Repense Mobilidade. Seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados, O Futuro da Mobilidade na Metrópole

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Repense Mobilidade. Seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados, O Futuro da Mobilidade na Metrópole"

Transcrição

1

2 Repense Mobilidade Seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados, O Futuro da Mobilidade na Metrópole Willian Alberto de Aquino Pereira Sinergia Estudos e Projetos Ltda de maio de 2015

3 Repense Mobilidade A Cidade mudou A População mudou A Economia mudou Os Meios de Transporte mudaram A Sociedade mudou E nós. Ainda pensamos igual ao passado?

4 Transporte não é um fim em si mesmo, mas só uma forma da população atingir seus interesses econômicos e sociais

5 Ai como dói! Trabalhar em Madureira, viajar na Cantareira e morar em Niterói! Quando o apito da fábrica de tecidos vem ferir os meus ouvidos, eu me lembro de você!

6 Geração de Viagens habitantes / domicílio habitantes totais Produção renda idade sexo

7 A estrutura da população está diferente

8 Geração de Viagens empregos lazer tipologia eficiência automação Atração comércio estudo serviços

9 A tecnologia se reflete nos empregos

10 Estrutura de Empregos Indústria Serviços Informais Internet

11 Distribuição de Viagens Produção de Viagens Atração de Viagens O/D Impedância Uso do solo Dispersão Expansão Mudança de Hábitos

12 Evolução dos indicadores do PDTU RMRJ Viagens por habitante por modo de transporte 2003 x 2012 Modos de transporte Quantidade de viagens por habitante Taxa de crescimento ao ano (%) transporte coletivo 0,82 0,93 1,33 Motorizado transporte individual 0,29 0,37 2,87 TOTAL 1,11 1,3 1,75 a pé 0,6 0,56-0,74 Não motorizado Bicicleta 0,06 0,05-2,41 TOTAL 0,65 0,6-0,88 TOTAL GERAL 1,77 1,9 0,84

13 Evolução dos indicadores do PDTU RMRJ Comparativo 2003 x viagens diárias segundo o modo motorizado e não motorizado (em milhares) MODO DE TRANSPORTE Viagens diárias realizadas em milhares % do total geral Taxa de crescimento ao ano (%) transporte coletivo ,7 48,8 1,91 Motorizado transporte individual ,3 19,5 3,46 Não motorizado TOTAL ,9 68,2 2,33 a pé ,8 29,4-0,18 bicicleta ,2 2,4-1,85 TOTAL ,1 31,8-0,31 TOTAL GERAL ,41

14 Evolução dos indicadores do PDTU RMRJ Comparativo 2003 x 2012 todas as viagens realizadas, por modo de transporte (em milhares) Viagens diárias Taxa de MODO % do total realizadas em milhares crescimento ao ano PRINCIPAL (%) a pé ,8 29,4-0,18 Bicicleta ,2 2,4-1,84 condutor de auto ,6 11,2 2,1 Passageiro de auto ,3 5,4 3,97 Táxi ,7 1,1 7,01 Motocicleta ,5 0,8 5,96 moto-táxi ,2 - Caminhão 29-0,1 - - Outros ,7 - Trem ,5 2,5 7,21 Metrô ,8 2,9 7,21 barcas/catamarã ,4 0,5 2,77 Bonde ônibus intermunicipal ,7 7,9 3,28 ônibus municipal ,4 29,5 2,69 ônibus executivo ,2 0,3 4,47 transporte alternativo ,2 2,9-9,59 ônibus pirata ,1 - transporte fretado ,5 0,2-5,57 transporte escolar ,9 9,43 TOTAL ,41

15 Evolução dos indicadores do PDTU RMRJ Distribuição percentual de viagens por modo de transporte para cada município da RMRJ Município da RMRJ Transporte motorizado Transporte não Coletivo (%) Individual (%) motorizado (%) Belford Roxo 50,5 43,8 6,5 7, Duque de Caxias 46,4 47, ,6 42,7 42,3 Guapimirim 18,2 43,7 4,5 6,2 77,3 50,1 Itaboraí 40,8 56,1 10,4 5,9 48,9 38 Itaguaí 31,2 27,1 16, ,1 56,9 Japeri 38,6 49,7 6,6 6,7 54,8 43,6 Magé 26,3 33 4,2 16,5 69,5 50,5 Mangaratiba 27, ,6 5, ,7 Maricá 45,8 42,2 12,8 35,3 41,4 22,5 Mesquita 58,3 45,6 9,3 25,3 32,5 29,1 Nilópolis 55,8 40,8 10, ,4 49,2 Niterói 42,2 44,8 27,8 24, ,9 Nova Iguaçu 52 52,1 12 5, ,6 Paracambi 24,8 54,5 9,9 18,6 65,3 26,9 Queimados 41,1 48,1 7,1 11,8 51,8 40,1 Rio de Janeiro 47,5 51,1 19,7 22,8 32,9 26,1 São Gonçalo 43,8 48,3 15,1 23, ,6 São João de Meriti 50,3 33,1 9,8 14,7 39,9 52,2 Seropédica 29, ,5 3,8 59,1 52,2 Tanguá 31,7 26,4 11, ,5 55,6

16 Evolução dos indicadores do PDTU RMRJ Tempos médios de viagem por modo agregado de transporte (em minutos) Modos de transporte Tempo médio de viagem Motorizado Transporte coletivo 54,8 41,8 Transporte individual 34 33,1 Não motorizado 17,4 (a pé) 14,4

17 Evolução dos indicadores do PDTU RMRJ Quantidade de Viagens em milhares Quantidade de Viagens em milhares Distribuição Horária Modo motorizado transporte individual coletivo x2012 Distribuição das Viagens por Modo motorizado - transporte coletivo e Distribuição das Viagens por Modo Hora de motorizado Início - transporte individual e Hora de Início :00 0:00 2:00 2:00 4:00 4:00 6:00 6:00 8:00 8:00 10:00 10:00 12:00 12:00 14:00 14:00 16:00 16:00 18:00 18:00 Faixa Horária do Início da Viagem Faixa Horária do Início da Viagem 20:00 20:00 22:00 22:

18 Análise da Evolução e Tendências Futuras do Uso do Solo Zonas de tráfego por município na RMRJ Abrangência com foco em Transportes Local PDTU 2003 PDTU 2013 Capital Toda a RMRJ

19 Linhas de Desejo Somatório todos os motivos Transporte Individual Coletivo Baixada 1A 1A (Pico (Pico da da Manhã)

20 Lei da Mobilidade Urbana Lei da Mobilidade Urbana: Lei nº , de 03 de janeiro de 2012, que instituiu as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Prioridade

21 Escolha da Modalidade custo tempo conforto segurança Seleção por comparação outros

22 ????

23 Escolha Modal 25 R$? R$ 15, R$ 3,00 5 A pé Espera A pé R$ 3,00 A pé Espera Espera

24 Resultados das Pesquisas Modos motorizados por classe de renda para viagens motivo trabalho

25 Resultados das Pesquisas Tarifa de ônibus x renda média x população por área BU

26 Planejamento de Transporte e Cenários Futuros

27 Falar de mobilidade e igualdade social não é mais limitar-se aos deslocamentos, mas questionar globalmente a política de habitação, a sociologia urbana, as opções a longo prazo de desenvolvimento...

A A Pesquisa Origem e Destino O O se recupera frente ao O O por segmentos da população O O ao longo do dia O O por motivos de viagem O O por regiões d

A A Pesquisa Origem e Destino O O se recupera frente ao O O por segmentos da população O O ao longo do dia O O por motivos de viagem O O por regiões d 15ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA TRANSPORTE COLETIVO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO A RECUPERAÇÃO DO MODO COLETIVO FRENTE AO MODO INDIVIDUAL A A Pesquisa Origem e Destino O O se recupera

Leia mais

Seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados - SEGURANÇA. Pedro Strozenberg Maio

Seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados - SEGURANÇA. Pedro Strozenberg Maio Seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados - SEGURANÇA Pedro Strozenberg (pedro@iser.org.br) Maio - 2015 Prevenção das Violências contra a Juventude e Mulheres Desafio Metropolitano com o exemplo

Leia mais

ARCO METROPOLITANO. Ordenamento urbano e desenvolvimento social na Baixada Fluminense. Roberto Kauffmann Conselho Empresarial da Construção Civil

ARCO METROPOLITANO. Ordenamento urbano e desenvolvimento social na Baixada Fluminense. Roberto Kauffmann Conselho Empresarial da Construção Civil ARCO METROPOLITANO Ordenamento urbano e desenvolvimento social na Baixada Fluminense Roberto Kauffmann Conselho Empresarial da Construção Civil 29 de setembro de 2015 Baixada Fluminense I & II Municípios:

Leia mais

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo As Cidades mudaram População mudou A Economia mudou Os Meios de Transportes mudaram E nós? Ainda pensamos igual ao passado? Em TRANSPORTE COLETIVO chega-se ao

Leia mais

Novas linhas hidroviárias uma alternativa para a mobilidade urbana no Rio de Janeiro

Novas linhas hidroviárias uma alternativa para a mobilidade urbana no Rio de Janeiro Esta publicação contempla os seguintes temas: Agosto/2015 Novas linhas hidroviárias uma alternativa para a mobilidade urbana no Rio de Janeiro A Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) enfrenta um

Leia mais

RESULTADOS E DISCUSSÃO

RESULTADOS E DISCUSSÃO RESULTADOS E DISCUSSÃO 72 O baixo número de indicadores nas dimensões espacial e ecológica reflete a pouca disponibilidade de dados relacionados. Contudo, os temas analisados nessas dimensões estão estritamente

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO - PDTU AGOSTO - 2014

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO - PDTU AGOSTO - 2014 PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO - PDTU AGOSTO - 2014 NO PAÍS, OS INCIPIENTES SISTEMAS PÚBLICOS DE PLANEJAMENTO FORAM DESMOBILIZADOS, SEUS QUADROS FUNCIONAIS SÃO MÍNIMOS.

Leia mais

JORGE LUIZ GONÇALVES DE ALMEIDA Presidente Nacional da Comissão Organizadora DIRETORIA:

JORGE LUIZ GONÇALVES DE ALMEIDA Presidente Nacional da Comissão Organizadora DIRETORIA: Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Administração Central Processo seletivo para o Programa Jovem Aprendiz dos Correios Inscrição Indeferida Edital Nº 125/2014 A Empresa Brasileira de Correios

Leia mais

Companhia de Engenharia de Tráfego CET

Companhia de Engenharia de Tráfego CET Secretaria Municipal de Transporte SMT Sec e a a u cpa de a spo e S Companhia de Engenharia de Tráfego CET Anhanguera Bandeirantes Fernão Dias Presidente Dutra Ayrton Senna MAIRIPORÃ Castello Branco CAIEIRAS

Leia mais

Seminário Planejamento Estratégico do IFRJ. Trajetória e perspectiva econômica do Estado do Rio de Janeiro: Suas macrorregiões e o papel dos APLs

Seminário Planejamento Estratégico do IFRJ. Trajetória e perspectiva econômica do Estado do Rio de Janeiro: Suas macrorregiões e o papel dos APLs Seminário Planejamento Estratégico do IFRJ Trajetória e perspectiva econômica do Estado do Rio de Janeiro: Suas macrorregiões e o papel dos APLs Variação da participação relativa das unidades federativas

Leia mais

UMA ANÁLISE DA MOBILIDADE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO A PARTIR DO CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010

UMA ANÁLISE DA MOBILIDADE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO A PARTIR DO CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010 UMA ANÁLISE DA MOBILIDADE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO A PARTIR DO CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010 Rafaela Soares Bueno 1 Ana Carolina Soares Bertho 2 Palavras-chave: Deslocamento pendular,

Leia mais

Indicadores das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio de Janeiro - IMPE

Indicadores das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio de Janeiro - IMPE Indicadores das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio de Janeiro - IMPE Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro SEBRAE/RJ Divulgação dos Resultados de Janeiro de

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES XIII CONFERÊNCIA DAS CIDADES CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO TRANSPORTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL TELEFÉRICO DO COMPLEXO DO ALEMÃO Julio Lopes Secretário de Transportes do Estado do Rio

Leia mais

MANUAL NOVA GUIA DE POSTAGEM

MANUAL NOVA GUIA DE POSTAGEM MANUAL NOVA GUIA DE POSTAGEM O presente manual tem como finalidade adequar o Sitema DCP (Projeto Comarca) as novas modalidades postais a serem utilizadas no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO - PDTU - SETEMBRO - 2014

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO - PDTU - SETEMBRO - 2014 PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO - PDTU - SETEMBRO - 2014 Os Relatórios Técnicos emitidos encontram-se disponíveis no site da Secretaria de Estado de Transportes: www.rj.gov.br/web/setrans

Leia mais

1ª PESQUISA OD NA BAIXADA. Estudo sobre a mobilidade da população:

1ª PESQUISA OD NA BAIXADA. Estudo sobre a mobilidade da população: 1 1ª PESQUISA OD NA BAIXADA Estudo sobre a mobilidade da população: 2 PESQUISA OD VIAGEM MODO MOTIVO Informações adicionais: Tempo de viagem Características socioeconômicas Localização dos pólos de produção

Leia mais

CUSTEIO 339093. Total: 12.860,57. Total: 6.513,13. Total: 8.272,46. Total: 10.317,23 33909302 RESTITUIÇÕES

CUSTEIO 339093. Total: 12.860,57. Total: 6.513,13. Total: 8.272,46. Total: 10.317,23 33909302 RESTITUIÇÕES CREDORES - R.P. e Realizadas - /INVESTIMENTO - Página: Page 1 of 16 02 RESTITUIÇÕES 2º DISTRITO DA COMARCA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES CNPJ/CPF: 23064378000154 2º RCPN DA COMARCA DA CAPITAL CNPJ/CPF: 23407222000129

Leia mais

O impacto da integração tarifária na mobilidade urbana da RMSP. Lucas Alonso 21ª AEAMESP SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA

O impacto da integração tarifária na mobilidade urbana da RMSP. Lucas Alonso 21ª AEAMESP SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA O impacto da integração tarifária na mobilidade urbana da RMSP Lucas Alonso 21ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA AEAMESP O impacto da integração tarifária na mobilidade urbana da RMSP 2 Análise da

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA MODO DE TRANSPORTE COLETIVO E INDIVIDUAL PESQUISAS ORIGEM-DESTINO 1997 E 2002

ANÁLISE COMPARATIVA MODO DE TRANSPORTE COLETIVO E INDIVIDUAL PESQUISAS ORIGEM-DESTINO 1997 E 2002 ANÁLISE COMPARATIVA MODO DE TRANSPORTE COLETIVO E INDIVIDUAL PESQUISAS ORIGEM-DESTINO 1997 E 2002 Carlos Paiva paivacardoso@yahoo.com.br 1. INTRODUÇÃO Dando continuidade ao estudo iniciado no artigo Escolha

Leia mais

Síntese das Informações Pesquisa Domiciliar. Dezembro de 2013

Síntese das Informações Pesquisa Domiciliar. Dezembro de 2013 Síntese das Informações Pesquisa Domiciliar Dezembro de 2013 PESQUISA DE MOBILIDADE 2012 REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SÍNTESE DAS INFORMAÇÕES PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 DIRETORIA DE PLANEJAMENTO

Leia mais

ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM RIO DE JANEIRO

ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM RIO DE JANEIRO ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM RIO DE JANEIRO Dezembro de, Janeiro e Fevereiro de François E. J. de Bremaeker Rio de Janeiro, dezembro de ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM RIO DE JANEIRO Dezembro de, Janeiro

Leia mais

ANO 15 CISBAF. 15 anos de união na saúde

ANO 15 CISBAF. 15 anos de união na saúde CISBAF 15 anos de união na saúde 1- Substituição plena dos recursos próprios pelo MAIS Médicos com aporte de 670 profissionais até 2016. 2- Manutenção do repasse integral dos recursos por equipe (R$ 7.130,00)

Leia mais

Câmara Metropolitana de Integração Governamental

Câmara Metropolitana de Integração Governamental Câmara Metropolitana de Integração Governamental Grupo Executivo de Gestão Metropolitana LINHA DO TEMPO - RMRJ 1974 1975 1989 1997 2014 2014 RETOMADA DO PROCESSO CÂMARA METROPOLITANA GOVERNADOR + 21 PREFEITOS

Leia mais

INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DE BELFORD ROXO

INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DE BELFORD ROXO INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DE BELFORD ROXO Rio de Janeiro - 2010 SEBRAE/RJ 1 Sumário Apresentação 1-Perfil da Localidade.... 4 1.1 Demografia e Território.... 4 1.1.1 Informações Socioeconômicas

Leia mais

A REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO. Informações gerais

A REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO. Informações gerais A REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO Informações gerais EQUIPE TÉCNICA Manuel Thedim Samuel Pessoa Danielle Santos do Nascimento Tatiana Amaral João Manoel Nonato REALIZAÇÃO PATROCÍNIO PARCERIA INSTITUCIONAL

Leia mais

INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO. Emiliano Affonso Presidente AEAMESP Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô Salvador, Agosto de 2015

INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO. Emiliano Affonso Presidente AEAMESP Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô Salvador, Agosto de 2015 INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO Emiliano Affonso Presidente AEAMESP Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô Salvador, Agosto de 2015 ASPECTOS A SEREM ABORDADOS 1. A Mobilidade na RMSP 2. Integração

Leia mais

INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO

INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO Rio de Janeiro - 2010 Sumário Apresentação 1 - Perfil da Localidade.... 4 1.1 Demografia e Território.... 4 1.1.1 Informações Socioeconômicas

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Coordenador: Ignacio Cano Co-coordenador: João Trajano Sento-Sé

Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Coordenador: Ignacio Cano Co-coordenador: João Trajano Sento-Sé Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Coordenador: Ignacio Cano Co-coordenador: João Trajano Sento-Sé www.lav.uerj.br Rua São Francisco Xavier 524, 9 andar - Bloco F - Sala 9103 Maracanã - Rio

Leia mais

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Administração Central Processo Seletivo Simplificado para o Programa Jovem Aprendiz dos Correios

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Administração Central Processo Seletivo Simplificado para o Programa Jovem Aprendiz dos Correios Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Administração Central Processo Seletivo Simplificado para o Programa Jovem Aprendiz dos Correios COMUNICADO A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT,

Leia mais

SIMAPAN PLANO DE AÇÃO

SIMAPAN PLANO DE AÇÃO PLANO DE AÇÃO ANO 2016/2018 1 PLANO DE AÇÃO 2016/2018 ABRANGÊNCIA: MUNICÍPIOS DUQUE DE CAXIAS BELFORD ROXO ITAGUAÍ NOVA IGUAÇU JAPERI MESQUITA NILÓPOLIS MANGARATIBA PARACAMBI QUEIMADOS SEROPÉDICA SÃO JOÃO

Leia mais

Dados dos Distritos do Estado do Rio de Janeiro

Dados dos Distritos do Estado do Rio de Janeiro Dados dos Distritos do Estado do Rio de Janeiro Mapa Social Ranking Anos Médios de Estudo Os cinco mais Niterói i (Niterói) i) 7,94 Itaipu (Niterói) i) 7,78 Rio de Janeiro (Rio de Janeiro) 6,87 Unidade

Leia mais

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU Mobilidade Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana Prefeitura de Nova Iguaçu Principais Ações Criação do Centro de Operações de Nova Iguaçu CONIG 76 câmeras Principais Ações Centralização

Leia mais

IBEU Local da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

IBEU Local da Região Metropolitana do Rio de Janeiro IBEU Local da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Por Raquel de Lucena Oliveira e João Luis Nery A publicação do Índice de Bem estar Urbano (IBEU), elaborado no âmbito do INCT Observatório das Metrópoles

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL DO RIO DE JANEIRO

PLANO ESTADUAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL DO RIO DE JANEIRO PLANO ESTADUAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL DO RIO DE JANEIRO Encontro Técnico PLANOS ESTADUAIS DE HABITAÇÃO Clique 25 para E 26 editar agosto o de estilo 2011do subtítulo mestre Secretaria de Habitação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO Nº 864/2014

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO Nº 864/2014 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Texto compilado RESOLUÇÃO Nº 864/2014 Cria Pólos de Cargas das Urnas Eletrônicas e designa os Juízos responsáveis para as eleições de 2014.

Leia mais

SuperVia Concessionária de Transporte Ferroviário S.A. SUPERVIA

SuperVia Concessionária de Transporte Ferroviário S.A. SUPERVIA SuperVia Concessionária de Transporte Ferroviário S.A. SUPERVIA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO Maior taxa de urbanização do Brasil (99,3%) Maior índice de concentração populacional do Brasil (1.909,75

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA DE VOTORANTIM / SP

PLANO MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA DE VOTORANTIM / SP PLANO MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA DE VOTORANTIM / SP 1ª Conferência - março de 2016 tema: lançamento do processo de elaboração do Plano O QUE É MOBILIDADE URBANA? Mobilidade é a forma de deslocamento

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PANORAMA ECONÔMICO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PANORAMA ECONÔMICO SOMANDO FORÇAS Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PANORAMA ECONÔMICO Localização: Região Sudeste 57% do PIB Nacional Área: 43.696

Leia mais

Item Item

Item Item EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 2010/000179(7421)SL ERRATA, de 07/11/2011 OBJETO: Constitui objeto do presente credenciamento administrativo credenciar Pessoa Jurídica, inclusive empresa Individual, devidamente

Leia mais

Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Região Metropolitana do Rio de Janeiro RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO N ORTE PARAÍBA PIAUÍ PERNAMBUCO ACRE TOCANTINS ALA GOAS RONDÔNIA SERGIPE MATO G ROSSO BAHIA GOIÁS DF MINAS GERAIS MATO G ROSSO DO S UL E SPÍRITO

Leia mais

Tarifa do Serviço de Transporte Complementar. 10% acima do serviço de transporte regular

Tarifa do Serviço de Transporte Complementar. 10% acima do serviço de transporte regular Tarifa do Serviço de Transporte Complementar. 10% acima do serviço de transporte regular REGIÃO METROPOLITANA LINHA: M500 ALCÂNTARA - ALDEIA DA PRATA TARIFA BILHETE ÚNICO R$ 2,75 LINHA: M501 ALCÂNTARA

Leia mais

SEFAZ-RJ NOTA TÉCNICA. Receita Declarada e Informada: Análise de uma Amostra de Estabelecimentos do Estado do Rio de Janeiro

SEFAZ-RJ NOTA TÉCNICA. Receita Declarada e Informada: Análise de uma Amostra de Estabelecimentos do Estado do Rio de Janeiro SEFAZ-RJ NOTA TÉCNICA Receita Declarada e Informada: Análise de uma Amostra de Estabelecimentos do Estado do Rio de Janeiro 13 de Novembro de 2007 Receita Declarada e Informada: Análise de uma Amostra

Leia mais

SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO

SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO 1 SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO Força trabalho 3.835 profissionais Frota atual Operacional: 163 Abrangência 12 Municípios Operação Pontualidade: > 92% Com ar condicionado: 59 270

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES SECRETARIA DE TRANSPORTES Minuta do Relatório 4 Planejamento e Execução das Pesquisas: Parte 2 PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE URBANO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO 09 de Junho de 2014 Minuta do

Leia mais

A ocupação urbana da RMB, sobretudo da capital, é de concentração de serviços e infraestrutura nas regiões centrais que, consequentemente, também são

A ocupação urbana da RMB, sobretudo da capital, é de concentração de serviços e infraestrutura nas regiões centrais que, consequentemente, também são A Região Metropolitana de Belém é composta por sete municípios e tem cerca de 2,1 milhões de habitantes, de acordo com o Censo 2010, sendo a maior da região Norte. Belém e Ananindeua integram a RMB desde

Leia mais

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE Capítulo 1 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE Tecnologia dos Transportes 2 SISTEMAS DE TRANSPORTE E SOCIEDADE De extrema importância para o desenvolvimento de uma sociedade O desenvolvimento está diretamente

Leia mais

Mobilidade e Políticas Urbanas em Belo Horizonte

Mobilidade e Políticas Urbanas em Belo Horizonte I Seminário Nacional de Política Urbana e Ambiental Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil Brasília abril 2016 Mobilidade e Políticas Urbanas em Belo Horizonte Tiago Esteves Gonçalves da Costa ESTRUTURA

Leia mais

01 - Sede Estadual 02 - Sede Barra da Tijuca

01 - Sede Estadual 02 - Sede Barra da Tijuca 01 - Sede Estadual 02 - Sede Barra da Tijuca Av. Vicente de Carvalho, 1121 Vila da Penha - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21210-623 (21) 3013-2245 S.O.S Oração: (21) 3391-0707 Pr. Neilton Rocha Av. do Pepê 842

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC MOBILIDADE URBANA Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC O QUE O GOVERNO FEDERAL JÁ FEZ Sanção da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei 12.587/2012) Desoneração das tarifas do transporte

Leia mais

15º. Encontro da Empresas de Fretamento e Turismo Eduardo A. Vasconcellos. Transporte por fretamento e mobilidade

15º. Encontro da Empresas de Fretamento e Turismo Eduardo A. Vasconcellos. Transporte por fretamento e mobilidade O fretamento hoje nas grandes cidades Participação do fretamento nas viagens, cidades selecionadas do Brasil 25,0 Participação do fretamento nas viagens 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 1,0 2,3 0,2 0,5 5,8 2,2 2,0

Leia mais

Resultado da Pesquisa Origem/Destino

Resultado da Pesquisa Origem/Destino GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES COMPANHIA ESTADUAL DE ENGENHARIA DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA Plano Diretor de Transporte Urbano da Região Metropolitana do Estado do

Leia mais

LEI Nº DE 19 DE JUNHO DE 2015.

LEI Nº DE 19 DE JUNHO DE 2015. LEI Nº 2.594 DE 19 DE JUNHO DE 2015. Regulamenta a concessão de diárias e cotas de traslado aos servidores (as) ou ocupantes de cargo comissionado da Câmara Municipal de Sapucaia, Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

Mobilidade urbana na Região Metropolitana do Rio de Janeiro: causas e impactos

Mobilidade urbana na Região Metropolitana do Rio de Janeiro: causas e impactos Riley Rodrigues de Oliveira -73 Mobilidade urbana na Região Metropolitana do Rio de Janeiro: causas e impactos Riley Rodrigues de Oliveira * Os artigos apresentados neste número da Revista Econômica trazem

Leia mais

I. INTRODUÇÃO OUTRAS INFORMAÇÕES

I. INTRODUÇÃO OUTRAS INFORMAÇÕES 1 SUMÁRIO I. Introdução... 3 II. Informações Gerais... 3 Público Alvo... 3 Matrícula (Informatizada)... 3 Matrícula (Direto na escola)... 3 Outras Informações...3 III. Acessando o sistema... 5 IV. Como

Leia mais

Válida a partir de 16 de abril de 2016

Válida a partir de 16 de abril de 2016 Válida a partir de 16 de abril de 2016 Jornais de Bairro (Preços por cm/col) Segmento: Pequenos Negócios Bairro Noticiário Guia Baixada 45,00 24,00 Barra Domingo 71,00 42,00 Barra Quinta 60,00 28,00 Mais

Leia mais

SINAL FECHADO: CUSTO ECONÔMICO DO TEMPO DE DESLOCAMENTO PARA O TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

SINAL FECHADO: CUSTO ECONÔMICO DO TEMPO DE DESLOCAMENTO PARA O TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO SINAL FECHADO: CUSTO ECONÔMICO DO TEMPO DE DESLOCAMENTO PARA O TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO Carlos Eduardo Frickmann Young (GEMA- IE/UFRJ; young@ie.ufrj.br) Camilla Aguiar (GEMA-

Leia mais

Introdução ao Mundo Cicloviário. Parte II Dados e Infra-estrutura. São Paulo, Novembro de 2008.

Introdução ao Mundo Cicloviário. Parte II Dados e Infra-estrutura. São Paulo, Novembro de 2008. Introdução ao Mundo Cicloviário. Parte II Dados e Infra-estrutura. São Paulo, Novembro de 2008. A Bicicleta hoje no Mundo: Europa África Ásia Américas PRODUÇÃO MUNDIAL DE BICICLETAS (em milhões de unidades

Leia mais

1

1 www.supervia.com.br 1 Trens Urbanos no Rio de Janeiro Histórico Antes da concessão, sob condições de transporte inadequadas, o número de passageiros caiu consistentemente Média de passageiros dias úteis

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. Miriam Belchior Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão

MOBILIDADE URBANA. Miriam Belchior Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão MOBILIDADE URBANA Miriam Belchior Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão MOBILIDADE URBANA RECURSO DISPONÍVEL 143 bilhões ANTES DO PACTO R$ 93 bilhões 62% das obras concluídas ou em execução

Leia mais

Figura 2.1: Espaço viário ocupado por pessoas em ônibus, automóvel e motocicleta. Fonte: Vasconcellos (2008), adaptado.

Figura 2.1: Espaço viário ocupado por pessoas em ônibus, automóvel e motocicleta. Fonte: Vasconcellos (2008), adaptado. Vantagens diretas para a sociedade 2.1.1 Economia de espaço viário O uso de qualquer veículo de transporte coletivo traz vantagens na ocupação do espaço viário disponível, em relação aos automóveis e às

Leia mais

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A.

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. Transporte Público: Origens, Evolução e Benefícios Sociais do Bilhete Único 05/04/2005 Antecedentes Bilhetagem Automática 1974: Metrô de São Paulo bilhete magnético Edmonson Seguem-se:

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 45 BRASIL: REGIÃO SUDESTE

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 45 BRASIL: REGIÃO SUDESTE GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 45 BRASIL: REGIÃO SUDESTE Como pode cair no enem? (UNICAMP) Segundo a base de dados internacional sobre desastres, da Universidade Católica de Louvain, Bélgica, entre 2000

Leia mais

GUIA DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. uma cidade melhor para uma vida melhor

GUIA DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. uma cidade melhor para uma vida melhor GUIA DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL uma cidade melhor para uma vida melhor 2 momento estratégico para a construção de uma nova realidade urbana O crescimento das cidades, transformando- -as em metrópoles e

Leia mais

Mobilidade urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA.

Mobilidade urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. São Paulo, Novembro/2013 Mobilidade urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Deslocamentos urbanos no Brasil: tendências recentes Fonte: Ipea

Leia mais

URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com.

URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com. URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com.br Tel: 55-41-320 3232 Fax: 55-41-232 9475 PLANEJAMENTO, GERENCIAMENTO E

Leia mais

B A I X A D A F L U M I N E N S

B A I X A D A F L U M I N E N S B A I X A D A F L U M I N E N S E PAINEL REGIONAL BAIXADA FLUMINENSE I E II SEBRAE/RJ Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio do Janeiro Rua Santa Luzia, 685 6º, 7º e 9º andares

Leia mais

PROGRAMA DE OBRAS DA CEDAE COM FOCO NA BAIXADA FLUMINENSE

PROGRAMA DE OBRAS DA CEDAE COM FOCO NA BAIXADA FLUMINENSE PROGRAMA DE OBRAS DA CEDAE COM FOCO NA BAIXADA FLUMINENSE OBRAS CONCLUÍDAS MUNICÍPIOS OBRA VALOR TOTAL R$ DIVERSOS MUNICÍPIOS DA BAIXADA OBRAS DE RECUPERAÇÃO DA NOVA ELEVATÓRIA DA ZONA RURAL R$ 2.721.735,35

Leia mais

MOSTRA DE FOTOGRAFIA E POESIA OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO FLUMINENSE 2016 REGULAMENTO

MOSTRA DE FOTOGRAFIA E POESIA OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO FLUMINENSE 2016 REGULAMENTO MOSTRA DE FOTOGRAFIA E POESIA OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO FLUMINENSE 2016 REGULAMENTO A Mostra de fotografia e poesia Olhares sobre o Patrimônio Fluminense 2016 integra a programação da VI Semana Fluminense

Leia mais

Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense - Resultados Evolução do Emprego Formal (Saldo anual em milhares)

Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense - Resultados Evolução do Emprego Formal (Saldo anual em milhares) nº 0 Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense - Resultados Em, a desaceleração da atividade econômica teve reflexos diretos sobre o mercado de trabalho formal. No ano passado foram gerados

Leia mais

Dados Demográficos: Grandes Regiões, Estados e Municípios. Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 04 - Maio/2013.

Dados Demográficos: Grandes Regiões, Estados e Municípios. Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 04 - Maio/2013. Estudo de Perfil do Consumidor Potencial Brasil - Dados Demográficos: Grandes Regiões, Estados e Municípios Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 04 - Maio/ Edição 2009 www.goncalvesassociados.com

Leia mais

Entrevista do Presidente da República

Entrevista do Presidente da República Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao Jornal de Hoje, do Rio de Janeiro Publicada em 18 de agosto de 2009 Jornalista: O que qualificou Nova

Leia mais

São Paulo 2030 Painel Mobilidade Urbana. Março/2016

São Paulo 2030 Painel Mobilidade Urbana. Março/2016 São Paulo 2030 Painel Mobilidade Urbana Março/2016 OBJETIVO Mapear as opiniões e as percepções dos moradores da cidade da São Paulo em relação a temas do cotidiano e à prestação de políticas públicas,

Leia mais

A V. vota aqui em (CIDADE PESQUISADA) e pretende votar nas eleições deste ano, ou não? Metropolitana do Rio/Niterói-Manilha

A V. vota aqui em (CIDADE PESQUISADA) e pretende votar nas eleições deste ano, ou não? Metropolitana do Rio/Niterói-Manilha Data: Rua Coronel Gomes Machado, nº 192 Centro Niterói/RJ Nº Questionário: Proposta Nº: Questionário: Amostra: 1466 1.300 Nome: Endereço: Projeto: 8ª ELEIÇÕES / GOVERNADOR 2014 ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DETRO/RJ

DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DETRO/RJ DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DETRO/RJ DIVAT - Cadastro de Empresa Empresa: AUTO ÔNIBUS FAGUNDES LTDA. Registro: RJ - 101 Endereço (Sede / Escritório): Rua Padre

Leia mais

MOBILIDADE URBANA NO BRASIL: DESAFIOS E SOLUÇÕES DEPUTADO FEDERAL JORGE CÔRTE REAL NOVEMBRO/2013

MOBILIDADE URBANA NO BRASIL: DESAFIOS E SOLUÇÕES DEPUTADO FEDERAL JORGE CÔRTE REAL NOVEMBRO/2013 MOBILIDADE URBANA NO BRASIL: DESAFIOS E SOLUÇÕES DEPUTADO FEDERAL JORGE CÔRTE REAL NOVEMBRO/2013 O problema da mobilidade é comum a todos os grandes centros urbanos. Afeta o desenvolvimento do País ao

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE URBANO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO PDTU SETRANS DEZEMBRO / 2015

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE URBANO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO PDTU SETRANS DEZEMBRO / 2015 PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE URBANO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO PDTU SETRANS DEZEMBRO / 2015 CONTRATO Nº 002/ASJUR/11 Contratante: Companhia Estadual de Engenharia de Transportes e Logística

Leia mais

12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô

12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô 12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô OBJETIVOS DO ESTUDO VERIFICAR IMPACTO DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS DO METRÔ: MUDANÇAS NOS PADRÕES DE VIAGEM

Leia mais

FORMULÁRIO GERAL PARA COLETA DE DADOS DE PÓLO GERADOR

FORMULÁRIO GERAL PARA COLETA DE DADOS DE PÓLO GERADOR FORMULÁRIO GERAL PARA COLETA DE DADOS DE PÓLO GERADOR 1. INFORMAÇÕES GERAIS DO EMPREENDIMENTO 1.1-Nome/Proprietário:... Nome... Endereço... E-mail/Telefone... 1.2 - Localização:...Bairro... 1.3 - Zona

Leia mais

Recorrente: Anderson de Oliveira Santos. Recorrido: Worship Assessoria em RH Ltda., Construtora Tenda S.A.

Recorrente: Anderson de Oliveira Santos. Recorrido: Worship Assessoria em RH Ltda., Construtora Tenda S.A. Recorrente: Anderson de Oliveira Santos Recorrido: Worship Assessoria em RH Ltda., Construtora Tenda S.A. CERTIFICO que, em sessão realizada nesta data, sob a Presidência do(a) Desembargador Federal do

Leia mais

PLANO DE MITIGAÇÃO PERIMETRAL. Construção da nova Via Binário do Porto

PLANO DE MITIGAÇÃO PERIMETRAL. Construção da nova Via Binário do Porto PLANO DE MITIGAÇÃO PERIMETRAL Construção da nova Via Binário do Porto CRONOGRAMA 12/10 - sábado - Início da divulgação de medidas de redução de impacto sobre o trânsito Sinalização Incentivo ao uso de

Leia mais

Mobilidade e Logística na Região Metropolitana de SP (Parte 1) Frederico Bussinger

Mobilidade e Logística na Região Metropolitana de SP (Parte 1) Frederico Bussinger Mobilidade e Logística na Região Metropolitana de SP (Parte 1) Frederico Bussinger A Terra Encolheu [Ano Ano e Ha/hab hab] 1900 7,91 1950 5,15 1987 2,60 2005 2,02 2030 1,69 2050 1,44 Fonte: ARUP / 2010

Leia mais

TABELA DE PREÇOS PME

TABELA DE PREÇOS PME TABELA DE PREÇOS PME TABELA DE PREÇOS PME SEM COPARTICIPAÇÃO TABELA VÁLIDA NO PERÍODO: DE 01/04/2016 ATÉ 30/06/2016. SÃO PAULO, REGIÃO METROPOLITANA E ABC ***SMART 200 E 300 SANTAMÁLIA: COBERTURA REGIONAL

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS DEZEMBRO 2013 DENSIDADE DE EMPREGOS ÁREA CENTRAL Plano Diretor 2013 Referências Trata da política de transporte e mobilidade urbana integrada com

Leia mais

INSTITUTO LINA GALVANI. Conhecendo a realidade do município SERRA DO SALITRE MINAS GERAIS

INSTITUTO LINA GALVANI. Conhecendo a realidade do município SERRA DO SALITRE MINAS GERAIS INSTITUTO LINA GALVANI Conhecendo a realidade do município SERRA DO SALITRE MINAS GERAIS São Paulo, outubro de 2009 1 1. QUADRO RESUMO Informação e indicadores municipais Nome do município: Serra do Salitre

Leia mais

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 009/2015

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 009/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE DOENÇAS

Leia mais

Diretrizes da Mobilidade a Pé PlanMob- SP. Frente de Debates Temá/cos para a construção do Plan Mob SP 11 de abril de 2015

Diretrizes da Mobilidade a Pé PlanMob- SP. Frente de Debates Temá/cos para a construção do Plan Mob SP 11 de abril de 2015 Diretrizes da Mobilidade a Pé PlanMob- SP Frente de Debates Temá/cos para a construção do Plan Mob SP 11 de abril de 2015 Obje/vo Construir e fortalecer juntos as diretrizes ESSENCIAIS para garan/r o

Leia mais

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DENGUE 006/2016

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DENGUE 006/2016 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE DOENÇAS

Leia mais

estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM

estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM novembro/2008 Região Metropolitana da Grande São Paulo 39 municípios 19,7 milhões

Leia mais

Planilha Mensal de Ajuda de Custos (Res. 21/2006)

Planilha Mensal de Ajuda de Custos (Res. 21/2006) Planilha Mensal de Ajuda de Custos (Res. 21/2006) Período 01: 01/09/2010 a 10/09/2010 (Prot. nº 2010-207270) Processo Judicial Vara / Câmara 021795-48.2010.8.19.0021 5ª V. Família Duque de Caxias 0029219-44.2010.8.19.0021

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Mestrado em Planejamento e Gestão do Território

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Mestrado em Planejamento e Gestão do Território UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Mestrado em Planejamento e Gestão do Território Título: Análise da intervenção do Estado nas dinâmicas de mobilidade urbana: a aplicação do instrumento do Pólo Gerador de Tráfego

Leia mais

Comparação dos resultados das pesquisas Origem-Destino de 2002 e 2012. Tiago Esteves Gonçalves da Costa

Comparação dos resultados das pesquisas Origem-Destino de 2002 e 2012. Tiago Esteves Gonçalves da Costa Comparação dos resultados das pesquisas Origem-Destino de 2002 e 2012 Tiago Esteves Gonçalves da Costa PRINCIPAIS ALTERAÇÕES OBSERVADAS NA MOBILIDADE COTIDIANA DA RMBH ENTRE 2002 E 2012 Aumento no número

Leia mais

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Estrutura da Apresentação 1. Contexto 1.1. Situação atual da Mobilidade Urbana; 1.2. Manifestações:

Leia mais

Bilhete Único. Informações úteis para profissionais do transporte de passageiros por ônibus

Bilhete Único. Informações úteis para profissionais do transporte de passageiros por ônibus Bilhete Único Informações úteis para profissionais do transporte de passageiros por ônibus Nós, da Universidade Corporativa do Transporte (UCT), juntamente com a RioCard, trabalhamos nesta cartilha para

Leia mais

Relatório 4 Planejamento e Execução das Pesquisas: Parte 3 (Tomo I): Diagnóstico da Situação Atual

Relatório 4 Planejamento e Execução das Pesquisas: Parte 3 (Tomo I): Diagnóstico da Situação Atual Relatório 4 Planejamento e Execução das Pesquisas: Parte 3 (Tomo I): Diagnóstico da Situação Atual Maio de 2016 Histórico do Documento Atualização do Plano Diretor de Transporte Metropolitano do Rio de

Leia mais

Estudo Estratégico n o 6. Mobilidade urbana e mercado de trabalho na Região Metropolitana do Rio de Janeiro Danielle Carusi Machado e Vitor Mihessen

Estudo Estratégico n o 6. Mobilidade urbana e mercado de trabalho na Região Metropolitana do Rio de Janeiro Danielle Carusi Machado e Vitor Mihessen Estudo Estratégico n o 6 Mobilidade urbana e mercado de trabalho na Região Metropolitana do Rio de Janeiro Danielle Carusi Machado e Vitor Mihessen PANORAMA GERAL Processo de urbanização: expansão territorial

Leia mais

CONTRASTES ENTRE A METRÓPOLE E O INTERIOR FLUMINENSE A PARTIR DA DINÂMICA POPULACIONAL

CONTRASTES ENTRE A METRÓPOLE E O INTERIOR FLUMINENSE A PARTIR DA DINÂMICA POPULACIONAL CONTRASTES ENTRE A METRÓPOLE E O INTERIOR FLUMINENSE A PARTIR DA DINÂMICA POPULACIONAL CONSIDERATIONS ON RIO DE JANEIRO STATE S POPULATION DYNAMICS: CONTRASTS BETWEEN METROPOLIS AND HINTERLAND Dr. Miguel

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 42, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 TÍTULO I NORMAS GERAIS

RESOLUÇÃO Nº 42, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 TÍTULO I NORMAS GERAIS RESOLUÇÃO Nº 42, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 Dispõe sobre a competência territorial e em razão da matéria da Justiça Federal da 2ª Região A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO, no uso de suas

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTE, LAZER E JUVENTUDE EDITAL N.004/2015

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTE, LAZER E JUVENTUDE EDITAL N.004/2015 EDITAL N.004/2015 O Secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, no uso das atribuições que lhes são conferidas, torna pública, a abertura das inscrições e estabelece normas relativas á seleção

Leia mais

MPRJ DISTRIBUIÇÃO DOS ELEITORES NAS ELEIÇÕES Eleitoral

MPRJ DISTRIBUIÇÃO DOS ELEITORES NAS ELEIÇÕES Eleitoral O na defesa do regime democrático Compreendendo os desafios de 2016 por meio de um diagnóstico das eleições de 2012 A defesa do regime democrático é prerrogativa do Ministério Público assegurada pelo art.

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES SECRETARIA DE TRANSPORTES Major Events Grandes Eventos 2013 Copa das Confederações 2013 Jornada Mundial da Juventude Católica 2014 Copa do Mundo de Futebol 2016 Jogos Olímpicos Soluções de Mobilidade para

Leia mais