ANÁLISE DA SATISFAÇÃO DO AUTOR COM O VALOR RECEBIDO EM INDENIZAÇÃO JUDICIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DA SATISFAÇÃO DO AUTOR COM O VALOR RECEBIDO EM INDENIZAÇÃO JUDICIAL"

Transcrição

1 ANÁLISE DA SATISFAÇÃO DO AUTOR COM O VALOR RECEBIDO EM INDENIZAÇÃO JUDICIAL INTRODUÇÃO O presente trabalho propõe uma pesquisa de satisfação com pessoas Autoras em processos de indenização já concluídos. Foram elas vítimas dos mais variados eventos danosos, como acidente de trânsito, acidente de trabalho, restrição de crédito, extravio de bagagem e vilipêndio de cadáver. A pesquisa busca analisar, precipuamente, o nível de satisfação das pessoas com os valores recebidos, e, de forma secundária, outros fatores como a duração dos processos, os valores recebidos em cada categoria de evento danoso e a existência de queixas em relação ao processo judicial. OBJETIVOS Objetivo geral: Verificar se um grupo de pessoas que recebeu valores de indenização judicial ficou satisfeito com a quantia arbitrada pelo juiz. Objetivos secundários: Verificar quais são os valores recebidos em cada categoria de evento danoso, as principais queixas das pessoas em relação ao seu processo de indenização, e, nos casos de não satisfação com o valor recebido, qual a quantia considerada pelo Autor como a mais adequada. MATERIAL E MÉTODOS População e amostra: A população é constituída pelos clientes de um escritório de advocacia, que receberam valores de indenização em processos concluídos no período de 2003 a 202. Analisou-se uma amostra de casos de indenização numa população de 220.

2 Foi utilizada a amostragem de conveniência: está é uma forma de amostragem não probabilística que leva em conta as restrições envolvidas no levantamento ausência de tempo e recursos para o levantamento dos dados. Embora não sejam feitas inferências em amostras de conveniência, estas podem ser importantes para levantar hipóteses e formular modelos. Coleta de dados: A coleta de dados foi realizada no período de 0 de setembro a º de outubro de 202, utilizando o aplicativo do Google Docs, que é um pacote de aplicativos do Google composto de um processador de texto, um editor de apresentações, um editor de planilhas e um editor de formulário, utilizado nessa pesquisa. Os entrevistados foram previamente consultados sobre a disponibilidade de responder ao questionário e a melhor conveniência do meio (se por ou telefone), com exceção de um caso, que foi respondido pessoalmente. Todas as respostas foram computadas diretamente no questionário do Google Docs. Após a coleta de dados, eles foram organizados e analisados pelo Excel, e posteriormente, pelo software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences). No SPSS, utilizou-se o cálculo de medidas de dispersão, tabelas de frequências e cruzadas. Posteriormente, foram elaborados gráficos no Excel com essas tabelas. Em relação ao questionário respondido pelos entrevistados (em anexo), foram realizadas 8 perguntas, sendo de múltipla escolha e discursivas. RESULTADOS E DISCUSSÕES FIGURA Ano em que o Autor recebeu a indenização % % % 7% %

3 Conforme apontado pela FIGURA, entre os entrevistados participantes, 83% receberam a indenização entre os anos de 2009 e 202. FIGURA 2 Valores de indenização recebidos por evento danoso Acidente de trabalho 3 27% Acidente de trânsito com danos materiais Extravio de bagagem % % 7% 7% Restrição de Crédito Vilipêndio de cadáver Acidente de trânsito com resultado lesão Acidente de trânsito com resultado morte % Até R$.000,00 De R$.000,0 De R$0.000,0 De R$.000,0 até R$0.000,00 até R$.000,00 até R$30.000,00 De R$30.000,0 até R$00.000,00 Acima de R$00.000,0 Tabela : Medidas de dispersão dos valores de indenização recebidos por evento danoso. N Mínimo Máximo Média Desvio Padrão Extravio de bagagem R$ 3.000,00 Extravio de bagagem R$ 3.000,00 Vilipêndio de Cadáver R$ ,00 Acidente de trânsito com resultado lesão R$ 2.000,00 Coeficiente de variação Acidente de trabalho 2 R$ 0.000,00 R$ 8.000,00 R$ 9.000,00 R$ 7.37,3 0,8 Acidente de trânsito com danos materiais 3 R$.200,00 R$ 3.000,00 R$ 2.0,7 R$ 90,8 0,07 Acidente de trânsito com resultado morte R$ 0.000,00 R$ ,00 R$ 28.00,00 R$ 93.70, 0,8 Restrição de crédito 28 R$ 2.000,00 R$ ,00 R$ 0.22,8 R$ 7.079,92 0,70 Na Tabela podemos observar as medidas de dispersão dos valores de indenização recebidos por evento danoso.

4 No caso de Extravio de bagagem, vilipêndio de cadáver e acidente de trânsito com resultado lesão, só ocorreu um evento. Logo, não podemos fazer uma análise desses dados por não haver outros eventos a serem comparados. Nos casos de acidente de trabalho, observa-se que o valor mínimo de indenização foi R$0.000,00 e o valor máximo, R$8.000,00. A média dos valores recebidos ficou em R$9.000,00, sendo que o desvio padrão foi R$7.37,3 com um coeficiente de variação de 0,8, mostrando como o desvio e alto em relação à média, e um dos motivos que fez esses dados não serem homogêneos é o fato de terem ocorrido poucos casos. Nos casos de acidente de trânsito onde houve danos materiais, o valor mínimo de indenização foi R$.200,00 e o valor máximo, R$3.000,00. A média dos valores recebidos ficou em R$2.0,7, sendo que o desvio padrão foi R$90,8 e o coeficiente de variação ficou em 0,07 o mais baixo da pesquisa, mostrando que esse é o grupo mais homogêneo em relação a valores recebidos por indenização. Contudo, assim como no caso do acidente de trabalho, não podemos afirmar que esses sejam resultados precisos visto que foram analisados apenas 3 casos. Nos acidentes de trânsito com resultado morte, houve casos, que representam da amostra. O valor mínimo recebido foi R$0.000,00 e o valor máximo, R$00.000,00. A média dos valores ficou em R$28.00,00, sendo que o desvio padrão foi R$93.70,, o que é considerado um desvio alto. Na categoria restrições de crédito, foram analisadas as hipóteses de inscrição indevida, protesto indevido, bloqueio de cartão, cobrança indevida. Elas somam 28 casos e representam 8% da amostra, um número representativo. O valor mínimo para a categoria foi R$2.000,00 e o valor máximo, R$30.000,00, a média dos valores recebidos ficou em R$0.22,8, sendo que o desvio padrão foi R$7.079,92, o que indica que os valores estão distantes da média. FIGURA 3 A satisfação do Autor com o valor recebido 7 3 % Sim 39% Não

5 Dos entrevistados que responderam ao questionário 0,98% ficaram satisfeitos com o valor recebido e apenas 39,0 não ficaram satisfeitos. Tabela 2: Porcentagem de satisfação dos Autores por faixa do valor de indenização recebido. Ficou satisfeito Valor da Indenização Sim Não Total Até R$.000,00 33% De R$.000,0 até R$0.000,00 % De R$0.000,0 até R$.000,00 De R$.000,0 até R$30.000,00 8 De R$30.000,0 até R$00.000,00 7% Acima de R$00.000,0 83% % 3% 33% 7% Total % 39% FIGURA Satisfação dos autores por faixa do valor de indenização recebido % Até R$.000,00 De R$.000,0 até R$0.000, ,3% De R$0.000,0 até R$.000,00 De R$.000,0 até R$30.000,00 7% 7% De R$30.000,0 até R$00.000,00 Acima de R$00.000,0 33% 3% 33% 3,7% Sim Não Na FIGURA, vemos a porcentagem dos Autores que ficaram ou não satisfeitos em relação ao valor de indenização recebido. Observa-se que 7% dos clientes que receberam até R$.000,00 não ficaram satisfeitos com o valor recebido.

6 Na faixa de R$.000,0 até R$0.000,00, os clientes satisfeitos somam %. Dentre os que receberam entre R$0.000,0 e.000,00, apenas ficaram satisfeitos. Nos valores entre R$.000,0 e R$30.000,00, observa-se que 8 dos clientes ficaram satisfeitos. Os clientes satisfeitos quanto aos valores entre R$30.000,0 e R$00.000,00 somam 7%. Por fim, o maior nível de satisfação se deu entre os clientes que receberam valores acima de R$00.000,00, totalizando 83%. Conclui-se que os clientes mais satisfeitos por faixa de valores recebidos são aqueles que receberam a indenização acima de R$00.000,00, enquanto os menos satisfeitos são aqueles cujo valor indenizatório não ultrapassou os R$.000,00. Quanto aos valores entre 0.000,00 e.000,00, observa-se que o grau de satisfação ficou equilibrado, na medida em que dos clientes ficaram satisfeitos e se mostraram insatisfeitos. Tabela 3: Porcentagem do valor recebido por satisfação do autor. Ficou satisfeito? Valor da Indenização Sim Não Total Até R$.000,00 8% 2 % De R$.000,0 até R$0.000,00 28% 7 27% De R$0.000,0 até R$.000,00 3% 0 De R$.000,0 até R$30.000,00 % % De R$30.000,0 até R$00.000,00 8% 2 % 7% 3 Acima de R$00.000,0 % % Total FIGURA Valor recebido por satisfação do autor. 3% 3 % % 8% 28% 3% Até R$.000,00 De R$.000,0 De R$0.000,0 até R$0.000,00 até R$.000,00 % De R$.000,0 até R$30.000,00 8% % % % De R$30.000,0 até R$00.000,00 Sim Não Acima de R$00.000,0

7 Fonte: Pesquisa do Autor Na FIGURA podemos analisar a porcentagem em relação à satisfação do cliente. Das pessoas que ficaram satisfeitas, a maior parte delas (28%) recebeu entre R$.000,00 e R$0.000,00. dos Autores satisfeitos receberam valores entre R$0.000,0 e R$.000,00 e outros receberam acima de R$00.000,00. Na sequência, tem-se % dos clientes satisfeitos, que receberam entre R$.000,00 e R$30.000,00. Por fim, 8% dos clientes satisfeitos receberam até R$.000,00, sendo essa mesma porcentagem a dos clientes satisfeitos com valores entre R$30.000,0 e R$00.000,00. Dos clientes que não ficaram satisfeitos, a maior parte (3%) recebeu valores entre R$0.000,0 e R$.000,00, receberam até R$.000,00 e receberam entre R$.000,0 e R$0.000,00. Os clientes que receberam valores entre R$.000,0 e R$30.000,00; entre R$30.000,0 e R$00.000,00 e acima de R$00.000,0, tiveram a mesma porcentagem de não satisfação com o valor recebido, totalizando % em cada faixa. Tabela : Intersecção entre porcentagem do valor recebido e satisfação do autor. Ficou satisfeito Valor da Indenização Sim Não Total Até R$.000,00 % 2 % De R$.000,0 até R$0.000,00 7% 7 27% De R$0.000,0 até R$.000,00 0 De R$.000,0 até R$30.000,00 De R$30.000,0 até R$00.000,00 % 2 7% 3 Acima de R$00.000,0 % Total % 39% 0 2 Fonte: Pesquisa do Autor FIGURA Valor recebido e Satisfação do Autor.

8 8% % % 8% % % % 7% Até R$.000,00 De R$.000,0 De R$0.000,0 De R$.000,0 até R$0.000,00 até R$.000,00 até R$30.000,00 % Sim Não De R$30.000,0 até R$00.000,00 Acima de R$00.000,0 Fonte: Pesquisa do Autor NA FIGURA temos a porcentagem conjunta, que se interpreta da seguinte forma: Dos Autores que responderam ao questionário, 7% receberam entre de R$.000,0 até R$0.000,00 e ficaram satisfeitos. Na sequência, observa-se que os Autores que receberam entre R$ e R$.000,00 e ficaram satisfeitos somam. Essa é também a porcentagem dos Autores que receberam valores acima de R$00.000,00 e ficaram satisfeitos. Aqueles que receberam entre R$0.000,00 e R$.000,00 e não ficaram satisfeitos somam. Os Autores que receberam até R$.000,00 e não ficaram satisfeitos somam, sendo essa a mesma porcentagem das pessoas que receberam entre R$.000,00 e R$0.000,00. Os Autores que não se mostraram satisfeitos com os valores entre R$.000,0 e R$30.000,00; entre R$30.000,0 e R$00.000,00 e acima de R$00.000,00 somam, em cada faixa,. Analisando a satisfação dos Autores em cada faixa de valor recebido, podemos observar que somente aqueles que receberam valores até R$.000,00 se mostraram, em sua maioria, insatisfeitos com a quantia. Entre aqueles que receberam valores entre R$0.000,00 e R$.000,00, metade ficou satisfeita e metade não. Em todas as demais faixas de valores, verifica-se que a maior parte dos Autores se mostrou satisfeita com a quantia recebida.

9 FIGURA 7 Valor que o Autor não satisfeito gostaria de ter recebido. 3 9% % Até R$0.000,00 De R$0.000,0 até R$20.000,00 De R$20.000,0 até R$00.000,00 Acima de R$00.000,0 Fonte: Pesquisa do Autor Dos Autores não satisfeitos, gostariam de ter recebido uma indenização entre R$0.000,0 e R$ ,00. gostariam de ter recebido entre R$20.000,0 e R$00.000,00. 9% dos Autores não satisfeitos gostariam de ter recebido valores acima de R$00.000,0. Somente % dos Autores teriam ficado satisfeitos com valores acima de R$0.000,00. FIGURA 8 O Cliente tem queixas em relação ao processo de indenização? 7 3% 37% 3 Sim Não

10 Foi perguntado aos clientes se eles tinham alguma queixa em relação ao processo de indenização, sendo que 3% deles responderam que tinham queixas e 37% responderam que não. FIGURA 9 Quais são as principais queixas em relação ao processo? 0 8 8% % % Demorado Caro Indenização Baixa Em uma questão de múltipla escolha, dos 3% dos clientes que têm queixas do processo de indenização, 8% responderam que o processo foi muito demorado, % se queixaram do baixo valor da indenização e % responderam que o processo foi caro. Das pessoas consultadas, 8% tiveram o benefício da Justiça Gratuita. Dos 3 que não contaram com esse benefício, 7% se queixaram do alto custo do processo. FIGURA 0- Duração do processo até o recebimento da indenização. 3 3% % Até 3 anos De 3 a 7 anos Acima de 7 anos Dentre os Autores consultados, % responderam que a duração do processo até o recebimento da indenização foi de 3 a 7 anos.

11 3% responderam que durou até 3 anos, e uma minoria de respondeu que o processo de indenização durou mais de 7 anos. CONCLUSÃO REFERÊNCIAS Este tipo de amostra, é determinada por ordem do pesquisador, ou seja não há uma aleatoriedade para a escolha de um elemento da população. A escolha de um método não probabilístico, via de regra, sempre encontrará desvantagem frente ao método probabilístico. No entanto, em alguns casos, se faz necessário a opção por este método. Observa-se que no envio de questionários via correio o método é não probabilístico (mesmo que a opção seja por amostragem Probabilística). O respondente pode não querer responder o questionário ou mesmo não ser localizado. Fonseca (99), alerta que não há formas de se generalizar os resultados obtidos na amostra para o todo da população quando se opta por este método de amostragem.

Os principais objetivos desta pesquisa são: verificar a freqüência e as características da mesma e estimular a atenção para a análise concentrada.

Os principais objetivos desta pesquisa são: verificar a freqüência e as características da mesma e estimular a atenção para a análise concentrada. ESTUDO PRELIMINAR SOBRE A OPINIÃO DOS MEMBROS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSICANÁLISE A RESPEITO DE SESSÕES EM DIAS CONCENTRADOS NO SEGUNDO SEMESTRE DE 1999 Alfredo Menotti Colucci * 1 Alírio Torres Dantas

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE Sistema de Gestão da Qualidade

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE Sistema de Gestão da Qualidade RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2012 Sistema de Gestão da Qualidade 1/13 SUMÁRIO 1. - Introdução.... 3 2. - Metodologia.... 3 2.1 - Amostragem e

Leia mais

3 Metodologia Tipo de Pesquisa

3 Metodologia Tipo de Pesquisa 3 Metodologia 3.1. Tipo de Pesquisa Para a classificação desta pesquisa foi adotada a taxonomia proposta por Vergara (2000). Segundo esta classificação, as pesquisas podem ser classificadas quanto aos

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE Sistema de Gestão da Qualidade

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE Sistema de Gestão da Qualidade RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2010 Sistema de Gestão da Qualidade - 1 - SUMÁRIO 1. - Introdução.... 3 2. - Metodologia.... 3 2.1 - Amostragem e

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS MÃES Estácio de Sá Campo Grande Graduação em Administração

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS MÃES Estácio de Sá Campo Grande Graduação em Administração INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS MÃES 2015 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Dia das Mães 2015 Rua Venâncio Borges do Nascimento, 377 Jardim Tv Morena Campo Grande - MS, 79050-700

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DOS NAMORADOS 2014

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DOS NAMORADOS 2014 1 INTENÇÃO DE COMPRA DIA DOS NAMORADOS 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Dia dos Namorados 2014 Rua Venâncio Borges do Nascimento, 377 Jardim Tv Morena Campo Grande

Leia mais

Tutorial para consulta dos Resultados WebSAI ETEC

Tutorial para consulta dos Resultados WebSAI ETEC Tutorial para consulta dos Resultados WebSAI 2016 - ETEC Centro Paula Souza Fevereiro/2017 Sumário Sumário... 1 Tabela de figuras... 2 Conceitos e simbologia... 4 Apresentação... 5 Consultando os resultados

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2015)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2015) Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2015) I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA ESTATÍSTICA APLICADA CARGA HORÁRIA 46 CURSO

Leia mais

EXERCÍCIO FÍSICO NA TERCEIRA IDADE: NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE ABERTA A MATURIDADE EM LAGOA SÊCA/PB

EXERCÍCIO FÍSICO NA TERCEIRA IDADE: NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE ABERTA A MATURIDADE EM LAGOA SÊCA/PB EXERCÍCIO FÍSICO NA TERCEIRA IDADE: NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE ABERTA A MATURIDADE EM LAGOA SÊCA/PB Alfredo Rosas de Lima Júnior (1); Kátia Ramalho Bento Souza

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL JANEIRO 2016 Respostas não indicam recuperação econômica, mas apontam para estabilização na produção do nível de emprego.

SONDAGEM INDUSTRIAL JANEIRO 2016 Respostas não indicam recuperação econômica, mas apontam para estabilização na produção do nível de emprego. Respostas não indicam recuperação econômica, mas apontam para estabilização na produção do nível de emprego. Este relatório de Sondagem Industrial tem como objetivo analisar as respostas relativas à produção,

Leia mais

Pesquisa sobre a Securitização da Dívida Ativa dos Municípios

Pesquisa sobre a Securitização da Dívida Ativa dos Municípios Pesquisa sobre a Securitização da Dívida Ativa dos Municípios Objetivos: Diagnosticar a situação atual dos municípios brasileiros em relação à Securitização da Dívida Ativa de acordo com a resolução 33

Leia mais

2º RELATÓRIO SOBRE O PERFIL DOS RÉUS ATENDIDOS NAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA 1

2º RELATÓRIO SOBRE O PERFIL DOS RÉUS ATENDIDOS NAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA 1 2º RELATÓRIO SOBRE O PERFIL DOS RÉUS ATENDIDOS NAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA 1 1. Introdução: Desde que o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro implementou a central de audiência de custódia 2, tendo realizado

Leia mais

Pesquisa de Opinião com os Prefeitos sobre a Reforma Política

Pesquisa de Opinião com os Prefeitos sobre a Reforma Política Pesquisa de Opinião com os Prefeitos sobre a Reforma Política Objetivos: Fazer um levantamento da opinião dos prefeitos brasileiros sobre a Reforma Política que está tramitando na Câmara dos Deputados.

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE SATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE SATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE SATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA SETEMBRO DE 2015 JOB1250 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O principal objetivo desse projeto é monitorar a satisfação com

Leia mais

TIPOS DE AMOSTRAGEM Amostragem Probabilística e Não-Probabilística. Amostragem PROBABILÍSTICA: Amostragem Aleatória Simples: VANTAGENS:

TIPOS DE AMOSTRAGEM Amostragem Probabilística e Não-Probabilística. Amostragem PROBABILÍSTICA: Amostragem Aleatória Simples: VANTAGENS: TIPOS DE AMOSTRAGEM Amostragem Probabilística e Não-Probabilística. Amostragem PROBABILÍSTICA: Técnicas de amostragem em que a seleção é aleatória de tal forma que cada elemento tem igual probabilidade

Leia mais

Relatório Técnico. Análise dos dados estatísticos da Autoavaliação dos Prestadores de Serviços Privados do CE (IA-8)

Relatório Técnico. Análise dos dados estatísticos da Autoavaliação dos Prestadores de Serviços Privados do CE (IA-8) 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CE CAICE Pesquisa Proposta Experimental de Avaliação do Projeto políticopedagógico

Leia mais

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR Presidente José Luiz Gonçales Ferreira Vice Presidente Armando Pereira Chaves Diretor Tesoureiro - Sérgio José Pradella EQUIPE DE PESQUISA

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA ANEXO PROGRAMAS DOS CURSOS CURTA DURAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS COM SPSS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA ANEXO PROGRAMAS DOS CURSOS CURTA DURAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS COM SPSS ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA ANEXO PROGRAMAS DOS CURSOS CURTA DURAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS COM SPSS ANÁLISE DE DADOS COM SPSS NÍVEL I - INTRODUTÓRIO OBJETIVOS Dotar os formandos de competências que permitam

Leia mais

ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO A PRÁTICA DO CONTROLE ORÇAMENTÁRIO FAMILIAR NOS DOMICÍLIOS DE LARANJEIRAS DO SUL

ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO A PRÁTICA DO CONTROLE ORÇAMENTÁRIO FAMILIAR NOS DOMICÍLIOS DE LARANJEIRAS DO SUL ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO A PRÁTICA DO CONTROLE ORÇAMENTÁRIO FAMILIAR NOS DOMICÍLIOS DE LARANJEIRAS DO SUL Cheila Lucas dos Santos (UNICENTRO), Amarildo Hersen (Orientador), e- mail: amarildohersen@yahoo.com.br

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PORTARIA Nº 1250-D.M

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PORTARIA Nº 1250-D.M TRIBUNAL DE JUSTIÇA PORTARIA Nº 1250-D.M O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei e tendo em vista o contido no protocolado sob nº

Leia mais

Tabelas compostas. As tabelas podem ser acessadas tanto pelo ambiente Sphinx, Tratamentos e Análises, quanto pelo ambiente Visões.

Tabelas compostas. As tabelas podem ser acessadas tanto pelo ambiente Sphinx, Tratamentos e Análises, quanto pelo ambiente Visões. Tabelas compostas Pré requisitos: Elaboração de questionário Análise de resultados Visões: relatórios multimídia Tabelas múltiplas As tabelas podem ser acessadas tanto pelo ambiente Sphinx, Tratamentos

Leia mais

O método adotado neste trabalho obedeceu a seguinte seqüência de passos:

O método adotado neste trabalho obedeceu a seguinte seqüência de passos: 3 Método 3.1 Etapas da Pesquisa O método adotado neste trabalho obedeceu a seguinte seqüência de passos: 3.1.1 1 a Etapa: Elaboração do Questionário Com base na revisão da literatura de estudos anteriores

Leia mais

Módulo IV Medidas de Variabilidade ESTATÍSTICA

Módulo IV Medidas de Variabilidade ESTATÍSTICA Módulo IV Medidas de Variabilidade ESTATÍSTICA Objetivos do Módulo IV Compreender o significado das medidas de variabilidade em um conjunto de dados Encontrar a amplitude total de um conjunto de dados

Leia mais

7. Conclusões e sugestões para trabalhos futuros

7. Conclusões e sugestões para trabalhos futuros 7. Conclusões e sugestões para trabalhos futuros 7.1. Conclusões 7.1.1. Introdução O objetivo desta tese foi avaliar o comportamento à fadiga em compressão de diferentes concretos sem fibras C1, com fibras

Leia mais

Resultado de Vendas Páscoa 2016

Resultado de Vendas Páscoa 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Resultado de Vendas Páscoa 2016 O perfil do empresário e resultado de

Leia mais

Medidas de Dispersão para uma Amostra. Conteúdo: AMPLITUDE VARIÂNCIA DESVIO PADRÃO COEFICIENTE DE VARIAÇÃO

Medidas de Dispersão para uma Amostra. Conteúdo: AMPLITUDE VARIÂNCIA DESVIO PADRÃO COEFICIENTE DE VARIAÇÃO Medidas de Dispersão para uma Amostra Conteúdo: AMPLITUDE VARIÂNCIA DESVIO PADRÃO COEFICIENTE DE VARIAÇÃO Medidas de Dispersão para uma Amostra Para entender o que é dispersão, imagine que quatro alunos

Leia mais

Prof. Adriano Mendonça Souza, Dr. Departamento de Estatística PPGEMQ / PPGEP - UFSM

Prof. Adriano Mendonça Souza, Dr. Departamento de Estatística PPGEMQ / PPGEP - UFSM Prof. Adriano Mendonça Souza, Dr. Departamento de Estatística PPGEMQ / PPGEP - UFSM Amostragem É o processo de seleção de amostras de uma população com o objetivo de fazer inferências sobre a população

Leia mais

CENTRO PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE PROJETO DE PESQUISA: ESTATÍSTICA NA PRÁTICA

CENTRO PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE PROJETO DE PESQUISA: ESTATÍSTICA NA PRÁTICA CENTRO PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE PROJETO DE PESQUISA: ESTATÍSTICA NA PRÁTICA Orientadora: Profª. Drª. Rosângela M. C. Bonici Disciplina: Estatística Aplicada SÃO PAULO PROJETO DE

Leia mais

Usos do Crédito Comparativo das Modalidades de crédito. Maio de 2016

Usos do Crédito Comparativo das Modalidades de crédito. Maio de 2016 Usos do Crédito Comparativo das Modalidades de crédito Maio de 2016 QUAIS MODALIDADES DE CRÉDITO POSSUI ATUALMENTE? Cartão de crédito e de lojas são as modalidades de uso do crédito que os entrevistados

Leia mais

Oobjetivo do presente texto é o

Oobjetivo do presente texto é o Oobjetivo do presente texto é o de descrever como os psicólogos organizacionais avaliam o exercício de sua profissão. Os dados utilizados foram os dos Conselhos Federal e Regionais de Psicologia, obtidos

Leia mais

Resultado de Vendas Páscoa 2017

Resultado de Vendas Páscoa 2017 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Resultado de Vendas Páscoa 2017 O perfil do empresário e o resultado de vendas para o período da Páscoa em Santa Catarina Núcleo de Pesquisas

Leia mais

Opinião da população sobre o uso das sacolas plásticas. Agosto de 2012

Opinião da população sobre o uso das sacolas plásticas. Agosto de 2012 1 Opinião da população sobre o uso das sacolas plásticas Agosto de 2012 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil da amostra Hábitos de compra em supermercados Posicionamento sobre a decisão judicial que retira

Leia mais

Pesquisas Institucionais. uma forma científica de conhecer o público interno

Pesquisas Institucionais. uma forma científica de conhecer o público interno uma forma científica de conhecer o público interno Comunicação Interna Fluxos de Comunicação Chefe Subchefes Sub-sub Front office D e s c e n d e n t e A s c e n d e n t e 2 Conceito Identificação, coleta

Leia mais

CURSO DE SPSS AULA 2 MEDIDAS DESCRITIVAS. UFBA/FACED José Albertino Lordello Sheila Regina Pereira

CURSO DE SPSS AULA 2 MEDIDAS DESCRITIVAS. UFBA/FACED José Albertino Lordello Sheila Regina Pereira CURSO DE SPSS AULA 2 MEDIDAS DESCRITIVAS UFBA/FACED José Albertino Lordello Sheila Regina Pereira MEDIDAS RESUMO Uma maneira conveniente de descrever um grupo como um todo é achar um número único que represente

Leia mais

Avaliação de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis

Avaliação de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis Avaliação de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis 1 ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR.

Leia mais

Pioram as condições de financiamento para capital de giro

Pioram as condições de financiamento para capital de giro Especial Financiamento para capital de giro - 1º trimestre de 2016 Pioram as condições de financiamento para capital de giro A relação entre a evolução da dívida e o lucro operacional aumentou para 39,5%

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR: SPSS

MATERIAL COMPLEMENTAR: SPSS MATERIAL COMPLEMENTAR: SPSS O Statistical Package for Social Sciences (SPSS) é um software para criação de modelos estatísticos de análise a partir de uma base de dados. Seu layout é semelhante ao do Microsoft

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS CLIENTES, SIGNIFICATIVOS E PARCEIROS 2011

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS CLIENTES, SIGNIFICATIVOS E PARCEIROS 2011 P.1 de 10 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS CLIENTES, SIGNIFICATIVOS E PARCEIROS 2011 No âmbito do SGAQ-APPACDM de Lisboa -Referencial EQUASS e no que respeita ao princípio da Participação,

Leia mais

O que é população? O que é amostra? Curso de Bacharelado em Educação Física e Saúde

O que é população? O que é amostra? Curso de Bacharelado em Educação Física e Saúde Curso de Bacharelado em Educação Física e Saúde Disciplina de Epidemiologia da Atividade Física Prof. Alex Antonio Florindo Prof. Douglas Andrade População e amostra O que é população e amostra; Tipos

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Março de 2017 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

O PAPEL DO ENGENHEIRO QUÍMICO NO MERCADO DE TRABALHO GLOBALIZADO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO

O PAPEL DO ENGENHEIRO QUÍMICO NO MERCADO DE TRABALHO GLOBALIZADO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO O PAPEL DO ENGENHEIRO QUÍMICO NO MERCADO DE TRABALHO GLOBALIZADO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO Raphael Carlos Rosa Pereira ( ¹ ) ; Eder Dias da Silva ( ² ). (1) Graduando em Engenharia Química

Leia mais

O TRABALHO NOTURNO E O SONO DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

O TRABALHO NOTURNO E O SONO DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS O TRABALHO NOTURNO E O SONO DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Tatiane Paula de Oliveira 1, Adriana Leonidas de Oliveira (orientadora) 2 1 Universidade de Taubaté/ Departamento

Leia mais

Testes de Aderência, Homogeneidade e Independência

Testes de Aderência, Homogeneidade e Independência Testes de Aderência, Homogeneidade e Independência Prof. Marcos Vinicius Pó Métodos Quantitativos para Ciências Sociais O que é um teste de hipótese? Queremos saber se a evidência que temos em mãos significa

Leia mais

O USO DE SOFTWARE LIVRE PELOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DO IFSULDEMINAS CAMPUS MACHADO

O USO DE SOFTWARE LIVRE PELOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DO IFSULDEMINAS CAMPUS MACHADO O USO DE SOFTWARE LIVRE PELOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DO IFSULDEMINAS CAMPUS MACHADO Ana Paula L. S. DIAS 1 ; Débora Cristina F. C. NEVES¹; Caroline F. C. SANTOS 2 ; Katia A. CAMPOS 2 ; Luciano P. CARVALHO²

Leia mais

INADIMPLÊNCIA NAS FARMÁCIAS EM HORIZONTINA-RS

INADIMPLÊNCIA NAS FARMÁCIAS EM HORIZONTINA-RS ACADÊMICOS: Larissa Franus Mariele Aline Müller Taís Raiela Müller PROFESSORA: Cássia Bordim Santi INADIMPLÊNCIA NAS FARMÁCIAS EM HORIZONTINA-RS INTRODUÇÃO Inadimplência é o não pagamento, até a data de

Leia mais

Intenção de Compras para o período de volta às aulas 2015

Intenção de Compras para o período de volta às aulas 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Intenção de Compras para o período de volta às aulas 2015 O perfil do consumidor e resultado de intenção

Leia mais

PESQUISA SOBRE O NÍVEL DE SATISFAÇÃO DOS PROFESSORES COM OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO

PESQUISA SOBRE O NÍVEL DE SATISFAÇÃO DOS PROFESSORES COM OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO PESQUISA SOBRE O NÍVEL DE SATISFAÇÃO DOS PROFESSORES COM OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO Kelvin Henrique Correia de Holanda; Ademária Aparecida de Sousa Universidade Federal de Alagoas; kelvinhenrique16@hotmail.com;

Leia mais

V FÓRUM REGIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM ADMINISTRAÇÃO ANÁLISE FINANCEIRA DE UMA EMPRESA DE TELECOMUNICAÇÕES

V FÓRUM REGIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM ADMINISTRAÇÃO ANÁLISE FINANCEIRA DE UMA EMPRESA DE TELECOMUNICAÇÕES V FÓRUM REGIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM ADMINISTRAÇÃO ANÁLISE FINANCEIRA DE UMA EMPRESA DE TELECOMUNICAÇÕES Daniela Kate Castro Graduando em Administração, UniEvangélica, Anápolis GO danykc@hotmail.com

Leia mais

Satisfação dos Colaboradores 2015

Satisfação dos Colaboradores 2015 Divulgação dos resultados Satisfação dos Colaboradores 2015 Centro Social Nossa Senhora do Amparo I Enquadramento Geral Este relatório vem apresentar os resultados obtidos dos questionários de satisfação

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ESTATÍSTICA NOTURNO

PERFIL PROFISSIONAL DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ESTATÍSTICA NOTURNO PERFIL PROFISSIONAL DOS ESTUDANTES DO CURSO DE ESTATÍSTICA NOTURNO Andreza Jardelino da Silva 1,Ednário B. de Mendonça 2, Márcia Marciele dos Santos Silva 3, Kleber N. N. O. Barros 4 Departamento de Estatística,

Leia mais

COMPORTAMENTO DO SALÁRIO FORMAL NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS NO PERÍODO ENTRE 2002 E 2014.

COMPORTAMENTO DO SALÁRIO FORMAL NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS NO PERÍODO ENTRE 2002 E 2014. 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE

Leia mais

3 Metodologia da Pesquisa

3 Metodologia da Pesquisa 50 3 Metodologia da Pesquisa 3.1 Tipo da Pesquisa O Tipo de pesquisa utilizada foi a pesquisa qualitativa. Segundo Wolcott (2001 apud CRESWELL, 2007) a pesquisa qualitativa é interpretativa, ou seja, o

Leia mais

Rondonópolis- MT, Agosto de 2016.

Rondonópolis- MT, Agosto de 2016. ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR Presidente José Luiz Gonçales Ferreira Vice Presidente Armando Pereira Chaves Diretor Tesoureiro - Sérgio José Pradella EQUIPE DE PESQUISA

Leia mais

Imagem dos cartórios em 4 capitais e no DF. Novembro / 2015

Imagem dos cartórios em 4 capitais e no DF. Novembro / 2015 Imagem dos cartórios em 4 capitais e no DF Novembro / Objetivos 2 Conhecer o perfil do usuário dos Cartórios; Avaliar os serviços prestados pelos cartórios; Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

TIPOS DE PESQUISAS EXPLORATÓRIAS

TIPOS DE PESQUISAS EXPLORATÓRIAS TIPOS DE PESQUISAS EXPLORATÓRIAS Grupos de Foco é uma reunião de pessoas selecionadas por pesquisador para discutir um assunto ligado a um problema de pesquisa. Os participantes de um grupo de foco são

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Novembro de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE

Leia mais

OBJETIVO METODOLOGIA AMOSTRAGEM

OBJETIVO METODOLOGIA AMOSTRAGEM Agosto/2011 OBJETIVO Recolher informação sobre crenças, atitudes e comportamentos relacionados com os genéricos, tanto por parte da população adulta brasileira, quanto por parte da comunidade médica.

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA COLETA DE LIXO REALIZADO NOS BAIRROS VILA DA AMIZADE, OLARIA NORTE E SÃO LUIZ I, NO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PA

DIAGNÓSTICO DA COLETA DE LIXO REALIZADO NOS BAIRROS VILA DA AMIZADE, OLARIA NORTE E SÃO LUIZ I, NO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PA Salvador/BA 25 a 28/11/2013 DIAGNÓSTICO DA COLETA DE LIXO REALIZADO NOS BAIRROS VILA DA AMIZADE, OLARIA NORTE E SÃO LUIZ I, NO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PA Wilker Jose Caminha dos Santos, Ramynngly

Leia mais

Estatística I Aula 2. Prof.: Patricia Maria Bortolon, D. Sc.

Estatística I Aula 2. Prof.: Patricia Maria Bortolon, D. Sc. Estatística I Aula 2 Prof.: Patricia Maria Bortolon, D. Sc. Análise Exploratória de Dados Consiste em resumir e organizar os dados coletados Utiliza-se tabelas, gráficos ou medidas numéricas para resumir

Leia mais

BOLETIM CLIMATOLÓGICO TRIMESTRAL DA ESTAÇÃO METEOROLÓGICA DO IAG/USP - Dez/ Jan/ Fev/ Verão -

BOLETIM CLIMATOLÓGICO TRIMESTRAL DA ESTAÇÃO METEOROLÓGICA DO IAG/USP - Dez/ Jan/ Fev/ Verão - BOLETIM CLIMATOLÓGICO TRIMESTRAL DA ESTAÇÃO METEOROLÓGICA DO IAG/USP - Dez/2014 - Jan/2015 - Fev/2015 - - Verão - Seção Técnica de Serviços Meteorológicos Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências

Leia mais

AMOSTRAGEM. É a parte da Teoria Estatística que define os procedimentos para os planejamentos amostrais e as técnicas de estimação utilizadas.

AMOSTRAGEM. É a parte da Teoria Estatística que define os procedimentos para os planejamentos amostrais e as técnicas de estimação utilizadas. AMOSTRAGEM É a parte da Teoria Estatística que define os procedimentos para os planejamentos amostrais e as técnicas de estimação utilizadas. Nos planejamentos amostrais, a coleta dos dados deve ser realizada

Leia mais

Em várias ocasiões há de se proceder à coleta de dados diretamente na origem, isto é, dos sujeitos com quem pretendemos realizar determinado estudo.

Em várias ocasiões há de se proceder à coleta de dados diretamente na origem, isto é, dos sujeitos com quem pretendemos realizar determinado estudo. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Amostragem Luiz Medeiros de Araujo Lima Filho Departamento de Estatística INTRODUÇÃO Em várias ocasiões há de se proceder à coleta de dados diretamente na origem, isto é,

Leia mais

Questionário de Avaliação à Comunidade sobre o conhecimento das respostas sociais do CRIT Nº de Inquéritos recebidos e validados 19

Questionário de Avaliação à Comunidade sobre o conhecimento das respostas sociais do CRIT Nº de Inquéritos recebidos e validados 19 Sim Não Questionário de Avaliação à Comunidade sobre o conhecimento das respostas sociais do CRIT P6. [CAO Centro de Actividades Ocupacionais] Conhece as nossas Respostas Sociais? Qual/Quais? 10 9 P7.

Leia mais

GEX ESTATÍSTICA BÁSICA J. D.

GEX ESTATÍSTICA BÁSICA J. D. GEX 112 - ESTATÍSTICA BÁSICA J. D. Scalon Departamento de Ciências Exatas (DEX) Tel. 38291960 e-mail: scalon@dex.ufla.br 1 O que é ESTATÍSTICA? Estatística é a Ciência de obter conclusões a partir de dados.

Leia mais

Universidade Federal Fluminense INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA

Universidade Federal Fluminense INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA Universidade Federal Fluminense INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA Estatística Geral I Prof: Jony Arrais Pinto Junior Lista 08 1. Utilizando os dados da Tabela 01 da Lista

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O CONHECIMENTO E A ADERÊNCIA DOS ARTESÃOS DE JOÃO PESSOA À LEI DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL E À PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

UM ESTUDO SOBRE O CONHECIMENTO E A ADERÊNCIA DOS ARTESÃOS DE JOÃO PESSOA À LEI DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL E À PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR UM ESTUDO SOBRE O CONHECIMENTO E A ADERÊNCIA DOS ARTESÃOS DE JOÃO PESSOA À LEI DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL E À PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR MEIRELES 1, Jéssica Maria da Silva KATAOKA 2, Sheila Sayuri

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: : GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação:

Leia mais

Introdução à Bioestatística. Profº Lucas Neiva-Silva Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre 2008

Introdução à Bioestatística. Profº Lucas Neiva-Silva Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre 2008 Introdução à Bioestatística Profº Lucas Neiva-Silva lucasneiva@yahoo.com.br Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre 2008 Estatística Do grego statistós, de statízo, que significa estabelecer,

Leia mais

Passo 5 O questionário foi criado com 27 questões sendo 35 lacunas para serem preenchidas, utilizando-se uma linha temporal desde o diagnóstico da

Passo 5 O questionário foi criado com 27 questões sendo 35 lacunas para serem preenchidas, utilizando-se uma linha temporal desde o diagnóstico da 3 Método Este estudo realizou uma pesquisa do tipo descritivo tendo uma abordagem de pesquisa pré-planejada e estruturada. (MALHOTRA, 2006). A pesquisa buscou o conhecimento adquirido pela gestante analfabeta

Leia mais

Página 2 em diante devem estar contemplados os seguintes itens:

Página 2 em diante devem estar contemplados os seguintes itens: 1 TEMPLATE - Projeto de pesquisa FORMATAÇÃO Fonte: Texto: Arial ou Times New Roman, tamanho 12. Títulos: Arial ou Times New Roman, tamanho 14, negrito Espaço: duplo Margens: 2,5 cm em todas as margens

Leia mais

Programa de Desenvolvimento de Fornecedores. Implementação nas empresas do Brasil. Instituto de Logística e Supply Chain

Programa de Desenvolvimento de Fornecedores. Implementação nas empresas do Brasil. Instituto de Logística e Supply Chain Programa de Desenvolvimento de Fornecedores Implementação nas empresas do Brasil 2011 Instituto de Logística e Supply Chain Apresentação Procurando entender em que estágio a prática de implementação de

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015

Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015 O perfil do empresário e

Leia mais

Levantamento do parque de injetoras de ligas metálicas no Brasil

Levantamento do parque de injetoras de ligas metálicas no Brasil 12 FUNDIÇÃO e SERVIÇOS DEZ. 2014 Levantamento do parque de injetoras de ligas metálicas no Brasil Na segunda edição desta pesquisa, Fundição e Serviços mostra as alterações do parque de máquinas injetoras

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL DOUTORADO PROVA A. Candidato:

PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL DOUTORADO PROVA A. Candidato: UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIENCIAS DA SAÚDE - Processo seletivo 2017 PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

Leia mais

GUIA DEFINITIVO DA PESQUISA DE MERCADO ONLINE. Tudo o que você precisa saber para fazer uma pesquisa de mercado sem sair da frente do computador

GUIA DEFINITIVO DA PESQUISA DE MERCADO ONLINE. Tudo o que você precisa saber para fazer uma pesquisa de mercado sem sair da frente do computador GUIA DEFINITIVO DA PESQUISA DE MERCADO ONLINE Tudo o que você precisa saber para fazer uma pesquisa de mercado sem sair da frente do computador Índice Guia definitivo da pesquisa de mercado online Introdução

Leia mais

RESULTADO PESQUISA 2016

RESULTADO PESQUISA 2016 RESULTADO PESQUISA 2016 DADOS E CARACTERÍSTICAS Total de Pesquisas Respondidas: 358 Tipo de Plano Idade Não respondeu 1% Plano BD 25% Mais de 60 anos 28% Até 30 anos 18% Plano CD 75% 51 a 60 anos 27% 31

Leia mais

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES. 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial?

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES. 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial? DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial? A liquidação extrajudicial é decretada quando uma seguradora se enquadrar nas hipóteses previstas no art. 96 do Decreto-Lei n 73/66

Leia mais

CBIC DA CONSTRUÇÃO 58,5 47,0. Apesar de breve melhora, empresários industriais da construção civil estão cautelosos para os próximos meses

CBIC DA CONSTRUÇÃO 58,5 47,0. Apesar de breve melhora, empresários industriais da construção civil estão cautelosos para os próximos meses DA CONSTRUÇÃO CBIC Palmas, Tocantins - Ano IV, Nº 13, Julho/Setembro de 2014 Apesar de breve melhora, empresários industriais da construção civil estão cautelosos para os próximos meses Seguindo trajetória

Leia mais

Encontro Nacional das Equipes Colaboradoras do Programa Segundo Tempo. Logística PST

Encontro Nacional das Equipes Colaboradoras do Programa Segundo Tempo. Logística PST Encontro Nacional das Equipes Colaboradoras do Programa Segundo Tempo Logística PST Fonte imagem: http://pt.dreamstime.com/ Apresentação dos Resultados Resultados apresentados sob a forma relativa (%).

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS

CARACTERIZAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS 1 Rede Observatório de Recursos Humanos em Saúde/MS Organização Pan-Americana de Saúde CARACTERIZAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS NOS SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAÚDE BUCAL NO BRASIL Belo Horizonte Junho

Leia mais

AULA 1 - CONCEITOS BÁSICOS E APRESENTAÇÃO DE DADOS PARTE 1

AULA 1 - CONCEITOS BÁSICOS E APRESENTAÇÃO DE DADOS PARTE 1 AULA 1 - CONCEITOS BÁSICOS E APRESENTAÇÃO DE DADOS PARTE 1 INFORMAÇÕES Professor: Roberto C. Leoni BLOG: http://aedbest.wordpress.com Apostilas com exercícios e gabaritos Software R http://cran.r-project.org/

Leia mais

ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA

ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA Carla Cristina Marinho Sadao Omote Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP, campus de Marília Eixo Temático:

Leia mais

Seminários Digitais Parte VI. Do universo, da amostra e da delimitação do corpus na pesquisa

Seminários Digitais Parte VI. Do universo, da amostra e da delimitação do corpus na pesquisa Seminários Digitais Parte VI Do universo, da amostra e da delimitação do corpus na pesquisa Curso de Comunicação em Mídias Digitais Pesquisa Aplicada em Comunicação e Mídias Digitais Marcos Nicolau Do

Leia mais

Rondonópolis- MT, Junho de 2016.

Rondonópolis- MT, Junho de 2016. ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR Presidente José Luiz Gonçales Ferreira Vice Presidente Armando Pereira Chaves Diretor Tesoureiro - Sérgio José Pradella EQUIPE DE PESQUISA

Leia mais

Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Parceiros CRIT

Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Parceiros CRIT Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Parceiros CRIT - 21 Totalmente Não concordo nem discordo Totalmente Não Sei/Não se Aplica/Não Respondeu Questionário de Avaliação Nº de inquéritos recebidos

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Julho de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

TESTES DE HIPÓTESES. Conceitos, Testes de 1 proporção, Testes de 1 média

TESTES DE HIPÓTESES. Conceitos, Testes de 1 proporção, Testes de 1 média TESTES DE HIPÓTESES Conceitos, Testes de 1 proporção, Testes de 1 média 1 Testes de Hipóteses População Conjectura (hipótese) sobre o comportamento de variáveis Amostra Decisão sobre a admissibilidade

Leia mais

Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO:

Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO: Curitiba, 2015 Daniela Facchini, Diretora de Mobilidade Urbana Cristina Albuquerque, Coordenadora de Mobilidade Urbana Mariana Barcelos, Analista de Mobilidade Urbana Desenvolvido pelo WRI Brasil Cidades

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Ponta Porã, MS

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Ponta Porã, MS Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Ponta Porã, MS Dia dos Namorados de 2013 Maio de 2013 Pesquisa de Opinião Pública Dia dos Namorados de 2013 1 Catalogação Bibliográfica Pesquisa de

Leia mais

Grupo A - I semestre de 2014 Lista de exercícios 1 - Introdução à Estatística Descritiva C A S A (gabarito)

Grupo A - I semestre de 2014 Lista de exercícios 1 - Introdução à Estatística Descritiva C A S A (gabarito) Grupo A - I semestre de 014 Exercício 1. (0,9 pontos). Classifique cada uma das variáveis nas situações abaixo: (a) (0, pontos). Uma empresa de cartões rastreou todas as compras efetuadas com crédito ou

Leia mais

TÍTULO: PREVALÊNCIA DE LESÕES EM CORREDORES DOS 10 KM TRIBUNA FM-UNILUS

TÍTULO: PREVALÊNCIA DE LESÕES EM CORREDORES DOS 10 KM TRIBUNA FM-UNILUS TÍTULO: PREVALÊNCIA DE LESÕES EM CORREDORES DOS 10 KM TRIBUNA FM-UNILUS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA AUTOR(ES):

Leia mais

Sondagem Industrial do RN: Indústrias Extrativas e de Transformação

Sondagem Industrial do RN: Indústrias Extrativas e de Transformação Atividade industrial potiguar volta a crescer em maio RESUMO E COMENTÁRIOS A Sondagem das indústrias Extrativas e de do Rio Grande do Norte, elaborada pela FIERN, mostra que, em maio, o nível de produção

Leia mais

Em várias ocasiões há de se proceder à coleta de dados diretamente na origem, isto é, dos sujeitos com quem pretendemos realizar determinado estudo.

Em várias ocasiões há de se proceder à coleta de dados diretamente na origem, isto é, dos sujeitos com quem pretendemos realizar determinado estudo. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Amostragem Luiz Medeiros de Araujo Lima Filho Departamento de Estatística INTRODUÇÃO Em várias ocasiões há de se proceder à coleta de dados diretamente na origem, isto é,

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE

RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2006 SGQ SUMÁRIO 1. Introdução... - 1 2. Metodologia... - 2 2.1 Amostragem... - 2 2.2 Coleta e análise dos dados...

Leia mais

Santa Catarina Masculino 48,50% 33,10% 49,50% 35,70% 34,10% 30,70% 38,00% Feminino 51,50% 66,90% 50,50% 64,30% 65,90% 69,30% 62,00%

Santa Catarina Masculino 48,50% 33,10% 49,50% 35,70% 34,10% 30,70% 38,00% Feminino 51,50% 66,90% 50,50% 64,30% 65,90% 69,30% 62,00% O Dia das Crianças é um período de grande movimentação econômica no comércio em geral. Por isso, a FECOMÉRCIO SC realizou uma pesquisa para conhecer o perfil das pessoas que compram nesta data e, assim,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CÁLCULO DAS PROBABILIDADES E ESTATÍSTICA I

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CÁLCULO DAS PROBABILIDADES E ESTATÍSTICA I UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CÁLCULO DAS PROBABILIDADES E ESTATÍSTICA I Departamento de Estatística Tarciana Liberal CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE ESTATÍSTICA O que a Estatística significa para você? Pesquisas

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego - PME

Pesquisa Mensal de Emprego - PME Pesquisa Mensal de Emprego - PME Dia Internacional da Mulher 08 de março de 2010 MULHER NO MERCADO DE TRABALHO: PERGUNTAS E RESPOSTAS A Pesquisa Mensal de Emprego PME, implantada em 1980, produz indicadores

Leia mais

3 Metodologia de pesquisa 3.1. Tipo de pesquisa

3 Metodologia de pesquisa 3.1. Tipo de pesquisa 3 Metodologia de pesquisa 3.1. Tipo de pesquisa O presente trabalho tem como objeto um assunto ainda passível de discussão, novo e pouco explorado, cuja teoria ainda não foi aplicada na prática no Brasil.

Leia mais

Questionário GERAÇÃO SAUDÁVEL: ANÁLISE ESTATÍSTICA

Questionário GERAÇÃO SAUDÁVEL: ANÁLISE ESTATÍSTICA Questionário GERAÇÃO SAUDÁVEL: ANÁLISE ESTATÍSTICA ANÁLISE DE DADOS Os dados foram analisados na versão R 2.13.1. Foi realizada uma análise descritiva exaustiva de todas as variáveis em estudo, usando

Leia mais

Compras a prazo por mulheres

Compras a prazo por mulheres Compras a prazo por mulheres Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem

Leia mais