CALIBRAÇÃO DE MANÔMETROS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CALIBRAÇÃO DE MANÔMETROS"

Transcrição

1 INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE - CURSO TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE - Prof. TAYLOR SOARES ROSA - 29/9/2009 Calibração de manômetros CALIBRAÇÃO DE MANÔMETROS Conjunto de operações que busca determinar a relação entre os valores indicados por um instrumento de medição e os valores das grandezas estabelecidas por padrões Tem por objetivos: estudar as grandezas que influem no processo de medição; coletar dados para determinação dos erros do instrumento; levantar dados para ajuste dos equipamentos; levantamento da característica de resposta O resultado pode ser registrado em documento chamado de certificado de calibração ou relatório de calibração. Padrão: Medida materializada, instrumento de medição ou sistema de medição, que serve como referência para comparações sucessivas. Manômetro de ensaio: Deve possuir as seguintes características para ser classificado como manômetro de ensaio: Tolerância mínima de 4 vezes a do manômetro a ser ensaiado. Diâmetro maior que 150mm. A classe de exatidão deverá ser indicada no mostrador. Faixa de medida 1,3 a 1,6 vezes maior que a faixa do instrumento a ser ensaiado. Possuir espelho ao longo da escala (erro de paralaxe) e não possuir batente de ponteiro. Obs.: A tolerância do manômetro a ser testado será 4 vezes o valor da tolerância do manômetro padrão utilizado, se no ensaio os valores obtidos estiverem dentro desta tolerância Ex.: manômetro 0,25% para aferir manômetro com exatidão de 1%. Classificação dos manômetros a) Pela tolerância: CLASSE A4 A3 A2 A1 A B C D EXATIDÃO 0.10 % da faixa 0,25 % da faixa 0,50 % da faixa 1 % da faixa 1 % (de 25 a 75% da faixa) 2 % no resto 2 % (de 25 a 75% da faixa) 3 % no resto 3 % (de 25 a 75% da faixa) 4 % no resto 4 % toda faixa) b) Pela pressão: gás liquido BAIXA PRESSÃO até 25 bar até 60 bar MÉDIA PRESSÃO de 25 a 160 bar de 60 a 400 bar ALTA PRESSAO acima de 160 bar acima de 400 bar

2 INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE - CURSO TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE - Prof. TAYLOR SOARES ROSA - 29/9/2009 EXECUÇÃO DO ENSAIO Para os manômetros classes A 2, A 3 e A 4 se utilizam a Bomba de peso morto e a de Coluna de líquido. Para os manômetros classes A 1, A, B, C e D, manômetro de ensaio, bomba de peso morto e coluna de líquido. PROCEDIMENTOS PARA ENSAIO: Norma 4: 05/09/2002 Temperatura: 25 C Número de pontos de ensaio (nº mínimo): distribuídos ao longo de toda a escala de acordo com a classe do instrumento. APLICAÇÃO DA PRESSÃO: A 4 20 pontos A 3 8 pontos A 2, A 1, A, B 5 pontos C, D 3 pontos 1 ) Aplicar o valor máximo da escala por um período mínimo de 5 minutos. 2 ) Liberar a pressão e após 10 minutos iniciar a aplicação crescente até o valor máximo liberar a pressão no sentido decrescente. ENSAIO DE SOBRE PRESSÃO: Deverá ser efetuado no máximo por 1 minuto de acordo com os limites abaixo: 0 60 bar: 30% acima do FE ou 15% (para cobre) bar: 15% acima do FE acima 400 bar: 10% (após efetuar o ensaio no 2 ponto) bomba comparativa bomba de peso morto

BC1507 Instrumentação e Controle AULA 01. Sensores - I

BC1507 Instrumentação e Controle AULA 01. Sensores - I AULA 01 Sensores - I 1 Programa Princípios de medição de grandezas físicas Instrumentos indicadores eletromecânicos Transdutores de instrumentação de sistemas de medições Circuitos de instrumentação: medições

Leia mais

Metrologia VIM - Vocabulário Internacional de Metrologia

Metrologia VIM - Vocabulário Internacional de Metrologia VIM - Vocabulário Internacional de Metrologia Como a metrologia possui interferência em quase todas as áreas da sociedade, torna-se imperativo que exista uma linguagem comum em todas elas, de forma que

Leia mais

Instituto Português da DMET/UML

Instituto Português da DMET/UML Aprovação Diretora do Departamento de Metrologia Revisão Diretora da Unidade de Metrologia Legal Elaboração Responsável de Domínio da Unidade de Metrologia Legal CONTROLO METROLÓGICO LEGAL VERIFICAÇÃO

Leia mais

Mecânica dos Fluidos. Aula 5 Manômetros e Manometria. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues

Mecânica dos Fluidos. Aula 5 Manômetros e Manometria. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Aula 5 Manômetros e Manometria Tópicos Abordados Nesta Aula Manômetros. Manometria. Definição de Manômetro O manômetro é o instrumento utilizado na mecânica dos fluidos para se efetuar a medição da pressão,

Leia mais

A Instrumentação pode ser definida como a arte e ciência da medição e controle.

A Instrumentação pode ser definida como a arte e ciência da medição e controle. www.iesa.com.br 1 Introdução A Instrumentação pode ser definida como a arte e ciência da medição e controle. Instrumento é qualquer dispositivo, ou conjunto de dispositivos, utilizado com a finalidade

Leia mais

Instrução de Trabalho

Instrução de Trabalho IT - 014 05 1 de 13 SUMÁRIO 1 OBJETIVO 2 REFERÊNCIAS 3 DEFINIÇÕES 4 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES 5 REGISTROS 6 RESPONSABILIDADES 7 CONTROLE DE ALTERAÇÕES 8 ANEXOS 1 OBJETIVO Esta instrução tem como finalidade

Leia mais

ERROS DE MEDIÇÃO. Vocabulário; Erros de Medição; Calibração.

ERROS DE MEDIÇÃO. Vocabulário; Erros de Medição; Calibração. ERROS DE MEDIÇÃO Vocabulário; Erros de Medição; Calibração. Imaginando o caso da balança, após estabelecer os erros sistemáticos e aleatórios, poderíamos conviver com os erros efetuando um fator de correção

Leia mais

Prof. Dr. Evandro Leonardo Silva Teixeira Faculdade UnB Gama

Prof. Dr. Evandro Leonardo Silva Teixeira Faculdade UnB Gama Prof. Dr. Evandro Leonardo Silva Teixeira Faculdade UnB Gama Pressão: Não é uma grandeza física fundamental; Derivada da medição de força e área; Força é derivada da : massa, comprimento e tempo; Área

Leia mais

Aula I -Introdução à Instrumentação Industrial

Aula I -Introdução à Instrumentação Industrial Aula I -Introdução à Instrumentação Industrial UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DISCIPLINA: INSTRUMENTAÇÃO E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL I (ENGF99) PROFESSOR: EDUARDO SIMAS (EDUARDO.SIMAS@UFBA.BR)

Leia mais

Termômetro bimetálico Versão de alta qualidade para processos conforme EN Modelo 55

Termômetro bimetálico Versão de alta qualidade para processos conforme EN Modelo 55 Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Versão de alta qualidade para s conforme EN 13190 Modelo 55 WIKA folha de dados TM 55.01 outras aprovações veja página 7 Aplicações Instrumentação

Leia mais

Terminologia e conceitos de Metrologia

Terminologia e conceitos de Metrologia A U A UL LA Terminologia e conceitos de Metrologia Um problema Muitas vezes, uma área ocupacional apresenta problemas de compreensão devido à falta de clareza dos termos empregados e dos conceitos básicos.

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

Métodos Experimentais em Termociências I.B De Paula

Métodos Experimentais em Termociências I.B De Paula Conceitos básicos: Medição É o conjunto de operações que tem por objetivo determinar o valor de uma grandeza. Medições, mesmo que bem controladas, estão sujeitas a variações causadas por inúmeras fontes.

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 54, série industrial

Termômetro bimetálico Modelo 54, série industrial Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 54, série industrial WIKA folha de dados TM 54.01 outras aprovações veja página 6 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias químicas

Leia mais

TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CÉLULA DE CARGA PARA MENSURAÇÃO DA QUANTIDADE DE GÁS GLP EM BOTIJÃO DE USO DOMÉSTICO

TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CÉLULA DE CARGA PARA MENSURAÇÃO DA QUANTIDADE DE GÁS GLP EM BOTIJÃO DE USO DOMÉSTICO 16 TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CÉLULA DE CARGA PARA MENSURAÇÃO DA QUANTIDADE DE GÁS GLP EM BOTIJÃO DE USO DOMÉSTICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS ROTEIRO DE AULA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS ROTEIRO DE AULA 1 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS LEB 0472 HIDRÁULICA Prof. Fernando Campos Mendonça ROTEIRO DE AULA - Recordar massa

Leia mais

Revisitando o estado da arte da calibração de um instrumento analógico

Revisitando o estado da arte da calibração de um instrumento analógico Revisitando o estado da arte da calibração de um instrumento analógico Comparação é a melhor definição com uma única palavra para o termo metrológico calibração. De maneira simplória, calibração nada mais

Leia mais

FLPG P33. Linha Painel

FLPG P33. Linha Painel Fotos Ilustrativas Linha Painel FLPG Caixa em Forjado Dourada Visor em Policarbonato Internos em Garras para Fixação em Painel Enchimento de Líquido Anti Vibração Diâmetro Nominal (mm) 62 Aplicações Instrumento

Leia mais

6 Validação Metrológica

6 Validação Metrológica 6 Validação Metrológica Com o propósito de facilitar o entendimento do trabalho, o capítulo apresenta conceitos básicos de metrologia e definições relacionadas ao tem objeto da investigação. 6.1. Conceitos

Leia mais

Introdução à Instrumentação

Introdução à Instrumentação Introdução à Instrumentação Tipos de Instrumentos de medida Instrumentos analógicos Instrumentos baseados numa agulha com movimento angular ou linear que se desloca sobre uma escala. Instrumentos digitais

Leia mais

CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões

CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões CALIBRAÇÃO DE PRESSÃO Conhecendo e Comparando Padrões WIKA Referência Mundial em produtos para medição, controle e calibração de pressão e temperatura, a WIKA está presente em mais de 75 países, fornecendo

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO. H05V-K em caixas descartáveis. Info BauPVO: Seleção do número de peça em Eficiente

INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO. H05V-K em caixas descartáveis. Info BauPVO: Seleção do número de peça em  Eficiente <HAR> Condutor monopolar flexível e harmonizado para instalação fixa e protegida H05V-K, HAR, cabo de controle e alimentação, PVC, 300/500 V, cabeamento, montagem, retardante de chama, classe 5/fio fino, instalação

Leia mais

Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Construção padrão Modelos ,

Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Construção padrão Modelos , Medição mecânica de pressão Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Construção padrão Modelos 111.10, 111.12 WIKA folha de dados PM 01.01 outras aprovações veja página 3 Aplicações Para meios gasosos

Leia mais

Manômetro diferencial Modelo A2G-10

Manômetro diferencial Modelo A2G-10 Medição mecânica de pressão Manômetro diferencial Modelo A2G-10 WIKA folha de dados PM 07.40 outras aprovações veja página 5 Aplicações Para monitoramento de pressão diferencial de ar e outros gases não-inflamáveis

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 52, série industrial

Termômetro bimetálico Modelo 52, série industrial Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 52, série industrial WIKA folha de dados TM 52.01 outras aprovações veja página 6 Aplicações Uma ampla faixa de aplicações na fabricação de

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO. H07V-K em caixas descartáveis. Info BauPVO: Seleção do número de peça em Eficiente

INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO. H07V-K em caixas descartáveis. Info BauPVO: Seleção do número de peça em  Eficiente <HAR> Condutor monopolar flexível e harmonizado para instalação fixa e protegida H07V-K, HAR, cabo de controle e alimentação, PVC, 450/750 V, cabeamento, montagem, retardante de chama, classe 5/fio fino, instalação

Leia mais

Apostila de Instrumentação. Módulo: Micrômetro

Apostila de Instrumentação. Módulo: Micrômetro Módulo: Micrômetro AUTORES: Prof. Msc. SAMUEL MENDES FRANCO Prof. Msc. OSNI PAULA LEITE Prof. Msc. LUIS ALBERTO BÁLSAMO 1 Micrômetros Introdução Em 1638 foi desenvolvido um instrumento provido de um parafuso

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de processos

Leia mais

Projeto de Iniciação Científica: Separador gás-líquido do tipo

Projeto de Iniciação Científica: Separador gás-líquido do tipo Parceria: Apoio: Projeto de Iniciação Científica: Separador gás-líquido do tipo shroud invertido Cinthia Politi Blanco Thiago Freitas Albieri Orientador: Prof. Dr. Oscar M. Hernandez Rodriguez Motivações:

Leia mais

E-QP-ECD-095 REV. A 15/Abr/2008

E-QP-ECD-095 REV. A 15/Abr/2008 ENGENHARIA CONTROLE DIMENSIONAL TOPOGRAFIA NIVELAMENTO GEOMÉTRICO Os comentários e sugestões referentes a este documento devem ser encaminhados ao SEQUI, indicando o item a ser revisado, a proposta e a

Leia mais

5 O Sistema de Medição. Fundamentos de Metrologia

5 O Sistema de Medição. Fundamentos de Metrologia 5 O Sistema de Medição Fundamentos de Metrologia Neste texto: Definições Instrumento de medição tem sido preferido para medidores pequenos, portáteis teis e encapsulados em uma única unidade. Sistemas

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 009/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

Dispositivos Informação

Dispositivos Informação Dispositivos Informação de 6.1. - Conceitos O Dispositivo de Informação é a parte do instrumento de medida que apresenta as informações sobre o processo de medida. São tratados pelo termo em inglês "display".

Leia mais

Introdução geral Bomba Hidráulica... 4 PC 200 C Cuidados com o seu equipamento... 12

Introdução geral Bomba Hidráulica... 4 PC 200 C Cuidados com o seu equipamento... 12 Manual PC 200C ÍNDICE Introdução geral... 3 Bomba Hidráulica... 4 PC 200 C... 4 DESCRIÇÃO DAS PARTES... 5 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS PC 200 C... 7 DIMENSÕES... 7 MODO DE OPERAÇÃO DO COMANDO DIGITAL... 7

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE CAMPO ELETRO-MAGNÉTICO MODELO EM-8000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE CAMPO ELETRO-MAGNÉTICO MODELO EM-8000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE CAMPO ELETRO-MAGNÉTICO MODELO EM-8000 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do medidor ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE

Leia mais

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Caracterização Estática

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Caracterização Estática Instrumentação Industrial Fundamentos de Instrumentação Industrial: Caracterização Estática Caracterização Estática de Instrumentos Definição: determinação da relação entre a entrada e a saída do instrumento,

Leia mais

Manômetro diferencial com sinal de saída elétrica Modelo A2G-15

Manômetro diferencial com sinal de saída elétrica Modelo A2G-15 Medição mecatrônica de pressão Manômetro diferencial com sinal de saída elétrica Modelo A2G-15 WIKA folha de dados PV 17.40 outras aprovações veja página 5 Aplicações Para monitoramento de pressão diferencial

Leia mais

ASPECTOS GERAIS DA ÁREA DE INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL. IFRN Campus Nova Cruz Curso Técnico em Química Prof. Samuel Alves de Oliveira

ASPECTOS GERAIS DA ÁREA DE INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL. IFRN Campus Nova Cruz Curso Técnico em Química Prof. Samuel Alves de Oliveira ASPECTOS GERAIS DA ÁREA DE INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL IFRN Campus Nova Cruz Curso Técnico em Química Prof. Samuel Alves de Oliveira INTRODUÇÃO É NECESSÁRIO MEDIR E CONTROLAR VARIÁVEIS EM UM PROCESSO INDUSTRIAL

Leia mais

Bacharelado Engenharia Civil

Bacharelado Engenharia Civil Bacharelado Engenharia Civil Disciplina: Fenômenos de Transporte 5 Período Prof.a: Msd. Érica Muniz Aula 03 Teorema de Stevin O teorema de Stevin também é conhecido por teorema fundamental da hidrostática

Leia mais

Termologia: Termometria

Termologia: Termometria Termologia: Termometria Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Termologia: introdução; Medição de temperatura e escalas termométricas. TERMOLOGIA: INTRODUÇÃO Termologia é a parte da Física em

Leia mais

ENERGIA HIDRÁULICA MÁQUINA DE FLUXO ENERGIA MECÂNICA

ENERGIA HIDRÁULICA MÁQUINA DE FLUXO ENERGIA MECÂNICA ª EXPERIÊNCIA - ESTUDO DAS BOMBAS APLICAÇÃO DA ANÁLISE DIMENSIONAL E DA TEORIA DA SEMELHANÇA 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS MÁQUINAS DE FLUXO ( BOMBAS, TURBINAS, COMPRESSORES, VENTILADORES) As máquinas que

Leia mais

Noções de Exatidão, Precisão e Resolução

Noções de Exatidão, Precisão e Resolução Noções de Exatidão, Precisão e Resolução Exatidão: está relacionada com o desvio do valor medido em relação ao valor padrão ou valor exato. Ex : padrão = 1,000 Ω ; medida (a) = 1,010 Ω ; medida (b)= 1,100

Leia mais

A metrologia na manutenção das instalações e equipamentos de saúde

A metrologia na manutenção das instalações e equipamentos de saúde A metrologia na manutenção das instalações e equipamentos de saúde EXEMPLO DE BOAS PRÁTICAS S A R A S I LV A, 2 2 J U N H O 2017 A importância da metrologia na saúde A metrologia na saúde é fundamental

Leia mais

Metrologia 1ª lista de exercícios

Metrologia 1ª lista de exercícios 1. Cite as três classes de aplicações onde é importante medir. Dê exemplos de situações presentes na sua vida de cada uma das classes. 2. Da definição de medir: "... é o procedimento experimental através

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSOS DE ENGENHARIA DE ENERGIA E MECÂNICA MEDIÇÕES TÉRMICAS Prof. Paulo Smith Schneider

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSOS DE ENGENHARIA DE ENERGIA E MECÂNICA MEDIÇÕES TÉRMICAS Prof. Paulo Smith Schneider UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSOS DE ENGENHARIA DE ENERGIA E MECÂNICA MEDIÇÕES TÉRMICAS Prof. Paulo Smith Schneider Exercícios sobre medição de vazão Considere um grande reservatório (figura

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE CONDUTIVIDADE DA ÁGUA MODELO WT-3000 rev. 01

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE CONDUTIVIDADE DA ÁGUA MODELO WT-3000 rev. 01 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE CONDUTIVIDADE DA ÁGUA MODELO WT-3000 rev. 01 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do medidor ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS

Leia mais

RELATÓRIO DE RESULTADOS. ENSAIO BALÍSTICO PARA DETERMINAÇÃO DA V 50 COMPARATIVO CDP s PLANOS & CURVOS REL. N TEC/

RELATÓRIO DE RESULTADOS. ENSAIO BALÍSTICO PARA DETERMINAÇÃO DA V 50 COMPARATIVO CDP s PLANOS & CURVOS REL. N TEC/ RELATÓRIO DE RESULTADOS ENSAIO BALÍSTICO PARA DETERMINAÇÃO DA V 50 COMPARATIVO CDP s PLANOS & CURVOS REL. N TEC/15-2012 Campo Limpo Paulista, 03 de setembro de 2012 1- INTRODUÇÃO Este relatório apresenta

Leia mais

Curso: ENGENHARIA BÁSICA Disciplina: ESTÁTICA DOS FLUIDOS LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADES DE PRESSÃO:

Curso: ENGENHARIA BÁSICA Disciplina: ESTÁTICA DOS FLUIDOS LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADES DE PRESSÃO: Curso: ENGENHARIA BÁSICA Disciplina: ESTÁTICA DOS FLUIDOS LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADES DE PRESSÃO: 1. Determinar o valor da pressão de 340 mmhg em psi e kgf/cm² na escala efetiva e em Pa e atm na escala

Leia mais

Profa. Dra. Suelí Fischer Beckert

Profa. Dra. Suelí Fischer Beckert Profa. Dra. Suelí Fischer Beckert 2 Disponível em: http://www.bipm.org/en/publications/ guides/ 3 INMETRO. Vocabulário Internacional de Metrologia: conceitos fundamentais e gerais e termos associados (VIM

Leia mais

Pontos críticos na avaliação de um Laboratório Ambiental o ponto de vista de um avaliador de laboratórios

Pontos críticos na avaliação de um Laboratório Ambiental o ponto de vista de um avaliador de laboratórios Oficinas Analíticas 2015 Meio Ambiente Pontos críticos na avaliação de um Laboratório Ambiental o ponto de vista de um avaliador de laboratórios Maria Teresa Raya Rodriguez Este ensaio seria Reconhecido?

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE IMPEDÂNCIA MODELO IM-2700

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE IMPEDÂNCIA MODELO IM-2700 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE IMPEDÂNCIA MODELO IM-2700 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do medidor ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...1

Leia mais

2 BIMESTRE. Pressão absoluta e pressão manométrica

2 BIMESTRE. Pressão absoluta e pressão manométrica 2 BIMESTRE Pressão absoluta e pressão manométrica Para algumas grandezas em hidrostática, tais como em algumas grandezas em Mecânica, muitas vezes o que tem importância é a variação de uma grandeza, ou

Leia mais

ÍNDICE REGRAS GERAIS DE SEGURANÇA INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA EM REAGENTES Guia de Laboratório de F.Q. Docente: Marília Silva Soares 3

ÍNDICE REGRAS GERAIS DE SEGURANÇA INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA EM REAGENTES Guia de Laboratório de F.Q. Docente: Marília Silva Soares 3 ÍNDICE GUIA DE LABORATÓRIO Para atividades experimentais de Física e de Química Docente. Marília Silva Soares Guia de Laboratório de F.Q. Docente: Marília Silva Soares 2 REGRAS GERAIS DE SEGURANÇA INFORMAÇÃO

Leia mais

MANÔMETRO LINHA STANDARD

MANÔMETRO LINHA STANDARD TEMOMETIA TEMPEATUA PESSÃO UMIDADE FLUXO ELÉTICA LABOATÓIO SEGUANÇA DIVESOS MANÔMETO LINA STANDAD Série FS Caixa e Anel em Aço Carbono Preta Visor de Vidro Internos em Latão Diâmetros Nominais (mm) 6 80

Leia mais

DUTOS E CHAMINÉS DE FONTES ESTACIONÁRIAS DETERMINAÇÃO DA VELOCIDADE E VAZÃO DOS GASES. Método de ensaio

DUTOS E CHAMINÉS DE FONTES ESTACIONÁRIAS DETERMINAÇÃO DA VELOCIDADE E VAZÃO DOS GASES. Método de ensaio CETESB DUTOS E CHAMINÉS DE FONTES ESTACIONÁRIAS DETERMINAÇÃO DA VELOCIDADE E VAZÃO DOS GASES Método de ensaio L9.222 MAI/92 SUMÁRIO Pág. 1 Objetivo...1 2 Normas complementares...1 3 Definições...1 4 Apare1hagem...2

Leia mais

Manômetro digital Modelo CPG500

Manômetro digital Modelo CPG500 Tecnologia de calibração Manômetro digital Modelo CPG500 Folha de dados WIKA CT 09.01 outras aprovações veja página 3 Aplicações Prestadores de serviços de calibração e testes Laboratórios de medição e

Leia mais

ERROS E TRATAMENTO DE DADOS Prof. Marcelo R. Alexandre

ERROS E TRATAMENTO DE DADOS Prof. Marcelo R. Alexandre ERROS E TRATAMENTO DE DADOS Prof. Marcelo R. Alexandre ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS! Algarismos exatos Constituem os algarismos de uma leitura que estão isentos de qualquer dúvida ou estimativa.! Algarismos

Leia mais

INSTRUMENTOS DE PESAGEM USADOS EM ENSAIOS DE MATERIAIS

INSTRUMENTOS DE PESAGEM USADOS EM ENSAIOS DE MATERIAIS INSTRUMENTOS DE PESAGEM USADOS EM ENSAIOS DE MATERIAIS C D T - CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Setembro de 2014 DESIGNAÇÃO - ARTERIS ET- 231-02 09/2014 ET 231 pg1 - Centro de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

AULA PRÁTICA_ MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL_ ECV5330_ Profa Janaíde Cavalcante Rocha_ turma 540A e 542

AULA PRÁTICA_ MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL_ ECV5330_ Profa Janaíde Cavalcante Rocha_ turma 540A e 542 AULA PRÁTICA 05_ARGAMASSA 17) DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE CONSISTÊNCIA - NBR 13276 Preparação da argamassa a base de cal: Quantidade de material: 1500 a 2000g de material seco. - Misturar a areia, cal e

Leia mais

Bancada Hidráulica P6100

Bancada Hidráulica P6100 ÍNDICE ENSAIOS EXPERIMENTAIS NA BANCADA HIDRÁULICA ----------------------- 1. ALGUNS COMPONENTES DA BANCADA HIDRÁULICA P6100 --------------4. INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO --------------------------------------------------------

Leia mais

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA METROLOGIA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng.

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA METROLOGIA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA METROLOGIA Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@gmx.de SUMÁRIO Apresentação da turma Integração de Metrologia com o curso de TEM O que é Metrologia Organização

Leia mais

Em Laboratório de Física Básica fenômenos ou propriedades físicas são estudados à luz de grandezas

Em Laboratório de Física Básica fenômenos ou propriedades físicas são estudados à luz de grandezas 1 Em Básica fenômenos ou propriedades físicas são estudados à luz de grandezas físicas mensuráveis (comprimento, tempo, massa, temperatura etc.) obtidas através de instrumentos de medida. Busca-se o valor

Leia mais

CARACTERÍSTICAS ESTÁTICAS DE SISTEMAS DE MEDIÇÃO

CARACTERÍSTICAS ESTÁTICAS DE SISTEMAS DE MEDIÇÃO DETERMINAÇÃO DA DERIVA DO ZERO: ENSAIO: Manter P o = 0 e variar a temperatura T dentro da faixa de temperaturas ambientes [T max, T min ] previstas para uso do SM. Os ensaios feitos em CÂMARA de temperatura

Leia mais

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Introdução a Metrologia Incerteza na Medição

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Introdução a Metrologia Incerteza na Medição Instrumentação Industrial Fundamentos de Instrumentação Industrial: Introdução a Metrologia Incerteza na Medição Introdução a Metrologia O que significa dizer: O comprimento desta régua é 30cm. A temperatura

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Nível Médio

Leia mais

Boas práticas Boas práticas de instalações de gás residencial e comercial

Boas práticas Boas práticas de instalações de gás residencial e comercial Boas práticas Boas práticas de instalações de gás residencial e comercial AGENDA DO DIA: Objetivo Apresentar boas práticas de instalação de gás combustíveis Equipamento de proteção individual e ferramentas

Leia mais

5.1 Ensaio Hidrostático Estanqueidade do dispositivo eliminador de ar

5.1 Ensaio Hidrostático Estanqueidade do dispositivo eliminador de ar Relatório Técnico nº 96 289-205- 6/10 5 RESULTADOS 5.1 Ensaio Hidrostático Estanqueidade do dispositivo eliminador de ar Durante o teste hidrostático (estanqueidade), o dispositivo foi submetido à constante

Leia mais

II INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Eduardo Calsan Tecnologia em Polímeros

II INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Eduardo Calsan Tecnologia em Polímeros II INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL Prof. Eduardo Calsan Tecnologia em Polímeros Introdução: Define-se pressão como sendo a força exercida por um fluido sobre uma determinada área. P = F/A Ao nível do mar, verifica-se

Leia mais

Medidas em Laboratório

Medidas em Laboratório Medidas em Laboratório Prof. Luis E. Gomez Armas Lab. de Física Unipampa, Alegrete 1 o Semestre 2014 Sumário O que é fazer um experimento? Medidas diretas e indiretas Erros e sua classificação Algaritmos

Leia mais

2009/2010. Marília Peres

2009/2010. Marília Peres MEDIÇÃO Escola Secundária José Saramago 2009/2010 Marília Peres I NSTRUMENTOS DE MEDIDA Alcance Vl Valor máximo que é possível medir Sensibilidade ou Natureza do aparelho Valor da menor divisão 2 ERROS

Leia mais

ACTIVIDADE LABORATORIAL QUÍMICA 10º Ano

ACTIVIDADE LABORATORIAL QUÍMICA 10º Ano Objectivos ACTIVIDADE LABORATORIAL QUÍMICA 0º Ano Determinação da massa volúmica e da densidade relativa de líquidos Seleccionar material adequado à determinação da: a) massa volúmica ou densidade de um

Leia mais

3. grandezas mecânicas

3. grandezas mecânicas 3. grandezas mecânicas Forças Binários Pressão Nível de líquido 1 Medição da pressão configurações 3 configurações exemplificadas com a coluna de líquido Δp = p1 p2 = ρgh p p 1 2 p 1 p a p 1 pressão de

Leia mais

1 Introdução 1.1 Apresentação

1 Introdução 1.1 Apresentação 1 Introdução 1.1 Apresentação Em 1989 o Comitê Internacional de Pesos e Medidas (CIPM) aprovou a adoção da Escala Internacional de Temperatura de 1990 (ITS-90) [1], que foi elaborada de acordo com os requisitos

Leia mais

Mecânica dos Fluidos

Mecânica dos Fluidos Mecânica dos Fluidos Estática dos Fluidos Prof. Universidade Federal do Pampa BA000200 Campus Bagé 12 e 13 de março de 2017 Estática dos Fluidos 1 / 28 Introdução Estática dos Fluidos 2 / 28 Introdução

Leia mais

Vácuo. Figura 2.1: Esquema explicativo para os conceitos de pressão absoluta e pressão manométrica.

Vácuo. Figura 2.1: Esquema explicativo para os conceitos de pressão absoluta e pressão manométrica. 1-1 2. INSTRUMENTOS DE PRESSÃO 2.1. UNIDADES DE PRESSÃO atmosfera psi Kgf/cm² bar Torr * mh2o in. Hg Pascal atm lbf/in² Kgf/cm² bar mmhg mh2o in. Hg Pa atm 1 14,6959 1,033 1,01325 760 10,33 29,92 101325

Leia mais

METROLOGIA E ENSAIOS

METROLOGIA E ENSAIOS METROLOGIA E ENSAIOS Padronização e Sistemas de Medição Prof. Alexandre Pedott pedott@producao.ufrgs.br Normas Técnicas ABNT NBR ISO 9001:2008 ABNT NBR ISO/TS 16949:2009 Calibração ABNT NBR ISO 10012:2004

Leia mais

Calibração de parâmetros elétricos de SOLDAGEM SMPS-32 x Alicate amperimétrico

Calibração de parâmetros elétricos de SOLDAGEM SMPS-32 x Alicate amperimétrico 1 INTRODUÇÃO O monitoramento contínuo dos parâmetros elétricos de soldagem possibilita a difusão da idéia da qualidade no dia a dia do operador, a linguagem fica padronizada. O constante treinamento dos

Leia mais

Capítulo 4 Equação da energia para escoamento permanente

Capítulo 4 Equação da energia para escoamento permanente Capítulo 4 Equação da energia para escoamento permanente ME4310 e MN5310 23/09/2009 OBJETIVO DA AULA DE HOJE: RESOLVER O EXERCÍCIO A SEGUIR: Determine a carga mecânica total na seção x do escoamento representada

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE OXIRREDUÇÃO MODELO OR-2300

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE OXIRREDUÇÃO MODELO OR-2300 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR DE OXIRREDUÇÃO MODELO OR-2300 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do medidor ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Tecnologia e Inteligência em Soluções Integradas

Tecnologia e Inteligência em Soluções Integradas Tecnologia e Inteligência em Soluções Integradas Focada em Qualidade Fundada a pouco mais de sete anos, a Autoenge Solutions já se consolidou no mercado como referência em Qualidade nas áreas onde atua.

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TESTE HIDROSTÁTICO E SECAGEM DE TUBULAÇÕES NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA ET-6000-6520-940-TME-019 ET-65-940-CPG-019 1 / 6 CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

Leia mais

PRESSÃO. Linha Industrial Caixa e Capa em Aço Carbono Preto Visor de Vidro e Internos em Latão

PRESSÃO. Linha Industrial Caixa e Capa em Aço Carbono Preto Visor de Vidro e Internos em Latão PRESSÃO Linha Industrial Série FS Diâmetros Nominais (mm) 52 62 80 Caixa e Capa em ço Carbono Preto Visor de Vidro e Internos em Latão Instrumentos com grande área de aplicação em indústrias e equipamentos,

Leia mais

Objetivos do estudo de superfície plana submersa - unidade 2:

Objetivos do estudo de superfície plana submersa - unidade 2: 122 Curso Básico de Mecânica dos Fluidos Objetivos do estudo de superfície plana submersa - unidade 2: Mencionar em que situações têm-se uma distribuição uniforme de pressões em uma superfície plana submersa;

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO

ESTUDO DIRIGIDO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO - IFPE CAMPUS GARANHUNS CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE EM ELETROELETRÔNICA Disciplina: Instrumentação Industrial UNIDADE 2 Período Letivo: 2012.2

Leia mais

Série 511 Com saída de dados para CEP. Funções Série 511 ON/OF PRESET Limite de tolerância DATA/HOLD Trava de teclado Saída de dados

Série 511 Com saída de dados para CEP. Funções Série 511 ON/OF PRESET Limite de tolerância DATA/HOLD Trava de teclado Saída de dados Funções ON/OF PRESET Limite de tolerância DATA/HOLD Trava de teclado Saída de dados Comparadores Digitais de Diâmetro Interno ABSOLUTE Comparador de diâmetro interno de alta exatidão BORE GAGE para medição

Leia mais

Linha Baixa Pressão Fotos Ilustrativas

Linha Baixa Pressão Fotos Ilustrativas Linha Baixa Pressão Fotos Ilustrativas FSCI Caixa e Anel em Aço Inox Internos em Diâmetros Nominais (mm) 62 100 160 Aplicações Instrumentos para baixa pressão com alta qualidade, excelente precisão e durabilidade.

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 007/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

Guia de Boas Práticas para a Metrologia na Saúde: INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL. Ana Luísa Silva

Guia de Boas Práticas para a Metrologia na Saúde: INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL. Ana Luísa Silva Guia de Boas Práticas para a Metrologia na Saúde: INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL Ana Luísa Silva 2 Índice Esfigmomanómetros: Tipologias Esfigmomanómetros manuais Esfigmomanómetros automáticos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. ÂMBITO Esta especificação diz respeito à realização do ensaio de pressão a efetuar nas condutas dos sistemas de abastecimento de água. O seu objetivo é permitir verificar a estanquidade e a estabilidade

Leia mais

22/08/16. Introdução. Unidades de Medida. Unidades Fundamentais do SI. Método Científico AULA 4 AUTOMAÇÃO DA PRODUÇÃO (CONCEITOS DE INSTRUMENTAÇÃO)

22/08/16. Introdução. Unidades de Medida. Unidades Fundamentais do SI. Método Científico AULA 4 AUTOMAÇÃO DA PRODUÇÃO (CONCEITOS DE INSTRUMENTAÇÃO) AULA 4 AUTOMAÇÃO DA PRODUÇÃO (CONCEITOS DE INSTRUMENTAÇÃO) Prof. Fabricia Introdução A história da instrumentação está ligada com a necessidade do homem de realizar medidas; } Essa necessidade levou o

Leia mais

O que é instrumentação INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE. Tubo de venturi. Ultrassônico carretel 22/2/2011. Introdução

O que é instrumentação INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE. Tubo de venturi. Ultrassônico carretel 22/2/2011. Introdução O que é instrumentação INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE Éaciênciaquedesenvolveeaplicatécnicasde medição, indicação, registro e controle de processos, visando a otimização e eficiência destes processos. Introdução

Leia mais

05/08/2014. Slides baseados no livro FMCI - Professor Armando Albertazzi. Slides baseados no livro FMCI - Professor Armando Albertazzi

05/08/2014. Slides baseados no livro FMCI - Professor Armando Albertazzi. Slides baseados no livro FMCI - Professor Armando Albertazzi O Sistema de Medição Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial Slides baseados no livro FMCI - Professor Armando Albertazzi Definições Neste teto: Instrumento de medição tem sido preferido para

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS MEDIÇÃO DE DENSIDADE

INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS MEDIÇÃO DE DENSIDADE INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS MEDIÇÃO DE DENSIDADE Introdução A medição da densidade de líquidos fornece uma informação valiosa para a determinação da concentração ou da composição de uma solução.

Leia mais

Instrumentos de detecção e de medição

Instrumentos de detecção e de medição Instrumentos de detecção e de medição Pág. 2 Índice Introdução.3 Explosivímetros.4 Detectores de gases.5 Manómetros.6 Calibragem 7 Bibliografia.7 Pág. 3 Título Instrumentos de detecção e de medição de

Leia mais

ENCONTRO 4 AMPLIFICADOR DE INSTRUMENTAÇÃO

ENCONTRO 4 AMPLIFICADOR DE INSTRUMENTAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DISCIPLINA: ELETRÔNICA II PROFESSOR: VLADEMIR DE J. S. OLIVEIRA ENCONTRO 4 AMPLIFICADOR DE INSTRUMENTAÇÃO 1. COMPONENTES DA EQUIPE Alunos Nota: Data: 2. OBJETIVOS - Implementação

Leia mais

Em seguida indicam-se de uma forma resumida as principais características do medidor de nível de diafragma:

Em seguida indicam-se de uma forma resumida as principais características do medidor de nível de diafragma: O diafragma é um método indirecto de medição de nível, uma vez que mede o nível por medição de pressão, pois esta é função do nível de líquido do reservatório. Os níveis de diafragma são formados por um

Leia mais

Proteção e Automação de Sistemas Elétricos de Potência I

Proteção e Automação de Sistemas Elétricos de Potência I Proteção e Automação de Sistemas Elétricos de Potência I Introdução Giovanni Manassero Junior Depto. de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Escola Politécnica da USP 11 de agosto de 2017 EPUSP

Leia mais

Instrumentos de Medidas Elétricas. Prof. Abel André C. Recco

Instrumentos de Medidas Elétricas. Prof. Abel André C. Recco Instrumentos de Medidas Elétricas Prof. Abel André C. Recco Introdução Definição de Medida Medir é estabelecer uma relação numérica entre uma grandeza e outra, de mesma espécie, tomada como unidade. No

Leia mais

Propagação da incerteza de medição ou incerteza combinada

Propagação da incerteza de medição ou incerteza combinada UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ENGENHARIA MECÂNICA ENG0308 - MEDIÇÕES TÉRMICAS Energia e Fenômenos de Transporte Prof. Paulo S. Schneider pss@mecanica.ufrgs.br Medições Térmicas - Engenharia

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: A Rede Metrológica do Estado do Rio Grande do Sul qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais