UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA REITORIA CENTRO DE AQUICULTURA DA UNESP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA REITORIA CENTRO DE AQUICULTURA DA UNESP"

Transcrição

1 Nível: Histórico: Mestrado/Doutorado Código Capes: AQU00032 Docente(s) Responsável(eis): Prof. Dr. SERGIO RICARDO BATLOUNI Profa. Dra. ELIZABETH ROMAGOSA Situação Ativa Dt. Aprovação 08/10/1994 Dt. Desativação Créditos 8 CH. Total 120 CH. Teórica CH. Prática CH. Teórica/Prática CH. Seminário CH. Outras Ativ Programa: Cont. Progr.: AQUICULTURA 1.BIOLOGIA REPRODUTIVA 1. Mecanismos Reprodutivos 2. Características Sexuais 3. Aparelho Reprodutor 3.1. Machos 3.2. Fêmeas 4. Escala de Maturação 5. Desenvolvimento Ovocitário 6. Época de Reprodução 7. Tipo de Desova 8. Controle Ambiental: mecanismos e processos implicados Impresso em : 16/10/2013 Pág : 1 de 5

2 II.TÉCNICAS DE REPRODUÇÃO INDUZIDA 4. Importância 5. Espécies Adequadas 6. Pré-Requisitos para o Manejo Adequado 7. Ciclo de Vida 8. Método de Indução - Principais Métodos 9. Método de Manejo de Reprodutores 10. Manejo de Seleção a)machos b)fêmeas 11. Marcação dos Reprodutores 12. Mecanismos e Processos de Reprodução 13. Indutores à Reprodução 14. Cálculo de Hormônio 15. Locais de Aplicação 16. Controle do Sexo Impresso em : 16/10/2013 Pág : 2 de 5

3 17. Controle Ambiental da Desova 18. Fases Iniciais do Desenvolvimento Embrionário Ementa: Bibliografia: Estudos dos aspectos biológicos, mecanismos e processos envolvidos durante o ciclo reprodutivo de espécies de peixes de água doce e de interesse comercial. Os pré-requisitos e manejos adequados para os reprodutores passíveis de indução hormonal. Carrillo, M.; Zanuy, S Manipulación de la Reproducción de los teleósteos y calidad de las puestas. In: Actas del V Congreso Nacional de Acuicultura. Saint Carles de la Ràpita, España. p Harvey, B.; Carosfeld, J Induced breeding in tropical fish culture. I. D. C. R., Ottawa, Ont., 144p. Harvey, B.; Howard, W. S The theory and practice of induced breeding in fish. I. D. C. R., Ottawa, Ont., 48p. Robaína, G. G Mecanismos de inducción al desove utilizadas en el cultivo de peces: una revisión. Ver. Lat. Acui. Lima, Peru, 43: Romagosa, E.; Narahara, M. Y ; Andrade Talmelli, E. F. ;Souza Braga, F. M. de 1991 Mudanças morfológicas dos testículos de pacu, Piaractus mesopotamicus em condições de confinamento. Revista Unimar, Maringá, 15 (Suplemento): Romagosa, E.; Narahara, M. Y.; Fenerich-Verani, N Stages of embryonic development of the matrinxã, Brycon cephalus (Günther, 1869) (Pisces, Characidae). J. Fish Biol, Huttindgon (prelo). Romagosa, E.; Narahara, M. Y.; Godinho, H. M Tipo de Desova do Curimbatá, Prochilodus scrofa Steind, 1881, do Rio Mogi- Guaçu, Pirassununga, São Paulo ". Boletim do Instituto de Pesca, 12 (4): 1-5". Romagosa, E.; Narahara, M. Y.; Godinho, H. M.; Paiva. P. de ;Braga, F. M. de Souza 1993 Mudanças morfológicas dos ovários de pacu, Piaractus mesopotamicus (Holmberg, l887), em condições de confinamento. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, 20 (único): Romagosa, E.; Narahara, M.Y.; Borella, M. I.; Parreira, S. F. ;Fenerich-Verani, N Ultrastrucuture of the germ cells in the testis of matrinxã, Brycon cephalus (Gunther, 1869) (Teleostei, Characidae). Tissue & Cell, USA (prelo). Impresso em : 16/10/2013 Pág : 3 de 5

4 Romagosa, E.; Paiva, P. de ; Godinho, H. M.; Guilherme, M. C. M Fecundidade do pacu, Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887), mantido em confinamento, durante o primeiro e o segundo período reprodutivo.boletim do Instituto de Pesca, 17 (único): Romagosa, E.; Paiva, P. de; Godinho, H. M Pattern of oocyte diameter frequency distribution in females of the pacu, Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887)(= Colossoma mitrei Berg 1895), induced to spawn". Aquaculture, 86: Romagosa,E Desenvolvimento gonadal (morfologia; ultra-estrutura) e Indução da Reprodução do matrinxã, Brycon cephalus (Gunther, 1869) em cativeiro. Universidade Federal de São Carlos, UFSCar, SP. (tese de doutorado). 211p. Sato, Y Reprodução da Bacia do Rio São Francisco: Indução e Caracterização de Padrões. Universidade Federal de São Carlos, SP -UFSCar (tese de doutorado). 179p. Vazzoler, A. E. de M Biologia da Reprodução de Peixes Teleósteos: Teoria e Prática. Editora da Universidade Estadual de Maringá. EDUM, SP.: SBI. 169p. Zanuy, S. e Carrillo, M La reproducción de los teleosteos y su aplicacion en acuicultura. In: J. Espinosa de Los Monteros; U. Labata (eds). Reproducción en Acuicultura. CAICYCUT, Madrid p. Objetivo: Objetivos gerais: Estudar os mecanismos e estratégias reprodutivas envolvidas na reprodução de peixes de água doce de interesse para a piscicultura Objetivos Específicos: Capacitar os alunos a: -conhecer e compreender os processos biológicos envolvidos durante o ciclo reprodutivo das espécies de peixes de água doce; -conhecer e aplicar as técnicas de reprodução induzida em espécies passíveis de produção de alevinos; -elaborar projetos de pesquisa em reprodução de peixes de água doce e de valor comercial. Critério Aval.: Seminários, avaliações Impresso em : 16/10/2013 Pág : 4 de 5

5 Parecer: Aprovado pelo Conselho :Deliberativo em reunião realizada em 17/12/1999 Impresso em : 16/10/2013 Pág : 5 de 5

16) Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887)

16) Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887) 130 Ovos e larvas de peixes de água doce... 16) Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887) Nomes comuns : Pacu e pacu-caranha. Distribuição geográfica: Bacia do rio da Prata (Romagosa; Paiva; Godinho; Storfer,

Leia mais

Letícia Emiliani Fantini 1, Cristiane Meldau de Campos 2

Letícia Emiliani Fantini 1, Cristiane Meldau de Campos 2 REPRODUÇÃO INDUZIDA DE CACHARA Pseudoplatystoma reticulatum CAPTURADOS NO PANTANAL SUL, SUBMETIDOS A DIFERENTES INTERVALOS DE TEMPO ENTRE AS APLICAÇÕES HORMONAIS Letícia Emiliani Fantini 1, Cristiane Meldau

Leia mais

Pogramasde repovoamento e de piscicultura utilizando. Reprodução induzida em robalo Centropomus parallelus Poey, 1860 *

Pogramasde repovoamento e de piscicultura utilizando. Reprodução induzida em robalo Centropomus parallelus Poey, 1860 * Braz. J. vetores. animo Sci., São Paulo, V. 37, n. 1, p. 37-42, 2000. Reprodução induzida em robalo Centropomus parallelus Poey, 1860 * Induced spawning of snook Centropomus parallelus Poey, 1860 CORRESPONDÊNCIA

Leia mais

Zootecnia Trop., 24(2): RESUMO

Zootecnia Trop., 24(2): RESUMO Zootecnia Trop., 24(2): 165-176. 2006 Comparação morfometrica e índices somáticos de machos e fêmeas do lambari prata (Astayanax scabripinnis Jerenyns, 1842) em diferente sistema de cultivo Rodrigo Diana

Leia mais

EFEITO DO CURTO PERÍODO DE ESTOCAGEM DOS OVÓCITOS E TEMPO DE ENXAGUE DA ÁGUA DE ATIVAÇÃO DOS GAMETAS NA REPRODUÇÃO DE DOURADO Salminus brasiliensis

EFEITO DO CURTO PERÍODO DE ESTOCAGEM DOS OVÓCITOS E TEMPO DE ENXAGUE DA ÁGUA DE ATIVAÇÃO DOS GAMETAS NA REPRODUÇÃO DE DOURADO Salminus brasiliensis EFEITO DO CURTO PERÍODO DE ESTOCAGEM DOS OVÓCITOS E TEMPO DE ENXAGUE DA ÁGUA DE ATIVAÇÃO DOS GAMETAS NA REPRODUÇÃO DE DOURADO Salminus brasiliensis Marcos Weingartner* e Evoy Zaniboni Filho *Laboratório

Leia mais

Variáveis hematológicas durante período reprodutivo de Pseudoplatystoma reticulatum

Variáveis hematológicas durante período reprodutivo de Pseudoplatystoma reticulatum Variáveis hematológicas durante período reprodutivo de Pseudoplatystoma reticulatum Pamela Kerlyane Tomaz 1, Cristiane Meldau de Campos 2 Parte do trabalho de pesquisa, financiada pelo Macroprograma Aquabrasil/Embrapa

Leia mais

Indução da desova de curimba (Prochilodus lineatus) utilizando ecg E EBHC 1

Indução da desova de curimba (Prochilodus lineatus) utilizando ecg E EBHC 1 56(2): 156 156-160, 2009 Gilmara Junqueira Machado Pereira et al. ISSN 0034-737X Indução da desova de curimba (Prochilodus lineatus) utilizando ecg E EBHC 1 Gilmara Junqueira Machado Pereira 2 Luis David

Leia mais

Aquicultura na Amazônia Ocidental

Aquicultura na Amazônia Ocidental INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS DA AMAZÔNIA Nome do GP Aquicultura na Amazônia Ocidental Nome do Líder Elizabeth Gusmão Affonso (2015) Membros do GP Lígia Uribe Gonçalves, Dra. Pesquisadora (2013-2043).

Leia mais

PRINCIPAIS AVANÇOS NA PRODUÇÃO DO PIRARUCU:

PRINCIPAIS AVANÇOS NA PRODUÇÃO DO PIRARUCU: PRINCIPAIS AVANÇOS NA PRODUÇÃO DO PIRARUCU: OPORTUNIDADES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS MARTIN HALVERSON DIRETOR TECNOLÓGICO: PROJETO PACU AQUICULTURA TEMAS GERAIS Estado da Tecnologia Oportunidades Problemas

Leia mais

Projeto Estruturante de Pirarucu da Amazônia. Martin Halverson

Projeto Estruturante de Pirarucu da Amazônia. Martin Halverson Projeto Estruturante de Pirarucu da Amazônia Martin Halverson 67-9996-8739 mmhalver@terra.com.br Realidade da Industria do Paiche Hoy Industria pouca Consolidada- Precisa se Organizar Custo Elevada de

Leia mais

(OSTARIOPHYSI, CHARACIDAE) em um rio da região Sudeste do Brasil, SP

(OSTARIOPHYSI, CHARACIDAE) em um rio da região Sudeste do Brasil, SP - 1 - Ministério da Educação Brasil Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM Minas Gerais Brasil Revista Vozes dos Vales: Publicações Acadêmicas Reg.: 120.2.095 2011 UFVJM ISSN: 2238-6424

Leia mais

Reprodução induzida de curimbatá (Prochilodus affinis) com uso de extrato bruto hipofisário de rã touro (Rana catesbeiana)

Reprodução induzida de curimbatá (Prochilodus affinis) com uso de extrato bruto hipofisário de rã touro (Rana catesbeiana) Zootecnia Trop., 25(2): 143-147. 2007 Nota Técnica Reprodução induzida de curimbatá (Prochilodus affinis) com uso de extrato bruto hipofisário de rã touro (Rana catesbeiana) Rodrigo Diana Navarro, Alessandro

Leia mais

(Pisces, Characiformes) no Parque Estadual da Serra do Mar-Núcleo Santa Virgínia, Mata Atlântica, Estado de São Paulo,, Brasil

(Pisces, Characiformes) no Parque Estadual da Serra do Mar-Núcleo Santa Virgínia, Mata Atlântica, Estado de São Paulo,, Brasil Relação peso-comprimento e fator de condição de Brycon opalinus (Pisces, Characiformes) no Parque Estadual da Serra do Mar-Núcleo Santa Virgínia, Mata Atlântica, Estado de São Paulo,, Brasil Leandro Muller

Leia mais

Saymon Matos da Costa*; Renata Maria da Silva; Roselany de Oliveira Corrêa; Heitor Martins Jr.; Gustavo Meyer

Saymon Matos da Costa*; Renata Maria da Silva; Roselany de Oliveira Corrêa; Heitor Martins Jr.; Gustavo Meyer XVI Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca. 18 a 22/10/2009. Natal/RN/Brasil. 155 A RELAÇÃO PESO COMPRIMENTO E A TAXA DE CRESCIMENTO DO HíBRIDO TAMBACU (Piaractus mesopotamicus HOLMBERG, 1887 MACHO

Leia mais

Impacto de barragem hidrelétrica na reprodução de peixes NILO BAZZOLI

Impacto de barragem hidrelétrica na reprodução de peixes NILO BAZZOLI Impacto de barragem hidrelétrica na reprodução de peixes NILO BAZZOLI Nos reservatórios: peixes migradores completam a vitelogênese mas a maturação final e a desova não ocorrem. Peixes muito importantes

Leia mais

Interdisciplinar: Revista Eletrônica da UNIVAR ISSN X Ano de publicação: 2015 N.:14 Vol.2 Págs.

Interdisciplinar: Revista Eletrônica da UNIVAR  ISSN X Ano de publicação: 2015 N.:14 Vol.2 Págs. Interdisciplinar: Revista Eletrônica da UNIVAR http://revista.univar.edu.br ISSN 1984-431X Ano de publicação: 2015 N.:14 Vol.2 Págs.55-60 CRIAÇÃO INTENSIVA DE MATRINXÃ EM TANQUE DE TERRA NA REGIÃO CENTRO-OESTE

Leia mais

Características morfométricas e crescimento do cachara, Pseudoplatystoma fasciatum (Linnaeus, 1766), em cativeiro

Características morfométricas e crescimento do cachara, Pseudoplatystoma fasciatum (Linnaeus, 1766), em cativeiro Características morfométricas e crescimento do cachara, Pseudoplatystoma fasciatum (Linnaeus, 1766), em cativeiro Elizabeth Romagosa*, Patrícia de Paiva, Heloisa Maria Godinho e Elaine Fender de Andrade-Talmelli

Leia mais

COMPORTAMENTO ALIMENTAR DO MATRINXÃ (Brycon cephalus) NO PERÍODO DE TEMPERATURAS MAIS BAIXAS

COMPORTAMENTO ALIMENTAR DO MATRINXÃ (Brycon cephalus) NO PERÍODO DE TEMPERATURAS MAIS BAIXAS Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, 27 (1): 1-5, 2001 COMPORTAMENTO ALIMENTAR DO MATRINXÃ (Brycon cephalus) NO PERÍODO DE TEMPERATURAS MAIS BAIXAS [Feeding behavior of matrinxã (Brycon cephalus)

Leia mais

MANEJO REPRODUTIVO DE PEIXES NATIVOS

MANEJO REPRODUTIVO DE PEIXES NATIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO WESLLEY FERNANDES BRAGA MANEJO REPRODUTIVO DE PEIXES NATIVOS JATAÍ - GOIÁS 2013 ii

Leia mais

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DA ICTIOFAUNA NA ÁREA DA UHE MAUÁ

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DA ICTIOFAUNA NA ÁREA DA UHE MAUÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO Centro de Hidráulica e Hidrologia Prof. Parigot de Souza RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DA ICTIOFAUNA NA ÁREA DA UHE MAUÁ RELATÓRIO TÉCNICO Nº 38 2012 COORDENAÇÃO

Leia mais

Biologia reprodutiva do surubim (Pseudoplatystoma coruscans) Reproduction biology of brazilian catfish (Pseudoplatystoma coruscans)

Biologia reprodutiva do surubim (Pseudoplatystoma coruscans) Reproduction biology of brazilian catfish (Pseudoplatystoma coruscans) Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.30, n.3/4, p.159-167, jul./dez. 2006. Disponível em www.cbra.org.br Biologia reprodutiva do surubim (Pseudoplatystoma coruscans) Reproduction biology of brazilian

Leia mais

TEMPO DE ATIVAÇÃO ESPERMÁTICA DO JUNDIÁ (Rhamdia Quelen), UTILIZANDO COMO SOLUÇÃO ATIVADORA ÁGUA EM DIFERENTES TEMPERATURAS.

TEMPO DE ATIVAÇÃO ESPERMÁTICA DO JUNDIÁ (Rhamdia Quelen), UTILIZANDO COMO SOLUÇÃO ATIVADORA ÁGUA EM DIFERENTES TEMPERATURAS. HTU UTH, TEMO DE ATIVAÇÃO ESERMÁTICA DO JUNDIÁ (Rhamdia Quelen), UTILIZANDO COMO SOLUÇÃO ATIVADORA ÁGUA EM DIFERENTES TEMERATURAS. Renata Marino Sykora, Eduardo Antônio Sanches, Diego Mendes Baggio 2 3

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE AQUICULTURA

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE AQUICULTURA PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE AQUICULTURA Publicado no Despacho n.º13456/2008, de 14 de Maio, que aprova a versão inicial do Catálogo Nacional de Qualificações. 1ª Actualização publicada no Boletim

Leia mais

REPRODUÇÃO INDUZIDA DE PACU (PIARACTUS MESOPOTAMICUS) COM O USO DE DIFERENTES HORMÔNIOS COMERCIAIS

REPRODUÇÃO INDUZIDA DE PACU (PIARACTUS MESOPOTAMICUS) COM O USO DE DIFERENTES HORMÔNIOS COMERCIAIS REPRODUÇÃO INDUZIDA DE PACU (PIARACTUS MESOPOTAMICUS) COM O USO DE DIFERENTES HORMÔNIOS COMERCIAIS Vander Bruno dos Santos Zootecnista, Dr. PqC do Pólo Regional Alta Sorocabana/APTA vander@apta.sp.gov.br

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO E CONTAGEM DIFERENCIAL DE CÉLULAS DA SÉRIE BRANCA EM Astyanax altiparanae

CARACTERIZAÇÃO E CONTAGEM DIFERENCIAL DE CÉLULAS DA SÉRIE BRANCA EM Astyanax altiparanae CARACTERIZAÇÃO E CONTAGEM DIFERENCIAL DE CÉLULAS DA SÉRIE BRANCA EM Astyanax altiparanae Flávia Regina Moraes da Silva; Alessandra Paim Berti*; Maria Aparecida Martins Alves e Yzel Rondon Súarez *Universidade

Leia mais

Biologia reprodutiva da tabarana Salminus hilarii (osteichthyes, characidae) na represa de Três Marias

Biologia reprodutiva da tabarana Salminus hilarii (osteichthyes, characidae) na represa de Três Marias Biologia reprodutiva da tabarana Salminus hilarii (osteichthyes, characidae) na represa de Três Marias Reproductive biology of Salminus hilarii (osteichthyes, characidae) from a Brazilian man-made lake

Leia mais

Acta Scientiarum. Biological Sciences ISSN: Universidade Estadual de Maringá Brasil

Acta Scientiarum. Biological Sciences ISSN: Universidade Estadual de Maringá Brasil Acta Scientiarum. Biological Sciences ISSN: 1679-9283 eduem@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Faustino, Francine; Satiko Okada Nakaghi, Laura; Marques, Camila; Makino, Lilian Cristina; Senhorini,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE ILHA SOLTEIRA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE ILHA SOLTEIRA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA Nível: Mestrado Código Capes: RHT01006 Histórico: O PROGRAMA FOI AUTORIZADO A FUNCIONAR INTERNA CORPORIS, COM ESTA ESTRUTURA, EM 17/03/99, ATRAVES DA RESOLUÇÃO UNESP 15, PUBLICADA NO DOE DE 18/03/99, SEÇÃO

Leia mais

Criação da curimatã comum, Prochilodus cearaensis Steindachner, 1911, em tanque rede 1

Criação da curimatã comum, Prochilodus cearaensis Steindachner, 1911, em tanque rede 1 Costa et al., / Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal (v.9, n.3) (2015) 482-492 Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal Brazilian Journal of Hygiene and Animal Sanity ISSN: 1981-2965

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR PALOTINA CURSO DE TECNOLOGIA EM AQUICULTURA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR PALOTINA CURSO DE TECNOLOGIA EM AQUICULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR PALOTINA CURSO DE TECNOLOGIA EM AQUICULTURA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ATIVIDADES DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO ÁREA: AQUICULTURA Aluno: Bruno Henrique

Leia mais

DESEMPENHO REPRODUTIVO E RESFRIAMENTO DE EMBRIÕES DE ESPÉCIES DE PEIXES NATIVAS MANTIDAS EM CATIVEIRO GILMARA JUNQUEIRA MACHADO PEREIRA

DESEMPENHO REPRODUTIVO E RESFRIAMENTO DE EMBRIÕES DE ESPÉCIES DE PEIXES NATIVAS MANTIDAS EM CATIVEIRO GILMARA JUNQUEIRA MACHADO PEREIRA DESEMPENHO REPRODUTIVO E RESFRIAMENTO DE EMBRIÕES DE ESPÉCIES DE PEIXES NATIVAS MANTIDAS EM CATIVEIRO GILMARA JUNQUEIRA MACHADO PEREIRA 2010 GILMARA JUNQUEIRA MACHADO PEREIRA DESEMPENHO REPRODUTIVO E RESFRIAMENTO

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina Disciplina: Patologia e Parasitologia de Organismos Aquáticos Carga horária: 60 horas / Créditos: 03 Professor (a): Rodrigo Yudi Fujimoto Número mínimo de alunos: 3 Número máximo de alunos: 15 Condições

Leia mais

DESCRIÇÃO MORFOLÓGICA DOS COMPONENTES SANGUÍNEOS DO PACU (Piaractus mesopotomicus)

DESCRIÇÃO MORFOLÓGICA DOS COMPONENTES SANGUÍNEOS DO PACU (Piaractus mesopotomicus) DESCRIÇÃO MORFOLÓGICA DOS COMPONENTES SANGUÍNEOS DO PACU (Piaractus mesopotomicus) MORPHOLOGICAL DESCRIPTION OF BLOOD COMPONENTS OF PACU (Piaractus mesopotomicus) COSTA 1, Gerlane Medeiros; LIMA 1 Ana

Leia mais

REPRODUÇÃO NATURAL E INDUZIDA DE Hoplias malabaricus (BLOCH, 1794), EM TANQUES EXPERIMENTAIS, NA REGIÃO DE URUGUAIANA, PAMPA BRASILEIRO

REPRODUÇÃO NATURAL E INDUZIDA DE Hoplias malabaricus (BLOCH, 1794), EM TANQUES EXPERIMENTAIS, NA REGIÃO DE URUGUAIANA, PAMPA BRASILEIRO 46 Biodiversidade Pampeana, PUCRS, Uruguaiana 1(1):46-57, 28 de novembro de 2003 REPRODUÇÃO NATURAL E INDUZIDA DE Hoplias malabaricus (BLOCH, 1794), EM TANQUES EXPERIMENTAIS, NA REGIÃO DE URUGUAIANA, PAMPA

Leia mais

01 40h. 2. Reprodução de peixes: ciclo reprodutivo e indução hormonal; 4. Espécies cultiváveis e sua utilização na piscicultura;

01 40h. 2. Reprodução de peixes: ciclo reprodutivo e indução hormonal; 4. Espécies cultiváveis e sua utilização na piscicultura; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO MATÉRIA(S) VAGA(S) REGIME DE TRABALHO PERFIL

Leia mais

Bióloga, Instituto de Ciências Biológicas, Belo Horizonte, MG - Brasil,

Bióloga, Instituto de Ciências Biológicas, Belo Horizonte, MG - Brasil, DESEMPENHO PRODUTIVO E ÍNDICE REPRODUTIVO DE MACHOS E FÊMEAS DE PIAUÇU (Leporinus macrocephalus) ALIMENTADOS COM DIFERENTES NÍVEIS DE ENERGIA DIGESTÍVEL Productive performance and reproductive index of

Leia mais

Determinação da razão ótima de espermatozóides por ovócitos de piabanha Brycon insignis (pisces - characidae)

Determinação da razão ótima de espermatozóides por ovócitos de piabanha Brycon insignis (pisces - characidae) Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v.59, n.4, p.877-882, 2007 Determinação da razão ótima de espermatozóides por ovócitos de piabanha Brycon insignis (pisces - characidae) [Determination of the optimum ratio

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Eng. de Pesca MSc. Raimunda Nonata M. Lopes. Gerente de Controle de Pesca e Aquicultura

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Eng. de Pesca MSc. Raimunda Nonata M. Lopes. Gerente de Controle de Pesca e Aquicultura GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PALESTRANTE: Eng. de Pesca MSc. Raimunda Nonata M. Lopes Gerente de Controle de Pesca e Aquicultura www.ipaam.am.gov.br Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas - IPAAM

Leia mais

RELAÇÃO PESO-COMPRIMENTO DE COLOSSOMA MACROPOMUM E PROCHILODUS NIGRICANS A PARTIR DE DADOS DE DESEMBARQUE EM MANACAPURU AM 1

RELAÇÃO PESO-COMPRIMENTO DE COLOSSOMA MACROPOMUM E PROCHILODUS NIGRICANS A PARTIR DE DADOS DE DESEMBARQUE EM MANACAPURU AM 1 RELAÇÃO PESO-COMPRIMENTO DE COLOSSOMA MACROPOMUM E PROCHILODUS NIGRICANS A PARTIR DE DADOS DE DESEMBARQUE EM MANACAPURU AM 1 Gisele Batista Correia 2 e Carlos Edwar de Carvalho Freitas 3 Resumo Os Characiformes

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina A - Fotojornalismo I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina A - Fotojornalismo I Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003020A - Fotojornalismo I Docente(s) Tássia Caroline Zanini Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

Centro de Ciências Tecnológicas, da Terra e do Mar, Universidade do Vale do Itajaí. Caixa Postal 360, Itajaí, Santa Catarina, Brasil.

Centro de Ciências Tecnológicas, da Terra e do Mar, Universidade do Vale do Itajaí. Caixa Postal 360, Itajaí, Santa Catarina, Brasil. 5 ASPECTOS REPRODUTIVOS DE ESPÉCIES ICTIÍCAS DO GÊNERO Stellifer (PISCES, SCIAENIDAE) CAPTURADAS COMO FAUNA ACOMPANHANTE DA PESCA DO CAMARÃO, Xiphopenaeus Kroyeri, NA REGIÃO DE ARMAÇÃO DO ITAPOCOROY, PENHA,

Leia mais

Técnicas de indução da reprodução de peixes migradores 1 Induced breeding in migratory fishes

Técnicas de indução da reprodução de peixes migradores 1 Induced breeding in migratory fishes Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.31, n.3, p.367-373, jul./set. 2007. Disponível em www.cbra.org.br Técnicas de indução da reprodução de peixes migradores 1 Induced breeding in migratory fishes Evoy

Leia mais

PARECER TÉCNICO Nº. 001/08 NCA/TEC GOIÂNIA, GO, 18 DE JULHO DE REFERÊNCIA: GRADE ANTI CARDUMES UHE FOZ DO RIO CLARO OBJETIVO DO DOCUMENTO

PARECER TÉCNICO Nº. 001/08 NCA/TEC GOIÂNIA, GO, 18 DE JULHO DE REFERÊNCIA: GRADE ANTI CARDUMES UHE FOZ DO RIO CLARO OBJETIVO DO DOCUMENTO PARECER TÉCNICO Nº. 001/08 NCA/TEC GOIÂNIA, GO, 18 DE JULHO DE 2008. REFERÊNCIA: GRADE ANTI CARDUMES UHE FOZ DO RIO CLARO OBJETIVO DO DOCUMENTO Este documento faz uma avaliação técnica sobre o dimensionamento

Leia mais

ONTOGENIA DA PIGMENTAÇÃO DAS LARVAS DE TRÊS ESPÉCIES DE CHARACIFORMES, CRIADAS EM INCUBATÓRIO

ONTOGENIA DA PIGMENTAÇÃO DAS LARVAS DE TRÊS ESPÉCIES DE CHARACIFORMES, CRIADAS EM INCUBATÓRIO ONTOGENIA DA PIGMENTAÇÃO DAS LARVAS DE TRÊS ESPÉCIES DE CHARACIFORMES, CRIADAS EM INCUBATÓRIO Milane Alves Correia¹, Cláudia Maria Reis Raposo Maciel², Lidiane da Silva Nascimento¹, Alaor Maciel Júnior

Leia mais

Estudos Reprodutivos em espécies de peixes de importância comercial da Baía de Todos os Santos.

Estudos Reprodutivos em espécies de peixes de importância comercial da Baía de Todos os Santos. 89 Estudos Reprodutivos em espécies de peixes de importância comercial da Baía de Todos os Santos. Joelson Moreira de Souza¹; Alexandre Clistenes². 1. Bolsista PIBIC/CNPq, Graduando em Ciências Biológicas,

Leia mais

CADEIA PRODUTIVA DO PIRARUCU. Diagnóstico, produção, industrialização e comercialização

CADEIA PRODUTIVA DO PIRARUCU. Diagnóstico, produção, industrialização e comercialização CADEIA PRODUTIVA DO PIRARUCU Diagnóstico, produção, industrialização e comercialização CARACTERÍSTICAS DA ESPÉCIE RUSTICIDADE CARNE DE ALTA QUALIDADE COM BAIXO ÍNDICE DE GORDURA ATINGE 10 A 16 KG/ANO RESPIRAÇÃO

Leia mais

Mestrado em Biologia Marinha M.Afonso-Dias. Reprodução

Mestrado em Biologia Marinha M.Afonso-Dias. Reprodução Conhecer: Época de postura (desova) Tamanho ou Idade maturidade sexual Ciclo reprodutivo inactividade -> desenvolvimento e amadurecimento dos gâmetas gametogénese Espermatogénese - machos Oogénese fêmeas

Leia mais

TEXTO COMPLEMENTAR ITEM 3.

TEXTO COMPLEMENTAR ITEM 3. 3) GRADE CURRICULAR TEXTO COMPLEMENTAR ITEM 3. AQ101 - AQUICULTURA: DA TEORIA A PRÁTICA Crédito: 2, C.H. 30 h. Responsável: Vera Maria Fonseca de Almeida e Val Ementa: Noções básicas sobre o processo de

Leia mais

5 Ecologia e biologia do peixe Mugil liza (tainha)

5 Ecologia e biologia do peixe Mugil liza (tainha) 5 Ecologia e biologia do peixe Mugil liza (tainha) 5.1. Mugil liza (tainha) Nesta dissertação serão feitos estudos para a medição de metabólitos de HPAs na bílis de tainhas, sendo este um dos peixes mais

Leia mais

Edson Vieira Sampaio 1 & Yoshimi Sato 1

Edson Vieira Sampaio 1 & Yoshimi Sato 1 Reprodução e hipofisação de Curimatella lepidura.137 Revista Brasileira de ZOOCIÊNCIAS 9(2): 137-144, dezembro 2007 ISSN 1517-6770 Desova induzida e aspectos reprodutivos de Curimatella lepidura (Eig.

Leia mais

EXTRAÇÃO, RENDIMENTO DA HIPÓFISE E MATURAÇÃO GONADAL DA VOGA (Cyphocharax voga) NO SUL DO BRASIL

EXTRAÇÃO, RENDIMENTO DA HIPÓFISE E MATURAÇÃO GONADAL DA VOGA (Cyphocharax voga) NO SUL DO BRASIL 29 EXTRAÇÃO, RENDIMENTO DA HIPÓFISE E MATURAÇÃO GONADAL DA VOGA (Cyphocharax voga) NO SUL DO BRASIL Clarice Ribeiro Martins 1, Juvêncio Luis Fernandez Osório Pouey 2, Bernardo dos Santos Vaz 3, Paulo Rodinei

Leia mais

Projeto de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da PISCICULTURA na Região do Complexo Nascentes do Pantanal no Estado de Mato Grosso

Projeto de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da PISCICULTURA na Região do Complexo Nascentes do Pantanal no Estado de Mato Grosso Projeto de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da na Região do Complexo Nascentes do Pantanal no Estado de Mato Grosso ÁREA do PROJETO LOCALIZAÇÃO Cadeia Produtiva da 42.973 km² 200.242 Hab. Em 2007 Mato

Leia mais

Remoção da adesividade em ovos de Pseudoplatystoma fasciatum Daniel Guimarães Figueiredo Ariki Zootecnista

Remoção da adesividade em ovos de Pseudoplatystoma fasciatum Daniel Guimarães Figueiredo Ariki Zootecnista UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA UNESP CENTRO DE AQUICULTURA DA UNESP Remoção da adesividade em ovos de Pseudoplatystoma fasciatum Daniel Guimarães Figueiredo Ariki Zootecnista Jaboticabal, São Paulo 2014

Leia mais

A TÓ IO IO GOUVEIA AQUACULTURA

A TÓ IO IO GOUVEIA AQUACULTURA A TÓ IO IO GOUVEIA ANTÓNIO NIO GOUVEIA ANTÓNIO NIO PAULO CARVALHO I. INTRODUÇÃO - Historial - Definição de aquacultura. - Estabelecimento da aquacultura a nível mundial. - Estabelecimento da aquacultura

Leia mais

Estratégias reprodutivas de peixes aplicadas à aqüicultura: bases para o desenvolvimento de tecnologias de produção 1

Estratégias reprodutivas de peixes aplicadas à aqüicultura: bases para o desenvolvimento de tecnologias de produção 1 Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.31, n.3, p.351-360, jul./set. 2007. Disponível em www.cbra.org.br Estratégias reprodutivas de peixes aplicadas à aqüicultura: bases para o desenvolvimento de tecnologias

Leia mais

Fertilização de Ovócitos de Tambaqui com Sêmen in Natura

Fertilização de Ovócitos de Tambaqui com Sêmen in Natura III Seminário de Iniciação Científica e Pós-Graduação da Embrapa Tabuleiros Costeiros 209 Fertilização de Ovócitos de Tambaqui com Sêmen in Natura Allisson Fabiano Silva Ferro¹; Giselle Santana Barreto

Leia mais

BIOLOGIA E CULTIVO DO DOURADO (Salminus brasiliensis)

BIOLOGIA E CULTIVO DO DOURADO (Salminus brasiliensis) BIOLOGIA E CULTIVO DO DOURADO (Salminus brasiliensis) [Biology and culture of dourado fish (Salminus brasiliensis)] Marco Aurélio Della Flora *, Fernando Maschke, Cristiano Costenaro Ferreira, Fábio de

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DOCENTE RESPONSÁVEL : Profa. Dra. Wilma De Grava Kempinas

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DOCENTE RESPONSÁVEL : Profa. Dra. Wilma De Grava Kempinas PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: Licenciatura e Bacharelado DISCIPLINA: Embriologia Comparada ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: Morfologia DOCENTE RESPONSÁVEL

Leia mais

acidae (Osteichthyes, ormes) da bacia do São Francisco,

acidae (Osteichthyes, ormes) da bacia do São Francisco, Biologia repr eprodutiv odutiva e repr eprodução induzida de duas espécies de Characidae acidae (Osteichthyes, es, Characif acifor ormes) da bacia do São Francisco, Minas Gerais, Brasil Yoshimi Sato 1

Leia mais

Traceability in management broodstocks of reophilic fish: case study Guerreiro, L.R.J.; Streit Jr.; D.P.; Rotta, M.A.

Traceability in management broodstocks of reophilic fish: case study Guerreiro, L.R.J.; Streit Jr.; D.P.; Rotta, M.A. 35 Traceability in management broodstocks of reophilic fish: case study Reception of originals: 07/19/2012 Release for publication: 03/26/2015 Luís Ricardo Jayme Guerreiro Mestre em Zootecnia pela UFRGS

Leia mais

Processamento e preservação de sêmen de peixes nativos

Processamento e preservação de sêmen de peixes nativos Processamento e preservação de sêmen de peixes nativos Paulo César Falanghe Carneiro Embrapa Aracaju - SE Introdução Blaxter 1950: Arenque com reprodução em épocas diferentes Uso do gelo seco Conhecimento

Leia mais

Descrição morfológica dos ovários do peixe Melanotaenia boesemani em atividade reprodutiva 1

Descrição morfológica dos ovários do peixe Melanotaenia boesemani em atividade reprodutiva 1 DOI: 10.1590/S0100-736X2016000900016 Descrição morfológica dos ovários do peixe Melanotaenia boesemani em atividade reprodutiva 1 Marcella C. Radael 2 *, Paulo J. Fosse 3, Rafaele M. da Silva 2, João C.

Leia mais

Localização da bacia e aspectos políticos

Localização da bacia e aspectos políticos Localização da bacia e aspectos políticos Nasce na região central do estado (Serra do Espinhaço) e flui em direção nordeste...... até o Oceano Atlântico em Belmonte (BA) Apresenta 94% da área de drenagem

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina A - Tipografia III. Docente(s) Fernanda Henriques

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina A - Tipografia III. Docente(s) Fernanda Henriques Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina 0003655A - Tipografia III Docente(s) Fernanda Henriques Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento de Design Créditos

Leia mais

FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO E/OU REGULAMENTAÇÃO DE DISCIPLINA

FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO E/OU REGULAMENTAÇÃO DE DISCIPLINA 116 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PROJETOS E ACOMPANHAMENTO CURRICULAR DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO CURRICULAR FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO E/OU REGULAMENTAÇÃO DE DISCIPLINA

Leia mais

Evolução induzida pela pesca em Tucunarés azuis ( Cichla piquiti ) no reservatório de Serra da Mesa, GO. 1. Introdução 2. Materiais e Métodos

Evolução induzida pela pesca em Tucunarés azuis ( Cichla piquiti ) no reservatório de Serra da Mesa, GO. 1. Introdução 2. Materiais e Métodos Evolução induzida pela pesca em Tucunarés azuis (Cichla piquiti) no reservatório de Serra da Mesa, GO. Leo Caetano Fernandes da SILVA 1,4, Ronaldo ANGELINI 1,2, Carollinny Vilas Boas dos PASSOS 3, Nathália

Leia mais

Universidade Federal do Amazonas 2. Universidade Federal do Amazonas 3

Universidade Federal do Amazonas 2. Universidade Federal do Amazonas 3 DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO E LARVAL DO BRYCON AMAZONICUS (GUNTER, 1869) Ana Carolina Souza Sampaio Nakauth 1, Marle Angelica Villacorta-Correa 2, Mário Roberto Chin Figueiredo 3 e Geraldo Bernardinho

Leia mais

PESQUISA DE ECTO E ENDOPARASITOS EM PEIXES DE TANQUES ARTIFICIAIS DO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO, SÃO PAULO.

PESQUISA DE ECTO E ENDOPARASITOS EM PEIXES DE TANQUES ARTIFICIAIS DO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO, SÃO PAULO. PESQUISA DE ECTO E ENDOPARASITOS EM PEIXES DE TANQUES ARTIFICIAIS DO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO, SÃO PAULO. Mariluce Gonçalves Fonseca (Faculdades Integradas FAFIBE) Rodrigo José Ilário (GFaculdades Integradas

Leia mais

Estrutura populacional em peixes de água doce. O que a genética conta sobre os grupos de peixes migradores

Estrutura populacional em peixes de água doce. O que a genética conta sobre os grupos de peixes migradores Estrutura populacional em peixes de água doce. O que a genética conta sobre os grupos de peixes migradores Pedro Manoel Galetti Junior Departamento de Genética e Evolução Universidade Federal de São Carlos

Leia mais

BIOLOGIA REPRODUTIVA DE Plagioscion squamosissimus (TELEOSTEI, SCIAENIDAE) NA REPRESA DE BARRA BONITA, RIO PIRACICABA (SP)

BIOLOGIA REPRODUTIVA DE Plagioscion squamosissimus (TELEOSTEI, SCIAENIDAE) NA REPRESA DE BARRA BONITA, RIO PIRACICABA (SP) Revista UNIMAR 19(2):447-460, 1997. BIOLOGIA REPRODUTIVA DE Plagioscion squamosissimus (TELEOSTEI, SCIAENIDAE) NA REPRESA DE BARRA BONITA, RIO PIRACICABA (SP) Francisco Manoel de Souza Braga* RESUMO. O

Leia mais

DINÂMICA REPRODUTIVA DE Geophagus brasiliensis (QUOY & GAIMARD, 1824), NO AÇUDE ÁGUAS BELAS, VIAMÃO, RIO GRANDE DO SUL. (TELEOSTEI CICHLIDAE)'

DINÂMICA REPRODUTIVA DE Geophagus brasiliensis (QUOY & GAIMARD, 1824), NO AÇUDE ÁGUAS BELAS, VIAMÃO, RIO GRANDE DO SUL. (TELEOSTEI CICHLIDAE)' SEÇÃO: RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS DINÂMICA REPRODUTIVA DE Geophagus brasiliensis (QUOY & GAIMARD, 1824), NO AÇUDE ÁGUAS BELAS, VIAMÃO, RIO GRANDE DO SUL. (TELEOSTEI CICHLIDAE)' GIL ORTIZ SANTOS 2, NELSON

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS. Disciplinas da Formação Técnica Específica FTE

EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS. Disciplinas da Formação Técnica Específica FTE SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO E STADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL- SUPROF DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DIRDEP EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS EMENTÁRIO:

Leia mais

Incubação de ovos e larvas de pacu (Piaractus mesopotamicus holmberg, 1887) em incubadoras do tipo israelense e woynarovich

Incubação de ovos e larvas de pacu (Piaractus mesopotamicus holmberg, 1887) em incubadoras do tipo israelense e woynarovich DOI: 10.5433/1679-0359.2011v32n2p789 Incubação de ovos e larvas de pacu (Piaractus mesopotamicus holmberg, 1887) em incubadoras do tipo israelense e woynarovich Incubation of eggs and larvae of pacu (Piaractus

Leia mais

RIZIPISCICULTURA: PRODUÇÃO CONSORCIADA DE ARROZ E LAMBARI

RIZIPISCICULTURA: PRODUÇÃO CONSORCIADA DE ARROZ E LAMBARI RIZIPISCICULTURA: PRODUÇÃO CONSORCIADA DE ARROZ E LAMBARI Adriana Sacioto Marcantonio*, Hélio Minoru Takada, Omar Vieira Vilella, Guilherme Casoni Rocha, Flávia Cardoso Lourenço, Maria Alice Lemos Rachman,

Leia mais

Carga horária Teo./Prat. Código Nome da Disciplina Créditos. DISCIPLINAS DE NIVELAMENTO (Todas as áreas de concentração)

Carga horária Teo./Prat. Código Nome da Disciplina Créditos. DISCIPLINAS DE NIVELAMENTO (Todas as áreas de concentração) ESTRUTURA CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA DA UFLA - MATRIZ DE 2016 NIVEL: MESTRADO (MS) E DOUTORADO (DS) ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO: PRODUÇÃO E NUTRIÇÃO DE RUMINANTES (PNR) PRODUÇÃO E NUTRIÇÃO

Leia mais

ESTRUTURA POPULACIONAL DE Auchenipterus nuchalis DO RESERVATÓRIO COARACY NUNES

ESTRUTURA POPULACIONAL DE Auchenipterus nuchalis DO RESERVATÓRIO COARACY NUNES ESTRUTURA POPULACIONAL DE Auchenipterus nuchalis DO RESERVATÓRIO COARACY NUNES Barros, I. F.A. (1) ; Sá-Oliveira, J.C. (2) ; Vasconcelos, H.C.G. (3) ; Souza, N.S. (2) huannvasconcelos@unifap.br (1) Aluno

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina B - Metodologia Científica

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina B - Metodologia Científica Curso 2302N - Bacharelado em Design Ênfase Identificação Disciplina 0003622B - Metodologia Científica Docente(s) Ana Beatriz Pereira de Andrade Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

Tipo de crescimento e aspectos reprodutivos do peixe marinho Oligoplites palometa (Osteichthyes: Carangidae), na costa do Rio Grande do Norte, Brasil.

Tipo de crescimento e aspectos reprodutivos do peixe marinho Oligoplites palometa (Osteichthyes: Carangidae), na costa do Rio Grande do Norte, Brasil. ARTIGO DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v2n2p25-30 Tipo de crescimento e aspectos reprodutivos do peixe marinho Oligoplites palometa (Osteichthyes: Carangidae), na costa do Rio Grande

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Concurso Público da Companhia Paranaense de Energia - COPEL. 23 de maio de 2010 TÉCNICO EM PISCICULTURA I

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Concurso Público da Companhia Paranaense de Energia - COPEL. 23 de maio de 2010 TÉCNICO EM PISCICULTURA I Pontifícia Universidade Católica do Paraná Concurso Público da Companhia Paranaense de Energia - COPEL 23 de maio de 2010 CARGO Nº 10 TÉCNICO EM PISCICULTURA I N.º DO CARTÃO NOME (LETRA DE FORMA) ASSINATURA

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DE PISCICULTURAS E PESQUE-PAGUES NA REGIÃO DE ITUVERAVA, SP

CARACTERIZAÇÃO DE PISCICULTURAS E PESQUE-PAGUES NA REGIÃO DE ITUVERAVA, SP CARACTERIZAÇÃO DE PISCICULTURAS E PESQUE-PAGUES NA REGIÃO DE ITUVERAVA, SP 23 ARANTES, Carlos Alberto 1 TAKATA, Rodrigo 2 ASSANO, Marcelo 3 JOMORI, Rosangela Kiyoko 4 Recebido em: 2011-08-30 Aprovado em:

Leia mais

CRIAÇÃO DE BIJUPIRÁ EM SISTEMA DE RECIRCULAÇÃO DE ÁGUA

CRIAÇÃO DE BIJUPIRÁ EM SISTEMA DE RECIRCULAÇÃO DE ÁGUA CRIAÇÃO DE BIJUPIRÁ EM SISTEMA DE RECIRCULAÇÃO DE ÁGUA Luís André Sampaio Universidade Federal do Rio Grande - FURG Instituto de Oceanografia Laboratório de Piscicultura Estuarina e Marinha sampaio@mikrus.com.br

Leia mais

Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.30, n.3/4, p , jul./dez Disponível em

Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.30, n.3/4, p , jul./dez Disponível em Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.30, n.3/4, p.168-173, jul./dez. 2006. Disponível em www.cbra.org.br Utilização de hormônios na reprodução induzida do surubim (Pseudoplatystoma spp) Hormone utilization

Leia mais

Desenvolvimento embrionário da carpa prateada, Hypophthalmichthys molitrix (Valenciennes, 1844)

Desenvolvimento embrionário da carpa prateada, Hypophthalmichthys molitrix (Valenciennes, 1844) http://dx.doi.org/10.4322/rbcv.2014.076 21 Desenvolvimento embrionário da carpa prateada, Hypophthalmichthys molitrix (Valenciennes, 1844) Embryonic development of silver carpa, Hypophthalmichthys molitrix

Leia mais

E.S. Andrade 1, A.F.S. Carvalho 1, M.R. Ferreira 1, F.G. Paula 2, F.S. Rodrigues 2, V.O. Felizardo 1,4, R.V. Reis Neto 3, L.D.S. Murgas 1.

E.S. Andrade 1, A.F.S. Carvalho 1, M.R. Ferreira 1, F.G. Paula 2, F.S. Rodrigues 2, V.O. Felizardo 1,4, R.V. Reis Neto 3, L.D.S. Murgas 1. Rev. Bras. Reprod. Anim., Belo Horizonte, v.38, n.4, p.230-236, out./dez. 2014. Disponível em www.cbra.org.br Indutores hormonais na reprodução artificial de curimba (Prochilodus lineatus) Inducing hormone

Leia mais

Série -8º ANO A. Agenda Diária - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica. Correção das atividades Classificação dos triângulos

Série -8º ANO A. Agenda Diária - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica. Correção das atividades Classificação dos triângulos 8º Ano - T 8º Ano - B 8º Ano - A Série -8º ANO A História Correção das atividades Classificação dos triângulos Brasil real pág.252 Condicional Simple: uso y forma Págs. 83 a 85 Ovários e testículos; Classificação

Leia mais

MÉTODO DE CULTIVO NA PRODUÇÃO DE ALEVINOS DE TILÁPIA DO NILO REVERTIDOS

MÉTODO DE CULTIVO NA PRODUÇÃO DE ALEVINOS DE TILÁPIA DO NILO REVERTIDOS Revista Educação Agrícola Superior Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior - ABEAS - v.29, n.2, p.142-146, 2014. ISSN - 0101-756X - DOI: http://dx.doi.org/10.12722/0101-756x.v29n02a19 MÉTODO

Leia mais

BIOLOGIA REPRODUTIVA DO TAMBAQUI, Colossoma macropomum CUVIER, 1818 (TELEOSTEI, SERRASALMIDAE), NO BAIXO AMAZONAS, BRASIL

BIOLOGIA REPRODUTIVA DO TAMBAQUI, Colossoma macropomum CUVIER, 1818 (TELEOSTEI, SERRASALMIDAE), NO BAIXO AMAZONAS, BRASIL BIOLOGIA REPRODUTIVA DO TAMBAQUI, Colossoma macropomum CUVIER, 1818 (TELEOSTEI, SERRASALMIDAE), NO BAIXO AMAZONAS, BRASIL Elisabeth Farias VIEIRA 1, Victoria Judith ISAAC 2, Nídia Noemi FABRÉ 3 RESUMO

Leia mais

CARACTERÍSTICAS SEMINAIS DA CARPA Cyprinus carpio, LINNAEUS, 1758

CARACTERÍSTICAS SEMINAIS DA CARPA Cyprinus carpio, LINNAEUS, 1758 CARACTERÍSTICAS SEMINAIS DA CARPA Cyprinus carpio, LINNAEUS, 1758 UNITERMOS: Sêmen, peixes; Espermatozóides, peixes; Peixes, carpa JOÃO CARLOS FERNANDES DE OLIVEIRA Mestre em Reprodução Animal Faculdade

Leia mais

RENDIMENTO DE CARCAÇA DE PEIXE MATRINXÃ (Brycon cephalus) NOS DIFERENTES CORTES DE CABEÇA. CARCASS YIELDING OF Brycon cephalus IN DIFFERENT HEAD CUTS

RENDIMENTO DE CARCAÇA DE PEIXE MATRINXÃ (Brycon cephalus) NOS DIFERENTES CORTES DE CABEÇA. CARCASS YIELDING OF Brycon cephalus IN DIFFERENT HEAD CUTS RENDIMENTO DE CARCAÇA DE PEIXE MATRINXÃ (Brycon cephalus) NOS DIFERENTES CORTES DE CABEÇA RESUMO Com este experimento objetivou-se avaliar o rendimento de carcaça de matrinxã (Brycon cephalus) nos diferentes

Leia mais

Estimativa do Tamanho da Primeira Maturação Sexual da Rã - Touro, Rana catesbeiana, no Sistema Anfigranja de Criação Intensiva

Estimativa do Tamanho da Primeira Maturação Sexual da Rã - Touro, Rana catesbeiana, no Sistema Anfigranja de Criação Intensiva R. Bras. Zootec., v.27, n.3, p.416-420, 1998 Estimativa do Tamanho da Primeira Maturação Sexual da Rã - Touro, Rana catesbeiana, no Sistema Anfigranja de Criação Intensiva Samuel Lopes Lima 1, Cristina

Leia mais

IV Simpósio de Ciências da UNESP Dracena. V Encontro de Zootecnia Unesp Dracena

IV Simpósio de Ciências da UNESP Dracena. V Encontro de Zootecnia Unesp Dracena QUALIDADE DE ÁGUA EM PESQUE-PAGUES O MU ICÍPIO DE DRACE A/SP DURA TE AS ESTAÇÕES DE VERÃO E I VER O¹ WATER QUALITY I SPORT FISHI G AT DRACE A/SP CITY DURI G SUMMER A D WI TER Lidiane Cristina Gonçalves

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Disciplina: ZOOLOGIA III (VERTEBRADOS I) Professor(es): Profa Dra Mônica Ponz Louro Código da Disciplina: 020.1378.9

Leia mais

Biologia reprodutiva e desova induzida de duas espécies de bagres (Osteichthyes: Siluriformes) da bacia do rio São Francisco

Biologia reprodutiva e desova induzida de duas espécies de bagres (Osteichthyes: Siluriformes) da bacia do rio São Francisco Biologia reprodutiva e desova induzida de duas espécies de bagres (Osteichthyes: Siluriformes) da bacia do rio São Francisco Edson Vieira Sampaio * e Yoshimi Sato Estação de Hidrobiologia e Piscicultura

Leia mais

Gilberto Aparecido Villares Junior *, Leandro Muller Gomiero e Roberto Goitein

Gilberto Aparecido Villares Junior *, Leandro Muller Gomiero e Roberto Goitein Relação peso-comprimento e fator de condição de Salminus hilarii Valenciennes 8 (Osteichthyes, Characidae) em um trecho da bacia do rio Sorocaba,, Estado de São Paulo, Brasil Gilberto Aparecido Villares

Leia mais

Engenharia Ambiental e Sanitária VI Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade. 25/10 (Terça) 26/10 (Quarta) 27/10 (Quinta)

Engenharia Ambiental e Sanitária VI Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade. 25/10 (Terça) 26/10 (Quarta) 27/10 (Quinta) Engenharia Ambiental e Sanitária VI Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade 25/10 (Terça) 26/10 (Quarta) 27/10 (Quinta) Mostra dos TGs Anfiteatro. Mini curso: A ecotoxicologia como ferramenta no biomonitoramento

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Fisiologia Vegetal II: Desenvolvimento ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Fisiologia Vegetal II: Desenvolvimento ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: Fisiologia Vegetal II: Desenvolvimento ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELIPONICULTURA PROGRAMA DA DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELIPONICULTURA PROGRAMA DA DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELIPONICULTURA PROGRAMA DA DISCIPLINA 01. CARACTERÍSTICAS DA DISICIPLINA 1.1 Código: AF 698 1.2 Carga horária: 04 horas/semana

Leia mais

ASPECTOS DA BIOLOGIA POPULACIONAL DO TUCUNARÉ (Cichla piquiti) NO RESERVATÓRIO DE LAJEADO, RIO TOCANTINS

ASPECTOS DA BIOLOGIA POPULACIONAL DO TUCUNARÉ (Cichla piquiti) NO RESERVATÓRIO DE LAJEADO, RIO TOCANTINS 11 a 14 de dezembro de 2012 Campus de Palmas ASPECTOS DA BIOLOGIA POPULACIONAL DO TUCUNARÉ (Cichla piquiti) NO RESERVATÓRIO DE LAJEADO, RIO TOCANTINS Leandro Amorim da Silva 1, Fernando Mayer Pelicice

Leia mais

LARVICULTURA DO TAMBAQUI EM DIFERENTES DENSIDADES DE ESTOCAGEM

LARVICULTURA DO TAMBAQUI EM DIFERENTES DENSIDADES DE ESTOCAGEM LARVICULTURA DO TAMBAQUI EM DIFERENTES DENSIDADES DE ESTOCAGEM Sandra Soares dos SANTOS; José Patrocínio LOPES*; Miguel Arcanjo dos SANTOS-NETO & Luciana Silva dos SANTOS Departamento de Educação, Universidade

Leia mais