Comunicação e linguagens. Carlos Straccia ATO DE COMUNICAÇÃO. Referências bibliográficas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comunicação e linguagens. Carlos Straccia ATO DE COMUNICAÇÃO. Referências bibliográficas"

Transcrição

1 ATO DE COMUNICAÇÃO Referências bibliográficas INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. 5 ed. São Paulo: Scipione, 1998, p. 17. PEREIRA, José Haroldo. Curso básico de teoria da comunicação. Rio de Janeiro: Quartet/UniverCidade, 2001.

2 Esquema do ato de comunicação. Fonte: INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. 5 ed. São Paulo: Scipione, 1998, p. 17. ATO DE COMUNICAÇÃO 1

3 No esquema apresentado na página 1, é possível perceber com clareza como atuam os elementos que compõem o ato de comunicação. O emissor (ou remetente) elabora uma mensagem que é dirigida a um destinatário. Para isso, o emissor deve codificar sua mensagem e fazer com que ela chegue ao seu destinatário por meio de um canal. Todos esses elementos estão envolvidos pelo referente que corresponde tanto ao assunto que é tratado quanto à situação em que ocorre o ato de comunicação. ATO DE COMUNICAÇÃO 2

4 O emissor é responsável pela produção da mensagem. Ele pode ser uma pessoa (por exemplo, um político falando em um comício) ou um grupo de pessoas (por exemplo, um abaixo-assinado) ou, ainda, um jornal (por exemplo, o editorial). No caso específico de um texto publicitário, o emissor sempre será o anunciante. Fonte: Anuário 25 do Clube de Criação de São Paulo emissor ATO DE COMUNICAÇÃO 3

5 Emissor Revista Trip, n. 137, ano 18, setembro 2005, p. 154 ATO DE COMUNICAÇÃO 4 Revista Trip, n. 137, ano 18, setembro 2005

6 O destinatário é o alvo da mensagem. Nos meios de comunicação, o destinatário recebe a denominação de público-alvo. Essa denominação se justifica, pois, em geral, as mensagens são produzidas a partir de uma pesquisa que procura determinar e qualificar o público a ser alcançado. Assim, por exemplo, antes de se elaborar uma campanha publicitária, é realizado um briefing que, entre tantos dados pesquisados, também define, indica ou confirma o público-alvo daquela campanha. Esta é uma palavra muito empregada nas diferentes áreas da Comunicação. Conforme o Dicionário Michaelis, trata-se do Conjunto de informações básicas, instruções, normas etc, elaboradas para a execução de um determinado trabalho. ATO DE COMUNICAÇÃO 5

7 Destinatário Público-alvo Revista Língua Portuguesa, ano I, n. 3, dezembro 2005 Revista Veja, edição 1941, ano 39, n. 4, 01 fevereiro 2006 Revista Expressão ABC e Litoral, ano 02, edição 13 Revista Namosca, ano I, n.1 ATO DE COMUNICAÇÃO 6

8 Definido o público-alvo, é preciso, então, determinar o canal a ser utilizado para a veiculação da mensagem. O canal (ou contato) é, portanto, o suporte, o veículo que conduzirá a mensagem até o seu destinatário. Por exemplo, quando falamos, o ar (ondas sonoras) é o suporte da mensagem. Fonte: Anuário 26 do Clube de Criação de São Paulo O texto publicitário pode ser veiculado por diferentes canais: revista, jornal, rádio, televisão etc. Há um departamento em agências de publicidade somente para determinar em que veículos ou meios de divulgação a ação publicitária será apresentada. Trata-se da mídia. Esse setor, além disso, também discute e negocia os custos que serão empregados numa divulgação. ATO DE COMUNICAÇÃO 7

9 Canal Suporte Fonte: Folha de S. Paulo, 20 de fevereiro de Capa do Caderno Folha Dinheiro. Fonte: Acesso em 20 de fevereiro de ATO DE COMUNICAÇÃO 8

10 O código é a linguagem na qual a mensagem é transmitida. (...) Os seres humanos utilizam uma infinidade de códigos de comunicação visuais, sonoros, táteis, etc. (PEREIRA, 2001, p. 31). A língua portuguesa (assim como qualquer idioma) é um código que utiliza as palavras faladas ou escritas para materializar uma mensagem. Para a codificação de um texto publicitário é fundamental que seu emissor conheça bem seu público-alvo para que a comunicação possa ser compreendida por ele e, portanto, alcance maior eficiência. Neste outdoor, foram empregadas as linguagens verbal (língua portuguesa escrita) e nãoverbal (imagem, cores). Fonte: Anuário 26 do Clube de Criação de São Paulo ATO DE COMUNICAÇÃO 9

11 Código Fonte: Capa do Jornal do Commercio de 20 de fevereiro de disponível em Acesso em 20 de fevereiro de Fonte: Revista da Folha, ano 14, n. 707, p. 20. Encarte do jornal Folha de S. Paulo de 19 de fevereiro de ATO DE COMUNICAÇÃO 10

12 A mensagem é aquilo que o emissor transmite para o seu destinatário. No caso da publicidade, a peça veiculada é a mensagem. É preciso esclarecer que a mensagem corresponde tanto àquilo que o emissor diz quanto ao modo como ele diz. Ou seja, ela engloba o conteúdo e a forma. Fonte: Anuário 22 do Clube de Criação de São Paulo No exemplo ao lado, rapidamente, é possível compreender que o emissor pretende associar o seu produto (soutien) à modernidade e à tecnologia. Esse é o conteúdo. Já a forma para expressá-lo, aparece na escolha da imagem (mouses) e na informação de seu endereço na Internet. Assim como, na cor predominante escolhida, na disposição dos logotipos. ATO DE COMUNICAÇÃO 11

13 Mensagem Ilustração que explica o texto lingüístico. Revela preocupação com o leitor Ela é necessária para que o leitor compreenda de maneira mais clara o que se escreveu na matéria.. ATO DE COMUNICAÇÃO 12

14 Contexto Mizuno Wave. Tecnologia de amortecimento e estabilidade. Por fim, há o referente (o contexto). No esquema apresentado na página 1, é possível perceber que ele faz parte do ato de comunicação e, ao mesmo tempo, envolve todos os demais elementos. Desse modo, compreende-se que a comunicação é um processo que precisa estar contextualizado: deve ter uma referência e acontecer em determinada situação. É possível distinguir dois contextos na comunicação, cada um dos quais podendo ser subdividido: o interno (da própria mensagem ou do código usado) e o externo (a situação psicológica, social, histórica, etc. em que a informação é passada). (PEREIRA, 2001, p.33) Nota-se, então, que o contexto corresponde àquilo que se pretende comunicar, a quem, por que e para que. Corresponde, também ao momento em que a mensagem é produzida e àquele em que é recebida. Fonte: Anuário 28 do Clube de Criação de São Paulo Na peça ao lado, é possível compreender que a Mizuno destaca um modelo de tênis (Wave) e algumas de suas vantagens. Ele sabe que o seu público-alvo saberá distinguir este modelo de outros que a Mizuno produz. Há um diálogo entre anunciante e público-alvo que vem sendo construído historicamente. Pode-se afirmar, ainda, que esta peça, numa revista, destaca-se pelo impacto causado pela imagem e pelas cores (branco-epreto), pois este texto publicitário diferencia-se dos outros textos da revista. ATO DE COMUNICAÇÃO 13

15 Contexto Fonte: Visão parcial da Capa da Revista Caros Amigos. Ano IX, n.103, outubro de ATO DE COMUNICAÇÃO 14

TEORIA DA LINGUAGEM Prof ª Giovana Uggioni Silveira

TEORIA DA LINGUAGEM Prof ª Giovana Uggioni Silveira TEORIA DA LINGUAGEM Prof ª Giovana Uggioni Silveira COMUNICAÇÃO LINGUAGEM LÍNGUA FALA ESCRITA DISCURSO Forma de linguagem escrita (texto) ou falada (conversação no seu contexto social, político ou cultural).

Leia mais

Audiência. Conjunto de pessoas que, em dado momento, são receptores de uma mensagem transmitida por determinado meio de comunicação.

Audiência. Conjunto de pessoas que, em dado momento, são receptores de uma mensagem transmitida por determinado meio de comunicação. Audiência Conjunto de pessoas que, em dado momento, são receptores de uma mensagem transmitida por determinado meio de comunicação. Pode ser subdividida em: Audiência Acumulada oma das pessoas atingidas

Leia mais

Nota Prévia 7 Prefácio... 23

Nota Prévia 7 Prefácio... 23 Indice Nota Prévia 7 Prefácio................................................... 23 I PARTE - Definição, classificações e funções da Publicidade 25 O Que é Publicidade? 27 Importância e Desenvolvimento

Leia mais

O Planejamento de Mídia é um processo que indica um modo de ação que mostra como o tempo e o espaço publicitário serão usados para atingir os

O Planejamento de Mídia é um processo que indica um modo de ação que mostra como o tempo e o espaço publicitário serão usados para atingir os O Planejamento de Mídia é um processo que indica um modo de ação que mostra como o tempo e o espaço publicitário serão usados para atingir os objetivos de publicidade e de marketing. Do que é basicamente

Leia mais

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios.

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios. 2ª Língua Portuguesa 5º Ano E.F. Objeto de Estudo Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: norma-padrão e variedades linguísticas. Usos

Leia mais

Mix de Marketing (IV) 4P Promoção

Mix de Marketing (IV) 4P Promoção Mix de Marketing (IV) 4P Promoção Mix de Marketing Produto Preço Criação de valor Captação de valor Entrega de valor Comunicação de valor Praça Promoção COMUNICAÇÕES INTEGRADAS DE MARKETING (CIM) Abrange

Leia mais

CAMPANHA PUBLICITÁRIA

CAMPANHA PUBLICITÁRIA FACULDADE ALAGOANA DE ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO PROJETO EXPERIMENTAL PREX / 2013 CAMPANHA PUBLICITÁRIA FEVEREIRO / 2013

Leia mais

COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM (conceitos)

COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM (conceitos) Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Marketing/Processos Gerenciais UC: Comunicação e Expressão COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM (conceitos) A comunicação verbal baseia-se na interação

Leia mais

CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TURMA: CS3/CS4. Prof. Breno Brito. Apostila 4 O DEPARTAMENTO DE MÍDIA

CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TURMA: CS3/CS4. Prof. Breno Brito. Apostila 4 O DEPARTAMENTO DE MÍDIA CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TURMA: CS3/CS4 DESENVOLVIMENTO DE CAMPANHA Apostila 4 O DEPARTAMENTO DE MÍDIA SETEMBRO 2008 O DEPARTAMENTO DE MÍDIA Se o Marketing, por meio de todas

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM PROGRAMAÇÃO VISUAL. Aula I. Prof. Carlos Café Dias

CURSO DE EXTENSÃO EM PROGRAMAÇÃO VISUAL. Aula I. Prof. Carlos Café Dias CURSO DE EXTENSÃO EM PROGRAMAÇÃO VISUAL Aula I Prof. Carlos Café Dias APRESENTAÇÃO O CURSO O curso de extensão em Programação visual aborda a teoria e prática da comunicação visual, oportunizando o estudo

Leia mais

Planejamento de Campanhas Promocionais. Carlos Freire

Planejamento de Campanhas Promocionais. Carlos Freire Planejamento de Campanhas Promocionais O que é planejamento?. O planejamento constitui um processo complexo e abrangente. Possui dimensões e características próprias, implica uma filosofia e políticas

Leia mais

Propaganda no Rádio. Formatos de Anúncio Formas de Inserção

Propaganda no Rádio. Formatos de Anúncio Formas de Inserção Propaganda no Rádio Formatos de Anúncio Formas de Inserção Jingle JINGLE Mensagem publicitária em forma de música, geralmente simples e cativante, fácil de cantarolar, criada e composta para a propaganda

Leia mais

Mídia. Profª Claudia R. Bouman

Mídia. Profª Claudia R. Bouman Mídia Profª Claudia R. Bouman Mídia Mídia = media plural de medium, que em latim significa meio; meio de comunicação Mídia = é onde está o grosso do dinheiro do anunciante Meio = meios de comunicação (TV,

Leia mais

Itens que compõem o planejamento de mídia Informações básicas:

Itens que compõem o planejamento de mídia Informações básicas: 13/02/2012 Itens que compõem o planejamento de mídia Informações básicas: Análises quantitativas: Penetração dos meios: grau de intensidade de consumo dos veículos de comunicação pela população e por um

Leia mais

HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E PRINCIPAIS ELEMENTOS

HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E PRINCIPAIS ELEMENTOS HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E PRINCIPAIS ELEMENTOS A primeira necessidade? Comunicar-se. COMUNICAÇÃO É o processo que consiste em transmitir e receber uma mensagem, com a finalidade de afetar

Leia mais

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA AULA 1 PG 1 Este material é parte integrante da disciplina Linguagem e Argumentação Jurídica oferecido pela UNINOVE. O acesso às atividades, as leituras interativas, os exercícios, chats, fóruns de discussão

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 16 Teoria da comunicação

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 16 Teoria da comunicação LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 16 Teoria da comunicação COMUNICAÇÃO As duas funções da linguagem: 1- relação entre o indivíduo e o conjunto de suas experiências com a realidade 2- relações

Leia mais

PLANEJAMENTO DE CAMPANHA II

PLANEJAMENTO DE CAMPANHA II PLANEJAMENTO DE CAMPANHA II MIX DE MARKETING MIX DE MARKETING CONTEXTO EMPRESARIAL MACRO-AMBIENTE MICRO-AMBIENTE EMPRESA MARKETING MIX DE MARKETING Motiva Persuade Cria Preferência Cria Clima Favorável

Leia mais

Apenas o Necessário 1. Flávio Domeniche BASTOS 2 Guilherme Pereira da ROSA 3 Eduardo Perotto BIAGI 4 Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS

Apenas o Necessário 1. Flávio Domeniche BASTOS 2 Guilherme Pereira da ROSA 3 Eduardo Perotto BIAGI 4 Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS Apenas o Necessário 1 Flávio Domeniche BASTOS 2 Guilherme Pereira da ROSA 3 Eduardo Perotto BIAGI 4 Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS RESUMO Muito tem se falado de sustentabilidade, meio

Leia mais

Henrique Magalhães. Folder

Henrique Magalhães. Folder Henrique Magalhães Folder Prospecto impresso na frente e no verso. Diferencia-se do folheto por possuir dobras. Apresenta-se em linguagem esquemática e é dividido em seções. Excepcional praticidade formal

Leia mais

FUNÇÕES DE LINGUAGEM

FUNÇÕES DE LINGUAGEM AULAS 1 À 4 Prof. Sabrina Moraes FUNÇÕES DE LINGUAGEM As funções de linguagem são recursos utilizados pelo emissor ou destinatário (pessoa que fala ou escreve) no momento de transmitir uma mensagem, com

Leia mais

Avaliação da comunicação

Avaliação da comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A avaliação dos resultados da campanha é imprescindível como subsídio para a preparação do plano seguinte. Essa avaliação pode ser empírica (confronto com os resultados de venda)

Leia mais

Guia de carreiras Newton Publicidade e Propaganda 11

Guia de carreiras Newton Publicidade e Propaganda 11 Guia de carreiras Newton Publicidade e Propaganda 11 Introdução O curso de Publicidade e Propaganda é voltado para o conhecimento de como a comunicação pode ser trabalhada para que alguém seja convencido,

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA DE PUBLICIDADE

PROVA ESPECÍFICA DE PUBLICIDADE 12 PROVA ESPECÍFICA DE PUBLICIDADE QUESTÃO 41: Em relação à Comunicação Empresarial é INCORRETA a afirmativa: a) A Comunicação Empresarial contribui para melhorar as relações de trabalho, aumentando a

Leia mais

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: jingle; Lacto-purga; publicidade. 5

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: jingle; Lacto-purga; publicidade. 5 Jingle 30 Lacto-purga 1 Fernanda Eifler de Alencastro 2 Júlia Laks 3 Maria Eugênia Dias 4 Mayara Isolan 5 Nelson Pinto Neto 6 Rafaela Bundchen 7 Talita Szidzovski 8 Luis Henrique Ferraz 9 Escola Superior

Leia mais

Spot Institucional Nesta categoria vamos distinguir os spots criados e executados para promover, mais do que determinado programa,

Spot Institucional Nesta categoria vamos distinguir os spots criados e executados para promover, mais do que determinado programa, TELEVISÃO Spot Institucional Nesta categoria vamos distinguir os spots criados e executados para promover, mais do que determinado programa, a identidade e imagem do canal. O conceito criativo e a sua

Leia mais

Comunicação no Banco Central

Comunicação no Banco Central Comunicação no Banco Central Nossa pauta Por que se comunicar Comunicação corporativa como campo de trabalho Produtos e veículos de comunicação no Banco Central Bons produtos e bons resultados Dificuldades

Leia mais

Portfólio de Serviços

Portfólio de Serviços comunicação Portfólio de Serviços Identidade Visual Identidade visual é uma representação gráfica da identidade corporativa, dos conceitos e valores da empresa. Pode parecer simples, mas a criação de uma

Leia mais

Midia Kit.

Midia Kit. Midia Kit INDÚSTRIA news PERFIL DO LEITOR Preocupados em estar sempre bem-informados, os leitores buscam conteúdo de qualidade, são formadores de opinião e grandes consumidores nos mais diversos segmentos.

Leia mais

House Agência Experimental de Publicidade e Propaganda 1. Lorena das Chagas CORRÊA 2 Fernanda Bento ZEN 3 Venilton REINERT 4 Roberta Del-Vechio 5

House Agência Experimental de Publicidade e Propaganda 1. Lorena das Chagas CORRÊA 2 Fernanda Bento ZEN 3 Venilton REINERT 4 Roberta Del-Vechio 5 House Agência Experimental de Publicidade e Propaganda 1 Lorena das Chagas CORRÊA 2 Fernanda Bento ZEN 3 Venilton REINERT 4 Roberta Del-Vechio 5 FURB Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC RESUMO

Leia mais

Objectivos da Sessão. Curso de Iniciação ao Marketing & Publicidade. Introdução à Publicidade 1

Objectivos da Sessão. Curso de Iniciação ao Marketing & Publicidade. Introdução à Publicidade 1 Objectivos da Sessão Compreender o Conceito de Publicidade Análise da mensagem Publicitária Conceito de mensagem publicitária Tipos de mensagem publicitária Curso de Iniciação ao Marketing & Publicidade

Leia mais

A MÍDIA QUE COLA. A empresa Ribeirão Outdoor foi fundada em 1997, pela empreendedora Luzia Simões, que já atuava no ramo publicitário a alguns anos.

A MÍDIA QUE COLA. A empresa Ribeirão Outdoor foi fundada em 1997, pela empreendedora Luzia Simões, que já atuava no ramo publicitário a alguns anos. MÍDIA KIT 2017 A MÍDIA QUE COLA A empresa Ribeirão Outdoor foi fundada em 1997, pela empreendedora Luzia Simões, que já atuava no ramo publicitário a alguns anos. A empresa conta com uma vasta experiência

Leia mais

Outdoor Pós graduação Uni-anhanguera 1 Aline MAIA 2 Raquel RIBEIRO 3 Tereza YOSHIMURA 4 Centro Universitário de Goiás Uni-Anhanguera

Outdoor Pós graduação Uni-anhanguera 1 Aline MAIA 2 Raquel RIBEIRO 3 Tereza YOSHIMURA 4 Centro Universitário de Goiás Uni-Anhanguera Outdoor Pós graduação Uni-anhanguera 1 Aline MAIA 2 Raquel RIBEIRO 3 Tereza YOSHIMURA 4 Centro Universitário de Goiás Uni-Anhanguera Resumo do trabalho O outdoor referente ao curso de pós-graduação da

Leia mais

UNIDADE 2 - Comunicações

UNIDADE 2 - Comunicações ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS Física e Química A 11º ano UNIDADE 2 - Comunicações 1 Comunicações de Informação a curtas distâncias Introdução Comunicar foi desde sempre importante para todos os seres

Leia mais

Comunicação Empresarial. Prof.: : Alexandre Lozi

Comunicação Empresarial. Prof.: : Alexandre Lozi Comunicação Empresarial Prof.: : Alexandre Lozi Helton Klinthon Lucas Arantes Danilo Divanni Joselito Vila Boa Rafael Comunicação nas empresas Comunicação empresarial Definição: - Comunicação empresarial

Leia mais

Planej. Mídia. Claudia R. Bouman

Planej. Mídia. Claudia R. Bouman Planej. Mídia Claudia R. Bouman Planejamento de mídia Tem como proposta desenvolver estratégias envolvendo os diversos veículos de comunicação, justificando a programação de mídia para determinado produto

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES INSTRUÇÃO NORMATIVA SECOM-PR N o 3, DE 4 DE MARÇO DE 2010. Dispõe sobre a suspensão da publicidade dos órgãos e entidades do Poder Executivo Federal, no período eleitoral, e dá outras providências. O MINISTRO

Leia mais

Publicidade e Propaganda. Trabalho Interdisciplinar PP 5 o semestre. 1 Apresentação. 2 Disciplinas envolvidas. 3 Objetivo. 4 Orientações gerais

Publicidade e Propaganda. Trabalho Interdisciplinar PP 5 o semestre. 1 Apresentação. 2 Disciplinas envolvidas. 3 Objetivo. 4 Orientações gerais Curso: Publicidade e Propaganda Semestre 5º semestre 2017/2 Trabalho Interdisciplinar PP 5 o semestre 1 Apresentação Consiste em Trabalho Interdisciplinar a ser realizado pelos alunos, em equipes, a partir

Leia mais

Respostas questionamentos - Concorrência 2011/ (9600).

Respostas questionamentos - Concorrência 2011/ (9600). Respostas questionamentos - Concorrência 2011/0003192 (9600). Questionamento 25 - apresentado em 28.03.2011: Conforme solicitado no Anexo 6 - Exigências para Habilitação, no subitem 2.2.2 (pág 56), é pedido:

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol 1 Compre, compre, compre... Você já deve ter percebido a guerra que determinados anúncios ou

Leia mais

Comunicação - Conceito. Comunicação - Conceito continuação

Comunicação - Conceito. Comunicação - Conceito continuação Comunicação - Conceito A palavra comunicar vem do latim communicare, que significa pôr em comum. Depreende-se daí que a essência da palavra comunicar está associada à idéia de convivência, comunidade,

Leia mais

Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão. Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre

Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão. Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão Maria Cecilia Bonato Brandalize 2015 1º Semestre Comunicação O que é? A comunicação humana é uma relação social que se estabelece entre duas ou mais pessoas

Leia mais

FUNÇÕES DA LINGUAGEM, FALA, ESCRITA E LEITURA ARGUMENTAÇÃO

FUNÇÕES DA LINGUAGEM, FALA, ESCRITA E LEITURA ARGUMENTAÇÃO AULA 1 e 2 FUNÇÕES DA LINGUAGEM, FALA, ESCRITA E LEITURA ARGUMENTAÇÃO Profa. Dra. Vera Vasilévski Comunicação Oral e Escrita UTFPR/Santa Helena A linguagem (oral e escrita) é um sistema de comunicação

Leia mais

Seminários GV Comunicação no Varejo

Seminários GV Comunicação no Varejo Seminários GV Comunicação no Varejo Cláudio Santos O que há de novo nos jornais Jornal: O que há de novo O próprio jornal é novo Jornal é um dos meios que mais investiu em inovação e modernidade Projetos

Leia mais

Celular e Direção não Combinam 1. Erick Frota GONZALEZ 2 Claudio Henrique Nunes de SENA 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza-CE

Celular e Direção não Combinam 1. Erick Frota GONZALEZ 2 Claudio Henrique Nunes de SENA 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza-CE Celular e Direção não Combinam 1 Erick Frota GONZALEZ 2 Claudio Henrique Nunes de SENA 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza-CE RESUMO O presente artigo consiste em apresentar a importância da mídia exterior

Leia mais

PLANEJAMENTO 2014

PLANEJAMENTO 2014 PLANEJAMENTO 2014 COMUNICAÇÃO p r o p a g a n d a e m a r k e t i n g revista INDÚSTRIA news PERFIL DO LEITOR Preocupados em estar sempre bem-informados, os leitores buscam conteúdo de qualidade, são formadores

Leia mais

Aula 1. Semana do INSS Ponto dos Concursos Júnia Andrade. 1

Aula 1. Semana do INSS Ponto dos Concursos Júnia Andrade.  1 Aula 1 Semana do INSS Ponto dos Concursos Júnia Andrade www.pontodosconcursos.com.br 1 Aula 1 INSS REDAÇÃO OFICIAL ASSUNTOS PRINCIPAIS CONCEITO: é a maneira pela qual o Poder Público redige atos normativos

Leia mais

Abrigo de Ônibus Mídia Alternativa campanha Boca D água Delicatessen 1

Abrigo de Ônibus Mídia Alternativa campanha Boca D água Delicatessen 1 Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação Abrigo de Ônibus Mídia Alternativa campanha Boca D água Delicatessen 1 RESUMO Allan CÉSAR 2 Arthur MEDEIROS 3 Emanuelly DINIZ

Leia mais

LETRAMENTO EM MARKETING ou A FORMAÇÃO DE LEITORES-CONSUMIDORES CRÍTICOS NAS ESCOLAS. Instância textual. PÚBLICO-ALVO da ação. Instância discursiva

LETRAMENTO EM MARKETING ou A FORMAÇÃO DE LEITORES-CONSUMIDORES CRÍTICOS NAS ESCOLAS. Instância textual. PÚBLICO-ALVO da ação. Instância discursiva LETRAMENTO EM MARKETING ou A FORMAÇÃO DE LEITORES-CONSUMIDORES CRÍTICOS NAS ESCOLAS L E I T U R A abc Instância textual OBJETIVOS da ação de comunicação PÚBLICO-ALVO da ação Instância discursiva Estratégias

Leia mais

Introdução à Direção de Arte

Introdução à Direção de Arte Introdução à Direção de Arte A Tarefa do Publicitário O objetivo final de toda propaganda é vender mercadoria, mas para consegui-lo, o publicitário precisa vencer alguns obstáculos. A Tarefa do Publicitário

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES Curso de Publicidade e Propaganda

UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES Curso de Publicidade e Propaganda UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES Curso de Publicidade e Propaganda CAMPANHA DE FIDELIZAÇÃO PARA O TÊNIS CLUBE SÃO JOSÉ UTILIZANDO ESTRATÉGIAS DO MARKETING DE RELACIONAMENTO

Leia mais

PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PUBLICIDADE E PROPAGANDA APOSTILA DE MÍDIA PUBLICIDADE E PROPAGANDA Professores Orientadores Adriano Moura de S. Rodrigues Fabiano A. P. S. Rodrigues Ms. Fábio Caim Ms. Juliana Chacon Ozéias Teixeira de Souza Pedro Brito Ms. Sandra

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO GANDHI DE COMUNICAÇÃO 2012

REGULAMENTO PRÊMIO GANDHI DE COMUNICAÇÃO 2012 REGULAMENTO PRÊMIO GANDHI DE COMUNICAÇÃO 2012 Justificativa O Prêmio Gandhi de Comunicação é uma iniciativa da, Organização Não-Governamental com sede em Fortaleza (CE), criada com o objetivo de estimular

Leia mais

Cartaz para Campanha Publicitária 1

Cartaz para Campanha Publicitária 1 Cartaz para Campanha Publicitária 1 Camila Menezes TORRES 2 Maria Aparecida Torrecillas ABREU 3 Flávia Meneguelli Ribeiro SETUBAL 4 Flávia Mayer dos Santos SOUZA 5 Centro Universitário de Vila Velha, Vila

Leia mais

A publicidade transmitida através de mensagem subliminar.

A publicidade transmitida através de mensagem subliminar. UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE DIREITO DENIS CARLOS A publicidade transmitida através de mensagem subliminar. A publicidade abusiva, através da técnica subliminar, em face do Código

Leia mais

Marketing nas Olimpíadas

Marketing nas Olimpíadas Marketing nas Olimpíadas Olimpíadas 2016 AS OLIMPÍADAS CHEGARAM E AS MARCAS ENTRARAM PARA VALER NESSA COMPETIÇÃO. PARA SUA EMPRESA VALORIZAR AINDA MAIS A MARCA ASSOCIADA A ESTE GRANDE EVENTO, O GRUPO MEIO

Leia mais

Spot Pretendemos aqui analisar as melhores peças publicitárias concebidas e produzidas para o meio rádio.

Spot Pretendemos aqui analisar as melhores peças publicitárias concebidas e produzidas para o meio rádio. TELEVISÃO Acção Especial / Brand Entertainment Nesta categoria pretendemos premiar as acções comerciais que, extravasando o âmbito do spot convencional, utilizam de forma criativa o meio televisão e também

Leia mais

Metrópoles em números

Metrópoles em números Mídia Kit 2017 Metrópoles em números 2,53 milhões 9,3 milhões 951,9 mil Usuários nov/2015 maio/2016 dez/2016 22 milhões 6,9 milhões Visualizações de páginas 1,9 milhão nov/2015 maio/2016 dez/2016 Tempo

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 120.3536.1 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA PROCESSOS DE CRIAÇÃO PROJETO II ETAPA 5ª CH ANO 2011 OBJETIVO

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO SINDIFISCAL-ES DE CIDADANIA FISCAL

REGULAMENTO PRÊMIO SINDIFISCAL-ES DE CIDADANIA FISCAL REGULAMENTO PRÊMIO SINDIFISCAL-ES DE CIDADANIA FISCAL OBJETIVO E TEMÁTICA O Prêmio SINDIFISCAL-ES de Cidadania Fiscal tem como objetivo ser um instrumento para promover, destacar e difundir a importância

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 17036658 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA Redação e Expressão Oral VI ETAPA 6 Período

Leia mais

Nada mais que possibilidades. Nada mais que desejos. E, de repente, ser realização, ser verão, ter sol. Rainer Maria Rilke

Nada mais que possibilidades. Nada mais que desejos. E, de repente, ser realização, ser verão, ter sol. Rainer Maria Rilke CAPA Nada mais que possibilidades. Nada mais que desejos. E, de repente, ser realização, ser verão, ter sol. Rainer Maria Rilke Ah, o verão! Essa estação chega para recarregar nossas energias, nos deixar

Leia mais

Gestão de Pessoas. Comunicação como Ferramenta de Gestão. Professora Amanda Lima Tegon.

Gestão de Pessoas. Comunicação como Ferramenta de Gestão. Professora Amanda Lima Tegon. Gestão de Pessoas Comunicação como Ferramenta de Gestão Professora Amanda Lima Tegon www.acasadoconcurseiro.com.br Administração COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO A comunicação está presente em todas

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DA CAMPANHA

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DA CAMPANHA GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DA CAMPANHA O JORNAL ESTÁ EM TUDO. E AGORA NOSSA CAMPANHA ESTARÁ NO JORNAL. A nova campanha de propaganda da ANJ vai ser veiculada brevemente e, para que sua efetividade seja a maior

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 INTRODUÇÃO As orientações aqui apresentadas são baseadas na norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para apresentação de artigos científicos impressos:

Leia mais

APEX BRASIL: PARCEIRA DO EXPORTADOR E DO INVESTIDOR

APEX BRASIL: PARCEIRA DO EXPORTADOR E DO INVESTIDOR APEX BRASIL: PARCEIRA DO EXPORTADOR E DO INVESTIDOR 1 ASSESSORIA DE IMPRENSA / RP INTERNACIONAL São Paulo, 17 de maio de 2010 Local: Sheraton WTC São Paulo / SP 2 PONTOS-CHAVE DE DISCUSSÃO Para que serve

Leia mais

Comunicação Empresarial

Comunicação Empresarial Comunicação Empresarial O que é comunicar? Tornar comum, compartilhar Todas as atividades humanas envolvem comunicação ato vital Comunicação Verbal (falada e escrita) Comunicação não-verbal (sons, músicas,

Leia mais

Campanha Conscientização da Água 1. Maikon Thiago Gebauer SCHULZ 2 Deivi Eduardo OLIARI 3 Felipe Colvara TEIXEIRA 4 Márcia Regian ANNUSECK 5

Campanha Conscientização da Água 1. Maikon Thiago Gebauer SCHULZ 2 Deivi Eduardo OLIARI 3 Felipe Colvara TEIXEIRA 4 Márcia Regian ANNUSECK 5 Campanha Conscientização da Água 1 Maikon Thiago Gebauer SCHULZ 2 Deivi Eduardo OLIARI 3 Felipe Colvara TEIXEIRA 4 Márcia Regian ANNUSECK 5 Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI, Indaial,

Leia mais

Cartaz Produto Seleta Quero, a Mais Querida. Lisarb Buratto BRANCO 1 Centro Universitário Metodista IPA, Porto Alegre, RS

Cartaz Produto Seleta Quero, a Mais Querida. Lisarb Buratto BRANCO 1 Centro Universitário Metodista IPA, Porto Alegre, RS Cartaz Produto Seleta Quero, a Mais Querida Lisarb Buratto BRANCO 1 Centro Universitário Metodista IPA, Porto Alegre, RS RESUMO O trabalho foi desenvolvido na disciplina de Direção de Arte II do curso

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos

Leia mais

Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XVI Prêmio Expocom 2009 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XVI Prêmio Expocom 2009 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação Spot Dr. Li Xianhua 1 José LeonardoMariano de Souza 2 Renata Dutra Moreira Santos 3 Ludmilla Skrepchuk Soares 4 Universidade Presidente Antônio Carlos- UNIPAC, Conselheiro Lafaiete, MG 1. INTRODUÇÃO O

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC FINANÇAS

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC FINANÇAS JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

Cartaz: VI Feira do Livro 1. Alan CASAES 2 Daniela Costa RIBEIRO 3 Faculdade Anísio Teixeira, Feira de Santana, BA

Cartaz: VI Feira do Livro 1. Alan CASAES 2 Daniela Costa RIBEIRO 3 Faculdade Anísio Teixeira, Feira de Santana, BA Cartaz: VI Feira do Livro 1 Alan CASAES 2 Daniela Costa RIBEIRO 3 Faculdade Anísio Teixeira, Feira de Santana, BA Resumo O trabalho apresentado tem como objetivo divulgar a VI Feira do Livro, Festival

Leia mais

TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO. Professor Marlos Pires Gonçalves

TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO. Professor Marlos Pires Gonçalves TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO 1 DISSERTAR é um ato que desenvolvemos todos os dias, quando: procuramos justificativas: para a elevação dos preços; para o aumento da violência; para os descasos com a

Leia mais

Introdução PP UNISALESIANO. Aula 10: Audiência e Público-alvo

Introdução PP UNISALESIANO. Aula 10: Audiência e Público-alvo Introdução PP UNISALESIANO Aula 10: Audiência e Público-alvo Conceito Audiência: pessoas alcançadas pelo veículo de comunicação (empresa). Define as pessoas que assistem determinado canal de televisão,ou

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC CONSTRUÇÃO CIVIL

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC CONSTRUÇÃO CIVIL JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC CONSTRUÇÃO CIVIL APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos

Leia mais

Dicas do livro Como gerenciar s, David Brake

Dicas do livro Como gerenciar  s, David Brake Dicas do livro Como gerenciar e-mails, David Brake Etiqueta na rede O e-mail é um meio de comunicação diferente dos demais. Ao redigir suas mensagens, observe as instruções a seguir e crie uma impressão

Leia mais

Vamos estudar??????? Prof. ª Kalyne Varela

Vamos estudar??????? Prof. ª Kalyne Varela Vamos estudar??????? Prof. ª Kalyne Varela Comunicação Todo ato comunicativo envolve seis componentes essenciais: - Emissor(remetente, locutor, codificador, falante); - Receptor(destinatário, interlocutor,

Leia mais

Regulamento do 1º Prêmio APP Sorocaba de Criação Publicitária

Regulamento do 1º Prêmio APP Sorocaba de Criação Publicitária Regulamento do 1º Prêmio APP Sorocaba de Criação Publicitária Disposições Gerais A APP Sorocaba tem como objetivo valorizar e premiar as peças publicitárias criadas pelas agências no interior do estado

Leia mais

MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 1 MÍDIA. Prof. Rodrigo Duguay a partir de material de Karla Patriota

MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 1 MÍDIA. Prof. Rodrigo Duguay a partir de material de Karla Patriota MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 1 MÍDIA Prof. Rodrigo Duguay a partir de material de Karla Patriota MÍDIA Definição Mídia. Sf (ing. mass media) Propag. 1 Veículo ou meio de divulgação da ação publicitária.

Leia mais

Será analisado o design dos stands que estiveram presentes em feiras, exposições e eventos.

Será analisado o design dos stands que estiveram presentes em feiras, exposições e eventos. 16 CATEGORIAS DESIGN 01 - EVENTOS Nesta categoria será avaliado o design de eventos que decorreram no período em análise. Será tido em conta a decoração do espaço, o jogo de luzes, a criatividade inerente

Leia mais

INFORMAÇÃO COMERCIAL 363/17 DIRECÇÃO COMERCIAL E MARKETING 26 OUTUBRO DE 2017 ESPECIAL FIM DE ANO

INFORMAÇÃO COMERCIAL 363/17 DIRECÇÃO COMERCIAL E MARKETING 26 OUTUBRO DE 2017 ESPECIAL FIM DE ANO INFORMAÇÃO COMERCIAL 363/17 DIRECÇÃO COMERCIAL E MARKETING 26 OUTUBRO DE 2017 ESPECIAL FIM DE ANO 1 OBJETIVOS Oferecer aos anunciantes que se queiram associar ao Fim-de-Ano, soluções de comunicação diferenciadoras,

Leia mais

Evita a interferência estatal - desobriga o Estado de tarefas menores, - permite que se concentre em áreas de maior complexidade.

Evita a interferência estatal - desobriga o Estado de tarefas menores, - permite que se concentre em áreas de maior complexidade. 12.232/10 Uma lei que nasceu para restabelecer o respeito à publicidade. O direito e dever do Estado de falar com a população Dez.2010 Autorregulação Sistema de controle ético - Segmento estabelece um

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PUBLICIDADE E PROPAGANGA

EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PUBLICIDADE E PROPAGANGA EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PUBLICIDADE E PROPAGANGA 1) ASSESSORIA E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO O mapeamento do campo de atuação em assessoria e consultoria em comunicação, baseado na

Leia mais

A AMBIGUIDADE NO DISCURSO PUBLICITÁRIO: ESTUDO DE CASOS

A AMBIGUIDADE NO DISCURSO PUBLICITÁRIO: ESTUDO DE CASOS A AMBIGUIDADE NO DISCURSO PUBLICITÁRIO: ESTUDO DE CASOS ABREU, Lucia e AYRES, Marina 1 Resumo: O objetivo deste artigo é analisar a importância da ambiguidade nas peças publicitárias atuais. Utilizou-se

Leia mais

MARKETING DIGITAL. O briefing para campanhas de marketing digital

MARKETING DIGITAL. O briefing para campanhas de marketing digital MARKETING DIGITAL O briefing para campanhas de marketing digital Um pequeno passo para o homem, um gigantesco salto para a Humanidade Neil Armstrong, Mar da Tranquilidade, 20 de julho de 1969. O BRIEF

Leia mais

AEDB Gestão de Negócios Internacionais. 4º Bimestre. Prof. Walfredo Ferreira

AEDB Gestão de Negócios Internacionais. 4º Bimestre. Prof. Walfredo Ferreira AEDB Gestão de Negócios Internacionais 4º Bimestre Prof. Walfredo Ferreira Trabalho para a avaliação do 4º bimestre 1) Valor: até 10,0 pontos - parte escrita até 5,0 pontos e apresentação oral até 5,0

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MOTO

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MOTO JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

Associado ao que há de melhor. Associado a você.

Associado ao que há de melhor. Associado a você. CAMPANHA nacional Cartilha eletrônica Associado ao que há de melhor. Associado a você. I - APRESENTAÇÃO Simples, prático e objetivo, este guia visa facilitar as consultas e a busca de informações sobre

Leia mais

Junho/2.016 Proposta Comercial

Junho/2.016 Proposta Comercial Junho/2.016 Proposta Comercial Proposta Comercial TV Serra Empresa: D Lourdes Aparecida pereira EI CNPJ: 19.350.902/0001-86 Endereço: Rua Camburi, 189 Bairro Maria Nilbe Serra Espírito Santo Fone: (27)

Leia mais

CONTIGO! está presente na celebração mais glamourosa do país: a festa do Hotel Copacabana Palace. A noite de 31 de dezembro será especial:

CONTIGO! está presente na celebração mais glamourosa do país: a festa do Hotel Copacabana Palace. A noite de 31 de dezembro será especial: CONTIGO! está presente na celebração mais glamourosa do país: a festa do Hotel Copacabana Palace. A noite de 31 de dezembro será especial: celebridades, suas famílias, patrocinadores e vips vão brindar

Leia mais

Como Elaborar Artigos para Publicação?

Como Elaborar Artigos para Publicação? Material compilado pelo Prof. Dr. Luiz Alberto Pilatti do Programa de Mestrado em Engenharia de Produção da UTFPR Campus Ponta Grossa Como Elaborar Artigos para Publicação? Apresentar a norma NBR 6022

Leia mais

REGULAMENTO DA 7 a EDIÇÃO DO PRÊMIO AMAZONENSE DE PROPAGANDA E MARKETING

REGULAMENTO DA 7 a EDIÇÃO DO PRÊMIO AMAZONENSE DE PROPAGANDA E MARKETING ... REGULAMENTO REGULAMENTO DA 7 a EDIÇÃO DO PRÊMIO AMAZONENSE DE PROPAGANDA E MARKETING 1. O EVENTO O Prêmio Amazonense de Propaganda e Marketing é um evento de caráter anual, realizado desde 2010 pela

Leia mais

PRÊMIO JAIME CÂMARA TOCANTINS ª EDIÇÃO

PRÊMIO JAIME CÂMARA TOCANTINS ª EDIÇÃO PRÊMIO JAIME CÂMARA TOCANTINS 2016-11ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO JAIME CÂMARA O Prêmio Jaime Câmara é uma iniciativa do Grupo Jaime Câmara, que visa incentivar e premiar a criatividade publicitária tocantinense.

Leia mais

mídia kit mídia kit MARÇO / 2014

mídia kit mídia kit MARÇO / 2014 mídia kit mídia kit MARÇO / 2014 Apresentação APRESENTAÇÃO jornal do commercio mídia kit O Jornal do Commercio integra o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, juntamente com a TV Jornal, TV Jornal

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MÓVEIS & DECORAÇÃO

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MÓVEIS & DECORAÇÃO JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MÓVEIS & DECORAÇÃO APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também

Leia mais

RESOLUÇÃO CFN nº 06/2014 Brasília, 12 de fevereiro de 2014

RESOLUÇÃO CFN nº 06/2014 Brasília, 12 de fevereiro de 2014 RESOLUÇÃO CFN nº 06/2014 Brasília, 12 de fevereiro de 2014 O presidente da Federação Espírita Brasileira e do Conselho Federativo Nacional da FEB, Antonio Cesar Perri de Carvalho, com fundamento no Estatuto

Leia mais

01/08/2017 PROCESSO DE COMUNICAÇÃO. Conceitos básicos. Prof Dr Divane de Vargas Escola de Enfermagem Universidade de São Paulo

01/08/2017 PROCESSO DE COMUNICAÇÃO. Conceitos básicos. Prof Dr Divane de Vargas Escola de Enfermagem Universidade de São Paulo PROCESSO DE COMUNICAÇÃO Conceitos básicos Prof Dr Divane de Vargas Escola de Enfermagem Universidade de São Paulo PROCESSO DE COMUNICAÇÃO A comunicação permeia toda a ação do enfermeiro PROCESSO DE COMUNICAÇÃO

Leia mais

Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor

Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor Tema central: Reportagem: valores sociais Produção de texto Introdução: A palavra é o meio de que cada um de nós se utiliza para dizer do outro, para

Leia mais