Documento de uso exclusivo da unidade, não possui valor legal. 28/06/ :43:00. Matéria: Carga Horária Total. Prática: 44 Campo: 44

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Documento de uso exclusivo da unidade, não possui valor legal. 28/06/ :43:00. Matéria: Carga Horária Total. Prática: 44 Campo: 44"

Transcrição

1 Disciplina: CCT ESTRUTURA DE DADOS Matéria: Carga Horária Total Teórica: 44 Prática: 44 Campo: 44 Tipo Curso: 4 - GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA Curso(s): 35 - SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Versão Plano de Disciplina: 1 Vigência: 3/2/2011 Até o momento 1.Contextualização: Esta disciplina ensina técnicas de programação, através do estudo de estruturas de dados básicas e a implementação de suas operações. Assim, pretende-se aprimorar o senso crítico e a criatividade em programação através do aprendizado dos mecanismos que constituem as estruturas de dados e seus algoritmos. 2.Ementa: 1. Definição de estrutura de dados, com a identificação de estruturas lineares e não lineares. 2. Criação de funções, passagem de parâmetros (por valor e por referência) e escopo de variáveis (local e global). 3. Listas lineares: definição e tipos com relação às formas de armazenamento. 4. Listas lineares sequenciais (lista, pilha e fila) e suas operações básicas. 5. Ordenação e pesquisa em listas lineares seqüenciais. 6. Agregado de dados heterogêneos : structs. 7. Ponteiros e alocação dinâmica de memória. 8. Listas lineares encadeadas (lista, pilha e fila) e suas operações básicas. 3.Objetivos Gerais: Página: 1

2 Identificar as estruturas de dados mais apropriadas para um determinado problema e implementar as operações básicas, de pesquisa e ordenação para cada estrutura. 4.Objetivos Específicos: 1 Conhecer os conceitos deestruturas de dados lineares e não lineares. 2. Identificar, através de exemplos do cotidiano, a estrutura de dados mais adequada para determinado problema; 3. Conhecer e aplicar as operações básicas de listas, filas e pilha. 4. Conhecer e implementar métodos de ordenação e pesquisa. 5. Desenvolver aplicações com listas lineares seqüenciais, pilhas e filas. 6. Conhecer a aplicar os conceitos de ponteiros e alocação dinâmica de memória para implementação das estruturas apresentadas 5.Conteúdos: Unidade 1. Introdução 1.1. Definição e objetivo de estrutura de dados 1.2. Estruturas de dados lineares e não lineares (exemplos de lista, pilha, fila, árvore e grafo) 1.3. Listas lineares Definição Identificação dos tipos quanto às formas de armazenamento (sequencial e encadeada) Unidade 2. Funções Página: 2

3 2.1. Motivação 2.2. Definição 2.3. Passagem de parâmetros (por valor e por referência) 2.4. Escopo de variáveis (local e global) 2.5. Retorno de valores Unidade 3. Listas Lineares Sequenciais 3.1. Definição e representação 3.2. Operações básicas com listas seqüenciais 3.3. Aplicações com listas sequenciais 3.4. Pilha Motivação Definição e representação Operações básicas Aplicações com pilhas 3.5. Fila Motivação Fila Simples Definição e representação Operações básicas Fila Circular Definição e representação Operações básicas Página: 3

4 Aplicações com Fila 3.6. Ordenação Motivação Métodos de ordenação BubbleSort Definição e implementação Inserção Definição e implementação Seleção Definição e implementação 3.7. Pesquisa Motivação Pesquisa Sequencial Definição e implementação Pesquisa Binária Definição e implementação 3.8. Agregado Heterogêneo Motivação Implementação de Pilha usando agregado heterogêneo Unidade 4. Ponteiros e Alocação Dinâmica 4.1. Definição de ponteiro 4.2. Operador de endereço, operador de indireção e operador seta Página: 4

5 4.3. Alocação e desalocação de memória Unidade 5. Listas Lineares Encadeadas 5.1. Motivação 5.2. Listas Simplesmente Encadeadas Definição e representação Operações básicas com listas simplesmente encadeadas Aplicações com listas simplesmente encadeadas 5.3. Pilha Representação Operações básicas Aplicações com Pilha 5.4. Fila Representação Operações básicas Aplicações com Fila 5.5. Listas Circulares Simplesmente Encadeadas Definição e representação Operações básicas com listas circulares Aplicações com listas circulares 5.6. Listas Duplamente Encadeadas Definição e representação Operações básicas com listas duplamente encadeadas Página: 5

6 Aplicações com listas duplamente encadeadas 6.Procedimentos de ensino: 1- Tipo de aula : teórica e prática 2- Procedimentos : Aulas expositivas dialogadas com quadro e/ou equipamento de projeção Aulas expositivas com dinâmica, através da participação cooperativa da turma Resolução de exercícios Práticas de laboratório 7.Procedimentos de avaliação: Avaliação O processo de avaliação será composto de três etapas, Avaliação 1 (AV1), Avaliação 2 (AV2) e Avaliação 3 (AV3). As avaliações poderão ser realizadas através de provas teóricas, provas práticas, e realização de projetos ou outros trabalhos, representando atividades acadêmicas de ensino, de acordo com as especificidades de cada disciplina. A soma de todas as atividades que possam vir a compor o grau final de cada avaliação não poderá ultrapassar o grau máximo de 10, sendo permitido atribuir valor decimal às avaliações. Caso a disciplina, atendendo ao projeto pedagógico de cada curso, além de provas teóricas e/ou práticas contemple outras atividades acadêmicas de ensino, estas não poderão ultrapassar 20% da composição do grau final. A AV1 contemplará o conteúdo da disciplina até a sua realização, incluindo o das atividades estruturadas. As AV2 e AV3 abrangerão todo o conteúdo da disciplina, incluindo o das atividades estruturadas. Para aprovação na disciplina o aluno deverá: Página: 6

7 1. Atingir resultado igual ou superior a 6,0, calculado a partir da média aritmética entre os graus das avaliações, sendo consideradas apenas as duas maiores notas obtidas dentre as três etapas de avaliação (AV1, AV2 e AV3). A média aritmética obtida será o grau final do aluno na disciplina. 2. Obter grau igual ou superior a 4,0 em, pelo menos, duas das três avaliações. 3. Frequentar, no mínimo, 75% das aulas ministradas. 8.Bibliografia Básica: AUTOR SZWARCFITER, Jayme Luiz; MARKENZON, Lilian TÍTULO Estruturas de dados e seus algoritmos SUBTÍTULO EDIÇÃO 2ª. ed. LOCAL Rio de Janeiro: EDITORA LTC DATA DA PUBLICAÇÃO 1997 AUTOR Koffman, Elliot B. ; Wolfgang, Paul A.T. TÍTULO Objetos, Abstração, Estrutura de dados e Projeto usando C++ SUBTÍTULO EDIÇÃO 1ª. ed. LOCAL Rio de Janeiro: EDITORA LTC DATA DA PUBLICAÇÃO 2008 AUTOR EDELWEISS,N.; GALANTE,R.M. TÍTULO Estrutura de Dados SUBTÍTULO Volume 18 Série Livros Didáticos Informática UFRGS. EDIÇÃO 1ª. ed. LOCAL RS EDITORA Bookman Página: 7

8 DATA DA PUBLICAÇÃO Bibliografia Complementar: 1- DEITEL, H. M; DEITEL, P. J. C++ Como programar. 5ª. edição.rio de Janeiro: Prentice Hall, STROUSTRUP, Bjarne. Linguagem de programação C++. 3ª. edição. Porto Alegre: Bookman, CORMEN, Thomas H. et al. Algoritmos: teoria e prática. Rio de Janeiro: Campus, FORBELLONE, André Luiz Villar; EBERSPACHER,Henri Frederico. Lógica de Programação A construção de Algoritmos e Estrutura de Dados.3ª. edição. São Paulo: Makron Books, ceitos de Redes permitem aos profissionais das áreas de 5- CELES, Waldemar; CERQUEIRA,Renato;RANGEL,José Lucas. Introdução a Estrutura de Dados com técnicas de programação em C. Rio de Janeiro : Elsevier, PINTO,Wilson Silva. Introdução ao desenvolvimento de algoritmos e estrutura de dados. 6ª. edição. São Paulo:Editora Érica, Página: 8 00:00:00:906

TECNOLOGIA WEB. Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

TECNOLOGIA WEB. Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). DOCENTE PROFESSOR CELSO CANDIDO Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Conhecimentos: o Web Designer; o Arquitetura de Máquina; o Implementação

Leia mais

Rever os conhecimentos básicos de vetores, matrizes e trigonometria; Entender o conceito de função e sua importância no contexto da engenharia;

Rever os conhecimentos básicos de vetores, matrizes e trigonometria; Entender o conceito de função e sua importância no contexto da engenharia; BASES MATEMÁTICAS PARA ENGENHARIA - CCE1005 BASES MATEMÁTICAS PARA ENGENHARIA (16/07/2015) Contextualização O mundo defronta-se com um novo cenário de dimensões políticas, filosóficas, sociais, econômicas,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n Dois Irmãos 52171-900 Recife-PE Fone: 0xx-81-332060-40 proreitor@preg.ufrpe.br PLANO DE ENSINO

Leia mais

ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza Ementa Conceitos de lógica, algoritmos e linguagem de programação. Tipos de dados. Variáveis. Constantes.

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Escola de Engenharia Curso Engenharia de Produção Disciplina Computação, Algoritmos e Programação II Professor(es) Sergio Vicente Denser Pamboukian Lincoln Cesar Zamboni Osvaldo Ramos

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Sistemas de Informação FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( X ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

IV. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

IV. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciência da Computação DISCIPLINA: Prática de Programação Orientada a objetos CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 h/a PROF. RESPONSÁVEL: Míriam de Souza Monteiro II. EMENTA Classes e objetos.

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 3ª Série Programação Estruturada II A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PLANO DE ENSINO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA - EMI - 1º ANO PROFESSOR GIL EDUARDO DE ANDRADE DADOS GERAIS Disciplina: Linguagem de Programação Período: 1º Ano- Turma 2016 Período letivo: Ano 2016 Carga

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Engenharia Elétrica e Eletrônica Disciplina: Sistemas Digitais I Núcleo Temático: Sistemas Digitais Código Da Disciplina: 161.1808.1 Professor: Edson

Leia mais

INF 1007 Programação II

INF 1007 Programação II INF 1007 Programação II Apresentação da Disciplina Edirlei Soares de Lima Programação II Turma 33L Prof. Edirlei Soares de Lima Horário das Aulas: Segunda

Leia mais

Plano de Ensino. Leandro Schwarz Endereço eletrônico:

Plano de Ensino. Leandro Schwarz Endereço eletrônico: Plano de Ensino Disciplina: Dispositivos Lógicos Programáveis Semestre: 2011/1 Turma: 1880331A Carga horária: 120 horas Professor: Leandro Schwarz () Endereço eletrônico: 1. Objetivos A tecnologia de Dispositivos

Leia mais

Introdução à Programação. 3ª aula. Prof. José Honorato F. Nunes

Introdução à Programação. 3ª aula. Prof. José Honorato F. Nunes Introdução à Programação 3ª aula Prof. José Honorato F. Nunes honoratonunes@gmail.com Respostas de atividades da aula anterior : (pseudocódigo + fluxogramas) Prof. José Honorato F. Nunes honoratonunes@gmail.com

Leia mais

P L A N O D E E N S I N O. CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 h/a TEORIA: 72 h/a PRÁTICA: 0

P L A N O D E E N S I N O. CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 h/a TEORIA: 72 h/a PRÁTICA: 0 P L A N O D E E N S I N O DEPARTAMENTO: Matemática PROFESSORA: Katiani da Conceição Loureiro katiani.loureiro@udesc.br DISCIPLINA: Geometria Analítica SIGLA: GAN 0001 CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 h/a TEORIA:

Leia mais

Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa

Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C Prof. Ramon Figueiredo Pessoa 1 Variáveis e tipos Variáveis são simplesmente posições de memória que o compilador aloca ao programa Mas quantas posições

Leia mais

Plano de Ensino. Leandro Schwarz Endereço eletrônico:

Plano de Ensino. Leandro Schwarz Endereço eletrônico: Plano de Ensino Disciplina: Dispositivos Lógicos Programáveis Semestre: 2011/1 Turma: 2030311A Carga horária: 80 horas Professor: Leandro Schwarz () Endereço eletrônico: 1. Objetivos A tecnologia de Dispositivos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: Linguagens de Programação CÓDIGO: 2ECOM.031 Data de Elaboração: Janeiro/2012 Carga Horária: Total: 30 h/a; Semanal: 02 aulas; Créditos: 02 Modalidade: Prática Classificação do Conteúdo pelas

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Súmula:

PLANO DE ENSINO. Súmula: INF01211 NOME DA DISCIPLINA: Algoritmos e Programação Semestre: 2009/2 Carga horária: 4 h Créditos: 4 Professor: Luis de França G. Ferreira Súmula: Formulação de problemas, construção de algoritmos e implementação

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO. Código: FIS03 Carga Horária: 40 Créditos: 02 Pré-requisito(s): ---- Período: II Ano: 2015.

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO. Código: FIS03 Carga Horária: 40 Créditos: 02 Pré-requisito(s): ---- Período: II Ano: 2015. PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Informática Aplicada a Educação Física Professor: Denise Xavier Fortes e-mail: denisefortes6@gmail.com Código:

Leia mais

Algoritmos Fundamento e Prática

Algoritmos Fundamento e Prática Everton Coimbra de Araújo Algoritmos Fundamento e Prática 3 a Edição Ampliada e Atualizada Visual Books Sumário Prefácio... 15 Introdução... 17 Capítulo 1 - Os Cursos de Informática e Computação... 23

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1º 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Introdução à Economia Matemática 0760.002

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Bacharelado em Ciência da Computação Física. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Bacharelado em Ciência da Computação Física. Ênfase Curso 2103 - Bacharelado em Ciência da Computação 1605 - Física Ênfase Identificação Disciplina 0004600A - Cálculo I Docente(s) Adriana Cristina Cherri Nicola Unidade Faculdade de Ciências Departamento

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Semestre EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA CURSO: Curso Técnico em Agroindústria FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( )

Leia mais

Programa de Ensino de Semestre

Programa de Ensino de Semestre Pró-Reitoria de Graduação Programa de Ensino de 2013 1 Semestre Nome do Curso Engenharia Civil Engenharia Mecânica Engenharia Elétrica Código do Curso 02-120 02-121 02-122 Nome da Disciplina Cálculo Diferencial

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA Programa de Disciplina PROGRAMA DE DISCIPLINA NOME COLEGIADO CÓDIGO SEMESTRE PESQUISA OPERACIONAL I ENGENHARIA DE PROD 0039 2016.1 PRODUÇÃO TEÓR: 45H PRÁT: 15 H HORÁRIO: 2ª.f 08h00 às 10h00 e 4ª.f 08:00h00

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

Disciplina: CCJ DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO I. Matéria: 11 - GRADUAÇÃO. Curso(s): 1 - DIREITO. Tipo Curso: Campo: 0. Prática: 0.

Disciplina: CCJ DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO I. Matéria: 11 - GRADUAÇÃO. Curso(s): 1 - DIREITO. Tipo Curso: Campo: 0. Prática: 0. Disciplina: CCJ0030 - DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO I Matéria: 11 - GRADUAÇÃO Curso(s): 1 - DIREITO Tipo Curso: Campo: 0 Prática: 0 Teórica: 88 Carga Horária Total Versão Plano de Disciplina: 1 Vigência:

Leia mais

Programação em C e C++ com Lógica. Subtítulo

Programação em C e C++ com Lógica. Subtítulo Programação em C e C++ com Lógica Subtítulo Sobre a APTECH A Aptech é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para

Leia mais

MÁQUINAS HIDRÁULICAS AT-087

MÁQUINAS HIDRÁULICAS AT-087 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira MÁQUINAS HIDRÁULICAS AT-087 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@gmail.com APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA INTRODUÇÃO Antes de iniciar

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina EM1 - Cálculo Numérico Computacional

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina EM1 - Cálculo Numérico Computacional Curso 4402 - Engenharia de Produção Ênfase Identificação Disciplina 0002029EM1 - Cálculo Numérico Computacional Docente(s) Adriana Cristina Cherri Nicola Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO. Código: FIS03 Carga Horária: 40 h/aulas Créditos: 02 Pré-requisito(s): ---- Período: II Ano: 2016.

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO. Código: FIS03 Carga Horária: 40 h/aulas Créditos: 02 Pré-requisito(s): ---- Período: II Ano: 2016. PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura e Bacharelado em Educação Física Disciplina: Informática Aplicada a Educação Física Professor: Denise Xavier Fortes e-mail: denisefortes6@gmail.com

Leia mais

INF1007 Programação II

INF1007 Programação II INF1007 Programação II Departamento de Informática PUC-Rio Turma, Horário e Professor INF1007 Turma I Bruno Feijó bfeijo@inf.puc-rio.br Salas e Horário 2ª. (L546 - Lab) e 4ª. (L150) 15-17h Esquema das

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2016/2

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2016/2 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2016/2 Disciplina: CMP1134 - Modelagem Conceitual de Dados Turma: C01 Subturma(s): 1 Créditos: 6 Carga Horária:

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 COMPONENTE CURRICULAR: BIOESTATÍSTICA CÓDIGO: ENF - 308 PRÉ-REQUISITO: Nenhum PERÍODO LETIVO: 2016.2

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina DP1 - Cálculo Diferencial e Integral I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Engenharia de Produção. Ênfase. Disciplina DP1 - Cálculo Diferencial e Integral I Curso 4402 - Engenharia de Produção Ênfase Identificação Disciplina 0002000DP1 - Cálculo Diferencial e Integral I Docente(s) Valter Locci Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Matemática

Leia mais

COMPLEMENTAÇÃO DE CARGA HORÁRIA: 1 aula de 1h40min PLANO DE ENSINO

COMPLEMENTAÇÃO DE CARGA HORÁRIA: 1 aula de 1h40min PLANO DE ENSINO CURSO: Graduação em Matemática 1º semestre de 2016 DISCIPLINA: PESQUISA OPERACIONAL 2 PROFESSOR(ES): Vincent Gérard Yannick Guigues & Elivelton Ferreira Bueno CARGA HORÁRIA: 60h PRÉ-REQUISITO: CÁLCULO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: DP0377-EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Fundamentos de Algoritmos (5175/31)

Fundamentos de Algoritmos (5175/31) UEM/CTC Departamento de Informática Curso: Ciência da Computação Professor: Flávio Rogério Uber Fundamentos de Algoritmos (5175/31) Material Original: Prof. Yandre Maldonado e Gomes da Costa (UEM/DIN)

Leia mais

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS DIREÇÃO ACADÊMICA CAMPUS DE JUIZ DE FORA PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS DIREÇÃO ACADÊMICA CAMPUS DE JUIZ DE FORA PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS DIREÇÃO ACADÊMICA CAMPUS DE JUIZ DE FORA PLANO DE ENSINO Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Turma: N1 Semestre: 2º Carga Horária

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Bacharelado em Sistemas de Informação FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura (

Leia mais

Classes e Objetos. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Classes e Objetos. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Classes e Objetos Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Escopo de Classe e Acesso a Membros de Classes; Exercício; Os Métodos get e set; Separação de Interface e Implementação; Construtores

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Hospedagem- PROEJA FORMA/GRAU:( x ) Integrado ( ) Subsequente ( ) Concomitante ( ) Bacharelado ( ) Licenciatura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA NOME COLEGIADO CÓDIGO SEMESTRE Programação Orientada a Objetos CECOMP CCMP0022 2016.1 CARGA HORÁRIA TEÓR: 30h PRÁT: 30h HORÁRIOS: Ter 16:00 às 18:00 e Qui 16:00 às 18:00 CURSOS ATENDIDOS

Leia mais

Planejamento Gráfico - AULA 01 - Prof. Me. Sergio Xavier

Planejamento Gráfico - AULA 01 - Prof. Me. Sergio Xavier Planejamento Gráfico - AULA 01-1 Sumário Apresentação Plano de Ensino Objetivos Avaliação Bibliografia A importância do Planejamento Gráfico Conceitos Básicos 2 Apresentação Prof. Me. SERGIO XAVIER 3 2010

Leia mais

Universidade Estadual de Ponta Grossa PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ENSINO

Universidade Estadual de Ponta Grossa PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ENSINO Universidade Estadual de Ponta Grossa PROGRAMA DE DISCIPLINA SETOR: CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO: INFORMÁTICA DISCIPLINA: PROJETO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CÓDIGO: 203094 Nº de aulas

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Welber Ribeiro da Silva

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Welber Ribeiro da Silva LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Welber Ribeiro da Silva POR QUE APRENDER LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO? PARA QUE SERVE? CONCEITOS PRELIMINARES Computador: é uma máquina que processa informações sob o controle de grupos

Leia mais

Programação III 2016/1

Programação III 2016/1 Programação III 2016/1 Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Antes de mais

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO viver fazer MÓDULO 1 Conhecimentos / Capacidades Instrumentos de Avaliação Conhecer o funcionamento lógico de um programa, estimulando o raciocínio lógico para a resolução de problemas de programação (algoritmos)

Leia mais

SSC0304 Introdução à Programação para Engenharias

SSC0304 Introdução à Programação para Engenharias SSC0304 Introdução à Programação para Engenharias Aula 1 - Apresentação Professor: Jó Ueyama - joueyama@icmc.usp.br Estagiário PAE: Heitor Freitas Vieira - heitorfv@icmc.usp.br 1 Objetivo Programa resumido

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE PALMAS SUPERVISÃO EDUCACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE PALMAS SUPERVISÃO EDUCACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE PALMAS SUPERVISÃO EDUCACIONAL ÁREA INFORMÁTICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Unidade

Leia mais

Programação Orientada a Objetos II. Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional

Programação Orientada a Objetos II. Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional Programação Orientada a Objetos II Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional Revisão de Conceitos de Programação Orientada a Objetos O PROPÓSITO DA ORIENTAÇÃO A OBJETOS A Orientação a Objeto é

Leia mais

Curso: Tecnologia em Processos Metalúrgicos Turma: TPM2013/02_3ºSEM Professor(a): Bruno Santana Sória PLANO DE ENSINO

Curso: Tecnologia em Processos Metalúrgicos Turma: TPM2013/02_3ºSEM Professor(a): Bruno Santana Sória PLANO DE ENSINO Curso: Tecnologia em Processos Metalúrgicos Turma: TPM2013/02_3ºSEM Professor(a): Bruno Santana Sória PLANO DE ENSINO Disciplina: Processos de Usinagem I Carga horária total: 60h Carga horária semanal:

Leia mais

2. Dados de Identificação Período letivo: 2009 Disciplina: Álgebra Linear e Geometria Analítica - ALGA Professor: Milton Procópio de Borba

2. Dados de Identificação Período letivo: 2009 Disciplina: Álgebra Linear e Geometria Analítica - ALGA Professor: Milton Procópio de Borba UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: ENGENHARIA MECÂNICA Missão do Curso: Formar engenheiros mecânicos com sólida formação técnica-científica, capazes

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2016 Plano de Curso nº 116 aprovado pela portaria Cetec nº de 07 /10 / 2010 Etec : TIQUATIRA Código: 208 Município: Eixo

Leia mais

Pesquisa Linear. Adriano J. Holanda 15/3/2016

Pesquisa Linear. Adriano J. Holanda 15/3/2016 Pesquisa Linear Adriano J. Holanda 15/3/2016 Busca Linear em memória principal Introdução O dados estarão sempre armazenados na memória principal (DRAM 1 ): não há necessidade de acesso à memória secundária

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto Sistemas Operacionais Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Implementação são implementados através da criação, para cada arquivo no sistema, de uma estrutura de dados Descritor de arquivo

Leia mais

PROGRAMA. Disciplina: Administração de Sistema de Informação Código: ADM Professora: Profª. Drª. Taciana de Lemos Dias

PROGRAMA. Disciplina: Administração de Sistema de Informação Código: ADM Professora: Profª. Drª. Taciana de Lemos Dias UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP. 29075.910 -ES Brasil- Tel.

Leia mais

Matrizes esparsas: definição

Matrizes esparsas: definição Matrizes esparsas: definição o objetivo é mostrar os métodos de armazenamento e manipulação de matrizes esparsas esparsidade de uma matriz é a relação entre o número de elementos nulos de uma matriz e

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: ÁLGEBRA LINEAR E CÁLCULO VETORIAL Código da Disciplina: NDC152 Curso: Engenharia Civil Semestre de oferta da disciplina: 2 Faculdade responsável: NÚCLEO DE DISCIPLINAS

Leia mais

Introdução à Programação Orientada a Objetos em C++

Introdução à Programação Orientada a Objetos em C++ Introdução à Programação Orientada a Objetos em C++ Disciplina de Programação Científica II Aula 12 de 18 24/05/2013 Professor Giovani Gracioli giovanig@gmail.com Objetivos Os objetivos dessa aula são:

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CÓDIGO DA DISCIPLINA: PERÍODO: 2º NOTURNO CRÉDITO: 04

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CÓDIGO DA DISCIPLINA: PERÍODO: 2º NOTURNO CRÉDITO: 04 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: 020008 PERÍODO: 2º NOTURNO CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: CONTABILIDADE E ANÁLISE DE BALANÇO NOME DO CURSO:

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/2008 DOU de 26/11/2008

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/2008 DOU de 26/11/2008 CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/2008 DOU de 26/11/2008 Componente Curricular: Eletromagnetismo Código: ENG - 382 CH Total: 72 Aulas / 60 Horas Pré-Requisito: ----

Leia mais

DISCIPLINA: Laboratório de Arquitetura e Organização de Computadores II

DISCIPLINA: Laboratório de Arquitetura e Organização de Computadores II DISCIPLINA: Laboratório de Arquitetura e Organização de Computadores II CÓDIGO: ECOM.08 Validade: a partir do 1º semestre de 007 Carga Horária: Total: 30 h/a Semanal: 0 aulas Créditos: 0 Modalidade: Prática

Leia mais

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS CÓDIGO: EXA808 DISCIPLINA: EI5 ENGENHARIA DE SOFTWARE CARGA HORÁRIA: 180h EMENTA: Estudo

Leia mais

ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO

ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Usabilidade em aplicações web 1.2 Câmpus de Origem: São Borja 1.3

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Sistemas de Informação Professores:Marcos Eduardo Muniz Godinho marcoseduardogodinho@brturbo.com.br

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 60h CH Teórica Formação Básica. CH Prática. 10h. Trabalho Efetivo Discente

PLANO DE ENSINO. 60h CH Teórica Formação Básica. CH Prática. 10h. Trabalho Efetivo Discente PLANO DE ENSINO Escola ENGENHARIA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (EETI) Engenharias: Ambiental; Civil; de Computação; de Petróleo; de Produção; Elétrica; Curso(s) Mecânica; Mecatrônica e Química Disciplina

Leia mais

PROGRAMA CARGA HORÁRIA: 60 HORAS PERÍODO: 6º PROFESSOR: ALEXANDRE WERNERSBACH NEVES SEMESTRE: 2015/1

PROGRAMA CARGA HORÁRIA: 60 HORAS PERÍODO: 6º PROFESSOR: ALEXANDRE WERNERSBACH NEVES SEMESTRE: 2015/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Curso de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP.

Leia mais

DINÂMICA DA DISCIPLINA

DINÂMICA DA DISCIPLINA Programação Web DINÂMICA DA DISCIPLINA Ricardo Maroquio Bernardo EMENTA DA DISCIPLINA Definição e conceito. Linguagem Client-Side: Diferença do JavaScript e Java; Objetos do JavaScript; Inserção de texto

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA. CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 60 horas

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA. CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 60 horas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM GRADE: RESOLUÇÃO CEPEC Nº 831 MATRIZ CURRICULAR: BACHARELADO

Leia mais

Escola Politécnica de Pernambuco Departamento de Engenharia Mecânica PROGRAMA. Número de Créditos: TEÓRICOS: 04; PRÁTICOS: 0 ; TOTAL: 4

Escola Politécnica de Pernambuco Departamento de Engenharia Mecânica PROGRAMA. Número de Créditos: TEÓRICOS: 04; PRÁTICOS: 0 ; TOTAL: 4 PROGRAMA Disciplina: INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Código: MECN0030 Carga Horária Semestral: 0 Horas Obrigatória: Eletiva : sim Número de Créditos: TEÓRICOS: 04; PRÁTICOS: 0 ; TOTAL: 4 Pré-Requisito:

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Componente Curricular: Cálculo Numérico Turma: EMC /2

PLANO DE ENSINO. Componente Curricular: Cálculo Numérico Turma: EMC /2 PLANO DE ENSINO Componente Curricular: Cálculo Numérico Turma: EC - 2013/2 Carga Horária: 60 horas semestrais Créditos: 4 Professores: arcus Vinicius achado Carneiro Ricardo Antonello Período: 2015/1 EENTA:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Ciência da Computação 1 0 Semestre de 2016

Ciência da Computação 1 0 Semestre de 2016 Ciência da Computação 1 0 Semestre de 2016 Disciplina: LR2- Laboratório de Redes 2 Código: Série: 4 0 ano Semestre: 7 0 Carga Horária Semanal: 2 aulas Carga Horária Semestral: 34 aulas Coordenador: Julio

Leia mais

DISCIPLINA: Laboratório de Sistemas Digitais para Computação 2ECOM.017

DISCIPLINA: Laboratório de Sistemas Digitais para Computação 2ECOM.017 DISCIPLINA: Laboratório de Sistemas Digitais para Computação CÓDIGO: ECOM.017 Validade: a partir do 1º semestre de 007 Carga Horária: Total: 30 h/a Semanal: 0 aulas Créditos: 0 Modalidade: Prática Classificação

Leia mais

UN U I N VE V RS R IDA D D A E D FE F DE D RA R L A DO D ESPÍ P RI R TO SAN A T N O

UN U I N VE V RS R IDA D D A E D FE F DE D RA R L A DO D ESPÍ P RI R TO SAN A T N O UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Curso de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP.

Leia mais

CURSO ENGENHARIA DA PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Física Geral e Experimental III

CURSO ENGENHARIA DA PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Física Geral e Experimental III CURSO ENGENHARIA DA PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Física Geral e Experimental III Código: ENG 272 Pré-requisito: Física Geral e Experimental

Leia mais

Sumário. 1.1 Variáveis Globais e Locais Passagem de Parâmetro (por valor por referência) 1

Sumário. 1.1 Variáveis Globais e Locais Passagem de Parâmetro (por valor por referência) 1 Sumário Sobre as Autoras ix Introdução xi 1 Sub-rotinas 1 1.1 Variáveis Globais e Locais 1 1.2 Passagem de Parâmetro (por valor por referência) 1 2 Vetores e Matrizes 7 2.1 Vetores 7 2.2 Matrizes 8 2.2.1

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica PLANO DE ENSINO

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica PLANO DE ENSINO Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Energia Elétrica 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Teoria de Controle II PLANO DE ENSINO Código CEL039 Carga horária

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DEPARTAMENTO: DESO Departamento de Engenharia de Software CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 36 PRÁTICA: 36

PLANO DE ENSINO. DEPARTAMENTO: DESO Departamento de Engenharia de Software CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 36 PRÁTICA: 36 PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: DESO Departamento de Engenharia de Software DISCIPLINA: Programação II PROFESSOR: Paulo Roberto Farah SIGLA: 35PRO2 E-MAIL: PAULORFARAH@GMAIL.COM CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA:

Leia mais

Elementos de Lógica Digital Aula 1: Introdução 04/08/2011

Elementos de Lógica Digital Aula 1: Introdução 04/08/2011 Elementos de Lógica Digital Aula 1: Introdução 04/08/2011 Website http://www.inf.ufes.br/~pdcosta/ensino/2010-2-elementos-de-logica-digital/ Prof a. Patrícia Dockhorn Costa Objetivos O objetivo desta disciplina

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: ENGENHARIA DE SOFTWARE DISCIPLINA: GERÊNCIAMENTO

Leia mais

Introdução à Engenharia ENG1000

Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Apresentação 2016.1 Prof. Augusto Baffa Introdução à Engenharia Fundamentos do Projeto + Design de Jogos + Programação de Jogos Objetivos da Disciplina

Leia mais

Linguagens de Programação 2016/2

Linguagens de Programação 2016/2 Linguagens de Programação 2016/2 Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Antes

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Turno: Quartas-feiras das 9:30 as 12:15 Carga Horária: 3 créditos (45 h)

PLANO DE ENSINO. Turno: Quartas-feiras das 9:30 as 12:15 Carga Horária: 3 créditos (45 h) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Campus: Uruguaiana Curso: Enfermagem Componente Curricular: Abordagens administrativas

Leia mais

Projeto de ensino MONITORIA NÃO-SUBSIDIADA Fundamentos de Organização de Computadores

Projeto de ensino MONITORIA NÃO-SUBSIDIADA Fundamentos de Organização de Computadores Universidade Federal de Santa Maria Centro de Tecnologia Curso de Ciência da Computação Núcleo de Ciência da Computação Projeto de ensino MONITORIA NÃO-SUBSIDIADA Fundamentos de Organização de Computadores

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Professor: Alessandra Scalise Lopes

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Professor: Alessandra Scalise Lopes Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Infraestrutura Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: : Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

De uma forma ampla, o profissional egresso deverá ser capaz de desempenhar as seguintes funções:

De uma forma ampla, o profissional egresso deverá ser capaz de desempenhar as seguintes funções: PLANO DE ENSINO 1. Identificação Curso: Tecnologia em Desenvolvimento de Software Disciplina: Estrutura de Dados Professor: Msc. Tiago Eugenio de Melo CPF: Regime de Trabalho: 40h CH. Semestral: 100h Siape:

Leia mais

Centro Universitário Fundação Santo André Faculdade de Engenharia Engº Celso Daniel FAENG Plano de disciplina 2015

Centro Universitário Fundação Santo André Faculdade de Engenharia Engº Celso Daniel FAENG Plano de disciplina 2015 Centro Universitário Fundação Santo André Faculdade de Engenharia Engº Celso Daniel FAENG Plano de disciplina 2015 Curso: Engenharia Ambiental Disciplina: Álgebra Linear - Código: 1122B1 Carga Horária:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Engenharia da Informação 1640066 1.2

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA 1 PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Curso: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÔES Nome da disciplina: ELETRICIDADE E MAGNETISMO Código: 54155 Carga horária: 83 horas Semestre

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Professor(es) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 02 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Logística A 1640162 1.2

Leia mais

Lista de Exercícios 06 Revisão para a prova

Lista de Exercícios 06 Revisão para a prova Lista de Exercícios 06 Revisão para a prova Instruções: Essa lista não vale pontos, portanto ela é para aprendizado. Quando ficar com dúvidas não procure conteúdo na internet, faça uma revisão nos códigos,

Leia mais

Árvore Binária Exemplo de Implementação

Árvore Binária Exemplo de Implementação Estrutura de Dados Árvore Binária Exemplo de Implementação Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional Lista Encadeada - Exemplo Exemplo de código para a implementação de uma árvore binária encadeada

Leia mais

Apresentação da Disciplina Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 60h

Apresentação da Disciplina Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 60h Apresentação da Disciplina Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 60h Introdução à Eletrônica É ciência que estuda a forma de controlar a energia elétrica por meios elétricos nos quais os

Leia mais

Noções de Algoritmos

Noções de Algoritmos Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Noções de Algoritmos DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Tópicos da aula Algoritmos

Leia mais

TRABALHO T2 PROGRAMAÇÃO PARAMETRIZADA

TRABALHO T2 PROGRAMAÇÃO PARAMETRIZADA TRABALHO T2 PROGRAMAÇÃO PARAMETRIZADA OBJETIVOS Curto Prazo (neste semestre): aprender sobre programação parametrizada Longo Prazo: Desenvolver um sistema para programação CN baseado em features de usinagem.

Leia mais