores MÓDULOS EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120

Leia mais

AUDIOVISUAL EM PORTUGAL

AUDIOVISUAL EM PORTUGAL AUDIOVISUAL EM PORTUGAL O Peso Económico do Sector Manuel Duque 11-10-2013 1 Com esta apresentação pretende-se: Analisar o comportamento económico do mercado nos últimos anos; Sensibilizar os presentes

Leia mais

PROTOCOLO INSTITUTO DO CINEMA, AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA RADIOTELEVISÃO PORTUGUESA SA. Considerando que: - Em 18 de Setembro de 1996, foi celebrado

PROTOCOLO INSTITUTO DO CINEMA, AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA RADIOTELEVISÃO PORTUGUESA SA. Considerando que: - Em 18 de Setembro de 1996, foi celebrado PROTOCOLO INSTITUTO DO CINEMA, AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA RADIOTELEVISÃO PORTUGUESA SA. Considerando que: - Em 18 de Setembro de 1996, foi celebrado entre o Ministério da Cultura (MC) e a Radiotelevisão

Leia mais

Fundação. Sede. Chief Marketing Officer. Chief Technology Officer. Internacionalização. Santa Maria da Feira, Portugal. Sérgio Castro.

Fundação. Sede. Chief Marketing Officer. Chief Technology Officer. Internacionalização. Santa Maria da Feira, Portugal. Sérgio Castro. Apresentação da Empresa Fundação 2003 Sede Santa Maria da Feira, Portugal Chief Marketing Officer Sérgio Castro Chief Technology Officer Ruben Sousa Internacionalização Mercado actuação: Global Presença

Leia mais

PLANOS DE PRODUÇÃO E ESTÍMULO À MODERNIZAÇÃO DE INDÚSTRIAS NACIONAIS

PLANOS DE PRODUÇÃO E ESTÍMULO À MODERNIZAÇÃO DE INDÚSTRIAS NACIONAIS PLANOS DE PRODUÇÃO E ESTÍMULO À MODERNIZAÇÃO DE INDÚSTRIAS NACIONAIS Unidade de Política Industrial Diretoria de Desenvolvimento Industrial BRASÍLIA, 28 DE OUTUBRO DE 2015 O Parque Industrial e sua modernização

Leia mais

VQuality: Uma Biblioteca Multiplataforma para Avaliação de Qualidade de Chamadas Telefônicas IP

VQuality: Uma Biblioteca Multiplataforma para Avaliação de Qualidade de Chamadas Telefônicas IP VQuality: Uma Biblioteca Multiplataforma para Avaliação de Qualidade de Chamadas Telefônicas IP NCE - UFRJ Leandro C. G. Lustosa Paulo Henrique de A. Rodrigues Fabio David Douglas G. Quinellato Importância

Leia mais

As TIC como forma de acelerar a recuperação mica: : promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais

As TIC como forma de acelerar a recuperação mica: : promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais As TIC como forma de acelerar a recuperação económica mica: : promover o desenvolvimento regional e optimizar a utilização dos fundos estruturais As TICS e a região de Aveiro Conferência Conferência SFERA,

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

O IMPACTO DA WEB TV NA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

O IMPACTO DA WEB TV NA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O IMPACTO DA WEB TV NA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Agenda Novas formas de comunicação online Perspectivas e entendimentos O porquê da linguagem mais visual e cinestésica Inovar é preciso IPTV versus Web TV

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Gabinete do Ministro CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Breve apresentação da proposta de Orçamento de Estado para 2008 23 de Outubro de 2007 Texto

Leia mais

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR fevereiro/2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 QUEM SOMOS?... 4 3 PRODUTOS... 5 3.1 SMS... 6 3.2 VOZ... 8 3.3 INFRAESTRUTURA... 12 3.4 CONSULTORIA... 14 4 SUPORTE... 14

Leia mais

INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO

INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO O contexto da Globalização Actuação Transversal Aposta no reforço dos factores dinâmicos de competitividade Objectivos e Orientações Estratégicas para a Inovação Estruturação

Leia mais

F n u d n a d ment n os o Vo V I o P Introdução

F n u d n a d ment n os o Vo V I o P Introdução Tecnologia em Redes de Computadores Fundamentos de VoIP Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Introdução VoIP (Voice over Internet Protocol) A tecnologia VoIP vem sendo largamente utilizada

Leia mais

Software Communication System (SCS) Apresentação da Solução

Software Communication System (SCS) Apresentação da Solução Software Communication System (SCS) Apresentação da Solução Apresentando o SCS Um novo Começo com um novo Sistema de Comunicações O SCS é Aberto, Simples, Comunicações Unificadas Software baseado em soluções

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 26 de Outubro de 2010 (04.11) (OR. en) 15449/10 AUDIO 37 COMPET 311 CULT 98

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 26 de Outubro de 2010 (04.11) (OR. en) 15449/10 AUDIO 37 COMPET 311 CULT 98 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 26 de Outubro de 2010 (04.11) (OR. en) 15449/10 AUDIO 37 COMPET 311 CULT 98 NOTA de: Secretariado-Geral do Conselho para: Comité de Representantes Permanentes (1.ª

Leia mais

FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO. Mar./2009. rita.seabra@iapmei.pt ana.rosas@iapmei.pt leitao.gomes@iapmei.pt www.finicia.pt

FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO. Mar./2009. rita.seabra@iapmei.pt ana.rosas@iapmei.pt leitao.gomes@iapmei.pt www.finicia.pt FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO na fase START-UP rita.seabra@iapmei.pt ana.rosas@iapmei.pt leitao.gomes@iapmei.pt www.finicia.pt Mar./2009 FINICIA Apresentação composta por duas partes: 1. Instrumentos

Leia mais

ADNAMIC é uma nova plataforma tecnológica que permite a obtenção de informação estatística de apoio à gestão.

ADNAMIC é uma nova plataforma tecnológica que permite a obtenção de informação estatística de apoio à gestão. ADNAMIC é uma nova plataforma tecnológica que permite a obtenção de informação estatística de apoio à gestão. INCORPORA UM MÓDULO INOVADOR PARA A PROMOÇÃO DE MARCAS, PRODUTOS E SERVIÇOS. PROPORCIONA EXPERIÊNCIAS

Leia mais

Plano de Negócios. Clube dos. Embaixadores

Plano de Negócios. Clube dos. Embaixadores Plano de Negócios Clube dos Embaixadores Já imaginou participar de um Programa que possui esses 4 pilares? BENEFÍCIOS DESENVOLVIMENTO PESSOAL & PROFISSIONAL RESPONSABILIDADE SOCIAL SUSTENTABILIDADE QUEM

Leia mais

Empreendedorismo Feminino

Empreendedorismo Feminino Empreendedorismo Feminino A Igualdade entre Mulheres e Homens é um princípio da Constituição Portuguesa e uma das tarefas fundamentais do Estado Português, que deve, não só garantir o direito à Igualdade

Leia mais

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Encontro Internacional de Arquivos Universidade de Évora 3-4 de Outubro

Leia mais

Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha. Publicação, road-show com missão empresarial e outros serviços

Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha. Publicação, road-show com missão empresarial e outros serviços Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha Publicação, road-show com missão empresarial e outros serviços Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha Publicação, road-show com missão

Leia mais

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade 1 QREN. 2007-2013 Conhecimento e inovação Produção transaccionável QREN 2007-2013 Competitividade Financiamento Empresarial Eficiência da Administração Pública Convergência com a UE Perfil de especialização

Leia mais

António Pereira (apereira@ipleiria.pt) Professor Coordenador do Departamento de Engª Informática da ESTG Leiria Coordenador do Centro de Investigação

António Pereira (apereira@ipleiria.pt) Professor Coordenador do Departamento de Engª Informática da ESTG Leiria Coordenador do Centro de Investigação António Pereira (apereira@ipleiria.pt) Professor Coordenador do Departamento de Engª Informática da ESTG Leiria Coordenador do Centro de Investigação em Informática e Comunicações do IPLeiria CIIC Enquadramento

Leia mais

markup Advanced Marketing Solutions COMUNICAR PERGUNTAR ESCUTAR Web Marketing

markup Advanced Marketing Solutions COMUNICAR PERGUNTAR ESCUTAR Web Marketing markup Advanced Marketing Solutions A Markup é uma Agência de Comunicação & Marketing que nasceu da vontade de investidores e profissionais experientes, de referência, nas áreas da comunicação, marketing

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial, cuja Atrair investimento

Leia mais

AGENDA PARA A COMPETITIVIDADE DO COMÉRCIO, SERVIÇOS E RESTAURAÇÃO 2014-2020

AGENDA PARA A COMPETITIVIDADE DO COMÉRCIO, SERVIÇOS E RESTAURAÇÃO 2014-2020 AGENDA PARA A COMPETITIVIDADE DO COMÉRCIO, SERVIÇOS E RESTAURAÇÃO 2014-2020 18 dezembro 2014 Colocar os setores do Comércio, Serviços e Restauração virado para o exterior e a liderar a retoma económica

Leia mais

Sistema Integrado de Televisão Digital

Sistema Integrado de Televisão Digital Sistema Integrado de Televisão Digital Actividades no INESC Porto Artur Pimenta Alves Paula Viana {palves,pviana}@inescn.pt Problemas a Resolver Grandes quantidades de informação Diferentes tipos de formatos

Leia mais