TEMAS INTRODUTÓRIOS Vídeo: Prisão Parte I do início até 1:29:58

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TEMAS INTRODUTÓRIOS Vídeo: Prisão Parte I do início até 1:29:58"

Transcrição

1 AULA AO VIVO

2 TEMAS INTRODUTÓRIOS Vídeo: Prisão Parte I do início até 1:29:58

3 Prisão: é a privação da liberdade de locomoção. Pode ser praticado por particular, pode ser provocada por vontade própria e pode ser imposta coercitivamente pelo Estado, poder público dotado de soberania. Nosso estudo focará neste último tipo.

4 Na Constituição: Art. 5º. (...) LXI - ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária competente, salvo nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar, definidos em lei; (...) LXVII - não haverá prisão civil por dívida, salvo a do responsável pelo inadimplemento voluntário e inescusável de obrigação alimentícia e a do depositário infiel;

5 A Constituição elenca, nestes incisos, o rol das prisões: - flagrante delito; - ordem escrita e fundamentada do juiz competente; - prisão militar; - prisão civil: devedor de alimentos e depositário infiel.

6 Importante: A questão do depositário infiel consta expressamente na nossa Constituição. Ocorre que a Convenção Americana de Direitos Humanos Pacto de San Jose da Costa Rica determina, em seu art. 7º, inciso VII, que não sabe a prisão civil do depositário infiel. No Brasil, o Decreto Legislativo 25 ratificou esta Convenção, e o Decreto 675/92, promulgou esta Convenção, passando a fazer parte integrante do nosso ordenamento jurídico. E como fica, então, a questão do depositário infiel? Seguimos a Constituição ou seguimos o Pacto de San Jose da Costa Rica?

7 Observe o que determina o 2º do art. 5º da CF: Art. 5º. (...) 2º Os direitos e garantias expressos nesta Constituição não excluem outros decorrentes do regime e dos princípios por ela adotados, ou dos tratados internacionais em que a República Federativa do Brasil seja parte. Este dispositivo fundamenta o fato de o rol do art. 5º não ser taxativo.

8 A EC 45/2004 trouxe, ainda, um novo parágrafo a este mesmo art. 5º: 3º Os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros, serão equivalentes às emendas constitucionais. Em resumo, todo tratado internacional ratificado e promulgado por decreto legislativo no Brasil vale como Lei Federal. Contudo, se o conteúdo versar sobre Direitos Humanos valerá como Emenda Constitucional, desde que passe pelo processo legislativo de emenda.

9 Quanto ao Pacto de San Jose da Costa Rica, quando foi promulgado, não poderia ter passado por este procedimento, porque à época não havia a determinação do art. 5º, 3º. Assim sendo, STF e STJ entenderam que os tratados de direitos humanos ratificados a partir de 2004 precisam ser submetidos ao procedimento de emenda; os ratificados antes de 2004 já valem como emenda constitucional, mesmo sem terem passado pelo procedimento específico. Por esta razão, a proibição do depositário infiel do Pacto de San Jose passa a valer como emenda constitucional. Não existe mais, portanto, a prisão civil do depositário infiel.

10 Tal entendimento está sumulado: STJ, súmula 419: Descabe a prisão civil do depositário judicial infiel. STF, súmula vinculante 25: É ilícita a prisão civil de depositário infiel, qualquer que seja a modalidade de depósito. Importante relembrar, neste ponto, que, incorporada esta proibição aos direitos e garantias individuais, a proibição de prisão do depositário infiel é cláusula pétrea (núcleo constitucional intangível). Por fim, importante verificarmos o teor do art. 139, II da Constituição Estado de Sítio:

11 Art Na vigência do estado de sítio decretado com fundamento no art. 137, I, só poderão ser tomadas contra as pessoas as seguintes medidas: (...) II - detenção em edifício não destinado a acusados ou condenados por crimes comuns;

12 CAPEZ M U I T O O B R I G A D O! Fernando Capez

DIREITOS HUMANOS. Prof. Ricardo Torques. fb.com/direitoshumanosparaconcursos. periscope.tv/rstorques.

DIREITOS HUMANOS. Prof. Ricardo Torques. fb.com/direitoshumanosparaconcursos. periscope.tv/rstorques. DIREITOS HUMANOS Prof. Ricardo Torques fb.com/direitoshumanosparaconcursos periscope.tv/rstorques rst.estrategia@gmail.com Teoria Geral dos Direitos Humanos Características, Eficácia e Classificação de

Leia mais

LEGALIDADE EM MATÉRIA PENAL TRIBUNAL DO JÚRI PUNIÇÃO DAS DISCRIMINAÇÕES RETROATIVIDADE DA LEI PENAL BENIGNA RESPONSABILIDADE PESSOAL

LEGALIDADE EM MATÉRIA PENAL TRIBUNAL DO JÚRI PUNIÇÃO DAS DISCRIMINAÇÕES RETROATIVIDADE DA LEI PENAL BENIGNA RESPONSABILIDADE PESSOAL TRIBUNAL DO JÚRI É reconhecida a instituição do júri, com a organização que lhe der a lei, assegurados (VIII): a) a plenitude de defesa; b) o sigilo das votações; c) a soberania dos veredictos; d) a competência

Leia mais

PONTO 1: Prisão 1. PRISÃO. Quanto às espécies de prisão, podemos falar em:

PONTO 1: Prisão 1. PRISÃO. Quanto às espécies de prisão, podemos falar em: 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Prisão 1. PRISÃO Segundo o art. 5º, LXI, da CF/88, é possível a prisão mediante flagrante delito ou ordem escrita e fundamentada da autoridade competente, salvo transgressão

Leia mais

AULA A primeira classificação decorre da própria localização dos direitos fundamentais na Constituição: Direitos individuais e coletivos

AULA A primeira classificação decorre da própria localização dos direitos fundamentais na Constituição: Direitos individuais e coletivos Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Direito Constitucional / Aula 21 Professor: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Mariana Simas de Oliveira Conteúdo da aula: Direitos Fundamentais (cont.). AULA

Leia mais

Direitos Humanos e Direitos Fundamentais

Direitos Humanos e Direitos Fundamentais XII Mostra de Iniciação Científica Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Universidade de Caxias do Sul. Com os olhos voltados à Pesquisa, ao Desenvolvimento e à Inovação Direitos Humanos e Direitos Fundamentais

Leia mais

PRISÕES PRISÃO PREVENTIVA. Vídeo: Prisão Parte 2 do início até 17:28

PRISÕES PRISÃO PREVENTIVA. Vídeo: Prisão Parte 2 do início até 17:28 AULA AO VIVO PRISÕES PRISÃO PREVENTIVA Vídeo: Prisão Parte 2 do início até 17:28 Vimos o esquema da prisão em flagrante: - lavratura do flagrante; - em 24 horas, audiência de custódia: I - relaxar a prisão

Leia mais

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula 001-005 Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Fontes Hierarquia (ordem de graduação) Autonomia (entre os diversos ramos) Aplicação (conflitos entre

Leia mais

Crimes Contra a Ordem Tributária João Daniel Rassi

Crimes Contra a Ordem Tributária João Daniel Rassi Crimes Contra a Ordem Tributária João Daniel Rassi LEI 8.137/90 QUESTÕES PRELIMINARES Disposições constitucionais Dado histórico: PERGUNTA-SE: A EXISTÊNCIA DE CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA NÃO IMPLICA

Leia mais

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CONSTITUCIONAL. Prof. ª Bruna Vieira. Teoria Geral do Direito Constitucional

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CONSTITUCIONAL. Prof. ª Bruna Vieira. Teoria Geral do Direito Constitucional XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CONSTITUCIONAL Prof. ª Bruna Vieira Teoria Geral do Direito Constitucional 1. Constituição: é a norma suprema de organização do Estado. 2. Supremacia constitucional 3. Relação

Leia mais

Parte II Espécies Normativas PROCESSO LEGISLATIVO

Parte II Espécies Normativas PROCESSO LEGISLATIVO Parte II Espécies Normativas PROCESSO LEGISLATIVO I. EMENDAS CONSTITUCIONAIS LIMITAÇÕES Expressas Materiais Cláusulas pétreas CF, art. 60, 4º. Circunstanciais CF.art. 60, 1º. Formais Referentes ao processo

Leia mais

Delegado Polícia Federal Direito Internacional Nacionalidade Paulo Portela

Delegado Polícia Federal Direito Internacional Nacionalidade Paulo Portela Delegado Polícia Federal Direito Internacional Nacionalidade Paulo Portela Nacionalidade Ponto 3.3. População; nacionalidade; tratados multilaterais; estatuto da igualdade. Professor: Paulo Henrique Gonçalves

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.379, DE 2006 (MENSAGEM N o 20, de 2006) Aprova o texto do Tratado sobre Extradição entre o Governo da República Federativa

Leia mais

ROTEIRO DE AULA TEORIA GERAL DAS PRISÕES CAUTELARES.

ROTEIRO DE AULA TEORIA GERAL DAS PRISÕES CAUTELARES. CURSO DIREITO DISCIPLINA PROCESSO PENAL II SEMESTRE 7º Turma 2015.1 ROTEIRO DE AULA TEORIA GERAL DAS PRISÕES CAUTELARES. 1. DO CONCEITO DE PRISAO A definição da expressão prisão para fins processuais.

Leia mais

Direito Penal. Progressão de Regime Penitenciário. Professor Adriano Kot.

Direito Penal. Progressão de Regime Penitenciário.  Professor Adriano Kot. Direito Penal Progressão de Regime Penitenciário Professor Adriano Kot www.acasadoconcurseiro.com.br www.estudaquepassa.com.br DIREITO PENAL PROGRESSÃO E REGRESSÃO DE REGIME PROGRESSÃO DE REGIME Visa

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br O STF e a nova hierarquia dos tratados de direitos humanos no Brasil: do status de lei ordinária ao nível supralegal Luiz Flávio Gomes * Antiga e consolidada doutrina nacional sempre

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO IV DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA Seção I Do Ministério Público Art. 127. O Ministério Público é instituição

Leia mais

O ORDENAMENTO JURÍDICO PÁTRIO E O DUPLO CONTROLE DE VERTICALIDADE

O ORDENAMENTO JURÍDICO PÁTRIO E O DUPLO CONTROLE DE VERTICALIDADE O ORDENAMENTO JURÍDICO PÁTRIO E O DUPLO CONTROLE DE VERTICALIDADE SCHNEIDER, Débora 1 ; FALCONI, Adalberto 2 Resumo O estudo do controle de convencionalidade, ou duplo controle de verticalidade, mostra-se,

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: Fábio Ramos 2015 FGV TJ/PI Analista Judiciário Escrivão Judicial 1. A Constituição de 1988, ao enunciar os seus princípios fundamentais, fez menção, em seu art. 1º, à

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 33, DE 2011 Altera a quantidade mínima de votos de membros de tribunais para declaração de inconstitucionalidade

Leia mais

NACIONALIDADE. Questões CESPE

NACIONALIDADE. Questões CESPE NACIONALIDADE Ano: 2015Banca: CESPEÓrgão: MPOGProva: Analista Técnico Administrativo - Cargo 2 Acerca dos princípios fundamentais e dos direitos e deveres individuais e coletivos, julgue o item a seguir.

Leia mais

Processo do Trabalho I

Processo do Trabalho I Processo do Trabalho I»Aula 5 Jurisdição e Competência Parte 1 Introdução Jurisdição Competência Em razão da Matéria Competência Funcional Jurisdição e competência da Justiça a do Trabalho I Introdução

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL O governo brasileiro, preocupado com os índices crescentes de ataques terroristas no mundo, vinculou-se à Convenção sobre os Direitos Humanos das Vítimas de Atividades

Leia mais

O que acontece com o devedor de alimentos no Novo CPC?

O que acontece com o devedor de alimentos no Novo CPC? O que acontece com o devedor de alimentos no Novo CPC? Publicado 18 de Maio, 2015 Crédito @fotolia/jotajornalismo Por Luiz Dellore Professor de Direito Processual do Mackenzie, EPD, IEDI e IOB/Marcato

Leia mais

Prof. Cristiano Lopes

Prof. Cristiano Lopes Prof. Cristiano Lopes Poder Legislativo Federal ü No Brasil vigora o bicameralismo federativo, no âmbito federal. Ou seja, o Poder Legislativo no Brasil, em âmbito federal, é bicameral, isto é, composto

Leia mais

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DAS ÚLTIMAS PROVAS DA PM-MG

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DAS ÚLTIMAS PROVAS DA PM-MG RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DAS ÚLTIMAS PROVAS DA PM-MG MEUS FUTUROS SOLDADOS DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, É COM GRANDE ENTUSIASMO QUE INICIAMOS HOJE O NOSSO AULÃO AO VIVO COM QUESTÕES DA POLÍCIA MILITAR

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 6. Prof. Eduardo Casassanta

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 6. Prof. Eduardo Casassanta CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 6 Prof. Eduardo Casassanta ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Previsão constitucional e infraconstitucional A ADPF está prevista no art. 102, 1º da

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

DA JUSTIÇA DE PAZ: sua história e as funções do Juiz de Paz no novo ordenamento jurídico brasileiro pós Constituição da República de 1988.

DA JUSTIÇA DE PAZ: sua história e as funções do Juiz de Paz no novo ordenamento jurídico brasileiro pós Constituição da República de 1988. DA JUSTIÇA DE PAZ: sua história e as funções do Juiz de Paz no novo ordenamento jurídico brasileiro pós Constituição da República de 1988. Arthur de Almeida Quaresma (Oficial de Registro Civil de Barão

Leia mais

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL GUSTAVO GUSMÃO O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL INTRODUÇÃO: O Brasil é uma República Federativa, isto é, uma Federação composta de Estados- membros

Leia mais

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30);

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30); Peça prática Foi proposta uma ação direta de inconstitucionalidade pelo prefeito de um município do Estado X. O Tribunal de Justiça do Estado X julgou tal ação improcedente, tendo o acórdão declarado constitucional

Leia mais

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: Nosso ordenamento jurídico estabelece a supremacia da Constituição Federal e, para que esta supremacia

Leia mais

Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia

Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia No Brasil, vigora o princípio da Supremacia da Constituição, segundo

Leia mais

Definição Direitos Humanos Correspondem à somatória de valores, de atos e de normas que possibilitam a todos uma vida digna. (Erival da Silva Oliveira) São normas jurídicas externas e internas que visam

Leia mais

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR.

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR. PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR asjunior2004@uolcombr JURISDIÇÃO Poder Judiciário: garantir a realização dos direitos através de seus órgãos; Órgãos devem ter jurisdição (função de conhecer os

Leia mais

Helena Karoline MENDONÇA 1 Yuri Agamenon SILVA 2 Cláudio José Palma SANCHEZ 3 Sérgio Tibiriçá AMARAL 4

Helena Karoline MENDONÇA 1 Yuri Agamenon SILVA 2 Cláudio José Palma SANCHEZ 3 Sérgio Tibiriçá AMARAL 4 REFLEXOS DA DECISÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL ACERCA DA PROIBIÇÃO DA PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL ESTUDO À LUZ DOS PRECEITOS CONTIDOS NA OBRA DE NORBERTO BOBBIO Helena Karoline MENDONÇA 1 Yuri Agamenon

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: DIREITO ADMINISTRATIVO II Código da Disciplina: JUR 261 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 9 Faculdade responsável: FACULDADE DE DIREITO Programa em vigência

Leia mais

A PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL

A PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL A PRISÃO DO DEPOSITÁRIO INFIEL Fagner Jorge Sandes de Almeida 1 I. Introdução. II. Previsão Constitucional da prisão do depositário infiel, o Pacto de São José da Costa Rica e o Pacto Internacional de

Leia mais

FGV SEJAP/MA AGENTE PENITENCIÁRIO 2013

FGV SEJAP/MA AGENTE PENITENCIÁRIO 2013 FGV SEJAP/MA AGENTE PENITENCIÁRIO 2013 01. Acerca dos direitos fundamentais inscritos na Constituição de 1988, assinale a afirmativa correta. (A) A Constituição, em garantia ao princípio da igualdade,

Leia mais

Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade

Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade Caráter Conceitual Polissêmico Direitos humanos fundamentais Liberdades públicas Direitos dos cidadãos Direitos da pessoa humana Direitos do Homem Direitos Fundamentais

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER AO PROJETO DE LEI Nº 4850, DE 2016, DO SR

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER AO PROJETO DE LEI Nº 4850, DE 2016, DO SR COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER AO PROJETO DE LEI Nº 4850, DE 2016, DO SR. ANTONIO CARLOS MENDES THAME E OUTROS, QUE ESTABELECE MEDIAS CONTRA A CORRUPÇÃO E DEMAIS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos)

DIREITO DO TRABALHO. Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos) DIREITO DO TRABALHO FONTES DO DIREITO DO TRABALHO: MATERIAIS: FORMAIS: Fontes formais autônomas: elaboradas pelos próprios interessados em aplicá-las. (grupos sociais = sindicatos) Convenções coletivas

Leia mais

Vistos e examinados os autos.

Vistos e examinados os autos. CONCLUSÃO Em 08 de fevereiro de 2013, faço estes autos conclusos à MMª. Juíza Federal Titular da 3ª Vara Federal de Sorocaba, Drª SYLVIA MARLENE DE CASTRO FIGUEIREDO. Técnico Judiciário RF 5448 PROCESSO

Leia mais

CARF ESTRUTURA ATUAL E ASPECTOS JURISPRUDENCIAIS. DENISE LUCENA CAVALCANTE Gramado-RS, 25 /06/2010. Denise Lucena Cavalcante

CARF ESTRUTURA ATUAL E ASPECTOS JURISPRUDENCIAIS. DENISE LUCENA CAVALCANTE Gramado-RS, 25 /06/2010. Denise Lucena Cavalcante CARF ESTRUTURA ATUAL E ASPECTOS JURISPRUDENCIAIS DENISE LUCENA CAVALCANTE Gramado-RS, 25 /06/2010 1 Denise Lucena Cavalcante HISTÓRICO DO CONSELHO ADMINISTRATIVO 1924 Conselho de Contribuintes do Imposto

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 241, DE 2016 Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal. Autor:

Leia mais

Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101

Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101 Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101 Composto por 11 Ministros de Justiça vitalícios - Taxativamente 11 - Exclusivamente natos - Cidadãos - Mais de 35 e menos de 65 anos de idade - Notável saber jurídico

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, Direitos sociais,

Leia mais

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO 1 ART. 42 - VEDAÇÕES de 1º de maio a 31 de dezembro: Contrair obrigação de despesa, nos últimos 8 meses, que não possa ser cumprida (paga)

Leia mais

EXERCÍCIOS. I - anistia, graça e indulto; II - fiança.

EXERCÍCIOS. I - anistia, graça e indulto; II - fiança. Legislação Especial Wallace França EXERCÍCIOS Lei dos Crimes hediondos Art. 1 o São considerados hediondos os seguintes crimes, todos tipificados no Decreto-Lei n o 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código

Leia mais

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios.

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 08 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da

Leia mais

PODER CONSTITUINTE CF/1824; CF/1937; CF/1967; CF/1891; CF/1934; CF/1946; CF/1988.

PODER CONSTITUINTE CF/1824; CF/1937; CF/1967; CF/1891; CF/1934; CF/1946; CF/1988. Conceito e origem CURSO JURIS DIREITO CONSTITUICONAL PROFESSOR BRUNO PONTES PODER CONSTITUINTE Poder Constituinte é o poder permanente que o povo tem de criar, modificar ou implementar normas de força

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO E AÇÃO DE DEPÓSITO 1 Parte I AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 2 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação

Leia mais

APLICAÇÃO DA SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO AOS CASOS DE USUÁRIOS DE DROGAS

APLICAÇÃO DA SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO AOS CASOS DE USUÁRIOS DE DROGAS APLICAÇÃO DA SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO AOS CASOS DE USUÁRIOS DE DROGAS * Paulo Henrique Machado Paiva ** Vânia Maria Bemfica Guimarães Pinto Coelho Resumo Não há maiores problemas quanto à aplicação

Leia mais

Aposentadoria especial nos RPPS

Aposentadoria especial nos RPPS Aposentadoria especial nos RPPS Quem deve emitir o PPP e os Laudos Periciais? Conversão de períodos especiais em comum para servidores públicos; Regime Jurídico único????? Mandado de Injunção e Aposentadoria

Leia mais

020/2016 DOMINGUEIRA DE 10/07/2016

020/2016 DOMINGUEIRA DE 10/07/2016 MUITAS PEC s... QUAIS OS EFEITOS PARA O FINANCIAMENTO DO SUS? Francisco R. Funcia O objetivo desta curta nota é resumir para os leitores os aspectos principais tratados pela grande quantidade de Proposta

Leia mais

Aula 09 FUNDAMENTOS DA PRISÃO PREVENTIVA

Aula 09 FUNDAMENTOS DA PRISÃO PREVENTIVA Turma e Ano: Regular 2015 / Master B Matéria / Aula: Direito Processual Penal / Aula 09 Professor: Elisa Pittaro Monitora: Kelly Soraia Aula 09 FUNDAMENTOS DA PRISÃO PREVENTIVA 1º Garantia da ordem pública;

Leia mais

A IMPOSSIBILIDADE DE COMPENSAÇÃO DE CRÉDITO ORIUNDO DE PRECATÓRIO ADQUIRIDO DE TERCEIRO COM DÉBITO TRIBUTÁRIO

A IMPOSSIBILIDADE DE COMPENSAÇÃO DE CRÉDITO ORIUNDO DE PRECATÓRIO ADQUIRIDO DE TERCEIRO COM DÉBITO TRIBUTÁRIO A IMPOSSIBILIDADE DE COMPENSAÇÃO DE CRÉDITO ORIUNDO DE PRECATÓRIO ADQUIRIDO DE TERCEIRO COM DÉBITO TRIBUTÁRIO ANTÔNIO JOSÉ DOS REIS JÚNIOR * Inicialmente, é de bom alvitre tecer algumas considerações acerca

Leia mais

Tribunal de Justiça! CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO 8/24/11

Tribunal de Justiça! CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO 8/24/11 Tribunal de Justiça! 1) Constituição: conceito. 2) A Constituição Federal de 1988: princípios fundamentais. 3) Dos direitos e garantias fundamentais: dos direitos e deveres individuais e coletivos. 4)

Leia mais

Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro LINDB (decreto lei nº 4657/42)

Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro LINDB (decreto lei nº 4657/42) Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 02 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro

Leia mais

Prisão civil e reflexões necessárias

Prisão civil e reflexões necessárias Prisão civil e reflexões necessárias Lisboa, 25 de fevereiro de 2011 FDL e Esmape José Fernando Simão Quatro mo:vos: 1) Relação filial, 2) Mesmas leis, 3) Mesmo idioma, 4) Amizade profunda. Prisão civil

Leia mais

Também gostaria de reconhecer, como estrangeiro, o extraordinário compromisso do Brasil com o trabalho

Também gostaria de reconhecer, como estrangeiro, o extraordinário compromisso do Brasil com o trabalho Depoimento/Palestra de Stanley Gacek, Diretor Adjunto/Oficial Encarregado do Escritório da OIT no Brasil, sobre a PEC No. 18/2011, redução da idade mínima dos 16 para os 14 anos, 14 de julho de 2015, às

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº 5.865, DE 2016 (DO Sr. ) Altera a remuneração de servidores públicos, estabelece opção por novas regras de incorporação de gratificação de desempenho às aposentadorias e pensões e dá

Leia mais

ART. 3º 3.1 Objetivos fundamentais da República

ART. 3º 3.1 Objetivos fundamentais da República Sumário PARTE I: TEORIA GERAL 1 Direitos humanos fundamentais e constitucionalismo 2 Direitos humanos fundamentais Finalidades 3 Interpretação das normas constitucionais Aplicação aos direitos humanos

Leia mais

CRÉDITOS ADICIONAIS suplementares, especiais extraordinários

CRÉDITOS ADICIONAIS suplementares, especiais extraordinários CRÉDITOS ADICIONAIS A Lei do Orçamento Anual tem vigência de um ano, constituindo-se em plano de trabalho do governo e instrumento delimitador de sua ação, pois durante a vigência da LOA, ou seja, durante

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA

DECISÃO MONOCRÁTICA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DECISÃO MONOCRÁTICA Apelação Cível nq 075.2008.002492-2/002 Origem : 24 Vara da Comarca de Bayeux Relator : Desembargador Frederico Martinho da

Leia mais

TEMA 1 : Prisão Preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado (arts. 16 do PL) CPP PL 4.850/16 SUBSTITUTIVO Art (...

TEMA 1 : Prisão Preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado (arts. 16 do PL) CPP PL 4.850/16 SUBSTITUTIVO Art (... CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSULTORIA LEGISLATIVA ÁREA XXII - DIREITO PENAL, PROCESSUAL PENAL E PROCEDIMENTOS INVESTIGATÓRIOS PARLAMENTARES COMISSÃO ESPECIAL PL 4.850/16 10 MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO MEDIDA

Leia mais

OS TRATADOS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMA- NOS E A ORDEM JURÍDICA BRASILEIRA

OS TRATADOS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMA- NOS E A ORDEM JURÍDICA BRASILEIRA Os tratados internacionais de direitos humanos e a ordem jurídica brasileira 13 OS TRATADOS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMA- NOS E A ORDEM JURÍDICA BRASILEIRA Ana Luísa Souza Sabbagh* Sumário: 1 Introdução;

Leia mais

CRÍTICAS À ALTERAÇÃO NO REGIMENTO INTERNO DO TST cancelamento de sustentações orais. Da Academia Nacional de Direito do Trabalho.

CRÍTICAS À ALTERAÇÃO NO REGIMENTO INTERNO DO TST cancelamento de sustentações orais. Da Academia Nacional de Direito do Trabalho. CRÍTICAS À ALTERAÇÃO NO REGIMENTO INTERNO DO TST cancelamento de sustentações orais. José Alberto Couto Maciel. Da Academia Nacional de Direito do Trabalho. O Tribunal Superior do Trabalho, em decisão

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA DIREITO PROCESSUAL PENAL III AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com PROCEDIMENTO PROBATÓRIO 2.3. Produção das Provas a) Proposição: momento ou instante em que se

Leia mais

Comentários às questões de Direito Constitucional e Direitos Humanos da prova de Investigador da Polícia Civil MG

Comentários às questões de Direito Constitucional e Direitos Humanos da prova de Investigador da Polícia Civil MG Comentários às questões de Direito Constitucional e Direitos Humanos da prova de Investigador da Polícia Civil MG QUESTÃO 22 Quanto aos princípios constitucionais de natureza penal, NÃO é correto o que

Leia mais

VOTO EM SEPARADO. AUTORIA: Senador RANDOLFE RODRIGUES I RELATÓRIO

VOTO EM SEPARADO. AUTORIA: Senador RANDOLFE RODRIGUES I RELATÓRIO VOTO EM SEPARADO Perante a COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 43, de 2013 (nº 349, de 2001, na Câmara dos Deputados), primeiro signatário o Deputado

Leia mais

A Constituição não admite emenda constitucional tendente a abolir a República;

A Constituição não admite emenda constitucional tendente a abolir a República; ssinale a opção correta: onstituição não admite emenda constitucional tendente a abolir a República; vedação de emenda constitucional tendente a abolir os direitos e garantias individuais aplica-se aos

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 001/15/2017

PROJETO DE LEI Nº 001/15/2017 PROJETO DE LEI Nº 001/15/2017 Súmula: Institui a Ficha Limpa Municipal na nomeação de secretários, diretores e cargos comissionados para a administração direta (Prefeitura e Câmara Municipal) e na administração

Leia mais

O CONTROLE DE CONVENCIONALIDADE DO DIREITO BRASILEIRO: SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL VERSUS VALERIO MAZZUOLI RESUMO

O CONTROLE DE CONVENCIONALIDADE DO DIREITO BRASILEIRO: SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL VERSUS VALERIO MAZZUOLI RESUMO O CONTROLE DE CONVENCIONALIDADE DO DIREITO BRASILEIRO: SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL VERSUS VALERIO MAZZUOLI Carlos Eugênio Sousa Silva Júnior Daniele Rodrigues Ferreira Lêide Diel Batista Barbosa de Oliveira

Leia mais

DH e Educação Aula 04

DH e Educação Aula 04 DH e Educação Aula 04 A tutela internacional dos direitos humanos a) Os precedentes históricos b) O sistema internacional e seus instrumentos de proteção (Carta da ONU, Declaração Universal dos Direitos

Leia mais

O que é terceirização?

O que é terceirização? TERCEIRIZAÇÃO A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (8) o projeto de lei 4330/2004, que regulamenta contratos de terceirização no mercado de trabalho. Agora, o projeto será encaminhado diretamente

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º Faculdade responsável: DIREITO Programa em vigência a partir

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL Um contingente de servidores públicos do município A, inconformado com a política salarial adotada pelo governo municipal, decidiu, após ter realizado paralisação

Leia mais

A ocorrência dos requisitos da prisão preventiva como fator determinante para as prisões provisórias

A ocorrência dos requisitos da prisão preventiva como fator determinante para as prisões provisórias A ocorrência dos requisitos da prisão preventiva como fator determinante para as prisões provisórias Jean Marcelo da Rosa Formado em Direito pela Universidade Luterana do Brasil e especializando em Direito.

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA. PROJETO DE LEI Nº 6.971, DE 2006 (Apensados: PL nº 3.335/2012 e nº 3.451/2012)

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA. PROJETO DE LEI Nº 6.971, DE 2006 (Apensados: PL nº 3.335/2012 e nº 3.451/2012) COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 6.971, DE 2006 (Apensados: PL nº 3.335/2012 e nº 3.451/2012) Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que Institui o Código

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 197, DE 2012 Altera o 2º do art. 155 da Constituição Federal, para modificar a sistemática de cobrança do imposto

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica LEI Nº , DE 7 DE AGOSTO DE 2009 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL E COLETIVO

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica LEI Nº , DE 7 DE AGOSTO DE 2009 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL E COLETIVO TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica LEI Nº 12.016, DE 7 DE AGOSTO DE 2009 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL E COLETIVO Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado Neste estudo, buscaremos comentar a respeito

Leia mais

A TRAMITAÇÃO DOS ATOS INTERNACINAIS NO CONGRESSO NACIONAL

A TRAMITAÇÃO DOS ATOS INTERNACINAIS NO CONGRESSO NACIONAL A TRAMITAÇÃO DOS ATOS INTERNACINAIS NO CONGRESSO NACIONAL Espécies de atos internacionais submetidos ao CN Tratados; convenções; acordos; pactos; protocolos: TRATADOS em sentido jurídico-formal I- Definição

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional 01.(CESPE/UNB- OAB) Os documentos que organizam os Estados Membros, O Distrito Federal, e os Municípios, a partir das competências a eles conferidas pela CFRB, são denominados, respectivamente:

Leia mais

PROJETO DE EMENDA A LEI ORGÂNICA Nº 13/2011

PROJETO DE EMENDA A LEI ORGÂNICA Nº 13/2011 PROJETO DE EMENDA A LEI ORGÂNICA Nº 13/2011 Acrescenta o art. 109-A ao Capítulo II do Título IV da Lei Orgânica do Município. A Câmara Municipal de São Paulo PROMULGA: Art. 1º Fica acrescido o art. 109

Leia mais

Visão Geral do Livro IV do Novo Código Civil Maria Luiza Póvoa Cruz

Visão Geral do Livro IV do Novo Código Civil Maria Luiza Póvoa Cruz Visão Geral do Livro IV do Novo Código Civil Maria Luiza Póvoa Cruz Há muito que o nosso vigente modelo codificado (Lei nº 3.071, de 01 de janeiro de 1916), não atendia às demandas sociais e, via de conseqüência,

Leia mais

I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DIREITO UNICERP RESOLUÇÃO N 01/2014 Institui a monitoria acadêmica do Curso de Direito e dá outras providências. I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - A monitoria acadêmica do

Leia mais

Redução da maioridade penal

Redução da maioridade penal Redução da maioridade penal Proposta de redação: Redução da maioridade penal solução rápida e milagrosa x amolecimento de cláusula pétrea. Redução da maioridade penal: Os jornais impressos ou falados se

Leia mais

CONSIDERANDO que ao Ministério Público do

CONSIDERANDO que ao Ministério Público do RECOMENDAÇÃO nº 003/2009, de 21 de setembro de 2009. CONSIDERANDO que ao Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, por meio da Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão PDDC, incumbe a

Leia mais

Responsabilidade penal ou inimputabilidade criminal - propostas práticas e objetivas

Responsabilidade penal ou inimputabilidade criminal - propostas práticas e objetivas Responsabilidade penal ou inimputabilidade criminal - propostas práticas e objetivas Cândido Furtado Maia Neto - candidomaia@uol.com.br É de se ressaltar que nos dias atuais, os jovens de 16 anos de idade

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA 1 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI N o 111, DE 2011 Altera a Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990, para incluir nova hipótese de cláusula contratual abusiva. Autor: Deputado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7a TURMA REEXAME NECESSÁRIO EM DUPLO GRAU DE JURISDIÇÃO. ECT. NÃO CONHECIMENTO. A sentença proferida contra a ECT não está sujeita ao duplo grau de jurisdição, porquanto referida empresa não integra

Leia mais

TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA EXECUÇÃO. Prof. Luis Fernando Alves

TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA EXECUÇÃO. Prof. Luis Fernando Alves 1 TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA EXECUÇÃO Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 2 4. PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA EXECUÇÃO 4.1. PRINCÍPIOS DA NULLA EXECUTIO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Direito Penal II Código da Disciplina: JUR 213 Curso: Direito Faculdade responsável: Direito Programa em vigência a partir de: Número de créditos: 04 Carga Horária total:

Leia mais

ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS

ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA XX VARA CRIMINAL DA COMARCA DE CURITIBA / PR. Pular 3 linhas Processo n Pular 10 linhas JORGE,

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TJPE TODOS OS CARGOS

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TJPE TODOS OS CARGOS CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TJPE TODOS OS CARGOS 1 Ortografia oficial. LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO AULA LEITURA LEITURA QUESTÕES REVISÃO 2 Acentuação gráfica. 3 Flexão

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 1.120, DE 2007

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 1.120, DE 2007 PROJETO DE LEI Nº 1.120, DE 2007 Autor: Deputado RODRIGO ROLLEMBERG : I RELATÓRIO Em exame o Projeto de Lei em epígrafe, de autoria do nobre Deputado RODRIGO ROLLEMBERG, que tem por objetivo dispor sobre

Leia mais

CURSO ON-LINE DIREITO ADMINISTRATIVO SENADO E TCU PROFESSORES: CYONIL, ELAINE E SANDRO. AULA 6 Contratos Administrativos

CURSO ON-LINE DIREITO ADMINISTRATIVO SENADO E TCU PROFESSORES: CYONIL, ELAINE E SANDRO. AULA 6 Contratos Administrativos AULA 6 Contratos Administrativos Olá, pessoal, tudo bem? Na aula anterior, tivemos contato com importantes informações acerca das Licitações, as quais, de maneira geral, são antecedentes lógicos (indispensáveis)

Leia mais

Páginas: DECRETO LEGISLATIVO Nº. 006/2016. O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BIRITINGA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, e ainda,

Páginas: DECRETO LEGISLATIVO Nº. 006/2016. O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BIRITINGA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, e ainda, Páginas: 8 Índice do diário Atos Oficiais Decreto - N 006/2016 Projeto de Lei - N 001/2015 EMENDA/JUSTIFICAVA Atos Oficiais Decreto N 006/2016 DECRETO LEGISLATIVO Nº. 006/2016 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

Direito Penal. Regimes penitenciários. Fixação do regime inicial da pena privativa de liberdade. Professor Adriano Kot

Direito Penal. Regimes penitenciários. Fixação do regime inicial da pena privativa de liberdade.  Professor Adriano Kot Direito Penal Regimes penitenciários. Fixação do regime inicial da pena privativa de liberdade Professor Adriano Kot www.acasadoconcurseiro.com.br www.estudaquepassa.com.br DIREITO PENAL PENAS PRIVATIVAS

Leia mais

PELA REDUÇÃO DO SALARIO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO JÁ!

PELA REDUÇÃO DO SALARIO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO JÁ! PROJETO DE EMENDA CONSTITUCIONAL DE INICIATIVA POPULAR Projeto de Iniciativa Popular de Emenda à Constituição do Estado do Espírito Santo, que altera os Art.49, 2º e art. 26, IV, a a,b,c,d,e,f. PELA REDUÇÃO

Leia mais