Detecção de Intrusão. Intrusão. Intruso. É o processo pelo qual algo tenta violar uma sistema.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Detecção de Intrusão. Intrusão. Intruso. É o processo pelo qual algo tenta violar uma sistema."

Transcrição

1 Detecção de Intrusão Disciplina: Auditoria de Sistemas Prof. Luiz Antonio Curso: Segurança Patrimonial Intrusão É o processo pelo qual algo tenta violar uma sistema. A intrusão pode ser de fora ou de elementos do próprio sistema. Exemplo: Um invasor que tenta penetrar em um sistema para danificá-lo. Intruso Alguém que tenta invadir um sistema ou fazer mau uso do mesmo. Podemos classificar em dois tipos: Intrusos Externos pessoas de fora da instituição (geralmente da Internet ou através de Engenharia Social) que tentam ataques de invasão. Intrusos Internos pessoas de dentro da instituição que tentam ataques de invasão. A maior porcentagem de ataques tem origem dentro da própria instituição (conhece melhor rede e a empresa)

2 Detecção de Intrusão A Detecção de Intrusão Envolve coletar e analisar informações e identificar e rastrear ataques. Sistemas de Detecção de Intrusão (IDS): Ferramentas que executam a detecção de intrusão. Sistemas de Detecção de Intrusão Monitoração de eventos Rede, Terminal ou Aplicação Objetiva identificar ataques Ataques geram alertas Opcionalmente podem ser enviadas respostas: Encerramento de conexões, de processos, alteração em permissões de arquivos Sistemas de Detecção de Intrusão Seres Vivos Os anticorpos constituem o mais específico mecanismo de defesa que nosso organismo possui. Identificam e produzem um alerta para detectar e barrar substâncias estranhas no corpo.

3 Sistemas de Detecção de Intrusão Seres Vivos Quando injetamos em um animal uma substância estranha, certos glóbulos brancos do sangue produzem e lançam na corrente sangüínea um tipo especial de proteína (anticorpo) capaz de se unir especificamente à molécula estranha, inativando-a. Sistemas de Detecção de Intrusão Fonte dos Dados Resposta Analise Alerta Método Baseado em Comportamento Cria um perfil para os usuários Classifica o comportamento como normal ou anômalo Procura por anomalias Para situações consideradas anormais são gerados alertas

4 Método Baseado em Comportamento Vantagens: Detecção de ataques deconhecidos Esforço de manutenção reduzido Desvantagens: Dificuldade de configuração Dificuldade de lidar com mudanças normais de comportamento Método Baseado em Comportamento Sistemas adaptativos: Estabelece um padrão considerado normal horários, tipo de recurso, tipo de aplicação; Alerta para situações fora do padrão Acesso às 4hs da manhã Usuário do comercial compilando programas Programador utilizando impressora Método Baseado em Comportamento Análise estatística: São montados modelos estatísticos do ambiente Eventos fora do modelo são considerados ataques em potencial Tempo de sessão na Internet Quantidade de download/upload

5 Método Baseado em Conhecimento Semelhante ao funcionamento de anti-virus: Deve existir uma base de ataques conhecidos A base deve sempre ser atualizada Os eventos são comparados com as informações da base Se um evento estiver na base, é gerado um alerta Método Baseado em Conhecimento Vantagens: Baixo número de alertas falsos Desvantagens: Só detecta ataques conhecidos Dificuldade de manutenção Método Baseado em Conhecimento Análise de assinaturas: Existe uma base de assinaturas Assinaturas são definições de ataques Compara os eventos com a base de assinaturas Comunicação da porta 80 TCP da Web Acesso ao arquivo de senhas Acesso à tabela de salários

6 Método baseado no Alvo Baseado em Host (terminais): Monitora as informações do host em que está instalado Trabalha com processos, usuários, arquivos e diretórios Método baseado no Alvo Baseado em Rede: Monitora as informações da rede em que está instalado Trabalha com endereços IP, portas TCP/UCP Método baseado no Alvo Baseado em Aplicação: Monitora as informações de uma aplicação específica Está fortemente relacionado com a natureza da aplicação; Banco de Dados ou Sistema Comercial Trabalha com tabelas, telas e funções

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Sistemas de Detecção de Intrusão 2 1 Sistemas de Detecção de Intrusão Os sistemas de detecção de intrusão ou IDS (Intrusion Detection Systems) são dispositivos de monitoramento

Leia mais

Sistemas de Detecção de Intrusão

Sistemas de Detecção de Intrusão Sistemas de Detecção de Intrusão Gabriel Antonio Fontes Rebello Matheus Lemos dos Reis Rafael Gonçalves Damasceno Raphael Oliveira Sathler de Souza Rodrigo Carvalho Ribeiro de Jesus Contexto para Sistemas

Leia mais

Sistemas de Detecção de Intrusão SDI

Sistemas de Detecção de Intrusão SDI PEP Auditoria e Segurança de Redes de Computadores Sistemas de Detecção de Intrusão SDI Jacson Rodrigues Correia da Silva Sistemas de Detecção de Intrusão Monitor de informações que atravessam o firewall

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini   / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Aula N : 03 Tema:

Leia mais

SNORT. Sistema de Detecção de Intrusão de Rede. Amanda Argou Vilnei Neves REDES II

SNORT. Sistema de Detecção de Intrusão de Rede. Amanda Argou Vilnei Neves REDES II SNORT Sistema de Detecção de Intrusão de Rede Amanda Argou Vilnei Neves SUMÁRIO Introdução; SNORT Motivações; Características; Objetivos; NIDS; Vantagens; Desvantagens; Exemplo de Topologia; Sensor; Funcionamento;

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Políticas de Segurança de Sistemas

Políticas de Segurança de Sistemas Políticas de Segurança de Sistemas Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira Estudo de Boletins de Segurança O que é um boletim de segurança? São notificações emitidas pelos fabricantes

Leia mais

FAE São José dos Pinhais

FAE São José dos Pinhais FAE São José dos Pinhais Detecção de Intrusos PR.GOV.BR Hermano Pereira Agenda Segurança na Rede PR.GOV.BR Sistemas de Detecção de Intrusão Segurança da Informação e Gerência de Eventos Soluções da Equipe

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Professor: Cleber Schroeder Fonseca cleberfonseca@charqueadas.ifsul.edu.br 8 1 SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES 2 Segurança em redes de computadores Consiste na provisão de políticas

Leia mais

CEA463 SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS

CEA463 SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS CEA463 SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS Universidade Federal de Ouro Preto Profa. Msc. Helen de DECEA Cássia / S. João da Monlevade Costa Lima Universidade Federal de Ouro Preto Definição

Leia mais

Segurança de Redes 5º Semestre

Segurança de Redes 5º Semestre Segurança de Redes 5º Semestre Evasão de Firewall Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Objetivos Conhecer os

Leia mais

IDS - Implementando o SNORT Open Source

IDS - Implementando o SNORT Open Source Objetivos : apresentar ferramenta que auxilia na segurança das redes. Pré requisitos : Comandos Básicos Linux Comandos Básicos de Redes Linux Conhecimento do Padrão TCP/IP em especial protocolos : ICMP,

Leia mais

DESVIO DE TRÁFEGO MALICIOSO DESTINADO A REDES DE PRODUÇÃO PARA UMA HONEYNET

DESVIO DE TRÁFEGO MALICIOSO DESTINADO A REDES DE PRODUÇÃO PARA UMA HONEYNET DESVIO DE TRÁFEGO MALICIOSO DESTINADO A REDES DE PRODUÇÃO PARA UMA HONEYNET lucio@lac.inpe.br Antonio Montes montes@lac.inpe.br Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada Instituto Nacional

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Tópicos Motivação; Características; Histórico; Tipos de detecção de intrusão; Detecção de intrusão baseada na rede; Detecção

Leia mais

Gerência de Redes Segurança

Gerência de Redes Segurança Gerência de Redes Segurança Cássio D. B. Pinheiro cdbpinheiro@ufpa.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar o conceito e a importância da Política de Segurança no ambiente informatizado, apresentando

Leia mais

Guia do Google Cloud Print

Guia do Google Cloud Print Guia do Google Cloud Print Informações sobre o Google Cloud Print Imprimir usando o Google Cloud Print Apêndice Conteúdo Como ler os manuais... 2 Símbolos usados nos manuais... 2 Isenção de responsabilidade...

Leia mais

4 o Fórum Brasileiro de CSIRTs 17 e 18 de setembro de 2015 São Paulo, SP

4 o Fórum Brasileiro de CSIRTs 17 e 18 de setembro de 2015 São Paulo, SP 4 o Fórum Brasileiro de CSIRTs 17 e 18 de setembro de 2015 São Paulo, SP Uso de Flows no Tratamento de Incidentes - Estudo de Caso do CSIRT Unicamp Daniela Barbetti daniela@unicamp.br Agenda: CSIRT Unicamp

Leia mais

Mecanismos para Controles de Segurança

Mecanismos para Controles de Segurança Centro Universitário de Mineiros - UNIFIMES Sistemas de Informação Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação Mecanismos para Controles de Segurança Mineiros-Go, 12 de setembro de 2012. Profª. Esp.

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Faculdade de Administração e Ciências Contábeis Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação Segurança da Informação

Leia mais

Implementando um sistema IDS Nível Básico v 1.0 IDS. http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg. Nível Básico

Implementando um sistema IDS Nível Básico v 1.0 IDS. http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg. Nível Básico IDS http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg Nível Básico Índice Índice 2 Apresentação 3 O que é um IDS 4 Entendendo melhor o funcionamento de um IDS 4 Características de um IDS 5 Vantagens

Leia mais

TUTORIAL - PARTICIPANTES DO BANCO DE DADOS DA ABAD. Apresentação. Tabela de Alterações. Sumário. Apresentação Procedimentos Iniciais...

TUTORIAL - PARTICIPANTES DO BANCO DE DADOS DA ABAD. Apresentação. Tabela de Alterações. Sumário. Apresentação Procedimentos Iniciais... Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos Iniciais... 2 2. Parâmetros Iniciais... 2 3. Informações de Faturamento e Inadimplência... 3 4. Informações de Funcionários... 4 5. Informações de Funcionários...

Leia mais

CS-MARS: Adicionar o sensor do ips Cisco como um dispositivo de relatório ao exemplo de configuração CS-MARS

CS-MARS: Adicionar o sensor do ips Cisco como um dispositivo de relatório ao exemplo de configuração CS-MARS CS-MARS: Adicionar o sensor do ips Cisco como um dispositivo de relatório ao exemplo de configuração CS-MARS Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Produtos Relacionados Convenções

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini   / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SEG Aula N : 11 Tema: Servidores Proxies

Leia mais

Segurança da informação

Segurança da informação Segurança da informação FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Conteúdo Introdução Segurança

Leia mais

Testes de Penetração: Força Bruta para Login em SSH

Testes de Penetração: Força Bruta para Login em SSH Testes de Penetração: Força Bruta para Login em SSH Segurança da Informação Charles Tim Batista Garrocho Instituto Federal de São Paulo IFSP Campus Campos do Jordão garrocho.ifspcjo.edu.br/sega6 charles.garrocho@ifsp.edu.br

Leia mais

3/9/2011. Segurança da Informação. Segurança da Informação. O que é Segurança e seguro? Prof. Luiz A. Nascimento Auditoria e Segurança de Sistemas

3/9/2011. Segurança da Informação. Segurança da Informação. O que é Segurança e seguro? Prof. Luiz A. Nascimento Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança da Informação Prof. Luiz A. Nascimento Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança da Informação Milhões de empresas e profissionais estão usando a Internet para fazer transações bancárias, comercio

Leia mais

Sistemas de Detecção de Intrusão

Sistemas de Detecção de Intrusão Sistemas de Detecção de Intrusão Características Funciona como um alarme. Detecção com base em algum tipo de conhecimento: Assinaturas de ataques. Aprendizado de uma rede neural. Detecção com base em comportamento

Leia mais

Ameaças e Contramedidas de Host

Ameaças e Contramedidas de Host Prof. Hederson Velasco Ramos Prof. Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Fonte: http://www.antispam.br/ Monitoramento (PortScan) Exemplos de monitoramento são varreduras de porta, varredura

Leia mais

Firewalls. Carlos Gustavo A. da Rocha. ASSR

Firewalls. Carlos Gustavo A. da Rocha. ASSR Carlos Gustavo A. da Rocha Introdução Um Firewall cria uma barreira através da qual todo o tráfego que deixa ou chega a uma rede deve passar Suas regras ditam quais tráfegos estão autorizados a passar

Leia mais

Faculdade Lourenço Filho Disciplina: Comércio Virtual PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS. Tipos de Defesas

Faculdade Lourenço Filho Disciplina: Comércio Virtual PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS. Tipos de Defesas Segurança Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] Slide: 1 nº Defesas Externas IPS, IDS Proteger a rede e os hosts Manter ameaças externas longe da rede interna Defesas Internas Tipos

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Segurança e Auditoria. Auditoria Coleta de dados, Análise de dados, Auditoria preventiva. de Sistemas

Segurança e Auditoria. Auditoria Coleta de dados, Análise de dados, Auditoria preventiva. de Sistemas Segurança e Auditoria Auditoria Coleta de dados, Análise de dados, Auditoria preventiva de Sistemas Auditoria Auditaria: Coleta Análise recolher dados sobre o funcionamento de um sistema ou aplicação e

Leia mais

10 anos de rootkits. Nelson Murilo

10 anos de rootkits. Nelson Murilo 10 anos de rootkits Nelson Murilo Rootkit Definição Código ou conjunto de códigos usados, após uma invasão, para ocultar a presença do invasor na máquina da vítima Rootkit histórico

Leia mais

Solução em AntiSpam em Nuvem. Filtre mais de 99,98% dos s indesejados!

Solução em AntiSpam em Nuvem. Filtre mais de 99,98% dos  s indesejados! BluePex Security Mail - ANTISPAM Especificações Técnicas Mínimas Solução para antispam Fabricante A BluePex, empresa brasileira de controle e segurança da informação é a fabricante da solução em Antispam.

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação GESTÃO DA INFORMAÇÃO O que há por trás dos Sistemas Informatizados 2 Mas o que é segurança da informação? Os princípios básicos da segurança são: A confidencialidade; Integridade; Disponibilidade das informações.

Leia mais

Pen Test. Pen Test. Pen Test. Processo de identificar e explorar vulnerabilidades ataques lógicos ataques físicos engenharia social

Pen Test. Pen Test. Pen Test. Processo de identificar e explorar vulnerabilidades ataques lógicos ataques físicos engenharia social Prof. Luiz A. Nascimento Segurança da Informação Faculdade Nossa Cidade 2 Penetration Test Teste de Penetração ou Invasão Processo de identificar e explorar vulnerabilidades ataques lógicos ataques físicos

Leia mais

EN-3611 Segurança de Redes Sistemas de Detecção de Intrusão e Honeypots Prof. João Henrique Kleinschmidt

EN-3611 Segurança de Redes Sistemas de Detecção de Intrusão e Honeypots Prof. João Henrique Kleinschmidt EN-3611 Segurança de Redes Sistemas de Detecção de Intrusão e Honeypots Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, novembro de 2015 Sistemas de Detecção de Intrusão IDS Sistemas de Detecção de Intrusão

Leia mais

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade 5 Camada de Transporte e Aplicação. Luiz Leão

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade 5 Camada de Transporte e Aplicação. Luiz Leão Unidade 5 Camada de Transporte e Aplicação Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 5.1 Protocolo UDP 5.2 Protocolo TCP 5.3 Principias Protocolos de Aplicação 5.3.1 SMTP

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 7: IDS e Honeypots Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução IDS = Intrusion Detection Systems (Sistema de Detecção de Invasão) O IDS funciona sobre

Leia mais

O SANGUE HUMANO. Professora Catarina

O SANGUE HUMANO. Professora Catarina O SANGUE HUMANO Professora Catarina SANGUE Principais funções: Transportar O 2 e nutrientes a todas as células do corpo; Recolher CO 2 e excreções; Transportar hormônios; Proteger o corpo contra a invasão

Leia mais

Conteúdo. Introdução. Introdução Segurança da Informação Barreiras de segurança Exemplos Conclusão Bibliografia

Conteúdo. Introdução. Introdução Segurança da Informação Barreiras de segurança Exemplos Conclusão Bibliografia Segurança da informação FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Segurança da informação 1

Leia mais

Testes de Penetração: Explorador de Portas

Testes de Penetração: Explorador de Portas Testes de Penetração: Explorador de Portas Segurança da Informação Charles Tim Batista Garrocho Instituto Federal de São Paulo IFSP Campus Campos do Jordão garrocho.ifspcjo.edu.br/sega6 charles.garrocho@ifsp.edu.br

Leia mais

Usando VNC para instalar o CallManager da Cisco em um servidor remoto

Usando VNC para instalar o CallManager da Cisco em um servidor remoto Usando VNC 3.3.7 para instalar o CallManager da Cisco em um servidor remoto Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Use o VNC com CallManager da Cisco Preparação do

Leia mais

SEGURANÇA EM REDES: HONEYPOTS E HONEYNETS

SEGURANÇA EM REDES: HONEYPOTS E HONEYNETS SEGURANÇA EM REDES: HONEYPOTS E HONEYNETS Alexandre Henrique Picão Hidalgo, Júlio Cesar Pereira Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil alexandrehidalgo@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

Ataque em Sistemas Distribuídos Site :

Ataque em Sistemas Distribuídos Site : Faculdade de Engenharia da Computação Disciplina: Segurança Aplicada à Computação Ataque em Sistemas Distribuídos Site : http://www1.univap.br/~wagner/ec.html / / h Prof. Responsáveis Wagner Santos C.

Leia mais

Guia do AirPrint. Informações sobre o AirPrint. Procedimento de definição. Imprimir. Apêndice

Guia do AirPrint. Informações sobre o AirPrint. Procedimento de definição. Imprimir. Apêndice Guia do AirPrint Informações sobre o AirPrint Procedimento de definição Imprimir Apêndice Conteúdo Como ler os manuais... 2 Símbolos usados nos manuais... 2 Isenção de responsabilidade... 2 1. Informações

Leia mais

Segurança da Internet no Brasil: Estudos e Iniciativas

Segurança da Internet no Brasil: Estudos e Iniciativas Segurança da Internet no Brasil: Estudos e Iniciativas Marcelo H. P. C. Chaves mhp@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil - CERT.br http://www.cert.br/ Comitê

Leia mais

Identificação de Cenários de Intrusão pela Classificação, Caracterização e Análise de Eventos gerados por Firewalls

Identificação de Cenários de Intrusão pela Classificação, Caracterização e Análise de Eventos gerados por Firewalls Identificação de Cenários de Intrusão pela Classificação, Caracterização e Análise de Eventos gerados por Firewalls Fábio Elias Locatelli 1 Fabiane Dillenburg 1 Cristina Melchiors 2 Luciano Paschoal Gaspary

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 04 Tipos de Ataques

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 04 Tipos de Ataques Ataque de Dicionário www.projetoderedes.com.br Trata-se de um ataque baseado em senhas que consiste na cifragem das palavras de um dicionário e posterior comparação com os arquivos de senhas de usuários.

Leia mais

Manual do Monitor Telecentro. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual do Monitor Telecentro. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual do Monitor Telecentro Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 0.1 Como acessar a interface de Gerenciamento?........................ 2 0.2 Ativação............................................

Leia mais

Segurança de Sistemas

Segurança de Sistemas Segurança de Sistemas Prof. Luiz A. Nascimento Auditoria e Segurança de Sistemas de Informação Anhanguera Taboão da Serra Segurança dos dados. Como se proteger? Controle de acesso Senhas Criptografia Backup

Leia mais

MANUAL Terminal Gráfico Touch Screen de 9 Polegadas

MANUAL Terminal Gráfico Touch Screen de 9 Polegadas MANUAL Terminal Gráfico Touch Screen de 9 Polegadas V2-TP-1000 19/10/2016 1.0 TELA PRINCIPAL CONFIGURAÇÕES - Chama tela de login para interface de configurações. DISPLAY ALFA-NUMÉRICO - Exibe informações

Leia mais

Recursos incríveis para Tecnologia

Recursos incríveis para Tecnologia Recursos incríveis para Tecnologia Daniel Palazzo Fernando Ferreira Levi Miranda Symmetry RECURSO S INCR ÍVEIS P ARA T ECNO L O G IA Presente no mercado desde 1996 ocupa posição de destaque entre as principais

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 WINDOWS XP

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 WINDOWS XP UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 WINDOWS XP Profª Danielle Casillo SUMÁRIO Painel de Controle 2 PAINEL DE CONTROLE Fornece

Leia mais

Manual de instalação e configuração

Manual de instalação e configuração Manual de instalação e configuração Introdução Este manual tem por objetivo auxiliar o Administrador do Strigoi no processo de instalação e configuração do programa. A instalação será dividida em 3 fases:

Leia mais

Ataques e Intrusões. Invasões Trashing e Engenharia Social. Classificação de Hackers

Ataques e Intrusões. Invasões Trashing e Engenharia Social. Classificação de Hackers Ataques e Intrusões Professor André Cardia andre@andrecardia.pro.br msn: andre.cardia@gmail.com Ataques e Intrusões O termo genérico para quem realiza um ataque é Hacker. Essa generalização, tem, porém,

Leia mais

Sniffers de Rede e Kismet

Sniffers de Rede e Kismet Sniffers de Rede e Kismet Prof. Rafael Guimarães Redes sem Fio Aula 12 Aula 12 Rafael Guimarães 1 / 21 Sumário Sumário 1 Motivação e Objetivos 2 Wireshark 3 Kismet Aula 12 Rafael Guimarães 2 / 21 Motivação

Leia mais

HLBR: Um IPS invisível para a segurança em redes de computadores. João Eriberto Mota Filho (Comando do Exército Brasileiro)

HLBR: Um IPS invisível para a segurança em redes de computadores. João Eriberto Mota Filho (Comando do Exército Brasileiro) HLBR: Um IPS invisível para a segurança em redes de computadores João Eriberto Mota Filho (Comando do Exército Brasileiro) Porto Alegre, RS, 13 de abril de 2007 1. Introdução 2. Conceitos básicos > Modelo

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus.

As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus. As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus. Ambas combinam a tecnologia de rastreamento baseado na nuvem e o premiado motor

Leia mais

Cartilha de Segurança para Internet

Cartilha de Segurança para Internet Comitê Gestor da Internet no Brasil Cartilha de Segurança para Internet Parte VII: Incidentes de Segurança e Uso Abusivo da Rede Versão 3.1 2006 CERT.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Introdução à Computação Jordana Sarmenghi Salamon jssalamon@inf.ufes.br jordanasalamon@gmail.com http://inf.ufes.br/~jssalamon Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda

Leia mais

Manual do Usuário Windows

Manual do Usuário Windows Manual do Usuário Windows 2016 - Versão 1.2.5 1 Índice 1 Índice... 2 2 O que é Vivo Wi-Fi Seguro... 3 3 Instalar o Vivo Wi-Fi Seguro... 4 4 Logar o Vivo Wi-fi Seguro... 6 5 Utilizar o Vivo Wi-fi Seguro...

Leia mais

Firewalls Reginaldo Campos 1

Firewalls Reginaldo Campos 1 Firewalls Reginaldo Campos 1 Roteiro Introdução Características do Firewall Tipo de Firewall Filtro de Pacotes Servidores Proxy Tipos avançados de Firewall Bastion Host Firewalls híbridos 2 Roteiro (cont)

Leia mais

Professor: Rhyan Ximenes

Professor: Rhyan Ximenes Professor: Rhyan Ximenes Auditoria de Sistemas É uma atividade independente que tem como missão o gerenciamento de risco operacional envolvido; Avaliar a adequação das tecnologias e sistemas de informação

Leia mais

Segurança em Sistemas Operacionais

Segurança em Sistemas Operacionais Segurança em Sistemas Operacionais A Internet é um divisor águas no tema segurança da informação: Mainframes: segurança por meio do acesso físico; Minicomputadores: segurança por meio subscrição (login

Leia mais

Capítulo 5 Métodos de Defesa

Capítulo 5 Métodos de Defesa Capítulo 5 Métodos de Defesa Ricardo Antunes Vieira 29/05/2012 Neste trabalho serão apresentadas técnicas que podem proporcionar uma maior segurança em redes Wi-Fi. O concentrador se trata de um ponto

Leia mais

Protocolo PPP. Principais Componentes: Método para encapsular datagramas em enlaces seriais (Substitui o SLIP). Link Control Protocol (LCP)

Protocolo PPP. Principais Componentes: Método para encapsular datagramas em enlaces seriais (Substitui o SLIP). Link Control Protocol (LCP) Protocolo PPP 1 Protocolo PPP Substitui o protocolo SLIP Em Enlaces Seriais Conexões Síncronas e Assíncronas Controle da configuração de enlace Permite endereços IP dinâmicos Multiplexação de protocolos

Leia mais

Firewall. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Firewall. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Firewall Prof. Marciano dos Santos Dionizio Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas eram feitas de madeira o fogo era um grande problema, pois se alastrava facilmente

Leia mais

Introdução aos Sistemas Operacionais. Segurança em Redes e Sistemas Operacionais

Introdução aos Sistemas Operacionais. Segurança em Redes e Sistemas Operacionais Introdução aos Sistemas Operacionais Segurança em Res e Sistemas Operacionais Eleri Cardozo FEEC/Unicamp 1 Segurança da Informação A Internet é um divisor águas no tema segurança da informação: Mainframes:

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 11 DoS (Denial of Service) DDoS (Distributed Denial of Service) Prática #4 Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação 1º

Leia mais

TUTORIAL WEBCOMPRAS. Sumário. Apresentação. Tabela de Alterações. Apresentação Procedimentos iniciais... 2

TUTORIAL WEBCOMPRAS. Sumário. Apresentação. Tabela de Alterações. Apresentação Procedimentos iniciais... 2 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Gerar Nova Lista de Cotação de Compra... 2 3. Incluir ou Retirar Produtos da Lista de Cotação de Compra... 4 4. Instalar Servidor do WebCompras...

Leia mais

Matéria: Sistema Computacional - SC. Prof.: Esp.: Patrícia Dias da Silva Peixoto

Matéria: Sistema Computacional - SC. Prof.: Esp.: Patrícia Dias da Silva Peixoto Matéria: Sistema Computacional - SC Prof.: Esp.: Patrícia Dias da Silva Peixoto SISTEMA OPERACIONAL E TIPOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS O QUE É UM SISTEMA OPERACIONAL (S.O.). Por mais complexo que possa parecer,

Leia mais

e Uso Abusivo da Rede

e Uso Abusivo da Rede SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Gerenciamento de Redes. Alan Santos

Gerenciamento de Redes. Alan Santos Gerenciamento de Redes Alan Santos Ciclo de gerenciamento Quando falamos de gerenciamento de redes devemos primeiro estabelecer o que será gerenciado e o que se espera como resultado desse gerenciamento.

Leia mais

Projeto Integrador Segurança de Redes e Transmissão de Dados

Projeto Integrador Segurança de Redes e Transmissão de Dados FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Projeto Integrador Segurança de Redes e Transmissão de Dados AYLSON SANTOS EDFRANCIS MARQUES HEVERTHON LUIZ THIAGO SHITINOE AYLSON SANTOS EDFRANCIS

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 3: Visão Geral das Tecnologias de Segurança Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Projeto de segurança de Redes Page 2 Etapas: Segurança em camadas

Leia mais

Como configurar a rede da ferramenta de segurança da Web de Cisco e DLP RSA para

Como configurar a rede da ferramenta de segurança da Web de Cisco e DLP RSA para Como configurar a rede da ferramenta de segurança da Web de Cisco e DLP RSA para interoperar? Índice Pergunta: Como configurar a rede da ferramenta de segurança da Web de Cisco e DLP RSA para interoperar?

Leia mais

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: 19.412.711/0001-30 REGULAMENTO E POLÍTICAS DE SEGURANÇA PARA USO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA TAGUAÍ SP 2015 REGULAMENTO E POLÍTICAS DE SEGURANÇA PARA USO DO LABORATÓRIO

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Tópicos Motivação Utilização cada vez maior da Internet e a criação de ambientes cooperativos, levam a uma crescente preocupação

Leia mais

Um Agente SNMP para Detecção de Intrusão Baseada na Interação de Protocolos

Um Agente SNMP para Detecção de Intrusão Baseada na Interação de Protocolos Um Agente SNMP para Detecção de Intrusão Baseada na Interação de Protocolos Edgar Meneghetti (UFRGS) Luciano Paschoal Gaspary (UNISINOS) Liane Tarouco (UFRGS) 20 o Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br Segurança e Proteção da Informação Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br 1 Segurança da Informação A informação é importante para as organizações? Por que surgiu a necessidade de se utilizar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Competências: SOP 1. Compreender as abstrações de um sistema operacional e operar um sistema operacional Unix/Linux como

Leia mais

IPS HLBR: aprimorando a segurança da sua rede

IPS HLBR: aprimorando a segurança da sua rede IPS HLBR: aprimorando a segurança da sua rede João Eriberto Mota Filho Pedro Arthur Pinheiro Rosa Duarte Fortaleza, CE, 20 de agosto de 2008 Sumário Breve histórico IPS X IDS Por que utilizar um IPS? Por

Leia mais

Book com terminologias DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Book com terminologias DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Book com terminologias DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SUMÁRIO PRINCÍPIOS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO... 3 OBJETIVOS DA SI... 3 PRINCÍPIOS DE SI... 3 ALGUNS CONCEITOS DE SI... 3 AMEAÇA INTELIGENTE... 3 ANTI-SPAM...

Leia mais

5 Observe a figura abaixo e responda.

5 Observe a figura abaixo e responda. 5 Nome: Data: UniDaDE 7 1 As artérias e veias apresentam morfologias e funções distintas. As artérias transportam o sangue do coração para os tecidos. Já as veias transportam o sangue dos tecidos até o

Leia mais

Componentes de SIs. Pessoas Organiz. Tecnologia

Componentes de SIs. Pessoas Organiz. Tecnologia Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 03 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Plano de instalação, recuperação e validação

Plano de instalação, recuperação e validação Plano de instalação, recuperação e validação Av. Prof. Celestino Bourroul, 68 - São Paulo - SP Brasil - CEP 02710-000 0800 011 3000 www.ae.com.br SUMÁRIO VERSÃO... 3 FINALIDADE... 3 AMBIENTE... 3 INSTALAÇÃO...

Leia mais

Os vírus se espalham através de (MORIMOTO, 2011, p. 403):

Os vírus se espalham através de (MORIMOTO, 2011, p. 403): Sumário 14 de agosto de 2014 14 de agosto de 2014 1 / 18 14 de agosto de 2014 2 / 18 Utilizando Windows existe o problema dos vírus, trojans e worms (MORIMOTO, 2011, p. 403). Os vírus se espalham através

Leia mais

No uso básico da ferramenta, o operador poderá criar regras facilmente dentro de um esquema pré-definido de forma rápida e prática.

No uso básico da ferramenta, o operador poderá criar regras facilmente dentro de um esquema pré-definido de forma rápida e prática. Treinamento: Regras de Negócios Objetivo: Apresentar a ferramenta que permite inserir regras de validação de sua Folha de Pagamento, monitorando estas regras no momento de seu uso, auditando automaticamente.

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 1 Apresentação da Disciplina Critérios de Avaliação Bibliografia Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação 1º Semestre /

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS PHONE

SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS PHONE Manual do Usuário SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS PHONE Copyright GVT 2015 1 Versão 1.4.2 www.gvtcloud.com.br 1 Cloud... 3 2 Instalação do Cloud... 4 3 Configuração e uso dos componentes Cloud... 7 3.1 Tela

Leia mais

MRS. Monitoramento de Redes e Sistemas

MRS. Monitoramento de Redes e Sistemas MRS Monitoramento de Redes e Sistemas Origem Crescimento rede REGIN de 16 para 293 municípios. Diversidade de tipos de erros. Minimizar esforço e tempo humano gastos na detecção e eliminação de problemas.

Leia mais

Conteúdo. Monitoramento de Log s e registros de sistemas

Conteúdo. Monitoramento de Log s e registros de sistemas Monitoramento de Log s e registros de sistemas FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Monitoramento

Leia mais

Transferência de Arquivo: Protocolo FTP

Transferência de Arquivo: Protocolo FTP Para iniciar uma sessão FTP (File Transfer Protocol) típica e acessar uma conta, o usuário deve fornecer uma identificação e uma senha; Após a identificação o usuário pode realizar operações de transferência

Leia mais

monsta Manual de Instalação

monsta Manual de Instalação monsta Manual de Instalação 1 Índice Requisitos Mínimos...3 Instalação a partir do arquivo RPM...4 Instalação do Monsta...4 Regras de Firewall...4 E-mails de alerta...4 Instalação a partir do download

Leia mais