A Norma EIA/TIA 569A. Silvio Lucas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Norma EIA/TIA 569A. Silvio Lucas"

Transcrição

1

2 Enquanto a norma 568B divide os subsistemas de cabeamento estruturado em 7 subsistemas, a norma 569A trata dos detalhes dos caminhos e espaços bem como a infra-estrutura de dutos para as seguintes áreas: Sala de Equipamentos; Salas de Telecomunicações (armários de telecomunicações); Cabeamento Vertical; 2

3 O que especifica a norma EIA/TIA 569A? A norma 569A especifica que toda a infra-estrutura de um prédio deve ser pensada de maneira conjunta para promover uma maior facilidade na reestruturação de ambientes, bem como acomodar todas as necessidades dos usuários. Especifica as dimensões mínimas da sala de equipamentos; Especifica as dimensões mínimas para a sala (armário) de telecomunicações; 3

4 Projeto da Sala de Equipamentos A sala de equipamentos deve ficar em um local que permita expansões futuras; portanto, não recomenda-se a sua construção a locais próximos a elevadores e divisórias; A sala de equipamentos deve ficar longe de fontes de interferência eletromagnética (transmissores de rádio, transformadores, motores, etc); Utilizar tomadas com circuitos elétricos dedicados; 4

5 A Norma EIA/TIA 569 A Recomendações do Projeto da Sala de Equipamentos Tamanho mínimo de 14m2; Sistemas de ar-condicionado disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Caso isso não seja possível, equipamentos alternativos devem ser adotados; Temperatura de 18 graus Celsius e umidade relativa do ar entre 30% a 55%; O piso deve ser composto por painéis modulares suportados por pedestais ( piso falso ); 5

6 A Norma EIA/TIA 569 A Dimensão da sala de equipamentos Quantidade de Estações Área da Sala de Equipamentos (m 2 ) Até m 2 De 101 a m 2 De 401 a m 2 De 801 a m 2 6

7 A Norma EIA/TIA 569 A Sala de Telecomunicações As salas de telecomunicações são o ponto de transição entre o cabeamento vertical e o horizontal; Devem estar próximas ao centro da área que será atendida; Tomadas de força com circuitos elétricos dedicados devem estar disponíveis; Deve existir uma parede coberta de madeira para permitir o hardware de conexão (no caso de usar-se blocos 110XC); O espaço não deve ser utilizada para outra finalidade! 7

8 A norma EIA/TIA 569A Rack, Bracket ou Armário? 8

9 A Norma EIA/TIA 569 A Sala de Telecomunicações Rack, Bracket e Armário: Qual escolher? Se a área servida for menor que 100 metros quadrados: Bracket e racks de parede; Se a área servida for entre 101 e 500 metros quadrados: Gabinetes tipo armário; Acima de 1000 metros quadrados: Gabinetes tipo armário adicionais; 9

10 Instalação de racks, brackets e armários: 10

11 Existem basicamente três tipos: fechados, abertos e brackets O primeiro tipo, fechado, também conhecido como gabinete, é utilizado geralmente em locais de acesso controlado (secretarias, laboratórios, salas de computação etc..) ou em áreas públicas internas às edificações e são instalados em corredores, escadas, halls, etc.. Suas dimensões variam de 12 a 44 UA. Características principais: estrutura em aço composta por quatro colunas e quadros superior e inferior; tampo superior e fechamentos laterais com ventilação, removíveis; 11

12 Gabinete Fechado (continuação) Características pés niveladores, porta frontal em acrílico transparente com chave; segundo plano de fixação, régua de tomadas elétricas, unidade de ventilação e trilhos de sustentação; 12

13 Gabinete aberto (rack) O segundo tipo, aberto, ou também conhecido como rack deve ser utilizado exclusivamente em salas de acesso restrito (p.ex. antigas salas de PABX), Salas de Equipamentos e Armários de Telecomunicações. Suas características tornam a montagem bastante simplificada e possibilitam uma excelente troca térmica com o ambiente, não necessitando de unidade auxiliar de ventilação. Suas dimensões variam de 10 a 44 UA. Recomenda-se não instalar racks com dimensões inferiores a 36 UA. 13

14 Gabinete Aberto (rack - continuação) Esses dois primeiros tipos são instalados diretamente no piso, de acordo com a suas dimensões (ou capacidade de pontos ), mas existe opção de instalação em parede. Nesse caso, deve-se prever uma estrutura adequada, que facilite a montagem dos painéis e equipamentos (planos basculantes, extensores com dobradiças, suportes, etc...) mantendo uma estabilidade adequada. 14

15 Bracket ou Subrack O terceiro tipo, bracket ou subrack é instalado somente em paredes e deve ser utilizado em áreas de acesso controlado, com pequena densidade de cabos horizontais. Constitui-se de uma chapa de aço em forma de "U" com altura de 3 a 6 UA e largura padrão de 19 ". A profundidade útil deve ser de, no mínimo, 350 mm de forma a aceitar alguns tipos de equipamentos de rede (HUBs, desktop switch, modems ou roteadores de acesso). 15

16 Observações importantes para a instalação dos racks: Dentro da sala, os equipamentos e acessórios de cabeamento devem ser instalados preferencialmente em racks do tipo aberto (open racks). Os racks possuem as medidas dadas em UAs. 1 UA= 43,7 mm 16

17 A Norma EIA/TIA 569 A Tamanho da Sala de Telecomunicações Área Servida X Tamanho Mínimo da Sala Área Servida Tamanho mínimo (m 2 ) Até x 2,2 m 2 Entre 501 até x 2,8 m 2 Acima de x 3,4 m 2 17

18 A Norma EIA/TIA 569 A Recomendações do Projeto do Cabeamento Vertical Todos os dutos devem ter proteção anti-chama; Os dutos não podem ser instalados em poços de elevadores; 18

19 A Norma EIA/TIA 569 A Recomendações do Projeto do Cabeamento Horizontal Existe uma variedade muito grande para a construção desta infra-estrutura, como por exemplo canaletas suspensas, canaletas aparentes, eletrocalhas, etc; A infra-estrutura deve ser projetada para utilizar dutos para suportar todos os tipos de cabos de tel. (telefone, dados, vídeo, etc); Presumir que cada área de trabalho pode ser servida por até 3 cabos e que cada área de trabalho ocupa 10 metros quadrados de espaço útil; Os dutos pode transportar dados e eletricidade, porém deve haver uma separação física entre eles; 19

20 A Norma EIA/TIA 569 A Recomendações do Projeto do Cabeamento Horizontal Deve haver uma distância mínima entre os cabos de rede energia elétrica: 1,20 metros de motores ou transformadores; 30 centímetros de conduítes e cabos para distribuição de energia elétrica; 12 centímetros de lâmpadas fluorescentes; Se o cruzamento dos cabos de rede e energia for inevitável, fazer o cruzamento de forma perpendicular Em casos mais complexos, recomenda-se instalar os cabos o mais distante possível da fonte de interferência; Ao escolher divisórias ou baias, pensar no fato delas suportarem cabeamento estruturado; O mínimo de uma tomada por área de serviço deve estar disponível; 20

21 A Norma EIA/TIA 569 A Referências Bibliográficas PINHEIRO, José Maurício dos S. Guia Completo do Cabeamento de Redes Campus, COELHO, Paulo Eustáquio. Projeto de Redes Locais com Cabeamento Estruturado Instituto Online, Catálogo Pial Legrand Sistema X 21

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Padrões ANSI/TIA/EIA-568 - Cabeamento Estruturado (CE) ANSI/TIA/EIA-569 - Caminhos e espaços para CE ANSI/TIA/EIA-606 - Administração de CE ANSI/TIA/EIA-607 - Aterramento de CE ISO/IEC

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Introdução ao Cabeamento Estruturado Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Novembro de 2012 1 / 20 Redes não Estruturadas Estatisticamente, cerca de 70%

Leia mais

Redes. Cabeamento Estruturado

Redes. Cabeamento Estruturado Redes Cabeamento Estruturado Redes de Computadores Uso Doméstico Comércio Eletrônico Entretenimento Comunicação entre pessoas (bate-papo, comunicação instântanea, etc) Acesso a informações remotas Redes

Leia mais

Guia de estudos 01. Aluno: Data: Curso: Engenharia Elétrica

Guia de estudos 01. Aluno: Data: Curso: Engenharia Elétrica Guia de estudos 01 Aluno: Data: Curso: Engenharia Elétrica Periodo: Introdução à Redes Objetivo: Visão geral de uma rede Ethernet 1. Do que constitui Enlace permanente e Canal? Enlace Permanente O enlace

Leia mais

Simbologia de Projetos de redes. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Simbologia de Projetos de redes. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Simbologia de Projetos de redes Prof. Marciano dos Santos Dionizio Redes de Computadores Uso Doméstico Comércio Eletrônico Entretenimento Comunicação entre pessoas (bate-papo, comunicação instântanea,

Leia mais

Norma ANSI/TIA/EIA-569-A: Especificações de Infra-Estrutura de Cabeamento Estruturado

Norma ANSI/TIA/EIA-569-A: Especificações de Infra-Estrutura de Cabeamento Estruturado Norma ANSI/TIA/EIA-569-A: Especificações de Infra-Estrutura de Cabeamento Estruturado A prioridade desta norma é prover as especificações do projeto e direção para todas as instalações do prédio relacionadas

Leia mais

RACK DE PAREDE 19 PADRÃO

RACK DE PAREDE 19 PADRÃO RACK DE PAREDE 19 PADRÃO Especificações: O Gabinete para acondicionamento de equipamentos e acessórios padrão 19, garante proteção e segurança aos equipamentos e a rede em si, por ser totalmente fechado

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 8 Projeto em cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 8 Projeto em cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 8 Projeto em cabeamento Projetos de cabeamento O serviço de execução do cabeamento em uma rede não consiste apenas no lançamento dos cabos. Quando um cliente solicita uma

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom ACESSÓRIOS EF Porta de aço standard / bipartida adicional avulsa Bipartida adicional avulsa SS 3160 SS 3180 SS 3860 SS 3880 SS 3060 SS 3080 SS 3260 SS 3280 SS 3160 A

Leia mais

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação Apresentação A Linha de Quadros Belbox possui ampla aplicação em projetos para os segmentos industrial, comercial e predial. Sua versatilidade possibilita a utilização como quadros para distribuição, comandos

Leia mais

Sistema de Telecomunicações

Sistema de Telecomunicações TOTAL DISTRIBUIÇÃO AUTOMÁTICA DE CÓPIAS Sistema de Telecomunicações Especificação Técnica para Bastidor 42U / 19 (com planos fixos) DIST. QTDE/TIP ÓRGÃO d c b a GEDOC Rev. Data Feito Visto Aprov Data Descrição

Leia mais

PROJETO DE INFRAESTRUTURA DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES IRT Curso Técnico em Telecomunicações 4ª Fase Professor: Cleber Jorge Amaral

PROJETO DE INFRAESTRUTURA DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES IRT Curso Técnico em Telecomunicações 4ª Fase Professor: Cleber Jorge Amaral PROJETO DE INFRAESTRUTURA DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES IRT11104 Curso Técnico em Telecomunicações 4ª Fase Professor: Cleber Jorge Amaral 2016-1 Visão geral do cabeamento estruturado Distribuidor de campus

Leia mais

Aula 4b Elementos da Infraestrutura

Aula 4b Elementos da Infraestrutura Aula 4b Elementos da Infraestrutura Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Elementos de Infra-estrutura São utilizados em projetos de sistemas de cabeamento para estabelecer o tráfego de voz, dados e imagens,

Leia mais

Sistema de Telecomunicações

Sistema de Telecomunicações Página 1/6 TOTAL DISTRIBUIÇÃO AUTOMÁTICA DE CÓPIAS Sistema de Telecomunicações Especificação Técnica para Bastidor 42U / 19 (com plano basculante) DIST. QTDE/TIP ÓRGÃO d c b a GEDOC Rev. Data Feito Visto

Leia mais

Sumário. Curta nossa página no facebook/w3-industria-metalurgica. Apresentação. Porta Pallet e Acessórios. Porta Pallet. Drive in / Drive Though

Sumário. Curta nossa página no facebook/w3-industria-metalurgica. Apresentação. Porta Pallet e Acessórios. Porta Pallet. Drive in / Drive Though Sumário Apresentação Porta Pallet e Acessórios Porta Pallet Drive in / Drive Though Mezaninos Estantes Divisórias Industriais Cantilever Porta Bobina Flow Rack Esteiras 3 4 5 6 7 8 9 10 10 11 11 Curta

Leia mais

Subsistemas e recomendações de projeto segundo NBR Segundo a ABNT os subsistemas do cabeamento, se subdividem conforme o desenho abaixo:

Subsistemas e recomendações de projeto segundo NBR Segundo a ABNT os subsistemas do cabeamento, se subdividem conforme o desenho abaixo: Subsistemas e recomendações de projeto segundo NBR 14565 Segundo a ABNT os subsistemas do cabeamento, se subdividem conforme o desenho abaixo: Projeto de rede secundária O desenvolvimento do projeto consiste

Leia mais

Conduzir eletricidade. Transmitir dados. Controlar energia.

Conduzir eletricidade. Transmitir dados. Controlar energia. Conduzir eletricidade. Transmitir dados. Controlar energia. Proteção Passiva contra Incêndios Conheça a gama de produtos OBO Bandejamento para Cabos Proteção Passiva contra Incêndios Canaletas para Cabeamento

Leia mais

CANALETAS SISTEMA DLP

CANALETAS SISTEMA DLP Sistema DLP canaleta rodapé 80 x 20!!"#$$ %&'(&#)* *+,-*'.)&)* /$0"#!! 23&4.&3(3BC /$0"#51 6&.+& /$0"#55 6&.+&!!/#/0 DB8& /$0"#!1 23&4& 6&

Leia mais

Linha de Quadros BELBOX. um novo conceito no segmento de instalações elétricas

Linha de Quadros BELBOX. um novo conceito no segmento de instalações elétricas um novo conceito no segmento de instalações elétricas Apresentação A Linha de Quadros Belbox possui ampla aplicação em projetos para os segmentos industrial, comercial e predial. Sua versatilidade possibilita

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - CAMPUS DE OEIRAS

MEMORIAL DESCRITIVO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - CAMPUS DE OEIRAS Projeto de Telefonia e Lógica por Cabeamento estruturado MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE TELEFONIA E LÓGICA POR CABEAMENTO ESTRUTURADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - CAMPUS DE OEIRAS FAZENDA TALHADA,

Leia mais

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO. Topologias Lógicas x Topologias Físicas 01/09/2016

Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO. Topologias Lógicas x Topologias Físicas 01/09/2016 Sistemas de Cabeamento SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO Uma rede de computadores é um conjunto de recursos inter-relacionados e interligados com o objetivo de formar um sistema em comum. PROF. FABRICIO

Leia mais

Realizando Grandes Projetos

Realizando Grandes Projetos Produtos e Soluções Linha Eletrônica Linha Elétrica Mobiliário Técnico Soluções Customizadas Acessórios Realizando Grandes Projetos www.gkc.com.br Linha Eletrônica Realizando Grandes Projetos RP2 K11 Segurança

Leia mais

ANEXO VII. Registro de Preços Ponto de Rede. Planilhas de Serviços de Pontos de Rede Itens 01. 7) Anexo VII ao Orientador nº 362/2012. Fls.

ANEXO VII. Registro de Preços Ponto de Rede. Planilhas de Serviços de Pontos de Rede Itens 01. 7) Anexo VII ao Orientador nº 362/2012. Fls. PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CASA CIVIL EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMATICA S.A - IPLANRIO Processo 7) Anexo VII ao Orientador nº 362/2012 ANEXO VII Registro de Preços Rede Planilhas de Serviços

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO LEGRAND

CABEAMENTO ESTRUTURADO LEGRAND CABEAMENTO ESTRUTURADO LEGRAND PERFORMANCE PARA TODOS OS AMBIENTES ESPECIALISTA MUNDIAL EM SISTEMAS ELÉTRICOS E DIGITAIS PARA INFRAESTRUTURAS PREDIAIS LCS² A solução completa para o seu projeto Sistema

Leia mais

Legrand Cabling Systems

Legrand Cabling Systems Legrand Cabling Systems Módulo IV TIA 568.C - Parâmetros para projeto Conceitos de projeto para sistemas de cabeamento estruturado 03/2016 CENTRO DE SUPORTE TÉCNICO / FORMAÇÃO Paulo Morais (31) 9 9922-4489

Leia mais

Prof. Filipe Ornelas

Prof. Filipe Ornelas Prof. Filipe Ornelas ICCRLRI Hardware de Redes 0 Aparelhos e instrumentos utilizados nas instalações. 0 Bastidores; 0 Racks; 0 Patch Panel; 0 UPS / Non Breack; 3 0 Bastidores. 0 Os distribuidores são,

Leia mais

Rack Aberto. Enterprise. Rack Fechado Servidor

Rack Aberto. Enterprise. Rack Fechado Servidor RACKS DTN Rack Aberto ITMAX Rack Aberto Enterprise Acessórios para racks Rack Fechado Servidor Rack Fechado Enterprise RACK PAREDE Vantagens: - Porta frontal com vidro temperado 5mm; - Indicação dos U

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: )

Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: ) Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: 120060) CNPJ: 90.051.160/0001-52 - BORTOLINI INDUSTRIA DE MOVEIS LTDA Item: 31 - GRUPO 4 Descrição Complementar: Mesa

Leia mais

produtos com características modernas para o seu projeto. Seu portfólio conta com uma linha

produtos com características modernas para o seu projeto. Seu portfólio conta com uma linha Aliado a um design inovador e um acabamento diferenciado, a IP METAL apresenta ao mercado produtos com características modernas para o seu projeto. Seu portfólio conta com uma linha completa de Racks de

Leia mais

Rack piso standard. Rack piso Server

Rack piso standard. Rack piso Server Rack piso standard Desenvolvido para atender diversos tamanhos e tipos de redes Monobloco: Estrutura em chapa de aço 1,2 mm Porta frontal em chapa de aço 1,2 mm, visor em acrílico fume e fechadura cilíndrica

Leia mais

Linha Met Linha Me alúr t gic alúr a gic

Linha Met Linha Me alúr t gic alúr a gic Linha Metalúrgica Estes gabinetes são utilizados em ambientes internos e servem para acomodar equipamentos óptico-eletrônicos que necessitam de proteção. São totalmente fechados com chaves, sendo a porta

Leia mais

PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES

PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES Instituto Superior Politécnico de Ciências e Tecnologia PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES Prof Pedro Vunge Aula Adaptada do Manual da Escola Superior Aberta do Brasil 2007 II Semestre de 2017 SUMÁRIO 7.

Leia mais

Inovação, tecnologia e confiança. Estruturada sobre estes três pilares, a Immense oferece desde 1999 soluções para os mais exigentes projetos de

Inovação, tecnologia e confiança. Estruturada sobre estes três pilares, a Immense oferece desde 1999 soluções para os mais exigentes projetos de Inovação, tecnologia e confiança. Estruturada sobre estes três pilares, a Immense oferece desde 1999 soluções para os mais exigentes projetos de escritórios corporativos. São mobiliários projetados para

Leia mais

Armários de pavimento 19

Armários de pavimento 19 Apresentação A gama de armários de pavimento Olirack foi projectada para a instalação de equipamentos de telecomunicações, informáticos e soluções datacenter. Robusto, seguro e com um design atractivo,

Leia mais

Estantes para paletização sobre bases móveis

Estantes para paletização sobre bases móveis Estantes para paletização sobre bases móveis ESTANTES PARA PALETIZAÇÃO SOBRE BASES MÓVEIS BASES MÓVEIS Permite um aumento da capacidade do armazém, sem perder o acesso directo a cada palete PALETIZAÇÃO

Leia mais

Acessórios para painéis

Acessórios para painéis Tampa inferior Instruções de montagem (pág. 143) Dimensões (pág. 137) Emb. Acessórios para painéis modulares desmontáveis e kit painel Cemar Tampa inferior Para painéis com as seguintes dimensões (Largura

Leia mais

GE Industrial Solutions. Fix-o-Rail. Quadros de embutir e sobrepor. GE imagination at work

GE Industrial Solutions. Fix-o-Rail. Quadros de embutir e sobrepor. GE imagination at work GE Industrial Solutions Fix-o-Rail Quadros de embutir e sobrepor GE imagination at work Fix-o-Rail Quadros de distribuição de baixa tensão em conformidade com a Norma NBR IEC 60439-3. Fix-o-Rail são quadros

Leia mais

Armários de Rede Estruturada Rack 19

Armários de Rede Estruturada Rack 19 Armários de Rede Estruturada Rack 19 Componentes: Montados Desmontados Flat Pack Armários Parede Armários Pavimento Rack aberta Ventilação Prateleiras Réguas energia Acessórios www.teleflex.pt Página 83

Leia mais

B C A CH1 CH2 CH3 SC1 SC3 SC5 D E E SD1 LZ B A C

B C A CH1 CH2 CH3 SC1 SC3 SC5 D E E SD1 LZ B A C LZ6 LZ9 LZ10 LZ7 LZ8 AS5 AS6 AS3 AS4 AS1 AS2 SC1 SC3 SC5 SC2 SC4 C C E D A A B B E D LZ5 LZ2 LZ3 LZ4 LZ1 SD8 SD9 SD10 SD7 SD2 SD5 SD6 SD3 SD4 SD1 E3 E4 E1 E2 E6 E5 E7 CH1 CH2 CH3 Disal (cor base: Noce)

Leia mais

Dell Storage Center. Guia de Introdução. Gabinete de expansão SCv300 e SCv320. Modelo normativo: E03J/E04J Tipo normativo: E03J001/E04J001

Dell Storage Center. Guia de Introdução. Gabinete de expansão SCv300 e SCv320. Modelo normativo: E03J/E04J Tipo normativo: E03J001/E04J001 Dell Storage Center Gabinete de expansão SCv300 e SCv320 Guia de Introdução Modelo normativo: E03J/E04J Tipo normativo: E03J001/E04J001 Notas, Avisos e Advertências NOTA: Uma NOTA indica informações importantes

Leia mais

Mecanismos mais versáteis

Mecanismos mais versáteis SISTEMA X E DLP MOLDURA Mecanismos mais versáteis >>> Os mecanismos do Sistema X também fazem sinergia com a linha DLP moldura. Veja abaixo todas as opções de combinação. COM CANALETAS SISTEMA X > CANALETAS

Leia mais

PROJETO ACÚSTICO E MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO ACÚSTICO E MEMORIAL DESCRITIVO 1 PROJETO ACÚSTICO E MEMORIAL DESCRITIVO Cliente: Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre HPS. Obra: Projeto acústico para a cobertura do HPS (Prédio Novo). Local: Porto Alegre, RS. - Setembro / 2005

Leia mais

Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Starfix. características técnicas. Dimensões (mm)

Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Starfix. características técnicas. Dimensões (mm) Painéis Modulares Desmontáveis - Pro Painéis Modulares Desmontáveis - Pro Dimensões (mm) Possui ampla gama de acessórios e excelente grau de proteção, IP54 e IK 10. O painel é composto de estrutura, porta,

Leia mais

Sistema de Telecomunicações

Sistema de Telecomunicações Página 1/5 TOTAL DISTRIBUIÇÃO AUTOMÁTICA DE CÓPIAS Sistema de Telecomunicações Especificação Técnica para Bastidor 44U / 19 - Aberto DIST. QTDE/TIP ÓRGÃO d c b a GEDOC Rev. Data Feito Visto Aprov Data

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA

CONSIDERAÇÕES SOBRE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA CONSIDERAÇÕES SOBRE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA. - 1 Todo o aterramento/conexão à terra e vinculação de terras (bonding) deverá atender aos códigos e regulamentos aplicáveis. Proteção de Circuito - 2

Leia mais

Organize o seu quadro

Organize o seu quadro LINA 25 >>> Lina 25 canaletas Organize o seu quadro 362 12 Canaletas lina 25 deixa o quadro bem organizado e com circuitos identificados. 362 11 362 08 362 06 Canaletas Lina 25 362 00 Conforme normas NF

Leia mais

CATÁLOGO

CATÁLOGO CATÁLOGO WWW.IPMETAL.COM 1 Composta por uma equipe de profissionais capacitados e estrutura fabril de última geração, a IP METAL chega ao mercado preparada para superar as suas expectativas. Aliado a um

Leia mais

pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750,00 pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750, cxa Cabo UTP Cat. 6 R$ 716, ,25

pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750,00 pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750, cxa Cabo UTP Cat. 6 R$ 716, ,25 São Paulo, 17 de fevereiro de 2009 1 Relação de materiais Os materiais que serão fornecidos pelo CCE sem custo a Unidade, estão assinalados com o seguinte caracter & os demais materiais e equipamentos

Leia mais

Harmonia e robustez em qualquer ambiente. com quadros modulares. Pragma

Harmonia e robustez em qualquer ambiente. com quadros modulares. Pragma Harmonia e robustez em qualquer ambiente com quadros modulares Pragma Personalizável? Muito, muito personalizável Pragma, o quadro que se integra a qualquer ambiente Pragma, a nova oferta de quadros modulares

Leia mais

Soluções para os seus projetos de infraestrutura em telecomunicações

Soluções para os seus projetos de infraestrutura em telecomunicações SE1988-D ARMÁRIO OUTDOOR 19 6U 600X400X600 (LXPXA) - POSTE Armário para fixação em poste para abrigar equipamento eletrônicos. Foi desenvolvido conforme a norma EIA-310-D. USO Abrigar equipamentos de transmissão

Leia mais

SOLUÇÕES VDI SOHO QUADROS VDI PARA RESIDÊNCIAS OU ESCRITÓRIOS

SOLUÇÕES VDI SOHO QUADROS VDI PARA RESIDÊNCIAS OU ESCRITÓRIOS SOLUÇÕES VDI SOHO QUADROS VDI PARA RESIDÊNCIAS OU ESCRITÓRIOS Quadros VDI para residências ou escritórios O desenvolvimento e a evolução para sistemas de voz, dados e imagens são acompanhados continuamente

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

Cabeamento Estruturado CAB Curso Técnico Integrado de Telecomunicações 7ª Fase Professor: Cleber Jorge Amaral

Cabeamento Estruturado CAB Curso Técnico Integrado de Telecomunicações 7ª Fase Professor: Cleber Jorge Amaral Cabeamento Estruturado CAB6080721 Curso Técnico Integrado de Telecomunicações 7ª Fase Professor: Cleber Jorge Amaral 2016-1 Revisão: Lista de exercícios 1 Explique o que é banda passante? Que unidades

Leia mais

UNIDADE MÓVEL SOBRE A PLATAFORMA DE UM ÔNIBUS BIARTICULADO. Módulo 2

UNIDADE MÓVEL SOBRE A PLATAFORMA DE UM ÔNIBUS BIARTICULADO. Módulo 2 UNIDADE MÓVEL SOBRE A PLATAFORMA DE UM ÔNIBUS BIARTICULADO Módulo 3 Módulo FRENTE MEDIDAS: Comprimento Total 2,0 m Comprimento módulo, m Comprimento módulo 2,00 m Comprimento módulo 3,0 m Largura 2,3 m

Leia mais

holec Chaves Comutadoras a l t a s e g u r a n ç a n a b a i x a t e n s ã o

holec Chaves Comutadoras a l t a s e g u r a n ç a n a b a i x a t e n s ã o s s a l t a s e g u r a n ç a n a b a i x a t e n s ã o 1 BB 32 BB 32-1250/4 Tripolar /3 BB 32-250/3 BB 32-400/3 BB 32-630/3 BB 32-1000/3 BB 32-1250/3 0/3 Tetrapolar /4 BB 32-250/4 BB 32-400/4 BB 32-630/4

Leia mais

F I B R A S Ó P T I C A S E A C E S S Ó R I O S. Catálogo de Produtos. Linha Metalúrgica

F I B R A S Ó P T I C A S E A C E S S Ó R I O S. Catálogo de Produtos. Linha Metalúrgica F I B R A S Ó P T I C A S E A C E S S Ó R I O S Catálogo de Produtos Linha Metalúrgica RACK PISO 19 Os Racks de piso são ideais para utilização em qualquer ambiente, para guardar equipamentos e acessórios

Leia mais

Sistema de Alimentação para lâmpadas UV.

Sistema de Alimentação para lâmpadas UV. Página 1 de 6 Sistema de Alimentação para lâmpadas UV. Linha: UV-CON Manual de instalação Versão 6 Página 2 de 6 Características gerais O sistema Rasatronic da série UV-CON é um sistema eletromagnético

Leia mais

TASCO. 28º Edição. anos Desde Catálogo Geral Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas.

TASCO. 28º Edição. anos Desde Catálogo Geral Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas. Catálogo Geral - 2011 TASCO Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas 28º Edição TASCO LTDA 30 anos Desde 1980 Referência de Mercado www.tascoltda.com.br Mecânico: Fechos Lingueta Fechos

Leia mais

ARMARIO MURAL DE COMUNICAÇOES. INDICE

ARMARIO MURAL DE COMUNICAÇOES. INDICE GAMA: TIPO: SERIES: ROUNDBOX. ARMARIO MURAL DE COMUNICAÇOES. F400 F550 F600 INDICE 1.- Estrutura. 1.1.- Qualidades e processo de fabrico. 1.2.- Normativa de fabrico. 1.3.- Dimensões e modelos. 2.- Instalação.

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Definição. Definição. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC

Cabeamento Estruturado. Definição. Definição. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC Cabeamento Estruturado Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC Definição Entende-se por rede interna estruturada aquela que é projetada de modo a prover uma infra-estrutura

Leia mais

arente Linha Aparente p a A h Lin

arente Linha Aparente p a A h Lin Linha Aparente Linha Aparente Linha Aparente Canaleta metálica... 03 Tampa de encaixe... 03 Tampa de pressão... 14 Canaleta meia-lua... 21 Poste condutor... 22 Tampa de encaixe A Linha Aparente da Valemam

Leia mais

Cotovelo externo posto postos postos posto para tampa 40mm

Cotovelo externo posto postos postos posto para tampa 40mm 106 01 Cotovelo interno 106 21 107 67 107 31 Placa para Pialplus 2 postos 109 25 Suporte para dispositivo DIN 2 módulos Emb. Ref. 10 104 11 80 x 35 mm Se fixa sobre a canaleta e também sobre os cotovelos

Leia mais

CANALETA EM ALUMÍNIO APARENTE LINHA PREMIUM

CANALETA EM ALUMÍNIO APARENTE LINHA PREMIUM CANALETA EM ALUMÍNIO APARENTE LINHA PREMIUM CANALETA 155/2 (150 X 50 mm) - 2 seções 0% BRASILEIRA Características das canaletas de alumínio Blindagem eletromagnética devido à liga 6060 - T5, eliminando

Leia mais

PAREDE DIVISÓRIA ARTICULADA - LINHA PREMIUM

PAREDE DIVISÓRIA ARTICULADA - LINHA PREMIUM PAREDE DIVISÓRIA ARTICULADA - LINHA PREMIUM Características: Modelo indicado para ambientes que necessitam apresentação estética e alto isolamento acústico. Alguns ambientes que poderão ser instaladas

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Unidade IV - Práticas

Leia mais

ARMARIOS MURAIS 19 OLIVETEL SA

ARMARIOS MURAIS 19 OLIVETEL SA ARMARIOS MURAIS 19 ÍNDICE Conteúdo Informação geral, normas e conformidade CE 1 Modelos e dimensões 2 Flexibilidade, produtividade, qualidade e segurança 3 Escalabilidade e Acessórios 4 Contactos e Informação

Leia mais

Produtos para potência elétrica, comando, automação e encaminhamento de cabos.

Produtos para potência elétrica, comando, automação e encaminhamento de cabos. Produtos e sistemas [ INDUSTRIAL ] Produtos para potência elétrica, comando, automação e encaminhamento de cabos. Produtos para infra-estrutura elétrica e automação, de utilização nos disversos ambientes

Leia mais

Anexo Procedimento de Instalação de Alojamento

Anexo Procedimento de Instalação de Alojamento Anexo 1.4-8 - Procedimento de Instalação de Alojamento Revisão 00 Data 02/02/2015 1 de 15 Elaborado por: Verificado por: Aprovado por: Eng. Segurança do Trabalho Gestão de QSMS Direção Indústria e Energia

Leia mais

MANUAL PARA INSTALAÇÃO

MANUAL PARA INSTALAÇÃO DG-1000 MANUAL PARA INSTALAÇÃO EPM TECNOLOGIA E EQUIPAMENTOS LTDA. Avenida Comendador Gumercindo Barranqueiros, 285 Jardim Samambaia Jundiaí - SP Tel. - (0xx11) 4582-5533 www.epmtec.com.br MANUAL DE INSTALAÇÃO

Leia mais

Portaria nº 284/ Aprova catálogo de móveis do TCDF.

Portaria nº 284/ Aprova catálogo de móveis do TCDF. Portaria nº 284/1998 - Aprova catálogo de móveis do TCDF. Página 1 de 1 27/08/04 TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 284, DE 17 DE NOVEMBRO DE 1998. Dispõe sobre o catálogo de móveis do

Leia mais

OLAVIO DRESCH. Porto Alegre, 21 de dezembro de À UNIPAMPA Campus Bagé Rua Melanie Granier, 48 Centro Bagé/RS

OLAVIO DRESCH. Porto Alegre, 21 de dezembro de À UNIPAMPA Campus Bagé Rua Melanie Granier, 48 Centro Bagé/RS Porto Alegre, 21 de dezembro de 2010. À UNIPAMPA Campus Bagé Rua Melanie Granier, 48 Centro Bagé/RS Fax: (53) 3242-9284 E-mail: pregao@unipampa.edu.br Pregão Eletrônico nº 104/2010 Abertura: 21.12.2010

Leia mais

ACM-RK, MKB-RK, MMB-RK, MOM-RK, MPS- RK, TSP-RK, VSM-RK, CABLES-RK, MKB-3

ACM-RK, MKB-RK, MMB-RK, MOM-RK, MPS- RK, TSP-RK, VSM-RK, CABLES-RK, MKB-3 ESPECIFICAÇÕES DE ENGENHARIA E ARQUITETURA Fire Safety Racks de Montagem 19" para Equipamento de Alarme de Incêndio MXL/MXLV Modelos: MXL-RK1, ACM-RK, MKB-RK, MMB-RK, MOM-RK, MPS- RK, TSP-RK, VSM-RK, CABLES-RK,

Leia mais

CAF. Caixas CAF. Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio.

CAF. Caixas CAF. Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio. CAF Caixas CAF Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio. REVISÃO 04 29/10/2014 PAINÉIS METÁLICOS SÉRIE CAF Painel monobloco com placa de montagem removível para montagem

Leia mais

Mesas retas Com calha p/ passar fio Com calha p/ passar fio Tampo em MDP de 18 mm de espessura Com pés niveladores Painel em MDP de 15 mm de espessura

Mesas retas Com calha p/ passar fio Com calha p/ passar fio Tampo em MDP de 18 mm de espessura Com pés niveladores Painel em MDP de 15 mm de espessura Mesas retas Com calha p/ passar fio Com calha p/ passar fio Tampo em MDP de 18 mm de espessura Com pés niveladores Painel em MDP de 15 mm de espessura Modelo MMW 501 MMW 502 MMW 503 MMW 504 MMW 505 Mesa

Leia mais

Dutos. 14 mm PLASTCS Emenda 90º PLASTCS-30 RETA Emenda Reta

Dutos. 14 mm PLASTCS Emenda 90º PLASTCS-30 RETA Emenda Reta Dutos Os Dutos Dutoplast têm uma infinidade de utilizações. Produzidos em PVC nas cores cinza, creme, azul, azul petróleo e preta, as barras têm medidas de 2 ou 4 metros, e têm comprovada utilização em

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO Arquitetura - Padrão Ethernet IEEE 802.3

CABEAMENTO ESTRUTURADO Arquitetura - Padrão Ethernet IEEE 802.3 Arquitetura - Padrão Ethernet IEEE 802.3 IFES Campus Serra Prof. Claudio Junca claudiocjunca@gmail.com Padrão Ethernet - Evolução O padrão ETHERNET surgiu com 1972 nos laboratórios da Xerox com Robert

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com Meios de comunicação Protocolos de rede AULA 03 Meios de comunicação COMUTAÇÃO CIRCUITOS Necessário

Leia mais

7F.50.8.xxx F.50.8.xxx F.50.8.xxx.3100

7F.50.8.xxx F.50.8.xxx F.50.8.xxx.3100 SÉRIE SÉRIE Ventilador com filtro adequado para armários e painéis elétricos, versões de 120 V ou 230 V AC Baixo nível de ruído Mínimas dimensões externas ao painel Volume de ar (14 470) m 3 /h (com filtro

Leia mais

Descrição da Vistoria

Descrição da Vistoria Pregão eletrônico: 0/25 segunda-feira, 18 de maio de 25 - Página 1 de 8 Descrição da Vistoria Análise dos protótipos enviados para comprovação de capacidade técnica referente ao pregão 0/25 contemplando

Leia mais

CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS

CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS 1.1- FUNDAÇÕES Blocos em concreto simples 0.45mx0,40mx0,24m 1.4- COBERTURA Em telhas recicladas de tetra pack e alumínio. Uma cobertura ecologicamente

Leia mais

Coluna Articulada. Linha Frog

Coluna Articulada. Linha Frog Linha Frog Frog Apresentação As Colunas articuladas da Linha Frog são utilizadas em ambientes comerciais ou industriais onde a derivação do cabeamento é feita no sentido vertical. Sua instalação é prática

Leia mais

SEITEC Tecnologia em Equipamentos

SEITEC Tecnologia em Equipamentos A SEITEC Tecnologia em Equipamentos é uma empresa constituída por um grupo de profissionais que possui longa experiência em produtos e serviços no mercado de telecomunicações, se destacando nas atividades

Leia mais

ENCAMINHAMENTO E ORGANIZAÇÃO DE CABOS LEGRAND

ENCAMINHAMENTO E ORGANIZAÇÃO DE CABOS LEGRAND ENCAMINHAMENTO E ORGANIZAÇÃO DE CABOS LEGRAND SOLUÇÕES OPEN SPACE ESPECIALISTA MUNDIAL EM SISTEMAS ELÉTRICOS E DIGITAIS PARA INFRAESTRUTURAS PREDIAIS SOLUÇÕES PARA ESTAÇÃO DE TRABALHO As soluções Legrand

Leia mais

SISTEMAS VERT ICAIS. 25_Cremalheiras 49_Double Slot 65_Cable

SISTEMAS VERT ICAIS. 25_Cremalheiras 49_Double Slot 65_Cable SISTEMAS VERT ICAIS Os Sistemas Verticais da INSTANT SHOP criam uma clara divisão visual com linhas verticais. Os suportes podem ser movidos livremente oferecendo uma utilização extremamente econômica

Leia mais

CST Redes de Computadores. Comunicação de Dados 2. Aula 13 Planejamento de Redes. Prof. Jéferson Mendonça de Limas

CST Redes de Computadores. Comunicação de Dados 2. Aula 13 Planejamento de Redes. Prof. Jéferson Mendonça de Limas CST Redes de Computadores Comunicação de Dados 2 Aula 13 Planejamento de Redes Prof. Jéferson Mendonça de Limas LANs Realizando a Conexão Física Planejamento e Cabeamento de uma Rede LANs Realizando a

Leia mais

Normas para cabeamento estruturado

Normas para cabeamento estruturado Normas para cabeamento estruturado Recomendações normativas para cabeamento estruturado em edifícios comerciais e em data centers. Frequentemente observamos projetos de cabeamento estruturado sendo feitos

Leia mais

Caixas de encastrar

Caixas de encastrar Caixas de pavimento caixas de pavimento, caixas de encastrar, calhas de pavimento e acessórios Caixas de pavimento Caixas de encastrar metálicas plásticas cessórios de fixação Calhas metálicas Calhas em

Leia mais

S i s te m a M o d u l a r M a i s

S i s te m a M o d u l a r M a i s Sistema Modular Mais MAIS é um Sistema para Sinalização desenvolvido para utilização em corporações com alta mobilidade. Sistema Modular Mais O conjunto, formado por réguas-frontais móveis e trilhos fixos,

Leia mais

Objetivos. Arquiteturas modulares

Objetivos. Arquiteturas modulares As redes de computadores atuais caracterizam-se tanto pela especificidade e variedade das alternativas tecnológicas disponíveis quanto pelos sistemas de comunicação e requisitos necessários em termos de

Leia mais

Catálogo de Produtos. Quadros de VDI. Durabilidade, Flexibilidade e Organização.

Catálogo de Produtos. Quadros de VDI. Durabilidade, Flexibilidade e Organização. Catálogo de Produtos Quadros de VDI Durabilidade, Flexibilidade e Organização. Os Quadros de Embutir e Sobrepor para VDI (, e Imagens), FAME possuem acabamento brilhante, permitindo a combinação perfeita

Leia mais

Legrand Cabling Systems

Legrand Cabling Systems Legrand Cabling Systems Módulo VII Outras normas Visão geral sobre outras normas ANSI/EIA/TIA que possuem relação com a ANSI/TIA 568.C 03/2016 CENTRO DE SUPORTE TÉCNICO / FORMAÇÃO Paulo Morais (31) 9 9922-4489

Leia mais

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES Prezado cliente, índice Bem-vindo à GVT. Agora sua empresa conta com soluções inovadoras de voz, dados e Internet com o melhor custo-benefício. Para garantir a qualidade dos serviços e aproveitar todos

Leia mais

3 - Cablagem estruturada

3 - Cablagem estruturada Capítulo 3 3 - Cablagem estruturada 1 Os problemas Porquê organizar as cablagens? É fácil manter a organização da cablagem A identificação de um cabo é imediata (basta pôr-lhe a etiqueta correcta!!!!)

Leia mais

Faculdade INED. Prof. Fabricio Lana. O projeto físico envolve a seleção de:

Faculdade INED. Prof. Fabricio Lana. O projeto físico envolve a seleção de: Projeto Físico F da Rede Faculdade INED Prof. Fabricio Lana 1 O Projeto Físico O projeto físico envolve a seleção de: Cabeamento Protocolos das camadas física e de enlace Dispositivos de interconexão (hubs,

Leia mais

Leitor LE230 Manual Versão 1.3 Revisão 0 Outubro/2014

Leitor LE230 Manual Versão 1.3 Revisão 0 Outubro/2014 Leitor LE230 Manual Versão 1.3 Revisão 0 Outubro/2014 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 3. Especificações Técnicas... 3 4. Características Gerais... 4 5. Visão geral do Equipamento...

Leia mais

Manual técnico Caixas de bornes KL

Manual técnico Caixas de bornes KL Manual técnico Caixas de bornes KL 1 4 6 5 3 7 2 A caixa pequena com aprovações recebidas mundialmente, disponível para pronta entrega em diversos tamanhos padrão. O sistema de acessórios práticos torna

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Forro NexaLux. Revisão: 2

Guia Prático de Instalação Completo Forro NexaLux. Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Completo Forro NexaLux Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Nexacustic Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: Os produtos Nexacustic foram desenvolvidos para aplicação em ambientes

Leia mais

Por José Luís Carneiro

Por José Luís Carneiro Organização, Sistemas e Métodos Arranjo Físico (Layout) Por José Luís Carneiro Arranjo físico (layout) Arranjo Físico (Layout) 1 Introdução O espaço físico organizacional influi no trabalho desenvolvido

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura I - Redes Locais Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Unidade III Impressão, exemplos

Leia mais