Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ]

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ]"

Transcrição

1 Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ] Preâmbulo O Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM Tâmega e Sousa), que compreende os municípios de Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende. No âmbito da sua missão e visando a promoção do desenvolvimento económico e social da região, a CIM Tâmega e Sousa elaborou um Plano de Ação para a Promoção do Empreendedorismo no Tâmega e Sousa, plano este que enquadra a estruturação de uma rede de apoio à atividade económica na região que integra esta comunidade. Com esta rede, pretende-se, entre outros, potenciar a criação de negócios inovadores, novas ideias e/ou promover o dinamismo empresarial na região. Com o intuito de lançar e dar visibilidade a esta rede, mas também captar novas ideias de negócio, premiar os melhores projetos empresariais e acima de tudo estimular o empreendedorismo no território, é lançado este concurso denominado Tâmega e Sousa Empreendedor Onde as ideias se concretizam. CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Objetivos Distinguir e premiar os projetos inovadores de cariz empresarial, nos vários setores de atividade, que se desenvolvem no território da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, com ênfase nos projetos de desenvolvimento regional e que valorizem o conhecimento local, os produtos e recursos endógenos, contribuindo para a competitividade, desenvolvimento integrado e sustentável da região.

2 Artigo 2º Objetivos Específicos 1. Os prémios a atribuir pretendem incentivar e apoiar empresas e ideias de negócio inovadoras, criativas e dinâmicas, premiando quem faz bem na região do Tâmega e Sousa. Os projetos devem contribuir para a criação de valor económico e social, sendo valorizada a vocação internacional do negócio. Serão atribuídos prémios às seguintes categorias: a. Categoria 1: IDEIAS INOVADORAS E CRIATIVAS; b. Categoria 2: NOVAS EMPRESAS INOVADORAS; c. Categoria 3: EMPRESAS DINÂMICAS. 2. O prémio IDEIAS INOVADORAS E CRIATIVAS (categoria 1) destina-se a ideias de negócio em fase de projeto (empresa não formalizada) e pretende premiar as melhores ideias de negócio que se desenvolvem na região e que contribuam para a afirmação do Tâmega e Sousa. Serão premiados os projetos que potenciem o aparecimento de novos produtos, novos processos produtivos, novos serviços, novas formas de comercialização ou novas abordagens de mercado na região. A ideia a concurso deverá ter potencial de desenvolvimento e exequibilidade num período máximo de 1 ano. 3. O prémio NOVAS EMPRESAS INOVADORAS (categoria 2) destina-se a empresas já constituídas, até 3 anos de vida, e visa premiar as novas empresas que representem o melhor em termos de inovação e criatividade, de sustentabilidade e com interesse estratégico para a região, bem como com perspetivas elevadas de internacionalização dos seus serviços e/ou produtos. 4. O prémio EMPRESAS DINÂMICAS (categoria 3) visa distinguir as empresas já instaladas na região, com mais de 3 anos de atividade, de importância estratégica regional, criativas e inovadoras nos seus processos, produtos ou serviços, com uma forte dinâmica exportadora e impacto económico, social e ambiental. Artigo 3º Definições 1. Conceito de Projeto: Entende-se por projeto um conjunto de atividades em curso ou a realizar, coordenadas e interrelacionadas com vista à concretização de um objetivo num horizonte temporal definido, englobando um orçamento que

3 contemple os recursos humanos, materiais e financeiros envolvidos na sua realização. 2. Conceito de Empresa: Englobam-se neste conceito todas as atividades económicas em nome individual ou coletivo, com personalidade jurídica, dotadas de meios humanos, materiais e financeiros próprios e que se apresentam no mercado com propósitos lucrativos. 3. Conceito de Região: Toda a área geográfica correspondente aos municípios que integram a CIM do Tâmega e Sousa. Artigo 4º Promotor O Promotor deste prémio é a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa. Artigo 5º Patrocínios/Donativos A EDP Gestão da Produção de Energia, S.A. é a entidade que apoia a presente iniciativa, sendo doravante designada de EDP. Artigo 6º Financiamento A iniciativa é financiada no âmbito da candidatura NORTE FEDER Promoção e Capacitação Institucional do Tâmega e Sousa Artigo 7º Júri O processo de seleção dos vencedores ocorrerá em duas etapas, sendo estas constituídas por duas tipologias diferentes de júri: 1. Júri de seleção do concurso: a. A constituição do Júri de seleção será da responsabilidade da CIM-TS (que integra o júri), e contará com representantes de oito entidades que constituem a rede Tâmega e Sousa Empreendedor. b. As instituições a convidar para integrarem o Júri estarão de alguma forma ligadas às áreas e aos objetivos deste prémio. c. O júri de seleção analisará e votará todas as candidaturas admitidas a concurso, selecionando os candidatos que passarão à fase final (finalistas);

4 d. Caso se verifiquem um número elevado de candidaturas, o promotor poderá desdobrar o júri de seleção até ao número de categorias a concurso, sendo que neste caso o júri deverá ter um mínimo de três elementos e um máximo de cinco elementos 2. Júri de premiação do concurso: a. Este júri será constituído por cinco elementos a serem nomeados: um pela CIM-TS, um pelo IPP, um pela CCDR-N, um pela EDP e um pela UTAD; b. O júri de premiação analisará qualitativamente os selecionados de cada uma das categorias e escolherá os candidatos a premiar (vencedores). 3. As decisões do júri são soberanas e das mesmas não haverá direito a reclamação/recurso. Artigo 8º Concorrentes 1. Podem concorrer pessoas singulares (maiores de idade), individualmente ou em grupo, bem como pessoas coletivas. 2. No caso dos concorrentes à categoria 1 (IDEIAS INOVADORAS E CRIATIVAS), a ideia de negócio deve ser um projeto de raiz e não associado a qualquer iniciativa empresarial já existente. 3. No caso dos concorrentes à categoria 2 e 3 (NOVAS EMPRESAS INOVADORAS e EMPRESAS DINÂMICAS) os concorrentes poderão ser empresários em nome individual ou coletivo que tenham atividade na região do Tâmega e Sousa, respeitando em cada um dos casos os intervalos das categorias a que concorrem. 4. Excluem-se do presente concurso: i. Pessoas pertencentes aos quadros e órgãos sociais das entidades promotoras e parceiros da Rede Tâmega e Sousa Empreendedor; ii. Todos os familiares em linha direta do júri.

5 Artigo 9º Condições de participação 1. Serão consideradas elegíveis todas as ideias de negócio, em qualquer setor de atividade, em particular nas áreas de interesse para região, cujos promotores pretendam efetivamente desenvolver o projeto (constituição formal da atividade), bem como os projetos empresariais já existentes e que se enquadrem numa das tipologias a concurso. i. Categoria 1 IDEIAS INOVADORAS E CRIATIVAS. São consideradas elegíveis as ideias de negócio que cumpram com os seguintes requisitos: a. A sede da empresa a criar deve localizar-se na região da CIM Tâmega e Sousa; b. Visem a constituição de novos negócios num espaço temporal bem definido (até 1 ano desde a comunicação oficial do prémio); c. Sejam exequíveis e dentro dos limites legais; d. O projeto tem de ser adequado ao mercado e ter viabilidade e sustentabilidade económica, em função da capacidade de autofinanciamento ou do recurso a capitais de outra natureza; e. O grau de inovação do projeto ou da ideia, o seu potencial impacto em termos de competitividade, originalidade e valor para o desenvolvimento económico e social, deverão ser bem evidenciados. ii. Categorias 2 e 3 NOVAS EMPRESAS INOVADORAS e EMPRESAS DINÂMICAS. São consideradas elegíveis as candidaturas que cumpram com os seguintes requisitos: a. A atividade da empresa deverá estar localizada na região da CIM Tâmega e Sousa. b. Candidatos que tenham a situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social à data da candidatura. 2. As ideias e projetos concorrentes deverão primar pela sua criatividade e originalidade, sendo os proponentes responsáveis pela sua autoria, assim como por qualquer infração de direitos de responsabilidade intelectual. 3. Os concorrentes que se apresentem a concurso em nome próprio ou em grupo e que não sejam empresários, no caso de vencerem o mesmo e para efeitos de

6 atribuição de prémio, dispõem de um prazo até doze meses para se estabelecerem como empresários em nome individual ou criarem uma sociedade. 4. Cada concorrente apenas poderá concorrer a uma das três categorias a concurso. CAPÍTULO II ORGANIZAÇÃO Artigo 10º Prazo de Candidatura O período de candidatura será estipulado em Aviso de Concurso que será comunicado publicamente e que constará na página oficial deste prémio no sítio da internet em empreendedor.cimtamegaesousa.pt Artigo 11º Formalização das Candidaturas 1. As candidaturas são formalizadas obrigatoriamente através do preenchimento do respetivo formulário disponível no sítio da internet da Rede Tâmega e Sousa Empreendedor (empreendedor.cimtamegaesousa.pt). 2. O processo de candidatura será constituído pelo formulário de candidatura em formato digital, sendo só admitidas a concurso as candidaturas com o formulário corretamente preenchido. 3. Os proponentes assumem toda a responsabilidade decorrente da sua participação. 4. No caso do concorrente ser uma pessoa coletiva, a proposta deverá ser subscrita pelo(s) seu(s) representante(s) legal(ais). 5. O prazo máximo para submissão das candidaturas será o estipulado no Aviso de Concurso, podendo as mesmas ser submetidas, pelas seguintes vias: a. Via formulário disponível no sítio da internet da Rede Tâmega e Sousa Empreendedor empreendedor.cimtamegaesousa.pt e submetida diretamente até às 23:59 horas do prazo limite que constar do Aviso de Candidatura (contando para o efeito a hora de receção do referido formulário); b. Correio verde registado, para o seguinte endereço: CIM Tâmega e Sousa - Rede Tâmega e Sousa Empreendedor, Avenida José Júlio, Penafiel Portugal, com data de expedição até 5 dias antes do fim do prazo

7 estipulado no Aviso de Candidatura; 6. As dúvidas ou questões relacionadas com o concurso, designadamente quanto à elegibilidade dos projetos, apresentação das candidaturas, critérios de avaliação ou outras, poderão ser esclarecidos pelo promotor do prémio através do telefone ou através do correio electrónico: Artigo 12º Processo de Avaliação 1. A atribuição dos prémios nas categorias definidas resultará de um processo de candidatura por parte dos participantes e posterior avaliação através de metodologia qualitativa e quantitativa. 2. As candidaturas submetidas a concurso serão objeto de seleção e avaliação por parte do Júri de Seleção, segundo o seguinte processo: a. A aceitação das propostas a concurso depende da satisfação das condições de elegibilidade (de acordo com o presente regulamento), com destaque para: i. Enquadramento nas áreas e objetivos do concurso; ii. Cumprimento dos prazos e termos estabelecidos. b. Votação e seleção do projeto de acordo com os critérios de avaliação e sua relevância, sendo selecionados os 5 mais votados em cada uma das 3 categorias (finalistas) 3. Os candidatos selecionados, caso o júri de seleção assim o pretenda, poderão ser convidados a efetuar uma apresentação presencial do projeto, onde poderão ser solicitadas evidências ou comprovativos adicionais para avaliação final; 4. Caberá ao júri de premiação do concurso selecionar os vencedores de entre os finalistas por categoria do prémio; 5. Após o prazo limite para a apresentação das candidaturas, será publicada a lista dos candidatos ao concurso no sítio da Rede Tâmega e Sousa Empreendedor. Artigo 13º Critérios de Avaliação 1. A avaliação dos projetos será efetuada pelo júri de seleção e terá em conta os critérios e a pontuação definidos no Anexo I. 2. A escolha dos premiados é da responsabilidade do júri de premiação, tendo em consideração os objetivos e requisitos deste concurso.

8 3. O processo de avaliação é da inteira responsabilidade do júri. 4. A decisão do júri constará em ata assinada por todos os membros. 5. Nos casos omissos ou menos claros, o júri decidirá por maioria de consenso. Artigo 14º Prémios 1. Os prémios atribuídos pelo júri de premiação distinguirão os candidatos que apresentarem os melhores Projetos em cada uma das três categorias, e serão anunciados em primeira mão, em cerimónia pública. A data desta cerimónia constará do Aviso de Candidatura. 2. Serão premiados os três finalistas em cada uma das categorias. 3. A cada um dos três vencedores de cada categoria ser-lhes-á atribuído: i. Acompanhamento e consultadoria das estruturas de apoios ao empreendedorismo da região, nomeadamente dos espaços do empreendedor; ii. Acompanhamento de proximidade dos processos pelas entidades da Rede Tâmega e Sousa Empreendedor; iii. Participação em suplemento a publicar nos órgãos de comunicação social; iv. Participação em campanhas de comunicação a promover pela Rede Tâmega e Sousa Empreendedor; v. Incentivo monetário no valor de: i. primeiro classificado: 4.999,00 ii. segundo classificado: 2.500,00 iii. terceiro classificado: 1.000,00 4. O júri de premiação reserva-se o direito de não atribuir os prémios previstos, caso considere que as candidaturas apresentadas não satisfazem os critérios fixados neste regulamento. 5. A atribuição do prémio decorrerá em cerimónia pública, sendo-lhe dada adequada publicidade pelos promotores do concurso.

9 Artigo 15º Divulgação dos resultados 1. Os candidatos finalistas serão contactados pela organização, por correio electrónico ou por telefone, para estarem presentes na sessão pública de anúncio dos vencedores e entrega dos prémios. 2. A divulgação dos vencedores será feita publicamente no decurso da sessão de entrega dos Prémios, em data a anunciar oportunamente. Artigo 16º Obrigações dos Premiados 1. Os prémios monetários a conceder aos três selecionados em cada uma das categorias, deverão ser utilizado em ações de valorização da empresa. 2. No caso dos três premiados na categoria 1, IDEIAS INOVADORAS E CRIATIVAS, estes terão que constituir formalmente a empresa no período máximo de 1 ano a contar da comunicação oficial dos vencedores. 3. Os premiados deverão fazer prova da existência da empresa para poderem receber os valores monetários correspondentes. 4. Os vencedores terão, obrigatoriamente, de mencionar o apoio do Projeto Tâmega e Sousa Empreendedor, sempre que aplicável. Artigo 17º Desistências Caso os concorrentes desistam da sua candidatura no decurso do processo de candidatura e seleção, devem comunicar esse facto por escrito, para a mesma morada onde apresentaram a candidatura. Artigo 18º Disposições finais 1. A entidade promotora do Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam e os seus parceiros garantem a confidencialidade da informação transmitida durante o processo de candidatura e avaliação dos projetos apresentados a concurso. 2. A participação no concurso implica da parte dos concorrentes a aceitação expressa dos termos e condições do presente regulamento. 3. Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos por deliberação do Júri do concurso de acordo com a Lei específica;

10 ANEXO I CRETÉRIOS DE AVALIAÇÃO PONTUAÇÃO I. Categoria 1 IDEIAS INOVADORAS E CRIATIVAS A. Conceção, justificação e qualidade técnica do projeto 20 B. Grau de criatividade e de Inovação 25 C. Grau de desenvolvimento e apresentação 10 D. Operacionalização, Exequibilidade e sustentabilidade da Ideia 20 F. Interesse Estratégico para a região 25 TOTAL = 100 II. Categoria 2 NOVAS EMPRESAS INOVADORAS A. Grau de criatividade e Inovação 25 B. Sustentabilidade económica do projeto 20 C. Interesse Estratégico para a região 25 D. Potencial de Internacionalização 20 E. Impacto económico, social e ambiental nos setores de atividade 10 TOTAL = 100 III. Categoria 3 EMPRESAS DINÂMICAS A. Grau de criatividade e Inovação 15 B. Sustentabilidade económica do projeto 20 C. Interesse Estratégico para a região 35 D. Potencial de Internacionalização 20 E. Impacto económico, social e ambiental nos setores de atividade 10 TOTAL = 100

Prémio: Tâmega e Sousa Empreendedor - Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso de Fotografia: Tâmega e Sousa Único]

Prémio: Tâmega e Sousa Empreendedor - Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso de Fotografia: Tâmega e Sousa Único] Prémio: Tâmega e Sousa Empreendedor - Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso de Fotografia: Tâmega e Sousa Único] PREÂMBULO O Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor é uma iniciativa da Comunidade

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS REGULAMENTO REGULAMENTO Artigo 1.º - Enquadramento O Concurso de Ideias para a Criação de Empresas Inovadoras é uma iniciativa do BICMINHO no âmbito da execução da operação n.º NORTE-07-0364-FEDER-000006 Apoio à Criação

Leia mais

Concurso de Ideias Empreende +

Concurso de Ideias Empreende + Concurso de Ideias Empreende + REGULAMENTO Preâmbulo A Universidade de Aveiro, através da sua Unidade de Transferência de Tecnologia (UATEC), a seguir denominada Organização, promove o «Concurso de Ideias

Leia mais

Preâmbulo. Artigo 1º Objetivos. São objetivos do concurso SpinUM:

Preâmbulo. Artigo 1º Objetivos. São objetivos do concurso SpinUM: Regulamento Preâmbulo A TecMinho Associação Universidade-Empresa para o Desenvolvimento, em parceria com a Associação Spinpark Incubadora de Empresas de Base Tecnológica, doravante designados por Organização,

Leia mais

II Edição Prémio Douro Empreendedor

II Edição Prémio Douro Empreendedor II Edição Prémio Douro Empreendedor [ R egulamento do Concurso Iniciativas Empresariais ] Preâmbulo Integram a Rede EmpreenDouro 28 entidades que conjuntamente visam contribuir para o reconhecimento de

Leia mais

Regulamento do Prémio Rural Criativo

Regulamento do Prémio Rural Criativo Regulamento do Prémio Rural Criativo A Rede Rural Criativa é uma iniciativa de nove associações de desenvolvimento local que desenvolvem a sua Acção na Região do Norte de Portugal que conta com o apoio

Leia mais

iup25k Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto

iup25k Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto iup25k Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto REGULAMENTO Preâmbulo A Universidade do Porto tem vindo a desenvolver esforços para fomentar o empreendedorismo, criando para tal estruturas

Leia mais

Regulamento do Concurso

Regulamento do Concurso Regulamento do Concurso Preâmbulo Considerando que, constituem objectivos do CRÉDITO AGRÍCOLA, enquanto Entidade Promotora: - Promover iniciativas empresariais inovadoras e conciliadoras com sinergias

Leia mais

«atrevo.me 13» concurso de ideias de negócio. REGULAMENTO Preâmbulo

«atrevo.me 13» concurso de ideias de negócio. REGULAMENTO Preâmbulo «atrevo.me 13» concurso de ideias de negócio REGULAMENTO Preâmbulo A Universidade de Évora, através da Divisão de Projetos e Informação (SCC-DPI), enquanto parte integrante do Serviço de Ciência e Cooperação,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DE PENELA. Gestão de Resíduos e Empreendedorismo nas Escolas. Ano letivo 2011/2012.

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DE PENELA. Gestão de Resíduos e Empreendedorismo nas Escolas. Ano letivo 2011/2012. GESTÃO DE RESÍDUOS E EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS - 1 - REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DE PENELA Gestão de Resíduos e Empreendedorismo nas Escolas Ano letivo 2011/2012 Preâmbulo O Concurso

Leia mais

Empreendedorismo Negócios

Empreendedorismo Negócios CONCURSO DE IDEIAS Empreendedorismo Negócios Enquadramento O Concurso de Ideias apresenta como objetivo desenvolver o espírito empreendedor da população em geral, contribuindo desta forma para a promoção

Leia mais

I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores Regulamento. Regulamento. Financiamento. Apoio. Página 1 de 5

I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores Regulamento. Regulamento. Financiamento. Apoio. Página 1 de 5 I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores Página 1 de 5 Preâmbulo O I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores é uma iniciativa da InovCluster - Associação do Cluster Agroindustrial

Leia mais

Concurso Natal Empreendedor 2013 NATAL EMPREENDEDOR 2013. Concurso. Ideias & Empreendedorismo. Prémio Avaliado em 5 000,00

Concurso Natal Empreendedor 2013 NATAL EMPREENDEDOR 2013. Concurso. Ideias & Empreendedorismo. Prémio Avaliado em 5 000,00 NATAL EMPREENDEDOR 2013 Concurso Ideias & Empreendedorismo Prémio Avaliado em 5 000,00 REGULAMENTO Artigo 1º Enquadramento O presente concurso é promovido pelo Correio de Azeméis, AzFm e Numeroscópio,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DE PENELA

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DE PENELA REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DE Preâmbulo O concurso de Ideias do Concelho de Penela é uma iniciativa da Câmara Municipal de Penela. O presente documento visa regular o Concurso Empreendedorismo

Leia mais

PREÂMBULO. Artigo 1.º - Enquadramento

PREÂMBULO. Artigo 1.º - Enquadramento 2014 [REGULAMENTO] PREÂMBULO Considerando a conjuntura nacional em que se vive, torna-se vital incentivar e apoiar a economia local. Num período em que a oferta de emprego é muito baixa, o autoemprego

Leia mais

REGULAMENTO DO VI CONCURSO ESCOLAS EMPREENDEDORAS DE CASCAIS REGULAMENTO DO VI CONCURSO ESCOLAS EMPREENDEDORAS DE CASCAIS.

REGULAMENTO DO VI CONCURSO ESCOLAS EMPREENDEDORAS DE CASCAIS REGULAMENTO DO VI CONCURSO ESCOLAS EMPREENDEDORAS DE CASCAIS. REGULAMENTO DO VI CONCURSO ESCOLAS EMPREENDEDORAS DE CASCAIS Preâmbulo O concurso de Escolas Empreendedoras de Cascais é uma iniciativa da Agência DNA Cascais. O presente documento visa regular o VI Concurso

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias do Concelho da Sertã

Regulamento do Concurso de Ideias do Concelho da Sertã Regulamento do Concurso de Ideias do Concelho da Sertã Preâmbulo O concurso de Ideias do Concelho da Sertã é uma iniciativa da Câmara Municipal da Sertã. O presente documento visa regular o Concurso Empreendedorismo

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO INOVEMPREENDE PREÂMBULO

REGULAMENTO DO PRÉMIO INOVEMPREENDE PREÂMBULO REGULAMENTO DO PRÉMIO INOVEMPREENDE PREÂMBULO A Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria (AIP-CCI) no âmbito do projeto INOVEMPREENDE, uma iniciativa QREN com o apoio da União

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA LOUSÃ

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA LOUSÃ NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA LOUSÃ Preâmbulo O concurso de Ideias do Concelho da Lousã é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal e do Município da Lousã. O presente

Leia mais

EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA CIM Dão Lafões REGULAMENTO CONCURSO INTERMUNICIPAL DE IDEIAS. Ensino Secundário e Profissional

EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA CIM Dão Lafões REGULAMENTO CONCURSO INTERMUNICIPAL DE IDEIAS. Ensino Secundário e Profissional Página1 REGULAMENTO DO CONCURSO INTERMUNICIPAL DE IDEIAS Ensino Secundário e Profissional 1ª Edição Ano letivo 2011/2012 Preâmbulo O Concurso Intermunicipal de Ideias é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal

Leia mais

Concurso de Ideias de Negócio

Concurso de Ideias de Negócio Concurso de Ideias de Negócio Preâmbulo O Concurso de Ideias é uma iniciativa desenvolvida através do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) de Estarreja 7 Desafios em Rede, promovido pela DESTAC

Leia mais

Concurso de Ideias Jovem Empreendedor Estarreja 2013

Concurso de Ideias Jovem Empreendedor Estarreja 2013 Concurso de Ideias Jovem Empreendedor Estarreja 2013 Preâmbulo O Concurso de Ideias é uma iniciativa promovida pela DESTAC em parceria com a DOW Portugal, a Câmara Municipal de Estarreja e a Escola Secundária

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO EMPREENDEDORISMO JOVEM

REGULAMENTO DO CONCURSO EMPREENDEDORISMO JOVEM REGULAMENTO DO CONCURSO EMPREENDEDORISMO JOVEM Preâmbulo O Concurso Empreendedorismo Jovem é uma iniciativa do Projeto Desenvolver Mais em Parceria (Contratos Locais de Desenvolvimento Social), no âmbito

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS Artigos: 1º OBJECTIVOS São objectivos do Concurso : a) Estimular o empreendedorismo qualificado e inovador junto da comunidade empresarial e académica da região Norte, Centro

Leia mais

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO PREÂMBULO

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO PREÂMBULO REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO PREÂMBULO No âmbito da sua atividade de promoção do empreendedorismo e da inovação social, a Fundação Porto Social em parceria com a ESLider, promove a iniciativa

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA NAZARÈ

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA NAZARÈ REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS DO CONCELHO DA NAZARÈ Preâmbulo O concurso de Ideias do Concelho da Nazaré é uma iniciativa da Câmara Municipal da Nazaré. O presente documento visa regular o Concurso

Leia mais

Normas do Concurso de Ideias de Negócio Escolas Empreendedoras

Normas do Concurso de Ideias de Negócio Escolas Empreendedoras Preâmbulo O concurso de Ideias de Negócio é uma iniciativa da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira. O presente documento visa regular o Concurso de Ideias Escolas Empreendedoras e pretende contribuir

Leia mais

ANEXO. Regulamento do Prémio Jerónimo Martins/GPA Investigação e Desenvolvimento Sustentável

ANEXO. Regulamento do Prémio Jerónimo Martins/GPA Investigação e Desenvolvimento Sustentável ANEXO Regulamento do Prémio Jerónimo Martins/GPA Investigação e Desenvolvimento Sustentável Preâmbulo A GCI, Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Quercus (Associação Nacional de Conservação da Natureza),

Leia mais

REGULAMENTO DO VI CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DO CONCELHO DE CASCAIS REGULAMENTO DO CINC CASCAIS

REGULAMENTO DO VI CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DO CONCELHO DE CASCAIS REGULAMENTO DO CINC CASCAIS REGULAMENTO DO CINC CASCAIS VI CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DO CONCELHO DE CASCAIS Preâmbulo O CINC CASCAIS - VI Concurso de Ideias de Negócio do Concelho de Cascais é uma iniciativa de captação de ideias

Leia mais

Regulamento do concurso Fora da Caixa

Regulamento do concurso Fora da Caixa Regulamento do concurso Fora da Caixa Artigo 1 - Enquadramento O Concurso de Ideias de Negócio denominado Fora da Caixa é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia da República de Moçambique

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS INTERMUNICIPAL. Gestão de Resíduos e Empreendedorismo nas Escolas. 3ª edição Ano letivo 2011/2012.

REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS INTERMUNICIPAL. Gestão de Resíduos e Empreendedorismo nas Escolas. 3ª edição Ano letivo 2011/2012. GESTÃO DE RESÍDUOS E EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS - 1 - REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS INTERMUNICIPAL Gestão de Resíduos e Empreendedorismo nas Escolas 3ª edição Ano letivo 2011/2012 Preâmbulo O Concurso

Leia mais

5ª Edição do Prémio SIC Esperança Escola Solar Regulamento

5ª Edição do Prémio SIC Esperança Escola Solar Regulamento A SIC Esperança promove anualmente a entrega de um prémio a um projeto inovador ainda não implementado, que tenha como objetivo a melhoria da qualidade de vida, em particular de pessoas socialmente desfavorecidas.

Leia mais

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO 2015 PREÂMBULO

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO 2015 PREÂMBULO REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO 2015 PREÂMBULO No âmbito da sua atividade de promoção do empreendedorismo e da inovação social, e na sequência da Iniciativa Pontes Para o Futuro realizada

Leia mais

Regulamento. Prémio Desafio OUSAR: Criar a minha Empresa

Regulamento. Prémio Desafio OUSAR: Criar a minha Empresa Regulamento Prémio Desafio OUSAR: Criar a minha Empresa 2011/2012 Artigo 1º Organização e objetivo A AIMinho Associação Empresarial (AIMinho) leva a efeito o Prémio Desafio OUSAR: Criar a minha Empresa

Leia mais

Regulamento do. I Concurso de Empreendedorismo Intermunicipal da Beira Interior Sul

Regulamento do. I Concurso de Empreendedorismo Intermunicipal da Beira Interior Sul Regulamento do I Concurso de Empreendedorismo Intermunicipal da Beira Interior Sul FEVEREIRO 2013 I. INTRODUÇÃO A Comunidade Intermunicipal da Beira Interior Sul, (CIMBIS), no âmbito da Rede Regional de

Leia mais

REGULAMENTO BOLSA DE IDEIAS. Preâmbulo

REGULAMENTO BOLSA DE IDEIAS. Preâmbulo REGULAMENTO Preâmbulo A Bolsa de Ideias CAIE (BI) é uma iniciativa desenvolvida pelo Projecto CAIE Centro de Apoio à Inovação e ao Empreendedorismo, financiado pela Iniciativa Comunitária EQUAL. Esta iniciativa

Leia mais

Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Hurry Up!

Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Hurry Up! Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Hurry Up! Regulamento da 4ª Edição do Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Preâmbulo O presente concurso é uma iniciativa da Freguesia de Paranhos,

Leia mais

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO Artigo 1º Âmbito Ao abrigo do n.º 1 do artigo 8.º da Portaria n.º 370-A/2012, de 15 de novembro de 2012, o presente regulamento estabelece os procedimentos

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

MECANISMO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

MECANISMO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO MECANISMO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO Na sequência dos trabalhos desenvolvidos pelo Fórum para a Cooperação, implementado em 2008, e reconhecendo o papel que

Leia mais

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA. Melhores Planos de Negócio

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA. Melhores Planos de Negócio PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA Melhores Planos de Negócio 2014 REGULAMENTO Preâmbulo Consciente dos novos cenários económicos, que se observam à escala global, e atenta ao papel que

Leia mais

REGULAMENTO PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AO PRÉMIO IDEIAS EM GRANDE

REGULAMENTO PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AO PRÉMIO IDEIAS EM GRANDE REGULAMENTO PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AO PRÉMIO IDEIAS EM GRANDE ARTIGO I - INTRODUÇÃO O projeto Sem Fronteiras: formar, agir e empreender ( Behind the threshold. Improving migrants integration through

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Prémio Redes para o Desenvolvimento

Prémio Redes para o Desenvolvimento Prémio Redes para o Desenvolvimento Regulamento 6 de outubro de 2015 www.redesparaodesenvolvimento.org Este Prémio é lançado no âmbito do Projeto Redes para o Desenvolvimento: Educação Global para uma

Leia mais

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Seção I - Introdução Art. 1º O Prêmio Telecentros Brasil, criado pela Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN) em parceria com o SEBRAE, TICKET, Ministério

Leia mais

Regulamento. Preâmbulo

Regulamento. Preâmbulo Regulamento Preâmbulo As Empresas e os Empreendedores são a espinha dorsal de qualquer economia, em termos de inovação, de criação de emprego, de distribuição de riqueza e de coesão económica e social

Leia mais

REGULAMENTO DO IV CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DO CONCELHO DE CASCAIS REGULAMENTO DO CINC CASCAIS

REGULAMENTO DO IV CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DO CONCELHO DE CASCAIS REGULAMENTO DO CINC CASCAIS REGULAMENTO DO CINC CASCAIS IV CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DO CONCELHO DE CASCAIS Preâmbulo O CINC CASCAIS - IV Concurso de Ideias de Negócio do Concelho de Cascais é uma iniciativa de captação de ideias

Leia mais

REGULAMENTO PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE

REGULAMENTO PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE Os Amigos do Cáster em parceria com a Câmara Municipal de Ovar criam o PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE, inserido no âmbito do Programa Integrado de

Leia mais

Concurso de Ideias e Projectos

Concurso de Ideias e Projectos Concurso de Ideias e Projectos Regulamento Promotor Colaboração Apoios CONCURSO DE IDEIAS E PROJECTOS EMPREENDEDORISMO COMÉRCIO E SERVIÇOS Regulamento Art. 1º - Entidade Promotora O concurso de ideias

Leia mais

Programa EDP SOLIDÁRIA

Programa EDP SOLIDÁRIA Programa EDP SOLIDÁRIA REGULAMENTO I. Do Programa EDP SOLIDÁRIA 1. A Fundação EDP, no âmbito das suas actividades nas áreas da solidariedade e inovação social, promove uma iniciativa anual o Programa EDP

Leia mais

PRÉMIO FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO

PRÉMIO FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO PRÉMIO «CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO 11ª Edição 2013/14 Página 1 de 7 REGULAMENTO DO PRÉMIO "CIÊNCIA NA ESCOLA CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1. A Fundação Ilídio Pinho, o Ministério

Leia mais

Enquadramento e critérios de Candidatura

Enquadramento e critérios de Candidatura Enquadramento e critérios de Candidatura A cidadania ativa constitui um elemento chave do reforço da coesão social. O Conselho da União Europeia instituiu o ano de 2011, como Ano Europeu do Voluntariado

Leia mais

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO A Direcção da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, reunida em sessão de 18 de Julho de 2012, deliberou instituir uma Bolsa, destinada a apoiar projectos de investigação e projectos profissionais

Leia mais

REGULAMENTO. Ideias de Pedra. Concurso de Ideias Criativas (de negócios, de produto ou serviço) em Pedra Natural

REGULAMENTO. Ideias de Pedra. Concurso de Ideias Criativas (de negócios, de produto ou serviço) em Pedra Natural REGULAMENTO Ideias de Pedra Concurso de Ideias Criativas (de negócios, de produto ou serviço) em Pedra Natural 1. Âmbito O presente regulamento estabelece um conjunto de normas para a realização do Concurso

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias

Regulamento do Concurso de Ideias Regulamento do Concurso de Ideias 1. Apresentação O Concurso de Ideias e a Conferência Internacional sobre Prevenção e Controlo do Tabagismo, que vai ter lugar em Lisboa, de 14 a 15 de novembro de 2013,

Leia mais

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH-NOVA/SANTANDER-UNIVERSIDADES. Melhores Ideias de Negócio

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH-NOVA/SANTANDER-UNIVERSIDADES. Melhores Ideias de Negócio PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH-NOVA/SANTANDER-UNIVERSIDADES Melhores Ideias de Negócio 2016 GUIA DE CANDIDATURA Preâmbulo Consciente dos novos cenários económicos, que se observam à escala global, e atenta

Leia mais

PREÂMBULO ARTIGO 1º ARTIGO 2º JANEIRO DE 2015 OBJETIVOS CANDIDATOS

PREÂMBULO ARTIGO 1º ARTIGO 2º JANEIRO DE 2015 OBJETIVOS CANDIDATOS JANEIRO DE 2015 PREÂMBULO A TAP Portugal e a Startup Lisboa, promovem o concurso de ideias TAP Creative Launch Making ideas fly, doravante designado por TAP Creative Launch ou concurso de ideias. O TAP

Leia mais

Concurso Inovação CVMóvel

Concurso Inovação CVMóvel Concurso Inovação CVMóvel REGULAMENTO Edição 204 REGULAMENTO Preâmbulo O Concurso Inovação CVMóvel é uma iniciativa promovida pela CVMóvel, implementada anualmente no âmbito do seu Plano de Contributos

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES Programa NOVOS EXPORTADORES Artº 1º Definição e Âmbito 1. A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E., adiante designada por AICEP, está a promover o Programa NOVOS EXPORTADORES.

Leia mais

Concurso. Regulamento

Concurso. Regulamento Concurso Regulamento Depois do sucesso da 1ª edição, o Concurso SITESTAR.PT está de regresso para lançar um novo desafio. A DECO e a DNS juntam-se para distinguir os jovens que desenvolvam websites originais

Leia mais

Iniciativa igeo Mentes Criativas. Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App)

Iniciativa igeo Mentes Criativas. Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App) Iniciativa igeo Mentes Criativas Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App) Coordenação: Equipa: Apoio: 1/8 REGULAMENTO Concurso de ideias para divulgação de

Leia mais

REGULAMENTO. Artigo 1º. Objeto e âmbito

REGULAMENTO. Artigo 1º. Objeto e âmbito REGULAMENTO O presente regulamento estabelece os procedimentos associados à medida «Passaporte para o Empreendedorismo», regulamentada pela Portaria n.º 370-A/2012, de 15 de novembro de 2012, estabelecida

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO 2013

REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO 2013 REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO 2013 1.º Objeto O Concurso Missão Sorriso é uma iniciativa da Modelo Continente Hipermercados S.A. com sede na Rua João Mendonça, 505, freguesia de Senhora da Hora,

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DA ECONOMIA SOCIAL EM MEIO RURAL. Para promover o desenvolvimento local sustentável em meio Rural

CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DA ECONOMIA SOCIAL EM MEIO RURAL. Para promover o desenvolvimento local sustentável em meio Rural CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DA ECONOMIA SOCIAL EM MEIO RURAL Para promover o desenvolvimento local sustentável em meio Rural MANUAL/REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS 2014/2015 Introdução O concurso de

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

REGULAMENTO PONTO VERDE OPEN INNOVATION

REGULAMENTO PONTO VERDE OPEN INNOVATION REGULAMENTO PONTO VERDE OPEN INNOVATION A Sociedade Ponto Verde, doravante designada SPV, é uma instituição privada, sem fins lucrativos, que tem por missão organizar e gerir a retoma e valorização de

Leia mais

Concurso Todos Contam

Concurso Todos Contam PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA Concurso Todos Contam Regulamento do Concurso O Concurso Todos Contam é uma iniciativa promovida pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros, entidade composta

Leia mais

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária PROGRAMA ESCOLA + Voluntária 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária para com o próximo, participando de

Leia mais

Concurso de Fotografia Revela o teu.pt

Concurso de Fotografia Revela o teu.pt Concurso de Fotografia Revela o teu.pt Desafio O DNS.pt, entidade responsável pelo domínio de topo de Portugal, o.pt, realiza um concurso de fotografia subordinado ao tema Revela o teu.pt. O objetivo é

Leia mais

Regulamento do GREEN PROJECT AWARDS Brasil

Regulamento do GREEN PROJECT AWARDS Brasil Regulamento do GREEN PROJECT AWARDS Brasil A GCI em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia (INT) institui um Prêmio de reconhecimento de boas práticas em projetos que promovam o desenvolvimento

Leia mais

Regulamento POPs, Projetos Originais Portugueses

Regulamento POPs, Projetos Originais Portugueses Regulamento POPs, Projetos Originais Portugueses 1. Enquadramento e Objetivos A Fundação de Serralves é uma instituição de utilidade pública que tem como missão sensibilizar o público para a Arte Contemporânea

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE/CONTINENTE. Artigo 1.º. Objecto

REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE/CONTINENTE. Artigo 1.º. Objecto REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE/CONTINENTE Artigo 1.º Objecto A Direcção-Geral da Saúde e a Modelo Continente Hipermercados S.A (adiante Continente ), conferem anualmente,

Leia mais

REGULAMENTO. Objetivos Estratégicos do Concurso SITESTAR.PT:

REGULAMENTO. Objetivos Estratégicos do Concurso SITESTAR.PT: REGULAMENTO O Concurso SITESTAR.PT desafia os jovens portugueses, empreendedores e criativos a desenvolver websites e blogs originais com conteúdos em português e sob o domínio.pt. Os espaços digitais

Leia mais

JOVEM EMPREENDEDOR DE ESTARREJA 2015 REGULAMENTO

JOVEM EMPREENDEDOR DE ESTARREJA 2015 REGULAMENTO JOVEM EMPREENDEDOR DE ESTARREJA 2015 REGULAMENTO 5.º Concurso de IDEIAS de NEGÓCIOS INOVADORES I BOOTCAMP - 15 e 16 de janeiro III Seminário Empreendedorismo Jovem - 20 de janeiro Preâmbulo O Concurso

Leia mais

1º Call for Ideas. Artigo 1º. Artigo 2º. [Type text] [Type text] [Type text] - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento.

1º Call for Ideas. Artigo 1º. Artigo 2º. [Type text] [Type text] [Type text] - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento. 1º Call for Ideas - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento Artigo 1º Âmbito 1. O 1º Call for Ideas Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa é um programa de candidaturas para

Leia mais

Eixo Prioritário V Assistência Técnica

Eixo Prioritário V Assistência Técnica Eixo Prioritário V Assistência Técnica Convite Público à Apresentação de Candidatura no Domínio da Assistência Técnica no Âmbito da Delegação de Competências com os Organismos Intermédios na gestão dos

Leia mais

Artigo 1.º. Âmbito e objeto

Artigo 1.º. Âmbito e objeto PROJETO DE REGULAMENTO DO CONCURSO PÚBLICO PARA A SELEÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DE INVESTIGAÇÃO E SUA INTEGRAÇÃO NO ROTEIRO NACIONAL DE INFRAESTRUTURAS DE INVESTIGAÇÃO DE INTERESSE ESTRATÉGICO Artigo 1.º

Leia mais

Regulamento. Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2015

Regulamento. Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2015 Regulamento Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2015 Considerando que: A. A Fundação EDP é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, que tem por fins gerais a promoção, o desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º

REGULAMENTO DO PRÉMIO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º REGULAMENTO DO PRÉMIO CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1.A Fundação Ilídio Pinho, o Ministério da Educação e Ciência e Ministério da Economia celebraram um Protocolo com vista à instituição de

Leia mais

CONCURSO PARA CONCEPÇÃO DA IDENTIDADE GRÁFICA DA MARCA Silvares Terra da Música e do Folclore

CONCURSO PARA CONCEPÇÃO DA IDENTIDADE GRÁFICA DA MARCA Silvares Terra da Música e do Folclore CONCURSO PARA CONCEPÇÃO DA IDENTIDADE GRÁFICA DA MARCA Silvares Terra da Música e do Folclore A Junta de Freguesia de Silvares em parceria com a Comissão Representativa do Movimento Associativo da Freguesia

Leia mais

Ninho de Empresas de Mortágua

Ninho de Empresas de Mortágua mortágua ninho de empresas Ninho de Empresas de Mortágua REGULAMENTO Preâmbulo Inserindo-se numa estratégia de Desenvolvimento do Concelho de Mortágua que dá prioridade ao Crescimento Económico e ao Empreendedorismo,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DA BARQUINHA. Normas de atribuição do Prémio Municipal de Empreendedorismo em Ambiente Escolar

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DA BARQUINHA. Normas de atribuição do Prémio Municipal de Empreendedorismo em Ambiente Escolar CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DA BARQUINHA Normas de atribuição do Prémio Municipal de Empreendedorismo em Ambiente Escolar Artigo 1º Objetivo 1. O Prémio Municipal de Empreendedorismo em Ambiente Escolar

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção Geral de Educação (DGE), o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), a Quercus, e o Green Project Awards (GPA),

Leia mais

PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE

PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Edição de 2015 1 Introdução A edição do ano de 2015 do Prémio de Boas Práticas em Saúde (PBPS), pretende, como sempre, acompanhar

Leia mais

I. OBJETIVO CONDIÇÕES DE APRESENTAÇÃO DA CANDIDATURA

I. OBJETIVO CONDIÇÕES DE APRESENTAÇÃO DA CANDIDATURA O Programa Operacional Capital Humano (POCH), no âmbito do quadro da programação Portugal 2020, leva a cabo o concurso Dá-me um Rosto, que visa a conceção do logotipo do Programa, convidando os alunos

Leia mais

REGULAMENTO NOVA Idea Competition 2015

REGULAMENTO NOVA Idea Competition 2015 REGULAMENTO NOVA Idea Competition 2015 Preâmbulo O NOVA IDEA COMPETITION é uma iniciativa anual do Gabinete de Empreendedorismo da Reitoria da NOVA que pretende proporcionar aos alunos da Universidade

Leia mais

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009.

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009. Regulamento O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores brasileiros, desenvolvidos

Leia mais

REGULAMENTO DA IV EDIÇÃO DO CONCURSO REGIONAL IDEIAÇORES Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! Ano letivo 2013/2014

REGULAMENTO DA IV EDIÇÃO DO CONCURSO REGIONAL IDEIAÇORES Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! Ano letivo 2013/2014 REGULAMENTO DA IV EDIÇÃO DO CONCURSO REGIONAL IDEIAÇORES Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! Ano letivo 2013/2014 Preâmbulo O Projeto Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso! é uma iniciativa

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO ECONOMIA VERDE REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO ECONOMIA VERDE REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO ECONOMIA VERDE REGULAMENTO A Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, o Centro de Juventude de São Lourenço dos Órgãos, a Direção Nacional do Ambiente MAHOT e a Agência

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1.º Âmbito das iniciativas de apoio a empreendedores emigrantes O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe

Leia mais

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO -

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - Iniciativa de: Com o apoio de: 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária

Leia mais

Normas de Funcionamento para o Apoio à Criação de Empresas

Normas de Funcionamento para o Apoio à Criação de Empresas Normas de Funcionamento para o Apoio à Criação de Empresas 1 Preâmbulo Tendo como principal objetivo fomentar o empreendedorismo na Região do Médio Tejo, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT)

Leia mais

PROGRAMA RESPONSABILIDADE SOCIAL EDUCAÇÃO. Regulamento do Programa de Bolsas de Educação. Introdução

PROGRAMA RESPONSABILIDADE SOCIAL EDUCAÇÃO. Regulamento do Programa de Bolsas de Educação. Introdução PROGRAMA RESPONSABILIDADE SOCIAL EDUCAÇÃO Regulamento do Programa de Bolsas de Educação Introdução Considerando a importância e oportunidade do Programa de Responsabilidade Social do Comité Olímpico de

Leia mais

REGULAMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO

REGULAMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO REGULAMENTO INTRODUÇÃO O DNS.PT e a DECO promovem a 3ª edição do Concurso Sitestar.pt, uma iniciativa nacional que convida a comunidade educativa a desenvolver sites em português e sob domínio.pt durante

Leia mais

Reabilitação do Mercado Municipal. Concurso de Ideias. Regulamento

Reabilitação do Mercado Municipal. Concurso de Ideias. Regulamento ARTIGO 1º Enquadramento Reabilitação do Mercado Municipal Concurso de Ideias Regulamento O Concurso de Ideias para a reabilitação do Mercado Municipal (MM), sito na praça do Comércio é uma iniciativa da

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO Norma I Objetivos 1. No quadro da sua política de Responsabilidade Social, e no cumprimento da sua missão mutualista, o Montepio, através da Fundação Montepio, tem vindo a privilegiar

Leia mais

Promover o Emprego e Apoiar a Mobilidade Laboral

Promover o Emprego e Apoiar a Mobilidade Laboral AVISO/CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL 2014-2020 (MADEIRA14-20) EIXO PRIORITÁRIO 7 Promover o Emprego e Apoiar a Mobilidade Laboral PRIORIDADE DE INVESTIMENTO (PI)

Leia mais