WORKSHOP 03 LIDERANÇA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO BASEADOS NO PROFETA NEEMIAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "WORKSHOP 03 LIDERANÇA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO BASEADOS NO PROFETA NEEMIAS"

Transcrição

1 WORKSHOP 03 LIDERANÇA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO BASEADOS NO PROFETA NEEMIAS Felippe Ferreira Nery Coordenador Nacional do Ministério Universidades Renovadas

2 OBJETIVOS APRESENTAR CONCEITOS DE LIDERANÇA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, TÁTICO E OPERACIONAL APRESENTAR NEEMIAS COMO MODELO DE LIDERANÇA, COM BASE NA MOÇÃO DA RCCBRASIL 2010 AUXILIAR AS COORDENAÇÕES DIOCESANAS E NÚCLEOS DIOCESANOS A EXECUTAREM DE FORMA MAIS EFICIENTE SUA MISSÃO LOCAL EXERCITAR O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

3 1 Neemias modelo de liderança O conceito de liderança não é, por assim dizer, bíblico, mas vários personagens da história de Israel e do povo de Deus exerceram um imporante papel de liderança. Neemias foi um líder do seu tempo. Estudando sua história verificamos vários pontos importantes de sua conduta que servem de modelo para nossa atividade de coordenar e liderar. Moção RCCBrasil Reconstruir muralhas inspiração em Neemias

4 1 Neemias modelo de liderança - características 1ª caraceterística de Neemias: certeza do chamado ( capítulo 2, 4 e 5) Todos podem exercer liderança Hoje não mais existe o conceito de líder nato, mas sim liderança adquirida 2ª característica de Neemias: confiança em Deus (capítulo 1, 4-11) 3ª característica de Neemias: apresenta um ideal e motiva o povo (capítulo 2, 17 e 18) As pessoas não seguem o líder, mas a causa que ele representa O MUR possui o sonho. Isso já é uma grande motivação 4ª característica de Neemias: aproveita oportunidades ( capitulo 2, 9-19) O coordenador deve aproveitar todas as oportunidades para evangelizar, cumprir sua missão. 5ª característica de Neemias: não desanima (capítulo 4)

5 1 Neemias modelo de liderança O coordenador tem que ser: Lider Formador Motivador Administrador Pastor

6 2 Neemias e planejamento estratégico Verificamos que Neemias exerceu com profundidade o conceito de planejamento estratégico (mês de Casleu e Nisã intervalo de tempo entre o chamado e o cumprimento da missão) O que é Planejamento Estratégico? 1) Saber onde se está (Conhecer a realidade) (cap. 2, 11-16) 2) Saber onde se quer chegar (cap. 2, 17) 3) Quais caminhos devem ser percorridos para se alcançar o objetivo (cap. 03) Quem não sabe onde quer chegar não chega a lugar algum.

7 2 Neemias e planejamento estratégico Qual a sua realidade na Diocese? Desbravar (iniciar) Consolidar Reconstruir Avançar Para cada tipo de realidade, existe um tipo de ação O QUE SE FAZER? COMO FAZER? E CUMPRIR Conceito de planejamento tático e operacional

8 2 Neemias e planejamento estratégico PLANEJAMENTO CONTEÚDO EXTENSÃO AMPLITUDE ESTRATÉGICO O QUE FAZER? TÁTICO COMO FAZER? OPERACIONAL FAZER Genérico, sintético e abrangente Menos genérico e mais detalhado Detalhado, específico e fácil de ser detalhado Longo prazo Médio prazo Curto prazo Macroorientado, aborda a organização na totalidade Aborda a organização em cada unidade separadamente Orientado para cada tarefa específica

9 2 Neemias e planejamento estratégico Um dos pontos também marcantes em Neemias é que ele sabe delegar funções e estabelecer metas O povo trabalha muito mais motivado e focado quando possui metas a serem cumpridas Metas claras Saber delegar delegação restrita x delegação administrativa Controlar o planejamento

10 2 Neemias e planejamento estratégico Como visto, Neemias possuía uma enorme confiança em Deus. Assim, para cumprirmos nossa missão, com mais êxito, é necessário, também, retomarmos o ciclo carismático. Lideranças carismáticas. Oração Ação Escuta

11 Exemplo prático Um Diocese X, que já possuiu 10 GOUs, há dois anos vem passando por dificuldades com a coordenação diocesana da RCC, devido a problemas de ordem pessoal. Por causa disso, a coordenadação diocesana do MUR esfriou e, consequentemente, os GOUs seguiram o mesmo caminho. Hoje, dos 10 grupos que existiam, só restaram 02. E você acabou de ser indicado para assumir a diocese. O que fazer?

12 Exemplo prático Passos: 1 Ciclo carismático pedir o auxílio do Espírito Santo 2 Verificar quais os motivos que levaram à diminuição dos GOUs e porque houveram tantos problemas (conhecer a realidade planejamento estratégico) 3 Chamar o povo que ainda continua perserverante (motivar apresentar um ideal) 4 Montar o planejamento estratégico, tático e operacional Outros...

13 Exemplo prático Planejamento Estratégico para 01 ano 1 Unidade com a RCC Diocesana 2 Reaproximar as pessoas que deixaram o MUR 3 Fortalecer os GOUs existentes 4 Reiniciar os GOUs onde já exisitu

14 Exemplo prático Planejamento Tático item 01 unidade com RCC Diocesana Participar das reuniões do Conselho Diocesano Fazer com que o MUR esteja presente nos eventos diocesanos Aplicar o módulo básico de formação da RCC para os luquinhas Outros

15 Exemplo prático Planejamento operacional subitem 03 aplicar o módulo de formação básico Marcar a data e agendar o local responsável: fulano de tal. Até data xx/xx/xx Preparar o material responsável: fulano de tal. Até data xx/xx/xx Convidar os luquinhas, por telefone -... Aplicar a formação... E aí, vai...

16 CONSIDERAÇÕES FINAIS Que os homens nos considerem, pois, como simples operários de Cristo e administradores dos mistérios de Deus. Ora, o que se exige dos administradores é que sejam fiéis. I Coríntios 4, 1-2

Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial

Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular Gestão Empresarial ADS 2 M/N Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial

Leia mais

Em falar nisso, você tem realizado PLANEJAMENTO de suas atividades?

Em falar nisso, você tem realizado PLANEJAMENTO de suas atividades? O mundo globalizado nos impõem grandes mudanças é precisamos estar sempre atualizados e preparados para enfrentar os novos desafios. Para tanto é preciso saber onde estamos, observar os acontecimentos

Leia mais

Jo 15,16: não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais frutos, e o vosso fruto permaneça.

Jo 15,16: não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais frutos, e o vosso fruto permaneça. Jo 15,16: não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais frutos, e o vosso fruto permaneça. O objetivo deste ensino é orientar aqueles que assumem uma

Leia mais

PROFESSORES: FREDERICO MASTROANGELO SIMÕES LUCIMAR MAZIERO VINÍCIUS SIMÕES RODRIGUES CARLOS CÉSAR GOMES DE SALES.

PROFESSORES: FREDERICO MASTROANGELO SIMÕES LUCIMAR MAZIERO VINÍCIUS SIMÕES RODRIGUES CARLOS CÉSAR GOMES DE SALES. PROFESSORES: FREDERICO MASTROANGELO SIMÕES LUCIMAR MAZIERO VINÍCIUS SIMÕES RODRIGUES CARLOS CÉSAR GOMES DE SALES www.ieadrccbrasil.com.br Ementa: Curso de Formação de Formadores da RCCBRASIL: a espiritualidade

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 3.

Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 3. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Dinâmica nas Organizações Prof.: Fernando Hadad Zaidan Unidade 3.3 3 A DINÂMICA DAS ORGANIZAÇÕES E AS ORGANIZAÇÕES DO CONHECIMENTO

Leia mais

COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO

COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO Espero de vocês que partilhem com todos, na igreja, a graça do Batismo no Espírito Santo ( Papa Francisco ) Por Mauro Nicioli Ministério de Pregação RCC

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL. FGV Prof. Marcelo Camacho

ADMINISTRAÇÃO GERAL. FGV Prof. Marcelo Camacho ADMINISTRAÇÃO GERAL FGV Prof. Marcelo Camacho FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO: PLANEJAMENTO ITEM 1. (FGV/2014/PROCEMPA/ TÉCNICO ADMINISTRATIVO) Os três tipos de planejamento (estratégico, tático e operacional)

Leia mais

Onde tem criança tem chama Ministério para Crianças convida para Mobilização Nacional de Oração Seg, 16 de Setembro de :30

Onde tem criança tem chama Ministério para Crianças convida para Mobilização Nacional de Oração Seg, 16 de Setembro de :30 O Encontro Nacional de Evangelizadores para Crianças significou um marco para os participantes que se reuniram do Distrito Federal entre os dias 6 a 8 de setembro. Dentre várias moções e palavras de motivação

Leia mais

Administração. Níveis de Planejamento. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Níveis de Planejamento. Professor Rafael Ravazolo. Administração Níveis de Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX TIPOS OU NÍVEIS DE PLANEJAMENTO A divisão mais comum do planejamento é a hierárquica, separando-o

Leia mais

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Neste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver

Leia mais

25 respostas para suas principais dúvidas sobre o projeto Seg, 02 de Abril de :42

25 respostas para suas principais dúvidas sobre o projeto Seg, 02 de Abril de :42 As Semanas Missionárias são um projeto amplo que promete movimentar todas as instâncias da RCC no Brasil. Nesse processo é comum que surjam muitas dúvidas a respeito de como vai funcionar o projeto. Para

Leia mais

http://www.youtube.com/watch?v=d0fptv_kq9s XII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA 8º ENCONTRO DO FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Aprendendo a Empreender Um novo desafio Mauricio

Leia mais

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo.

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo. Conteúdos Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Quem necessita de estudo bíblico em grupo? Quem deve liderar o grupo? Tipos de pessoas que podem participar nos grupos. Como iniciar um novo

Leia mais

Curso de Gerente de Loja - Ações Práticas que Geram Lucro

Curso de Gerente de Loja - Ações Práticas que Geram Lucro Curso de Gerente de Loja - Ações Práticas que Geram Lucro Módulo 1 Liderança e Gestão de Lojas de Varejo Tema 3 - Liderança Liderança Liderança: Como liderar uma equipe de vendas? Quais as habilidades

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA EVANGELIZAÇÃO DA INFÂNCIA EVANGELIZAÇÃO INFANTIL - QUANDO IMPLANTAR A TAREFA? Crianças com os pais ou responsáveis nas tarefas específicas para adultos; Filhos de trabalhadores

Leia mais

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Montar uma escola profissionalizante

Leia mais

O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO

O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO I. Conceito O Ministério de Intercessão é uma das equipes de serviço do Grupo de Oração, sendo assim, todos os que dela fazem parte são participantes do mesmo

Leia mais

Jurídica JANEIRO /LOCAL 30/11/15 a 30/04/16 Pós-graduação em Gestão Pública Elaboração de TCC e Semipresencial FEVEREIRO /LOCAL 15/02 a 14/03 Direito Material do Básico (Adaptado do TRT12) Carga Horária:

Leia mais

Training Course. MBA LEADERSHIP Liderança

Training Course. MBA LEADERSHIP Liderança MBA LEADERSHIP Liderança DESCRIÇÃO Cada vez mais, a liderança assume um papel preponderante no dia-a-dia das nossas empresas. O sucesso de uma equipa está dependente da capacidade de liderança do seu líder.

Leia mais

RCC DIOCESE CAXIAS DO SUL 27/02/ DIOCESANO

RCC DIOCESE CAXIAS DO SUL 27/02/ DIOCESANO Atualizado até 27/02/14 2014 Calendário RCC DIOCESE CAXIAS DO SUL 2014 DIOCESANO ESTADUAL NACIONAL CASA RCC JANEIRO 2014 02.01.14 Adoração Regional CENTRO Beto Capela do Murialdo Reg Caxias do Sul 12.01.14

Leia mais

FOTO 3 X 4. Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado: Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / /

FOTO 3 X 4. Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado:   Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / / FOTO 3 X 4 Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado: E-mail: Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / / PRÉ-REQUISITOS Ter completado 18 anos de idade, no mínimo

Leia mais

Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul

Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul Marcelo De Nardi Porto Alegre, 04 de julho de 2011. CONTEXTUALIZAÇÃO Poder Judiciário no Contexto da Gestão Pública Nacional Processos

Leia mais

3- O PROCESSO DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, LIDERANÇA E CONTROLE

3- O PROCESSO DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, LIDERANÇA E CONTROLE 3- O PROCESSO DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, LIDERANÇA E CONTROLE Quando fala-se em gestor, administrador ou gerente a primeira ideia que vem a mente é de um profissional que detém o poder dentro de uma

Leia mais

Fundamentos da Direção

Fundamentos da Direção Aula 7 Direção Fundamentos da Direção Inerente a qualquer organização está a necessidade de gerir esforços individuais em função de objetivos organizacionais. A direção é a função da administração responsável

Leia mais

A assembleia geral do PANLAR representou 21 países. Pensar a longo prazo

A assembleia geral do PANLAR representou 21 países. Pensar a longo prazo A assembleia geral do PANLAR representou 21 países Pensar a longo prazo Nesta última nota do ano gostaria de comentar sobre o plano de desenvolvimento que estamos fazendo no PANLAR e que nos permitirá

Leia mais

Unidade IV MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento

Unidade IV MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento Unidade IV MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento Os princípios da Liderança Proativa Passividade é uma adjetivo que não combina com a liderança proativa, diferentemente da liderança reativa, na

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo A Federação Espírita do Espírito Santo, fundada em 1921, é constituída pelo Conselho Estadual e

Leia mais

Como multiplicar a liderança da célula?

Como multiplicar a liderança da célula? Como multiplicar a liderança da célula? Se você não desenvolver novos auxiliares, o seu ministério provavelmente vai terminar. Ao desenvolver auxiliares, você verá o seu ministério sendo multiplicado muitas

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec CENTRO PAULA SOUZA Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

A equipe de intercessão é formada pelo discernimento do Núcleo do Grupo de Oração, assim como as demais equipes de apoio do Grupo.

A equipe de intercessão é formada pelo discernimento do Núcleo do Grupo de Oração, assim como as demais equipes de apoio do Grupo. O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO I. Conceito O Ministério de Intercessão é uma das equipes de serviço do Grupo de Oração, sendo assim, todos os que dela fazem parte são participantes do mesmo

Leia mais

QUEREMOS UM NOVO PENTECOSTES!

QUEREMOS UM NOVO PENTECOSTES! 11&12 ABRIL ENCONTRO ESTADUAL DE FORMAÇÃO PARA COORDENADORES E MINISTÉRIOS DUQUE DE CAXIAS/RJ I N F O R M AT I V O E E F 2 0 1 5 2 3 D E M A R Ç O D E 2 0 1 5 QUEREMOS UM NOVO PENTECOSTES! O tradicional

Leia mais

Salva Vidas faz parte de um amplo esforço para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica.

Salva Vidas faz parte de um amplo esforço para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica. Salva Vidas é o ministério que o pastor José Bernardo fundou em 2004 com a missão de equipar os cristãos para cumprirem sua missão bíblica de evangelizar todo mundo. Em um momento quando as grandes editoras

Leia mais

NOÇÕES DE GESTÃO PÚBLICA

NOÇÕES DE GESTÃO PÚBLICA WELTOM CARVALHO NOÇÕES DE GESTÃO PÚBLICA 104 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS GABARITADAS Seleção das Questões: Prof. Weltom Alves de Carvalho Organização e Diagramação: Mariane dos Reis 1ª Edição MAI 2013

Leia mais

UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná

UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná Processo Seletivo para Ocupação de Vagas Remanescentes nos Cursos de Graduação PROVOU 2015 Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

ATA REUNIÃO COMITÊ AUTO-SUFICIÊNCIA ESTACA CARIACIA- BRASIL 27 de dezembro de 2015

ATA REUNIÃO COMITÊ AUTO-SUFICIÊNCIA ESTACA CARIACIA- BRASIL 27 de dezembro de 2015 Participantes: Conselheiro na presidência da Estaca: Ausente Sumo conselho designado: Ausente. Presidente da Sociedade de Socorro da Estaca: Deyse (Valderez Caiafa) Presidente do conselho de Bem-Estar

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem

Qualidade de Vida no Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem Qualidade de Vida no Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem Referência bibliográfica Marquis BL; Huston CJ. Administração e liderança em enfermagem: teoria e prática. Porto Alegre: Artmed; 2005.

Leia mais

ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS

ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS FILIPE S. MARTINS ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS LIDERANÇA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO LIDERANÇA É UM DOS PAPÉIS DOS ADMINISTRADORES. O LÍDER INFLUENCIA O COMPORTAMENTO DE UM OU MAIS LIDERADOS OU SEGUIDORES.

Leia mais

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com A História dos livros de Esdras e Neemias se dá dentro do Reinado Persa do rei Ciro. O povo judeu tinha acabado de sair do exílio da Babilônia por ordem de Ciro, onde ficara 60 anos. Chegando a Judá, encontraram

Leia mais

CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE

CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE Nossas pernas dão suporte ao nosso corpo inteiro e nos permitem andar, correr e pular. A facilitação na célula da suporte aos membros do grupo, capacitando-os a e x e

Leia mais

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 3º Trimestre/2013

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 3º Trimestre/2013 CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 3º Trimestre/2013 ENSINAR É... Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto

Leia mais

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. (Mt 26.41).

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. (Mt 26.41). Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. (Mt 26.41). A tentação é a instigação que induz o desejo de algo. Pode tratar-se de uma pessoa,

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO ATIVIDADES REGIONAIS

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO ATIVIDADES REGIONAIS CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2016 - ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL JANEIRO 26 a 28 COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE SEMINÁRIO DE ASSESSORES NACIONAL

Leia mais

allos Manual do Aluno Escola Ministerial Allos

allos Manual do Aluno Escola Ministerial Allos allos Escola Ministerial Allos www.escolaallos.com História A Escola Ministerial Allos é uma escola que se dedica na preparação dos filhos de Deus para realização da obra do Senhor nesta terra, a fim de

Leia mais

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos.

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. CHEFIA E LIDERANÇA Liderança A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. Liderança Liderar significa possuir a capacidade e o discernimento para

Leia mais

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral Diocese de Criciúma Plano Diocesano de Pastoral 2012-2016 OBJETIVO GERAL Nós, povo de Deus da Diocese de Criciúma, animados pela Santíssima Trindade, queremos: Evangelizar vivendo em comunidade, como Igreja

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Modular Noções de Administração Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Modular Noções de Administração Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Modular Noções de Administração Questões Giovanna Carranza 11. A Análise SWOT é uma ferramenta de gestão muito utilizada como

Leia mais

Unidade: Planejamento de Marketing. Unidade I:

Unidade: Planejamento de Marketing. Unidade I: Unidade: Planejamento de Marketing Unidade I: 0 Unidade: Planejamento de Marketing Planejar é definir procedimentos de atuação com o objetivo de atingir determinada situação. No caso de um planejamento

Leia mais

Período ATIVIDADE OBJETIVO Responsabilidade Local

Período ATIVIDADE OBJETIVO Responsabilidade Local Período ATIVIDADE OBJETIVO Responsabilidade Local Durante todo Estágio (Teórica e prática) Março a junho 2013 Mês de março e abril de 2013 25 a 31 março Preparação para o ingresso no Estágio Leitura obrigatória

Leia mais

Estudo 01 Guia do Par cipante

Estudo 01 Guia do Par cipante Estudo 01 Guia do Par cipante 01 PREFÁCIO Vivemos numa sociedade caracterizada pela ausência de grandes líderes. Líderes que defendam ideais e inspirem outros a sonhar com um mundo melhor. Líderes que

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

PERFIL DO DIRETOR ESCOLAR. Realização: Ibope

PERFIL DO DIRETOR ESCOLAR. Realização: Ibope PERFIL DO DIRETOR ESCOLAR Realização: Ibope A Fundação Victor Civita, que tem por missão contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Básica no Brasil, produzindo publicações, sites, material pedagógico,

Leia mais

AS 4 COLUNAS DO MDA PROJETO PURÊ DE BATATAS

AS 4 COLUNAS DO MDA PROJETO PURÊ DE BATATAS AS 4 COLUNAS DO MDA PROJETO PURÊ DE BATATAS Esta é a primeira das 4 Colunas do MDA. Neste projeto, o objetivo principal é obter comunhão entre os irmãos das células, das redes e da Igreja, como um todo.

Leia mais

Plano de Carreira para Vendedores Ivy Mara ey Royalle

Plano de Carreira para Vendedores Ivy Mara ey Royalle Plano de Carreira para Vendedores Ivy Mara ey Royalle Vamos conhecer agora o nosso Plano de Carreira, criado para que você possa evoluir junto conosco sempre. Vendedor Júnior Quando você entende que deseja

Leia mais

DIOCESE DE GUARAPUAVA

DIOCESE DE GUARAPUAVA DIOCESE DE GUARAPUAVA Diretrizes gerais da Diocese de Guarapuava para Conselhos Pastorais Documento de estudos Assembleia Diocesana 1- Será realizada anualmente seguindo a seguinte ordem: 1.1- Assembleia

Leia mais

O QUE É MINISTÉRIO? Qua, 18 de Janeiro de :45

O QUE É MINISTÉRIO? Qua, 18 de Janeiro de :45 Foi o Concílio Vaticano II (1962-1965) quem, de maneira inspirada e mais profética que sistemática, enfatizou que, a Igreja, para ser autenticamente evangélica e continuar a missão de Cristo, precisa estar

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Médio Código: 262 ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Planejamento Empresarial e Empreendedorismo Série: 1º Eixo Tecnológico:

Leia mais

Direcionamentos para 2017

Direcionamentos para 2017 Direcionamentos para 2017 A Festa jubilar com certeza vai nos levar a atualização de muitas graças em nossa vida e também no que o Espirito Santo vem realizando na vida de muitas pessoas. Pensando sobre

Leia mais

GESTÃO EM SAÚDE. Teorias da Administração. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

GESTÃO EM SAÚDE. Teorias da Administração. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira 1 GESTÃO EM SAÚDE Teorias da Administração - 2 DEFINIÇÕES GESTÃO - engloba pessoas, processos e planejamento. ADMINISTRAÇÃO - finanças, contabilidade e mercado. 3 DEFINIÇÕES O conceito de administração

Leia mais

EQUIPE DO GOVERNADOR DE DISTRITO

EQUIPE DO GOVERNADOR DE DISTRITO Capítulo I INFORMAÇÕES GERAIS EQUIPE DO GOVERNADOR DE DISTRITO No mundo de hoje, em rápida mutação, as pessoas devem combinar suas necessidades familiares prementes, compromissos de trabalho e trabalho

Leia mais

INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL EMPREENDEDORISMO DE SUCESSO

INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL EMPREENDEDORISMO DE SUCESSO EMPREENDER PARA TRANSFORMAR INOVAR PARA COMPETIR Apresentação Nome: JOSÉ CARLOS CAVALCANTE Formação: Administrador de Empresas e Contador Pós-Graduação: Administração Financeira e Controladoria Cursos

Leia mais

PSICOLOGIA. Profª Tassiany Maressa Santos Aguiar

PSICOLOGIA. Profª Tassiany Maressa Santos Aguiar PSICOLOGIA Profª Tassiany Maressa Santos Aguiar 1º Semestre de 2016 PLANEJAMENTO DO MÓDULO 2 AULA / DATA 12ª Aula (25.04.16) 13ª Aula (02.05.16) 14ª Aula (09.05.16) 15ª Aula (16.05.16) 16ª Aula (23.05.16)

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João NÚMERO DO DOCUMENTO : VERSÃO : 1.1 ORIGEM STATUS : c:\projetos : Acesso Livre DATA DO DOCUMENTO : 22 novembro 2007 NÚMERO DE PÁGINAS : 13 ALTERADO POR : Manoel INICIAIS:

Leia mais

Sejam bem vindas ao nosso Baile de máscaras Mary Kay

Sejam bem vindas ao nosso Baile de máscaras Mary Kay Sejam bem vindas ao nosso Baile de máscaras Mary Kay Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado 1 Reunião de Unidade 16:00 e 19:00 2 Online 3 Novas 1 modulo Fevereiro de 2016 4 5 6 7 8 Reunião de

Leia mais

Avalie o seu perfil empreendedor

Avalie o seu perfil empreendedor Notícias Idegi n⁰6 Avalie o seu perfil empreendedor Você possui perfil empreendedor? O próprio negócio é o desejo de muitos profissionais, independente da faixa etária. Obter a independência profissional,

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Art.1 o Trabalho de Conclusão de Curso é elemento obrigatório à formação dos alunos regularmente matriculados no Curso de Fisioterapia,

Leia mais

A Liderança das Mulheres no Terceiro Milênio

A Liderança das Mulheres no Terceiro Milênio A Liderança das Mulheres no Terceiro Milênio ANITA PIRES EMAIL: anitap@matrix.com.br FONE/FAX: (48) 223 5152 Características Históricas Ontem: Relações autoritárias; Trabalho escravo; Patrimônio: tangível

Leia mais

Função e Organização do CTL na Igreja Local

Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local - Revisão 02 - Fevereiro 2007 Reprodução proibida por qualquer meio ou mídia, impressa ou eletrônica. 2006-2007 Associação

Leia mais

PLANEJAMENTO DIOCESANO RCC CUIABÁ 2011 QUANDO ATIVIDADE RESPONSÁVEL HORÁRIO LOCAL 10/02 a

PLANEJAMENTO DIOCESANO RCC CUIABÁ 2011 QUANDO ATIVIDADE RESPONSÁVEL HORÁRIO LOCAL 10/02 a PLANEJAMENTO DIOCESANO RCC CUIABÁ 2011 QUANDO ATIVIDADE RESPONSÁVEL HORÁRIO LOCAL 10/02 a Cerco de Jericó em preparação do 26º Vinde e Vede Coord. Geral Vinde Santuário Eucarístico do Bom 16/02/2012 e

Leia mais

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Desenvolvimento de Negócios Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Gestão Estratégica Para quê? Por Quê? Para fazer acontecer e trazer

Leia mais

Manual Geral de Aplicação Universal Entrada 2008

Manual Geral de Aplicação Universal Entrada 2008 Universal Entrada 2008 Programa Programa - Manual do Aplicador Teste Universal - 2008 Teste Cognitivo Leitura/Escrita e Matemática Caro alfabetizador(a): Se você está recebendo este material, é porque

Leia mais

Modelo Geral do SIG 18/11/2014. Componentes, condicionantes, níveis de influência e abrangência do SIG

Modelo Geral do SIG 18/11/2014. Componentes, condicionantes, níveis de influência e abrangência do SIG Prof. William C. Rodrigues Copyright 2014. Todos direitos reservados. Componentes, condicionantes, níveis de influência e abrangência do SIG Modelo Geral do SIG Planejamentos Fator Humano SIG Estrutura

Leia mais

Empreendedorismo e Plano de Negócios. Profa. Bruna Panzarini

Empreendedorismo e Plano de Negócios. Profa. Bruna Panzarini Empreendedorismo e Plano de Negócios. Profa. Bruna Panzarini Introdução Estatísticas do SEBRAE indicam que 60% das 500 mil pequenas e micro-empresas que são abertas todos os anos no Brasil fecham as portas

Leia mais

Fatos: Acontecimentos: - A criação - O dilúvio - Formação do povo de Deus - Vida no deserto - Conquista da terra prometida - As dominações

Fatos: Acontecimentos: - A criação - O dilúvio - Formação do povo de Deus - Vida no deserto - Conquista da terra prometida - As dominações O Antigo Testamento é uma coleção de 39 livros onde encontramos a história de Israel, o povo que Deus escolheu para com ele fazer uma aliança. Portanto, o Antigo Testamento é a história de um povo: mostra

Leia mais

O Executivo como Líder Empreendedor

O Executivo como Líder Empreendedor O Executivo como Líder Empreendedor Líder x Chefe Chefe Resultado Líder Pessoas Há, competências diferentes, o que significa dizer que em alguns momentos o chefe é a melhor solução, e em outros a liderança

Leia mais

Podemos definir o risco como a condição que aumenta ou diminui o potencial de perdas.

Podemos definir o risco como a condição que aumenta ou diminui o potencial de perdas. O que é Risco? Podemos definir o risco como a condição que aumenta ou diminui o potencial de perdas. Esta condição deve ser incerta, fortuita e de conseqüências negativas ou danosas. O risco então é uma

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

O Gerenciamento de Projetos e o Guia PMBOK. Fernando Henrique Souza, PMP, MS.c

O Gerenciamento de Projetos e o Guia PMBOK. Fernando Henrique Souza, PMP, MS.c O Gerenciamento de Projetos e o Guia PMBOK Fernando Henrique Souza, PMP, MS.c E-mail: fernandohsouz@gmail.com LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/fernandohsouza Um pouco da História Ao olharmos a história

Leia mais

Liderança. Cap Liderança, do livro: PISANI, E. M.; PEREIRA, S.; RIZZON, L. A. Temas de Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 1994.

Liderança. Cap Liderança, do livro: PISANI, E. M.; PEREIRA, S.; RIZZON, L. A. Temas de Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 1994. Liderança Cap. 10 - Liderança, do livro: PISANI, E. M.; PEREIRA, S.; RIZZON, L. A. Temas de Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 1994. pag 143 a 156 Um dos fatos mais impressionantes e universais sobre

Leia mais

Organização Formal. Organização Formal x Organização Informal. Tipos de Organização. Divisão Racional do Trabalho

Organização Formal. Organização Formal x Organização Informal. Tipos de Organização. Divisão Racional do Trabalho Divisão Racional do Trabalho Organização Formal x Organização Informal Organização Formal - Heterogênea -Rígida - Hierarquizada -Estática - Limitada Princípios Básicos das Organizações - Divisão do Trabalho

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM CIESP/FIESP

REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM CIESP/FIESP REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM CIESP/FIESP DENOMINAÇÃO E LOCALIZAÇÃO 1. A Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem de São Paulo CIESP/FIESP denominar-se-á Câmara

Leia mais

Aluno: Marcos José Cosme De Souza Orientador: Prof.ª. Dra. Débora Coutinho Paschoal Dourado

Aluno: Marcos José Cosme De Souza Orientador: Prof.ª. Dra. Débora Coutinho Paschoal Dourado Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Ciências Administrativas Mestrado Profissional em Administração O MODELO DE LIDERANÇA SITUACIONAL DE HERSEY E BLANCHARD

Leia mais

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido 1. Quais as principais causas da falta de apoio ao programa? Quando o gestor diretor é da área responsável pelo programa ele

Leia mais

Liderança a e desempenho grupal

Liderança a e desempenho grupal Liderança a e desempenho grupal Definição de liderança Comportamento de liderança Teorias de liderança Copyright, 2006 José Farinha Definição de liderança O que é um líder? l A liderança é o exercício

Leia mais

Nestas palavras o profeta, Isaías indicou os Dons que devia possuir o Messias.

Nestas palavras o profeta, Isaías indicou os Dons que devia possuir o Messias. No Antigo Testamento podemos ler em Isaías: - Brotará uma vara do tronco de Jessé e um rebento das suas raízes: - Espírito de Sabedoria e de Entendimento. - Espírito de Conselho e de Fortaleza. - Espírito

Leia mais

O que é planejamento estratégico?

O que é planejamento estratégico? O que é planejamento estratégico? Um dos fatores de sucesso das empresas é possuir um bom planejamento. Mas o que é planejamento? Nós planejamos diariamente, planejamos nossas atividades, nossas finanças,

Leia mais

A Estratégia do Olho de Tigre

A Estratégia do Olho de Tigre A Estratégia do Olho de Tigre Autor: Renato Grinberg Aluna: Roberta Nascimento da Silva Turma: 1º Ciências Contábeis Venda Nova do Imigrante, Maio de 2012. Qual o principal assunto do livro O mundo selvagem

Leia mais

Liderança e Desenvolvimento de Talentos Diferenciados MANUAL DO CURSO

Liderança e Desenvolvimento de Talentos Diferenciados MANUAL DO CURSO Liderança e Desenvolvimento de Talentos Diferenciados MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1.240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Relacionamento: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda

Leia mais

Prof. Jairo Molina - Gestão em Petróleo e Gás. Entendendo a Administração. Prof. Jairo Molina

Prof. Jairo Molina - Gestão em Petróleo e Gás. Entendendo a Administração. Prof. Jairo Molina Entendendo a Administração Prof. Jairo Molina 1 Entendendo a Administração Metas principais: 1) Entender o significado da palavra administração. 2) A importância da administração para as diferentes organizações

Leia mais

Rota. do Processo Evolutivo Workshop #SERCOACH 7 NÍVEIS DO PROCESSO EVOLUTIVO

Rota. do Processo Evolutivo Workshop #SERCOACH 7 NÍVEIS DO PROCESSO EVOLUTIVO Rota do Processo Evolutivo Workshop #SERCOACH 7 NÍVEIS DO PROCESSO EVOLUTIVO A Rota dos 7 Níveis do Processo Evolutivo O Caminho dos 7 Níveis do Processo Evolutivo é um modelo para o ser humano evoluir

Leia mais

TRILHA. Sistema para empreendedores de Marketing de Relacionamento

TRILHA. Sistema para empreendedores de Marketing de Relacionamento TRILHA Sistema para empreendedores de Marketing de Relacionamento Código de Ética 1. Não falar mal da empresa, dos produtos, dos líderes ou de outros distribuidores; 2. Respeitar a concorrência; 3. Não

Leia mais

TOTAL GERAL 1.000 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO (OPTATIVA)

TOTAL GERAL 1.000 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO (OPTATIVA) ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DC 4021 19/12/2013 Rev. 01 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 469 de 24/11/2009. DECRETO No 2.929, de 21 de dezembro de

Leia mais

De consultora a DIQ Conquistando TUDO com inícios qualificados constantes!

De consultora a DIQ Conquistando TUDO com inícios qualificados constantes! De consultora a DIQ Conquistando TUDO com inícios qualificados constantes! Diretora Sênior de Vendas Independente Zulma Ramires Sonhos e Metas Claras Sonhar Fé Decidida Planejamento Disciplina Um Negócio

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

GRUPOS PEQUENOS. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global

GRUPOS PEQUENOS. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global GRUPOS PEQUENOS Por Evaristo Filho SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global http://seminarioevangelico.com.br setebonline@gmail.com 2 Apresentação da Disciplina Informações Gerais Pré-Tarefas

Leia mais

Empresas & Empresários Edição 9

Empresas & Empresários Edição 9 59 c) Auto-imagem: - Principais características positivas: Qualidades vinculadas à gestão das pessoas: se relacionar bem com pessoas; ser líder; saber comunicar; ser acessível; delegar; ser mediador, articulador,

Leia mais

O Adventure CORP é espcializado em

O Adventure CORP é espcializado em O que é: Treinamentos Corporativos O Adventure CORP é espcializado em atender empresas. Através de uma análise das necessidades do cliente, é elaborado um projeto de educação experimental ao ar livre para

Leia mais