O USO DO COMO FERRAMENTA DE MARKETING

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O USO DO E-MAIL COMO FERRAMENTA DE MARKETING"

Transcrição

1 O USO DO COMO FERRAMENTA DE MARKETING Nome: Marco Antonio Carvalho Brum Instituição: Centro Universitário Luterano de Palmas - CEULP/ ULBRA Titulação: Bacharel em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda / Especialista em Gestão Estratégica de Marketing RESUMO Nos últimos anos, notadamente observou-se uma grande movimentação no campo tecnológico, devido à disseminação da internet e da telefonia móvel. Conceitos de marketing foram abordados com uma nova roupagem para se adaptar aos novos consumidores, mais exigentes. A comunicação personalizada, em que o cliente é o foco das empresas, não mais o cliente que se adapta ao produto, surge com grande força dentro das corporações brasileiras e mundiais. Uma das ferramentas mais eficazes utilizadas é o , pois este, quando aplicado de maneira correta, conforme será explicado neste estudo, pode ser um instrumento de construção de relacionamento com o consumidor/cliente. Para se chegar a uma conclusão da eficácia do marketing foi feita uma análise usando-se pesquisa exploratória que foi desenvolvida seguindo as características básicas do método "Delphi", que é reconhecido como um dos melhores instrumentos de previsão qualitativa. Palavras -chave: Internet, comunicação,

2 INTRODUÇÃO Na década de noventa, o mundo foi impactado pela popularização de novas tecnologias, como a internet e a telefonia móvel. A partir deste momento, iniciou-se um processo de revolução no modo de comunicação entre as pessoas e, conseqüentemente, entre as empresas e os clientes. Surge o questionamento da eficácia das mídias de massa (televisão, rádio, revistas, jornais). A oportunidade da comunicação personalizada, direta e individual, levou diversas empresas a diversificar suas ferramentas de marketing. Neste contexto, o e- mail se apresenta como um importante instrumento de relacionamento, levando as organizações ao desenvolvimento de estratégias para sua utilização. Muito mais do que um meio de comunicação, o correio eletrônico supera a sua função inicial e assegura o seu espaço como fomentador de negócios. Os consumidores habitam hoje um universo crescente de novas ofertas, solicitações urgentes, promoções. Cabe aos profissionais de comunicação e marketing atuais colocar suas mensagens diante destes consumidores e fazer com que eles desviem sua atenção para estas mensagens, mesmo que por um único e breve instante. Estes profissionais precisam colocar suas mensagens diante dos consumidores por simples questão de sobrevivência. Mas o problema é: o consumidor deseja mais mensagens de marketing? A interatividade permite que seja perguntado diretamente ao consumidor se ele gostaria de ter mais informações e então fornecê-las. É possível recompensar o cliente e receber e reconhecer sua mensagem, garantindo que o seu interesse seja atendido, ensinandolhe, oferecendo-lhe um novo produto, um novo serviço. Como, então, utilizar o marketing com eficácia? Neste momento, deve-se aprender a conjugar necessidades mercadológicas e ferramentas de tecnologia, trabalhando a informação com inteligência e criando um vínculo duradouro com seus clientes. Chegou a hora de desenvolver e gerenciar relações individuais com clientes individuais. Como utilizar o como ferramenta de marketing eficaz? Segundo KOTLER (1999), as empresas devem fazer mais do que fabricar bons produtos, elas devem informar os consumidores sobre os benefícios do produto e posicionálos cuidadosamente na mente deles. Em sentido amplo, o objetivo deste estudo é analisar a utilização do como ferramenta de marketing eficaz no relacionamento entre empresas e clientes. Especificamente, pretendese, primeiramente, contribuir para que profissionais de comunicação e marketing possam

3 utilizar o como instrumento de comunicação, informação e fomentação de negócios. Em seguida, levantar fatores positivos e negativos na comunicação via de negócios. E também diagnosticar as particularidades do como um novo canal de marketing direto. DESCRIÇÃO DA PESQUISA O , como o próprio nome sugere, em português, significa correio eletrônico. Dos primeiros experimentos até hoje, ele se transformou em um dos maiores meios de comunicação já inventados. Todd Campbell, fundador e presidente da Pretext Magazine (http://www.pretext.com), relata que em 1971, um engenheiro de computadores chamado Ray Tomlinson enviou a primeira mensagem de . Ele encaminhou um número de mensagens teste para ele mesmo de uma máquina para outra. Tomlinson é lembrado como o homem que como o símbolo delimitador de endereços eletrônicos. Na verdade, de qualquer forma, ele é o inventor do , a aplicação que lançou a revolução da informação digital. Campbell descreve o início do processo da criação do ao relatar que Tomlinson trabalhava para Bolt Beranek and Newman (BBN), a empresa contratada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos em 1968 para construir a ARPANET, a precursora da internet. Em 1971 ele estava consertando algo no programa de mensagem eletrônica chamado SNDMSG, o qual ele tinha desenvolvido, para permitir que programadores e pesquisadores que estivessem trabalhando no Digital PDP-10s um dos mais recentes computadores da ARPANET - deixassem mensagens um para o outro. Mas isso não era exatamente o . Assim como vários programas de mensagens eletrônicas existentes, mais velhas do que os dos anos 60, SNDMSG somente atuou localmente; ele foi planejado para permitir a troca de mensagens entre usuários que compartilhavam a mesma máquina. Aqueles usuários poderiam criar um arquivo texto e enviá-lo para uma caixa de correio designada. Quando Tomlinson ainda utilizava o SNDMSG, ele já estava trabalhando com um protocolo de transferência de arquivos experimental chamado CYPNET, para interação entre computadores ligados em lugares remotos dentro da ARPANET (no momento a ARPANET

4 consistia de 15 pontos interligados, localizados em lugares como UCLA na Califórnia, a Universidade de Utah em Salt Lake City, e na BBN em Cambridge, Massachusetts). Quando o estilo CYPNET foi originalmente desenvolvido, ele enviava e recebia arquivos, mas não tinha meios para anexar um arquivo. Então ele preparou a adaptação do CYPNET para usar o SNDMSG para enviar mensagens às caixas de correio em máquinas remotas, através da ARPANET. Campbell comenta que o que Tomlinson fez depois, talvez tenha colocado-o num lugar ao lado dos gigantes da história da comunicação. Primeiro, ele escolheu o para diferenciar as mensagens endereçadas para as caixas de correio em máquinas locais das mensagens que fossem conduzidas para fora da rede. Ele utilizou o para indicar que o usuário estava em alguma outra máquina utilizada para hospedagem. Depois ele enviou para si mesmo uma mensagem de . A BBN tinha dois computadores PDP-10 conectados juntos através da ARPANET. A primeira mensagem de e- mail foi enviada entre duas máquinas que estavam literalmente lado a lado numa sala em Cambridge. A única conexão física delas, entretanto, era através da ARPANET. Uma vez que Tomlinson estava satisfeito com o funcionamento do SNDMSG na rede, ele enviou uma mensagem aos colegas permitindo-os conhecer as novas características, com instruções para pôr entre o nome de login do usuário e o nome do seu computador hospedeiro. O novo programa de Tomlinson acabou tornando diversos aplicativos usuais na época obsoletos. Depois que ele concedeu a versão aprimorada do SNDMSG para outros sites, todas as comunicações virtuais foram feitas via . Dois anos mais tarde, um estudo descobriu que 75 por cento de todas as comunicações na ARPANET foram por . A difusão do uso do aconteceu quase que sem divulgação. Para os engenheiros e cientistas que rapidamente adotaram-no como o modo de comunicação preferido no dia-adia, foi principalmente sentido como um crescimento natural do desenvolvimento da ARPANET. De fato, demorou quase cinco anos para os desenvolvedores e programadores da ARPANET concretizarem o uso do . Ele tornou-se a verdadeira razão de ser da nova rede de computadores. Um aspecto surpreendente do serviço de mensagens foi a falta de planejamento, antecipação, e a natureza insustentável do seu nascimento e recente desenvolvimento. Simplesmente aconteceu, e sua recente história tem aparecido mais como

5 uma descoberta de um fenômeno natural do que o desenvolvimento deliberado de uma nova tecnologia. Para Campbell, uma das razões pela qual o foi adotado tão rapidamente foi a sua perfeita adaptação às necessidades de comunicação e estilo dos engenheiros que desenvolveram a ARPANET. Num ensaio publicado em 1978 para o Institute of Electrical and Electronic Engineers, duas das mais importantes figuras na criação da ARPANET, J. C. R. Licklider and Albert Vezza, explicaram a popularidade do . Uma das vantagens do sistema de mensagens sobre o correio por carta foi que, numa mensagem da ARPANET, uma podia ser escrita sinteticamente e datilografada imperfeitamente, mesmo para uma pessoa mais velha numa posição superior ou mesmo para uma pessoa que você não conhecesse muito bem, o receptor não tomaria como ofensivo. Dentro das vantagens dos serviços de mensagens pela rede sobre o telefone está o fato de que uma podia passar imediatamente para o ponto desejado sem ter que começar uma conversa formal antes, que o serviço de mensagens produziu um registro que pode ser preservado, e que remetente e o receptor não tinham que estar disponíveis ao mesmo tempo. Aos poucos o foi se caracterizando como um meio de comunicação comercial. O website emarketer (http://www.emarketer.com) apresenta algumas estimativas sobre a evolução dos investimentos em marketing nos Estados Unidos. TABELA 1 Gastos com e -mail marketing nos EUA; (em milhões de dólares) Propaganda por $179 $496 $927 $1.558 $ marketing com produtos e $242 $589 $1.148 $1.707 $2.359 serviços Total gasto com marketing $422 $1.084 $2.074 $3.265 $4.558 Fonte: e-marketer, 2001

6 TABELA 2 US$ ano Propaganda por marketing com produtos e serviços Total gasto com marketing Fonte: e-marketer, 2001 Conforme se vê na tabela acima, os investimentos em marketing nos EUA está em crescimento acelerado, pois, segundo o E-marketer, até o ano 2003 serão gastos 4,5 bilhões de dólares. Quer dizer que, desde 1999 a propaganda por mais o marketing com produtos e serviços está movimentando praticamente o dobro de dólares ano após ano. Assim como o marketing de massa criou uma nova geração de comunicações em mídia de massa, a mudança para o marketing um-a-um está criando uma nova geração de esforços de comunicação mais especializada e altamente direcionada. (KOTLER, 1998, p. 327) De acordo com KOTLER, e como se viu na tabela acima, está havendo um crescimento do marketing direto ou um a um. Isso já era previsto por ele há algum tempo. Para explanar sobre marketing direto, é necessário compreender o mix de marketing. Segundo KOTLER, o mix de marketing, em linhas gerais, é composto pelos 4 P s, que foram propostos pelo professor Jerome McCarthy, na década de 60. Ele se consiste em: produto, preço, praça e promoção, onde cada P abrange várias atividades. O P de mix de promoção, cobre todas aquelas ferramentas de comunicação que fazem chegar uma mensagem ao público-alvo. Essas ferramentas se enquadram em cinco categorias bem amplas: propaganda, promoção de vendas, relações públicas, força de vendas, marketing direto.

7 Não apenas segmentos ou nichos podem ser atingidos de maneira mais eficiente, mas também indivíduos, os chamados segmentos de um, como conseqüência do marketing de banco de dados. Muitas empresas possuem banco de dados próprios com o perfil de milhares ou milhões de clientes e clientes potenciais. [...] Essas empresas podem classificar os nomes constantes de seus bancos de dados para coletar qualquer subconjunto de nomes que possam representar uma oportunidade de marketing. (KOTLER, 1999, p. 148) Como os mercados, hoje em dia, estão fragmentando-se em pequenos segmentos, está surgindo uma veiculação mais especializada. Há uma explosão de revistas, cada uma com anúncios e material editorial voltado a um grupo específico de clientes. Os avanços na televisão, nas redes de fibras óticas e na transmissão via satélite estão levando a um aumento explosivo no número de canais de TV disponíveis, que deverá chegar a milhares em um futuro não muito distante. Nesse contexto, o torna-se único como instrumento de marketing direto, pois permite a segmentação da comunicação, além de ser um canal de rápida e fácil resposta, garantindo valiosa interação com o público. Todavia, embora a televisão, as revistas e outras mídias de massa continuem sendo muito importantes, este domínio está perdendo força. A fragmentação do mercado ocasionou a fragmentação da mídia numa explosão da mídia mais dirigida que combina melhor com as estratégias mais bem direcionadas de hoje em dia. (KOTLER, 1999, p.327) KOTLER afirma que hoje as empresas estão ampliando menos e focalizando mais. Elas estão diversificando suas ferramentas de comunicação direcionada, buscando atingir diferentes mercados-alvo. Com isso, a propaganda veiculada em mídia de massa está, aos poucos, sendo substituída pelo marketing interativo um a um. O , portanto, é uma mídia bastante útil ao marketing, aliando a comunicação direcionada ao poder de atingir muitas pessoas simultaneamente. Para KOTLER, o crescimento acelerado do marketing direto é explicado pela tendência de evolução do marketing um a um. [...] o marketing direto requer comunicações diretas com consumidores cuidadosamente direcionados para obter uma resposta imediata. Através do marketing direto, as empresas podem combinar suas ofertas de marketing e comunicações com as necessidades de segmentos bastante definidos. (KOTLER, 1999, p. 328)

8 Mas como atrair a atenção do público-alvo, conseguindo-se gerar um bom índice de resposta e uma base sólida para relacionamento com futuros clientes? Seth Godin afirma que com o livro The One to One Future, Don Peppers e Martha Rogers conseguiram mudar o panorama do marketing. Esta obra propunha uma mudança radical no relacionamento entre profissionais de marketing e seus clientes, ao apresentar uma nova maneira de como as empresas podem aumentar seus lucros vendendo mais a menos pessoas. Seguindo esta filosofia, Seth Godin desenvolveu o conceito de marketing de permissão. O profissional do Marketing de Permissão trabalha para mudar seu foco: em vez de querer encontrar o maior número possível de clientes potenciais, quer converter o maior número possível de clientes potenciais em clientes. Depois, ele quer intensificar a permissão em base constante. (Godin, 2000, p.57) TABELA 3: A escada do marketing marketing 2 3 D CONSUMIDORES C 1 NOVOS B CLIENTES? PROSPECTS? A SUSPECTS? 4 E CONSUMIDORES LEAIS???? (A, B, C, D, E) Pontos de descontinuidade?? (1, 2, 3, 4) Curvas de evolução nos pontos de descontinuidade?? (?,?,?,?,? ) Pontos de evasão Ao analisar a TABELA 3, desenvolvida para este estudo, é visualizado que a construção de um relacionamento com o consumidor é baseada em escadas onde cada estágio conquistado é um passo em busca do topo. Iniciando desde o SUSPECT até o CONSUMIDOR LEAL, este é o maior objetivo de todas as corporações de produtos e

9 serviços. O marketing, como ponto principal neste estudo, entra como mediador ou catalisador entre o PROSPECT e o NOVO CLIENTE, ou também desenvolvendo um novo relacionamento com o consumidor prospectado. Segundo GODIN, a construção de um relacionamento individualizado com um cliente não pode ser feita a menos que ele concorde explicitamente com o processo. Qualquer forma de contato com este cliente requer um acordo bem definido pelas partes. É a profundidade da permissão que se tem com cada cliente que oferece armas para rastrear as vantagens de seu investimento em marketing de permissão. A tecnologia tem permitido aos profissionais de marketing ter uma memória perfeita. Combinado com um banco de dados de clientes que esperam receber mensagens, por lhes terem dado permissão para isso, as empresas tem otimizado seu processo de marketing, multiplicando os lucros. O com permissão é um meio que facilita a interação entre as organizações e os consumidores que autorizaram o recebimento de mensagens promocionais e outras informações direcionadas aos seus interesses. A estratégia de marketing baseada no com permissão respeita os clientes, pois só envia mensagens após a confirmação de seu interesse. O cliente que intencionalmente se inscreveu para receber alguma comunicação via passará a fazer parte da base de dados da empresa. Esta ação é chamada de opt-in, o usuário opta pelo recebimento de algum tipo de informação. De maneira oposta, a qualquer momento o usuário tem a liberdade para se retirar da lista caso deixe de se interessar pelas mensagens. Esta opção deve estar bem acessível em todas as mensagens e é denominada opt-out. De acordo com a revista B2B Magazine, a marca coreana LG Eletronics (www.lg.com.br) tem hoje um banco com 200 mil pessoas cadastradas que recebem notícias nacionais e internacionais por meio do LG News, enviado por . Ao longo de quatro anos, a base de usuários foi cadastrada em eventos, revendas e outros canais de comunicação disponíveis. Toda vez que o boletim é enviado, uma mensagem no final informa da possibilidade do usuário se descadastrar com apenas um clique. Além de notícias, o agrega promoções, com distribuição de prêmios, estimulando a ampliação da base. No web site YesMail (http://www.yesmail.com) são destacadas as principais vantagens do com permissão em relação às formas tradicionais de marketing direto:?? Público receptivo à mensagem Sua oferta atinge um cliente que já manifestou interesse prévio no assunto de sua mensagem.

10 ?? Baixo Custo Comparado com outras formas de marketing direto, o é significativamente mais barato.?? Rapidez e Eficiência Os planos tradicionais de marketing direto, como a mala direta, podem levar meses para serem criados e implementados. Então, é necessário esperar mais alguns meses para analisar seus resultados e aferir o sucesso. Campanhas de com permissão podem ser executadas em poucos dias com resultado mensurável em tempo real. Isso permite que as empresas obtenham feedback com a campanha ainda em progresso.?? Alto índice de respostas Normalmente, as campanhas de com permissão têm um resultado final de respostas maior que as ferramentas tradicionais de marketing direto ou outros tipos de publicidade online.?? Aprendizado constante O permite rápidos testes e refinamento de campanhas para identificar a melhor combinação de audiência, ofertas e criatividade. Nos Estados Unidos são feitas muitas pesquisas relativas ao uso do . Segundo estimativas da Jupiter Communications, o marketing vai movimentar US$ 7.3 bilhões em negócios no ano de A Forrester Research anunciou que o uso de se refere a 35% do tempo total dispensado por usuários de internet e estimou que em 2001, 50% dos consumidores estarão se comunicando por . Todos estes números reafirmam a importância e o potencial do investimento em com permissão. Para iniciar um relacionamento de permissão é necessário, segundo GODIN, que se ofereça algum benefício que seja alguma forma de recompensa. Ao fazer uso da atenção oferecida pelo consumidor, o profissional de marketing oferece seus conhecimentos, ao longo do tempo, informando o consumidor sobre o produto ou serviço. (GODIN, 2000, p. 137). Depois de um consumidor ter feito a opção positiva, o profissional de marketing usa o para lembrar o consumidor potencial de voltar ao site da Internet. O é a utilização número um da Internet, e mais de oitenta por cento dos usuários informaram que esta é a razão principal para se conectarem. Quando devidamente autorizadas, as mensagens atingem índices positivos de atenção e resposta. Assim, os profissionais de marketing usam o para mostrar ao consumidor os benefícios de seu produto. Os s não solicitados, enviados para milhares de pessoas simultaneamente são comumente chamados de spam. Algumas empresas utilizam este tipo de comunicação acreditando que vão gerar negócios. Porém, quando este é recebido, as

11 pessoas percebem-no como impertinente e invasor do seu direito de privacidade o que faz com que a mensagem seja ignorada e apagada da caixa postal, sem sequer ser lida. O uso correto de uma política de permissão permite o envio de s personalizados de empresas aos seus clientes na Internet de maneira a agregar, positivamente, informações nas mesmas. A política de permissão baseada no opt-in significa que apenas aqueles usuários que deram autorização recebem s personalizados, de acordo com perfil descrito em seus respectivos cadastros. TABELA 4 Spam Opt-out Opt-in Opt -in com confirmação - Clientes existentes que não - Permissão conseguida deram a permissão explícita através de autorização em para o envio e s página da web. - Endereços adquiridos aleatoriamente - Lista de fácil montagem - Não funciona - Alto índice de reclamações - Provedores recusam envio - Muitas reclamações - Exige uma ação para exclusão da lista Armadilhas - Não há comprovação da veracidade das informações (risco de trotes, ou endereços falsos) - Permissão conseguida através de autorização em página da web, com confirmação posterior do endereço. - Lista 100% lícita - Fidelidade dos usuários cadastrados NÍVEIS DE ACEITABILIDADE (O espectro do marketing) Fonte: Message Media, 1999 Conforme a análise acima da Message Media - empresa norte-americana que desenvolve programas de marketing - pode-se observar que a composição de uma base de dados de clientes demanda um detalhado trabalho de cadastramento, baseado na total concordância dos usuários em receber mensagens de marketing. A Message Media divide em quatro níveis de aceitabilidade do envio de marketing. Estes níveis graduam desde o spam até a aceitação confirmada pelo usuário. De um modo geral, os profissionais de marketing direto e seus clientes gostam de relacionamentos mutuamente gratificantes. De vez em quando, porém, ocorrem fatos condenáveis. As táticas agressivas e às vezes suspeitas

12 de alguns desses profissionais podem aborrecer ou prejudicar os consumidores, denegrindo a imagem de todo setor [...] Nos últimos anos, a indústria de marketing direto também enfrentou preocupações crescentes sobre questões de invasão de privacidade. (KOTLER, 1999, p. 332 e 333) A extensa quantidade de dados pessoais circulando na web poderiam ser causa de alarme. Desde o advento do PC (personal computer) vem crescendo a preocupação com a privacidade de informações, alcançando o seu auge com o boom da internet. Mesmo que um consumidor surfando na Web seja comedido na hora de fornecer informações pessoais, algumas delas vazarão de qualquer maneira. Se você visitar uma página web mantida pelo Center for Media and Democracy, por exemplo, você encontrará um recurso de serviço público chamado Who s Whatching You And What Are You Telling Them? ( Quem Está Observando Você e o Que Você Está Dizendo a Eles? ). Esse grupo de pesquisa e lobby mostra aos consumidores que qualquer site Web que você visitar poderá obter quatro itens básicos sobre você sempre que se conectar: que tipo de browser você tem, que tipo de computador e sistema operacional você está rodando, qual o seu provedor de serviço e onde ele está sediado. (SCHWARTZ, 1998, p. 58 e 59) Os consumidores que escolhem fornecer seus dados aos anunciantes esperam ter em troca descontos ou melhores serviços, assim como dos criadores de conteúdo eles esperam troca de informações e entretenimento gratuitos. Esses dados, entretanto, devem ser mantidos em sigilo, pois os usuários da web estão mais exigentes quanto aos anunciantes revenderem seus dados. O relacionamento com os consumidores têm que ser conservados mediante uma troca de favores - o usuário fornece à empresa dados importantes para eles e eles mantêm em sigilo as informações passadas, somente as utilizando para a finalidade previamente informada ao consumidor. Do contrário, a empresa pode ter sua relação comprometida com o consumidor direto e com outros consumidores potenciais que serão informados sobre a política de privacidade adotada pela empresa. METODOLOGIA Ao desenvolver o estudo em questão foram utilizados vários métodos para se chegar a uma abordagem concreta com base em pesquisas de marketing.

13 A pesquisa exploratória foi desenvolvida seguindo as características básicas do método "Delphi", que é reconhecido como um dos melhores instrumentos de previsão qualitativa. Sua área de aplicação mais corrente é a previsão tecnológica, sendo também utilizado em outras áreas, como a Administração (principalmente em Descrição de Cenários Futuros no campo do Planejamento Estratégico). Este método é mais indicado quando não existem dados históricos a respeito do problema que se investiga ou, em outros termos, quando faltam dados quantitativos referentes ao mesmo. O método "Delphi" oferece duas vantagens: seu custo é relativamente baixo e ele suprime as pressões, que os participantes poderiam ter numa confrontação face-a-face. O princípio do método é intuitivo e interativo. Implica a constituição de um grupo de especialistas em determinada área do conhecimento, que respondem a uma série de questões. Foram feitas entrevistas através de um questionário com 4 (quatro) questões abertas, em que as unidades de observação (formadores de opinião) tinham profundo conhecimento de internet e da utilização do . Dentro da pesquisa descritiva citada, o projeto de pesquisa ocasional foi usado com amostras de elementos da população de interesse, no caso 4 (quatro) profissionais da área de internet foram entrevistados. Dois deles foram submetidos a entrevistas pessoais individuais com o uso de um gravador - Marcos Resende Vieira e Cid Gonçalves, e dois a entrevistas individuais por - Pettersom Paiva e Bernardo Carvalho devido a distância física para a entrevista pessoal, já que residem em Porto Alegre e no Rio de Janeiro, respectivamente. Houve a manutenção do anonimato entre os participantes para que fosse eliminada a influência de um sobre o outro, em nenhum momento da entrevista eles se intercomunicaram. Os resultados da entrevista foram analisados semanticamente, buscando a obtenção de um consenso ou quase consenso. Os dados obtidos por intermédio da pesquisa exploratória foram tratados, principalmente, por estatística descritiva (ou dedutiva). Dados secundários - aqueles que já foram coletados, tabulados e ordenados; e que já estão catalogados à disposição dos interessados - foram utilizados como método de pesquisa. Estes dados estão devidamente apresentados e com suas fontes citadas no referencial teórico deste estudo. ANÁLISE DOS RESULTADOS Questões das entrevistas:

14 1. Você considera o uma ferramenta de marketing eficiente? 2. Como evitar que o envio de seja considerado spam? 3. Como desenvolver estratégias de personalização na comunicação via ? 4. Qual a recomendação ou recomendações que você daria para uma empresa utilizar o e- mail para gerar negócios? Entrevistados: 1. Marcos Resende Vieira Presidente do Grupo Zargon e Vice-presidente de informática da SUCESU-MG 2. Cid Gonçalves Consultor e Diretor da SUCESU-MG 3. Pettersom Paiva Coordenador de e-business da RBS Online 4. Bernardo Carvalho Arquiteto de informação da Globo.com 5. Daniel Negreiros Silva Web Designer da WB2/TN Internet 6. Liziê Braga Gerente de Tecnologia da Netuniversitaria do Brasil S/A 7. Daniel Cristiano Rocha Analista de Sistemas (Microsoft Certified Professional + Internet and Sun Certified Java Programmer) 8. André Bragança Carvalho França Analista de Suporte Técnico da Netuniversitaria do Brasil S/A 9. Ricardo Quaresma Bomfim Webdeveloper da Netuniversitaria do Brasil S/A 10. Matheus Costa Web Producer da WB2/TN Internet TABELA 5 ENTREVISTADOS 1 2 P1: Você considera o e- mail uma ferramenta de marketing eficiente? é eficiente + benefício/ isca produto + interesse perfil (varredura em banco de dados) persuasão não inconveniente é eficiente cultura em desenvolvimento P2: Como evitar que o envi o de seja considerado spam? + benefício para o usuário interesse perfil adequação da mensagem ao perfil do cliente cadastro (promoção, sorteios) P3: Como desenvolver estratégias de personalização na comunicação via e- mail? banco de dados cadastro completo adequação do cadastro à necessidade do cliente planejamento estratégico da ação personalização perfil é difícil identificação por cookie P4: Qual a recomendação ou recomendações que você daria para uma empresa utilizar o para gerar negócios? detectar necessidades cadastro baseado em benefício website com conteúdo interessante risco de compra de mailing list + benefício newsletter incentivo ao preenchimento de cadastro banco de dados + perfil obtenção de lista lícita criação de promoções

15 dúvida sobre o futuro público em contradição diferente do correio (aceitabilidade) sim, dentro de um mix de marketing ferramenta complementar conjugado com website 1 to 1 perfil de usuário segmentação de usuários + benefício (marketing de permissão) banco de dados pesquisa só quando conjugado com website específico campanha de e- mail perfil de usuário Sim Ferramenta de marketing Canal direto entre a empresa e o consumidor Comunicação personalizada Sim. Meio rápido de chegar ao cliente No Brasil não. Não proporciona escolha ao usuário (opt-in) sorteios) regular freqüência de envio + benefício produto + interesse banco de dados perfil adequação da mensagem ao perfil do cliente administrar a permissão comunicação e produto personalizado percepção de customização relacionamento com o cliente (CRM) administrar a permissão pré disposição para receber algum tipo de informação / opt-out comunicação bem direcionada, mesmo não requisitadas podem Ter efeito positivo permissão No Brasil as empresas não são profissionais Venda de cadastros de e- mapeamento de comportamento online perfil histórico de compras e navegação cadastro completo adequação do cadastro à necessidade do cliente software específico CRM total e aplicado banco de dados software específico mapeamento de comportamento online perfil permissão adequação de mensagem ao perfil de consumo clusters integração de conteúdo + necessidade database marketing software específico adequação do cadastro à necessidade do cliente personalização ampla (utilizando outras ferramentas: digitais) conhecer a fundo o consumidor (desejos e expectativas) saudação ao cliente + marca da empresa links com informações completas softwares de personalização promoções conjugadas com cadastro de interesse produto + benefício newsletter integração de conteúdo + necessidade website com conteúdo interessante investimento em softwares investimento em equipe de CRM integração da gestão de marketing + TI permissão total nunca enviar não solicitado diversificação das ferramentas de comunicação relacionamento potencial mais próximo com o consumidor conhecer o cliente como ferramenta de marketing importante na estratégia das empresas como outra mídia divulgação de novidades alcançar usuário rapidamente + benefício direcionamento não comprar cadastro de piratas

16 Não pode ser considerado marketing Indignação nos usuários Sim. Quando bem utilizada sim. Opt-in não. Sem cadastramento ou autorização prévia sim. Se usada corretamente e com bom senso eficiente, rápida e barata cadastros de e- mails Não proporciona opt-in ou opt-out Falta direcionamento Postura mais profissional + benefício segmentação de mercado público-alvo envio de mensagens somente com autorização dem ora no carregamento subject não informa o conteúdo real invasão de privacidade personalização de carta ou folder de propaganda conhecer o cliente CRM e Datamining Incentivo para preencher formulários de cadastro Cookies O usuário tem que perceber o monitoramento cadastro de piratas personalização atendimento como diferencial evitar colocar banners animados valores atraentes para o cliente contra opt-in com autorização mensagens pequenas, sem arquivos anexos necessidade do cliente personalização privacidade das informações passadas pelos usuários Todos consideraram o como uma ferramenta de marketing eficiente. É ressaltada a necessidade da presença de um benefício para o usuário no conteúdo da mensagem. Outro ponto importante é a personalização do de acordo com o perfil do usuário. Este processo deve ser conduzido através do acesso a um banco de dados, onde estão cadastradas várias pessoas e suas preferências. Os entrevistados consideram importante que o não seja utilizado isoladamente. Deve-se planejar uma campanha de marketing conjugando o a um website específico, de acordo com as necessidades do público. A estratégia de marketing só não é considerada spam para os entrevistados, quando o usuário opta por receber as mensagens de marketing. Para os entrevistados, o envio do deve estar associado a um benefício para o cliente, desde que o produto/serviço seja de interesse dele. Os entrevistados concordam que para desenvolver uma estratégia de personalização é necessário que se monte um cadastro baseado no perfil dos clientes da empresa e no comportamento de compra destes clientes. Este cadastro é estruturado tendo como condição principal o consentimento do usuário em fazer parte desta lista. Como recomendação para os empresários que desejam estabelecer estratégias de marketing os entrevistados pontuam a importância de um processo bem estruturado para a obtenção de uma

17 lista de destinatários. O cadastramento deve ser realizado graças a um benefício percebido pelo usuário. CONCLUSÕES Neste trabalho foi desenvolvido um estudo que analisa a crescente utilização do como uma ferramenta eficaz de marketing direto e relacionamento com clientes. Buscou-se, através da opinião de alguns especialistas da área de internet, mostrar que o marketing é uma prática conhecida, porém pouco utilizada no Brasil. Nos EUA seu uso como estratégia de marketing direto e um a um já é uma realidade nas corporações e movimentará, segundo previsões, alguns milhares de dólares num curto espaço de tempo. O marketing por , abordado neste estudo, deve ser entendido como uma forma lícita de envio de informações aos clientes. Estes autorizariam o tipo de mensagem requerida no website após o cadastro de informações pessoais. Seria como uma troca de favores preenchendo os dados que a empresa necessita, o usuário assegura o direito de receber informações e conteúdos do seu interesse. É importante ressaltar que este procedimento pode se tornar perigoso caso as informações fornecidas pelo cliente sejam utilizadas para outros fins. Sem o consentimento e autorização dele, esta prática é vista como invasão de privacidade. Algumas empresas utilizam o marketing de forma errada. Enviam mensagens não autorizadas para clientes que eles identificam como potenciais. Na maioria das vezes, os clientes que recebem estas mensagens não se encaixam no perfil dos produtos ou serviços oferecidos. Este tipo de não solicitado é chamado de spam. Mesmo que o público tenha afinidade com o produto oferecido, a mensagem só deve ser enviada caso haja prévio e explícito consentimento por parte da cada um dos destinatários. Desta maneira, fica claro que não se deve comprar listas de s oferecidas pela internet. O trabalho de construção de uma base de usuários é árduo, mas os resultados conseguidos com uma lista estruturada a partir da permissão certamente serão muito mais satisfatórios. A força do marketing como ferramenta de comunicação é bem evidente neste estudo, porém, como toda ação mercadológica, deve ser agregada aos princípios éticos das relações humanas.

18 BIBLIOGRAFIA KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de Marketing. Rio de Janeiro: Prentice- Hall do Brasil, KOTLER, Philip. Marketing para o século XXI. São Paulo: Editora Futura, GODIN, Seth. Marketing de Permissão. Rio de Janeiro: Campus, PEPERS, Don, ROGERS, Martha. CRM Series: Marketing 1 to 1. Pepers and Rogers do Brasil, SEYBOLD, Patrícia B. Clientes.com. Makron Books, CARVALHO, Daniele e CIANCIO, Patrisia. Internet Business. Rio de Janeiro: Ediouro Publicações S.A. Maio de 2001, número 45. Reportagem de Capa. SCHWARTZ, Evan I. Webeconomia. São Paulo: Makron Books, FALE com o cliente, mas só o que ele quiser. B2B Magazine, São Paulo, n. 4, mar. 2001, MASSAUD, Clóvis. Metodologia Delphi. Prospecção de Cenário - Método Delphi. Disponível em <http://www.clovis.massaud.nom.br>. Acesso em 20/05/2001. EMARKETER. New York: NY. Disponível em <http://www.emarketer.com> Acesso em: 21/05/2001 JUPITER RESEARCH. Darien, CT. Disponível em <http://www.jupiterresearch.com/bin/item.pl/home> Acesso em: 21/05/2001 MESSAGE MEDIA. Disponível em <http://www.messagemedia.com> Acesso em: 22/05/2001. YESMAIL. San Carlos: California. Disponível em : <http://www.yesmail.com>. Acesso em: 22/05/2001.

E-Mail Marketing: Primeiros Passos

E-Mail Marketing: Primeiros Passos E-Mail Marketing: Primeiros Passos E-Mail Marketing: Primeiros Passos Aprenda a utilizar o email marketing para alavancar o seu negócio O Marketing Digital vem ganhando cada vez mais força entre as empresas

Leia mais

Marketing digital NARCISO SANTAELLA

Marketing digital NARCISO SANTAELLA Marketing digital 1 Introdução As agências de publicidade recorrem ao marketing digital para conquistar o público que hoje tem na web uma das principais fontes de informação. Utilizar todos os recursos

Leia mais

Principais Estratégias de Web Marketing

Principais Estratégias de Web Marketing Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br)

Leia mais

Política de Privacidade de Site

Política de Privacidade de Site Política de Privacidade de Site Esta Política de Privacidade de Site irá informá-lo sobre como usar e divulgar informações que nós e nossos prestadores de serviços recolhemos a partir de suas visitas a

Leia mais

Política de Privacidade.

Política de Privacidade. Política de Privacidade Johnson & Johnson do Brasil Indústria e Comércio de Produtos para Saúde Ltda., preocupa se com questões sobre privacidade e quer que você saiba como coletamos, usamos e divulgamos

Leia mais

Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing

Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing Conheça alguns cuidados que você precisa ter quando elaborar suas campanhas de e- mail marketing. A MailSender elaborou para você um breve manual com as melhores

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz;

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz; E-mail marketing, muitas vezes considerada uma forma de marketing pessoal, é uma das mais valiosas ferramentas de web marketing, uma das mais visadas e mais focada pelos marqueteiros. Vamos nos concentrar

Leia mais

Este manual é de uso exclusivo de clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores da Hit Agência Digital. Em caso de dúvidas, entre em contato

Este manual é de uso exclusivo de clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores da Hit Agência Digital. Em caso de dúvidas, entre em contato Este manual é de uso exclusivo de clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores da Hit Agência Digital. Em caso de dúvidas, entre em contato através do e-mail: hit@hitdigital.com.br E-mail marketing

Leia mais

Marcelo Ivanir Peruzzo

Marcelo Ivanir Peruzzo 5 Web Marketing Marcelo Ivanir Peruzzo É comum as pessoas utilizarem o termo marketing nas mais variadas situações, como na política: Ele está fazendo uma jogada de marketing para conquistar o cargo de

Leia mais

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL?

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? A EVOLUÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO A evolução dos Meios de Comunicação 1990 2000 telex e-mail internet notebook e hoje?? celular MMS TV aberta TV a cabo DVD

Leia mais

Curso de Ecommerce. Aula: Marketing Digital. Fernando Laudino. Curso de Ecommerce ESPM Marketing Digital

Curso de Ecommerce. Aula: Marketing Digital. Fernando Laudino. Curso de Ecommerce ESPM Marketing Digital Curso de Ecommerce Aula: Marketing Digital Fernando Laudino @espm ci@espm.br Quem sou? Fernando Laudino Bacharel em Direito, com MBA em Identidade Empresarial pela AMF-RS e Gestão Escolar na Anhembi Morumbi.

Leia mais

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas SEGMENTOS DE ATUAÇÃO Encomendas Mensagens Financeiro Digital Logística Integrada Conveniência Marketing Direto Serviços Internacionais SEGMENTOS

Leia mais

Email marketing: os 10 erros mais comuns

Email marketing: os 10 erros mais comuns Email marketing: os 10 erros mais comuns Publicado em: 18/02/2008 Não ter permissão dos contatos para enviar mensagens Um dos princípios fundamentais do email marketing é trabalhar apenas com contatos

Leia mais

Política de Proteção & Privacidade

Política de Proteção & Privacidade Política de Proteção & Privacidade Política de Privacidade de Dados 1. Geral Como todo proprietário de site, nós coletamos, processamos e utilizamos dados. Proteger seus dados pessoais no âmbito dos serviços

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II Atividades Gerenciais de MKT Produto Testar Novos Produtos; Modificar Atuais; Eliminar; Política de Marcas; Criar Satisfação e Valor; Embalagem. 2 1 Atividades Gerenciais

Leia mais

MARKETING DE PERMISSÃO

MARKETING DE PERMISSÃO Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento MARKETING DE PERMISSÃO Transformando desconhecidos em amigos e amigos em clientes Seth Godin Disciplina: Sociedade da Informação Alunos:

Leia mais

50 MANEIRAS. de aumentar a sua lista de e-mail. 50 Maneiras de Aumentar a Sua Lista de E-mail. Compartilhe!

50 MANEIRAS. de aumentar a sua lista de e-mail. 50 Maneiras de Aumentar a Sua Lista de E-mail. Compartilhe! 50 MANEIRAS de aumentar a sua lista de e-mail pag.: 1 50 maneiras de aumentar a sua lista de e-mail Escrito por Casey Swanton Casey atualmente é Response Consultant de Serviços Profissionais da Return

Leia mais

Que informações nós coletamos, e de que maneira?

Que informações nós coletamos, e de que maneira? Política de Privacidade Vivertz Esta é a política de privacidade da Affinion International Serviços de Fidelidade e Corretora de Seguros Ltda que dispõe as práticas de proteção à privacidade do serviço

Leia mais

Paul Anwandter não recolherá informações de visitantes às nossas páginas web / wap, a menos que você nos fornecer sua informação

Paul Anwandter não recolherá informações de visitantes às nossas páginas web / wap, a menos que você nos fornecer sua informação Política De Privacidade Esta política de privacidade descreve os tipos de informações coletadas pelo nome do cliente no site e como usamos e proteger. Esta Política de Privacidade aplica-se apenas a este

Leia mais

Marketing e o comércio eletrônico. Prof. Adriano Maranhão. Sumário. Marketing. Marketing 11/09/2013

Marketing e o comércio eletrônico. Prof. Adriano Maranhão. Sumário. Marketing. Marketing 11/09/2013 Marketing e o comércio eletrônico. Prof. Adriano Maranhão Sumário Marketing (Conceito). Marketing Digital. Email Marketing (E-mkt). Marketing de Permissão.. Comparativo. 1 2 Marketing Marketing é o processo

Leia mais

APRESENTAÇÃO da Empresa

APRESENTAÇÃO da Empresa APRESENTAÇÃO da Empresa EMPRESA ÍNDICE - Sobre a empresa - Política de Qualidade e Código de ética - Comprometidos com a qualidade e satisfação do cliente 04 05 06 SERVIÇOS - Desenvolvimento de Sites -

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais

Política de uso de dados

Política de uso de dados Política de uso de dados A política de dados ajudará você a entender como funciona as informações completadas na sua área Minhas Festas. I. Informações que recebemos e como são usadas Suas informações

Leia mais

Integração com a Mídia Social

Integração com a Mídia Social Guia rápido sobre... Integração com a Mídia Social Neste guia... Vamos mostrar como integrar seu marketing com as mídias sociais para você tirar o maior proveito de todo esse burburinho online! Nós ajudamos

Leia mais

Você pode enviar vídeo.

Você pode enviar vídeo. Embora centenas de milhões de pessoas visitem redes sociais diariamente, e a mídia social venha a tornarse uma palavra chave de negócios, o e-mail continua a ser o meio mais utilizado para nos comunicamos

Leia mais

... NOSSO MARKETING DE AFILIAÇÃO DE ALTO DESEMPENHO VEM DE + + PARCERIA

... NOSSO MARKETING DE AFILIAÇÃO DE ALTO DESEMPENHO VEM DE + + PARCERIA NOSSO MARKETING DE AFILIAÇÃO DE ALTO DESEMPENHO VEM DE... + + PARCERIA Uma plataforma de afiliados que ajuda você a obter resultados superiores com benefícios que só existem aqui. QUEM ANUNCIA? 1 O Anunciante

Leia mais

Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito!

Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito! Consumidor brasileiro e SMS Marketing: Uma relação de respeito! Conteúdo Dar voz ao consumidor e levar em conta sua opinião é fundamental para a criação de regras que tornem o mercado de SMS Marketing

Leia mais

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013 Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora São Paulo-SP Setembro/2013 Introdução O Objetivo deste trabalho é criar uma estratégia de comunicação digital vencedora através do marketing por

Leia mais

VOCÊ SABE O QUE É E-MAIL MARKETING? [[ ][ Aprenda como funciona e quais resultados você pode obter

VOCÊ SABE O QUE É E-MAIL MARKETING? [[ ][ Aprenda como funciona e quais resultados você pode obter VOCÊ SABE O QUE É E-MAIL MARKETING? [[ ][ Aprenda como funciona e quais resultados você pode obter Vivemos a era do conteúdo na Internet. Um e-mail com o conteúdo certo, distribuído às pessoas certas é

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 1 de outubro de 2015. Política de Privacidade do Site

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 1 de outubro de 2015. Política de Privacidade do Site ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 1 de outubro de 2015 Política de Privacidade do Site Esta Política de Privacidade do Site destina-se a informá-lo sobre o modo como utilizamos e divulgamos informações coletadas em

Leia mais

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL Victor Nassar 1 O advento da internet e o consequente aumento da participação do consumidor nos websites, representou uma transformação

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE RÁDIO EM MEIOS DIGITAIS APLICADOS NA EDUCAÇÃO E NO DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO.

ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE RÁDIO EM MEIOS DIGITAIS APLICADOS NA EDUCAÇÃO E NO DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO. 986 ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE RÁDIO EM MEIOS DIGITAIS APLICADOS NA EDUCAÇÃO E NO DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO. Ricardo Fadul Domingues - Regional Uni-FACEF Silvio Carvalho Neto - Uni-FACEF INTRODUÇÃO O

Leia mais

Gestão do Atendimento e Relacionamento com o Cliente. Prof. Fernando Paixão UCB 2012 Unidade 02 e 03

Gestão do Atendimento e Relacionamento com o Cliente. Prof. Fernando Paixão UCB 2012 Unidade 02 e 03 Prof. Fernando Paixão UCB 2012 Unidade 02 e 03 Marketing de Relacionamento C.R.M. Custumer Relationship Management Marketing de Assiduidade Programa de milhagens Benefício financeiro Brinde por utilização

Leia mais

PESQUISA DE MARKETING

PESQUISA DE MARKETING PESQUISA DE MARKETING CONCEITOS É a busca de informação, a investigação do fenômeno que ocorre no processo de transferência de bens ao consumidor Trata da coleta de qualquer tipo de dados que possam ser

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte II) Flávio I. Callegari www.flaviocallegari.pro.br O perfil do profissional

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

Inbound Marketing para seus negócios

Inbound Marketing para seus negócios Inbound Marketing para seus negócios ÍNDICE Introdução 3 Conceitos de Inbound Marketing 4 Inbound Marketing X Marketing Tradicional 5 O que é Inbound Marketing? 6 Benefícios do Inbound Marketing 7 ROI

Leia mais

Como Levar o Seu Blog Para o Próximo Nível

Como Levar o Seu Blog Para o Próximo Nível Como Levar o Seu Blog Para o Próximo Nível Trazido Até Você Por http://virtualmarketingpro.com/blog/joaofilho/ Como Levar o Seu Blog Ao Próximo Nível Termos e Condições Aviso Legal O escritor esforçou-se

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 3 Internet, Browser e E-mail Professora: Cintia Caetano SURGIMENTO DA INTERNET A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria, no final da década de

Leia mais

15 dicas. para tornar o seu E-mail Marketing bem-sucedido

15 dicas. para tornar o seu E-mail Marketing bem-sucedido 15 dicas para tornar o seu E-mail Marketing bem-sucedido 1 Índice PÁG 04 - Dica 1: Analise o mercado e segmente os consumidores PÁG 05 - Dica 2: Tenha uma lista Opt-In PÁG 05 - Dica 3: Insira um link para

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

Introdução ao GetResponse

Introdução ao GetResponse Guia rápido sobre... Introdução ao GetResponse Neste guia... Aprenda a construir sua lista, a criar envolventes e-mails e a converter contatos em clientes em GetResponse, com acesso aos melhores recursos

Leia mais

marketing de conteudo para vendas Um guia de como usar conteúdo de maneira estratégica para cada etapa do seu funil de vendas

marketing de conteudo para vendas Um guia de como usar conteúdo de maneira estratégica para cada etapa do seu funil de vendas marketing de conteudo para vendas Um guia de como usar conteúdo de maneira estratégica para cada etapa do seu funil de vendas A Rock Content é a empresa líder em marketing de conteúdo no mercado brasileiro.

Leia mais

Sumário. Marketing e o comércio eletrônico. Marketing 27/04/2016

Sumário. Marketing e o comércio eletrônico. Marketing 27/04/2016 Sumário Marketing e o comércio eletrônico. Prof. Adriano Maranhão Marketing (Conceito). Marketing Digital. Email Marketing (E-mkt). Marketing de Permissão.. Comparativo. 1 2 Marketing Marketing é o processo

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

FAVOR LER. SEU USO DESTE WEBSITE ESTÁ SUJEITO À SEGUINTE DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE PRIVACIDADE E AOS TERMOS DE SERVIÇO DO WEBSITE.

FAVOR LER. SEU USO DESTE WEBSITE ESTÁ SUJEITO À SEGUINTE DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE PRIVACIDADE E AOS TERMOS DE SERVIÇO DO WEBSITE. FAVOR LER. SEU USO DESTE WEBSITE ESTÁ SUJEITO À SEGUINTE DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE PRIVACIDADE E AOS TERMOS DE SERVIÇO DO WEBSITE. Notificação Esse website é operado pela/para Sony Pictures Entertainment

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo Mídias Sociais Fatos e Dicas para 2013 Esteja preparado para um ano digital, social e interativo NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: 1 - Porque as mídias sociais crescem em tamanho e em importância para o

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

Como usar o. Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio?

Como usar o. Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio? Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio? O que é o Facebook? É uma rede social que permite conectar-se com amigos, familiares e conhecidos para trocar informações como fotografias, artigos, vídeos

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Sua Privacidade Bem-vindo ao site eureca.me. Este site é de propriedade da empresa Eureca Atitude Empreendedora LTDA-ME. Esta Política de Privacidade destina-se a informá-lo sobre

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Web. Professor André Martins

Web. Professor André Martins Web Professor André Martins Internet é agora A internet é a promessa de sermos todos um. Aldeia Global*, não com a Tv, mas com a internet. Teoria do caos (Edward Lorenz)- o bater de asas de uma simples

Leia mais

Política de Privacidade da Golden Táxi Transportes Executivo. Sua Privacidade Na Golden Táxi Transportes Executivo. acredita que, como nosso

Política de Privacidade da Golden Táxi Transportes Executivo. Sua Privacidade Na Golden Táxi Transportes Executivo. acredita que, como nosso Política de Privacidade da Golden Táxi Transportes Executivo. Sua Privacidade Na Golden Táxi Transportes Executivo. acredita que, como nosso visitante on-line, você tem o direito de saber as práticas que

Leia mais

Beatriz Costa Marketing de Produtos Email Marketing, Revenda Email Marketing e SMTP Locaweb beatriz.costa@locaweb.com.br

Beatriz Costa Marketing de Produtos Email Marketing, Revenda Email Marketing e SMTP Locaweb beatriz.costa@locaweb.com.br Beatriz Costa Marketing de Produtos Email Marketing, Revenda Email Marketing e SMTP Locaweb beatriz.costa@locaweb.com.br ENVIAR UM E-MAIL ERA ALGO SIMPLES!!! 1. Criar a mensagem; 2. Enviar para um lista

Leia mais

Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE)

Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE) Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE) Qual a importância que o relacionamento com os clientes tem para a sua empresa? Goldmine CRM é para as empresas que atribuem importância máxima à manutenção

Leia mais

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade Prof. Thiago Costa facebook.com/thicosta @thicosta thicosta@gmail.com www.profthiagocosta.wordpress.com www.evcom.com.br QUEM É O NOVO LEITOR? Online

Leia mais

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD!

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! SocialSuite Rua Claudio Soares, 72-16 andar +55 11 3032 1982 São Paulo - SP Brasil Introdução Esse material foi desenvolvido pela equipe

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Propaganda Qualquer forma paga de apresentação não pessoal e promocional

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

Agenda. 1 Absoluto Web. 2 - E-mail Marketing. - quem somos

Agenda. 1 Absoluto Web. 2 - E-mail Marketing. - quem somos E-mail Marketing Agenda 1 Absoluto Web - quem somos Você irá ver nas próximas páginas: 2 - E-mail Marketing - o que é - nossa base - vantagens - nossa base - tipos de e-mail marketing - teste, envio e

Leia mais

O QUE É O DOUBLE OPT-IN E-MAIL DE VERIFICAÇÃO?

O QUE É O DOUBLE OPT-IN E-MAIL DE VERIFICAÇÃO? O Marketing direto via e-mail, ou E-mail Marketing, pode ser uma ferramenta poderosa e rentável para qualquer empresa. De acordo com a Associação de Marketing Direto cada dólar gasto em E-mail Marketing

Leia mais

Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital

Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital digital? Por que sua marca deve investir em marketing + 100 milhões 90 % de internautas no Brasil dos consumidores, ouvem sugestões

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

Programa de Email Win-Back: Todo mundo recomenda, mas será que funciona mesmo?

Programa de Email Win-Back: Todo mundo recomenda, mas será que funciona mesmo? Programa de Email Win-Back: 1 Todo mundo recomenda, mas será que funciona mesmo? Programa de Email Win-Back: Todo mundo recomenda, mas será que funciona mesmo? Sim, mas não da maneira que você imagina

Leia mais

Apresentação da plataforma

Apresentação da plataforma SMS CORPORATIVO Apresentação da plataforma Vitor Lopes Maio de 2010 Conteúdo 1. VISÃO GERAL... 3 1.1 COBERTURA SMS NO BRASIL... 3 2. VANTAGENS DO SMS... 4 2.1 SMS É A FERRAMENTA QUE ESTÁ MAIS PRÓXIMA DO

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

Informações Pessoais são informações que identificam você como um indivíduo, tais como:

Informações Pessoais são informações que identificam você como um indivíduo, tais como: Declaração de Privacidade A Chemours Company LLC e suas afiliadas ( Chemours ) estão preocupadas com questões de privacidade e desejam que vocês esteja familiarizado com a maneira como coletamos, usamos

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Capítulo 18 Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Questões abordadas no capítulo Quais são as etapas envolvidas

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

Planejamento e Gestão de Web Sites. A Web como um braço econômico no programa de Marketing da empresa. 1 - Solidificação da marca (1/5)

Planejamento e Gestão de Web Sites. A Web como um braço econômico no programa de Marketing da empresa. 1 - Solidificação da marca (1/5) Planejamento e Gestão de Web Sites Aula 2 Objetivos de Marketing na Web + Questões éticas e legais MBA em Marketing Estratégico IEC/PUC Prof. Tales Lacerda Junho 2008 MBA em Marketing Estratégico IEC/PUC

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

POLÍTICA DE PRIVACIDADE POLÍTICA DE PRIVACIDADE A Política de Privacidade da SOS EMPRESARIAL foi elaborada para reafirmar nosso compromisso com a privacidade e a segurança das informações que coletamos de nossos clientes e usuários.

Leia mais

Bem vindo ao CURSO DE FRANCÊS ONLINE, um Website pertencente ao Instituto de Estudos Franceses e Europeus de São Paulo Ltda (IFESP).

Bem vindo ao CURSO DE FRANCÊS ONLINE, um Website pertencente ao Instituto de Estudos Franceses e Europeus de São Paulo Ltda (IFESP). BEM VINDO Bem vindo ao CURSO DE FRANCÊS ONLINE, um Website pertencente ao Instituto de Estudos Franceses e Europeus de São Paulo Ltda (IFESP). Essa Política de Privacidade foi elaborada para lhe informar

Leia mais

Benefícios do E-mail marketing e da Benchmark E-mail

Benefícios do E-mail marketing e da Benchmark E-mail 1 1. SOBRE O E-BOOK... 1 2. A BENCHMARK E-MAIL... 5 3. IMPORTÂNCIA DO E-MAIL... 5 4. OS BENEFÍCIOS DO E-MAIL MARKETING... 6 4.1. DIGITAL VS. IMPRESSO... 7 4.1.1. CUSTOS... 7 4.1.2. CONTEÚDO... 7 4.1.3.

Leia mais

MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE

MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE Por que mostrar sua identidade Atualmente, são 52,5 milhões* de usuários de internet ativos no Brasil. A previsão de investimentos em anúncios online no Brasil

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio

Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio Roberto Torres Novatec Editora 23 Capítulo 1 O que é Personalização? Este

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

A Eficácia da Comunicação no Varejo (O que funciona e o que não funciona) Congresso ABEP 2006

A Eficácia da Comunicação no Varejo (O que funciona e o que não funciona) Congresso ABEP 2006 A Eficácia da Comunicação no Varejo (O que funciona e o que não funciona) Congresso ABEP 2006 Mar / 2006 Por que focar no Varejo? Investimentos em Mídia Volume em R$ 5.540.176 Varejo representa 27% dos

Leia mais

Relatório de Benchmark Sender Score 2014

Relatório de Benchmark Sender Score 2014 Relatório de Benchmark Sender Score 2014 SENDER SCORE: POR QUE A REPUTAÇÃO É IMPORTANTE NO EMAIL MARKETING 55 SCORE Cada remetente de email tem uma reputação, ou Sender Score. O Sender Score é um proxy

Leia mais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais SDL Campaign Management & Analytics Introdução Prezado profissional de marketing, A ideia de

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

POLÍTICA DE PRIVACIDADE POLÍTICA DE PRIVACIDADE A Política de Privacidade On-line foi elaborada para reafirmar nosso compromisso com as informações que coletamos dos usuários do PORTAL www.blogatribuna.com.br, serviço este oferecido

Leia mais

Termos & Condições www.grey.com (o website ) é de propriedade do Grupo Grey e operado por ele ( nosso, nós e nos ).

Termos & Condições www.grey.com (o website ) é de propriedade do Grupo Grey e operado por ele ( nosso, nós e nos ). Condições de Uso do Website Termos & Condições www.grey.com (o website ) é de propriedade do Grupo Grey e operado por ele ( nosso, nós e nos ). Ao acessar este site, você concorda em ficar vinculado a

Leia mais

O Profissional de Marketing na Internet no Cenário de Comunicação Digital. 1

O Profissional de Marketing na Internet no Cenário de Comunicação Digital. 1 O Profissional de Marketing na Internet no Cenário de Comunicação Digital. 1 Roberto Gondo Macedo 2 Universidade Metodista de São Paulo UMESP Resumo O presente trabalho pretende descrever as características

Leia mais

OS DESAFIOS DA COMUNICAÇÃO E DO MARKETING NA NOVA ECONOMIA

OS DESAFIOS DA COMUNICAÇÃO E DO MARKETING NA NOVA ECONOMIA OS DESAFIOS DA COMUNICAÇÃO E DO MARKETING NA NOVA ECONOMIA Agenda do Futuro Iniciativa do Grupo TV1 criada em 2008 para gerar conhecimento e incentivar a reflexão sobre as mudanças em curso na Comunicação

Leia mais

O QUE? Dados pessoais e outras informações que coletamos sobre você.

O QUE? Dados pessoais e outras informações que coletamos sobre você. WECOMPANY Coworking POLÍTICA DE PRIVACIDADE Proteger a sua privacidade é importante para nós. Esta política de privacidade ("Política") descreve as nossas práticas relativas à coleta, uso e divulgação

Leia mais

Crescimento dos meios 2007 x 2008* 18% 18% 13% 12% 10% 10% A Internet é a mídia que mais cresceu no Brasil em 2008

Crescimento dos meios 2007 x 2008* 18% 18% 13% 12% 10% 10% A Internet é a mídia que mais cresceu no Brasil em 2008 Mídia Kit Internet Crescimento dos meios 2007 x 2008* Internet TV por assinatura Rádio Cinema Revista Televisão Mídia Exterior Jornal 18% 18% 13% 12% 10% 10% 26% 44% A Internet é a mídia que mais cresceu

Leia mais

Custom Publishing Por que minha organização deve ter uma publicação própria?

Custom Publishing Por que minha organização deve ter uma publicação própria? Custom Publishing O mercado das publicações próprias e suas (excelentes) oportunidades de negócios para as empresas antenadas de qualquer setor, com qualquer público Um guia de consulta rápida sobre a

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL MATERIAL CONFIDENCIAL

APRESENTAÇÃO COMERCIAL MATERIAL CONFIDENCIAL APRESENTAÇÃO COMERCIAL MATERIAL CONFIDENCIAL BUSINESS / PRESENCE TIMELINE WEBZODES EFFICIENT TARGET WEBZODES EFFICIENT TARGET EFFICIENT MOBILE WEBZODES EFFICIENT TARGET EFFICIENT MOBILE 2000 2006 2007

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais