PROGRAMA DA DISCIPLINA DE FONOLOGIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DA DISCIPLINA DE FONOLOGIA"

Transcrição

1 UFRGS INSTITUTO DE LETRAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS ÁREA DE TEORIA E ANÁLISE LINGÜÍSTICA PROGRAMA DA DISCIPLINA DE FONOLOGIA Aula 1 Fonologia: fundamentos (fonemas, sistemas fonológicos, alofones) HAYES, B. Introductory Phonology. Cap. 2. Wiley-Blackwell, [versão disponível em VASCONCELOS, E. A. Aspectos fonológicos da lingua xetá. Dissertação de mestrado: UNB, [disponível em: Aula 2 - Representações subjacentes e derivações ODDEN, D. Underlying Representations. In: Introducing Phonology. Cambridge: Cambridge University Press. p Alegre: EDIPUCRS, ª ed. Cap. 1 Aula 2 Traços Alegre: EDIPUCRS, ª ed. Cap. 1 HAYES, B. Introductory Phonology. Cap. 4. Wiley-Blackwell, Aula 3 Regras HAYES, B. Introductory Phonology. Wiley-Blackwell, 2008 Aula 4 Ordenamento de regras ODDEN, D. Interacting Processes. In: Introducing Phonology. Cambridge: Cambridge University Press. P Aula 5 Sílaba Alegre: EDIPUCRS, ª ed. Cap. 3 A sílaba em português

2 HAYES, B. Compensatory Lenghthening in Moraic Phonology. In: GOLSDMITH, J. (ed.) Phonological Theory: The essential readings.oxford: Blackwell. p Aula 6 Sílaba sem regras SÍLABA ALVES, U. K.; KELLER, T. Sílaba. In: BISOL, L; SCHWINDT, L.C. Teoria da Otimidade: Fonologia. Campinas: Pontes, p ZEC, D. The syllable. In: LACY, P. de (org.) The Cambridge Handbook of Phonology. Cambridge, p Aula 7 Tom e Entonação A definir Aula 8 Acento BISOL, L. (Org.) Introdução a estudos de fonologia do português brasileiro ª ed. Cap. 4 KAGER, R. Feet and metrical stress. In: LACY, P. de (ed.) The Cambridge Handbook of Phonology. Cambridge: Cambridge University Press, MAGALHÃES, J. S. Acento. In: BISOL, L; SCHWINDT, L.C. Teoria da Otimidade: Fonologia. Campinas: Pontes, p Aula 9 Fonologia Prosódica Alegre: EDIPUCRS, ª ed. Cap. 7 Os Constituintes Prosódicos A definir Aula 10 a 13 Introdução à Teoria da Otimalidade Alegre: EDIPUCRS, ª ed. Cap. 8 Teoria da Otimidade e Fonologia. MCCARTHY, J. J. Doing Optimality Theory. Applying Theory to Data. Oxford, Blackwell, cap. 1 e 2 BISOL, L; SCHWINDT, L.C. Teoria da Otimidade: Fonologia. Campinas: Pontes, 2010.

3 Aula 14 Temas recentes em fonologia A definer Aula 15 Prova Avaliação: O aluno será avaliado nos seguintes aspectos: - realização das leituras obrigatórias (textos marcados com um ); - participação nas discussões sobre as leituras obrigatórias em sala de aula; - material escrito postado em fóruns na Plataforma MOODLE (handouts) - realização dos exercícios; - realização de uma anaálise (a ser proposta no decorrer do semestre); - prova final. Bibliografia completa ANDERSON, S. Phonology in the Twentieth Century. Chicago: Chicago University Press, ARAÚJO, G. A. O acento em português: Abordagens fonológicas. São Paulo : Parábola, 2007 ARCHANGELL, D e LANGENDOEN, T. Optimality Theory. An Overview. Oxford: Blackwell, BISOL, L. (org.) Introdução a estudos de fonologia do português brasileiro. Porto Alegre: EDIPUCRS, 4ª ed BISOL, L; SCHWINDT, L.C. Teoria da Otimidade: Fonologia. Campinas: Pontes, p BLEVINS, J. The Syllable in Phonological Theory. In GOLDSMITH, J. (org.) The Handbook of Phonological Theory. Oxford: Basil Blackwell, BOOIJ, G. Review Article of Nespor & Vogel (1986). Journal of Linguistics (1988). p CAGLIARI, L. C e MASSINI-CAGLIARI, G. Fonética. In: MUSSALIM e BENTES (org.) Introdução à Lingüística. São Paulo: Cortez, CALLOU, Dinah e LEITE, Yonne. Iniciação à fonética e à fonologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1993 CARR, P. Phonology. New York: St. Martin s Press, CHOMSKY, N. e HALLE, M. The Sound Pattern of English, New York: Harper and Row, CLEMENTS, G.; HUME, E. The Internal Organization of Speech Sounds. In GOLDSMITH, J. (org.) The Handbook in Phonological Theory. Oxford: Basil Blackwell, CRYSTAL, David. Dicionário de Lingüística e Fonética. Rio de Janeiro: Zahar, 1998 EWEN, C. & HULST, H. van der. The Phonological Structure of Words. An Introduction. Cambridge: Cambridge University Press, 2001.

4 GOLDSMITH, J. (ed.) The Handbook of Phonological Theory, Oxford: Basil Blackwell, Generative phonology in the late 1940s. Phonology, 25 (2008) p GOLDSMITH, J.; LAKS, B. Generative phonology: its origins, its principles, and its successors. In: Linda WAUGH, L. ; JOSEPH, J. E The Cambridge History of Linguistics (no prelo) GUSSENHOVEN, C; JACOBS, H. Understanding Phonology. London: Hodder Arnold, GUSSENHOVEN, C. Intonation. In: LACY, P. de (ed.) The Cambridge Handbook of Phonology. Cambridge: Cambridge University Press, 2007 HALL, T. A. Segmental features. In: LACY, P. de (org.) The Cambridge Handbook of Phonology. Cambridge, p HALLE, M. & CLEMENTS, G. N. Problem Book in Phonology. Cambridge, Mass.: MIT Press, HARGUS, S. e SHAW, P. Studies in Lexical Phonology. California: San Diego, HAYES, B. The Prosodic Hierarchy in Meter. In: KIPARSKY, P; YOUMANS, I. Phonetics and Phonology. v. 1: Rhythm and Meter. New York: Academic Press, Compensatory Lenghthening in Moraic Phonology. In: GOLSDMITH, J. (ed.) Phonological Theory: The essential readings.oxford: Blackwell. p HULST, H. van der: EWEN, C. The Phonological Structure of Words. Cambridge: Cambridge University Press, KAGER, R. Optimality Theory. Cambridge: Cambridge University Press, KAISSE, E; SHAW, P. On the Theory of Lexical Phonology. Phonology Yearbook, v. 2, p.1-30 KENSTOWICZ, Michael. Phonology in generative grammar. Cambridge, Mass.: Blackwell LACY, P. de (ed.) The Cambridge Handbook of Phonology. Cambridge: Cambridge University Press, LEE, S.-H. Formas de entrada e otimização do léxico. Texto em pdf. LEE, S-H. Teoria de Otimalidade e silabificação do PB. In: IBLER, V. B; MENDES, E.; OLIVEIRA, P. F.M. de (ed.). Revisitações. Edição Comemorativa dos 30 anos da FALE/UFMG. Belo Horizonte: UFMG, p MATEUS, Maria Helena Mira et alii. Fonética, Fonologia e Morfologia do Português. Lisboa: Universidade Aberta MATEUS, M.; D ANDRADE, E. The phonology of Portuguese. Oxford: Oxford University Press, MATZENAUER, C.L.B. ; BONILHA, G.F.G. Aquisição da Fonologia e Teoria da Otimidade. Pelotas: EDUCAT, 2003 MCCARTHY,J. A Thematic Guide to Optimality Theory. Cambridge: Cambridge University Press, (ed.). Optimality Theory in Phonology. A Reader. Oxford: Blackwell, Doing Optimality Theory. Applying Theory to Data. Oxford: Blackwell, NESPOR, M.; VOGEL, I. Prosodic Phonology. Dordrecht: Foris, NETTO, Waldemar Ferreira (2001) Introdução à Fonologia da Língua Portuguesa. São Paulo: Hedra, ODDEN, D. Introducing Phonology. Cambridge: Cambridge University Press, ROCA, I. (org.) Derivations and constraints in Phonology. Oxford: Clarendon Press, 1997.

5 SILVA, Thais Cristófaro. Exercícios de Fonética e Fonologia.São Paulo: Contexto, SILVA, Thais Cristófaro. Fonética e Fonologia do Português. São Paulo: Contexto, VAUX, B. Why the Phonological Component must be Serial and Rule-Based. In: VAUX, B.; NEVINS, A. Rules, Constraints, and Phonological Phenomena. Oxford, Oxford University Press, p YIP, M. Tone. In: LACY, P. de (org.) The Cambridge Handbook of Phonology. Cambridge, 2007.

A harmonização vocálica nas vogais médias pretônicas dos verbos na

A harmonização vocálica nas vogais médias pretônicas dos verbos na A harmonização vocálica nas vogais médias pretônicas dos verbos na variedade do interior paulista Márcia Cristina do Carmo (FAPESP 06/59141-9) Orientadora: Profa. Dra. Luciani Ester Tenani UNESP Câmpus

Leia mais

RESENHA DE EXERCÍCIOS DE FONÉTICA E FONOLOGIA, DE THAÏS CRISTÓFARO-SILVA

RESENHA DE EXERCÍCIOS DE FONÉTICA E FONOLOGIA, DE THAÏS CRISTÓFARO-SILVA OTHERO, Gabriel de Ávila; FERREIRA-GONÇALVES, Giovana. Resenha de Exercícios de Fonética e Fonologia, de Thaïs Cristófaro-Silva. ReVEL, v. 8, n. 15, 2010 [www.revel.inf.br]. RESENHA DE EXERCÍCIOS DE FONÉTICA

Leia mais

SINTAXE E PROSÓDIA NA ORGANIZAÇÃO DA ESTRUTURA FRASAL DO PORTUGUÊS: UM ESTUDO DA DISTRIBUIÇÃO SINTÁTICA ENTRE ADVÉRBIOS E COMPLEMENTOS 1

SINTAXE E PROSÓDIA NA ORGANIZAÇÃO DA ESTRUTURA FRASAL DO PORTUGUÊS: UM ESTUDO DA DISTRIBUIÇÃO SINTÁTICA ENTRE ADVÉRBIOS E COMPLEMENTOS 1 SINTAXE E PROSÓDIA NA ORGANIZAÇÃO DA ESTRUTURA FRASAL DO PORTUGUÊS: UM ESTUDO DA DISTRIBUIÇÃO SINTÁTICA ENTRE ADVÉRBIOS E COMPLEMENTOS 1 335 Gabriel de Ávila Othero * Introdução Neste artigo, veremos alguns

Leia mais

Plano de Ensino da Disciplina

Plano de Ensino da Disciplina Disciplina: Fonética Clínica Código da disciplina: LIN012 Classificação: Obrigatória (OB) Plano de Ensino da Disciplina Unidade/Departamento: Faculdade de Letras Período do Curso: 2º período N.º de créditos:

Leia mais

Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Linguística. Programa de Pós-Graduação em Linguística

Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Linguística. Programa de Pós-Graduação em Linguística Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Departamento de Linguística Programa de Pós-Graduação em Linguística Grafias Sonoras: Representações Visuais no Desenvolvimento

Leia mais

XII Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística REDUNDÂNCIAS LEXICAIS E SUBESPECIFICAÇÃO: O SISTEMA DO PORTUGUÊS

XII Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística REDUNDÂNCIAS LEXICAIS E SUBESPECIFICAÇÃO: O SISTEMA DO PORTUGUÊS 1 XII Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística REDUNDÂNCIAS LEXICAIS E SUBESPECIFICAÇÃO: O SISTEMA DO PORTUGUÊS Maria Helena Mira Mateus Faculdade de Letras de Lisboa Resumo: Nesta comunicação

Leia mais

A maioria das palavras tem o acento na penúltima sílaba.

A maioria das palavras tem o acento na penúltima sílaba. ACENTO: UMA NOVA PROPOSTA Marisa Porto do AMARAL 1 RESUMO: Neste artigo, apresento uma prévia da nova proposta para o acento primário do português brasileiro, visando contribuir com as demais já existentes.

Leia mais

Módulo 01: As distintas abordagens sobre a linguagem: Estruturalismo, Gerativismo, Funcionalismo, Cognitivismo

Módulo 01: As distintas abordagens sobre a linguagem: Estruturalismo, Gerativismo, Funcionalismo, Cognitivismo Módulo 01: As distintas abordagens sobre a linguagem: Estruturalismo, Gerativismo, Funcionalismo, Cognitivismo Sintaxe do Português I 1º semestre de 2015 sim, ele chegou! Finalmente! Prof. Dr. Paulo Roberto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: FONÉTICA E FONOLOGIA TURMAS D e E PROFESSOR RESPONSÁVEL: ISRAEL ELIAS TRINDADE CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 64 CARGA

Leia mais

A influência dos conhecimentos sobre o acento fonológico na acentuação gráfica The influence of assignment stress knowledge on graphic accentuation

A influência dos conhecimentos sobre o acento fonológico na acentuação gráfica The influence of assignment stress knowledge on graphic accentuation A influência dos conhecimentos sobre o acento fonológico na acentuação gráfica The influence of assignment stress knowledge on graphic accentuation Taíse Simioni * Flávia Azambuja Alves ** RESUMO: Esta

Leia mais

Estudar a Prosódia. Sónia Frota. Dep. Linguística, Laboratório de Fonética, Onset-CEL, FLUL http://www.fl.ul.pt/laboratoriofonetica/

Estudar a Prosódia. Sónia Frota. Dep. Linguística, Laboratório de Fonética, Onset-CEL, FLUL http://www.fl.ul.pt/laboratoriofonetica/ RITMO E MELODIA: Conhecimento Fonológico e Aplicações Estudar a Prosódia Sónia Frota Dep. Linguística, Laboratório de Fonética, Onset-CEL, FLUL http://www.fl.ul.pt/laboratoriofonetica/ Programa 1. Organização

Leia mais

O comportamento fonológico das vogais médias em posição pretônica no dialeto de Belo Horizonte

O comportamento fonológico das vogais médias em posição pretônica no dialeto de Belo Horizonte O comportamento fonológico das vogais médias em posição pretônica no dialeto de Belo Horizonte Marlúcia Maria Alves Faculdade de Letras Universidade Federal de Minas Gerais (FALE UFMG) marlucia-alves@uol.com.br

Leia mais

Bibliografia. ANDRADE, A. 1994: Reflexões sobre o E Mudo em Português Europeu, CIP, II, Lisboa, APL, p. 303-344.

Bibliografia. ANDRADE, A. 1994: Reflexões sobre o E Mudo em Português Europeu, CIP, II, Lisboa, APL, p. 303-344. Bibliografia ANDRADE, A. 1987: Um estudo das vogais anteriores e recuadas em português. Implicações para a teoria dos traços distintivos. Diss. para acesso à categoria de Investigador Auxiliar, Lisboa,

Leia mais

mas respiratório, fonatório e articulatório e dos órgãos que constituem o aparelho fonador.

mas respiratório, fonatório e articulatório e dos órgãos que constituem o aparelho fonador. D.E.L.T.A., Vol. 16, N. 1, 2000 (183-188) RESENHA/REVIEW SILVA, THAÏS CRISTÓFARO. (1999) Fonética e fonologia do português: roteiro de estudos e guia de exercícios. São Paulo: Contexto. 254 p. Resenhado

Leia mais

AS FRONTEIRAS ENTOACIONAIS DA ASSERÇÃO EM PORTUGUÊS (THE INTONATIONAL BOUNDARIES OF ASSERTION IN PORTUGUESE)

AS FRONTEIRAS ENTOACIONAIS DA ASSERÇÃO EM PORTUGUÊS (THE INTONATIONAL BOUNDARIES OF ASSERTION IN PORTUGUESE) AS FRONTEIRAS ENTOACIONAIS DA ASSERÇÃO EM PORTUGUÊS (THE INTONATIONAL BOUNDARIES OF ASSERTION IN PORTUGUESE) Luciani TENANI * (UNESP - SJRP) ABSTRACT: Intonational phonology is the framework used for investigating

Leia mais

TRAÇANDO PERCURSOS DA FONOLOGIA MAPPING PHONOLOGY PATHS

TRAÇANDO PERCURSOS DA FONOLOGIA MAPPING PHONOLOGY PATHS TRAÇANDO PERCURSOS DA FONOLOGIA MAPPING PHONOLOGY PATHS Gisela Collischonn 1 RESUMO: Partindo do olhar da fonologia, apresentamos uma retrospectiva da nossa área, focalizando o desenvolvimento de trabalhos

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: Língua Inglesa Curso: Técnico em Meio Ambiente (Integrado) Série/período: 1º ano Carga horária: 80 h/a (67h/r) Docente responsável:

Leia mais

O SISTEMA DE CASOS: INTERFACE ENTRE A MORFOLOGIA E A SINTAXE Dimar Silva de Deus (Unipaulistana)

O SISTEMA DE CASOS: INTERFACE ENTRE A MORFOLOGIA E A SINTAXE Dimar Silva de Deus (Unipaulistana) O SISTEMA DE CASOS: INTERFACE ENTRE A MORFOLOGIA E A SINTAXE Dimar Silva de Deus (Unipaulistana) dimmar@gmail.com O SISTEMA DE CASOS Quando se estudam línguas que comportam morfemas de caso, como o latim,

Leia mais

GRAMÁTICA PORTUGUESA 2 -FONOLOGIA E MORFOLOGIA

GRAMÁTICA PORTUGUESA 2 -FONOLOGIA E MORFOLOGIA FACULDADE DE FILOLOGIA Grau em Línguas Modernas: Português GRAMÁTICA PORTUGUESA 2 -FONOLOGIA E MORFOLOGIA José Luís RODRIGUEZ GUÍA DOCENTE E MATERIAL DIDÁTICO 2015/2016 I. DADOS DA MATÉRIA NOME: Gramática

Leia mais

X ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE LINGUÍSTICA A SILABIFICAÇÃO DE BASE EM PORTUGUÊS 1

X ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE LINGUÍSTICA A SILABIFICAÇÃO DE BASE EM PORTUGUÊS 1 X ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE LINGUÍSTICA A SILABIFICAÇÃO DE BASE EM PORTUGUÊS 1 Resumo Maria Helena Mira Mateus Faculdade de Letras da UL ILTEC 1994 A proposta de silabificação de base

Leia mais

A NASALIZAÇÃO VOCÁLICA NA AQUISIÇÃO DO ITALIANO COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA POR FALANTES DO PORTUGUÊS BRASILEIRO

A NASALIZAÇÃO VOCÁLICA NA AQUISIÇÃO DO ITALIANO COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA POR FALANTES DO PORTUGUÊS BRASILEIRO A NASALIZAÇÃO VOCÁLICA NA AQUISIÇÃO DO ITALIANO COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA POR FALANTES DO PORTUGUÊS BRASILEIRO GHISLANDI, Indianara; OENNING, Micheli email: michelioenning@yahoo.com.br Universidade Estadual

Leia mais

Ritmo Silábico/Ritmo Acentual: Divergências quanto à definição de Ritmo do Português do Brasil

Ritmo Silábico/Ritmo Acentual: Divergências quanto à definição de Ritmo do Português do Brasil Ritmo Silábico/Ritmo Acentual: Divergências quanto à definição de Ritmo do Português do Brasil Lívia Monteiro de Queiroz Migliorini Faculdade de Ciências e Letras Unesp Rodovia Araraquara Jaú Km 1 Araraquara/SP

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS DE OBSERVAÇÃO E ENTREVISTA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS DE OBSERVAÇÃO E ENTREVISTA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular MÉTODOS DE OBSERVAÇÃO E ENTREVISTA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA LINGUAGEM Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA LINGUAGEM Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA LINGUAGEM Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular PSICOLOGIA

Leia mais

FRASEAMENTO PROSÓDICO EM PORTUGUÊS: COMPARAÇÕES ENTRE AS VARIEDADES BRASILEIRA E AFRICANAS

FRASEAMENTO PROSÓDICO EM PORTUGUÊS: COMPARAÇÕES ENTRE AS VARIEDADES BRASILEIRA E AFRICANAS PROJETO DE PESQUISA: FRASEAMENTO PROSÓDICO EM PORTUGUÊS: COMPARAÇÕES ENTRE AS VARIEDADES BRASILEIRA E AFRICANAS Apresentado ao CNPq para solicitação de fomento à pesquisa: Chamada Universal MCTI/CNPq Nº

Leia mais

JAEL SÂNERA SIGALES GONÇALVES

JAEL SÂNERA SIGALES GONÇALVES JAEL SÂNERA SIGALES GONÇALVES CONTRIBUIÇÕES PARA A CARACTERIZAÇÃO PROSÓDICA E ENTOACIONAL DA FALA SOB SUSPEIÇÃO Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Letras da Universidade Católica

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Plano de Negócios e Avaliação da Performance. Unidade Curricular:

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Plano de Negócios e Avaliação da Performance. Unidade Curricular: INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do conselho Técnico-Científico / / Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Plano

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS DE OBSERVAÇÃO E ENTREVISTA Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS DE OBSERVAÇÃO E ENTREVISTA Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular MÉTODOS DE OBSERVAÇÃO E ENTREVISTA Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

VARIAÇÃO LINGÜÍSCA E REPRESENTAÇÃO SUBJACENTE * KEYWORD: OT; Language Variation; Underlying Representation.

VARIAÇÃO LINGÜÍSCA E REPRESENTAÇÃO SUBJACENTE * KEYWORD: OT; Language Variation; Underlying Representation. VARIAÇÃO LINGÜÍSCA E REPRESENTAÇÃO SUBJACENTE * Seung Hwa LEE (UFMG/CNPq) ABSTRACT: In this paper I discuss an Optimality Theoretic analysis of the interdialectal variation of pretonic vowel alternation

Leia mais

Sobre a universalidade do grupo clítico como domínio de regras fonológicas e seu status na Hierarquia Prosódica

Sobre a universalidade do grupo clítico como domínio de regras fonológicas e seu status na Hierarquia Prosódica ARTIGO Letrônica v. 2, n., p. 101-113, dezembro 2009 Sobre a universalidade do grupo clítico como domínio de regras fonológicas e seu status na Hierarquia Prosódica Carina Fragoso 1 1 Introdução Os clíticos,

Leia mais

A interação entre acento e sílaba na aquisição da linguagem: um exemplo de marcação posicional

A interação entre acento e sílaba na aquisição da linguagem: um exemplo de marcação posicional LETRAS A interação DE entre HOJE acento LETRAS e sílaba DE na HOJE aquisição LETRAS da linguagem DE HOJE LETRAS DE HOJE LETRAS DE HOJE LETRAS DE HOJE LETRAS DE HOJE 27 A interação entre acento e sílaba

Leia mais

4.Outros docentes e respectivas horas de contacto na unidade curricular _

4.Outros docentes e respectivas horas de contacto na unidade curricular _ 1.Nome da unidade curricular Língua Inglesa: Descrição do Sistema 2.Ciclo de estudos 1º 3.Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular (preencher o nome completo) Maria Angélica

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÁSIA (QUESTÕES POLÍTICAS, ECONÓMICAS E SOCIAIS) Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÁSIA (QUESTÕES POLÍTICAS, ECONÓMICAS E SOCIAIS) Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ÁSIA (QUESTÕES POLÍTICAS, ECONÓMICAS E SOCIAIS) Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo

Leia mais

A interação entre acento e processos de (re)estruturação silábica: um desafio para

A interação entre acento e processos de (re)estruturação silábica: um desafio para COLLISCHONN, Gisela. A interação entre acento e processos de (re)estruturação silábica: um desafio para a Teoria da Otimalidade. Revista Lingüística / Revista do Programa de Pós-Graduação em Linguística

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2016)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2016) Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2016) I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA INGLÊS INSTRUMENTAL CARGA HORÁRIA 36 CURSO

Leia mais

Programa da Unidade Curricular

Programa da Unidade Curricular Unidade Curricular: ECTS: Carga horária: Ano Lectivo: Semestre(s): Docente(s): O Estudo da Linguagem Humana 6 ECTS 4h/semana 2014-2015 S1 Marina Vigário Objectivos de aprendizagem: Esta disciplina visa

Leia mais

SUFIXOS NÃO NEUTROS EM INGLÊS:

SUFIXOS NÃO NEUTROS EM INGLÊS: GARCIA, Guilherme Duarte. Sufixos não neutros em inglês: uma análise de interfaces. ReVEL, edição especial n. 5, 2011. [www.revel.inf.br]. SUFIXOS NÃO NEUTROS EM INGLÊS: UMA ANÁLISE DE INTERFACES Guilherme

Leia mais

Lingüística Código HL808 (turma A) Nome da disciplina Leitura Orientada em Sintaxe terça: 10h30h 12h10h

Lingüística Código HL808 (turma A) Nome da disciplina Leitura Orientada em Sintaxe terça: 10h30h 12h10h Lingüística Código HL808 (turma A) Nome da disciplina Leitura Orientada em Sintaxe terça: 10h30h 12h10h Luiz Arthur Pagani Programa resumido Analisadores gramaticais são procedimentos para se executar

Leia mais

8 Referências bibliográficas

8 Referências bibliográficas 8 Referências bibliográficas ALI. M. S. Dificuldades da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Acadêmica, 1957.. Gramática secundária da língua portuguesa. São Paulo: Melhoramentos, 1964. AZEREDO, J. C. Fundamentos

Leia mais

O INVENTÁRIO FONÉTICO E FONOLÓGICO DOS SEGMENTOS VOCÁLICOS DA LÍNGUA URU EU WAU WAU: UMA PESQUISA PRELIMINAR

O INVENTÁRIO FONÉTICO E FONOLÓGICO DOS SEGMENTOS VOCÁLICOS DA LÍNGUA URU EU WAU WAU: UMA PESQUISA PRELIMINAR O INVENTÁRIO FONÉTICO E FONOLÓGICO DOS SEGMENTOS VOCÁLICOS DA LÍNGUA URU EU WAU WAU: UMA PESQUISA PRELIMINAR Antônia de Fátima Galdino da Silva Vezzaro 1 Universidade Federal de Rondônia UNIR RESUMO O

Leia mais

Apagamento vocálico e binariedade no português: uma investigação baseada em preditivas Bayesianas*

Apagamento vocálico e binariedade no português: uma investigação baseada em preditivas Bayesianas* Apagamento vocálico e binariedade no português D E L T A Apagamento vocálico e binariedade no português: uma investigação baseada em preditivas Bayesianas* Vowel deletion and binarity in portuguese: a

Leia mais

CAMPUS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS. Palmas 1 IDENTIFICAÇÃO:

CAMPUS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS. Palmas 1 IDENTIFICAÇÃO: 1 IDENTIFICAÇÃO: Componente Curricular: Inglês II Total de horas: 80 Aprimoramento e prática das estratégias de compreensão escrita que favoreçam uma leitura mais eficiente e independente de textos de

Leia mais

A EPÊNTESE VOCÁLICA NA AQUISIÇÃO DAS PLOSIVAS FINAIS DO INGLÊS (L2): GRAMÁTICA HARMÔNICA

A EPÊNTESE VOCÁLICA NA AQUISIÇÃO DAS PLOSIVAS FINAIS DO INGLÊS (L2): GRAMÁTICA HARMÔNICA Universidade Católica de Pelotas Programa de Pós-Graduação em Letras A EPÊNTESE VOCÁLICA NA AQUISIÇÃO DAS PLOSIVAS FINAIS DO INGLÊS (L2): TRATAMENTO PELA OT ESTOCÁSTICA E PELA GRAMÁTICA HARMÔNICA Ubiratã

Leia mais

PROSÓDIA UMA ENTREVISTA COM PLÍNIO A. BARBOSA

PROSÓDIA UMA ENTREVISTA COM PLÍNIO A. BARBOSA BARBOSA, Plínio A. Prosódia: uma entrevista com Plínio A. Barbosa. ReVEL, v. 8, n. 15, 2010. [www.revel.inf.br]. PROSÓDIA UMA ENTREVISTA COM PLÍNIO A. BARBOSA Plínio A. Barbosa Universidade Estadual de

Leia mais

ANEXO I. Tabela de pontuação do histórico escolar e do currículo. Grupo I - Títulos Acadêmicos. Quantidade de Títulos.

ANEXO I. Tabela de pontuação do histórico escolar e do currículo. Grupo I - Títulos Acadêmicos. Quantidade de Títulos. ANEXO I Tabela de pontuação do histórico escolar e do currículo Grupo I - Títulos Acadêmicos 01) Diploma de Especialização (20 pontos até 40) 40 02) Diploma de Cursos Diversos (5 pontos por curso até 30)

Leia mais

Palavras-chave: Fonologia; variação; alteamento; vogal tônica; Geometria de Traços.

Palavras-chave: Fonologia; variação; alteamento; vogal tônica; Geometria de Traços. O fenômeno do alteamento do [o] > [u] das tônicas, na cidade de Breves/Pa, na perspectiva da Geometria de Traços Valena Regina da Cunha DIAS Mestranda em Linguística pelo PPGL/UFPA (valenadias@hotmail.com)

Leia mais

1. Segmentos subespecificados, para quê?

1. Segmentos subespecificados, para quê? 1 XIII Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística AINDA A SUBESPECIFICAÇÃO NA FONOLOGIA DO PORTUGUÊS Maria Helena Mira Mateus Faculdade de Letras de Lisboa Outubro de 1997 1. Segmentos subespecificados,

Leia mais

A influência da escrita na pronúncia do português falado por japoneses

A influência da escrita na pronúncia do português falado por japoneses A influência da escrita na pronúncia do português falado por japoneses (The influence of writing on the pronunciation of Portuguese spoken by Japanese) Gustavo Massami Nomura 1 1 Departamento de Letras

Leia mais

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que:

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que: PORTARIA INTERNA nº 55 Estabelece critérios e escalas para aferição de na avaliação de títulos em concursos para Professor Adjunto A do Instituto de Biologia da UFBA A Congregação do Instituto de Biologia

Leia mais

A AQUISIÇÃO DO INGLÊS COMO LE POR CRIANÇAS:

A AQUISIÇÃO DO INGLÊS COMO LE POR CRIANÇAS: DE MARCO, Magliane. A aquisição do inglês como LE por crianças: a sílaba na OT. Revista Virtual de Estudos da Linguagem ReVEL. Edição especial n. 1, 2007. ISSN 1678-8931 [www.revel.inf.br]. A AQUISIÇÃO

Leia mais

Curso de Relações Internacionais - 3º período Disciplina: Método de Pesquisa Objetivo quatro módulos Avaliação

Curso de Relações Internacionais - 3º período Disciplina: Método de Pesquisa Objetivo quatro módulos Avaliação 1 Curso de Relações Internacionais - 3º período 2014.1 Disciplina: Método de Pesquisa Prof. Patricia Rivero Aula teórico-prática: quinta-feira das 16:40 às 20:10h Local: Anexo CFCH, sala 4 Objetivo Essa

Leia mais

A gente em relações de concordância com a estrutura pronome reflexivo + verbo na variedade alagoana do PB 1

A gente em relações de concordância com a estrutura pronome reflexivo + verbo na variedade alagoana do PB 1 A gente em relações de concordância com a estrutura pronome reflexivo + verbo na variedade alagoana do PB 1 Ahiranie Sales Santos Manzoni 2 Renata Lívia de Araújo Santos 3 RESUMO: Este artigo analisa a

Leia mais

Considerações sobre a Relação entre Processos de Sândi e Ritmo

Considerações sobre a Relação entre Processos de Sândi e Ritmo Estudos da Língua(gem) Questões de Fonética e Fonologia: uma Homenagem a Luiz Carlos Cagliari Considerações sobre a Relação entre Processos de Sândi e Ritmo Some Considerations about the Relationship between

Leia mais

Fundamentos em Organização da Informação

Fundamentos em Organização da Informação Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Plano de Ensino Fundamentos em Organização da Informação Profa. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares Código: 382779 Portal da Disciplina:

Leia mais

AVALIAÇÃO FONOLÓGICA EM DESTAQUE RESENHA DO LIVRO AVALIAÇÃO FONOLÓGICA DA CRIANÇA, DE YAVAS, HERNANDORENA & LAMPRECHT

AVALIAÇÃO FONOLÓGICA EM DESTAQUE RESENHA DO LIVRO AVALIAÇÃO FONOLÓGICA DA CRIANÇA, DE YAVAS, HERNANDORENA & LAMPRECHT FREITAS, Joselaine Moreira de; OTHERO, Gabriel de Ávila. Avaliação fonológica em destaque resenha do livro Avaliação fonológica da criança, de Yavas, Hernandorena & Lamprecht. ReVEL, v. 3, n. 5, 2005.

Leia mais

SOBRE AS CONSOANTES RÓTICAS E OS DADOS DE AQUISIÇÃO DE CRIANÇAS BRASILEIRAS E ARGENTINAS

SOBRE AS CONSOANTES RÓTICAS E OS DADOS DE AQUISIÇÃO DE CRIANÇAS BRASILEIRAS E ARGENTINAS Página 1 de 8 SOBRE AS CONSOANTES RÓTICAS E OS DADOS DE AQUISIÇÃO DE CRIANÇAS BRASILEIRAS E ARGENTINAS Ana Ruth Moresco Miranda [1] Resumo: Neste trabalho serão apresentados os resultados da aquisição

Leia mais

ASSIMILAÇÃO E RESTRIÇÃO: CONDICIONAMENTO DE CODA E ONSET COMPLEXO EM XAVANTE

ASSIMILAÇÃO E RESTRIÇÃO: CONDICIONAMENTO DE CODA E ONSET COMPLEXO EM XAVANTE APOIO: Este artigo está disponível para download no seguinte endereço: http://www.etnolinguistica.org/site:abralin2009 Todos os direitos reservados: ABRALIN EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Magno Nicolau REALIZAÇÃO:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIAGNÓSTICO E INTERVENÇÃO ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIAGNÓSTICO E INTERVENÇÃO ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular DIAGNÓSTICO E INTERVENÇÃO ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Psicologia do Trabalho e das

Leia mais

OS FONEMAS VOCÁLICOS DO PORTUGUÊS BRASILEIRO: EVIDÊNCIAS DA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM

OS FONEMAS VOCÁLICOS DO PORTUGUÊS BRASILEIRO: EVIDÊNCIAS DA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM Anais do 5º Encontro do Celsul, Curitiba-PR, 2003 (692-698) OS FONEMAS VOCÁLICOS DO PORTUGUÊS BRASILEIRO: EVIDÊNCIAS DA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM Juliana Radatz KICKHOFEL (Universidade Católica de Pelotas)

Leia mais

TRANSFERÊNCIA FONOLÓGICA DO RITMO DO PORTUGUÊS BRAASILEIRO NA AQUISIÇÃO DO INGLÊS COMO L2.

TRANSFERÊNCIA FONOLÓGICA DO RITMO DO PORTUGUÊS BRAASILEIRO NA AQUISIÇÃO DO INGLÊS COMO L2. TRANSFERÊNCIA FONOLÓGICA DO RITMO DO PORTUGUÊS BRAASILEIRO NA AQUISIÇÃO DO INGLÊS COMO L2. Leônidas José da Silva Jr Universidade Estadual da Paraíba leonidas.silvajr@gmail.com RESUMO: Muito se tem estudado

Leia mais

Luiz Carlos Schwindt 2

Luiz Carlos Schwindt 2 NEUTRALIZAÇÃO DA VOGAL PRETÔNICA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS EM PORTUGUÊS BRASILEIRO 1 PRETONIC VOWEL NEUTRALIZATION AND WORD FORMATION IN BRAZILIAN PORTUGUESE Luiz Carlos Schwindt 2 137 Resumo: Neste texto,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1º 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Microeconomia III 0760.223 1.2 Unidade:

Leia mais

Rosane Miranda Rodrigues dos Reis

Rosane Miranda Rodrigues dos Reis Rosane Miranda Rodrigues dos Reis BELO HORIZONTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS 2006 Rosane Miranda Rodrigues dos Reis O ACENTO DO PORTUGUÊS DO BRASIL: controvérsias e perspectivas Dissertação apresentada

Leia mais

FORMAÇÃO DE NOMES DEVERBAIS NAS CANTIGAS DE SANTA MARIA: UM ESTUDO MORFOFONOLÓGICO

FORMAÇÃO DE NOMES DEVERBAIS NAS CANTIGAS DE SANTA MARIA: UM ESTUDO MORFOFONOLÓGICO FORMAÇÃO DE NOMES DEVERBAIS NAS CANTIGAS DE SANTA MARIA: UM ESTUDO MORFOFONOLÓGICO Natália Cristine PRADO 1 Gladis MASSINI-CAGLIARI 2 RESUMO: O objetivo deste trabalho é analisar três processos morfofonológicos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA E SEGURANÇA INTERNACIONAL Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA E SEGURANÇA INTERNACIONAL Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA E SEGURANÇA INTERNACIONAL Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Relações Internacionais 3. Ciclo

Leia mais

REALIZAÇÕES VARIÁVEIS DE VOGAIS TÔNICAS EM PORTO ALEGRE (RS): DITONGAÇÃO OU INGLIDING?

REALIZAÇÕES VARIÁVEIS DE VOGAIS TÔNICAS EM PORTO ALEGRE (RS): DITONGAÇÃO OU INGLIDING? REALIZAÇÕES VARIÁVEIS DE VOGAIS TÔNICAS EM PORTO ALEGRE (RS): DITONGAÇÃO OU INGLIDING? THE VARIATION OF STRESSED VOWELS IN PORTO ALEGRE (RS): DIPHTHONGISATION OR INGLIDING? Elisa Battisti Universidade

Leia mais

Aula 11 Desenvolvimento da linguagem: emergência da sintaxe (parte 2)

Aula 11 Desenvolvimento da linguagem: emergência da sintaxe (parte 2) Aula 11 Desenvolvimento da linguagem: emergência da sintaxe (parte 2) Pablo Faria HL422A Linguagem e Pensamento: teoria e prática Módulo 1: Aquisição da Linguagem IEL/UNICAMP 5 de outubro de 2016 SUMÁRIO

Leia mais

GERADOS. Juliene Lopes R. Pedrosa 1 Dermeval da Hora 2.

GERADOS. Juliene Lopes R. Pedrosa 1 Dermeval da Hora 2. PEDROSA, Juliene Lopes R.; HORA, Demerval. Análise do /S/ em coda silábica: uma proposta de hierarquização dos candidatos gerados. Revista Virtual de Estudos da Linguagem ReVEL. Edição especial n. 1, 2007.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso MARKETING 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

7 o ENAL Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem Simpósio: Revisitando aspectos da aquisição da escrita: considerações lingüísticas

7 o ENAL Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem Simpósio: Revisitando aspectos da aquisição da escrita: considerações lingüísticas 7 o ENAL Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem Simpósio: Revisitando aspectos da aquisição da escrita: considerações lingüísticas Aspectos da escrita espontânea e da sua relação com o conhecimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO. PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo º. 1. Identificação Código

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO. PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo º. 1. Identificação Código MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1º 1. Identificação Código 1.1. Disciplina: FUNDAMENTOS DE SOCIOLOGIA 0560076 1.2.

Leia mais

Difusão Lexical: Estudos de Casos do. Português Brasileiro

Difusão Lexical: Estudos de Casos do. Português Brasileiro Difusão Lexical: Estudos de Casos do Português Brasileiro Thaïs Cristófaro-Silva (UFMG-KCL) 1. Introdução Este trabalho expressa resultados parciais de uma pesquisa que tem por objetivo central avaliar

Leia mais

SOBRE A QUEBRA DE ENCONTROS CONSONANTAIS NO PORTUGUÊS BRASILEIRO

SOBRE A QUEBRA DE ENCONTROS CONSONANTAIS NO PORTUGUÊS BRASILEIRO SOBRE A QUEBRA DE ENCONTROS CONSONANTAIS NO PORTUGUÊS BRASILEIRO Thaïs CRISTÓFARO-SILVA (UFMG) ABSTRACT: Branching onsets reduction in Brazilian Portuguese was analysed as a phonological process. The condition

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÓPICOS DE MARKETING Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÓPICOS DE MARKETING Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular TÓPICOS DE MARKETING Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade

Leia mais

A AQUISIÇÃO DO ACENTO PRIMÁRIO DO INGLÊS POR CRIANÇAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO ATRAVÉS DE RESTRIÇÕES

A AQUISIÇÃO DO ACENTO PRIMÁRIO DO INGLÊS POR CRIANÇAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO ATRAVÉS DE RESTRIÇÕES A AQUISIÇÃO DO ACENTO PRIMÁRIO DO INGLÊS POR CRIANÇAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO ATRAVÉS DE RESTRIÇÕES Luciana Iost VINHAS (Universidade Católica de Pelotas) Giovana Ferreira Gonçalves BONILHA (Universidade

Leia mais

Márcia Keske-Soares Karina Carlesso Pagliarin Maria Rita Leal Ghisleni UFSM (Santa Maria, Brasil)

Márcia Keske-Soares Karina Carlesso Pagliarin Maria Rita Leal Ghisleni UFSM (Santa Maria, Brasil) LETRAS Aquisição DE não-linear HOJE LETRAS durante o DE processo HOJE LETRAS terapêutico DE HOJE LETRAS DE HOJE LETRAS DE HOJE LETRAS DE HOJE LETRAS DE HOJE 22 Aquisição não-linear durante o processo terapêutico

Leia mais

A grafia de estruturas silábicas complexas na escrita de crianças das séries iniciais

A grafia de estruturas silábicas complexas na escrita de crianças das séries iniciais MIRANDA, A.R.M. A grafia de estruturas silábicas complexas na escrita de crianças das séries iniciais. In Sheila Z. de Pinho (Org.) Formação de Educadores: o papel do educador e sua formação. São Paulo

Leia mais

A VISIBILIDADE DE ASPECTOS MORFOSSINTÁTICOS NO PROCESSO DA ELISÃO 1

A VISIBILIDADE DE ASPECTOS MORFOSSINTÁTICOS NO PROCESSO DA ELISÃO 1 A VISIBILIDADE DE ASPECTOS MORFOSSINTÁTICOS NO PROCESSO DA ELISÃO 1 Juliana Ludwig GAYER 2 RESUMO: A elisão é um dos processos de sândi externo que ocorrem para evitar a formação de hiatos entre palavras.

Leia mais

6LET012 LINGÜÍSTICA II Introdução à teoria sintática funcionalista. Categorias gramaticais e relações

6LET012 LINGÜÍSTICA II Introdução à teoria sintática funcionalista. Categorias gramaticais e relações HABILITAÇÃO: LICENCIATURA EM LÍNGUA ESPANHOLA 1ª Série 6LEM008 LÍNGUA ESPANHOLA I A Noções introdutórias de compreensão e expressão (oral e escrita) da língua espanhola. Discussões sobre o espanhol como

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: LIBRAS Código da Disciplina: NDC139 Curso: Faculdade de Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 7 período Faculdade responsável: NDC Programa em vigência a partir

Leia mais

A SÍLABA E A EMERGÊNCIA DE CONSOANTES NA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM

A SÍLABA E A EMERGÊNCIA DE CONSOANTES NA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM Anais do 6º Encontro Celsul - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul A SÍLABA E A EMERGÊNCIA DE CONSOANTES NA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM Carmen Lúcia Barreto MATZENAUER (Universidade Católica de Pelotas) ABSTRACT:

Leia mais

Sónia Frota (Universidade de Lisboa) Marina Vigário (Universidade do Minho)

Sónia Frota (Universidade de Lisboa) Marina Vigário (Universidade do Minho) ASPECTOS DE PROSÓDIA COMPARADA: RITMO E ENTOAÇÃO NO PE E NO PB Sónia Frota (Universidade de Lisboa) Marina Vigário (Universidade do Minho) Sónia Frota* Dept. Linguística, FLUL Universidade de Lisboa, Alameda

Leia mais

UMA DISCUSSÃO SOBRE O ACENTO EM PORTUGUÊS E EM ESPANHOL

UMA DISCUSSÃO SOBRE O ACENTO EM PORTUGUÊS E EM ESPANHOL Anais do 5º Encontro do Celsul, Curitiba-PR, 2003 (749-754) UMA DISCUSSÃO SOBRE O ACENTO EM PORTUGUÊS E EM ESPANHOL Letícia MENA Alves (Universidade Católica de Pelotas ) ABSTRACT: This paper analyses

Leia mais

O papel da prosódia no processamento mental de frases: teste perceptivo de Self- Paced Listening em Português Europeu.

O papel da prosódia no processamento mental de frases: teste perceptivo de Self- Paced Listening em Português Europeu. O papel da prosódia no processamento mental de frases: teste perceptivo de Self- Paced Listening em Português Europeu. Aline Alves Fonseca * 1. Introdução Nosso trabalho analisa a realização prosódica,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - UFF

MATRIZ CURRICULAR - UFF Curso: LETRAS Titulação: LICENCIADO Habilitação: PORT-LITERATURAS Enfâse: - Linha de Formação: - Currículo: 87.01.001 Versão: 2 Turno: (OB) Carga horária obrigatória: 2515 (O) Carga horária optativa: 120

Leia mais

OBSERVAÇÕES ACÚSTICAS SOBRE AS VOGAIS ORAIS DA LÍNGUA KARO

OBSERVAÇÕES ACÚSTICAS SOBRE AS VOGAIS ORAIS DA LÍNGUA KARO ARAÚJO, Fernanda Oliveira. Observações acústicas sobre as vogais orais da língua Karo. Revista Virtual de Estudos da Linguagem ReVEL. Edição especial n. 1, 2007. ISSN 1678-8931 [www.revel.inf.br]. OBSERVAÇÕES

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANÁLISE E TRATAMENTO DE DADOS Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANÁLISE E TRATAMENTO DE DADOS Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular ANÁLISE E TRATAMENTO DE DADOS Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

A Hierarquia Prosódica da Fonologia do Português Brasileiro: uma abordagem pela Teoria da Otimalidade.

A Hierarquia Prosódica da Fonologia do Português Brasileiro: uma abordagem pela Teoria da Otimalidade. A Hierarquia Prosódica da Fonologia do Português Brasileiro: uma abordagem pela Teoria da Otimalidade. Cosme R. Martins Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa. Universidade de São Paulo USP ABSTRATO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER

Leia mais

PSICOLINGÜÍSTICA UMA ENTREVISTA COM LEONOR SCLIAR-CABRAL

PSICOLINGÜÍSTICA UMA ENTREVISTA COM LEONOR SCLIAR-CABRAL SCLIAR-CABRAL, Leonor. Psicolingüística: uma entrevista com Leonor Scliar-Cabral. ReVEL. Vol. 6, n. 11, agosto de 2008. ISSN 1678-8931 [www.revel.inf.br]. PSICOLINGÜÍSTICA UMA ENTREVISTA COM LEONOR SCLIAR-CABRAL

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM FONOAUDIOLOGIA LINHA DE PESQUISA LINGUAGEM E SUBJETIVIDADE

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM FONOAUDIOLOGIA LINHA DE PESQUISA LINGUAGEM E SUBJETIVIDADE PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM FONOAUDIOLOGIA LINHA DE PESQUISA LINGUAGEM E SUBJETIVIDADE Corpus em cena: um diálogo entre a Fonoaudiologia e a Lingüística

Leia mais

FLUTUAÇÕES NA DELIMITAÇÃO DA FRASE ENTONACIONAL EM DUAS DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO SAMBA-CANÇÃO NA BATUCADA DA VIDA

FLUTUAÇÕES NA DELIMITAÇÃO DA FRASE ENTONACIONAL EM DUAS DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO SAMBA-CANÇÃO NA BATUCADA DA VIDA FLUTUAÇÕES NA DELIMITAÇÃO DA FRASE ENTONACIONAL EM DUAS DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO SAMBA-CANÇÃO NA BATUCADA DA VIDA Renata Pelloso Gelamo 1, Lourenço Chacon 2 1 Pós Graduação em Estudos Lingüísticos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS ESPECÍFICAS DE INTERVENÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL. Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS ESPECÍFICAS DE INTERVENÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL. Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS ESPECÍFICAS DE INTERVENÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL Serviço Social (2º Ciclo) Ano Lectivo 2013/2014 2. Curso

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br)

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br) UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO (LET) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA FONE: (61) 3107-7618 - TELEFAX: (61) 3307-7619 E-mail:

Leia mais

Variação linguística e o ensino de Língua Portuguesa Prof.ª Dr.ª Marlúcia Maria Alves 1 (UFU)

Variação linguística e o ensino de Língua Portuguesa Prof.ª Dr.ª Marlúcia Maria Alves 1 (UFU) Variação linguística e o ensino de Língua Portuguesa Prof.ª Dr.ª Marlúcia Maria Alves 1 (UFU) Resumo: O presente artigo apresenta considerações sobre a variação linguística, principalmente a fonológica,

Leia mais

Aula4 TRANSCRIÇÃO FONÉTICA E FONOLÓGICA. Denise Porto Cardoso

Aula4 TRANSCRIÇÃO FONÉTICA E FONOLÓGICA. Denise Porto Cardoso Aula4 TRANSCRIÇÃO FONÉTICA E FONOLÓGICA META Apresentar os sistemas de representação tanto fonética quanto fonológica, exemplifi cando-os com fonemas do português. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Letras Pós-Graduação em Letras e Linguística Mestrado e Doutorado

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Letras Pós-Graduação em Letras e Linguística Mestrado e Doutorado Universidade Federal de Goiás Faculdade de Letras Pós-Graduação em Letras e Linguística Mestrado e Doutorado Área de Concentração: Estudos Linguísticos Curso: Linguística Aplicada: Ensino e Aprendizagem

Leia mais

O estatuto prosódico dos aumentativos e diminutivos em Português Arcaico: formas simples ou compostas?

O estatuto prosódico dos aumentativos e diminutivos em Português Arcaico: formas simples ou compostas? O estatuto prosódico dos aumentativos e diminutivos em Português Arcaico: formas simples ou compostas? (The prosodic status of augmentative and diminutive words in Archaic Portuguese: simple forms or compounds?)

Leia mais

RODRI GUES, C. (2002): Questões de Espraiam ento em PE, Actas do XVI I Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística - Lisboa (2001),

RODRI GUES, C. (2002): Questões de Espraiam ento em PE, Actas do XVI I Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística - Lisboa (2001), RODRI GUES, C. (2002): Questões de Espraiam ento em PE, Actas do XVI I Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística - Lisboa (2001), APL, Lisboa, 419-432. Questões de Espraiamento em PE Celeste

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INGLÊS I. Introdução

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INGLÊS I. Introdução PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INGLÊS I 1º Ano Regime: 1º Semestre Ano Lectivo: 2004/ 2005 Carga Horária: 2T/P Docente: Drª Catarina Silva Introdução A disciplina de Inglês I do 1º ano do é uma disciplina semestral

Leia mais