Funções dos lípidos:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Funções dos lípidos:"

Transcrição

1

2 Gorduras ou Lípidos Os lípidos são componentes essenciais de todos os organismos podendo ser obtidos a partir da alimentação ou ser sintetizados pelo nosso organismo. Constituem um grupo heterogéneo de biomoléculas com funcionalidades diversas, insolúveis (ou muito pouco solúveis) em água e solúveis em solventes orgânicos. O termo lípido inclui substâncias que são mais frequentemente conhecidas como óleos, gorduras e ceras. Os lípidos podem ser classificados de acordo com: propriedades físicas à temperatura ambiente (os óleos são líquidos e as gorduras são sólidas), polaridade (lípidos polares e neutros), importância para os humanos (ácidos gordos essenciais e não essenciais), ou estrutura (simples ou complexos). São estas propriedades que tornam os lípidos importantes quer para a nutrição, quer para a indústria alimentar. Os lípidos são muitas vezes classificados em três grupos principais: lípidos simples, complexos e derivados. Apesar de existir uma enorme variedade de lípidos, a maior parte dos lípidos presentes nos alimentos (98%) e no nosso corpo (90%) são triglicerídeos (combinação de três moléculas de ácidos gordos e uma molécula de glicerol). O segundo grupo mais importante de lípidos existente numa alimentação normal, os fosfolípidos, representa apenas 2% da ingestão total de gorduras. Adicionalmente, pode ser mencionado o colesterol e outros esteróides, que também são importantes a nível nutritional. Funções dos lípidos: 1) Energia - as células do nosso corpo (com excepção dos glóbulos vermelhos e do sistema nervoso central), podem utilizar directamente ácidos gordos como fonte de energia; qualquer excesso de energia, quer seja derivado de hidratos de carbono, proteínas ou lípidos, é armazenado na forma de triglicerídeos nas células do tecido adiposo. Fornecem mais do dobro de energia do que os hidratos de carbono e proteínas (fornecem 9 kcal por grama de gordura); 2) Ácidos gordos essenciais - apesar de serem necessários ao funcionamento normal, o nosso organismo não tem capacidade de sintetisar, pelo menos em quantidades significativas, alguns ácidos gordos. Este é o caso dos ácidos gordos ómega 3 e ómega 6, cujas necessidades só podem ser satisfeitas a partir da alimentação. 3) Componentes estruturais - o tecido adiposo permite manter a estabilidade estrutural dos órgãos, absorve o choque e isola o corpo de alterações rápidas da temperatura ou de perda excessiva de calor. Adicionalmente, os fosfolípidos (assim como outros lípidos) desempenham um papel muito importante na integridade estrutural das membranas celulares. 4) Funções reguladoras - os triglicerídeos absorvem e retêm o flavor dos alimentos, sendo determinante para a palatibilidade e aceitação de um alimento; a textura conseguida pela combinação dos lípidos com outros nutrientes melhora a palatibildade; aumentam o tempo de permanência dos alimentos no estômago e contribuem para a saciedade. São percursores de hormonas ( esteróides e eicosanóides) que medeiam a comunicação entre as células; estão envolvidos na transmissão de informação nas células; são o veículo transportador das vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) e permitem a sua absorção a nível intestinal. 1

3 Ácidos gordos Grupo carboxílico Ligação dupla 2 3 Ácido esteárico (Saturado) Terminal Metilo Ácido oleico (Insaturado) Os ácidos gordos são os componentes fundamentais dos lípidos. O seu grau de saturação e o comprimento da sua cadeia (número de átomos de carbono) determinam muitas das características físicas dos lípidos. O número de ligações duplas, o número de carbonos da cadeia e a posição da primeira ligação dupla são usados como critério de classificação dos ácidos gordos. O comprimento da cadeia e o grau de saturação contribuem para a temperatura de fusão (passagem do estado sólido para o estado líquido) de uma gordura. A temperatura de fusão é muito importante do ponto de vista nutricional uma vez que as gorduras que se mantêm no estado sólido no tracto gastrointestinal são fracamente utilizadas/aproveitadas. Esta temperatura também é importante para o processamento alimentar, porque os consumidores têm diferentes expectativas relativamente ao estado físico (sólido/líquido) dos diferentes tipos de gordura, à temperatura ambiente; as propriedades físicas das gorduras devem ir de encontro à sua utilização na indústria alimentar. 2

4 Cada átomo de carbono da cadeia do ácido gordo tem quatro locais de ligação. Nos ácidos gordos saturados, todos os locais que não estão ligados a carbonos estão saturados com hidrogénio (H) (1).Os ácidos gordos monoinsaturados contêm apenas uma ligação dupla (2). Os ácidos gordos polinsaturados contêm duas ou mais lgações duplas (3). H H H H H H H H H H H H H - C - C -... H - C - C = C - C -... H - C - C = C - C = C - C -... H H H H H H (1) (2) (3) A posição da primeira ligação dupla tem em conta o carbono da ligação dupla mais próxima do grupo metilo (CH 3). Numa das nomenclaturas, a primeira ligação dupla aparece com o prefixo ù- ou n-, seguido do número da posição do carbono mais próximo do terminal metilo. Ex.: ù- 3 quando a dupla ligação está a 3 carbonos do terminal metilo ou ù- 9 quando a dupla ligação está a 9 carbonos do terminal metilo. Dos mais de 100 ácidos gordos monoinsaturados identificados na natureza, o ácido oleico é o mais comum. A posição da ligação dupla mais comum é no carbono 9, a contar do terminal carboxilo (COOH). Figura - Estrutura química (esquerda) e tridimensional (direita) do ácido oleico, um ácido gordo com 18 carbonos e com uma ligação dupla no carbono 9. É um ù- 9 porque a dupla ligação se encontra a 9 Carbonos do terminal metilo. 3

5 Ácidos gordos trans Figura - Exemplo do mesmo ácido gordo, na forma cis (em cima) e na forma trans (em baixo). Nos ácidos gordos cis, os átomos de menor peso molecular encontram-se paralelos, e nos ácidos gordos trans, os átomos de menor peso molecular estão dispostos na forma diagonal. Os ácidos gordos trans são formados durante o processo de hidrogenação de ácidos gordos mono ou polinsaturados. Este processo consiste na adição de hidrogénio às ligações duplas de ácidos gordos insaturados, tendo como resultado final uma gordura mais dura (a adição de ligações duplas aumenta a temperatura de fusão). A hidrogenação pode ser utilizada em gorduras de origem animal e vegetal, para produzir gorduras com a dureza desejada, por exemplo, utilizar óleos vegetais para a produção de margarina. A ocorrência natural (em produtos de origem animal) de ácidos gordos trans é praticamente irrelevante. As principais fontes de ácidos gordos trans são as margarinas e produtos de pastelaria (biscoitos, bolos, afins). Contudo, os ácidos gordos com ligações trans não funcionam da mesma maneira que as ligações que existem naturalmente (ligações cis). Os ácidos gordos essenciais na forma trans não são tão eficazes como os análogos cis na diminuição do colesterol plasmático. Adicionalmente, os ácidos gordos trans parecem promover a aterosclerose. 4

6 Gordura saturada vs gordura polinsaturada Ácidos gordos saturados: - não são primariamente utilizados como fonte de energia e, por isso, são preferencialmente armazenados no tecido adiposo; - uma vez armazenados no tecido adiposo, muito dificilmente são mobilizados; - presentes principalmente em produtos de origem animal (ex.: carne), alguns óleos vegetais (ex.: óleo de coco) e algumas margarinas; - existem evidências que relacionam o consumo de gorduras saturadas com o aumento do colesterol LDL (mau colesterol)e, consequentemente, com o risco de doenças cardiovasculares; - o consumo de quantidades reduzidas não é prejudicial, uma vez que não existe uma necessidade fisiológica de gordura saturada. Ácidos gordos polinsaturados: - juntamente com os ácidos gordos monoinsaturados, são eficazmente utilizados para obtenção de energia. - os da série ómega 3 são mais eficazes na obtenção de energia do que os da série ómega 6. - aparentemente, quanto maior for o grau de insaturação, maior será a facilidade de mobilização dos ácidos gordos armazenados no tecido adiposo; - alguns ácidos gordos polinsaturados são essenciais existindo, por isso, doses diárias recomendadas, conforme indicado de seguida. 5

7 Recomendações Gordura total: Crianças (4-18 anos): % da ingestão energética total; A quantidade diária de consumo deverá ser inferior a 75 g; Diminuir a gordura utilizada para cozinhar e a ingestão de comida frita (privilegiando os alimentos com baixo teor de gordura). Atenção a alimentos com grandes quantidades de gordura escondida como produtos de pastelaria; Quando as necessidades de energia são elevadas ou a ingestão de comida é baixa (crianças ou adultos com pouco apetite) é essencial assegurar a dose diária de gordura. Gordura saturada: Os consumos médios de gordura saturada não devem ultrapassar a contribuição de 10% para as necessidades energéticas diárias; O consumo individual deverá ser inferior a 25 g/dia. Gordura insaturada: O consumo médio de gordura insaturada não deve ser superior a 20 % das necessidades energéticas diárias; O consumo médio de gordura polinsaturada deverá representar 5-10 % da contribuição energética diária; O consumo individual de gordura insaturada deverá ser 50 g/dia, dos quais g deverão ser polinsaturados. Ácidos gordos trans: O seu consumo deve ser o mais reduzido possível, mantendo uma dieta nutricionalmente equilibrada. Colesterol: Os consumos médios de colesterol não devem ultrapassar os 300 mg/dia; Os alimentos ricos em colesterol (ovos) deverão ser consumidos com moderação. 6

8 Ácidos gordos ómega 3 e ómega 6 Os ácidos gordos ómega 3 e ómega 6 constituem dois grupos de ácidos gordos polinsaturados. Ácidos gordos ómega 6 Os ácidos gordos da série ómega 6 são importantes para o desenvolvimento cerebral, crescimento e para o funcionamento normal da pele. Encontram-se em vegetais, frutos secos e sementes, sendo o óleo de semente de soja e de girassol alguns dos seus maiores fornecedores. Quantidades diárias recomendadas: Crianças (4-8 anos): 10 g H (9-13 anos): 12 g; M (9-13 anos): 10 g Ácidos gordos ómega 3 Os ácidos gordos da série ómega 3 são importantes para o desenvolvimento cerebral e para o crescimento. Adicionalmente, contribuem para a diminuição do colesterol no sangue e parecem ter um efeito protector sobre o aparecimento de perturbações do ritmo cardíaco e das doenças cardiovasculares de uma forma geral. O ácido linolénico e os seus derivados, o EPA ácido eicosapentaenóico e o DHA ácido docosahexaenóico, são os ácidos gordos da série ómega 3 com maior interesse nutricional. O ácido linolénico não é sintetizado pelo nosso organismo, tendo, por isso, de ser obtido através da alimentação. O ácido linolénico é de origem vegetal e está presente nos vegetais de folha escura como brócolos e espinafres. Tendo em conta que a síntese de EPA e DHA pelo nosso organismo tem baixo rendimento, é desejável que a alimentação os forneça em quantidades adequadas. Estão presentes em grande quantidade nos peixes, como por exemplo: o arenque, o salmão, a enguia, o sável, o chicharro, o congro e a sardinha. Quantidades diárias recomendadas: Crianças (4-8 anos): 0.9 g H (9-13 anos): 1.2 g; M (9-13 anos): 1.0 g 7

9 Outros lípidos Para além dos triglicerídeos, os fosfolípidos, as lipoproteínas e o colesterol podem também ser considerados importantes. Tal pode ser constatado tendo em conta alguns pontos: 1) Todas as células contêm fosfolípidos - são compostos estruturais encontrados nas membranas celulares e no sangue; estão presentes em níveis particularmente elevados no cérebro, nervos e fígado; a lecitina é um dos fosfolípidos mais abundantes na alimentação e no nosso corpo; são agentes emulsionantes poderosos. 2) As lipoproteínas são o principal veículo para o transporte de lípidos na corrente sanguínea - existem quatro tipos principais: quilomícrons, lipoproteínas de muito baixa densidade (VLDL), lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e lipoproteínas de elevada densidade(hdl). As LDL funcionam como um táxi bioquímico para o transporte de colesterol de uma parte do corpo para outra. Contudo, níveis muito elevados de LDL podem resultar num depósito patológico de colesterol nos vasos sanguíneos. As HDL funcionam como aspiradores bioquímicos, removendo o colesterol dos vários órgãos. Existem evidências que concentrações mais elevadas de HDL podem contrabalançar o efeito das LDL. 3) O colesterol é sintetizado em quantidades apreciáveis no nosso organismo e por isso, não tem de ser obtido necessariamente pela alimentação. É um componente essencial em quase todas as células. Pode ser derivado da alimentação (todos os alimentos de origem animal contêm colesterol) ou sintetizado no organismo - é necessário para a formação de hormonas e sais biliares. O consumo de colesterol influencia os seus níveis sanguíneos, apesar de modo mais discreto que o 8

10 Visíveis vs Invisíveis Gorduras visíveis - gorduras que já foram separadas da sua fonte (alimento) e que podem ser identificadas e medidas. - ex.: Banha, manteiga, margarina, óleos alimentares. Gorduras invisíveis - gorduras que não são separadas da sua fonte (alimento). - também podem ser designadas como gorduras escondidas. - inclui a gordura contida na carne, ovos, queijo, leite, frutos secos, cereais, entre Outros. Links úteis ssier= %20Gorduras%20Alimentares%20(folheto).pdf 9

Os lipídios são substâncias com estrutura variada sendo muito abundantes em animais e vegetais;

Os lipídios são substâncias com estrutura variada sendo muito abundantes em animais e vegetais; Lipídios Os lipídios são substâncias com estrutura variada sendo muito abundantes em animais e vegetais; Eles compartilham a característica de apresentarem baixa solubilidade em água sendo solúveis em

Leia mais

Gordura. Monoinsaturada

Gordura. Monoinsaturada No contexto de uma alimentação saudável, as gorduras provenientes de diferentes alimentos são essenciais ao bom funcionamento do nosso organismo e, quando consumidas nas proporções recomendadas (não excedendo

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

Importante reserva energética; são as gorduras.

Importante reserva energética; são as gorduras. Importante reserva energética; são as gorduras. 1g de lipídio libera 9kcal contra 4kcal por 1g de carboidrato. Podem ser armazenados de forma mais concentrada que os carboidratos. O excesso do consumo

Leia mais

Qualidade e valor nutricional da carne de coelho. Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I

Qualidade e valor nutricional da carne de coelho. Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I Qualidade e valor nutricional da carne de coelho Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I Vila Real, 25 de Novembro de 2011 Proteínas Funções das proteínas. Aminoácidos; aminoácidos essenciais. Valor

Leia mais

Manual de Rotulagem de Alimentos

Manual de Rotulagem de Alimentos Manual de Rotulagem de Alimentos Agosto 2013 Programa Mesa Brasil Sesc O Mesa Brasil Sesc é um programa de segurança alimentar e nutricional sustentável, que redistribui alimentos excedentes próprios para

Leia mais

Lipídios em Nutrição Humana. Prof. Esp. Manoel Costa Neto

Lipídios em Nutrição Humana. Prof. Esp. Manoel Costa Neto Lipídios em Nutrição Humana Prof. Esp. Manoel Costa Neto LIPÍDIOS São compostos insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos como éter, acetona e clorofórmio. De interesse nutricional são os triacilgliceróis

Leia mais

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado?

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado? Colesterol Colesterol 3 Que tipos de colesterol existem? 3 Que factores afectam os níveis de colesterol? 4 Quando está o colesterol demasiado elevado? 4 Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular?

Leia mais

Os lipídeos se encontram distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares.

Os lipídeos se encontram distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares. LIPÍDEOS Os lipídeos se encontram distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares. Por convenção (Congresso Internacional de Bioquímica em 1922) ésteres de ácidos graxos, ou seja,

Leia mais

Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais.

Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais. Conteúdo Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais.... 2 Como ler os rótulos dos alimentos... 5 Dose de produto... 7 Calorias... 7 Quantidade de nutrientes... 8 Explicação da quantificação

Leia mais

O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl

O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl O colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente em alimentos de origem animal

Leia mais

O QUE É COLESTEROL? TIPOS

O QUE É COLESTEROL? TIPOS O QUE É COLESTEROL? O colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente em alimentos de origem animal (carne, leite integral, ovos etc.). Em nosso

Leia mais

Familias, Pediatras y Adolescentes en la Red. Mejores padres, mejores hijos.

Familias, Pediatras y Adolescentes en la Red. Mejores padres, mejores hijos. FAMIPED Familias, Pediatras y Adolescentes en la Red. Mejores padres, mejores hijos. As gorduras na alimentação infantil Autor/es: Ana Martínez Rubio. Pediatra de Atención Primaria. Centro de Salud de

Leia mais

O papel dos óleos e gorduras na saúde e na indústria. Jane Gonçalves Menegaldo

O papel dos óleos e gorduras na saúde e na indústria. Jane Gonçalves Menegaldo O papel dos óleos e gorduras na saúde e na indústria Jane Gonçalves Menegaldo Jane G. Menegaldo Presidente Biênio 11/12 Agenda da palestra Conceitos sobre óleos, gorduras e lipídeos Papel dos óleos e gorduras

Leia mais

Valor nutricional da carne

Valor nutricional da carne Composição do tecido muscular Valor nutricional da carne Espécie Água % Proteína % Lipídios % Cinzas % Bovinos 70-73 20-22 4-8 1 Suínos 68-70 19-20 9-11 1,4 Ana Maria Bridi Departamento de Zootecnia Universidade

Leia mais

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós Trabalho elaborado por: Enf. Anabela Queirós O que é a diabetes? Uma doença que dura toda vida Provocada pela ausência ou perda de eficácia da insulina; Provoca a subida de açúcar no sangue A diabetes

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008 Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É Completa Fornece energia e todos os nutrientes essenciais

Leia mais

ÓLEO DE CHIA REGISTRO:

ÓLEO DE CHIA REGISTRO: Ficha técnica ÓLEO DE CHIA REGISTRO: Registro no M.S. nº 6.5204.0100.001-9 CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171286926 EMBALAGEM: Plástica, metálica e vidro. APRESENTAÇÃO COMERCIALIZADA: Embalagem de lata metálica

Leia mais

Conheça o lado bom e o lado ruim desse assunto. Colesterol

Conheça o lado bom e o lado ruim desse assunto. Colesterol Conheça o lado bom e o lado ruim desse assunto. Colesterol COLESTEROL O nome colesterol vem do grego e significa cálculo biliar. Ele foi batizado pelo químico francês Michel Eugene Chevreul, em 1815.

Leia mais

Lipídios. Dra. Aline Marcellini

Lipídios. Dra. Aline Marcellini Lipídios Dra. Aline Marcellini LIPÍDEOS Nutrição = 9 Kcal/g Grande diversidade de moléculas. Palatabilidade e retenção de voláteis. Definição: compostos insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos.

Leia mais

Figura 1: peridrociclopentanofenantreno

Figura 1: peridrociclopentanofenantreno COLESTEROL A n a L a u r a B u e n o Esteróides são álcoois de alto peso molecular. São compostos lipossolúveis muito importantes na fisiologia humana. Os esteróis possuem uma estrutura básica chamada

Leia mais

Ingredientes: Óleo de chia. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante).

Ingredientes: Óleo de chia. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante). Registro no M.S.: 6.5204.0100.001-9 Concentração: 500 mg e 1000 mg Apresentação: Embalagem com 1000 cápsulas; Embalagem com 5000 cápsulas; Embalagem pet com 500 cápsulas envelopadas; Refil com 2000 cápsulas

Leia mais

O QUE SÃO OS TRIGLICERÍDEOS?

O QUE SÃO OS TRIGLICERÍDEOS? O QUE SÃO OS TRIGLICERÍDEOS? Franklim A. Moura Fernandes http://www.melhorsaude.org Introdução Os triglicerídeos, também chamados de triglicéridos, são as principais gorduras do nosso organismo e compõem

Leia mais

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões:

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: Recuperação Capítulo 01 - Níveis de organização Células tecidos órgãos sistemas - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: A- Membrana Plasmática - Revestimento da célula;

Leia mais

Intestino delgado. Intestino grosso (cólon)

Intestino delgado. Intestino grosso (cólon) As fibras alimentares estão presentes nos alimentos de origem vegetal, englobando um conjunto de compostos que não podem ser digeridos pelas enzimas do nosso sistema gastrointestinal, não sendo por isso

Leia mais

Perfil Lipídico. Prof. Fernando Ananias FUNÇÃO DOS LIPÍDIOS

Perfil Lipídico. Prof. Fernando Ananias FUNÇÃO DOS LIPÍDIOS Perfil Lipídico Prof. Fernando Ananias FUNÇÃO DOS LIPÍDIOS Maior reserva corporal de energia tecidos muscular e subcutâneo Proteção contra traumatismo: 4% Isolamento térmico Transportadores de vitaminas

Leia mais

COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES

COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES Muitas pessoas já ouviram falar deles. Algumas podem até imagine que colesterol e triglicérides sejam sinônimos de doença. Para desfazer a imagem de vilões que essas duas substâncias

Leia mais

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano.

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano. Oficina CN/EM 2012 Alimentos e nutrientes (web aula) Caro Monitor, Ao final da oficina, o aluno terá desenvolvido as habilidade: H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo

Leia mais

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos Valor Energético É a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais. Na rotulagem

Leia mais

Perguntas & Respostas ABIA sobre gorduras trans

Perguntas & Respostas ABIA sobre gorduras trans Perguntas & Respostas ABIA sobre gorduras trans GRUPO CONSUMIDOR 1) O que são ácidos graxos trans ou gordura trans? Os ácidos graxos ou gorduras trans são um tipo de gordura formada pelo processo de hidrogenação

Leia mais

Alimentação na Gestação

Alimentação na Gestação ESPAÇO VIDA Nut. Fabiane Galhardo Unimed Pelotas 2012 Alimentação na Gestação 1 GESTAÇÃO PERÍODO MÁGICO DE INTENSA TRANSIÇÃO, ONDE A NATUREZA MODIFICA O CORPO E A MENTE PARA TRANSFORMAR MULHER EM MÃE A

Leia mais

COLESTEROL DEFINIÇÃO

COLESTEROL DEFINIÇÃO COLESTEROL DEFINIÇÃO Colesterol é um esterol (álcool) que pode ser encontrado nas membranas celulares sendo transportado no plasma ligado à proteínas, pois é insolúvel em água e, conseqüentemente, insolúvel

Leia mais

Wolney Conde Lisboa Teresa Gontijo de Castro

Wolney Conde Lisboa Teresa Gontijo de Castro UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICAP DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO HNT- 130 Nutrição Normal Lipídeos Definições, classificações, funções, metabolismo, fontes alimentares e recomendações Wolney

Leia mais

Metabolismo de Lipídios PEDRO LEONARDO DE PAULA REZENDE

Metabolismo de Lipídios PEDRO LEONARDO DE PAULA REZENDE Universidade Federal de Goiás Escola de Veterinária Depto. De Produção Animal Pós-Graduação em Ciência Animal Metabolismo de Lipídios PEDRO LEONARDO DE PAULA REZENDE Zootecnista Especialista em Produção

Leia mais

Nutrientes. E suas funções no organismo humano

Nutrientes. E suas funções no organismo humano Nutrientes E suas funções no organismo humano O corpo humano necessita de uma série de substâncias básicas indispensáveis para a formação de tecidos, para obtenção de energia, para a realização de atividades

Leia mais

1. O que é gordura trans?

1. O que é gordura trans? GORDURA TRANS 1. O que é gordura trans? É um tipo de gordura produzida industrialmente a partir de um processo químico, a hidrogenação. Usada desde o início do século passado, ela passou a ser consumida

Leia mais

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35 Manter a saúde, deixar a barriga sarada e aumentar a energia são benefícios que podem ser conquistados com a escolha correta dos alimentos. Alguns itens colaboram para ter ossos fortes, queimar gordura,

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

Vitaminas lipossolúveis Vitaminas hidrossolúveis

Vitaminas lipossolúveis Vitaminas hidrossolúveis Vitaminas A palavra vitamina foi registada em 1911 por Casimir Funk. Este bioquímico conseguiu isolar uma substância que prevenia a inflamação dos nervos (neurite) em galinhas criadas com uma dieta deficiente

Leia mais

Lipídeos II - os triacilgliceróis 27

Lipídeos II - os triacilgliceróis 27 Lipídeos II - os triacilgliceróis 27 AULA objetivos Esperamos que, após o estudo do conteúdo desta aula, você seja capaz de: Ser capaz de identificar um triacilglicerol; Ser capaz de entender como ele

Leia mais

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade I: BRASILEIRA 0 Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA O Guia Alimentar é um instrumento que define as diretrizes alimentares a serem utilizadas

Leia mais

03/09/2014 FUNÇÕES. Reserva de energia e combustível celular. Membranas celulares (fosfolipídios e glicolipídios)

03/09/2014 FUNÇÕES. Reserva de energia e combustível celular. Membranas celulares (fosfolipídios e glicolipídios) São compostos orgânicos heterogêneos, de origem animal ou vegetal LIPÍDIOS São insolúveis em água e facilmente solúveis em solventes orgânicos, como éter, hexano e outros; Hidrofóbicos São vulgarmente

Leia mais

Profa. Joyce Silva Moraes

Profa. Joyce Silva Moraes Alimentação e Saúde Profa. Joyce Silva Moraes saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estarestar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar

Leia mais

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 Introdução O cérebro humano representa apenas 2% do nosso peso total, mas usa aproximadamente 20% do oxigênio consumido por todo nosso corpo quando está em repouso. Ele é um órgão complexo que

Leia mais

Alimentos de Soja - Uma Fonte de Proteína de Alta Qualidade

Alimentos de Soja - Uma Fonte de Proteína de Alta Qualidade Alimentos de Soja - Uma Fonte de Proteína de Alta Qualidade Documento de posição do Comité Consultivo Científico da ENSA Introdução As proteínas são um importante nutriente necessário para o crescimento

Leia mais

LIPÍDIOS. Prof. Sharline Florentino de Melo Santos UFPB CT DEQ

LIPÍDIOS. Prof. Sharline Florentino de Melo Santos UFPB CT DEQ LIPÍDIOS Prof. Sharline Florentino de Melo Santos UFPB CT DEQ LIPÍDIOS São substâncias caracterizadas pela baixa solubilidade em água e outros solvente polares e alta solubilidade em solventes apolares.

Leia mais

Memoria Final de Curso Volume II

Memoria Final de Curso Volume II Licenciatura em Ciências da Nutrição Memoria Final de Curso Volume II Elaborado por Christina Maria Ferreira Lopes Aluna nº 200891993 Orientadora: Prof. Suzana Paz Barcarena Fevereiro 2013 ÍNDICE DE ANEXOS

Leia mais

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi Prof. Marta E. Malavassi Conceito: processo orgânico que envolve ingestão, digestão, absorção, transporte e eliminação das substâncias alimentares para a manutenção de funções, a formação e regeneração

Leia mais

Proteínas. Enzima que Colagénio Insulina degrada a insulina (hormona)

Proteínas. Enzima que Colagénio Insulina degrada a insulina (hormona) Proteínas O seu nome deriva da palavra Grega proteios, que significa de principal importância. As proteínas desempenham um papel fundamental nos sistemas biológicos, estando associadas a todas as formas

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CARNE. Profª Sandra Carvalho

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CARNE. Profª Sandra Carvalho COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CARNE Profª Sandra Carvalho A carne magra: 75% de água 21 a 22% de proteína 1 a 2% de gordura 1% de minerais menos de 1% de carboidratos A carne magra dos diferentes animais de abate

Leia mais

Sybelle de Araujo Cavalcante Nutricionista

Sybelle de Araujo Cavalcante Nutricionista Secretaria de Estado da Saúde - SESAU Superintendência de Assistência em Saúde SUAS Diretoria de Atenção Básica - DAB Gerência do Núcleo do Programa Saúde e Nutrição Sybelle de Araujo Cavalcante Nutricionista

Leia mais

Hidratos de Carbono. Monossacarídeo (Glicose) Polissacarídeo (Glicogénio) Dissacarídeo (Frutose + Glicose = Sacarose)

Hidratos de Carbono. Monossacarídeo (Glicose) Polissacarídeo (Glicogénio) Dissacarídeo (Frutose + Glicose = Sacarose) Hidratos de Carbono Os hidratos de carbono são compostos orgânicos, constituídos por carbono (C), hidrogénio (H) e oxigénio (O). São a principal fonte de energia para o movimento, trabalho e realização

Leia mais

Atuação do Nutricionista no Desenvolvimento de Produtos Mais Saudáveis

Atuação do Nutricionista no Desenvolvimento de Produtos Mais Saudáveis Atuação do Nutricionista no Desenvolvimento de Produtos Mais Saudáveis Elizabeth Vargas Nutricionista Unilever America Latina Seminário Tecnológico de Nutrição, Saudabilidade e Meio Ambiente Junho 2014

Leia mais

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA NUTRIÇÃO QUÍMICA CELULAR PROFESSOR CLERSON CLERSONC@HOTMAIL.COM CIESC MADRE CLÉLIA CONCEITO CONJUNTO DE PROCESSOS INGESTÃO, DIGESTÃO E ABSORÇÃO SUBSTÂNCIAS ÚTEIS AO ORGANISMO ESPÉCIE HUMANA: DIGESTÃO ONÍVORA

Leia mais

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. sgrillo.ita@ftc.br

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. sgrillo.ita@ftc.br Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo sgrillo.ita@ftc.br Lipídeos são compostos guardados em grandes quantidades como triglicerídeos neutros e representam 90% da dieta. São altamente insolúveis, podendo ser

Leia mais

Para que serve o alimento?

Para que serve o alimento? Alimentação e Saúde saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar afeto, carinho e aceitação Uma

Leia mais

M E T B O L I S M O CATABOLISMO ANABOLISMO

M E T B O L I S M O CATABOLISMO ANABOLISMO METABOLISMO É o conjunto das reações químicas que ocorrem num organismo vivo com o fim de promover a satisfação de necessidades estruturais e energéticas. ...metabolismo Do ponto de vista físico-químico,

Leia mais

Entendendo a lipodistrofia

Entendendo a lipodistrofia dicas POSITHIVAS Entendendo a lipodistrofia O que é a lipodistrofia? Lipodistrofia é quando o corpo passa a absorver e a distribuir as gorduras de maneira diferente. Diminui a gordura nas pernas, braços,

Leia mais

O HDL é conhecido como o bom colesterol porque remove o excesso de colesterol e traz de volta ao fígado onde será eliminado. O LDL-colesterol é o

O HDL é conhecido como o bom colesterol porque remove o excesso de colesterol e traz de volta ao fígado onde será eliminado. O LDL-colesterol é o DISLIPIDEMIA Introdução Dislipidemias, também chamadas de hiperlipidêmicas, referem-se ao aumento dos lipídios no sangue, principalmente do colesterol e dos triglicerídeos. O colesterol é uma substância

Leia mais

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida Colesterol O que é Isso? X O que é o Colesterol? Colesterol é uma gordura encontrada apenas nos animais Importante para a vida: Estrutura do corpo humano (células) Crescimento Reprodução Produção de vit

Leia mais

Alimentação Saudável

Alimentação Saudável ANO LECTIVO 2010/2011 Alimentação Saudável Turma: 8º A Elaborado por: Adriana nº1, Carolina Pereira nº8 e Cátia nº10 Disciplina: Área de Projecto e Formação Cívica Professores: Eurico Caetano e Helena

Leia mais

Nutrição e Doenças Crônicas Não Transmissível

Nutrição e Doenças Crônicas Não Transmissível Nutrição e Doenças Crônicas Não Transmissível Nut. Sandra Mari Barbiero barbierosandra@yahoo.com.br Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANTs) São doenças multifatoriais a) Fatores de Risco Não modificáveis:

Leia mais

VEGESOY FIBER. Fibra de soja: extrato insolúvel de soja em pó. Informações Técnicas

VEGESOY FIBER. Fibra de soja: extrato insolúvel de soja em pó. Informações Técnicas Informações Técnicas VEGESOY FIBER Fibra de soja: extrato insolúvel de soja em pó INTRODUÇÃO A soja é uma leguminosa cultivada na China há mais de 5 mil anos. Ao longo do tempo passou a ser consumida por

Leia mais

SEGREDOS DO MUNDO DA QUÍMICA: OS MISTERIOSOS RADICAIS LIVRES

SEGREDOS DO MUNDO DA QUÍMICA: OS MISTERIOSOS RADICAIS LIVRES Universidade de Évora Departamento de Química Vânia Pais Aluna do Curso de Mestrado em Química Aplicada SEGREDOS DO MUNDO DA QUÍMICA: OS MISTERIOSOS RADICAIS LIVRES Com o passar dos anos, o aumento da

Leia mais

OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES

OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Página1 OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Importância dos alimentos Todos os animais, incluindo o homem, precisam de se alimentar para sobreviver. Porque são tão importantes os alimentos? Os alimentos

Leia mais

SUMÁRIO O QUE É...4 PREVENÇÃO...5 DIAGNÓSTICO...6 TRATAMENTO...7 ORIENTAÇÕES...8 ALIMENTAÇÃO CORRETA...9 OUTRAS DICAS...12 ATIVIDADE FÍSICA...

SUMÁRIO O QUE É...4 PREVENÇÃO...5 DIAGNÓSTICO...6 TRATAMENTO...7 ORIENTAÇÕES...8 ALIMENTAÇÃO CORRETA...9 OUTRAS DICAS...12 ATIVIDADE FÍSICA... 2 SUMÁRIO O QUE É...4 PREVENÇÃO...5 DIAGNÓSTICO...6 TRATAMENTO...7 ORIENTAÇÕES...8 ALIMENTAÇÃO CORRETA...9 OUTRAS DICAS...12 ATIVIDADE FÍSICA...14 FIQUE SABENDO...16 3 O QUE É A dislipidemia é o aumento

Leia mais

E L R O R B ETSE SO L O R C FALAS O VAM

E L R O R B ETSE SO L O R C FALAS O VAM SOBRE COLESTEROL VAMOS FALAR COLESTEROL O nome colesterol vem do grego e significa cálculo biliar. Ele foi batizado pelo químico francês Michel Eugene Chevreul, em 1815. Presente nas gorduras animais,

Leia mais

Colesterol. Você pode verificar os rótulos nutricionais (como este de uma lata de atum) para obter informações sobre o colesterol

Colesterol. Você pode verificar os rótulos nutricionais (como este de uma lata de atum) para obter informações sobre o colesterol Colesterol Fonte: http://hsw.uol.com.br/ Introdução Segundo a Associação Americana do Coração (em inglês), altos níveis de colesterol são fatores de risco para doenças do coração, principal motivo de mortes

Leia mais

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano.

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. Tipo de itens O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. 1. Quais são as suas principais funções? Transporte de nutrientes, defesa, regulação térmica e controlo 2. Quais os seus constituintes?

Leia mais

gorduras.final.qxp 06/06/02 0:52 Page 1

gorduras.final.qxp 06/06/02 0:52 Page 1 gorduras.final.qxp 06/06/02 0:52 Page 1 gorduras.final.qxp 06/06/02 0:52 Page 2 2 gorduras.final.qxp 06/06/02 0:52 Page 3 Gorduras Colecção: Princípios para uma Alimentação Saudável Edição: Direcção Geral

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Como nosso corpo está organizado Iodo Faz parte dos hormônios da tireoide, que controlam a produção de energia e o crescimentodocorpo.aleiobrigaaadiçãodeiodoaosaldecozinha. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

JUSTIFICATIVA OBJETIV OS:

JUSTIFICATIVA OBJETIV OS: JUSTIFICATIVA Para termos um corpo e uma mente saudável, devemos ter uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes, carnes, cereais, vitaminas e proteínas. Sendo a escola um espaço para a promoção

Leia mais

Desdobrável de informação ao paciente

Desdobrável de informação ao paciente Desdobrável de informação ao paciente Doença cardíaca coronária Secções para este tópico: Introdução Sintomas Causas Diagnóstico Tratamento Prevenção Hiperligações seleccionadas Introdução Para que funcione,

Leia mais

Gorduras, Alimentos de Soja e Saúde do Coração Análise das Evidências

Gorduras, Alimentos de Soja e Saúde do Coração Análise das Evidências Gorduras, Alimentos de Soja e Saúde do Coração Análise das Evidências Documento de posição do Comité Consultivo Científico da ENSA Introdução Há muito que os cientistas reconhecem o papel importante que

Leia mais

Coração Saudável! melhor dele?

Coração Saudável! melhor dele? As doenças cardiovasculares (DCV s) - incluem as doenças coronarianas e o acidente vascular cerebral (AVC) também conhecido como derrame afetam pessoas de todas as idades, até mesmo mulheres e crianças.

Leia mais

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE Profª MSc Monyke Lucena Para podermos praticar esportes, estudar ou realizar qualquer outra atividade, devemos ter energia no nosso organismo; Essa energia é fornecida pelos

Leia mais

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS Porção de 100g (1/2 copo) Quantidade por porção g %VD(*) Valor Energético (kcal) 64 3,20 Carboidratos 14,20 4,73 Proteínas 1,30 1,73 Gorduras

Leia mais

A Dieta Atkins promete não somente redução de peso, mas também uma melhoria no seu sistema cardíaco e funções da memória, dentre outros benefícios.

A Dieta Atkins promete não somente redução de peso, mas também uma melhoria no seu sistema cardíaco e funções da memória, dentre outros benefícios. DIETA DE BA IXO ÍNDICE DE GL IC E M IA (LOW CARB DIET ) A dieta de baixo índice de glicemia ou baixa em hidratos de carbono é indicada para tal por ser mais equilibrada e até é indicada para diabéticos

Leia mais

CURSO DE NUTRIÇÃO DESPORTIVA

CURSO DE NUTRIÇÃO DESPORTIVA CURSO DE NUTRIÇÃO DESPORTIVA Faber Martins-2012 CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA NUTRIÇÃO Os nutrientes podem ser classificados em 6 categorias distintas: Água, Hidratos de Carbono, Gorduras, Proteínas, Vitaminas

Leia mais

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Setor de Vigilância Sanitária Distrito Sanitário Oeste Núcleo de Vigilância Sanitária A ROTULAGEM DE ALIMENTOS

Leia mais

Na tabela 1 mostramos alguns ácidos carboxílico que se encontram em alimentos.

Na tabela 1 mostramos alguns ácidos carboxílico que se encontram em alimentos. 1 Ácidos Graxos 1-Introdução s alimentos que comemos dividem-se em três grupos: s carbohidratos, as proteínas e lipídios. mais conhecido desses últimos são as gorduras. Na nossa sociedade atual, entre

Leia mais

GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS:

GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS: 1 GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS: 1) MODIFICAÇÃO NA INGESTÃO DE GORDURA: O consumo de menos gordura é um aspecto importante da orientação nutricional para comer de maneira mais saudável, para a protecção

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Último Encontro: Vila Velha 1 Escolha dos temas a serem trabalhados. Tema de hoje: Oficina sobre alimentação saudável 1) Alimentos Alimentos construtores: fornecem proteínas

Leia mais

47 Por que preciso de insulina?

47 Por que preciso de insulina? A U A UL LA Por que preciso de insulina? A Medicina e a Biologia conseguiram decifrar muitos dos processos químicos dos seres vivos. As descobertas que se referem ao corpo humano chamam mais a atenção

Leia mais

3ªsérie B I O L O G I A

3ªsérie B I O L O G I A 3.1 QUESTÃO 1 Três consumidores, A, B e C, compraram, cada um deles, uma bebida em embalagem longa vida, adequada às suas respectivas dietas. As tabelas abaixo trazem informações nutricionais sobre cada

Leia mais

FICHA TÉCNICA. ISBN: 978-989-96506-7-1 Novembro de 2010 APN

FICHA TÉCNICA. ISBN: 978-989-96506-7-1 Novembro de 2010 APN FICHA TÉCNICA Título: A criança e a Diabetes: Aqui aprendes a comer! Direcção Editorial: Alexandra Bento Concepção: Delphine Dias Corpo Redactorial: Delphine Dias, Ana Martins Produção Gráfica: Delphine

Leia mais

Informação Nutricional Quantidade por porção

Informação Nutricional Quantidade por porção 01. A tabela abaixo reúne informações nutricionais de três diferentes tipos de alimentos industrializados. Alguns dados foram intencionalmente omitidos. Rótulo I Rótulo II Rótulo III Informação Nutricional

Leia mais

Ingredientes: Óleo de açaí e vitamina E. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante).

Ingredientes: Óleo de açaí e vitamina E. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante). Registro no M.S.: 6.5204.0095.001-3 Concentração: 500 mg Apresentação: Embalagem com 1000 cápsulas; Embalagem com 5000 cápsulas; Embalagem pet com 500 cápsulas envelopadas; Refil com 2000 cápsulas envelopadas.

Leia mais

1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação saudável e equilibrada.

1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação saudável e equilibrada. DISCIPLINA: Ciências Naturais ANO: 9º ano de escolaridade UNIDADE DIDÁCTICA: Saúde individual e comunitária. O organismo humano em equilíbrio: alimentação. 1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação

Leia mais

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Sopa Creme de legumes com solha 4 199 47 0,6 0,1 7,4 0,7 2,9 0,2 Esparguete com salmão e legumes cozidos 1,3,4 958 229 12,8 2,4 17,2 1,2 10,6 0,5 Sobremesa Creme de maçã

Leia mais

Perder Gordura e Preservar o Músculo. Michelle Castro

Perder Gordura e Preservar o Músculo. Michelle Castro Perder Gordura e Preservar o Músculo Michelle Castro 25 de Novembro de 2012 Principais Tópicos 1. Processos catabólicos associados a dietas hipocalóricas. 2. Contextualização/compreensão do porquê da existências

Leia mais

2 Lipídeos. - Funções dos lipídeos: Armazenar energia Formar membranas biológicas São co-fatores enzimáticos Hormônios Pigmentos

2 Lipídeos. - Funções dos lipídeos: Armazenar energia Formar membranas biológicas São co-fatores enzimáticos Hormônios Pigmentos 1 2 Lipídeos - São insolúveis em água; - São solúveis em solventes orgânicos como éter, acetona, tetracloreto de carbono - Contêm carbono (C), hidrogênio (H) e oxigênio (), às vezes contêm também nitrogênio

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade: Curso: NUTRIÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE Disciplina: INTRODUÇÃO A NUTRIÇÃO Carga horária: Teórica 40 Prática 40 Semestre: 1 Turno:

Leia mais

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR Alimentação Boa Pra Você Todo ser vivo precisa se alimentar para obter energia e nutrientes para se desenvolver. No caso do ser humano, os alimentos trazem

Leia mais

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo?

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? Seja Inverno ou Verão, abrace esta refeição! Sabia que o Pequeno-almoço ajuda a controlar

Leia mais

Obesidade Infantil. O que é a obesidade

Obesidade Infantil. O que é a obesidade Obesidade Infantil O que é a obesidade A obesidade é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença em que o excesso de gordura corporal acumulada pode atingir graus capazes de afectar

Leia mais

Prevenir Dimensão: Saúde. Imagem: Página (s): Nacional 50000. Âmbito: Tiragem: S/Cor 110 a 116

Prevenir Dimensão: Saúde. Imagem: Página (s): Nacional 50000. Âmbito: Tiragem: S/Cor 110 a 116 Temática: Dimensão: Saúde 1664 Âmbito: Tiragem: Nacional 50000 Imagem: Página (s): S/Cor 110 a 116 O QUE É AFINAL O COLESTEROL Trata se de uma substância necessária ao organismo Como refere a investigadora

Leia mais

Classificação LIPÍDIOS

Classificação LIPÍDIOS LIPÍDIOS DEFINIÇÃO Substâncias caracterizadas pela sua baixa solubilidade em água e alta solubilidade em solventes orgânicos. Suas propriedades físicas refletem a natureza hidrofóbica das suas estruturas

Leia mais

7/3/2014 Alegações de propriedade funcional aprovadas

7/3/2014 Alegações de propriedade funcional aprovadas Contraste normal Alto Contraste Alegações de propriedade funcional aprovadas As alegações horizontais apresentadas a seguir fazem parte de um processo contínuo e dinâmico de reavaliação das alegações aprovadas

Leia mais