APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO"

Transcrição

1 APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO ANO

2 ÍNDICE 1 - Provisão de 13º Salário e Férias Preparando a Provisão 1.1 Cadastro de Provisão de férias 1.2 Cadastro de provisão de 13º Salário 1.3 Relatório de Provisão de Férias 1.4 Relatório de Provisão de Décimo Terceiro 1.5 Geração de Lançamentos Seqüenciais (Provisão) 1.6 Listagem do seqüencial de Férias 1.7 Listagem do Seqüencial de 13º Salário 2 Gera Base INSS Empregador Preparando a Geração da Base de INSS Empregador 2.1 Opção no Sistema 2.2 Parâmetros para Execução 3 Contabilização Preparando a Contabilização 3.1 Parametrização de Tabelas Contábeis Históricos Contábeis 3.3 Plano de Contas 3.4 Centro de Custos 3.5 Plano de Custos 3.6 Plano de Contas Filial 3.7 Vencimentos e Descontos 4 -. Contabilização 4.1 Contabilização em Meio Magnético Layout 4.3 Espelho da Contabilização Meio Magnético 5 Gerador de Layout para Contabilidade 5.1 Layout do Arquivo 2

3 1 PREPARANDO A PROVISÃO PROVISÃO DE 13 º SALÁRIO E FÉRIAS Nesta opção, o Sistema de Administração de Pessoal provisiona 13º e Férias, com valores acumulados, em uma coluna especifica. O próprio programa se encarregada de efetuar os acertos, caso tenha sido provisionado a menor ou estorno, caso tenha sido provisionado a maior que o valor pago nas férias CADASTRO DE PROVISÃO DE FÉRIAS Esta opção tem por finalidade permitir que seja incluída, alterada e excluída alguma informação da provisão de férias, servindo também para consultas. Observações: 3

4 1 - Para que a provisão de férias sejam corretas, deverá ser verificada a escala de férias, se todos os períodos aquisitivos estejam criados. 2 - Verificar se constam todos os períodos aquisitivos vencidos e não gozados e com a situação = Não Não Gozou; 3 - Verificar se constam todos os períodos aquisitivos não vencidos (proporcionais), isto é, já inicializados mas ainda não concluídos; 4 - Verificar se constam períodos aquisitivos já gozados mas na situação encontram-se parametrizados com Não Não Gozou; 5 - Não é necessário lançar períodos aquisitivos já gozados; 6 - Na implantação da Provisão, deverá ser gerada a provisão e os valores serão provisionados automaticamente. 7 - Caso queira provisionar as férias com médias, deverá ser gerada a média pelo Sistema ou ser informada na escala de férias. 8 - Para geração dos novos períodos aquisitivos, devem ser gerados na opção - Folha - Férias - Rotinas de Férias - Anuais - Geração do Período Aquisitivo. 9 Deve ser provisionado com o financeiro já atualizado. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Dados Cadastrais Mês/Ano -Preencher com o mês e ano (MM/AAAA), desejado para verificação. Período - Preencher com o período (ano) desejado para verificação da Provisão de Férias. Ordem - Preencher com número 1 (um) quando férias gozadas em único período, ou 1a. parte. Preencher com 2 (dois) para complementação do período, 2a. parte caso já tenha dado antecipação de férias no mesmo período. Código - Preencher com o código de identificação da Empresa do funcionário no Sistema. Nome da Empresa - Preenchido automaticamente, com o nome da Empresa selecionada. Valor Prov. no Mês - Valor de férias provisionado no mês. Valor Pago no Mês - Valor de férias que foi pago ao funcionário no mês da provisão. 4

5 Valor Estorno - Será informado o último valor considerado para acerto da variação da provisão. Este valor será gerado durante a provisão sempre que o Valor Acumulado, for maior que o valor da provisão do período, com o objetivo de efetuar o acerto do mesmo CADASTRO DE PROVISÃO DE 13º SALÁRIO Esta opção tem por finalidade permitir que seja incluída, alterada e excluída alguma informação da provisão de 13o. Salário, servindo também para consultas. Observações: 1 Verificar a quantidade de meses trabalhados de 13º salário no cadastro de funcionários, em Dados Funcionais \ página dois \ qtde. meses. Trab. 2 Para a geração da média de 13º salário, deverá ser verfificado na tabela de vencimentos e descontos, as verbas que estão com M de média para 13º, gerará média e as verbas que estão com I de inteiro, serão incorporadas ao salário para cálculo do 13º salário. 3 Na implantação deste programa, deverá ser lançado o valor acumulado de provisão de 13º salário, para a partir desta informação o Sistema provisionar corretamente. 4 - Para uma completa provisão, o financeiro do mês deverá estar atualizado. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Dados Cadastrais Mês/Ano - preencher com o mês e ano (MM/AAAA), desejado para verificação. Código - preencher com o código de identificação da Empresa do funcionário no Sistema. Nome da Empresa - preenchido automaticamente, com o nome da Empresa selecionada. Referência - preencher com o número de referência para identificação da matrícula. Preenchido automaticamente com 1, caso não esteja parametrizado para uso deste campo 5

6 Matrícula - preencher com o número da matrícula do funcionário na Empresa (Filial). A última posição (sétima) correspondente ao DV (dígito verificador). Nome do Funcionário - preenchido automaticamente com o nome do funcionário quando selecionada a matrícula. Valor Acumulado - valor de 13º Salário já provisionados em meses anteriores ao da provisão do mês. Antecipado - valor de 13º Salário já pago ao funcionário em meses anteriores a provisão do mês. Valor Prov. no Mês - valor de 13º Salário provisionado no mês da provisão. Valor Pago no Mês - valor de 13º Salário que foi pago ao funcionário no mês da provisão. Valor Estorno - será informado o último valor considerado para acerto da variação da provisão. Este valor será gerado durante a provisão sempre que o Valor Acumulado, for maior que o valor da provisão do período, com o objetivo de efetuar o acerto do mesmo RELATÓRIO DE PROVISÃO DE FÉRIAS Esta opção tem por finalidade gerar a provisão de férias propriamente dita, informando os valores do saldo anterior do que foi provisionado e pago no mês, o estorno e o novo saldo, bem como a situação do funcionário. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Matrícula - aparecerá neste campo as matrículas que estarão sendo processadas quando na execução da opção. Considera Férias mês seguinte para baixa Caso queira baixar da provisão, os valores referente a férias mês 2, que estejam no movimento de pagamento, após efetivação das férias. 6

7 Considera Verbas do Movimento p/ financeiro sem valor Caso queira considerar para provisão as verbas parametrizadas como inteiro para férias que estejam no movimento de pagamento, quando o financeiro do mês não estiver atualizado. Deseja Provisionar Afastados Sem vencimentos Marcar, caso queira que seja provisionado, mesmo que o funcionário esteja afastado sem vencimentos.. Relatório Analítico Se marcar, indicará que o relatório de provisão sairá analiticamente, isto é, a provisão será discriminada para cada funcionário. Sintético Se marcar, indicará que o relatório de provisão sairá somente com os totais. Mês/Ano a considerar Mês - digite o mês desejado para emissão do relatório de provisão de férias. Ano - digite o ano desejado para emissão do relatório de provisão de férias. Obs.: 1- Caso não exista uma provisão gerado referente ao mês e ano selecionado, o sistema fará a seguinte pergunta: - Provisão Anterior não encontrada. Considerar esta a primerira?. Sim Não Sim - caso queira considerar como a primeira provisão, neste caso o sistema gerará o arquivo de Provisão de Férias baseando-se na escala de férias e em seu conteúdo. Não - caso não queira considerar como a primeira provisão, neste caso o sistema apenas emitirá a Provisão de Férias referente ao mês e ano selecionado e não será criado o arquivo. 2- Caso já exista uma provisão gerado referente ao mês e ano selecionado, o sistema fará a seguinte pergunta: - Provisão já gerada. Apenas imprime?. Sim Não Sim - caso queira somente imprimir o relatório de provisão, neste caso o sistema somente verificará os valores existentes no arquivo de provisão de férias e o imprimirá. Não - caso queira recriar o arquivo provisão de férias referente ao mês e ano pedido em tela, neste caso o sistema inicializará um novo arquivo baseando-se nos dados existente no arquivo de férias e pegará os valores do arquivo referente ao mês anterior (caso tenha). Após selecione a ordenação desejada para emissão do relatório. 7

8 1.4 - RELATÓRIO DE PROVISÃO DE DÉCIMO TERCEIRO Esta opção, tem por finalidade gerar a provisão de 13o. Salário propriamente dita, informando o valor do mês, o valor pago, o valor do estorno e o valor acumulado de cada funcionário. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Matrícula - aparecerá neste campo as matrículas que estarão sendo processadas quando na execução da opção. Meses Comissão Informar a quantidade de meses para gerar média de comissão para o 13º salário. A verba de comissão, deverá estar com M de média na tabela de vencimentos e descontos, na aba inteiro/media/natureza, no campo Férias. Inibe Relatório Antecipação de 13º p/ quitados no mês deverá ser marcado caso tenha antecipação de 13º salário no mês que está gerando a provisão e não queira que saia na provisão. Considera Verbas do Movimento p/ financeiro sem valor Caso queira considerar para provisão as verbas parametrizadas como inteiro para 13º salário que estejam no movimento de pagamento, quando o financeiro do mês não estiver atualizado. Relatório Analítico - clique o botão do mouse, dentro do circulo, quando o circulo estiver desta forma, indicará que o relatório de provisão sairá analiticamente, isto é, que saia a provisão discriminada para cada funcionário. Sintético - clique o botão do mouse, dentro do circulo, quando o circulo estiver desta forma, indicará que o relatório de provisão sairá somente com os totais. 8

9 Média Valor - clique o botão do mouse, dentro do circulo, quando o circulo estiver desta forma, indicará que a média a ser gerada e emitida no relatório de provisão será em valor, isto é, a média para a prvisão do 13º Salário será achada através de valores recebidos. Hora - clique o botão do mouse, dentro do circulo, quando o circulo estiver desta forma, indicará que a média a ser gerada e emitida no relatório de provisão será em horas, isto é, a média para a prvisão do 13º Salário será achada através da quantidade de horas recebidas. Mês/Ano a considerar Mês - digite o mês desejado para emissão do relatório de provisão de férias. 2 posições, numérico. Ano - digite o ano desejado para emissão do relatório de provisão de férias. 4 posições, numérico. Obs.: 1- Caso não exista uma provisão gerado referente ao mês e ano selecionado, o sistema fará a seguinte pergunta: - Provisão Anterior não encontrada. Considerar esta a primeira?. Sim Não Sim - caso queira considerar como a primeira provisão, neste caso o sistema gerará o arquivo de Provisão de 13º Salário baseando-se na ficha financeira e em seu conteúdo. Não - caso não queira considerar como a primeira provisão, neste caso o sistema apenas emitirá a Provisão de 13º Salário referente ao mês e ano selecionado e não será criado o arquivo. 2- Caso já exista uma provisão gerado referente ao mês e ano selecionado, o sistema fará a seguinte pergunta: - Provisão já gerada. Apenas imprime?. Sim Não Sim - caso queira somente imprimir o relatório de provisão, neste caso o sistema somente verificará os valores existentes no arquivo de provisão de 13º Salário e o imprimirá. Não - caso queira recriar o arquivo provisão de 13º Salário referente ao mês e ano pedido em tela, neste caso o sistema inicializará um novo arquivo baseando-se nos dados existente no arquivo da ficha financeira e pegará os valores do arquivo referente ao mês anterior (caso tenha). Após selecione a ordenação desejada para emissão do relatório. 9

10 1.5 - GERAÇÃO DE LANÇAMENTOS SEQÜENCIAIS (PROVISÃO) Esta opção, tem como finalidade gerar um arquivo seqüencial, contendo os dados da Provisão de Férias e do 13o. Salário, para que possa ser juntado ao arquivo de Contabilização da Folha de Pagamento em Meio Magnético. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Mês /ano a considerar Mês - digite o mês desejado para geração do arquivo contábil. Ano - digite o ano desejado para geração do arquivo contábil. Nome do arquivo - preencher com o nome desejado do arquivo contábil a ser gerado LISTAGEM DO SEQÜENCIAL DE FÉRIAS Selecione esta opção, caso queira emitir a listagem dos dados de provisão de Férias, existentes no arquivo sequencial gerado para a contabilização. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Selecione o Arquivo de Provisão - preencher com o nome do arquivo de provisão a ser lido pelo programa. Ou indique onde o arquivo foi gravado. 10

11 1.7 - LISTAGEM DO SEQÜENCIAL DE 13º SALÁRIO Selecione esta opção, caso queira emitir a listagem dos dados de provisão de 13º Salário, existentes no arquivo sequencial gerado para a contabilização. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Selecione o Arquivo de Provisão - preencher com o nome do arquivo de provisão a ser lido pelo programa. Ou indique onde o arquivo foi gravado. GERA BASE INSS EMPREGADOR 2 PREPARANDO A GERAÇÃO DA BASE INSS EMPREGADOR Para execução deste programa é necessário que exista na Tabela de Vencimentos e Descontos a seguinte verba: Código 527 = Base de INSS Empregador Esta opção deve ser executada após o financeiro atualizado, de onde serão apurados os valores para gera a base 527. Os percentuais na tabela de filiais nos campos Empresa, Salário Educação, Acidente de Trabalho e Terceiros, deverão ser preenchidos. Caso encontrem-se zerados na tabela de filiais, assumirá os percentuais da tabela Percentuais para Guia de INSS Centralizado. Os percentuais para Diretores, serão apurados com base nos percentuais da Tabela Percentuais para Guia de INSS Centralizado. Será criada a base 527, para cada funcionário, individualmente, no financeiro. 11

12 2.1 - Opção tem por finalidade de gerar bases para pagamento de INSS empregador para Contabilização PARÂMETROS PARA EXECUÇÃO Selecione a opção e clique em OK, para geração. 12

13 3 - PREPARANDO A CONTABILIZAÇÃO CONTABILIZAÇÃO Para executar a Contabilização da Folha de Pagamento por centro de custo, deve se acessar a opção de Configuração da Folha na aba Centro de Custo, e selecionar O Sistema Utiliza O Procedimento de Centro de Custo. Caso selecione esta opção, abrirá mais uma opção em Tabelas \ Tabelas Contábeis chamada Centro de Custo, como mostra as figuras abaixo 13

14 3.1 - PARAMETRIZAÇÃO DE TABELAS CONTÁBEIS HISTÓRICOS CONTÁBEIS Esta opção, define a tabela do Histórico Contábil usado pela contabilidade da Empresa. Código - Preencher com o código para identificação do histórico contábil. Nome do Histórico - Preencher com o nome do Histórico Contábil, de acordo com o uso do contador. Esta opção não é obrigatória. 14

15 3.3 -PLANO DE CONTAS Esta opção, define a tabela das contas que serão usadas, para contabilização de sua folha de pagamento. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Código - Preencher com o código de ordenação dos Códigos Contabeis. Código Contábil - Preencher com o número do Código Contábil. Nome da Conta -Preencher com o nome da (descrição) da conta, conforme sua contabilidade. Código - Preencher com o código do histórico conforme sua contabilidade ou pressione a seta existente ao lado deste campo, aparecerá os número dos códigos já cadastrados em sua Tabela de Históricos Contábeis, Histórico Padrão - preenchido automaticamente, com a nome do Histórico padrão selecionado. Natureza Credora Marque se o Código Contábil, for de uma Conta Credito. Devedora Marque se Código Contábil, for de uma Conta Débito Mista Marque se Código Contábil, for de uma Conta que pode ser Débitop ou Crédito. Não Utiliza Centro de Custos Marque se o arquivo contábil não será classificado por centro de custo. 15

16 3.4 -CENTRO DE CUSTOS Nesta opção, deverão ser cadastrados os Centros de Custos. Código Preencher com o código de ordenação dos Centros de Custos. Identificação do Centro de Custo Preencher com a identificação de c entro de Custo informados pela Contabilidade PLANO DE CUSTOS Nesta opção, poderá ser informado Códigos Contábeis, diferentes para diferentes Centos de Custos, caso queira contabilizar por Centro de Custo e cada um com um Código Contábil diferente. Código - Selecione o Plano de Contas já cadastrado na Tabela de Plano de Contas. Nome do Plano de Contas Preenchido automaticamente, ao selecionar o código. 16

17 Código Selecione o Código do Centro de Custo já cadastrado na Tabela de Centro de Custos. Identificação do Centro de Custo Preenchido automaticamente, ao selecionar o código de centro de custo. Código Contábil Preencher com Código Contábil diferente, para cada Centro de Custo PLANO DE CONTAS - FILIAL Nesta opção, poderá ser informado Códigos Contábeis, diferentes para diferentes Filiais, caso queira contabilizar por Filial e cada uma com um Código Contábil diferente. Código - preenchido automaticamente com 001, que é o código da Empresa principal do Sistema. Já definida na Tabela de Empresas. Obs.: Caso seja versão Multi-empresas, pressione o botão do mouse, em cima da seta existente ao lado deste campo, e aparecerá os códigos das Empresas já cadastradas, com os seus respectivos nomes, pressione o botão do mouse, ou tecle <ENTER> em cima do código e nome tarjado, e será assumido este. Nome da Empresa - preenchido automaticamente, com o nome da Empresa, que é a Empresa principal do Sistema. Já definida na Tabela de Empresas. Código - preencher com o código da Filial. O código deverá contar na Tabela de Filiais. Ou pressione a seta e escolha o código da filial. Nome da Filial - preenchido automaticamente, quando selecionada a Filial. Código - Preencher com o código de identificação de sua Tabela de Plano de Contas. Código Contábil - Preencher com o número contábil do Plano de Contas da Filial. Ou pressione a seta e escolha o código da filial 17

18 3.7 - VENCIMENTOS E DESCONTOS Nesta tabela, deverá ser informado, para cada Vencimento ou Desconto o código da Conta Débito ou Conta Crédito cadastrado na tabela de Planos de Contas. Selecione na seta os códigos existentes. No campo C. Débito, somente aparecerá as contas criadas como Débito e no campo C. Crédito, somente as contas criadas com Crédito. Aparecerá nos dois campos, caso a conta for criada com Mista. Pode ser preenchida de duas formas: partida simples ou dobrada. Partida Simples: Neste caso todo vencimento só tem preenchido o campo C. Débito, e todos os descontos o campo C. Crédito. Partida Dobrada: Para cada verba serão preenchidos os campos C.Débito e C.Crédito. 4 - CONTABILIZAÇÃO 18

19 Em Consolidado, Contabilização Consolidado, assim como em todas as Folhas, poderá ser gerado o arquivo de contabilização, em Contabilização Meio Magnético CONTABILIZAÇÃO EM MEIO MAGNÉTICO Esta opção, permite que seja gerado um arquivo em meio magnético para a contabilização, para ser integrado ao Sistema Contábil (informatizado), através do arquivo de pagamento processado. Clique em Nome do Arquivo, ele ficando amarelo, acrescente com uma barra e informe o nome do Arquivo que será criado. Gera Lançamento Líquido Marque caso a contabiliade seja feita com a verba Liquido Data de Processamento Preencher com a data da geração do arquivo. Geração com Provisões de Férias e 13º - Marque, caso tenha a opção de Contabilização de Férias e 13º Salário Especial. Nome do Arquivo Provisão Indique onde foi gravado o arquivo de provisão, para ser acrescentado no arquivo contábil. Tratar Percentual de Autônomo Marque e indicará que deseja que seja gerado no arquivo contábil os valores correspondente aos Autônomos. Neste caso será considerado os valores existentes na opção Consolidado - Atualiza Dados p/recolhimento. Obs.: Os valores serão gravados na verba BASE INSS EMPREGADOR AUTÔNOMO e a mesma deverá estar parametrizada as Contas Débito, Crédito Geração - Filial Se marcado indicará que foi selecionado a ordenação Filial para geração do arquivo. 19

20 Lotação Se marcado indicará que foi selecionado a ordenação Lotação para geração do arquivo. Centro de Custo Se marcado indicará que foi selecionado a ordenação Centro de Custo para geração do arquivo. Filial/Lotação Se marcado indicará que foi selecionado a ordenação Filial/Lotação para geração do arquivo. Filial/Centro de Custo - Se marcado indicará que foi selecionado a ordenação Filial/Centro de Custo para geração do arquivo. Forma Analítica - Marcando, indicará que o arquivo será gerado de forma analítica, isto é, será gerado verba por verba. Sintética - Marcando, indicará que o arquivo será gerado de forma sintética, isto é, será gerado agrupando os códigos. 5.1 LAYOUT DO ARQUIVO Abaixo Layout do arquivo que será criado pelo nosso Sistema. Arquivo Line Seqüencial Este arquivo será criado "conforme nome informado" REGISTRO HEADER TAM TIPO INÍCIO FIM Opção da Geração usada 01 Numérico Numérico Mês de processamento Ano de processamento 04 Numérico Identificador (1) Uma empresa (0) todas 01 Numérico Empresa (código da Empresa ou Zeros) 03 Numérico

21 REGISTRO DETALHE TAM TIPO INICIO FIM Conta 18 Alfanuméric (Tabela plano de contas Campo Código Contábil) quando gerada a contabilização pelas opções filial, lotação ou filial / lotação. (Tabela de Lotações Campo Identificação C. de Custo) Quando gerada a contabilização pela opção Lotação e utiliza conta centro de custo. (tabela plano de custos Campo código contábel) quando gerada a contabilização pelas opçpões Centro de Custoi e filial/centro de custo. o Conta Real 21 Alfanuméric Idem ao campo acima sem os caracteres Descrição (tabela planos de contas campo nome da conta Tipo de Lançamento D = débito ou C = crédito Centro de Custo (tabela de centro de cuswtos campo identificação centro de custo) Código Filial (Código da tabela de filial) Código hierárquico (Tabela de lotações campo código hierárquico) Nome lotação (Tabela lotações campo nome resumido) Código histórico (tabela históricos contábeis campo código) Descrição histórico (tabela histórico contábeis campo nome do histórico) Data geração Data aceita em tela não será gravada barras (ddmmaaaa) Valor (com 2 casas decimais) Código empresa (tabela empresa campo código) Código verba (tabela vencimentos e descontos campo código) se forma geração analítica Descrição da verba (Tabela vencimento e descontos campo nome da verba) se forma geração analítica. o 30 Alfanuméric o 01 Alfanuméric o 18 Alfanuméric o 03 Alfanuméric o 25 Alfanuméric o 15 Alfanuméric o 05 Alfanuméric o 50 Alfanuméric o 08 Alfanuméric o Numérico Alfanuméric o 03 Numérico Alfanumeric o

22 4.3 -ESPELHO DA CONTABILIZAÇÃO MEIO MAGNÉTICO Nesta opção, poderá ser impresso o espelho da arquivo de contabilização gerado. DESCRIÇÃO DO CAMPO Nome do Arquivo - preencher com o caminho e com o nome do arquivo contábil em que deseja que seja impresso o espelho. 5 GERADOR DE LAYOUT PARA CONTABILIDADE Esta opção deverá ser utilizada caso o arquivo gerado pelo Sistema, não esteja de acordo com o layout do arquivo do programa de contabilidade utilizado. 22

23 Esta opção, permite que o próprio usuário gere (transforme) o arquivo contábil gerado pelo nosso Sistema. Para o layout do seu Sistema contábil, para que possa ser importado. Para que isto ocorra basta criar através desta opção o layout do seu arquivo contábil a ser importado. DESCRIÇÃO DOS CAMPOS Arquivo de Entrada - Preencher com o caminho e o nome do Arquivo contábil que foi gerado pelo Sistema de Administração de Pessoal. Índice de Arquivo (Saída) Para criar um novo índice de saída, selecione 000 e dê o nome do novo arquivo. Após gravar este índice de saída, ficará disponível para a próxima geração, bastando clicar na seta para acessá-lo. Arquivo Saída - preencher com o nome do arquivo, em que deverá ser criado o arquivo. Conta sem o DV Marcar, caso não utilize conta com dígito verificador. Header (DOS) - Clique o botão do mouse, dentro do quadrado, quando o quadrado estiver desta forma, indicará que deseja gerar o Header no arquivo no mesmo padrão do DOS (Só para clientes que executavam o nosso Sistema Em MS-DOS). Campos Relacionados - selecione nesta caixa, os campos relacionados (existentes) do nosso arquivo contábil. Pressione o botão do mouse, em cima da descrição do campo relacionado a ser extraído do nosso arquivo para o layout de sua contabilidade. Quando o mesmo estiver tarjado será assumido este. 23

24 5.1 LAYOUT DO ARQUIVO NOSSO LAYOUT Conta (Tabela Plano de contas Campo Código Contábil) quando gerada a contabilização pelas opções Filial, Lotação ou Filial/Lotação (Tabela de lotações Campo Identificação C. de Custo) quando gerada a contabilização pela opção lotação e utiliza conta do centro de custo./(tabela plano de custos campo código contábil) quando gerada a contabilização pelas opções centro de custo e filial/centgro de custoi Conta Real Idem ao campo acima sem os caracteres Descrição Tabela plano de contas campo nome da conta) Tipo de Lançamento D débito ou C Crédito Centro de Custo (tabela Centro de custos Campo identificação centro de custos) Código Filial ( código da tabela de filial) Código Hierárquico (Tabela Lotações campo código hierárquico) Nome Lotação (tabela lotações Campo nome resumido) Código Histórico (Tabela históricos contábeis campo código) Descrição Histórico (tabela históricos contábeis campo nome do histórico) Data Geração Data aceita em tela não será gravada as barras Ddmmaaaa Valor (com 2 casas decimais) Código Empresa (tabelas Empresas Campo código) CAMPOS RELACIONADOS * Constante * Contador Conta Conta Real Descrição da Conta Tipo Centro de Custo Código da Filial Código Hierárquico Nome Lotação Código do Histórico Descrição do Histórico Data da Geração Valor Código Empresa * Data do Sistema 24

25 Código da verba (tabela vencimento e descontos campo código) se forma geração analítica Descrição da Verba (Tabela vencimento e descontos campo nome da verba) se forma geração analítica Código da Verba Descrição da Verba * Sinal Observações: * Os campos, Constante, Contador, Data do Sistema e Sinal, não constam no layout do nosso arquivo. * Constante - campo a ser introduzido no arquivo e que sempre sairá em cada linha com a descrição digitada. Ex. Pago Folha de; Ref. Folha de 08/1998 * Contador - Campo a ser introduzido no arquivo, que contará as linhas (registro) gerados. Ex. 000Pago Folha de 001Pago Folha de 002Pago Folha de * Data do Sistema - Campo a ser introduzido no arquivo em cada linha com a data em que ao acessar o Sistema (folha) é digitada, com o formato desejado. * Sinal - Campo a ser introduzido no arquivo caracterizando a conta Débito e Crédito com sinais. Ex. Débito + Crédito - Débito - Crédito + Débito 0 Crédito 1 Nome Campo - Preenchido automaticamente com a descrição (título) do nome do campo selecionado. Tamanho - Preenchido automaticamente com o tamanho original do campo em que será extraído os dados para o novo Lay-out do arquivo contábil. Obs.: Caso queira efetuar alteração no tamanho do campo, basta digitar o tamanho desejado. Neste caso o campo selecionado será gravado no novo tamanho informado. Título do Campo - Preenchido automaticamente com o título original do campo em que será extraído os dados para o novo Lay-out do arquivo contábil. 25

26 Obs.: Caso queira efetuar alteração no Título do campo, basta digitar o novo Título. Neste caso será gravado no novo lay-out do arquivo contábil o Título informado. Início - Este campo só aparecerá quando selecionado a descrição do Campo Relacionado Contador. Preencher com o número em que deverá ser iniciado o contador no arquivo seqüencial. Conteúdo - Preencher com o nome do conteúdo da constante que deverá ser introduzido no arquivo. Obs.: Este campo só será habilitado para preenchimento, quando selecionado o Campo Relacionado = Constante. Tipo - Preencher com o tipo do campo se será um campo alfa (alfanumérico) ou um campo numérico. Caso selecione a seta existente a lado deste aparecerá as descrições, Alfa e Numérico. Selecione com o mouse o tipo do campo se for diferente do apresentado em default. Formatação - Preencher com a formatação (mascara) do formato em que deverá ser gravado no arquivo o campo relacionado a data. Caso selecione a seta existente a lado deste aparecerá as mascaras existente para gravação. Selecione com o mouse a mascara desejada. Obs.: Este campo só será habilitado para preenchimento, quando selecionado os Campo Relacionado que contenham datas. Campos Selecionados - Preenchido automaticamente com o nome, descrição e tamanho do campo selecionado referente ao arquivo em que deverá ser criado. Obs.: Só será gravado (preenchido) estes campos, após selecionar a tecla. Imprimir a Estrutura Gerada - Clique o botão do mouse, dentro do quadrado, quando o quadrado estiver desta forma, indicará que deseja imprimir a Estrutura Gerada do Arquivo. - Pressione o botão do mouse, em cima desta tecla, para que seja realmente incluído (selecionado) o arquivo e o campo Selecionado. - Pressione o botão do mouse, em cima desta tecla, para que seja excluído do arquivo o campo Selecionado. 26

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

Integração Persona x Contábil

Integração Persona x Contábil Integração Persona x Contábil A integração contábil do Persona Gold pode ser efetuada de duas formas: Através do Persona Gold A integração é efetuada pelo desenvolvimento de lotes de lançamentos contábeis,

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 Cordilheira Recursos Humanos CRH 2.85A As rotinas de Retiradas de Pró-labore e Autônomos tiveram diversas alterações, com o objetivo

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo III

Treinamento Sistema Condominium Módulo III Financeiro (Lançamentos Despesas e Saldos) Nesse módulo iremos apresentar os principais recursos da área contábil do sistema. Contábil> Lançamentos Nessa tela é possível lançar as despesas dos condomínios,

Leia mais

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont Atualizado em Maio/2008 Pág 1/36 Para integrar os dados do sistema Efiscal com o sistema Telecont, efetue os procedimentos abaixo: CADASTRO DE EMPRESAS ABA BÁSICO Acesse menu Arquivos Empresas Usuárias

Leia mais

Para cadastrar uma nova conta, clique sobre o botão preencha os campos habilitados.

Para cadastrar uma nova conta, clique sobre o botão preencha os campos habilitados. Contas a Pagar de Condomínio - Sami ERP++ Neste roteiro será explicado os processos de cadastro, controle e quitação das contas a pagar de condomínios. 1. Entrada Contas a Pagar Acesse o Módulo FINANCEIRO

Leia mais

Gestão de Benefícios Inovação Recursos Humanos - Maio/2014

Gestão de Benefícios Inovação Recursos Humanos - Maio/2014 Inovação Recursos Humanos - Maio/2014 Conteúdo 1 Introdução... 4 2 Manutenção de Tabelas... 4 3 Cadastro de Períodos... 5 4 Cadastro de Turnos de Trabalho... 5 5 Cadastro de Localidades... 6 6 Vale Refeição...

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO III - MOVIMENTOS Folha Union> Vale transporte> Geração de movimento de Vale transporte Para que o sistema calcule o valor do vale transporte para o mês de referência é necessário

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

1. Contabilização dos Lançamentos Fiscais

1. Contabilização dos Lançamentos Fiscais 1 2 1. Contabilização dos Lançamentos Fiscais 1.1. Cadastro de Códigos Contábeis Para que os lançamentos sejam integralizados é necessário o preenchimento do código contabil de integração. Siga as instruções

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Gestão de Pessoas - 4w

Gestão de Pessoas - 4w P á g i n a 1 Gestão de Pessoas - 4w Modulo Administração de Pessoal (Rubi) Processo: Férias P á g i n a 2 Sumário 1 Conceito... 3 1.1 Parametrizações no Sistema... 3 1.1.1 - Sindicato... 3 1.1.2 - Situações...

Leia mais

Integração ADMRH com AGROSYS

Integração ADMRH com AGROSYS Treinamentos no produto AdmRH CGI - Consultoria Gaúcha de Informática Ltda - Divisão de treinamentos Guia do Aluno Versão 1.0 Integração ADMRH com AGROSYS Empresa: Participante: Data: Os produtos da CGI

Leia mais

Este programa tem a finalidade de incluir campos novos que serão utilizados na Folha de Pagamento.

Este programa tem a finalidade de incluir campos novos que serão utilizados na Folha de Pagamento. Rio de Janeiro, 24 de janeiro de 2012. 1ª Circular do Ano de 2012. REF.: Contribuição Previdenciária Empregador MP 540, Alteração no Homolognet Portaria MTE 2.685/2011, DIRF, RAIS e Outras Implementações.

Leia mais

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br FINANCEIRO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 14 ÍNDICE Receitas e Despesas... 3 Como Acessar... 3 Como

Leia mais

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS As mudanças ocorridas com a publicação da lei 11.638/07 e alterações da lei 11.941/09 exigiram das empresas uma adequação em sua estrutura de balanços e demonstrações

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

Manual de Cobrança. Código Nome De Até 1 Jose da Silva a Jz 2 Ana Maria k Pz 3 Marcelo q zz

Manual de Cobrança. Código Nome De Até 1 Jose da Silva a Jz 2 Ana Maria k Pz 3 Marcelo q zz Manual de Cobrança Cadastrando um Funcionário Entre no programa e no menu principal entre na opção: Cadastros / Cadastros de Funcionários e Acionador. Será apresentada a tela abaixo: Nesta tela deverão

Leia mais

SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO. REGISTRO DE FÉRIAS RHSFeriasSiape.exe

SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO. REGISTRO DE FÉRIAS RHSFeriasSiape.exe SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO REGISTRO DE FÉRIAS RHSFeriasSiape.exe SANTA MARIA FATECIENS 2008 Este manual tem por finalidade apresentar as especificações detalhadas da aplicação de Registro

Leia mais

Manual da Rescisão Complementar

Manual da Rescisão Complementar Manual da Rescisão Complementar Atualizado em Abril/2009 Pág 1/16 Sumário Rescisão Complementar... 2 Reajuste salarial para funcionários demitidos... 3 Novos Campos cadastro de Sindicato... 4 Recálculo

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC)

Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC) Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC) Índice 1. DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS - DFC... 1 1.1. Objetivo... 1 1.2. Obrigatoriedade e Período de Apuração... 1 1.3. Definições... 1 1.4. Método e Estrutura

Leia mais

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL Tutorial do Sistema WinThor Módulo Contábil Copyright - PC Informática Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer

Leia mais

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014 O objetivo deste manual é explicar passo a passo o controle da papeleta do motorista realizado no SAT. De acordo com a LEI Nº 12.619, DE 30 DE ABRIL DE 2012, que pode ser acessada em: http://www.planalto.gov.br

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Cheques 1

2013 GVDASA Sistemas Cheques 1 2013 GVDASA Sistemas Cheques 1 2013 GVDASA Sistemas Cheques 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma

Leia mais

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Neste manual serão demonstradas as alterações efetuadas no Sistema E-Fiscal para atender ao decreto 52.665/2008 - SP. Foi inserida a opção Apuração

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Inventário Manual...2 Relatório de contagem...2 Contagem...3 Digitação...3 Inventário Programado...6 Gerando o lote...7 Inserindo produtos manualmente no lote...8 Consultando

Leia mais

PARAMETRIZACAO MODULO ESCRITA FISCAL

PARAMETRIZACAO MODULO ESCRITA FISCAL PARAMETRIZACAO MODULO ESCRITA FISCAL Primeiro passo: importar impostos, para isso proceda da seguinte maneira: entre na empresa EXEMPLO, no menu Arquivos clique em Impostos, logo após, do lado direito

Leia mais

Manual Verba Conceito de verba. Funcionamento Básico

Manual Verba Conceito de verba. Funcionamento Básico Manual Verba 1 Sumário Conceito de verba... 3 Funcionamento básico... 3 Outros Pontos a Serem Considerados... 5 Parâmetros relacionados à verba... 8 Tela Parâmetros de Configuração... 8 Tela Parâmetros

Leia mais

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais...

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais... Sumário UNICO...... 3 Cadastros... 4 Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5 Produtos...... 6 Serviços...... 6 Outros...... 6 Vendas... 7 Notas Fiscais... 7 Estoque...8 Financeiro......

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 CORDILHEIRA RECURSOS HUMANOS 2.93A 1- Adequada a rotina Módulos\ Férias\ Férias Normais para calcular as férias em dobro quando

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS MANUAL DO USUÁRIO Sistema de Controle de Férias Lei N 8112 de 11 de dezembro de 1990 Capítulo

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Dinâmica Sistemas Personalizados Ltda Apostila RAIS 2013 1 RAIS

Dinâmica Sistemas Personalizados Ltda Apostila RAIS 2013 1 RAIS Dinâmica Sistemas Personalizados Ltda Apostila RAIS 2013 1 RAIS Como são compostas as Verbas As verbas que irão compor a remuneração na RAIS deverão estar clicado na Tabela de Vencimentos e Descontos o

Leia mais

Contas a Pagar de Locação - Sami ERP++

Contas a Pagar de Locação - Sami ERP++ Contas a Pagar de Locação - Sami ERP++ Neste roteiro será explicado os processos de cadastro, controle e quitação das contas a pagar de condomínios. 1. Cadastro das Contas a Pagar Acesse o módulo FINANCEIRO/

Leia mais

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO 1 PARÂMETROS 1.1 Aba Geral 1. No quadro Período, no campo: Observação: Após ser efetuado o cálculo de qualquer período, o campo Inicial, não poderá mais ser alterado. Inicial, informe

Leia mais

PEDIDO Manual BÁSICO

PEDIDO Manual BÁSICO SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br PEDIDO Manual BÁSICO Pagina 2 de 10 ÍNDICE Condição Pagamento... 3 Como Acessar... 3 Como Cadastrar...

Leia mais

Índice 1.Integração Contábil...2 2.EBS Sistema Contábil...3 2.1. Parametrizando o Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Opções de integração...

Índice 1.Integração Contábil...2 2.EBS Sistema Contábil...3 2.1. Parametrizando o Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Opções de integração... Índice 1.Integração Contábil...2 2.EBS Sistema Contábil...3 2.1. Parametrizando o Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Opções de integração...3 2.1.2.Contabilização de Notas Fiscais...4 2.1.3.Agrupamento...4

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas.

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas. Balancete Orçamentário Produto : TOTVS Gestão Patrimonial - 12.1.6 Processo : Relatórios Subprocesso : Balancete Orçamentário Data publicação da : 17/06/2015 O Balancete é um relatório contábil oficial

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes E&L Recursos Humanos e Folha de Pagamento Perguntas Frequentes 1. Quando o Governo libera novas tabelas de INSS, IRRF e Salário família, o sistema atualiza automático? Não. É necessário efetuar a atualização

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Noções Gerais: Pg. 02 Instruções para instalação Pg. 02 Ferramentas úteis Pg. 04 Menu Arquivos Empresas Usuárias Pg. 05 Ativar Empresa

Leia mais

Agendamento de Produtos de Uso Contínuo

Agendamento de Produtos de Uso Contínuo Agendamento de Produtos de Uso Contínuo Os usuários do Call Center do ASAsys agora podem agendar ligações para os clientes de produtos de uso contínuo para oferecer o produto do cliente antes que ele acabe.

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6. Teclado Alfanumérico... 6. Status... 6. Link... 6. Pdv... 6. Op...

PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6. Teclado Alfanumérico... 6. Status... 6. Link... 6. Pdv... 6. Op... Sumário PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6 Teclado Alfanumérico... 6 Status... 6 Link... 6 Pdv... 6 Op... 7 Visor... 7 Opções... 7 OS PRINCIPAIS BOTÕES PRESENTES

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO Cordilheira Recursos Humanos Versão 2 PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO Cordilheira Recursos Humanos Versão 2 PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO Cordilheira Recursos Humanos Versão 2 PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE Criada a rotina de Plano de Assistência a Saúde. Esta rotina irá possibilitar gerar a DIRF com valores descontados

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO III - MOVIMENTOS Folha Union> Vale transporte> Cadastro de tarifas Valor - Insira o valor atual e a data de vigência. Cadastre ou altere os tipos de transportes utilizados de

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

Entrada de Produtos. Supermercados

Entrada de Produtos. Supermercados Entrada de Produtos Supermercados 1 Objetivo: Cadastrar a entrada dos produtos no sistema permite o controle do estoque e o controle financeiro. O objetivo do texto é explicar como cadastrar as notas fiscais

Leia mais

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin Modulo 05 0 CGAINFOMÁTICA Retwin ESTOQUE 2 Estoque Sumário 5.1 Configuração Geral... 3 5.2 Entradas... 4 5.2.1 Manutenção... 4 5.2.2 Consulta... 6 5.2.3 Produção... 6 5.2.4 Relatórios... 8 5.3 Saídas...

Leia mais

Configuração Empresa/Filial

Configuração Empresa/Filial Configuração Empresa/Filial Para definir as configurações (Parâmetros) de cada empresa ou filial cadastrada no sistema, proceda da seguinte forma: Acesse o módulo Administrativo. Clique no menu Cadastros

Leia mais

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer?

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer? Manual do Sistema SUMÁRIO 1 O que é o sistema GEFISCO? 2 - Como acessar o sistema GEFISCO? 3 - Como criar um login e uma senha? 4 - Esqueci minha senha, e agora? 5 - Como acessar o Livro Fiscal? 6 - Como

Leia mais

2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 1

2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Manual para DIRF. Manual de Procedimentos - WFOLHA

Manual para DIRF. Manual de Procedimentos - WFOLHA Para gerar o arquivo da DIRF, existem algumas informações importantes a serem revisadas antes de qualquer processo. Desta forma dividimos o manual em sequencias as quais estão explicadas a diante: Prazo:

Leia mais

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE LOCAÇÃO IMOBILIÁRIA LISTA DE ATUALIZAÇÕES NOVAS

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE LOCAÇÃO IMOBILIÁRIA LISTA DE ATUALIZAÇÕES NOVAS SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE LOCAÇÃO IMOBILIÁRIA VERSÃO 7.0 LISTA DE ATUALIZAÇÕES NOVAS Todas as telas do sistema foram remodeladas para utilização da resolução de vídeo 1024 x 768, apresentando agora um

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Relatórios...3 Mix de Compra...3 Peças >> Relatórios >> Mix de Compra Peças...3 Mix de Vendas...4 Peças >> Relatórios >> Mix de Venda Peças...4 Tabela de Preços...6 Peças

Leia mais

Menu Relatórios. Folha Pagto ( Prov / Desctos.) Emissão da Folha de Pagamento. Folha Pagto (Meio Magnético)

Menu Relatórios. Folha Pagto ( Prov / Desctos.) Emissão da Folha de Pagamento. Folha Pagto (Meio Magnético) Folha Pagto ( Prov / Desctos.) Emissão da Folha de Pagamento Esta opção é responsável pela emissão da Folha de Pagamento dos funcionários com movimentação. A impressão poderá ser configurada com separações

Leia mais

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes E&L Controle de Estoque e Materiais Perguntas Frequentes 1. Qual relatório deve ser tirado para fazer a prestação de contas? Balancete de Materiais por detalhado. Esse relatório está disponível no menu

Leia mais

Orientações Básicas Repom.

Orientações Básicas Repom. Orientações Básicas Repom. Considerações importantes: 1 A viagem deverá estar autorizada para depois solicitar o pagamento. 2 É obrigatório informar o campo NCM da mercadoria, que está em tabela>auxiliares>mercadoria.

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Configurações Básicas

Configurações Básicas Compras Avançadas Este módulo auxilia na verificação da demanda dos produtos e com isso permite ajustar os estoques fazendo transferência entre as filiais e também definir a quantidade de estoque dos produtos

Leia mais

Dois novos relatórios estão disponíveis nesta versão do Imobiliária 21. São eles: Devedores e Imóvel por Área. Veja abaixo como emitir cada um.

Dois novos relatórios estão disponíveis nesta versão do Imobiliária 21. São eles: Devedores e Imóvel por Área. Veja abaixo como emitir cada um. Sumário Este documento de versionamento contém: 1. Inclusão dos relatórios: Devedores e Imóvel por Área. 2. Inclusão do campo Código de Município no cadastro de cidade. 3. Publicação de boletos de proprietário

Leia mais

Parâmetros LOG2240 - CONTABILIZAÇÃO

Parâmetros LOG2240 - CONTABILIZAÇÃO Parâmetros LOG2240 - CONTABILIZAÇÃO Consistir duplicação de lançamentos contábeis? Indica se deverá ser consistido ou não a duplicação de lançamentos contábeis pelo RHU5280 (Geração de Lotes para a Contabilidade/CMI

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

CÁLCULO DE ADIANTAMENTO SALARIAL

CÁLCULO DE ADIANTAMENTO SALARIAL CÁLCULO DE ADIANTAMENTO SALARIAL O cálculo de adiantamento salarial no Cordilheira Recursos Humanos é bem flexível e consegue atender muitas situações diferenciadas. Para que o cálculo seja efetuado de

Leia mais

SCPI 8.0. Guia Rápido. Parametrizando o Módulo CONTAS. Introdução. Informações da Entidade. Nesta Edição

SCPI 8.0. Guia Rápido. Parametrizando o Módulo CONTAS. Introdução. Informações da Entidade. Nesta Edição SCPI 8.0 Guia Rápido Parametrizando o Módulo CONTAS Introdução Nesta Edição 1 Informações da Entidade 2 Cadastro das Entidades 3 Cargos e Nomes 4 Parâmetros Gerais Antes de iniciar os trabalhos diários

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA SIGRH - FREQUÊNCIA Boa Vista RR, 21 novembro de 2014. É o módulo do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) que tem por objetivo permitir o gerenciamento das informações relacionadas ao

Leia mais

E&L Compras, Licitações e Contratos. Perguntas Frequentes

E&L Compras, Licitações e Contratos. Perguntas Frequentes E&L Compras, Licitações e Contratos Perguntas Frequentes 1. Como consolidar itens na pesquisa de preço ou licitação? Os itens deveram ter o mesmo código, unidade e descrição. 2. É possível reutilizar os

Leia mais

Manual do Programa de Caixa1

Manual do Programa de Caixa1 Manual do Programa de Caixa1 Para abrir o sistema de Caixa basta cliclar no ícone do programa. Que abrirá a tela conforme imagem abaixo: Como se pode notar, no menu superior as únicas opções ativas são

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Gerenciamento e Captura de Cheques - Sistec. Manual de Instalação e Importação ÍNDICE 1.INSTALAÇÃO. 1.1 - Instalando o programa

Gerenciamento e Captura de Cheques - Sistec. Manual de Instalação e Importação ÍNDICE 1.INSTALAÇÃO. 1.1 - Instalando o programa ÍNDICE 1 1.INSTALAÇÃO 1.1 - Instalando o programa 1.2 - Configurando dados do cliente 1.3 - Identificando o leitor de cheques Gerenciamento e Captura de Cheques - Sistec 1.4 - Cadastrando a conta do cliente

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo V

Treinamento Sistema Folha Union Módulo V FOLHA DE PAGAMENTO Controle FGTS / Guias Recolhimento / Remessa para banco / Encerramento anual Folha Union> Movimento> Controle de FGTS> Importar depósitos As telas de Controle de FGTS são utilizadas

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário

Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário Instruções Iniciais Antes de iniciar a geração do 13º salário é necessário verificar com atenção as dicas iniciais. Efetue a parametrização da Tabela

Leia mais

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Acessar no módulo Domínio Contabilidade o menu controle/parâmetros e marcar a opção Gera informativo SPED. No campo Plano de contas referencial

Leia mais

www.gerenciadoreficaz.com.br

www.gerenciadoreficaz.com.br Fone: (62) 4141-8464 E-mail: regraconsultoria@hotmail.com www.gerenciadoreficaz.com.br Guia Prático do Usuário Manual de Instalação Gerenciador Eficaz 7 2 Manual do Usuário Gerenciador Eficaz 7 Instalando

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR

MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR MANUAL DE PROCEDIMENTO DA ROTINA DA RESCISÃO COMPLEMENTAR INTRODUÇÃO Trata-se de um recurso exclusivo para atender a necessidade de cálculos complementares de verbas rescisórias decorrentes de reajustes

Leia mais

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 REALIZANDO UMA ARRECADAÇÃO...4 2.1 IMPORTAÇÃO TRIBUTOS COM A CONTABILIDADE...4 2.2 BOLETIM DE ARRECADAÇÃO...4 2.1.1

Leia mais

CARTILHA. Solicitação de Produtos - Almoxarifado -

CARTILHA. Solicitação de Produtos - Almoxarifado - CARTILHA Solicitação de Produtos - Almoxarifado - Elaborada por: DIRETORIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS - DIRPD UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA JUNHO/2007 SOLICITAÇÃO DE PRODUTOS Este procedimento tem

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

SAPEwin Guia Rápido Ver 4.xxx. Informamos que este software esta de acordo com a portaria 1.510 de 21/08/2009 publicada pelo M.T.E.

SAPEwin Guia Rápido Ver 4.xxx. Informamos que este software esta de acordo com a portaria 1.510 de 21/08/2009 publicada pelo M.T.E. SAPEwin Guia Rápido Ver 4.xxx Informamos que este software esta de acordo com a portaria 1.510 de 21/08/2009 publicada pelo M.T.E. Tela de Acesso insira sua Senha Menu Rápido Aba de Cadastro Menu Estender

Leia mais