O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada."

Transcrição

1 O local de cruzamento de um meridiano e de um paralelo é chamado de intersecção, é a coordenada.

2

3

4 Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações:

5 Considerando as informações acima sejam coordenadas geográficas é correto afirmar sobre a localização dos pontos assinalados.

6 A) Os pontos B e C possuem diferentes latitudes e mesma longitude. B) O pondo D está situado nos Hemisférios Norte e Ocidental. C) O ponto A está localizado a 0º de longitude e 90º de latitude S. D) O ponto B situa-se nos Hemisférios Sul e Ocidental.

7 Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações:

8 A) Os pontos B e C possuem diferentes latitudes e mesma longitude. B) O pondo D está situado nos Hemisférios Norte e Ocidental. C) O ponto A está localizado a 0º de longitude e 90º de latitude S. D) O ponto B situa-se nos Hemisférios Sul e Ocidental.

9 Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações:

10 A) Os pontos B e C possuem diferentes latitudes e mesma longitude. B) O pondo D está situado nos Hemisférios Norte e Ocidental. C) O ponto A está localizado a 0º de longitude e 90º de latitude S. D) O ponto B situa-se nos Hemisférios Sul e Ocidental.

11 Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações:

12 A) Os pontos B e C possuem diferentes latitudes e mesma longitude. B) O pondo D está situado nos Hemisférios Norte e Ocidental. C) O ponto A está localizado a 0º de longitude e 90º de latitude S. D) O ponto B situa-se nos Hemisférios Sul e Ocidental.

13 Na antiguidade os navegadores precisavam dominar bem a cartografia. Abaixo temos algumas notações:

14 Com base no que você aprendeu nas aulas de geografia indique a Latitude e as longitudes dos pontos indicados no mapa abaixo.

15 QUAL É A MELHOR REPRESENTAÇÃO QUE EXISTE DO GLOBO TERRESTRE?

16 O globo é a melhor?

17

18

19

20

21

22 Já imaginou como seria difícil calcular latitude e longitude se considerássemos a Terra assim?

23 As deformações se refletem nos ângulos, comprimentos e nas áreas. Podemos obter representações que conservam em verdadeira grandeza ou ângulos, ou distâncias ou áreas, uma se mantém em detrimento de 2 outras. Projeções equidistantes - distâncias corretas. Projeções conformes - igualdade dos ângulos e das formas dos continentes. Projeções equivalentes - mostram corretamente a distância e a proporção entre as áreas. Projeção Afiláticas - Não possui nenhuma das propriedades dos outros tipos, isto é, equivalência, conformidade e equidistância, ou seja, as projeções em que as áreas, os ângulos e os comprimentos não são conservados.

24

25 AFILÁTICA

26 PROJEÇÃO AZIMUTAL POLAR OU PLANA Equidistante: conserva as distâncias em uma ou mais direções.

27 Projeção AZIMUTAL POLAR é a que tem o polo em sua porção central. As maiores deformações estão em suas áreas periféricas. É uma projeção equidistante.

28

29

30 Projeção cônica

31

32

33 CÔNICA Nesta projeção os meridianos convergem para os polos e os paralelos são arcos concêntricos situados a igual distância uns dos outros. São utilizados para mapas de países de latitudes médias.

34 PROJEÇÃO CILÍNDRICA EQUIVALENTE DE PETERS

35

36 As retas perpendiculares aos paralelos e as linhas meridianas têm intervalos menores, resultando na representação das massas continentais, um significativo achatamento no sentido Leste-Oeste e a deformação no sentido Norte-Sul, na faixa compreendida entre os paralelos 60º Norte e Sul, e acima destes até os polos, a impressão de alongamento da Terra.

37

38 PROJEÇÃO DE MERCATOR

39

40 Projeção de Mollweide

41 Nesta projeção os paralelos são linhas retas e os meridianos, linhas curvas. Sua área é proporcional à da esfera terrestre, tendo a forma elíptica. As zonas centrais apresentam grande exatidão, tanto em área como em configuração, mas as extremidades apresentam grandes distorções.

42 MAPAS FÍSICOS GEOMORFOLÓGICOS HIDROGRÁFICOS

43 A Projeção Transversa de Mercator, ou Conforme de Gauss, é o resultado da projeção da superfície da esfera em um cilindro tangente ao meridiano central. São úteis para representar áreas que são maiores no sentido Norte-Sul do que no sentido Leste-Oeste. As distorções aumentam a partir do meridiano central, tanto em escala e distância como em direção e área.

44 Sistema de projeção UTM O sistema UTM foi recomendado pela IUGG (International Union of Geodesy and Geophysics) para a cartografia em pequenas e médias escalas e foi adotado em 1955 para o mapeamento sistemático do Brasil. Dentre as principais características desse sistema de projeção pode-se citar: A superfície de projeção é um cilindro transverso e a projeção é conforme (isto é, os ângulos são mantidos); A Terra é dividida em 60 fusos ou zonas de 6º de longitude. O cilindro transverso adotado como superfície de projeção assume 30 posições diferentes, já que seu eixo mantém-se sempre perpendicular ao meridiano central de cada fuso ou zona; Numeração dos fusos de 1 a 60, começando no anti-meridiano de Greenwich crescendo no sentido Leste; Aplica-se ao meridiano central de cada fuso ou zona um fator de redução de escala igual a 0,9996, para minimizar as variações de escala dentro do fuso ou zona. Como consequência existem duas linhas secantes aproximadamente retas, uma a leste e outra a oeste, distantes cerca de 1º 37' do meridiano central, cujo fator é igual a 1,0000; Cada um dos fusos UTM, tem origem na interseção do seu meridiano central com a linha do Equador. As coordenadas UTM destes pontos são E (Este)= ,00 m e N (Norte)= ,00m, para o Hemisfério Sul, e N=0,0m, para o Hemisfério Norte. Latitudes limites: 84 º Norte e 80 º Sul; A distorção linear é dada por: K = K0 / (1-(cosφmsen(λm-λ0))2) 1/2Onde: K0 = 0,9996 (fator de escala no meridiano central).

45

46

47 MAPA POLÍTICO

48

49 MAPA DE ANAMORFOSE

50 POPULAÇÃO MUNDIAL

51

52 IMPORTAÇÃO DE BRINQUEDOS

53 EXPORTAÇÃO DE BRINQUEDOS

54 IMIGRAÇÕES

55 CONSUMO DE ÁLCOOL PER CAPITA

56

57 O MUNDO VISTO PELOS BRASILEIROS

58 O MUNDO VISTO PELOS BRASILEIROS

59 Mapa do mundo para os japoneses

60 - Elaborada no início do século XX, esta projeção apresenta menos distorções que a Projeção de Mercator. - Os mapas-múndi dos atlas atuais seguem geralmente a Projeção de Mollweid.

61

62 ILHAS DIOMEDES

63

64

65 A linha internacional de data é uma linha imaginária que, por convenção, é representada pelo meridiano oposto ao Meridiano de Greenwich e que atravessa o Oceano Pacífico separando o mundo em dois: a leste é um dia a menos do que a oeste dela. Ou seja, quando nos países localizados a oeste (Japão por ex.) da linha internacional de data, for dia 4, nos países localizados a leste (Américas, por ex.) da linha internacional de data, será dia 3. O horário continuará o mesmo (respeitando-se os fusos).

66 A linha internacional de data é uma linha imaginária que, por convenção, é representada pelo meridiano oposto ao Meridiano de Greenwich e que atravessa o Oceano Pacífico separando o mundo em dois: a leste é um dia a menos do que a oeste dela. Ou seja, quando nos países localizados a oeste (Japão por ex.) da linha internacional de data, for dia 4, nos países localizados a leste (Américas, por ex.) da linha internacional de data, será dia 3. O horário continuará o mesmo (respeitando-se os fusos).

67 Embora a Linha Internacional de Data não obedeça nenhum padrão científico para sua localidade ou traçado (a linha está situada no meio do Pacífico por ser um dos locais menos habitado do planeta, causando menos transtornos, e seu traçado passa comodamente em volta de algumas ilhas, sendo, portanto, irregular), se faz necessária essa separação de dias diferentes por causa do tamanho da terra.

68 MERCATOR

69 1421

70 PROJEÇÃO DE MERCATOR

71

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Cartografia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Curvas de Nível Mapas temáticos Representação de fenômenos e suas diversidades: Qualitativas: Representa os diferentes elementos cartográficos Ex: Rios, cidades, industrias,

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS O QUE SÃO AS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS? Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica,

Leia mais

Sistemas de Projeções Cartográficas:

Sistemas de Projeções Cartográficas: Sistemas de Projeções Cartográficas: Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre. Isto ocorre porque não se pode passar de uma superfície curva para uma superfície plana sem que

Leia mais

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata

INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA. Prof. Rogério da Mata INTRODUÇÃO À CARTOGRAFIA A importância dos pontos de referência Pontos Cardeais: são pontos principais utilizados como padrão de localização ou pontos de referência. Através deles é possível localizar

Leia mais

Características Básicas dos Mapas

Características Básicas dos Mapas Características Básicas dos Mapas Localização e Atributos Localização: dada por suas posições no espaço (coordenadas) bidimensional ou tridimensional. Atributos: qualidades ou magnitudes, ou variável temática,

Leia mais

FORMA DA TERRA E SISTEMAS DE REFERÊNCIA

FORMA DA TERRA E SISTEMAS DE REFERÊNCIA FORMA DA TERRA E SISTEMAS DE REFERÊNCIA Prof. Luciene Delazari Grupo de Pesquisa em Cartografia e SIG da UFPR SIG aplicado ao Meio Ambiente 2011 Por que é preciso ter conhecimento a respeito de cartografia

Leia mais

Projeções Cartográficas

Projeções Cartográficas CARTOGRAFIA Projeções Cartográficas Uma projeção cartográfica nada mais é do que o resultado de um conjunto de operações que permite representar no plano, por meio de paralelos e meridianos, os fenômenos

Leia mais

Conceitos Básicos mapa

Conceitos Básicos mapa Cartografia Conceitos Básicos Entende-se por mapa a representação gráfica convencional, geralmente plana e em pequena escala, de áreas relativamente extensas, como acontece nos mapas dos atlas. Para tal,

Leia mais

Projeções Cartográficas. Profa. Ligia

Projeções Cartográficas. Profa. Ligia Projeções Cartográficas Profa. Ligia Introdução Como representar uma superfície curva em um plano? Projeção: estabelecimento de um método, segundo o qual, a cada ponto da superfície da Terra corresponda

Leia mais

Aula 2 Sistemas de Coordenadas & Projeções Cartográficas. Flávia F. Feitosa

Aula 2 Sistemas de Coordenadas & Projeções Cartográficas. Flávia F. Feitosa Aula 2 Sistemas de Coordenadas & Projeções Cartográficas Flávia F. Feitosa Disciplina PGT 035 Geoprocessamento Aplicado ao Planejamento e Gestão do Território Junho de 2015 Dados Espaciais são Especiais!

Leia mais

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA

REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS DEFINIÇÃO... Projeção cartográfica corresponde à representação de uma superfície esférica num plano. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO MÉTODO PROJEÇÃO CILÍNDRICA

Leia mais

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016

CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 CARTOGRAFIA CURSINHO TRIU- MARÇO 2016 NAVEGAR É PRECISO 2500 A.C. uma das primeiras representações de mapa, produzido na região da mesopotâmia. NAVEGAR É PRECISO Mapa do Salmo (1260) e Mappe-Monde (1707),

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Projeções cartográficas Professora: Jordana Costa Projeções cartográficas Um dos grandes problemas enfrentados para uma boa representação cartográfica diz respeito à forma da Terra. Por possuir uma superfície

Leia mais

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA

PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA BÁSICA VOLUME No. 1 (Capitulos 1 a 7) da Série PRINCÍPIOS DE CARTOGRAFÍA Editor Coordenador: Paul S. Anderson Incluindo Capítulos Traduzidos do Livro Maps, Distortion and Meaning

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Geografia Série: 6 a - Ensino Fundamental Professora: Cristiane Mattar Geografia Atividades para Estudos Autônomos Data: 25 / 4 / 2016 Aluno(a):

Leia mais

Parte 1: algumas considerações acerca das projeções cartográficas

Parte 1: algumas considerações acerca das projeções cartográficas Parte 1: algumas considerações acerca das projeções cartográficas PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Para entender o que são projeções cartográficas, precisamos lembrar de que o nosso planeta tem a forma arredondada

Leia mais

Verificação de Aprendizagem. Assunto: Projeções Cartográficas

Verificação de Aprendizagem. Assunto: Projeções Cartográficas Verificação de Aprendizagem Assunto: Projeções Cartográficas 1. A questão refere-se às imagens abaixo. Fonte: DUARTE, Paulo Araújo. Fundamentos de Cartografia. Florianópolis: Editora UFSC, 2002. Em relação

Leia mais

Geografia. Aula 02. Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas. 2. Projeções cartográficas

Geografia. Aula 02. Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas. 2. Projeções cartográficas Geografia. Aula 02 Projeções Cartográficas A arte na construção de mapas 2. Projeções cartográficas 2.1. Como representar figuras tridimensionais em um plano sem que ocorra deformidades? É possível eliminar

Leia mais

A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO. A Geografia Levada a Sério

A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO.  A Geografia Levada a Sério 1 Mapa É a representação dos elementos de um determinado espaço na superfície plana, tornando-se um importante instrumento de orientação e de localização; O mapa de Ga-Sur é o mapa mais antigo que se tem

Leia mais

CARTOGRAFIA. Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo (CIM) Índice de nomenclatura e articulação de folhas. Prof. Luiz Rotta

CARTOGRAFIA. Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo (CIM) Índice de nomenclatura e articulação de folhas. Prof. Luiz Rotta CARTOGRAFIA Carta Internacional do Mundo ao Milionésimo (CIM) Índice de nomenclatura e articulação de folhas Prof. Luiz Rotta CARTA INTERNACIONAL DO MUNDO AO MILIONÉSIMO Fornece subsídios para a execução

Leia mais

Lista de Carnaval

Lista de Carnaval SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 7ª TURMA(S):

Leia mais

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 1. (PUC-RS) Com base no mapa abaixo: EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA Se um viajante se dirigir de Brasília a Teresina, passando por Palmas, e retornando à primeira, fazendo o mesmo caminho, terá como direção

Leia mais

PROF. NETO CARTOGRAFIA

PROF. NETO CARTOGRAFIA PROF. NETO CARTOGRAFIA Norte ou setentrional ou boreal ou das terras A Rosa dos Ventos ou Rosa dos Rumos Sul ou meridional ou austral ou das águas. LINHAS IMAGINÁRIAS Objetivo das Linhas Imaginárias:

Leia mais

Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos. Cartografia Básica e Fotogrametria

Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos. Cartografia Básica e Fotogrametria Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos Cartografia Básica e Fotogrametria Definição Cartografia preocupa-se em apresentar um modelo de representação de dados para os processos

Leia mais

8 -SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA DE MERCATOR - UTM

8 -SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA DE MERCATOR - UTM 8 -SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA DE MERCATOR - UTM Introdução: histórico; definições O Sistema de Projeção UTM é resultado de modificação da projeção Transversa de Mercator (TM) que também é

Leia mais

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15

SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 SIMULADO DE GEOGRAFIA CURSINHO UECEVEST (ORIENTAÇÃO, FUSOS HORÁRIOS E CARTOGRAFIA) PROFESSOR RAONI VICTOR./DATA: 29/08/15 1. A distribuição de energia solar, ou insolação, depende dos movimentos de rotação

Leia mais

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA

TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA TOPOGRAFIA MEDIDAS E REFERÊNCIAS: FORMA DA TERRA Prof. Dr. Daniel Caetano 2014-1 Objetivos Conhecer as formas de representar a Terra Conhecer os erros envolvidos Conhecer algumas das referências usadas

Leia mais

Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14

Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14 Exercícios Extras de Cartografia. Prof. Carlão Abril/14 01. (Uerj/2014) Observe na imagem uma feição de relevo em escarpa, área de desnível acentuado de altitude, encontrada geralmente nas bordas de planalto,

Leia mais

Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior

Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior Geomática Aplicada à Engenharia Civil Fundamentos Teóricos e Práticos Cartografia Básica B Prof. Rodolfo Moreira de Castro Junior 1 - Introdução DIFERENÇAS ENTRE PANTA,, CARTA E MAPA Planta: é uma carta

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO PROFESSOR JULIO BESSA DISCIPLINA GEOGRAFIA SIMULADO: P5 Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br ALUNO TURMA 601 Questão 1

Leia mais

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas.

CARTOGRAFIA. (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. CARTOGRAFIA (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. ELEMENTOS DE UM MAPA. Escala: é a proporção entre o tamanho

Leia mais

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA PROJEÇÃO Universal Transversa de Mercator (UTM) COORDENADAS UTM Elaborado por: Andréia Medinilha Pancher e Maria Isabel Castreghini de Freitas SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA

Leia mais

1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto.

1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto. 1) Em se tratando de questões de natureza cartográfica, assinale o correto. a) A realização de mapeamentos temáticos muito detalhados requer a utilização de produtos de sensoriamento remoto de alta resolução

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Ufrn 2013) Um estudante australiano, ao realizar pesquisas sobre o Brasil, considerou importante saber a localização exata de sua capital, a cidade de Brasília. Para isso, consultou o mapa a seguir:

Leia mais

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues M A P A S Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano G E O G R A F I A Prof. José Gusmão Rodrigues Clique com o mouse sobre o título desejado ou vá clicando enter para ver a apresentação completa

Leia mais

CARTOGRAFIA. Ciência e Arte. Constante avanço 4/3/2010 CARTOGRAFIA. Introdução e Sistema de Referência Locacional

CARTOGRAFIA. Ciência e Arte. Constante avanço 4/3/2010 CARTOGRAFIA. Introdução e Sistema de Referência Locacional CARTOGRAFIA CARTOGRAFIA Introdução e Sistema de Referência Locacional Prof. Ms. Mário Ramalho FATEC - JD Conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, baseado nos resultados de observações

Leia mais

Universidade Federal do Ma Pós-Graduação em Eng. Elétrica

Universidade Federal do Ma Pós-Graduação em Eng. Elétrica Universidade Federal do Ma Pós-Graduação em Eng. Elétrica Sistemas de Informação Geográfica Prof. Anselmo C. de Paiva Depto de Informática Georeferenciamento 1. Conceitos Básicos 2. Georeferências Nomes

Leia mais

LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO. Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro

LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO. Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro LABORATÓRIO DE GEOPROCESSAMENTO DIDÁTICO Professora: Selma Regina Aranha Ribeiro Estagiários: Ricardo Kwiatkowski Silva / Carlos André Batista de Mello ESCALAS - AULA 3 Precisão Gráfica É a menor grandeza

Leia mais

CARTOGRAFIA. Sistemas de Coordenadas. Prof. Luiz Rotta

CARTOGRAFIA. Sistemas de Coordenadas. Prof. Luiz Rotta CARTOGRAFIA Sistemas de Coordenadas Prof. Luiz Rotta SISTEMA DE COORDENADAS Por que os sistemas de coordenadas são necessários? Para expressar a posição de pontos sobre uma superfície É com base em sistemas

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: FIS02010

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: FIS02010 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: FIS02010 Prof. Tibério B. Vale Bibliografia básica: http://astro.if.ufrgs.br/

Leia mais

Prof. Rodolfo Visentin 1

Prof. Rodolfo Visentin 1 EXERCÍCIOS GEOGRAFIA - Noções básicas de Cartografia (orientação: pontos cardeais; localização: coordenadas geográficas, latitude, longitude e altitude; representação: leitura, escala, legendas e convenções)

Leia mais

Classificação das Projeções

Classificação das Projeções Projeções Cartográficas Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre. São aproximadas porque a Terra, esférica, é desenhada em uma superfície plana. A elaboração de uma mapa consiste

Leia mais

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas UTM

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Coordenadas UTM UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1 Coordenadas UTM Recife, 2014 Modelo Plano Considera a porção da Terra em estudo com sendo plana. É a simplificação

Leia mais

Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano?

Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano? Se a Terra é esférica, como meu mapa é plano? Dificuldade elementar da Cartografia : representar a Terra : transpor 3D para 2D : desprezar a curvatura da superfície real para representação Operação matemática

Leia mais

Informe A: Carta Geográfica Georeferenciada do Jardim Botânico de Cubatão

Informe A: Carta Geográfica Georeferenciada do Jardim Botânico de Cubatão CONSULTORIA (EQUIPE 3) JARDIM BOTÂNICO DE CUBATÃO Atendendo ao Termo de Referência BR-T1117/BID Desenvolvimento de métodos e modelos de manejo e recuperação ambiental em áreas degradadas por reassentamento

Leia mais

PROVA COMENTADA GEOGRAFIA/ ÍRIS TIPO B

PROVA COMENTADA GEOGRAFIA/ ÍRIS TIPO B PROVA COMENTADA GEOGRAFIA/ ÍRIS TIPO B Questão 1 A partir de seus conhecimentos sobre projeções cartográficas e analisando a que foi utilizada no mapa a seguir, você pode inferir que se trata da projeção:

Leia mais

12/11/2012. Professor

12/11/2012. Professor Universidade Paulista - Unip Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia ICET Curso de Engenharia Civil Disciplina: 227L - Geodésia Sistemas de Coordenadas Parte I Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Finalidade:

Leia mais

CARTOGRAFIA LINHA DE APOIO

CARTOGRAFIA LINHA DE APOIO COMEÇO DE CONVERSA PROF. Wagner Atallah CARTOGRAFIA LINHA DE APOIO Chegar a um lugar desconhecido utilizando um mapa requer uma série de conhecimentos que só são adquiridos num processo de alfabetização

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) Sobre a globalização, assinale a alternativa correta. A Incorporou todos os continentes, na mes-ma proporção, independente do desenvolvimen-to econômico e social. B É um fenômeno setorizado que atinge

Leia mais

Geografia Capítulo 2. Cartografia. Introdução

Geografia Capítulo 2. Cartografia. Introdução Geografia Capítulo 2 Cartografia Introdução Cartografia é a ciência voltada para o estudo da construção e interpretação de mapas. Nesta ciência estuda-se como representar uma área geográfica em uma superfície

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia Fundamentos de Astronomia e Astrofísica Prof. Rogério Riffel Por que estudamos astronomia? Por que estudamos astronomia?

Leia mais

Posicionamento na Terra suposta esférica

Posicionamento na Terra suposta esférica Posicionamento na Terra suposta esférica Primeira imagem da Terra de TV feita do espaço em 1 de abril de 1960 A sombra da Terra projetada na Lua Cheia durante o eclipse total Lua mostrava que a forma da

Leia mais

GEOGRAFIA DO BRASIL Cartografia

GEOGRAFIA DO BRASIL Cartografia GEOGRAFIA DO BRASIL Cartografia 1 Cartografia Referências Geográficas Grande São Paulo 2 Cartografia Referências Geográficas Porque é importante conhecer? 3 Cartografia Referências Geográficas Porque é

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas Orientação A rosa-dos-ventos possibilita encontrar a direção de qualquer ponto da linha do horizonte. Por convenção internacional, a língua inglesa é utilizada como padrão, portanto o Leste muitas vezes

Leia mais

Conceitos cartográficos para trabalhar com SIG. Mobilização e Capacitação para Elaboração dos Planos Municipais da Mata Atlântica

Conceitos cartográficos para trabalhar com SIG. Mobilização e Capacitação para Elaboração dos Planos Municipais da Mata Atlântica Conceitos cartográficos para trabalhar com SIG Mapa Mapa - Representação, geralmente em escala e em meio plano, de uma relação de feições materiais ou abstratas da superfície da terra Mapa - Apresentação

Leia mais

3. Achar a equação da esfera definida pelas seguintes condições: centro C( 4, 2, 3) e tangente ao plano π : x y 2z + 7 = 0.

3. Achar a equação da esfera definida pelas seguintes condições: centro C( 4, 2, 3) e tangente ao plano π : x y 2z + 7 = 0. Universidade Federal de Uerlândia Faculdade de Matemática Disciplina : Geometria Analítica (GMA00) Assunto: Superfícies, Quádricas, Curvas e Coordenadas Professor Sato 4 a Lista de exercícios. Determinar

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Avaliação Contínua 1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: Geografia Turma: 1ª Série Ensino Médio Nome: Nº: Atividade deverá ser entregue

Leia mais

Sistema de Coordenadas Geográficas Índice 1. Introdução... 3 2. Simulador... 3 2.1 Latitude... 4 2.2 Longitude... 6 2.3 Alavancas... 8 2.4 Régua... 9 2.5 Movendo o Globo como um todo... 10 1. Introdução

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 32 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS E SISTEMAS DE ORIENTAÇÃO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 32 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS E SISTEMAS DE ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 32 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS E SISTEMAS DE ORIENTAÇÃO Como pode cair no enem? (FUVEST) Observe estes mapas: CERRADO CAATINGA FLORESTA AMAZÔNICA MATA ATLÂNTICA VEGETAÇÃO LITORÂNEA

Leia mais

Noções Básicas de Cartografia

Noções Básicas de Cartografia Noções Básicas de Cartografia 1. Introdução O conceito de Cartografia foi estabelecido em 1966 pela Associação Cartográfica Internacional (ACI), e ratificado pela UNESCO, no mesmo ano: "A Cartografia apresenta-se

Leia mais

Geodésia. Coordenadas Geográficas. Declinação Magnética. Latitude (NS) e Longitude (EW) 09/06/2015. Paralelos e Meridianos

Geodésia. Coordenadas Geográficas. Declinação Magnética. Latitude (NS) e Longitude (EW) 09/06/2015. Paralelos e Meridianos Geodésia Geodésia é a ciência que estuda a forma, as dimensões, o campo de gravidade da Terra e sua variações temporais. A complexidade da geometria e da distribuição da massa terrestre conduzem a utilização

Leia mais

Professora: Jordana Costa

Professora: Jordana Costa Professora: Jordana Costa Cartografia Cartografia, segundo a ABNT é definida como: A arte de levantamento, construção e edição de mapas e cartas de qualquer natureza. Função principal: Representar a realidade

Leia mais

Exercícios para Recuperação

Exercícios para Recuperação Exercícios para Recuperação Nome: Nº 6º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina: Geografia Data: Professor: Leonardo 1 - O documento "Planeta Vivo", emitido pela World Wide Fund for Nature WWF (Ong

Leia mais

Aula 11 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS: CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS. Antônio Carlos Campos

Aula 11 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS: CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS. Antônio Carlos Campos Aula 11 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS: CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS META Apresentar as projeções cartográficas e os objetivos relacionados às suas utilizações. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá:

Leia mais

Projeções cartográficas

Projeções cartográficas Projeções cartográficas - Não há como transformar uma superfície esférica em um mapa plano sem que ocorram distorções. - Cada projeção é adequada a um tipo de aplicação -Na impossibilidade de se desenvolver

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA Nome: Nº 1 a. Série Data: / / Professores: Fabiana, Adriana, Nelson Nota: (valor: 1,0) 1º bimestre A - Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você

Leia mais

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016

EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016 EXERCICIOS DE CARTOGRAFIA 2016 Em uma escala numérica, quanto maior foi o seu denominador isto é, o número que vem depois dos dois pontos, menor será a escala. Mas quanto menor for uma escala, maior será

Leia mais

Professor Thiago Espindula - Geografia. Cartografia

Professor Thiago Espindula - Geografia. Cartografia Cartografia A Cartografia é a ciência que se presta à análise ou à criação de representações da Terra. A origem da palavra vem do fato das grandes representações do planeta serem feitas por cartas (mapas).

Leia mais

Ano: 6º Turma: 6.1 e 6.2

Ano: 6º Turma: 6.1 e 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Professor (a): Fernando Parente Ano: 6º Turma: 6.1 e 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

html. Acesso em: 1 jun [Adaptado] Marque V para as afirmações verdadeiras e F para as afirmações falsas.

html. Acesso em: 1 jun [Adaptado] Marque V para as afirmações verdadeiras e F para as afirmações falsas. EXERCÍCIOS DE CARTOGRAFIA (GABARITO NO FINAL) 1. A escala é um dos atributos fundamentais de um mapa, pois estabelece a correspondência entre as distâncias representadas e as distâncias reais da superfície

Leia mais

Ensino Médio TESTES ALFA TODAS GEOGRAFIA. 3. Em São Francisco, 120 W de GMT são 15:00h. Portanto, em São Paulo, 45 W de GMT, serão:

Ensino Médio TESTES ALFA TODAS GEOGRAFIA. 3. Em São Francisco, 120 W de GMT são 15:00h. Portanto, em São Paulo, 45 W de GMT, serão: Nome: Classe: Nº de Matrícula: Ensino Médio Disciplina: GEOGRAFIA Série: 1ª Bimestre: 1º Data: 15/03/2008 Prova: PE Área: TODAS Versão: ALFA TESTES 1. "Acontece quando a face visível da Lua não recebe

Leia mais

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori

Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita. Professor Leandro Signori Geografia para Técnico do IBGE Aula Demonstrativa Gratuita Professor Leandro Signori Conteúdos constantes no edital Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas

Leia mais

Geometria Descritiva 28/08/2012. Elementos Primitivos da Geometria

Geometria Descritiva 28/08/2012. Elementos Primitivos da Geometria Geometria Descritiva Prof. Luiz Antonio do Nascimento ladnascimento@gmail.com www.lnascimento.com.br A Geometria, como qualquer outra ciência, fundamenta-se em observações e experiências para estabelecer

Leia mais

ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA

ORIENTAÇÃO GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA GEOGRAFIA - PROF. JOSÉ FONSECA ORIENTAÇÃO Pontos Cardeais: norte, sul, leste e oeste. Outras denominações para os pontos cardeais: Norte setentrional, boreal; Sul meridional, austral; Leste este, nascente,

Leia mais

DATA: 07 / 05 / 2014 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF

DATA: 07 / 05 / 2014 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE DATA: 07 / 05 / 204 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS CONCEITOS Cartografia é a ciência, técnica e a arte de representar a superfície terrestre. O Mapa: Representação no plano, em escala pequena, dos aspectos geográficos, naturais,

Leia mais

Desenho Técnico. Desenho Mecânico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato

Desenho Técnico. Desenho Mecânico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Desenho Técnico Desenho Mecânico Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Introdução O desenho, para transmitir o comprimento, largura e altura, precisa recorrer a um modo especial de representação gráfica:

Leia mais

Projecções Cartográficas. João Matos Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura

Projecções Cartográficas. João Matos Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura Projecções Cartográficas João Matos Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura (Versão.1) 7 Março 007 Motivação Embora seja actualmente possível realizar cálculos sobre uma superfície elipsoidal,

Leia mais

I Seminário SIGCidades: Cadastro Territorial Multifinalitário. Fundamentos de Cartografia aplicados aos SIGs

I Seminário SIGCidades: Cadastro Territorial Multifinalitário. Fundamentos de Cartografia aplicados aos SIGs I Seminário SIGCidades: Cadastro Territorial Multifinalitário Fundamentos de Cartografia aplicados aos SIGs 1. FORMA DA TERRA Geóide Elipsóide Esfera Modelos de representação da Terra O modelo que mais

Leia mais

Aula 7 REDES GEOGRÁFICAS E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Antônio Carlos Campos

Aula 7 REDES GEOGRÁFICAS E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Antônio Carlos Campos Aula 7 REDES GEOGRÁFICAS E COORDENADAS GEOGRÁFICAS META Apresentar a rede geográfica, discutir os referenciais de localização utilizados no ensino de Geografia e mostrar elementos em cartas topográficas

Leia mais

CARTOGRAFIA e Sistemas de Informação Geográfica (SIG)

CARTOGRAFIA e Sistemas de Informação Geográfica (SIG) UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE UEM FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA - DEQUI CURSO DE LICENCIATURA EM DE ENGENHARIA DO AMBIENTE CARTOGRAFIA e Sistemas de Informação Geográfica (SIG)

Leia mais

1. A planta, o planisfério e o globo terrestre são utilizados para representar, respectivamente:

1. A planta, o planisfério e o globo terrestre são utilizados para representar, respectivamente: SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 6ª Ano

Leia mais

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto

Cartografia I. BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO  Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Cartografia I BRITALDO SILVEIRA SOARES FILHO britaldo@csr.ufmg.br www.csr.ufmg.br Departamento de Cartografia Centro de Sensoriamento Remoto Introdução Histórico da Cartografia definição, história e evolução.

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519. Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS EXA 519 Prof. Dr. Ardemirio de Barros Silva abarros@uefs.br barros@ige.unicamp.br A CARTOGRAFIA É CONSIDERADA COMO A CIÊNCIA E A ARTE DE EXPRESSAR, POR MEIO DE

Leia mais

Representações da superfície terrestre

Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Representações da superfície terrestre Formas de representação Formas de representação Mapas mentais Representações da imagem mental que cada um adquire de uma determinada

Leia mais

SISTEMAS DE COORDENADAS E PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS. Prof. M.Sc. César Vinícius Mendes Nery Email: vinicius.nery@ifnmg.edu.br Skipe: vinicius_nery

SISTEMAS DE COORDENADAS E PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS. Prof. M.Sc. César Vinícius Mendes Nery Email: vinicius.nery@ifnmg.edu.br Skipe: vinicius_nery SISTEMAS DE COORDENADAS E PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Prof. M.Sc. César Vinícius Mendes Nery Email: vinicius.nery@ifnmg.edu.br Skipe: vinicius_nery Objetivos Ao final da aula o aluno deve: Comparar os modelos

Leia mais

sobre a superfície do planeta. Considerando o sistema de coordenadas geográficas, assinale a alternativa correta.

sobre a superfície do planeta. Considerando o sistema de coordenadas geográficas, assinale a alternativa correta. Geografia Gabriel 1 1 10 01 Para melhor localizar um ponto na Terra, foi criado um sistema de coordenadas que são linhas imaginárias traçadas sobre a superfície do planeta. Considerando o sistema de coordenadas

Leia mais

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I

LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I LISTA DE EXERCICIOS I TOPOGRAFIA I 1-Em um mapa cuja escala é 1:2.500.000, duas cidades estão separadas, em linha reta, por 5 centímetros. A distância real (no terreno) entre essas duas cidades é a) 50

Leia mais

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski

LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS. Luiz Fernando Wisniewski LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Prof.º Luiz Fernando Wisniewski lfw.geografia@gmail.com LOCALIZAÇÃO E COORDENADAS GEOGRÁFICAS Orientação através da rosa dos ventos Paralelos e Meridianos Latitude

Leia mais

P. P. G. em Agricultura de Precisão DPADP0800: Cartografia e GPS aplicados a A. P. (Prof. Dr. Elódio Sebem)

P. P. G. em Agricultura de Precisão DPADP0800: Cartografia e GPS aplicados a A. P. (Prof. Dr. Elódio Sebem) Escalas: Razão de semelhança entre a representação e o mundo real. Relação entre a medida de um objeto ou lugar representado no papel e sua medida real. Relação entre a distância no mapa e a correspondente

Leia mais

Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos

Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos 1.0 Definições Um plano, ao cortar uma superfície esférica, divide-a em 2 partes calotas de calotas esféricas. Espelho esférico Uma calota esférica,

Leia mais

4 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 4.1 INTRODUÇÃO

4 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 4.1 INTRODUÇÃO 4 PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 4.1 INTRODUÇÃO A Cartografia se constitui numa ferramenta aplicável a qualquer das atividades humanas que requeiram conhecimento acerca do seu ambiente ou de relacionamentos ocorridos

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 12) A cartografia é um conhecimento que vem se desenvolvendo desde a pré-história até os dias de hoje. A leitura e a interpretação de um mapa necessitam do entendimento dos ele-mentos que o compõem. Sobre

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Geografia Série: 1ª Ensino Médio Professora: Emerita Geografia INSTRUÇÕES: Responda aos exercícios com atenção e de forma completa. Utilize seu

Leia mais

Sistemas de Coordenadas:

Sistemas de Coordenadas: Necessários para expressar a posição de pontos sobre a superfície (elipsóide, esfera, plano). Î Para o Elipsóide, empregamos o Sistema de Coordenadas Cartesiano e Curvilíneo: PARALELOS E MERIDIANOS. Î

Leia mais

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Diálogo com os alunos. Análise e interpretação de fontes documentais (gráficos, mapas e imagens, fotografia, entre outras).

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Diálogo com os alunos. Análise e interpretação de fontes documentais (gráficos, mapas e imagens, fotografia, entre outras). ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLA BÁSICA DOS 2.º E 3.º CICLOS D. MIGUEL DE ALMEIDA DISCIPLINA: GEOGRAFIA ANO: 7º ANO 2013/2014 CONTEÚDOS A TERRA ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES Paisagens

Leia mais

Apostila de Física 37 Campo Magnético

Apostila de Física 37 Campo Magnético Apostila de Física 37 Campo Magnético 1.0 Definições Ímãs Pedra que atrai ferro ou outras pedras semelhantes. Fenômenos magnéticos Propriedades dos ímãs que se manifestam espontaneamente na Natureza. Magnetita

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M21 Geometria Analítica: Cônicas

Matemática. Resolução das atividades complementares. M21 Geometria Analítica: Cônicas Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Analítica: Cônicas p. FGV-SP) Determine a equação da elipse de centro na origem que passa pelos pontos A, 0), B, 0) e C0, ). O centro da elipse

Leia mais

MÓDULO I CARTOGRAFIA E GEODÉSIA

MÓDULO I CARTOGRAFIA E GEODÉSIA PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Pato Branco/PR Departamento Acadêmico de Agrimensura 0 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE CADASTRO

Leia mais

2. Observe atentamente o mapa PLANISFÉRIO FUSOS HORÁRIOS.

2. Observe atentamente o mapa PLANISFÉRIO FUSOS HORÁRIOS. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 6ª Ano

Leia mais