PORTUGAL - GLOBAL SERVICE CENTERS SURVEY

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTUGAL - GLOBAL SERVICE CENTERS SURVEY"

Transcrição

1 PORTUGAL - GLOBAL SERVICE CENTERS SURVEY Attracting talent to top hiring companies Nov. 2016

2 ENQUADRAMENTO 1. A atratividade e disponibilidade dos Recursos Humanos qualificados em Portugal vem impulsionando o estabelecimento de vários centros de serviços globais que operam em áreas como as Tecnologias de Informação, Engenharia, Finanças e Recursos Humanos, Customer Services, etc. no território nacional. 2. Apesar deste grande potencial de recrutamento, muitos destes centros têm baixa visibilidade junto do talento e da própria comunidade. Por outro lado, praticamente não existe informação sustentada sobre este setor. 3. Enquadrado no lançamento da nova comunidade TALENT PORTUGAL e da sua plataforma de atração de recursos qualificados, talentportugal.com, foi realizado um levantamento exaustivo de um número significativo destas operações o que permitiu ter um retrato claro sobre a sua dimensão, características e necessidades. 4. Em muitos casos, surpreendentes, os resultados são uma fonte de informação para tomar medidas de apoio a estas empresas que ajudam o país a criar mais emprego, potenciando as exportações líquidas de serviços e riqueza.

3 AMOSTRA 13 grandes empresas de: o o o o Information Technology Customer Service Engineering Finance & Accounting

4 DIMENSÃO ATUAL E CRESCIMENTO NÚMERO DE COLABORADORES Crescimento nos últimos 2 anos colaboradores Dimensão atual: colaboradores Crescimento nos próximos 2 anos colaboradores = 67%

5 QUANTOS COLABORADORES NÃO PORTUGUESES EMPREGA ATUALMENTE? Não Portugueses Portugueses É cada vez maior o número de estrangeiros a trabalhar em Portugal em centros de serviços. Portugal assume-se como um destino atrativo para cidadãos da União Europeia, outros europeus, latino-americanos, etc., que procuram segurança, serviços de educação e de saúde, infraestruturas modernas, clima e qualidade de vida.

6 QUANTOS COLABORADORES SÃO LUSO-DESCENDENTES? Lusodescendentes Outros É significativo e surpreendente o número de luso-descendentes a trabalhar em Portugal em centros de serviços. Este facto manifesta-se, em particular, no setor de Customer Services devido à procura de nativos de francês, onde antes existia uma oferta que não estava explorada. Começa a observar-se o fenómeno de imigração para Portugal de membros destas comunidades que encontram segurança e enquadramento familiar e social. Algumas empresas têm já medidas ativas de captação junto das comunidades lusófonas.

7 DO PONTO DE VISTA DOS RECURSOS HUMANOS, QUAL A VANTAGEM DE ESTAR EM PORTUGAL? 45% 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Qualificação dos RHs: competências técnicas, ensino superior Qualidade de serviço prestado Relação qualidade/preço Capacidade de falar outros idiomas Capacidade de relacionamento intercultural e interpessoal Disponibilidade de Recursos Humanos 1. Claramente os recursos humanos portugueses são reconhecidos e distinguidos pelas suas qualificações técnicas, em grande parte devido à qualidade do Ensino Superior. 2. Contrariamente ao que muitas vezes se menospreza, a qualidade de serviço em operações de nearshore é muito elevada quando comparada com destinos concorrentes e mesmo com a casa-mãe. 3. Apesar de importante, só em terceiro lugar surge a relação qualidade/preço.

8 E DO PONTO DE VISTA DO CONTEXTO, PORQUE ESCOLHEU PORTUGAL E/OU QUAIS AS PRINCIPAIS VANTAGENS QUE PORTUGAL PROPORCIONA ÀS EMPRESAS? 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Sucesso de operações já instaladas Estabilidade geopolítica e integração na Europa Time Zone - posição geográfica de Portugal Infrastruturas (telecomunicações, transportes, facilites) Apoio do setor público (instalação e incentivos) Fiscalidade atrativa 1. É ver para crer. Tal como é várias vezes referido, a melhor ação de divulgação para novos investimentos são os roadshows por operações similares. A existência de marcas sólidas bem sucedidas assume-se como a melhor publicidade. 2. Portugal foi considerado pelo Global Peace Index como o 5º país mais pacífico do mundo. A integração na União Europeia é, também, uma forte vantagem face a destinos de investimento mais instáveis. 3. A fiscalidade é claramente um fator pouco atrativo para a maior parte das empresas.

9 NA SUA OPERAÇÃO, E RELATIVAMENTE AOS RECURSOS HUMANOS, QUAIS OS SKILLS QUE TEM MAIS DIFICULDADE EM ENCONTRAR? 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Programadores IT Fluentes de línguas de nicho (exceto francês, espanhol e inglês) Engenharia Fluentes de francês IT (não programadores) Outros 1. Os programadores de IT são o mercado de talento mais procurado. É urgente tomar medidas em: promoção junto dos mais jovens da carreira de programador, requalificação de profissionais de áreas próximas e imigração de profissionais qualificados. 2. Em operações globais com suporte em vários idiomas, é, por vezes, muito difícil encontrar idiomas específicos. 3. Fruto da instabilidade de países francófonos e da presença em Portugal de uma forte comunidade de lusodescendentes nativos em francês, instalaram-se, no país, em especial no Norte, várias operações de customer services em língua francesa. Esse crescimento tem levado a uma forte pressão sobre os fluentes de francês.

10 O QUE A COMUNIDADE (EMPRESAS, INSTITUIÇÕES, UNIVERSIDADES, AUTARQUIAS, MEDIA, ETC) DEVE FAZER PARA HAVER MAIS E MELHORES CANDIDATOS PARA AS EMPRESAS DESTE SETOR? 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Promoção do setor pelas entidades públicas Maior ligação universidade/empresa Promover a atração de estrangeiros Requalificação de perfis (ex. academias) Maior comunicação e interesse por parte dos media Atividades de promoção conjunta das empresas 1. 1.É reconhecido e solicitado um papel interventivo de promoção dos centros de serviços pelas entidades públicas. 2. Necessita de maior ligação universidade/empresa. Efetivamente são dois setores que até há pouco tempo se desconheciam, quase por receio mútuo. Felizmente muito tem mudado nos últimos.

11 O QUE A SUA EMPRESA JÁ ESTÁ A FAZER PARA CONSEGUIR MAIS E MELHORES CANDIDATOS? 20% 18% 16% 14% 12% 10% 8% 6% 4% 2% 0% Employer branding Perspetivas de evolução de carreira Ligação às universidades Melhores escritórios e bem localizados Presença em feiras de emprego e participação em open days Promover a atração de estrangeiros Requalificação de perfis (ex. academias) 1. Employer Branding é claramente o tema do momento! Já não é possível uma empresa esperar que os candidatos lhe batam à porta. É necessário promover ativamente a sua proposta de valor ao candidato. É, também, nesta perspetiva que a comunidade no site talentportugal.com tem reservado um espaço, a company page, onde a empresa pode comunicar claramente o que tem para oferecer ao candidato e potencial colaborador. 2. As perspetivas de evolução de carreira assume-se como um dos fatores que mais atrai o candidato na hora escolher.

12 PORQUE A VOSSA MARCA É RECONHECIDA NO MERCADO DE TALENTO? 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Brand global Referência pessoa a pessoa Redes sociais Internet (sites de emprego e site da empresa) Presença em feiras de emprego e participação em open days Presença nos media 1. Na sequência natural da pergunta anterior, as empresas reconhecem que o seu brand é o melhor fator de reconhecimento no mercado de talento. 2. A referência pessoa a pessoa é a melhor divulgação, logo seguida pelas redes sociais e internet.

13 CONCLUSÕES FINAIS 1. Confirma-se o grande crescimento e potencial de Portugal enquanto plataforma de instalação de centros de serviços globais. 2. Este facto levanta novos desafios à comunidade, sendo o principal a maior necessidade de comunicação entre as empresas fortemente recrutadoras e o mercado de talento, em particular, as universidades. 3. O employer branding está em crescimento e as ferramentas de marketing, nomeadamente através das redes sociais e plataformas na internet são cruciais para aumentar a visibilidade e notoriedade destas operações. 4. Estes centros de serviços necessitam fortemente de recursos qualificados portugueses, permitindo assim retê-los em Portugal. 5. Os estrangeiros são vistos como uma fonte complementar de Recursos Humanos, nomeadamente em tecnologias de informação e customer service. 6. Situado na costa Oeste da Europa, Portugal presta serviços altamente qualificados a todo o mundo. É por todas estas razões que foi criada a TALENT PORTUGAL, comunidade de talento que agrega pessoas e organizações, permitindo que os candidatos possam encontra-se com as melhores empresas. Entre outras iniciativas, a sua face mais visível é a plataforma talentportugal.com.

14 Europe s West Coast talent community

ESPANHA Mercado Um parceiro de confiança /

ESPANHA Mercado Um parceiro de confiança / Mercado 1º cliente (25% de quota) e 1º fornecedor (cerca de 33%) Mais de 6.000 empresas portuguesas exportam para Espanha Portugal é o 5º cliente de Espanha (7%) e 8º fornecedor (quase 4%) Espanha vende

Leia mais

Tendências de Recrutamento Social

Tendências de Recrutamento Social Tendências de Recrutamento Social AMCHAM Rio de Janeiro, 26 de Novembro de 2014 Milton Beck Diretor, Soluções de Talentos LinkedIn #SourceIn 2013 LinkedIn Corporation. All Rights Reserved. Missão Conectar

Leia mais

Visita do Ministro Francês da Economia e das Finanças, Michel Sapin

Visita do Ministro Francês da Economia e das Finanças, Michel Sapin INTERVENÇÃO DO MINISTRO DAS FINANÇAS, MÁRIO CENTENO Visita do Ministro Francês da Economia e das Finanças, Michel Sapin MINISTÉRIO DAS FINANÇAS, LISBOA 07 DE MARÇO DE 2017 É para mim um prazer receber

Leia mais

Procura de emprego na Europa

Procura de emprego na Europa Procura de emprego na Europa IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego Santarém,13 de Maio, de 2016 Trabalhar noutro país Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento da carreira

Leia mais

Roadshow Rede de Câmaras de Comércio Portuguesas no Estrangeiro Porto, 21 de novembro de 2016

Roadshow Rede de Câmaras de Comércio Portuguesas no Estrangeiro Porto, 21 de novembro de 2016 Roadshow Rede de Câmaras de Comércio Portuguesas no Estrangeiro Porto, 21 de novembro de 2016 1. QUEM É A CCILL? 2. PORQUÊ O LUXEMBURGO? 3. QUAIS OS SETORES COM MAIOR POTENCIAL 4. COMO ABORDAR O MERCADO

Leia mais

schoolmark O primeiro multicentro de educação e cultura do Brasil

schoolmark O primeiro multicentro de educação e cultura do Brasil O primeiro multicentro de educação e cultura do Brasil Inovar sem correr riscos O projeto tem o objetivo de tornar-se o principal polo de educação e cultura de uma região, a partir do momento da sua inauguração.

Leia mais

ISS Facility Services. - venha trabalhar connosco

ISS Facility Services. - venha trabalhar connosco ISS Facility Services - venha trabalhar connosco O Grupo ISS A ISS é um dos maiores fornecedores a nível mundial de serviços para instalações, com milhares de clientes em todo o mundo. Com presença em

Leia mais

COMITÊ DE VENDAS E DISTRIBUIÇÃO LIDERANÇA EM EQUIPES DE VENDAS

COMITÊ DE VENDAS E DISTRIBUIÇÃO LIDERANÇA EM EQUIPES DE VENDAS COMITÊ DE VENDAS E DISTRIBUIÇÃO LIDERANÇA EM EQUIPES DE VENDAS 1.0 SOBRE A HAYS Presenter's name & Date. 2003 users: Go View Header & Footer to edit text / 2007 users: Go Insert Header & Footer to edit

Leia mais

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos

Leia mais

Porquê a Polónia :44:45

Porquê a Polónia :44:45 Porquê a Polónia 2011-02-12 20:44:45 2 A Polónia é associada no estrangeiro com Lech Wałęsa. Adeptos do esqui reconhecem o nome de Adam Małysz e fãs de futebol mais velhos recordam certamente Zbigniew

Leia mais

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo de Andrade Frederico Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Sobral/2015 Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo

Leia mais

Procura de emprego na Europa

Procura de emprego na Europa Procura de emprego na Europa IEFP - EURES VAE IPS Setúbal 27 de setembro, de 2016 Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento da carreira profissional Novos horizontes: cultura

Leia mais

Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. Programa EaSI. Antonieta Ministro

Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. Programa EaSI. Antonieta Ministro Programa EaSI É um instrumento de financiamento, a nível europeu, gerido diretamente pela Comissão Europeia, para apoiar o emprego, a política social e a mobilidade profissional em toda a UE Visa contribuir

Leia mais

MICHAEL PAGE LANÇA BARÓMETRO GLOBAL DE CFOS (DIRECTORES FINANCEIROS) 2012

MICHAEL PAGE LANÇA BARÓMETRO GLOBAL DE CFOS (DIRECTORES FINANCEIROS) 2012 MICHAEL PAGE LANÇA BARÓMETRO GLOBAL DE CFOS (DIRECTORES FINANCEIROS) 2012 CFOs portugueses pessimistas face à economia do seu país mas optimistas face à sua empresa CFOs portugueses irão trabalhar prioritariamente

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA. Especialista de Recursos Humanos (M/F)

ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA. Especialista de Recursos Humanos (M/F) ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA Designação do cargo Grupo de funções/grau AD 6 Tipo de contrato Referência Prazo para apresentação de candidaturas Local de afetação Especialista

Leia mais

HUB DE QUALIFICAÇÃO & FORMAÇÃO CONSTRUÇÃO/REPARAÇÃO NAVAL E GESTÃO PORTUÁRIA

HUB DE QUALIFICAÇÃO & FORMAÇÃO CONSTRUÇÃO/REPARAÇÃO NAVAL E GESTÃO PORTUÁRIA HUB DE QUALIFICAÇÃO & FORMAÇÃO CONSTRUÇÃO/REPARAÇÃO NAVAL E GESTÃO PORTUÁRIA 06-06-2017 PROJETO HUB DE QUALIFICAÇÃO & FORMAÇÃO NAVAL A criação de um HUB de Qualificação e Formação Naval traduz-se em variadas

Leia mais

E S C L A R E C I M E N T O. Aviso de Concurso nº CENTRO Património Natural

E S C L A R E C I M E N T O. Aviso de Concurso nº CENTRO Património Natural E S C L A R E C I M E N T O Aviso de Concurso nº CENTRO-14-2016-05 - Património Natural Face a algumas questões colocadas por parte de potenciais concorrentes ao Aviso de Concurso nº CENTRO-14-2016-05

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO MUNICIPIO DE MANTEIGAS E NERGA NÚCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DA GUARDA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO MUNICIPIO DE MANTEIGAS E NERGA NÚCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DA GUARDA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO MUNICIPIO DE MANTEIGAS E NERGA NÚCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DA GUARDA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL Considerando: Que o NERGA é uma Pessoa Coletiva de Utilidade Pública que, tem como objetivo

Leia mais

profissões tendências em 2017

profissões tendências em 2017 17 profissões tendências em 2017 Analista de compras.1 Especializado em negociações com fornecedores, prospecção de novos profissionais e gestão de insumos diretos ou indiretos. Perfil com forte organização,

Leia mais

Universidade de Aveiro 2010/02/05

Universidade de Aveiro 2010/02/05 Universidade de Aveiro 2010/02/05 Conteúdo - Apresentação da empresa - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação - Processo de implementação - Factores críticos de sucesso visão.c

Leia mais

Recrutamento de estudantes. Luísa Capitão, 25 setembro 2014

Recrutamento de estudantes. Luísa Capitão, 25 setembro 2014 Recrutamento de estudantes Luísa Capitão, 25 setembro 2014 "If you always do what you have always done, you will always get what you have always got." Henry Ford (1863-1947) TRENDS 2010 SURVEY EUA- European

Leia mais

ESPAÇOS DO CIDADÃO Decreto-Lei n.º 74/2014, de 13 de maio

ESPAÇOS DO CIDADÃO Decreto-Lei n.º 74/2014, de 13 de maio ESPAÇOS DO CIDADÃO Decreto-Lei n.º 74/2014, de 13 de maio De forma a garantir que a prestação digital de serviços públicos não implica a exclusão de quem não saiba ou não possa utilizar os serviços públicos

Leia mais

INVESTIR EM REPUBLICA DOMINICANA

INVESTIR EM REPUBLICA DOMINICANA Texto Quem Somos Missão A CCITPRD é uma Associação privada, sem fins lucrativos. A sua atividade centra-se, sobretudo, no estabelecimento de parcerias com empresas, organizações e profissionais especificamente

Leia mais

FÓRUM EMPREGO FEUP. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 25 de Novembro Joana Bárbara Silva

FÓRUM EMPREGO FEUP. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 25 de Novembro Joana Bárbara Silva FÓRUM EMPREGO FEUP degrau Científico Carreiras pós graduadas nas empresas Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 25 de Novembro 2005 Joana Bárbara Silva A Adi, em colaboração com a Fundação para

Leia mais

Como Contratar Advogados em Escritórios de Volume

Como Contratar Advogados em Escritórios de Volume Como Contratar Advogados em Escritórios de Volume Garantindo a eficácia na formação da sua equipe jurídica Consultora: Fabiana Marin Rodigheri Principais desafios do RH no escritório que atua com processos

Leia mais

Comissão dos Transportes e do Turismo PROJETO DE PARECER. da Comissão dos Transportes e do Turismo

Comissão dos Transportes e do Turismo PROJETO DE PARECER. da Comissão dos Transportes e do Turismo Parlamento Europeu 2014-2019 Comissão dos Transportes e do Turismo 2016/0287(COD) 7.2.2017 PROJETO DE PARECER da Comissão dos Transportes e do Turismo dirigido à Comissão da Indústria, da Investigação

Leia mais

Como otimizar o ROI em treinamento de idiomas in-company

Como otimizar o ROI em treinamento de idiomas in-company Como otimizar o ROI em treinamento de idiomas in-company Introdução A maioria das empresas trata o treinamento de idiomas in-company não apenas como benefício, mas sim como um programa que terá a medição

Leia mais

Transformando o recrutamento através das redes profissionais

Transformando o recrutamento através das redes profissionais Transformando o recrutamento através das redes profissionais Qual é o ativo mais importante de longo prazo para criação de valor nas empresas? 2 Talentos 3 Redes sociais transformando a Economia de Talentos

Leia mais

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JUNHO 2017

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JUNHO 2017 COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JUNHO 2017 PERFIL 3 INDICADORES CHAVE 4 VANTAGENS 5 COMPETITIVAS SETORES 6-9 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE 7 TELECOMUNICAÇÕES 8 SERVIÇOS,

Leia mais

14 gestão 2013 economia gestão economia

14 gestão 2013 economia gestão economia economiagestão 201314 economiagestão 201314 Licenciaturas Escolher bem a Escola onde vais prosseguir os teus estudos é uma decisão muito importante, onde se joga parte do teu futuro. A Nova School of Business

Leia mais

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016 COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO JAN 2016 PERFIL 3 INDICADORES CHAVE 4 VANTAGENS 5 COMPETITIVAS SETORES 6-9 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE 7 TELECOMUNICAÇÕES 8 SERVIÇOS,

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE NEGÓCIOS PORTUGAL A PORTA DE ENTRADA NA EUROPA

INTERNACIONALIZAÇÃO DE NEGÓCIOS PORTUGAL A PORTA DE ENTRADA NA EUROPA INTERNACIONALIZAÇÃO DE NEGÓCIOS PORTUGAL A PORTA DE ENTRADA NA EUROPA Cenário Portugal 15º País com melhores infraestruturas do mundo 4º nas Auto-estradas; 25º em infraestruturas marítimas; 24º no transporte

Leia mais

Mais e melhores empregos nos serviços de apoio domiciliário

Mais e melhores empregos nos serviços de apoio domiciliário Mais e melhores empregos nos serviços de apoio domiciliário Robert Anderson Seminário: Apoio domiciliário e trabalho doméstico: perspetivas de emprego 29 de novembro de 2013, Lisboa Panorâmica Os profissionais

Leia mais

Branding Imobiliário Escolha os canais certos onde investir

Branding Imobiliário Escolha os canais certos onde investir Portal Nacional de Imobiliário desde 2001 Fonte: Netscope Escolha os canais certos onde investir casa.sapo.pt Quais os canais disponíveis: offline vs online A importância da escolha nos canais certos Em

Leia mais

O projecto Potencial C inclui ainda um número limitado de actividades a decorrer fora do país. Objectivos:

O projecto Potencial C inclui ainda um número limitado de actividades a decorrer fora do país. Objectivos: O projecto Potencial C é uma iniciativa da Agência INOVA e é constituído por um conjunto integrado e abrangente de actividades que, ao longo de 24 meses, procurará estimular a criação de empresas no âmbito

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS PORTUGAL 2020

SISTEMAS DE INCENTIVOS PORTUGAL 2020 SISTEMAS DE INCENTIVOS PORTUGAL 2020 Qualificação PME Esta candidatura consiste num plano de apoio financeiro a projetos que visam ações de qualificação de PME em domínios imateriais com o objetivo de

Leia mais

plano COMUNICAÇÃO 2015

plano COMUNICAÇÃO 2015 plano COMUNICAÇÃO 2015 plano de comunicação Feira do Cavalo A Feira do Cavalo é uma das grandes apostas. Este evento não só posiciona Ponte de Lima e Portugal no circuito mundial equestre, como é, sem

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 45/XIII. Exposição de Motivos

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 45/XIII. Exposição de Motivos Exposição de Motivos A livre circulação de trabalhadores é uma liberdade fundamental dos cidadãos da União Europeia (UE) e assume um relevo determinante para o desenvolvimento de um verdadeiro mercado

Leia mais

O POTENCIAL HUMANO PARA de NOVEMBRO 2012

O POTENCIAL HUMANO PARA de NOVEMBRO 2012 O POTENCIAL HUMANO PARA 2013 28 de NOVEMBRO 2012 O POTENCIAL HUMANO PARA 2013 ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS PARA O FUTURO - CAPITAL HUMANO PARA O CRESCIMENTO E O EMPREGO CONTRIBUTO DO POPH (ANOS 2013 E 2014)

Leia mais

Marketing Digital Administração de Redes Sociais

Marketing Digital Administração de Redes Sociais Marketing Digital Administração de Redes Sociais A empresa EXCLUSIVKEY é uma das maiores empresas portuguesas no setor de Integração de Sistemas de Controlo de Acessos e Bilhética para as áreas de Desporto

Leia mais

Profa. Cláudia Palladino. Unidade II SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA

Profa. Cláudia Palladino. Unidade II SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Profa. Cláudia Palladino Unidade II SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Temática do recrutamento O recrutamento: É uma ação externa da empresa; Influência o mercado de recursos humanos; Absorve os candidatos de

Leia mais

Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing

Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing AULA 14 Marketing Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing Objetivo - Estabelecer todas as bases para a ação no mercado. Benefícios - Explorar uma oportunidade oferecida pelo mercado. - Integrar

Leia mais

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7 1 BoPS Matosinhos ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 Governância... 5 Pacto de Autarcas... 5 Referências de Excelência... 6 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS...

Leia mais

Quem somos. Quem Somos

Quem somos. Quem Somos www.profile.pt O objetivo da Profile é encontrar soluções de consultoria e desenvolvimento de Recursos Humanos e implementar metodologias inovadoras que proporcionem aos seus clientes vantagens competitivas,

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 5 ORGANIZAÇÃO DA PRODUÇÃO Ação 5.1 CRIAÇÃO DE AGRUPAMENTOS E ORGANIZAÇÕES DE PRODUTORES Enquadramento Regulamentar Artigo 27.º Criação

Leia mais

Tendências de Empregabilidade e Competências do Futuro

Tendências de Empregabilidade e Competências do Futuro VOLTA DE APOIO AO EMPREGO 2017 Tendências de Empregabilidade e Competências do Futuro Paula Loureiro 25 maio 2017 Introdução http://portugalglorioso.blogspot.co.uk/2014/02/ahistoria-do-mundo-em-2-minutos.html

Leia mais

CANADA UM PROJETO DE VIDA

CANADA UM PROJETO DE VIDA CANADA UM PROJETO DE VIDA INFORMAÇÃO SOBRE O CANADÁ O Canadá é composto por 10 províncias e 3 territórios Sistema polí:co : Monarquia cons:tucional O Canadá é enquadrado por 3 oceanos : O oceano Pacífico

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL. GAL Eu Também Conto!

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL. GAL Eu Também Conto! ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL GAL Eu Também Conto! ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL 1 ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL (EDL) A EDL incide em traços gerais nas seguintes problemáticas: Acesso

Leia mais

Seminário. Centros Para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Orientação que modelo de funcionamento?

Seminário. Centros Para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Orientação que modelo de funcionamento? Seminário A Indústria e o Sistema de Educação e Formação: contributos para a Estratégia Europa 2020 22 de março de 2013 Centros Para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Orientação que modelo

Leia mais

I (Comunicações) CONSELHO

I (Comunicações) CONSELHO I (Comunicações) CONSELHO Resolução do Conselho e dos Representantes dos Governos dos Estados-Membros, reunidos no Conselho, sobre o reconhecimento do valor da aprendizagem não formal e informal no domínio

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO 2012 REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO 2 de 1 Índice 1. Enquadramento... 3 2. Definição... 3 3. Princípios... 4 4. Objetivos... 4 5. Direitos... 4 6. Deveres... 5 7. Inscrição... 7 8. Candidatura...

Leia mais

Ampliamos a sua rede comercial.

Ampliamos a sua rede comercial. Ampliamos a sua rede comercial www.logismarket.pt ÍNDICE O que é o Logismarket? Logismarket em números O que oferecemos? Presença em Logismarket O controlo é seu Atendemos as suas necessidades O que dizem

Leia mais

Sessão de Divulgação TAGUS2020 Ribatejo Interior. Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola e Bolsa Nacional de Terras

Sessão de Divulgação TAGUS2020 Ribatejo Interior. Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola e Bolsa Nacional de Terras Sessão de Divulgação TAGUS2020 Ribatejo Interior Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola e Bolsa Nacional de Terras A nossa Visão Potenciar o máximo aproveitamento e utilização do território

Leia mais

Apresentação Dezembro 2016

Apresentação Dezembro 2016 Apresentação Dezembro 2016 ÍNDICE o Enquadramento o O Conceito o Missão, Visão e Valores o Objetivos o Plano Estratégico 2020 o Plano de Atividades para 2017 o Principais iniciativas 2 ENQUADRAMENTO POLÍTICAS

Leia mais

ON.2 ASSINA ÚLTIMOS CONTRATOS DE

ON.2 ASSINA ÚLTIMOS CONTRATOS DE NOTA DE IMPRENSA Montante de 20 milhões de Euros previstos no Programa de Ação de Guimarães CEC 2012 fica contratualizado na totalidade ON.2 ASSINA ÚLTIMOS CONTRATOS DE FINANCIAMENTO DE GUIMARÃES CEC 2012

Leia mais

Volta de Apoio ao Emprego 2017 Empreendedorismo Social: uma alavanca no desenvolvimento das competências transversais

Volta de Apoio ao Emprego 2017 Empreendedorismo Social: uma alavanca no desenvolvimento das competências transversais Empreendedorismo Social: uma alavanca no desenvolvimento das competências transversais Isabel Ferreira (iferreira@ipca.pt) Guimarães, 25 maio de 2017 Volta de Apoio ao Emprego 2017 Agenda: 1. Enquadramento

Leia mais

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE AMBIENTE INTERNO: PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS GT2 Gestão da Qualidade no Ensino Superior 13.11.2103 / IPAM Porto Introdução Trabalho fruto

Leia mais

Quinta São João das Areias Rua A Nº66 R/C Sacavém Telefone: Sociedade por Quotas

Quinta São João das Areias Rua A Nº66 R/C Sacavém Telefone: Sociedade por Quotas Resumo Nos Serviços Água, a Construbuild apresenta-se já como uma Referência a Nível deste sector. As actividades desenvolvidas nesta área relacionam-se fundamentalmente, com a Gestão de Equipamentos de

Leia mais

Os Sistemas de Informação e sua carreira. Profa. Dra. Ellen Francine Barbosa PAE Lívia Castro Degrossi

Os Sistemas de Informação e sua carreira. Profa. Dra. Ellen Francine Barbosa PAE Lívia Castro Degrossi Os Sistemas de Informação e sua carreira Profa. Dra. Ellen Francine Barbosa PAE Lívia Castro Degrossi Impacto de SI em carreiras de negócios - Contabilidade - Finanças - Marketing - Gestão de operações

Leia mais

PROFISSIONAL DE COMPRAS E OPORTUNIDADES. HAYS Recuiting experts worldwide

PROFISSIONAL DE COMPRAS E OPORTUNIDADES. HAYS Recuiting experts worldwide PROFISSIONAL DE COMPRAS PERFIL, MERCADO ATUAL E OPORTUNIDADES HAYS Recuiting experts worldwide Yun Young Cha February 2011 1 AGENDA Quem somos O que fazemos Perfil do profissional de compras e as oportunidades

Leia mais

EMPREENDEDO- RISMO E EMPREGABILIDADE

EMPREENDEDO- RISMO E EMPREGABILIDADE EMPREENDEDO- RISMO E EMPREGABILIDADE Programa de Ocupação de Jovens (POJ) Descrição: Programa que proporciona a jovens experiências iniciais de contacto com o mercado de trabalho facilitando o desenvolvimento

Leia mais

Recomendação de políticas Desenvolvimento de habilidades de próxima geração

Recomendação de políticas Desenvolvimento de habilidades de próxima geração Recomendação de políticas Desenvolvimento de habilidades de próxima A oportunidade A computação em nuvem e os recursos inovadores liberam o potencial para impulsionar o crescimento econômico significativo

Leia mais

RESTAURANTE DO FUTURO

RESTAURANTE DO FUTURO PROJETO DE INVESTIGAÇÃO APLICADA RESTAURANTE DO FUTURO CANAL CARLOS COSTA IDTOUR UNIQUE SOLUTIONS/ UNIVERSIDADE DE AVEIRO LAMEGO, 29.NOVEMBRO.2012 INVESTIGAÇÃO APLICADA CANAL [ 02 ] RESTAURANTE DO FUTURO

Leia mais

Oferta Educativa no Ensino Secundário. Que opções tenho para o secundário?

Oferta Educativa no Ensino Secundário. Que opções tenho para o secundário? Oferta Educativa no Ensino Secundário Que opções tenho para o secundário? Ela bora do por Lisboa fev 2014 Índice 1 Que tipo de cursos existem?... 3 A. Cursos Científico-humanísticos... 3 Curso de Ciências

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DO FREEPORT FASHION OUTLET

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DO FREEPORT FASHION OUTLET POLÍTICA DE PRIVACIDADE DO FREEPORT FASHION OUTLET As Informações que recolhemos sobre si e como são utilizadas Grupo Objetivo Que dados? Como utilizamos as informações Navegação Utilização de cookies,

Leia mais

Calendário de exames Época Especial de Setembro 1º ciclo e mestrados de continuidade

Calendário de exames Época Especial de Setembro 1º ciclo e mestrados de continuidade Algebra Linear 04-Set 14-16h Amostragem e Inquérito 10-Set 16-18h Análise de Dados Qualitativos (Oficina de Projecto III) 14-Set 14-16h Análise de Dados Quantitativos (Oficina de Projecto IV) 11-Set 10-12h

Leia mais

GESTÃO DE SUCESSO: A IMPORTÂNCIA DE COLABORADORES QUALIFICADOS EM INGLÊS

GESTÃO DE SUCESSO: A IMPORTÂNCIA DE COLABORADORES QUALIFICADOS EM INGLÊS GESTÃO DE SUCESSO: A IMPORTÂNCIA DE COLABORADORES QUALIFICADOS EM INGLÊS PARCERIAS CURSOS IN COMPANY: CONSTRUINDO O FUTURO DA EMPRESA Se você está pensando em fazer aulas de inglês dentro de seu ambiente

Leia mais

Oportunidades de Negócio e Financiamento

Oportunidades de Negócio e Financiamento Oportunidades de Negócio e Financiamento 1 Fundos de Cooperação Europeia 2 Fundos de Cooperação Europeia 3 Fundos de Cooperação Europeia 4 Vantagens para as empresas: 1. Internacionalização de empresas

Leia mais

AMÉRICA LATINA - PERÚ

AMÉRICA LATINA - PERÚ AMÉRICA LATINA - PERÚ especialista na produção de soluções integradas para a industria Software hoteleira 32 Anos de experiência em pesquisa & desenvolvimento mais de 3200 instalações em 60 países 50 modulos

Leia mais

O acesso à água e saneamento como direito humano. O papel das entidades gestoras

O acesso à água e saneamento como direito humano. O papel das entidades gestoras O acesso à água e saneamento como direito humano O papel das entidades gestoras Álvaro Carvalho, David Alves Departamento de Estudos e Projetos da ERSAR ENEG 2013 Coimbra, 4 de dezembro de 2013 O acesso

Leia mais

COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS ATA NÚMERO 117/XIII/ 2.ª SL

COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS ATA NÚMERO 117/XIII/ 2.ª SL Aos 11 dias do mês de julho de 2017, pelas 15:00 horas, reuniu a Comissão de Assuntos Europeus, na sala 3 do Palácio de S. Bento, na presença dos Senhores Deputados constantes da folha de presenças que

Leia mais

Websérie Eventials. Luís Testa

Websérie Eventials. Luís Testa Websérie Eventials Luís Testa De Thomas Case à SEEK Pioneirismo em Recrutamento Online no Brasil Catho RH Consultoria Aquisição da Tiger Global Management SEEK assume controle e gestão da companhia 1970

Leia mais

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2010 2011 Identificação Entidade: Sociohabitafunchal, E.M Animadora: Célia Dantas Localização: Centro Cívico de Santo António Designação O Clube de Emprego é um serviço promovido pelo

Leia mais

Administração e Organização II

Administração e Organização II Administração e Organização II Agregar Pessoas Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br Agregar Pessoas Recrutamento / Seleção Imagem: http://blog.acelerato.com/gestao/recrutamento-e-selecao-otimizando-o-processo-nas-organizacoes/

Leia mais

Apoios Incentivos. Marketing Digital. Formação. Contabilidade e reporting. Consultoria. BWS Consulting

Apoios Incentivos. Marketing Digital. Formação. Contabilidade e reporting. Consultoria. BWS Consulting A nasce do espírito empreendedor de um grupo de profissionais multidisciplinares (Gestão, Economia, Marketing, Contabilidade, Psicologia, Engenharia...) com mais de 15 anos de experiência âmbito de actuação

Leia mais

Projecto de Lei nº 208/X. Movimento Associativo das Comunidades Portuguesas residentes no estrangeiro. Preâmbulo

Projecto de Lei nº 208/X. Movimento Associativo das Comunidades Portuguesas residentes no estrangeiro. Preâmbulo Projecto de Lei nº 208/X Movimento Associativo das Comunidades Portuguesas residentes no estrangeiro Preâmbulo A importância das Comunidades Portuguesas enquanto vector estratégico para a projecção de

Leia mais

ENTREVISTA AO MAGNÍFICO REITOR DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA, PROF. DOUTOR SALVATO TRIGO

ENTREVISTA AO MAGNÍFICO REITOR DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA, PROF. DOUTOR SALVATO TRIGO ENTREVISTA AO MAGNÍFICO REITOR DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA, PROF. DOUTOR SALVATO TRIGO Gestão rigorosa, qualidade dos Recursos Humanos, Instalações construidas de raiz e quipamentos didáticos que não

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA

ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA Designação do cargo Grupo de funções/grau AD 9 Tipo de contrato Referência Prazo para apresentação de candidaturas Local de afetação Especialista

Leia mais

A importância da Marca no posicionamento estratégico dos destinos turísticos

A importância da Marca no posicionamento estratégico dos destinos turísticos A importância da Marca no posicionamento estratégico dos destinos turísticos 29 de Março de 2006 Joana Neves INSTITUTO DUPERIOR DE TECNOLOGIAS E GESTÃO DE PORTALEGRE Agenda Os Novos Motores do Turismo

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA. Comissão de Educação, Ciência e Cultura. Relatório

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA. Comissão de Educação, Ciência e Cultura. Relatório Relatório sobre a Comunicação da Comissão Europa Global: Competir a nível mundial. Uma contribuição para a Estratégia do Crescimento e do Emprego COM (2006) 567 dirigido à Comissão dos Assuntos Europeus

Leia mais

Rua Comendador Raínho, 1192, S. João da Madeira Tlf.: / 234 Fax:

Rua Comendador Raínho, 1192, S. João da Madeira Tlf.: / 234 Fax: 1 Negócios & Empreendedorismo Gestão de Redes de Comercialização - amrconsult 2010 2 1- Consultoria em Consultoria em : Um modelo ou sistema de desenvolvimento de negócios em parceria, através do qual

Leia mais

Quem somos e o quê fazemos?

Quem somos e o quê fazemos? Quem somos e o quê fazemos? Uma entidade sem fins lucrativos dedicada a pensar estrategicamente o setor, conduzindo programas direcionados ao desenvolvimento tecnológico das empresas e a sua inserção no

Leia mais

REUNIÃO ÓRGÃOS SOCIAIS 1 DE DEZEMBRO DE 2013

REUNIÃO ÓRGÃOS SOCIAIS 1 DE DEZEMBRO DE 2013 REUNIÃO ÓRGÃOS SOCIAIS 1 DE DEZEMBRO DE 2013 1 AGENDA 1. DEFINIÇÃO SAÚDE, TURISMO DE SAÚDE E BEM-ESTAR E DOS SEUS SECTORES 2. MISSÃO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE TURISMO DE SAÚDE E BEM-ESTAR CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

PLANO MUNICIPAL PARA A INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES DE CASCAIS Plenário CLAS

PLANO MUNICIPAL PARA A INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES DE CASCAIS Plenário CLAS PLANO MUNICIPAL PARA A INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES DE CASCAIS Plenário CLAS 25.03.2015 Titulo da apresentação 00 mês 2014 Equipa de construção do Plano 1º Módulo Cascais e a Imigração: retrato da realidade

Leia mais

Horizonte 2020 Desafio Societal 6: Europa num mundo em mudança: sociedades inclusivas, inovadoras e reflexivas

Horizonte 2020 Desafio Societal 6: Europa num mundo em mudança: sociedades inclusivas, inovadoras e reflexivas Fundação para a Ciência e Tecnologia Agência de Inovação Horizonte 2020 Desafio Societal 6: Europa num mundo em mudança: sociedades inclusivas, inovadoras e reflexivas Ricardo Migueis Marisa Borges Daniela

Leia mais

Módulo 9 O Mercado de Trabalho e as Atividades de Recrutamento

Módulo 9 O Mercado de Trabalho e as Atividades de Recrutamento Módulo 9 O Mercado de Trabalho e as Atividades de Recrutamento Novas expectativas e tendências no âmbito social e da educação; novas tendências tecnológicas, políticas e internacionais, são algumas razões

Leia mais

Introdução. Sucesso organizacional + Ambiente de Mudança. Adotar uma ESTRATÉGIA. Criar vantagem competitiva sustentada

Introdução. Sucesso organizacional + Ambiente de Mudança. Adotar uma ESTRATÉGIA. Criar vantagem competitiva sustentada Introdução Sucesso organizacional + Ambiente de Mudança Adotar uma ESTRATÉGIA Criar vantagem competitiva sustentada Elemento unificador que dá coerência e direcção às decisões individuais da empresa Introdução

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA E O MINISTÉRIO FEDERAL DE TRABALHO E DE ASSUNTOS SOCIAIS DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA Considerando a necessidade

Leia mais

Desafios Hack for Good

Desafios Hack for Good Desafios Hack for Good workshop com parceiros Entidades participantes Câmara Municipal de Lisboa Alto Comissariado Migrações Centro de Acolhimento de Refugiados Menores Desacompanhados Conselho Português

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A ESPECIALISTA EM TURISMO DE AR LIVRE

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A ESPECIALISTA EM TURISMO DE AR LIVRE PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A ESPECIALISTA EM TURISMO DE AR LIVRE Publicado no Boletim do Trabalho do Emprego (BTE) nº 4 de 29 de janeiro de 2013 com entrada em vigor a 29 de janeiro de 2013. Publicação

Leia mais

Language: Português. Sul da Flórida: Sua Conexão de Negócios Global

Language: Português. Sul da Flórida: Sua Conexão de Negócios Global Language: Português Sul da Flórida: Sua Conexão de Negócios Global 2 SUMÁRIO EXECUTIVO Estrategicamente localizado entre o Canadá, a América Latina e o Caribe; entre a Europa e o Oceano Pacífico; o Sul

Leia mais

PLANO DE AJUSTAMENTO FINACEIRO

PLANO DE AJUSTAMENTO FINACEIRO 2012 PLANO DE AJUSTAMENTO FINACEIRO Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) CÂMARA MUNICIPAL DE ALJUSTREL APARTADO 36-7600-909 Aljustrel TELEFONE: 284 600070- FAX-284 602055 geral@mun-aljustrel.pt O

Leia mais

SI2E Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego

SI2E Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego SI2E Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego PSZ CONSULTING 2017 Tipologia O SI2E pretende estimular o surgimento de iniciativas empresariais e a criação de emprego em territórios de baixa

Leia mais

ENCONTRAMOS O TALENTO CERTO PARA O SEU NEGÓCIO

ENCONTRAMOS O TALENTO CERTO PARA O SEU NEGÓCIO Portugal ENCONTRAMOS O TALENTO CERTO PARA O SEU NEGÓCIO Apresentação da Hays Portugal 1.0 POWERING THE WORLD OF WORK WE ARE HAYS Presenter's name & Date. 2003 users: Go View Header & Footer to edit text

Leia mais

Resultados Gerais: "Inquérito de Avaliação da Satisfação dos Colaboradores"

Resultados Gerais: Inquérito de Avaliação da Satisfação dos Colaboradores Resultados Gerais: "Inquérito de Avaliação da Satisfação dos Colaboradores" número de ações que realizou até ao presente Valid nada pouco 22 7,4 8,0 8,0 44 14,8 16,1 24,1 126 42,4 46,0 70,1 65 21,9 23,7

Leia mais

I - Critérios de avaliação curricular

I - Critérios de avaliação curricular Trabalhador para a Carreira Técnica Especialista para o Departamento de Análise Jurídica (Ref.ª 02-DAJ/2016) I - Critérios de avaliação curricular São adotados os seguintes critérios de avaliação curricular:

Leia mais

27 de junho de Domingos Lopes

27 de junho de Domingos Lopes 27 de junho de 2016 Domingos Lopes Objetivos Temáticos OT 8. Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade dos trabalhadores assumindo como meta nacional, até 2020, o aumento

Leia mais

GASTRONOMIA, PATRIMÓNIO CULTURAL um ativo da restauração e do turismo nacional

GASTRONOMIA, PATRIMÓNIO CULTURAL um ativo da restauração e do turismo nacional GASTRONOMIA, PATRIMÓNIO CULTURAL um ativo da restauração e do turismo nacional A Gastronomia Nacional é "bem" que deve ser vivido para ser compreendido e apreciado. É fundamental que o nosso rico Património

Leia mais

SI2E Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego APOIO À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO

SI2E Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego APOIO À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO SI2E Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego APOIO À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO ÍNDICE TIPOLOGIA 3 BENEFICIÁRIOS 3 PROJETOS A APOIAR 3 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE DOS BENEFICIÁRIOS 3 CRITÉRIOS

Leia mais

A EUROPA DÁ AS MÃOS. Ana Maria Magalhães Isabel Alçada MAPA D A EUROPA. Completar a legenda com o nome dos países da UE

A EUROPA DÁ AS MÃOS. Ana Maria Magalhães Isabel Alçada MAPA D A EUROPA. Completar a legenda com o nome dos países da UE FICHA S DE LEITUR A A EUROPA DÁ AS MÃOS Ana Maria Magalhães Isabel Alçada MAPA D A EUROPA O S PAÍSE S D A U N IÃO EUROPEIA Completar a legenda com o nome dos países da UE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 20 12

Leia mais