O DIÁLOGO ENTRE LITERATURA E FILOSOFIA NA FICÇÃO BRASILEIRA DO SÉCULO XX

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O DIÁLOGO ENTRE LITERATURA E FILOSOFIA NA FICÇÃO BRASILEIRA DO SÉCULO XX"

Transcrição

1 PROJETO DE PESQUISA O DIÁLOGO ENTRE LITERATURA E FILOSOFIA NA FICÇÃO BRASILEIRA DO SÉCULO XX Profª. Ms. Patrícia Chanely da Silva Ricarte Coordenadora Prof. Paulo Alberto da Silva Sales Colaborador Acadêmica: Laila Gonçalves França - Bolsista PBIC/UEG Introdução Este projeto tem por objetivo analisar, teórica e criticamente, a relação entre literatura e pensamento filosófico na ficção brasileira do século XX, especificamente nas obras Grande sertão: veredas (1956), de Guimarães Rosa, A paixão segundo G. H. (1964) e A hora da estrela (1977), de Clarice Lispector, A luz no subsolo (1936) e Dias perdidos (1943), de Lúcio Cardoso e Lavoura Arcaica (1975), de Raduan Nassar. Nesse sentido, o projeto busca compreender o contexto histórico-ideológico no qual se inserem as obras investigadas, de modo a vislumbrar o espírito de época que as envolve bem como averiguar os procedimentos literários e estilísticos através dos quais as obras foram engendradas, visando a entender o modo como tais procedimentos vêm a produzir o sentido filosófico e ideológico do todo estético. Pretende-se, através desta pesquisa, dinamizar o estudo e as discussões acadêmicas em torno da especificidade do discurso literário e de sua relação com o discurso filosófico. Em última instância, espera-se que esse estudo possa contribuir para o trabalho de outros pesquisadores, em diversos níveis, no sentido de oferecer-lhes mais uma alternativa de enfoque do literário e de aprofundamento nas questões de ordem epistemológica. Com vistas a esse intento, serão produzidos artigos científicos a serem publicados em periódicos especializados e apresentados em eventos da área. OBJETIVOS a) compreender o contexto histórico-ideológico no qual se inserem as obras investigadas, de modo a vislumbrar o espírito de época que as envolve; b) averiguar os procedimentos literários e estilísticos através dos quais as obras foram engendradas, visando a entender o modo como tais procedimentos vêm a produzir o sentido filosófico e ideológico do todo estético;

2 c) investigar a dialogação entre o conhecimento literário e o conhecimento filosófico que pode ser depreendida de cada obra analisada; d) reconhecer, nas obras literárias, as imagens das idéias filosóficas; e) conceber a personagem literária como existência significante; f) conceber o autor literário como instância de criação de uma visão filosófica ou ideológica sobre a realidade ético-cognitiva; g) compreender a historicidade e a especificidade da arte literária a partir de uma perspectiva que considere os aspectos internos (formais e conteudísticos) das obras. RESULTADOS Esta pesquisa visa a contribuir para a discussão teórica e crítica em torno da literatura brasileira, especialmente no âmbito universitário. Com vistas a esse intento, serão produzidos artigos científicos a serem publicados em periódicos especializados e apresentados em eventos da área. Pretende-se dinamizar o estudo e as discussões acadêmicas em torno da especificidade do discurso literário e de sua relação com o discurso filosófico. Em última instância, espera-se que esse estudo possa contribuir para o trabalho de outros pesquisadores, em diversos níveis, no sentido de oferecer-lhes mais uma alternativa de enfoque do literário e de aprofundamento nas questões de ordem epistemológica. Metodologia Primeira parte: Foram trabalhados textos que discutiam a relação entre arte/literatura e filosofia Textos: Poesia e pensamento abstrato, de Paul Valéry; Constelações, de Adauto Novaes; Problemas da poética de Dostoiévski, de Bakhtin; Dostoiévski: a ficção como pensamento, de Boris Schnaidermann. Textos: A república, de Platão (Livros III e X); Crítica da faculdade do juízo estética, de Kant; Estética, de Hegel.

3 Leitura complementar: Idea: a evolução do conceito de belo, de Erwin Panofsky; Kant: juízo estético e reflexão, de Ricardo Ribeiro Terra; O que está vivo e o que está morto na estética de Hegel, de Gerd Bornheim; Teoria da arte, de Harold Osborne. Textos: O nascimento da tragédia, de Nietzsche; A origem da obra de arte, de Heidegger. Leitura complementar: A filosofia da arte, de Jean Lacoste. Textos: Teoria estética, de Theodor Adorno; O fim da modernidade, Gianni Vattimo; A obra de arte na era de sua reprodutibilidade de técnica, de Walter Benjamin. A imagem literária da ideia filosófica Apresentação de trabalho: Um grito para o céu: arte e pensamento em Crônica da casa assassinada (dissertação de mestrado) Textos: No tempo do niilismo e outros ensaios, de Benedito Nunes; Estética da criação verbal; Bakhtin e outros textos a serem definidos. A ideia de homem no pensamento filosófico Texto: Paidéia, de Werner Jaeger e outros textos a serem definidos. Textos: O existencialismo é um humanismo, de Sartre; Sobre o humanismo, O que é metafísica? E Sobre a essência do fundamento, Heidegger. Leitura complementar: Ser e tempo, de Heidegger; textos de Benedito Nunes; O existencialismo na ficção brasileira, de José Fernandes. Texto: Fenomenologia da percepção, de Merleau-Ponty. Leitura complementar: texto de Marilena Chauí. Análise de obras literárias Discussão de Lavoura Arcaica Discussão de A luz no subsolo Discussão de Dias perdidos Discussão de A paixão segundo G.H. Discussão de A hora da estrela Discussão de Grande sertão: veredas. Quarta parte: Produção de artigos

4 Setembro Outubro / 2009 Quinta parte: Colóquio Novembro / Discussão O projeto O diálogo entre literatura e filosofia na ficção brasileira do século XX, propõe uma discussão sobre a ideia de homem configurada a partir da literatura existencialista seus principais filósofos são Jean-Paul-Sartre que defende em seu ensaio: O existencialismo é um humanismo que o homem é responsável por todos os homens e pela sua própria existência e Heidegger acredita que é por meio da linguagem que o homem se aperfeiçoa como um ser racional refletindo assim, sobre seus atos e se desenvolvendo como ser humano e Merleau- Ponty em fenomenologia da percepção defende a ideia da intersubjetividade, ou seja, por meio do contato com o outro que o ser conhece a si mesmo. Conclusão O projeto de pesquisa O diálogo entre literatura e filosofia na ficção brasileira do século XX, é um projeto que trabalha com a literatura do início do século XX, tentando observar pontos importantes dessa literatura e da filosofia, sobretudo, a existencialista, a busca do ser pela existência e pela linguagem. Nesse sentido, os acadêmicos desenvolvem pesquisas que comprovam esses aspectos dentro das obras analisadas, tendo em vista que literatura e filosofia possuem leis próprias e modos de fazer diferentes. Referências ADORNO, Theodor W. Teoria estética. Lisboa 70,1970. BAKHTIN, Michail. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Trad. de Aurora Foroni Bernardini et alii. 3 ed. São Paulo : Unesp/Hucitec,1993 CARDOSO, Lúcio. Dias perdidos. 2 ed. Rio de Janeiro : José Olympio, 1970.

5 . A luz no subsolo. 2 ed. Rio de Janeiro : Expressão e Cultura / Instituto Nacional do Livro,1971. FERNANDES, José. O existencialismo na ficção brasileira. Goiânia. Editora: UFG, HEIDEGGER, Martin. Os pensadores. Lisboa: Guimarães Editores, Ser e tempo. Trad. de Márcia de Sá Cavalcante. 2 ed. Petrópolis : Vozes,1990. LISPECTOR, Clarice. A paixão segundo GH. 7 ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, A hora da estrela. 14. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Trad. de Carlos Alberto Ribeiro de Moura. 2 ed. São Paulo : Martins Fontes,1999. NASSAR, Raduan. Lavoura Arcaica. 3 ed. São Paulo : Companhia das Letras,1989. NOVAES, Adauto. Artepensamento. São Paulo: Companhia das Letras, NUNES, Benedito. O dorso do tigre. 2. Ed. São Paulo: Perspectiva, No tempo do Niilismo e outros ensaios. São Paulo: Ática, ROSA, Guimarães: Grande sertão veredas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, SARTRE, Jean - Paul. O existencialismo é um Humanismo. In:. O s pensadores. Trad. Virgílio Ferreira. Lisboa: Editorial Presença, STAIGER, Emil. Conceitos Fundamentais da Poética. Trad. de Celeste Alda Galeão. 3 ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro VALÉRY, Paul. Variedades. Org. João Alexandre Barbosa. São Paulo: Iluminuras, 1999.

6

7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Obras de Heidegger HEIDEGGER, Martin. A essência da linguagem. In: A caminho da linguagem. Trad. Márcia de Sá Cavalcante Schuback. Petrópolis: Vozes, 2003.. A questão da técnica.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS CHF 505 INTRODUÇÃO À FILOSOFIA --

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS CHF 505 INTRODUÇÃO À FILOSOFIA -- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA U.E.F.S DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS CHF 505 INTRODUÇÃO À FILOSOFIA -- CARGA HORÁRIA CRÉDITOS

Leia mais

Unesp PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA - ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ENSINO DE CIÊNCIAS. Plano de Ensino

Unesp PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA - ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ENSINO DE CIÊNCIAS. Plano de Ensino Unesp PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA - ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ENSINO DE CIÊNCIAS Plano de Ensino Designação da Disciplina: Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência Domínio Específico ( X )

Leia mais

PERÍODO 83.1 / 87.2 PROGRAMA EMENTA:

PERÍODO 83.1 / 87.2 PROGRAMA EMENTA: UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PERÍODO 83.1 / 87.2 EMENTA: Os gêneros literários: divisão e evolução. Caracterização segundo critérios intrínsecos e / ou extrínsecos. A teoria clássica e as teorias modernas

Leia mais

UNIDADE ACADÊMICA: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA SUBUNIDADE ACADÊMICA: FACULDADE DE CIÊNCIAS DA LINGUAGEM PROFESSOR(A): AUGUSTO SARMENTO-PANTOJA

UNIDADE ACADÊMICA: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA SUBUNIDADE ACADÊMICA: FACULDADE DE CIÊNCIAS DA LINGUAGEM PROFESSOR(A): AUGUSTO SARMENTO-PANTOJA UNIDADE ACADÊMICA: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA SUBUNIDADE ACADÊMICA: FACULDADE DE CIÊNCIAS DA LINGUAGEM PROFESSOR(A): AUGUSTO SARMENTO-PANTOJA PLANO DE ATIVIDADE ACADÊMICA CÓDIGO DISCIPLINA LTAB004

Leia mais

CURSO DE DIREITO. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/ UEFS PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/ UEFS PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 CH Total: 60 h Pré-requisito: - Período Letivo: 2016.1 Turma: 2º semestre Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES MESTRADO EM LITERATURA E INTERCULTURALIDADE PLANO DE CURSO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES MESTRADO EM LITERATURA E INTERCULTURALIDADE PLANO DE CURSO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB CENTRO DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES MESTRADO EM LITERATURA E INTERCULTURALIDADE Componente Curricular: MITOCRÍTICA E MITANÁLISE Carga Horária: 45 HORAS

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Educação, Filosofia e Teologia PLANO DE ENSINO FILOSOFIA 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Educação, Filosofia e Teologia PLANO DE ENSINO FILOSOFIA 1ª ETAPA Curso / Núcleo Temático: Teologia /Núcleo de Ética e Cidadania (NEC) PLANO DE ENSINO FILOSOFIA 1ª ETAPA Ética e Cidadania I Professor (es): DRT: Etapa: 1ª. 2h/aulas semanais Semestre Letivo: 2º/2014 Estudo

Leia mais

NA PÁGINA 3 DO EDITAL ONDE SE LÊ: DO NÚMERO DE VAGAS

NA PÁGINA 3 DO EDITAL ONDE SE LÊ: DO NÚMERO DE VAGAS Errata 01 que insere vagas no Doutorado para a professora Maria de Fátima do Nascimento e altera as condições das vagas da professora Tânia Maria Pereira Sarmento Pantoja NA PÁGINA 3 DO EDITAL ONDE SE

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 1º Semestre de 2017 Disciplina Obrigatória Destinada: alunos do Curso de Filosofia Código: FLF0113 Sem pré-requisito Prof. Dr. Marco Aurélio Werle Prof. Dr. Moacyr Ayres Novaes Filho

Leia mais

Literatura Brasileira Código HL ª: 10h30-12h30

Literatura Brasileira Código HL ª: 10h30-12h30 Código HL 012 Nome da disciplina VI Turma A 3ª: 07h30-09h30 6ª: 10h30-12h30 Pedro Dolabela Programa resumido Falaremos do romance no Brasil entre 1964 e 1980 sob uma série de perspectivas simultâneas:

Leia mais

PLANO DE CURSO. Tópico 1- A constituição da ciência psicológica e suas bases epistemológicas:

PLANO DE CURSO. Tópico 1- A constituição da ciência psicológica e suas bases epistemológicas: 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: PLANO DE CURSO Curso: Bacharelado em Psicologia Disciplina: Fundamentos Epistemológicos e Históricos da Psicologia Professor: Elisângela Lima Araújo Código: PSI00 Carga Horária:

Leia mais

Filosofia Portuguesa e Universalidade da Filosofia

Filosofia Portuguesa e Universalidade da Filosofia Obras de José Marinho LISBOA 2007 Volume VIII Filosofia Portuguesa e Universalidade da Filosofia e outros textos Edição de Jorge Croce Rivera SUB Hamburg A/472203 IMPRENSA NACIONAL-CASA DA MOEDA Apresentação

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Componente Curricular: Filosofia Código: CTB - 110 CH Total: 60h Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2014. 2 Turma: 1º semestre Professor: Ana Paula dos Santos Lima

Leia mais

Faculdade de Letras. STL Teoria da Literatura I - OB Carga horária: 60 horas - 04 créditos. Atenção I. EMENTA:

Faculdade de Letras. STL Teoria da Literatura I - OB Carga horária: 60 horas - 04 créditos. Atenção I. EMENTA: Faculdade de Letras STL-004 - Teoria da Literatura I - OB Carga horária: 60 horas - 04 créditos I. EMENTA: Atenção Este conteúdo é equivalente para a (s) seguinte (s) disciplina (s): Estrutura da Obra

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - FAFICH DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - COM

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - FAFICH DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - COM Disciplina: Teorias da Comunicação Código: COM663 Turma: Carga horária: 60 horas/aula Créditos: 04 (quatro) Classificação: OB Curso: Comunicação Social Pré-requisito: COM027 Período Letivo: 2017/1 Aulas:

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ADM 112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.1 Professor: Ana Paula dos Santos Lima CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LINHA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LINHA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LINHA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE DISCIPLINA: Análise do Discurso CARGA HORÁRIA: 45 horas PROFESSORA: Dra. Laura Maria Silva Araújo

Leia mais

ESTÉTICA E FILOSOFIA DA ARTE - DOUTORADO

ESTÉTICA E FILOSOFIA DA ARTE - DOUTORADO ESTÉTICA E FILOSOFIA DA ARTE - DOUTORADO Inscrição Título do Projeto RESULTADO A EXPRESSÃO DO INEXPRIMÍVEL NA ARTE: SOBRE O TEOR COGNITIVO DO CONCEITO DE CONTEÚDO DE VERDADE DAS D001 OBRAS DE ARTE E SUA

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO FIL02457 - FILOSOFIA POLÍTICA I (60 h, OBR) O homem e sua ação política. A noção de polis no pensamento grego antigo e seus desdobramentos

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

III. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Aula 1 I) Introdução a. Homero b. Hesíodo c. O Mito e o Lógos. II) Sócrates

III. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Aula 1 I) Introdução a. Homero b. Hesíodo c. O Mito e o Lógos. II) Sócrates Introdução à Filosofia I.EMENTA Noções introdutórias ao Filosofar: origem e invenção. Agostinho de Hipona e a razão. Aristóteles e a superação do paradigma da Academia. Avicena e a filosofia árabemuçulmana.

Leia mais

Disciplinas ministradas em outros cursos

Disciplinas ministradas em outros cursos Disciplinas ministradas em outros cursos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACOMB BIBLIOTECONOMIA NOME DA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO E EXPRESSÃO II PROFESSOR RESPONSÁVEL:

Leia mais

DO ARQUIVO DA CASA DE BOAMENSE AO ARQUIVO PESSOAL DE ALBERTO SAMPAIO UM OLHAR SISTÉMICO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO

DO ARQUIVO DA CASA DE BOAMENSE AO ARQUIVO PESSOAL DE ALBERTO SAMPAIO UM OLHAR SISTÉMICO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO DO ARQUIVO DA CASA DE BOAMENSE AO ARQUIVO PESSOAL DE ALBERTO SAMPAIO UM OLHAR SISTÉMICO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO Ciclo de Conferências e Debate Arquivos de Famílias 29 outubro 2016 Fac. Letras U. de Coimbra

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS (CCH) DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS (CCH) DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS (CCH) DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: Filosofia. DEPARTAMENTO:

Leia mais

A filosofia incomoda, questiona o modo de ser das pessoas, das sociedades, do mundo.

A filosofia incomoda, questiona o modo de ser das pessoas, das sociedades, do mundo. SÓCRATES PLATÃO A filosofia incomoda, questiona o modo de ser das pessoas, das sociedades, do mundo. Reflete sobre as práticas política, científica, técnica, ética, econômica, cultural e artística. Não

Leia mais

A Estética é uma especialidade filosófica que visa investigar a essência da beleza e as bases da arte. Ela procura compreender as emoções, idéias e

A Estética é uma especialidade filosófica que visa investigar a essência da beleza e as bases da arte. Ela procura compreender as emoções, idéias e A Estética A Estética é uma especialidade filosófica que visa investigar a essência da beleza e as bases da arte. Ela procura compreender as emoções, idéias e juízos que são despertados ao observar uma

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PROJETO DE PESQUISA UMA ANÁLISE ESPACIAL DO CONTO SUBSTÂNCIA DE GUIMARÃES ROSA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PROJETO DE PESQUISA UMA ANÁLISE ESPACIAL DO CONTO SUBSTÂNCIA DE GUIMARÃES ROSA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PROJETO DE PESQUISA UMA ANÁLISE ESPACIAL DO CONTO SUBSTÂNCIA DE GUIMARÃES ROSA Daniela Elisabete da Silva Pinto Orientador: Ozíris Borges Filho UBERABA MG 2012

Leia mais

Palavras-chave: Benedito Nunes. Crítica Literária. Clarice Lispector. Romance Brasileiro.

Palavras-chave: Benedito Nunes. Crítica Literária. Clarice Lispector. Romance Brasileiro. BENEDITO NUNES E O ESTUDO DA OBRA DE CLARICE LISPECTOR Maria de Fatima do Nascimento 1 /UFPA RESUMO: O presente trabalho objetiva fazer algumas considerações sobre o estudo de Benedito Nunes (1929-2011)

Leia mais

DACEX CTCOM Disciplina: Análise do Discurso. Profa. Dr. Carolina Mandaji

DACEX CTCOM Disciplina: Análise do Discurso. Profa. Dr. Carolina Mandaji DACEX CTCOM Disciplina: Análise do Discurso cfernandes@utfpr.edu.br Profa. Dr. Carolina Mandaji Formação discursiva, Formação ideológica Formações ideológicas Conjunto de valores e crenças a partir dos

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 88.2 89.2 EMENTA: Linhas gerais da Vanguarda Européia; coordenadas históricas do Brasil do século XX. Antecedentes da Semana de Arte Moderna e aspectos estético e ideológicos do Movimento Modernista

Leia mais

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE:

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: PLANO DA DISCIPLINA COMPONENTE CURRICULAR: Língua Portuguesa e Literatura Brasileira CURSO: Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: 1º Ano CARGA HORÁRIA: 100 h.r. EMENTA Estudos de Fonética e Fonologia

Leia mais

PROGRAMA CURRICULAR ANO LECTIVO

PROGRAMA CURRICULAR ANO LECTIVO PROGRAMA CURRICULAR ANO LECTIVO 2016 2017 Unidade Curricular: Docente responsável: Respectiva carga lectiva na UC: ECTS: Estética I (DE) Professor Auxiliar João Peneda 1.5 h 3 ECTS 1 Objectivos de Aprendizagem

Leia mais

Curriculum Vitae. Habilitações académicas. - Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa

Curriculum Vitae. Habilitações académicas. - Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa 1 Curriculum Vitae Habilitações académicas - Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa - Mestrado em Filosofia Contemporânea pela Faculdade de Ciências Sociais

Leia mais

* Compreender as noções essências de Filosofia, Lógica, Filosofia das Ciências e Cultura;

* Compreender as noções essências de Filosofia, Lógica, Filosofia das Ciências e Cultura; Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Fundamentos da Filosofia Educador: João Nascimento Borges Filho 1- DISCIPLINA:

Leia mais

PEDAGOGIA. CAMPUS / POLO DE REALIZAÇÃO: MINISTRO REIS VELLOSO (CMRV) TIPO DE CURSO: 1ª Licenciatura BLOCO: I

PEDAGOGIA. CAMPUS / POLO DE REALIZAÇÃO: MINISTRO REIS VELLOSO (CMRV) TIPO DE CURSO: 1ª Licenciatura BLOCO: I PEDAGOGIA DISCIPLINA: SEMINÁRIO DE INTRODUÇÃO AO CURSO DE PEDAGOGIA CARGA HORÁRIA: 15h CRÉDITOS: 1.0.0 Currículo do Curso de Pedagogia. Questões da profissão de Pedagogo. Instâncias da UFPI e suas competências,

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA II NOME DO CURSO: PEDAGOGIA

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA II NOME DO CURSO: PEDAGOGIA 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 2º CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA II NOME DO CURSO: PEDAGOGIA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Leitura do mundo e leitura de

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Câmpus Araçuaí BIBLIOTECA

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Câmpus Araçuaí BIBLIOTECA BIBLIOTECA INFORMATIVO Nº 5/2014 NOVAS AQUISIÇÕES OUTUBRO 2014 GUIMARÃES, Marcella Lopes. Capítulos de história: o trabalho com fontes. 1. ed. Curitiba: Aymará Educação, 2012. FERRETTI, Eliane. Geografia

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ENF 304 Pré requisito: Nenhum Período Letivo: 2014.1 Professor:

Leia mais

OFERTA DE DISCIPLINAS ALUNOS REGULARES

OFERTA DE DISCIPLINAS ALUNOS REGULARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO OFERTA DE DISCIPLINAS 2015.1 ALUNOS REGULARES DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS (ALUNOS REGULARES): MESTRADO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA CENTRO CCH DEPARTAMENTO FILOSOFIA 2013 DADOS SOBRE A DISCIPLINA. Estágio Curricular Supervisionado I: Planejamento e Gestão

PROGRAMA DE DISCIPLINA CENTRO CCH DEPARTAMENTO FILOSOFIA 2013 DADOS SOBRE A DISCIPLINA. Estágio Curricular Supervisionado I: Planejamento e Gestão PROGRAMA DE DISCIPLINA CENTRO CCH DEPARTAMENTO FILOSOFIA 2013 ANO LETIVO CÓDIGO 6EST101 DADOS SOBRE A DISCIPLINA NOME Estágio Curricular Supervisionado I: Planejamento e Gestão CURSO SÉRIE Filosofia 3ª.

Leia mais

PROGRAMA DE CURSO Disciplina: Epistemologia/Teoria do conhecimento Prof:Priscila Rossinetti Rufinoni Período: Noturno

PROGRAMA DE CURSO Disciplina: Epistemologia/Teoria do conhecimento Prof:Priscila Rossinetti Rufinoni Período: Noturno PROGRAMA DE CURSO Disciplina: Epistemologia/Teoria do conhecimento Prof:Priscila Rossinetti Rufinoni Período: Noturno Barnett Newman, Obelisco partido, 1963/69. Ementa: Apresentar as questões e os problemas

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Filosofia da Educação Código da Disciplina: EDU 408 CURSO: Pedagogia Semestre de oferta: 2016/2 Faculdade Responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir de: 2016

Leia mais

COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA LUZ, CÂMERA, REFLEXÃO

COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA LUZ, CÂMERA, REFLEXÃO COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA LUZ, CÂMERA, REFLEXÃO UBERABA - 2015 PROJETO DE FILOSOFIA Professor coordenador: Danilo Borges Medeiros Tema: Luz, câmera, reflexão! Público alvo: Alunos do 9º ano do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: Estágio 3 PROFESSORA RESPONSÁVEL: Larissa Warzocha F. Cruvinel CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 96 h/a CARGA HORÁRIA

Leia mais

Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares

Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares AULA 1 - Sociologia Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares 1 Sociologia Uma ciência que tem a totalidade da vida social do homem como sua esfera. Leonard Hobhouse (1864-1929) Sociologia Origens

Leia mais

CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA

CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras 2017 4º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA Literatura Brasileira III 04h/a xxx xxx 60 h/a xxx xxx EMENTA Visão das estéticas modernas do pré-modernismo

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Credenciada pela Portaria Ministerial nº 2.611, de 18 de setembro de 2002 DOU - nº 183 - Seção 1, de 20 de Setembro de 2002 -. CURSOS AUTORIZADOS CIÊNCIAS ECONÔMICAS Portaria nº 2.612 18/09/2002 PEDAGOGIA

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA PLANO DE DISCIPLINA CURSO: Artes Visuais DISCIPLINA: Filosofia CÓDIGO: CARGA HORÁRIA GERAL: 60h CH TEÓRICA:

Leia mais

Geral Perceber os avanços da literatura brasileira pós 1945, compreendendo-a a partir de sua inserção na contemporaneidade.

Geral Perceber os avanços da literatura brasileira pós 1945, compreendendo-a a partir de sua inserção na contemporaneidade. PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: LITERATURA BRASILEIRA V Curso: LICENCIATURA EM LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA Período: 7 Semestre: 2016.2 Carga

Leia mais

SARTRE: FENOMENOLOGIA E EXISTENCIALISMO LIBERDADE E RESPONSABILDIADE

SARTRE: FENOMENOLOGIA E EXISTENCIALISMO LIBERDADE E RESPONSABILDIADE SARTRE: FENOMENOLOGIA E EXISTENCIALISMO LIBERDADE E RESPONSABILDIADE Viver é isto: ficar se equilibrando o tempo todo entre escolhas e consequências Jean Paul Sartre Jean-Paul Sartre - Paris, 1905 1980.

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 6 semestres. Prof. Dr. Jaimir Conte

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 6 semestres. Prof. Dr. Jaimir Conte Habilitação: Bacharelado e Licenciatura em Filosofia Documentação: jetivo: Titulação: Diplomado em: Renovação Atual de Reconhecimento - Port. nº286/mec de 21/12/12-DOU 27/12/12.Curso reconhecido pelo Decr.

Leia mais

P R O G R A M A. O léxico português. Processos de criação e renovação

P R O G R A M A. O léxico português. Processos de criação e renovação UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA II (Red. e Expressão Oral) CARGA HORÁRIA: 45 horas

Leia mais

Fase Fase 02 2 CURRÍCULO DO CURSO. Currículo: Habilitação: Núcleo Fundamental - Bacharelado e Licenciatura em Filosofia 0

Fase Fase 02 2 CURRÍCULO DO CURSO. Currículo: Habilitação: Núcleo Fundamental - Bacharelado e Licenciatura em Filosofia 0 Habilitação: Núcleo Fundamental Bacharelado e Licenciatura em Filosofia 0 Documentação: jetivo: Titulação: Diplomado em: Curso reconhecido pelo Decreto Federal 6266, de 26/06/1959, publicado no Diário

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO 1 Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: Departamento de Ciências Humanas ANO/SEMESTRE: 2013/2 CURSO: Pedagogia FASE:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TÉCNICO INFORMÁTICA FORMA/GRAU:(X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Metodologia de Pesquisa e Redação Científica

Metodologia de Pesquisa e Redação Científica Metodologia de Pesquisa e Redação Científica Prof. Dr. Roberto Cayetano Lotero E-mail: roberto.lotero@gmail.com Telefone: 35767147 Centro de Engenharias e Ciências Exatas Foz do Iguaçu Foz do Iguaçu -

Leia mais

Oeuvres Complètes. Org. Colli-Montinari, 14 v. Paris, Ed. Gallimard, 1977.

Oeuvres Complètes. Org. Colli-Montinari, 14 v. Paris, Ed. Gallimard, 1977. BIBLIOGRAFIA Obras de Nietzsche Oeuvres Complètes. Org. Colli-Montinari, 14 v. Paris, Ed. Gallimard, 1977. Tome II - Considérations Inactuelles (1872-1874) La Volonté de Puissance ( org.postumamente).

Leia mais

Curso de extensão em Teoria do Conhecimento Moderna

Curso de extensão em Teoria do Conhecimento Moderna MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO Curso de extensão em Teoria do Conhecimento Moderna (Curso de extensão)

Leia mais

Filosofia (aula 20) Dimmy Chaar Prof. de Filosofia. SAE

Filosofia (aula 20) Dimmy Chaar Prof. de Filosofia. SAE Filosofia (aula 20) Prof. de Filosofia SAE leodcc@hotmail.com Teorias Éticas - Antropocentrismo; - Reflexão Filosófica; - Ascensão da Burguesia; - Surgimento do Capitalismo; - Visa tornar-se senhor da

Leia mais

UFV - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

UFV - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA UFV - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CCH - CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DCM - DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROPOSTA DA MATRIZ CURRICULAR 1. Disciplinas obrigatórias A Matriz Curricular

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO 2 PROFESSOR RESPONSÁVEL: Gabriela Monteiro Rabelo e Maria de Fátima J. Almeida Vieira

Leia mais

Introdução O QUE É FILOSOFIA?

Introdução O QUE É FILOSOFIA? O QUE É FILOSOFIA? A filosofia não é uma ciência, nem mesmo um conhecimento; não é um saber a mais: é uma reflexão sobre os saberes disponíveis. É por isso que não se pode aprender filosofia, dizia kant:

Leia mais

Universidade de Brasília Departamento de Filosofia Curso de Filosofia Disciplina: Filosofia geral e metafísica Professora: Priscila Rufinoni

Universidade de Brasília Departamento de Filosofia Curso de Filosofia Disciplina: Filosofia geral e metafísica Professora: Priscila Rufinoni Universidade de Brasília Departamento de Filosofia Curso de Filosofia Disciplina: Filosofia geral e metafísica Professora: Priscila Rufinoni Nenhuma imediaticidade, nada fático, com o qual o pensamento

Leia mais

GRUPO PET FILOSOFIA DA UNIOESTE

GRUPO PET FILOSOFIA DA UNIOESTE GRUPO PET FILOSOFIA DA UNIOESTE Angélica Lúcia Engelsing, Angelo Eduardo da Silva, Christiano Tortatto, Mauricio Smiderle. E-mail: angelo-e@hotmail.com Curso de Filosofia, UNIOESTE Campus Toledo, Paraná.

Leia mais

Maria Luiza Costa

Maria Luiza Costa 45 ESTÉTICA CLÁSSICA E ESTÉTICA CRÍTICA Maria Luiza Costa m_luiza@pop.com.br Brasília-DF 2008 46 ESTÉTICA CLÁSSICA E ESTÉTICA CRÍTICA Resumo Maria Luiza Costa 1 m_luiza@pop.com.br Este trabalho pretende

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 / 1504 / Licenciatura em Matemática. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 / 1504 / Licenciatura em Matemática. Ênfase Curso 1503 / 1504 /1505 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0007216A - Psicologia da Educação Docente(s) Antonio Francisco Marques Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Períodos Históricos da Filosofia Filosofia Grega ou Antiga (Séc. VI a.c. ao VI d.c.) Filosofia Patrística (Séc. I ao VII) Filosofia

Leia mais

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA SOBRE FILOSOFIA DEFINIÇÃO TRADICIONAL (segundo a perspectiva ocidental) TEOLOGIA CIÊNCIA certezas dúvidas Bertrand Russell (1872-1970) utiliza seus temas

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN º PERÍODO SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN º PERÍODO SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN 60004 1º PERÍODO TOTAL DE ENCONTROS: 20 SEMANAS SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS 1 UNIDADE I UMA ANÁLISE DA

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Grade Bacharelado

Grade Bacharelado Grade 2015.1 Bacharelado 1º semestre CH Disciplina 1Psicologia, Ciência e Profissão Disciplina 2Origens Evolucionárias do comportamento Disciplina 3Teorias da Personalidade Disciplina 4Processos Psicológicos

Leia mais

O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS

O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS 1. O CONHECIMENTO é uma relação que se estabelece entre o sujeito que conhece e o objeto conhecido. O sujeito que conhece se apropria, de certo modo, do objeto conhecido. Através

Leia mais

Programa provisório. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Departamento de Filosofia Curso: Estética e filosofia da arte Profª.

Programa provisório. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Departamento de Filosofia Curso: Estética e filosofia da arte Profª. Programa provisório UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Departamento de Filosofia Curso: Estética e filosofia da arte Profª. Priscila Rufinoni Mimesis, estética, arte Com o mesmo espelho não se pode refletir diferentes

Leia mais

IDEOLOGIA: UMA IDEIA OU UMA INFLUÊNCIA?

IDEOLOGIA: UMA IDEIA OU UMA INFLUÊNCIA? Matheus Silva Freire IDEOLOGIA: UMA IDEIA OU UMA INFLUÊNCIA? Introdução Em resumo, todos têm costumes e coisas que são passadas de geração para geração, que são inquestionáveis. Temos na nossa sociedade

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 20 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes e outros

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 63/2002

RESOLUÇÃO Nº 63/2002 RESOLUÇÃO Nº 63/2002 Estabelece a relação de obras literárias do Processo Seletivo da UFES para ingresso nos cursos de graduação nos anos letivos de 2004, 2005 e 2006. O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO

Leia mais

GRUPO DE PESQUISA EDUCAÇÃO E CIBERCULTURA LEITURA DE OBRA. SANDRO DE OLIVERA dez. 2012

GRUPO DE PESQUISA EDUCAÇÃO E CIBERCULTURA LEITURA DE OBRA. SANDRO DE OLIVERA dez. 2012 GRUPO DE PESQUISA EDUCAÇÃO E CIBERCULTURA LEITURA DE OBRA SANDRO DE OLIVERA dez. 2012 FILOSOFIA DA TECNOLOGIA: UM CONVITE REFERÊNCIAS: CUPANI, Alberto. Filosofia da tecnologia: um convite. Florianópolis:

Leia mais

A coleção Português Linguagens e os gêneros discursivos nas propostas de produção textual

A coleção Português Linguagens e os gêneros discursivos nas propostas de produção textual A coleção Português Linguagens e os gêneros discursivos nas propostas de produção textual Marly de Fátima Monitor de Oliveira Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp Araraquara e-mail:

Leia mais

ESTUDO DE TRÊS CAPÍTULOS DO LIVRO O DRAMA DA LINGUAGEM: UMA LEITURA DE CLARICE LISPECTOR (1989), DE BENEDITO NUNES

ESTUDO DE TRÊS CAPÍTULOS DO LIVRO O DRAMA DA LINGUAGEM: UMA LEITURA DE CLARICE LISPECTOR (1989), DE BENEDITO NUNES ESTUDO DE TRÊS CAPÍTULOS DO LIVRO O DRAMA DA LINGUAGEM: UMA LEITURA DE CLARICE LISPECTOR (1989), DE BENEDITO NUNES Ingrid Luana Lopes Cordeiro (UFPA) Profª. Drª. Maria de Fatima do Nascimento (UFPA) Resumo:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA DADOS SOBRE A DISCIPLINA. Prática de Pesquisa em Filosofia III

PROGRAMA DE DISCIPLINA DADOS SOBRE A DISCIPLINA. Prática de Pesquisa em Filosofia III PROGRAMA DE DISCIPLINA CENTRO: CCH ANO LETIVO DEPARTAMENTO: FILOSOFIA 2014 DADOS SOBRE A DISCIPLINA CÓDIGO 6FIL094 NOME Prática de Pesquisa em Filosofia III CURSO Filosofia SÉRIE 3 a CARGA HORÁRIA SEMESTRAL

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ARTES CURSO DE LICENCIATURA EM TEATRO DISCIPLINA: INTERPRETAÇÃO TEATRAL II Código: Créditos: 03 Carga Horária: 90h. Pré-requisito:

Leia mais

EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS. (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014).

EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS. (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014). EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014). DISCIPLINA ISOLADA 1º semestre de 2016 A Reitoria do CES/JF, no uso das atribuições que lhe foram

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURSO DE FILOSOFIA FAM

EMENTÁRIO DO CURSO DE FILOSOFIA FAM 1 FACULDADE ARQUIDIOCESANA DE MARIANA Rodovia dos Inconfidentes, km 108-35420-000 Mariana MG - Fone: 31 3558 1439 / 3557 1220 Credenciada pelo MEC pela Portaria nº 2.486, de 12 de setembro de 2003 EMENTÁRIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO. PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo º. 1. Identificação Código

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO. PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo º. 1. Identificação Código MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1º 1. Identificação Código 1.1. Disciplina: FUNDAMENTOS DE SOCIOLOGIA 0560076 1.2.

Leia mais

ARTE, ESTÉTICA E FORMAÇÃO HUMANA: POSSIBILIDADES E CRÍTICAS

ARTE, ESTÉTICA E FORMAÇÃO HUMANA: POSSIBILIDADES E CRÍTICAS ARTE, ESTÉTICA E FORMAÇÃO HUMANA: POSSIBILIDADES E CRÍTICAS Patricia Martins Gonçalves I I Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), São João Del Rei/MG- Brasil ZANOLA, Silvia Rosa da Silva (Org.).

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 6 semestres. Prof. Dr. Jaimir Conte

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 6 semestres. Prof. Dr. Jaimir Conte Habilitação: Bacharelado e Licenciatura em Filosofia Documentação: jetivo: Titulação: Diplomado em: Renovação Atual de Reconhecimento - Port. nº286/mec de 21/12/12-DOU 27/12/12.Curso reconhecido pelo Decreto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL PLANO DE ENSINO 2012-2 DISCIPLINA: Filosofia da Arte PROFESSOR: Dr. Clóvis Da Rolt I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h II EMENTA A disciplina de Filosofia da Arte tem como foco a reflexão

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA O conceito de ciência. Ciência e outras formas de saber. A constituição histórica das ciências humanas. Teoria do conhecimento. O objeto do conhecimento. A linguagem científica. Ciência, ética

Leia mais

P L A N O DE C U R S O DISCIPLINA SOCIOLOGIA I. CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30 horas Total: 80 horas. Professora Doutora Márcia Maria de Oliveira

P L A N O DE C U R S O DISCIPLINA SOCIOLOGIA I. CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30 horas Total: 80 horas. Professora Doutora Márcia Maria de Oliveira Curso: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO CÓDIGO DRP30156 P L A N O DE C U R S O DISCIPLINA SOCIOLOGIA I HABILITAÇÃO: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PERÍODO 3 CRÉDITOS 06 CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30 horas

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA. Ministério da Educação

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA. Ministério da Educação INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

EMENTA Problemas de teoria e método em Sociologia da Cultura e História Social da Arte. Produção artística, cultural e intelectual.

EMENTA Problemas de teoria e método em Sociologia da Cultura e História Social da Arte. Produção artística, cultural e intelectual. UFSC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA POLÍTICA TÓPICOS ESPECIAIS: SOCIOLOGIA DA ARTE E DA CULTURA PROF. ALEXANDRE BERGAMO

Leia mais

PROFESSORA RESPONSÁVEL: Larissa Warzocha Fernandes Cruvinel

PROFESSORA RESPONSÁVEL: Larissa Warzocha Fernandes Cruvinel MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: Literatura Brasileira 3 PROFESSORA RESPONSÁVEL: Larissa Warzocha Fernandes Cruvinel CARGA HORÁRIA SEMESTRAL:

Leia mais

TÍTULO DO TRABALHO EM LETRA MAIÚSCULA, FONTE GARAMOND 14, CENTRALIZADO, NEGRITO, ESPAÇAMENTO SIMPLES ENTRE LINHAS

TÍTULO DO TRABALHO EM LETRA MAIÚSCULA, FONTE GARAMOND 14, CENTRALIZADO, NEGRITO, ESPAÇAMENTO SIMPLES ENTRE LINHAS TÍTULO DO TRABALHO EM LETRA MAIÚSCULA, FONTE GARAMOND 14, CENTRALIZADO, NEGRITO, ESPAÇAMENTO SIMPLES ENTRE LINHAS Nome Completo do Autor Principal 1 ; Nome Completo 2 ; Nome Completo 3 Nome do orientador:

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ENF 304 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: 2016.2 Professor:

Leia mais

A avaliação constará de três avaliações escritas, individuais (duas intermediárias e a prova final) e um trabalho em grupo:

A avaliação constará de três avaliações escritas, individuais (duas intermediárias e a prova final) e um trabalho em grupo: Unidade Universitária CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE - 040 Curso Psicologia Disciplina História da Psicologia Professores: João Garção DRT 110568-2 Marcos Vinícius de Araújo - DRT 110930-4 Sonia

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina B - Metodologia Científica

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina B - Metodologia Científica Curso 2302N - Bacharelado em Design Ênfase Identificação Disciplina 0003622B - Metodologia Científica Docente(s) Ana Beatriz Pereira de Andrade Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014 CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no uso de suas

Leia mais

O curso não tem qualquer pretensão de completude, apenas pretende pensar alguns tópicos sobre o pensamento conceitual no Brasil, sobre o Brasil.

O curso não tem qualquer pretensão de completude, apenas pretende pensar alguns tópicos sobre o pensamento conceitual no Brasil, sobre o Brasil. Universidade de Brasília Departamento de Filosofia Curso de Filosofia Disciplina: História da Filosofia no (optativa grupo 3, currículo antigo/optativa para o currículo novo) Professora: Priscila Rufinoni...ou

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL HAB: JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO 121.3211.1 HISTÓRIA DA ARTE E DA CULTURA PROFESSOR (A) OBJETIVOS 2ª 02 34

Leia mais