Vogal Mariano Cadernos de Serviços

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vogal Mariano Cadernos de Serviços"

Transcrição

1 Vogal Mariano Cadernos de Serviços

2 Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local:

3 No dia 27 de Novembro de 1830, Nossa Senhora apareceu a Santa Catarina de Labouré, suscitando a devoção da Medalha Milagrosa: Fazei cunhar uma medalha com este modelo. Todas as pessoas que a usarem receberão grandes graças. Durante as aparições de 1830, Nossa Senhora também disse a Santa Catarina que queria que se fundasse uma associação de jovens, à qual concederia muitas graças. Jovens de Maria! Denominação bonita para os milhares de jovens que, em todo o mundo, formam pequenas comunidades de fé. Em 1847, o Papa Pio IX aprovou, com carácter universal, esta Associação que se encontra espalhada por quase todo o mundo. Com o seu pedido, Maria pretende que os jovens a imitem, conheçam melhor o seu Filho e não sintam vergonha de se mostrarem cristãos, mesmo em ambientes difíceis. Com Maria, a JMV aprende a evangelizar, a servir o pobre, a formar uma comunidade cristã, a viver na pureza de coração e a ser testemunha valente da Sua Fé. Com Maria, caminha-se sempre em segurança. 1. Conceito de Vogal Mariano em JMV Qualquer elemento JMV é um devoto de Maria e essa devoção é um compromisso com o irmão. Por isso, quem se acerca pouco a pouco de Maria é conduzido por Ela a Jesus e ao próximo. Ao Vogal Mariano, quer pertença ao Centro Local ou aos Conselhos Regional e Nacional, compete fomentar o espírito mariano entre os jovens da Associação. Maria deve ser a sua companhia diária, encontrando-se habitualmente no seu

4 pensamento e nos seus actos. Só assim o vogal conseguirá passar palavra e testemunhar o exemplo de Maria. O Vogal Mariano faz com que as virtudes de Maria a Sua coragem evangélica, o Seu serviço aos pobres e a Sua alegria cheguem a todos os membros da JMV. Tem um papel preponderante na Associação, uma vez que a ele cabe a tarefa de divulgar e não deixar esmorecer este pilar fundamental da JMV. Deve ter consciência de tudo isto e encorajar todos os jovens da Associação a chegar a Jesus, através de Maria. 2. Perfil do Vogal Mariano em JMV - Cristão que vive a experiência de Deus, comprometido com o seu crescimento pessoal, em busca da maturidade na fé, tendo Maria como exemplo que nos conduz a Deus; - Pessoa de Igreja: vive a dimensão comunitária da fé, fazendo parte da mesma; - Capacidade de organização; - Devoção a Maria; - Membro activo que assume o seu serviço com responsabilidade; - Pessoa em contínua formação, buscando capacitarse cada vez mais para servir os outros o melhor possível; - Ama intensamente a Associação e, por isso, identifica-se com a filosofia, objectivos e carisma da JMV; - Pessoa guiada pelo Espírito Santo, seguindo o exemplo de Maria: Transpira a característica Mariana e Vicentina fundamentada no Evangelho e na mensagem transmitida a Catarina Labouré pela Virgem, porque vive e entusiasma-se com tal espiritualidade.

5 3. Missão do Vogal Mariano em JMV Maria como modelo Todo o jovem JMV identifica em Maria um modelo de vida para chegar até Cristo, no qual pode fixar-se e imitar. Mas ter Maria como modelo, implica uma constante inspiração no seu exemplo, um recurso confiante e suplicante na sua intercessão, um compromisso em fomentar o seu culto e, sobretudo, uma identificação com Ela, especialmente nos valores virtudes tradicionais na Associação: humildade, disponibilidade, caridade, transparência e simplicidade. E inclui o conhecimento profundo da sua pessoa e da sua relação com Cristo e com a Igreja. Consagração a Jesus por Maria De acordo com o Processo Catecumenal JMV, o jovem é convidado a consagrar-se a Jesus por Maria: A Associação oferece aos jovens a Consagração a Cristo por Maria como uma maneira de explicitar a sua consagração baptismal em fazer da sua vida um dom total a Cristo, a partir do serviço e da evangelização dos pobres, elegendo a Maria como Mãe e modelo de vida. A consagração a Cristo por Maria será fruto do conhecimento profundo da Associação, da Formação da Fé e um discernimento sério no Espírito. (Estatutos Internacionais JMV, n.º 10). 4. Tarefas concretas do(a) Vogal Mariano em JMV Deste modo, cabe ao vogal mariano: Vogal Mariano Local Informa-se de tudo o que se refere a esta característica da JMV e transmitir aos jovens o modelo Cristão que

6 Maria nos propõe pelo seu exemplo de fé, humildade e serviço, amando-a como Mãe de Jesus e nossa Mãe; Fala de Maria com conhecimento, carinho e amor; Cultiva a oração a Maria, para que JMV reze algumas das orações mais frequentes, como o terço, o Magnificat, entre outras; Colabora e organiza campanhas, celebrações, vigílias marianas, etc. que se organizam na JMV, Paróquia, Diocese, entre outros; Coordena e prepara, juntamente com outros elementos, a recitação mensal do terço (dia 13, ou outro que o centro julgue mais conveniente) e outras celebrações marianas, abrindo sempre a possibilidade da paróquia e outras associações participarem; Conhece a mensagem da Medalha Milagrosa e propaga-la; Preocupar-se para que todos os membros JMV do centro local se consagrem a Maria e recebam a Medalha Milagrosa, emblema Universal da Associação, de acordo com o Catecumenado JMV em vigor; Colabora (juntamente com o vogal de liturgia) na preparação da festa da Medalha Milagrosa (27 de Novembro), assim como outras festas a Nossa Senhora; Desenvolve, juntamente com os catequistas / animadores, uma catequese iluminada pela Fé de Maria, no intuito de aprofundar o carisma da Associação; Mantém informado o Vogal Regional sobre as actividades marianas desenvolvidas no centro e transmitir ao centro as informações recebidas do mesmo e do Vogal Nacional; Recorda sempre o dever de JMV: servir os pobres com simplicidade, alegria e prontidão, tal como São Vicente e Maria. Vogal Mariano Regional Informa-se de tudo o que se refere a esta característica da JMV e transmitir aos jovens o modelo Cristão que Maria nos propõe pelo seu exemplo de fé, humildade e serviço, amando-a como Mãe de Jesus e nossa Mãe; Fala de Maria com conhecimento, carinho e amor;

7 Cultiva a oração a Maria, para que JMV reze algumas das devoções mais frequentes, como o terço, o Magnificat, entre outras; Colabora e organiza campanhas, celebrações, vigílias marianas, etc. que se organizam na JMV, na Igreja, entre outros; Conhece a mensagem da Medalha Milagrosa e propaga-la; Procura que se celebre com alegria a festa da Medalha Milagrosa (27 de Novembro), assim como outras festas a Nossa Senhora; Preocupa-se em recordar e promover a Consagração Mariana, segundo os estatutos internacionais; Coordena a acção dos Vogais Marianos Locais da sua região, recordando-lhes as celebrações tradicionais da Associação e ajudando-os na preparação das mesmas; Mantém informado o Vogal Nacional sobre as actividades marianas desenvolvidas na região; Recorda sempre o dever de JMV: servir os pobres com simplicidade, alegria e prontidão, tal como São Vicente e Maria. Vogal Mariano Nacional Informa-se de tudo o que se refere a esta característica da JMV e transmitir aos jovens o modelo Cristão que Maria nos propõe pelo seu exemplo de fé, humildade e serviço, amando-a como Mãe de Jesus e nossa Mãe; Fala de Maria com conhecimento, carinho e amor;

8 Cultiva a oração a Maria, para que JMV reze algumas das devoções mais frequentes, como o terço, o Magnificat, entre outras; Colabora e organiza campanhas, celebrações, vigílias marianas, etc. que se organizam na JMV, Paróquia, Diocese, entre outros; Conhece a mensagem da Medalha Milagrosa e propaga-la; Procura que se celebre com alegria a festa da Medalha Milagrosa (27 de Novembro), assim como outras festas a Nossa Senhora; Preocupa-se em recordar e promover a Consagração Mariana, segundo os estatutos internacionais; Coordena a acção dos Vogais Marianos Regionais, recordando-lhes as celebrações tradicionais da Associação e ajudando-os na preparação das mesmas; Elabora um terço mensal e encaminhá-lo para todos os Centros Locais de forma a ser rezado em comunidade por todos os elementos da Associação; Sente-se responsável e cooperar nas celebrações marianas litúrgicas nacionais; Está em contacto com outros movimentos de carisma mariano; Recorda sempre o dever de JMV: servir os pobres com simplicidade, alegria e prontidão, tal como São Vicente e Maria.

9

10

11 Juventude Mariana Vicentina - Portugal 2005

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento

Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento Imersão progressiva na onda do Espírito, acompanhada por testemunhas feita de escuta, encontros e experiências no coração do REINO/COMUNIDADE

Leia mais

Planificação Anual 10º ano da catequese

Planificação Anual 10º ano da catequese Finalidade: Descobrir-se Cristão : Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Planificação Anual 10º ano da 1º Creio em Conhecer Confrontar com valores de caridade, amor,

Leia mais

Vogal de Caridade Cadernos de Serviços

Vogal de Caridade Cadernos de Serviços Vogal de Caridade Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: Vicente de Paulo foi um homem aberto a Deus e aos homens, daí ser chamado o santo da caridade. Homem humano,

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 OBJETIVO GERAL Evangelizar, tendo como modelo Jesus Cristo, rosto da misericórdia e missionário do Pai, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula,

Leia mais

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b)

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b) INTRODUÇÃO Por decisão da Conferência Episcopal Portuguesa, vamos celebrar e viver, mais uma vez, a Semana do Consagrado. Este ano terá lugar de 26 de Janeiro a 02 de Fevereiro. Neste dia celebra-se liturgicamente

Leia mais

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o futuro com esperança. Como o testemunho de vida da

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

Mês. Mariano UM CRISTÃO SEM MARIA ESTÁ ÓRFÃO. TAMBÉM UM CRISTÃO SEM A IGREJA É UM ÓRFÃO. PAPA FRANCISCO

Mês. Mariano UM CRISTÃO SEM MARIA ESTÁ ÓRFÃO. TAMBÉM UM CRISTÃO SEM A IGREJA É UM ÓRFÃO. PAPA FRANCISCO Mariano PARÓQUIA SÃO PEDRO PESCADOR Mês UM CRISTÃO SEM MARIA ESTÁ ÓRFÃO. TAMBÉM UM CRISTÃO SEM A IGREJA É UM ÓRFÃO. UM CRISTÃO PRECISA DESTAS DUAS MULHERES, DUAS MULHERES MÃES, DUAS MULHERES VIRGENS: A

Leia mais

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Introdução Neste primeiro volume da Apostila da Pastoral do dizimo, desejamos aprofundar o

Leia mais

MISSIOLOGIA. Missão e juventude

MISSIOLOGIA. Missão e juventude MISSIOLOGIA Cesar Leandro Ribeiro O cristianismo é uma religião marcada por uma série de aspectos próprios e indispensáveis para sua existência, sendo um deles justamente a missão, condição que se fez

Leia mais

Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã

Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã Celebrar o jubileu é fazer memória da caminhada de 50 anos de Vida Religiosa Consagrada Franciscana

Leia mais

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses:

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses: O Conselho Nacional da RCCBRASIL, que está reunido em Brasília desde a última quarta-feira, dia 21, discerniu a temática que deverá acompanhar as missões, encontros e ser trabalhada nas reuniões de oração

Leia mais

ESPIRITUALIDADE VICENTINA

ESPIRITUALIDADE VICENTINA SOCIEDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO CONSELHO GERAL INTERNACIONAL ESPIRITUALIDADE VICENTINA Dai-me um homem de oração e ele será capaz de tudo SÃO VICENTE DE PAULO 2 CONTEÚDO 1 A EXPERIÊNCIA FUNDADORA DE

Leia mais

FORMAÇÃO SUBSÍDIO MISSIONÁRIO. Oficina 5 Questões Práticas

FORMAÇÃO SUBSÍDIO MISSIONÁRIO. Oficina 5 Questões Práticas FORMAÇÃO SUBSÍDIO MISSIONÁRIO Oficina 5 Questões Práticas O Papa Francisco no Evangelho da Alegria diz: Hoje todos somos chamados a esta nova «saída» missionária. (EG n. 20) Fiel ao modelo do mestre, é

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

Caríssimos Padres Giancarlo, Severino, Nerella, Comunidade de Ibiporã (PR), Familiares, Amigos do Anunciando paz da TV 21.

Caríssimos Padres Giancarlo, Severino, Nerella, Comunidade de Ibiporã (PR), Familiares, Amigos do Anunciando paz da TV 21. Caríssimos Padres Giancarlo, Severino, Nerella, Comunidade de Ibiporã (PR), Familiares, Amigos do Anunciando paz da TV 21. Antes de tudo, a minha saudação a todos vocês. Fiquei muito contente pelo jantar

Leia mais

O Rito de Iniciação Cristã de Adultos (= RICA) Características fundamentais e Perguntas mais frequentes...

O Rito de Iniciação Cristã de Adultos (= RICA) Características fundamentais e Perguntas mais frequentes... O Rito de Iniciação Cristã de Adultos (= RICA) Características fundamentais e Perguntas mais frequentes... O que é RICA? O Rito de Iniciação Cristã é destinado a adultos que ouviram o anúncio do mistério

Leia mais

Processo de Formação na RCC Brasil

Processo de Formação na RCC Brasil Processo de Formação na RCC Brasil I Como entendemos a Formação na Vida do Movimento: A Formação está presente em todos os ministérios, de maneira sólida e abrangente. Por este motivo podemos dizer que

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 049-PROEC/UNICENTRO, DE 27 DE MARÇO DE 2014. Altera o anexo I E II da Resolução nº035- PROEC/UNICENTRO, de 06 de maio de 2013 e aprova o Relatório Final. O PRÓ-REITOR DE EXTENSÃO E CULTURA

Leia mais

O Matrimónio, uma vocação A família, lugar vocacional. Maio-2011 Vocação Matrimonial e Familiar 1

O Matrimónio, uma vocação A família, lugar vocacional. Maio-2011 Vocação Matrimonial e Familiar 1 O Matrimónio, uma vocação A família, lugar vocacional Maio-2011 Vocação Matrimonial e Familiar 1 Sumário O que é vocação Matrimónio, sinal e missão Matrimónio, aliança e compromisso Missão em casal Missão

Leia mais

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto.

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto. Dia 20 de Setembro Dia de oração pela Paz Foi há precisamente 30 anos que o Papa João Paulo II se reuniu em Assis, Itália, com os Responsáveis das principais religiões do Mundo para rezar pela paz. Trinta

Leia mais

Santa Terezinha do Menino Jesus

Santa Terezinha do Menino Jesus Novena milagrosa a Santa Terezinha do Menino Jesus Missionária por vocação Festa: 1 o de outubro editora Ave-maria Breve relato histórico Teresa nasceu em Alençon (França) em 1873. Menina bela, filha de

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS CATEQUESE Paróquia Nossa Senhora da Boavista

REUNIÃO DE PAIS CATEQUESE Paróquia Nossa Senhora da Boavista REUNIÃO DE PAIS CATEQUESE 2015 2016 Paróquia Nossa Senhora da Boavista ORAÇÃO INICIAL Avé Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres e bendito é o fruto do Vosso ventre,

Leia mais

NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA. 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana

NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA. 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana A renovação da Igreja, como comunidade enviada em missão, tão necessária para evangelizar a

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 011/2007-PROEC/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 011/2007-PROEC/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 011/2007-PROEC/UNICENTRO Aprova o projeto de extensão Escola de Teologia para Leigos Nossa Senhora das Graças, na modalidade de curso de extensão, na categoria de projeto de extensão permanente,

Leia mais

Princípios Gerais da COMUNIDADE DE VIDA CRISTÃ CVX

Princípios Gerais da COMUNIDADE DE VIDA CRISTÃ CVX da COMUNIDADE DE VIDA CRISTÃ CVX Aprovados pela Assembléia Geral em 7 de setembro de 1990 Confirmados pela Santa Sé em 3 de dezembro de 1990 Preâmbulo [1-3] Primeira Parte: O nosso carisma [4-9] Segunda

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

Audiência às Equipes Nossa Senhora

Audiência às Equipes Nossa Senhora SECRETARIADO DO ESTADO Audiência às Equipes Nossa Senhora 10 Setembro 2015 DISCURSO DO SANTO-PADRE Discurso do Papa: (Roma, 10 de setembro de 2015) Estou muito feliz por vos acolher, caros responsáveis

Leia mais

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física Disciplina: Ensino Religioso Série: 8º ano Prof.:Cristiano Souza 1ªUNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES CONVICÇÃO Favorecer um caminho de auto descoberta. Auto-conhecimento: Caminho para conviver

Leia mais

Princípios Gerais da Comunidade de Vida Cristã

Princípios Gerais da Comunidade de Vida Cristã da Comunidade de Vida Cristã Aprovados pela Assembleia Geral em 7 de Setembro de 1990 Confirmados pela Santa Sé em 3 de Dezembro de 1990 Preâmbulo [1-3] Parte I: O Nosso Carisma [4-9] Parte II: Vida e

Leia mais

O CAMINHO DA VIDA ESPIRITUAL EM CASAL A ESPIRITUALIDADE CONJUGAL

O CAMINHO DA VIDA ESPIRITUAL EM CASAL A ESPIRITUALIDADE CONJUGAL O CAMINHO DA VIDA ESPIRITUAL EM CASAL A ESPIRITUALIDADE CONJUGAL 1 Porquê um Tema de Estudo na pedagogia das ENS 1.1 As três Atitudes Procura Assídua da Vontade de Deus Escritura Doutrina Cultura Razões

Leia mais

XXI. Geral. Roma, Setembro-Outubro A experiência

XXI. Geral. Roma, Setembro-Outubro A experiência XXI Capítulo Geral Roma, Setembro-Outubro 2009 1. A experiência 5 semanas de encontro, trabalho, reflexão, busca na Casa Geral em Roma O Capítulo Geral se reúne a cada 8 anos 83 Irmãos capitulares 2 Convidados

Leia mais

ESTATUTOS DAS EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA

ESTATUTOS DAS EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA ESTATUTOS DAS EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA Os seguintes estatutos referem-se ao Movimento das Equipas de Jovens de Nossa Senhora (E.J.N.S.) que nasceu em 1976 em Roma no Encontro Internacional das

Leia mais

telefone fax

telefone fax CALENDARIZAÇÃO PASTORAL 2013-2014 Pe. Fausto 968 895 944 Pe. José António 963 548 403 secretaria segunda a sexta-feira: 10h30 às 12h e 14h30 às 19h00 sábado: 09h30 às 12h00 sacristia segunda a sábado:

Leia mais

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra);

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra); Uma nova paróquia Introdução DA: Conversão Pastoral Escolha de outro caminho; Transformar a estrutura paroquial retorno a raiz evangélica; Jesus: modelo (vida e prática); Metodologia: Nele, com Ele e a

Leia mais

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1)

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas, possuirá a luz da vida. (Jo 8,12). Jesus é a luz que ilumina nosso caminho no

Leia mais

Catequese Paroquial FÉ CELEBRADA: Eu estou no meio deles (Mt 18,20)

Catequese Paroquial FÉ CELEBRADA: Eu estou no meio deles (Mt 18,20) Paróquia de São Cristóvão de Selho (2013-2014) 1 Catequese Paroquial 2013-2014 FÉ CELEBRADA: Eu estou no meio deles (Mt 18,20) Linhas de Força 2013-2014 O Ano Pastoral da Catequese Paroquial 2013-2014

Leia mais

TERÇO DAS GRAÇAS. A Juventude Mariana Vicentina do Brasil se reúne para render graças a Deus pela noite de 18 de julho de 1830.

TERÇO DAS GRAÇAS. A Juventude Mariana Vicentina do Brasil se reúne para render graças a Deus pela noite de 18 de julho de 1830. TERÇO DAS GRAÇAS A Juventude Mariana Vicentina do Brasil se reúne para render graças a Deus pela noite de 18 de julho de 1830. Amado jovem da Juventude Mariana Vicentina do Brasil, 18 de julho é para nós

Leia mais

Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia

Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia Arquidiocese de São Salvador da Bahia Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia 2015 2019 O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor

Leia mais

O papel da Paróquia na formação dos seus agentes

O papel da Paróquia na formação dos seus agentes O papel da Paróquia na formação dos seus agentes Braga 30 de Julho de 2011 P.e Luís Miguel FIGUEIREDO RODRIGUES luis@diocese-braga.pt 1 ????? O que é uma paróquia? O que é um cristão? O que é um agente

Leia mais

JESUS VEM! REZA E ACOLHE.

JESUS VEM! REZA E ACOLHE. CAMINHADA DE ADVENTO NATAL 2010 JESUS VEM! REZA E ACOLHE. 1. Na Diocese de Aveiro A 3ª Etapa do Plano Pastoral Diocesano desafia-nos a uma especial atenção à Liturgia e à Oração. Sob o lema «A Igreja Diocesana

Leia mais

PROGRAMA DA SEMANA DA FAMÍLIA 07 a 14 de agosto de 2011

PROGRAMA DA SEMANA DA FAMÍLIA 07 a 14 de agosto de 2011 Sábado Políticas Públicas que valorizam a Família Vamos fazer uma partilha sobre o que achamos dos projetos existentes que dizem priorizar a família: Quais são eles? Pontos positivos e negativos. (ex:

Leia mais

COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP

COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP Preparando o Terreno Quem se dispõe a formar e acompanhar um novo grupo de jovens precisa ter conhecimento de algumas coisas como: O objetivo da Pastoral da Juventude

Leia mais

Invocai o nome de Deus, nosso libertador

Invocai o nome de Deus, nosso libertador Invocai o nome de Deus, nosso libertador www.facebook.com/mensageiro sdeanguera Paz e Fogo, amados irmãos! Chegamos ao capítulo 12 do livro de Isaías, vemos aqui que o profeta louva a Deus pela libertação.

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos.

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos. Nas quintas-feiras do mês de Maio, decorreram na Igreja de Oliveira de Azemeis, encontros de formação litúrgica, organizados pela vigararia sul da Diocese do Porto e orientados pelo P. Frei Bernardino

Leia mais

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4.

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4. Prefácio A vida de São Francisco de Assis foi e continua sendo fonte de inspiração para tantos homens e mulheres de boa vontade que, percebendo a beleza que emana do amor, desejam experimentar também a

Leia mais

FESTA DO ESPIRITO 10º ANO DE CATEQUESE. 23 de Maio de 2010

FESTA DO ESPIRITO 10º ANO DE CATEQUESE. 23 de Maio de 2010 FESTA DO ESPIRITO "É este o fruto do Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e auto-domínio." Gl, 5,22 Espírito Santo ajuda-nos a ter estes Teus frutos!

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO CATEQUÉTICA PARNAÍBA

ESPECIALIZAÇÃO CATEQUÉTICA PARNAÍBA ESPECIALIZAÇÃO CATEQUÉTICA PARNAÍBA 23-24/0102017 Pe. João Paulo PARÓQUIA E INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ PARÓQUIA E CATECUMENATO LINHAS DE AÇÃO DA CATEQUESE PAROQUIAL A URGÊNCIA DE UMA RENOVAÇÃO PAROQUIAL A

Leia mais

Maria e seu FIAT COTIDIANO

Maria e seu FIAT COTIDIANO Maria e seu FIAT COTIDIANO Angelo Alberto Diniz Ricordi Maria e seu fiat cotidiano 1 REFLETINDO O fiat cotidiano de Maria se insere como o fruto mais genuíno da oração. Rezamos a Deus não para que a nossa

Leia mais

Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a

Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a Lucas 10,38-42 Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada

Leia mais

Responsável pela Liturgia: Equipe de Liturgia

Responsável pela Liturgia: Equipe de Liturgia ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA REGIÃO EPISCOPAL PRAIA SÃO PEDRO E SÃO PAULO PARÓQUIA DE N. S. DAS GRAÇAS PINDORETAMA - 2013 PÁROCO: PE. JOSÉ AIRTON LIMA Email: paroquiadepindoretama@gmail.com PROGRAMAÇÃO DA

Leia mais

PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE CALASANZ PADRES ESCOLÁPIOS Feu Rosa, Vila Nova de Colares e Nova Zelândia - SERRA (ES) AGENDA ANUAL 2014

PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE CALASANZ PADRES ESCOLÁPIOS Feu Rosa, Vila Nova de Colares e Nova Zelândia - SERRA (ES) AGENDA ANUAL 2014 PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE CALASANZ PADRES ESCOLÁPIOS Feu Rosa, Vila Nova de Colares e Nova Zelândia - SERRA (ES) AGENDA ANUAL 2014 Organização das pastorais e equipes para uma melhor evangelização Seg Ter Qua

Leia mais

issão Deus ama quem dá com alegria. (2 Cor. 9, 7)

issão Deus ama quem dá com alegria. (2 Cor. 9, 7) A ALEGRIA da nossa issão Deus ama quem dá com alegria. (2 Cor. 9, 7) Fique sempre satisfeito e feliz, porque Deus quer ser servido com um coração alegre. (Dom Zwijsen) Um dos segredos mais bem guardados

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana «Motu Proprio» Introdução PRIMEIRA PARTE - A PROFISSÃO DA FÉ Primeira Secção: «Eu

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I ORAÇÃO UNIVERSAL Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar

Leia mais

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro I Semana de Liturgia 21 a 25 de setembro de 2015. Sacrosanctum Concilium 50 anos depois. Por uma participação ativa, consciente e plena. Abertura Solo: Abrirei

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

1 º A N O /

1 º A N O / SETEM OUTUBRO 1 º A N O 2 0 1 2 / 2 0 1 3 1ª ETAPA - A MINHA FAMÍLIA É ACOLHIDA E ACOLHE Celebrar Data Pais Data filhos Semana celebrar Pais Tema filhos 17-24-30 1-7 8-14. 15-21 22-28. Mc 9, 30-37 Mc 9,38-43.45.47-48

Leia mais

XVIII Encontro da Pastoral Familiar

XVIII Encontro da Pastoral Familiar XVIII Encontro da Pastoral Familiar Sub-Região Campinas Dioceses: Campinas, São Carlos, Piracicaba, Bragança Paulista, Limeira e Amparo Serra Negra, 03 e 04 de agosto de 2013 Tema: Fé, Família e Juventude

Leia mais

Em janeiro de 2013, com a inauguração da casa da Comunidade no bairro da Vila da Penha, passamos a estar oficialmente vinculados a Arquidiocese do

Em janeiro de 2013, com a inauguração da casa da Comunidade no bairro da Vila da Penha, passamos a estar oficialmente vinculados a Arquidiocese do BREVE HISTÓRICO A Comunidade Servos de Caná teve início em 25/10/2009 através do Projeto Missionário Bodas de Caná realizado em Mombaça com uma turma de Crisma da Paróquia Santo Antônio de Bacaxá (Saquarema/RJ)

Leia mais

TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE. Jörg Garbers Ms. de Teologia

TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE. Jörg Garbers Ms. de Teologia TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução A família hoje talvez é o elo mais fraco na distribuição de tempo. Entre trabalho, lazer próprio, amigos, comunidade e sono

Leia mais

Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB

Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos e gratidão, colocamos em suas mãos uma sugestão para a Celebração do dia do Catequista,

Leia mais

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado UMA TENTATIVA RESUMO Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado SÍNTESE Mostra e revela as relações entre elementos

Leia mais

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38)

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38) Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc Janeiro de 2012 / Ano MMXII 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Jesus nasceu, um ano novo começou!

Leia mais

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 Caros irmãos em Cristo, Hoje celebramos a Solenidade da Maternidade Divina de Maria, o Dia Mundial da Paz e o Primeiro dia do Ano Civil 2017.

Leia mais

Solenidade de Cristo Rei

Solenidade de Cristo Rei Solenidade de Cristo Rei A celebração da Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, fecha o Ano Litúrgico. Neste período, meditamos, sobretudo, no mistério de sua vida, sua pregação e o

Leia mais

A comunicação na Igreja do Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Moisés Sbardelotto

A comunicação na Igreja do Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Moisés Sbardelotto A comunicação na Igreja do Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Moisés Sbardelotto Uma longa história de vivência e exercício da ação evangelizadora como prática de comunicação no Brasil 1963 Inter

Leia mais

(ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL

(ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL SACRAMENTOS - III (ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL - 1 COMO OS SACRAMENTOS ATUALIZAM A GRAÇA NAS DIVERSAS SITUAÇÕES DA VIDA 2 1. O QUE ACONTECE NO BATISMO? 3 NO BATISMO, A PESSOA

Leia mais

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Neste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver

Leia mais

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA?

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? O documento Conclusivo da V Conferência contém inúmeras e oportunas indicações pastorais, motivadas por ricas reflexões à luz da fé e do atual contexto

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

Ano Litúrgico Ano C

Ano Litúrgico Ano C Ano Litúrgico 2009-2010 Ano C TEMPO DO ADVENTO 29/11 1º Domingo do Advento A redenção está próxima. Jeremias 33,14-16; Salmo 25(24); 1 Tessalonicenses 3,12-4,2; Lucas 21,25-28. 34-36 6/12 2º Domingo do

Leia mais

PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas

PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas Crescer em humanidade e na fé através de processos ricos em humanidade e fé João Paulo II XV jornadas da Juventude Tor Vergata -2000 «Evangelizar constitui,

Leia mais

Módulo III O que anuncia a Catequese?

Módulo III O que anuncia a Catequese? Módulo III O que anuncia a Catequese? Diocese de Aveiro Objectivos Tomar consciência da realidade complexa do ser humano a quem levamos, hoje, uma Boa Nova. Compreender a importância da Sagrada Escritura

Leia mais

em 9 de janeiro de 1862,

em 9 de janeiro de 1862, Rosário Vivo Pauline-Marie Jaricot nasceu em Lião, França, no dia 22 de julho de 1799, e morreu em Lorette, em 9 de janeiro de 1862, aos 63 anos. Sociedade para a Propagação da Fé Ela é a fundadora da

Leia mais

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé Calendário 2014 Janeiro 01/01 qua Confraternização Universal 01/01 qua Solenidade da Santa Mãe de Deus 22 a 24 --- Triduo para a Festa de São Paulo Catedral da Sé 25/01 sáb 09h00 Celebração da Festa de

Leia mais

Catequese e Renovação

Catequese e Renovação Catequese e Renovação Lugar de Magnificat e Conversão Alguns desafios que poderão ajudar a pensar o acto catequético: -----Pensar as dificuldades e as possibilidades da transmissão da fé no mundo de hoje

Leia mais

LA VALLA - Dimensão mística de nossas vidas

LA VALLA - Dimensão mística de nossas vidas LA VALLA - Dimensão mística de nossas vidas Programa Anual de Retiros Rede Marista 2017 Coordenação de Vida Consagrada e Laicato Tema: Bicentenário do Instituto Marista Lema: La Valla - Dimensão mística

Leia mais

Paróquia de Ceira. Plano Pastoral

Paróquia de Ceira. Plano Pastoral Plano Pastoral 2012 13 A Igreja tem no mundo uma missão a cumprir que Lhe foi confiada por Jesus Cristo. Ela tem de tentar ser fiel a essa missão através: Da Profecia, ou o anúncio do Evangelho; Da Diaconia,

Leia mais

Às filhas da Terra. Ela conhece as lágrimas penosas E recebe a oração da alma insegura, Inundando de amor e de ternura As feridas cruéis e dolorosas.

Às filhas da Terra. Ela conhece as lágrimas penosas E recebe a oração da alma insegura, Inundando de amor e de ternura As feridas cruéis e dolorosas. Maria: mãe! Às filhas da Terra Do seu trono de luzes e de rosas, A Rainha dos Anjos, meiga e pura Estende os braços para a desventura, Que campeia nas sendas espinhosas. Ela conhece as lágrimas penosas

Leia mais

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações.

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações. Novena de Natal O tempo do Advento é constituído das quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor. É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.

Leia mais

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE INTRODUÇÃOODUÇÃO Só uma Igreja missionária e evangelizadora experimenta a fecundidade e a alegria de quem realmente realiza sua vocação. Assumir

Leia mais

DIOCESE DE COLATINA PASTORAL DA EDUCAÇÃO PROJETO: XI ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO

DIOCESE DE COLATINA PASTORAL DA EDUCAÇÃO PROJETO: XI ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO DIOCESE DE COLATINA PASTORAL DA EDUCAÇÃO PROJETO: XI ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO - PALESTRA PROFESSOR: UM SER EM CONSTANTE FORMAÇÃO Celso Antunes São Paulo-SP Projeto apresentado pela Pastoral

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

Comunidade D Descobrir (Discípulos) (Novembro/Dezembro) I Integrar (Comunidade) (Janeiro/Fevereiro/Março) P Proclamar (Evangelho) (Abril/Maio/Junho)

Comunidade D Descobrir (Discípulos) (Novembro/Dezembro) I Integrar (Comunidade) (Janeiro/Fevereiro/Março) P Proclamar (Evangelho) (Abril/Maio/Junho) Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil Diocese de Coimbra Ano Pastoral 2013-2014 Vós sois o corpo de Cristo e cada um, pela sua parte, é um membro (1 Cor 12,27) Enquadramento - Comunidade DIP É chegado

Leia mais

Centro de Associação dos Salesianos. Cooperadores. Nª Sª de La Salette - Paranhos da Beira. Projecto 2016/2017

Centro de Associação dos Salesianos. Cooperadores. Nª Sª de La Salette - Paranhos da Beira. Projecto 2016/2017 Centro de Associação dos Salesianos Cooperadores Nª Sª de La Salette - Paranhos da Beira Projecto 2016/2017 Objetivo Geral Testemunhar, com Maria, a beleza do encontro com Jesus. Palavra de Deus Fazei

Leia mais

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus Paróquia missionária comunidades de comunidades Animada pela Palavra de Deus Renovação paroquial Toda paróquia é chamada a ser o espaço onde se recebe e se acolhe a Palavra (172). Sua própria renovação

Leia mais

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PORTUGAL

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PORTUGAL 1ª REUNIÃO Tema: Os Jovens Da Famíliaa Vicentina - Partilhamos A Missão Objectivos: Despertar nos jovens a importância de viver em grupo (familiar, amigos, Igreja etc.). Acolhimento: - Preparação de ambiente

Leia mais

"Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade".

Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade. "Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade". Os Pais, Primeiros Educadores da Fé Existe um ambiente privilegiado em que os casais, sem excluir outros lugares,

Leia mais

NOVEMBRO Barómetro: 9h00 11h00

NOVEMBRO Barómetro: 9h00 11h00 NOVEMBRO 2016 Dia 01 (Terça Feira) - Início das Inscrições das Grávidas - TODOS OS SANTOS - Encontro Cáritas: 10h00 - Secretariado Permanente: 21h00 Dia 02 (Quarta Feira) - COMEMORAÇÃO DE TODOS OS FIÉIS

Leia mais

Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016

Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016 Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016 JANEIRO 01 SOLENIDADE DO SENHOR BOM JESUS DE CUIABÁ, PADROEIRO DA ARQUIDIOCESE. 20-22 Retiro de Formação para Servos do Curso

Leia mais

São. José. O Santo dos Meninos

São. José. O Santo dos Meninos A bonita história de São de José Calasanz O Santo dos Meninos São José de Calasanz O amigo das crianças CALASANZ Sentindo-se chamado por Deus a servi-lo, muitos homens e mulheres, ao longo

Leia mais