Para que Serve? Tratamento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Para que Serve? Tratamento"

Transcrição

1 Quimioterapia

2 O que é? É um tratamento que utiliza medicamentos quimioterápicos para eliminar células doentes. Cada agente quimioterápico tem diferentes tipos de ação sobre as células e, consequentemente, causa um perfil de efeitos adversos diferente. Para que Serve? A quimioterapia pode ser utilizada para diferentes finalidades: Controle da doença neoplásica e seus sintomas; Cura da doença neoplásica; Redução do tumor antes da cirurgia; Prevenção de recaídas após a cirurgia; Aumento de eficácia da radioterapia; Eliminação completa do tumor. Tratamento O tratamento pode ser realizado por diferentes maneiras: Via oral: comprimidos, cápsulas ou líquidos; para uso na clínica ou domiciliar; Via subcutânea: o medicamento é aplicado por injeção sob a pele; Via intramuscular: o medicamento é aplicado por injeção no músculo;

3 Via intravenosa: o medicamento é aplicado através de um catéter ou veia periférica, diluído em soluções ou em seringas; Via intratecal: o medicamento é aplicado pelo médico diretamente no líquor (líquido da espinha), através de uma punção lombar. A quimioterapia pode eventualmente causar dor local. Caso isso aconteça, informe à equipe de enfermagem imediatamente e consulte seu médico. Como é Preparada? Após consulta médica, a prescrição é enviada à farmácia onde será avaliada. Em seguida, os medicamentos prescritos serão preparados em local próprio, chamado cabine de segurança biológica ou, simplesmente, capela. O tempo de preparo para cada medicamento é de, aproximadamente, 30 minutos. Após o preparo, os medicamentos identificados são liberados para a enfermagem, para administração. A ADMINISTRAÇÃO Os medicamentos são administrados ao paciente por pessoal técnico capacitado (enfermeiros e técnicos de enfermagem). A duração da administração varia de acordo com o esquema prescrito, podendo durar de poucos minutos até várias horas, em sistema ambulatorial. Haverá sempre um médico de plantão para atender as intercorrências.

4 PRINCIPAIS REAÇÕES Reações alérgicas: podem ocorrer algumas reações como prurido (coceira), vermelhidão pelo corpo, dificuldade de deglutição, sudorese e dificuldade para respirar, dependendo do esquema de medicamentos proposto. Caso aconteçam, os sintomas serão tratados imediatamente pelo médico de plantão. Náuseas e vômitos: podem ocorrer durante a administração do medicamento, podendo persistir de 24 horas por até 48 horas após o ciclo do tratamento. Agentes antieméticos, ou seja, que agem contra as náuseas, podem ser utilizados para controlar esses sintomas. Esses sintomas podem afetar o apetite. Dicas: não faça jejum. Faça pequenas refeições ao longo do dia. aumente o consumo de líquidos (sucos cítricos e água). Evite frituras, alimentos muito condimentados (pimenta, alho, catchup, mostarda...), bebidas alcoólicas e cafeína. Diarréia: a diarréia causa perda de água e eletrólitos do organismo, podendo levar à desidratação. Informe seu médico ou enfermeiro, caso aconteça e não utilize qualquer medicamento sem o conhecimento deles. Dicas: aumente o consumo de líquidos (sucos e água). Evite o consumo de bebidas alcoólicas, cafeína (presente no café, chás e refrigerantes), leite e sucos de ameixa esses líquidos podem piorar a diarréia. Constipação: pode acontecer dificuldade para evacuar, fezes ressecadas e endurecidas. Informe seu médico se esse episódio persistir por mais de 3 dias.

5 Dicas: aumente o consumo de fibras (ameixa, mamão, laranja, alimentos integrais) e líquidos. Falta de apetite (anorexia/inapetência): pode ser difícil comer alimentos sólidos, prefira alimentos líquidos ou pastosos. Boca seca (xerostomia): beba líquidos em pequenas quantidades, várias vezes ao dia. Dicas: balas de menta ou hortelã contribuem para salivação. Feridas na boca (mucosite/estomatite): ocorrem devido à ação dos quimioterápicos. Evite alimentos ácidos, duros e muito quentes. Dicas: chupar gelo, picolé de limão e água de côco em cubos durante administração de alguns medicamentos pode ajudar. Queda de cabelo (alopécia): alguns medicamentos podem provocar a perda parcial ou total de cabelo. Esse episódio é resersível após o término da quimioterapia. Fraqueza muscular ou cansaço (fadiga): o tratamento quimioterápico pode causar esses sintomas. Procure reduzir esforços físicos e faça repouso. Informe seu médico. Flebite: é a inflamação da veia, que ocorre devido à irritação causada pelos medicamentos. Caso aconteça, o paciente será avaliado pela equipe e poderão ser orientados cuidados como aplicação de compressas e medicamentos, se necessário.

6 CUIDADOS A SEREM SEGUIDOS DURANTE O TODO O TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO Os quimioterápicos interferem no processo de multiplicação celular. É através deste mecanismo que as células doentes são eliminadas do corpo, mas também as células sadias são afetadas, podendo causar vários efeitos indesejaveis, portanto alguns cuidados devem ser seguidos: Exposição solar: Durante o tratamento podem ocorrer alguns problemas de pele como ressecamento, vermelhidão, coceira, descamação e acne. Dicas: Evite banhos muito quentes, use sabonetes neutros, hidratantes sem álcool dermatologicamente testados (evite as formulações em gel). Use sempre o protetor solar, mesmo nos dias frios e nublados, com fator de proteção alto. Use bonés ou chapéus e blusas quando a exposição for inevitável. Higiene bucal: Podem surgir feridas na boca, como mucosites ou estomatites decorrentes da própria quimioterapia. Podem ocorrer infecções oportunistas. Dicas: manter uma boa higiene bucal, e fazer bochechos com antissépticos bucais sem álcool.

7 Atividades físicas e trabalho: Não existem contraindicações à prática de atividades físicas ou ao trabalho. porém, o paciente pode sentir-se menos disposto, devido à quimioterapia. Por esta razão, converse com seu médico e fique atento para não forçar suas condições físicas. Febre (37,8 c ou mais): a quimioterapia pode abaixar o número de leucócitos/ neutrófilos, predispondo a infecções. Comunicar imediatamente ao médico em caso de ocorrência de febre. Sangramentos: a quimioterapia pode baixar o número de plaquetas, o que eventualmente se manifesta através de sangramentos. Comunicar ao médico em caso de ocorrência. Importante: Respeite os dias e horários marcados para evitar atrasos e transtornos ao seu tratamento.

8 Responsável Técnico: Dr. José dos Santos Quintão - CRMMG Rua dos Otoni, º andar - Sta. Efigênia - Belo Horizonte - MG Tel: (31) Fax: (31)

Manual de orientação aos pacientes

Manual de orientação aos pacientes Manual de orientação aos pacientes Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

Orientações aos pacientes. Quimioterapia

Orientações aos pacientes. Quimioterapia Orientações aos pacientes Quimioterapia O corpo humano O corpo humano é formado por tecidos e os tecidos são formados de células. A células são as menores unidades que constituem o nosso corpo; elas crescem

Leia mais

Manual Educativo ORIENTAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA

Manual Educativo ORIENTAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA Manual Educativo de Pacientes e Familiares ORIENTAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA ÍNDICE MANUAL EDUCATIVO DE PACIENTES E FAMILIARES O MANUAL... 4 1. O QUE É QUIMIOTERAPIA?... 5 2. COMO É O TRATAMENTO?...5 3. TEMPO

Leia mais

Guia do paciente em tratamento Quimioterápico

Guia do paciente em tratamento Quimioterápico 1- Introdução Guia do paciente em tratamento Quimioterápico Este manual foi elaborado para ajudar os pacientes, seus familiares e amigos a entenderem o que é a quimioterapia, como funciona e seus principais

Leia mais

Quimioterapia. Orientações aos pacientes

Quimioterapia. Orientações aos pacientes Quimioterapia Orientações aos pacientes 2010 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte. Tiragem: 1.000 exemplares Criação, Informação e Distribuição

Leia mais

Quimioterapia. Orientações aos pacientes. 3ª Edição

Quimioterapia. Orientações aos pacientes. 3ª Edição Quimioterapia Orientações aos pacientes 3ª Edição 2010 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva / Ministério da Saúde É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO PACIENTE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO PACIENTE MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO PACIENTE ÍNDICE Manual de orientação ao paciente. APRESENTAÇÃO... 02 O QUE É QUIMIOTERAPIA. SUAS FINALIDADES E SEUS EFEITOS COLATERAIS... 03 Efeitos colaterais... 04 Dúvidas mais

Leia mais

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg OMENAX Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg tratar dispepsia, condição que causa acidez, azia, arrotos ou indigestão. Pode ser usado também para evitar sangramento do trato gastrintestinal

Leia mais

Índice. 10 Efeitos 12. O que é quimioterapia?06. O tratamento 08

Índice. 10 Efeitos 12. O que é quimioterapia?06. O tratamento 08 Apresentação V Você está recebendo agora, o Guia de Orientação ao paciente. Trata-se de uma ferramenta fundamental que vai auxiliá-lo durante este período importante da sua vida. Os profissionais do Instituto

Leia mais

REAÇÕES AGUDAS NO TRATAMENTO DE RADIOTERAPIA

REAÇÕES AGUDAS NO TRATAMENTO DE RADIOTERAPIA REAÇÕES AGUDAS NO TRATAMENTO DE RADIOTERAPIA Enfª Flavia Prestes Radioterapia Hospital Moinhos de Vento II SIMPÓSIO DE RADIOTERAPIA E FÍSICA MÉDICA Radioterapia no HMV Fundada em setembro de 2005. Nº de

Leia mais

NEON. Núcleo Especializado em Oncologia. Manual do Paciente

NEON. Núcleo Especializado em Oncologia. Manual do Paciente Núcleo Especializado em Oncologia Manual do Paciente QUIMIOTERAPIA A quimioterapia consiste no emprego de medicamentos para combater as células doentes, destruindo e controlando o seu desenvolvimento.

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DE RADIOTERAPIA

GUIA DO PACIENTE DE RADIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE DE RADIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre

Leia mais

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Orientação para pacientes com Doença do Refluxo Gastroesofágico. O Que é Doença do Refluxo? Nas pessoas normais, o conteúdo do estômago (comida ou acido clorídrico)

Leia mais

RETIFICAÇÕES DIVERSAS

RETIFICAÇÕES DIVERSAS Circular 340/2014 São Paulo, 10 de Junho de 2014. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) RETIFICAÇÕES DIVERSAS Diário Oficial da União Nº 109, Seção 1, terça-feira, 10 de junho de 2014 Prezados Senhores, Segue para

Leia mais

Prezado Usuário, Ambulatório de Quimioterapia

Prezado Usuário, Ambulatório de Quimioterapia Prezado Usuário, Este manual tem o objetivo de esclarecer as principais dúvidas apresentadas por pacientes durante o tratamento quimioterápico. O conteúdo foi elaborado com termos simples para facilitar

Leia mais

TRATAMENTO SEM MISTÉRIO

TRATAMENTO SEM MISTÉRIO TRATAMENTO SEM MISTÉRIO Dicas e informações importantes para o paciente em tratamento O Instituto de Oncologia Kaplan, preocupado com o bom atendimento aos seus pacientes, criou esta cartilha para esclarecer

Leia mais

Manual do Paciente Oncológico

Manual do Paciente Oncológico Manual do Paciente Oncológico Introdução Este manual foi desenvolvido com o objetivo de orientar você e sua família durante o seu tratamento. A palavra câncer pode ainda parecer assustadora para muitos

Leia mais

Tudo o que você precisa saber sobre o seu tratamento no HEMORIO.

Tudo o que você precisa saber sobre o seu tratamento no HEMORIO. Tudo o que você precisa saber sobre o seu tratamento no HEMORIO. Introdução Mudanças fazem parte da nossa vida. Algumas são planejadas, outras não. Algumas são desejadas, outras não. Qualquer mudança traz

Leia mais

Informações ao Paciente

Informações ao Paciente Informações ao Paciente Introdução 2 Você foi diagnosticado com melanoma avançado e lhe foi prescrito ipilimumabe. Este livreto lhe fornecerá informações acerca deste medicamento, o motivo pelo qual ele

Leia mais

Manual de orientações sobre quimioterapia

Manual de orientações sobre quimioterapia Manual de orientações sobre quimioterapia Apresentação Este manual tem o objetivo de oferecer a pacientes e familiares informações a respeito de fatores envolvidos no tratamento quimioterápico, ajudando-os

Leia mais

Guia Nutricional de Alta Hospitalar

Guia Nutricional de Alta Hospitalar Guia Nutricional de Alta Hospitalar para Pacientes em Tratamento Oncológico Apoio: Esta cartilha tem como objetivo fornecer informações sobre uma alimentação adequada para pacientes e familiares durante

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DO CENTRO INFUSIONAL

GUIA DO PACIENTE DO CENTRO INFUSIONAL GUIA DO PACIENTE DO CENTRO INFUSIONAL GUIA DO PACIENTE Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações

Leia mais

GUIa Do paciente Do centro InfUsIonaL

GUIa Do paciente Do centro InfUsIonaL GUIa Do paciente Do centro InfUsIonaL GUIa Do paciente Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações

Leia mais

Perigo: as brotoejas podem coçar, causando incômodo ao bebê e, por serem uma irritação, tornam-se foco de infecções.

Perigo: as brotoejas podem coçar, causando incômodo ao bebê e, por serem uma irritação, tornam-se foco de infecções. Trate os problemas de pele mais comuns em bebês Pais devem ficam atentos a descamações, manchas e brotoejas Se existe uma característica comum a todos os bebês saudáveis, só pode ser a pele macia e sedosa,

Leia mais

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA SEROTONINA Serotonina: funções e distribuição Receptores centrais e periféricos Neurotransmissor: neurônios

Leia mais

PROGRAMA DE ANTICOAGULA- ÇÃO ORAL COMO FUNCIONA

PROGRAMA DE ANTICOAGULA- ÇÃO ORAL COMO FUNCIONA ANTICOAGULAÇÃO ORAL PROGRAMA DE ANTICOAGULA- ÇÃO ORAL O controle do uso do anticoagulante oral nas clínicas especializadas garante um tratamento mais adequado e seguro. COMO FUNCIONA A Hematológica possui

Leia mais

Informativo para pacientes com boca seca (xerostomia)

Informativo para pacientes com boca seca (xerostomia) Informativo para pacientes com boca seca (xerostomia) O nosso objetivo com este ebook é prover o leitor que padece de boca seca com informações úteis a fim de contribuir para a melhoria de sua qualidade

Leia mais

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL ABRALE

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL ABRALE ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL ABRALE A boa nutrição é importante para todos, mas é essencial para indivíduos como você, pois neste momento um dos componentes-chave para o tratamento de sua patologia é uma dieta

Leia mais

Recebimento de pacientes na SRPA

Recebimento de pacientes na SRPA CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E Recebimento de pacientes na SRPA O circulante do CC conduz o paciente para a SRPA; 1.Após a chegada do paciente

Leia mais

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5%

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Creme: apresentado em bisnagas com 25 g. USO TÓPICO. USO ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS. Cada g de creme contém: Peróxido de Benzoíla... 50 mg Enxofre...

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol.

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol. Naxogin nimorazol PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Naxogin Nome genérico: nimorazol Forma farmacêutica e apresentações: Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. USO ADULTO USO ORAL Composição:

Leia mais

ASERCIT dacarbazina. Cada frasco-ampola de ASERCIT(dacarbazina) 200 mg contém: dacarbazina... 200 mg excipientes* q.s.p...

ASERCIT dacarbazina. Cada frasco-ampola de ASERCIT(dacarbazina) 200 mg contém: dacarbazina... 200 mg excipientes* q.s.p... Pó liófilo injetável FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: 100 mg. Embalagem com 1 frasco-ampola. 00 mg. Embalagem com 1 frasco-ampola. USO INTRAVENOSO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE ANOS DE IDADE COMPOSIÇÃO:

Leia mais

maleato de trimebutina

maleato de trimebutina maleato de trimebutina Althaia S.A. Indústria Farmacêutica Cápsulas Gelatinosas Mole 200 mg maleato de trimebutina Medicamento genérico Lei n o 9.787, de 1999. I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÃO:

Leia mais

Nutrição & cuidados no tratamento do câncer. Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336

Nutrição & cuidados no tratamento do câncer. Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336 04/10/2014 Nutrição & cuidados no tratamento do câncer Valéria Bordin Nutricionista CRN3-4336 Nutrição & cuidados no tratamento do câncer O Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que

Leia mais

AVISO IMPORTANTE ESTA CARTILHA ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDA PARA TODOS OS PROFESSORES DO BLOG: http://www.sosprofessor.com.br/blog

AVISO IMPORTANTE ESTA CARTILHA ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDA PARA TODOS OS PROFESSORES DO BLOG: http://www.sosprofessor.com.br/blog AVISO IMPORTANTE ESTA CARTILHA ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDA PARA TODOS OS PROFESSORES DO BLOG: http://www.sosprofessor.com.br/blog DICAS PARA UTILIZAÇÃO DESTA CARTILHA 1. Você pode distribuí-la para todos os

Leia mais

Legifol CS folinato de cálcio. APRESENTAÇÕES Legifol CS solução injetável de 10 mg/ml em embalagens contendo 10 ampolas de 5 ml (50 mg).

Legifol CS folinato de cálcio. APRESENTAÇÕES Legifol CS solução injetável de 10 mg/ml em embalagens contendo 10 ampolas de 5 ml (50 mg). Legifol CS folinato de cálcio I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Legifol CS Nome genérico: folinato de cálcio APRESENTAÇÕES Legifol CS solução injetável de 10 mg/ml em embalagens contendo

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Contacto na DGS: Ondas de calor medidas de prevenção Recomendações dirigidas à população Conhecimento de todos os estabelecimentos

Leia mais

O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO A EXPOSIÇÃO AO CALOR PRODUZ REAÇÕES NO ORGANISMO

O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO A EXPOSIÇÃO AO CALOR PRODUZ REAÇÕES NO ORGANISMO O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO Muitos trabalhadores passam parte de sua jornada diária diante de fontes de calor. As pessoas que trabalham em fundições, siderúrgicas, padarias, - para citar

Leia mais

hidratação ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS

hidratação ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS hidratação ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS O NOSSO CORPO É CONSTITUÍDO NA MAIOR PARTE POR ÁGUA A ÁGUA É O PRINCIPAL CONSTITUINTE DO ORGANISMO, É ESSENCIAL PARA A VIDA E TEM

Leia mais

IMOSEC (cloridrato de loperamida) comprimidos. 2 mg

IMOSEC (cloridrato de loperamida) comprimidos. 2 mg IMOSEC (cloridrato de loperamida) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. comprimidos 2 mg IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Imosec cloridrato de loperamida comprimidos APRESENTAÇÕES Comprimidos de 2 mg em embalagem

Leia mais

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam. Dieta durante o tratamento O que comer e o que evitar de comer Após a cirurgia A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

Leia mais

Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém: eritromicina base... 20 mg excipiente q.s.p... 1 g

Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém: eritromicina base... 20 mg excipiente q.s.p... 1 g Ilosone Gel Tópico eritromicina Forma farmacêutica e apresentação Gel Tópico: Cartucho com 1 bisnaga contendo 60 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO USO EXTERNO Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém:

Leia mais

sanguínea, o medicamento estimula o centro do vómito no cérebro provocando o reflexo das náuseas e vómitos. 4

sanguínea, o medicamento estimula o centro do vómito no cérebro provocando o reflexo das náuseas e vómitos. 4 NÁUSEAS E VÓMITOS INDUZIDOS PELA QUIMIOTERAPIA CONSELHOS ÚTEIS As náuseas e os vómitos são os efeitos secundários mais temidos da quimioterapia. A frequência destes efeitos e a sua gravidade dependem dos

Leia mais

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml.

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. Tralen 28% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. VIA DE ADMINISTRAÇÃO:

Leia mais

HIDRAFIX 90. Takeda Pharma Ltda. Solução oral cloreto de sódio 4,68 mg/ml. citrato de potássio monoidratado 2,16 mg/ml

HIDRAFIX 90. Takeda Pharma Ltda. Solução oral cloreto de sódio 4,68 mg/ml. citrato de potássio monoidratado 2,16 mg/ml HIDRAFIX 90 Takeda Pharma Ltda. Solução oral cloreto de sódio 4,68 mg/ml citrato de potássio monoidratado 2,16 mg/ml citrato de sódio di-hidratado 0,98 mg/ml glicose 20 mg/ml 16 HIDRAFIX 90 cloreto de

Leia mais

Cartilha de Orientação dos Medicamentos para Dor. Serviço de Tratamento da Dor Setor de Farmácia

Cartilha de Orientação dos Medicamentos para Dor. Serviço de Tratamento da Dor Setor de Farmácia Cartilha de Orientação dos Medicamentos para Dor Serviço de Tratamento da Dor Setor de Farmácia Responsáveis: Flávia Camila Gonçalves Lavoyer Heloísa Arruda Gomm Barreto Roberto Teixeira de Castro Bettega

Leia mais

Orientações à pessoa. Sonda Alimentar. traqueostomizada. Orientações aos pacientes

Orientações à pessoa. Sonda Alimentar. traqueostomizada. Orientações aos pacientes Orientações à pessoa Sonda Alimentar traqueostomizada Orientações aos pacientes 1 2011 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte. Esta obra pode

Leia mais

IRESSA gefitinibe I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. IRESSA gefitinibe APRESENTAÇÕES. Comprimidos revestidos de 250 mg, em embalagem com 30 comprimidos.

IRESSA gefitinibe I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. IRESSA gefitinibe APRESENTAÇÕES. Comprimidos revestidos de 250 mg, em embalagem com 30 comprimidos. IRESSA gefitinibe I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO IRESSA gefitinibe APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 250 mg, em embalagem com 30 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO ACIMA DE 18 ANOS COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

Prostigmine metilsulfato de neostigmina

Prostigmine metilsulfato de neostigmina Prostigmine metilsulfato de neostigmina APRESENTAÇÕES Solução Injetável 0,5 mg/ml - Embalagem com 50 ampolas de 1 ml. USO INJETÁVEL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada ml contém 0,5 mg de metilsulfato

Leia mais

A QUIMIOTERAPIA Guia prático

A QUIMIOTERAPIA Guia prático A QUIMIOTERAPIA Guia prático Com este manual pretendemos prestar informações e esclarecimentos ao doente oncológico, referenciado ao Serviço de Oncologia Médica. Abordamos também conceitos básicos sobre

Leia mais

Aula 13: Distúrbios gastrointestinais

Aula 13: Distúrbios gastrointestinais Aula 13: Distúrbios gastrointestinais Distúrbios gastrointestinais Distúrbios gastrointestinais são aqueles que afetam todo o tubo gastrointestinal e órgãos anexos; Os mais frequentes são: azia, gastrite,

Leia mais

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite HEPATITE A hepatite é uma inflamação do fígado provocada na maioria das vezes por um vírus. Diferentes tipos de vírus podem provocar hepatite aguda, que se

Leia mais

Vinatin. Meizler UCB Biopharma S.A. Solução Injetável 1 mg/ml

Vinatin. Meizler UCB Biopharma S.A. Solução Injetável 1 mg/ml Vinatin Meizler UCB Biopharma S.A. Solução Injetável 1 mg/ml VINATIN sulfato de vimblastina Solução Injetável FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Vinatin é uma solução injetável de 1 mg/ml. Apresenta se

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA SE ADQUIRIR HÁBITOS SAUDÁVEIS

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA SE ADQUIRIR HÁBITOS SAUDÁVEIS ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA SE ADQUIRIR HÁBITOS SAUDÁVEIS Sumário Introdução... 3 1 - A importância da Água... 4 2 - Organizando a sua alimentação diária... 6 3 A eliminação... 7 4 Sugestões de óleos... 8

Leia mais

EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL. 1,0 mg/g e 25,0 mg/g

EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL. 1,0 mg/g e 25,0 mg/g EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL 1,0 mg/g e 25,0 mg/g 1 EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Gel contendo adapaleno 1mg/g e peróxido de benzoíla 25mg/g. Apresentado em bisnagas

Leia mais

Otite externa Resumo de diretriz NHG M49 (primeira revisão, dezembro 2005)

Otite externa Resumo de diretriz NHG M49 (primeira revisão, dezembro 2005) Otite externa Resumo de diretriz NHG M49 (primeira revisão, dezembro 2005) Rooijackers-Lemmens E, Van Balen FAM, Opstelten W, Wiersma Tj traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014

Leia mais

BULA PARA PACIENTE PARAPLATIN (carboplatina) 50 mg ou 150 mg ou 450 mg solução injetável

BULA PARA PACIENTE PARAPLATIN (carboplatina) 50 mg ou 150 mg ou 450 mg solução injetável BULA PARA PACIENTE PARAPLATIN (carboplatina) 50 mg ou 150 mg ou 450 mg solução injetável BRISTOL-MYERS SQUIBB PARAPLATIN carboplatina Uso intravenoso somente APRESENTAÇÃO PARAPLATIN 50 mg, 150 mg e 450

Leia mais

GUIA PARA UM TRATAMENTO MAIS EFICAZ E UMA VIDA MELHOR

GUIA PARA UM TRATAMENTO MAIS EFICAZ E UMA VIDA MELHOR GUIA PARA UM TRATAMENTO MAIS EFICAZ E UMA VIDA MELHOR Editorial CONSELHO EDITORIAL Dr. EDUARDO JOHNSOM BUARQUE CRM 8086/DF Patrícia Carvalho Thaisa Campos COLABORADORES Dr. EDUARDO JOHNSOM BUARQUE CRM

Leia mais

Cartilha do Paciente 1

Cartilha do Paciente 1 Cartilha do Paciente 1 QUEM SOMOS UM CENTRO DE EXCELÊNCIA O Núcleo Hematologia e Oncologia é referência nacional em tratamentos na área de hematologia geral e oncologia. É também um serviço privado do

Leia mais

Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla 40 mg/g e 80 mg/g

Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla 40 mg/g e 80 mg/g Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla 40 mg/g e 80 mg/g Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Solugel : Gel de peróxido de benzoíla 40mg/g (4%) em bisnaga contendo 45 g. Solugel

Leia mais

Prof.: Luiz Fernando Alves de Castro

Prof.: Luiz Fernando Alves de Castro Prof.: Luiz Fernando Alves de Castro Dia Nacional de Combate ao Câncer O Dia 27 de Novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer, é uma data que deve ser lembrada não para comemorarmos e, sim, para alertarmos

Leia mais

A DESNUTRIÇÃO DO PACIENTE ONCOLÓGICO

A DESNUTRIÇÃO DO PACIENTE ONCOLÓGICO II CICLO DE DEBATES DESNUTRIÇÃO HOSPITALAR A EPIDEMIOLOGIA DA DESNUTRIÇÃO NO BRASIL NA EPIDEMIA DE OBESIDADE A DESNUTRIÇÃO DO PACIENTE ONCOLÓGICO Edilaine Maria Stella da Cruz Instituto do Câncer Arnaldo

Leia mais

Conselhos para ter uma vida mais saudável

Conselhos para ter uma vida mais saudável Conselhos para ter uma vida mais saudável Colégio Richard Anderson Turma de Português : 2ºA - 2014 Professora: Nóris Blank Autores: Josefina Galain - Mª Paz Juambeltz San9ago Ribeiro - Luca Spektor María

Leia mais

EQUIPE DO ONCOCENTRO. Diretor Clínico: Dr. Antônio Ferraz Oliveira Diretor Técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari CORPO CLÍNICO

EQUIPE DO ONCOCENTRO. Diretor Clínico: Dr. Antônio Ferraz Oliveira Diretor Técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari CORPO CLÍNICO Diretor Clínico: Dr. Antônio Ferraz Oliveira Diretor Técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari CORPO CLÍNICO ONCOLOGIA CLÍNICA E CLÍNICA MÉDICA Dr. Alexandre de Oliveira Esteves Dr. Antônio Ferraz Oliveira Dr.

Leia mais

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau

Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau Passos para se proteger do Ébola enquanto aguarda por assistência Documento para a Guiné-Bissau 1 Lembre-se de três coisas Não tocar Isole a pessoa doente Ligue para a linha de apoio 2 Se pensa que alguém

Leia mais

Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda.

Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda. IDENTIFICAÇÃO DO Loxonin loxoprofeno sódico MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES LOXONIN é comercializado em caixas com 8, 15 ou 30 comprimidos de 60 mg. USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido de LOXONIN

Leia mais

BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009 HIDRAFIX

BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009 HIDRAFIX BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009 HIDRAFIX Takeda Pharma Ltda. Solução oral cloreto de sódio 2,34 mg/ml cloreto de potássio 1,49 mg/ml citrato de sódio di-hidratado 1,96 mg/ml glicose 19,83 mg/ml 6 cloreto

Leia mais

TYLALGIN CAF. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido Revestido 500mg + 65mg

TYLALGIN CAF. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido Revestido 500mg + 65mg TYLALGIN CAF Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido Revestido 500mg + 65mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml

TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml USO TÓPICO USO ADULTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução tópica capilar contendo 0,25 mg de alfaestradiol. Embalagem com 1 frasco plástico

Leia mais

TRATAM ENTO M ULTIDISCIPLINAR DO ENF. RIVALDO LIRA

TRATAM ENTO M ULTIDISCIPLINAR DO ENF. RIVALDO LIRA TRATAM ENTO M ULTIDISCIPLINAR DO ENF. RIVALDO LIRA Papeldo enferm eiro Administrar o serviço de enfermagem; Consultas de Enfermagem; Administração da QT (ambulatorial e internado); Punção de acessos para

Leia mais

Adapel. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Gel 1 mg/g

Adapel. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Gel 1 mg/g Adapel Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Gel 1 mg/g ADAPEL adapaleno APRESENTAÇÃO Gel de 1 mg/g: embalagem com 20 g. USO DERMATOLÓGICO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Cada grama de

Leia mais

Aesculus hippocastanum

Aesculus hippocastanum Novarrutina Aesculus hippocastanum FITOTERÁPICO Parte utilizada: semente Nomenclatura botânica Nome científico: Aesculus hippocastanum Nome popular: Castanha da Índia Família: Hippocastanaceae. Formas

Leia mais

FAULDACAR (dacarbazina)

FAULDACAR (dacarbazina) FAULDACAR (dacarbazina) Libbs Farmacêutica Ltda. Pó liófilo injetável 200 mg FAULDACAR dacarbazina APRESENTAÇÃO Pó liófilo injetável com 200 mg de dacarbazina. Embalagem contendo 1 frasco-ampola. USO INTRAVENOSO

Leia mais

Bula com informações ao Paciente soro anticrotálico

Bula com informações ao Paciente soro anticrotálico soro anticrotálico solução injetável IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO soro anticrotálico APRESENTAÇÃO O soro anticrotálico, heterólogo e hiperimune, é apresentado em ampolas contendo 10 ml de solução injetável

Leia mais

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental? ... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?... que os alimentos duros ajudam a limpar os dentes? Eles estimulam o fluxo salivar dificultando a queda de

Leia mais

1) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. PROTOPIC tacrolimo. APRESENTAÇÕES Pomada dermatológica na concentração de:

1) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. PROTOPIC tacrolimo. APRESENTAÇÕES Pomada dermatológica na concentração de: 1) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO PROTOPIC tacrolimo APRESENTAÇÕES Pomada dermatológica na concentração de: - 0,03% em bisnaga com 10 g ou 30 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 2 ANOS. - 0,1% em bisnaga

Leia mais

NAXOGIN COMPRIMIDOS. 500 mg

NAXOGIN COMPRIMIDOS. 500 mg NAXOGIN COMPRIMIDOS 500 mg Naxogin nimorazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Naxogin Nome genérico: nimorazol APRESENTAÇÕES Naxogin comprimidos de 500 mg em embalagens contendo 8 comprimidos.

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Quando ocorre uma Onda de Calor emitem-se Alertas: Amarelo ou Vermelho, com menos e mais gravidade, respectivamente. Devem adoptar-se cuidados

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

omeprazol Biosintética Farmacêutica Ltda. cápsulas 20 mg

omeprazol Biosintética Farmacêutica Ltda. cápsulas 20 mg omeprazol Biosintética Farmacêutica Ltda. cápsulas 20 mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO omeprazol Medicamento genérico Lei nº 9.787, de

Leia mais

MONTELUCASTE DE SÓDIO. Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos revestidos 10mg

MONTELUCASTE DE SÓDIO. Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos revestidos 10mg MONTELUCASTE DE SÓDIO Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos revestidos 10mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 montelucaste de sódio Medicamento genérico Lei nº 9.787,

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. ADEROGIL Gotas acetato de retinol colecalciferol

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. ADEROGIL Gotas acetato de retinol colecalciferol MODELO DE BULA Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. ADEROGIL Gotas acetato de retinol colecalciferol APRESENTAÇÃO Solução oral: frasco conta-gotas

Leia mais

Propil* propiltiouracila. Propil* comprimidos de 100 mg em embalagem contendo 30 comprimidos.

Propil* propiltiouracila. Propil* comprimidos de 100 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Propil* propiltiouracila I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Propil* Nome genérico: propiltiouracila APRESENTAÇÕES Propil* comprimidos de 100 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. VIA DE

Leia mais

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml.

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml. Umckan Pelargonium sidoides Extrato Eps 7630 Nomenclatura botânica: Pelargonium sidoides, D.C. Nomenclatura popular: Umckaloabo Família: Geraniaceae Parte utilizada: raízes APRESENTAÇÕES Solução oral extrato

Leia mais

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Profª Drª Fabiana Flores Sperandio O que é câncer de mama? É uma doença que surge quando células da mama sofrem uma mutação e se

Leia mais

SAÚDE.sempre. Gripe. newsletter. medidas de auto cuidado. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais

SAÚDE.sempre. Gripe. newsletter. medidas de auto cuidado. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais Janeiro * 2014 Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais, IP-RAM Gripe medidas de auto cuidado newsletter Secretaria Regional dos Assuntos Sociais Ficha Técnica Newsletter - Janeiro de 2014

Leia mais

paracetamol Biosintética Farmacêutica Ltda. Solução oral 200 mg/ml

paracetamol Biosintética Farmacêutica Ltda. Solução oral 200 mg/ml paracetamol Biosintética Farmacêutica Ltda. Solução oral 200 mg/ml BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO paracetamol Medicamento Genérico Lei

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM EM RADIOTERAPIA

DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM EM RADIOTERAPIA DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM EM RADIOTERAPIA Janaina Pereira dos Santos Enfermeira do Centro de Radioterapia do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo Especialista em Pediatria e Neonatologia Especialização

Leia mais

Cuidado nutricional no tratamento quimioterápico

Cuidado nutricional no tratamento quimioterápico Cuidado nutricional no tratamento quimioterápico Centro Regional de Hematologia e Oncologia Importância da alimentação durante o tratamento do câncer Cuidar da alimentação durante a vida é importante

Leia mais

CLORIDRATO DE TANSULOSINA. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 0,4mg

CLORIDRATO DE TANSULOSINA. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 0,4mg CLORIDRATO DE TANSULOSINA Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 0,4mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

NEOPRAZOL. (omeprazol)

NEOPRAZOL. (omeprazol) NEOPRAZOL (omeprazol) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Cápsula 20mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: NEOPRAZOL omeprazol APRESENTAÇÕES Cápsula 20mg Embalagens com 14 ou 28 cápsulas VIA

Leia mais

Cartilha. Doenças e Complicações. de Verão. Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas.

Cartilha. Doenças e Complicações. de Verão. Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas. Cartilha Doenças e Complicações de Verão Queimaduras solares. Desconforto. Micoses. Coceira. Desidratação. Fungos. Infecções. Ardência. Manchas. Devido às condições climáticas, diversas são as doenças

Leia mais

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa Para mais informações, confira: www.mass.gov/dph/flu Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa ÍNDICE: O que é a gripe? 2 Prevenção da gripe 6 Cuidados

Leia mais

Prevenção de náuseas, vômitos e reações anafiláticas induzidos pela terapia antineoplásica (quimioterapia e terapia alvo).

Prevenção de náuseas, vômitos e reações anafiláticas induzidos pela terapia antineoplásica (quimioterapia e terapia alvo). Prevenção de náuseas, vômitos e reações anafiláticas induzidos pela terapia antineoplásica (quimioterapia e terapia alvo). Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Nome do protocolo: Prevenção de

Leia mais

Entendendo a lipodistrofia

Entendendo a lipodistrofia dicas POSITHIVAS Entendendo a lipodistrofia O que é a lipodistrofia? Lipodistrofia é quando o corpo passa a absorver e a distribuir as gorduras de maneira diferente. Diminui a gordura nas pernas, braços,

Leia mais