REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013"

Transcrição

1 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento é uma realização da agência nossotime projetos esportivos com o oferecimento da Ford, patrocínio do Madero, Claro, Sport Tennis, Ademilar e promoção exclusiva da Ric TV (Record) e Rádio Jovem Pan. 2. DOS LOCAIS E DATAS O Curitiba Tennis Classic será composto por 4 (quatro) etapas classificatórias e 1 (uma) Etapa Master com datas e locais como segue: - Etapa 1: Julho Círculo Militar do Paraná - Etapa 2: Setembro CLube Duque de Caxias e Sociedade Thalia - Etapa 3: Outubro Alphaville Graciosa - Etapa 4: Novembro Santa Mônica Clube de Campo - Etapa Master: Dezembro Clube Curitibano 3. DA COMPOSIÇÅO DOS TIMES Cada equipe deverá ser composta de no mínimo 2 jogadores jogadores sendo do mesmo sexo nas seguintes categorias: Categoria denominada EQM1 (INFANTO JUVENIL) composta por jogadores de 11 até 16 anos das classes 1, 2 e 3. Categoria denominada EQM2 (INFANTO JUVENIL) composta por jogadores de 11 até 16 anos das classes 4, 5, 6 e 7. Categoria denominada EQMA1 (JOVENS) composta por jogadores de idade entre 17 e 34 anos das classes 1, 2 e 3.

2 Categoria denominada EQMA2 (JOVENS) composta por jogadores de idade entre 17 e 34 anos das classes 4, 5,6 e 7. Categoria denominada EQMB1 (ADULTO) composta por jogadores de idade entre 35 e 49 anos das classes 1, 2 e 3. Categoria denominada EQMB2 (ADULTO) composta por jogadores de idade entre 35 e 49 anos das classes 4, 5,6 e 7. Categoria denominada EQMC1 (VETERANOS) composta por jogadores de idade acima de 50 anos das classes 1, 2 e 3. Categoria denominada EQMC2 (VETERANOS) composta por jogadores de idade acima de 50 anos das classes 4, 5,6 e DAS INSCRIÇÕES Qualquer tenista registrado a Federação (Filiado) poderá compor uma equipe. E obrigatorio que no minimo um tenista por equipe seja filiado a um Clube/ Academia. Nao haverao equipes avulsas. As equipes poderão ser compostas por tenistas de diferentes clubes/academias. As equipes deverão obrigatoriamente escolher um clube/academia para representar sua equipe. Esta será pontuada no ranking de clubes do Circuito. Cada equipe poderá também escolher um nome fantasia (apelido) para identifica-lo frente aos outros participantes no dia do evento ou por . Este nome sera divulgado nas chaves e sumulas. A inscricao de cada equipe devera ser efetuada por um membro do grupo no site da FPT ( ate a quarta feira da semana anterior ao

3 evento. O valor de inscrição R$ 180,00 por equipe e inclui tres camiseta customizada em tecido especial, independente do numero de inscritos em cada equipe (2 a 4 jogadores). Caso haja mais de tres jogadores na equipe este podera adquirir uma camiseta pelo valor de R$ 30,00. Para cada jogador que não esteja com a Taxa Anual da FPT em dia será cobrado o valor de R$ 15,00, referente a taxa de tenista não federado pago em todos os torneios oficiais. Cada tenista poderá participar de uma única categoria. Caso durante o torneio seja verificado que um tenista jogou em duas categorias diferentes, a equipe que ele entrou em quadra pela última vez será automaticamente desclassificada. A equipe será punida com a perda de pontos relativo ao WO da categoria. 5. DA FORMA DE DISPUTA Em cada categoria serão formadas chaves de eliminatória simples sendo que cada confronto consistirá em 2 (dois) jogos de simples e 1 (um) jogo de dupla, sendo todos obrigatorios. Todos os jogos (simples e duplas) serão disputados em melhor de 2 sets, sem vantagem, e todos com tié-break, caso necessário o 3º set será disputado em Match Tie Break (até 10 pontos). Caso o confronto já esteja definido nos jogos de simples (2 0), será necessário a realização do jogo de dupla. Caso haja consenso entre as equipes de nao jogar a dupla as mesmas nao serao punidas. Caso contrario a equipe desistente ganhadora nao passara de rodada, caso a equipe desistente do jogo de dupla seja a equipe perdedora esta sera punida com impossibilidade de inscrever-se para a

4 proxima Etapa. A forma de disputa terá variações caso haja um número de equipes participantes menor de 4. Caso a chave tiver uma equipe não haverá confronto, para chaves com 2 equipes será disputada em confronto direto (2 simples e 1 dupla), chaves com 3 equipes será disputado o Round Robin e chaves com 4 ou mais equipes a disputa será realizada em eliminatória simples. No caso de empate de 2 equipes, na disputa de Round Robin, prevalecerá o ganhador do confronto direto entre ambas equipes. No caso de empate entre 3 equipes, será aplicado a seguinte ordem de desempate: #1 Maior saldo de partidas ganhas, saldo de sets e saldo de games. #2 Ganhador do confronto direto entre ambas. #3 Sorteio. Os jogos de um confronto poderao ser disputados em sequencia ou ao mesmo tempo conforme disponibilidade de quadras. Nao havera tempo tolerancia entre os jogos de um confronto. Entre os confrontos havera o tempo de tolerancia padrao de WO. No prenchimento da sumula pelo menos os tres jogares deverao constar na sumula, sendo jogador 1, jogador 2 e um dos jogadores da dupla ou a dupla. Nao havera necessidade da presenca de todos os jogadores para marcar presence e sim somente do capitao da equipe ou tenista responsavel. 6. DA ELABORAÇÃO DAS CHAVES O sorteio das chaves será realizado na sexta feira da semana anterior ao evento com data e local informado na Circular Oficial de cada Etapa, na sede da FPT (Rua Pastor Manoel Virgínio de Souza, 1020).

5 Até a data do sorteio, somente serão aceitas substituições em equipes previamente inscritas. A definição dos cabeças de chave, para a primeira Etapa, será feita no formato de SORTEIO. Haverá a possibilidade de confrontos diretos de equipes da mesma entidade nas primeiras rodadas. Não há limite do numero de equipes por clube/academia. 7. DA CLASSIFICAÇÃO E PREMIAÇOES O Curitiba Tennis Classic será composto por 4 (quatro) etapas classificatórias e 1 (uma) etapa Master. Serão classificados para a etapa Master as 8 (oito) equipes que ao longo das quatro etapas classificatórias atingirem o maior número de pontos no ranking de equipes. Com o objetivo de tornar a pontuacao mais dinamica e para valorizar os jogos de duplas as equipes pontuarao por jogo realizado sendo que a cada rodada a pontuacao aumenta como descrito abaixo: Confronto de Dezesseis de Final 1 ponto por jogo Confronto na Oitava de Final 2 ponto por jogo Confronto na Quartas de Final 6 pontos por jogo Confronto na Semi Final 10 pontos por jogo Confronto na Final 14 pontos por jogo Alem do ranking de equipes havera o ranking individual sendo pontuados os jogadores participantes das partidas com o mesmo criterio do ranking de equipes. O título de Entidade Campeã de cada categoria será entregue a equipe que

6 obtiver o melhor rendimento na Etapa Master. Se uma ou mais Entidades permanecerem empatadas em qualquer posição para a classificação para o Master será utilizado como critérios de desempate: #1 Maior número de 1º lugares; #2 Maior número de 2º lugares; #3 Sorteio. As equipes campeãs e finalistas de cada categoria em cada etapa receberão troféus sendo um trofeu por tenista inscrito. A Entidade campeã geral do Master receberá um troféu transitório que deverá ficar exposto na sede da mesma. 8. PREMIAÇOES TEMATICAS Além da premiação de Entidade Campeã ao final do Master serão criadas premiações temáticas em todas as etapas como segue: - OS MAIORES Entidades com o maior número de equipes inscritas. - OS MAIS FASHION Equipe com o uniforme maisfashion (da moda). - OS MAIS POP`S Tenistas mais conhecidos e que participam ativamente do facebook oficial. - OS MAIS UNIDOS Entidades com equipes com o maior número de torcedores. Os participantes premiados receberão troféus e serão homenageados na cerimônia de premiação ao final de cada evento. 9. OS DESAFIOS TENISTA VS TENISTA Serão promovidos desafios virtuais no facebook oficial do Curitiba Tennis Classic. Os desafios serão criados pelos próprios tenistas e deverão ser individuais e não por equipes.

7 Os mais curtidos, compartilhados ou comentados serão promovidos oficialmente pela organização online eserá organizado uma partida oficial em horário especial no dia do evento. Serão promovidos um desafio masculino e um feminino por Etapa. 10. FESTIVAL EM QUADRA No sábado as 11hs serão promovidos os festivais em quadra com a disputa de um torneio relâmpago de quadradinho com raquetes de madeira. As inscrições poderão ser feitas na hora do evento e serão gratuitas. 11. PONTUAÇAO RANKING FPT Os tenistas participantes do CTC receberao pontos no novo ranking oficial da FPT chamado Ranking de Equipes. Sera criado o ranking individual do CTC que sera regido pela organizacao. 12. DA ESCALAÇÃO DAS EQUIPES A escalação das equipes será feita a critério dos respectivos Capitães ou representantes pondendo ser um jogador da equipe. A primeira simples será disputada pelo tenista escalado como jogador 1 e a segunda simples será disputada pelo tenista escalado como jogador 2. Cada tenista poderá jogar somente uma simples e uma dupla por confronto. A confirmação da escalação da equipe (simples e duplas) deverá ser com 15 minutos de antecedência do horário de início do confronto, e deverá ser entregue na sala de arbitragem em formulário específico. A escalação de duplas deverá ser feita imediatamente após o término da segunda partida de simples.

8 Não será permitido a escalação de jogadores que não figurem na relação de tenistas entregue pela FPT para a organização do Curitiba Tennis Classic Caso haja inversão dos jogadores, quando da sua apresentação na quadra, a equipe adversária será declarada vencedora da partida. 13. DOS CAPITÃES Os Capitães das equipes poderão dar instruções aos tenistas, exclusivamente nas viradas de lado, desde que esteja sentado dentro da quadra. 14. PENALIDADES A arbitragem do torneio terá acesso a relação de todos os clubes participantes para conferir os jogadores antes de cada partida. Caso um jogador seja escalado sem que ele esteja na relação ficará impedido de participar do Circuito Curitiba TennisClassic e deverá ser substituído imediatamente por um jogador que esteja presente no local da partida. 15. UNIFORMES O uso de uniformes pelos jogadores do Curitiba Tennis Classic 2013 é opcional. 16. ARBITRAGEM O árbitro geral,bem como os árbitros auxiliares,será indicado pelo promotor com a devida aprovação da FPT. Os árbitros (Geral ou auxiliares) não poderão estar inscritos na competição como jogadores.

9 O árbitro geral que terá as seguintes atribuições: - Fazer cumprir as regras oficiais de tênis e as normas da FPT; - Decidir sobre as condições das quadras, autorizando ou não a realização das partidas; - Efetuar a chamada de jogos, afixando-as em lugar de fácil acesso e com antecedência suficiente para a conhecimento dos participantes do evento; - Receber e registrar no site da FPT os resultados dos jogos; - Aplicar o Código de Conduta; - Interpretar as regras quando solicitado; - Encaminhar para a FPT as chaves com todos os resultados, bem como TODAS as súmulas dos confrontos realizados durante o Curitiba Tennis Classic DA ORGANIZAÇÃO As Entidades sede oferecerão todas as dependências e assistência às equipes participantes, principalmente: quadras para jogos, iluminação (quando necessário), vestiários, restaurante, lanchonete. Os confrontos podem ser realizados em mais de uma sede com aviso prévio. 18. DOS CASOS OMISSOS Todos os participantes do Curitiba Tennis Classic 2013 deverão respeitar a este Regulamento, bem como ao Regulamento Geral da FPT 2013 e as regras do tênis. Os casos omissos a esse Regulamento serão resolvidos pela Diretoria da Federação Paranaense de Tênis. nossotime projetos esportivo: (41) ou Federacao Paranaense de Tenis: (41) ou Curitiba, 22 de abril de 2013.

10 Departamento técnico Federação Paranaense de Tênis

REGULAMENTO INTERCLUBES INFANTO JUVENIL 2012

REGULAMENTO INTERCLUBES INFANTO JUVENIL 2012 REGULAMENTO INTERCLUBES INFANTO JUVENIL 2012 1. DO CAMPEONATO Poderá participar do Interclubes Infanto Juvenil toda agremiação que estiver devidamente cadastrada na FPT e com suas obrigações financeiras

Leia mais

REGULAMENTO INTERCLUBES CLASSES 2015

REGULAMENTO INTERCLUBES CLASSES 2015 REGULAMENTO INTERCLUBES CLASSES 2015 1. DO CAMPEONATO Poderá participar do Interclubes de Classes toda agremiação que estiver devidamente cadastrada na FPT e com suas obrigações financeiras em dia. O Interclubes

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

REGULAMENTO INTERCLUBES DE CLASSES FPT 2016

REGULAMENTO INTERCLUBES DE CLASSES FPT 2016 REGULAMENTO INTERCLUBES DE CLASSES FPT 2016 1. DO CAMPEONATO Poderão participar do Interclubes de Classes toda agremiação que estiver devidamente cadastrada na FPT e com suas obrigações financeiras em

Leia mais

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba TennisClassic é um série de eventos competitivos disputada entre as melhores equipes nas categorias por idade, de

Leia mais

A Copa das Federações será realizada nas seguintes categorias: -Profissional - Amador: A B C - Até 14 anos anos

A Copa das Federações será realizada nas seguintes categorias: -Profissional - Amador: A B C - Até 14 anos anos COPA DAS FEDERAÇÕES DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2016 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações de Beach Tennis, para definir o Estado

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2016

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2016 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2016 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado o Brasileiro. A Copa das Federações

Leia mais

38º ZESKAMP Regulamento

38º ZESKAMP Regulamento 38º ZESKAMP 2016 Regulamento Art. 1º - Poderão participar dos jogos: atletas holandeses, descendentes, casados com holandeses ou casados com descendentes. Os casos excepcionais deverão ser apresentados

Leia mais

38º. As modalidades e suas respectivas categorias e gêneros serão :

38º. As modalidades e suas respectivas categorias e gêneros serão : 38º Art. 1º- Poderão participar dos jogos: atletas holandeses, descendentes, casados com holandeses ou casados com descendentes. Os casos excepcionais deverão ser apresentados na reunião técnica e a decisão,

Leia mais

REGULAMENTO. 3. O MT será constituído por 8 (oito) provas, bem como pelo Campeonato Regional por Equipas de Sub10 (Interclubes).

REGULAMENTO. 3. O MT será constituído por 8 (oito) provas, bem como pelo Campeonato Regional por Equipas de Sub10 (Interclubes). REGULAMENTO 1. O ATL MINI TOUR 2014 (MT) é um circuito de provas para os escalões de Sub8 e Sub10, promovido pela Associação de Ténis de Lisboa (ATL), havendo uma calendarização das provas através de um

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE TÊNIS

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE TÊNIS REGULAMENTO TÉCNICO BEACH TENNIS 2016 1. REGISTRO E FILIAÇÃO DE ATLETAS Para participar das competições oficiais do calendário, os atletas deverão fazer seu cadastro no site da FGT (www.fgtenis.com.br).

Leia mais

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE TÊNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE TÊNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS FEDERAÇÃO CATARINENSE DE TÊNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS 1. FILIAÇÃO 1.1. VALOR 1.2. BENEFÍCIOS 2. RANKING 2.1. VALIDAÇÃO 2.2. PONTUAÇÃO PARA JOGADOR 2.3. PONTUAÇÃO NO RANKING ESTADUAL 3. TORNEIOS HOMOLOGADOS

Leia mais

FESTIVAL SESI MIRIM DE VOLEIBOL

FESTIVAL SESI MIRIM DE VOLEIBOL FESTIVAL SESI MIRIM DE VOLEIBOL - 2015 REGULAMENTO DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO ARTIGO 1º - FESTIVAL MIRIM DE VOLEIBOL é o nome fantasia oficial da XX COPA SESI MIRIM DE VOLEIBOL, competição máxima do calendário

Leia mais

REGULAMENTO DO 3ºTORNEIO DO TÊNIS SIMPLES AMIGOS DO CLT

REGULAMENTO DO 3ºTORNEIO DO TÊNIS SIMPLES AMIGOS DO CLT REGULAMENTO DO 3ºTORNEIO DO TÊNIS SIMPLES AMIGOS DO CLT 1) - DO 3º TORNEIO DE TÊNIS SIMPLES AMIGOS DO CLT 2016 Terá a supervisão da Equipe se necessário e será regido pelo presente regulamento, em consonância

Leia mais

IX CIRCUITO BRASILEIRO DE HANDEBOL DE AREIA 2014/2015

IX CIRCUITO BRASILEIRO DE HANDEBOL DE AREIA 2014/2015 IX CIRCUITO BRASILEIRO DE HANDEBOL DE AREIA 2014/2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I - Das Finalidades Art. 1º Com a realização do CIRCUITO BRASILEIRO DE HANDEBOL DE AREIA, a Confederação Brasileira

Leia mais

REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2014 O DIÁRIO

REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2014 O DIÁRIO REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2014 O DIÁRIO OBJETIVO Promover e organizar um Circuito Regional Oficial de Tênis, proporcionando a integração de tenistas da Região do Alto Tietê, com uma competição

Leia mais

REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2016 O DIÁRIO

REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2016 O DIÁRIO REGULAMENTO DO RANKING DO CIRCUITO DE TÊNIS 2016 O DIÁRIO OBJETIVO Promover e organizar um Circuito Regional Oficial de Tênis, proporcionando a integração de tenistas da Região do Alto Tietê, com uma competição

Leia mais

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE TÊNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE TÊNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS FEDERAÇÃO CATARINENSE DE TÊNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS 1. FILIAÇÃO 1.1. VALOR 1.2. BENEFÍCIOS 2. RANKING 2.1. VALIDAÇÃO 2.2. PONTUAÇÃO PARA JOGADOR 2.3. PONTUAÇÃO NO RANKING ESTADUAL 3. TORNEIOS HOMOLOGADOS

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I- ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO GERAL I- ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO GERAL I- ORGANIZAÇÃO Artigo 1 - Os jogos do CAMPEONATO ABERTO serão promovidos, dirigidos e organizados pelo Departamento de Esportes, do Centro Esportivo Multi Esporte. A inscrição do campeonato

Leia mais

Parágrafo único Os jogos serão divididos em 4 tempos de 7 minutos, tanto na seletiva quanto na etapa final.

Parágrafo único Os jogos serão divididos em 4 tempos de 7 minutos, tanto na seletiva quanto na etapa final. BASQUETE Artigo 1º - A competição de basquete dos 15 os Jogos de Integração da APCEF/SP será realizada de acordo com as regras internacionais seguidas pela CBB - Confederação Brasileira de Basquete - e

Leia mais

O ranking de tênis Slice - Tennisville objetiva a integração dos alunos das academias e dos moradores da Grande SP.

O ranking de tênis Slice - Tennisville objetiva a integração dos alunos das academias e dos moradores da Grande SP. RANKING SLICE - TENNISVILLE 2015 Objetivo O ranking de tênis Slice - Tennisville objetiva a integração dos alunos das academias e dos moradores da Grande SP. Participantes 2.1.Somente poderão participar

Leia mais

Regulamento do Circuito das Estações para o 4º Aberto de Beach Tennis ASBT Outono/ Inverno 2014

Regulamento do Circuito das Estações para o 4º Aberto de Beach Tennis ASBT Outono/ Inverno 2014 1 Atualizado em 05/06/2014 às 19:51 horas Regulamento do Circuito das Estações para o 4º Aberto de Beach Tennis ASBT Outono/ Inverno 2014 As inscrições para o 4º Aberto de Beach Tennis ASBT Outono/ Inverno

Leia mais

1º CAMPEONATO INTERNO DA UNIOESTE CAMPUS TOLEDO FUTEBOL SETE SINTÉTICO REGULAMENTO GERAL

1º CAMPEONATO INTERNO DA UNIOESTE CAMPUS TOLEDO FUTEBOL SETE SINTÉTICO REGULAMENTO GERAL 1º CAMPEONATO INTERNO DA UNIOESTE CAMPUS TOLEDO FUTEBOL SETE SINTÉTICO - 2010 - REGULAMENTO GERAL DAS FINALIDADES 1 O Campeonato Interno da Unioeste / Campus de Toledo tem por finalidade a integração e

Leia mais

BIG TOY VIP DE TÊNIS 2016 CELEBRATING 4 YEARS REGULAMENTO

BIG TOY VIP DE TÊNIS 2016 CELEBRATING 4 YEARS REGULAMENTO BIG TOY VIP DE TÊNIS 2016 CELEBRATING 4 YEARS REGULAMENTO 1. DESCRIÇÃO GERAL 1.1. O BIG TOY VIP DE TÊNIS 2016 é um torneio de tênis de duplas masculinas, oficializado pela Federação Paranaense de Tênis,

Leia mais

8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016

8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016 8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016 REGULAMENTO GERAL I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 01 - Este regulamento é o conjunto das disposições preliminares que regem a 8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY

Leia mais

a) VITÓRIA PONTOS b) EMPATE COM GOL PONTOS c) EMPATE SEM GOL PONTO d) DERROTA PONTO

a) VITÓRIA PONTOS b) EMPATE COM GOL PONTOS c) EMPATE SEM GOL PONTO d) DERROTA PONTO REGULAMENTO GERAL DO 1º CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASSTBM l DA FINALIDADE: Art. 1º O Torneio de Futebol Society, tem por finalidade: A congregação de associados e público em geral, através do esporte.

Leia mais

Open de Peteca do PTC

Open de Peteca do PTC Título I - Das disposições gerais Artigo 1 - O Presente regulamento contém as disposições que regerão o Open de Peteca do PTC, sediado pelo Patos Tênis Clube, nos dias 20 e 21 de agosto de 2016. Artigo

Leia mais

Regulamento do Circuito das Estações para o 7º Open de Beach Tennis ASBT primavera e 11 de setembro

Regulamento do Circuito das Estações para o 7º Open de Beach Tennis ASBT primavera e 11 de setembro Regulamento do Circuito das Estações para o 7º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2016 10 e 11 de setembro As inscrições para o 7º OPEN DE BEACH TENNIS ASBT PRIMAVERA 2016 deverão ser feitas através do

Leia mais

Campeonato Paulista Interclubes e 21 de fevereiro "Esporte Clube Pinheiros" 27 e 28 "A Hebraica" Regulamento Geral

Campeonato Paulista Interclubes e 21 de fevereiro Esporte Clube Pinheiros 27 e 28 A Hebraica Regulamento Geral Campeonato Paulista Interclubes - 2010 20 e 21 de fevereiro "Esporte Clube Pinheiros" 27 e 28 "A Hebraica" Regulamento Geral O Campeonato Paulista Interclubes destina-se a definir o campeão e vice-campeão

Leia mais

Interséries FEMA 2016

Interséries FEMA 2016 Interséries FEMA 2016 CAPITULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 01 - Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as disputas das interséries 2016, nas modalidades de voleibol e caçador misto, basquete,

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL DE CAMPO

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL DE CAMPO FUTEBOL DE CAMPO Art. 1º - O Campeonato de Futebol será regido pelas regras oficiais estabelecidas pela FIFA, em vigor, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º - Modalidade

Leia mais

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru 1. DA ORGANIZAÇÃO E DIREÇÃO Art. 1. O campeonato interclasses de basquete obedecerá às disposições deste regulamento, da Declaração do Termo de Responsabilidade constante na Ficha de Inscrição e das demais

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O campeonato de futebol soçaite será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, pelo que dispuser o presente regulamento

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2014 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e desenvolver

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO GAÚCHO 2015

REGULAMENTO CAMPEONATO GAÚCHO 2015 REGULAMENTO CAMPEONATO GAÚCHO 2015 l DAS FINALIDADES Artigo 1.1 O Campeonato Gaúcho de Futebol Sete Categoria Principal Masculino, tem por finalidade congregar e ampliar o Futebol Sete, meio de lazer e

Leia mais

CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I

CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA - LARM DEPARTAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art.

Leia mais

REGULAMENTO. HELVETIA LEAGUE 2016 Torneio Interno de Futebol

REGULAMENTO. HELVETIA LEAGUE 2016 Torneio Interno de Futebol REGULAMENTO HELVETIA LEAGUE 2016 Torneio Interno de Futebol O objetivo do Torneio é proporcionar momentos de integração, sociabilização e lazer para os sócios e participantes do Clube Esportivo Helvetia.

Leia mais

3ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2014

3ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2014 3ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2014 A Federação Pernambucana de Tênis de Mesa, tem a honra de convidar a todos os Atletas, Técnicos e Dirigentes de Federações e Clubes filiados a CBTM,

Leia mais

Regulamento I CAMPEONATO DE XBOX 360 MODALIDADE FUTEBOL

Regulamento I CAMPEONATO DE XBOX 360 MODALIDADE FUTEBOL Regulamento I CAMPEONATO DE XBOX 360 MODALIDADE FUTEBOL 1-DO CAMPEONATO Trata-se do 1º Campeonato de Vídeo Game organizado pelo Setor de Eventos do Departamento de Cultura, que tem como objetivo estimular

Leia mais

REGULAMENTO BEACH TENNIS

REGULAMENTO BEACH TENNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS 1. FILIAÇÃO 1.1. VALOR 1.2. BENEFÍCIOS 2. RANKING 2.1. VALIDAÇÃO 2.2. PONTUAÇÃO PARA JOGADOR 2.3. PONTUAÇÃO NO RANKING BRASILEIRO 3. TORNEIOS HOMOLOGADOS PELA CBT 3.1. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

CAMPEONATO INTERCLUBES DE FUTEVÔLEI

CAMPEONATO INTERCLUBES DE FUTEVÔLEI CAMPEONATO INTERCLUBES DE FUTEVÔLEI REGULAMENTO A Federação Paulista de Futevôlei vem através deste regulamento normatizar o torneio disputado entre clubes filiados a entidade. 1. Cronograma 1.1. O Campeonato

Leia mais

CAMPEONATO BRASILIENSE DE EQUIPES 2016 REGULAMENTO

CAMPEONATO BRASILIENSE DE EQUIPES 2016 REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILIENSE DE EQUIPES 2016 REGULAMENTO 1. INSCRIÇÕES As inscrições deverão ser feitas pelo e-mail suafbdf@gmail.com. O custo do torneio é de R$ 330,00 por atleta. 2. PERÍODO E LOCAL O campeonato

Leia mais

REGULAMENTO DO TORNEIO DE TRANCA - ASUFEPAR 2015

REGULAMENTO DO TORNEIO DE TRANCA - ASUFEPAR 2015 REGULAMENTO DO TORNEIO DE TRANCA - ASUFEPAR 2015 A Diretoria de Esportes torna públicas as seguintes informações sobre o Torneio de Tranca da ASUFEPAR 2015 1. DO PERÍODO DE REALIZAÇÃO E DAS INSCRIÇÕES

Leia mais

JOGOS DO JOÃO ontem/hoje/sempre

JOGOS DO JOÃO ontem/hoje/sempre UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF Reitor Henrique Duque de Miranda Chaves Filho COLÉGIO DE APLICAÇÃO JOÃO XXIII UFJF Diretor Geral Diretora de Ensino Prof. José Luiz Lacerda Prof a. Andréa Vassallo

Leia mais

I COPA CAPITAL MORENA DE FUTEBOL DE SETE PARALÍMPICO

I COPA CAPITAL MORENA DE FUTEBOL DE SETE PARALÍMPICO I COPA CAPITAL MORENA DE FUTEBOL DE SETE PARALÍMPICO DE 16/07(Abertura -Torneio Início) á 26/08/2016 EVENTO OFICIAL HOMENAGEM A 117 ANOS DE CAMPO GRANDE LOCAL: PRAÇA ESPORTIVA ELIAS GADIA APOIO: 1 DIVISÃO

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO ABSOLUTO DE XADREZ 2016

REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO ABSOLUTO DE XADREZ 2016 FEDERAÇÃO SERGIPANA DE XADREZ Filiada à Confederação Brasileira de Xadrez REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO ABSOLUTO DE XADREZ 2016 REALIZAÇÃO: FEDERAÇÃO SERGIPANA DE XADREZ (FSX) Diretora do Torneio: Sílvia

Leia mais

COPA BRASIL MANUAL TÉCNICO

COPA BRASIL MANUAL TÉCNICO REALIZAÇÃO FEDERAÇÃO MINEIRA DE SQUASH Local Belo Horizonte/MG Abertura 5ª feira, dia 26/05/2016, a partir das 12:00 horas; Encerramento Domingo, dia 29/05/2016, até as 16:00 horas. Avisamos desde já aos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. 3 - É permitida a reunião de associações da mesma região para participação dos Jogos.

REGULAMENTO GERAL. 3 - É permitida a reunião de associações da mesma região para participação dos Jogos. 1 DA FINALIDADE V JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA DE 26 A 30 DE MAIO DE 2010 Foz do Iguaçu PR REGULAMENTO GERAL Art. 1º - Os JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, competição oficial da ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS

Leia mais

II TORNEIO DE FUTEBOL DA OAB SUB. PARNAÍBA-PI

II TORNEIO DE FUTEBOL DA OAB SUB. PARNAÍBA-PI II TORNEIO DE FUTEBOL DA OAB SUB. PARNAÍBA-PI REGULAMENTO GERAL I. OBJETIVO Art. 1º - O 2º Torneio de Futebol Society da OAB Subseção de Parnaíba-PI, tem por finalidade a integração entre a comunidade

Leia mais

Regulamento do Circuito Smashtour 2012

Regulamento do Circuito Smashtour 2012 REGULAMENTO CIRCUITO SMASHTOUR 2012 Regulamento do Circuito Smashtour 2012 1 - O Circuito será disputado em três fases, com um mínimo de 19 provas Mínimo de 1 e máximo de 4 por Associação Regional (Algarve,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS

REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS DO FUTSAL Art.1 - Os jogos de futsal nos 3º JOGOS DO IFRS serão realizados de acordo com as Regras Oficiais da CBFS, pelo regulamento

Leia mais

Ficha de Inscrição I Torneio de Tênis de Mesa SINCOMERCIARIOS 2016

Ficha de Inscrição I Torneio de Tênis de Mesa SINCOMERCIARIOS 2016 Ficha de Inscrição I Torneio de Tênis de Mesa SINCOMERCIARIOS 2016 Nome da Atleta: CPF.: Local de Trabalho: Telefone para Contato: I TORNEIO DE TÊNIS DE MESA SINCOMERCIÁRIOS SOROCABA Capítulo I Disposições

Leia mais

A Ideia Através da união entre pessoas interessadas em contribuir engajando-se na organização de ação esportiva com objetivo solidário, propomos o Circuito Solidário de Tênis Muito mais que um jogo...

Leia mais

Regulamento do Contador Bola Cheia Safeweb 2016

Regulamento do Contador Bola Cheia Safeweb 2016 Regulamento do Contador Bola Cheia Safeweb 2016 Leia atentamente o regulamento antes de efetivar a inscrição do seu time. SUMÁRIO 1. Conceito e objetivo 2. Realização e categorias 3. Participação 4. Dinâmica

Leia mais

1 DO DEPARTAMENTO DE TENIS EM CADEIRA DE RODAS (TCR)

1 DO DEPARTAMENTO DE TENIS EM CADEIRA DE RODAS (TCR) REGULAMENTO DOS TORNEIOS E ELABORAÇÃO DO RANKING DE TÊNIS EM CADEIRA DE RODAS Vigente a partir de 1º de Janeiro de 2016 A Confederação Brasileira de Tênis resolve elaborar este Regulamento, o qual disciplinará

Leia mais

JOGOS DO JOÃO DOS EGRESSOS Ontem, hoje e sempre

JOGOS DO JOÃO DOS EGRESSOS Ontem, hoje e sempre JOGOS DO JOÃO DOS EGRESSOS Ontem, hoje e sempre UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF Reitor Marcus Vinicius David COLÉGIO DE APLICAÇÃO JOÃO XXIII UFJF Diretora Geral Diretor de Ensino Prof a. Andréa

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO ESPÍRITO SANTO. Curso de Educação Física. Jogos universitários Camilianos JUCAM 2013

CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO ESPÍRITO SANTO. Curso de Educação Física. Jogos universitários Camilianos JUCAM 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO ESPÍRITO SANTO Curso de Educação Física Jogos universitários Camilianos JUCAM 2013 Cachoeiro de Itapemirim, Agosto, 2013 1. Da Organização e Execução REGULAMENTO GERAL Os

Leia mais

Torneio de Futebol Suíço dos Moveleiros 2016

Torneio de Futebol Suíço dos Moveleiros 2016 Torneio de Futebol Suíço dos Moveleiros 2016 8 equipes participantes FA CD FA Bordados Martinucci do Brasil Nipponflex Nipponflex B Persianas D Lux Persianas Requinte TN Móveis Sorteio dos jogos No domingo,

Leia mais

22 a 25 de OUTUBRO REGULAMENTO PRAÇA DO PAPA VITÓRIA - ES

22 a 25 de OUTUBRO REGULAMENTO PRAÇA DO PAPA VITÓRIA - ES 22 a 25 de OUTUBRO REGULAMENTO PRAÇA DO PAPA VITÓRIA - ES REGULAMENTO DA I COPA ESPIRITO SANTO DE FUTEBOL 7 FEMININO/ 2013 CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º - O presente Campeonato será promovido e dirigido

Leia mais

LIGA DE FUTEBOL DE NOVA ESPERANÇA

LIGA DE FUTEBOL DE NOVA ESPERANÇA LIGA DE FUTEBOL DE NOVA ESPERANÇA V CAMPEONATO VETERANO REGIONAL DE FUTEBOL 2015 DEPARTAMENTO DE FUTEBOL AMADOR V CAMPEONATO VETERANO REGIONAL DE FUTEBOL - 2.015 NORMAS ESPECIAIS CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as Regras. 2Tm 2,5 REGULAMENTO

Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as Regras. 2Tm 2,5 REGULAMENTO REGULAMENTO Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as Regras. 2Tm 2,5 Art. 1º A Copa Shalom Ronaldo Pereira é uma competição realizada pela Comunidade Católica Shalom, que visa o entretenimento

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO VERÃO 2015 SINUCA CAPITULO I DAS CONDIÇÕES BÁSICAS E DA ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO CIRCUITO VERÃO 2015 SINUCA CAPITULO I DAS CONDIÇÕES BÁSICAS E DA ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO CIRCUITO VERÃO 2015 SINUCA CAPITULO I DAS CONDIÇÕES BÁSICAS E DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º - O torneio de sinuca denominado Circuito Verão 2015 será promovido em conformidade com o presente REGULAMENTO.

Leia mais

Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria Torneio de Ténis de Mesa

Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria Torneio de Ténis de Mesa Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria 2014 Torneio de Ténis de Mesa Regulamento 1. Disposições iniciais Este Regulamento define as normas de organização do Torneio de Ténis de

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e organização é da UNIVATES DAS FINALIDADES: A promoção tem

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TÊNIS DE MESA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TÊNIS DE MESA REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TÊNIS DE MESA 1. A competição do Tênis de Mesa dos JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE será realizada de acordo com as Regras da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) e a Confederação

Leia mais

CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2012 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I

CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2012 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA - LARM DEPARTAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2012 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art.

Leia mais

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS REGULAMENTO NOTA JUSTIFICATIVA A promoção e generalização da prática desportiva junto da população é um fator essencial de melhoria da qualidade de vida e de formação pessoal, social e desportiva. Neste

Leia mais

5ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2016

5ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2016 5ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2016 A Federação Pernambucana de Tênis de Mesa, tem a honra de convidar a todos os Atletas, Técnicos e Dirigentes de Federações e Clubes filiados a CBTM,

Leia mais

LIGA DE FUTEBOL DE NOVA ESPERANÇA

LIGA DE FUTEBOL DE NOVA ESPERANÇA LIGA DE FUTEBOL DE NOVA ESPERANÇA VI CAMPEONATO VETERANO REGIONAL DE FUTEBOL 2016 DEPARTAMENTO DE FUTEBOL AMADOR VI CAMPEONATO VETERANO REGIONAL DE FUTEBOL - 2.016 NORMAS ESPECIAIS CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA OS TIMES E TENISTAS!

INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA OS TIMES E TENISTAS! INFORMAÇÕES IMPORTANTES PARA OS TIMES E TENISTAS! Qualifying Dia 8 de Novembro ATENÇÃO! Os times inscritos no Futebol Masculino categoria livre e os tenistas inscritos no Tênis categoria A disputarão o

Leia mais

REGULAMENTO 1. Parágrafo Único Dos 18 atletas inscritos no Interbancário apenas 15 poderão ser inscritos na súmula no dia de cada.

REGULAMENTO 1. Parágrafo Único Dos 18 atletas inscritos no Interbancário apenas 15 poderão ser inscritos na súmula no dia de cada. REGULAMENTO 1 01. O VIII Campeonato Interbancários de FUTSAL 2016 tem como objetivo a integração e entretenimento entre os funcionários das diversas unidades bancárias no Pará e será realizado a partir

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES COMPLEXO ESPORTIVO 9ª COPA UNIVATES/DCE 2016 REGULAMENTO GERAL

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES COMPLEXO ESPORTIVO 9ª COPA UNIVATES/DCE 2016 REGULAMENTO GERAL CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES COMPLEXO ESPORTIVO 9ª COPA UNIVATES/DCE 2016 REGULAMENTO GERAL DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e a organização são do Centro Universitário UNIVATES/Complexo Esportivo

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Docentes do curso de Educação Física TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Torneio Integração dos Cursos da FASETE Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGU I DA FINALIDADE E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º. As regras aplicadas nos I Jogos Nacionais de Integração da PRF 2015 - para a competição de Futebol Society Livre serão

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA

REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA Art. 1º - A liga tem por finalidade: A confraternização entre os times, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem sadiamente disputada. I - DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

FICHA DE INSCRIÇÃO TORNEIO DE FUTEBOL 7 - MONTEIRO LOBATO 2016 NOME DA EQUIPE: REPRESENTANTE: CELULAR: 1. RG/MATRÍCULA 2.

FICHA DE INSCRIÇÃO TORNEIO DE FUTEBOL 7 - MONTEIRO LOBATO 2016 NOME DA EQUIPE: REPRESENTANTE: CELULAR:   1. RG/MATRÍCULA 2. FICHA DE INSCRIÇÃO TORNEIO DE FUTEBOL 7 - MONTEIRO LOBATO 2016 NOME DA EQUIPE: REPRESENTANTE: CELULAR: EMAIL: 1. RG/MATRÍCULA 2. RG/MATRÍCULA: 3. RG/MATRÍCULA: 4. RG/MATRÍCULA 5. RG/MATRÍCULA 6. RG/MATRÍCULA

Leia mais

CAMPEONATO DO NORDESTE 2016 CATEGORIA SUPER MASTER REGULAMENTO GERAL

CAMPEONATO DO NORDESTE 2016 CATEGORIA SUPER MASTER REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO DO NORDESTE 2016 CATEGORIA SUPER MASTER REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Finalidade Art. 1º O Campeonato de Futebol das Caixas de Assistência dos Advogados da Região Nordeste, categoria Super Master

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO VERÃO 2015 TRUCO CAPITULO I DAS CONDIÇÕES BÁSICAS E DA ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO CIRCUITO VERÃO 2015 TRUCO CAPITULO I DAS CONDIÇÕES BÁSICAS E DA ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO CIRCUITO VERÃO 2015 TRUCO CAPITULO I DAS CONDIÇÕES BÁSICAS E DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º - O torneio de truco denominado Circuito Verão 2015 será promovido em conformidade com o presente regulamento.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO ADULTO NAIPE FEMININO

REGULAMENTO ESPECIFICO ADULTO NAIPE FEMININO REGULAMENTO ESPECIFICO ADULTO NAIPE FEMININO Art. 1º - DA ORGANIZAÇÃO E DIREÇÃO DO CAMPEONATO a) A competição de que trata este Regulamento será organizada e dirigida pela FESFS, através da Direção Técnica,

Leia mais

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 CIRCUITO INTERNO DE TÊNIS ATC RANKING GERAL 2013 REGULAMENTO 4ª ETAPA VIRADA ESPORTIVA DO TORNEIO: O Ranking Geral do Alphaville Tênis Clube objetiva a melhor integração

Leia mais

REGULAMENTO PARA O CIRCUITO PARAIBANO Regulamento Campeonato Paraibano Regras Paraibana e Brasileira.

REGULAMENTO PARA O CIRCUITO PARAIBANO Regulamento Campeonato Paraibano Regras Paraibana e Brasileira. REGULAMENTO PARA O CIRCUITO PARAIBANO 2013 Regulamento Campeonato Paraibano Regras Paraibana e Brasileira. Art. 1º- O Campeonato Paraibano 2013 de Futmesa é um evento promovido pela FPFM que irá definir

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 07 DE FEVEREIRO DE 2007 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 371 4440-505 VALONGO

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE DIVISÃO ESPECIAL DIVISÃO A DIVISÃO B

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE DIVISÃO ESPECIAL DIVISÃO A DIVISÃO B 1 DIVISÃO ESPECIAL A DIVISÃO ESPECIAL será composta pelos seguintes clubes: CAMPEÃO = Div Especial edição 2013 São Fernando Golf Club VICE-CAMPEÃO = Div Especial edição 2013 Bastos Golf Clube 3º colocado

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º- Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições de jogos dos cursos superiores e discentes do IFRS - Campus Ibirubá no ano de 2016. Art.

Leia mais

ÉPOCA 2015/2016 REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 1 Prémios. 2. Ao Campeão Nacional será atribuído uma Taça e vinte e cinco medalhas.

ÉPOCA 2015/2016 REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 1 Prémios. 2. Ao Campeão Nacional será atribuído uma Taça e vinte e cinco medalhas. PO40 CAMPEONATO NACIONAL DE VETERANOS MASCULINOS (Regulamento aprovado em Reunião de Direção de 06-05-15) REGULAMENTO DA PROVA Artigo 1 Prémios 1. O vencedor é declarado CAMPEÃO NACIONAL 2. Ao Campeão

Leia mais

Federação Mineira de Handebol Filiada a CBHb Confederação Brasileira de Handebol Fundada em 20 de julho de 1971

Federação Mineira de Handebol Filiada a CBHb Confederação Brasileira de Handebol Fundada em 20 de julho de 1971 REGULAMENTO CAMPEONATO MINEIRO INFANTIL DE CLUBES 2013 1. A Competição será realizada de acordo com o Regulamento Geral de Competições da FMH, pelas regras oficiais da IHF e por este Regulamento Especifico.

Leia mais

Regulamento DA 2º COPA SINDGEL 2016 FUTEBOL DE 7

Regulamento DA 2º COPA SINDGEL 2016 FUTEBOL DE 7 Regulamento DA 2º COPA SINDGEL 2016 FUTEBOL DE 7.P - 1 01 - local da competição: Parque Esportivo Alpendre da Vila: Rua Armando Monteiro, 555 - Vila União. 02 - atletas: Funcionários nas Empresas da Categoria

Leia mais

CENTRO CULTURAL E RECREATIVO CRISTÓVÃO COLOMBO CAMPEONATO SÊNIOR DE FUTEBOL SOCIAL REGULAMENTO

CENTRO CULTURAL E RECREATIVO CRISTÓVÃO COLOMBO CAMPEONATO SÊNIOR DE FUTEBOL SOCIAL REGULAMENTO CENTRO CULTURAL E RECREATIVO CRISTÓVÃO COLOMBO CAMPEONATO SÊNIOR DE FUTEBOL SOCIAL - 2016 REGULAMENTO ARTIGO 01 O Campeonato Sênior de Futebol Social/ 2016, promoção do Centro Cultural e Recreativo Cristóvão

Leia mais

Circuito Social UMA RAQUETA POR UM SORRISO

Circuito Social UMA RAQUETA POR UM SORRISO Circuito Social UMA RAQUETA POR UM SORRISO 10/01/2011 a 10/12/2011 REGULAMENTO O Circuito realizar se á em QUATRO clubes de ténis de Lisboa, somando três OPENS, e um MASTERS. Neste último participam os

Leia mais

FEDERAÇÃO NORTE-RIOGRANDENSE DE VOLEIBOL FNV REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS ESTADUAIS DE VOLEIBOL I - DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO

FEDERAÇÃO NORTE-RIOGRANDENSE DE VOLEIBOL FNV REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS ESTADUAIS DE VOLEIBOL I - DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO FEDERAÇÃO NORTE-RIOGRANDENSE DE VOLEIBOL FNV REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS ESTADUAIS DE VOLEIBOL - 2010 I - DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO Art.1º- Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem

Leia mais

46ª OLIMPÍADAS DO COLÉGIO DE APLICAÇÃO

46ª OLIMPÍADAS DO COLÉGIO DE APLICAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO COMISSÃO CENTRAL ORGANIZADORA 46ª OLIMPÍADAS DO COLÉGIO DE APLICAÇÃO 13 a 17 de OUTUBRO 2015 REGULAMENTO GERAL

Leia mais

REGULAMENTO DO VÔLEI DE PRAIA JOGUINHOS ABERTOS SC 2010 DEMONSTRAÇÃO

REGULAMENTO DO VÔLEI DE PRAIA JOGUINHOS ABERTOS SC 2010 DEMONSTRAÇÃO REGULAMENTO DO VÔLEI DE PRAIA JOGUINHOS ABERTOS SC 2010 DEMONSTRAÇÃO I - DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO Art.1º- Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem as disputas do Campeonato de Volei

Leia mais

FESTIVAL e TORNEIO CHIAKI ISHII de JUDÔ REGULAMENTO

FESTIVAL e TORNEIO CHIAKI ISHII de JUDÔ REGULAMENTO FESTIVAL e TORNEIO CHIAKI ISHII de JUDÔ REGULAMENTO Com objetivo de divulgar e incentivar a participação de estudantes à pratica do judô e fazer uma Homenagem ao Sensei Chiaki Ishii, realizaremos o FESTIVAL

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO ESPÍRITO SANTO. Curso de Educação Física. Jogos universitários Camilianos JUCAM 2013

CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO ESPÍRITO SANTO. Curso de Educação Física. Jogos universitários Camilianos JUCAM 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO ESPÍRITO SANTO Curso de Educação Física Jogos universitários Camilianos JUCAM 2013 MATUTINO Cachoeiro de Itapemirim, Setembro, 2013 1. Da Organização e Execução REGULAMENTO

Leia mais

Programação Futsal Máster - JOGOS DO SESI 2016

Programação Futsal Máster - JOGOS DO SESI 2016 Programação Futsal Máster - JOGOS DO SESI 2016 - A identificação do atleta deverá ser apresentada antes do início de cada jogo: CTPS ou Carteira do SESI dentro da validade. - Cada equipe deve apresentar

Leia mais

LIGA FORMA ATIVA DE TÊNIS DE MESA DO NORTE DO PARANÁ 2016

LIGA FORMA ATIVA DE TÊNIS DE MESA DO NORTE DO PARANÁ 2016 IGA FORMA ATIVA DE TÊNIS DE MESA DO NORTE DO PARANÁ 06 OBJETIVO Esta iga tem por objetivo; promover a massificação, a integração e o desenvolvimento de Tênis de Mesa em toda região do norte do Paraná,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. 1º lugar 8 pontos 2º lugar 6 pontos 3º lugar 5 pontos 4º lugar 4 pontos 5º lugar 3 pontos 6º lugar 2 pontos

REGULAMENTO GERAL. 1º lugar 8 pontos 2º lugar 6 pontos 3º lugar 5 pontos 4º lugar 4 pontos 5º lugar 3 pontos 6º lugar 2 pontos REGULAMENTO GERAL Pelo presente regulamento fica instituída a OLIMPÍADA INTERCOLEGIAL, que visa desenvolver a prática das modalidades desportivas no âmbito estudantil, bem como, possibilitar às comunidades

Leia mais

4 INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A COMPETIÇÃO SOÇAITE 2014 AABB GOIÂNIA

4 INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A COMPETIÇÃO SOÇAITE 2014 AABB GOIÂNIA 4 INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A COMPETIÇÃO SOÇAITE 2014 AABB GOIÂNIA Capítulo I Objetivos e Finalidades Art. 1º - A AABB Goiânia criou o evento SOÇAITE 2014 que engloba duas fases, abaixo relacionadas,

Leia mais