Pague suas dívidas de forma definitiva! REINALDO DOMINGOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pague suas dívidas de forma definitiva! REINALDO DOMINGOS"

Transcrição

1 Pague suas dívidas de forma definitiva! REINALDO DOMINGOS 1

2 ÍNDICE 2

3 Introdução 3

4 O nível de endividamento e inadimplência das famílias brasileiras é preocupante como apontam muitos levantamentos apresentados quase que semanalmente. Entretanto, apesar de serem altos, na minha opinião esses números ainda escondem uma realidade muito mais assustadora. Vejo que as pesquisas muitas vezes são opinativas e levam em conta apenas dívidas com o mercado financeiro oficial. Por isso acredito que os números reais de endividamento são maiores, pois muitas vezes as pessoas não se percebem como endividadas apenas quando não têm mais condições de arcar com os seus compromissos. Para agravar ainda mais a situação, a grande maioria dos brasileiros recorre a empréstimos e linhas de créditos sem conhecer em detalhes o funcionamento do sistema, que pratica juros exorbitantes. Essa atitude é uma das faces do comportamento de risco financeiro mais comuns na cultura do endividamento. Por isso, sempre alerto que é importante os consumidores saberem calcular o impacto dos financiamentos (cartão de crédito, cheque especial, financiamento da casa própria, carro e eletrodomésticos, entre outros) em seu orçamento, e refletir sobre a sua real capacidade de pagamento antes de optar por uma linha de crédito. 4

5 Capítulo 2 Ciclo do endividamento 5

6 Para que as pessoas possam entender melhor como se dá o caminho da decadência financeira, criei uma simulação que chamo de Ciclo do Endividamento, composto por causas, meios e efeitos. Entre as principais causas, estão o analfabetismo financeiro, o consumismo, o marketing publicitário e a possibilidade de fácil acesso ao crédito. Já os principais meios que levam ao endividamento são cartão de crédito, crediário, crédito consignado, empréstimos, adiantamentos e antecipação do Imposto de Renda. Os efeitos são diversos, sendo os mais comuns desavença conjugal, problemas de saúde, desmotivação, baixa autoestima, produtividade reduzida, atrasos e faltas no trabalho. Para quebrar esse ciclo é necessário ajudar a ampliar o repertório da população sobre finanças, de forma consistente e carregada de sentido prático, para que assimilem a importância do equilíbrio financeiro para o bem-estar individual e social. 6

7 Em geral, a ciranda financeira segue o seguinte compasso: se a prestação da casa ou do carro não está cabendo no orçamento, a pessoa passa a pagar todas as demais despesas no cartão de crédito, imaginando que assim sobrará recursos para pagar as dívidas principais. No entanto, dentro de poucos meses já não consegue quitar a fatura do cartão e passará a pagar a parcela mínima, até que sua renda aumente ou consiga algum dinheiro extra. Mas isso não acontece, e a saída é recorrer ao cheque especial. Chega o começo do outro mês e a história se repete, com um agravante: o salário recebido é suficiente apenas para cobrir o limite do cheque especial. Junto, vem o débito referente aos juros do período mais a parcela mínima do cartão acompanhada de juros. Sem alternativa, deixa-se de pagar a prestação da casa ou do carro. Quando se dá conta, a pessoa está completamente endividada, correndo o risco de ficar inadimplente, sem poder contratar novas linhas de crédito. Há quem provoque a própria demissão para usar os recursos dos direitos trabalhistas para solucionar o problema. Quando percebe que o dinheiro não é suficiente, busca empréstimos. E assim vai, até chegar ao fundo do poço. 7

8 Capítulo 3 O que pagar? 8

9 O primeiro passo para quem está endividado é tomar uma ação emergencial muito importante, que vem antes mesmo do planejamento, como veremos nos próximos capítulos. É necessário fazer um levantamento detalhado de todas as dívidas, separando os itens em essenciais e não essenciais, priorizando o pagamento dos essenciais para evitar o corte de serviços indispensáveis. Deve-se também priorizar as dívidas que têm as taxas de juros mais altas. Provavelmente serão as dos empréstimos adquiridos junto ao sistema financeiro. Se não houver possibilidade de acordo com a instituição financeira ou se a parcela negociada não couber no orçamento, é melhor poupar todos os meses para ter melhores condições de negociar a quitação das dívidas em valores menores, quando for procurado pelas empresas de recuperação de crédito contratadas pelos bancos. 9

10 Capítulo 4 Como sair das dívidas 10

11 Primeiro, é importante saber a diferença entre ter dívidas controladas e estar inadimplente. Em resumo, está endividado quem assumiu um compromisso financeiro, e está inadimplente quem não consegue honrá-lo. O endividamento engloba um grande número de consumidores que utilizam as mais variadas formas de crédito disponíveis no mercado. As mais comuns são compras no cartão de crédito, pagamentos parcelados, uso de cheques pré-datados, financiamento de carro e casa e tomada de empréstimos. Ter dívidas não é o problema. O perigo está em não conseguir pagar as prestações em dia. Se não honrar os compromissos financeiros que têm, a pessoa se torna inadimplente. Vou dar um exemplo: se você financiou um carro, obteve crédito no mercado e agora tem uma dívida. Se por algum motivo deixar de pagar as parcelas, além de continuar endividado, você também se tornará inadimplente. Se você está em uma dessas situações, não se desespere e continue a pensar em seus sonhos e estabelecer seus projetos de vida, incluindo o de sair das dívidas. Conheça algumas orientações que indicam como resolver o problema definitivamente: 11

12 1. Se você possui diversas dívidas, mas ainda não está inadimplente, cuidado! A situação é bastante preocupante. Levante todos os valores e estabeleça uma estratégia para que continue adimplente. E lembre-se, estar endividado nem sempre é um problema; o problema é quando não se consegue pagar esse compromisso; 2. Se já estiver inadimplente, antes de sair negociando, tenha total conhecimento de sua situação. Faça um diagnóstico financeiro, registrando o que ganha e o que gasta, e conheça o seu verdadeiro eu financeiro ; 3. Faça um apontamento de despesas diárias, separado por tipo de despesas, durante os próximos 30 dias. Esse é o caminho para que fique tudo mais claro. Somente assim poderá cortar gastos e reduzir excessos; 4. Muitas vezes, é importante dizer devo, não nego, pago, como e quando puder. Nunca se deve procurar o credor (pessoa ou instituição para quem se deve) antes de ter domínio completo da sua situação financeira; 12

13 5. A portabilidade é uma das ferramentas para reduzir o endividamento, portanto procure por linhas de créditos mais baixas. Porém, é importante frisar, isso não resolve a causa do problema; 6. No planejamento para pagar as dívidas, priorize as que têm os juros mais altos. Geralmente são as de cartão de crédito e cheque especial; 7. Antes de pagar as dívidas, é preciso reunir a família (inclusive as crianças), apresentar o problema e discutir as alternativas. Saiba que, para pagar as dívidas atrasadas, terá que repensar o seu padrão de vida, pois a sua força de pagamento será reduzida nos próximos meses, com o incío do pagamento das parcelas; 8. Na hora de negociar, se for parcelar as dívidas, tenha certeza de que cabem em seu orçamento; 9. Não existe uma porcentagem exata do quanto terá que direcionar para pagar suas dívidas, isso dependerá do diagnóstico financeiro feito previamente; 10. Além de pagar as dívidas, procure guardar dinheiro para fazer suas próximas compras à vista e obter descontos. Mesmo endividado, inicie o projeto de vida de ser independente e sustentável financeiramente. E não se esqueça: é preciso respeitar o dinheiro e entender que ele é um meio e não um fim. Seguindo essas orientações você verá que, independente da situação, sempre haverá uma solução. 13

14 Capítulo 5 Como não mais se endividar 14

15 Vimos que diversos fatores podem levar à inadimplência e que para sair dessa situação é preciso mudar hábitos e comportamentos. Portanto, apresento algumas orientações para ter educação financeira e não mais se endividar. 1. Questione-se Antes de realizar qualquer compra, se faça algumas perguntas como Eu realmente preciso desse produto?, O que ele vai trazer de benefício para a minha vida?, Estou comprando por necessidade real ou movido por influência de terceiros ou por sentimentos como carência e baixa autoestima?. Ao fazer isso, terá uma grande surpresa sobre a quantidade de coisas que você adquire apenas por impulsividade, gastando além do que pode. 2. Tenha ciência dos seus números Só é possível saber se você pode se comprometer com o valor de uma compra a partir do momento em que sabe os detalhes do seu orçamento. Parece estranho, mas muita gente não sabe exatamente quanto ganha por mês, especialmente aqueles que possuem renda variável. Isso é muito perigoso, pois quem não sabe o quanto ganha, não sabe o limite de gastos que pode ter, portanto não consegue fazer um planejamento adequado. 15

16 3. Faça um apontamento de despesas Durante 30 dias, anote todos os gastos que tiver inclusive os de menor valor, como cafezinhos e gorjetas separando-os em categorias. Por exemplo: restaurantes, vestuário, carro, guloseimas, etc. Dessa maneira, será fácil identificar com o que se está gastando e poderá realizar os ajustes necessários (redução ou até mesmo corte). Muitas vezes, o desequilíbrio financeiro vem das despesas de menor valor, que não costumamos dar importância. Conheça o apontamento de Despesas DSOP 4. Poupe primeiro, compre depois Um hábito que a maioria das pessoas não tem é o de guardar dinheiro antes de gastar. Tem algo em mente que deseja comprar? Ótimo, pesquise preços e comece a juntar recursos para conseguir pagar à vista. Além de obter descontos, você evitará acumular parcelas que nunca acabam e comprometem o orçamento financeiro por quase todo o ano. 16

17 5. Sonhe mais! É isso mesmo: sonhar mais ajuda a evitar endividamento e inadimplência. Faz sentido, porque quando temos objetivos bem definidos, adquirimos foco e disciplina para gastar menos com coisas supérfluas do dia a dia, que não agregam valor à vida. São os sonhos que nos movem e eles são a chave para uma mudança de postura em relação ao consumo. Com eles, aprendemos a priorizar. 17

18 Para complementar, veja perguntas que o consumidor deve se fazer antes de qualquer compra: Eu realmente preciso desse produto? O que ele vai trazer de benefício para a minha vida? Se eu não comprar isso hoje, o que acontecerá? Estou comprando por necessidade real ou movido por outro sentimento, como carência ou baixa autoestima? Estou comprando por influência de outra pessoa ou de uma propaganda sedutora? 18

19 Se mesmo diante deste questionamento, a pessoa concluir que realmente precisa comprar o produto, é prudente se fazer mais algumas perguntas, como: De quanto eu disponho efetivamente para gastar? Tenho o dinheiro para comprar à vista? Precisarei comprar a prazo e pagar juros? Se tenho hoje o valor referente a uma parcela, será que também terei daqui a três, seis ou doze meses? Preciso do modelo mais sofisticado, ou um básico, mais em conta, atenderia perfeitamente à minha necessidade? 19

20 Esteja certo de que, agindo de forma correta e respeitando o dinheiro, a prosperidade será o seu destino e os bons ventos da Educação Financeira soprarão ao seu favor. Acredite na beleza dos seus sonhos REINALDO DOMINGOS Mestre em Educação Financeira Escritor, palestrante, educador e terapeuta financeiro. Publicou diversos livros sobre o tema Educação Financeira, como o best-seller com mais de exemplares vendidos Terapia Financeira, Livre-se das Dívidas, Eu mereço ter dinheiro!, entre outras obras. 20

21 Descubra a Metodologia que já mudou a vida de milhares de famílias! 21

O dinheiro não traz felicidade - para quem não sabe o que fazer com ele. Machado de Assis

O dinheiro não traz felicidade - para quem não sabe o que fazer com ele. Machado de Assis O dinheiro não traz felicidade - para quem não sabe o que fazer com ele. Machado de Assis O nível de endividamento e inadimplência das famílias brasileiras é preocupante como apontam muitos levantamentos

Leia mais

Endividado, Equilibrado Financeiramente ou Investidor!

Endividado, Equilibrado Financeiramente ou Investidor! Educação Financeira Página 1 Pontos: Leia atentamente e marque com um (x) a alternativa que você mais se identifica. Apenas uma resposta. O teste é pessoal então seja honesto com você. 1. O que você ganha

Leia mais

Educação Financeira DÍVIDAS E CRÉDITO. Agosto de 2015

Educação Financeira DÍVIDAS E CRÉDITO. Agosto de 2015 Educação Financeira 01 DÍVIDAS E CRÉDITO Agosto de 2015 Educação Financeira Que tal controlar melhor suas finanças? Para ajudá-lo nesta tarefa, disponibilizamos para você uma planilha de orçamento. Mantendo

Leia mais

Vida Financeira saudável. Manuela Carneiro Diretora Executiva de Vendas Independente Mary kay

Vida Financeira saudável. Manuela Carneiro Diretora Executiva de Vendas Independente Mary kay Vida Financeira saudável Manuela Carneiro Diretora Executiva de Vendas Independente Mary kay CONTROLE FINANCEIRO Como você controla as finanças do seu negócio e as mantém separadas das suas finanças pessoais?

Leia mais

VIDA FINANCEIRA SAUDÁVEL E FELIZ

VIDA FINANCEIRA SAUDÁVEL E FELIZ VIDA FINANCEIRA SAUDÁVEL E FELIZ Manuela Carneiro Diretora Executiva de Vendas Independente Mary kay CONTROLE FINANCEIRO Como você controla as finanças do seu negócio e as mantém separadas das suas finanças

Leia mais

Quatro em cada dez brasileiros que tiveram nome sujo atribuem negativação ao desemprego, mostra SPC Brasil e CNDL

Quatro em cada dez brasileiros que tiveram nome sujo atribuem negativação ao desemprego, mostra SPC Brasil e CNDL Quatro em cada dez brasileiros que tiveram nome sujo atribuem negativação ao desemprego, mostra SPC Brasil e CNDL Cartão de crédito é o motivo da inadimplência de metade daqueles que foram negativados.

Leia mais

JANINA JACINO Educadora Financeira Comportamental. Contadora Empresária Mãe Educadora Financeiro DSOP Membro conselho fiscal ABEFIN.

JANINA JACINO Educadora Financeira Comportamental. Contadora Empresária Mãe Educadora Financeiro DSOP Membro conselho fiscal ABEFIN. JANINA JACINO Educadora Financeira Comportamental Contadora Empresária Mãe Educadora Financeiro DSOP Membro conselho fiscal ABEFIN. EDUCAÇÃO FINANCEIRA COMPORTAMENTAL Transformando as incertezas da crise

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO SOCIOECONÔMICO (PASE) EDUCAÇÃO FINANCEIRA

PROGRAMA DE APOIO SOCIOECONÔMICO (PASE) EDUCAÇÃO FINANCEIRA PROGRAMA DE APOIO SOCIOECONÔMICO (PASE) EDUCAÇÃO FINANCEIRA ORÇAMENTO PESSOAL O orçamento é fundamental para cuidar melhor das finanças pessoais, pois permite o planejamento dos gastos. São benefícios

Leia mais

CARTILHA DE CRÉDITO CONSCIENTE

CARTILHA DE CRÉDITO CONSCIENTE CARTILHA DE CRÉDITO CONSCIENTE - 1ª EDIÇÃO - 2015 Nos últimos anos, a REAL GRANDEZA identifi - cou um aumento da inadimplência no seu programa de empréstimo pessoal. Com o objetivo de auxiliar os Participantes

Leia mais

Ricardo BANDINI. Terapeuta e Educador. Financeiro Método DSOP. Empresário Constr. Civil. Membro da ABEFIN

Ricardo BANDINI. Terapeuta e Educador. Financeiro Método DSOP. Empresário Constr. Civil. Membro da ABEFIN Ricardo BANDINI Terapeuta e Educador Financeiro Método DSOP Empresário Constr. Civil Membro da ABEFIN Faça o teste abaixo e descubra o perfil de sua situação financeira: Endividado, Equilibrado Financeiramente

Leia mais

Construa sua reserva de emergência

Construa sua reserva de emergência 11 Guia Financeiro Construa sua reserva de emergência Para proteger seu orçamento é preciso tomar algumas medidas. Dentre elas, construir uma reserva de emergência. Mas, afinal, para que ela serve? Trata-se

Leia mais

Guia de educação financeira e uso responsável do crédito. Como obter melhor qualidade de vida hoje e no futuro

Guia de educação financeira e uso responsável do crédito. Como obter melhor qualidade de vida hoje e no futuro Guia de educação financeira e uso responsável do crédito 2018 Como obter melhor qualidade de vida hoje e no futuro Sumário 1. Introdução 2. Estabelecendo objetivos 3. Conhecendo o meu comportamento financeiro

Leia mais

Programa de Educação Financeira & Previdenciária

Programa de Educação Financeira & Previdenciária Programa de Educação Financeira & Previdenciária 2017 Planejamento Financeiro QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DA FALTA DE CONTROLE FINANCEIRO? CONSEQÜÊNCIAS DA FALTA DE CONTROLE FINANCEIRO NO TRABALHO Desmotivação

Leia mais

Cartilha de EDUCACAO FINANCEIRA

Cartilha de EDUCACAO FINANCEIRA Cartilha de EDUCACAO FINANCEIRA Cartilha de EDUCACAO FINANCEIRA COMO CUIDAR DE SEUS GASTOS E AINDA CONSEGUIR POUPAR? SAIBA COMO ASSISTINDO AOS VÍDEOS NO NOSSO SITE: WWW.BIORCFINANCEIRA.COM.BR/EDUCACAO

Leia mais

TAXA DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA

TAXA DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA TAXA DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA LINHA DE CRÉDITO JUNHO/2018 JULHO/2018 VARIAÇÃO VARIAÇÃO TAXA MÊS TAXA ANO TAXA MÊS TAXA ANO % PONTOS PERCENTUAIS Juros comércio 5,28% 85,42% 5,24% 84,57% -0,76% -0,04

Leia mais

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre educação financeira.

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre educação financeira. BANRIDICAS FINANCEIRAS A sua cartilha sobre educação financeira. PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO Traçar planos e colocar tudo na ponta do lápis não é tarefa fácil, mas também não é impossível. O planejamento

Leia mais

Controle financeiro pessoal em épocas de crise. Dicas práticas para melhorar o controle financeiro pessoal

Controle financeiro pessoal em épocas de crise. Dicas práticas para melhorar o controle financeiro pessoal Controle financeiro pessoal em épocas de crise Atualmente quase todos os dias somos impactados por notícias de que a crise está complicada e piorando o controle financeiro pessoal e familiar da maioria

Leia mais

Guia do Crédito Consciente

Guia do Crédito Consciente GUIA DO Guia do Crédito Consciente FAMILIAR GUIA DO Existem várias maneiras de usar o dinheiro de forma consciente. necessidades e planejar todos os seus gastos levando em conta a renda disponível. Para

Leia mais

FORMAS DE CRÉDITO. Entenda de forma simples e fácil 50% 40% 30% 20% 10% 0% jan fev mar abr mai jun

FORMAS DE CRÉDITO. Entenda de forma simples e fácil 50% 40% 30% 20% 10% 0% jan fev mar abr mai jun FORMAS DE CRÉDITO Entenda de forma simples e fácil 50% 40% 30% 20% 10% 0% jan fev mar abr mai jun Antes de tudo... Desde o final de 2016 estamos acompanhando a redução da taxa Selic, fato que vem, ao menos,

Leia mais

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PARTE I O DESTINO DO 13º SALÁRIO

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PARTE I O DESTINO DO 13º SALÁRIO PARTE I O DESTINO DO 3º SALÁRIO Itens 207 206 205 Pretendem utilizar o seu 3º salário para pagamento de dívidas já contraídas Pretendem utilizar parte para a compra de presentes Pretendem poupar e aplicar

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Apontamento de Despesas

Apontamento de Despesas Apontamento de Despesas O objetivo do Apontamento de Despesas é auxiliá-lo no controle de suas finanças. Com ele, você saberá para onde vai cada centavo do seu dinheiro. Essa ação faz parte do pilar Diagnosticar

Leia mais

CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017

CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017 CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017 APENAS 55% DOS NEGATIVADOS PESQUISAM TAXAS DE JUROS E DEMAIS CARACTERÍSTICAS DAS LINHAS DE CRÉDITO ANTES DE OPTAR PELO EMPRÉSTIMO Para quem está endividado e não tem

Leia mais

PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO

PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO A ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração realizou durante o mês de outubro de, pesquisa junto a 1.037 consumidores de todas as classes

Leia mais

ORGANIZE SUA VIDA FINANCEIRA

ORGANIZE SUA VIDA FINANCEIRA ORGANIZE SUA VIDA FINANCEIRA O endividamento inicia com o hábito de primeiro gastar e depois ver como pagar ou, se a mensalidade cabe no bolso, efetuar a compra. Para que isso não aconteça, o primeiro

Leia mais

Dica01. Nunca gaste todo o seu salário. Mantenha uma reserva financeira para emergências.

Dica01. Nunca gaste todo o seu salário. Mantenha uma reserva financeira para emergências. Prezado consumidor Esta cartilha, criada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais, tem como objetivo fornecer-lhe dicas para melhorar sua qualidade de vida com o uso racional de seus recursos

Leia mais

IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NO ORÇAMENTO NOVEMBRO 2017

IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NO ORÇAMENTO NOVEMBRO 2017 IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NO ORÇAMENTO NOVEMBRO 2017 34% DOS QUE PRETENDEM PRESENTEAR NO NATAL POSSUEM CONTAS EM ATRASO Tradição, imposição da sociedade de consumo, demonstração de afeto, merecimento,

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em abril/2018, sendo esta a segunda redução consecutiva.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em abril/2018, sendo esta a segunda redução consecutiva. 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em abril/2018, sendo esta a segunda redução consecutiva. Aqui as taxas de juros vinham em um longo período de reduções

Leia mais

VIDA FINANCEIRA SAUDÁVEL. Manuela Carneiro Diretora Executiva Elite de Vendas Independente Mary kay

VIDA FINANCEIRA SAUDÁVEL. Manuela Carneiro Diretora Executiva Elite de Vendas Independente Mary kay VIDA FINANCEIRA SAUDÁVEL Manuela Carneiro Diretora Executiva Elite de Vendas Independente Mary kay Mude suas crenças sobre dinheiro No que você acredita quando o assunto é riqueza? O que pensa quando vê

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES

PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES 1 PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em junho/2018,

Leia mais

MANEIRAS DE COMO ESTRUTURAR SUA VIDA FINANCEIRA

MANEIRAS DE COMO ESTRUTURAR SUA VIDA FINANCEIRA MANEIRAS DE COMO ESTRUTURAR SUA VIDA FINANCEIRA Tópicos 2- Introdução 3- Quando suas finanças estão longe de serem perfeitas 4- Planejamento Financeiro 5-13 itens para começar a organizar sua vida financeira

Leia mais

COMO FUNCIONA PARCEIRO NA RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO

COMO FUNCIONA PARCEIRO NA RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Negociar suas Dívidas Online é a plataforma que auxilia os brasileiros a organizarem a vida financeira e a recuperarem crédito no mercado. É uma ferramenta facilitadora para negociação entre consumidores

Leia mais

PESQUISA DE JUROS PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES

PESQUISA DE JUROS PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES 1 PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em maio/2018,

Leia mais

Como está sua vida financeira hoje??? ou?

Como está sua vida financeira hoje??? ou? Como está sua vida financeira hoje??? ou? Qual a diferença entre Endividado e Inadimplente? Se por acaso, você tiver dívidas atrasadas: Anote tudo que você deve e saiba o valor total. Negocie suas contas

Leia mais

MATERIAL BÁSICO GESTÃO FINANCEIRA PESSOAL

MATERIAL BÁSICO GESTÃO FINANCEIRA PESSOAL MATERIAL BÁSICO GESTÃO FINANCEIRA PESSOAL Rua do Paraíso, 760 / Rua Oliveira Melo, 474 +55 11 3937 9900 / 3738 7000 www.sigmasolucoes.com.br INTRODUÇÃO A maneira como lidamos com o dinheiro, é herança

Leia mais

Aula sobre Finanças. Diretora Nacional de Vendas Independente Mary Kay

Aula sobre Finanças. Diretora Nacional de Vendas Independente Mary Kay Aula sobre Finanças Diretora Nacional de Vendas Independente Mary Kay Como está sua vida financeira hoje??? ou? Qual a diferença entre Endividado e Inadimplente? Se por acaso, você tiver dívidas atrasadas:

Leia mais

a) 1234 b) 3214 c) 2413 d) 4132 e) 4321

a) 1234 b) 3214 c) 2413 d) 4132 e) 4321 1. Título que os bancos emitem para se capitalizar, ou seja, conseguir dinheiro para financiar suas atividades de crédito. Tal conceito se refere a: a) Poupança b) Debênture c) Certificado de Depósito

Leia mais

Gestão de Finanças Pessoais. Suzy Sukie Maia Barroso Silva Fábio Augusto Guimarães Teixeira

Gestão de Finanças Pessoais. Suzy Sukie Maia Barroso Silva Fábio Augusto Guimarães Teixeira Gestão de Finanças Pessoais Suzy Sukie Maia Barroso Silva Fábio Augusto Guimarães Teixeira AVISO Apresentação disponibilizada pelo Banco Central do Brasil para ações de educação financeira alinhadas às

Leia mais

COMO SAIR DAS DÍVIDAS

COMO SAIR DAS DÍVIDAS PRIMEIRO PASSO Monte seu orçamento familiar de forma que você consiga organizar tanto as contas como as dívidas e, assim, pagar as contas com 60% de sua renda. Talvez no primeiro momento você consiga diminuir

Leia mais

PEIC Fecomércio Setembro 2015 Pesquisa de Endividamento, Intenção de Consumo e Confiança do Consumidor de Aracaju/SE

PEIC Fecomércio Setembro 2015 Pesquisa de Endividamento, Intenção de Consumo e Confiança do Consumidor de Aracaju/SE PEIC Fecomércio Setembro 2015 Pesquisa de Endividamento, Intenção de Consumo e Confiança do Consumidor de Aracaju/SE 1 NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO Como as famílias se consideram hoje, levando em consideração

Leia mais

Educação Financeira para Empreendedores Digitais

Educação Financeira para Empreendedores Digitais Educação Financeira para Empreendedores Digitais Somos um Instituto com modelo associativo de comercialização e administração de programas e profissionais de Educação financeira. Nossa causa é entregar

Leia mais

Como está sua vida financeira hoje??? ou?

Como está sua vida financeira hoje??? ou? Aula sobre Finanças Como está sua vida financeira hoje??? ou? Muitas pessoas fracassam em suas carreiras de propósito. Em geral elas chegam a um ponto de suas vidas em que se sentem muito mal com seu trabalho

Leia mais

Finanças Pessoais 1º passo para a Cultura de Bolso. Sejam bem-vindos! Aleksander Avalca

Finanças Pessoais 1º passo para a Cultura de Bolso. Sejam bem-vindos! Aleksander Avalca Finanças Pessoais 1º passo para a Cultura de Bolso Sejam bem-vindos! Aleksander Avalca Algumas estatísticas 2011 maior nível de inadimplência nos últimos 9 anos Algumas estatísticas 2011 maior nível de

Leia mais

Como a capitalização te ajuda a guardar dinheiro e criar disciplina financeira

Como a capitalização te ajuda a guardar dinheiro e criar disciplina financeira Como a capitalização te ajuda a guardar dinheiro e criar disciplina financeira Índice Introdução 3 Capitalização para poupar dinheiro e criar disciplina financeira Faça seu sonho acontecer 6 11 Introdução

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS Após quatorze meses de reduções consecutivas as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas. Estas elevações foram

Leia mais

Apontamento de Despesas

Apontamento de Despesas Apontamento de Despesas O objetivo do Apontamento de Despesas é auxiliá-lo no controle do seu dinheiro. Com ele, você saberá para onde vai cada centavo do seu dinheiro. Essa ação faz parte do pilar Diagnosticar

Leia mais

52% dos brasileiros fizeram alguma compra por impulso nos últimos três meses, revela SPC Brasil

52% dos brasileiros fizeram alguma compra por impulso nos últimos três meses, revela SPC Brasil 52% dos brasileiros fizeram alguma compra por impulso nos últimos três meses, revela SPC Brasil Roupas e calçados atraem mais as mulheres, e eletrônicos, os homens. Seis em cada dez consumidores preferem

Leia mais

Vivendo Além dos Padrões de Vida: ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA

Vivendo Além dos Padrões de Vida: ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA Vivendo Além dos Padrões de Vida: ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA Outubro 2015 INTRODUÇÃO Quatro em cada dez entrevistados fazem controle financeiro ruim, ou não fazem controle algum O estudo Além dos padrões de

Leia mais

PLANEJAMENTO PARA COMPRA DA CASA PRÓPRIA

PLANEJAMENTO PARA COMPRA DA CASA PRÓPRIA PLANEJAMENTO PARA COMPRA DA CASA PRÓPRIA INTRODUÇÃO É importante se planejar? A aquisição da casa própria tornou-se, nas últimas décadas, o principal sonho de consumo dos brasileiros. Mais do que uma maneira

Leia mais

10 Dicas GRÁTIS Para Controlar Seu Orçamento

10 Dicas GRÁTIS Para Controlar Seu Orçamento 10 Dicas GRÁTIS Para Controlar Seu Orçamento Fizemos uma seleção de dicas muito importantes para que você aprenda a controlar o seu orçamento e mantenha a sua vida econômica em dia. Seguindo à risca as

Leia mais

O CENÁRIO ECÔNOMICO ATUAL NA VISÃO DOS CONSUMIDORES

O CENÁRIO ECÔNOMICO ATUAL NA VISÃO DOS CONSUMIDORES O CENÁRIO ECÔNOMICO ATUAL NA VISÃO DOS CONSUMIDORES Agosto 2015 INTRODUÇÃO Mais da metade dos brasileiros acredita que o cenário econômico do país no segundo semestre de 2015 será pior que em 2014 O estudo

Leia mais

HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL

HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL Setembro 2016 INTRODUÇÃO Boa parte dos inadimplentes não tem conhecimento de aspectos importantes da sua situação financeira.

Leia mais

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Agosto 2017 Indicador de Uso do Crédito marca 27,4 pontos em junho Em julho de 2017, o Indicador de Uso do Crédito registrou 27,4 pontos. O resultado

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em junho/2017, sendo esta a sétima redução consecutiva e oitava redução

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em dezembro de 2017, sendo esta a décima terceira redução consecutiva

Leia mais

HABILIDADES FINANCEIRAS E IMPULSIVIDADE DO INADIMPLENTE

HABILIDADES FINANCEIRAS E IMPULSIVIDADE DO INADIMPLENTE HABILIDADES FINANCEIRAS E IMPULSIVIDADE DO INADIMPLENTE Setembro 2015 1. INTRODUÇÃO Mesmo demonstrando habilidade para fazer contas simples e perceber vantagens financeiras, consumidores inadimplentes

Leia mais

Administração de Finanças Pessoais e de Família. Prof. Dr. Fabio Junges - Módulo II

Administração de Finanças Pessoais e de Família. Prof. Dr. Fabio Junges - Módulo II Administração de Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - fabio@fabiojunges.com.br Módulo II Alguma mudança nestas últimas duas semanas em relação às suas finanças e da sua família? Módulo

Leia mais

Vantagens de ter Recebimentos em Cartões. Mais segurança para o cliente. Recebimentos de Cartões: Vantagens e Cuidados

Vantagens de ter Recebimentos em Cartões. Mais segurança para o cliente. Recebimentos de Cartões: Vantagens e Cuidados Mais de 75% dos brasileiros possuem cartão de crédito e fazem compras no cartão de crédito e, apesar desse número ser de 2012, pouca coisa mudou de lá até aqui, já que as pessoas continuam utilizando essa

Leia mais

GUIA DE USO RESPONSÁVEL DO CRÉDITO

GUIA DE USO RESPONSÁVEL DO CRÉDITO GUIA DE USO RESPONSÁVEL DO CRÉDITO SUMÁRIO LIVRO I - O EMPODERAMENTO FINANCEIRO DO CONSUMIDOR 1. O que é crédito?...04 2. Como conseguir crédito?...04 3. Quais são as modalidades de crédito?...05 a. Cheque

Leia mais

Como me organizar financeiramente?

Como me organizar financeiramente? Como me organizar financeiramente? Reserve 50% do seu planejamento para os gastos essenciais: Aluguel, contas de água, luz e telefone, despesas com locomoção, educação, saúde e alimentação são alguns dos

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Novembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Novembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar nov/15 61,0% 22,7%

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em janeiro/2018, sendo esta a décima quarta redução consecutiva e

Leia mais

Módulo T 6 Í T E U du L c O açã X o Financeira

Módulo T 6 Í T E U du L c O açã X o Financeira Módulo 6 TÍTULO Educação XFinanceira EDUCAÇÃO FINANCEIRA Olá! Neste módulo, mostraremos as vantagens de organizar-se para poupar e gastar bem. Um agente de crédito que cuida bem de suas finanças irá aconselhar

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar dez/15 61,1% 23,2%

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA HÁBITOS DE USO DO DINHEIRO

EDUCAÇÃO FINANCEIRA HÁBITOS DE USO DO DINHEIRO EDUCAÇÃO FINANCEIRA HÁBITOS DE USO DO DINHEIRO METODOLOGIA Público alvo: residentes em todas as capitais brasileiras, com idade igual ou superior a 18 anos, ambos os sexos e todas as classes sociais. Método

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro 22.06.2010 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Abr Mai Jun Total de Endividados 58,0% 58,7% 54,0% Dívidas ou Contas em Atrasos 24,4% 25,1% 23,5% Não

Leia mais

Guia do cartão de crédito: Você usa bem o seu?

Guia do cartão de crédito: Você usa bem o seu? Guia do cartão de crédito: Você usa bem o seu? Cuidar bem do seu orçamento inclui utilizar, de forma responsável, os meios de pagamento à sua disposição. O cartão de crédito é um deles. Como utilizar o

Leia mais

Palavra do especialista

Palavra do especialista Número 24 - de 02 a 06 de janeiro de 2017 Palavra do especialista Saiba sobre o Benefício de Auxílio Doença O benefício de auxílio doença é um dos benefícios importantes oferecidos pelo Plano ConabPrev.

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Das seis linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês.

PESQUISA DE JUROS. Das seis linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês. ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em julho/2017, sendo esta a oitava redução consecutiva e nona redução

Leia mais

Meu Controle Financeiro

Meu Controle Financeiro Meu Controle Financeiro POR TODO BRASIL O Meu Controle Financeiro é uma ação promovida pela FENASBAC Federação de Associações dos Servidores do Banco Central, e integra a programação de ações da 5ª Semana

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em outubro/2013, sendo esta a sexta elevação no ano. Esta elevação

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em setembro de 2017, sendo esta a décima redução consecutiva e décima

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E O IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NAS FINANÇAS PESSOAIS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E O IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NAS FINANÇAS PESSOAIS PLANEJAMENTO FINANCEIRO E O IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NAS FINANÇAS PESSOAIS Novembro 2016 36% dos que vão presentear este ano possuem contas em atraso e 19% ficaram com o nome sujo pelas dívidas

Leia mais

USO DO CHEQUE ESPECIAL JUNHO 2018

USO DO CHEQUE ESPECIAL JUNHO 2018 USO DO CHEQUE ESPECIAL JUNHO 2018 SEIS EM CADA DEZ BRASILEIROS QUE USAM CHEQUE ESPECIAL DESCONHECEM O VALOR DAS TAXAS E DOS JUROS COBRADOS PELOS BANCOS Ao lado do cartão de crédito, o cheque especial é

Leia mais

Novas regras DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO _Cartilha ABECS - Atualização_14.8x21cm.indd 1

Novas regras DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO _Cartilha ABECS - Atualização_14.8x21cm.indd 1 Novas regras DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO 50224-777781_Cartilha ABECS - Atualização_14.8x21cm.indd 1 Esta cartilha foi elaborada pela ABECS e suas associadas com o propósito de contribuir para o uso

Leia mais

ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANÇAS DO CONSUMIDOR FEVEREIRO 2018

ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANÇAS DO CONSUMIDOR FEVEREIRO 2018 ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANÇAS DO CONSUMIDOR FEVEREIRO 2018 70% DEIXARAM DE PAGAR OU PAGARAM COM ATRASO AO MENOS UMA CONTA NO ÚLTIMO ANO O Brasil tem hoje cerca de 60 milhões de inadimplentes, ou

Leia mais

Planejamento e administração do seu negócio. Mary Kay

Planejamento e administração do seu negócio. Mary Kay Bem-vindas! Planejamento e administração do seu negócio Mary Kay Segundo dados da pesquisa nacional de endividamento e inadimplência do consumidor (peic) o percentual de famílias brasileiras com divida

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Das três linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês.

PESQUISA DE JUROS. Das três linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês. ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em agosto de 2017, sendo esta a nona redução consecutiva e décima

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em agosto/2018,

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Setembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar set/15 63,5% 23,1%

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em setembro/2018,

Leia mais

46% dos inadimplentes não têm condições financeiras de pagar as dívidas em atraso nos próximos três meses, mostra SPC Brasil

46% dos inadimplentes não têm condições financeiras de pagar as dívidas em atraso nos próximos três meses, mostra SPC Brasil 46% dos inadimplentes não têm condições financeiras de pagar as dívidas em atraso nos próximos três meses, mostra SPC Brasil Em um ano, valor total das pendências diminuiu 34% e chega a R$ 3.544 mil. Perda

Leia mais

PEIC Fecomércio Março 2016 Pesquisa de Endividamento, Intenção de Consumo e Confiança do Consumidor de Aracaju/SE

PEIC Fecomércio Março 2016 Pesquisa de Endividamento, Intenção de Consumo e Confiança do Consumidor de Aracaju/SE PEIC Fecomércio Março 2016 Pesquisa de Endividamento, Intenção de Consumo e Confiança do Consumidor de Aracaju/SE 1 NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO Como as famílias se consideram hoje, levando em consideração que

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar fev/10 61,8% 25,6% 8,6% jan/11 59,4%

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Após terem sido elevadas sete vezes em 2013 as taxas de juros das operações de crédito iniciaram 2014 com nova elevação.

PESQUISA DE JUROS. Após terem sido elevadas sete vezes em 2013 as taxas de juros das operações de crédito iniciaram 2014 com nova elevação. PESQUISA DE JUROS Após terem sido elevadas sete vezes em 2013 as taxas de juros das operações de crédito iniciaram 2014 com nova elevação. Esta elevação é reflexo da elevação da Taxa Básica de Juros (Selic)

Leia mais

Educação Financeira e Previdenciária 04 DÍVIDAS? Veja dicas para lidar com elas!

Educação Financeira e Previdenciária 04 DÍVIDAS? Veja dicas para lidar com elas! Educação Financeira e Previdenciária 04 DÍVIDAS? Veja dicas para lidar com elas! Agosto de 2016 Educação Financeira e Previdenciária DÍVIDAS: Retome o controle das suas finanças O caminho para recuperar

Leia mais

O Perfil do Endividamento das famílias brasileiras em 2013

O Perfil do Endividamento das famílias brasileiras em 2013 O Perfil do Endividamento das famílias brasileiras em 2013 A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor mostra que, em 2013, houve crescimento de 7,5% do número médio de famílias endividadas,

Leia mais

Crédito não pode ser usado para consumo

Crédito não pode ser usado para consumo Crédito não pode ser usado para consumo Consultor afirma que é preciso racionalidade no uso do empréstimo para se evitar o comprometimento da renda Luiz Carlos Souza Uma prática antiga para quem administra

Leia mais

Para limpar o nome, 36% dos inadimplentes recorrem a acordo com credor, aponta pesquisa do SPC Brasil e CNDL

Para limpar o nome, 36% dos inadimplentes recorrem a acordo com credor, aponta pesquisa do SPC Brasil e CNDL Para limpar o nome, 36% dos inadimplentes recorrem a acordo com credor, aponta pesquisa do SPC Brasil e CNDL Telefone é o meio mais comum para tentativa de acordo, mas em 29% dos casos, dívida foi renegociada

Leia mais

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA Fevereiro 2016 INTRODUÇÃO 79,0% dos brasileiros têm concepção equivocada sobre o que é estar endividado 20,2% Compreende o significado real

Leia mais

Novas regras DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO _418858_Abecs_Cartilha_Novo_Rotativo_14,8x21cm.indd 1

Novas regras DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO _418858_Abecs_Cartilha_Novo_Rotativo_14,8x21cm.indd 1 Novas regras DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO 49349_418858_Abecs_Cartilha_Novo_Rotativo_14,8x21cm.indd 1 7/4/17 4:24 PM Esta cartilha foi elaborada pela ABECS e suas associadas com o propósito de contribuir

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome Março de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Investigar o comportamento de pessoas que emprestam o nome para terceiros, delimitando: Perfil dos entrevistados que

Leia mais

Oito em cada dez inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando com os bancos

Oito em cada dez inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando com os bancos Oito em cada dez inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando com os bancos Segundo pesquisa do SPC Brasil, 46% das pessoas com nome sujo admitem que a dívida poderia ter sido evitada caso fizessem

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro Novembro/2013

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro Novembro/2013 CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro Novembro/2013 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar nov/12 59,0% 21,0%

Leia mais

EDUCAÇÃO E PLANEJAMENTO FINANCEIRO. Shandra Aguiar. Coordenadora do Núcleo de Educação do Consumidor- Educon UFC

EDUCAÇÃO E PLANEJAMENTO FINANCEIRO. Shandra Aguiar. Coordenadora do Núcleo de Educação do Consumidor- Educon UFC EDUCAÇÃO E PLANEJAMENTO FINANCEIRO Shandra Aguiar Coordenadora do Núcleo de Educação do Consumidor- Educon UFC PARA PENSAR... Como me vejo em 2022 Como eu vejo a minha vida de aposentada(o) Qual o significado

Leia mais

Pelo terceiro ano seguido, desemprego é a principal causa da inadimplência, mostra levantamento do SPC Brasil e CNDL

Pelo terceiro ano seguido, desemprego é a principal causa da inadimplência, mostra levantamento do SPC Brasil e CNDL Pelo terceiro ano seguido, desemprego é a principal causa da inadimplência, mostra levantamento do SPC Brasil e CNDL Quatro em cada dez inadimplentes não sabem o quanto devem; 48% não têm condições financeiras

Leia mais

O número de participantes e assistidos no mês de junho de 2009 apresentou a seguinte. Quantidade Quantidade

O número de participantes e assistidos no mês de junho de 2009 apresentou a seguinte. Quantidade Quantidade 1. Introdução O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de junho de 2009, bem como

Leia mais

COMO LIDAR MELHOR COM O DINHEIRO

COMO LIDAR MELHOR COM O DINHEIRO COMO LIDAR MELHOR COM O DINHEIRO Célio Tavares Especialista em Finanças pela Fundação Getúlio Vargas Conselheiro de Administração pela Fundação D. Cabral Professor Universidade de Itaúna. Consultor de

Leia mais