Raio luminoso e feixe de raios luminosos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Raio luminoso e feixe de raios luminosos"

Transcrição

1 Ótica

2 FONTES PRIMÁRIA

3 Fontes Secundárias

4 Raio luminoso e feixe de raios luminosos A luz é composta por um feixe de partículas, os fotões. O raio luminoso corresponde ao caminho percorrido pelos fotões. Um conjunto de raios luminosos forma um feixe de raios luminosos.

5 Quanto à disposição dos raios luminosos Feixes: -Convergentes -Divergentes -Paralelos

6 Propagação da luz A luz ao incidir sobre um determinado meio tende a propagar-se através dele. A velocidade com que a luz se propaga depende do meio A velocidade máxima de propagação da luz ocorre num meio do qual extraímos toda a matéria. Tal meio é o que denominamos de vazio ou vácuo. O primeiro princípio básico na óptica é o de estabelecer que a velocidade da luz no vácuo tem uma característica absoluta, isto é, não depende do observador.

7 Meios Óticos -Transparentes - Translúcidos - Opacos

8 Princípio da constância da velocidade da luz A velocidade da luz é a mesma para qualquer observador. Este princípio, proposto por Einstein, estabelece que a velocidade da luz é independente do observador e do referencial de inércia. Se um indivíduo em repouso medir a velocidade da luz e encontrar um valor (designamos por a velocidade da luz), então alguém em movimento em relação a ele encontrará o mesmo valor. Por exemplo, um indivíduo em movimento numa nave realizando uma viagem interplanetária encontrará o mesmo valor para a velocidade da luz. Este princípio é bastante surpreendente. Foge da nossa intuição. Ele lançou as bases para o estabelecimento da Teoria da Relatividade de Einstein. A velocidade da luz é finita. Roemer (em 1676) percebeu que a luz demorava cerca de 11 minutos para viajar do Sol até a Terra. A velocidade da luz no vácuo é de m/s

9 A propagação retilínea da luz A luz propaga-se no vazio em linha reta. A propagação retilínea advém do facto da luz ser composta por fotões, que se movem, na ausência de colisões, em movimento retilíneo e uniforme. No vácuo ou em meios rarefeitos como o ar, ou até mesmo na água, a tendência da luz é propagar-se em linha reta. Esta característica foi avaliada por Euclides, cerca de 300 anos antes de Cristo.

10 SOL

11 Aplicação H x h y H h = x y

12 Princípio da independência dos raios luminosos Admitimos que os fotões não interagem entre si. Os fotões, não são influenciados por outros fotões, sendo independentes entre si. Os raios luminosos são independentes.

13 Princípio da reversibilidade da luz Se a trajectória dos fotões (da luz) for percorrida num certo sentido, o sentido oposto é também possível. Qualquer sentido de trajectória de um raio luminoso é possível.

14 Reflexão A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas. A reflexibilidade é a tendência dos raios de voltarem para o mesmo meio de onde são provenientes.

15 Reflexão Quando a luz incide sobre uma superfície separando dois meios, podem ocorrer dois fenómenos distintos: Reflexão da luz e refracção da luz. Parte da luz volta e propaga-se no mesmo meio no qual a luz incide (a reflexão da luz). A outra parte da luz passa de um meio para o outro propagando-se nesse segundo. A esse último fenómeno (no qual a luz passa de um meio para o outro) damos o nome de refração da luz.

16 Reflexão Quando a luz incide sobre uma superfície separando dois meios: Os dois fenómenos ocorrem concomitantemente. Pode haver predominância de um fenómeno sobre o outro. O fenómeno predominante vai depender das condições da incidência e da natureza dos dois meios. Se a superfície de separação entre os dois meios for plana (por exemplo, superfície de um metal) e polida (uma superfície regular) então a um feixe incidente de raios luminosos paralelos corresponderá um feixe reflectido de raios luminosos igualmente paralelos. A reflexão nesse caso será denominada de regular. Se a superfície de separação apresentar rugosidades a reflexão será difusa. A luz será espalhada em todas as direcções. Se considerarmos um feixe de raios luminosos incidentes paralelos, os raios reflectidos irão tomar as mais diversas direcções. A grande maioria dos objectos reflecte a luz de uma maneira difusa. Isso nos permite vê-lo de qualquer posição que nos situarmos em relação a ele. Parte da luz é absorvida pelo objecto. Diferentes materiais absorvem luz de forma diferente e por isso vemos objectos das mais variadas cores.

17 Ponto Objeto: é um ponto formado por raios de luz que incidem no sistema ótico. PONTO OBJETO REAL PONTO OBJETO VIRTUAL PONTO OBJETO IMPROPRIO

18 Ponto Imagem: Formado por raios de luz que emergem do sistema ótico. PONTO IMAGEM REAL PONTO IMAGEM VIRTUAL PONTO IMAGEM IMPRÓPRIA

19 Espelhos Quando a superfície de separação entre dois meios permitir que a maior parte da luz seja reflectida e essa reflexão for regular, dizemos que a superfície entre os dois meios se constitui num espelho. Se essa superfície for plana (se ela se constituir num plano) então o espelho é dito plano. Se a superfície for esférica, o espelho é dito esférico.

20 Reflexão da luz

21 TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa

22 RI normal RR i r

23 As leis da reflexão O ângulo formado pelo raio (i) incidente e a reta normal (N) é o ângulo de incidência (representado por î ).

24 As leis da reflexão O plano formado pelo raio incidente (ou a reta que o contém) e a reta normal, é o plano de incidência. Analogamente, o plano de reflexão é o plano que contém o raio refletido r e a recta normal N.

25 Primeira lei da reflexão O plano de incidência coincide com o plano de reflexão. Ou seja: "O raio de incidência a recta normal e o raio refletido estão emitidos no mesmo plano."

26 Segunda lei da reflexão O ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão.

27 Formação de imagens - espelho plano Consideremos: Um objecto muito pequeno de dimensões desprezíveis que pode ser representado como uma fonte de luz punctiforme. Consideremos esse ponto (P) a uma distância d do espelho.

28 Formação de imagens espelho plano Consideremos agora o prolongamento de todos os raios luminosos reflectidos. Todos se encontram num ponto P'. Tal ponto está a mesma distância d do espelho. Os pontos P e P' são simétricos em relação ao espelho. O ponto P' é o ponto imagem do ponto P.

29

Forma de energia radiante capaz de sensibilizar nossos órgãos visuais. Compreende a região do espectro eletromagnético do vermelho até o violeta.

Forma de energia radiante capaz de sensibilizar nossos órgãos visuais. Compreende a região do espectro eletromagnético do vermelho até o violeta. Forma de energia radiante capaz de sensibilizar nossos órgãos visuais. Compreende a região do espectro eletromagnético do vermelho até o violeta. Propaga-se, no vácuo, com velocidade de 3.10 5 km/s.(ou

Leia mais

Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica

Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica 1.0 Definições Raios de luz Linhas orientadas que representam, graficamente, a direção e o sentido de propagação da luz. Conjunto de raios de luz Feixe

Leia mais

PRINCÍPIOS DA ÓPTICA. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 10/10/2016 1

PRINCÍPIOS DA ÓPTICA. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 10/10/2016 1 PRINCÍPIOS DA ÓPTICA 10/10/2016 1 O QUE É A LUZ? A luz é uma forma de energia que não necessita de um meio material para se propagar. A luz do Sol percorre a distância de 150 milhões de quilômetros com

Leia mais

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. Reflexão da Luz e Espelhos. Objetivos. Unidade 1 Som e Luz

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. Reflexão da Luz e Espelhos. Objetivos. Unidade 1 Som e Luz Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade Unidade 1 SOM E LUZ Reflexão da Luz e Espelhos Objetivos Interpretar e reconhecer a importância da reflexão e difusão da luz. Distinguir e reconhecer a

Leia mais

Apostila 2. Capítulo 9. Refração. Página 321. Gnomo

Apostila 2. Capítulo 9. Refração. Página 321. Gnomo Apostila 2 Capítulo 9 Página 321 Refração Refração Refração da luz é a passagem da luz de um meio para outro, acompanhada de variação em sua velocidade de propagação. O que caracteriza a refração é a variação

Leia mais

Aulas 1 a 3. Introdução à Ótica Geométrica

Aulas 1 a 3. Introdução à Ótica Geométrica Aulas 1 a 3 Introdução à Ótica Geométrica Ótica Geométrica Análise de um fenômeno óptico: Fonte de Luz emite Luz Que se propaga em um Meio óptico E atinge um Sistema óptico Que é responsável Formação da

Leia mais

Ficha Informativa n.º 5 Propriedades e Aplicações da Luz. Nome: Data: _/_ /20 INTRODUÇÃO TEÓRICA

Ficha Informativa n.º 5 Propriedades e Aplicações da Luz. Nome: Data: _/_ /20 INTRODUÇÃO TEÓRICA FÍSICO-QUÍMICA 8º ANO DE ESCOLARIDADE Ficha Informativa n.º 5 Propriedades e Aplicações da Luz Nome: Data: _/_ /20 INTRODUÇÃO TEÓRICA Luz Luz é uma onda eletromagnética (propaga-se simultaneamente em meios

Leia mais

Outras características dos espelhos planos são:

Outras características dos espelhos planos são: ÓPTICA Espelhos O espelho plano se caracteriza por apresentar uma superfície plana e polida, onde a luz que é incidida reflete de forma regular. Para obter um bom grau de reflexão, é necessário que a variação

Leia mais

Meios transparentes Meios translúcidos Meios opacos

Meios transparentes Meios translúcidos Meios opacos ÓPTICA O que é luz? Definimos costumeiramente luz como sendo a faixa visível do espectro eletromagnético. A Óptica irá, portanto, estudar o comportamento da luz e os fenômenos que ocorrem com ela em diferentes

Leia mais

A Luz e o mundo que nos rodeia. A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta.

A Luz e o mundo que nos rodeia. A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta. LUZ A Luz e o mundo que nos rodeia A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta. A luz e os corpos Corpos luminosos corpos que produzem ou têm luz própria Corpos iluminados corpos que

Leia mais

Apresentação e Aplicações de Óptica Geométrica (ENEM/UERJ)

Apresentação e Aplicações de Óptica Geométrica (ENEM/UERJ) Apresentação e Aplicações de Óptica Geométrica (ENEM/UERJ) Sérgio Ferreira de Lima http://aprendendofisica.net/rede/blog/category/aprofundamento/ cp2@sergioflima.pro.br Óptica Geométrica: Estudo dos fenômenos

Leia mais

Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos

Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos 1.0 Definições Um plano, ao cortar uma superfície esférica, divide-a em 2 partes calotas de calotas esféricas. Espelho esférico Uma calota esférica,

Leia mais

CONCEITOS GERAIS 01. LUZ. c = km/s. c = velocidade da luz no vácuo. Onda eletromagnética. Energia radiante

CONCEITOS GERAIS 01. LUZ. c = km/s. c = velocidade da luz no vácuo. Onda eletromagnética. Energia radiante CONCEITOS GERAIS 01. LUZ Onda eletromagnética Energia radiante c = 300.000 km/s c = velocidade da luz no vácuo (01) Um raio laser e um raio de luz possuem, no vácuo, a mesma velocidade OBSERVAÇÕES Todas

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho de Recuperação1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor: Mario Borges Disciplina: Física Turma: 3ª Série Ensino Médio Nome: Nº: ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Professora Bruna CADERNO 1. Capítulo 4. Fenômenos Ópticos: Refração, Absorção e Dispersão da Luz

Professora Bruna CADERNO 1. Capítulo 4. Fenômenos Ópticos: Refração, Absorção e Dispersão da Luz CADERNO 1 Capítulo 4 Fenômenos Ópticos: Refração, Absorção e Dispersão da Luz FENÔMENOS ÓPTICOS No capítulo anterior demos início ao estudo dos fenômenos ópticos. Um fenômeno óptico ocorre quando a luz

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Sumário UNIDADE TEMÁTICA 2. 2- Comunicação de informação a longas distâncias. 2.2- Propriedades das ondas. - Reflexão e refração de ondas. - Leis da reflexão e da refração. - Índice de refração de um meio.

Leia mais

Física B Extensivo V. 1

Física B Extensivo V. 1 Física B Extensivo V. 1 Exercícios 01) 38 01. Falsa. f Luz > f Rádio 02. Verdadeira. Todas as ondas eletromagnéticas são transversais. 04. Verdadeira. Do tipo secundária. 08. Falsa. Do tipo secundária.

Leia mais

Física. Refração Luminosa ÓPTICA GEOMÉTRICA. Professor Eurico ( Kiko )

Física. Refração Luminosa ÓPTICA GEOMÉTRICA. Professor Eurico ( Kiko ) Física ÓPTICA GEOMÉTRICA Refração Luminosa Professor Eurico ( Kiko ) Refração da Luz: fenômeno que ocorre quando a luz, propagando-se em um meio, atinge uma superfície de separação e passa a se propagar

Leia mais

Óptica Geométrica. Reflexão e refração da luz. Autor: Prof. Marcelo Caldas Chaves

Óptica Geométrica. Reflexão e refração da luz. Autor: Prof. Marcelo Caldas Chaves Óptica Geométrica Reflexão e refração da luz Autor: Prof. Marcelo Caldas Chaves Raio e Feixe de Luz: Um raio de luz indica a direção e o sentido de propagação da luz. Um conjunto de raios de luz é chamado

Leia mais

Transmissão de informação sob a forma de ondas

Transmissão de informação sob a forma de ondas Transmissão de informação sob a forma de ondas Adaptado da Escola Virtual (Porto Editora) 1 2 1 3 ONDAS: fenómenos de reflexão, absorção e refração Quando uma onda incide numa superfície de separação entre

Leia mais

Verificação das Leis da Reflexão

Verificação das Leis da Reflexão Actividade Laboratorial Física 8º ano Tempo necessário para a execução do trabalho- 2 horas Conhecimentos necessários: saber utilizar o transferidor Verificação das Leis da Reflexão Um pouco de teoria

Leia mais

REFRAÇÃO DA LUZ. Neste capítulo estudaremos as leis da refração, a reflexão total e a formação de imagens nas lentes esféricas.

REFRAÇÃO DA LUZ. Neste capítulo estudaremos as leis da refração, a reflexão total e a formação de imagens nas lentes esféricas. REFRAÇÃO DA LUZ AULA 18 1- INTRODUÇÃO Neste capítulo estudaremos as leis da refração, a reflexão total e a formação de imagens nas lentes esféricas. 2- A REFRAÇÃO A refração ocorre quando a luz ao passar

Leia mais

Setor 1210 FUNDAMENTOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA - Aulas 01 Prof. Calil

Setor 1210 FUNDAMENTOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA - Aulas 01 Prof. Calil ÓPTICA GEOMÉTRICA Setor 1210 FUNDAMENTOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA - Aulas 01 Prof. Calil A Óptica estuda a energia denominada luz. 1- O estudo dos defeitos da visão e como curá-los, constitui a Óptica Fisiológica.

Leia mais

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO Professoras: Rosimeire Borges 2ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA DE FÍSICA

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO Professoras: Rosimeire Borges 2ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA DE FÍSICA COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professoras: Rosimeire Borges 2ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA DE FÍSICA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES Estudante: Turma: Data: / / Conteúdos: - CAPÍTULO

Leia mais

Reflexão. A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas.

Reflexão. A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas. Ótica Reflexão A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas. A reflexibilidade é a tendência dos raios de voltarem para o mesmo meio

Leia mais

Aula 2 Reflexão da luz e espelhos planos e esféricos

Aula 2 Reflexão da luz e espelhos planos e esféricos Aula 2 Reflexão da luz e espelhos planos e esféricos 1 Última aula Propagação retilínea Refração da luz Lei de Snell-Descartes 2 Princípio da preguiça mínima ação A B * Ar Espelho θ i θ r Suponha a seguinte

Leia mais

Comunicação de informação a longas distâncias

Comunicação de informação a longas distâncias APSA Fenómenos ondulatórios Questão 1: Considere as seguintes superfícies onde incide a luz: espelho, parede, vidro muito polido, folha de papel. Indique em qual predomina a reflexão especular e a reflexão

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARAÍBA Campus Princesa Isabel. Refração da Luz. Disciplina: Física II Professor: Carlos Alberto

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARAÍBA Campus Princesa Isabel. Refração da Luz. Disciplina: Física II Professor: Carlos Alberto ISTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊCIA E TECOLOGIA PARAÍBA Campus Princesa Isabel Refração da Luz Disciplina: Física II Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá:

Leia mais

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. Objetivos. O que é a luz? Como se propaga? O que é a luz?

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. Objetivos. O que é a luz? Como se propaga? O que é a luz? Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade Unidade 1 SOM E LUZ Objetivos Como se propaga? Concluir que a visão dos objetos implica a propagação da luz, em diferentes meios, desde a fonte de luz

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Ulbra 016) Um objeto está à frente de um espelho e tem sua imagem aumentada em quatro vezes e projetada em uma tela que está a,4 m do objeto, na sua horizontal. Que tipo de espelho foi utilizado e

Leia mais

defi departamento de física

defi departamento de física defi departamento de física Laboratórios de Física www.defi.isep.ipp.pt Estudo das leis da reflexão e da refracção Instituto Superior de Engenharia do Porto Departamento de Física Rua Dr. António Bernardino

Leia mais

6. (Upe 2011) Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem:

6. (Upe 2011) Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem: º Lista de exercícios ESPELHOS ESFÉRICOS PROFESSOR: DUDU. (Uemg 0) Muitos profissionais precisam de espelhos em seu trabalho. Porteiros, por exemplo, necessitam de espelhos que lhes permitem ter um campo

Leia mais

Óptica Geométrica. => vi = 2vE

Óptica Geométrica. => vi = 2vE Disciplina: Física para Olimpíadas Assunto: Óptica (Teoria e questões antigas da OBF 2ª fase) Professor: Gustavo Mendonça Óptica Geométrica 1) Introdução à Óptica Geométrica: Na Lousa! 2) Reflexão: Fenômeno

Leia mais

Recuperação de Física Giovanni LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA

Recuperação de Física Giovanni LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA Nome: nº Ano: Recuperação de Física Giovanni LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA 1 - A luz vermelha se propaga no vácuo com velocidade 3.10 8 m/s e no vidro com velocidade de 2,5.10 8 m/s.um raio de luz que

Leia mais

ESPELHOS E LENTES 01/09/16

ESPELHOS E LENTES 01/09/16 ESPELHOS E LENTES 01/09/16 UM ESPELHO É UMA SUPERFÍCIE MUITO LISA E QUE PERMITE ALTO ÍNDICE DE REFLEXÃO DA LUZ QUE INCIDE SOBRE ELE. ESPELHOS POSSUEM FORMAS VARIADAS: ESPELHOS PLANOS DEFINIÇÃO UM ESPELHO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL LOB1021 - FÍSICA IV Prof. Dr. Durval Rodrigues Junior Departamento de Engenharia de Materiais (DEMAR) Escola de Engenharia de Lorena (EEL) Universidade

Leia mais

CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª GISELLE PALMEIRA PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL

CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª GISELLE PALMEIRA PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GISELLE PALMEIRA REVISÃO Unidade IV Ser humano e saúde 2 REVISÃO Aula 24.1 Revisão e Avaliação 3 REVISÃO 1 A Ciência do movimento Vamos observar

Leia mais

Exercícios ÓPTICA GEOMÉTRICA -1.

Exercícios ÓPTICA GEOMÉTRICA -1. Exercícios ÓPTICA GEOMÉTRICA -1. 1.Sobre os conceitos fundamentais da Óptica, é correto afirmar que a) quanto mais afastado está um objeto de uma câmara escura menor é a sua imagem dentro da mesma. b)

Leia mais

ONDULATÓRIA ONDA perturbação que se propaga em um meio transferir energia sem transportar matéria.

ONDULATÓRIA ONDA perturbação que se propaga em um meio transferir energia sem transportar matéria. ONDULATÓRIA Entender o comportamento das ondas é fundamental para entender boa parte da natureza que nos cerca, uma vez que, muito dos fenômenos que nos cercam, tem comportamento ondulatório. Por exemplo:

Leia mais

Definição e elementos. Espelho Esférico É uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora.

Definição e elementos. Espelho Esférico É uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. ESPELHOS ESFÉRICOS Definição e elementos Espelho Esférico É uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. Definição e elementos - - - eixo secundário *Obs.: Qualquer eixo que passe pelo

Leia mais

ESPELHOS. Neste capítulo estudaremos as leis da reflexão, a formação de imagens nos espelhos planos e nos espelhos esféricos.

ESPELHOS. Neste capítulo estudaremos as leis da reflexão, a formação de imagens nos espelhos planos e nos espelhos esféricos. AULA 17 ESPELHOS 1- INTRODUÇÃO Neste capítulo estudaremos as leis da reflexão, a formação de imagens nos espelhos planos e nos espelhos esféricos. 2- LEIS DA REFLEXÃO A reflexão da luz ocorre quando um

Leia mais

25 Problemas de Óptica

25 Problemas de Óptica 25 Problemas de Óptica Escola Olímpica - Gabriel Lefundes 25 de julho de 2015 Problema 1. O ângulo de deflexão mínimo um certo prisma de vidro é igual ao seu ângulo de refração. Encontre-os. Dado: n vidro

Leia mais

Trabalho do APE da mensal. (Professor: Bob)

Trabalho do APE da mensal. (Professor: Bob) Trabalho do APE da mensal. (Professor: Bob) 1. A sucessão de pulsos representada na figura a seguir foi produzida em 1,5 segundos. Determine a freqüência e o período da onda. 2. Uma piscina tem fundo plano

Leia mais

Espelhos esféricos. Calota esférica

Espelhos esféricos. Calota esférica Espelhos esféricos Espelhos esféricos são espelhos que resultam do corte de uma esfera formando o que se chama de calota esférica.nesses espelhos, uma das superfícies da calota é espelhada, produzindo

Leia mais

Fenómenos Ondulatórios

Fenómenos Ondulatórios Fenómenos Ondulatórios Fenómenos Ondulatórios a) Reflexão b) Refração c) Absorção Reflexão da onda: a onda é devolvida para o primeiro meio. Transmissão da onda: a onda continua a propagar-se no segundo

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº ÓPTICA GEOMÉTRICA REFRAÇÃO

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº ÓPTICA GEOMÉTRICA REFRAÇÃO Sala de Estudos FÍSICA - Lucas trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº ÓPTICA GEOMÉTRICA REFRAÇÃO 1. (Puccamp 1995) Um feixe de luz monocromática, que se propaga no meio 1 com velocidade

Leia mais

1º trimestre Exercícios - Física Data:03/16 Ensino Médio 3º ano classe: Prof.Dora Nome: nº

1º trimestre Exercícios - Física Data:03/16 Ensino Médio 3º ano classe: Prof.Dora Nome: nº . 1º trimestre Exercícios - Física Data:03/16 Ensino Médio 3º ano classe: Prof.Dora Nome: nº Valor: Nota:. 1. (FESP-PE) Um edifício projeta no solo uma sombra de 40 m. No mesmo instante, um observador

Leia mais

Introdução às Ciências Físicas Módulo 1 Aula 2

Introdução às Ciências Físicas Módulo 1 Aula 2 Introdução às Ciências Físicas Módulo Aula Refração Refração de luz monocromática Você lembra como começamos nosso estudo da luz? Falamos de brincadeiras com a sombra das mãos. Outra brincadeira ou se

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data!

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

A luz propaga-se em linha reta e em todas as direções. - Formação de sombras; - Eclipses.

A luz propaga-se em linha reta e em todas as direções. - Formação de sombras; - Eclipses. A luz propaga-se em linha reta e em todas as direções. - Formação de sombras; - Eclipses. Quando as ondas incidem numa superfície de separação entre dois meios, verifica-se que parte da sua energia é refletida,

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Fenômenos Ópticos e Espelhos Planos 1. (Pucrj 2013) A uma certa hora da manhã, a inclinação dos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ÓPTICA E VETORES 1º ANO

EXERCÍCIOS DE ÓPTICA E VETORES 1º ANO EXERCÍCIOS DE ÓPTICA E VETORES 1º ANO 1º) Em cada um dos casos abaixo determine o módulo da força resultante que atua no corpo: a) F 1 = 3N F 2 = 4N b) F 1 = 3N F 2 = 4N c) F 2 = 4N F 1 = 3N 2º) (PUC-PR)

Leia mais

REFRAÇÃO DA LUZ PROFESSOR RODRIGO PENNA PRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO

REFRAÇÃO DA LUZ PROFESSOR RODRIGO PENNA PRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO REFRAÇÃO DA LUZ PROFESSOR RODRIGO PENNA PRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO RODRIGO RODRIGO PENNA: PENNA: o quadradinho quadradinho branco branco é um um ângulo ângulo reto. reto. Mostrar Mostrar os os ângulos

Leia mais

PROPAGAÇÃO DA LUZ E FENÔMENOS ÓPTICOS

PROPAGAÇÃO DA LUZ E FENÔMENOS ÓPTICOS PROPAGAÇÃO DA LUZ E FENÔMENOS ÓPTICOS Autores: Eduardo Rodrigo Garcia Cristina Satomi Enobe Jefferson Marcondes de Carvalho Maria Mercedes Martinez Okumura Contexto: Esta é a primeira aula sobre o tema

Leia mais

Física. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) 27 e Refração da Luz

Física. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) 27 e Refração da Luz Refração da Luz Refração da Luz 1. Um raio de luz monocromática passa do meio 1 para o meio 2 e deste para o meio 3. Sua velocidade de propagação relativa aos meios citados é v 1, v 2 e v 3, respectivamente.

Leia mais

Óptica. Reflexão da Luz

Óptica. Reflexão da Luz Óptica Reflexão da Luz Óptica» Reflexão da Luz 1 Luz na Interface entre dois meios A reflexão da luz é um dos fenômenos mais comuns que envolvem a luz. Ela ocorre em maior ou menor grau sempre que a luz

Leia mais

Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão: br/refletores.html. Professor: Emerson Luis

Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão:  br/refletores.html. Professor: Emerson Luis Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão: http://www.telescopiosastronomicos.com. br/refletores.html Professor: Emerson Luis Espelhos esféricos Calota Professor: Emerson Luis Plano de

Leia mais

Unidade IV. Aula 19.1 Conteúdo. Óptica, Ser humano e Saúde. Espelhos planos: Formação das imagens em espelhos planos e suas características.

Unidade IV. Aula 19.1 Conteúdo. Óptica, Ser humano e Saúde. Espelhos planos: Formação das imagens em espelhos planos e suas características. Unidade IV Óptica, Ser humano e Saúde Aula 19.1 Conteúdo Espelhos planos: Formação das imagens em espelhos planos e suas características. 2 Habilidade Compreender os conceitos de Óptica, aplicando os conceitos

Leia mais

Física. Prof. Edelson Moreira

Física. Prof. Edelson Moreira Física Prof. Edelson Moreira FENÔMENOS ONDULATÓRIOS Os fenômenos ondulatórios mais comuns são: REFLEXÃO: ocorre quando uma onda incide sobre um obstáculo e retorna ao meio original de propagação. A onda

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Graduação em Engenharia da Computação Prática 08 - Refração da Luz Alunos: Egmon Pereira; Igor Otoni Ripardo de Assis; Leandro de Oliveira Pinto;

Leia mais

Teste 7 - respostas. Nota ,3

Teste 7 - respostas. Nota ,3 Matrícula Uma lente é um dispositivo que usa o efeito da em superfícies curvas para formar uma imagem a partir de raios luminosos divergentes Nota O que é a distância focal de uma lente? Nota De acordo

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL LICEU DE MARACANAÚ TD DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE. ALUNO(a): Nº

COLÉGIO ESTADUAL LICEU DE MARACANAÚ TD DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE. ALUNO(a): Nº COLÉGIO ESTADUAL LICEU DE MARACANAÚ TD DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE ALUNO(a): Nº SÉRIE: 2 0 TURMAS: C-D-H-I TURNO: [M] [T] Prof.(s): Diva. 1- A luz amarela se propaga em um determinado vidro com

Leia mais

PROFESSORA: Bárbara. c) a difração. d) o arco-íris.

PROFESSORA: Bárbara. c) a difração. d) o arco-íris. NOME: TURMA: 1T2 Nº PROFESSORA: Bárbara AVALIAÇÃO DE: Física NOTA do Trabalho 1. (FUVEST) Suponha que exista um outro universo no qual há um planeta parecido com o nosso, com a diferença de que a luz visível

Leia mais

Índice de refracção e propriedades ópticas. Química 12º Ano. Unidade 3 Plásticos, vidros e novos materiais Actividades de Projecto Laboratorial

Índice de refracção e propriedades ópticas. Química 12º Ano. Unidade 3 Plásticos, vidros e novos materiais Actividades de Projecto Laboratorial Índice de refracção e propriedades ópticas Química 12º Ano Unidade 3 Plásticos, vidros e novos materiais Actividades de Projecto Laboratorial Dezembro 2005 Jorge R. Frade, Ana Teresa Paiva Dep. Eng. Cerâmica

Leia mais

EXERCÍCIOS DA SALVAÇÃO

EXERCÍCIOS DA SALVAÇÃO EXERCÍCIOS DA SALVAÇÃO 1. (Ufrj) Um raio luminoso que se propaga no ar "n(ar) =1" incide obliquamente sobre um meio transparente de índice de refração n, fazendo um ângulo de 60 com a normal. Nessa situação,

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA. A luz é uma forma de energia que se propaga a uma altíssima velocidade: c=300.000 Km/s

ÓPTICA GEOMÉTRICA. A luz é uma forma de energia que se propaga a uma altíssima velocidade: c=300.000 Km/s ÓPTICA GEOMÉTRICA ÓPTICA GEOMÉTRICA A luz é uma forma de energia que se propaga a uma altíssima velocidade: c=300.000 Km/s Neste tópico, vamos estudar a Óptica sem levar em conta a natureza da luz, e sim

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2014 Disciplina: Física Série: 2ª Professor (a): Marcos Vinicius Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Luz e Visão. Prof. César Bastos

Luz e Visão. Prof. César Bastos Luz e Visão Prof. César Bastos Introdução ao estudo de Luz e Visão Como você explicaria o que é luz? Você seria capaz de explicar a Luz para uma pessoa que não enxerga? Durante muitos anos, desde a Grécia

Leia mais

Exercícios Refração -1.

Exercícios Refração -1. Exercícios Refração -1. 1. Um raio luminoso vindo do vidro vai em direção ao ar sabendo que o ângulo de incidência é de 60º é correto afirmar: Dados: (índice de refração do vidro, n=2) (índice de refração

Leia mais

Atividade de Recuperação de Física Setor A

Atividade de Recuperação de Física Setor A Atividade de Recuperação de Física Setor A Professor da Disciplina: Ricardo Data: / /16 1º TRIMESTRE Aluno(a): Nº: Nota: 3 ano Ensino Médio Período: Matutino Valor da avaliação: 5,0 Instruções gerais:

Leia mais

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO ONDAS 1. INTRODUÇÃO Quando uma pessoa liga um aparelho de rádio ou de televisão, imediatamente recebe a mensagem emitida pela estação de rádio ou TV (música, voz do locutor, imagens). Esses aparelhos foram

Leia mais

CONCEITOS FUNDAMENTAIS

CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS 05 REFLEXÃO, TRANSMISSÃO E ABSORÇÃO DA LUZ REFLEXÃO, TRANSMISSÃO E ABSORÇÃO DA LUZ A MANIPULAÇÃO CONVENIENTE DA LUZ SE OBTÉM COM O CONTROLE DE SUA DISTRIBUIÇÃO FENÔMENOS ENVOLVIDOS:

Leia mais

Espelhos esféricos. antes de estudar o capítulo PARTE II

Espelhos esféricos. antes de estudar o capítulo PARTE II PARTE II Unidade E capítulo s seções: Definições e elementos s de Gauss 3 Construção geométrica de imagens 4 Estudo analítico dos espelhos antes de estudar o capítulo Veja nesta tabela os temas principais

Leia mais

RESPOSTAS DAS TAREFAS 1ª SÉRIE2. Física Setor A Aula 7. Aula 8 ENSINO MÉDIO

RESPOSTAS DAS TAREFAS 1ª SÉRIE2. Física Setor A Aula 7. Aula 8 ENSINO MÉDIO ENSINO MÉDIO RESPOSTAS DAS TAREAS 1ª SÉRIE2 ísica Setor A Aula 7 1. a) Para situar o ouvinte em relação ao fuso horário, já que no Brasil há três horas legais. b) Porque o horário de um evento depende

Leia mais

Elementos ópticos. 1 - Conceitos relacionados. Reflexão e refração da luz, imagem real, imagem virtual, distância focal.

Elementos ópticos. 1 - Conceitos relacionados. Reflexão e refração da luz, imagem real, imagem virtual, distância focal. 1 - Conceitos relacionados Reflexão e refração da luz, imagem real, imagem virtual, distância focal. 2 - Objetivos Determinar a distância focal, o centro de curvatura e verificar a formação de imagens

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE REFRAÇÃO

EXERCÍCIOS SOBRE REFRAÇÃO EXERCÍCIOS SOBRE REFRAÇÃO TODOS SÃO BEM DIFÍCEIS FAÇA UM OU DOIS POR DIA CONSULTE A RESOLUÇÃO SOMENTE EM ÚLTIMO CASO LUTE E NÃO DESISTA FACILMENTE... BOM TRABALHO!!! 1. (UERJ/2013) Um raio luminoso monocromático,

Leia mais

Atividades Para fixar a formação de imagens nas lentes convergentes e divergentes, clique no link abaixo e movimente o objeto que está posicionado dainte da lente. Observe o que acontece com a imagem à

Leia mais

Exercícios REFRAÇÃO 2

Exercícios REFRAÇÃO 2 Exercícios REFRAÇÃO 2 1.(UFPR) Descartes desenvolveu uma teoria para explicar a formação do arcoíris com base nos conceitos da óptica geométrica. Ele supôs uma gota de água com forma esférica e a incidência

Leia mais

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Física

Aluno(a): nº: Turma: Data: / /2016. Matéria: Física Aluno(a): nº: Turma: Nota Ano: 2º Ano EM Data: / /2016 Trabalho Recuperação Professor(a): Clayton Matéria: Física VALOR: 15,0 1-Sabe-se que a densidade da água é 1g/cm 3. A tabela abaixo fornece as massas

Leia mais

Fenómenos Ondulatórios. Reflexão, refracção, difracção

Fenómenos Ondulatórios. Reflexão, refracção, difracção Fenómenos Ondulatórios Reflexão, refracção, difracção Natureza dualística da radiação electromagnética A radiação electromagnética é um fenómeno ondulatório envolvendo a propagação de um campo magnético

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS ESPELHOS ESFÉRICOS E PLANOS Prof. Evandro 1ª Série E.M.

LISTA DE EXERCÍCIOS ESPELHOS ESFÉRICOS E PLANOS Prof. Evandro 1ª Série E.M. LISTA DE EXERCÍCIOS ESPELHOS ESFÉRICOS E PLANOS Prof. Evandro 1ª Série E.M. 01 Um objeto é colocado a 10 cm de um espelho côncavo, de distância focal igual a 20 cm. A imagem do objeto será: a) do tamanho

Leia mais

Óptica Física Interferência e difracção

Óptica Física Interferência e difracção Óptica Física Interferência e difracção Diferença de fase e coerência Interferência em filmes finos Interferência gerada por duas fendas Difracção por fenda única Difracção de Fraunhofer e Fresnel Redes

Leia mais

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Ondas em meios sólidos elásticos Uma onda é uma perturbação da matéria que se propaga em uma direção, ou seja, as partículas em um determinado ponto de um meio

Leia mais

Física Legal.NET - O seu site de Física na Internet

Física Legal.NET - O seu site de Física na Internet 11. (Fei 97) A luz solar se propaga e atravessa um meio translúcido. Qual das alternativas a seguir representa o que acontece com a propagação dos raios de luz? 12. (Fuvest 93) A luz solar penetra numa

Leia mais

3ª Série / Vestibular _ TD 14

3ª Série / Vestibular _ TD 14 3ª Série / Vestibular _ TD 14 01. Um mol de gás ideal sofre o processo de transformação mostrado na figura abaixo. Em função exclusiva da constante universal dos gases R e da temperatura absoluta T descrita

Leia mais

Dependência. Disciplina Física 2ª série. Cronograma Armando Horta Dumont

Dependência. Disciplina Física 2ª série. Cronograma Armando Horta Dumont Dependência Disciplina Física 2ª série Cronograma 2016 1ª Avaliação 1 Óptica 1.1 Conceitos Fundamentais. 1.2 Reflexão da Luz. 2ª Avaliação 1 Óptica 1.3 Espelhos esféricos. 1.4 Refração da Luz. 3ª Avaliação

Leia mais

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016

Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho. Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano ANO LETIVO 2015/2016 1.º Período Escola Básica do 2.º e 3.ºciclos Álvaro Velho Planeamento Curricular de Físico-Química 7.º ano I Espaço 1. Universo 2. Sistema Solar 1.1 Constituição do Universo 1.2 Observação do céu 1.3 Evolução

Leia mais

Integrou a equipe do Teleco para contribuir na área de Sistemas de Telecomunicações Fotônicos.

Integrou a equipe do Teleco para contribuir na área de Sistemas de Telecomunicações Fotônicos. Conceitos Básicos de Fibra Óptica (Módulo II) Este tutorial apresenta conceitos básicos sobre Refração e Confinamento da luz. É o segundo de uma série preparada pelo autor contendo conceitos básicos de

Leia mais

NOME: Nº. ANO: 2º EM PROFESSOR: LEANDRO B. INES DATA: VALOR: 2 NOTA:

NOME: Nº. ANO: 2º EM PROFESSOR: LEANDRO B. INES DATA: VALOR: 2 NOTA: EXERCÍCIOS PARA RECUPERAÇÃO COMP.CURRICULAR: FÍSICA NOME: Nº. ANO: 2º EM PROFESSOR: LEANDRO B. INES DATA: VALOR: 2 NOTA: 1. (Unesp) Em 3 de novembro de 1994, no período da manhã, foi observado, numa faixa

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA PREGOLINI

ÓPTICA GEOMÉTRICA PREGOLINI ÓPTICA GEOMÉTRICA PREGOLINI ÓPTICA GEOMÉTRICA É a parte da Física que estuda os fenômenos relacionados com a luz e sua interação com meios materiais quando as dimensões destes meios é muito maior que o

Leia mais

Atividade de: FÍSICA 4ª UL / 2015 Série: 1ª (E. P.)

Atividade de: FÍSICA 4ª UL / 2015 Série: 1ª (E. P.) Atividade de: FÍSICA 4ª UL / 2015 Série: 1ª (E. P.) Professor: Thiago Alvarenga Ramos Nota: Valor da Atividade: 2,0 Nome do(a) aluno(a): Nº Turma: 1 C 1 3 Use caneta azul ou preta e escreva com letra legível.

Leia mais

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion REFRAÇÃO LEI DE SNELL DIA: MÊS: 05. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( )

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion REFRAÇÃO LEI DE SNELL DIA: MÊS: 05. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) Professor(a): Jean Jaspion LSTA: 01 ª série Ensino Médio Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: QUESTÃO 01 (UFRR/015) Em um experimento, temos uma placa de vidro que é atravessada por um feixe

Leia mais

Óptica Geométrica 9º EF

Óptica Geométrica 9º EF Óptica Geométrica 9º EF Fonte de luz Estrelas Lâmpada acesa Lua Lâmpada apagada Fonte Primária Fonte Secundária Classificação de fontes de luz Quanto a emissão a) Fonte Primária (luminoso): produz a luz

Leia mais

Exercícios Dissertativos

Exercícios Dissertativos Exercícios Dissertativos 1. (2002) O Sol tem diâmetro de 1, 4.10 9 m e a sua distância média à Terra é de 1, 5.10 11 m. Um estudante utiliza uma lente convergente delgada de distância focal 0,15 m para

Leia mais

Planificação anual. C. Físico-Químicas (8º Ano)

Planificação anual. C. Físico-Químicas (8º Ano) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE LOUSADA ES Lousada (Sede) AE Lousada Centro Escola Secundária de Lousada Ano letivo de 2012/2013 Planificação anual de C. Físico-Químicas (8º Ano) Reações químicas Sub tema Competências

Leia mais

Teste Sumativo 2 C - 11/12/2012

Teste Sumativo 2 C - 11/12/2012 E s c o l a S e c u n d á r i a d e A l c á c e r d o S a l Ano letivo 2012/2013 Ciências Físico-químicas 8º an o Teste Sumativo 2 C - 11/12/2012 Nome Nº Turma 1. O som produzido pelo sino de uma igreja

Leia mais

PROVA PARA ALUNOS DO 1 E 2 ANO

PROVA PARA ALUNOS DO 1 E 2 ANO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: a 2 FASE o o PROVA PARA ALUNOS DO 1 E 2 ANO 1 Essa prova destina-se exclusivamente para alunos do 1 o e 2 o ano e contém vinte (20) questões. 2 Os alunos do 1 o ano

Leia mais

Introdução às Ciências Físicas Módulo 1 Aula 1

Introdução às Ciências Físicas Módulo 1 Aula 1 Experimento 2 A emissão da luz por diferentes fontes Objetivo: Construir um modelo para a emissão de luz por uma fonte não puntiforme. Material utilizado! caixa escura! máscaras! fonte de luz 1 com lâmpadas

Leia mais

ÓTICA e ONDAS. Ótica estudo da luz e dos fenômenos luminosos em geral.

ÓTICA e ONDAS. Ótica estudo da luz e dos fenômenos luminosos em geral. 1 ÓTICA e ONDAS Ótica estudo da luz e dos fenômenos luminosos em geral. Propagação Retilínea da Luz Observando os corpos que nos rodeiam, verificamos que alguns deles emitem luz, isto é, são fontes de

Leia mais

Módulo: Características e comportamento da luz

Módulo: Características e comportamento da luz Aula nº1 1 Sumário A importância da luz: fenómeno da visão. Propagação da luz. Corpos luminosos e iluminados. Corpos transparentes, parcialmente transparentes, translúcidos e opacos. 2 Objectivos especícos

Leia mais