SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA"

Transcrição

1 RESOLUÇÃO N o 09/2016, DO CONSELHO DE GRADUAÇÃO Aprova alteração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de, Bacharelado, Campus Patos de Minas, e dá outras providências. O CONSELHO DE GRADUAÇÃO DA, no uso da competência que lhe é conferida pelo art. 16 do Estatuto, na 8 a reunião realizada aos 23 dias do mês de setembro do ano de 2016, tendo em vista a aprovação do Parecer nº 72/2016 de um de seus membros, e CONSIDERANDO o que estabelece o art. 53, da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996; CONSIDERANDO a Portaria MEC/SERES nº 821, de 29/10/2015, publicada no D.O.U. de 05 de novembro de 2015, de reconhecimento do Curso de Graduação em Engenharia de ; CONSIDERANDO que o Projetoo Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de atende às exigências do Conselho Nacional de Educação; CONSIDERANDO que o Colegiado do Curso e o Núcleo Docente Estruturante propuseram o aprimoramento do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de ; CONSIDERANDO que o Conselhoo da Faculdade de Engenharia Química aprovou, em 19/05/2016, a proposta de alteração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de ; e ainda, CONSIDERANDO o Parecer favorável da Pró-Reitoria de Graduação, R E S O L V E: Art. 1º Aprovar a alteração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de, Bacharelado, Campus Patos de Minas, com início a partir do primeiro semestre do ano letivo de 2017, com: I - duração: 5 anos (10 semestres); a) tempo mínimo de integralização do Curso: 5 anos (10 semestres); e b) tempo máximo de integralização do Curso: 7,5 anos (15 semestres); II - turno: integral; III - regime acadêmico: semestral; IV - vagas: 30 semestrais, ou 60 anuais; V - ingresso: semestral; e VI - carga horária total: horas, com os seguintes componentes curriculares: a) horas de disciplinas obrigatórias; b) 135 horas de disciplinas optativas; c) 280 horas de Estágio Curricular Supervisionado; d) 60 horas de Trabalho de Conclusão de Curso; e e) 180 horas de Atividades Acadêmicas Complementares. Art. 2º Ficam aprovados os componentes curriculares, conforme detalhados no quadro a seguir: 1 de 6

2 Período Componente Curricular Natureza (Optativa, Obrigatória) Carga Horária Teórica Prática Total Pré-req. Requisitos Co-req. Unidade Acadêmica ofertante Introdução à Engenharia de e Integral I Obrigatória o Álgebra Matricial e Geometria Analítica Obrigatória Química Geral e Inorgânica Obrigatória IQUFU Desenho para Engenharia Obrigatória e Integral II Obrigatória e Integral I Introdução à Programação Computacional Obrigatória FACOM Química Orgânica I IQUFU 2 o Química Analítica IQUFU Física I e Integral I INFIS Física Experimental I Obrigatória Física I INFIS Metodologia Científica Física II e Integral II e Física I INFIS Física Experimental II Obrigatória Física II INFIS Materiais da Indústria de 3 o Química Orgânica II Química Orgânica I IQUFU e Integral III Obrigatória e Integral II Microbiologia INGEB Bioquímica I INGEB 4º Cálculo Numérico e Integral III 2 de 6

3 Química de Balanço de Massa e Energia Bioquímica II Bioquímica I INGEB Nutrição Básica Termodinâmica Aplicada I Bioquímica de Estatística para Engenharia e Integral I 5º Transporte I Microbiologia de Obrigatória Microbiologia Matérias-Primas Agropecuárias Obrigatória Termodinâmica Aplicada II Termodinâmica Aplicada I Transporte II Obrigatória Transporte I Análise de 6º Operações Unitárias I Transporte III Obrigatória Transporte I Transporte I Modelagem e Simulação de Processos e Integral III e Balanço de Massa e Energia Tecnologia de Leite e Derivados Obrigatória Tecnologia de Frutas e Hortaliças Obrigatória Tecnologia de Grãos, Raízes e Tubérculos Obrigatória º Controle de Qualidade na Indústria de Estatística para Engenharia Operações Unitárias II Transporte II Operações Unitárias III Balanço de Massa e Energia 3 de 6

4 Higiene e Legislação na Indústria de Economia Agroindustrial FAGEN Processos de Conservação de Tecnologia de de Origem Animal Engenharia Bioquímica 8º Análise Sensorial Estatística para Engenharia Laboratório de Transporte e Operações Unitárias Obrigatória Planejamento e Projetos I Trabalho de Conclusão de Curso I Embalagens para Tecnologia Ambiental 9º Planejamento e Projetos II Obrigatória Planejamento e Projetos I Controle de Processos Obrigatória Trabalho de Conclusão de Curso III Obrigatória Modelagem e Simulação de Processos Trabalho de Conclusão de Curso I 10º Estágio Supervisionado Obrigatória horas* Atividades Acadêmicas Complementares** Obrigatória Disciplinas Optativas Obrigatória ENADE*** Obrigatória MEC Funcionais Análise Instrumental de OPTATIVOS Biologia Celular Optativa INGEB Ciência dos Materiais Poliméricos Cinética Química para Engenharia de 4 de 6

5 Compostos Minoritários em Desenvolvimento de Novos Produtos Empreendedorismo e Geração de Ideias Optativa horas FAGEN Gestão Ambiental Língua Brasileira de Sinais Libras I Optativa horas FACED Planejamento de Experimentos Processamento de Café e Cacau Processos de Separação por Membranas Projeto de Reatores e Biorreatores para Engenharia de Purificação de Produtos Biotecnológicos Secagem de Segurança Industrial e Análise de Riscos Tecnologia de Bebidas Tecnologia de Óleos e Gorduras Tecnologia de Processos Fermentativos Optativa horas Tecnologia do Açúcar e do Álcool Tecnologias Alternativas de Processamento e Preservação de Tópicos Especiais em Termodinâmica Aplicada Toxicologia de Observações: * para cursar o Estágio Supervisionado e as disciplinas optativas o discente deverá ter cumprido, no mínimo, 2000 horas em disciplinas obrigatórias. ** as Atividades Acadêmicas Complementares serão desenvolvidas ao longo do curso. *** o ENADE é componente curricular obrigatório, conforme Lei nº10.861, de 14 de abril de 2004 (SINAES). 5 de 6

6 Art. 3 o A Pró-Reitoria de Graduação deverá adotar as providências indispensáveis ao registro institucional da alteração do Projeto Pedagógico (PPC) do Curso de Graduação em Engenharia de, de acordo com a legislação pertinente. Art. 4 o A Faculdade de Engenharia Química providenciará a publicação do PPC nos sítios eletrônicos da Universidade, conforme determina a Lei nº , de 06 de outubro de Art. 5 o Esta Resolução entra em vigor nesta data. Uberlândia, 23 de setembro de ELMIRO SANTOS RESENDE Presidente 6 de 6

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 21/06/2012-12:31:49 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG SUGESTÃO DE FLUXO DA MATRIZ CURRICULAR Período 2 Álgebra Linear IME 4 0 4 60 NC Obrig. 6 Biologia ICB 2 2 4 60 NC Obrig. 9 Cálculo Dif. e Int. com Geo. Analítica I

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Engenheiro de tem como campo profissional de atuação as indústrias que operam com processamento de alimentos, qualidade e conservação de matérias-primas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Diadema

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Diadema SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Diadema 4.9.1 Quadro de Unidades Curriculares As Tabelas 4.9.1 e 4.9.2 mostram a distribuição das Unidades Curriculares s e eletivas, com

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO 28/2009 Aprova a estrutura curricular do Curso de Licenciatura em, do Centro de

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira 216 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR José Antonio Marques Pereira jampereira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 217 Bacharelado ATUAÇÃO O egresso do curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA AGRÍCOLA. CRÉDITOS Obrigatórios: 264 Optativos: 6. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA AGRÍCOLA. CRÉDITOS Obrigatórios: 264 Optativos: 6. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:18:33 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria Analítica

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Produção

Currículo do Curso de Engenharia de Produção Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de da UFV visa preparar profissionais que, integrando equipes interdisciplinares e articulando fatores de diferentes naturezas

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA. Primeiro Período

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA. Primeiro Período GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Primeiro Período Algoritmos e Programação 60 20 80 4 Obrigatória Desenho Técnico 20 20 40 2 Obrigatória Fundamentos de Cálculo 80-80 4 Obrigatória Geometria

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA Módulo Básico I 3 Módulo Específico II 365 h Beneficiamento e Industrialização de Grãos Toxicologia dos Alimentos Sistemas Agroindustriais Alimentares Sistemas de Armazenamento

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV. QUÍMICA Bacharelado. COORDENADORA Regina Simplício Carvalho

Currículos dos Cursos UFV. QUÍMICA Bacharelado. COORDENADORA Regina Simplício Carvalho 194 Currículos dos Cursos UFV QUÍMICA Bacharelado COORDENADORA Regina Simplício Carvalho resicar@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 195 Bacharelado ATUAÇÃO O Químico é um profissional, capacitado em

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Felix

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Felix 134 ENGENHARIA ELÉTRICA COORDENADOR Leonardo Bonato Felix leobonato@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 135 Engenheiro Eletricista ATUAÇÃO O curso de Engenharia Elétrica da UFV oferece a seus estudantes

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 47/15 - CEPE

RESOLUÇÃO N o 47/15 - CEPE RESOLUÇÃO N o 47/15 - CEPE Fixa o Currículo Pleno do Curso de Oceanografia do Setor de Ciências da Terra da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, órgão normativo, consultivo

Leia mais

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE Fundação Educacional de Ituverava Faculdade Dr. Francisco Maeda O Diretor da Faculdade Dr. Francisco Maeda de Ituverava-SP, mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, tendo em vista o disposto nas

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer 100 Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2012 101 Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV habilita

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Félix

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Félix 264 ENGENHARIA ELÉTRICA COORDENADOR Leonardo Bonato Félix leobonato@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 265 Engenheiro Eletricista ATUAÇÃO O curso de Engenharia Elétrica da UFV oferece a seus estudantes

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 278/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 278/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 278/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 187/2012, que altera o Currículo do Curso de Física (Licenciatura), para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade

Leia mais

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ÁLGEBRA II LM11 2 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EQ11 2 T 1234 2209 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11 EP12 LF11 2 M 45 1203 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11

Leia mais

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011.

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 172 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO Na Resolução n 1010, de 22.08.2005, que dispõe sobre

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

Currículo do Curso de Agronomia

Currículo do Curso de Agronomia Currículo do Curso de Agronomia Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas na Resolução nº 218, de 29.6.73, do CONFEA, e atuar nos seguintes

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger 132 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 ATUAÇÃO O Engenheiro Ambiental deverá apresentar competência

Leia mais

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula dos cursos de Engenharia da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior da

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 40-40 Cálculo Diferencial e Integral I 80-80 Fundamentos da Administração 40-40 Introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008 (Alteração homologada pela Resolução nº 36 CONSEPE, de 12/12/2008).

Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008 (Alteração homologada pela Resolução nº 36 CONSEPE, de 12/12/2008). MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE GRADUÇÃO EM NUTRIÇÃO Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. COORDENADOR Luciano José Minette

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. COORDENADOR Luciano José Minette UFV Catálogo de Graduação 2011 229 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br 230 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro de Produção ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de Produção

Leia mais

Distribuição dos componentes curriculares do curso de Bacharelado em Biotecnologia

Distribuição dos componentes curriculares do curso de Bacharelado em Biotecnologia Distribuição dos componentes curriculares do curso de Bacharelado em Biotecnologia 1º período 2º período 3º período 4º período 5º período 6º período 7º período 8º período Ética FAFCS Química Orgânica -

Leia mais

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues Divisão Académica despacho RT/C-211/2006 A Resolução SU-3/06, de 13 de Março, aprovou a adequação do Curso de Licenciatura em Engenharia BIológica, agora designado por Mestrado em Engenharia Biológica.

Leia mais

DISCIPLINAS/ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS

DISCIPLINAS/ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 374/2010 EMENTA: Estabelece o Ajuste Curricular do Curso de Graduação em Turismo, aprovado pela Resolução 226/2007 e alterada

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos FUPAC Unidade de Barão de Cocais MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Fundação Presidente Antônio Carlos FUPAC Unidade de Barão de Cocais MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2012 1º PERÍODO Pré Geometria Analítica e Cálculo Vetorial 4 Introdução ao Cálculo 4 Introdução à Engenharia de Produção Introdução à Programação para Engenharia

Leia mais

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria.

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria. SIC 01/09 Belo Horizonte, 06 de janeiro de 2009. RECONHECIMENTO. CURSOS DE TECNOLOGIA, BACHARE- LADO E LICENCIATURA, E DIREITO. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PORTARIAS Nºs 1, 2 E 3, PUBLICADAS DIA 06/01/09

Leia mais

FLO032 - Gênese, Física e Classificação do Solo- 75 h ZOO042 Metodologia Científica xxx

FLO032 - Gênese, Física e Classificação do Solo- 75 h ZOO042 Metodologia Científica xxx MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008 (Alteração

Leia mais

MATRIZES CURRICULARES DOS CURSOS DE QUÍMICA DIUR O E OTUR O

MATRIZES CURRICULARES DOS CURSOS DE QUÍMICA DIUR O E OTUR O Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Colegiado do Curso de Graduação em MATRIZES CURRICULARES DOS CURSOS DE QUÍMICA DIUR O E OTUR O Alterações Aprovadas pelo Colegiado Coordenadora:

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA MECÂNICA. COORDENADOR Charles Luis da Silva

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA MECÂNICA. COORDENADOR Charles Luis da Silva UFV Catálogo de Graduação 2013 141 ENGENHARIA MECÂNICA COORDENADOR Charles Luis da Silva charles.silva@ufv.br 142 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro Mecânico ATUAÇÃO O curso de Engenharia Mecânica da

Leia mais

Matriz Curricular - Curso: 28 - Eng. Química Matriz: 37 - Matriz 1 - Engenharia Química

Matriz Curricular - Curso: 28 - Eng. Química Matriz: 37 - Matriz 1 - Engenharia Química Matriz Curricular - Curso: 28 - Eng. Química Matriz: 37 - Matriz 1 - Engenharia Química 1 CE61A COMUNICAÇÃO LINGUÍSTICA FORMAÇÃO BÁSICA E CIENTÍFICA 1 DE61B EXPRESSÃO GRÁFICA FORMAÇÃO BÁSICA E CIENTÍFICA

Leia mais

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo 1 Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil CEFET-MG / Unidade Curvelo PRIMEIRO PERÍODO Aulas semana Cálculo I 90 6 Contexto Social e Profissional do Eng. 30 2 Desenho Técnico 30 2 Geometria Analítica

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Page 1 of 5 Ministério da Educação Nº 1087 - Terça feira, 6 de janeiro de 2009 Gabinete do Ministro - Portaria nº 1, de 5 de janeiro de 2009 Aprova, em extrato, o instrumento de avaliação para reconhecimento

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Engenharia Civil Cabo Frio SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Civil da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólidos conhecimentos tecnológicos

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. CRÉDITOS Obrigatórios: 254 Optativos: 16.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. CRÉDITOS Obrigatórios: 254 Optativos: 16. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:19:05 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

Currículo do Curso de História

Currículo do Curso de História Currículo do Curso de História Licenciatura ATUAÇÃO O licenciado em História formado na UFV poderá atuar no ensino fundamental (séries finais: 5ª a 8ª séries), ensino médio e universitário. O curso está

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:28:06 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

FACULDADE ASSIS GURGACZ SAGRES ACADÊMICO GRADE CURRICULAR. Emissão: 05/03/ :54 Página: 1 de 5. Colegiado: COLEGIADO DE ENGENHARIA CIVIL Curso:

FACULDADE ASSIS GURGACZ SAGRES ACADÊMICO GRADE CURRICULAR. Emissão: 05/03/ :54 Página: 1 de 5. Colegiado: COLEGIADO DE ENGENHARIA CIVIL Curso: 1 de 5 01 ENL101 - Introdução ao Cálculo - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA ENL102 - Expressão Gráfica - Ativa desde: ENL103 - Desenho Técnico - Ativa desde: ENL104 - Geometria Analítica e Algebra Linear

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo

Universidade Federal do Espírito Santo Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Data de Início: 01/01/ Data de Término: Número de Trancamentos: 2 Seriado: NÃO Situação da Versão: CORRENTE Ensino Superior Bacharel em Ciências

Leia mais

CURSO DE QUIROPRAXIA - BACHARELADO

CURSO DE QUIROPRAXIA - BACHARELADO CURSO DE QUIROPRAXIA - BACHARELADO Currículo Novo - 2010/02 - Diurno (Seriado). 10 semestres RECONHECIDO PELA PORTARIA Nº 902, DE 10/04/2006 D.O.U. DE 12/04/2006 AMPARADO PELA PORTARIA NORMATIVA Nº 40,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 66/2014 CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de História Segunda

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 66/2014 CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de História Segunda UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 66/2014 CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de História Segunda Licenciatura, oferecido pela UEA por meio do Centro de Estudos

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de NOTURNO

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de NOTURNO Curriculo: 100-198/13 GR01158 GR02445 GR02446 GR01185 GR02459 GR01195 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Cálculo Básico 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Física Básica 72.00 Não ofertada no 2º semestre

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 10 semestres. Prof. Dr. Cristiano da Silva Teixeira

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 10 semestres. Prof. Dr. Cristiano da Silva Teixeira Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução 15/2013/CGRAD, de 21 de agosto de 2013 Decreto 8.142, de 21 de novembro de 2013 Portaria Normativa 24, de 25 de novembro de 2013. Formar Engenheiros

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR NCET - NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS ENGENHARIA MECÂNICA (209 ) Ano: 2016 Turno: MANHÃ Curriculo: 16 CH Total do curso: 4360

MATRIZ CURRICULAR NCET - NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS ENGENHARIA MECÂNICA (209 ) Ano: 2016 Turno: MANHÃ Curriculo: 16 CH Total do curso: 4360 Página de. ENGENHARIA MECÂNICA (09 ) Ano: 0 Turno: MANHÃ Curriculo: CH Total do curso: 0 Disciplinas Obrigatórias ª SÉRIE - ENGENHARIA MECÂNICA CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I ENG.000_00 00 DESENHO TÉCNICO

Leia mais

Seminário de Avaliação do Curso de Engenharia de Telecomunicações do IFSC

Seminário de Avaliação do Curso de Engenharia de Telecomunicações do IFSC Seminário de Avaliação do Curso de Engenharia de Telecomunicações do IFSC NDE do Curso de Engenharia de Telecomunicações. Prof. Marcos Moecke Prof. Eraldo Silveira e Silva Prof. Elen Macedo Lobato Merlin

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia Civil

Currículo do Curso de Engenharia Civil Currículo do Curso de Engenharia Civil Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 32/06-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 32/06-CEPE RESOLUÇÃO Nº 32/06-CEPE Aprova o Ajuste Curricular no Curso de Engenharia Elétrica, aplicável à Resolução 78/02-CEPE. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, órgão normativo, consultivo e deliberativo

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 245/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 245/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 245/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 262/2012, que dispõe sobre o currículo do Curso Superior de Tecnologia em Radiologia, em regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA Campus de Realeza Turno Noturno 1 a 2 a 01 GCB189 Biologia Celular 02 GEX213 Matemática C 03 GEX341 Química Geral e Orgânica

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT GR02149 GR02152 GR02161 GR02173 GR02177 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Algoritmos Computacionais 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Cálculo Fundamental 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016

Leia mais

FORMULÁRIO. Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais

FORMULÁRIO. Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais FORMULÁRIO 1. Estabelecimento de ensino: 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): 3. Curso: 4. Grau ou diploma: Mestre 5. Área científica predominante do curso: Engenharia de Materiais.

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIENCIAS BIOLOGICAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 143 Optativos: 38.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIENCIAS BIOLOGICAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 143 Optativos: 38. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:14:04 Curso : CIENCIAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 43, DE 13 DE MAIO DE 2013 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 266ª Reunião Extraordinária, realizada em 13 de maio de 2013, R E S O

Leia mais

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM AGROINDÚSTRIA, ALIMENTOS E NUTRIÇÃO

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM AGROINDÚSTRIA, ALIMENTOS E NUTRIÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM AGROINDÚSTRIA, ALIMENTOS E NUTRIÇÃO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA 2013 2 APRESENTAÇÃO Os programas das

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de NOTURNO

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de NOTURNO Curriculo: 100-198/13 GR01158 GR02445 GR02446 GR01185 GR02459 GR01195 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Cálculo Básico 72.00 Não ofertada no 1º semestre de 2016 Física Básica 72.00 Não ofertada no 1º semestre

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO TECNICO EM CONTROLE AMBIENTAL INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO 2012

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO TECNICO EM CONTROLE AMBIENTAL INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO 2012 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Rio de Janeiro IFRJ Pró-Reitoria de Ensino Médio e Técnico PROET Direção de Ensino Campus Nilópolis MATRIZ

Leia mais

4 - Seu Curso Informações Específicas sobre o Curso Instruções Específicas de Matrícula no Curso Caracterização do egresso

4 - Seu Curso Informações Específicas sobre o Curso Instruções Específicas de Matrícula no Curso Caracterização do egresso 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso A profissão do Engenheiro Químico é regulamentada pela Resolução no. 2800 de 18 de junho de 1956 do Conselho Regional de Química e pela Resolução

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA. Primeiro Semestre (manhã)

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA. Primeiro Semestre (manhã) MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA Primeiro Semestre (manhã) Introdução a Mecânica 36 h - Cálculo I 90 h Básico - Desenho Técnico I 72 h Básico - Química Geral 72 h Básico - Introdução à Programação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Matriz Curricular do Curso de Agronomia

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Matriz Curricular do Curso de Agronomia Matriz Curricular do Curso de Agronomia Total 240 120 360 24 2º Período Letivo: Componentes curriculares 1º Período Letivo: Componentes curriculares Prérequisito AGR 100 Biologia Celular Inexistente AGR

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando a Resolução CONSEACC/BP 13/2016, e demais disposições contrárias.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando a Resolução CONSEACC/BP 13/2016, e demais disposições contrárias. RESOLUÇÃO CONSEACC/BP 33/2016 ALTERA O ROL DE DISCIPLINAS INSUSCETÍVEIS AO PROGRAMA DE FORMAÇÃO GERAL PFG DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente

Leia mais

Considerando o disposto no Estatuto e Regimento Geral da UFCG;

Considerando o disposto no Estatuto e Regimento Geral da UFCG; RESOLUÇÃO Nº 05/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Estabelece a estrutura curricular do Curso de Graduação em de Petróleo,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO QUE NORMATIZA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI

Leia mais

1º PERÍODO 2º PERÍODO. Créditos Teórica Prática Pré-requisito Anatomia Veterinária Aplicada º PERÍODO

1º PERÍODO 2º PERÍODO. Créditos Teórica Prática Pré-requisito Anatomia Veterinária Aplicada º PERÍODO Medicina Modalidade: Bacharelado Turno: Integral (diurno) / Noturno Duração 5 anos Número de vagas: 60 Diurno / 60 Noturno Regime: Semestral Matriz Curricular: Matriz Curricular Medicina / 2016 1º PERÍODO

Leia mais

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular Período letivo íoerp1º d o Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária Carga Código Componente Curricular horária (horaaularelógio) (hora- AQUI 101 Aquicultura Geral 54

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 04/2016 Altera a estrutura curricular do Curso de Ciências Contábeis, modalidade

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 181/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 181/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 181/2012 Altera o Currículo do Curso de Psicologia - Bacharelado, Período Noturno, para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº PSI-

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA MECÂNICA. COORDENADOR Charles Luís da Silva

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA MECÂNICA. COORDENADOR Charles Luís da Silva UFV Catálogo de Graduação 2014 271 ENGENHARIA MECÂNICA COORDENADOR Charles Luís da Silva charles.silva@ufv.br 272 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Mecânico ATUAÇÃO O curso de Engenharia Mecânica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA Portaria nº. 01/10 - CCE Regulamenta os conteúdos complementares flexíveis, fixados no

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 268/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 268/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 268/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 105/2014, que dispõe sobre o Currículo do Curso de Odontologia, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade

Leia mais

HORÁRIO - 2º SEMESTRE DE 2011

HORÁRIO - 2º SEMESTRE DE 2011 1º PERÍODO Campus I 7:00-8:40 Metodologia Científica GAAV Inglês Instrumental I GAAV Laboratório de Química Básica - L1 8:50-10:30 Cálculo I Cálculo I Desenho I*- T1/T2 Cálculo I Laboratório de Química

Leia mais

ZOOTECNIA. COORDENADOR Edenio Detmann

ZOOTECNIA. COORDENADOR Edenio Detmann ZOOTECNIA COORDENADOR Edenio Detmann detmann@ufv.br 96 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Zootecnia Zootecnista ATUAÇÃO O Zootecnista é um profissional com sólida base de conhecimentos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO SETOR DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO COMPOSIÇÃO CURRICULAR - DIURNO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO SETOR DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO COMPOSIÇÃO CURRICULAR - DIURNO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO SETOR DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (LICENCIATURA) CENTRO: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE/Campina

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia Civil

Currículo do Curso de Engenharia Civil Currículo do Curso de Engenharia Civil Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 EDUCAÇÃO FÍSICA Anatomia Humana I 2 2 80 Bioquímica e Biologia Molecular 2 0 40 Filosofia e Sociologia 2 0 40 1º Fundamentos Metodológicos de Futebol I 2 2 80 Fundamentos

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Curso de Bacharelado em Estatística

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Curso de Bacharelado em Estatística Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Curso de Bacharelado em Estatística RESOLUÇÃO N o 01/2011, DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM ESTATÍSTICA Regulamenta a composição, as competências

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2013 Reformulada em abril º ANO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2013 Reformulada em abril º ANO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2013 Reformulada em abril 2015 1º ANO 1º Semestre Produção de Texto 02 40 Didática:Fundamentos da Educação 04 80 História e Filosofia da

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Atividade Curricular Créditos T E P EAD Estrutura Tipo pré-requisito Pré-requisito

CURRÍCULO DO CURSO. Atividade Curricular Créditos T E P EAD Estrutura Tipo pré-requisito Pré-requisito 1º Semestre 0040045 - ANATOMIA DOS ANIMAIS DE PRODUÇÃO I 4 004004 - HISTOLOGIA DOS ANIMAIS 4 0304 - CÁLCULO 1 A 4 4 0170070 - QUÍMICA ORGÂNICA 4 4 1151 - INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 4 1430001 - INICIAÇÃO A

Leia mais

ADITAMENTO N.º 1 AO EDITAL N.º 1/2013 UAB/UNEMAT SELEÇÃO DE DOCENTES 2013

ADITAMENTO N.º 1 AO EDITAL N.º 1/2013 UAB/UNEMAT SELEÇÃO DE DOCENTES 2013 ADITAMENTO N.º 1 AO EDITAL N.º 1/2013 UAB/UNEMAT SELEÇÃO DE DOCENTES 2013 A Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT, através da Diretoria de Gestão a Educação a Distância e Coordenação da Universidade

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV. GEOGRAFIA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR Leonardo Civale

Currículos dos Cursos UFV. GEOGRAFIA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR Leonardo Civale 150 Currículos dos Cursos UFV GEOGRAFIA Bacharelado e Licenciatura COORDENADOR Leonardo Civale civale@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 151 Bacharelado ATUAÇÃO O profissional de Geografia deve ter

Leia mais

Bacharelado em Ciência da Computação Faculdade de Ciências Unesp - Bauru. Projeto Político Pedagógico

Bacharelado em Ciência da Computação Faculdade de Ciências Unesp - Bauru. Projeto Político Pedagógico Bacharelado em Ciência da Computação Faculdade de Ciências Unesp - Bauru Projeto Político Pedagógico 23/março/2011 O que é PPP Todo curso tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar.

Leia mais

FORMULÁRIO 2 : MATRIZ CURRICULAR CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA ATIVIDADES ACADÊMICAS INTEGRANTES DO CURSO

FORMULÁRIO 2 : MATRIZ CURRICULAR CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA ATIVIDADES ACADÊMICAS INTEGRANTES DO CURSO 1º 2º 3º 4º 5º DCC003 ALGORITMOS E ESTRUTURA DE DADOS I M DIS 4 60 60 0 OB OB OB OB OB OB EEE001 INTRODUÇÃO À ENGENHARIA ELÉTRICA M DIS 1 15 15 0 OB OB OB OB OB OB EEEnn1 INTRODUÇÃO AO PROJETO DE ENGENHARIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 12/2015 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A DISCIPLINA DE BIOLOGIA CELULAR NO CONTEXTO DA ENGENHARIA DE ALIMENTOS

A DISCIPLINA DE BIOLOGIA CELULAR NO CONTEXTO DA ENGENHARIA DE ALIMENTOS A DISCIPLINA DE BIOLOGIA CELULAR NO CONTEXTO DA ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profa Dra Maria Tercília Vilela de Azeredo Oliveira Profa. Rosana Silistino de Souza tercilia@ibilce.unesp.br; rosanass@ibilce.unesp.br

Leia mais

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.)

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.) As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. obrigatórias Semestre Cálculo I 6 Elementos de Gestão Ambiental 2 Física I 6 1 Geometria Analítica 4 Introdução

Leia mais

INFORMAÇÕES CURRICULARES DO CURSO DE NUTRIÇÃO/CCS

INFORMAÇÕES CURRICULARES DO CURSO DE NUTRIÇÃO/CCS INFORMAÇÕES CURRICULARES DO CURSO DE NUTRIÇÃO/CCS MATRIZ CURRICULAR 200 º SEMESTRE Disciplina Código Crédi C H T E L tos Total Biologia Celular e Embriologia Geral MOR02 0 0 Anatomia Humana MOR02 0 0 Química

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE Programa de Otimização Curricular- POC 2016 Curso Disciplina CH Turno PSICOLOGIA

Leia mais

Currículo do Curso de Geografia

Currículo do Curso de Geografia Currículo do Curso de Geografia Bacharelado ATUAÇÃO O profissional de Geografia deve ter um perfil que o capacite a compreender os elementos e processos concernentes ao espaço natural e ao espaço construído,

Leia mais

CURRÍCULOS E PRÉ-REQUISITOS. Currículo: BACHARELADO ZOOTECNIA Código Disciplina Optativa C.H. Total Nº Créditos

CURRÍCULOS E PRÉ-REQUISITOS. Currículo: BACHARELADO ZOOTECNIA Código Disciplina Optativa C.H. Total Nº Créditos 1º PERÍODO 1511 ANATOMIA ANIMAL Não 80 4 52 BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR Não 80 4 50 CIÊNCIAS DO AMBIENTE E ECOLOGIA Não 80 4 55 INFORMÁTICA BÁSICA Não 40 2 1509 INTRODUÇÃO A ZOOTECNIA E DEONTOLOGIA Não

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberg

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberg 108 ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberg bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2012 109 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR Éder Teixeira Marques

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR Éder Teixeira Marques ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR Éder Teixeira Marques eder@ufv.br 68 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional

Leia mais

FAM - FACULDADE METROLITANA DE PETROLINA MATRIZ CURRICULAR DE SERVIÇO SOCIAL /

FAM - FACULDADE METROLITANA DE PETROLINA MATRIZ CURRICULAR DE SERVIÇO SOCIAL / FAM - FACULDADE METROLITANA DE PETROLINA MATRIZ CURRICULAR DE SERVIÇO SOCIAL / 2016.2 COMPONENTE CURRICULAR TEÓRICA PRÁTICA CRÉDITOS Ciência Política 30 0 2 Leitura e Produção de textos 60 0 4 Metodologia

Leia mais