SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA"

Transcrição

1 RESOLUÇÃO N o 09/2016, DO CONSELHO DE GRADUAÇÃO Aprova alteração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de, Bacharelado, Campus Patos de Minas, e dá outras providências. O CONSELHO DE GRADUAÇÃO DA, no uso da competência que lhe é conferida pelo art. 16 do Estatuto, na 8 a reunião realizada aos 23 dias do mês de setembro do ano de 2016, tendo em vista a aprovação do Parecer nº 72/2016 de um de seus membros, e CONSIDERANDO o que estabelece o art. 53, da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996; CONSIDERANDO a Portaria MEC/SERES nº 821, de 29/10/2015, publicada no D.O.U. de 05 de novembro de 2015, de reconhecimento do Curso de Graduação em Engenharia de ; CONSIDERANDO que o Projetoo Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de atende às exigências do Conselho Nacional de Educação; CONSIDERANDO que o Colegiado do Curso e o Núcleo Docente Estruturante propuseram o aprimoramento do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de ; CONSIDERANDO que o Conselhoo da Faculdade de Engenharia Química aprovou, em 19/05/2016, a proposta de alteração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de ; e ainda, CONSIDERANDO o Parecer favorável da Pró-Reitoria de Graduação, R E S O L V E: Art. 1º Aprovar a alteração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de, Bacharelado, Campus Patos de Minas, com início a partir do primeiro semestre do ano letivo de 2017, com: I - duração: 5 anos (10 semestres); a) tempo mínimo de integralização do Curso: 5 anos (10 semestres); e b) tempo máximo de integralização do Curso: 7,5 anos (15 semestres); II - turno: integral; III - regime acadêmico: semestral; IV - vagas: 30 semestrais, ou 60 anuais; V - ingresso: semestral; e VI - carga horária total: horas, com os seguintes componentes curriculares: a) horas de disciplinas obrigatórias; b) 135 horas de disciplinas optativas; c) 280 horas de Estágio Curricular Supervisionado; d) 60 horas de Trabalho de Conclusão de Curso; e e) 180 horas de Atividades Acadêmicas Complementares. Art. 2º Ficam aprovados os componentes curriculares, conforme detalhados no quadro a seguir: 1 de 6

2 Período Componente Curricular Natureza (Optativa, Obrigatória) Carga Horária Teórica Prática Total Pré-req. Requisitos Co-req. Unidade Acadêmica ofertante Introdução à Engenharia de e Integral I Obrigatória o Álgebra Matricial e Geometria Analítica Obrigatória Química Geral e Inorgânica Obrigatória IQUFU Desenho para Engenharia Obrigatória e Integral II Obrigatória e Integral I Introdução à Programação Computacional Obrigatória FACOM Química Orgânica I IQUFU 2 o Química Analítica IQUFU Física I e Integral I INFIS Física Experimental I Obrigatória Física I INFIS Metodologia Científica Física II e Integral II e Física I INFIS Física Experimental II Obrigatória Física II INFIS Materiais da Indústria de 3 o Química Orgânica II Química Orgânica I IQUFU e Integral III Obrigatória e Integral II Microbiologia INGEB Bioquímica I INGEB 4º Cálculo Numérico e Integral III 2 de 6

3 Química de Balanço de Massa e Energia Bioquímica II Bioquímica I INGEB Nutrição Básica Termodinâmica Aplicada I Bioquímica de Estatística para Engenharia e Integral I 5º Transporte I Microbiologia de Obrigatória Microbiologia Matérias-Primas Agropecuárias Obrigatória Termodinâmica Aplicada II Termodinâmica Aplicada I Transporte II Obrigatória Transporte I Análise de 6º Operações Unitárias I Transporte III Obrigatória Transporte I Transporte I Modelagem e Simulação de Processos e Integral III e Balanço de Massa e Energia Tecnologia de Leite e Derivados Obrigatória Tecnologia de Frutas e Hortaliças Obrigatória Tecnologia de Grãos, Raízes e Tubérculos Obrigatória º Controle de Qualidade na Indústria de Estatística para Engenharia Operações Unitárias II Transporte II Operações Unitárias III Balanço de Massa e Energia 3 de 6

4 Higiene e Legislação na Indústria de Economia Agroindustrial FAGEN Processos de Conservação de Tecnologia de de Origem Animal Engenharia Bioquímica 8º Análise Sensorial Estatística para Engenharia Laboratório de Transporte e Operações Unitárias Obrigatória Planejamento e Projetos I Trabalho de Conclusão de Curso I Embalagens para Tecnologia Ambiental 9º Planejamento e Projetos II Obrigatória Planejamento e Projetos I Controle de Processos Obrigatória Trabalho de Conclusão de Curso III Obrigatória Modelagem e Simulação de Processos Trabalho de Conclusão de Curso I 10º Estágio Supervisionado Obrigatória horas* Atividades Acadêmicas Complementares** Obrigatória Disciplinas Optativas Obrigatória ENADE*** Obrigatória MEC Funcionais Análise Instrumental de OPTATIVOS Biologia Celular Optativa INGEB Ciência dos Materiais Poliméricos Cinética Química para Engenharia de 4 de 6

5 Compostos Minoritários em Desenvolvimento de Novos Produtos Empreendedorismo e Geração de Ideias Optativa horas FAGEN Gestão Ambiental Língua Brasileira de Sinais Libras I Optativa horas FACED Planejamento de Experimentos Processamento de Café e Cacau Processos de Separação por Membranas Projeto de Reatores e Biorreatores para Engenharia de Purificação de Produtos Biotecnológicos Secagem de Segurança Industrial e Análise de Riscos Tecnologia de Bebidas Tecnologia de Óleos e Gorduras Tecnologia de Processos Fermentativos Optativa horas Tecnologia do Açúcar e do Álcool Tecnologias Alternativas de Processamento e Preservação de Tópicos Especiais em Termodinâmica Aplicada Toxicologia de Observações: * para cursar o Estágio Supervisionado e as disciplinas optativas o discente deverá ter cumprido, no mínimo, 2000 horas em disciplinas obrigatórias. ** as Atividades Acadêmicas Complementares serão desenvolvidas ao longo do curso. *** o ENADE é componente curricular obrigatório, conforme Lei nº10.861, de 14 de abril de 2004 (SINAES). 5 de 6

6 Art. 3 o A Pró-Reitoria de Graduação deverá adotar as providências indispensáveis ao registro institucional da alteração do Projeto Pedagógico (PPC) do Curso de Graduação em Engenharia de, de acordo com a legislação pertinente. Art. 4 o A Faculdade de Engenharia Química providenciará a publicação do PPC nos sítios eletrônicos da Universidade, conforme determina a Lei nº , de 06 de outubro de Art. 5 o Esta Resolução entra em vigor nesta data. Uberlândia, 23 de setembro de ELMIRO SANTOS RESENDE Presidente 6 de 6

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS UNIDADE VALENÇA 3 0 PERÍODO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS UNIDADE VALENÇA 3 0 PERÍODO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS UNIDADE VALENÇA 1 0 PERÍODO GEAL 1101 Cálculo Diferencial e Integral I - - GEAL 1102 Biologia Geral 2 0 0 2 36 - - GEAL 1103 Química Experimental

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 17/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 09/2009 Aprova a estrutura curricular do Curso de Engenharia

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

ENGENHARIA DE ALIMENTOS ENGENHARIA DE ALIMENTOS COORDENADORA Franceline Aparecida Lopes francelinelopes@ufv.br 48 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro de Alimentos ATUAÇÃO O Engenheiro de Alimentos tem como campo profissional

Leia mais

Currículos dos Cursos ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADORA Pollyanna Cardoso Pereira

Currículos dos Cursos ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADORA Pollyanna Cardoso Pereira 54 Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA DE ALIMENTOS COORDENADORA Pollyanna Cardoso Pereira pollyanna.pereira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 55 Engenheiro de Alimentos ATUAÇÃO O Engenheiro de Alimentos

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 21/06/2012-12:31:49 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

Relatório de versão curricular

Relatório de versão curricular UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Configuração Curricular Relatório de versão curricular Curso: 24003 - ENGENHARIA DE ALIMENTOS Versão curricular: D-20141 Situação: Liberada Carga horária mínima para

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA QUÍMICA. CRÉDITOS Obrigatórios: 204 Optativos: 18. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA QUÍMICA. CRÉDITOS Obrigatórios: 204 Optativos: 18. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:08:51 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

ENGENHARIA DE ALIMENTOS 132 Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA DE ALIMENTOS COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS Paulo Henrique Alves da Silva phasilva@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 ATUAÇÃO O Engenheiro

Leia mais

IFBA CAMPUS BARREIRAS

IFBA CAMPUS BARREIRAS IFBA CAMPUS BARREIRAS MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DO CURSO DE DE ALIMENTOS Leitura e Produção de Texto EDU901 30 2 (2-0) * Biologia geral BIO900 60 4 (2-2) * 1 Semestre Química Geral QUI900 60 4 (2-2)

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Graduação Curso de Engenharia Química Campus Diadema

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Graduação Curso de Engenharia Química Campus Diadema Curso de Matriz Curricular do Curso de - Período Integral 1 o Termo 2 o Termo 3 o Termo 4 o Termo 5 o Termo 6 o Termo 7 o Termo 8 o Termo 9 o Termo 10 o Termo Álgebra Linear e Geometria Analítica Geral

Leia mais

SEMESTRE 360 HORAS CÓDIGO ATIVIDADES/COMPONENTES CURRICULARES C.H

SEMESTRE 360 HORAS CÓDIGO ATIVIDADES/COMPONENTES CURRICULARES C.H Universidade Estadual da Paraíba UEPB - Campus I Campina Grande Curso de Graduação em Química Industrial Resolução de Aprovação do Projeto Pedagógico UEPB/CONSEPE/006/2008 -TURNO DIURNO COMPOSIÇÃO CURRICULAR

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADOR Ronaldo Perez

UFV Catálogo de Graduação ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADOR Ronaldo Perez UFV Catálogo de Graduação 2013 119 ENGENHARIA DE ALIMENTOS COORDENADOR Ronaldo Perez rperez@ufv.br 120 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro de ATUAÇÃO O Engenheiro de tem como campo profissional de atuação

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Engenheiro de tem como campo profissional de atuação as indústrias que operam com processamento de alimentos, qualidade e conservação de matérias-primas

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG SUGESTÃO DE FLUXO DA MATRIZ CURRICULAR Período 2 Álgebra Linear IME 4 0 4 60 NC Obrig. 6 Biologia ICB 2 2 4 60 NC Obrig. 9 Cálculo Dif. e Int. com Geo. Analítica I

Leia mais

Grade do curso de Engenharia Química - UNIPAMPA (a partir de abril de 2015) Período Disciplina Código CH C CT CP CSP PR

Grade do curso de Engenharia Química - UNIPAMPA (a partir de abril de 2015) Período Disciplina Código CH C CT CP CSP PR Grade do curso de Engenharia Química - UNIPAMPA (a partir de abril de 2015) Período Disciplina Código CH C CT CP CSP PR Cálculo I BA011004 60 4 4 0 0 - Física I BA010901 60 4 4 0 0 - Geometria Analítica

Leia mais

ENGENHARIA QUÍMICA - NOTURNO - 4º TERMO HORÁRIO 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Sábado

ENGENHARIA QUÍMICA - NOTURNO - 4º TERMO HORÁRIO 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Sábado ENGENHARIA QUÍMICA - NOTURNO HORÁRIO - 2º SEMESTRE 2017 ATUALIZADO: 21/06/2017 ENGENHARIA QUÍMICA - NOTURNO - 2º TERMO Cálculo II Física I Estrutura da Matéria Desenho Técnico Algoritmos e Programação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Diadema

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Diadema SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Diadema 4.9.1 Quadro de Unidades Curriculares As Tabelas 4.9.1 e 4.9.2 mostram a distribuição das Unidades Curriculares s e eletivas, com

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. 1º Período

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. 1º Período MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º Período Código Disciplina CHT 1 CHP 2 CH Total Pré-requisitos Dados I 40 40 80 - Cálculo I 80-80 - Fundamentos da Computação 40-40 - Fundamentos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO 28/2009 Aprova a estrutura curricular do Curso de Licenciatura em, do Centro de

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA Currículo Novo 200901 Reconhecido pela Portaria Ministerial Nº 1.193, de 08/04/2005 Duração: 3.720 h - 248 créditos, acrescidas de 120 horas de atividades complementares

Leia mais

Grade Horária da Engenharia Química - 1º Sem 2016

Grade Horária da Engenharia Química - 1º Sem 2016 Grade Horária da Engenharia Química - 1º Sem 2016 1º PERÍODO NOTURNO 2016 Química Geral (Tuma B) Calculo Diferencial e Integral I Calculo Diferencial e Integral I Introdução à Engenharia Química Metodologia

Leia mais

Curso: Ciências dos Alimentos

Curso: Ciências dos Alimentos RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PARA O ANO DE 2016. Curso: Ciências dos Alimentos a) extinção de disciplinas obrigatórias a.1) LAN2660 Operações Unitárias na Indústria de Alimentos 4 1 5º Adaptação curricular:

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA AGRÍCOLA. CRÉDITOS Obrigatórios: 264 Optativos: 6. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA AGRÍCOLA. CRÉDITOS Obrigatórios: 264 Optativos: 6. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:18:33 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

Disciplina Conjunto. ZEA0996(1) Estágio Supervisionado II

Disciplina Conjunto. ZEA0996(1) Estágio Supervisionado II s Optativas Oferecidas Livres ZEA0996(1) Estágio Supervisionado II....................... 0 15 15 450 450 10 Subtotal: 0 15 15 450 450 Total: 0 15 15 450 450 d_jupiter_rl_9_crl_grade USP/DI - 25/3/2009

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 075/2015 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 10/2009 Aprova a Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Ambiental, da Unidade

Leia mais

Considerando o disposto no Estatuto e Regimento Geral da UFCG;

Considerando o disposto no Estatuto e Regimento Geral da UFCG; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 14/2010 Altera a estrutura curricular do Curso de Graduação em Engenharia de

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 099/2016

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 099/2016 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 099/2016 Altera o Currículo do Curso de Engenharia de Controle e Automação, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MEC- 481/2012,

Leia mais

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA Módulo Básico I 3 Módulo Específico II 365 h Beneficiamento e Industrialização de Grãos Toxicologia dos Alimentos Sistemas Agroindustriais Alimentares Sistemas de Armazenamento

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira 216 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR José Antonio Marques Pereira jampereira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 217 Bacharelado ATUAÇÃO O egresso do curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios

Leia mais

1º PERÍODO. Carga Horária e Creditação. Total (50') Física I 80 66, Laboratório de Física I 40 33,

1º PERÍODO. Carga Horária e Creditação. Total (50') Física I 80 66, Laboratório de Física I 40 33, 1º PERÍODO Física I 80 66,67 4 4 0 Laboratório de Física I 40 33,33 2 1 1 Laboratório de Computação 40 33,33 2 0 2 Introdução a Engenharia de Produção 60 50 3 3 0 Geometria Analítica 60 50 3 3 0 Química

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA Câmpus: São Luís de Montes Belos Curso: Zootecnia Modalidade: Bacharelado Integralização: Mínimo: 10 semestres e Máximo: 15 semestres Carga Horária

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO BACHARELADO

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO BACHARELADO FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 / Fone:

Leia mais

Currículo do Curso de Nutrição

Currículo do Curso de Nutrição Currículo do Curso de Nutrição Bacharelado ATUAÇÃO O Nutricionista é um profissional de saúde, legal e tecnicamente habilitado para planejar, organizar, dirigir, supervisionar e avaliar unidades de alimentação

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV BIOQUÍMICA. COORDENADORA Juliana Lopes Rangel Fietto

Currículos dos Cursos UFV BIOQUÍMICA. COORDENADORA Juliana Lopes Rangel Fietto 68 BIOQUÍMICA COORDENADORA Juliana Lopes Rangel Fietto jufietto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 69 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Bacharelado em Bioquímica se destina à formação de profissionais

Leia mais

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 260/2008 EMENTA: Estabelece o Currículo do Curso de Graduação em Farmácia O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA da UNIVERSIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria Analítica

Leia mais

Currículo do Curso de Bioquímica

Currículo do Curso de Bioquímica Currículo do Curso de Bioquímica Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Bacharelado em Bioquímica se destina à formação de profissionais para atuar em pesquisa e ensino de instituições de ensino superior e, ou,

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA. Primeiro Período

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA. Primeiro Período GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Primeiro Período Algoritmos e Programação 60 20 80 4 Obrigatória Desenho Técnico 20 20 40 2 Obrigatória Fundamentos de Cálculo 80-80 4 Obrigatória Geometria

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV. QUÍMICA Bacharelado. COORDENADORA Regina Simplício Carvalho

Currículos dos Cursos UFV. QUÍMICA Bacharelado. COORDENADORA Regina Simplício Carvalho 194 Currículos dos Cursos UFV QUÍMICA Bacharelado COORDENADORA Regina Simplício Carvalho resicar@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 195 Bacharelado ATUAÇÃO O Químico é um profissional, capacitado em

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 47/15 - CEPE

RESOLUÇÃO N o 47/15 - CEPE RESOLUÇÃO N o 47/15 - CEPE Fixa o Currículo Pleno do Curso de Oceanografia do Setor de Ciências da Terra da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, órgão normativo, consultivo

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação QUÍMICA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR César Reis

UFV Catálogo de Graduação QUÍMICA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR César Reis UFV Catálogo de Graduação 2012 207 QUÍMICA Bacharelado e Licenciatura COORDENADOR César Reis cesar@ufv.br 208 Currículos dos Cursos UFV Bacharelado ATUAÇÃO O Químico é um profissional, capacitado em ciências

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Produção

Currículo do Curso de Engenharia de Produção Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de da UFV visa preparar profissionais que, integrando equipes interdisciplinares e articulando fatores de diferentes naturezas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 36-36 Direito 36-36 Cálculo Diferencial e Integral I 72-72 Fundamentos da Administração

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações (Currículo 7 aprovado pelo CDI em 23/12/15) - Carga Horária Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

HORÁRIO DE AULA DO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS E BIOTECNOLOGIA

HORÁRIO DE AULA DO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS E BIOTECNOLOGIA HORÁRIO DE AULA DO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS E BIOTECNOLOGIA 2017 * Aprovado em Reunião de Conselho de Curso de Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia realizado em 16/11/2016

Leia mais

Grade Horária - Engenharia Bioprocessos (1º Semestre de 2016)

Grade Horária - Engenharia Bioprocessos (1º Semestre de 2016) Grade Horária - Engenharia (1º Semestre de 2016) 1º PERÍODO 17:05-18:55 Algoritmos Estruturas e Dados 1 A Química Geral Experimental B Calculo Diferencial e Integral I Química Geral Teorica Calculo Diferencial

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV MATEMÁTICA. COORDENADORA DO CURSO DE MATEMÁTICA Marinês Guerreiro

Currículos dos Cursos do CCE UFV MATEMÁTICA. COORDENADORA DO CURSO DE MATEMÁTICA Marinês Guerreiro 132 MATEMÁTICA COORDENADORA DO CURSO DE MATEMÁTICA Marinês Guerreiro marines@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Matemática forma bacharéis e, ou, licenciados. O Bacharel

Leia mais

Engenharia de Computação Campus Bagé UNIPAMPA NOVO PPC PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

Engenharia de Computação Campus Bagé UNIPAMPA NOVO PPC PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Engenharia de Computação Campus Bagé UNIPAMPA NOVO PPC PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 Histórico Primeira versão foi revisada e aprovada em reunião do Conselho do Campus Bagé em Março de 2010 Considerada

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo

Universidade Federal do Espírito Santo Curso: Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Engenharia de Petroleo - Sao Mateus Ensino Superior Engenheiro de Petróleo Diurno Curso Bacharelado Em atividade Documento de Autorização:

Leia mais

Sumário. 3. Ergonomia. 2. Engenharia da Qualidade 16/03/2011 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL

Sumário. 3. Ergonomia. 2. Engenharia da Qualidade 16/03/2011 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL Sumário PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL Prof. Amauri Cruz Espírito Santo Prof. Rafael Lipinski Paes Prof. Alejandro Martins Prof. Wolmer Brod Peres Campos de atuação

Leia mais

FÍSICA. COORDENADOR Helder Soares Moreira

FÍSICA. COORDENADOR Helder Soares Moreira FÍSICA COORDENADOR Helder Soares Moreira hmoreira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 235 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de graduação em Física oferece ao estudante a oportunidade de obter ampla formação

Leia mais

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE Fundação Educacional de Ituverava Faculdade Dr. Francisco Maeda O Diretor da Faculdade Dr. Francisco Maeda de Ituverava-SP, mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, tendo em vista o disposto nas

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia Agrícola e Ambiental

Currículo do Curso de Engenharia Agrícola e Ambiental Currículo do Curso de Engenharia Agrícola e Engenheiro Agrícola e ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrícola e o desempenho de atividades de engenharia, referentes à aplicação de conhecimentos científicos

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação (Currículo 3 aprovado pelo CDI em 23/12/15) - Carga Horária Carga Horária Núcleo Básico 1.260h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES Situação Legal: Reconhecido Integralização: Mínimo 5 anos / Máximo 8 anos Carga Horária: 2.820h (188 créditos)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 19 DE FEVEREIRO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 19 DE FEVEREIRO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.948, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia de.

Leia mais

QUADROS DE HORÁRIOS 2012/2 CURSO: CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

QUADROS DE HORÁRIOS 2012/2 CURSO: CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS SEGUNDO SEMESTRE Turma 10 Metodologia Científica 8:25 9:20 Matérias Primas Química orgânica 9:30 10:25 Matérias Primas Química orgânica 10:25 11:20 Matérias Primas Química orgânica Metodologia Científica

Leia mais

CONDIÇÕES DE OFERTA PARA CADASTRO DO CURSO PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE ACADÊMICO Nome do curso Ciência da Computação Condições de Oferta do Curso

CONDIÇÕES DE OFERTA PARA CADASTRO DO CURSO PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE ACADÊMICO Nome do curso Ciência da Computação Condições de Oferta do Curso CONEP UFSJ Parecer N o 066/2009 Aprovado em 02/12/2009 ANEXO A: ORIENTAÇÕES PARA OFERTA E CADASTRO DO CURSO CONDIÇÕES DE OFERTA PARA CADASTRO DO CURSO PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE ACADÊMICO Nome do curso

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação FÍSICA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR Alexandre Tadeu Gomes de Carvalho

UFV Catálogo de Graduação FÍSICA Bacharelado e Licenciatura. COORDENADOR Alexandre Tadeu Gomes de Carvalho UFV Catálogo de Graduação 2012 163 FÍSICA Bacharelado e Licenciatura COORDENADOR Alexandre Tadeu Gomes de Carvalho atadeu@ufv.br 164 Currículos dos Cursos UFV Bacharelado ATUAÇÃO O curso de graduação em

Leia mais

Currículo do Curso de Administração

Currículo do Curso de Administração Currículo do Curso de Administração Bacharelado ATUAÇÃO O Administrador é capacitado a gerir quaisquer tipos de recursos mediante o exercício do planejamento, da organização, da direção e do controle,

Leia mais

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS

Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Resolução n o 139 de 31/08/2015 CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula dos cursos de Engenharia da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior da

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer 100 Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2012 101 Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV habilita

Leia mais

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ÁLGEBRA II LM11 2 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EQ11 2 T 1234 2209 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11 EP12 LF11 2 M 45 1203 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE A PROPOSTA DE ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA CURRICULAR PARA 2011 CURSO: ENGENHARIA INDUSTRIAL QUÍMICA (88100)

INFORMAÇÕES SOBRE A PROPOSTA DE ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA CURRICULAR PARA 2011 CURSO: ENGENHARIA INDUSTRIAL QUÍMICA (88100) INFORMAÇÕES SOBRE A PROPOSTA DE ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA CURRICULAR PARA 2011 CURSO: ENGENHARIA INDUSTRIAL QUÍMICA (88100) (Válida para ingressantes após 2005) A) INCLUSÃO DE DISCIPLINA LOQ4046 - Gestão

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. COORDENADOR Alcione de Paiva Oliveira

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. COORDENADOR Alcione de Paiva Oliveira 82 Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO COORDENADOR Alcione de Paiva Oliveira alcione@dpi.ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 83 Bacharelado ATUAÇÃO A Ciência da Computação caracteriza-se

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger 132 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 ATUAÇÃO O Engenheiro Ambiental deverá apresentar competência

Leia mais

CURSO DE QUÍMICA NOTURNO - 104A

CURSO DE QUÍMICA NOTURNO - 104A CURSO DE QUÍMICA NOTURNO - 104A 1 0 Semestre - 2017 18:30-19:30 19:30-20:30 CQ155 - N CM045 N/ 20:30-21:30 CQ155 - N CM045 N/ 21:30-22:30 CM041- G CQ138 N/ CQ124-DPN 22:30-23:30 CM041- G CQ138 N/ CQ124-DPN

Leia mais

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011.

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

96 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Francisco de Assis de Carvalho Pinto

96 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Francisco de Assis de Carvalho Pinto 96 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL COORDENADOR Francisco de Assis de Carvalho Pinto facpinto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2015 97 Engenheiro Agrícola e ATUAÇÃO Compete

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 172 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO Na Resolução n 1010, de 22.08.2005, que dispõe sobre

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. 1ª Fase

CURRÍCULO DO CURSO. 1ª Fase Objetivo: Titulação: Diplomado em: Engenheiro Têxtil Engenharia Têxtil Período de Conclusão do Curso: Carga Horária Obrigatória: Mínimo: 10 semestres UFSC: 4932 Máximo: 18 semestres CNE: 4110 H Número

Leia mais

RESOLUÇÃO N 032/ CONSEPE

RESOLUÇÃO N 032/ CONSEPE RESOLUÇÃO N 032/2011 - CONSEPE Altera pré-requisito da disciplina Proteção e Recuperação, da 8ª fase, do Curso de Engenharia do CAV/UDESC. O Reitor da Fundação - UDESC, no uso das prerrogativas que lhe

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Felix

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Felix 134 ENGENHARIA ELÉTRICA COORDENADOR Leonardo Bonato Felix leobonato@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 135 Engenheiro Eletricista ATUAÇÃO O curso de Engenharia Elétrica da UFV oferece a seus estudantes

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL BACHARELADO INSTITUC IONAIS CH TEÓRICA

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL BACHARELADO INSTITUC IONAIS CH TEÓRICA FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 / Fone:

Leia mais

Grade Curricular 10/04/ :56:36

Grade Curricular 10/04/ :56:36 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARGDRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 10/04/2013-13:56:36 Curso : FISICA CÓD.

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 278/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 278/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 278/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 187/2012, que altera o Currículo do Curso de Física (Licenciatura), para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade

Leia mais

MATRIZ DE TRANSIÇÃO PARA DISCENTES INGRESSANTES NO PERÍODO DE 2007 A 2014

MATRIZ DE TRANSIÇÃO PARA DISCENTES INGRESSANTES NO PERÍODO DE 2007 A 2014 MATRIZ DE TRANSIÇÃO PARA DISCENTES INGRESSANTES NO PERÍODO DE 2007 A 2014 CURSOS DE BACHARELADO EM QUÍMICA DA UNIFESP (INTEGRAL E NOTURNO QUÍMICA INDUSTRIAL) Processo de Transição 1) Todos os alunos, independente

Leia mais

Distribuição dos componentes curriculares do curso de Bacharelado em Biotecnologia

Distribuição dos componentes curriculares do curso de Bacharelado em Biotecnologia Distribuição dos componentes curriculares do curso de Bacharelado em Biotecnologia 1º período 2º período 3º período 4º período 5º período 6º período 7º período 8º período Ética FAFCS Química Orgânica -

Leia mais

Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática

Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática ATUAÇÃO O curso de Licenciatura em Matemática oferece ao estudante a oportunidade de obter ampla formação em ciências básica e aplicada, possibilitando-lhe

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos FUPAC Unidade de Barão de Cocais MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Fundação Presidente Antônio Carlos FUPAC Unidade de Barão de Cocais MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2012 1º PERÍODO Pré Geometria Analítica e Cálculo Vetorial 4 Introdução ao Cálculo 4 Introdução à Engenharia de Produção Introdução à Programação para Engenharia

Leia mais

Currículo do Curso de Nutrição

Currículo do Curso de Nutrição Currículo do Curso de Nutrição Bacharelado ATUAÇÃO O Nutricionista é um profissional de saúde, legal e tecnicamente habilitado para planejar, organizar, dirigir, supervisionar e avaliar unidades de alimentação

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 005/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 005/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 005/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 171/2012, que altera o currículo do Curso de Ciências Biológicas Licenciatura para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

Currículo do Curso de Agronomia

Currículo do Curso de Agronomia Currículo do Curso de Agronomia Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas na Resolução nº 218, de 29.6.73, do CONFEA, e atuar nos seguintes

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 40-40 Cálculo Diferencial e Integral I 80-80 Fundamentos da Administração 40-40 Introdução

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR /1º semestre. 1º período Carga horária Teórica Prática Total

ESTRUTURA CURRICULAR /1º semestre. 1º período Carga horária Teórica Prática Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA ESTRUTURA CURRICULAR - 2002/1º semestre 1º período MAT019

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Félix

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR Leonardo Bonato Félix 264 ENGENHARIA ELÉTRICA COORDENADOR Leonardo Bonato Félix leobonato@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 265 Engenheiro Eletricista ATUAÇÃO O curso de Engenharia Elétrica da UFV oferece a seus estudantes

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS Horário de Aulas - Semestre

ENGENHARIA DE ALIMENTOS Horário de Aulas - Semestre ENGENHARIA DE ALIMENTOS Horário Aulas - Semestre 2016.1 Química Inorgânica Cálculo I Química Geral Alixandre Santana Suzana Pedroza Ricardo Normando Gerla Francisco 1º Período Química Inorgânica Cálculo

Leia mais

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR 2008/1

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18

Pré-requisito Coreq Disciplina EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18 1 de 5 Nível:BACHARELADO Início: 20081 01 - - EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008 EMC102 - Filosofia - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA EMC103 - Física: Cinemática e Dinâmica - Ativa

Leia mais

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo 1 Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil CEFET-MG / Unidade Curvelo PRIMEIRO PERÍODO Aulas semana Cálculo I 90 6 Contexto Social e Profissional do Eng. 30 2 Desenho Técnico 30 2 Geometria Analítica

Leia mais

Considerando o disposto na Resolução CNE/CES nº 9, de 11 de março de 2002 que institui as Diretrizes Nacionais Curriculares para o Curso de Física;

Considerando o disposto na Resolução CNE/CES nº 9, de 11 de março de 2002 que institui as Diretrizes Nacionais Curriculares para o Curso de Física; 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 15/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Física,

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DE 2014

ESTRUTURA CURRICULAR DE 2014 PRÓ-REITORIA GRADUAÇÃO ESCOLA POLITÉCNICA ANEXO F ESTRUTURA CURRICULAR 2014 1º semestre S OBRIGATÓRIAS D E AULA TRAB. TOTAL MAC2166 - Introdução à Computação 4 0 60 1 MAT2453 - Cálculo Diferencial e Integral

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 1º SEMESTRE. Carga Horária Teórica Prática

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 1º SEMESTRE. Carga Horária Teórica Prática Carga Horária Teórica Prática 1º SEMESTRE Total PRÉ- REQUISITO DOCENTES 1. Álgebra e Geometria Analítica 60-60 04 - Me. Luzitelma Maria Barbosa de Castro 2. Desenho aplicado a engenharia 30 30 60 04 -

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: ENGENHARIA DE PETRÓLEO Campus: NITERÓI Missão O Curso de Engenharia de Petróleo da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólida formação técnica

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVÇO PÚBLCO FEDERAL UNVERSDADE FEDERAL DE CAMPNA GRANDE CONSELHO UNVERSTÁRO CÂMARA SUPEROR DE ENSNO RESOLUÇÃO Nº 09/2014 Altera prérequisitos constantes nos Projetos Pedagógicos dos Cursos de, de Materiais,

Leia mais