AVALIANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Sérgio Roberto Kieling Franco

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Sérgio Roberto Kieling Franco"

Transcrição

1 AVALIANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES Sérgio Roberto Kieling Franco

2 SINAES Política de promoção de qualidade (combinado com política regulatória) Avaliação de instituições e de cursos Princípio do instrumento único Aspectos específicos das licenciaturas

3 1.19. Integração com as redes públicas de ensino Obrigatório para as Licenciaturas, NSA para os demais que não contemplam integração com as redes públicas de ensino no PPC Conceito Quando não existem ações ou convênios que promovam integração com as escolas da educação básica das redes públicas de ensino. Quando as ações ou convênios que promovam integração com as escolas da educação básica das redes públicas de ensino estão previstos/implantados com abrangência e consolidação insuficiente. Quando as ações ou convênios que promovam integração com as escolas da educação básica das redes públicas de ensino estão previstos/implantados com abrangência e consolidação suficiente. Quando as ações ou convênios que promovam integração com as escolas da educação básica das redes públicas de ensino estão muito bem previstos/implantados com abrangência e consolidação. Quando as ações ou convênios que promovam integração com as escolas da educação básica das redes públicas de ensino estão previstos/implantados com abrangência e consolidação excelente.

4 2.11. Experiência no exercício da docência na educação básica Obrigatório para cursos de licenciatura, NSA para os demais Conceito Quando um contingente menor que 20% do corpo docente previsto/efetivo tem, pelo menos, 3 anos de experiência no exercício da docência na educação básica. Quando um contingente maior ou igual a 20% e menor que 30% do corpo docente previsto/efetivo tem, pelo menos, 3 anos de experiência no exercício da docência na educação básica. Quando um contingente maior ou igual a 30% e menor que 40% do corpo docente previsto/efetivo tem, pelo menos, 3 anos de experiência no exercício da docência na educação básica. Quando um contingente maior ou igual a 40% e menor que 50% do corpo docente previsto/efetivo tem, pelo menos, 3 anos de experiência no exercício da docência na educação básica. Quando um contingente maior ou igual a 50% do corpo docente previsto/efetivo tem, pelo menos, 3 anos de experiência no exercício da docência na educação básica.

5 Dimensão 1: Organização Didático- Pedagógica 1.1. Contexto educacional 1.2. Políticas institucionais no âmbito do curso 1.3. Objetivos do curso 1.4. Perfil profissional do egresso 1.5. Estrutura curricular 1.6. Conteúdos curriculares 1.7. Metodologia 1.8. Estágio curricular supervisionado 1.9. Atividades complementares Trabalho de conclusão de curso (TCC) Apoio ao discente Ações decorrentes dos processos de avaliação do curso Atividades de tutoria Material didático institucional Mecanismos de interação entre docentes, tutores e estudantes Procedimentos de avaliação dos processos de ensino-aprendizagem Número de vagas Integração com as redes públicas de ensino Integração com o sistema local e regional de saúde e o SUS Ensino na área de saúde Atividades práticas de ensino

6 Dimensão 2: Corpo Docente e Tutorial 2.1. Atuação do Núcleo Docente Estruturante NDE 2.2. Atuação do (a) coordenador (a) 2.3. Experiência do (a) coordenador (a) do curso em cursos a distância 2.4. Experiência profissional, de magistério superior e de gestão acadêmica do (a) coordenador (a) 2.5. Regime de trabalho do (a) coordenador (a) do curso 2.6. Carga horária de coordenação de curso 2.7. Titulação do corpo docente do curso 2.8. Titulação do corpo docente do curso percentual de doutores 2.9. Regime de trabalho do corpo docente do curso Experiência profissional do corpo docente Experiência no exercício da docência na educação básica Experiência de magistério superior do corpo docente Relação entre o número de docentes e o número de estudantes Funcionamento do colegiado de curso ou equivalente Produção científica, cultural, artística ou tecnológica Titulação e formação do corpo de tutores do curso Experiência do corpo de tutores em educação a distância Relação docentes e tutores presenciais e a distância por estudante Responsabilidade docente pela supervisão da assistência médica Núcleo de apoio pedagógico e experiência docente

7 Dimensão 3: Infraestrutura 3.1. Gabinetes de trabalho para professores Tempo Integral TI 3.2. Espaço de trabalho para coordenação do curso e serviços acadêmicos 3.3. Sala de professores 3.4. Salas de aula 3.5. Acesso dos alunos a equipamentos de informática 3.6. Bibliografia básica 3.7. Bibliografia complementar 3.8. Periódicos especializados 3.9. Laboratórios didáticos especializados: quantidade Laboratórios didáticos especializados: qualidade Sistema de controle de produção e distribuição de material didático (logística) Núcleo de Práticas Jurídicas: atividades básicas Núcleo de Práticas Jurídicas: atividades de arbitragem, negociação e mediação Unidades hospitalares de ensino e complexo assistencial Sistema de referência e contrarreferência Biotérios Laboratórios de ensino Laboratórios de habilidades Protocolos de experimentos Comitê de ética em pesquisa Laboratórios didáticos especializados: serviços

8 Cursos Especiais Cursos noturnos Cursos fora de sede Cursos a distância PARFOR UAB qualidade não se compensa

9 Formação continuada de professores caso do RS Formação inicial caso do Brasil Que professor precisamos para as próximas décadas?

10

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria.

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria. SIC 01/09 Belo Horizonte, 06 de janeiro de 2009. RECONHECIMENTO. CURSOS DE TECNOLOGIA, BACHARE- LADO E LICENCIATURA, E DIREITO. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PORTARIAS Nºs 1, 2 E 3, PUBLICADAS DIA 06/01/09

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Page 1 of 5 Ministério da Educação Nº 1087 - Terça feira, 6 de janeiro de 2009 Gabinete do Ministro - Portaria nº 1, de 5 de janeiro de 2009 Aprova, em extrato, o instrumento de avaliação para reconhecimento

Leia mais

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN AVALIAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IFAM Lei Nª 11.872/2008 Art. 7ª - Objetivos dos Institutos Federais: I - ministrar educação profissional

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CEUMA UNICEUMA REITORIA ASSESSORIA DE QUALIDADE. Encontro de Líderes. Profa.Ms.Nadja Fonseca da Silva Cutrim Campos

UNIVERSIDADE DO CEUMA UNICEUMA REITORIA ASSESSORIA DE QUALIDADE. Encontro de Líderes. Profa.Ms.Nadja Fonseca da Silva Cutrim Campos UNIVERSIDADE DO CEUMA UNICEUMA REITORIA ASSESSORIA DE QUALIDADE Encontro de Líderes Profa.Ms.Nadja Fonseca da Silva Cutrim Campos CHEFE DA ASSESSORIA DE QUALIDADE COORD.NÚCLEO DE ED.CONTINUADA E DES.PROFISSIONAL

Leia mais

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS RSC I ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO Fator de pontuação Unidade Quantidade Máximas de unidades Quantidade de unidades comprovadas obtida I - Experiência

Leia mais

Orientações para Construção do Projeto Político Pedagógico. Lílian Lessa Andrade Lino

Orientações para Construção do Projeto Político Pedagógico. Lílian Lessa Andrade Lino Orientações para Construção do Projeto Político Pedagógico Lílian Lessa Andrade Lino Objetivos Discutir os objetivos do Projeto Político Pedagógico do Curso (PPC) baseado nas Diretrizes Curriculares do

Leia mais

NOME DO CURSO. . tipo de curso... (bacharelado, licenciatura ou CST)

NOME DO CURSO. . tipo de curso... (bacharelado, licenciatura ou CST) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PPC CAMPUS XXXXXXXXXXXXXXXXXXX.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO COORDENAÇÃO DE AVALIAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO COORDENAÇÃO DE AVALIAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO COORDENAÇÃO DE AVALIAÇÃO Reconhecimento dos cursos de Graduação: Orientações Gerais 2012 Amélia Rota Borges de Bastos

Leia mais

Reitor Prof. Dr. Reinaldo Centoducatte. Vice-Reitora Profª. Drª. Ethel Leonor Noia Maciel

Reitor Prof. Dr. Reinaldo Centoducatte. Vice-Reitora Profª. Drª. Ethel Leonor Noia Maciel Reitor Prof. Dr. Reinaldo Centoducatte Vice-Reitora Profª. Drª. Ethel Leonor Noia Maciel PROGRAMA DE AUTOAVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Pró-Reitoria de Graduação

Leia mais

MODELO. Professor, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Preenchimento do FORMULÁRIO ELETRÔNICO de avaliação

MODELO. Professor, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Preenchimento do FORMULÁRIO ELETRÔNICO de avaliação Professor, Apresentamos um modelo do Formulário Eletrônico a ser preenchido pelo coordenador do curso durante o processo de autorização ou reconhecimento de cursos. Colocamos na última coluna sugestão

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DOCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Curso de Bacharelado em Estatística

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Curso de Bacharelado em Estatística Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Curso de Bacharelado em Estatística RESOLUÇÃO N o 01/2011, DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM ESTATÍSTICA Regulamenta a composição, as competências

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 21/09/201 e MEC IES Informações gerais da avaliação: Protocolo: 20133267 Código MEC: 91797 Código da Avaliação: 111381 Ato Regulatório: Autorização Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada RELATÓRIO

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DAS SALAS DE COORDENAÇÃO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE PARA O PROCESSO DE RECONHECIMENTO DE CURSOS À DISTÂNCIA PELO INEP

CONTRIBUIÇÕES DAS SALAS DE COORDENAÇÃO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE PARA O PROCESSO DE RECONHECIMENTO DE CURSOS À DISTÂNCIA PELO INEP 1 CONTRIBUIÇÕES DAS SALAS DE COORDENAÇÃO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE PARA O PROCESSO DE RECONHECIMENTO DE CURSOS À DISTÂNCIA PELO INEP Ouro Preto MG Abril de 2014 Luciano Miguel Moreira

Leia mais

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO PÁGINA: 1 INGRESSOS DE 20041 161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 NÚMERO MÁXIMO DE PERÍODOS 9 CARGA HORÁRIA 3640 1 132 FUNDAMENTOS ÉTICOS DE EDUCAÇÃO 30 OBRIGATORIA

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA 1 a FASE CÓD DISCIPLINAS EIXO C/H Créditos Filosofia da I Epistemologia Introdução à Ciência Epistemologia Científica educativa Português Comunicação e expressão

Leia mais

CETEC EDUCACIONAL S.A. Mantenedora FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - ETEP. Mantida

CETEC EDUCACIONAL S.A. Mantenedora FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - ETEP. Mantida CETEC EDUCACIONAL S.A Mantenedora FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - ETEP Mantida PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 1 SUMÁRIO

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 201575 Código MEC: 86929 Código da Avaliação: 107078 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada Instrumento: RELATÓRIO

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica - SETEC Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

Curso: PEDAGOGIA Curriculo: 0004-L DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT

Curso: PEDAGOGIA Curriculo: 0004-L DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT GR02734 GR02105 GR02160 GR02735 GR02736 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Escola e Contexto 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Estudo da Formação da Sociedade Contemporânea 72.00 Não ofertada no

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 13 DE JUNHO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 13 DE JUNHO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.297, DE 13 DE JUNHO DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em,

Leia mais

Estrutura Organizacional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Estrutura Organizacional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo Estrutura Organizacional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo Estrutura Básica - SEE GABINETE DO SECRETÁRIO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO - CEE FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO -

Leia mais

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes.

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. AVALIAÇÃO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL O processo de autoavaliação do Curso de Engenharia Civil constitui-se

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSOS DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UTFPR-DV

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSOS DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UTFPR-DV Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSOS DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UTFPR-DV APROVADO EM REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO

Leia mais

PAULO ROBERTO SANTIAGO ( ) Lurimar Smera Batista ( ) -> coordenador(a) da comissão

PAULO ROBERTO SANTIAGO ( ) Lurimar Smera Batista ( ) -> coordenador(a) da comissão 1 de 17 10/08/2015 15:31 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 201306675 Código MEC: 823249 Código da Avaliação: 105194 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo:

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 10/2014 Cria norma para progressão funcional do cargo de professor das categorias Assistente e Adjunto. O CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, no uso da competência que lhe

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA O RECONHECIMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA O RECONHECIMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA O RECONHECIMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Porto Alegre, 2016 1 Reitora Miriam da Costa Oliveira Vice-reitor Luis Henrique Telles da Rosa Pró-Reitora de

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

Instrumento: 1 de 14 12/11/ :42

Instrumento: 1 de 14 12/11/ :42 1 de 14 12/11/2014 09:42 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 2014047 Código MEC: 95582 Código da Avaliação: 11512 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo:

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA PERÍODO 2015 TABELA 1 Adesão de docentes e discentes na avaliação 2015

Leia mais

Formação de Professores na Modalidade a Distância: compromisso social e ações políticas na oferta do Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal

Formação de Professores na Modalidade a Distância: compromisso social e ações políticas na oferta do Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal Formação de Professores na Modalidade a Distância: compromisso social e ações políticas na oferta do Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal de Santa Catarina\Brasil Contexto e ações políticas

Leia mais

RELATÓRIO FINAL - INDICADORES - ESTUDANTES MEDICINA - SÃO CARLOS. Quadro 1: Resultados dos Indicadores para o curso de Medicina - Campus São Carlos

RELATÓRIO FINAL - INDICADORES - ESTUDANTES MEDICINA - SÃO CARLOS. Quadro 1: Resultados dos Indicadores para o curso de Medicina - Campus São Carlos RELATÓRIO FINAL - INDICADORES - ESTUDANTES MEDICINA - SÃO CARLOS Quadro 1: Resultados dos Indicadores para o curso de Medicina - Campus São Carlos INDICADOR CLASSIFICAÇÃO ÍNDICE DE AVALIAÇÃO GERAL SATISFAÇÃO

Leia mais

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá Dispõe sobre a constituição e funcionamento do Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá. CAPÍTULO I DO CENTRO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

NOME DO CURSO: Acessibilidade na Atividade Física Escolar Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: A distância

NOME DO CURSO: Acessibilidade na Atividade Física Escolar Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: A distância NOME DO CURSO: Acessibilidade na Atividade Física Escolar Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: A distância Parte 1 Código / Área Temática Código / Nome do Curso Etapa de ensino a que se destina Educação

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Nome/Sigla da IES: Endereço da IES: Curso(s) / Habilitação(ões) sendo avaliado(s):

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Nome/Sigla da IES: Endereço da IES: Curso(s) / Habilitação(ões) sendo avaliado(s): RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 20140525 Código MEC: 927256 Código da Avaliação: 11222 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada

Leia mais

DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO

DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO TÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1 - À coordenação de eixo-tecnológico compete: I - Convocar e presidir as reuniões do Colegiado de Curso; II - Submeter à Coordenação

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA FACTU

RELATÓRIO FINAL DA AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA FACTU RELATÓRIO FINAL DA AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA FACTU Rua Rio Preto, 422 Centro UNAÍ MG CEP: 38.610-000 TELEFAX: (38) 3676 6222. Home Page: e-mail:factu@factu.br INTEGRANTES

Leia mais

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão das

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses.

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica (3) (4) (5) previsão de alunos por turma em disciplina teórica de, no máximo, 80. relação aluno por docente,

Leia mais

ORIENTAÇÕES AVALIAÇÃO DA EQUIPE PRONATEC

ORIENTAÇÕES AVALIAÇÃO DA EQUIPE PRONATEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO- PRONATEC

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG CALENDÁRIO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS PEDAGÓGICAS 2014 MÊS DIA DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE RESPONSÁVEL JANEIRO 01 CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2011-2015 1. PERFIL INSTITUCIONAL Com base no artigo 16 do Decreto Federal nº 5.773, de 09 de maio de 2006. 1.1 Missão (ASPLAN)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL N. 17, DE 25 DE JULHO DE 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL N. 17, DE 25 DE JULHO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO - COPA/PROGRAD EDITAL N. 17, DE 25 DE JULHO DE 2014 INSCRIÇÃO À SELEÇÃO DE TUTORES

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 20106625 Código MEC: 811777 Código da Avaliação: 10298 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Validada pela Comissão Instrumento:

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

CURSO DE RADIOLOGIA. Apontar pelo menos 5 aspectos que configuram a necessidade locorregional que apontam o curso de RADIOLOGIA como prioridade:

CURSO DE RADIOLOGIA. Apontar pelo menos 5 aspectos que configuram a necessidade locorregional que apontam o curso de RADIOLOGIA como prioridade: CURSO DE RADIOLOGIA Demanda de cada curso Apontar pelo menos 5 aspectos que configuram a necessidade locorregional que apontam o curso de RADIOLOGIA como prioridade: Quantitativo de trabalhadores inseridos

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

AULA INAUGURAL EAD 2015

AULA INAUGURAL EAD 2015 AULA INAUGURAL EAD 2015 Universalização do Conhecimento EaD Educação a Distância Conforto; Comodidade; Disciplina; Comprometimento. Tecnologia PREFEITURAS Convênio entre o Instituto Federal de Educação,

Leia mais

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 20115583 Código MEC: 957163 Código da Avaliação: 116081 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada

Leia mais

Pró Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRODIN. Estrutura Administrativa IFRR

Pró Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRODIN. Estrutura Administrativa IFRR Pró Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRODIN Estrutura Administrativa IFRR REITORIA CONSELHO SUPERIOR COLÉGIO DE DIRIGENTES PROCURADORIA JURÍDICA AUDITORIA INTERNA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL

Leia mais

Currículo do Curso de Pedagogia

Currículo do Curso de Pedagogia Currículo do Curso de Pedagogia Licenciatura ATUAÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), aprovadas em 2006 pelo Conselho Nacional de (CNE) e homologadas pelo Ministério da (MEC),

Leia mais

Projeto Político Pedagógico

Projeto Político Pedagógico Projeto Político Pedagógico INSTITUINTE DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GPP/EACH/USP Diretrizes da Pró Reitoria de Graduação para orientar o processo de formulação Instituinte do Projeto Político

Leia mais

APÊNDICE A Questionários Aplicados

APÊNDICE A Questionários Aplicados APÊNDICE A Questionários Aplicados CPA Comissão Própria de Avaliação 60 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SERTÃOZINHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AUTOAVALIAÇÃO

Leia mais

249-Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância - Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento de Curso

249-Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância - Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento de Curso RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 2013082 Código MEC: 811644 Código da Avaliação: 1032 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE GOVERNADOR OZANAM COELHO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2016.1 Prof. João Paulo Ciribeli Coordenador da CPA Ubá Minas Gerais 2016 i SUMÁRIO AVALIAÇÃO GERAL... 1 1. AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA FÍSICA...

Leia mais

Realidade e perspectivas do ENADE

Realidade e perspectivas do ENADE Avaliação de cursos de Graduação em Ciência Contábeis: Realidade e perspectivas do ENADE Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da Comissão Própria de Avaliação (CPA/PUCRS) Tópicos Coordenador x avaliação

Leia mais

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO,

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PROJETO IFPR/VIZIVALI INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DIREÇÃO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DIRETORIA DE EaD Equipe

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

1 de 9 11-09-201 11: RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 20100 Código MEC: 91167 Código da Avaliação: 111 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso

Leia mais

Projeto Pedagógico de Cursos de Graduação

Projeto Pedagógico de Cursos de Graduação Projeto Pedagógico de Cursos de Graduação Requisitos do Instrumento de Avaliação de Cursos UNIGRANRIO Sede, 23/07/2015. SINAES A avaliação realizada pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 142-CONSELHO SUPERIOR, de 26 de setembro de 2013.

RESOLUÇÃO Nº 142-CONSELHO SUPERIOR, de 26 de setembro de 2013. RESOLUÇÃO Nº 142-CONSELHO SUPERIOR, de 26 de setembro de 2013. ALTERA A RESOLUÇÃO Nº 040- CONSELHO SUPERIOR QUE ESTABELECE OS PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO E ADEQUAÇÃO CURRICULAR DOS PLANOS DOS CURSOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO EVOLUÇÃO DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO - UNIFAP (2009-2016) Profa MSc Marília Lobato Marilia_unifap@hotmail.com O QUE O

Leia mais

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Pró-Reitoria de Ensino NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior Daes Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

Resolução n 225, de 21 de junho R E S O L V E: Art. 1º - Alterar a redação do parágrafo 2º artigo 12 do Regimento Geral da Universidade:

Resolução n 225, de 21 de junho R E S O L V E: Art. 1º - Alterar a redação do parágrafo 2º artigo 12 do Regimento Geral da Universidade: Resolução n 225, de 21 de junho 2016. Aprova emendas ao Regimento Geral da Universidade, cria setores e dá outras providências. O Conselho Universitário CONSUNI, da Universidade do Planalto Catarinense

Leia mais

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010.

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. Institui as orientações e as atividades aprovadas para a realização da carga horária de Estágio Supervisionado

Leia mais

1 de 11 23/04/ :11

1 de 11 23/04/ :11 1 de 11 23/04/2014 1:11 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 20136804 Código MEC: 86932 Código da Avaliação: 107046 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

A- INSTITUIÇÃO DE ENSINO

A- INSTITUIÇÃO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE FISIOTERAPIA FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO PARA FINS DE AUTORIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, LICENCIATURA.

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, LICENCIATURA. REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, LICENCIATURA. Dispõe sobre a prática das Atividades de Estágio Supervisionado do Curso de Ciências Biológicas, Licenciatura da Faculdade

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 297/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 297/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 297/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 154/2010, que aprova o Currículo do Curso de Graduação Licenciatura em Geografia, na modalidade a distância do Programa Segunda Licenciatura.

Leia mais

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD?

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? Educação à distância A educação a distância (EaD) é definida como [...] o aprendizado planejado que ocorre normalmente em

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 79, DE 28 DE AGOSTO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 79, DE 28 DE AGOSTO DE 2014 RESOLUÇÃO Nº 79, DE 28 DE AGOSTO DE 2014 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 56ª Reunião Ordinária, realizada no dia 28 de agosto de 2014, no uso das atribuições que lhe são

Leia mais

249-Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância - Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento de Curso

249-Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância - Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento de Curso RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 201202202 Código MEC: 642013 Código da Avaliação: 95704 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada

Leia mais

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial NOME DO CURSO: O Ensino de Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos e/ou com deficiência auditiva Nível: Especialização Modalidade: A distância Parte 1 Código / Área Temática Código

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS. Universidade da Região de Joinville

ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS. Universidade da Região de Joinville ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS UNIVILLE Campus Joinville Universidade da Região de Joinville ADMINISTRAÇÃO Empresas (146) Noturno 74 Decreto Federal nº 76.148/75 ARQUITETURA E URBANISMO (147) Noturno

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1 de 10 02/12/2016 1:8 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 2011317 Código MEC: 9618 Código da Avaliação: 1166 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2016 Aprova a estrutura curricular do Curso de Letras Libras, modalidade

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 2009000 Código MEC: 19908 Código da Avaliação: 128290 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada Instrumento: RELATÓRIO

Leia mais

1.2 O(a) aluno(a) deverá matricular-se pessoalmente ou por meio de procuração.

1.2 O(a) aluno(a) deverá matricular-se pessoalmente ou por meio de procuração. EDITAL 033/2017/FACELI ABERTURA DE MATRÍCULAS PARA DISCIPLINAS EM REGIME DE DEPENDÊNCIA OU ADAPTAÇÃO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACELI, PARA O SEMESTRE LETIVO 2017/1 A Diretora Acadêmica da Faceli

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 201306901 Código MEC: 868880 Código da Avaliação: 106992 Ato Regulatório: Reconhecimento de Curso Categoria Módulo: Curso Status: Finalizada Instrumento: RELATÓRIO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ANEXO I

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ANEXO I SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ANEXO I Tabela para pontuação visando à progressão funcional docente, aprovada pela congregação do ICB em 1 e 1/0/01,

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014

AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014 AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2014 Instrumento para avaliação do curso de graduação em Ciências Econômicas por parte dos docentes que nele ministraram alguma disciplina durante o ano letivo

Leia mais

Profa Dra.: Adriana Azevedo

Profa Dra.: Adriana Azevedo EAD Cenário e Possibilidades Profa Dra.: Adriana Azevedo Definição de EAD A Educação a Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didático pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem

Leia mais

284 Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento

284 Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 2010227 Código MEC: 1270969 Código da Avaliação: 124497 Ato Regulatório: Categoria Módulo: Curso Reconhecimento de Curso Status: Finalizada

Leia mais

ETAPAS E CRONOGRAMA DO PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO

ETAPAS E CRONOGRAMA DO PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO ETAPAS E CRONOGRAMA DO PROGRAMA DE REESTRUTURAÇÃO ETAPA ATUAL: PROPOSIÇÕES DATA 12 e 15 de Abril Locais: Paranavaí e Curitiba Maio a julho (em cada Colegiado) ENCONTRO, ATIVIDADE E CONTEÚDOS 2º Encontro

Leia mais

Características Educação SESI

Características Educação SESI EDUCAÇÃO SESI Características Educação SESI Atendimento prioritário ao Trabalhador da indústria e seus dependentes Gratuidade nos cursos EJA Atuação nas 27 Unidades Federativas 32% de evasão na EJA Cenário

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Curso de Especialização em Mídias Integradas na Educação 2016/2017/2018

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Curso de Especialização em Mídias Integradas na Educação 2016/2017/2018 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE CURSISTAS N 02/2016 A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do Setor de Educação Profissional e Tecnológica (SEPT) torna públicas as normas da chamada

Leia mais

CONTEXTUALIZAÇÃO Instituição: O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB é uma instituição criada nos

CONTEXTUALIZAÇÃO Instituição: O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB é uma instituição criada nos 1 de 16 10/08/2015 16:29 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Informações gerais da avaliação: Protocolo: 201106957 Código MEC: 653358 Código da Avaliação: 96453 Ato Regulatório: Renovação de Reconhecimento de Curso

Leia mais

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Formação de Professores para a Educação Básica DEB PIBID 2016/2017

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Formação de Professores para a Educação Básica DEB PIBID 2016/2017 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Formação de Professores para a Educação Básica DEB PIBID 2016/2017 2016 OBJETIVO DO PIBID O Programa Institucional de Iniciação

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 EDUCAÇÃO FÍSICA Anatomia Humana I 2 2 80 Bioquímica e Biologia Molecular 2 0 40 Filosofia e Sociologia 2 0 40 1º Fundamentos Metodológicos de Futebol I 2 2 80 Fundamentos

Leia mais

MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0

MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0 Secretária de Educação a Distância - SEED MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0 Data: 28/11/2006 MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0 1 - Identificação do Pólo Pólo

Leia mais