Fuzil Militar de Combate

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fuzil Militar de Combate"

Transcrição

1 Regulamento de Prova de Tiro Numero 4/2013 Fuzil Militar de Combate FINALIDADE Regulamentar a Prova de Tiro Fuzil Militar de Combate no âmbito do Estande de Tiro do 2º Batalhão de Policia do Exercito. MODALIDADE Tiro Militar Provas Especiais Fuzil Militar de Combate. DEFINIÇÕES Estande de Tiro Local apropriado para o manuseio e disparo de arma de fogo. Posto de Tiro Área de pequenas dimensões dentro do Estande de Tiro, que é ocupada pelo Atirador para efetuar disparos com Arma de Fogo. Atirador Pessoa que manuseia e ou dispara Arma de Fogo com o intuito de atingir um alvo e competir. Turma Grupo de pessoas, equivalente a quantidade de Postos de Tiro, que farão disparos com arma de fogo ao mesmo tempo.

2 Prova de Tiro Competição entre Atiradores, que buscam classificação, sendo premiado os 3 (três) melhores resultados; Diretor de Prova de Tiro Pessoa responsável pela organização e execução de Prova de Tiro. Arbitro de Prova de Tiro Pessoa responsável pela apuração dos resultados dos tiros no alvo. Instrutor de Armamento e Tiro Pessoa credenciada no Departamento de Policia Federal, responsável pela segurança no manuseio de arma de fogo. Equipe de Organização de Prova de Tiro Grupo de pessoas que auxiliam na organização e execução de Prova de Tiro. DESCRIÇAO DA PROVA Arma de Fogo Fuzil, de Uso Militar, Modelo M64 Standard (Fuzil Automatico Leve), de Calibre 7,62mm ou.308 Winchester, de Funcionamento Semi-Automatico; Não sera aceito: Armas de fogo olímpicas, inclusive seus acessórios, mesmo que adaptados; Modificações ou adaptações que alterem as características originais da arma (contrapesos de cano, freio de boca, compensador, garfo, apoio do rosto ajustável, elevador do apoio do rosto, apoio para mão sob a coronha (palm rest), tubo prolongador do cano, etc).

3 Alvo Silhueta Humana, Modelo Colt com Garrafão; Com pontuação de 2 (dois) a 7 (sete) pontos; Com 1 (um) Centro de Referencia, de cor branca, de 50 (cinquenta) milímetros de diâmetro, que valera 7 (sete) pontos. Distância do Alvo 25 (vinte e cinco) metros. Posição de Tiro De Pé - Sem nenhum tipo de apoio ou suporte; De Joelho - Sem nenhum tipo de suporte, podendo apoiar o cotovelo no joelho; Deitado - Sem nenhum tipo de suporte, podendo apoiar os cotovelos no chão; O Atirador durante o manuseio e os tiros devera sustentar o peso da arma de fogo, e não poderá em momento algum encostar em parede, bancada ou suporte. Empunhadura A sustentação da arma se dará com ambas as mãos e o ombro. Ensaio Não haverá ensaio.

4 Prova de Tiro O Atirador efetuara, no mesmo alvo, 3 (tres) Séries de Tiro e disparara 5 (cinco) tiros em cada; O Atirador totalizara 15 (quinze) tiros em cada prova, que somara o limite de 150 pontos por alvo; A 1º (primeira) Serie de Tiro sera na Posição de Tiro Em Pé, a 2ª (segunda) Serie de Tiro sera na Posição de Tiro De Joelho, e a 3ª (terceira) Serie de Tiro sera na Posição de Tiro Deitado ; As series de tiro serão feitas de forma sequencial e a comando do Diretor de Prova; Ao final de cada Serie de Tiro, o Atirador recebera o comando de mundaça de Posição de Tiro, e terá 30 (trinta) segundos para se adequar. Tempo Os tiros somente poderão serem efetuados dentro de um período de 1 (um) minuto em cada série; COMANDOS DE TIRO ATIRADOR AO SEU POSTO DE TIRO O Atirador se dirige ao seu Posto de Tiro onde realizara os tiros. CARREGAR O Atirador terá 1 (um) minuto para municiar, carregar e ficar em condição de PRONTO ; Após carregar não sera mais permitido apoiar ou colocar a arma de fogo em suporte, bancada ou chão, com o objetivo de descanso ; O Cano da Arma de Fogo deve ser mantido sempre em direção ao Alvo ou Para-Balas; O Atirador não pode colocar o dedo no gatilho ate que a arma esteja alinhada ao alvo e receba o comando de FOGO. POSIÇÃO DE TIRO... O Atirador se posiciona (Em Pé, De Joelho ou Deitado), dentro do Posto de Tiro, na Posição de Tiro determinada pelo Diretor de Prova.

5 ATIRADOR PRONTO O Atirador somente se manifesta se não estiver pronto para efetuar os tiros, levantando a Mão-Fraca e pronunciando em voz alta NÃO PRONTO ; Caso não ocorra nenhuma contestação de "NÃO PRONTO", o Diretor de Prova aguardara 5 (cinco) segundos para autorizar efetuar os tiros; Caso um competidor diga "NÃO PRONTO", 15 (quinze) segundos depois, o Diretor de Prova dirá novamente "ATIRADORES PRONTOS" e aguardara 5 (cinco) segundos para autorizar efetuar os tiros; Em uma mesma serie não será aceita mais de 1 (uma) contestação de "NÃO PRONTO" pelo mesmo atirador. FOGO ou SILVO DE APITO LONGO O Atirador efetua os 5 (cinco) tiros da Serie de Tiro, em um tempo total de 1 (um) minuto; Ao final dos 5 (cinco) Tiros, travara a Segurança da Arma de Fogo e aguardara o comando para mudança de Posição de Tiro. CESSAR FOGO ou SILVO DE APITO LONGO O Atirador deve parar de atirar, descarregar a arma e deixa-la aberta no chão; A Arma de Fogo deve sempre estar apontada para o Alvo ou Para-balas. PISTA FRIA O Atirador deve DESCARREGAR sua arma de fogo e deixa-la ABERTA em direção ao Para-Balas; Ninguém manuseia arma de fogo ou munição. ATIRADORES AO ALVO Os atiradores da linha de tiro se dirigem ate o seu respectivo alvo, mantendo-se à distancia de 3 (tres) metros; O atirador não pode tocar no alvo, e caso ocorra sera desclassificado. PISTA QUENTE O atirador deve colocar óculos de proteção e abafador de ruídos; O manuseio de arma de fogo e munição esta autorizado.

6 CATEGORIAS Esta prova de tiro sera disputada nas seguintes Categorias: Masculino Pessoa do sexo masculino; Mínimo de 18 (dezoito) anos de idade e imputável. Feminino Pessoa do sexo feminino; Mínimo de 18 (dezoito) anos de idade e imputável. OBSERVAÇÕES Somente serão permitidas armas de fogo com características originais; Não é permitido o uso de roupas e calcados específicos para o tiro; Não é permitido o uso de arma de fogo olímpica, mesmo que adaptada; Não é permitido o uso de bandoleira ou qualquer tipo de equipamento para descanso durante os tiros; Não é permitido o uso de qualquer tipo de mira eletrônica (Laser, Red-Dot, Holografica, etc.) ou equipamento que facilite o tiro (Contra-Peso, etc.); O Atirador pode utilizar Luneta de Observação durante a Prova de Tiro, para acompanhar os resultados dos tiros no seu alvo; O Diretor de Prova de Tiro poderá a qualquer momento examinar o equipamento do Atirador e impugnar os resultados caso o julgue em desacordo com as normas estabelecidas. PREMIAÇÃO Sera feita para os 3 (três) melhores resultados de cada Categoria; Para o melhor resultado da Categoria sera entregue uma medalha de 1º Lugar Ouro; Para o segundo melhor resultado da Categoria sera entregue uma medalha de 2º Lugar Prata;

7 Para o terceiro melhor resultado da Categoria sera entregue uma medalha de 3º Lugar Bronze; DISPOSIÇÕES GERAIS Caso o Atirador desrespeite as Normas de Segurança e Conduta do Estande de Tiro sera desclassificado da Prova de Tiro; Após iniciar a Prova de Tiro não é permitido abandonar o Posto de Tiro, caso ocorra sera desclassificado; Falhas de munição ou de arma de fogo serão consideradas como zero; O Atirador é obrigado a usar Óculos de Proteção e Abafador de Ruídos no Estande de Tiro; Não sera permitido que o Atirador acesse o Estande de Tiro sem roupas adequadas a atividade; Nos casos omissos, sera adotado o Regulamento de Prova Especial 2012 Carabina Mira Aberta 25 metros da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo; O Atirador deve permanecer em silencio durante a Prova de Tiro, e quando se dirigir ao Diretor de Prova de Tiro deve fazer de forma educada e que não atrapalhe os demais competidores; Não é permitido nenhum tipo de auxilio ao Atirador quando no posto de tiro; Não é permitido o uso de óculos especiais para tiro; No âmbito do Estande de Tiro é proibido fazer uso de qualquer tipo de aparelho de comunicação (exemplo: Telefone, Tablet, etc.); No âmbito do Estande de Tiro é proibido ingerir alimento ou bebida, fazer uso de medicação, e fumar; Caso o tiro seja realizado fora do tempo ou em quantidade superior ao indicado, sera eliminado os melhores resultados obtidos no alvo, de forma a equivaler; Não é permitido atirar com o pé sobre ou após a linha de tiro.

8 São Paulo, SP, 05/03/2013. A. C. Abdalla Contato de

Regulamento de Prova de Tiro Numero 1/2013. Duelo 20 segundos

Regulamento de Prova de Tiro Numero 1/2013. Duelo 20 segundos Regulamento de Prova de Tiro Numero 1/2013 Duelo 20 segundos FINALIDADE Regulamentar a Prova de Tiro Duelo 20 segundos no âmbito do Estande de Tiro do 2º Batalhão de Policia do Exercito. MODALIDADE Tiro

Leia mais

Regras. Tiro Rápido de Precisão (TRP)

Regras. Tiro Rápido de Precisão (TRP) Regras Tiro Rápido de Precisão (TRP) Atualização de Abril de 2015 Regulamento de Tiro Rápido de Precisão Atualização de Abril de 2015 1 - DA ARMA a. O comprimento do cano não deverá exceder a 6" (seis

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE PROVAS DE PISTOLA SPORT.45 ACP 10 DE NOVEMBRO DE 2010 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE PROVAS DE PISTOLA SPORT.45 ACP Artigo 1º Âmbito do Regulamento

Leia mais

Campeonato. Portugal. Pistola Sport 9mm

Campeonato. Portugal. Pistola Sport 9mm Campeonato de Portugal de Pistola Sport 9mm Em vigor desde 01 de Janeiro de 2005 INTRODUÇÃO O Campeonato de Portugal com Armas de Ordenança perdeu as suas características próprias, as de um campeonato

Leia mais

REGULAMENTO DE TIRO PROVA DE PISTOLA DE COMBATE

REGULAMENTO DE TIRO PROVA DE PISTOLA DE COMBATE REGULAMENTO DE TIRO PROVA DE PISTOLA DE COMBATE EsEFEx Atualizado em 2015 1 PROVA DE PISTOLA DE COMBATE Art 1º - A prova de Pistola de Combate será realizada com armamento e munição de dotação do Exército

Leia mais

Apostila para Candidatos Teste MEAF CETTAS - Carabina Tipo Puma / Winchester 92/94 Calibres. 38 Spl ou 44/40

Apostila para Candidatos Teste MEAF CETTAS - Carabina Tipo Puma / Winchester 92/94 Calibres. 38 Spl ou 44/40 Apostila para Candidatos Teste MEAF CETTAS - Carabina Tipo Puma / Winchester 92/94 Calibres. 38 Spl ou 44/40 NORMAS DE SEGURANÇA: 1. Somente aponte sua arma, carregada ou não, para onde pretenda atirar;

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO DOMINÓ Art. 1º. O torneio de Dominó do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado com

Leia mais

Campeonato Baiano 2016 Car / Pst

Campeonato Baiano 2016 Car / Pst Campeonato Baiano 2016 Car / Pst Regulamento Geral 1 I - Finalidade Estabelecer as normas para a realização das etapas que comporão o Campeonato Baiano de Tiro Esportivo nas modalidades de Carabina Mira

Leia mais

REGULAMENTO FUZIL SNIPER 2014

REGULAMENTO FUZIL SNIPER 2014 REGULAMENTO FUZIL SNIPER 2014 DEPARTAMENTO DE TIRO ADJLC CAMPEONATO PAULISTA INTERCLUBES DE FUZIL SNIPER -2014 I- DO CAMPEONATO PAULISTA I.I NOTAS INTRODUTÓRIAS 1-O objetivo deste regulamento é normatizar

Leia mais

1.3. Na modalidade, poderão ser usadas armas longas, de repetição ou semiautomáticas, de uso civil, observado o contido no item 1.1.

1.3. Na modalidade, poderão ser usadas armas longas, de repetição ou semiautomáticas, de uso civil, observado o contido no item 1.1. REGULAMENTO DO TIRO DE RIFLE O Tiro de Rifle, a exemplo dos demais esportes, antes de mais nada, deve apresentar, como seus fundamentos, de forma íntima e indispensável, nas relações entre os participantes

Leia mais

I Revezamento Gigante de Natação 18 de setembro de 2010 Colégio Elias Moreira Joinville-SC

I Revezamento Gigante de Natação 18 de setembro de 2010 Colégio Elias Moreira Joinville-SC I Revezamento Gigante de Natação 18 de setembro de 2010 Colégio Elias Moreira Joinville-SC REGULAMENTO Art. 01 - O Colégio Cenecista José Elias Moreira, realizará o I Revezamento Gigante de Natação, no

Leia mais

Regulamento da Prova de DUATHLON TERRESTRE JABOTI NOVEMBRO DE 2015

Regulamento da Prova de DUATHLON TERRESTRE JABOTI NOVEMBRO DE 2015 Regulamento da Prova de DUATHLON TERRESTRE JABOTI 2015 22 NOVEMBRO DE 2015 CAPITULO I- Denominação e Objetivo ART. 1º - Este evento é uma promoção com iniciativa particular e com apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

FEDERAÇÃO MINEIRA DE TIRO PRÁTICO

FEDERAÇÃO MINEIRA DE TIRO PRÁTICO REGULAMENTO DA FEDERAÇÃO MINEIRA DE TIRO PRÁTICO (FMTP) PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS ON LINE IMPORTANTE LER AS REGRAS BEM COMO TIRAR AS DÚVIDAS ANTES DA REALIZAÇÃO DAS PROVA. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: O pagamento

Leia mais

Futebol Sete Masculino Livre

Futebol Sete Masculino Livre Futebol Sete Masculino Livre FASE LOCAL CANOINHAS 2016 FUTEBOL SETE MASCULINO LIVRE CHAVE A CHAVE B 1 CIA B 6 FRICASA A 2 BONETES 7 INVIOLÁVEL 3 MILI 8 GRUPO GSA B 4 PROENGEL 9 GRUPO GSA A 5 CIA A 10 FRICASA

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA ARTÍSTICA FRG

REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA ARTÍSTICA FRG 1. FINALIDADE REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA ARTÍSTICA FRG - 2013 1.1. O presente Regulamento tem por finalidade orientar e ordenar a modalidade de ginástica artística na FRG, juntamente com o regulamento

Leia mais

Regulamento de saque-rápido Atualização de julho de 2007

Regulamento de saque-rápido Atualização de julho de 2007 Regulamento de saque-rápido Atualização de julho de 2007 Capitulo 1. Organização. A parte executiva da organização da prova é composta de Diretor de Prova (Match Director); Chefe dos Árbitros (Chief Range

Leia mais

Regulamento Geral de Car/Pst/RF 2015

Regulamento Geral de Car/Pst/RF 2015 Regulamento Geral de Car/Pst/RF 2015 I - Finalidade Estabelecer normas para os eventos nacionais da CBTE na modalidade de. II - Objetivo a) Incentivar a prática do Tiro Esportivo, em âmbito nacional, através

Leia mais

Interséries FEMA 2016

Interséries FEMA 2016 Interséries FEMA 2016 CAPITULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 01 - Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as disputas das interséries 2016, nas modalidades de voleibol e caçador misto, basquete,

Leia mais

Manual de Instruções Rossi Dione Takedown

Manual de Instruções Rossi Dione Takedown Manual de Instruções Rossi Dione Takedown IMPORTANTE! Por favor, leia este manual de instruções antes de usar a sua carabina de pressão. Prezado cliente, obrigado por adquirir a carabina de pressão Rossi

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Docentes do curso de Educação Física TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Torneio Integração dos Cursos da FASETE Regulamento

Leia mais

Regulamento Específico. Tênis de Mesa

Regulamento Específico. Tênis de Mesa Regulamento Específico Tênis de Mesa 2015 Art. 1º - A competição do Tênis de Mesa dos Escolares de Minas Gerais JEMG/2015 obedecerá às regras oficiais da Federação Internacional de Tênis de Mesa - ITTF

Leia mais

REGULAMENTO DE CARABINAS E FUZIL. FUZIL a 300 m FUZIL STANDARD a 300 m CARABINA a 50 m CARABINA de AR a 10 m

REGULAMENTO DE CARABINAS E FUZIL. FUZIL a 300 m FUZIL STANDARD a 300 m CARABINA a 50 m CARABINA de AR a 10 m REGULAMENTO DE CARABINAS E FUZIL FUZIL a 300 m FUZIL STANDARD a 300 m CARABINA a 50 m CARABINA de AR a 10 m Edição de 2009 (1ª impressão Novembro de 2008) Em vigor desde 1º de Janeiro de 2009 CAPÍTULOS

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS

REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS REGULAMENTO ESPECÍFICO 3 JOGOS DO IFRS DO FUTSAL Art.1 - Os jogos de futsal nos 3º JOGOS DO IFRS serão realizados de acordo com as Regras Oficiais da CBFS, pelo regulamento

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL 2013 2017 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição das Equipas 3 3.1. Infantis (andebol de 5) 3 3.2. Iniciados, Juvenis e Juniores (andebol de 7) 3 4.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO: CHAVE A MORPHOS COREMA CAMPEÃO SEGUNDA VICE SEGUNDA CHAVE B 1. È OBRIGATÓRIO O USO DE CANELEIRAS. 2. Os jogos terão a duração de

Leia mais

REGULAMENTO INTERCLUBES INFANTO JUVENIL 2012

REGULAMENTO INTERCLUBES INFANTO JUVENIL 2012 REGULAMENTO INTERCLUBES INFANTO JUVENIL 2012 1. DO CAMPEONATO Poderá participar do Interclubes Infanto Juvenil toda agremiação que estiver devidamente cadastrada na FPT e com suas obrigações financeiras

Leia mais

Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria Torneio de Ténis de Mesa

Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria Torneio de Ténis de Mesa Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria 2014 Torneio de Ténis de Mesa Regulamento 1. Disposições iniciais Este Regulamento define as normas de organização do Torneio de Ténis de

Leia mais

REGULAMENTO DA 2ª CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRI0S DE MARABÁ 2016, SÓ A LUTA TE GARANTE!

REGULAMENTO DA 2ª CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRI0S DE MARABÁ 2016, SÓ A LUTA TE GARANTE! REGULAMENTO DA 2ª CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRI0S DE MARABÁ 2016, SÓ A LUTA TE GARANTE! 01 - O Sindicato dos Bancários do Pará é o organizador da 2ª CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRI0S

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGU I DA FINALIDADE E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º. As regras aplicadas nos I Jogos Nacionais de Integração da PRF 2015 - para a competição de Futebol Society Livre serão

Leia mais

Datas: 27, 28, 29 e 30 de junho de R E G U L A M E N T O

Datas: 27, 28, 29 e 30 de junho de R E G U L A M E N T O OLIMPÍADAS 2016 ENSINO FUNDAMENTAL II E ENSINO MÉDIO I DISPOSIÇÕES GERAIS Datas: 27, 28, 29 e 30 de junho de 2016. R E G U L A M E N T O Art. 1º - Os jogos têm por finalidade promover o intercâmbio sócio-desportivo

Leia mais

Regulamento. VIII Circuito de Maratonas Aquáticas de Santa Catarina. Federação Aquática de Santa Catarina Temporada 2012/2013 REGULAMENTO 1

Regulamento. VIII Circuito de Maratonas Aquáticas de Santa Catarina. Federação Aquática de Santa Catarina Temporada 2012/2013 REGULAMENTO 1 Regulamento VIII Circuito de Maratonas Aquáticas de Santa Catarina Federação Aquática de Santa Catarina Temporada 2012/2013 REGULAMENTO 1 Conteúdo 1. Finalidades 2. Data e informações das provas 3. Inscrições

Leia mais

CORRIDA DA INFANTARIA 17 MAIO h30 PERCURSOS DE 5 /10 km LARGADA / CHEGADA: FORTALEZA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO

CORRIDA DA INFANTARIA 17 MAIO h30 PERCURSOS DE 5 /10 km LARGADA / CHEGADA: FORTALEZA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO DA 10ª REGIÃO MILITAR REGIÃO MARTIM SOARES MORENO CORRIDA DA INFANTARIA 17 MAIO 2009-7h30 PERCURSOS DE 5 /10 km LARGADA / CHEGADA: FORTALEZA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO Brigadeiro

Leia mais

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FEDERAÇÃO DE JUDÔ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MENSAGEM DO PRESIDENTE P r e z a d o s S e n h o r e s, A F e d e r a ç ã o d e J u d ô d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o, c o m a c h a n c e l

Leia mais

FUTSAL Art. 1º - As partidas obedecerão as regras oficiais da C.B.F.S.. Art. 2º - O tempo de cada partida será de 08 (oito) minutos. Inciso I - quando

FUTSAL Art. 1º - As partidas obedecerão as regras oficiais da C.B.F.S.. Art. 2º - O tempo de cada partida será de 08 (oito) minutos. Inciso I - quando VOLEIBOL Art. 1º - As partidas obedecerão às regras oficiais da FIVB, com as seguintes alterações: Inciso I - Os jogos serão realizados em 01 (um) set de 16 (dezesseis) pontos. Inciso II - Em caso de empate

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA NATAÇÃO 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA NATAÇÃO 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA NATAÇÃO 2016 Art. 1º. A Competição de Natação será realizada de acordo com as regras oficiais da Federação Internacional de Natação (FINA), da Confederação Brasileira de Desportos

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo IX JOGUEM 2015 HANDEBOL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e organização é da UNIVATES DAS FINALIDADES: A promoção tem

Leia mais

OBJETÍADAS (OLIMPÍADAS DO COLÉGIO OBJETIVO)

OBJETÍADAS (OLIMPÍADAS DO COLÉGIO OBJETIVO) OBJETÍADAS (OLIMPÍADAS DO COLÉGIO OBJETIVO) REGULAMENTO GERAL - 2015 1 - Do Objetivo 1.1 As OBJETÍADAS visam aproximar os alunos, promover interação dentro e fora da sala de aula, fortalecer a convivência,

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA 2016 Futebol de 7 PC

CAMPEONATO PAULISTA 2016 Futebol de 7 PC CAMPEONATO PAULISTA 2016 Futebol de 7 PC REGULAMENTO GERAL I Objetivo Art.1º O Campeonato Paulista 2016 tem como objetivo fomentar o desporto em São Paulo e desenvolver o intercâmbio desportivo e social,

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O campeonato de futebol soçaite será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, pelo que dispuser o presente regulamento

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE LICENÇAS FEDERATIVAS

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE LICENÇAS FEDERATIVAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO REGULAMENTO DE LICENÇAS FEDERATIVAS Em Vigor desde 01 de Janeiro de 2009 1. Por cada Atirador regularmente inscrito na Federação Portuguesa de Tiro, será emitida e entregue

Leia mais

SURVIVOR TRIP TRAIL 2014 Mountain Bike 1ª etapa (MARECHAL FLORIANO)

SURVIVOR TRIP TRAIL 2014 Mountain Bike 1ª etapa (MARECHAL FLORIANO) SURVIVOR TRIP TRAIL 2014 Mountain Bike 1ª etapa (MARECHAL FLORIANO) Regulamento 1. A PROVA: Local: Marechal Floriano - ES Data: 23/02 Largada: 09:00h Percurso: a definir 2. INSCRIÇÕES: 2.1. Datas e valores

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. 3 - É permitida a reunião de associações da mesma região para participação dos Jogos.

REGULAMENTO GERAL. 3 - É permitida a reunião de associações da mesma região para participação dos Jogos. 1 DA FINALIDADE V JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA DE 26 A 30 DE MAIO DE 2010 Foz do Iguaçu PR REGULAMENTO GERAL Art. 1º - Os JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, competição oficial da ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO GERAL DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO GERAL DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1º A competição será para alunos devidamente matriculados na Instituição de Ensino - Univale. ART. 2º As pessoas físicas que participarem do evento consideradas

Leia mais

II TORNEIO DE FUTEBOL DA OAB SUB. PARNAÍBA-PI

II TORNEIO DE FUTEBOL DA OAB SUB. PARNAÍBA-PI II TORNEIO DE FUTEBOL DA OAB SUB. PARNAÍBA-PI REGULAMENTO GERAL I. OBJETIVO Art. 1º - O 2º Torneio de Futebol Society da OAB Subseção de Parnaíba-PI, tem por finalidade a integração entre a comunidade

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIR DE TIRO ONLINE. - Regulamentar o Campeonato Brasileiro de tiro de carabinas e pistolas de pressão.

REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIR DE TIRO ONLINE. - Regulamentar o Campeonato Brasileiro de tiro de carabinas e pistolas de pressão. 1.FINALIDADE REGULAMENTO DO CAMPEONATO BRASILEIR DE TIRO ONLINE - Regulamentar o Campeonato Brasileiro de tiro de carabinas e pistolas de pressão. 2.INSCRIÇÃO - Valor: R$ 30,00 (vinte reais) pago em boleto

Leia mais

JOGOS DO JOÃO ontem/hoje/sempre

JOGOS DO JOÃO ontem/hoje/sempre UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF Reitor Henrique Duque de Miranda Chaves Filho COLÉGIO DE APLICAÇÃO JOÃO XXIII UFJF Diretor Geral Diretora de Ensino Prof. José Luiz Lacerda Prof a. Andréa Vassallo

Leia mais

1º CAMPEONATO INTERNO DA UNIOESTE CAMPUS TOLEDO FUTEBOL SETE SINTÉTICO REGULAMENTO GERAL

1º CAMPEONATO INTERNO DA UNIOESTE CAMPUS TOLEDO FUTEBOL SETE SINTÉTICO REGULAMENTO GERAL 1º CAMPEONATO INTERNO DA UNIOESTE CAMPUS TOLEDO FUTEBOL SETE SINTÉTICO - 2010 - REGULAMENTO GERAL DAS FINALIDADES 1 O Campeonato Interno da Unioeste / Campus de Toledo tem por finalidade a integração e

Leia mais

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Filiada a World Field Target Federation Regulamento das Provas de Field Target Atualizado em 26 de maio 2009

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Filiada a World Field Target Federation Regulamento das Provas de Field Target Atualizado em 26 de maio 2009 Regulamento Técnico do Field Target ÍNDICE 2. Desenvolvimento... 2 a) Provas... 2 b) Classes... 2 c) Armas, Munições e Acessórios... 2 d) Alvos... 3 e) Distâncias... 4 f) Posições... 4 g) Tempos... 4 i)

Leia mais

ATLETISMO Nº 02 04/09/2014

ATLETISMO Nº 02 04/09/2014 ATLETISMO Nº 02 04/09/2014 ATLETISMO LOCAL DE COMPETIÇÃO Local: Pista da UEL Endereço: Rodovia Celso Garcia Cid, PR 445 km 380. POWERADE Para a edição de 2014, a Powerade oferecerá uma premiação aos atletas

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1º - ORGANIZAÇÃO: A Temporada 2014 do TROFÉU LIGHT GPCKA será realizada pelo GRUPO - Circuito de Kart Amador. ARTIGO 2º - CRONOGRAMA: A Temporada 2014 será disputada em 5 etapas e as etapas estão

Leia mais

FEDERAÇÃO AQUÁTICA NORTERIOGRANDENSE Fone: XII CIRCUITO ESTADUAL DE ESCOLINHAS DE NATAÇÃO 2016

FEDERAÇÃO AQUÁTICA NORTERIOGRANDENSE  Fone: XII CIRCUITO ESTADUAL DE ESCOLINHAS DE NATAÇÃO 2016 FEDERAÇÃO AQUÁTICA NORTERIOGRANDENSE www.fanrn.com.br aquaticarn@gmail.com Fone: 32018008 XII CIRCUITO ESTADUAL DE ESCOLINHAS DE NATAÇÃO 2016 REGULAMENTO Art.1º - O XII CIRCUITO ESTADUAL DE ESCOLINHAS

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE JUDÔ. BOLETIM OFICIAL FGJ 25/2016 Copa Grêmio Náutico União 110 Anos

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE JUDÔ. BOLETIM OFICIAL FGJ 25/2016 Copa Grêmio Náutico União 110 Anos BOLETIM OFICIAL FGJ 25/2016 Copa Grêmio Náutico União 110 Anos - DIVISÃO PRINCIPAL E ACESSO Data: 07/05/2016 Local: Grêmios Náutico União Endereço: Rua Quintino Bocaiuva, 500 Moinhos de Vento REGULAMENTO

Leia mais

1ª Copa de Judô "Dr. Valdomir Mandaliti"

1ª Copa de Judô Dr. Valdomir Mandaliti FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ Rua Germaine Burchard, 451-3º Andar - sala 31 - Fone (011)38 62-0749 e TELEFAX (011)36730497 SÃO PAULO - SP - CEP 05002-062 3ª Delegacia Centro Sul Bauru Mandaliti Advogados

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º- Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições de jogos dos cursos superiores e discentes do IFRS - Campus Ibirubá no ano de 2016. Art.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CICLISMO

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CICLISMO REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CICLISMO 1. A Competição de Ciclismo será realizada de acordo com as regras oficiais da UCI e da Confederação Brasileira de Ciclismo salvo o estabelecido neste Regulamento. 2.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TÊNIS DE MESA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TÊNIS DE MESA REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TÊNIS DE MESA 1. A competição do Tênis de Mesa dos JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE será realizada de acordo com as Regras da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) e a Confederação

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO HANDEBOL DOS SURDOS a 21 de Junho Uberlândia/MG

CAMPEONATO BRASILEIRO HANDEBOL DOS SURDOS a 21 de Junho Uberlândia/MG REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem ao Campeonato Brasileiro de Handebol dos Surdos - 2015. Art. 2º

Leia mais

II aeestsp Course Cup

II aeestsp Course Cup II aeestsp Course Cup Regulamento Voleibol INTRODUÇÃO O Regulamento Oficial de Voleibol da Federação Portuguesa de Voleibol aplica-se a este torneio, com adaptação adequada das regras às condições de realização

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE JUDÔ BOLETIM OFICIAL FGJ 15/2016 COPA SANTA CRUZ DO SUL

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE JUDÔ BOLETIM OFICIAL FGJ 15/2016 COPA SANTA CRUZ DO SUL BOLETIM OFICIAL FGJ 15/2016 COPA SANTA CRUZ DO SUL - DIVISÃO PRINCIPAL E ACESSO Data: 19 de Março de 2016 Local: Ginásio da UNISC Endereço: Av. Independência, 2.293 Santa Cruz do Sul /RS REGULAMENTO DIVISÃO

Leia mais

a) VITÓRIA PONTOS b) EMPATE COM GOL PONTOS c) EMPATE SEM GOL PONTO d) DERROTA PONTO

a) VITÓRIA PONTOS b) EMPATE COM GOL PONTOS c) EMPATE SEM GOL PONTO d) DERROTA PONTO REGULAMENTO GERAL DO 1º CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASSTBM l DA FINALIDADE: Art. 1º O Torneio de Futebol Society, tem por finalidade: A congregação de associados e público em geral, através do esporte.

Leia mais

REGULAMENTO DA CORRIDA CONTRA I CRACK A REALIZAR NO Dia 31 de Julho no Centro da Cidade de Senador Canedo, Local: Praça Criativa

REGULAMENTO DA CORRIDA CONTRA I CRACK A REALIZAR NO Dia 31 de Julho no Centro da Cidade de Senador Canedo, Local: Praça Criativa REGULAMENTO DA CORRIDA CONTRA I CRACK A REALIZAR NO Dia 31 de Julho no Centro da Cidade de Senador Canedo, Local: Praça Criativa INICIATIVA COM CARATER ESPORTIVO E SOCIAL O evento CORRIDA CONTRA O CRACK

Leia mais

COPA INTERESCOLAR DE FUTSAL UNOCHAPECÓ/FOLHA DE CHAPECÓ REGULAMENTO

COPA INTERESCOLAR DE FUTSAL UNOCHAPECÓ/FOLHA DE CHAPECÓ REGULAMENTO COPA INTERESCOLAR DE FUTSAL UNOCHAPECÓ/FOLHA DE CHAPECÓ REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL DA COPA INTERESCOLAR DE FUTSAL UNOCHAPECÓ/FOLHA DE CHAPECÓ O Presidente da Associação de Arbitragem de Chapecó e Região

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ COPA KIMONOS BUDOKAN DE JUDÔ TROFÉU YOKICHI KIMURA

FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ COPA KIMONOS BUDOKAN DE JUDÔ TROFÉU YOKICHI KIMURA FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ Rua Germaine Burchard, 451-3º Andar - sala 31 - Fone (011)38 62-0749 e TELEFAX (011)36730497 SÃO PAULO - SP - CEP 05002-062 10ª Delegacia CENTRAL COPA KIMONOS BUDOKAN DE JUDÔ

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DE GINÁSTICA ARTÍSTICA

REGULAMENTO ESPECIFICO DE GINÁSTICA ARTÍSTICA GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECIFICO DE GINÁSTICA ARTÍSTICA (CÓDIGO DE PONTUAÇÃO) 2002-2003 GINÁSTICA ARTÍSTICA Programa obrigatório: SOLO SALTOS APARELHO FACULTATIVO SOLO SALTOS

Leia mais

REGULAMENTO DO VÔLEI DE PRAIA JOGUINHOS ABERTOS SC 2010 DEMONSTRAÇÃO

REGULAMENTO DO VÔLEI DE PRAIA JOGUINHOS ABERTOS SC 2010 DEMONSTRAÇÃO REGULAMENTO DO VÔLEI DE PRAIA JOGUINHOS ABERTOS SC 2010 DEMONSTRAÇÃO I - DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO Art.1º- Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem as disputas do Campeonato de Volei

Leia mais

INFORMATIVO TÉCNICO. Nº 53 Atualizado em Dezembro de 2010.

INFORMATIVO TÉCNICO. Nº 53 Atualizado em Dezembro de 2010. INFORMATIVO TÉCNICO Nº 53 Atualizado em Dezembro de 2010. Pistola de Pressão CBC Life Style A Pistola de Pressão Life Style é resultado do compromisso da CBC com a constante evolução dos seus produtos

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru 1. DA ORGANIZAÇÃO E DIREÇÃO Art. 1. O campeonato interclasses de basquete obedecerá às disposições deste regulamento, da Declaração do Termo de Responsabilidade constante na Ficha de Inscrição e das demais

Leia mais

JOGOS ESTUDANTIS DE LAGOA SANTA 2006

JOGOS ESTUDANTIS DE LAGOA SANTA 2006 CEP 33.400-000 ESTADO DE MINAS GERAIS JOGOS ESTUDANTIS DE LAGOA SANTA 2006 REGULAMENTO GERAL I Das Finalidades II Da Cerimônia de Abertura III Das Categorias IV Das Inscrições V Das Modalidades VI Regulamento

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TÊNIS DE MESA DOS SURDOS JOINVILLE/SC

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TÊNIS DE MESA DOS SURDOS JOINVILLE/SC REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem ao Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa dos Surdos - 2015. Art.

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO 1 DENOMINAÇÃO A Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental 2013, neste regulamento denominada MOSTRATEC JUNIOR 2013, é organizada pela Fundação

Leia mais

CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS

CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS Art. 1º - O campeonato da categoria BANANEIRAS do Pingo D água será disputado pôr 06 (seis) equipes compostas pôr atletas

Leia mais

Regulamento Específico. Ginástica Rítmica Módulo I

Regulamento Específico. Ginástica Rítmica Módulo I Regulamento Específico Ginástica Rítmica Módulo I 1 Art. 1º - A competição de ginástica rítmica será regida de acordo com as regras oficiais da Federação Internacional de Ginástica (FIG), reconhecidas

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA CORCEL NEGRO Fundado em 22/04/1997 CNPJ: /

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA CORCEL NEGRO Fundado em 22/04/1997 CNPJ: / Regulamento Geral 1º Para realização da 5ª Corrida Ecológica de 10 km, com caminhada de 6 km, organizada pela Associação Desportiva Corcel Negro, serão adotadas as regras da Federação Paulista de Atletismo,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO - FUTSAL JOGOS INTERCAMPI DOS SERVIDORES

REGULAMENTO ESPECÍFICO - FUTSAL JOGOS INTERCAMPI DOS SERVIDORES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE ATENÇÃO À SAÚDE DO SERVIDOR REGULAMENTO ESPECÍFICO

Leia mais

1º Prova Pedestre 10 de Agosto Aniversário da Polícia Militar 4 km e 8 km REGULAMENTO Informações Gerais

1º Prova Pedestre 10 de Agosto Aniversário da Polícia Militar 4 km e 8 km REGULAMENTO Informações Gerais 1º Prova Pedestre 10 de Agosto Aniversário da Polícia Militar 4 km e 8 km REGULAMENTO Informações Gerais A Policia Militar do Paraná tem por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

Regulamento Mostra ACESC de Dança 2.016

Regulamento Mostra ACESC de Dança 2.016 Regulamento Mostra ACESC de Dança 2.016 Capítulo I DA INSCRIÇÃO Página 1 Art. 1º. As inscrições dos clubes na ACESC deverão ser feitas entre os dias 1º (primeiro) de abril e 31 (trinta e um) de julho de

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016 CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016 Provimento de cargos da Guarda Municipal de Garanhuns. Nome do candidato: Número de inscrição: Assinatura do candidato: PROVA MÓDULO

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE JUDÔ BOLETIM OFICIAL FGJ 51/2016 COPA LAJEADO

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE JUDÔ BOLETIM OFICIAL FGJ 51/2016 COPA LAJEADO BOLETIM OFICIAL FGJ 51/2016 COPA LAJEADO - DIVISÃO PRINCIPAL E ACESSO Data: 10/09/2016 Local: Ginásio Nelson Brancher Endereço: R. Roberto Stahlschmidt - Moinhos, Lajeado - RS REGULAMENTO DIVISÃO PRINCIPAL:

Leia mais

NOTA OFICIAL ATLETISMO

NOTA OFICIAL ATLETISMO DATA/ LOCAL/ HORÁRIOS Data: 03 de junho (DOMINGO) LIGA UNIVERSITÁRIA PAULISTA NOTA OFICIAL ATLETISMO Local: CENTRO ESPORTIVO E RECREATIVO VILA SÃO JOSÉ Estrada das Lágrimas, nº 90 Vila São José São Caetano

Leia mais

XL Mini Olimpíadas Concelhias de Santa Maria da Feira 2016

XL Mini Olimpíadas Concelhias de Santa Maria da Feira 2016 XL Mini Olimpíadas Concelhias de Santa Maria da Feira 2016 REGULAMENTO DE ATLETISMO 1º - As provas de Atletismo serão realizadas no Estádio do Caldas de São Jorge Sport Clube, nos dias 9 e 10 de Julho

Leia mais

Regulamento. Licenças Federativas. Em vigor desde 01 de Janeiro de 2007

Regulamento. Licenças Federativas. Em vigor desde 01 de Janeiro de 2007 Regulamento de Licenças Federativas Em vigor desde 01 de Janeiro de 2007 1 - Por cada Atirador regularmente inscrito na Federação Portuguesa de Tiro, será emitida e entregue uma Licença Federativa (LF),

Leia mais

10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos Modalidades: Masculino Escalão B. Masculino Escalão C Corridas

10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos Modalidades: Masculino Escalão B. Masculino Escalão C Corridas 10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos. 10.2 Modalidades: N. Escalão A Escalão B Escalão C Corridas Escalão D Escalão E 1 50 m 2 60 m 3 100 m 100 m 100 m 4 200 m 200

Leia mais

4. No caso em que seja necessário apontar um vencedor e no tempo regulamentar o jogo terminar empatado será aplicado o seguinte:

4. No caso em que seja necessário apontar um vencedor e no tempo regulamentar o jogo terminar empatado será aplicado o seguinte: Regulamento Técnico de Futsal 1. A competição será disputada na categoria masculina acima de 16 anos e feminina acima de 14 anos. Será permitida a inscrição de 6 atletas no mínimo e no máximo 8. 2. A competição

Leia mais

REGULAMENTO Segunda- 07/11/16-11hs. 2ª Batalha de Cortes Wahl Brasil Duração: 40 min. (para cada categoria)

REGULAMENTO Segunda- 07/11/16-11hs. 2ª Batalha de Cortes Wahl Brasil Duração: 40 min. (para cada categoria) REGULAMENTO Segunda- 07/11/16-11hs. 2ª Batalha de Cortes Wahl Brasil 2016. Duração: 40 min. (para cada categoria) 1. Podem participar da batalha Corte Wahl Brasil 2016, todas as pessoas físicas, com idade

Leia mais

Jogos Champagnat 2013

Jogos Champagnat 2013 Jogos Champagnat 2013 Capítulo I Geral Art. 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem os Jogos Champagnat 2013. Art. 2º - Os Jogos Champagnat são organizados pelo Colégio Marista Santa

Leia mais

8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016

8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016 8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016 REGULAMENTO GERAL I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 01 - Este regulamento é o conjunto das disposições preliminares que regem a 8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY

Leia mais

TERMO ADITIVO AO REGULAMENTO GERAL DO CAMPEONATO PORSCHE GT3 CUP CHALLENGE BRASIL CATEGORIA CUP (Versão 1, 04 de junho de 2013)

TERMO ADITIVO AO REGULAMENTO GERAL DO CAMPEONATO PORSCHE GT3 CUP CHALLENGE BRASIL CATEGORIA CUP (Versão 1, 04 de junho de 2013) TERMO ADITIVO AO REGULAMENTO GERAL DO CAMPEONATO PORSCHE GT3 CUP CHALLENGE BRASIL CATEGORIA CUP (Versão 1, 04 de junho de 2013) INSTITUIÇÃO DO CAMPEONATO LIGHT Porsche Light é um formato de categoria criado

Leia mais

Regulamento Silhueta Metálica. SMALL e BIG BORE (Condensado do IHMSA)

Regulamento Silhueta Metálica. SMALL e BIG BORE (Condensado do IHMSA) Regulamento Silhueta Metálica SMALL e BIG BORE (Condensado do IHMSA) (OBS.: este regulamento é baseado na tradução do regulamento da IHMSA. Este regulamento apesar da IHMSA ser uma entidade internacional,

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPIRITOSANTENSE DE TIRO PRÁTICO REGULAMENTO PARA O CAMPEONATO ESTADUAL DE SILHUETAS METALICAS

FEDERAÇÃO ESPIRITOSANTENSE DE TIRO PRÁTICO REGULAMENTO PARA O CAMPEONATO ESTADUAL DE SILHUETAS METALICAS 1 REGULAMENTO PARA O CAMPEONATO ESTADUAL DE SILHUETAS METALICAS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS Este regulamento foi elaborado com o intuito de abranger de forma ampla, clara e simples todos os aspectos normativos,

Leia mais

45º TORNEIO PERIQUITO DE JUDÔ C O N V I T E

45º TORNEIO PERIQUITO DE JUDÔ C O N V I T E 45º TORNEIO PERIQUITO DE JUDÔ C O N V I T E A SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS realizará no dia 03 de agosto de 2013 em comemoração ao 99º aniversario do clube o Tradicional TORNEIO PERIQUITO DE JUDÔ, no

Leia mais

REGULAMENTO. Art. 3º - Os corredores (as) deverão inscrever-se no endereço no período de 30 de setembro a 11 de dezembro de 2016.

REGULAMENTO. Art. 3º - Os corredores (as) deverão inscrever-se no endereço  no período de 30 de setembro a 11 de dezembro de 2016. DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ESPORTE DE IVAIPORÃ UEM MARINGÁ-CAMPUS IVAIPORÃ ACISI NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE IVAIPORÃ V CORRIDA RÚSTICA DE IVAIPORÃ PARE DE FUMAR CORRENDO Capítulo I - Das Disposições

Leia mais

REGULAMENTO DA I CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRIOS DE SANTARÉM SÓ A LUTA TE GARANTE!

REGULAMENTO DA I CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRIOS DE SANTARÉM SÓ A LUTA TE GARANTE! REGULAMENTO DA I CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRIOS DE SANTARÉM 2016 - SÓ A LUTA TE GARANTE! 01. O Sindicato dos Bancários do Pará é o organizador da I CORRIDA E CAMINHADA DE BANCÁRIAS E BANCÁRIOS

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL DE BOULDER 2016 REGRAS GERAIS

CAMPEONATO ESTADUAL DE BOULDER 2016 REGRAS GERAIS CAMPEONATO ESTADUAL DE BOULDER 2016 REGRAS GERAIS 1) COMISSÃO ORGANIZADORA O Campeonato Estadual de Boulder do Rio de Janeiro 2016 será realizado em parceria entre a FEMERJ e os ginásios de escalada OnBlox,

Leia mais

10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 escalões - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos Modalidades: Masculino Escalão B

10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 escalões - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos Modalidades: Masculino Escalão B 10 Atletismo 10.1 Escalões: 10 escalões - A, B, C, D e E, para masculinos e femininos. 10.2 Modalidades: N. Escalão A Escalão B Escalão C Corridas Escalão D Escalão E 1 50 m 2 60 m 3 100 m 100 m 100 m

Leia mais

JOGOS DE INTEGRAÇÃO Campus Santo Ângelo

JOGOS DE INTEGRAÇÃO Campus Santo Ângelo JOGOS DE INTEGRAÇÃO 2015 Campus Santo Ângelo REGULAMENTO - JOGOS DE INTEGRAÇÃO 22 de Agosto de 2015 DAS FINALIDADES CAPÍTULO I Art. 1º - Os JOGOS DE INTEGRAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA/ CÂMPUS

Leia mais

LIVRE. OBS.: Conta-se a idade do atleta no dia 31 de dezembro de 2016.

LIVRE. OBS.: Conta-se a idade do atleta no dia 31 de dezembro de 2016. DATA 24/04/2016 LOCAL Parque Aquático de Arcos CATEGORIAS E FAIXAS ETÁRIAS CATEGORIAS IDADE OPEN MASC. OPEN FEMININO INF. JUVENIL ATÉ 13 ANOS JUVENIL 14 A 16 ANOS JUNIOR 17 A 18 ANOS SUB 23 19 A 22 ANOS

Leia mais

Federação Mineira de Handebol Filiada a CBHb Confederação Brasileira de Handebol Fundada em 20 de julho de 1971

Federação Mineira de Handebol Filiada a CBHb Confederação Brasileira de Handebol Fundada em 20 de julho de 1971 REGULAMENTO CAMPEONATO MINEIRO INFANTIL DE CLUBES 2013 1. A Competição será realizada de acordo com o Regulamento Geral de Competições da FMH, pelas regras oficiais da IHF e por este Regulamento Especifico.

Leia mais