INTERVENÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSÃO DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTERVENÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSÃO DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA"

Transcrição

1 INTERVENÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSÃO DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA IDENTIFICAÇÃO DO PERSONAGEM 1- Inicial: Cliente pode começar pelo personagem, pelo local, pela situação, pelo sentimento, pela sensação física; Devemos centrar o personagem no local (ou vice-versa), o que faz na situação, fazê-lo descrever o que sente na situação; Centrar o cliente no seu personagem. Aparência: Como é o seu personagem (esse homem, essa mulher, etc)? Como se veste? ou Como são suas roupas? Para a época parecem ser roupas simples ou luxuosas? Perceber o corpo: Como são seus cabelos? ; Como você parece ser? Bonito/feio, alto/baixo, forte/fraco, nova/não tão nova; Qual é a idade que você aparenta ter aí? Quando tem dificuldade de identificar: Olhe para seus pés. Eles estão calçados ou descalços? São pés de homem ou de mulher? Quando percebe várias pessoas: E você? Qual personagem parece ser você aí? ; Quando você percebe esta situação o que você sente? ( Pelo sentimento podemos checar quem deve ser o personagem) Se ainda permanece na dúvida: Este personagem teria sido um homem ou uma mulher? Imagine... ; Qual personagem você não gostaria de ser? Qual chama mais atenção / se identifica mais? Qual a perspectiva que você vê? 1

2 Local: Como parece o local onde você está? ; O que percebe É um lugar aberto ou fechado? (grande/pequeno, claro ou escuro, Parece dia/noite) O que parece fazer nesse local? (fazendo isso, sentindo aquilo) Como você se sente nessa situação? ; Então sinta isso... O que mais chama a sua atenção aí nesse local, fazendo isso, sentindo aquilo? 2- A cada novo momento: Como já sabemos algo sobre o personagem precisamos saber se foi para frente ou para trás no tempo a partir da cena inicial; Temos que saber o que mudou na situação: local, sentimentos, situação, sensações, etc.. Aparência: Como parece que você está agora? O que parece que acontece com você? Com que idade parece que você está agora? Parece que passou muito ou pouco tempo em relação à última cena? O que parece que você faz aí? O que você sente? O que você pensa quando sente isso? (ou sente quando pensa isso) Local: Como parece o local em que você está agora? 2

3 INTERVENÇÕES DE LIGAÇÃO Quando o personagem já está identificado, o local, a situação, se exploramos tudo, devemos levá-lo para o primeiro momento importante (as vezes a primeira cena é tranquila): Vamos pedir para que seu ICS leve você para o primeiro momento importante dessa vivência... a partir dessa cena... ou para frente ou para trás no tempo... onde tudo o que você precisa saber hoje... começou... a origem do problema... Eu vou contar até 5... e quando eu chegar no 5 você vai estar lá... (contagem) Perceber e esclarecer os detalhes; após explorar bem a situação levar para os próximos momentos importantes: Vamos pedir que o seu ICS leve você para o próximo momento importante da vivência... eu vou contar até 3... e quando eu chegar no 3 você vai estar lá... (contagem) INTERVENÇÕES DE CONTINUIDADE E aí? O que acontece? E depois disto? E a vida vai assim, fazendo isto e aquilo, até que acontece o que? E você? O que acontece com você? E o que é feito de sua vida depois disto? E daí? O que acontece então? Até quando você fica aí (doente, preso, mandando...)? Deixe o tempo passar...e vamos para frente, para o próximo momento significativo dessa vivência. Vou contar até 5 e quando chegar a 5 você vai estar lá Qual o desfecho desta situação / vida? Não avalie... apenas descreva o que acontece/o que lhe vem à mente... Resumo da situação: Você vai fazendo isso/aquilo. E depois o que acontece com você, com a situação, etc.? 3

4 INTERVENÇÕES DE ESCLARECIMENTO / OBJETIVIDADE E aí? Do que se trata? Não avalie, apenas descreva o que vem à mente. Como fica então O que de fato acontece É mesmo? O que mais? E você? O que acontece com você? O que isso significa? O que parece ser? O que parece ser particularmente / especialmente importante / estranho / engraçado / etc.? O que faz com que você se sinta assim? O que acontece depois disso? Como esse comportamento/decisão afeta as pessoas? Qual é o motivo de ter acontecido isso? É preciso saber? Sim ou não? Está claro para você isso? Me explique melhor. INTERVENÇÕES EM MOMENTOS SIGNIFICATIVOS Quando percebemos a aproximação ou vivência de um momento significativo ou traumático, devemos explorar a situação (sempre em relação à ficha ou queixa geral do cliente) e fazê-lo escoar as emoções/sensações e ampliar a compreensão do fato; Catarse física, emocional e intelectual. Cliente fala que está experimentando uma emoção: Sinta esse medo/tristeza/ raiva... É medo/raiva de quê? Alguma outra emoção? Libere agora essa emoção... deixe-a crescer dentro de você... enquanto ela se dissolve... Sempre precisamos localizar o pensamento e a sensação no corpo que acompanha este sentimento ( e vice-versa): E enquanto você sente esse medo de morrer, qual o pensamento que acompanha esse sentimento? ou Onde você parece sentir no seu corpo esse medo? ; Deixe crescer essa sensação x... Cliente fala uma frase que expressa um pensamento: 4

5 Quando você pensa/ fala isso... qual o sentimento que você experimenta? Quando o cliente vive um situação extremamente dolorosa: Vamos pedir ao seu ICS que retorne ao início dessa situação (descrever os acontecimentos que antecederam o trauma): o objetivo é explorar novas perspectivas da situação (facilita entendimento) e escoar as emoções e sensações cristalizadas. EXEMPLO DE IDENTIFICAÇÃO, LIGAÇÃO E CONTINUIDADE (Indução) C- Estou sentindo como se estivesse em um beco. T- Descreva o local onde parece que você está. C- É um beco, escuro, estreito, muito sujo. Estou no meio de um monte de lixo! (faz expressão de nojo) T- O que você sente quando está nesse local? C- Nojo, náuseas e muita tristeza. T- Entre em contato com essa tristeza... com esse nojo... Como é seu personagem que sente tudo isso? C- Eu sou um menino pobre, pés descalços e roupas sujas e esfarrapadas. Cabelos despenteados. T- Quantos anos você tem aí? C- Uns 10 anos, mais ou menos. T- E o que parece que você faz aí, no meio do lixo, nesse beco? C- Estou procurando comida para mim e para a minha família. Eu sempre tenho que fazer isso para nós comermos. T- Alguma outra coisa chama a sua atenção aí? C- Não. T- Então, vamos pedir ao seu ICS que leve você para o primeiro momento importante dessa vivência... ou para frente ou para trás... a partir desta 5

6 cena... eu vou contar até 5... e quando eu chegar ao 5 você vai estar lá. (Contagem) C- Agora vejo um homem. Também mal vestido. Está sozinho espreitando alguma coisa... T- Como é o local onde isto acontece? C- Uma rua deserta, pouca iluminação, o homem está só... atrás de um muro baixo. T- Parece que isso é antes ou depois daquela primeira cena? C- É depois. Muito tempo depois. T- E você? Como parece ser você aí nesta cena? C- Esse homem sou eu! Devo Ter uns 25 anos aproximadamente. T- Como é a sua aparência agora? C- Barbado, mal vestido, roupas simples. Pareço ser mais velho do que sou de verdade. T- E o que você faz aí, espreitando? C- Estou preparando um bote. Vou roubar alguém. T- O que você sente quando está aí para roubar alguém? C- Expectativa. Mistura de medo com um certo prazer. Vou conseguir algum dinheiro hoje. T- Você fica aí espreitando, sentindo esta expectativa... até que acontece o que?... (...) 6

Resiliência: Superando sua dificuldades. Kaique Mathias Da Silva Wendel Juan Oliveira Reolon

Resiliência: Superando sua dificuldades. Kaique Mathias Da Silva Wendel Juan Oliveira Reolon Resiliência: Superando sua dificuldades Kaique Mathias Da Silva Wendel Juan Oliveira Reolon Dedicamos este livro ao Professor Marcelino Felix, por nos incentivar a faze-lo. ÍNDICE 1 O que é Resiliência

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Mini Curso Parte I As Forças que controlam a sua vida Página 2 de 6 Como te falei, essa é a primeira etapa do mini-curso Superando

Leia mais

Essa história aconteceu há

Essa história aconteceu há O HOMEM DO SACO Essa história aconteceu há mais de vinte anos, num dia nublado. Perfeito para Josué, Mateus, Antonia e Frederico começarem o dia colocando o plano combinado em ação. Estavam de férias,

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

O Questionário RX. 1 - Você está acima do peso? E se está, sabe exatamente quantos quilos tem hoje?

O Questionário RX. 1 - Você está acima do peso? E se está, sabe exatamente quantos quilos tem hoje? O Questionário RX As respostas nesse questionário são apenas pra você, para o seu autoconhecimento. Isso vai servir pra você tomar consciência de várias coisas que precisam ser trabalhadas, muitas delas

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

10 DICAS PARA AUMENTAR SEU INÍCIOS!!!

10 DICAS PARA AUMENTAR SEU INÍCIOS!!! 10 DICAS PARA AUMENTAR SEU INÍCIOS!!! Internamente usamos a expressão entrevista de início. Não use esta expressão com as potenciais iniciadas, porque elas não sabem o que é isso!! Para suas potenciais

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

Do Vácuo ao Encontro

Do Vácuo ao Encontro Do Vácuo ao Encontro INTRODUÇÃO Todos nós homens já passamos por situações constrangedoras de puxar conversa com uma bela mulher e não obtemos nada além de um Belo de um vácuo, eu mesmo já passei por isso.

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

IMAGINÁRIO DO ESPELHO: espelho, espelho meu, sou eu?

IMAGINÁRIO DO ESPELHO: espelho, espelho meu, sou eu? IMAGINÁRIO DO ESPELHO: espelho, espelho meu, sou eu? Ionice da Silva Debus 1 Profª. Drª. Valeska Fortes de Oliveira 2 Este texto foi desenvolvido para a disciplina Imaginário e Narrativas de Formação do

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.1 Conteúdos

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz. Oscar Wilde. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz. Oscar Wilde. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz Oscar Wilde Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho 45 O Gigante Egoísta Ficha de leitura 1. Quem é a personagem principal da história? I 2. Em que

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais

Anexo Entrevista G2.5

Anexo Entrevista G2.5 Entrevista G2.4 Entrevistado: E2.5 Idade: 38 anos Sexo: País de origem: Tempo de permanência em Portugal: Feminino Ucrânia 13 anos Escolaridade: Imigrações prévias: --- Ensino superior (professora) Língua

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique CRISÁLIDA Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante Vanessa Monique 1 Dedicatória. À Deus Todo Poderoso que me presenteou com o dom de escrever à e todos que algum dia e de alguma forma me incentivaram

Leia mais

Cena 4. Pausa. O homem velho mete metade do corpo no latão e afunda nos sacos de lixo.

Cena 4. Pausa. O homem velho mete metade do corpo no latão e afunda nos sacos de lixo. Cena 4 Uma rua. Um latão de lixo. Mulher Velha e Homem Velho Homem Velho: Puta vesida de velha. Mulher Velha: O que você tá procurando? Homem Velho: Comida. Mulher Velha: Já faz mais de dez anos que não

Leia mais

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ Filho está na hora de ir à igreja, vamos! Você já leu sua Bíblia hoje? Então, vamos logo. FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ 24.14-16 Talvez você também vá à igreja ou leia a Bíblia porque sua mãe (ou alguém outro)

Leia mais

Solidão... esse sentimento que pode te jogar no caos da depressão, torná-lo um gênio ou levá-lo à loucura.

Solidão... esse sentimento que pode te jogar no caos da depressão, torná-lo um gênio ou levá-lo à loucura. SOLIDÃO E SOLITUDE Solidão... esse sentimento que pode te jogar no caos da depressão, torná-lo um gênio ou levá-lo à loucura. Muitas vezes você quer a fusão de almas, mas não consegue porque, por uma razão

Leia mais

Como Iniciar com Sucesso! Kalinca Paolla Diretora Sênior de Vendas Mary Kay,

Como Iniciar com Sucesso! Kalinca Paolla Diretora Sênior de Vendas Mary Kay, Como Iniciar com Sucesso! Kalinca Paolla Diretora Sênior de Vendas Mary Kay, Analise sua situação hoje e responda: Você compraria numa sessão feita por você mesma? Você iniciaria com alguém que aborda

Leia mais

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza 1 2 3 Poemas de um Fantasma Fantasma Souza 2012 4 5 Fantasma Souza Todos os Direitos Reservados TITULO ORIGINAL POEMAS DE UM FANTASMA Projeto Gráfico Midiartes Capa Erisvaldo Correia Edição e Comercialização

Leia mais

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE UNIDADE 2: As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE 1ºESO 2ºESO Quem é você? Reconhecer minha sexualidade e meus afetos me ajuda a conhecer. Na igualdade e a diferença. No amor. 4. Meus primeiros

Leia mais

E-BOOK CO M L O U R O

E-BOOK CO M L O U R O BENZIMENTO E-BOOK CO M L O U R O Quem somos? Nós somos Bruno Gimenes e Patrícia Cândido e neste material especial nós vamos lhe ensinar algumas técnicas especiais de aplicação e resultados rápidos, para

Leia mais

coleção Conversas #12 - SETEMBRO é no Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #12 - SETEMBRO é no Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. a s coleção Conversas #12 - SETEMBRO 2014 - Eu sinto a I tr s ç o ã o por c é no r r m ia a nç a l? s. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina: ENSINO RELIGIOSO Ano: 2012 Professor (a): PATRÍCIA Turma: 7º ANO Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Identificação F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista 4-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

Paris, 17 de fevereiro de Prezado Senhor,

Paris, 17 de fevereiro de Prezado Senhor, Paris, 17 de fevereiro de 1903 Prezado Senhor, Sua carta só me alcançou há poucos dias. Quero lhe agradecer por sua grande e amável confiança. Mas é só isso o que posso fazer. Não posso entrar em considerações

Leia mais

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS Ninguém acorda todos os dias sentindo-se entusiasmado. Entusiasmo é algo que todos nós temos que trabalhar para conquistar.

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

"Contabilidade em conexão com a prosperidade"

Contabilidade em conexão com a prosperidade "Contabilidade em conexão com a prosperidade" Contatos: Youtube.com/MarcelinoFernandesCoronel E-mail: professormarcelino@hotmail.com Perfil: fb.com/profmarcelino88 Fanpage: fb.com/profmarcelino instagram.com/profmarcelino

Leia mais

Janaina de Abreu Gaspar. EFT São Paulo.

Janaina de Abreu Gaspar. EFT São Paulo. Janaina de Abreu Gaspar EFT São Paulo www.eftsaopaulo.com.br A Transformação é você quem faz Exercícios de autoaplicação da EFT Bem no fundo No fundo, no fundo, bem lá no fundo, a gente gostaria de ver

Leia mais

A Lei da atração, o pensamento positivo e o meu negócio Mary Kay

A Lei da atração, o pensamento positivo e o meu negócio Mary Kay A Lei da atração, o pensamento positivo e o meu negócio Mary Kay Antes de mais nada quero que você responda 2 perguntas: - Como você se vê? - Como as pessoas te veem? Tudo o que entra em sua vida é você

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes CELEBRE SEU SONHO Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes COMPARTILHANDO O SONHO Mary Kay disse: Se você quer apenas o que já possui, continue

Leia mais

O DESAFIO RADICAL dessa semana será de oração. Veja o anexo da meditação e ajude a criança a cumprir cada etapa em cada dia.

O DESAFIO RADICAL dessa semana será de oração. Veja o anexo da meditação e ajude a criança a cumprir cada etapa em cada dia. 4 CRIANÇAS até 5 anos Nome: Ministério: INFORMAÇÕES 1) Fazer as meditações diariamente até o término do Sonho de Natal; 2) Memorizar (após decorar os versículos, a criança deve falar o versículo só de

Leia mais

Mais informações e marcações Elisa Aragão servicoeducativo@zeroemcomportamento.org 213 160 057 www.zeroemcomportamento.org

Mais informações e marcações Elisa Aragão servicoeducativo@zeroemcomportamento.org 213 160 057 www.zeroemcomportamento.org Apresentamos de seguida várias sessões temáticas compostas por curtas-metragens de animação, às quais chamamos de Filminhos Infantis. Estas propostas são complementadas com uma oficina com uma duração

Leia mais

Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma A escolha certa

Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma A escolha certa Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma-14.2.2016 A escolha certa Conforme dissemos nos Xavierinhos da semana passada, a Quaresma começou na passada quartafeira, quarta-feira de cinzas. Como a maior parte dos meninos

Leia mais

1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO.

1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO. 1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO. CENA 1/CASA DA /NOITE Dizia a lenda que em todo dia 1 de abril aparecia um espírito do mal que aterrorizava

Leia mais

5 DICAS PARA APRENDER A DESENHAR DO ZERO. Descubra como aprender a desenhar de forma simples e objetiva.

5 DICAS PARA APRENDER A DESENHAR DO ZERO. Descubra como aprender a desenhar de forma simples e objetiva. 5 DICAS PARA APRENDER A DESENHAR DO ZERO Descubra como aprender a desenhar de forma simples e objetiva. INTRODUÇÃO OLÁ, OLÁ, OLÁ... Eu sou o Ivan Querino, ilustrador, professor e empreendedor, escrevi

Leia mais

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor INFORMA sobre tudo o Amor Igreja Batista de Canoas Nº 891 10 a 16 de Julho de 2016 dias de amor dias de amor sobre tudo o Amor 1 Coríntios 14:1, Marcos 12:30,31, 1 Cor. 16:14 (NTLH) OS FUNDAMENTOS DO AMOR

Leia mais

Reference too English Interconnections Lesson Mapping our Neighborhood p 121 Science Standard(s): Standard 3 Objective 1

Reference too English Interconnections Lesson Mapping our Neighborhood p 121 Science Standard(s): Standard 3 Objective 1 1ª Série Lição: O mapa da minha vizinhança Reference too English Interconnections Lesson Mapping our Neighborhood p 121 Science Standard(s): Standard 3 Objective 1 Objetivo(s): Objetivo(s) Cognitivo: Os

Leia mais

12 Dicas Rápidas de Copywriting

12 Dicas Rápidas de Copywriting 12 Dicas Rápidas de Copywriting Caro Amigo, Aqui estão 12 dicas rápidas para você começar a entrar no mundo do copywriting. Veja, essas dicas são apenas isso... dicas. A questão é Como você usa essas dicas?

Leia mais

Valorıze-se, organıze-se! Cláudio Ramos

Valorıze-se, organıze-se! Cláudio Ramos Valorıze-se, organıze-se! Cláudio Ramos Índice 8 A felicidade pode estar na valorização? Pode, digo eu! 11 1. CASA 13 COMPRAS E POUPANÇA 15 DECORAÇÃO 29 2. ROUPA 40 GUARDA-ROUPA BÁSICO: O Que Todas as

Leia mais

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado Dimensões Institucionalização Entrevistado F 2 Imagem sobre a velhice Entristece-me muito chegar aqui e olhar para determinados idosos que estão aqui, venho cá três vezes por semana no mínimo e nunca vejo

Leia mais

persistencia não quero parar de sonhar Sonho com vc a cada segundo que passa Vc já se tornou alguém muito importante para min Nao sei o que faria sem

persistencia não quero parar de sonhar Sonho com vc a cada segundo que passa Vc já se tornou alguém muito importante para min Nao sei o que faria sem THE SEVEN WONDERS persistencia não quero parar de sonhar Sonho com vc a cada segundo que passa Vc já se tornou alguém muito importante para min Nao sei o que faria sem vc não quero parar de sonhar Ficar

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos

A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos AF357-15FIS_CampanhaPrescrevaumLivroItauCrianca_FOLHETO_19x23_V6.indd 1 29/09/15 01:22 2 Receite um livro A importância de recomendar a

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

ESTRUTURA DO TEXTO NARRATIVO. Prof.ª Nivania Alves

ESTRUTURA DO TEXTO NARRATIVO. Prof.ª Nivania Alves ESTRUTURA DO TEXTO NARRATIVO Prof.ª Nivania Alves A narração é um modo de organização de texto cujo conteúdo está vinculado, em geral, às ações ou acontecimentos contados por um narrador. Para construir

Leia mais

Depressão: Os Caminhos da Alma... (LÚCIA MARIA)

Depressão: Os Caminhos da Alma... (LÚCIA MARIA) (LÚCIA MARIA) 1 Dedicatória: A todos os que sofrem de depressão, uma doença cruel e invisível, mas que pode ser vencida. 2 Sinopse: Muito embora, o título comece com uma expressão diferente, a intenção

Leia mais

7 DICAS PARA CRIAR UM FILHO RESPONSÁVEL

7 DICAS PARA CRIAR UM FILHO RESPONSÁVEL 7 DICAS PARA CRIAR UM FILHO RESPONSÁVEL É preciso ensinar o filho a ter responsabilidade desde cedo: O quarto do seu filho é uma bagunça sem fim? Ele vive perdendo os materiais escolares ou quebrando seus

Leia mais

Princípio do Vazio. Fotos do artista canadense Gregory Colbert JOSEPH NEWTON

Princípio do Vazio. Fotos do artista canadense Gregory Colbert JOSEPH NEWTON Princípio do Vazio JOSEPH NEWTON Fotos do artista canadense Gregory Colbert Estimados amigos, me permito brindá-los com esta mensagem do autor Joseph Newton e uma pequena e maravilhosa coleção de fotografias

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE 1 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE Desenvolvimento de Competências Pessoais e Académicas Workshop 17 de Abril de 2013 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE 2 Comunicação Interpessoal Comunicar

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

Imagem 1 disponível em: Imagem 2 disponível em: HTTP.www.folha.uol.com.br. Acesso em 07/02/2014.

Imagem 1 disponível em:  Imagem 2 disponível em: HTTP.www.folha.uol.com.br. Acesso em 07/02/2014. 6º Fabiana Unidade I História Leia a letra da música de Lulu Santos: Como uma onda. Após a leitura dedicada, utilize a letra da música como ponto de reflexão para responder as questões 01 e 02. Pontuação

Leia mais

3 - (PUC-PR) Empregue o pronome relativo acompanhado ou não de preposição, nas lacunas das frases a seguir.

3 - (PUC-PR) Empregue o pronome relativo acompanhado ou não de preposição, nas lacunas das frases a seguir. 3 - (PUC-PR) Empregue o pronome relativo acompanhado ou não de preposição, nas lacunas das frases a seguir. 1. Fez o anúncio... todos ansiavam. 2. Avise-me... consistirá o concurso. 3. Existe um decreto...

Leia mais

Relacionamento Abusivo

Relacionamento Abusivo CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA Relacionamento Abusivo Relacionamento Abusivo Quando ouvimos falar de Relacionamento Abusivo geralmente nos lembramos da relação amorosa em que a mulher é sempre a vítima,

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 Integração entre Serviços e Benefícios VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 A desproteção e a vulnerabilidade são multidimensionais

Leia mais

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan (Entra um jovem em cena e se depara com um cartaz da campanha da fraternidade (2015). O jovem lê o lema em voz alta): JOVEM: (Lendo) Eu vim para servir! JOVEM:

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

A partir de mim. nós. Com quem? A HISTÓRIA

A partir de mim. nós. Com quem? A HISTÓRIA A partir de mim nós Com quem? A HISTÓRIA ESTE SOU EU!!! Como todo mês de julho, a associação na paróquia Santa Maria do Caminho organiza seus acampamentos de verão nas montanhas da Europa, no conhecido

Leia mais

IDENTIDADES. Metamorfose. Nome:Stefany Santos

IDENTIDADES. Metamorfose. Nome:Stefany Santos Metamorfose IDENTIDADES Metamorfose Nome:Stefany Santos ÍNDICE O que significa metamorfose? O que significa metamorfose ambulante? Indagações Metamorfose Frase Citação Musica Considerações finais Dedicado

Leia mais

missão Identidade Isto é tudo que importa? O que ele fez de especial? A obra Salvador Cordeiro de Deus resposta: arrependimento e fé

missão Identidade Isto é tudo que importa? O que ele fez de especial? A obra Salvador Cordeiro de Deus resposta: arrependimento e fé Identidade O que ele tinha de especial? A pessoa Senhor Filho de Deus resposta: adoração missão O que ele fez de especial? A obra Salvador Cordeiro de Deus resposta: arrependimento e fé Isto é tudo que

Leia mais

Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut

Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut Você está preparado? Pense bem... Curso superior, pós-graduação, dois idiomas... Um Auditor Como qualquer outro profissional,

Leia mais

Dicas para um bom registro fotográfico

Dicas para um bom registro fotográfico Dicas para um bom registro fotográfico Manual de foto Enquadramento Tente fugir do clichê de colocar o assunto sempre no meio da foto. Deslocar o objeto principal de imagem pode fazer toda a diferença

Leia mais

Dicas Crie um estilo pessoal

Dicas Crie um estilo pessoal Introdução Esse mini ebook foi feito especialmente para você que deseja conquistar lindas mulheres. Nas próximas páginas será compartilhado dicas práticas para que você conquiste mulheres de forma mais

Leia mais

O DIA DO ENEM CHECKLIST PASSO A PASSO PARA. 1. Introdução. 2. Tenha uma boa noite de sono. 3. Cuide da alimentação. 4. Reveja as regras do edital

O DIA DO ENEM CHECKLIST PASSO A PASSO PARA. 1. Introdução. 2. Tenha uma boa noite de sono. 3. Cuide da alimentação. 4. Reveja as regras do edital CHECKLIST PASSO A PASSO PARA O DIA DO ENEM 1. Introdução 2. Tenha uma boa noite de sono 3. Cuide da alimentação 4. Reveja as regras do edital 5. Planeje a sua ida 6. Elimine o estresse 7. Faça uma revisão

Leia mais

1º Edição

1º Edição Sensações 1º Edição WWW.Perse.com.br Página 1 Codinome: Tabrao Email: Tania_morenagata@hotmail.com Nasceu no dia 09 de Agosto de 1984 Natural da cidade de Lapa - PR Reside a Rua Francisco Veloso, 282 Ponta

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTERNA 0002/13

COMUNICAÇÃO INTERNA 0002/13 Atender o telefone não é uma tarefa difícil fisicamente, mas utilizá-lo de forma correta e profissional, já não é tão linear quanto se pensa. Todas as ligações recebidas nos interessam, afinal somos uma

Leia mais

Anexo 2.2- Entrevista G1.2

Anexo 2.2- Entrevista G1.2 Entrevistado: E1.2 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 53 anos Masculino Cabo-Verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: 4ª classe Imigrações prévias : -- Língua materna: Outras línguas: Agregado

Leia mais

GUIA PROCESSO SELETIVO

GUIA PROCESSO SELETIVO GUIA PROCESSO SELETIVO Você sabia que o IF Sudeste MG leva você aonde quiser chegar? Pois é. E para aproveitar do nosso ensino público, gratuito e de qualidade é preciso ficar atento às datas e regras

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

UNIDADE: DATA: 28 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

UNIDADE: DATA: 28 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 28 / / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

E nós conhecemos, e cremos no amor de Deus que nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. I João 4:16

E nós conhecemos, e cremos no amor de Deus que nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. I João 4:16 E nós conhecemos, e cremos no amor de Deus que nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. I João 4:16 INTRODUÇÃO A pregação do Amor de Deus, por ser a primeira em uma série de

Leia mais

FIGURAS DE LINGUAGEM

FIGURAS DE LINGUAGEM FIGURAS DE LINGUAGEM Elipse: É a omissão de um termo ou de uma oração inteira que já foi dita ou escrita antes, sendo que esta omissão fica subentendida pelo contexto. Exemplos: - Sobre a mesa, apenas

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Quero que vocês falem português! Falem comigo! O Presente do Subjuntivo no português

Quero que vocês falem português! Falem comigo! O Presente do Subjuntivo no português Quero que vocês falem português! Falem comigo! O Presente do Subjuntivo no português A Conjugação A origem: Eu - Presente do Indicativo ex. Falo, posso Retirar a terminação -o: Ex. Fal-, poss- Adicionar

Leia mais

Contar a história. Este é o objetivo, a missão de Anderson Miranda. Se existe um termo que defina seu estilo, é o fotojornalismo.

Contar a história. Este é o objetivo, a missão de Anderson Miranda. Se existe um termo que defina seu estilo, é o fotojornalismo. O OLHAR Um espectador, uma testemunha, acompanhando atentamente tudo que acontece. Assim Anderson Miranda se considera quando fotografa um casamento, sem interferir ou fabricar cenas. Um olhar atento buscando

Leia mais

PARA O DIA-A-DIA DAS CRIANÇAS E ADULTOS ALÉRGICOS A ALIMENTOS

PARA O DIA-A-DIA DAS CRIANÇAS E ADULTOS ALÉRGICOS A ALIMENTOS 11 PARA O DIA-A-DIA DAS CRIANÇAS E ADULTOS ALÉRGICOS A ALIMENTOS CONSCIENTIZAR alérgicos e todos que lidam com eles. Isso deve ser feito constantemente, no que se refere aos riscos e cuidados. Um dia a

Leia mais

OBJETIVOS E CONTEÚDOS

OBJETIVOS E CONTEÚDOS OBJETIVOS E CONTEÚDOS 1º BIMESTRE SISTEMA INTERATIVO DE ENSINO História 1º ano Capítulo 1 Minha história, meu nome Explorar as fotografias de família para reconhecer a trajetória pessoal desde o nascimento;

Leia mais

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Acompanhe o leitor competente em ação. Leio o titulo: A moringa, a geladeira e a roupa no varal. São três coisas

Leia mais

Sem Cerimónia nem Papéis Um estudo sobre as Uniões de facto em Portugal. Ficha de Caracterização dos Entrevistados e Cônjuges Parte I

Sem Cerimónia nem Papéis Um estudo sobre as Uniões de facto em Portugal. Ficha de Caracterização dos Entrevistados e Cônjuges Parte I Sem Cerimónia nem Papéis Um estudo sobre as Uniões de facto em Portugal Ficha de Caracterização dos Entrevistados e Cônjuges Parte I Q1. Sexo M F Concelho de Residência / Distrito --------------- Q2. Situação

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas

Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas dicas! Dica 1 para Ganhar Dinheiro na Internet Com Crie

Leia mais

G A B A R I T O PH SISTEMA DE ENSINO. Prova ph P-01. Tipo H4-05/2015

G A B A R I T O PH SISTEMA DE ENSINO. Prova ph P-01. Tipo H4-05/2015 PH SISTEMA DE ENSINO Prova ph P-01 Tipo H4-05/2015 G A B A R I T O 01. D 11. D 21. C 31. D 02. C 12. B 22. B 32. A 03. D 13. D 23. D 04. A 14. A 24. C 05. B 15. A 25. A 00 06. A 16. B 26. B 00 07. D 17.

Leia mais

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos.

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. Um deles lhe devia dez mil talentos. Como não tivesse como pagar tudo, o rei mandou que fossem vendidos ele e toda sua família.

Leia mais

CONFISSÕES DE UMA MENTE FÉRTIL. Deborah Zaniolli

CONFISSÕES DE UMA MENTE FÉRTIL. Deborah Zaniolli CONFISSÕES DE UMA MENTE FÉRTIL Deborah Zaniolli Confissões de uma mente fértil Título da obra: CONFISSÕES DE UMA MENTE FÉRTIL Gênero literário da obra: Não Ficção Copyright 2014 por Deborah Zaniolli Todos

Leia mais

SEXUALIDADE - definição

SEXUALIDADE - definição A sexualidade SEXUALIDADE - definição É uma energia que nos motiva a procurar o amor, contacto, ternura, intimidade; que se integra no modo como nos sentimos, movemos, tocamos, e somos tocados; é ser-se

Leia mais