QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 29 ESTEQUIOMETRIA: EXCESSO E LIMITANTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 29 ESTEQUIOMETRIA: EXCESSO E LIMITANTE"

Transcrição

1 QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 29 ESTEQUIOMETRIA: EXCESSO E LIMITANTE

2 Como pode cair no enem (UFF) O cloreto de alumínio é um reagente muito utilizado em processos industriais que pode ser obtido por meio da reação entre alumínio metálico e cloro gasoso. Se 2,70 g de alumínio são misturados a 4,0g de cloro, a massa produzida, em gramas, de cloreto de alumínio é: Dados: MM: Al = 27; Cl = 35,5 a) 5,01 b) 5,52 c) 9,8 d) 13,35 e) 15,04 2Al + 3Cl2 2AlCl3

3 Fixação 1) (UNITAU) Misturando 2g de hidrogênio e 32g de oxigênio em um balão de vidro e provocando a reação entre os gases, obteremos: Dados: H = 1; O = 16 a) 32 g de água com 2 g de oxigênio, que não reagiram. b) 32 g de água com 1 g de oxigênio, que não reagiu. c) 34 g de água oxigenada. d) 34 g de água, não restando nenhum dos gases. e) 18 g de água ao lado de 16 g de oxigênio, que não reagiram.

4 Fixação F 2) (UNESP) São colocadas para reagir entre si as massas de 1,00 g de sódio metálico e 1,003 g de cloro gasoso. m Considere que o rendimento da reação é 100%. São dadas as massas molares, em g/mol: Na = 23,0 e Cl = 35,5. A afirmação correta é: a) Há excesso de 0,153 g de sódio metálico. r b) Há excesso de 0,352 g de sódio metálico. c) Há excesso de 0,282 g de cloro gasoso. a d) Há excesso de 0,153 g de cloro gasoso. b e) Nenhum dos dois elementos está em excesso. c d e

5 ixação ) (UNIRIO) Soluções de amônia são utilizadas com frequência em produtos de limpeza doésticas. A amônia pode ser preparada por inúmeras formas. Dentre elas: CaO (s) + 2NH 4 Cl (s) 2NH 3(g) + H 2 O (g) + CaCl 2(s) Partindo-se de 224g de CaO, obtiveram-se 102g de NH 3. O rendimento percentual da eação foi de: (H = 1; N = 14; O = 16; Cl = 35,5; Ca = 40). ) 100 ) 90 ) 80 ) 75 ) 70

6 Fixação 4) (UECE) Partindo-se de 200g de soda cáustica, por neutralização completa com ácido cloridrico obtêm-se 234g de cloreto de sódio. A porcentagem de pureza de soda cáustica é de: a) 58,5% c) 60% b) 23,4% d) 80% NaOH + HCl NaCl + H 2 O

7 Fixação 5) (UNESP) Considere a reação em fase gasosa: N 2 + 3H 2 2NH 3 Fazendo-se reagir 4 litros de N 2 com 9 litros de H 2 em condições de pressão e temperatura constantes, pode-se afirmar que: a) os reagentes estão em quantidades estequiométricas. b) o N2 está em excesso. c) após o término da reação, os reagentes serão totalmente convertidos em amônia. d) a reação se processa com aumento do volume total. e) após o termino da reação, serão formados 8 litros de NH 3.

8 Fixação 6) (PUC) Misturam-se 1 kg de CS e 2 kg de Cl 2 num reator, onde se processa a informação: CS 2 + 3Cl 2 CCl 4 + S 2 Cl 2 As massas de CCl 4 formado e do reagente em excesso que resta quando a reação se completa são: a) 1,446 kg de CCl 4 e 0,286 kg de CS 2 b) 2,026 kg de CCl 4 e 0,286 kg de CS 2 c) 1,446 kg de CCl 4 e 0,286 kg de Cl 2 d) 2,026 kg de CCl 4 e 0,286 kg de Cl 2 e) 1,286 kg de CCl 4 e 0,732 kg de Cl 2

9 Fixação 7) 400g de NaOH são adicionados a 504g de HNO 3. Marque a alternativa que apresenta, respectivamente, a massa de NaNO 3 obtida e a massa do reagente em excesso, se houver: NaOH + HNO 3 NaNO 3 + H 2 O Dados: Massas molares: HNO = 63 g/mol; NaOH = 40 g/mol; NaNO 3 = 85 g/mol a) 680g e 320g b) 680g e 400g c) 850g e 400g d) 680g e 80g e) 850g e 320g

10 ixação ) (PUC) O sulfeto de zinco pode ser preparado, em laboratório, pelo aquecimento de uma istura de zinco (zn) e enxofre (S). Uma massa de 13 g de zinco foi aquecida com 32 g de nxofre. A alternativa que indica a quantidade máxima de ZnS, em mol, que pode ser formada a reação é: ) 0,10 d) 0,50 ) 0,20 e) 1,0 ) 0,40

11 Proposto 1) (UNESP) Considere a reação química representada pela equação: 2Fe 2 S 3(s) + 6H 2 O (I) +3O 2(g) 4Fe(OH) 3(s) +6S (s) Calcule a quantidade (em mols) de Fe(OH) 3 que pode ser produzida a partir de uma mistura que contenha 1,0 mol de Fe 2 S 3, 2,0 mols de H 2 O e 3,0 mols de O 2.

12 Proposto 2) (PUC) A cisplatina, de fórmula Pt(NH 3 ) 2 Cl 2, é um composto utilizado no tratamento de determinados tipos de câncer. A sua obtenção passa pela reação, não balanceada, representada abaixo. (NH 4 ) 2 PtCl 4(s) + NH 3(aq) NH 4 Cl (aq) + Pt(NH 3 )2Cl 2(s) Fazendo reagir 1,5mol de (NH 4 )2PtCl 4 com 0,5mol de NH 3, é correto afirmar que a quantidade máxima de cisplatina obtida será igual a: a) 75g b) 90g c) 108g d) 130g e) 155g

13 Proposto 3) (UFSCAR) O estanho é usado na composição de ligas metálicas como bronze (Sn - Cu) e solda metálica (Sn - Pb). O estanho metálico pode ser obtido pela reação do minério cassiterita (SnO 2 ) com carbono produzindo também monóxido de carbono. Supondo que o minério seja puro e o rendimento da reação seja de 100%, a massa, em quilogramas de estanho produzida a partir de 453 kg de cassiterita com 96 kg de carbono é: a) 549 b) 476 c) 357 d) 265 e) 119

14 Proposto P 4) Dada a reação a seguir: FeBr KOH Fe(OH) KBr 5 r Marque a alternativa que apresenta a quantidade máxima de hidróxido férrico (Fe(OH) 3 ) quep pode ser preparada a partir da mistura de 888 g de brometo férrico (FeBr 3 ) e 612g de hidróxido a de potássio (KOH): b Dados: M.M. Fe(OH) 3 = 107g/mol; KOH = 56 g/mol; FeBr 3 = 296g/mol c a) 276g d b) 321g e c) 548g d) 1070g e) 1500g

15 roposto ) (CESGRANRIO) O H 2 S reage com o SO 2 segundo a eação: 2H 2 S + SO 2 3S + 2H 2 O Assinale, entre as opções abaixo, aquela que indica o número máximo de mols de S que ode ser formado quando se faz reagir 5 mols de H 2 S com 2 mols de SO 2. ) 3 ) 4 ) 6 ) 7,5 ) 15

16 roposto P ) (UFF) Amônia gasosa pode ser preparada pela seguinte reação balanceada: 7 s CaO + 2NH Cl 2NH + H O + CaCl (s) 4 (s) 3 (g) 2 (g) 2 (s) a Se 112,0 g de óxido de cálcio e 224,0 g de cloreto de amônia foram misturados, então a b uantidade máxima, em gramas, de amônia produzida será, aproximadamente: c ) 68,0 d ) 34,0 e ) 71,0 ) 36,0 ) 32,0

17 roposto ) (CESGRANRIO) Calcule a massa de água obtida quando 3 mols de Fe 3 O 4 e 13 mols de H 2 ão colocados em condições de reagir de acordo com a reação de rendimento 100%: Fe 3 O 4 + 4H 2 3Fe + 4H 2 O ) 40 g ) 72 g ) 120 g ) 216 g ) 234 g

Lista de exercícios extras: Casos Especiais de Cálculo Estequiométrico.

Lista de exercícios extras: Casos Especiais de Cálculo Estequiométrico. DISCIPLINA PROFESSOR QUÍMICA REVISADA DATA (rubrica) ROSEMARIE 03 2017 NOME Nº ANO TURMA ENSINO 2º MÉDIO Lista de exercícios extras: Casos Especiais de Cálculo Estequiométrico. 01. (Ufrj) A diferença de

Leia mais

Estequiometria. Priscila Milani

Estequiometria. Priscila Milani Estequiometria Priscila Milani Cálculo de massa para amostras impuras: Reagentes impuros, principalmente em reações industriais, ou porque eles são mais baratos ou porque eles já são encontrados na Natureza

Leia mais

Professor Marcus Ennes. -Estequiometria

Professor Marcus Ennes. -Estequiometria Professor Marcus Ennes -Estequiometria - RELAÇÕES FUNDAMENTAIS RAZÃO E PROPORÇÃO 1) Um formigueiro é composto por 2.000 formigas. Cada formiga consome por dia, 1.500 moléculas de glicose (C 6 H 12 O 6

Leia mais

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS EXTRAS 2º TRIMESTRE 2016

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS EXTRAS 2º TRIMESTRE 2016 INSTITUTO GEREMARIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 1º Ano: C11 Nº Professor: Lúcia Nascimento COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Química Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Re Resolução 1. O carbeto de cálcio CaC 2 (s) (massa molar = 64 g mol 1 ), também conhecido como carbureto, pode ser obtido aquecendo-se

Leia mais

Como fonte, pode ser usado o livro texto, livros didáticos de química e textos de química.

Como fonte, pode ser usado o livro texto, livros didáticos de química e textos de química. Aluno (a): Disciplina QUÍMICA Curso Professor ESINO MÉDIO GUILHERME ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 2ª Série Número: 1 - Conteúdo: Gases Lei do gás ideal Misturas Gasosas Relações estequiométricas

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 30 ESTEQUIOMETRIA: REAÇÕES CONSECUTIVAS

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 30 ESTEQUIOMETRIA: REAÇÕES CONSECUTIVAS QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 30 ESTEQUIOMETRIA: REAÇÕES CONSECUTIVAS Como pode cair no enem Um dos efeitos da chamada chuva ácida causada pelo SO 2(g) lançado na atmosfera, é a transformação do mármore, CaCO

Leia mais

Material 4: Estequiometria EQUAÇÕES QUÍMICAS REAGENTES PRODUTOS. Sódio + Água hidróxido de sódio + Hidrogênio

Material 4: Estequiometria EQUAÇÕES QUÍMICAS REAGENTES PRODUTOS. Sódio + Água hidróxido de sódio + Hidrogênio EQUAÇÕES QUÍMICAS REAÇÃO QUÍMICA: É o processo de uma mudança química (Átkins). Este processo é representado por meio de uma EQUAÇÃO QUÌMICA. As EQUAÇÕES QUÍMICAS são representadas por: REAGENTES PRODUTOS

Leia mais

Cálculos envolvendo reações

Cálculos envolvendo reações Cálculos envolvendo reações Cálculo Estequiométrico Estuda as relações que ocorrem entre as quantidades de substâncias que participam de uma transformação química No cálculo estequiométrico são comparados

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 17 REAÇÕES QUÍMICAS DE SÍNTESE E ANÁLISE

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 17 REAÇÕES QUÍMICAS DE SÍNTESE E ANÁLISE QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 17 REAÇÕES QUÍMICAS DE SÍNTESE E ANÁLISE Como pode cair no enem (ENEM) Os oceanos absorvem aproximadamente um terço das emissões de CO 2 procedentes de atividades humanas, como

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Estudo das reações. Descrevendo uma reação química. Indicadores de uma reação química:

ESTEQUIOMETRIA. Estudo das reações. Descrevendo uma reação química. Indicadores de uma reação química: ESTEQUIOMETRIA Estudo das reações Indicadores de uma reação química: Produção de um gás Liberação ou absorção de calor Formação de um precipitado Mudança de cor 3 Descrevendo uma reação química Reagentes

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Estudo das reações. Indicadores de uma reação química:

ESTEQUIOMETRIA. Estudo das reações. Indicadores de uma reação química: ESTEQUIOMETRIA Estudo das reações Indicadores de uma reação química: Produção de um gás Liberação ou absorção de calor Formação de um precipitado Mudança de cor 3 Descrevendo uma reação química Reagentes

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Estudo das reações. Descrevendo uma reação química. Indicadores de uma reação química:

ESTEQUIOMETRIA. Estudo das reações. Descrevendo uma reação química. Indicadores de uma reação química: ESTEQUIOMETRIA Estudo das reações Indicadores de uma reação química: Produção de um gás Liberação ou absorção de calor Formação de um precipitado Mudança de cor 3 Descrevendo uma reação química Representação

Leia mais

Gabarito de Química Frente 2

Gabarito de Química Frente 2 Gabarito de Química Frente 2 Módulo 05 01. E Calculo do nox: 1) HNO 3 1 + X + 3 x (- 2) = 0 X= + 5 +1 2 X 2) HNO 2 1 + Y + 2 x (- 2) = 0 Y= + 3 +1 Y 2 3) NH 3 Z + 3 x (+1) = 0 Z = - 3 Z 02.A +1 Para calcular

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 06 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 2

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 06 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 2 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 06 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 2 Fixação 1) 60 ml de uma solução 0,75 mol/l de NaOH neutralizam 30 ml de uma solução de ácido sulfúrico. A molaridade do ácido é: m a) 0,65 d) 0,75

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 16 RELAÇÕES QUÍMICAS: INTRODUÇÃO

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 16 RELAÇÕES QUÍMICAS: INTRODUÇÃO QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 16 RELAÇÕES QUÍMICAS: INTRODUÇÃO REAGENTES PRODUTOS Como pode cair no enem (UNIRIO) I) Zn + 2AgNO 3 2Ag + Zn(NO 3 ) 2 II) (NH 4 ) 2 Cr 2 O 7 N 2 + Cr 2 O 3 + 4H 2 O III) 2Mg +

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira)

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira) Semana 15 Allan Rodrigues Xandão (Gabriel Pereira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. 23

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA (Conceitos básicos) QUÍMICA A 1415 ESTEQUIOMETRIA

ESTEQUIOMETRIA (Conceitos básicos) QUÍMICA A 1415 ESTEQUIOMETRIA ESTEQUIOMETRIA Estequiometria é a parte da Química que estuda as proporções dos elementos que se combinam ou que reagem. MASSA ATÓMICA (u) É a massa do átomo medida em unidades de massa atómica (u). A

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA Folha 01 João Roberto Mazzei

ESTEQUIOMETRIA Folha 01 João Roberto Mazzei 01. (UFC 2009) O principal componente da cal, importante produto industrial fabricado no Ceará, é o óxido de cálcio (CaO). A produção de CaO se processa de acordo com a seguinte reação química: CaCO 3(s)

Leia mais

QUÍMICA MÓDULO 20 CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO. Professor Edson Cruz

QUÍMICA MÓDULO 20 CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO. Professor Edson Cruz QUÍMICA Professor Edson Cruz MÓDULO 20 CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO INTRODUÇÃO Agora que já sabemos os pré-requisitos para o entendimento do cálculo estequiométrico, podemos defini-lo como "o método matemático

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS E QUÍMICAS PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS ESTEQUIOMETRIA

LISTA DE EXERCÍCIOS: TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS E QUÍMICAS PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS ESTEQUIOMETRIA UNIVERSIDADE FEDERAL D ESTAD D RI DE JANEIR (UNIRI) INSTITUT DE BICIÊNCIAS DEP. DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: QUÍMICA GERAL E INRGÂNICA 2/2015 PRFª.: CLAUDIA JRGE D NASCIMENT LISTA DE EXERCÍCIS: MATÉRIA

Leia mais

AULA 10 ESTEQUIOMETRIA

AULA 10 ESTEQUIOMETRIA AULA 10 ESTEQUIOMETRIA Cálculo estequiométrico ou estequiometria é o cálculo de quantidades de substâncias que interagem, pode ser do reagente consumido ou do produto formado. Baseia-se nas proporções

Leia mais

1) (Faap SP) A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação não-balanceada:

1) (Faap SP) A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação não-balanceada: 1) (Faap SP) A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação não-balanceada: CH 3 OH (l) + O 2(g) CO 2(g) + H 2 O (l) Quando se utilizam 5,0 mols de metanol nessa reação, quantos mols

Leia mais

L E I S D A S R E A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 >

L E I S D A S R E A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 > L E I S D A S R E A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 > Prof. Agamenon Roberto LEIS DAS REAÇÕES QUÍMICAS www.agamenonquimica.com 2 LEIS DAS REAÇÕES QUÍMICAS Um trabalho muito complicado

Leia mais

29/03/ TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A

29/03/ TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A 29/03/2016 - TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A Texto para as questões 1 a 10: O permanganato de potássio (KMnO 4 ) é um forte agente oxidante. Em laboratório, pode ser empregado para

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 05 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 1

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 05 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 1 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 05 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 1 1 2 80 100 ml 40 + 100 ml 80 40 100 ml 80 40 C 1 V 1 + C 2V 2 = C 3 V3 M V + M V = M V 1 1 2 2 3 3 1 2 80 100 ml 40 + 100 ml 80 40 100 ml 80 40

Leia mais

QUÍMICA Exercícios de revisão resolvidos

QUÍMICA Exercícios de revisão resolvidos 9. (ENEM 2013) A produção de aço envolve o aquecimento do minério de ferro, junto com carvão (carbono) e ar atmosférico em uma série de reações de oxirredução. O produto é chamado de ferro-gusa e contém

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 28 ESTEQUIOMETRIA: PUREZA

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 28 ESTEQUIOMETRIA: PUREZA QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 28 ESTEQUIOMETRIA: PUREZA Fixação 1) (ENEM) Em setembro de 1998, cerca de 10.000 toneladas de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) foram derramadas pelo navio Bahamas no litoral do Rio

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A FEVEREIRO 2012

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A FEVEREIRO 2012 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A FEVEREIRO 2012 APSA Nº14 11º Ano de Escolaridade 1. Qual a massa de hidróxido de sódio necessária para reagir completamente com 49,05 g de ácido sulfúrico de acordo

Leia mais

QUÍMICA 2 PROF EMANUELE CASOS PARTICULARES DE CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO

QUÍMICA 2 PROF EMANUELE CASOS PARTICULARES DE CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO QUÍMICA 2 PROF EMANUELE 4.2.2 - CASOS PARTICULARES DE CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO A) QUANDO APARECEM REAÇÕES CONSECUTIVAS Consideremos, como exemplo, a fabricação industrial do ácido sulfúrico a partir do

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 16 EQUILÍBRIO QUÍMICO: K P E K C

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 16 EQUILÍBRIO QUÍMICO: K P E K C QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 16 EQUILÍBRIO QUÍMICO: K P E K C velocidade [ ] ( mol/l ) V 1 V 2 V = V 1 2 Produto Reagente te tempo tempo [ H 2].[ A K C = [ HA ] 2 2 ] 5 2 2 x = (1 2x) 2 5 2 2 x = (1~ x) 2

Leia mais

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS 1. Soluções básicas servem para a dissolução de gorduras sólidas que obstruem tubulações das cozinhas. O hidróxido de sódio é um exemplo, pois reage com gorduras e gera produtos solúveis. Qual a massa

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 25 ESTEQUIOMETRIA: TIPOS DE FÓRMULA

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 25 ESTEQUIOMETRIA: TIPOS DE FÓRMULA QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 25 ESTEQUIOMETRIA: TIPOS DE FÓRMULA Fixação 1) (PUC) A água oxigenada é uma solução de peróxido de hidrogênio (H 2 O 2 ) fortemente antis éptica por liberar O 2. Os percentuais,

Leia mais

O processo B é químico. Ocorre uma recombinação entre os átomos, formando novas substâncias químicas. Há ocorrência de reação química.

O processo B é químico. Ocorre uma recombinação entre os átomos, formando novas substâncias químicas. Há ocorrência de reação química. 01 O processo A é físico. Não há transformação das espécies químicas apresentadas, ou seja, é um processo de mistura sem que haja a ocorrência de reação química. O processo B é químico. Ocorre uma recombinação

Leia mais

Química Fascículo 03 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 03 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 03 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Estequiometria...1 Exercícios...2 Gabarito...4 Estequiometria Balanço de massas e de quantidades

Leia mais

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação:

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação: 3ª Série / Vestibular 01. I _ 2SO 2(g) + O 2(g) 2SO 3(g) II _ SO 3(g) + H 2O(l) H 2SO 4(ag) As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar

Leia mais

Conteúdo 28/03/2017. Equações Químicas e Estequiometria, Balanceamento de Equações Químicas, Relação de Massa em Equações Químicas,

Conteúdo 28/03/2017. Equações Químicas e Estequiometria, Balanceamento de Equações Químicas, Relação de Massa em Equações Químicas, Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 28/03/2017 Equações Químicas e Estequiometria, Balanceamento de Equações Químicas, Relação de Massa em Equações Químicas, Química

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 15/09/2012

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 15/09/2012 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 15/09/01 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,5 a,5 3 a,5 a,5 Total 10,0 Dados R = 0,081 atm L mol -1 K -1 T (K) = T ( C) + 73,15

Leia mais

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Profª Simone Noremberg Kunz 2 Mol Medidas em química analítica É a quantidade de uma espécie química que contém 6,02x10 23 partículas

Leia mais

Balanceamento de equações

Balanceamento de equações Balanceamento de equações Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 26/08/2016 Equações químicas Lavoisier: a massa é conservada em uma reação química. Equações químicas: descrições de reações químicas.

Leia mais

Estequiometria Reagente em Excesso

Estequiometria Reagente em Excesso Estequiometria Reagente em Excesso EXERCÍCIO RESOLVIDO (Efoa-MG) Em um recipiente são colocados para reagir 40,0 g de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) com 40,0 g de hidróxido de sódio (NaOH). Sabe-se que um

Leia mais

(a) Calcule a percentagem de urânio na carnotita. (b) Que massa de urânio pode ser obtida a partir de 1350 g de carnotita.

(a) Calcule a percentagem de urânio na carnotita. (b) Que massa de urânio pode ser obtida a partir de 1350 g de carnotita. Cálculos com fórmulas e equações químicas 3. 3.1 A análise de uma pequena amostra de Pb 3 (PO 4 ) 2 apresentou a quantidade de 0,100 g de chumbo. Responda os itens abaixo usando estes dados e as massas

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3 Fixação 1) (PUC) No preparo de solução alvejante de tinturaria, 521,5g de hipoclorito de sódio são dissolvidos em água suficiente para 10,0 litros

Leia mais

QUÍMICA CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS

QUÍMICA CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS QUÍMICA CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS Os cálculos estequiométricos correspondem aos cálculos de massa, de quantidade de matéria e em alguns casos, de volumes das substâncias envolvidas

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 21 EQUILÍBRIO IÔNICO: CONSTANTE DO PRODUTO DE SOLUBILIDADE

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 21 EQUILÍBRIO IÔNICO: CONSTANTE DO PRODUTO DE SOLUBILIDADE QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 21 EQUILÍBRIO IÔNICO: CONSTANTE DO PRODUTO DE SOLUBILIDADE V d V p 80 40 Fixação 1) (UFRRJ) A solubilidade do cloreto de chumbo (PbC 2) é 1,6 x 10-2 M a 25ºC. Sabendo-se que o

Leia mais

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016 INSTITUTO GEREMARIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 1º Ano: C11 Nº Professora: Lúcia Nascimento COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 25 MISTURA DE SOLUÇÕES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 25 MISTURA DE SOLUÇÕES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 25 MISTURA DE SOLUÇÕES + = 1 2 F 1) M x V = M X V (x = 1) (x = 1) M b V b = M a V a 2) m x = M x V MOL (x = 1) (x = 1) m B = M a V a MOL 3) + = NaOH KOH H 2 SO 4 4) M x V M x V

Leia mais

Atividade complementar. Substâncias e transformações químicas, entendendo os aspectos quantitativos

Atividade complementar. Substâncias e transformações químicas, entendendo os aspectos quantitativos Atividade complementar Substâncias e transformações químicas, entendendo os aspectos quantitativos Esta atividade tem como objetivo complementar e aprofundar os estudos sobre as transformações químicas,

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2013 Disciplina: Química Ano: 1 ANO Professora: Maria Luiza Ensino Médio Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

QUÍMICA. Observação: O cronograma com o horário de aplicação das provas será divulgado em sua sala e nos corredores da escola e no site do colégio.

QUÍMICA. Observação: O cronograma com o horário de aplicação das provas será divulgado em sua sala e nos corredores da escola e no site do colégio. ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ENSINO MÉDIO SÉRIE: 2ª TURMAS: ABCD TIPO: U ETAPA: 2ª PROFESSOR(ES): ALINE E CLOVIS QUÍMICA NOTA ALUNO(A): Nº: DATA: /09/2017 I Introdução Este roteiro tem como objetivo orientá-lo

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 04/04/08

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 04/04/08 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 04/04/08 Nome: GABARITO Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,5 a,5 3 a,5 4 a,5 Total 10,0 Dados R = 0,081 atm L mol -1 K -1 T (K) = T ( C) + 73,15

Leia mais

Química. Xandão (Renan Micha) Soluções

Química. Xandão (Renan Micha) Soluções Soluções Soluções 1. (FUVEST) Sabe-se que os metais ferro (Fe 0 ), magnésio (Mg 0 ) e estanho (Sn 0 ) reagem com soluções de ácidos minerais, liberando gás hidrogênio e formando íons divalentes em solução.

Leia mais

PROGRAD / COSEAC Engenharia Química Gabarito

PROGRAD / COSEAC Engenharia Química Gabarito Prova de Conhecimentos Específicos 1 a QUESTÃO: (1,5 ponto) a) Em 200g de calcário, encontramos 180g de CaCO 3 e 20g de impurezas. Qual o grau de pureza do calcário? b) Uma amostra de 200 kg de calcário

Leia mais

SOLUBILIDADE. 1) A curva de solubilidade do K2Cr2O7 é: a) Qual é a solubilidade do K2Cr2O7 em água a 30 ºC? 20 G de K 2Cr 2O 7 /100 g DE H 20

SOLUBILIDADE. 1) A curva de solubilidade do K2Cr2O7 é: a) Qual é a solubilidade do K2Cr2O7 em água a 30 ºC? 20 G de K 2Cr 2O 7 /100 g DE H 20 DISCIPLINA PROFESSOR QUÍMICA REVISADA DATA (rubrica) CLÁUDIA 2016 NOME Nº ANO TURMA ENSINO 3º MÉDIO SOLUBILIDADE 1) A curva de solubilidade do K2Cr2O7 é: a) Qual é a solubilidade do K2Cr2O7 em água a 30

Leia mais

NOX EXERCÍCIOS QUÍMICA PROF- LEONARDO. 01)Quais são os números de oxidação do iodo nas substâncias l 2, Nal, NalO 4 e Al I 3?

NOX EXERCÍCIOS QUÍMICA PROF- LEONARDO. 01)Quais são os números de oxidação do iodo nas substâncias l 2, Nal, NalO 4 e Al I 3? NOX EXERCÍCIOS QUÍMICA PROF- LEONARDO 01)Quais são os números de oxidação do iodo nas substâncias l 2, Nal, NalO 4 e Al I 3? 02. O número de oxidação do manganês no permanganato de potássio (KMnO4) é:

Leia mais

Lista de Exercícios - Professor facebook.com/profrodrigoartuso. Grandezas Químicas e Estequiometria

Lista de Exercícios - Professor facebook.com/profrodrigoartuso. Grandezas Químicas e Estequiometria Grandezas Químicas e Estequiometria Criando base 1 - Em 100 gramas de alumínio, quantos átomos deste elemento estão presentes? Dados: M(Al) = 27 g/mol 1 mol = 6,02 x 10 23 átomos a) 3,7 x 10 23 b) 27 x

Leia mais

1ª Série do Ensino Médio

1ª Série do Ensino Médio 1ª Série do Ensino Médio 16. Considere as equações abaixo: I. H 2 + Cl 2 2 HCl II. Zn + H 2 SO 4 ZnSO 4 + H 2 III. HNO 3 + KOH KNO 3 + H 2 O IV. KClO 3 KCl + O 2 As quatro equações representam, nesta ordem,

Leia mais

Atividade complementar de Química. Substância pura e mistura de substâncias

Atividade complementar de Química. Substância pura e mistura de substâncias Atividade complementar de Química Substância pura e mistura de substâncias Educação de Jovens e Adultos Sobre as substâncias químicas, é importante que esteja claro, que todas as substâncias são constituídas

Leia mais

Estequiometria Folha 04 Prof.: João Roberto Mazzei

Estequiometria Folha 04 Prof.: João Roberto Mazzei 01- (UFRRJ 2005) Observe a figura e leia o texto. No balão A, são adicionados carbonato de sódio e ácido clorídrico em quantidades suficientes para a produção de 11,2 litros de um gás, nas CNTP, sendo

Leia mais

REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL

REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL Reação de salificação com neutralização parcial do ácido Nessa reação, forma-se um hidrogênio sal (sal ácido), cujo ânion contém H ionizável. Reação de salificação com

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2 QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2 Fixação 1) (UNESP) O volume de uma massa fixa de gás ideal, a pressão constante, é diretamente proporcional à: a) concentração do gás.

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Lista IV complementar. 1. A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação nãobalanceada:

ESTEQUIOMETRIA. Lista IV complementar. 1. A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação nãobalanceada: 1. A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação nãobalanceada: CH 3 OH (l) + O 2(g) = CO 2(g) + H 2 O (l) (A) 1,0 mol (B) 1,5 mols (C) 2,0 mols (D) 2,5 mols (E) 3,0 mols Quando se

Leia mais

Concentração de soluções

Concentração de soluções Concentração de soluções Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 02/09/2016 Solução: mistura homogênea, em nível molecular, de duas ou mais substâncias O solvente é o meio em que uma outra substância,

Leia mais

2. Funções Inorgânicas Substâncias químicas que compõem a Terra e que são essenciais para o organismo (minerais).

2. Funções Inorgânicas Substâncias químicas que compõem a Terra e que são essenciais para o organismo (minerais). 1. Funções orgânicas 2. Funções Inorgânicas Substâncias químicas que compõem a Terra e que são essenciais para o organismo (minerais). Eletrólitos e Não Eletrólitos Eletrólitos são substâncias que, em

Leia mais

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios VII Olimpíada Catarinense de Química 2011 Etapa I - Colégios Fonte: Chemistryland Segunda Série 1 01 200 ml de uma solução de hidróxido de alumínio são diluídos em água destilada até a sua concentração

Leia mais

Ocorrência de reações

Ocorrência de reações Ocorrência de reações Dados: Força de ácidos e bases Classificação dos hidrácidos mais conhecidos: Regra prática para a classificação dos oxiácidos Determine a diferença (D) entre a quantidade de átomos

Leia mais

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA Ligação Química O conceito de configuração eletrônica e o desenvolvimento da Tabela Periódica permitiu aos químicos uma base lógica para explicar a formação

Leia mais

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO SOLUÇÃO INICIAL SOLUÇÃO FINAL SOLVENTE PURO VA V V C C

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 26 SOLUÇÕES EXERCÍCIOS

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 26 SOLUÇÕES EXERCÍCIOS QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 26 SOLUÇÕES EXERCÍCIOS Como pode cair no enem A eutrofização é um processo em que rios, lagos e mares adquirem níveis altos de nutrientes, especialmente fosfatos e nitratos, provocando

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 26 ESTEQUIOMETRIA: LEIS DAS COMBINAÇÕES QUÍMICAS E CASO GERAL

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 26 ESTEQUIOMETRIA: LEIS DAS COMBINAÇÕES QUÍMICAS E CASO GERAL QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 26 ESTEQUIOMETRIA: LEIS DAS COMBINAÇÕES QUÍMICAS E CASO GERAL Como pode cair no enem c) A fica acima de B A fica acima de B d) A fica acima de B A fica acima de B e) A fica abaixo

Leia mais

Exercícios: Cálculo estequiométrico

Exercícios: Cálculo estequiométrico Química Ficha 4 2 os anos Rodrigo fev/12 Nome: Nº: Turma: Exercícios: Cálculo estequiométrico 1. O carbeto de silício, SiC, é conhecido como carborundo. É uma substância muito dura, usada como abrasivo,

Leia mais

Funções Químicas: Ácidos, bases, sais e óxidos

Funções Químicas: Ácidos, bases, sais e óxidos Funções Químicas: Ácidos, bases, sais e óxidos Funções Químicas Grupo de substâncias compostas que possuem propriedades químicas semelhantes; As funções químicas são divididas de acordo com a divisão clássica

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 20/09/03

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 20/09/03 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 0/09/03 Nome: Nº de Matrícula: Gabarito Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,0 a,0 3 a,0 4 a,0 5 a,0 Total 10,0 Dados R = 0,081 atm L mol -1 K -1 K = C + 73,15

Leia mais

III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO MÉDIO - FASE 2

III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO MÉDIO - FASE 2 III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO MÉDIO - FASE 2 INSTRUÇÕES: 1. A prova consta de 3 questões discursivas (5 pontos cada) e de 17 questões objetivas (1 ponto cada), cada uma com

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Conteúdo: Pilhas e baterias Eletrólise Recuperação do 4 Bimestre disciplina Química 2ºano Lista de exercícios 1- Na pilha Al/ Al 3+ // Cu 2+ / Cu é correto afirmar

Leia mais

QUÍMICA. A Ciência Central 9ª Edição. Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas. Prof. Kleber Bergamaski.

QUÍMICA. A Ciência Central 9ª Edição. Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas. Prof. Kleber Bergamaski. QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 3 Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas Prof. Kleber Bergamaski Equações químicas 1789, lei da conservação da massa A massa total de uma

Leia mais

1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol e dióxido de carbono:

1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol e dióxido de carbono: EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I Capítulo 4. Reacções químicas II Ficha de exercícios 1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol

Leia mais

LEI DA CONSERVAÇÃO DAS MASSAS

LEI DA CONSERVAÇÃO DAS MASSAS LEIS QUÍMICAS LEI DA CONSERVAÇÃO DAS MASSAS Antoine Lavoisier (1743-1794) demonstrou, através de cuidadosas medidas, que, se uma reação é conduzida em um recipiente fechado, de tal modo que nenhum produto

Leia mais

Em meio aquoso sofrem dissociação liberando íons na água, o que torna o meio condutor de corrente elétrica.

Em meio aquoso sofrem dissociação liberando íons na água, o que torna o meio condutor de corrente elétrica. Aula 7 Funções Inorgânicas (sais e óxidos) Sal Os sais são compostos que possuem um cátion qualquer (só não pode ser exclusivamente o H +, senão será um ácido) e um ânion qualquer(só não pode ser exclusivamente

Leia mais

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 04/04/2017 Rendimento Determinar Fórmulas Moleculares Reações em Solução aquosa Propriedades dos Compostos em Solução Aquosa, Reações

Leia mais

TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS

TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS Tipos de Reações químicas 1 TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS Introdução Várias reações da química inorgânica podem ser classificadas em uma das quatro categorias: combinação, decomposição, deslocamento simples

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 08/04/03

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 08/04/03 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 08/04/03 Nome: Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: GABARITO Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,0 2 a 2,0 3 a 2,0 4 a 2,0 5 a 2,0 Total 10,0 R = 0,0821 atm L mol -1 K -1 K =

Leia mais

Professora Talita Marcília Lista de Exercícios Cálculo Estequiométrico

Professora Talita Marcília Lista de Exercícios Cálculo Estequiométrico 1) (UNISA-SP - adaptada) Na combustão de 4L de etano (C 2 H 6 ), o volume de oxigênio (medido em CNTP) consumido será: a) 7L b) 14L c) 3,5L d) 22,4L e) 44,8L Equação e balanceamento 2) (ENEM) Atualmente,

Leia mais

TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA

TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA Titulação Procedimento analítico, no qual a quantidade desconhecida de um composto é determinada através da reação deste com um reagente padrão ou padronizado. Titulante

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 10/09/05

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 10/09/05 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 10/09/05 Nome: Nº de Matrícula: Gabarito Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Dados R 0,0821 atm L mol -1 K -1 K C + 273,15

Leia mais

ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados.

ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados. Prova de Acesso de Química Maiores de 23 Anos Candidatura 2016-2017 14 de Junho de 2017 10h00 12h30 Nome CCnº ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados.

Leia mais

Projeto de Recuperação Final - 1ª Série (EM)

Projeto de Recuperação Final - 1ª Série (EM) Projeto de Recuperação Final - 1ª Série (EM) QUÍMICA MATÉRIA A SER ESTUDADA VOLUME CAPÍTULO ASSUNTO 5 15 Funções inorgânicas: identificação e nomenclatura de ácidos e bases 5 16 Funções inorgânicas- sais:

Leia mais

Funções Inorgânicas - Ácidos e Sais

Funções Inorgânicas - Ácidos e Sais Funções Inorgânicas - Ácidos e Sais Material de Apoio para Monitoria 1. (ITA) A respeito das espécies químicas HNO3, HCN, CH3COOH, HCO3 -, HClO4, HPO4 2-, cada uma em solução aquosa e à temperatura ambiente,

Leia mais

3) Dadas as equações: I CuCl 2 + H 2 SO 4

3) Dadas as equações: I CuCl 2 + H 2 SO 4 1) Observe as reações I e II abaixo: I NH 3 + HCl NH 4 Cl II 2HgO aquecimento 2Hg + O 2 Podemos afirmar que I e II são, respectivamente, reações de: a) síntese e análise b) simples troca e síntese c) dupla

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA 2 o BIMESTRE DE 2012 PROF. MARCOS

PROVA DE QUÍMICA 2 o BIMESTRE DE 2012 PROF. MARCOS PROVA DE QUÍMICA 2 o BIMESTRE DE 2012 PROF. MARCOS Boa Prova NOME N o 1 a SÉRIE A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha)

Qui. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Semana 10 Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS

SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS SAIS Os sais são comuns em nosso cotidiano: SAIS São compostos iônicos que possuem, pelo menos um cátion diferente do H + e um ânion diferente do OH -. Exemplos: NaCl

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues (Gabriel Pereira) (Renan Micha)

Qui. Allan Rodrigues (Gabriel Pereira) (Renan Micha) Semana 15 Allan Rodrigues (Gabriel Pereira) (Renan Micha) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 14/09/2013

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 14/09/2013 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 14/09/2013 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Dados R = 0,0821 atm L mol -1 K -1 T (K)

Leia mais

OSASCO-COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

OSASCO-COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR OSASCO-COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo 1º Bimestre/2015 Disciplinas: Química 2ª série EM Nome do aluno Nº Turma A lista de exercícios abaixo, consta de 33 questões diversas,

Leia mais

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 4 ESTEQUIOMETRIA

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 4 ESTEQUIOMETRIA E-books PCNA Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 4 ESTEQUIOMETRIA 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 4 SUMÁRIO Apresentação -------------------------------------------- 2 Capítulo 4 ------------------------------------------------

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 1ª SÉRIE

LISTA DE RECUPERAÇÃO 1ª SÉRIE LISTA DE RECUPERAÇÃO 1ª SÉRIE Nome: Nº DA CHAMADA: Componente Curricular: Química Série e Turma: 1ª A/B Data: Professor: Bruno Santana Lima Resultado: QUESTÃO 01- O gás metano (CH4) pode ser obtido nos

Leia mais

2º Trimestre Trabalho de Recuperação Data: 15/09/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

2º Trimestre Trabalho de Recuperação Data: 15/09/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 2º Trimestre Trabalho de Recuperação Data: 15/09/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Cálculo estequiométrico avançado e oxidorredução *Entregar todos os exercícios resolvidos

Leia mais

12 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30

12 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 12 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO 2005-2007 QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 21. A hemoglobina das células vermelhas do sangue contém o complexo de ferro com uma porfirina. Sabendo que um indivíduo

Leia mais

21. Considere a seguinte expressão de constante de equilíbrio em termos de pressões parciais: K p =

21. Considere a seguinte expressão de constante de equilíbrio em termos de pressões parciais: K p = PASES 2 a ETAPA TRIÊNIO 2003-2005 1 O DIA GABARITO 1 13 QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 21. Considere a seguinte expressão de constante de equilíbrio em termos de pressões parciais: K p = 1 p CO2 Dentre as

Leia mais