Interpretando os textos sagrados. Hermenêutica e exegese

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Interpretando os textos sagrados. Hermenêutica e exegese"

Transcrição

1 Interpretando os textos sagrados { Hermenêutica e exegese

2 Pesquisar na internet e TRAZER a interpretação (exegese/hermenêutica) de algum texto sagrado, no qual a compreensão apresentada é distinta da interpretação literal (ingênua). Para a próxima aula

3 Sem nunca parar, Hermes percorre todos os caminhos entre a Terra e o Olimpo. Incansável, leva nos lábios as mensagens dos deuses, propagando-as para os mortais. Seu poder de persuadir embriaga a humanidade, fazendo dele o mais sedutor de todos os olímpicos. Hermes na mitologia grega

4 A hermenêutica seria, então, a ciência que revela/atualiza a mensagem divina presente ou codificada nos textos sagrados; Mas então as coisas que estão nos textos sagrados não significam exatamente aquilo que se lê, nem mesmo para o fiel? NÃO! Hermenêutica

5 EXEGESE significa extrair o significado do texto ; Ela estaria associada à busca pelo sentido que o texto tinha para o grupo para o qual ele foi originalmente escrito; A HERMENÊUTICA, de sua parte, seria a atualização desse sentido para o tempo atual: o que a divindade estaria querendo nos dizer HOJE? Qual mensagem os deuses querem fazer-nos chegar, através de Hermes, HOJE? Exegese e hermenêutica

6 Se alguém hoje disser que está com o coração abrasado de amor, o que entenderemos, que o coração dessa pessoa está efetivamente em chamas? Mas o que ocorreria se essa mensagem fosse preservada em um texto que viesse a ser descoberto somente daqui a 1000 anos, será que as pessoas entenderiam assim tão claramente? Possivelmente não, e isso poderia dar margem a muitos problemas e mal-entendidos... Quais outros exemplos seriam possíveis? Exegese: um exemplo banal

7 Que os textos sagrados tenham sido inspirados, nisso, todo crente acredita; Que, contudo, a mensagem que se quis passar é aquela que se compreende automaticamente da interpretação literal do texto, isso, apenas os ingênuos (e os mal-intencionados) defendem; E com os textos sagrados?

8 O problema, na compreensão dos textos sagrados antigos, é de várias ordens: 1. Eles foram escritos em outra cultura e em outra época a forma de escrever e as expressões que se usam são muito diferentes das nossas. Ex.: Os irmãos de Jesus... usa-se a mesma palavra para irmão e primo no aramaico do primeiro século. Exegese

9 2. Eles incorporam muitas imagens e compreensões daquele povo e naquela época se não tivermos acesso a esse mesmo pano de fundo, se não olharmos o mundo com as mesmas lentes que eles, provavelmente, não entenderemos o que realmente queriam dizer. Ex.: Na passagem a que assistimos de Moisés com a sarça ardente, será que as coisas se deram de fato do modo como uma interpretação literal do texto sugere? Mas onde estaria a dúvida e a liberdade de Moisés nisso tudo? E por que cargas d água Deus se revelaria de forma tão evidente para uns, e não para outros? Isso seria justo? Como Ele poderia cobrar o mesmo comprometimento de uma pessoa a quem Ele nunca se mostrou daquele modo? Exegese e hermenêutica

10 3. Se a compreensão que o ser humano tem de si e do mundo à sua volta variou enormemente ao longo do tempo, por que a compreensão de Deus e a interpretação dos textos sagrados não deveriam variar, se aprofundar também? Ex.: Se podemos dizer que compreendemos melhor a nós mesmos hoje, isso também não poderia se passar com relação a Deus? Se sim, os textos sagrados, que narram a experiência de fé de um determinado grupo de pessoas, deveriam servir como inspiração, e não como a transcrição da verdade divina tal e qual querida e enunciada por Deus. Hermenêutica

11 Partimos sempre de pressupostos: um elefante normal pode ter apenas quatro patas, mesmo que possa parecer ter mais... Hermenêutica

12 PRESSUPOSTOS: o que é aceitável e o que não é nas interpretações dos textos bíblicos, p.e.? Milagres e a alteração de Agostinho: evento sobrenatural; É necessário que haja milagres para crermos em Deus? E os paradoxos que isso gera: ciúme, vingança, injustiça, maldade? A concepção virginal de Jesus A fé do cristão se funda na concepção virginal ou na ressurreição de Jesus? Autonomia ou heteronomia? A dignidade e a liberdade dos filhos não ficariam afetadas? Hermenêutica

13 Dogma = verdade algo que é, sempre foi e sempre será; Isso traz segurança, na mesma medida em que retira a nossa liberdade; Porque, se há regras desde sempre estabelecidas, podemos nos tornar autômatos, meros repetidores, mas perderemos a possibilidade de construir o novo e o melhor; Com isso, poderíamos estar nos tempos da inquisição ainda, por exemplo. Quem ganha com o dogmatismo?

14 Assim, quem ganha com o dogmatismo e com a defesa apaixonada de uma interpretação literal dos textos sagrados (ou de uma interpretação que não pode ser mudada) é normalmente aquele que tem dificuldade com o novo, aquele que tem algum benefício com a manutenção do antigo ad aeternum. Quem ganha com o dogmatismo?

15 Exegese e hermenêutica andam de mãos dadas; Aquilo que mais importa àquele que crê é a mensagem de Deus para ele HOJE; Isso seria conseguido pela hermenêutica; Ela, porém, sem o auxílio da exegese, poderia ficar muito arbitrária, interpretando o texto de forma totalmente aleatória, sem um mínimo de rigor. Exegese e hermenêutica

16 Para nós, essa diferença não importa muito; Importante é saber que todo texto, sobretudo os sagrados e antigos, não devem ser lidos ingenuamente; E, acima de tudo, para aquele que crê, ainda mais importante do que Deus possa eventualmente ter querido dizer às pessoas de outras épocas, é compreender o que Ele diz para cada um de nós hoje; É nisso que se deveria fundar a experiência religiosa autêntica. Exegese e hermenêutica

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta matéria é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

TEMA DA SESSÃO. Patriarcado de Lisboa JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO INTRODUÇÃO 2. REVELAÇÃO E RELIGIÃO

TEMA DA SESSÃO. Patriarcado de Lisboa JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO INTRODUÇÃO 2. REVELAÇÃO E RELIGIÃO TEMA DA SESSÃO 1. INTRODUÇÃO 2. REVELAÇÃO E RELIGIÃO 3. REVELAÇÃO E PALAVRA 4. CONSEQUÊNCIAS 5. INTERROGAÇÕES 6. TPC www.teologiafundamental.weebly.com JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO

Leia mais

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação Domínio Religião e experiência religiosa Cultura cristã e visão cristã da vida Ética e moral cristã DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 5º ANO Calendarização:

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EMRC 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EMRC 8.º ANO DE EMRC 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir as metas abaixo indicadas, nos seguintes domínios: Religião e Experiência Religiosa Construir uma chave de

Leia mais

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MOSSORÓ RN

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MOSSORÓ RN IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MOSSORÓ RN CURSO SOBRE O CREMOS DA ASSEMBLEIA DE DEUS Segundo Artigo de Fé: Cremos, Na inspiração divina verbal e plenária da Bíblia Sagrada, única regra infalível

Leia mais

A 2 3:18 PNEUMATOLOGIA

A 2 3:18 PNEUMATOLOGIA VASOS DE OURO Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. 2 Pe. 3:18 PNEUMATOLOGIA OS DONS DO

Leia mais

I. Perguntas de gente boa

I. Perguntas de gente boa Graça e justiça ao alcance de todos nós Romanos 10:1-13 I. Perguntas de gente boa 1. Respeito, admiro e defendo a fé em Deus. Isto não basta? 2. Tenho elevados princípios de justiça e me esforço em viver

Leia mais

Tema: A importância da maturidade cristã EFÉSIOS PR. PAULO ALESSANDRO

Tema: A importância da maturidade cristã EFÉSIOS PR. PAULO ALESSANDRO Tema: A importância da maturidade cristã EFÉSIOS 4.12-16 PR. PAULO ALESSANDRO INTRODUÇÃO! Pr. Paulo Alessandro Mensagem passada: Refere-se ao texto trabalhado anteriormente! 4.7-12 Deus concedeu Graça,

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas º Ciclo ENSINO BÁSICO Planificação Anual de EMRC 5 º Ano º Periodo Unidade Letiva - Viver juntos Competências chave Metas Curriculares B. Construir

Leia mais

Teologia Sistemática

Teologia Sistemática Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Tema da sessão Lumen Gentium 1. Aspetos

Leia mais

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15 Sumário Prefácio, 13 Primeira parte - Fundamentação, 15 I. A teologia fundamental como ciência teológica básica, 17 1 Teologia como "fala de Deus", 17 1.1 Tipos básicos de teologia, 17 a) A teologia como

Leia mais

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo.

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo. A Bíblia A Bíblia chegou e chega até nós, sendo Palavra de Deus e Fruto da revelação direta de Deus. Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a

Leia mais

5 º ANO Unidade Letiva 1 - Viver juntos METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história.

5 º ANO Unidade Letiva 1 - Viver juntos METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA Escola Básica Fernando Caldeira Departamento de Ciências Humanas e Sociais Educação Moral e Religiosa Católica - 5º ano Ano letivo 2016/2017 5 º ANO Unidade Letiva 1 -

Leia mais

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 1 T/2012

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 1 T/2012 Palavra & Vida Sugestões Didáticas 1 T/2012 Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social Lição 3 - Deus usa a sua adversidade para curar o caráter de outras pessoas

Leia mais

HOMILÉTICA. Roney Ricardo. Site Teologia & Discernimento

HOMILÉTICA. Roney Ricardo. Site Teologia & Discernimento HOMILÉTICA Roney Ricardo roneyricardoteologia@gmail.com REFLEXÃO O Deus Todo-Poderoso tinha apenas um Filho, e este tornou-se pregador Anônimo DEFINIÇÃO O termo Homilética vem do grego e significa homiletike,

Leia mais

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo.

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo. A Bíblia A Bíblia chegou e chega até nós, sendo Palavra de Deus e Fruto da revelação direta de Deus. Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a

Leia mais

Os Livros dos Macabeus

Os Livros dos Macabeus Os Livros dos Macabeus O nome dos Livros surgiu do apelido de Macabeus (martelo) dado a Judas, filho mais famoso de Matatias. O texto foi escrito em Hebraico no início do 1º século a.c. Os livros descrevem

Leia mais

10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES. Por Robert W. Kellemen.

10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES. Por Robert W. Kellemen. 10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES Por Robert W. Kellemen. www.santoevangelho.com.br Quando eu faço aconselhamentos em igrejas locais, eu repetidamente ouço a preocupação de que nossa igreja

Leia mais

CRENTE PIRATA. 30 de Agosto de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "E porei dentro de vós o Meu ESPÍRITO, e farei que andeis nos Meus estatutos,

CRENTE PIRATA. 30 de Agosto de 2011 Ministério Loucura da Pregação. E porei dentro de vós o Meu ESPÍRITO, e farei que andeis nos Meus estatutos, 30 de Agosto de 2011 Ministério Loucura da Pregação "E porei dentro de vós o Meu ESPÍRITO, e farei que andeis nos Meus estatutos, 1 / 5 e guardeis os Meus juízos, e os observeis.." (Ezequiel 36:27) Até

Leia mais

Quem é o Pai do Filho de Deus?

Quem é o Pai do Filho de Deus? Quem é o Pai do Filho de Deus? O que significa a palavra Deus para você? Poderia alguém dizer que essa palavra DEUS é um nome próprio de alguém? Não, as escrituras deixam claro que não é o nome de alguém,

Leia mais

A suficiência da Bíblia

A suficiência da Bíblia A suficiência da Bíblia Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente

Leia mais

O QUÊ DEUS ESTÁ FALANDO?

O QUÊ DEUS ESTÁ FALANDO? A história fantástica de Deus continua do Velho Testamento até o Novo Testamento. Nós começamos ouvindo como as profecias da promessa de um Salvador foram totalmente cumpridas quando Deus mandou Seu Filho,

Leia mais

Interpretação Bíblica

Interpretação Bíblica IGREJA ALIANÇA EVANGÉLICA MISSIONÁRIA Interpretação Bíblica Disciplina 17/03/2011 Este material didático, é de grande importância para o estudo em seminário, visando a formação dos futuros líderes e obreiros

Leia mais

O Deus de Abraão e de Jesus Cristo - 1

O Deus de Abraão e de Jesus Cristo - 1 O Deus de Abraão e de Jesus Cristo - 1 Deus em questão CREIO EM UM SÓ DEUS A Fé dirige-se a Deus, tem Deus por objecto. Deus é actualmente posto em questão. Deus em questão A hipótese de Deus parece desnecessária

Leia mais

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a vida e projeto de seu FILHO. A missão dela era nos dar Jesus e fez isso de maneira ímpar. Vamos refletir nos fatos na vida de Jesus onde ELA está

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 Caros irmãos em Cristo, Hoje celebramos a Solenidade da Maternidade Divina de Maria, o Dia Mundial da Paz e o Primeiro dia do Ano Civil 2017.

Leia mais

ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR

ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR A ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam isto proclamamos a respeito da Palavra

Leia mais

Por que se construírem mitos sobre a origem do universo? Aprofundando o nosso conhecimento sobre os mitos religiosos

Por que se construírem mitos sobre a origem do universo? Aprofundando o nosso conhecimento sobre os mitos religiosos Por que se construírem mitos sobre a origem do universo? Aprofundando o nosso conhecimento sobre os mitos religiosos Para debater Pelo mito do Gênesis, o mundo judaico-cristão é criado bom. Em algum momento,

Leia mais

...batizando em nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo...

...batizando em nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo... ESTUDO DO BATISMO : O objetivo deste estudo é levar ao irmão(a), o conhecimento da verdade bíblica sobre o batismo ensinado por Jesus Cristo, que nestes dias possamos abrir nossa mente e coração para absorvermos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

Pistas de aprofundamento no estudo de um texto bíblico

Pistas de aprofundamento no estudo de um texto bíblico Pistas de aprofundamento no estudo de um texto bíblico Escuta do evangelho do domingo Mt 4,1-11; Jesus conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado Do grupo de jovens Família MOPP surgiu um broto

Leia mais

A leitura da Bíblia. questões centrais

A leitura da Bíblia. questões centrais questões centrais O que é a Bíblia? Quem é o autor e como escreveu? O que é o tema central? Por quê devo lê-la? Quando devo lê-la? Como? Requisitos? Como? Ajuda? Um novo propósito! o que é a Bíblia (1)

Leia mais

CONSOLADOR, MESTRE E GUIA

CONSOLADOR, MESTRE E GUIA CONSOLADOR, MESTRE E GUIA UM ESTUDO SOBRE O ESPÍRITO SANTO Por William Farrand LIVRO DE ESTUDO AUTODIDÁTICO Universidade Global Instituto de Correspondência Internacional 1211 South Glenstone Avenue Springfield,

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja.

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja. POR QUE EVANGELIZAR? Existem oito razões para incomodar as pessoas com a pregação do evangelho: 1. O amor de Deus. Evangelismo é um ato de amor (João 3:16, Mt. 5:45-44). 2. A ordem de Jesus. Evangelizar

Leia mais

27/02/2017. CUIDADO Algumas pessoas não conseguem entender o que significa fé. O que é fé e por que ela é importante? O QUE AS PESSOAS DIZEM

27/02/2017. CUIDADO Algumas pessoas não conseguem entender o que significa fé. O que é fé e por que ela é importante? O QUE AS PESSOAS DIZEM FÉ: Primeiro você coloca o pé, depois Deus coloca o chão. CUIDADO Algumas pessoas não conseguem entender o que significa fé. O que é fé e por que ela é importante? O QUE AS PESSOAS DIZEM Para muitos, a

Leia mais

Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano. Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos

Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano. Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos Texto para reflexão Pão Nosso Item 41 No Futuro Quem aqui gosta de manga? Prefere comprida ou curta? Evolução da

Leia mais

Você sabe o que é uma Parábola?

Você sabe o que é uma Parábola? Nos nossos quatro Evangelhos encontramos 44 Parábolas. Você sabe o que é uma Parábola? Saberia contar uma que Jesus narrou? Inteirinha? Vamos conversar um pouco... As Parábolas são narrativas breves, dotadas

Leia mais

Pressupostos iniciais (1) Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento

Pressupostos iniciais (1) Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento Estudo bíblico Pressupostos iniciais (1) Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para a salvação 1 Pedro 2.2 2 Pressupostos

Leia mais

Evangelhos e atos. Observações

Evangelhos e atos. Observações NOVO TESTAMENTO Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho (Hebreus 1,1-2) EVANGELHOS E ATOS Evangelhos e atos Os melhores recursos

Leia mais

PLANEJAMENTO Jeitos de explicar a origem do universo. O que diz a ciência sobre a criação. Campanha da Fraternidade 2016

PLANEJAMENTO Jeitos de explicar a origem do universo. O que diz a ciência sobre a criação. Campanha da Fraternidade 2016 Disciplina: Ensino Religioso Série: 6º ano Prof.: Cristiano Souza 1ªUNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES O homem e sua relação com Deus e com a Criação CRIAÇÃO O início do universo Tomar consciência

Leia mais

Centro de Estudos Anglicanos

Centro de Estudos Anglicanos Deixe que o leitor entenda... Mc 13:14 (Grupo de Estudos de hermenêutica da Diocese de Nova York) Tradução: Rev. Jorge Aquino Um documento com os princípios interpretativos pelos quais compreendemos as

Leia mais

TEXTOS SAGRADOS. Noções introdutórias

TEXTOS SAGRADOS. Noções introdutórias TEXTOS SAGRADOS Noções introdutórias A ORIGEM Os Textos Sagrados, via de regra, tiveram uma origem comum: Experiência do sagrado. Oralidade. Pequenos textos. Primeiras redações. Redação definitiva. Organização

Leia mais

Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral. Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica

Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral. Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica julho de 2016 Teresópolis RJ Bispo Roberto: Bom dia Bispo Adonias

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

TEXTO DO DIA. "Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas." (1 Co 14.39)

TEXTO DO DIA. Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas. (1 Co 14.39) TEXTO DO DIA "Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas." (1 Co 14.39) SÍNTESE Os dons espirituais são presentes dados por Deus à sua Igreja para edificação do Corpo

Leia mais

Igreja de Deus Unida,

Igreja de Deus Unida, Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional Guias de Estudo Bìblico Para a Juventude Volume 1 Lição 7 O Espírito Santo Deus, nosso Criador, compreende que todos nós enfrentamos circunstâncias que

Leia mais

amor de Deus sera um dos temas mais abordados pelo Apostolo Paulo em suas

amor de Deus sera um dos temas mais abordados pelo Apostolo Paulo em suas A Formula do Amor Ministerio de Lingua Portuguesa da Segunda Igreja Batisa de Richmond VA Romanos 13:8-10 Eu nao sei quantos aqui se lembram daquela musica que o cantos Leo Jaime cantava. Ainda Encontro

Leia mais

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 1. Antes de entregar a lei, Deus já havia feito uma aliança com o povo. Em Êxodo 19.1-4, Deus lembra o povo do seu pacto, confirmado demonstrado em um fato. Qual é o

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO CONTEÚDOS ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 Preparo para o céu 1 - Rota errada A seriedade do pecado Características do pecado Solução 2- Giro de 180 graus Sentimento de culpa Verdadeiro

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa 1 Evangelho de João Este evangelho tem 21 capítulos. Evangelho do Filho de Deus / Divino. 1 - Autor: João, o apóstolo, ele foi o último dos apóstolos a morrer. 2 - Data: Alguns escritores acreditam que

Leia mais

Descrição Aliança Referência. Instruções de conservação e leitura pública Garantias/Leitura Dt. 27:2-3

Descrição Aliança Referência. Instruções de conservação e leitura pública Garantias/Leitura Dt. 27:2-3 Introdução ao Livro de Deuteronômio - A nova geração Ao contrário do que o nome, vindo do grego, sugere, Deuteronômio não se trata de uma segunda lei, mas é uma recapitulação, para a nova geração pós-êxodo,

Leia mais

AQUI VIVE A ESPERANÇA!

AQUI VIVE A ESPERANÇA! AQUI VIVE A ESPERANÇA! ANTONIO CARLOS COSTA AQUI VIVE A ESPERANÇA! Re exões Abra-se para a vida, pois esta é a única forma de encontrar a felicidade. Mensagens de incentivo à vida Frases - Pensamentos

Leia mais

SACRAMENTOS II APROFUNDAMENTOS

SACRAMENTOS II APROFUNDAMENTOS SACRAMENTOS II APROFUNDAMENTOS 1 1. COMO SE DISTINGUE UM SINAL SACRAMENTAL DE UM SINAL NATURAL? 2 OS SACRAMENTOS CRIAM O QUE ELES SIGNIFICAM, ASSIM COMO AS PALAVRAS E AÇÕES DE NOSSO SENHOR TINHAM UM EFEITO

Leia mais

As Revelações do Apocalipse

As Revelações do Apocalipse Page 1 of 5 As Revelações do Apocalipse Este estudo contém ao todo 24 lições. Para imprimir esta lição e respondê-la com auxílio de sua Bíblia CLIQUE AQUI. ESTUDO 01 O Apocalipse, um Livro Aberto A maioria

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

A volta de Jesus é iminente, pois pode acontecer a qualquer momento.

A volta de Jesus é iminente, pois pode acontecer a qualquer momento. LIÇÃO 12 - A VOLTA DE JESUS Texto Bíblico: Apocalipse 19.11-16 Objetivos: Compreender as implicações sobre a segunda vinda de Cristo. Resgatar em sua vida cristã a bendita expectativa da volta de Cristo.

Leia mais

Vamos ver nesses próximos encontros, um pouco dos Livros Históricos, passando um por um. Vamos dar um mergulho em personagens interessantes, em fatos

Vamos ver nesses próximos encontros, um pouco dos Livros Históricos, passando um por um. Vamos dar um mergulho em personagens interessantes, em fatos Vamos ver nesses próximos encontros, um pouco dos Livros Históricos, passando um por um. Vamos dar um mergulho em personagens interessantes, em fatos espetaculares. Porém, o mais forte é a Mensagem Divina

Leia mais

evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos

evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos O Tema do trimestre: Maravilhosa graça O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos O Estudo da epístola de Paulo aos Romanos, um dos livros mais analisados na história da Igreja (Agostinho,

Leia mais

JUSTIFICAÇÃO SÓ PELA FÉ

JUSTIFICAÇÃO SÓ PELA FÉ JUSTIFICAÇÃO SÓ PELA FÉ Lição 4 para 22 de julho de 2017 Em Gálatas 2:15-21 trata sobre as diferenças entre judeus e gentios. São todos justificados da mesma maneira? São os gentios justificados pela fé

Leia mais

Subsídio conceitual para o Mês da Bíblia

Subsídio conceitual para o Mês da Bíblia Subsídio conceitual para o Mês da Bíblia Aquilo que existia desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com nossos olhos, o que contemplamos e o que nossas mãos tocaram: falamos da Palavra, que é a Vida.

Leia mais

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus,

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum-20.1.13 Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, ia haver uma grande tristeza, porque o vinho se tinha

Leia mais

Curso de Teologia de Leigos

Curso de Teologia de Leigos Curso de Teologia de Leigos O MISTÉRIO DA CRIAÇÃO; DEUS MANTÉM E SUSTENTA A CRIAÇÃO; DEUS REALIZA O SEU PROJETO: A DIVINA PROVIDÊNCIA; A DIVINA PROVIDÊNCIA E AS CAUSAS SEGUNDAS; A DIVINA PROVIDÊNCIA E

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério

Propedêutica Bíblica. 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério Propedêutica Bíblica 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério ORAÇÃO Hebreus 1 Muitas vezes e de muitos modos, falou Deus aos nossos pais, nos tempos antigos, por meio dos profetas. 2 Nestes dias, que

Leia mais

Fazendo de Cristo o Seu Senhor

Fazendo de Cristo o Seu Senhor Livrinho 2 Pàgina 27 Lição Quatro Fazendo de Cristo o Seu Senhor Você Está Fazendo Bom Progresso Desde o momento da sua conversão você tem crescido espiritualmente e tem feito progresso na jornada cristã.

Leia mais

A caridade divina em São Tomás de Aquino

A caridade divina em São Tomás de Aquino RICARDO FIGUEIREDO A caridade divina em São Tomás de Aquino segundo o Comentário ao Evangelho de São João Índice Lista de siglas e abreviaturas 9 Prefácio, Professor Doutor José Jacinto Ferreira de Farias

Leia mais

Escolhida. para o. Altar UM MANUAL PARA A FUTURA ESPOSA DE PASTOR. Tania Rubim

Escolhida. para o. Altar UM MANUAL PARA A FUTURA ESPOSA DE PASTOR. Tania Rubim Escolhida para o Altar UM MANUAL PARA A FUTURA ESPOSA DE PASTOR Tania Rubim Agradecimentos Em primeiro lugar quero agradecer ao meu soberano Deus por me dar esta oportunidade de escrever sobre um assunto

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas North A meric an Divisio n Portuguese Mi nistry Treinamento de Instrutores Bíblicos Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Objetivo Uma compreensão clara

Leia mais

CRISTOLOGIA Jesus Cristo, o Deus homem. Escola Bíblica Dominical Classe de Doutrina Marcelo Garcia da Silva 06/03/16

CRISTOLOGIA Jesus Cristo, o Deus homem. Escola Bíblica Dominical Classe de Doutrina Marcelo Garcia da Silva 06/03/16 CRISTOLOGIA Jesus Cristo, o Deus homem Escola Bíblica Dominical Classe de Doutrina Marcelo Garcia da Silva 06/03/16 I Aquecimento Versículos para memorizar João 1: 1 e 14 Como vai a memorização? Revisão

Leia mais

Estudos na Palavra de Deus

Estudos na Palavra de Deus Estudos na Palavra de Deus Não faça nada que você não queira que Deus veja. Não diga nada que não deseja que Deus ouça. Não escreva nada que não deseja que Deus leia. Não vá a qualquer lugar onde não queira

Leia mais

A BÍBLIA COMO PALAVRA HUMANA

A BÍBLIA COMO PALAVRA HUMANA A BÍBLIA COMO PALAVRA HUMANA (The Bible as the human word) Gil Fabio Moretto * Mestrando em Teologia da PUC/SP RESUMO ABSTRACT Neste estudo procuramos avaliar a dimensão humana presente na Palavra de Deus.

Leia mais

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Acolhimento aos alunos. . Observação de mapas. Observação de imagens

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Acolhimento aos alunos. . Observação de mapas. Observação de imagens ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLA BÁSICA DOS 2.º E 3.º CICLOS D. MIGUEL DE ALMEIDA DISCIPLINA: Educação Moral e Religiosa Católica ANO: 5.º ANO LETIVO 2013/2014 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Leia mais

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Ano 5º Ano letivo 2013 / 2014 Disciplina EMRC Turmas A, B, C, D, E, F, G, H, I, J Professores:

Leia mais

Os quatro "passos" da leitura orante

Os quatro passos da leitura orante A leitura orante nada mais é do que a maneira como gerações e gerações de judeus e cristãos leram as Sagradas Escrituras, procurando nelas uma palavra do Deus vivo para a sua vida, em cada momento de sua

Leia mais

ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA)

ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA) ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA) Hoje encontramo-nos aqui reunidos para celebrar a Festa das Bem-Aventuranças. Bem Aventurado quer dizer FELIZ e buscar a vontade de Deus é ser Bem-Aventurado. Eis que Jesus, ao

Leia mais

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b)

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b) INTRODUÇÃO Por decisão da Conferência Episcopal Portuguesa, vamos celebrar e viver, mais uma vez, a Semana do Consagrado. Este ano terá lugar de 26 de Janeiro a 02 de Fevereiro. Neste dia celebra-se liturgicamente

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

O Apocalipse de João foi feito para incitar a esperança, e não o pavor.

O Apocalipse de João foi feito para incitar a esperança, e não o pavor. LIÇÃO 01 O PONTO DE PARTIDA Texto Bíblico: Apocalipse 1.1-3 Objetivos: Desenvolver interesse em estudar o livro de Apocalipse. Entender que o objetivo do livro do Apocalipse não é trazer medo, mas esperança

Leia mais

Aniversário é sempre momento de reflexão, de balanço e de avaliação sobre os rumos que as nossas vidas têm tomado até o presente.

Aniversário é sempre momento de reflexão, de balanço e de avaliação sobre os rumos que as nossas vidas têm tomado até o presente. Aniversário é sempre momento de reflexão, de balanço e de avaliação sobre os rumos que as nossas vidas têm tomado até o presente. Este ano, eu e a minha esposa Simone tivemos a felicidade de sermos pais

Leia mais

Ano Letivo 2011/2012 3º Ciclo 8º Ano

Ano Letivo 2011/2012 3º Ciclo 8º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Anual EMRC Ano Letivo 2011/2012 3º Ciclo 8º Ano Tema Conteúdos Competências Específicas Avaliação Amor e fecundidade humana: Unidade

Leia mais

A CONSCIÊNCIA. - Realidade humana. - Espiritual. - Dirige-se para o sentido... para o supra sentido. - Dirige-se para o bem... - para o Sumo Bem.

A CONSCIÊNCIA. - Realidade humana. - Espiritual. - Dirige-se para o sentido... para o supra sentido. - Dirige-se para o bem... - para o Sumo Bem. A CONSCIÊNCIA - Realidade humana - Espiritual - Dirige-se para o sentido... para o supra sentido - Dirige-se para o bem... - para o Sumo Bem. DIMENSÃO RELIGIOSA DA CONSCIÊNCIA Ser religioso é ter encontrado

Leia mais

Módulo III O que anuncia a Catequese?

Módulo III O que anuncia a Catequese? Módulo III O que anuncia a Catequese? Diocese de Aveiro Objectivos Tomar consciência da realidade complexa do ser humano a quem levamos, hoje, uma Boa Nova. Compreender a importância da Sagrada Escritura

Leia mais

Se você está iniciando o processo de conhecer os seus dons espirituais, então saiba que todo esse processo precisa seracompanhado de oração.

Se você está iniciando o processo de conhecer os seus dons espirituais, então saiba que todo esse processo precisa seracompanhado de oração. PASSO1: Coloque-se diante de Deus em oração Se você está iniciando o processo de conhecer os seus dons espirituais, então saiba que todo esse processo precisa seracompanhado de oração. Este assunto não

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA 04-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Porque é que o Filho de Deus se fez homem? para nossa salvação,

Leia mais

Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça

Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça Como nos dias de Noé... E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Mateus 24:37 Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça Introdução 1 Um história amada por todos. Um

Leia mais

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física Disciplina: Ensino Religioso Série: 8º ano Prof.:Cristiano Souza 1ªUNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES CONVICÇÃO Favorecer um caminho de auto descoberta. Auto-conhecimento: Caminho para conviver

Leia mais

PARTE 2 - A PALAVRA NORMATIVA. O CÂNONE BÍBLICO

PARTE 2 - A PALAVRA NORMATIVA. O CÂNONE BÍBLICO Índice Siglas e abreviaturas 6 Introdução 7 PARTE 1 - A PALAVRA INSPIRADA CAPÍTULO I - NATUREZA DA INSPIRAÇÃO BÍBLICA 12 1. A inspiração bíblica no limiar do Vaticano II 13 1.1. Deus, autor principal,

Leia mais

O Alcorão é Autêntico?

O Alcorão é Autêntico? O Alcorão é Autêntico? حجية القرآن [رتغايل portuguese [português - www.islamreligion.com website موقع دين الا سلام 2013-1434 O Alcorão, às vezes chamado de Alcorão Sagrado ou o Nobre Alcorão é a escritura

Leia mais

Dogmas marianos: conheça as verdades de fé sobre Maria

Dogmas marianos: conheça as verdades de fé sobre Maria Dogmas marianos: conheça as verdades de fé sobre Maria A Igreja possui uma série de verdades de fé, conhecidas como dogmas, em que os católicos devem crer. No total, são 44 dogmas subdivididos em 8 categorias

Leia mais

PERDOAI-VOS UNS AOS OUTROS. Lição 8

PERDOAI-VOS UNS AOS OUTROS. Lição 8 PERDOAI-VOS UNS AOS OUTROS Lição 8 Introdução O que é perdão? A base do perdão? Como se dá o perdão? Obstáculos ao perdão. Conseqüências da escolha em não perdoar. Objetivo da aula: Possibilitar ao aluno

Leia mais

Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12

Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12 Introdução Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12 Série de 5 mensagens sobre a Armadura de Deus no livro de Efésios. Efésios 1.1

Leia mais

Lição 3 Jesus Cristo: a garantia da justificação! Texto bíblico: Romanos Plano de aula Sugestão Didática

Lição 3 Jesus Cristo: a garantia da justificação! Texto bíblico: Romanos Plano de aula Sugestão Didática Lição 3 Jesus Cristo: a garantia da justificação! Texto bíblico: Romanos 3.21-30 Plano de aula Sugestão Didática 1- OBJETIVO DA LIÇÃO: a- Mostra o processo histórico do amor de Deus pelo homem. b-compreender

Leia mais

Tornando a bíblia relevante no presente século.

Tornando a bíblia relevante no presente século. Tornando a bíblia relevante no presente século. Ao todo teremos três aulas para discutir tópicos especiais dentro da temática da hermenêutica bíblica e suas implicações na modernidade. 1º Um convite à

Leia mais

Jesus Cristo revela três passos para a felicidade

Jesus Cristo revela três passos para a felicidade Jesus Cristo revela três passos para a felicidade Introdução O desejo de felicidade está enraizado profundamente em cada pessoa, infelizmente muitos não alcançam este objetivo. São diversos os motivos

Leia mais

3. Introdução do Livro Depois de ter estudado agora leia a introdução ao livro de Filemom que está no final da lição.

3. Introdução do Livro Depois de ter estudado agora leia a introdução ao livro de Filemom que está no final da lição. Estudando Filemon 1. Competência a ser construída: Criar o hábito de estudar a Bíblia. A prática constrói o hábito! Encontro 05 2. Ouvindo os alunos A maior riqueza desse encontro é ver e ouvir o que os

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais