Analista TRT 10 Região / CESPE 2013 /

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Analista TRT 10 Região / CESPE 2013 /"

Transcrição

1 Ao comentar sobre as razões da dor na região lombar que seu paciente sentia, o médico fez as seguintes afirmativas. P1: Além de ser suportado pela estrutura óssea da coluna, seu peso é suportado também por sua estrutura muscular. P4: Se você praticar exercícios físicos regularmente, sua estrutura muscular não estará fraca. P5: Se você tiver uma dieta balanceada, não estará com sobrepeso. Tendo como referência a situação acima apresentada, julgue os itens seguintes, considerando apenas seus aspectos lógicos. 21 Será válido o argumento em que as premissas sejam as proposições P2, P3, P4 e P5 e a conclusão seja a proposição Se você praticar exercícios físicos regularmente e tiver uma dieta balanceada, não sentirá dores na região lombar. Então temos: P3: Se você estiver com sobrecarga na estrutura óssea da coluna, sentirá dores na região lombar. P4: Se você praticar exercícios físicos regularmente, sua estrutura muscular não estará fraca. P5: Se você tiver uma dieta balanceada, não estará com sobrepeso. Conclusão: Se você praticar exercícios físicos regularmente e tiver uma dieta balanceada, não sentirá dores na região lombar. O item informou que praticar exercícios físicos regularmente e ter uma dieta balanceada é condição suficiente para não sentir dores da região lombar, pois quem vem primeiro na condicional sempre é a condição suficiente. Analisemos: Admitindo então a condição suficiente como verdadeira, verificaremos se realmente acontecerá a segunda parte da condicional afirmada: não sentirá dores na região lombar. V P4: Se você praticar exercícios físicos regularmente, sua estrutura muscular não estará fraca. V P5: Se você tiver uma dieta balanceada, não estará com sobrepeso. De P4 e P5, concluímos que as proposições: Não estar com a estrutura muscular fraca tem que ser verdadeira, pois, caso contrário a condicional seria falsa. Assim Estar com a estrutura muscular fraca é falsa. Não estar com sobrepeso é verdadeira, pois, caso contrário a condicional seria falsa. Assim, Estar com sobrepeso é falsa. Resumindo: Estar com a musculatura fraca: F Esta com sobrepeso: F Agora, aplicamos estes valores lógicos em P2 e P3: F F Percebam que pelo fato da primeira parte da condicional ser falsa, independentemente se a proposição estar com sobre carga na estrutura óssea da coluna for verdadeira ou falsa, a composta continuará verdadeira. Assim, temos que:

2 Estar com sobre carga na estrutura óssea da coluna: V ou F Aplicando estes valores a P3: V ou F Se a primeira parte da condicional for verdadeira, teremos que sentir dores na região lombar será também verdadeira, pois, caso contrário, a composta será falsa. Se a primeira parte da condicional for falsa, sentir dores na região lombar poderá ser verdadeira ou falsa que a composta continuará verdadeira. Desta forma, podemos concluir que praticar exercícios físicos regularmente e ter uma dieta balanceada não é condição suficiente para não sentir dores da região lombar. Logo, argumento inválido. ITEM ERRADO 22 A proposição P1 pode ser corretamente representada pela forma simbólica P Q, em que P e Q são proposições convenientemente escolhidas e o símbolo representa o conectivo lógico denominado conjunção. Pela teoria do raciocínio lógico temos os seguintes conceitos: O conectivo E é chamado conjunção e é representado por. O conectivo OU é chamado de disjunção e é representado por. P1: Além de ser suportado pela estrutura óssea da coluna, seu peso é suportado também por sua estrutura muscular. Percebam que afirma o foi dito em P1 é o mesmo que: Seu peso é suportado pela estrutura óssea da coluna e seu peso é suportado por sua estrutura muscular. Ou seja, chamando a primeira proposição de P e a segunda de Q, temos P Q. Logo, ITEM CORRETO. 23 Se a proposição Você está com sua estrutura muscular fraca for verdadeira e as proposições Você está com sobrepeso e Você está com sobrecarga na estrutura óssea da coluna forem falsas, então a proposição P2 será verdadeira. Questão simples senhores. Dando nomes às proposições, temos: A: Você está com sua estrutura muscular fraca: V B: Você está com sobrepeso: F C: Você está com sobrecarga na estrutura óssea da coluna: F Assim, basta aplicar estes valores na proposição P2 e verificar se a mesma será verdadeira ou falsa: estrutura óssea da coluna: A B C. Aplicando os valores lógicos temos: V F F A B C A primeira parte da condicional é composta pelo conectivo OU, o que faz com que a primeira somente seja falsa se A e B forem falsas. Como A é verdadeiro, então A B também é verdadeiro. Assim, temos que: V F A B C

3 Como vocês já estão cansados de saber, quando a primeira parte da condicional é verdadeira e a segunda é falsa, a composta será falsa. Como o item afirmou que seria verdadeira: ITEM ERRADO 24 A negação da proposição P2 é equivalente à proposição Você não está com sua estrutura muscular fraca nem com sobrepeso, mas está com sobrecarga na estrutura óssea da coluna. Primeiro vamos identificar P2: Dando nome às proposições temos: A: Estar com estrutura muscular fraca B: Estar com Sobrepeso C: Esta com sobrecarga na estrutura óssea da coluna Logo P2: A B C Vamos chamar a proposição que o item informou que é equivalente a P2 de P6. Assim, P6: A B C Como temos muita informação, o mais seguro a fazer é verificar se, na tabela verdade, os valores lógicos da negação de P2, ou seja, ( A B C), são iguais a A B C. A B C A B C A B A B A B C ( A B C) V V V F F F V F V F F V V F F F V V F F V F V F V F V F V F V F F V F F F V V V F F V F F V V V F F V F V F F F V F V F V V F F V F F F V V V F F V V F V F F F V V V F V V F F Como ( A B C) não tem os mesmos valores lógicos de A B C equivalentes. ITEM ERRADO. A B C, elas não são 25 De acordo com as informações apresentadas, estar com a estrutura muscular fraca ou com sobrepeso é condição suficiente para o paciente sentir dores na região lombar. Para responder este item, basta verificar que os fatos, estar com estrutura muscular fraca e estar com sobrepeso, isoladamente, garante que o paciente sentirá dores na região lombar. Analisando P2, percebam que a primeira parte da condicional é composta pelo conectivo OU. Assim, basta acontecer da estrutura muscular estar fraca ou então estar com sobrepeso, isoladamente, para garantir que a primeira parte da condicional seja verdadeira. Sendo a primeira parte verdadeira, a segunda também será, pois, caso contrário a condicional seria falsa. Então temos que Estar com sobrecarga na estrutura óssea da coluna é uma proposição verdadeira. Assim, analisando P3, temos:

4 V Como a primeira parte da condicional é verdadeira, a segunda também terá que ser, pois, caso contrário, a composta seria falsa. Assim, chegamos a conclusão que, de fato, estar com a estrutura muscular fraca ou com sobrepeso é condição suficiente para o paciente sentir dores na região lombar ITEM CORRETO. 26 Se todas as afirmações feitas pelo médico forem verdadeiras, também será verdadeira a afirmação Se você não sentisse dor na região lombar, então não estaria com sobrecarga na estrutura óssea da coluna. Podemos resolver este item analisando apenas a proposição P3: A condicional colocada no item nos levar a entender que não sentir dor na região lombar é condição suficiente para não estar com sobrecarga na estrutura óssea. Desta forma, afirmamos que não sentir dor na região lombar é V e procuramos saber se isto implica em não estar com sobrecarga na estrutura óssea da coluna. Como não sentir dor na região lombar é verdadeira, então sentir é falsa. F Percebam que a segunda parte da condicional é falsa. Como a proposição é verdadeira, a primeira parte da condicional não pode ser verdadeira, pois isto faria com que P3 fosse falsa, assim a primeira parte, que é estar com sobrecarga na estrutura óssea da coluna é falsa. Então não estar com sobrecarga na estrutura óssea da coluna é verdadeira. Assim, ITEM CORRETO. Em um jogo para dois jogadores constituído por uma pilha de palitos, cada jogador retira da pilha, alternadamente e sem reposição, uma quantidade de palitos, a qual pode consistir em 1 palito, 2 palitos, 3 palitos, 4 palitos ou 5 palitos. Nesse jogo, ganha o jogador que retirar o último palito da pilha. Acerca do jogo acima descrito, julgue os itens que se seguem. 27 Considere que o jogador que iniciou o jogo tenha estabelecido a seguinte estratégia: na jogada inicial, ele retirará 4 palitos e, nas seguintes, ele retirará, a cada jogada, uma quantidade de palitos que, somada à quantidade de palitos que o outro jogador acabou de retirar, seja igual a 5 ou a 10 palitos. Em face dessa situação, é correto afirmar que o jogador que iniciou o jogo terá assegurada a sua vitória. Percebam que quando afirmou-se que a soma dos palitos retirados pelo jogador 2 somados com a próxima retirada do jogador 1 será 5 ou 10, temos que se o jogador retirar uma quantidade menor ou igual a quatro, a próxima jogada do jogador 1 somada com esta será de 5, pois não tem como somar um valor de no máximo cinco com 4 e dar 10. Já se o jogador 2 retirar exatamente 5 palitos, a soma será igual a 10, ou seja, o jogador 1 retirará 5, uma vez que se ele tira qualquer quantidade diferente de 5 a soma não daria nem 5 nem 10. Assim, simulando alguma jogadas após a primeira retirada do jogador 1 que foi de quatro palitos temos: Jogada JOGADOR 1 JOGADOR 2 Primeira 4 3 Segunda 2 5 Terceira 5 4 Quarta 1

5 Agora, deveremos ter outra percepção. Para o jogador 1 ganhar ele teria que ser o último a jogar e retirar o último palito. Na segunda jogada do jogador 1 já tinham sido retirados = 9 palitos. Na terceira jogada do jogador 1 jão tinham sido retirados = 19 palitos. Na quarta jogada do jogador 1 já tinham sido retirados = 24 palitos... E assim por diante. Percebam que seguindo essa regra o jogador 1 não terminará o jogo, pois a soma das retiradas nas suas jogadas sempre é um número antecessor de um múltiplo de 5, assim, na última jogada dele, terão sido retirados 999 palitos, ou seja o número antecessor de 1000 que por sua vez é múltiplo de 5. Assim, se for seguida esta regra, certamente, o jogador 2 ganhará a disputa e não o primeiro. ITEM ERRADO. 28 Do início ao término do jogo, é possível que algum dos jogadores faça menos de 100 retiradas de palitos. Quanto maior o número de palitos retirados por jogadas, menor será a quantidade de jogadas da disputa. Percebam que se todas as jogadas for de 5 retiradas, dividindo 1000 palitos por cinco teremos 200 jogadas, 100 de cada um. Se a quantidade de palitos retirados por jogada por inferior a cinco, a quantidade de jogadas será superior a 100 por jogador. Desta forma, não existe a possibilidade do jogo acabar sem que os jogadores tenham jogado pelo menos 100 vezes. ITEM ERRADO. No concurso de loterias denominado miniquina, o apostador pode marcar 5, 6 ou 7 dezenas em uma cartela que possui as dezenas de 01 a 15. Nesse concurso, o prêmio principal é dado ao apostador que marcar em sua cartela as cinco dezenas sorteadas aleatoriamente em uma urna. Com relação ao concurso hipotético acima apresentado, julgue os itens subsequentes. 29 Considere que o cálculo do valor a ser pago pela aposta seja feito mediante a multiplicação do valor de uma aposta de 5 dezenas, que é fixo, pela quantidade de jogos de cinco dezenas que é possível fazer com as dezenas que o apostador marcar em sua cartela. Considere, ainda, que um jogo de 5 dezenas custe R$ 3,00. Em face dessa situação, é correto afirmar que o apostador deverá pagar, caso marque 7 dezenas em sua cartela, mais de R$ 60,00. Se o apostador marcou 7 dezenas, precisamos saber quantos jogos de 5 dezenas é possível formar. Para isto utilizamos a combinação de 7 números 5 a ! 7 6 5! 42 C7 21 jogos (7 5)! 5! 2! 5! 2 Desta forma o valor do jogo será de 21 3 R$63,00 Logo, ITEM CORRETO. 30 Caso um apostador marque 5 dezenas em sua cartela, a chance de ele acertar exatamente uma dezena entre as 5 sorteadas será superior a 30%. Este foi o item mais difícil desta prova. Veja como responder. Primeiro temos que separar a quantidade total de jogos que podem ser feitos marcando 5 dezenas entre 15 possíveis. Este valor será nosso espaço amostral da probabilidade. Em seguida, devemos encontrar, dentre esse total, a quantidade de jogos onde se acerta apenas uma das 5 dezenas marcadas. Este será o nosso evento.

6 C ! ! (15 5) 5! 10! 5! Jogos possíveis dezenas disponíveis, 5 foram sorteadas e 10 não. Desta forma, a quantidade de jogos onde se acerta apenas uma dezena pode ser dada da seguinte maneira: A única dezena acertada neste jogo deve estar entre as cinco sorteadas. Logo existem 5 possibilidades para esta dezena. Agora, temos mais 4 dezenas não sorteadas que estão entre as 10 não sorteadas. Devemos, portanto, fazer a combinação de 10 números 4 a 4: C ! ! (10 4) 4! 6! 4! maneiras 1 dezena 2 dezena 3 dezena 4 dezena 5 dezena Sorteada Não sorteada Não sorteada Não sorteada Não sorteada 5 Possibilidades 210 possibilidades Assim, basta multiplicar para saber a quantidade de jogos onde se acerta apenas uma dezena: jogos Chegando aqui basta fazer a probabilidade: Evento 1050 P 0, Espaço amostral 3003 Multiplicando por cem :34,96% Ou seja, de fato maior que 30% ITEM CORRETO. 31 Se um apostador marcar apenas 5 dezenas em sua cartela, a probabilidade de ele ganhar o prêmio principal com essa cartela será superior a Para o jogador ganhar o prêmio principal ele tem que acertar todas as cinco dezenas. Percebam que o jogo dele é apenas um entre os 3003 possíveis jogos que vimos no item anterior. Desta forma, a probabilidade do jogo dele acontecer é de: Percebam que Evento 1 P.. Espaço amostral 3003 Ou seja, a probabilidade de acertar as cinco dezenas é menor que Assim, ITEM ERRADO As dezenas que forem sorteadas em concursos anteriores terão mais chances de serem sorteadas novamente. Não é possível afirma isto. Vejam por que:

7 São 3003 jogos possíveis. Após serem sorteados mais de 50% destes jogos, ai sim é possível afirmar que os jogos anteriores terão mais chances de serem sorteados. Entretanto, até 50% a maior probabilidade é dos jogos ainda não sorteados. Portanto, ITEM ERRADO. 33 Se o apostador A marcar 6 dezenas em sua cartela e apostador B marcar 5 dezenas, a probabilidade de A ganhar será seis vezes superior à de B. Já vimos que a probabilidade daquele que marca 5 dezenas tem 1 de probabilidade de ganhar Já o que marcou 6 dezenas, devemos enxergar que com seis dezenas é possível se fazer 6 jogos diferentes. Ou seja, C 5 6 6! 6 5! (6 5) 5! 5! 6 jogos Assim a probabilidade daquele que marca 6 dezenas de ganhar é: Percebam que, de fato, Logo, ITEM CORRETO. Evento P Espaço amostral é 6 vezes maior que , pois é o mesmo que

PROVA / ANALISTA IBAMA - CESPE 2013

PROVA / ANALISTA IBAMA - CESPE 2013 Uma extensa região de cerrado é monitorada por 0 fiscais do IBAMA para evitar a ação de carvoeiros ilegais. Dessa região, a vegetação de 87 km foi completamente arrancada e transformada ilegalmente em

Leia mais

Prova de Agente de Polícia Federal 2012 (CESPE) Solução e Comentários de Raciocínio Lógico Professor Valdenilson. Caderno de Questões Tipo I

Prova de Agente de Polícia Federal 2012 (CESPE) Solução e Comentários de Raciocínio Lógico Professor Valdenilson. Caderno de Questões Tipo I Prova de Agente de Polícia Federal 01 (CESPE) Solução e Comentários de Raciocínio Lógico Professor Valdenilson Caderno de Questões Tipo I Texto 1. Um jovem, ao ser flagrado no aeroporto portando certa

Leia mais

Exercícios resolvidos sobre Teoremas de Probabilidade

Exercícios resolvidos sobre Teoremas de Probabilidade Exercícios resolvidos sobre Teoremas de Probabilidade Aqui você tem mais uma oportunidade de estudar os teoremas da probabilidade, por meio de um conjunto de exercícios resolvidos. Observe como as propriedades

Leia mais

MARATONA INSS. Prof. Josimar Padilha

MARATONA INSS. Prof. Josimar Padilha MARATONA INSS Prof. Josimar Padilha Mariana é uma estudante que tem grande apreço pela matemática, apesar de achar essa uma área muito difícil. Sempre que tem tempo suficiente para estudar, Mariana é aprovada

Leia mais

Alex Lira. Olá, pessoal!!!

Alex Lira. Olá, pessoal!!! Olá, pessoal!!! Seguem abaixo os meus comentários das questões de Lógica que foram cobradas na prova para o cargo de Agente da Polícia Federal, elaborada pelo Cespe, realizada no último final de semana.

Leia mais

Resolução da Prova de Raciocínio Lógico da DPU (Nível Médio) de 2016, aplicada em 24/01/2016.

Resolução da Prova de Raciocínio Lógico da DPU (Nível Médio) de 2016, aplicada em 24/01/2016. Resolução da Prova de Raciocínio Lógico da DPU (Nível Médio) de 2016, aplicada em 24/01/2016. Em uma festa com 15 convidados, foram servidos 30 bombons: 10 de morango, 10 de cereja e 10 de pistache. Ao

Leia mais

Resolução da Prova MPU Técnico Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Valdenilson Garcia

Resolução da Prova MPU Técnico Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Valdenilson Garcia Resolução da Prova MPU 01 - Técnico Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Valdenilson Garcia e-mail: profvaldenilson@hotmail.com 01 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao

Leia mais

Mega Sena: Jogando com Chaves

Mega Sena: Jogando com Chaves Mega Sena: Jogando com Chaves (a) Chaves na Loteca (Esportiva) Sabe-se que na Loteca (Loteria Esportiva) podemos fazer Apostas utilizandose de Chaves de Redução de Apostas. Em tais Chaves podemos escolher

Leia mais

PROBABILIDADE. Numero de Resultados Desejado Numero de Resultados Possiveis EXERCÍCIOS DE AULA

PROBABILIDADE. Numero de Resultados Desejado Numero de Resultados Possiveis EXERCÍCIOS DE AULA PROBABILIDADE São duas as questões pertinentes na resolução de um problema envolvendo probabilidades. Primeiro, é preciso quantificar o conjunto de todos os resultados possíveis, que será chamado de espaço

Leia mais

QUESTÕES REVISÃO DE VÉSPERA FUNAI

QUESTÕES REVISÃO DE VÉSPERA FUNAI QUESTÕES REVISÃO DE VÉSPERA FUNAI RACIOCÍNIO LÓGICO Prof. Josimar Padilha EDITAL: RACIOCÍNIO LÓGICO E QUANTITATIVO: 1. Lógica e raciocínio lógico: problemas envolvendo lógica e raciocínio lógico. 2. Proposições:

Leia mais

Agora, observem o que indica o item 12.8 do edital do concurso do MPU a respeito do uso de lápis, lapiseira e afins:

Agora, observem o que indica o item 12.8 do edital do concurso do MPU a respeito do uso de lápis, lapiseira e afins: Olá pessoal! Tudo bem com vocês?! Bem, como sabemos o CESPE/UnB tem organizado diversos concursos importantes pelo país e o que ganhou maior destaque nos últimos meses foi o do MPU, concordam? Com a finalidade

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Agente de Polícia Federal Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Análise e Resolução da prova de Agente / PF Neste artigo, farei a análise das questões

Leia mais

Processos Estocásticos

Processos Estocásticos Processos Estocásticos Primeira Lista de Exercícios de junho de 0 Quantos códigos de quatro letras podem ser construídos usando-se as letras a, b, c, d, e, f se: a nenhuma letra puder ser repetida? b qualquer

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES TURMA PM-PE PROBABILIDADE

BANCO DE QUESTÕES TURMA PM-PE PROBABILIDADE 01. (UNICAMP 016) Uma moeda balanceada é lançada quatro vezes, obtendo-se cara exatamente três vezes. A probabilidade de que as caras tenham saído consecutivamente é igual a A) 1. B). 8 C) 1. D). 0. (UNESP

Leia mais

Lógica das Proposições

Lógica das Proposições Lógica das Proposições Transcrição - Podcast 1 Professor Carlos Mainardes Olá eu sou Carlos Mainardes do blog Matemática em Concursos, e esse material que estou disponibilizando trata de um assunto muito

Leia mais

Resolução da Prova de Raciocínio Lógico da Agente Penitenciário/MA, aplicada em 24/04/2016.

Resolução da Prova de Raciocínio Lógico da Agente Penitenciário/MA, aplicada em 24/04/2016. de Raciocínio Lógico da gente Penitenciário/M, aplicada em 24/04/206. - sentença Se Maria é médica, então Silvio é engenheiro. é logicamente equivalente a () se Maria é médica, então Silvio é engenheiro.

Leia mais

LÓGICA - 2. ~ q. Argumentos Regras de inferência. Proposições: 1) Recíproca 2) Contrária 3) Contra positiva. 1) Proposição recíproca de p q :

LÓGICA - 2. ~ q. Argumentos Regras de inferência. Proposições: 1) Recíproca 2) Contrária 3) Contra positiva. 1) Proposição recíproca de p q : LÓGICA - 2 Proposições: 1) Recíproca 2) Contrária 3) Contra positiva 1) Proposição recíproca de p q : q p 2) Proposição contrária de p q : ~ p 3) Proposição contra positiva de p q : ~ p ex. Determinar:

Leia mais

RACIOCÍNIO LOGICO- MATEMÁTICO. Prof. Josimar Padilha

RACIOCÍNIO LOGICO- MATEMÁTICO. Prof. Josimar Padilha RACIOCÍNIO LOGICO- MATEMÁTICO Prof. Josimar Padilha Um jogo é constituído de um tabuleiro com 4 filas (colunas) numeradas de 1 a 4 da esquerda para direita e de 12 pedras 4 de cor amarela, 4 de cor verde

Leia mais

Fatorando o número 50 em fatores primos, obtemos a seguinte representação: = 50

Fatorando o número 50 em fatores primos, obtemos a seguinte representação: = 50 FATORAÇÃO DE EXPRESSÃO ALGÉBRICA Fatorar consiste em representar determinado número de outra maneira, utilizando a multiplicação. A fatoração ajuda a escrever um número ou uma expressão algébrica como

Leia mais

a) 20 b) 16 c) 12 d) 10 e) 4

a) 20 b) 16 c) 12 d) 10 e) 4 Uma loja vende barras de chocolate de diversos sabores. Em uma promoção, era possível comprar três barras de chocolate com desconto, desde que estas fossem dos sabores ao leite, amargo, branco ou com amêndoas,

Leia mais

De quantas formas distintas a estratégia desse cliente poderá ser posta em prática?

De quantas formas distintas a estratégia desse cliente poderá ser posta em prática? 1. (Enem 014) Um cliente de uma videolocadora tem o hábito de alugar dois filmes por vez. Quando os devolve, sempre pega outros dois filmes e assim sucessivamente. Ele soube que a videolocadora recebeu

Leia mais

Prova Resolvida Raciocínio Lógico Quantitativo e Estatística (ANAC/2016) Prof. Guilherme Neves

Prova Resolvida Raciocínio Lógico Quantitativo e Estatística (ANAC/2016) Prof. Guilherme Neves Prova Resolvida Raciocínio Lógico Quantitativo e Estatística (ANAC/2016) 31- (ANAC 2016/ESAF) A negação da proposição se choveu, então o voo vai atrasar pode ser logicamente descrita por a) não choveu

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web MATEMÁTICA XXVII ENEM. (Enem 202) Certo vendedor tem seu salário mensal calculado da seguinte maneira: ele ganha um valor fixo de R$750,00, mais uma comissão de R$3,00 para cada produto vendido. Caso ele

Leia mais

Exercícios e Respostas Lógica Matemática Prof. Jacson Rodrigues

Exercícios e Respostas Lógica Matemática Prof. Jacson Rodrigues Exercícios e Respostas Lógica Matemática Prof. Jacson Rodrigues As respostas encontram-se em itálico. 1. Quais das frases a seguir são sentenças? a. A lua é feita de queijo verde. erdadeira, pois é uma

Leia mais

Noções de Lógica. Proposições Frases para as quais se pode atribuir o valor verdadeiro ou falso. Exs: 1) Quatro vezes três é igual a 12.

Noções de Lógica. Proposições Frases para as quais se pode atribuir o valor verdadeiro ou falso. Exs: 1) Quatro vezes três é igual a 12. Noções de Lógica Proposições Frases para as quais se pode atribuir o valor verdadeiro ou falso. Exs: 1) Quatro vezes três é igual a 12. 2) Florianópolis é capital de SC. 3) O Brasil faz fronteira com a

Leia mais

Silogismos Categóricos e Hipotéticos

Silogismos Categóricos e Hipotéticos Silogismos Categóricos e Hipotéticos Resumo elaborado por Francisco Cubal Apenas para publicação em Resumos.tk Primeiros objectivos a alcançar: Reconhecer os quatro tipos de proposições categóricas. Enunciar

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA - ENSINO MÉDIO

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA - ENSINO MÉDIO SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA - ENSINO MÉDIO Título do Podcast Área Segmento Duração Progressão Aritmética Matemática Ensino médio 5min03seg Habilidades: H15. Relacionar padrões e regularidades

Leia mais

Potências e logaritmos, tudo a ver!

Potências e logaritmos, tudo a ver! Reforço escolar M ate mática Potências e logaritmos, tudo a ver! Dinâmica 1 2ª Série 1º Bimestre DISCIPLINA SÉRIE CAMPO CONCEITO Aluno Matemática 2ª do Ensino Médio Algébrico simbólico Função Logarítmica

Leia mais

GRATUITO RACIOCÍNIO LÓGICO - EBSERH. Professor Paulo Henrique PH Aula /

GRATUITO RACIOCÍNIO LÓGICO - EBSERH. Professor Paulo Henrique PH Aula / 1 www.romulopassos.com.br / www.questoesnasaude.com.br GRATUITO RACIOCÍNIO LÓGICO - EBSERH Professor Paulo Henrique PH Aula 03 R A C I O C Í N I O L Ó G I C O E B S E R H a u l a 0 2 Página 1 2 www.romulopassos.com.br

Leia mais

Noções sobre Probabilidade

Noções sobre Probabilidade Noções sobre Probabilidade Introdução Vimos anteriormente como apresentar dados em tabelas e gráficos, e também como calcular medidas que descrevem características específicas destes dados. Mas além de

Leia mais

Resumo aula. Conceituação; Origem; Lógica de programação; Argumentos; Lógica simbólica; Dedutivos; Indutivos;

Resumo aula. Conceituação; Origem; Lógica de programação; Argumentos; Lógica simbólica; Dedutivos; Indutivos; Aula 02 - Lógica Disciplina: Algoritmos Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida Resumo aula Conceituação; Origem;

Leia mais

Nome: Data: Semestre: Curso: TADS Disciplina: Matemática Aplicada à Computação Professor: Shalimar Villar. Noções de Lógica

Nome: Data: Semestre: Curso: TADS Disciplina: Matemática Aplicada à Computação Professor: Shalimar Villar. Noções de Lógica Nome: Data: Semestre: Curso: TADS Disciplina: Matemática Aplicada à Computação Professor: Shalimar Villar Noções de Lógica Proposição: É uma sentença declarativa, seja ela expressa de forma afirmativa

Leia mais

Módulo de Introdução à Probabilidade. Ferramentas Básicas. 2 a série E.M.

Módulo de Introdução à Probabilidade. Ferramentas Básicas. 2 a série E.M. Módulo de Introdução à Probabilidade Ferramentas Básicas. a série E.M. Probabilidade Ferramentas Básicas Exercícios Introdutórios Exercício. Uma prova é composta por 5 questões de múltipla escolha com

Leia mais

Aula de Raciocínio Lógico em Exercícios Questões MP/RJ Professora: Karine Waldrich

Aula de Raciocínio Lógico em Exercícios Questões MP/RJ Professora: Karine Waldrich Aula de Raciocínio Lógico em Exercícios Questões MP/RJ Professora: Karine Waldrich Boa noite! Hoje continuamos nosso estudo das provas da FGV do último fim de semana... Desta vez com a prova de analista.

Leia mais

Se o número máximo de laranjas estragadas é 4, então temos, no mínimo, 140 laranjas não estragadas.

Se o número máximo de laranjas estragadas é 4, então temos, no mínimo, 140 laranjas não estragadas. 26. (IBGE 2016/FGV) Em uma caixa há doze dúzias de laranjas, sobre as quais sabe-se que: I - há pelo menos duas laranjas estragadas; II - dadas seis quaisquer dessas laranjas, há pelo menos duas não estragadas.

Leia mais

RACIOCÍNIO LÓGICO. Raciocínio Lógico Ficha 1 Prof. Nelson Carnaval

RACIOCÍNIO LÓGICO. Raciocínio Lógico Ficha 1 Prof. Nelson Carnaval RACIOCÍNIO LÓGICO Lógica proposicional Chama-se proposição toda sentença declarativa que pode ser classificada em verdadeira ou falsa, mas não as duas. Letras são usualmente utilizadas para denotar proposições.

Leia mais

Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 3

Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 3 Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 3 www.pontodosconcursos.com.br 1 Apresentação Olá, pessoal Tudo bem com vocês? Em breve teremos o concurso do TCM/RJ e sabemos

Leia mais

AULA 9 RAZÃO E PROPORÇÃO. 1. Determine a razão do primeiro para o segundo número:

AULA 9 RAZÃO E PROPORÇÃO. 1. Determine a razão do primeiro para o segundo número: AULA 9 RAZÃO E PROPORÇÃO 1. Determine a razão do primeiro para o segundo número: Para montar a razão, basta fazer o numerador sobre o denominador. Para esse exercício, temos: a) 1 para 9 = 9 1 b) para

Leia mais

Dois amigos resolveram apostar qual deles acertava mais bolas ao cesto. João arremessou 12 bolas e acertou 7; Mário arremessou 15 bolas e acertou 8.

Dois amigos resolveram apostar qual deles acertava mais bolas ao cesto. João arremessou 12 bolas e acertou 7; Mário arremessou 15 bolas e acertou 8. Dois amigos resolveram apostar qual deles acertava mais bolas ao cesto. João arremessou 1 bolas e acertou 7; Mário arremessou 1 bolas e acertou 8. Escreva as frações que representam Qual deles ganhou a

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA Progressão Aritmética e Geométrica Progressão Aritmética Uma sucessão de números na qual a diferença entre dois termos consecutivos é constante, é denominada progressão aritmética,

Leia mais

Os jogos nas aulas de matemática

Os jogos nas aulas de matemática Os jogos nas aulas de matemática Materiais necessários para esta aula: Giz de cera Papel grande (cartolina, pardo etc.) Dados Cartas de baralho JOGO DOS PONTOS Que habilidades ou conceitos podem ser trabalhados

Leia mais

2 AULA. Conectivos e Quantificadores. lógicas. LIVRO. META: Introduzir os conectivos e quantificadores

2 AULA. Conectivos e Quantificadores. lógicas. LIVRO. META: Introduzir os conectivos e quantificadores 1 LIVRO Conectivos e Quantificadores Lógicos META: Introduzir os conectivos e quantificadores lógicos. OBJETIVOS: Ao fim da aula os alunos deverão ser capazes de: Compreender a semântica dos conectivos

Leia mais

Jogos e invariantes. 6 de Janeiro de 2015

Jogos e invariantes. 6 de Janeiro de 2015 Jogos e invariantes 6 de Janeiro de 2015 Resumo Objetivos principais da aula de hoje: continuar com a ideia de explorar problemas. Apresentar a ideia de invariantes. 1 O jogo de apagar - introdução Quem

Leia mais

CESPE UnB PROVA DE LÓGICA POLÍCIA FEDERAL DE 21 DE DEZEMBRO DE 2014 Prof Pacher ENUNCIADO PRINCIPAL QUESTÃO 57. Solução

CESPE UnB PROVA DE LÓGICA POLÍCIA FEDERAL DE 21 DE DEZEMBRO DE 2014 Prof Pacher ENUNCIADO PRINCIPAL QUESTÃO 57. Solução CESPE UnB PROVA DE LÓGICA POLÍCIA FEDERAL DE 21 DE DEZEMBRO DE 2014 Prof Pacher ENUNCIADO PRINCIPAL QUESTÃO 57 Partindo da hipótese que João pediu peixe, coloque um V na tabela para atender a informação

Leia mais

Conheça uma nova maneira de apostar na sorte, chegou o LOTOFÁCIL. São 25 números ao todo e você escolhe 15. E ganha se você acertar 11, 12, 13, 14 ou

Conheça uma nova maneira de apostar na sorte, chegou o LOTOFÁCIL. São 25 números ao todo e você escolhe 15. E ganha se você acertar 11, 12, 13, 14 ou Conheça uma nova maneira de apostar na sorte, chegou o LOTOFÁCIL. São 25 números ao todo e você escolhe 15. E ganha se você acertar 11, 12, 13, 14 ou os 15 números sorteados. Os sorteios são realizados

Leia mais

OBMEP 2010 Soluções da prova da 2ª Fase Nível 1. Questão 1

OBMEP 2010 Soluções da prova da 2ª Fase Nível 1. Questão 1 1 Questão 1 a) O número-parada de 93 é 4, pois 93 9 3 = 27 2 7 = 14 1 4 = 4. b) Escrevendo 3 2 = 6 vemos que 32 3 2 = 6. Como 32 = 4 2 2 2, temos 4222 4 2 2 2 = 32 3 2 = 6 e assim o número-parada de 4222

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TADS 2008/1 1º PERÍODO MP1 1º ETAPA 11/07/2008 MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO 2008/1

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TADS 2008/1 1º PERÍODO MP1 1º ETAPA 11/07/2008 MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO 2008/1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TADS 2008/1 1º PERÍODO MP1 1º ETAPA 11/07/2008 MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO 2008/1 Dados de identificação do Aluno: Nome: Login: Cidade: CA: Data da Prova: / / ORIENTAÇÃO

Leia mais

MAIS DE 500 SISTEMAS

MAIS DE 500 SISTEMAS MAIS DE 500 SISTEMAS Para apostar no Totoloto e Euromilhões CD Pacote da Sorte Em Grelhas De 3 até 11 Estrelas (em Pick 2) Gaarraantti iaa dee 22 eem 22 Gaarraantti iaa dee 11 eem 11 SISTEMAS DISPONÍVEIS

Leia mais

Resolução de Questões!!!

Resolução de Questões!!! 1) Considere a seguinte proposição: Raciocínio Lógico Se João está na praia, então João não usa camiseta. Resolução de Questões!!! A negação da proposição acima é logicamente equivalente à proposição:

Leia mais

Não Aposte Aleatoriamente

Não Aposte Aleatoriamente Página 10 e 10.2 Os 39 últimos Prêmios Com média de Premio pago por 15 e 14 acerto Arrecadação e o Ranking dos Estados com MAIS ocorrência de Bilhetes premiados. Não Aposte Aleatoriamente Jogue de forma

Leia mais

Se A =, o evento é impossível, por exemplo, obter 7 no lançamento de um dado.

Se A =, o evento é impossível, por exemplo, obter 7 no lançamento de um dado. PROBABILIDADE Espaço amostral Espaço amostral é o conjunto universo U de todos os resultados possíveis de um experimento aleatório. O número de elementos desse conjunto é indicado por n(u). Exemplos: No

Leia mais

Não Aposte Aleatoriamente

Não Aposte Aleatoriamente Página 03 Não Aposte Aleatoriamente contato@edmboloes.com.br Jogue de forma inteligente Seja um dos poucos Privilegiados Fazendo uso destas Preciosas informações Estatísticas deixando seu jogo bem MAIS

Leia mais

Resoluções. Aula 1 NÍVEL 2. Classe

Resoluções. Aula 1 NÍVEL 2. Classe www.cursoanglo.com.br Treinamento para Olimpíadas de Matemática NÍVEL 2 Resoluções Aula 1 Classe 1. Observe que: 14 1 = 14 14 2 = 196 14 par termina em 6 e 14 ímpar termina em 4 14 3 = 2.744 14 4 = 38.416...

Leia mais

Prof. Jorge Cavalcanti

Prof. Jorge Cavalcanti Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Computação Matemática Discreta - 01 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

CEDERJ MÉTODOS DETERMINÍSTICOS 1 - EP4. Prezado Aluno,

CEDERJ MÉTODOS DETERMINÍSTICOS 1 - EP4. Prezado Aluno, CEDERJ MÉTODOS DETERMINÍSTICOS 1 - EP4 Prezado Aluno, Neste EP daremos sequência ao nosso estudo da linguagem da lógica matemática. Aqui veremos o conectivo que causa mais dificuldades para os alunos e

Leia mais

INSS 2016 Técnico CESPE

INSS 2016 Técnico CESPE INSS 2016 Técnico CESPE Art. 21. A alíquota de contribuição dos segurados contribuinte individual e facultativo será de 20 por cento sobre o respectivo salário-de-contribuição. Considerando o art. 21 da

Leia mais

PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA UNIDADE V - INTRODUÇÃO À TEORIA DAS PROBABILIDADES

PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA UNIDADE V - INTRODUÇÃO À TEORIA DAS PROBABILIDADES PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA UNIDADE V - INTRODUÇÃO À TEORIA DAS PROBABILIDADES 0 1 INTRODUÇÃO A teoria das probabilidades é utilizada para determinar as chances de um experimento aleatório acontecer. 1.1

Leia mais

1. Princípio da não-contradição: Uma proposição não pode ser verdadeira e falsa

1. Princípio da não-contradição: Uma proposição não pode ser verdadeira e falsa Raciocínio Lógico Lógica estuda as formas ou estruturas do pensamento, isto é, seu propósito é estudar e estabelecer propriedades das relações formais entre as proposições. DEFINIÇÃO: Proposição: conjunto

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO TÉCNICO ADMINISTRATIVO DA ANAC RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução das questões de Raciocínio Lógico da prova para o cargo de Técnico Administrativo

Leia mais

PROBLEMAS DE LÓGICA. Prof. Élio Mega

PROBLEMAS DE LÓGICA. Prof. Élio Mega PROBLEMAS DE LÓGICA Prof. Élio Mega ALGUNS CONCEITOS DA LÓGICA MATEMÁTICA Sentença é qualquer afirmação que pode ser classificada de verdadeira (V) ou falsa (F) (e exatamente uma dessas coisas, sem ambiguidade).

Leia mais

ANÁLISE COMBINATÓRIA

ANÁLISE COMBINATÓRIA ANÁLISE COMBINATÓRIA 1) (PUC) A soma das raízes da equação (x + 1)! = x 2 + x é (a) 0 (b) 1 (c) 2 (d) 3 (e) 4 2) (UFRGS) Um painel é formado por dois conjuntos de sete lâmpadas cada um, dispostos como

Leia mais

3. A probabilidade do evento de números pares. 4. O evento formado por número menor que três. 5. A probabilidade do evento número menor que três.

3. A probabilidade do evento de números pares. 4. O evento formado por número menor que três. 5. A probabilidade do evento número menor que três. 1 a Lista de Exercício - Estatística (Probabilidade) Profa. Ms. Ulcilea A. Severino Leal Algumas considerações importantes sobre a resolução dos exercícios. (i) Normas da língua culta, sequência lógica

Leia mais

Resolver uma equação do 1º grau é determinar o valor da incógnita [letra] que satisfaz a equação.

Resolver uma equação do 1º grau é determinar o valor da incógnita [letra] que satisfaz a equação. EQUAÇÃO DO º GRAU Definição: Uma equação do grau [com uma incógnita] é toda equação que pode ser reduzida à forma ax = b, onde a e b são números reais, com a 0. Veja alguns exemplos e suas formas reduzidas

Leia mais

Jogue de forma inteligente.

Jogue de forma inteligente. Jogue de forma inteligente Contato@edmboloe.com.br Páginas 02, 2.2 e 2.3 Jogue de forma inteligente O Sistema de Pulo de um conjunto de Linha(s) e/ou Coluna(s) nos últimos 12 meses. Jogue de forma inteligente

Leia mais

PROBABILIDADE PROPRIEDADES E AXIOMAS

PROBABILIDADE PROPRIEDADES E AXIOMAS PROBABILIDADE ESPAÇO AMOSTRAL É o conjunto de todos os possíveis resultados de um experimento aleatório. A este conjunto de elementos denominamos de espaço amostral ou conjunto universo, simbolizado por

Leia mais

Unidade I LÓGICA. Profa. Adriane Paulieli Colossetti

Unidade I LÓGICA. Profa. Adriane Paulieli Colossetti Unidade I LÓGICA Profa. Adriane Paulieli Colossetti O que é lógica A lógica ensina a colocar ordem no pensamento. Sistemas Dicotônicos Proposições: São sentenças declarativas, que satisfazem três princípios

Leia mais

IBGE- RACIOCÍNIO LÓGICO & MATEMÁTICA. Josimar Padilha

IBGE- RACIOCÍNIO LÓGICO & MATEMÁTICA. Josimar Padilha IBGE- RACIOCÍNIO LÓGICO & MATEMÁTICA Josimar Padilha 01- Ano: 2016 Banca: FGV João olhou as dez bolas que havia em um saco e afirmou: Todas as bolas desse saco são pretas". Sabe-se que a afirmativa de

Leia mais

FATORAÇÃO. Os métodos de fatoração de expressões algébricas são:

FATORAÇÃO. Os métodos de fatoração de expressões algébricas são: FATORAÇÃO Fatorar consiste em representar determinado número de outra maneira, utilizando a multiplicação. A fatoração ajuda a escrever um número ou uma expressão algébrica como produto de outras expressões.

Leia mais

3. Probabilidade P(A) =

3. Probabilidade P(A) = 7 3. Probabilidade Probabilidade é uma medida numérica da plausibilidade de que um evento ocorrerá. Assim, as probabilidades podem ser usadas como medidas do grau de incerteza e podem ser expressas de

Leia mais

Compreender estruturas lógicas é, antes de tudo, compreender o que são proposições.

Compreender estruturas lógicas é, antes de tudo, compreender o que são proposições. Caros alunos, Antes de darmos início a nossa aula demonstrativa, vamos às apresentações pessoais e profissionais: meu nome é Letícia Protta, sou agente administrativo do Ministério do Trabalho e Emprego,

Leia mais

DAMA DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU

DAMA DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU 1 DAMA DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU Resolver equações de 1 grau; Estimular o raciocínio. Duplas. Material (um para cada dupla): Tabuleiro8x8 com 64 casas. 64 peças. O jogo é composto por um tabuleiro 8x8 com

Leia mais

Exercícios de Linguagem C

Exercícios de Linguagem C Exercícios de Linguagem C Aspectos básicos 1. Fazer um programa para receber um número inteiro de segundos do usuário e imprimir a quantidade correspondente em horas, minutos e segundos. 2. Fazer um programa

Leia mais

(Questões de provas resolvidas e comentadas) Carlos R. Torrente

(Questões de provas resolvidas e comentadas) Carlos R. Torrente (Questões de provas resolvidas e comentadas) Carlos R. Torrente Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Torrente, Carlos Roberto Raciocínio lógico

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Departamento de Economia

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Departamento de Economia REC0224 MICROECONOMIA II EXERCÍCIOS SOBRE TEORIA DOS JOGOS E OLIGOPÓLIO. ROBERTO GUENA DE OLIVEIRA 1) João e Maria participam de um jogo no qual estão em disputa R$10.000,00. Nesse jogo, cada um deles

Leia mais

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos)

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) 1 ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) Objetivos Introduzir o conceito de números inteiros negativos; Desenvolvimento O professor confeccionará o jogo com os alunos ou distribuirá os jogos

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Exercício 3. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Exercício 3. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 Um teste de múltipla escolha e composto de 12 questões, com 5 alternativas de resposta, sendo que somente uma, é correta. Qual a probabilidade de uma pessoa, marcando aleatoriamente

Leia mais

VERDADES E MENTIRAS. Quem está mentindo e quem está dizendo a verdade. Quantas pessoas estão mentindo e quantas estão dizendo a verdade

VERDADES E MENTIRAS. Quem está mentindo e quem está dizendo a verdade. Quantas pessoas estão mentindo e quantas estão dizendo a verdade VERDADES E MENTIRAS Chamamos de a um tipo específico de questão, cujo enunciado nos apresenta uma situação qualquer, envolvendo normalmente alguns personagens, que irão declarar algo. O ponto principal

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA DO BANCO DO BRASIL

COMENTÁRIO DA PROVA DO BANCO DO BRASIL COMENTÁRIO DA PROVA DO BANCO DO BRASIL Prezados concurseiros, segue abaixo os comentários das questões de matemática propostas pela CESPE no último concurso para o cargo de escriturário do Banco do Brasil

Leia mais

Matemática Discreta. Lógica Proposicional. Profa. Sheila Morais de Almeida. agosto DAINF-UTFPR-PG

Matemática Discreta. Lógica Proposicional. Profa. Sheila Morais de Almeida. agosto DAINF-UTFPR-PG Matemática Discreta Lógica Proposicional Profa. Sheila Morais de Almeida DAINF-UTFPR-PG agosto - 2016 Tautologias Tautologia é uma fórmula proposicional que é verdadeira para todos os possíveis valores-verdade

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2C

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2C CADERNO DE EXERCÍCIOS 2C Ensino Fundamental Ciências da Natureza I Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Polígonos inscritos em uma circunferência. 2 Média aritmética. H24 H50 3 Semelhança

Leia mais

Adição de probabilidades. O número de elementos da união dos conjuntos A e B n(aub) = n(a B) Dividindo os dois membros por n(e):

Adição de probabilidades. O número de elementos da união dos conjuntos A e B n(aub) = n(a B) Dividindo os dois membros por n(e): Adição de probabilidades O número de elementos da união dos conjuntos A e B n(aub) = n(a B) Dividindo os dois membros por n(e): Dois eventos A e B são ditos mutuamente exclusivos se, e somente se, A B

Leia mais

Lógica dos Conectivos: demonstrações indiretas

Lógica dos Conectivos: demonstrações indiretas Lógica dos Conectivos: demonstrações indiretas Renata de Freitas e Petrucio Viana IME, UFF 18 de junho de 2015 Sumário Olhe para as premissas Olhe para a conclusão Estratégias indiretas Principais exemplos

Leia mais

Notas possíveis para esta questão: Zero ; 3 pontos; 6 pontos ou 10 pontos. Olimpíada Brasileira de Robótica /7

Notas possíveis para esta questão: Zero ; 3 pontos; 6 pontos ou 10 pontos. Olimpíada Brasileira de Robótica /7 GABARITO Todas as questões devem receber uma nota entre 0 (menor nota) e 10 (maior nota). Questões podem ter mais de uma resposta A prova do seu aluno deve receber uma pontuação entre 0 e 100. Não se esqueça

Leia mais

(Lógica) Negação de Proposições, Tautologia, Contingência e Contradição.

(Lógica) Negação de Proposições, Tautologia, Contingência e Contradição. aula 07 (Lógica) Negação de Proposições, Tautologia, Contingência e Contradição. Professor: Renê Furtado Felix E-mail: rffelix70@yahoo.com.br Site: http://www.renecomputer.net/pdflog.html Negação de Proposições

Leia mais

Aula 00. Raciocínio Lógico para Técnico do INSS. Raciocínio Lógico Professor: Guilherme Neves. Prof.

Aula 00. Raciocínio Lógico para Técnico do INSS. Raciocínio Lógico Professor: Guilherme Neves.  Prof. Aula 00 Raciocínio Lógico Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Aula 00 Aula Demonstrativa Raciocínio Lógico para INSS Apresentação... 3 Modelos de Questões Comentadas - CESPE... 4

Leia mais

Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 4

Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 4 Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 4 1 Apresentação Olá, pessoal Tudo bem com vocês? Finalmente saiu o edital do TCM/RJ Para quem ainda não me conhece, meu nome

Leia mais

A Escolha Racional relações binárias número de relações binárias 2m.p domínio imagem

A Escolha Racional relações binárias número de relações binárias 2m.p domínio imagem A Escolha Racional A racionalidade na teoria dos jogos procura perceber como os jogadores (sejam eles indivíduos, empresas, organizações, países etc.) tomam suas decisões em situações de interação estratégica.

Leia mais

Nesse capítulo vamos abordar exemplos envolvendo sequências numéricas, sequências com letras e com palavras e padrões geométricos.

Nesse capítulo vamos abordar exemplos envolvendo sequências numéricas, sequências com letras e com palavras e padrões geométricos. Nesse capítulo vamos abordar exemplos envolvendo sequências numéricas, sequências com letras e com palavras e padrões geométricos. Sequências numéricas 1. O próximo número na sequência 1001, 991, 971,

Leia mais

Contagem e Probabilidade Exercícios Adicionais. Paulo Cezar Pinto Carvalho

Contagem e Probabilidade Exercícios Adicionais. Paulo Cezar Pinto Carvalho Contagem e Probabilidade Exercícios Adicionais Paulo Cezar Pinto Carvalho Exercícios Adicionais Contagem e Probabilidade Para os alunos dos Grupos 1 e 2 1. Um grupo de 4 alunos (Alice, Bernardo, Carolina

Leia mais

Resumo de Filosofia. Preposição frase declarativa com um certo valor de verdade

Resumo de Filosofia. Preposição frase declarativa com um certo valor de verdade Resumo de Filosofia Capítulo I Argumentação e Lógica Formal Validade e Verdade O que é um argumento? Um argumento é um conjunto de proposições em que se pretende justificar ou defender uma delas, a conclusão,

Leia mais

MAC0320 Exercícios preliminares

MAC0320 Exercícios preliminares MAC0320 Exercícios preliminares IME USP, 6/3/2012 Estes exercícios tratam de rudimentos da teoria dos conjuntos e de algumas outras trivialidades. Se você pretende cursar MAC0320 (Introdução à Teoria dos

Leia mais

IME, UFF 10 de dezembro de 2013

IME, UFF 10 de dezembro de 2013 Lógica IME, UFF 10 de dezembro de 2013 Sumário.... Considere o seguinte argumento Um problema de validade (1) p q q r r s s t p t (1) é válido ou não? A resposta é sim... Uma demonstração Uma demonstração

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Prova 1 de Probabilidade I Prof.: Fabiano F. T. dos Santos Goiânia, 15 de setembro de 2014 Aluno: Nota: Descreva seu raciocínio e desenvolva

Leia mais

O conceito de probabilidade

O conceito de probabilidade A UA UL LA O conceito de probabilidade Introdução Nesta aula daremos início ao estudo da probabilidades. Quando usamos probabilidades? Ouvimos falar desse assunto em situações como: a probabilidade de

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA 2

Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA 2 Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA NOME Nº SÉRIE: DATA BIMESTRE PROFESSOR : Denis Rocha DISCIPLINA : Matemática EM ) Uma prova tem 4 testes com 5 alternativas cada um. Respondendo aleatoriamente

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Raciocínio Lógico Nível III Fase II 2014

Olimpíada Brasileira de Raciocínio Lógico Nível III Fase II 2014 1 2 Questão 1 Um dado é feito com pontos colocados nas faces de um cubo, em correspondência com os números de 1 a 6, de tal maneira que somados os pontos que ficam em cada par de faces opostas é sempre

Leia mais

Estatística. Probabilidade. Conteúdo. Objetivos. Definições. Probabilidade: regras e aplicações. Distribuição Discreta e Distribuição Normal.

Estatística. Probabilidade. Conteúdo. Objetivos. Definições. Probabilidade: regras e aplicações. Distribuição Discreta e Distribuição Normal. Estatística Probabilidade Profa. Ivonete Melo de Carvalho Conteúdo Definições. Probabilidade: regras e aplicações. Distribuição Discreta e Distribuição Normal. Objetivos Utilizar a probabilidade como estimador

Leia mais

A álgebra nas profissões

A álgebra nas profissões A álgebra nas profissões A UUL AL A Nesta aula, você vai perceber que, em diversas profissões e atividades, surgem problemas que podem ser resolvidos com o auxílio da álgebra. Alguns problemas são tão

Leia mais

Gamão. Como jogar este maravilhoso jogo

Gamão. Como jogar este maravilhoso jogo Gamão Como jogar este maravilhoso jogo Gamão é um jogo de tabuleiro para dois jogadores. Cada jogador tem 15 peças (pedras) que se movem por 24 triângulos (casas) de acordo com os números obtidos pela

Leia mais

Matemática Financeira, Raciocínio Lógico E Matemática

Matemática Financeira, Raciocínio Lógico E Matemática Matemática Financeira, Raciocínio Lógico E Matemática CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (CAIXA) CESPE www.thiagopacifico.com.br Página thiagopacifico Thiago Pacífico III Matemática Fácil com Thiago PROVA COMENTADA

Leia mais