OLM MÓD. IV CAP. XXVI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OLM MÓD. IV CAP. XXVI"

Transcrição

1 OLM MÓD. IV CAP. XXVI ITENS 286 A 296 QUESTÕES PROPOSTAS POR KARDEC AOS ESPÍRITOS

2 PERGUNTAS FAZER AOS ESPÍRITOS CONSIDERAR: A FORMA CLAREZA; PRECISÃO SEM COMPLEXIDADE COM MÉTODO PRÉ ELABORADAS (ALGUMAS) QUE SE PODEM O FUNDO ATENÇÃO SÉRIA ALGUMAS ELES NÃO RESPONDEM NÃO EXPERIMENTÁ- LOS COM O QUE ESTÃO NAS RESPOSTAS DOS ESPÍRITOS: -OS CONHECIMENTOS QUE POSSUEM -O INTERESSE QUE MERECEMOS -A AFEIÇÃO QUE NOS CONSAGRAM -O OBJETIVO PROPOSTO - A UTILIDADE JÁ É SABIDO QUAL É A UTILIDADE DAS PERGUNTAS? -SÃO ÚTEIS PARA A NOSSA INSTRUÇÃO -SÃO ÚTEIS PARA DESMASCARAR MISTIFICADORES...Sem as nossas perguntas, o L.E. e o L.M. AINDA ESTARIAM POR 2 FAZER...AK 287

3 PERGUNTAS QUE SE PODEM FAZER AOS ESPÍRITOS EXPERIÊNCIA DE KARDEC ASSUNTOS OBSERVAÇÕES O FUTURO EXISTÊNCIAS PASSADAS QUESTÕES MORAIS E MATERIAIS A SAÚDE INVENÇÕES E DESCOBERTAS TESOUROS OCULTOS OUTROS MUNDOS TODA PREDIÇÃO CIRCUNSTANCIADA DEVE SER CONSIDERADA SUSPEITA DEUS LHES PERMITE REVELAR ALGUMAS COISAS PARA O BEM OS INTERESSES DA ALMA, SÃO SEMPRE ATENDIDOS. OS MATERIAIS, SEGUNDO O MOTIVO DE BOA VONTADE. MAS HÁ IGNORANTES E SÁBIOS ENTRE OS ESPÍRITOS A CIÊNCIA DEVE SER ADQUIRIDA PELO TRABALHO ( DO HOMEM ) A VERDADEIRA FORTUNA ESTÁ NO TRABALHO OK SOBRE O ESTADO MORAL SÃO PARTICULARMENTE ANTIPÁTICAS AOS ESPÍRITOS: 3 AS INÚTEIS, FEITAS PARA SATISFAÇÃO DA CURIOSIDADE OU PARA PROVÁ-LOS.

4 R. Depende das perguntas. Os Espíritos Os Espíritos respondem de boa vontade às perguntas que lhes fazemos? sérios respondem com prazer às que objetivam o bem e os meios de vos fazer progredir. Não dão ouvidos às perguntas fúteis. 4

5 R. Não. Isso depende do Espírito que responde. Basta que uma pergunta seja séria para ter uma resposta séria? Mas uma pergunta séria não afasta os Espíritos levianos? Não é a pergunta que afasta os Espíritos levianos, é o caráter de quem a faz. 5

6 R. Todas as que são Quais as perguntas particularmente desagradáveis para os Espíritos bons? inúteis ou feitas por curiosidade e para experimentá-los. Então ele não respondem e se afastam. 6

7 O que pensar das pessoas que só vêem nas comunicações espíritas uma distração ou um passatempo, um meio de obter revelações sobre questões de interesse R. Os Espíritos inferiores gostam muito dessas pessoas que, como eles, gostam de se divertir, e ficam satisfeitos quando as mistificam. pessoal? 7

8 R. Longe disso. Os Espíritos inferiores são Todos os Espíritos estão aptos a compreender as perguntas que lhes fazem? incapazes de responder a certas perguntas, o que não os impede de fazê-lo bem ou mal, como acontece entre vós. 8

9 R. Se o homem conhecesse o futuro, negligenciaria o Os Espíritos podem nos desvendar o futuro? presente. É esse um problema sobre o qual sempre insistis para obter resposta precisa. Trata-se de um grave erro. Temos dito isso a todo o instante. 9

10 Às vezes, entretanto, alguns acontecimentos futuros não são anunciados espontaneamente pelos Espíritos de maneira verídica? R. Pode acontecer que o Espírito preveja coisas que considera conveniente dar a conhecer, ou que tenha por missão revelar-vos. 10

11 Por que os Espíritos sérios, quando fazem pressentir um acontecimento, geralmente não marcam a data? Por que não podem ou não R. Por uma e outra razão. Eles podem, em certos casos, fazer pressentir um acontecimento: é então um aviso que vos dão. querem? 11

12 PODE O ESPÍRITO PREVER QUE UM FATO SE DARÁ, MAS O MOMENTO EXATO PODE DEPENDER DE ACONTECIMENTOS QUE AINDA SE NÃO VERIFICARAM E QUE SÓ DEUS CONHECE. OS ESPÍRITOS LEVIANOS, QUE NÃO ESCRUPULIZAM DE VOS ENGANAR, ESSES DETERMINAM OS DIAS E AS HORAS, SEM SE PREOCUPAREM COM QUE O FATO PREDITO OCORRA OU NÃO. POR ISSO É QUE TODA PREDIÇÃO CIRCUNSTANCIADA VOS DEVE SER SUSPEITA. (KARDEC, OLM, ITEM 289, PARTE Q. 11ª) 12

13 AINDA UMA VEZ: A NOSSA MISSÃO CONSISTE EM FAZER-VOS PROGREDIR; PARA ISSO, VOS AUXILIAMOS TANTO QUANTO PODEMOS. JAMAIS SERÁ ENGANADO AQUELE QUE AOS ESPÍRITOS SUPERIORES PEDIR SABEDORIA; NÃO ACREDITEIS, PORÉM, QUE PERCAMOS O NOSSO TEMPO EM OUVIR AS VOSSAS FUTILIDADES E EM VOS PREDIZER A BOA FORTUNA. DEIXAMOS ESSE ENCARGO AOS 13

14 A PROVIDÊNCIA PÔS LIMITE ÀS REVELAÇÕES QUE PODEM SER FEITAS AO HOMEM. OS ESPÍRITOS SÉRIOS GUARDAM SILÊNCIO SOBRE TUDO AQUILO QUE LHES É DEFESO REVELAREM. AQUELE QUE INSISTA POR UMA RESPOSTA SE EXPÕE AOS EMBUSTES DOS ESPÍRITOS INFERIORES, SEMPRE PRONTOS A SE APROVEITAREM DAS OCASIÕES QUE TENHAM DE ARMAR LAÇOS À VOSSA CREDULIDADE. 14

15 R. Sim, aqueles cuja alma se desprende da Não existem homens dotados de faculdade especial para ver o futuro? matéria. E nesse caso é o Espírito que vê. Quando convém, Deus lhes permite revelar algumas coisas para o bem. 15

16 R. Deus, às vezes, permite que elas sejam reveladas, dependendo do Os Espíritos podem revelar-nos as existência passadas? objetivo. Se for para a vossa edificação e instrução as revelações serão verdadeiras e, nesse caso, quase sempre feitas espontaneamente e de maneira inteiramente imprevistas. Mas nunca Deus as permite para satisfazer à vã curiosidade. 16

17 Podemos ter alguma revelação sobre nossas existências futuras? R. Não. Tudo o que alguns Espíritos vos disserem a respeito será simples traquinagem. 17

18 R. Sim. Não há dúvida. Os Espíritos Podemos pedir conselhos aos Espíritos? bons jamais se recusam a ajudar os que os invocam cheios de confiança, principalmente quando se trata de assuntos da alma. Mas repelem os hipócritas. 18

19 R. Podem. E o fazem algumas Os Espíritos podem ajudar nos interesses materiais por meio de revelações? vezes, segundo as circunstâncias, mas os Espíritos bons jamais se prestam a servir à cupidez. Os maus fazem brilhar mil miragens aos vossos olhos para vos excitar e mistificar, levando-vos à decepção. 19

20 Podemos solicitar esclarecimentos aos Espíritos sobre a sua situação no mundo espiritual? R. Sim, e eles respondem de boa vontade quando o pedido é ditado pela simpatia e pelo desejo de ser útil, e não pela curiosidade. 20

21 R. A saúde é condição necessária para o trabalho que devemos Os Espíritos podem aconselhar sobre a saúde? executar na Terra, e por isso os Espíritos se ocupam dela de boa vontade. Mas como há ignorantes e sábios entre eles, nesse caso como em outros não convém dirigir-se ao primeiro que se manifeste. 21

22 R. A ciência é obra do gênio; só Os Espíritos podem dar orientação, em pesquisas cientificas e descobertas? deve ser adquirida pelo trabalho, porque é somente pelo trabalho que o homem avança no seu caminho. Que mérito teria se lhe bastasse interrogar os Espíritos para tudo saber? 22

23 R. Oh, isso é bem diferente. O sábio e o inventor nunca são assistidos pelos Espíritos nas suas pesquisas? Quando chega o tempo de uma descoberta os Espíritos incumbidos de lhe dirigir a marcha procuram o homem capaz de a levar a bom termo. Inspiram-lhe as idéias necessárias, com o cuidado de lhe deixar todo o mérito. 23

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa - 1.5.2016 A paz de Cristo A paz de Cristo Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Tu nos dás a tua paz, Senhor Jesus, mas também nos convidas ao esforço de fazer a paz. Para

Leia mais

VENCER A MATÉRIA. Debate em 08/05/2010.

VENCER A MATÉRIA. Debate em 08/05/2010. VENCER A MATÉRIA Debate em 08/05/2010 http://grupo.gede.vilabol.com.br OBJETIVO Analisar a ação do espírito sobre a matéria física. PROCEDIMENTO a) Estudo da relação entre nível evolutivo e fenômenos de

Leia mais

SEE 3 de Outubro. 15/mar/15

SEE 3 de Outubro. 15/mar/15 SEE 3 de Outubro 15/mar/15 O fortalecimento dos laços de família em defesa da vida Marco Milani Quem ficou procurando diferentes configurações familiares na imagem anterior? A época, o local, os costumes,

Leia mais

All rights reserved by Self-Realization Fellowship. Índice

All rights reserved by Self-Realization Fellowship. Índice Índice Parte I: Introdução................. 9 Parte II: Escolhas difíceis, decisões diárias: como receber a orientação intuitiva da alma.......................... 14 Parte III: Como usar a orientação interior

Leia mais

A Doutrina Espírita e seu Tríplice Aspecto Movimento Espírita Centro Espírita

A Doutrina Espírita e seu Tríplice Aspecto Movimento Espírita Centro Espírita A Doutrina Espírita e seu Tríplice Aspecto Movimento Espírita Centro Espírita Facilitadora: Mônica Oliveira / Mônica Urbano Data: 22/09/2012 Doutrina = Do latim Doctrina 1 - Conjunto de princípios em que

Leia mais

Cap. 2 - O BEM E A FELICIDADE. Ramiro Marques

Cap. 2 - O BEM E A FELICIDADE. Ramiro Marques Cap. 2 - O BEM E A FELICIDADE Ramiro Marques A maior parte das pessoas identificam o bem com a felicidade, mas têm opiniões diferentes sobre o que é a felicidade. Será que viver bem e fazer o bem é a mesma

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 4 A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS EM NOSSAS VIDAS A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS EM NOSSOS 2º. ENCONTRO A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS

Leia mais

ASSISTÊNCIA ESPÍRITA SEGUNDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS UNIÃO ESPIRITA MINEIRA-24/04/2017

ASSISTÊNCIA ESPÍRITA SEGUNDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS UNIÃO ESPIRITA MINEIRA-24/04/2017 ASSISTÊNCIA ESPÍRITA SEGUNDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS UNIÃO ESPIRITA MINEIRA-24/04/2017 Diálogo de Jesus com Hanã Galileu, que fazes na cidade? Passo por Jerusalém, buscando a fundação do Reino de Deus!

Leia mais

OS CICLOS DOS 7 ANOS

OS CICLOS DOS 7 ANOS OS CICLOS DOS 7 ANOS Os mistérios que envolvem a nossa vida, desde o nascimento, como as experiências, os fatos, os acontecimentos, bons e ruins, as pessoas que surgem ou desaparecem, de nossas vidas,

Leia mais

A MEDIUNIDADE E O MÉDIUM

A MEDIUNIDADE E O MÉDIUM UNIDADE 3 A MEDIUNIDADE E O MÉDIUM AULA 19-a A natureza dos Espíritos 1 2 COMO AVALIAR A NATUREZA DE UM ESPÍRITO? 3 Se a identidade absoluta dos Espíritos é, em muitos casos, uma questão acessória e sem

Leia mais

Seminário: Atualidade de O Livro dos Médiuns I

Seminário: Atualidade de O Livro dos Médiuns I 1 Atividade integrativa Enganar-se-ia quem supusesse encontrar nesta Obra uma receita universal para formar médiuns... Seu objetivo: indicar os meios de desenvolvimento da faculdade mediúnica tanto quanto

Leia mais

CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE

CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE Nossas pernas dão suporte ao nosso corpo inteiro e nos permitem andar, correr e pular. A facilitação na célula da suporte aos membros do grupo, capacitando-os a e x e

Leia mais

PRECE X EVANGELHO NO LAR. Apresentação disponível em

PRECE X EVANGELHO NO LAR. Apresentação disponível em PRECE X EVANGELHO NO LAR Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br PRECE A prece é a maneira pela qual as pessoas se comunicam com Deus. PRECE A prece ou oração é um dos modos de nos comunicar-mos

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS.

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS. ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 8 O SIGNIFICADO DAS LEIS DE LIBERDADE, RESPONSABILIDADE E CAUSA E EFEITO EM NOSSAS VIDAS O SIGNIFICADO DAS PROVAS E

Leia mais

O Cristo consolador. Roteiro 1

O Cristo consolador. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, O Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações Roteiro 1 O Cristo consolador Objetivo Explicar

Leia mais

PROGRAMA DO CURSO DE DOUTRINA INTRODUTÓRIO

PROGRAMA DO CURSO DE DOUTRINA INTRODUTÓRIO LIVRO DE PREPARO: Sinal Verde André Luiz/Chico Xavier Aula 1 Integração: Promover o acolhimento e a integração dos alunos Apresentar do Programa Aula 2 O que é o Centro Espírita Apresentar o Centro Espírita

Leia mais

Seminário: Médiuns e Mediunidade

Seminário: Médiuns e Mediunidade 1 Atividade Integrativa Deus me encarregou de uma missão junto dos crentes a quem Ele favoreceu com o dom da mediunidade. Quanto mais graça recebem do Altíssimo, mais perigos correm (...). Elogios, adulações,

Leia mais

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna OSHO - INTUIÇÃO EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna Maestri 2016/1 O LIVRO três partes

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS.

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS. ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 9 O SIGNIFICADO DAS LEIS DE PROGRESSO E TRABALHO EM NOSSAS VIDAS TRABALHO, PROGRESSO E A LEI DO MÉRITO 5º. ENCONTRO

Leia mais

Brincar é importante para as crianças? Por que? Brincadeira/ satisfação/ prazer : são termos de uma mesma equação? Sempre que a criança brinca, ela

Brincar é importante para as crianças? Por que? Brincadeira/ satisfação/ prazer : são termos de uma mesma equação? Sempre que a criança brinca, ela BRINCADEIRA Brincar é importante para as crianças? Por que? Brincadeira/ satisfação/ prazer : são termos de uma mesma equação? Sempre que a criança brinca, ela está satisfeita e feliz? Brincadeira como

Leia mais

O processo de DESENCARNAÇÃO

O processo de DESENCARNAÇÃO O processo de DESENCARNAÇÃO Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Instante da morte: é chegada a hora S Algumas pessoas só escapam de um perigo mortal para cair em outro.

Leia mais

A GÊNESE Capítulo III. O Bem e o Mal. Claudio Conti

A GÊNESE Capítulo III. O Bem e o Mal. Claudio Conti A GÊNESE Capítulo III O Bem e o Mal Claudio Conti Origem do Bem e do Mal 1- Sendo Deus o princípio de todas as coisas e sendo todo sabedoria, todo bondade, todo justiça, tudo o que dele procede há de participar

Leia mais

A MEDIUNIDADE E O MÉDIUM

A MEDIUNIDADE E O MÉDIUM UNIDADE 3 A MEDIUNIDADE E O MÉDIUM AULA 17 Influência do médium na comunicação 1 2 O médium sempre influi no fenômeno mediúnico: tipo dos seus fluidos, vibrações positivas ou negativas, simpatia ou antipatia

Leia mais

ENEGRIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA. GRATIDÃO

ENEGRIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA.  GRATIDÃO ENEGRIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA GRATIDÃO ENERGIA DOS CHAKRAS E O PODER TERAPÊUTICO DA GRATIDÃO CAPÍTULOS 1. EXISTEM CHAKRAS? 2. OS CHAKRAS E AS SUAS FUNÇÕES PSÍQUICAS E ESPIRITUAIS 3. A GRATIDÃO

Leia mais

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Introdução Neste primeiro volume da Apostila da Pastoral do dizimo, desejamos aprofundar o

Leia mais

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Crendo em Deus, em oração Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira O Que é Oração? É pedir? É reclamar? É repetir as mesmas palavras em ocasiões específicas, todos os dias ou às vezes? É estar

Leia mais

POR QUE É IMPORTANTE ATRAIR CLIENTES?... 3 A IMPORTÂNCIA DE SE COLECIONAR CLIENTES... 4 É POSSÍVEL FAZER ESTOQUE DE CLIENTES?... 5

POR QUE É IMPORTANTE ATRAIR CLIENTES?... 3 A IMPORTÂNCIA DE SE COLECIONAR CLIENTES... 4 É POSSÍVEL FAZER ESTOQUE DE CLIENTES?... 5 ÍNDICE POR QUE É IMPORTANTE ATRAIR CLIENTES?... 3 A IMPORTÂNCIA DE SE COLECIONAR CLIENTES... 4 É POSSÍVEL FAZER ESTOQUE DE CLIENTES?... 5 COMO ANDA SEU RELACIONAMENTO COM AS PESSOAS?... 6 PROFISSIOMAIS

Leia mais

Nº20A Domingo V da Quaresma Acreditai!

Nº20A Domingo V da Quaresma Acreditai! Nº20A Domingo V da Quaresma - 6.4.2014 Acreditai! Nos amigos confiamos plenamente! Sabemos que jamais nos enganarão e que estarão presentes sempre que deles precisarmos. Nos amigos nós acreditamos: temos

Leia mais

PROPRIEDADE INDUSTRIAL

PROPRIEDADE INDUSTRIAL DIA DA PI Teresa Montez PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRINCIPAIS ERROS DO INVENTOR Examinadora de Patentes ESALD-IPCB 18.05.2016 AGENDA Divulgar a invenção antes de fazer o pedido Comercializar a invenção antes

Leia mais

TIPOS DE CONHECIMENTO

TIPOS DE CONHECIMENTO TIPOS DE CONHECIMENTO Conhecimento Empírico Científico Filosófico Religioso ou Teológico Mas o que é conhecer? É uma relação que se estabelece entre o sujeito que conhece e o objeto ou fenômeno alvo da

Leia mais

CABE A ESCOLA TANTO A APRENDIZAGEM DAS HABILIDADES BÁSICAS DE LEITURA E ESCRITA (Alfabetização), QUANTO O DESENVOLVIMENTO, PARA ALÉM DESSA HABILIDADE

CABE A ESCOLA TANTO A APRENDIZAGEM DAS HABILIDADES BÁSICAS DE LEITURA E ESCRITA (Alfabetização), QUANTO O DESENVOLVIMENTO, PARA ALÉM DESSA HABILIDADE CABE A ESCOLA TANTO A APRENDIZAGEM DAS HABILIDADES BÁSICAS DE LEITURA E ESCRITA (Alfabetização), QUANTO O DESENVOLVIMENTO, PARA ALÉM DESSA HABILIDADE BÁSICA, DAS HABILIDADES, DOS CONHECIMENTOS E DAS ATITUDES

Leia mais

Centro Espírita Ismênia de Jesus. Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo (9 a 11anos) Título: Amor aos pais.

Centro Espírita Ismênia de Jesus. Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo (9 a 11anos) Título: Amor aos pais. Plano de Aula 11 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 2º Ciclo (9 a 11anos) Educadora: Cida e Rita Dia 25/04/2016 Título: Amor aos pais. Horário: 20 às

Leia mais

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38)

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38) Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc Janeiro de 2012 / Ano MMXII 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Jesus nasceu, um ano novo começou!

Leia mais

PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA SEGUNDO ANO

PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA SEGUNDO ANO PLANEJAMENTO DAS AULAS CURSO DE DOUTRINA ESPÍRITA SEGUNDO ANO Aula Conteúdo da Aula Referências 1 TEMA: RETORNO A VIDA CORPORAL - Integração Ficha do aluno - preencher e entregar o programa - Da infância

Leia mais

Técnicas de Elicitação de Requisitos

Técnicas de Elicitação de Requisitos DCC / ICEx / UFMG Técnicas de Elicitação de Requisitos Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Elicitação de Requisitos Técnicas para levantamento de requisitos Descoberta de Requisitos (Pontos

Leia mais

Mensagem do dia: Se for amor

Mensagem do dia: Se for amor Só se for amor Mensagem do dia: Se for amor Se for amor, vai reconsiderar, perdoar e seguir adiante, se for paixão vai se descabelar, se amargurar e não vai perdoar, vai carregar a dor pelos dias em que

Leia mais

A energia dos anjos em cada casa zodiacal

A energia dos anjos em cada casa zodiacal A energia dos anjos em cada casa zodiacal Um estudo mostra a energia de cada anjo nas casas Zodiacais e isso permite que qualquer pessoa, independente do seu signo, possa pedir auxílio ao anjo daquele

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Quinta-feira da 33ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Senhor

Leia mais

A PRUDÊNCIA NA ÉTICA A NICÔMACO DE ARISTÓTELES

A PRUDÊNCIA NA ÉTICA A NICÔMACO DE ARISTÓTELES A PRUDÊNCIA NA ÉTICA A NICÔMACO DE ARISTÓTELES Introdução/ Desenvolvimento Dagmar Rodrigues 1 Camila do Espírito santo 2 A pretensão do presente trabalho é analisar o que é a prudência enquanto virtude

Leia mais

Ângela Mauro Peixoto

Ângela Mauro Peixoto Ângela Mauro Peixoto Copyright 2012 Ícone Editora Ltda. Design de capa, miolo, cartas e arte final: Isabela Borges Cartas elaboradas baseadas nos originais de: Ângela Mauro Peixoto Diagramação e adaptação:

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 4 A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS EM NOSSAS VIDAS A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS PROTETORES, FAMILIARES E ANJOS DE GUARDA EM

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS.

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS. ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 10 O SIGNIFICADO DAS LEIS DE DIVINAS NAS RELAÇÕES SOCIAIS A IGUALDADE PERANTE ÀS LEIS DIVINAS 2º. ENCONTRO A IGUALDADE

Leia mais

Explicar o que caracteriza amor a Deus e amor ao próximo. Apresentar ações que favoreçam o seu desenvolvimento.

Explicar o que caracteriza amor a Deus e amor ao próximo. Apresentar ações que favoreçam o seu desenvolvimento. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada Roteiro 2 Explicar o que caracteriza amor

Leia mais

E caso não encontre os nossos livros na livraria de sua preferência, solicite o endereço de nosso distribuidor mais próximo de você.

E caso não encontre os nossos livros na livraria de sua preferência, solicite o endereço de nosso distribuidor mais próximo de você. Antes do Gólgota 1 2 Gardênia Duarte Solicite nosso catálogo completo, com mais de 400 títulos, onde você encontra as melhores opções do bom livro espírita: literatura infantojuvenil, contos, obras biográficas

Leia mais

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS EBD DE FÉRIAS MANUAL DO ALUNO JANEIRO - MARÇO DISCIPLINAS ESPIRITUAIS AULA 2 - SOLITUDE Meu conselho a vocês é simples e direto: prossigam com o que receberam, e vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor.

Leia mais

DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA. LEITURA I Actos 6,1-7. «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...»

DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA. LEITURA I Actos 6,1-7. «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...» DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA LEITURA I Actos 6,1-7 «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...» Leitura dos Actos dos Apóstolos Naqueles dias, aumentando o número dos discípulos, os helenistas

Leia mais

A Evolução do Espírito Claudio C. Conti

A Evolução do Espírito Claudio C. Conti A Evolução do Espírito Claudio C. Conti ccconti@bol.com.br Segundo a Doutrina Espírita, os espíritos estão sempre em evolução, porém alguns podem até embaraçar este progresso durante certo, todavia, este

Leia mais

APRIMORANDO A EXPERIÊNCIA NO CLUBE

APRIMORANDO A EXPERIÊNCIA NO CLUBE APRIMORANDO A EXPERIÊNCIA NO CLUBE A força do seu clube está nos associados. Ao pedir suas opiniões regularmente, você demonstra que está aberto a mudanças e possibilita que eles o ajudem a criar uma experiência

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 4 A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS EM NOSSAS VIDAS A INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS PROTETORES, FAMILIARES E ANJOS DE GUARDA EM

Leia mais

AUTA DE SOUZA CURSO S N OÇÕES

AUTA DE SOUZA CURSO S N OÇÕES CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA EDITORA 1 / 10 2 / 10 A Melhor Escola Qual a melhor escola de preparação das almas reencarnadas, na terra? A MELHOR ESCOLA AINDA É O LAR, ON A CRIATURA VE RECEBER

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA NOVAS CONSULTORAS MÓDULO 1 FILOSOFIA E PRINCÍPIOS IMAGEM PROFISSIONAL DICAS DE VENDAS

ORIENTAÇÃO PARA NOVAS CONSULTORAS MÓDULO 1 FILOSOFIA E PRINCÍPIOS IMAGEM PROFISSIONAL DICAS DE VENDAS ORIENTAÇÃO PARA NOVAS CONSULTORAS MÓDULO 1 FILOSOFIA E PRINCÍPIOS IMAGEM PROFISSIONAL DICAS DE VENDAS Sejam Bem Vindas O meu nome é: Fanny de Souza Bastos O que mais gosto da Oportunidade Mary Kay é: Enriquecer

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração SÁBADO DA 34ª SEMANA DO TEMPO COMUM Levantai, ó

Leia mais

ombros para você chorar;colega: nunca pede nada para beber e comer;amigo: abre o armário e se sente em casa;colega: pede pra você escrever o seu

ombros para você chorar;colega: nunca pede nada para beber e comer;amigo: abre o armário e se sente em casa;colega: pede pra você escrever o seu AMIGA &COLEGA AMIGA & COLEGA TODO MUNDO TEM UMA AMIGA OU UMA COLEGA MAIS NESSE MUNDO TEM MAIS FALSOS DO QUE AMIGOS NESSE MUNDO TODOS COREM PERIGO. O colega geralmente só interage com você no ambiente de

Leia mais

Grupo Espírita Samaritano

Grupo Espírita Samaritano Grupo Espírita Samaritano Biênio: 2017-2018 ESPÍRITAS, AMAI-VOS, EIS O PRIMEIRO ENSINAMENTO; E INSTRUÍ-VOS, EIS O SEGUNDO! Espírito da Verdade - cap. VI - item 5 - Evangelho Segundo o Espiritismo Mês Março

Leia mais

SENHOR, o meu coração não é arrogante, e os meus olhos não veem com soberba. Não há em meu ser a pretensão de explicar todos os mistérios.

SENHOR, o meu coração não é arrogante, e os meus olhos não veem com soberba. Não há em meu ser a pretensão de explicar todos os mistérios. SENHOR, o meu coração não é arrogante, e os meus olhos não veem com soberba. Não há em meu ser a pretensão de explicar todos os mistérios. De fato, acalmei e aquietei os meus sentimentos. Como uma criança

Leia mais

Chutando o pau da barraca! Jogue fora culpas e desculpas. venda mais! Inicie mais! Busque seu SUCESSO. Sandra Trajano Diretora de Vendas

Chutando o pau da barraca! Jogue fora culpas e desculpas. venda mais! Inicie mais! Busque seu SUCESSO. Sandra Trajano Diretora de Vendas Chutando o pau da barraca! Jogue fora culpas e desculpas. venda mais! Inicie mais! Busque seu SUCESSO Sandra Trajano Diretora de Vendas O que te impede de ser feliz e ser a pessoa que deseja ser! MEDO

Leia mais

Os quatro "passos" da leitura orante

Os quatro passos da leitura orante A leitura orante nada mais é do que a maneira como gerações e gerações de judeus e cristãos leram as Sagradas Escrituras, procurando nelas uma palavra do Deus vivo para a sua vida, em cada momento de sua

Leia mais

01. Quanto à oração, alguém disse: Não adianta a gente querer enganar-se. Eu queria fugir dessa decisão, e por isso vivo nesse embaraço. (...

01. Quanto à oração, alguém disse: Não adianta a gente querer enganar-se. Eu queria fugir dessa decisão, e por isso vivo nesse embaraço. (... 01. Quanto à oração, alguém disse: Não adianta a gente querer enganar-se. Eu queria fugir dessa decisão, e por isso vivo nesse embaraço. (... ) 02. A oração é o íntimo sublimar-se da alma pelo contato

Leia mais

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica...

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica... Atividade da Aula Passada... Qual a relação entre Conhecimento, Ciência e Metodologia? Qual a relação do Conhecimento Empírico com a Ciência? Com base na sua experiência de vida, seu empirismo, existe

Leia mais

EM QUE SE FUNDAMENTA O ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA

EM QUE SE FUNDAMENTA O ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS EM QUE SE FUNDAMENTA O ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA Segundo o Livro Orientação ao Centro Espírita

Leia mais

VINDE A MIM TODOS VÓS QUE ESTAIS FATIGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI

VINDE A MIM TODOS VÓS QUE ESTAIS FATIGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI O CRISTO CONSOLADOR O JUGO DO CRISTO Vinde a mim todos os que estais cansados sob o peso do vosso fardo e vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de

Leia mais

a) Malas - Minha tia que aperta as minhas bochechas e bagunça o meu cabelo. b) Hipocrisia - Ver pessoas que não gostamos e fingir que realmente

a) Malas - Minha tia que aperta as minhas bochechas e bagunça o meu cabelo. b) Hipocrisia - Ver pessoas que não gostamos e fingir que realmente a) Malas - Minha tia que aperta as minhas bochechas e bagunça o meu cabelo. b) Hipocrisia - Ver pessoas que não gostamos e fingir que realmente gostamos. c) Decepção Amigo secreto, receber presentes inúteis,

Leia mais

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia Meu louvor somente à Ti darei Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia

Leia mais

D FI F NIÇÃ Ç O F N U ÇÕ Ç E Õ S Prof. Bento

D FI F NIÇÃ Ç O F N U ÇÕ Ç E Õ S Prof. Bento ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR DEFINIÇÃO E FUNÇÕES DE TEORIA Prof. Bento QUESTÕES Pré-teste Doc. # 1 Indique se é Verdadeira ou Falsa a seguinte afirmação UMA TEORIA É UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA OU ABSTRACTA

Leia mais

Histórico e Organização de O Livro dos Médiuns. Elaboração: Antonio Nascimento

Histórico e Organização de O Livro dos Médiuns. Elaboração: Antonio Nascimento Histórico e Organização de O Livro dos Médiuns Elaboração: Antonio Nascimento acnascimento@terra.com.br O contexto histórico do século XIX na Europa Século XVIII - das Luzes Revolução Francesa Napoleão

Leia mais

Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele (Sl 36, 7)

Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele (Sl 36, 7) Silêncio: o caminho para Deus Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele (Sl 36, 7) 1 / 5 Não há dúvidas: nascemos para Deus e apenas nele podemos encontrar o repouso para nossas almas

Leia mais

A Consciência do III Milênio. Árvore da Vida. Ideação e Manifestação Cósmica. Trabalhar, Amar e Perdoar. Prof. Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa

A Consciência do III Milênio. Árvore da Vida. Ideação e Manifestação Cósmica. Trabalhar, Amar e Perdoar. Prof. Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa A Consciência do III Milênio Árvore da Vida Ideação e Manifestação Cósmica Trabalhar, Amar e Perdoar. Prof. Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa Acesso: www.portaldeaquario.com.br A grande Árvore da Vida trás

Leia mais

O tesouro e a pérola. Roteiro 7

O tesouro e a pérola. Roteiro 7 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo III Ensinos por Parábolas O tesouro e a pérola Roteiro 7 Objetivo Interpretar

Leia mais

Prof. Francisco Crisóstomo. Unidade I

Prof. Francisco Crisóstomo. Unidade I Prof. Francisco Crisóstomo Unidade I NORMAS DE PERÍCIAS CONTÁBEIS Objetivos gerais Normas de Perícia Contábeis: Desenvolver a habilidade de futuros profissionais no decorrer de suas atividades profissionais.

Leia mais

PARTE 1. O que você sempre quis saber

PARTE 1. O que você sempre quis saber PARTE 1 O que você sempre quis saber Vamos ser francos. Namoro é um dos temas mais falados entre os jovens cristãos. As reações à abordagem repetitiva do tema combinam fascínio e cansaço. Por quê? Acreditamos

Leia mais

O QUE É OBSESSÃO. O livro dos Médiuns, XXIII/237

O QUE É OBSESSÃO. O livro dos Médiuns, XXIII/237 O QUE É OBSESSÃO A obsessão é a ação persistente ou domínio que alguns Espíritos logram adquirir sobre certas pessoas. É praticada pelos Espíritos inferiores, que procuram dominar. Apresenta caracteres

Leia mais

O QUE É O ESPIRITISMO 1

O QUE É O ESPIRITISMO 1 O QUE É O ESPIRITISMO 1 Facilitadores Alex Olegário e Roberto Camilo 17/18-Janeiro-2016 OBJETIVO Conhecer sobre: O Conceito do Espiritismo O Codificador Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei

Leia mais

O Espírito Santo e a origem da Palavra: Revelador. Inspirador. Verdadeiro. O Espírito Santo e a Palavra hoje. Nosso instrutor. Não há contradição.

O Espírito Santo e a origem da Palavra: Revelador. Inspirador. Verdadeiro. O Espírito Santo e a Palavra hoje. Nosso instrutor. Não há contradição. Lição 1 para 7 de janeiro de 2017 O Espírito Santo foi o motor e a gênese do processo de criação da Palavra escrita de Deus a Bíblia. Mas sua relação com a Palavra não acabou com seu processo de escrita.

Leia mais

Seminário: Atualidade de O Livro dos Médiuns II

Seminário: Atualidade de O Livro dos Médiuns II 1 Atividade Integrativa A doutrina que ensina que um único Espírito pode se comunicar é a negação do que o Espiritismo tem de mais belo e consolador: as relações do mundo visível com o invisível, dos homens

Leia mais

Percepção, Sintonia e Concentração Mental

Percepção, Sintonia e Concentração Mental FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Mediunidade: Estudo e Prática Programa 2 Módulo II Mecanismos da mediunidade Percepção, Sintonia e Concentração Mental Tema 3 Qual o seu entendimento sobre percepção, sintonia

Leia mais

Evangelho. O bem em resposta ao mal / Amor ao próximo Mateus: 5:38-48

Evangelho. O bem em resposta ao mal / Amor ao próximo Mateus: 5:38-48 Evangelho O bem em resposta ao mal / Amor ao próximo Mateus: 5:38-48 Mateus 5 38 Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. 39 Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer

Leia mais

LUGARES ASSOMBRADOS CAPÍTULO

LUGARES ASSOMBRADOS CAPÍTULO CAPÍTULO 9 LUGARES ASSOMBRADOS 132 As manifestações espontâneas de que se tem notícia em todos os tempos e a persistência de alguns Espíritos em dar sinais ostensivos de sua presença em certos locais são

Leia mais

PERGUNTAS QUE PODEM SER FEITAS AOS ESPÍRITOS

PERGUNTAS QUE PODEM SER FEITAS AOS ESPÍRITOS CAPÍTULO 26 PERGUNTAS QUE PODEM SER FEITAS AOS ESPÍRITOS Observações preliminares Perguntas simpáticas ou antipáticas Sobre o futuro Sobre as existências passadas e futuras Sobre os interesses morais e

Leia mais

Guião de exploração pedagógica painel 8. Autoria: Maria José Marques

Guião de exploração pedagógica painel 8. Autoria: Maria José Marques Autoria: Maria José Marques A Exposição Itinerante Santillana é da autoria de Maria José Marques e foi exibida pela primeira vez na Universidade de Verão Santillana, nos dias 9, 10 e 11 de julho de 2012,

Leia mais

DESVELANDO A ALMA - EMANCIPAÇÃO E MEDIUNIDADE 2 ENCONTRO 14/09/14. EMANCIPAÇÃO da ALMA

DESVELANDO A ALMA - EMANCIPAÇÃO E MEDIUNIDADE 2 ENCONTRO 14/09/14. EMANCIPAÇÃO da ALMA DESVELANDO A ALMA - EMANCIPAÇÃO E MEDIUNIDADE 2 ENCONTRO 14/09/14 EMANCIPAÇÃO da ALMA O Livro dos Espíritos Cap. 8 Da emancipação da alma 400. O Espírito encarnado permanece de bom grado no seu envoltório

Leia mais

O LIVRO VERMELHO DAS VENDAS

O LIVRO VERMELHO DAS VENDAS O LIVRO VERMELHO DAS VENDAS Jeffrey Gitomer O LIVRO VERMELHO DAS VENDAS Os 12,5 princípios infalíveis para vender mais e melhor Tradução de: André Chêdas Se as pessoas gostarem de si, acreditarem em si

Leia mais

Buscando a excelência no casamento. Adalberto Vargas da Rosa 6º ENCONTRO

Buscando a excelência no casamento. Adalberto Vargas da Rosa 6º ENCONTRO 6º ENCONTRO SUBMISSÃO: A ALEGRIA DA ESPOSA SUBMISSÃO: A ALEGRIA DA ESPOSA O mundo ordenado por Deus, através das suas instituições, para que as pessoas vivam em harmonia e protegidas. SUBMISSÃO: A ALEGRIA

Leia mais

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID PASTORAL DA ACOLHIDA Paróquia Sagrada Família Itajubá 06 05 2012 PASTORAL DA ACOLHIDA Todos são de suma importância na comunidade paroquial A acolhida de vocês deve ser como a acolhida de Jesus que acolhe

Leia mais

Federação Espírita Catarinense 14ª União Regional Espírita Departamento de Estudo e Divulgação Doutrinária PROJETO O CONSOLADOR

Federação Espírita Catarinense 14ª União Regional Espírita Departamento de Estudo e Divulgação Doutrinária PROJETO O CONSOLADOR PROJETO O CONSOLADOR TEMÁRIO PARA PALESTRAS DO TRIMESTRE JANEIRO, FEVEREIRO e MARÇO/2015 no HOSPITAL REGIONAL DE SÃO JOSÉ MÊS DE JANEIRO/2015 Dia 05/01/15 ANTE O DIVINO SEMEADOR 1) O Evangelho Segundo

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

Perispírito - Objetivos da aula. a) Listar as finalidades do perispírito. b) Apontar as propriedades do perispírito

Perispírito - Objetivos da aula. a) Listar as finalidades do perispírito. b) Apontar as propriedades do perispírito Perispírito Perispírito - Objetivos da aula a) Listar as finalidades do perispírito b) Apontar as propriedades do perispírito c) Enunciar as funções do perispírito Trindade Universal Elementos gerais (LE

Leia mais

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa Pesquisa Científica Pesquisa Científica! Procedimento reflexivo sistemático, controlado e crítico, que permite descobrir novos fatos ou dados, relações ou leis, em qualquer campo do conhecimento.! É um

Leia mais

CAPACITAÇÃO DE LÍDERES. Guilherme de Amorim Ávilla Gimenez

CAPACITAÇÃO DE LÍDERES. Guilherme de Amorim Ávilla Gimenez CAPACITAÇÃO DE LÍDERES Guilherme de Amorim Ávilla Gimenez Somos o que repetidamente fazemos.a excelência portanto, não é um feito, mas um hábito. Aristóteles 4 elementos que fortalecem a liderança VISÃO

Leia mais

Resiliência: Superando sua dificuldades. Kaique Mathias Da Silva Wendel Juan Oliveira Reolon

Resiliência: Superando sua dificuldades. Kaique Mathias Da Silva Wendel Juan Oliveira Reolon Resiliência: Superando sua dificuldades Kaique Mathias Da Silva Wendel Juan Oliveira Reolon Dedicamos este livro ao Professor Marcelino Felix, por nos incentivar a faze-lo. ÍNDICE 1 O que é Resiliência

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

Nada disto. Sintomas característicos:

Nada disto. Sintomas característicos: Nada disto. Sabemos hoje que a Perturbação de Hiperactividade com Défice da Atenção tem uma base essencialmente neuropsicológica. Assim, compreendemos que o comportamento destas crianças resulta das suas

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 4ª Semana da Páscoa Concedei, ó

Leia mais

CONHECIMENTO, REALIDADE E VERDADE

CONHECIMENTO, REALIDADE E VERDADE CONHECIMENTO, REALIDADE E VERDADE SERÁ QUE TUDO QUE VEJO É REAL e VERDADEIRO? Realidade Realismo A primeira opção, chamada provisoriamente de realismo : supõe que a realidade é uma dimensão objetiva,

Leia mais

5ª LIÇÃO III. A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS

5ª LIÇÃO III. A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS Estudo de I Coríntios 5ª lição. 1 5ª LIÇÃO III. A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS (2:6-16). A. Esboço geral: A Sabedoria de Deus. 1. Não é deste século (2:6). 2. Era oculta (2:7-9). 3. É revelada pelo Espírito

Leia mais

PROVA MAIORES DE 23 ANOS 2008

PROVA MAIORES DE 23 ANOS 2008 Observações: PROVA MAIORES DE 23 ANOS 2008 Prova Escrita de Avaliação de Capacidade 16 de Junho de 2009 A prova foi concebida para duas horas e trinta minutos; A prova é composta por 4 grupos, valendo

Leia mais

Fidelização de Clientes

Fidelização de Clientes Unidade Voo do Falcão Diretora Sênior de Vendas Mary Kay Fabíola Machado Fidelização de Clientes O ÚNICO DIFERENCIAL QUE LEVA AO SUCESSO DE SUA EMPRESA Por Futura Diretora Karina Bacha O que é fidelizar

Leia mais

As melhores coisas da vida são de graça. Não creiam nisso!

As melhores coisas da vida são de graça. Não creiam nisso! As melhores coisas da vida são de graça. Não creiam nisso! As melhores coisas da vida não são de graça. Sucesso e vitória não vêm sozinhos, requerem preparo e realização. A amizade não é unilateral; para

Leia mais

Eng. de Requisitos: Atividades. Engenharia de Requisitos. Eng. de Requisitos: Processo. O Documento de Requisitos. Stakeholders. Estudo de Viabilidade

Eng. de Requisitos: Atividades. Engenharia de Requisitos. Eng. de Requisitos: Processo. O Documento de Requisitos. Stakeholders. Estudo de Viabilidade DCC / ICEx / UFMG Eng. de Requisitos: Atividades Engenharia de Requisitos Eduardo Figueiredo Inclui quatro fases principais Estudo de viabilidade Elicitação (ou análise) de Especificação de Validação dos

Leia mais

Deve-se notar, ainda, que essa faculdade não se revela em todos da mesma maneira. Os médiuns têm, geralmente, aptidão especial para esta ou aquela

Deve-se notar, ainda, que essa faculdade não se revela em todos da mesma maneira. Os médiuns têm, geralmente, aptidão especial para esta ou aquela Mediunidade, Animismo e Charlatanismo: Eclosão mediúnica, desenvolvimento mediúnico, mandato mediúnico, mediunidade nas crianças, perda e/ou suspensão da mediunidade (causas e consequências), os participantes

Leia mais