Exclusivo: tendências que movem as corporações nos tempos da indisciplina

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exclusivo: tendências que movem as corporações nos tempos da indisciplina"

Transcrição

1 FEVEREIRO DE 2012 Nº 38 Exclusivo: tendências que movem as corporações nos tempos da indisciplina Mudança permanente, processos instáveis e maturidade da Internet despontam em estudo inédito do Gartner Empresas japonesas apostam alto no Brasil Investimentos em finanças, automóveis, bebidas e eletrodomésticos Aurélio Conrado Boni, do Bradesco Vice-presidente fala das estratégias e tecnologias inovadoras do banco

2

3 5 Expediente Rafael Rezende / Assunto Digital Divulgação O que muda nas corporações Adiantamos resultados inéditos de estudos do Gartner a respeito de tendências mundiais em Tecnologia. Companhias terão de identificar a mudança como o seu estado permanente, antes que sejam surpreendidas. 11 Contas vencidas no DDA A partir de março, será possível quitar contas vencidas pelo Débito Direto Autorizado (DDA). É mais um avanço do sistema que hoje processa, em média, um milhão de boletos por dia, segundo Célia Okazawa, da CIP (foto). 34 Aurélio Conrado Boni Em artigo exclusivo, o diretor vice-presidente executivo do Bradesco (foto) trata de globalização, tecnologias, inovação e, principalmente, como a instituição tem agido para se adaptar aos novos cenários. Ciab FEBRABAN Comissão Organizadora 2012 PRESIDENTE Luis Antonio Rodrigues Itaú Unibanco MEMBROS Adauto Del Fávero HSBC Armando Corrêa Citibank Eliane Grotti Borges Caixa Jorge Fernando Krug Santos Banrisul Jorge Luiz Viegas Ramalho Itaú Unibanco Jorge Vacarini Grupo Santander Brasil Keiji Sakai Banco BM&F Bovespa Odair Garcia Banco do Brasil Paulo César Duarte Cherberle Bradesco Roberto Nogueira Zambon Caixa Ronei Maranssati Banco do Brasil DIRETORA DE EVENTOS Nair Macedo DIRETOR TÉCNICO Wilson Antonio Salmeron Gutierrez DIRETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL William Thomazzi Salasar GERENTE DE COMUNICAÇÃO Cleide Sánchez Rodríguez ASSESSOR TÉCNICO Nilton César Gratão ASSESSORA DE EVENTOS Hilda Nishijima Solera GERENTE DE RELACIONAMENTO Marcelo Assumpção Revista Ciab FEBRABAN Edição, pauta, reportagens e texto ABCE Comunicação/Comunicação FEBRABAN PROJETO GRÁFICO E EDITORAÇÃO Ideia Visual Fotos Rafael Rezende / Assunto Digital Índice 4 Editorial 5 Consultorias e novas tendências 11 Novidades do DDA 16 Empresas japonesas no Brasil 20 Expositores do Ciab Artigo Especial Jornalista Responsável Cleide Sánchez Rodríguez (MTB ) SEDE Av. Brigadeiro Faria Lima, º andar Torre Norte Pinheiros São Paulo SP ESTA É UMA PUBLICAÇÃO DA FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS FEBRABAN COPYRIGHT 2012 FEVEREIRO TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

4 editorial Rafael Rezende / Assunto Digital Luis Antonio Rodrigues Diretor Setorial de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN Roberto Setubal é keynote speaker do Ciab FEBRABAN 2012 Roberto Setubal, PRESiDENTE do Itaú unibanco, fará a conferência Contribuição da TI para o desenvolvimento do Itaú no dia 20 de junho de 2012, a partir das 11 horas, no Ciab FE- BRABAN. Setubal dirige uma das quatro maiores instituições financeiras do Brasil que mantém iniciativas decisivas para o setor, tanto em modelos de negócios quanto em aplicação intensiva de Tecnologia da Informação. Sua presença será um dos pontos altos do congresso que trará informações importantes para a atualização profissional de todos os que se dedicam ao segmento financeiro. Além disso, o tema central do congresso Ciab FEBRABAN 2012 A Sociedade Conectada continua empolgando e assegura o sucesso antecipado da 22ª edição. Restam poucas vagas no recinto de exposições. O evento já registra 14 empresas patrocinadoras, sua área física está 10% maior que as edições anteriores e mais de 90% dessa área para estandes está reservada. O afluxo de empresas estrangeiras da área de TI ao evento é um dos destaques de 2012, sendo que duas delas são patrocinadoras do Ciab FEBRABAN: NTT Data e Talaris (companhias globais, com origem no Japão e Inglaterra, respectivamente). O evento também começa a atrair empresas que não são da área de tecnologia. Teremos estandes de especialistas em segurança patrimonial. O debate dos pontos estratégicos se aprofunda e eles estarão maduros para aperfeiçoamento no congresso. Essa revista é um dos fóruns para a apresentação dessas discussões e nela grandes consultorias globais apresentam temas importantes como a emergência dos serviços móveis de bancos em dispositivos cada vez mais populares: os smartphones e tablets. Para se ter uma ideia dessa popularização, a consultoria Frost & Sullivan estima que, em 2011, quase nove milhões de dispositivos móveis foram vendidos no Brasil e projeta crescimento adicional de 30% desse mercado para Novos modelos de negócios emergem dos panoramas criados pelas consultorias. Alguns deles são a internacionalização dos maiores bancos nacionais e a maior participação de bancos internacionais no mercado corporativo local. Isso sem falar no estimulante cenário de permanente mudança detectado pelo instituto Gartner nas grandes corporações em todos os continentes. A globalização da economia brasileira emerge assim como cenário obrigatório das mudanças que batem às portas do segmento financeiro. Entre suas muitas consequências estão as questões da retenção de talentos e também a formação de profissionais prontos para enfrentar as mudanças tecnológicas que serão muitas no biênio que inicia. As transformações brutais, tanto no cenário econômico social atual, quanto nas suas bases de tecnologia da informação tornam obrigatória a presença na 22ª edição do Ciab FEBRABAN. Então, temos um encontro marcado: Ciab FEBRABAN, dias 20, 21 e 22 de junho de 2012, no Transamérica Expocenter, em São Paulo. Luis Antonio Rodrigues 4 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

5 consultoria O estado de permanente mudança nas corporações Paradigma da ameaça-oportunidade como motivação para inovação pode estar em xeque, alerta pesquisa do Gartner Por Leandro Esteves A dinâmica do MUNDO EMPRESarial MOSTRa que as companhias só alteram seu modus operandi diante das clássicas situações de ameaça-oportunidade. Seja pelo surgimento de um novo e ameaçador concorrente, seja pelo interesse num determinado mercado, essas sempre foram as forças que moveram o mundo empresarial. Mas algo diferente pode estar acontecendo e as mudanças podem se transformar num estado permanente. Essa é a visão do vice-presidente do Gartner, Cássio Dreyfuss, para quem as companhias terão de se adaptar a esse novo mundo para não serem surpreendidas. O executivo explica que a consultoria está compilando entrevistas, realizadas no mundo todo, com presidentes e CIOs de grandes companhias e, em breve, novos relatórios serão publicados a respeito do tema. Em entrevista exclusiva concedida à revista do Ciab FEBRABAN, o executivo já adianta o que chamou de estado de permanente mudança nas corporações ou o período indisciplinado. Dreyfuss, do Gartner Divulgação Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 5

6 consultoria Revista Ciab FEBRABAN: O Gartner está compilando os dados de uma pesquisa sobre tendências em Tecnologia e os primeiros resultados indicam que há uma espécie de estado de mudança permanente. Quais são as consequências desse estado de mudança? Cassio Dreyfuss: Estamos acostumados a encarar a necessidade de mudar alguma coisa nas corporações por determinada conjuntura, uma oportunidade ou ameaça que surja. Trabalhamos em regime especial para enfrentá-las e respiramos aliviados depois de equacionar as mudanças. A arquitetura dos processos de negócios permite que se desenhe um novo processo, que se estabiliza e, até mesmo, que se congela. Ele só mudará outra vez por novas e graves circunstâncias, repetindo um longo ciclo. A partir de agora, as empresas terão de identificar a mudança como o seu estado permanente. Isso implica numa nova postura, uma nova maneira de se organizar. As mudanças estão surpreendendo as corporações antes do que elas esperam. Dentro desse novo quadro de organização das companhias, quais são as novidades usadas para criar inovações? As novidades tecnológicas não bastam para que se consiga uma inovação corporativa. Quando uma tecnologia é incorporada e socializada pela empresa e se traduz numa nova maneira de se fazer as coisas, em novos processos internos, então temos uma inovação. Uma invenção não basta para a inovação. É dentro das corporações que está se mudando os modelos de negócios; por isso há grande potencial para sistemas e implantação de processos. Os modelos vão mudar muito nesses próximos anos, os processos de negócios não serão estáveis, pois há estímulos contínuos para mudança. Estamos atravessando um período indisciplinado no qual muitas ameaças e oportunidades aparecem de forma rápida e de muitas direções diferentes, disputando as atenções dos líderes. Isso significa dizer que é cada vez menor o tempo de reagir às ameaças e oportunidades, o que é típico em países que crescem com mobilidade social. Mas boa parte do globo encontra-se em crise econômica. Nesses países a tendência não seria a estagnação? Não se consegue mais fazer um planejamento e torná-lo estável ao longo de um ano O quadro de mudança permanente é observado de forma global e também na Europa, EUA e Brasil. Nos outros continentes as perspectivas positivas são reduzidas, eles têm mais ameaças que oportunidades. No Brasil verificamos o contrário. O IBGE registrou que o crescimento de 2011 foi desapontador, mas os analistas dizem que esse fato é secundário, em função das perspectivas da trajetória de crescimento, pois os negócios já estão contratados para acontecer no Brasil em áreas como energia, turismo, e outras, garantindo uma visão positiva. O futuro próximo será positivo para a economia local, mas as turbulências e as ameaças devem continuar o bastante para nos incluir no que chamo de período indisciplinado. Não se consegue mais fazer um planejamento e torná-lo estável ao longo de um ano. Pergunto qual seria o setor da economia que poderia fazer um planejamento a moda antiga? É praticamente impossível que não surjam elementos que perturbem o planejamento e que não o obriguem a se transformar. Os próximos relatórios do Gartner serão baseados em dois tipos de pesquisas, ambas realizadas em novembro e dezembro de Uma com os presidentes de grandes companhias e outra com os CIOs. Com quais armas os CIOs esperam responder ao novo quadro de mudança permanente? O Gartner conclui que algumas das invenções tecnológicas estão se tornando maduras e podem compor o processo de inovação em grandes companhias. São elas: Mobilidade, Cloud Computing, Internet e o chamado Big Data (esse termo se aplica a enormes bancos de dados, cujo tamanho é superior à capacidade de softwares comuns de captar e processar informação). Essas quatro tendências não são novas, mas estão se tornando economicamente viáveis e robustas do ponto de vista técnico. Um exemplo disso são as soluções e dispositivos móveis já incorporados em bancos e outras aéreas. 6 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

7 A tendência é que os bancos não sejam grandes compradores de serviços na nuvem, eles vão vender serviços na nuvem através de plataforma de prestação de serviços para clientes Rafael Rezende / Assunto Digital Dreyfuss, do Gartner O Big Data implica em inteligência de análises e de negócios, quais são as mudanças observadas nessas disciplinas? O Big Data é muito importante atualmente para as corporações. Há real e urgente necessidade de ampliar as análises dos cenários como comportamento do consumidor, de concorrentes entre outros. A demanda por Business Analytics & Intelligence cresceu muito. De outro lado aumentou também a oferta. Aquilo que não se fazia por limitação de recursos se tornou possível. Chamamos de Big Data esse conjunto de tecnologias que se propõe a tratar grandes volumes de dados e extrair informações relevantes para os negócios em tempo hábil para que faça real diferença nos negócios. Além disso, há uma diferença crítica: antigamente, para montar um banco de dados, imaginava-se qual seriam as informações importantes que utilizaríamos para fazer uma busca e análise sobre os dados e tomar decisões. Criava-se uma área com os dados que iriam orientar as análises. Hoje os modelos não sabem a priori as informações que devem separar para fazer a análise. A análise atual e no futuro não admite mais itens a priori. Como consequência do estado de permanente mudança, nós não sabemos quais informações poderemos destacar para se orientar determinada análise de grandes bancos de dados, pois seremos constantemente surpreendidos por oportunidades e ameaças. E o Cloud Computing? Não é uma tecnologia distante dos bancos? Uma das razões para uma companhia ser cliente da computação em nuvem é a economia de custos, pois nesse ambiente se compartilha recursos de computação. Em geral, os bancos não se interessam tanto por isso, pois têm escala suficiente para tomar partido da economia de recursos em seus próprios ambientes. Os bancos, em especial os brasileiros, são uma coleção de tecnologias. Em um grande banco você tem numa ponta os mais avançados serviços de Internet e na outra antigas aplicações desenvolvidas em Cobol. Para tirar benefícios plenos do Cloud Computing, teríamos de padronizar todo o ambiente e, além disso, temos severas ressalvas, como segurança e confidencialidade das informações. A tendência é que os bancos não sejam grandes compradores de serviços na nuvem. Os bancos vão vender serviços na nuvem, através de plataforma de prestação de serviços para clientes. Já fazem isso e podem expandir. Os bancos poderão oferecer mais e mais desses tipos de serviços, tanto para pessoas jurídicas quanto físicas. Em nota oficial, o Gartner afirmou que até 2015 novos serviços baseados na nuvem irão gerar 25% dos produtos e serviços bancários direcionados para o consumidor. Mas a maioria dos analistas aponta a mobilidade como uma tendência dominante nas grandes corporações. Como analisa isso? É crescente a oferta de serviços e soluções em mobilidade. Tanto para o banco ser cliente dessas soluções como para ofertá-las. Mas a grande dificuldade para seu desenvolvimento é a disponibilidade de largura de banda no Brasil. Existe o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), do governo federal. Espero que dê certo, pois o avanço dessa tecnologia e a oferta de soluções dependem disso. Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 7

8 consultoria Todos atrás da mobilidade Em 2013, o número de dispositivos móveis que será comercializado para o mercado corporativo brasileiro deverá atingir cerca de 8,7 milhões de unidades Por Leandro Esteves Estudos da FROST & Sullivan mostram que a área de serviços de TI no Brasil movimentou cerca de US$ 11,8 bilhões em 2011, uma expansão anual de 11,5%, representando 50% do mercado da América Latina. Para 2012, o faturamento total poderá chegar a US$ 12,9 bilhões, um novo crescimento de 9,9%. Ainda em 2011, as empresas do segmento de serviços financeiros representaram 22% da receita de todas as empresas de tecnologia no Brasil, liderando esse ranking. Depois, vêm as empresas de Telecom e Manufatura e Indústria. Animadas com as receitas da área e incentivadas pela expressiva fatia que o segmento financeiro representa, consultorias internacionais adiantam seus estudos para basear suas próprias atividades e as dos seus clientes. A Revista do Ciab FEBRABAN conversou com executivos de duas delas que mencionam pesquisas e esboçam suas orientações técnicas e de negócios. Fernando Belfort, analista de indústria da Frost & Sullivan para a América Latina, diz que a tendência que mais impressiona é a mobilidade. Em 2013, o número de dispositivos móveis que será comercializado para o mercado corporativo brasileiro deverá atingir cerca de 8,7 milhões de unidades. Se considerarmos que a consultoria registrou vendas de 4,9 milhões de dispositivos móveis em 2011, então a taxa anual de crescimento poderá chegar a 37% (até fins de 2012) e a 30% no período seguinte. Os dispositivos móveis têm parcela representativa nos investimentos do segmento financeiro, tendência que será cada vez mais forte nos anos vindouros, afirma Belfort. A pressão pelo aumento de empreendimentos em mobilidade vem tanto do público interno (com executivos dispondo de consultas mais fáceis e tomadas de decisão mais rápidas, maximizando lucros e receitas ); quanto do público externo que, de posse desses dispositivos, vai cada vez mais acessar os bancos por meio de smartphones, realizando investimentos, pagamentos e outros serviços. Belfort chama a atenção para mais um fato que deverá fazer crescer ainda mais o interesse do setor em mobilidade. A expectativa dos clientes quanto à eficiência, interfaces e recursos que os bancos podem apresentar em um smartphone, por exemplo, é alta, pois os atuais canais de acesso bancário no Brasil são de alta qualidade, confiáveis e seguros. Serviços e facilidades Sérgio Biagini, diretor da área Financial Services Industry da Deloitte no Brasil, também não tem dúvidas quanto à importância dessa tecnologia. A mobilidade continuará na pauta dos bancos. Serviços e facilidades no canal móvel 8 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

9 fonte: Frost & Sullivan Empresas do segmento financeiro representaram 22% da receita de todas as empresas de tecnologia do Brasil US$ 11,8 bilhões é o valor aproximado de quanto foi movimentado em serviços de TI no Brasil em 2011 este valor representa um crescimento de 11,5% em relação a 2010 somente o Brasil representa 50% de todo o mercado de serviços de TI na América Latina US$ 12,9 bilhões é o valor estimado para 2012 é um cresimento de aproximadamente 9,9% em relação a 2011 Número de dispositivos móveis corporativos comercializados * 2013* 4,9 milhões 6,7 milhões 8,7 milhões * estimativas fonte: Frost & Sullivan crescimento de 37% crescimento de 30% são diferenciais competitivos e instrumentos de fidelização dos clientes. É nesse canal que virão as maiores mudanças. Mesmo considerando que o volume de transações em mobilidade ainda é relativamente pequeno, Biagini adverte para uma possível infidelidade. Em um ambiente em que os aplicativos móveis são cada vez mais usados pelos clientes, pode ocorrer a migração para outra instituição que ofereça conexão com determinado padrão móvel, como o Android ou ipad, se por acaso o banco no qual o cliente tem conta não ofereça essa conexão, analisa Biagini. Seria uma das poucas portas abertas atualmente para a infidelidade dos clientes de um grande banco. É crescente o número de pessoas que, seduzidas pela facilidade, resolvem sua vida financeira pelo celular, e, nem na Internet, entram mais. Por isso, na opinião de Biagini, o banco deve investir em facilidades cada vez maiores. A pergunta não deve ser se o uso do mobile banking é grande ou pequeno. As equipes de TI dos bancos de varejo se perguntam como devem proceder para aumentar a usabilidade, concluiu. Redes sociais Biagini revela que a Deloitte está desenvolvendo uma plataforma analitica para redes sociais, que possibilitará o desenho de ofertas específicas conforme os eventos na vida real dos consumidores. Na opinião do executivo, as redes sociais registrarão um salto de qualidade no Brasil. Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 9

10 consultoria Divulgação A mobilidade continuará na pauta dos bancos, é nesse canal que virão as maiores mudanças Biagini, da Deloitte Elas deixarão de ser apenas um instrumento de comunicação e farão o papel de meios efetivos de ações de mercado, no seu entender, importantes o suficiente para participar de procedimentos chave de uma instituição financeira, como no caso de seguros. Daí a proposta para se ampliar a capacidade analítica de bancos até processos preditivos mais elaborados, gerando inteligência interna também a partir de conteúdos das redes sociais. Prioridades dos bancos Belfort, da Frost & Sullivan, explica que a consultoria pesquisou junto a CIOs de bancos do Brasil, que elegeram suas top priorities (principais temas) para 2012: investimentos em segurança, mobilidade (com a formatação de serviços, tanto para público interno quanto para clientes), atividades que podem ser terceirizadas e o estudo contínuo de no- vas tendências como o Cloud Computing e Business Intelligence. O analista também acredita que a segurança está recebendo mais e mais injeções de capital. Para a sua consultoria, a média de crescimento do segmento de segurança da informação será de 14% até 2016, quando o mercado brasileiro deve alcançar um faturamento anual de R$ 794 milhões. O motivo do crescimento forte do mercado é a avalanche de pessoas que passam a usar dispositivos móveis pessoais, como smartphones e tablets, no ambiente corporativo. A consultoria também informa que o segmento financeiro é o maior comprador de segurança em TI no País e o motivo é justamente a consolidação do uso de canais eletrônicos em bancos e e-commerce. Com a inclusão de mais um canal de acesso eletrônico e sofisticado, aumenta a complexidade na prevenção a fraudes e outros problemas que podem ocorrer. Ações do Facebook chegam ao mercado em maio Na esteira do desenvolvimento das redes sociais, o Facebook deve fazer a sua primeira oferta pública de ações (IPO) em maio, na bolsa de Nova York. Previsões iniciais apontam ser possível levantar cerca de U$ 5 bilhões, o que já representaria a maior estreia de uma empresa do setor de tecnologia no mercado de ações. A oferta inicial de ações do Google, em 2004, foi de US$ 2 bilhões. O lançamento das ações do Facebook pode elevar a US$ 100 bilhões (R$ 172 bilhões) o valor da empresa. Com isso, a rede social ultrapassaria o valor de companhias gigantes como a Ford. 10 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

11 contas vencidas A nova fronteira do DDA A partir de março de 2012 será possível pagar contas vencidas pelo sistema. Hoje, todos os meses são lançados no DDA 19 milhões de boletos, média de quase um milhão por dia Por Danilo Vivan Lançado oficialmente em 2009, o Débito Direto Autorizado (DDA) deve receber, a partir de março de 2012, um novo e importante avanço: a possibilidade de pagamento de contas vencidas. Hoje, o sistema não atualiza automaticamente essas contas com atraso com juros e correção; por isso, numa situação como essa o sacado eletrônico (cliente que paga a conta) tem de ir até uma agência do banco que emitiu o boleto para fazer a correção e, desta forma, realizar o pagamento. A novidade deverá proporcionar aos clientes maior comodidade e segurança, diminuindo, por exemplo, os riscos do golpe da saidinha (quando clientes são assaltados logo após efetuarem saques nas agências ou caixas eletrônicos), já que não será mais necessário ir até um posto de atendimento levando dinheiro em cash. Os bancos já estão apostando na novidade. O diretor de produtos do Itaú Empresas, Carlos Eduardo Maccariello, acredita que a repaginação atrairá um novo público para o DDA. Haverá mais um diferencial competitivo em relação aos demais canais de pagamento, pois será o único meio em que será possível pagar um boleto vencido no banco da sua escolha e de forma eletrônica, sem se dirigir à instituição emitente da cobrança. Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 11

12 contas vencidas Desde seu lançamento, o sistema foi projetado para processar quatro milhões de boletos por dia, ou quatro vezes a demanda atual Rafael Rezende / Assunto Digital Célia, da CIP Um milhão de boletos por dia Segundo a Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP), responsável pela liquidação das operações, todos os meses são lançados no sistema do DDA 19 milhões de boletos, média de quase um milhão por dia. Desse total, cerca de 6% acabam atrasando e têm de ser pagos nos bancos cedentes. Desde o lançamento, em 2009, foram inseridos 448 milhões de boletos no DDA. Considerando-se o perfil dos usuários, 90% são pessoas físicas. Os 10% restantes são empresas. Já entre os cedentes (empresa ou pessoa física que gera o boleto para pagamento) a situação se inverte: 99,7% são pessoas jurídicas (PJ), ante somente 0,3% de Pessoas Físicas (PF). Esse público é composto, predominantemente, por profissionais liberais como advogados e médicos, que já utilizam o DDA para cobrar por seus serviços e que, segundo o diretor-adjunto de Serviços da FEBRABAN, Walter Tadeu Pinto de Faria, constitui um enorme potencial para avanço do serviço, na medida em que ainda representa uma parcela ínfima dos cedentes eletrônicos. Benefícios Mesmo antes de o pagamento dos boletos vencidos entrar em vigor, muitas empresas e pessoas físicas já vêm adotando o DDA com grandes benefícios. Tome-se o exemplo da Koga Koga, uma das maiores distribuidoras de autopeças do País, e que possui duas lojas e um hipermercado em São Paulo e mais dois centros de distribuição, um na capital paulista e outro em Goiânia (GO). Pelo departamento financeiro da companhia que realiza suas operações com o apoio do Itaú passam, mensalmente, 2,4 mil boletos de pagamento de mais de mil fornecedores e saem outros 12 mil boletos para cobrança de clientes. Não é difícil imaginar o desafio que era gerenciar todos esses documentos na fase pré- DDA, quando os boletos eram enviados em papel. Por isso, em 2010, quando a companhia atualizou seu sistema de ERP (sigla, em inglês, para Sistema de Gestão Empresarial, capaz de integrar sistemas como contábil, controle de estoques e outros), a decisão foi por aproveitar o momento e registrar-se como sacado eletrônico, migrando o pagamento dos boletos do papel para o DDA. Quando constatamos que o novo ERP, da Datasul, estava rodando perfeitamente, concluímos que era o momento de migrar para o DDA, explica o diretor financeiro da Koga Koga, Júlio Cesar Leite do Carmo. Hoje em dia, cerca de 98% dos boletos de cobrança são enviados via Débito Autorizado. Mais agilidade A decisão da Koga Koga mostrou-se acertada. Antes da adoção do DDA, a empresa era obrigada a manter dois funcionários apenas para organizar e pagar os cerca de 600 boletos recebidos semanalmente em papel. Era pre- 12 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

13 1 milhão de boletos, em média, são lançados por dia no sistema DDA 4 milhões de boletos é a capacidade de processamento diário do DDA 6% Segundo a CIP, do total de 19 milhões de boletos lançados mensalmente, cerca de 6% atrasam e têm de ser pagos nos bancos cedentes fonte: CIP ciso destacar uma pessoa somente para separar os boletos por tipo de fornecedor e por data de vencimento. Às vezes um único fornecedor enviava até 300 boletos, lembra Leite. Agora, com o DDA, apenas um funcionário dá conta de todo o processo o responsável pelo controle da papelada foi deslocado para outro departamento. E o tempo necessário para realizar todo o processo diminuiu em 80%. Segundo Leite, havia outro problema, este relacionado à entrega física dos documentos. Não raro, o prazo entre a expedição do boleto pelo fornecedor, a remessa pelo banco à sede da empresa e a entrega efetiva no departamento financeiro da Koga Koga superava os 14 dias estipulados para o pagamento, fazendo com que o boleto já chegasse vencido, com multa. Com o DDA em apenas dois dias, o boleto é emitido e chega, eletronicamente, ao controle do departamento financeiro. Outro efeito não imaginado, mas também positivo da adoção do DDA foi uma melhoria dos controles financeiros da empresa de maneira geral, e não apenas no pagamento dos boletos. Como em toda compra são emitidos simultaneamente dois documentos, um boleto de pagamento e uma nota fiscal, é possível detectar via DDA a não entrega de uma nota fiscal, já que o sistema eletrônico é muito mais confiável que a entrega física da nota. Compra e venda Vale destacar que, na condição de distribuidora de autopeças, a Koga Koga atua não apenas Divulgação O DDA será o único meio em que será possível pagar um boleto vencido no banco da sua escolha e de forma eletrônica, sem se dirigir à instituição emitente da cobrança Maccariello, do Itaú Unibanco Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 13

14 contas vencidas Divulgação O banco tem como meta aumentar a base de sacados eletrônicos em 10% Siqueira, do HSBC na ponta de comprador, mas também na de vendedor. Portanto, é, para efeitos de DDA, sacado e cedente eletrônico, ao mesmo tempo pagando e emitindo boletos de cobrança para seus clientes de atacado. O grau de adoção do DDA pelos compradores, no entanto, ainda é baixo. Apenas 20% das oficinas mecânicas são sacados eletrônicos, pois ainda há informalidade no setor. No entanto, mesmo nesse caso, é possível perceber benefícios, já que esses clientes que pagam via DDA têm um controle maior das contas que terão de pagar e, desta forma, se provisionam com antecedência. Portanto, temos uma inadimplência menor. Saldo positivo Na Calvin Klein, empresa do setor de confecções que também adota o DDA, o saldo também é positivo, como avalia o supervisor financeiro Ademar Hiroshi Savaki. Como sacado eletrônico no pagamento de seus fornecedores, cerca de 70% dos boletos são enviados à empresa via DDA e pagos remotamente. Antes, todo o serviço era feito manualmente. No início da adoção do DDA, havia uma dificuldade: cada uma das 25 lojas da empresa tinham um CNPJ diferente. Por isso, foi preciso centralizar o recebimento dos boletos numa única raiz, serviço feito com o apoio do HSBC. Na condição de cedente eletrônico, que emite boletos para seus clientes, Savaki, da Calvin Klein, entende que haja obstáculos de ordem tecnológica e cultural para o desenvolvimento do DDA. Há muita gente nos departamentos de contas a pagar que simplesmente está mais habituada a realizar os pagamentos na boca do caixa e prefere não abrir mão dessa forma de pagar; e há empresas que não dispõem de sistemas tecnológicos adequados. Mais interesse A expectativa da FEBRABAN é de que, com a possibilidade do pagamento de contas vencidas, haja um aumento do interesse dos clientes em se cadastrar como sacados eletrônicos, na medida em que, como já foi dito, a novidade proporcionará maior comodidade. Há, portanto, um motivo de ordem prática para que o cliente comum passe a fazer parte do DDA. Os dados mais recentes da CIP dão conta de que a base de sacados eletrônicos aumentou de cinco milhões em dezembro de 2010 para sete milhões no final de 2011, um acréscimo de 40%. Mas, apesar desse crescimento, ainda há empecilhos à popularização do DDA. O principal deles está, hoje, justamente no fato de que boa parte das empresas ainda prefere cobrar por seus serviços sem o registro dos boletos. A FEBRABAN estima que de 40% a 50% dos boletos não sejam registrados estão, portanto, fora do sistema, porcentual que pouco vem variando nos últimos anos. Porém, suponhamos que, da noite para o dia, todos os boletos de papel migrassem para o DDA. O sistema daria conta de atender? A superintendente de Tecnologia da CIP, Célia 14 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

15 Tamami Okazawa, garante que sim. Desde seu lançamento, o sistema foi projetado para processar quatro milhões de boletos por dia, ou quatro vezes a demanda atual, sendo, numa situação extrema, 500 mil boletos em apenas uma hora. Do ponto de vista da infraestrutura financeira, portanto, não há com que se preocupar; por isso, o foco se volta, mesmo, para o aumento do número de boletos registrados. Incentivo à adesão O superintendente-executivo de produtos para Pessoa Jurídica do HSBC, Marco Siqueira, acredita que o maior desafio é a migração das principais faturas e contas pagas pelas pessoas físicas para cobrança registrada. Esse é o segmento com mais potencial, avalia. O banco tem como meta aumentar a base de sacados eletrônicos em 10%. Já Maccariello, do Itaú Empresas, revela que sua instituição tem investido em campa- nhas de comunicação para aumentar a adesão ao boleto registrado. Desenvolvemos ações de incentivo às novas adesões, divulgando os benefícios da conveniência e segurança. Criamos também o selo DDA nos boletos físicos de cobrança registrada para incentivar o sacado a se cadastrar no DDA. Temos feito um forte movimento de incentivo para que clientes que emitem cobrança sem registro passem a adotar o DDA, especialmente nos ramos de condomínios, planos de saúde, escolas, clubes, etc. Mas, embora ainda haja um caminho a percorrer do ponto de vista do aumento dos boletos registrados, o DDA já exibe um histórico de conquistas. Não há, a rigor, nenhum sistema parecido no mundo. E, com o lançamento do DDA contas vencidas, estamos inovando, pois o sacado não dependerá mais de ir ao banco do cedente, afirma Célia, da CIP. Estamos quebrando paradigmas. Entenda a diferença entre DDA e Débito Automático Embora sejam tecnologias que facilitem a vida de clientes e de empresas cobradoras, o débito automático e o DDA são produtos diferentes. Entenda por que. Forma de pagamento No débito automático, como o próprio nome indica, os recursos para o pagamento da conta são debitados automaticamente da conta do cliente (sacado), sem que haja necessidade de autorização. Basta o cliente se cadastrar no sistema, na agência, no caixa eletrônico ou via site do banco para que, mensalmente e no dia estabelecido, o serviço desconte o valor do pagamento. Já no DDA, é preciso que o sacado autorize o pagamento da conta daí o A da sigla, de autorizado. Se, por exemplo, uma conta vence no dia 10, o cliente pode optar por realizar o pagamento no próprio dia 10 ou antes. Basta autorizar o pagamento no caixa eletrônico, no site ou, mais recentemente, via celular. Que tipo de contas é possível pagar Pelo Débito Automático é possível pagar contas de concessionárias de serviços públicos, como de energia, água e gás. O DDA permite o pagamento de boletos de cobrança de planos de saúde, escolas, clubes, universidades, assinaturas de jornais e revistas. Os bancos oferecem, tanto para o DDA quanto para cadastro no Débito Automático, a possibilidade de uso dos canais agência, caixa eletrônico, Internet Banking, telefone e Mobile Banking. Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 15

16 Investimentos internacionais Gigante japonesa busca espaço no mercado de TI brasileiro NTT Data, oitavo grupo de serviços de TI no mundo, vai investir US$ 1 bilhão, até 2014, para fortalecer presença na América do Sul e já adquiriu duas empresas no Brasil Por Leandro Esteves A NTT Data CORPORation, empresa de origem japonesa e ligada à NTT Corporation, segunda maior companhia da área de Telecom do mundo, concluiu, no início de fevereiro, a compra de 100% das atividades da Total Systems, empresa com soluções de TI nas áreas de aplicações para pagamento, outsourcing e consultoria, com sede em São Paulo e escritórios no Rio de Janeiro e Curitiba. A Total Systems havia fechado o ano de 2010 com um faturamento de R$ 24,2 milhões e, em 2011, atingiu o faturamento de R$ 31,5 milhões, com uma equipe de 350 funcionários. Ao que tudo indica, o interesse dos japoneses no País é alto. Em poucos meses, esta foi a segunda aquisição da NTT Data com ampla repercussão no mercado brasileiro de Tecnologia da Informação (TI). Em junho de 2011, a NTT Data já havia adquirido a italiana Value Team, que conta com dois datacenters no Brasil. O vice-presidente da operação nacional NTT-Value Team, Noufer Ananias da Silva Júnior, explica que os dois centros de desenvolvimento instalados no País se dedicam a fábricas de software e apps (para dispositivos móveis, como os do sistema Android) e centro de gerenciamento e serviços. Ele revela que, em 2011, a operação Brasil teve um faturamento de US$ 75 milhões. Longa negociação Rui José Schoenberger, fundador e CEO da Total Systems, conta que a negociação com a NTT Data levou cerca de um ano. Fornecemos produtos e serviços para sistemas críticos e temos como clientes alguns dos principais bancos locais como o HSBC, Santander, Itaú e Bradesco, disse Schoenberger. Agora, junto com a NTT, os planos da Total Systems incluem o estabelecimento de suas operações na América Latina, em especial no México e Argentina, além de reforço na linha de produtos para o segmento financeiro. Vamos trazer as soluções da NTT para meios de pagamentos móveis que são consagradas no Japão. Entre as soluções para meios de pagamento, Schoenberger se refere especialmente à tecnologia NFC (Near Field Communication) que, presente em smartphones e dispositivos 16 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

17 No Brasil, objetivo é oferecer serviços de TI para mercados de telecomunicações, financeiro e manufatura Divulgação Nishihata, da NTT Data móveis, realiza o pagamento por aproximação de valores de ticket baixo, como refrigerantes, jornais, transporte público, entre outros; justamente o ponto fraco do uso de meios eletrônicos de pagamento no Brasil. Apresentaremos os novos produtos no Ciab FEBRABAN 2012 junto com a NTT, completa o CEO. Compra de mais empresas Como uma de suas medidas para se estabelecer no mercado nacional, a NTT Data garantiu, pela primeira vez, participação no Ciab FEBRABAN 2012, onde será patrocionadora Diamante e poderá apresentar seus produtos aos executivos do mercado financeiro. No médio prazo, os planos são audaciosos. Estão previstos investimentos de US$ 1 bilhão até 2014 na compra de empresas para fortalecer a posição na região. Até o Ciab 2012 teremos novidades em produtos e serviços para finanças como Risk Management, Mobile Wallets, e outros que impactem na eficiência operacional das instituições financeiras, acrescenta Silva Júnior, da NTT-Value Team. A NTT Data, empresa de TI do grupo NTT, apresentou faturamento de 1,161 bilhão de ienes (R$ ,00) no encerramento de seu ano fiscal em março de 2011 e registrava cerca de 10 mil funcionários e operações consolidadas em 145 cidades de 7,6 trilhões de yenes é o valor em ativos da holding NTT Group. É o equivalente a R$ ,00 Entenda o Grupo NTT NIPPON TELEGRAPH AND TELEPHONE CORPORATION REGIONAL COMMUNICATIONS BUSINESSES LONG-DISTANCE AND INTERNATIONAL COMMUNICATIONS BUSINESSES MOBILE COMMUNICATIONS BUSINESSES DATA COMMUNICATIONS BUSINESSES Nippon Telegraph And Telephone East Corporation NTT Communications Corporation NTT Docomo, Inc. NTT Data Corporation Nippon Telegraph And Telephone West Corporation Dimension Data Holdings plc Criada sob a sigla Nippon Telegraph and Telephone, a holding NTT Group reúne empresas que atuam em diversos segmentos, como TI, Finanças, Propaganda e até desenvolvimento imobiliário (Real State) e construção. Fevereiro de 2012 revista Ciab FEBRABAN 17

18 Investimentos internacionais 34 países diferentes. O Grupo NTT, por sua vez, possui empregados (consolidados) no mundo e investimentos de capital da ordem de 1,870 bilhão de ienes (R$ ,00), e anunciou 10,305 bilhões de ienes (R$ ,00) de lucro operacional para o ano fiscal encerrado em 31 de março de É um dos maiores provedores de serviços de telecomunicação do mundo, e seus serviços incluem linhas fixas e comunicação móvel, bem como Internet e serviços de integração de sistemas. A NTT está listada nas bolsas de valores de Tóquio, Londres e Nova Iorque e está na 31ª posição no ranking Fortune Global 500, da edição de 25 de julho de América Latina Em comunicado recente, Kazuhiro Nishihata, vice-presidente Senior da NTT Data declarou que a aliança estratégica das três companhias (NTT Data, Value Team e Total Systems), selada com a última operação de compra no Brasil, tem por objetivo oferecer serviços estratégicos de TI confiáveis em toda a América Latina e no Brasil, em especial para os mercados de telecomunicações, financeiro e setor de manufatura. A NTT tem três objetivos imediatos para o mercado brasileiro: fornecer soluções de TI e serviços para empresas japonesas no Brasil; estabelecer sua presença em um mercado de forte crescimento; e montar uma base no País para ir à procura de outros mercados da região. Os japoneses estão de volta Seja em áreas como a tecnologia, a fabricação de veículos e até a produção de cervejas, as companhias nipônicas anunciam grandes investimentos no País O cenário da presença japonesa na economia brasileira explica a agressividade da NTT Data. Para o economista japonês Kagetaka Toyama, radicado no Brasil desde 1960 e ex-diretor da Câmara de Comércio e Indústria Brasil Japão, o capital nipônico está dando novo salto no País. Quando grandes companhias japonesas anunciam planejamentos decisivos como os atuais no Brasil, elas são acompanhadas de outras empresas que se instalam no País e despertam outras que voltam a investir no mercado local. Toyama cita investimentos de grandes trade companies daquele país em energia e infraestrutura, em particular com a Petrobrás, Usiminas e Vale, com participação direta nos empreendimentos. De fato são muitos os anúncios públicos de grupos japoneses revelando ampliação de investimentos e presença no mercado local. A Hitachi divulgou recentemente a instalação no Brasil de um centro operacional para clientes com grande necessidade de processamento de dados, além de uma unidade de produção de equipamentos Linha branca, carros e bebidas Por sua vez, a Panasonic do Brasil está investindo R$ 200 milhões na sua terceira unidade fabril no País que logo começará a fornecer eletrodomésticos da linha branca: refrigeradores e máquinas de lavar. Além da nova unidade em Extrema (MG), a Panasonic do Brasil possui fábrica em Manaus, na qual são produzidas as linhas de TVs, alguns modelos de áudio e vídeo e câmeras digitais, e outra unidade em São José dos Campos, interior de São Paulo, que produz pilhas, baterias e partes e peças de microondas. Ainda em janeiro desse ano, a Honda avisou que vai investir cerca de R$ 1 bilhão no Brasil até 2014, direcionados à produção de novos carros, na modernização de sua fábrica em Sumaré, São Paulo, e deve aumentar o nível de nacionalização de seus modelos. Ainda no setor automobilístico, deve ser inaugurada no segundo semestre de 2012 a terceira fábrica da Toyota. Localizada em Sorocaba (SP), a nova unidade representa investimentos de US$ 600 milhões. Finalmente também a estratégia de expansão da Nissan inclui nova fábrica brasileira, em Resende, no Rio de Janeiro. Mas talvez a mais famosa aquisição recente feita no Brasil por capital japonês tenha sido a da cervejaria Schincariol. Depois de uma batalha judicial entre os sócios brasileiros, o Grupo Kirin desembolsou mais de R$ 4 bilhões para levar a empresa local. 18 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

19

20 Expositores AVMB Soluções e produtos O Ciab FEBRABAN 2012 vai reunir soluções e produtos especificamente desenvolvidos para o mercado financeiro. Vale a pena passar pelos estandes e conferir as novidades e tendências que devem estar à disposição das instituições nos próximos anos. A seguir conheça um pouco mais sobre os expositores. A AVMB Consultoria e Assessoria em Informática Ltda está sediada em Santa Maria (RS) e sua especialidade é o desenvolvimento de softwares de gestão. A AVMB utiliza este contexto para desenvolver sistemas de gestão eficientes, com baixo custo e com tecnologias de ponta, agregado a isto é uma empresa licenciada da Universidade Federal de Santa Maria. Na feira estaremos apresentando um sistema de gestão da informação para as agências bancárias acompanharem as metas dos seus funcionários e da própria agência, sem a necessidade de softwares complexos como Business Intelligence (BI). Acesso Digital BRQ A Acesso Digital marca presença no Ciab FEBRABAN 2012 apresentando a solução de digitalização de documentos, denominada SAFE-DOC. Para o segmento financeiro, a ferramenta é direcionada a grandes bancos, financeiras, administradoras de cartão de crédito e redes varejistas. A solução agiliza a concessão de crédito ao consumidor e emissão cartões private label; e ainda é adequada para combater fraudes. Entre os principais clientes do segmento estão: Bradesco, CitiBank, Itaú, Omni Financeira, e redes como a Tent Beach, Quero-Quero e Redesplan. Fundada em 1993, a BRQ é uma das principais empresas de Serviços de TI do país. É reconhecida pelo IDC como a maior empresa nacional em aplicações no setor financeiro, e recentemente foi premiada pela IAOP (Associação Mundial dos Profissionais de Outsourcing) como Best Rising Star, nas categorias América Latina, Setor Financeiro e Faturamento. A BRQ cresce em média 30% ao ano e em 2011, teve uma receita de R$340 milhões, contando com mais profissionais distribuídos nas filiais de São Paulo, Alphaville, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Brasília e Nova Iorque. ALOG BRToken A ALOG Data Centers do Brasil, empresa que faz parte da plataforma Equinix, é uma das principais operadoras de serviços de data Center do País. Conta com mais de clientes para quem provê e gerencia serviços de infraestrutura de TI como colocation, hosting e cloud computing. A participação no Ciab tem como principal objetivo dar continuidade à conquista de clientes dos segmentos financeiro e Telecom, estratégia alinhada com a Equinix. A ALOG dispõe de três data centers: no Rio de Janeiro; centro de São Paulo e Tamboré (SP), inaugurado em junho A ALOG é o data center mais conectado e com melhor qualidade de conexão do Brasil. A BRToken desenvolve e fabrica soluções que autenticam e assinam transações com muita segurança no ambiente web, com tecnologia 100% nacional para o mercado global, comprovando que é Simples Ser Seguro. Única empresa brasileira na fabricação de tokens, desenvolve seus produtos a partir de modernos processos, com alta tecnologia e seguindo rígidos padrões mundiais de segurança, adaptáveis às necessidades e exigências dos seus clientes. Sua unidade fabril e de desenvolvimento de software localiza-se no Vale da Eletrônica em Minas Gerais, e as áreas técnica e comercial, em Cotia-SP. 20 revista Ciab FEBRABAN Fevereiro de 2012

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números

Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013 O Setor Bancário em Números Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos APTRA PASSPORT DA NCR Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos Uma maneira melhor para os seus clientes depositarem cheques Bancos e instituições financeiras continuam a enfrentar os desafios

Leia mais

2Avalie novos modelos de investimento. Otimize a estrutura de tecnologia disponível

2Avalie novos modelos de investimento. Otimize a estrutura de tecnologia disponível Crise? Como sua empresa lida com os desafios? Essa é a questão que está no ar em função das mudanças no cenário econômico mundial. A resposta a essa pergunta pode determinar quais serão as companhias mais

Leia mais

O Banco do futuro na visão da geração Y

O Banco do futuro na visão da geração Y O Banco do futuro na visão da geração Y XX Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras Paulo Cheberle - Comissão Organizadora CIAB FEBRABAN Atribuído ao autor da melhor

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente MÍDIA KIT 2014 Índice 03 A Empresa 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente A empresa Fundada em 2007, a empresa possui uma grade anual com diversos

Leia mais

Este documento foi classificado pelo Bradesco Dia & Noite e o acesso está autorizado, exclusivamente, a colaboradores da Organização Bradesco.

Este documento foi classificado pelo Bradesco Dia & Noite e o acesso está autorizado, exclusivamente, a colaboradores da Organização Bradesco. Este documento foi classificado pelo Bradesco Dia & Noite e o acesso está autorizado, exclusivamente, a colaboradores da Organização Bradesco. Fatores que contribuem para conectar os Clientes na Era Digital

Leia mais

Nori Lermen Quer Revolução no ATM

Nori Lermen Quer Revolução no ATM Nori Lermen Quer Revolução no ATM Em entrevista exclusiva à Relatório Bancário, o novo presidente da ATP, Nori Lermen, revelou as intenções da empresa brasiliense em ir além do fornecimento de serviços

Leia mais

Ciab Febraban 2009 Bancarização Coletiva - O Setor Bancário em Números

Ciab Febraban 2009 Bancarização Coletiva - O Setor Bancário em Números Ciab Febraban 2009 Bancarização Coletiva - O Setor Bancário em Números 1 Rede de atendimento 2 Número de contas e Internet Banking 3 Cartões de crédito 4 Transações bancárias por origem 5 Transações interbancárias

Leia mais

Sucesu RS A Tecnologia a Favor da Inovação. Serviços de Cloud Computing para operações de missão crítica

Sucesu RS A Tecnologia a Favor da Inovação. Serviços de Cloud Computing para operações de missão crítica Sucesu RS A Tecnologia a Favor da Inovação Serviços de Cloud Computing para operações de missão crítica Fernando Bittar Diretor de Novos Negócios ITM IT Management Contexto do Mercado de Cloud Computing

Leia mais

Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12

Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12 Versão 1 Mkt Salvador 17.10.12 NÓS CUIDAMOS DOS PROCESSOS. VOCÊ CUIDA DOS NEGÓCIOS. NÓS CUIDAMOS DOS PROCESSOS. Mais de 10 anos de atuação. Empresa mais premiada do setor. Consolidada e com experiência

Leia mais

Liderança e tecnologia: uma comparação do custo total de propriedade de Comunicações unificadas e Colaboração

Liderança e tecnologia: uma comparação do custo total de propriedade de Comunicações unificadas e Colaboração WHITE PAPER Liderança e tecnologia: uma comparação do custo total de propriedade de Comunicações unificadas e Colaboração Patrocinado pela Cisco Systems, Inc setembro de 2013 Resumo executivo As empresas

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Luciano Ramos Coordenador de Pesquisas de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Orbitall. Autora: Carolina Fernandes Corrêa Leite. Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Melo. Universidade Presbiteriana Mackenzie

Orbitall. Autora: Carolina Fernandes Corrêa Leite. Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Melo. Universidade Presbiteriana Mackenzie Orbitall Autora: Carolina Fernandes Corrêa Leite Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Melo Universidade Presbiteriana Mackenzie Introdução O setor de cartões de crédito tem crescido a taxas

Leia mais

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER SUCCESS STORY PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER PROFILE Empresa: PromonLogicalis Indústria: Tecnologia da Informação e Comunicações Funcionários:

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

Gestão de Clientes no Mercado de Consórcios

Gestão de Clientes no Mercado de Consórcios Relatório de pesquisa Gestão de Clientes no Mercado de Consórcios Via Consulting Maio de 2009 1 Caro leitor, Gostaria de convidá-lo a conhecer o resultado de uma pesquisa patrocinada pela Via Consulting

Leia mais

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput Cloud Conf 2012 Agosto de 2012 Sobre a Frost & Sullivan - Consultoria Global com presença nos 4 continentes, em mais de 25 países, totalizando 40 escritórios.

Leia mais

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data GUGST Maio 2014 Alexandre Campos Silva IDC Brazil Consulting Director (11) 5508 3434 - ( (11) 9-9292-2414 Skype: AlexandreCamposSilva Twitter: @xandecampos

Leia mais

Reunião Pública. Gilsomar Maia Diretor de Finanças Corporativas

Reunião Pública. Gilsomar Maia Diretor de Finanças Corporativas Reunião Pública Gilsomar Maia Diretor de Finanças Corporativas Receita Bruta (R$ Milhões) e Margem EBITDA (%) ¹ Visão Geral da Companhia - Trajetória História Fundação Fortalecimento DNA Liderança 1.557

Leia mais

INFORMAÇÃO EXTREMA PREPARE-SE PARA A ERA DA. 08 e 09 de Outubro de 2013 FECOMÉRCIO São Paulo SP. Confira Descontos Especiais e Condições para Grupos

INFORMAÇÃO EXTREMA PREPARE-SE PARA A ERA DA. 08 e 09 de Outubro de 2013 FECOMÉRCIO São Paulo SP. Confira Descontos Especiais e Condições para Grupos SP conteúdo comunidade negócios PREPARE-SE PARA A ERA DA INFORMAÇÃO EXTREMA Principais Tópicos Informação como Valor Estratégico A Internet das Coisas e a Gestão da Informação Conteúdo na Mobilidade e

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM

Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM Obtenha soluções em nuvem comprovadas para as suas prioridades mais urgentes Destaques da solução Saiba sobre os benefícios mais comuns de implementações

Leia mais

Otimismo desenvolvedoras de softwares

Otimismo desenvolvedoras de softwares Otimismo nas nuvens Ambiente favorável alavanca negócios das empresas desenvolvedoras de softwares, que investem em soluções criativas de mobilidade e computação em nuvem para agilizar e agregar flexibilidade

Leia mais

A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação

A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação ENAServ 2014 Encontro Nacional do Comércio Exterior de Serviços Sergio Paulo Gallindo São Paulo, 29 de maio de 2014 Porque Internacionalizar?

Leia mais

Embratel e uma das Maiores Empresas Agroindustriais do País

Embratel e uma das Maiores Empresas Agroindustriais do País EMBRATEL CASE Embratel e uma das Maiores Empresas Agroindustriais do País O Portfólio de TI da Embratel a Serviço da Agroindústria A convergência de serviços de TI e telecom se consolida como fenômeno

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2014

Brazil IT Snapshot 2014 Brazil IT Snapshot 2014 Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Map Brazil IT Snapshot 2014 PromonLogicalis 3 A forma como a economia brasileira evolui, com maior inserção internacional

Leia mais

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores 59 Luiz Carlos Angelotti Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores Estratégia de Atuação 60 60 Balanço Patrimonial Tecnologia vs Eficiência operacional Basileia Desempenho Financeiro

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

O Processo de Migração do Datacenter NET Novembro, 2014

O Processo de Migração do Datacenter NET Novembro, 2014 I D C C A S E S T U D Y O Processo de Migração do Datacenter NET Novembro, 2014 Renato Rosa, Brazil Research and Consulting Senior Analyst, IDC Brazil Patrocinado por HP Este estudo da IDC apresenta o

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

Mão-de-obra qualificada, flexibilidade

Mão-de-obra qualificada, flexibilidade > TECNOLOGIA INFORMÁTICA Negócio oportuno Empresas criam centros no Brasil para desenvolver softwares e aplicativos destinados ao mercado mundial DINORAH ERENO ILUSTRAÇÕES BUENO Mão-de-obra qualificada,

Leia mais

CARTILHA DO PRODUTO. Débito Direto Autorizado. www.unicredcentralsc.com.br. Versão. 01-07/2012

CARTILHA DO PRODUTO. Débito Direto Autorizado. www.unicredcentralsc.com.br. Versão. 01-07/2012 CARTILHA DO PRODUTO Débito Direto Autorizado Versão. 01-07/2012 www.unicredcentralsc.com.br ÍNDICE APRESENTAÇÃO Apresentação...02 Como funciona o DDA...03 DDA Unicred...04 DDA Módulos Internet Banking...06

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Bancarização no Brasil

Bancarização no Brasil Bancarização no Brasil 18 de setembro de 2009 1 Bancarização Mensagem inicial O índice de bancarização no Brasil ainda é muito baixo, com grande potencial a ser explorado Felaban (Federação Latino-Americana

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS

MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS 2009 Introdução Resumo Executivo Apesar das turbulências que marcaram o ano de 2008, com grandes variações nos indicadores econômicos internacionais,

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO DO PARCEIRO Soluções de garantia do serviço da CA Technologies você está ajudando seus clientes a desenvolver soluções de gerenciamento da TI para garantir a qualidade do serviço e a

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Tecnologia a serviço da saúde.

Tecnologia a serviço da saúde. Tecnologia a serviço da saúde. A Diebold A Diebold é uma empresa multinacional, especializada em automação bancária, segurança eletrônica e líder mundial no fornecimento de equipamentos de autoatendimento.

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

A Intel espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas

A Intel espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas Microsoft Office System Estudo de caso da solução do cliente A espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas Visão geral País ou região: Estados Unidos

Leia mais

Aposta de R$ 18 bilhões em TI. Pesquisa Ciab FEBRABAN mostra que bancos investirão cada vez mais em tecnologia

Aposta de R$ 18 bilhões em TI. Pesquisa Ciab FEBRABAN mostra que bancos investirão cada vez mais em tecnologia MAIO DE 2012 Nº 39 Aposta de R$ 18 bilhões em TI Pesquisa Ciab FEBRABAN mostra que bancos investirão cada vez mais em tecnologia Cliente do Bradesco acessa o banco pelo Facebook Instituição quer prestar

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

Sistema Gestão Comercial 2012

Sistema Gestão Comercial 2012 Sistema Gestão Comercial 2012 Charles Mendonça Analista de Sistemas Charles Informática Tecnologia & Sistemas Charles System Gestão Empresarial O Charles System é um software para empresas ou profissionais

Leia mais

Incorporação de Business Angels e Venture Capital como accionista:

Incorporação de Business Angels e Venture Capital como accionista: Dossier de Imprensa Quem Somos Quem Somos Agile Content é uma empresa de tecnologia com soluções para gerenciamento de vídeo e Big Data Audience Management com modelo de Software (SaaS), nas quais permitem

Leia mais

Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016

Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016 Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016 Av. Nossa Senhora do Carmo, 1.191, 3º andar, Sion, Belo Horizonte/MG - www.planetfone.com.br 1 SUMÁRIO 1. A PLANETFONE... 03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 04

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

A Itautec continuará direcionando esforços no lançamento de produtos inovadores, e no crescimento das operações no mercado externo.

A Itautec continuará direcionando esforços no lançamento de produtos inovadores, e no crescimento das operações no mercado externo. NEGÓCIOS : : Operações Internacionais : : Soluções e Automações : : Informática : : Serviços A Itautec continuará direcionando esforços no lançamento de produtos inovadores, e no crescimento das operações

Leia mais

O Mercado americano de Tecnologia 2014/2015

O Mercado americano de Tecnologia 2014/2015 O Mercado americano de Tecnologia 2014/2015 1. Considerações Gerais Os Estados Unidos, maior potência mundial e tecnológica, apresenta projeções cada vez mais otimistas. Desde 2008, no estouro da crise

Leia mais

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual?

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? RESUMO DO PARCEIRO: CA VIRTUAL FOUNDATION SUITE Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? O CA Virtual Foundation Suite permite

Leia mais

Life Sciences Cyber Security

Life Sciences Cyber Security Life Sciences Cyber Security Março de 2015 kpmg.com/br 2X ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE RELATAM PERDA DE DADOS E INCIDENTES DE ROUBO A DUAS VEZES A TAXA DE OUTRAS INDÚSTRIAS Fonte: Verizon s 2014 Data Breach Investigations

Leia mais

* Dados referentes ao PIB estimado para o ano de 2014

* Dados referentes ao PIB estimado para o ano de 2014 A Cielo é uma credenciadora de pagamentos eletrônicos. Talvez você a conheça pelas suas máquinas de cartão, presentes no comércio de Norte a Sul do Brasil. Essa é mesmo a função primordial da companhia:

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Telepresença Embratel

Telepresença Embratel I D C V E N D O R S P O T L I G H T Telepresença Embratel Outubro, 2014 Por João Paulo Bruder, Coordenador de Telecomunicações, IDC Brasil Patrocinado pela Embratel A busca por eficiência operacional é

Leia mais

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Oportunidades de Patrocínio 12/02/2015 São Paulo Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Situação do mercado brasileiro de TI O Brasil vive um déficit de mão-de-obra qualificada, especialmente

Leia mais

Manual de Utilização DDA Débito Direto Autorizado

Manual de Utilização DDA Débito Direto Autorizado Manual de Utilização DDA Débito Direto Autorizado Índice Apresentação Conceito Funcionamento Operacionalização Perguntas e Respostas Glossário Apresentação Pelo sistema DDA desenvolvido pelo Banco Santander

Leia mais

VIVO E CIELO FECHAM PARCERIA E LANÇAM RECARGA PELO CELULAR, SERVIÇO QUE PERMITE A COMPRA DE CRÉDITOS NO PRÓPRIO APARELHO

VIVO E CIELO FECHAM PARCERIA E LANÇAM RECARGA PELO CELULAR, SERVIÇO QUE PERMITE A COMPRA DE CRÉDITOS NO PRÓPRIO APARELHO Informações à Imprensa 19 de setembro de 2011 VIVO E CIELO FECHAM PARCERIA E LANÇAM RECARGA PELO CELULAR, SERVIÇO QUE PERMITE A COMPRA DE CRÉDITOS NO PRÓPRIO APARELHO Pensando em oferecer cada vez mais

Leia mais

Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011. Antonio Gil Presidente

Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011. Antonio Gil Presidente Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011 Antonio Gil Presidente São Paulo, Agosto 2011 Sobre a BRASSCOM VISÃO Posicionar o Brasil como um dos cinco maiores centros de TI do mundo. MISSÃO

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

A GP no mercado imobiliário

A GP no mercado imobiliário A GP no mercado imobiliário A experiência singular acumulada pela GP Investments em diferentes segmentos do setor imobiliário confere importante diferencial competitivo para a Companhia capturar novas

Leia mais

Como aumentar as vendas do seu e-commerce. Marcos Bueno Fundador e CEO Akatus Meios de Pagamento

Como aumentar as vendas do seu e-commerce. Marcos Bueno Fundador e CEO Akatus Meios de Pagamento Como aumentar as vendas do seu e-commerce Marcos Bueno Fundador e CEO Akatus Meios de Pagamento 2013 O e-commerce se prepara para um crescimento histórico 2000 Banda larga chega ao Brasil. É lançado no

Leia mais

Coca-Cola Enterprises adota software e serviços da Microsoft para unificar sua força de trabalho

Coca-Cola Enterprises adota software e serviços da Microsoft para unificar sua força de trabalho Microsoft Online Services Soluções para clientes - Estudo de caso Coca-Cola Enterprises adota software e serviços da Microsoft para unificar sua força de trabalho Visão geral País ou região: Mundial Setor:

Leia mais

Slice Management. Controlando o que você não vê. Direto ao assunto

Slice Management. Controlando o que você não vê. Direto ao assunto Slice Management Controlando o que você não vê Direto ao assunto O Slice Management (SM) é uma prática de gerenciamento que consiste em colocar um sistema de inteligência em todas as áreas da empresa.

Leia mais

Menores, mas com potencial de gigantes

Menores, mas com potencial de gigantes Menores, mas com potencial de gigantes 12 KPMG Business Magazine Empresas do mercado empreendedor ganham força com a expansão do consumo nos países emergentes O ano de 2008 foi um marco na história econômica

Leia mais

5 Case Stara. Cristiano Buss *

5 Case Stara. Cristiano Buss * Cristiano Buss * Fundada em 1960, a Stara é uma fabricante de máquinas agrícolas. De origem familiar, está instalada em Não-Me-Toque, no norte do Estado; Em seis anos, cresceu 11 vezes, com baixo nível

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

NÃO DEIXE A FRAUDE ON-LINE ATRAPALHAR SEUS NEGÓCIOS SIMPLIFIQUE

NÃO DEIXE A FRAUDE ON-LINE ATRAPALHAR SEUS NEGÓCIOS SIMPLIFIQUE NÃO DEIXE A FRAUDE ON-LINE ATRAPALHAR SEUS NEGÓCIOS SIMPLIFIQUE A GESTÃO DE PAGAMENTO WWW.CYBERSOURCE.COM BRASIL@CYBERSOURCE.COM COMO SER MAIS EFICIENTE, RÁPIDO E SEGURO PARA QUE OS CLIENTES PREFIRAM COMPRAR

Leia mais

Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão

Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão SET 2014 A SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão) é a principal associação de profissionais que trabalham com tecnologias e sistemas operacionais

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

versão 1.0 A Fórmula de 4 Passos Para Aumentar a Sua Produção e Receita

versão 1.0 A Fórmula de 4 Passos Para Aumentar a Sua Produção e Receita versão 1.0 A Fórmula de 4 Passos Para Aumentar a Sua Produção e Receita Sumário 1º Passo - Automatize Suas Atividades de Gestão... 5 Empresa do Grupo... 5 Banco... 5 Agência... 5 Conta Corrente... 5 Cliente...

Leia mais

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise CUSTOMER SUCCESS STORY Dezembro 2013 Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise PERFIL DO CLIENTE Indústria: Setor público Companhia: Dataprev Empregados: 3.000+

Leia mais

Itaú Unibanco Holding S.A. APIMEC 2012 APIMEC 2012

Itaú Unibanco Holding S.A. APIMEC 2012 APIMEC 2012 Itaú Unibanco / Desafios novo perfil do cliente Ambiente Regulatório Controle de Riscos Alto Volume de Informações Agilidade Desafios Qualidade Disponibilidade Internacionalização 2 Infraestrutura e Operações

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Os APPs gerando oportunidade de negócio

Os APPs gerando oportunidade de negócio CIAB FEBRABAN 2015 Os APPs gerando oportunidade de negócio Rodrigo Mulinari Banco do Brasil A jornada começou há muito tempo... burocracia troca poucas agências computador de grande porte ATM processamento

Leia mais

Comércio Eletrônico em Números

Comércio Eletrônico em Números Comércio Eletrônico em Números Evolução do E-commerce no Brasil 23 milhões é um grande número. 78 milhões 23 milhões Enorme potencial de crescimento no Brasil Mas fica pequeno se comprarmos com o número

Leia mais

Tradição, pioneirismo e credibilidade.

Tradição, pioneirismo e credibilidade. Tradição, pioneirismo e credibilidade. A Converge Comunicações desenvolve serviços convergentes com foco em novas tecnologias, soluções e tendências. Nosso portfólio inclui a organização de feiras, congressos

Leia mais

Resumo. Julho de 2013. documento

Resumo. Julho de 2013. documento documento Abrindo novas portas para o sucesso das cobranças Saiba como as organizações de cobranças de todo o mundo acompanham o ritmo dos clientes móveis e das prioridades de pagamentos em mudança Julho

Leia mais

de frente Na linha Automação e expansão ABAD ENTREVISTA

de frente Na linha Automação e expansão ABAD ENTREVISTA Na linha Como a automação contribuiu para o desenvolvimento das empresas de distribuição e atacadistas? A automação foi fundamental para o crescimento e fortalecimento do setor. Sem o uso intensivo da

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO.

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. OneIT A gente trabalha para o seu crescimento. Rua Bento Barbosa, n 155, Chácara Santo

Leia mais

Sumário. M-Commerce. Definição. Definição 11/09/2013

Sumário. M-Commerce. Definição. Definição 11/09/2013 M-Commerce Prof. Adriano Maranhão Sumário Definição História Pontos positivos Pontos negativos Aplicações Mobile banking Compra móvel Mobile marketing e publicidade Mobile Ticketing Serviços baseados em

Leia mais

Política comercial Válida a partir de Novembro de 2015

Política comercial Válida a partir de Novembro de 2015 1 de 5 Política comercial Válida a partir de Novembro de 2015 1. Introdução A mobilidade corporativa deixou de ser uma tendência para fazer parte da ação estratégica das empresas. Hoje, o profissional

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Usando o SI como vantagem competitiva Vimos

Leia mais

WBA Business Intelligence Catálogo de Produtos

WBA Business Intelligence Catálogo de Produtos WBA Business Intelligence Catálogo de Produtos SOBRE A WBA A WBA é uma empresa nacional, especializada no desenvolvimento de softwares corporativos e consultoria de gestão de negócios. Desde 1989 no mercado,

Leia mais

Workshop de Marketing Estratégico e. Inteligência Competitiva na Prática

Workshop de Marketing Estratégico e. Inteligência Competitiva na Prática Workshop de Marketing Estratégico e Inteligência Competitiva na Prática Outubro 2009 As Inteligências Realidade, Desafios e Cenários Marketing e Vendas Método REVIE Rede de Valor para Inteligência Empresarial

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

oftware Totvs, Linx e Crivo foram os Destaques do Ano entre as empresas desenvolvedoras de software de grande, médio e pequeno portes, de acordo com

oftware Totvs, Linx e Crivo foram os Destaques do Ano entre as empresas desenvolvedoras de software de grande, médio e pequeno portes, de acordo com 73 oftware Totvs, Linx e Crivo foram os Destaques do Ano entre as empresas desenvolvedoras de software de grande, médio e pequeno portes, de acordo com os dados de balanço analisados pela equipe do Anuário

Leia mais

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes?

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes? : Como monetizar em oportunidades emergentes? 23 de Julho 2013 Confidencial Mercados emergentes têm previsão de crescimento de 2-3 vezes maiores do que mercados maduros em tecnologia nos próximos 2 anos.

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

Com mais de 140 anos de tradição é uma das maiores organizações de serviços bancários e financeiros do mundo.

Com mais de 140 anos de tradição é uma das maiores organizações de serviços bancários e financeiros do mundo. Com mais de 140 anos de tradição é uma das maiores organizações de serviços bancários e financeiros do mundo. Com uma ampla gama de negócios na; Europa, Ásia-Pacífico, Américas, Oriente Médio e África.

Leia mais