CAPÍTULO 20. Porcentagem

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAPÍTULO 20. Porcentagem"

Transcrição

1 CAPÍTULO 20 Porcentagem As frações que apresentam denominadores iguais a 100 são chamadas também de razões centesimais e podem ser representadas pelo símbolo %. 3 Por exemplo, as razões 100, 10,8 100, e podem ser representadas por 3%, 10,8%, 75%, 15%, respec vamente. A partir dessas considerações, podemos escrever as seguintes igualdades: 3 a) 3% = 100 = 0,03 b) 50% = = 0,50 = 50 = 1 2 c) 7,5% = 7,5 100 = 0,075 Os problemas que envolvem porcentagem são, em geral, resolvidos utilizando-se os conhecimentos sobre frações, razões e regra de três. Para resolvermos problemas envolvendo desconto ou juros, basta usarmos a seguinte regra: QUESTÕES Desconto / prejuízo i (%) Juros / lucro i (%) 01. Uma loja está oferecendo 15% de desconto para pagamento à vista na compra de um automóvel que custa R$ 8.000,00. Quanto uma pessoa irá pagar por esse carro, à vista? = 85% = 6.800, Resposta: Ela pagará R$ 6.800, Efetuando o pagamento do imposto predial após o vencimento, uma empresa pagou R$ 30,00 de multa. Como o imposto devido era de R$ 1.200,00, qual a taxa de multa? x = 2,5% Portanto, taxa de multa foi de 2,5% do imposto devido. 517

2 Podemos resolvê-lo utilizando razões: 30 i = = 0, = 2,5% 1200 OBS.: VALÉRIA LANNA Dadas diversas porcentagens, elas só podem ser adicionadas quando se referem a um mesmo número. Além disso, se um todo é dividido em partes, as porcentagens correspondentes, adicionadas, dão um total de 100%. 03. Um número foi dividido em três partes: a 1ª é a metade e a 2ª é igual a 1/5 desse número. Determine a fração correspondente à 3ª parte e as porcentagens de cada parte = 7 10, portanto faltam ª parte: = 50% 2 2ª parte: = 20% 5 3ª parte: = 30% 10 Portanto a fração correspondente à 3ª parte é 3, e as porcentagens são 50%, 20% e 30%, respectivamente. 10 VARIAÇÃO PERCENTUAL Obter índices ou coeficientes a partir de uma porcentagem ou vice-versa, constitui uma importante aplicação da porcentagem. Para os aumentos de aluguel, salário, prestação da casa própria, mensalidade escolar, etc.; costumam ser divulgados índices ou porcentagens. E é importante que, sendo conhecido um, achemos o outro e vice-versa. QUESTÕES 04. O aluguel que uma pessoa paga por um apartamento passou de R$ 450,00 para R$ 715,50. Achar: a) A porcentagem de aumento; b) O índice (coeficiente ou fator) de atualização do aluguel da época. Comentários O aumento foi de: 715,50-450,00 = 265,50 265,50 = 0,59 = 59% 450,00 O índice de atualização é: 715,50 = 1,59 ou 159% 450, Se seu salário subiu 32% e os preços subiram 10%, no mesmo período, de quanto aumentou o seu poder de compra? 518

3 PORCENTAGEM Comentários Compra Aumento = Salário Compra 110% = 132% Compra = 132/110 Compra = 1,2 = 120%, ou seja, o seu poder de compra aumentou de 20% RESUMO: VA = valor atual V 0 = valor anterior i a = taxa de atualização Aumento: (VA -V 0 ) V = % Índice de atualização: VA 1 + i a V (Tec judiciário -TRT Paraná/2013) Atendendo ao pedido de um cliente, um perfumista preparou 200 ml da fragrância X. Para isso, ele misturou 20% da essência A, 25% da essência B e 55% de veículo. Ao conferir a fórmula da fragrância X que fora encomendada, porém, o perfumista verificou que havia se enganado, pois ela deveria conter 36% da essência A, 20% da essência B e 44% de veículo. A quantidade de essência A, em ml, que o perfumista deve acrescentar aos 200 ml já preparados, para que o perfume fique conforme a especificação da fórmula é igual a a) 32. b) 36. c) 40. d) 45. e) 50 Temos que manter a proporção da fórmula correta: Então veja a segunda fórmula: deveria conter 36% da essência A, 20% da essência B e 44% de veículo 36/64 = 9/16 = A/B+V Fórmula 01, agora: misturou 20% da essência A, 25% da essência B e 55% de veículo : A/80 Agora basta igualarmos as proporções: A/80 = 9/16 A = = 45%, já temos 20% então falta, 25% de 200ml = 50 ml, letra E. 07. (BB 2012 ESCRITURÁRIO - CESGRANRIO) Uma loja oferece um aparelho celular por R$ 1.344,00 à vista. Esse aparelho pode ser comprado a prazo, com juros de 10% ao mês, em dois pagamentos mensais iguais: um, no ato da compra, e outro, um mês após a compra. O valor de cada um dos pagamentos mensais é, em reais, de a) 704,00 b) 705,60 c) 719,00 d) 739,20 e) 806,40 519

4 VALÉRIA LANNA É uma questão tradicional dos concursos com a famosa pegadinha e acredite, a maioria dos candidatos cai! Vejamos o diagrama da compra: P P (Valor à vista menos a entrada) multiplicado pela taxa de juros (100 + %) = parcela Se as parcelas são iguais teremos: (1.344 P) (1,1) = P ,1 1,1P = P 2,1P = ,1 P = 704,00, letra A NOTA DA AUTORA: Veja algumas considerações em forma de exemplos: Porcentagem i: taxa proporcional i/100 : taxa unitária Lucro, juros, aumento: % Prejuízo, desconto, desvalorização: % Porcentagem 08. A passagem dos coletivos de Belo Horizonte sofre um aumento de 20%. Alguns meses depois, a título de protestos ela é reduzida em 20%. Segundo o parecer de matemáticos como ficou o valor da nova tarifa dos coletivos? AUMENTO DE 20% 120% DESCONTO DE 20% 80% AUMENTOS E DESCONTOS SUCESSIVOS: 120% de 80% = 1,2 0,8 = 0,96 = 96%, OU SEJA, 4% ABAIXO DO QUE DEVERIA ACONTECER. OBS.: Aumentar 20% de um valor e depois reduzir 20% do novo valor, não dá na mesma!!! 09. Uma lavoura de 50 hectares de soja foi infectada por certo fungo, e a perda média é de 8% por quinzena. Se não for combatido, no final de dois meses, esse fungo reduzirá essa lavoura a um número de hectares a) menor que 34. b) entre 34 e 38. c) entre 38 e

5 d) maior que 41. PORCENTAGEM Perda de 8% é mesmo que multiplicar por 0,92 por quinzena. Dois meses = 4 quinzenas Portanto faremos: 50 0,92 4 = 50 0, = 35, hectares, Letra B. 10. (BB 2010 ESCRITURÁRIO - CESGRANRIO) Um investidor aplicou certa quantia em um fundo de ações. Nesse fundo, 1/3 das ações eram da empresa A, ½ eram da empresa B e as restantes, da empresa C. Em um ano, o valor das ações da empresa A aumentou 20%, o das ações da empresa B diminuiu 30% e o das ações da empresa C aumentou 17%. Em relação à quantia total aplicada, ao final desse ano, este investidor obteve a) lucro de 10,3%. b) lucro de 7,0%. c) prejuízo de 5,5%. d) prejuízo de 12,4%. e) prejuízo de 16,5%. Suponha que o inteiro seja 6 que o m.m.c. de 2 e 3, então: 1/3 de 6 = 2 ½ de 6 = 3 Restante = 1 ou (1/6) 1, , ,17 1 = 5,67 6-5,67 = 0,33 0,33 = 0,055 = 5,5%, LETRA C. 6 NOTA DA AUTORA: Outra solução: Suponha que o capital total investido foi igual a R$ 100,00. Temos os seguintes rendimentos: Empresa A: 100/3 20% = 20/3 Empresa B: 100/2 (-30%) = -30/2 Empresa C: 100/6 17% = 17/6 Logo o rendimento total foi: 20/3 30/2 + 17/6 = -33/6 = -5,5 que representa um prejuízo de 5,5%, letra C 11. (BB 2010 ESCRITURÁRIO -CESGRANRIO) Uma empresa oferece aos seus clientes desconto de 10% para pagamento no ato da compra ou desconto de 5% para pagamento um mês após a compra. Para que as opções sejam indiferentes, a taxa de juros mensal praticada deve ser, aproximadamente, a) 0,5%. b) 3,8%. 521

6 c) 4,6%. d) 5,0%. e) 5,6%. VALÉRIA LANNA Gabarito oficial letra E Considere que o preço do produto sem desconto seja R$ 100,00. Logo: Pagamento à vista: R$ 90,00. Pagamento um mês após a compra: R$ 95,00. Considere que a taxa mensal de juros seja igual a i. Para que as opções sejam indiferentes, temos: 90 (1 + i) = i = 95/90 = 1, ,056 = 105,6%, ou seja, 5,6 % de juros, letra E. NOTA DA AUTORA: Podemos resolvê-la também pela diferença: Suponha que o objeto custasse R$ 100,00, assim: No ato da compra custaria = 90,00 Um mês após a compra = 95,00 Aumento de: 5,00 Em percentuais= 5/90 = 0, = 5,6% (BB 2009 ESCRITURÁRIO -CESPE) Variação da taxa de juros em alguns países (%) 15 12,75 11,5 11,5 11,5 10 9,5 10,5 11,25 10,5 10,5 10 7,5 4,25 5,5 5 4,25 4 3, ,5 0,5 0 Hungria Polônia Turquia Canadá Brasil Índia Egito África Taiwan Austrália do Sul taxa anterior taxa atual Tendo como referência a figura acima, que mostra os valores das taxas de juros anuais, em dois anos consecutivos, denominados anterior e atual, em 10 países, julgue os itens seguintes. 12. (BB 2009 ESCRITURÁRIO -CESPE) Em termos proporcionais, o maior corte da taxa de juros ocorreu na Índia. 522 Note que no Canadá é que ocorreu o maior corte da taxa de juros de 1% para 0,5% (corte de 50%). Em nenhum outro país ocorreu um corte maior que este. Isto poderia ser facilmente concluído, fazendo as respectivas diferenças entre taxa anterior e taxa atual dos países. O Canadá é o único país em que a taxa cai pela metade. Item errado

7 PORCENTAGEM 13. (Auditor-Fiscal do Trabalho - AFT - MTE /ESAF) Em uma universidade, 56% dos alunos estudam em cursos da área de ciências humanas e os outros 44% estudam em cursos da área de ciências exatas, que incluem matemática e física. Dado que 5% dos alunos da universidade estudam matemática e 6% dos alunos da universidade estudam física e que não é possível estudar em mais de um curso na universidade, qual a proporção dos alunos que estudam matemática ou física entre os alunos que estudam em cursos de ciências exatas? a) 20,00%. b) 21,67%. c) 25,00%. d) 11,00%. e) 33,33%. Suponha que temos 100 alunos, então teremos: Alunas que estudam ciências humanas: 56 Alunos que estudam ciências exatas: 44 Dado que 5% dos alunos da universidade estudam matemática e 6% dos alunos da universidade estudam física, logo: Dentre os que estudam ciências exatas, estudam matemática: 5 Dentre os que estudam ciências exatas, estudam física: 6 A proporção dos alunos que estudam matemática ou física entre os alunos que estudam em cursos de ciências exatas será: = 11 = 0,25 = 25% 44 Alternativa correta letra C. 14. (AFT / ESAF) Uma estranha clínica veterinária atende apenas cães e gatos. Dos cães hospedados, 90% agem como cães e 10% agem como gatos. Do mesmo modo, dos gatos hospedados 90% agem como gatos e 10% agem como cães. Observou-se que 20% de todos os animais hospedados nessa estranha clínica agem como gatos e que os 80% restantes agem como cães. Sabendo-se que na clínica veterinária estão hospedados 10 gatos, o número de cães hospedados nessa estranha clínica é: a) 50 b) 10 c) 20 d) 40 e) 70 Gabarito oficial letra E Chamaremos de: C: Total de cães G: Total de gatos = 10 90% agem como cães = 0,9C C 10% agem como gatos = 0,1C 90% agem como cães = 9 G (=10) 10% agem como gatos = 1 523

8 VALÉRIA LANNA Total (C + 10) 20% agem como gatos = 0,2 (C + 10) 80% agem como cães = 0,2 (C + 10) Assim, teremos: Agem como gatos 0,1 C + 9 = 0,2 (C + 10) 0,1 C + 9 = 0,2 C + 2 0,1 C = 7 C = 70 Portanto, o total de cães é igual a 70, alternativa correta letra E. NOTA DA AUTORA: Nesta questão também poderíamos ter escolhido: animais que agem como cães. A equação ficaria 0,9 C + 1 = 0,8 (C + 10). 15. Em uma sala onde estão 100 pessoas, sabe-se que 99% são homens. Quantos homens devem sair para que a percentagem de homens na sala passe a ser 98%? a) 1 b) 2 c) 10 d) 20 e) 50 homens = pessoas mulheres = 1 Nova porcentagem 1 mulher = 2% x pessoas = 100% x = 50 pessoas 1 mulher e 49 homens, portanto saíram 50 homens (letra E). 16. Pedro Badaró colocou à venda na loja Expresso do Oriente, determinada mercadoria por um preço X. Após algum tempo, Pedro resolve dar um aumento de 30% na mercadoria. Tendo caído as vendas, ele resolve, a título de promoção, dar um desconto de 20%, na mesma mercadoria. Assim podemos concluir que o valor final desta mercadoria, na loja Expresso do Oriente é: 130% (aumento de 30%) 80% (desconto de 20%) 80% de 130% = 0,8 1,3 = 1,04 = 104%, ou seja, o comerciante Pedro Badaró teve um lucro de 4%. 17. As ações de uma certa empresa subiram 20% ao mês durante dois meses consecutivos e baixaram 20% ao mês em cada um dos dois meses seguintes. Com relação à variação sofrida por essas ações durante esses quatro meses é correto afirmar que: a) o valor das ações permaneceu inalterado; b) as ações desvalorizam 7,84%; c) as ações valorizaram 7,84%; 524

9 PORCENTAGEM d) as ações desvalorizaram 8,48%; 1,2 1,2 0,8 0,8 = 0,9216 Ou seja, Queda de -0,0784 = 7,84% 18. Antonio ganha 30% a mais que Beatriz e Carlos, 20% a menos que Antonio. Se a diferença entre os salários de Antonio e de Carlos é de R$ 130,00, qual é o salário de Beatriz? A = Salário de Antônio; B = Salário de Beatriz; C = Salário de Carlos. A = 130% B = 1,3B C = 80% A = 0,8A = 0,8 x 1,3B = 1,04 B A - C = 130 1,3 B - 1,04B = 130 0,26 B = 130 B = 500 Ou ainda podemos resolvê-lo pela diferença de salários de Antônio e Carlos: 20% equivalem R$130,00 100% será: R$650,00 (Salário de Antônio) O salário de Beatriz será: R$ 650,00 1,3 = R$ 500,00 (Cespe INSS) A falta de informações dos micros e pequenos empresários ainda é o principal motivo para a baixa adesão ao SIMPLES o sistema simplificado de pagamento de impostos e contribuições federais. Segundo pesquisa realizada pela Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) junto a empresas, entre 19 e 31 de março, a adesão ao SIMPLES apresentou o resultado mostrado no gráfico abaixo. Vão aderir (19%) Ainda não aderiram (22%) Não podem aderir (17%) Não pretendem aderir (3%) Já aderiram (39%) Com base nessas informações, julgue os itens que se seguem: 19. ( ) O número de empresas consultadas que ainda não decidiram aderir ao SIMPLES é inferior a ( ) Mais de 260 empresas consultadas não podem ou não pretendem aderir ao SIMPLES. 21. ( ) Entre as empresas consultadas, a porcentagem das que já se decidiram em relação ao SIMPLES é superior a 74%. 525

10 VALÉRIA LANNA 22. ( ) Entre as empresas consultadas que podem aderir ao SIMPLES, mais de 25% ainda não se decidiram. Resp.: E C C C 23. (Cespe BB) IPCA e INPC têm nova fórmula A partir de agosto deste ano, a apuração do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) tem novas estruturas e ponderação. Com base na Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) de 1996, a equipe do departamento de índices do IBGE repassou os hábitos de consumo e estabeleceu nova relação entre a quantidade, o preço e a participação de cada um dos produtos que compõem a lista de itens pesquisados no orçamento das famílias brasileiras. Veja, nos gráficos abaixo, a evolução da participação percentual de cada item na apuração do IPCA. Até julho de 1999 Alimentação e bebidas (27,72%) Comunicação (1,08%) Educação (3,86%) Transporte (16,87%) Artigos de residência (8,34%) Saúde e cuidados pessoais (8,80%) Despesas pessoais (9,80%) Vestuário (13,24%) Habitação (10,29%) A partir de agosto de 1999 Alimentação e bebidas (24,15%) Comunicação (2,10%) Educação (4,84%) Transporte (10,10%) Artigos de residência (6,78%) Saúde e cuidados pessoais (10,46%) Despesas pessoais (10,64%) Vestuário (6,54%) Habitação (15,39%) Com base nas informações acima, julgue os itens que se seguem, relativos ao cálculo do IPCA. I. A partir de agosto, o item Saúde e cuidados pessoais passou a ter maior participação do que tinha até julho de

11 PORCENTAGEM II. A partir de agosto, o item Vestuário passou a ter menos da metade da participação que tinha até julho de III. Até julho, a participação atribuída ao conjunto dos itens Transporte, Alimentação e bebidas, Comunicação e Educação era maior que a participação atribuída a esse mesmo conjunto a partir de agosto de IV. A partir de agosto, a participação do item Comunicação aumentou mais de 90% com relação à que tinha até julho de A quantidade de itens certos é igual a: a) 0 b) 1 c) 2 d) 3 e) 4 Resp.: E Operações com mercadorias A porcentagem está relacionada, frequentemente, no mercado financeiro e na contabilidade principalmente nas operações de compra e venda, onde tais percentuais são calculados em relação ao preço de venda ou ao preço de custo. Para simplificar destacaremos apenas os seguintes valores nestas transações: C = preço de custo L = valor do lucro (ou juros) V = preço de venda P = valor do prejuízo (ou desconto) Dessa maneira, é fácil concluir que, numa transação comercial, são válidas as seguintes relações: C + L = V C - P = V Ou seja, quando houver lucro teremos C < V e quando houver prejuízo C > V. Para conseguirmos compreender as operações com mercadorias, observemos os quadros abaixo: OPERAÇÕES COM MERCADORIAS SOBRE O PREÇO DE CUSTO SOBRE O PREÇO DE VENDA Lucro ( juros) Prejuízo ( desconto) Lucro ( juros) Prejuízo ( desconto) C 100% C 100% V 100% V 100% V i V i C 100 i C i i = taxa porcentual 527

12 QUESTÕES 528 VALÉRIA LANNA 24. O custo total de um objeto é de R$ 200,00. Por quanto deve ser vendido esse objeto para que se obtenha um lucro equivalente a 40% do custo? Que porcentagem representa o lucro, quando relacionado com o preço de venda? L = 40% de C = 40%. C = 0, = 80,00 Portanto, o preço de venda é de R$ 280,00 L V = 80 = 0,2857 = 28,57% 280 Resposta: O preço de venda é de R$ 280,00 e o lucro é de 28,57% em relação ao preço de venda. 25. O custo total de um objeto é de R$200,00. Por quanto deve ser vendido esse objeto para que se obtenha um lucro equivalente a 40% do preço de venda? Que porcentagem representa o lucro, quando relacionado com o preço de custo? Como L + C = V e L = 40% de V = 0,40V, Teremos: 0,40 + C = V C = 0,60V V = C 0,6 = 200 0,6 = 333,33 Logo: L = V - C = 333,33-200,00 = 133,33 L C = 133,33 = 0,6667 = 66,67% 200,00 Outro modo: V V = = 333,33 L = 133,33 60 Resposta: O objeto deve ser vendido por R$ 333,33 e o lucro é equivalente a 66,67% de custo. Comparando os dois exemplos concluímos que o lucro calculado sobre o preço de venda é maior do que o lucro calculado sobre o custo, assim como o prejuízo também será maior. 26. Cayan comprou um aparelho de som e o revendeu com um lucro de 20% sobre o preço de venda. Nesse caso,o lucro que Cayan obteve sobre o preço de compra é de: a) 10% b) 20% c) 25% d) 40% Resp.: C 27. Um lucro de 25% sobre o preço de custo de uma mercadoria correspondente a quanto por cento se for calculado sobre o preço de venda? 28. Um prejuízo de 50% sobre o preço custo de uma mercadoria corresponde a quanto por cento do preço de venda?

13 PORCENTAGEM OBSERVAÇÃO: Quando uma porcentagem se refere a um número que está relacionado com outra porcentagem, não podemos adicionar as porcentagens, devemos primeiro aplicar uma porcentagem e, sobre o resultado obtido, aplicar a outra. 29. Todos os alunos de uma escola se submeteram a um teste vocacional, e 10,5% demonstram tendência para engenharia. Apenas um quinto dos que apresentaram essa tendência concluiu o curso de engenharia. Com relação ao total de alunos que fizeram o teste, o número daqueles que concluíram o curso de engenharia corresponde a: A fração 1 equivale a 20%. Portanto, basta calcularmos: 5 20% de 10,5% = 0,20. 0,105 = 0, = 2,1% Resposta: 2,1% do total de alunos que fizeram o teste concluíram o curso de engenharia. 30. Um carro desvaloriza 25% ao ano. Após 2 anos qual a desvalorização do carro? 1º ano: 25% 2º ano: 25 % sobre o ano que passou. Logo a cada ano ele vale 75% do ano anterior, então: 75% 75% do valor = V = 9V 16 Resposta: Depois de 2 anos o carro vale 9/16 do valor inicial, ou seja, 56,25% do valor inicial. 31. Um negociante comprou certa mercadoria e a revendeu do seguinte modo: O primeiro quarto com um lucro de 5%; o segundo com 15% de lucro, e a metade restante, com um prejuízo de 6%. Obteve um lucro final de R$ 316,00. O negociante comprou a mercadoria por qual valor? 1 4 equivale a 25%; 1 equivale a 50% 2 Portanto, 5% de 25% de C + 15% de 25% C - 6% de 50% de C = 316 ou seja, C C C 2 = 316 5C + 15C - 12C = C = 8 C = Resposta: O negociante comprou a mercadoria por R$ ,00 ACRÉSCIMOS E DESCONTOS SUCESSIVOS Neste tipo de problema devemos seguir o raciocínio de que acréscimo é a taxa somada e desconto a taxa subtraída. 529

14 VALÉRIA LANNA Acréscimo: Desconto: i i 530 E como trata-se de porcentagem sobre porcentagem, devemos multiplicá-las. QUESTÕES 32. Em uma transação uma mercadoria foi vendida com 10% de lucro e depois revendida com 15% de lucro. Qual o lucro final de toda a transação? 10% de lucro = 110% do custo 15% de lucro = 115% do custo 10% e depois 15% sobre os 10% já calculados é: 110% 115% = 1,10 1,15 = 1,265, ou seja, 126,50%. Então concluímos que a mercadoria no final da transação valia 126,50% do valor inicial, ou seja, um lucro final de 26,50% de toda a transação. 33. Uma indústria, numa época de recessão, demite em 1 mês 10% de seus empregados, que totalizavam No mês seguinte, há uma nova demissão correspondente a 5% dos empregados restantes. a) Qual o número de empregados dessa indústria, após esses 2 meses? b) Qual a porcentagem total de demissão nesses 2 meses? a) 10% a menos equivale a 90% do que se tinha e 5% a menos equivale a 95% do que se tinha. Logo teremos: Total de empregados que sobraram: 0,90 0, = b) = D T = = 0,145 = 14,5% Resposta: No final de 2 meses, a indústria passou a ter empregados, totalizando uma demissão equivalente a 14,5% do total inicial de empregados. 34. (TRF 1ª Região MED) Denis investiu uma certa quantia no mercado de ações. Ao final do primeiro mês ele lucrou 20% do capital investido. Ao final do segundo mês, perdeu 15% do que havia lucrado e retirou o montante de R$ 5.265,00. A quantia que Denis investiu foi: a) R$ 3.200,00 b) R$ 3.600,00 c) R$ 4.000,00 d) R$ 4.200,00 e) R$ 4.500,00 Fator para o lucro de 20%: 100% + 20% = 100/ /100 = 1 + 0,2 = 1,2

15 PORCENTAGEM Fator para a perda de 15%: 100% - 15% = 100/100-15/100 = 1 + 0,15 = 0,85 O detalhe é que Denis perdeu 15% apenas do que havia lucrado, e não do montante total. ou seja: o fator de 0,85 será aplicado apenas ao lucro de 20%. Para saber o valor obtido ao final do período, multiplicamos os fatores: 0,2 0,85 = 0,17 Logo, ao fi nal do período, Denis possuía 1,17 do valor investido inicialmente, que são R$ 5.265,00. Para saber o valor investido inicialmente, podemos chamar capital investido de "C", e estabelecer a seguinte relação: 1,17 de C é igual a Matematicamente: 1,17C = Calculando o capital inicial: C = 5.265/1,17 C = Resposta: Alternativa E. 35. (TRT 22ª Região/PI ) Um comerciante compra certo artigo ao preço unitário de R$ 48,00 e o coloca à venda por um preço que lhe proporcionará uma margem de lucro de 40% sobre o preço de venda. O preço unitário de venda desse artigo é a) R$ 78,00 b) R$ 80,00 c) R$ 84,00 d) R$ 86,00 e) R$ 90,00 O problema informa que há um lucro de 40% sobre o preço de venda, e que, descontado esse lucro, o valor do produto é de R$ 48,00. Precisamos fazer o raciocínio inverso do que fizemos até o momento, pois se antes pensávamos em um fator de aumento e aplicávamos sobre um valor para descobrir o novo valor, agora aplicaremos um fator de decréscimo sobre um certo valor X, sabendo que o resultado será R$ 48,00. Organizando matematicamente: Para descontar os 40%, o fator será: 100% - 40% = 60%, ou, em valor unitário, 0,60. Esse fator deverá ser multiplicado sobre o preço com o lucro para termos o resultado 48. Assim: 0,60x = 48 x = 48/0,60 x = 80 Resposta: Alternativa B. 36. (AFR-2009 FCC) Em toda a sua carreira, um tenista já disputou N partidas, tendo vencido 70% delas. Considere que esse tenista ainda vá disputar, antes de se aposentar, mais X partidas, e que vença todas elas. Para que o seu percentual de vitórias ao terminar sua carreira suba para 90%, X deverá ser igual a a) N. b) 1,2 N. 531

16 VALÉRIA LANNA c) 1,3 N. d) 1,5 N. e) 2 N. Gabarito oficial letra E Hoje o tenista disputou N partidas e venceu 0,7N. Até se aposentar terá disputado N + X e terá vencido 0,7N + X. Dessa forma o percentual de vitórias será de (0,7N + X)/(N + X). Impondo um percentual de 90% de vitória até se aposentar, temos (0,7N + X)/(N + X) = 0,9, cujo valor de X é 2N. Letra E. TESTES 01. Em uma cerveja há 4% de álcool. Se uma pessoa toma 5 cervejas, com 600 ml cada, quanto ingeriu de álcool? 02. O salário de Pedro é igual a 90% do salário de Antônio e a diferença entre eles é de R$ 5.000,00. Qual é o salário de Pedro? 03. Num concurso de ingresso à Caixa Econômica Federal, inscreveram-se pessoas, das quais são mulheres. a) Qual a porcentagem de mulheres, com relação ao número de homens? b) Qual a porcentagem de homens, com relação ao número de mulheres? 04. Um número A é dividido em 4 partes: a primeira é a quarta parte de A; a segunda é a décima parte de A; e a terceira é a metade de A. Determine a porcentagem de cada parte. 05. O custo total de um certo produto é de R$ % desse custo referem-se à mão-de-obra, 47% desse custo são gastos com matéria-prima e o restante corresponde aos impostos devidos. Ache o valor desses impostos. 06. A produção de uma indústria de calçados passou, em um certo ano, de 600 mil para 720 mil pares. a) Qual foi o aumento percentual de produção? b) Se esse percentual de aumento se repetir para o ano seguinte, qual será a previsão da produção nesse ano? 07. Num certo ano, o aumento das mensalidades escolares foi de 54,7%. a) Qual foi o índice ou fator de atualização das mensalidades? b) Se em uma escola essa mensalidade passou a ser de R$ 618,80, qual era o valor anterior? 08. Por quanto se deve vender um automóvel que custou R$ ,00, para se obter um lucro de 40% do preço de venda? Que porcentagem representa o lucro, se relacionado com o preço de custo? 09. Por quanto se deve vender um automóvel que custou R$80.000,00, para se obter um lucro equivalente a 40% do preço de custo? Que porcentagem representa o lucro, se relacionado com o preço de venda? 532

17 PORCENTAGEM 10. Qual o preço de custo de um automóvel que foi vendido por R$60.000,00, com um lucro equivalente a 50% do preço de custo? Que porcentagem representa o lucro, se relacionado com o preço de venda? 11. Um objeto foi comprado por R$4.250,00 e vendido com um prejuízo equivalente a 25% do preço de venda. Qual foi esse preço de venda? Que porcentagem relaciona o prejuízo com o valor de compra? 12. Um objeto foi comprado por R$4.250,00 e vendido com um prejuízo equivalente a 25% do preço de custo. Qual foi esse preço de venda? Que porcentagem relaciona o prejuízo com o preço de venda? 13. Na venda de um artigo escolar, um comerciante teve um prejuízo de 10% do custo. Se o preço de venda foi de R$450,00, qual foi o preço de custo? Que porcentagem relaciona o prejuízo com o preço de venda? 14. Um vendedor ambulante vende seus produtos com um lucro de 60% do preço de venda. Qual é o seu lucro em relação ao preço de custo? 15. O preço de uma mercadoria subiu 25%. Calcule que porcentagem se deve reduzir do seu preço atual para retornar ao seu custo anterior ao aumento. 16. João ganhava R$ 8.000,00 mensais. Seu salário sofreu reajustes de 44% no primeiro semestre e de 61% no segundo semestre. Quanto João passou a ganhar mensalmente após esse dois aumentos sucessivos? Qual a porcentagem total de aumento em relação ao salário inicial? 17. Uma mercadoria teve aumentos sucessivos de 17% e 24%. Qual o valor de um único aumento equivalente? 18. Um funcionário público tem um reajuste salarial de 47% num certo ano; no ano seguinte, tem um novo reajuste de 74%. Se está ganhando R$ ,60, quanto ganhava antes dos dois reajustes? 19. Da população total de um país, 60% vivem no campo. Além disso, da população que vive no campo, 60% são mulheres. Qual a porcentagem das mulheres que vivem no campo, em relação ao total da população? 20. Uma fatura de R$ ,00 sofreu dois descontos sucessivos de 3,5% e 5%. Qual foi o valor líquido dessa fatura? Qual a porcentagem equivalente a esses dois descontos? 21. A cada ano que passa, o valor de um carro diminui 10% em relação ao seu valor no ano anterior. Se um carro é comprado por R$ ,00, qual será o seu valor após 3 anos de uso? Qual a porcentagem equivalente a essas três desvalorizações? 22. (FCC TRT 6 - Técnico Judiciário Área Administrativa/2012) Três lojas concorrem vendendo a mesma camiseta pelo mesmo preço a unidade. Uma promoção na loja Q-Preço oferece 4 dessas camisetas pelo preço de 3. A loja Melhor Compra, oferece 25% de desconto em cada uma das camisetas a partir da terceira camiseta comprada em uma mesma compra. A loja, Você Sempre Volta vende a primeira camiseta com o preço anunciado, a segunda camiseta igual é vendida com um desconto de 10%, a terceira 533

18 VALÉRIA LANNA camiseta igual é vendida com desconto de 20% e a quarta camiseta igual com desconto de 30%. Ordenan do os valores pagos por três clientes que compraram 4 dessas camisetas, cada um deles em uma dessas três lojas, observa-se que o cliente que pagou menos, pagou X % a menos do que o segundo cliente nessa ordenação crescente, em relação ao valor pago por esse segundo cliente. Desta forma, o valor de X é aproximadamente a) 12. b) 22,5. c) 25. d) 33,3. e) (FCC TRT 6 - Analista Judiciário/2012) Na câmara dos deputados de um país, 37% dos deputados compõem a base de sustentação do governo, sendo o restante da oposição. Se 2 em cada 9 deputados da oposição passarem para o bloco governista, os deputados oposicionistas ficarão reduzidos a 294. Dessa forma, a base de sustentação do governo é atualmente composta por a) 296 deputados. b) 259 deputados. c) 252 deputados. d) 240 deputados. e) 222 deputados. OBSERVAÇÃO: As questões de porcentagem misturadas com regra de três são muito comuns nos concursos, pois são abordados dois itens do conteúdo em uma única questão. 534 (CESPE) Considere que uma equipe de digitadores tenha sido destacada para a digitação de certo material. Sabendo que 3/5 da equipe, em 4 h de trabalho, digitariam 30% do material e considerando que os elementos da equipe trabalham com a mesma eficiência, julgue os itens seguintes. 24. ( ) em 8 h de trabalho, 3/4 da equipe digitariam mais de 80% do material. 25. ( ) metade do material seria digitado por 2/3 da equipe em menos de 7 h. 26. ( ) em 10 h de trabalho, para digitar todo o material, seria necessário utilizar 80% da equipe. 27. (FCC Técnico Judiciário TRT 12/ 2010) Um comerciante comprou de um agricultor um lote de 15 sacas de arroz, cada qual com 60 kg, e, por pagar à vista, obteve um desconto de 20% sobre o preço de oferta. Se, com a venda de todo o arroz desse lote ao preço de R$ 8,50 o quilograma, ele obteve um lucro de 20% so bre a quantia paga ao agricultor, então o preço de oferta era a) R$ 6 375,00.

19 PORCENTAGEM b) R$ 7 650,25. c) R$ 7 968,75. d) R$ 8 450,50. e) R$ 8 675, (FCC TRT 9 - Analista Judiciário/2010) A tabela abaixo apresenta as frequências das pessoas que participaram de um programa de recuperação de pa cientes, realizado ao longo de cinco dias sucessivos. 1º dia 2º dia 3º dia 4º dia 5º dia Quantidade de pessoas presentes Considerando que cada um dos participantes faltou ao programa em exatamente 2 dias, então, relativamente ao total de participantes, a porcentagem de pessoas que faltaram no terceiro dia foi a) 40%. b) 38,25%. c) 37,5%. d) 35,25%. e) 32,5%. 29. (BB 2010 Escriturário - CESGRANRIO) Uma empresa oferece aos seus clientes desconto de 10% para pagamento no ato da compra ou desconto de 5% para pagamento um mês apos a compra. Para que as opções sejam indiferentes, a taxa de juros mensal praticada deve ser, aproximadamente, a) 0,5%. b) 3,8%. c) 4,6%. d) 5,0%. e) 5,6%. 30. (BB 2012 Escriturário - CESGRANRIO) João tomou um empréstimo de R$ 900,00 a juros compostos de 10% ao mês. Dois meses depois, João pagou R$ 600,00 e, um mês apos esse pagamento, liquidou o empréstimo. O valor desse ultimo pagamento foi, em reais, aproximadamente, a) 240,00 b) 330,00 c) 429,00 d) 489,00 e) 538,00 535

20 VALÉRIA LANNA 31. (AFR-2009 FCC) Em toda a sua carreira, um tenista já disputou N partidas, tendo vencido 70% delas. Considere que esse tenista ainda vá disputar, antes de se aposentar, mais X partidas, e que vença todas elas. Para que o seu percentual de vitórias ao terminar sua carreira suba para 90%, X deverá ser igual a a) N. b) 1,2 N. c) 1,3 N. d) 1,5 N. e) 2 N. 32. O salário mensal de um vendedor é constituído de uma parte fixa igual a R$2.300,00 e mais de uma comissão de 3% sobre o total de vendas que exceder da R$10.000,00. Calcula-se em 10% o percentual de descontos diversos que incidem sobre seu salário bruto. Em dois meses consecutivos, o vendedor recebeu, líquido, respectivamente, R$4.500,00 e R$5.310,00. Com esses dados, pode-se afirmar que suas vendas no segundo mês foram superiores à do primeiro mês em: a) 18% b) 20% c) 30% d) 33% 33. Uma loja adota a seguinte política de venda: à vista com 10% de desconto sobre o preço de tabela, ou pagamento com 30 dias após a compra com 8% de acréscimo sobre o preço de tabela. O preço de uma mercadoria que à vista é vendida por R$540,00, para um pagamento em 30 dias, será de: a) R$ 594,00 b) R$ 641,00 c) R$ 648,00 d) R$ 652, O prefeito de uma cidade dispensou 20% dos funcionários públicos municipais e concedeu, aos que permaneceram, um reajuste salarial que elevou a folha de pagamentos em 10%. Assim, o salário médio dos funcionários sofreu uma variação de: a) 10% b) 30% c) 35,5% d) 37,5% e) 40,5% 35. Um liquidificador foi comprado segundo o seguinte plano de pagamento: uma entrada de R$20,60 e mais uma parcela de R$20,60 em 30 dias. Se o consumidor pagou efetivamente uma taxa de 3% ao mês, o valor à vista desse liquidificador era de: a) R$40,58 b) R$40,60 536

21 PORCENTAGEM c) R$41,20 d) R$41, Um produto custa R$210,00 para pagamento à vista ou é vendido em dois pagamentos iguais sendo uma entrada no ato da compra e o segundo pagamento em 30 dias. Se no financiamento é cobrado juros de 10% a.m., o valor da prestação, em reais, é de: a) 105,00 b) 110,00 c) 115,50 d) 120, Uma loja de artigos para presentes sempre colocou seus produtos à venda aplicando 50% mais sobre o preço de custo. No entanto, devido à recessão, ela anunciou uma liquidação com 20% de desconto sobre todos os produtos para pagamento à vista. Nesse caso, o lucro da loja na venda à vista cada produto será de: a) 10% b) 30% c) 20% d) 40% 38. Uma operação de desconto em um banco é realizada da seguinte forma: para cada cheque pré-datado que um lojista entrega ao banco, são calculados juros simples de 10% ao mês sobre o valor do cheque, recendo o lojista, no ato desta operação, o valor do cheque menos os juros. Nessas condições, para cheques com prazos de 2 meses, a taxa efetiva mensal de juros simples que o lojista está pagando é: a) 5% a.m. b) 10% a.m. c) 12,5% a.m. d) 25% a.m. 39. Um negociante comprou certa mercadoria e a revendeu do seguinte modo: o primeiro quarto, com um lucro de 5%; o Segundo, com 15% de lucro e a metade restante, com um prejuízo de 6%. Obteve um lucro final de R$316,00. O negociante comprou a mercadoria por a) R$ 7900,00 b) R$ 15800,00 c) R$ 18588,00 d) R$ 20200, Uma solução M de água e sal, tem 10% de sal e 90% de água. Após a evaporação de 50% da água dessa solução, a porcentagem de sal em M será aproximadamente: a) 5% b) 18% c) 22% d) 24% 537

22 VALÉRIA LANNA GABARITO ml R$ , a) 66,67% b) 150% 13 R$ 3.400,00 e 20% R$ 3.187,50 e 33,33% R$ 500,00 e 11,11% 21 R$ ,00 e 27,1% 31 E 22 A 32 C 23 E 33 C 04 25%;10%; 50%; 15% % 24 E 34 D 05 R$ 2.760, % 25 C 35 B % e a) 1,547 b) R$ 400,00 R$ ,33; 66,67% R$ ,00 e 28,57% R$ ,00 e 33,33% 16 R$ ,00 e 131,84% 26 E 36 B 17 45,08% 27 C 37 C 18 R$ ,00 28 C 38 C 19 36% 29 E 39 B 20 R$ ,00 e 8,325% 30 E 40 B 538

100 % valor correspondente a 100% outro % valor correspondente a outro %

100 % valor correspondente a 100% outro % valor correspondente a outro % PORCENTAGEM Porcentagem é a razão entre uma quantidade qualquer e 100. O símbolo % (por cento) indica a taxa percentual. 5 13 = 5%; = 13% 100 100 Observamos que a taxa pode ser escrita de forma percentual,

Leia mais

1. (TTN ESAF) Um capital de R$ 14.400,00, aplicado a 22% ao ano, rendeu R$ 880,00 de juros. Durante quanto tempo esteve empregado?

1. (TTN ESAF) Um capital de R$ 14.400,00, aplicado a 22% ao ano, rendeu R$ 880,00 de juros. Durante quanto tempo esteve empregado? 1. (TTN ESAF) Um capital de R$ 14.400,00, aplicado a 22% ao ano, rendeu R$ 880,00 de juros. Durante quanto tempo esteve empregado? a) 3 meses e 3 dias b) 3 meses e 8 dias c) 2 meses e 23 dias d) 3 meses

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV

MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV 01. (FGV) O preço de venda de um artigo foi diminuído em 20%. Em que porcentagem devemos aumentar o preço diminuído para que com o aumento o novo preço coincida com o original?

Leia mais

Exercícios base para a prova 2 bimestre e final

Exercícios base para a prova 2 bimestre e final Exercícios base para a prova 2 bimestre e final Razão e proporção 1) Calcule a razão entre os números: a) 3 e 21 b) 0,333... e 2,1 2) Determine a razão entre a terça parte de 0,12 e o dobro de 0,1. 3)

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. DEFINIÇÃO... 2 3. REPRESENTAÇÃO... 3 4. CALCULO DE PORCENTAGEM... 5. 4.1.Aumento Percentual... 6

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. DEFINIÇÃO... 2 3. REPRESENTAÇÃO... 3 4. CALCULO DE PORCENTAGEM... 5. 4.1.Aumento Percentual... 6 AULA 5 PORCENTAGEM SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. DEFINIÇÃO... 2 3. REPRESENTAÇÃO... 3 4. CALCULO DE PORCENTAGEM... 5 4.1.Aumento Percentual... 6 4.2.Desconto Percentual... 7 4.3.Aumentos E Descontos Sucessivos...

Leia mais

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA PORCENTAGENS Razão centesimal Chamamos de razão centesimal a toda razão cujo conseqüente (denominador) seja igual a. 6 270 2, 5 ; e Outros nomes usamos para uma razão centesimal são razão porcentual e

Leia mais

Aula 00 Curso: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento

Aula 00 Curso: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Curso: Matemática Financeira p/ ICMS RJ Prof. Ricardo Soncim - Aula 00 Aula 00 Curso: Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento APRESENTAÇÃO Futuros Técnicos do Seguro Social, Curso: Raciocínio

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA Professor Manuel MATEMÁTICA FINANCEIRA 01. (UNEB-2008) O proprietário de um imóvel contratou uma imobiliária para vendê-lo, pagando-lhe 5% do valor obtido na transação. Se a imobiliária recebeu R$ 5.600,00,

Leia mais

Gabarito das Autoatividades MATEMÁTICA FINANCEIRA (ADMINISTRAÇÃO/CIÊNCIAS CONTÁBEIS) 2010/2 Módulo II

Gabarito das Autoatividades MATEMÁTICA FINANCEIRA (ADMINISTRAÇÃO/CIÊNCIAS CONTÁBEIS) 2010/2 Módulo II Gabarito das utoatividades (DSÇÃO/ÊS OBS) 2010/2 ódulo USSLV D GBO DS UOVDDS GBO DS UOVDDS D 3 UDD 1 ÓPO 1 1 Defina a atemática inanceira..: atemática inanceira é uma disciplina que estuda o valor do

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Neste artigo, faremos a análise das questões de cobradas na prova

Leia mais

PORCENTAGEM. A percentagem ou porcentagem vem do latim per centum, significando "por cento", "a cada centena".

PORCENTAGEM. A percentagem ou porcentagem vem do latim per centum, significando por cento, a cada centena. PORCENTAGEM A percentagem ou porcentagem vem do latim per centum, significando "por cento", "a cada centena". O cálculo de porcentagens, seja para fins de desconto, seja para fins de acréscimo será iniciado

Leia mais

Matemática. Apostila. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Apostila. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Apostila Prof. Pedro UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS

Leia mais

Matemática. Aula: 04/10. Prof. Pedro Souza. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Aula: 04/10. Prof. Pedro Souza. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Aula: 04/10 Prof. Pedro Souza UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M9 Noções de Matemática Financeira

Matemática. Resolução das atividades complementares. M9 Noções de Matemática Financeira Resolução das atividades complementares Matemática M9 Noções de Matemática Financeira p. 9 1 (Cesesp-PE) Suponha que uma classe constituída de rapazes e moças tenha 0 alunos, dos quais 6 são moças. Assinale

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº 02. Assunto: JUROS E PORCENTAGENS

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº 02. Assunto: JUROS E PORCENTAGENS Nome: Ano: 3º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº 02 Assunto: JUROS E PORCENTAGENS 1) Porcentagem Definição: É uma fração que indica a participação de uma quantidade sobre um todo.

Leia mais

Módulo 6 Porcentagem

Módulo 6 Porcentagem Professor: Rômulo Garcia machadogarcia@gmail.com Conteúdo Programático: Razões e proporções, divisão proporcional, regras de três simples e compostas, porcentagens Site: matematicaconcursos.blogspot.com

Leia mais

matemática Taxa de porcentagem e outros tópicos de matemática financeira Elizabete Alves de Freitas

matemática Taxa de porcentagem e outros tópicos de matemática financeira Elizabete Alves de Freitas C U R S O T É C N I C O E M S E G U R A N Ç A D O T R A B A L H O 08 matemática Taxa de porcentagem e outros tópicos de matemática financeira Elizabete Alves de Freitas Governo Federal Ministério da Educação

Leia mais

Matemática. Aula: 02/10. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Aula: 02/10. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Aula: 02/10 Prof. Pedro UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS

Leia mais

(BB 2010/FCC) Um capital é aplicado, durante 8 meses, a uma taxa de juros simples de 15% ao ano, apresentando um montante igual a R$ 13.200,00 no final do prazo. Se este mesmo capital tivesse sido aplicado,

Leia mais

Módulo de Juros e Porcentagem. Juros Simples e Compostos. Sétimo Ano

Módulo de Juros e Porcentagem. Juros Simples e Compostos. Sétimo Ano Módulo de Juros e Porcentagem Juros Simples e Compostos Sétimo Ano Juros Simples e Compostos 1 Eercícios Introdutórios Eercício 1. Um investidor quer aplicar a quantia de R$ 800, 00 por 3 meses, a uma

Leia mais

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA SISTEMA MONETÁRIO É o conjunto de moedas que circulam num país e cuja aceitação no pagamento de mercadorias, débitos ou serviços é obrigatória por lei. Ele é constituído

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA Roberto César Faria e Silva MATEMÁTICA FINANCEIRA Aluno: SUMÁRIO 1. CONCEITOS 2 2. JUROS SIMPLES 3 Taxa Efetiva e Proporcional 10 Desconto Simples 12 Desconto Comercial, Bancário ou Por Fora 13 Desconto

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA - ADMINISTRAÇÃO

MATEMÁTICA FINANCEIRA - ADMINISTRAÇÃO MATEMÁTICA FINANCEIRA - ADMINISTRAÇÃO DESCONTO 1) Determinar o desconto por fora sofrido por uma letra de R$ 5.000,00 à taxa de 5% aa, descontada 5 anos antes de seu vencimento. Resp: R$ 1.250,00 2) Uma

Leia mais

EXERCÍCIOS PROF. SÉRGIO ALTENFELDER

EXERCÍCIOS PROF. SÉRGIO ALTENFELDER 1- Uma dívida no valor de R$ 60.020,54 deve ser paga em sete prestações postecipadas de R$ 10.000,00, a uma determinada taxa de juros. Considerando esta mesma taxa de juros, calcule o saldo devedor imediatamente

Leia mais

abaixo, onde a é o dividendo, d é o divisor, q é o quociente e r é o resto.

abaixo, onde a é o dividendo, d é o divisor, q é o quociente e r é o resto. Conjuntos numéricos 1) Naturais N = {0,1,2,3, } 2) Inteiros Z = { -3, -2, -1, 0, 1, 2, } Z + {1, 2, 3, } a) Divisão inteira Na divisão inteira de um número a por d, obtém se quociente q e resto r, segundo

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 1

MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 1 CAPÍTULO 1 JUROS SIMPLES MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 1 1.1) DEFINIÇÃO No cálculo dos juros simples, os rendimentos ou ganhos J em cada período t são os mesmos, pois os juros são sempre calculados

Leia mais

JUROS SIMPLES - EXERCÍCIOS PARA TREINAMENTO - LISTA 02

JUROS SIMPLES - EXERCÍCIOS PARA TREINAMENTO - LISTA 02 JUROS SIMPLES - EXERCÍCIOS PARA TREINAMENTO - LISTA 0 01. Calcular a taxa mensal proporcional de juros de: a) 14,4% ao ano; b) 6,8% ao quadrimestre; c) 11,4% ao semestre; d) 110,4% ao ano e) 54,7% ao biênio.

Leia mais

CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATEMATICA FINANCEIRA JUROS SIMPLES

CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATEMATICA FINANCEIRA JUROS SIMPLES DEFINIÇÕES: CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATEMATICA FINANCEIRA JUROS SIMPLES Taxa de juros: o juro é determinado através de um coeficiente referido a um dado intervalo de tempo. Ele corresponde à remuneração da

Leia mais

U U +E U U E Sendo E e U dois algarismos não nulos e distintos, a soma E + U é igual a

U U +E U U E Sendo E e U dois algarismos não nulos e distintos, a soma E + U é igual a Resoluções comentadas das questões de Raciocínio Lógico-Matemático da prova para escriturário do Banco do Brasil Realizada pela Cesgranrio em 15/03/2015 11. Observe a adição: U U +E U U E Sendo E e U dois

Leia mais

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA PORCENTAGEM MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA Quando é dito que 40% das pessoas entrevistadas votaram no candidato A, esta sendo afirmado que, em média, de cada pessoas, 40 votaram no candidato

Leia mais

Banco do Brasil + BaCen

Banco do Brasil + BaCen 1. TAXA Taxa [ i ] é um valor numérico de referência, informado por uma das notações: Forma percentual, p.ex. 1%. Forma unitária, p.ex. 0,01 Forma fracionária centesimal, p.ex. 1/100. Ambos representam

Leia mais

Lista de Exercícios 1

Lista de Exercícios 1 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Elétrica Disciplina de Engenharia Econômica TE142 2º Semestre de 2011 Professor James Alexandre Baraniuk Lista de Exercícios 1 1. Um jovem de 20 anos

Leia mais

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação O que é Inflação? Inflação É a elevação generalizada dos preços de uma economia O que é deflação? E a baixa predominante de preços de bens

Leia mais

2) Um equipamento de valor R$ 640,00 tem aumento de 15%. Qual o valor do novo preço?

2) Um equipamento de valor R$ 640,00 tem aumento de 15%. Qual o valor do novo preço? Porcentagem 1) Calcular 15% de 640. 2) Um equipamento de valor R$ 640,00 tem aumento de 15%. Qual o valor do novo preço? 3) Um equipamento de valor R$ 640,00 pode ser adquirido com um desconto de 15%.

Leia mais

Fundamentos da Matemática Financeira

Fundamentos da Matemática Financeira 1. (Banco do Brasil 1998) Uma geladeira é vendida a vista por R$ 1.000,00 ou em duas parcelas, sendo a primeira como uma entrada de R$ 200,00 e a segunda, dois meses após, no valor de R$ 880,00. Qual a

Leia mais

Prof. Dr. João Muccillo Netto

Prof. Dr. João Muccillo Netto Prof. Dr. João Muccillo Netto INTRODUÇÃO 1. Juros Segundo a Teoria Econômica, o homem combina Terra Trabalho Capital Aluguel Salário Juro para produzir os bens de que necessita. Juro é a remuneração do

Leia mais

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

CAIXA ECONOMICA FEDERAL JUROS SIMPLES Juros Simples comercial é uma modalidade de juro calculado em relação ao capital inicial, neste modelo de capitalização, os juros de todos os períodos serão sempre iguais, pois eles serão

Leia mais

PORCENTAGEM. PORCENTAGEM pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades.

PORCENTAGEM. PORCENTAGEM pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades. PORCENTAGEM * Definição PORCENTAGEM pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades. É visto com freqüência as pessoas ou o próprio mercado usar expressões

Leia mais

M11 Noções de Matemática Financeira

M11 Noções de Matemática Financeira Resolução das atividades complementares 4 Matemática M11 Noções de Matemática Financeira p. 7 1 Uma loja realizará uma promoção no sábado, vendendo qualquer produto com 8% de desconto. Determine o preço

Leia mais

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 M A T E M Á T I C A PROPORÇÕES Nome: Data Prof: Manoel Amaurício P O R C E N T A G E M p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 Após um aumento de p% sobre C passamos a ter 100 p C.

Leia mais

Capitalização Composta

Capitalização Composta 1. (Analista Orçamento Ministério da Administração Federal 1997) Na capitalização composta: a) A seqüência dos juros produzidos por período é constante b) A seqüência dos montantes ao fim de cada período

Leia mais

Componente Curricular: Matemática Financeira Professor: Jarbas Thaunahy

Componente Curricular: Matemática Financeira Professor: Jarbas Thaunahy Componente Curricular: Matemática Financeira Professor: Jarbas Thaunahy 1. (MDIC 2002 ESAF) Um contrato prevê que aplicações iguais sejam feitas mensalmente em uma conta durante doze meses com o objetivo

Leia mais

Prof. Diogo Miranda. Matemática Financeira

Prof. Diogo Miranda. Matemática Financeira 1. Uma alternativa de investimento possui um fluxo de caixa com um desembolso de R$ 10.000,00, no início do primeiro mês, Outro desembolso, de R$ 5.000,00, ao final do primeiro mês, e duas entradas líquidas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO LISTA 2 1) Um título, com valor de face igual a $1.000,00,

Leia mais

Matemática Financeira - Vinícius Werneck, professor do QConcursos.com

Matemática Financeira - Vinícius Werneck, professor do QConcursos.com Matemática Financeira - Vinícius Werneck, professor do QConcursos.com 1- Q236904 - Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Matemática Financeira Assuntos: Amortização; Sistema Francês

Leia mais

Matemática Financeira Módulo 2

Matemática Financeira Módulo 2 Fundamentos da Matemática O objetivo deste módulo consiste em apresentar breve revisão das regras e conceitos principais de matemática. Embora planilhas e calculadoras financeiras tenham facilitado grandemente

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES. Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões dos cargos 4 e 5 da prova da ANTAQ.

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES. Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões dos cargos 4 e 5 da prova da ANTAQ. RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões dos cargos 4 e 5 da prova da ANTAQ. Caso você entenda que cabe recurso em relação a alguma questão, não hesite

Leia mais

TÉCNICO EM CONTABILIDADE MATEMÁTICA FINANCEIRA MÓDULO 1 ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 2012

TÉCNICO EM CONTABILIDADE MATEMÁTICA FINANCEIRA MÓDULO 1 ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 2012 2012-1 TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 1 Explicando o funcionamento da disciplina e a avaliação. Serão 2 aulas semanais onde os conteúdos serão abordados, explicados e exercitados.

Leia mais

SIGNIFICADO DAS PORCENTAGENS Dizer que 10% (lê-se: dez por cento) dos brasileiros são analfabetos é igual a dizer

SIGNIFICADO DAS PORCENTAGENS Dizer que 10% (lê-se: dez por cento) dos brasileiros são analfabetos é igual a dizer Olá pessoal! Este é o nosso segundo encontro. Nele faremos uma revisão de porcentagem. Assunto muito querido pela banca FCC, Vamos começar. PORCENTAGEM TEORIA A expressão por cento significa por cada cem,

Leia mais

Essas expressões envolvem uma razão especial denominada porcentagem ou percentagem.

Essas expressões envolvem uma razão especial denominada porcentagem ou percentagem. Faculdades Integradas do Tapajós Professor: Adm. Esp. Wladimir Melo Curso: Administração 2º ADN 1, Gestão Empresarial 2º GEN 1, Processos Gerenciais 2º TPN Disciplina: Matemática Financeira 1. Porcentagem

Leia mais

Gran Cursos. Matemática Financeira Walter Sousa. Rendas Certas financiamentos e capitalizações. 1) Fluxo de Caixa. 1.1) Fluxo de Caixa Padrão

Gran Cursos. Matemática Financeira Walter Sousa. Rendas Certas financiamentos e capitalizações. 1) Fluxo de Caixa. 1.1) Fluxo de Caixa Padrão Matemática Financeira Walter Sousa Gran Cursos Rendas Certas financiamentos e capitalizações 1) Fluxo de Caixa Representa uma série de pagamentos ou recebimentos que ocorrem em determinado período de tempo.

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO O Sr. Fúlvio Oliveira, empresário de uma loja de confecções, está seriamente preocupado com seu negócio. As dívidas não param de crescer. Vamos entender sua situação.

Leia mais

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo :

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo : Título : B2 Matemática Financeira Conteúdo : A maioria das questões financeiras é construída por algumas fórmulas padrão e estratégias de negócio. Por exemplo, os investimentos tendem a crescer quando

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA AUTORIA: Prof Edgar Abreu CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA FINANCEIRA EDITAL 2010 DA CEF 1. Funções exponenciais e logarítmicas. 2. Noções de probabilidade e estatística. Juros simples e compostos:

Leia mais

O que os clientes não sabem é que o preço de qualquer peça, após o desconto, ainda é maior do que o preço original

O que os clientes não sabem é que o preço de qualquer peça, após o desconto, ainda é maior do que o preço original Atividade extra Exercício 1 Em uma loja de roupas, os preços foram remarcados com um aumento de 40%. O gerente percebeu a queda nas vendas após a remarcação e decidiu anunciar um desconto de 20% em todas

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS Parte integrante do curso Conhecendo a Calculadora HP 12C Prof. Geraldo Peretti. Página 1 Cálculos aritméticos simples. A) (3

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de ATE SEFAZ/PI

Leia mais

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010.

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. Olá pessoal! Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. 01. (Fundação CASA 2010/VUNESP) Em um jogo de basquete, um dos times, muito mais forte, fez 62 pontos a mais que o seu

Leia mais

Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium. Séries Uniformes de Pagamento

Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium. Séries Uniformes de Pagamento Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Disciplina: Matemática Financeira I Prof.: Marcos José Ardenghi Séries Uniformes de Pagamento As séries uniformes de pagamentos, anuidades ou rendas são

Leia mais

Matemática Régis Cortes PORCENTAGEM ACRÉSCIMO E DESCONTO

Matemática Régis Cortes PORCENTAGEM ACRÉSCIMO E DESCONTO PORCENTAGEM ACRÉSCIMO E DESCONTO 1 PORCENTAGEM, ACRÉSCIMOS E DESCONTOS. 01) Calcule: a) 15% de $3.000 b) 32% de 1500 c) 40% de 180 kg Resp. : a) $ 450 b) 480 c) 72kg 02) Num concurso com 200 candidatos,

Leia mais

MA12 - Unidade 10 Matemática Financeira Semana 09/05 a 15/05

MA12 - Unidade 10 Matemática Financeira Semana 09/05 a 15/05 MA12 - Unidade 10 Matemática Financeira Semana 09/05 a 15/05 Uma das importantes aplicações de progressões geométricas é a Matemática Financeira. A operação básica da matemática nanceira é a operação de

Leia mais

Matemática Régis Cortes. JURO composto

Matemática Régis Cortes. JURO composto JURO composto 1 O atual sistema financeiro utiliza o regime de juros compostos, pois ele oferece uma maior rentabilidade se comparado ao regime de juros simples, onde o valor dos rendimentos se torna fixo,

Leia mais

% de usuários. essa resposta

% de usuários. essa resposta PROVA DE MATEMÁTICA E FINANCEIRA BANCO DO BRASIL 007 - A numeração segue a ordem do caderno YANQUE. ENUNCIADO PRINCIPAL Segurança: de que forma você cuida da segurança da informação de sua empresa? Resultado

Leia mais

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 01. O gerente de uma loja de presentes está fazendo o fechamento das vendas de brinquedos no período de véspera de natal. No dia 06/11/2006 foram vendidos 14 brinquedos a

Leia mais

Aproveito o ensejo para divulgar os seguintes cursos que estou ministrando no Ponto.

Aproveito o ensejo para divulgar os seguintes cursos que estou ministrando no Ponto. Olá pessoal! Resolverei neste artigo a prova de Matemática Financeira do concurso da CVM 2010 organizado pela ESAF. Como já comentei em um artigo ontem, há apenas uma questão nesta prova com divergência

Leia mais

CURSO FREE PMES PREPARATÓRIO JC

CURSO FREE PMES PREPARATÓRIO JC CURSO FREE PMES PREPARATÓRIO JC Geometria CÍRCULO Área A = π. r 2 π = 3,14 Perímetro P = 2. π. r RETANGULO Área A = b. h Perímetro P = 2b + 2h QUADRADO Área A = l. loua = l 2 Perímetro TRIÂNGULO P = 4l

Leia mais

22.5.1. Data de Equivalência no Futuro... 22.5.2. Data de Equivalência no Passado... 2. 22.5. Equivalência de Capitais Desconto Comercial...

22.5.1. Data de Equivalência no Futuro... 22.5.2. Data de Equivalência no Passado... 2. 22.5. Equivalência de Capitais Desconto Comercial... Aula 22 Juros Simples. Montante e juros. Descontos Simples. Equivalência Simples de Capital. Taxa real e taxa efetiva. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. Descontos: Desconto racional simples e

Leia mais

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Prof. Ricardo Soncim - Aula 00 Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento APRESENTAÇÃO Curso: Matemática Financeira p/ ICMS RJ Futuros Auditores Fiscais da Receita Estadual do

Leia mais

Calcular o montante de um capital de $1.000,00, aplicado à taxa de 4 % ao mês, durante 5 meses.

Calcular o montante de um capital de $1.000,00, aplicado à taxa de 4 % ao mês, durante 5 meses. JUROS COMPOSTOS Capitalização composta é aquela em que a taxa de juros incide sobre o capital inicial, acrescido dos juros acumulados até o período de montante anterior. Neste regime de capitalização a

Leia mais

REGIME DE CAPTALIZAÇÃO COMPOSTA

REGIME DE CAPTALIZAÇÃO COMPOSTA REGIME DE CAPTALIZAÇÃO COMPOSTA No regime de Capitalização Composta, os juros prodzidos ao final de um dado período n se agregam ao capital, passando ambos a integrar a nova base de cálculo para o período

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO A Matemática Financeira como elemento de contextualização crítica no Ensino Fundamental - Prof. Ilydio Sá 1 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO 1º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO

Leia mais

GABARITO DOS EXERCÍCIOS

GABARITO DOS EXERCÍCIOS Bertolo 18/2/2006 MATEMÁTICA FINANCEIRA Gab_fin1 PAG.1 GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Juros Simples) 1.Calcule o montante de uma aplicação de R$ 50.000,00, à taxa de 2,5% ao mês, durante

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO 04 APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE nas mais diversas áreas: organização empresarial, finanças, marketing,

Leia mais

Matemática Régis Cortes JURO SIMPLES

Matemática Régis Cortes JURO SIMPLES JURO SIMPLES 1 Juros é o rendimento de uma aplicação financeira, valor referente ao atraso no pagamento de uma prestação ou a quantia paga pelo empréstimo de um capital. Atualmente, o sistema financeiro

Leia mais

EXERCÍCIOS IV SÉRIES DE PAGAMENTOS IGUAIS E CONSECUTIVOS 1. Calcular o montante, no final de 2 anos, correspondente à aplicação de 24 parcelas iguais

EXERCÍCIOS IV SÉRIES DE PAGAMENTOS IGUAIS E CONSECUTIVOS 1. Calcular o montante, no final de 2 anos, correspondente à aplicação de 24 parcelas iguais IGUAIS E CONSECUTIVOS 1. Calcular o montante, no final de 2 anos, correspondente à aplicação de 24 parcelas iguais e mensais de $ 1.000,00 cada uma, dentro do conceito de termos vencidos, sabendo-se que

Leia mais

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco.

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco. 1) BANESE - FCC 2012 Considere que em uma indústria todos os seus operários trabalham com desempenhos iguais e constantes. Sabe-se que 24 desses operários, trabalhando 6 horas por dia, durante 10 dias,

Leia mais

Sérgio Carvalho Matemática Financeira Simulado 02 Questões FGV

Sérgio Carvalho Matemática Financeira Simulado 02 Questões FGV Sérgio Carvalho Matemática Financeira Simulado 02 Questões FGV Simulado 02 de Matemática Financeira Questões FGV 01. Determine o valor atual de um título descontado (desconto simples por fora) dois meses

Leia mais

Unidade IV PLANEJAMENTO E CONTROLE. Profa. Marinalva Barboza

Unidade IV PLANEJAMENTO E CONTROLE. Profa. Marinalva Barboza Unidade IV PLANEJAMENTO E CONTROLE DE ESTOQUES Profa. Marinalva Barboza Introdução Esta unidade tem como foco os custos de estoque. Abordará os vários custos e exercícios de fixação. Custos dos estoques

Leia mais

www.concurseiro10.com.br

www.concurseiro10.com.br 1) Um capital de R$ 18.000,00, aplicados a 6% ao ano, durante 8 anos, qual o juros produzido? a) 7.640,00 b) 6.460,00 c) 8.640,00 d) 9.000,00 2) Um investidor aplicou R$10.000,00, à taxa de 13% ao mês

Leia mais

Matemática Financeira II

Matemática Financeira II Módulo 3 Matemática Financeira II Para início de conversa... Notícias como essas são encontradas em jornais com bastante frequência atualmente. Essas situações de aumentos e outras como financiamentos

Leia mais

Denominando o preço das caixas tipo 2B de C e as caixas flex por F, pode-se escrever um sistema:

Denominando o preço das caixas tipo 2B de C e as caixas flex por F, pode-se escrever um sistema: 1. Considere que, em uma empresa, 50% dos empregados possuam nível médio de escolaridade e 5%, nível superior. Guardadas essas proporções, se 80 empregados dessa empresa possuem nível médio de escolaridade,

Leia mais

No cálculo de porcentagem com operações financeiras devemos tomar muito cuidado para verificar sobre quem foi calculada essa porcentagem.

No cálculo de porcentagem com operações financeiras devemos tomar muito cuidado para verificar sobre quem foi calculada essa porcentagem. 1º BLOCO... 2 I. Porcentagem... 2 Relacionando Custo, Venda, Lucro e Prejuízo... 2 Aumentos Sucessivos e Descontos Sucessivos... 3 II. Juros Simples... 3 III. Juros Compostos... 4 2º BLOCO... 6 I. Operadores...

Leia mais

Juros Simples. www.siteadministravel.com.br

Juros Simples. www.siteadministravel.com.br Juros Simples Juros simples é o acréscimo percentual que normalmente é cobrado quando uma dívida não foi pago na data do vencimento. Financiamento de casa própria A casa própria é o sonho de muitas famílias,

Leia mais

CURSO TÉCNICO MPU Disciplina: Matemática Tema: Matemática básica: potenciação Prof.: Valdeci Lima Data: Novembro/Dezembro de 2006 POTENCIAÇÃO.

CURSO TÉCNICO MPU Disciplina: Matemática Tema: Matemática básica: potenciação Prof.: Valdeci Lima Data: Novembro/Dezembro de 2006 POTENCIAÇÃO. Data: Novembro/Dezembro de 006 POTENCIAÇÃO A n A x A x A... x A n vezes A Base Ex.: 5.... n Expoente Observação: Em uma potência, a base será multiplicada por ela mesma quantas vezes o expoente determinar.

Leia mais

Análise e Resolução da prova do ISS-Cuiabá Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova do ISS-Cuiabá Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Análise e Resolução da prova do ISS-Cuiabá Neste artigo, farei a análise das questões de cobradas na prova do ISS-Cuiabá, pois é uma de minhas

Leia mais

PROVA DO BANCO DO BRASIL CESGRANRIO - 2010

PROVA DO BANCO DO BRASIL CESGRANRIO - 2010 PROVA DO BANCO DO BRASIL CESGRANRIO - 2010 Prof. Pacher Ordem da prova amarela 11. Um investidor aplicou certa quantia em um fundo de ações. Nesse fundo, 1/ das ações eram da empresa A, ½ eram da empresa

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Nas questões de 31 a 60, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a folha de respostas, único documento válido para a correção das

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES Olá pessoal! Neste ponto resolverei a prova de Matemática Financeira e Estatística para APOFP/SEFAZ-SP/FCC/2010 realizada no último final de semana. A prova foi enviada por um aluno e o tipo é 005. Os

Leia mais

Lista de Exercícios para a Prova Substitutiva de Matemática Financeira Parfor Matemática

Lista de Exercícios para a Prova Substitutiva de Matemática Financeira Parfor Matemática Lista de Exercícios para a Prova Substitutiva de Matemática Financeira Parfor Matemática 1. Se 35 m de um tecido custam R$ 140, quanto se pagará 12 m? 2. Se 20 tratores levaram 6 dias para realizar um

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE MOCOCA. Av. Dr. Américo Pereira Lima, S/Nº Jardim Lavínia Mococa/SP CEP 13736-260 (19) 3656-5559

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE MOCOCA. Av. Dr. Américo Pereira Lima, S/Nº Jardim Lavínia Mococa/SP CEP 13736-260 (19) 3656-5559 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE MOCOCA Curso: Informática Informática Gestão de Negócios. Disciplina: Administração Financeira e Orçamentária. Professor(a): Darlan Marcelo Delgado. Lista de Exercícios:. Conteúdo

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA Roberto César Faria e Silva MATEMÁTICA FINANCEIRA Aluno: SUMÁRIO 1. CONCEITOS 2 2. JUROS SIMPLES 3 Taxa Efetiva e Proporcional 10 Desconto Simples 12 Desconto Comercial, Bancário ou Por Fora 13 Desconto

Leia mais

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Curso: Matemática Financeira p/ ICMS RJ Prof. Ricardo Soncim - Aula 00 Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento APRESENTAÇÃO Caros alunos e alunas, Bem vindos ao curso online

Leia mais

PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001

PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001 PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001 16. Após a finalização de um concurso de conhecimentos gerais, os dados foram organizados e apresentados em um infográfico, conforme abaixo. Sabe-se que,

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA PROF. DANIEL DE SOUZA INTRODUÇÃO:

MATEMÁTICA FINANCEIRA PROF. DANIEL DE SOUZA INTRODUÇÃO: 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA PROF. DANIEL DE SOUZA INTRODUÇÃO: O PRINCIPAL CONCEITO QUE ORIENTARÁ TODO O NOSSO RACIOCÍNIO AO LONGO DESTE CURSO É O CONCEITO DO VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO. EMPRÉSTIMOS OU INVESTIMENTOS

Leia mais

Introdução à Matemática Financeira

Introdução à Matemática Financeira Introdução à Matemática Financeira Atividade 1 Por que estudar matemática financeira? A primeira coisa que você deve pensar ao responder esta pergunta é que a matemática financeira está presente em muitos

Leia mais

APRESENTAÇÃO...4 INTRODUÇÃO...6. 1. Números Proporcionais...7

APRESENTAÇÃO...4 INTRODUÇÃO...6. 1. Números Proporcionais...7 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...4 INTRODUÇÃO...6 1. Números Proporcionais...7 2. Operações sobre Mercadorias... 12 2.1 - Preços de custo e venda:...13 2.2 - Lucros e Prejuízos:...13 3. Taxa de Juros...17 3.1 -

Leia mais

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso 01 Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Texto para as questões de 31 a 35 conta saldo despesa de salários 10 COFINS a recolher 20 despesas de manutenção e conservação 20 despesa de depreciação 20 PIS a recolher 30 despesas

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução das questões de MATEMÁTICA da prova para o cargo de Técnico Bancário do Banco da Amazônia (BASA) 2015. Caso você entenda

Leia mais

Prof. Ulysses Sodré - E-mail: ulysses@uel.br Matemática Essencial: http://www.mat.uel.br/matessencial/ 9 Porcentagem 10. 10 Juros Simples 12

Prof. Ulysses Sodré - E-mail: ulysses@uel.br Matemática Essencial: http://www.mat.uel.br/matessencial/ 9 Porcentagem 10. 10 Juros Simples 12 Matemática Essencial Proporções: Aplicações Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 25 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré - E-mail: ulysses@uel.br Matemática Essencial: http://www.mat.uel.br/matessencial/

Leia mais