CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL"

Transcrição

1 CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

2 CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL O Santander busca fazer negócios que beneficiem não somente o Banco e o cliente, mas a sociedade e o meio ambiente. Isso faz parte da postura de responsabilidade social do Banco de fomentar o progresso econômico e social. Tal postura tem relação com aspectos éticos e se reflete pelo comprometimento do Banco com políticas que contribuem para erradicar o trabalho infantil, garantindo os direitos humanos. NOSSO CÓDIGO DE ÉTICA O Código de Ética do Santander existe para promover a boa conduta entre todos os envolvidos na rede de relações do Banco. Somos éticos e temos princípios que direcionam nossas ações, constroem nossa imagem e nos conduzem ao nosso propósito. E você, como nosso funcionário, divide essa responsabilidade conosco! RESPONSABILIDADE SOCIAL O Banco apoia, protege e preserva os direitos humanos, adotando políticas e práticas que contribuem para a erradicação do trabalho infantil, escravo, forçado ou compulsório, e da exploração sexual de crianças e adolescentes. O Santander busca a geração de resultados para o negócio, com práticas de gestão e soluções financeiras transformadoras, que conservem o meio ambiente e promovam o desenvolvimento da sociedade. 1

3 CÓDIGO DE ÉTICA E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO A informação é um ativo valioso para o Santander e também um dos principais patrimônios do mundo dos negócios. Proteger a informação é responsabilidade de todos. Funcionários do Banco, por exemplo, não devem fornecer dados dos clientes a terceiros, por se tratar de informações sigilosas exceto se forem autorizados pelo próprio cliente. A confidencialidade é um dos princípios de nosso Código de Ética e um dos caminhos para ganharmos a confiança de nossos públicos. CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES Em relação às informações confidenciais, os funcionários do Banco devem guardar sigilo profissional dos dados ou das informações não públicas referentes às suas atividades profissionais, sejam elas referentes: a clientes; ao Santander; a outros funcionários e executivos; a qualquer outro terceiro. De acordo com o Código de Ética, também é importante respeitar a intimidade pessoal e familiar de funcionários, clientes, pessoas que fazem parte da rede de relações do Santander e que envolvam dados pessoais, médicos, econômicos ou de qualquer outra natureza que possam afetar a esfera íntima e pessoal do seu titular. A obrigação de sigilo é válida, inclusive, após o desligamento do Santander. 2

4 CÓDIGO DE ÉTICA E AUTORREGULAÇÃO BANCÁRIA Além de elevar os padrões de atendimento e aumentar a transparência em benefício dos consumidores, a Autorregulação também fortalece o sistema bancário e, como consequência, a sociedade e o país. Os bancos estão unidos não somente em relação ao cliente, mas também no respeito entre si, como concorrentes. Por isso, cabe a todos os funcionários terem uma postura ética em relação à concorrência, sem prejudicar sua imagem perante os clientes. Veja como colocar em prática os princípios do Código de Ética e também como manter um relacionamento respeitoso não apenas com a concorrência, mas também com superiores, funcionários diretos e colegas de trabalho. RELAÇÕES PROFISSIONAIS De acordo com o Código, é um dever realizar ou apoiar, direta ou indiretamente, a prática da concorrência leal, mantendo um relacionamento respeitoso com os concorrentes e abstendo-se de prestar afirmações que possam afetar a sua imagem e reputação. Além de mantermos um relacionamento respeitoso com a concorrência, também é importante zelar pelas relações profissionais com superiores, funcionários diretos e colegas de trabalho. Veja, a seguir, uma situação que o ajudará a refletir sobre isso. RESPEITO PELAS PESSOAS E ASSÉDIO Todos os Sujeitos ao Código e, especialmente, aqueles que exerçam funções de diretoria promoverão, a todo o momento e em todos os níveis profissionais, relações baseadas: no respeito pela dignidade dos demais; na participação; na igualdade e colaboração mútua, contribuindo para um ambiente de trabalho respeitoso, com o objetivo de atingir um clima de trabalho positivo. O assédio, o abuso, a intimidação, a falta de respeito e a consideração ou qualquer outro tipo de agressão física ou verbal são inaceitáveis e não serão permitidos ou tolerados no trabalho. 3

5 Por isso, é necessário que os líderes promovam e certifiquem-se de que, com os meios ao seu alcance, tais situações não venham a ocorrer. O desrespeito às pessoas pode gerar conflitos, sanções, multas ou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC). Para o Santander e seus funcionários, reconhecer e destacar positivamente as boas práticas, ter atitude/conduta respeitosa perante seus funcionários/colegas, faz parte dos princípios éticos gerais. ACESSO AO TRABALHO E IGUALDADE DE OPORTUNIDADES Também merece destaque no nosso Código o tema acesso ao trabalho e igualdade de oportunidades. De acordo com o Código de Ética, proporcionar as mesmas oportunidades no acesso ao trabalho e na promoção profissional sem discriminação, em virtude de sexo ou orientação sexual, raça, religião, origem, estado civil ou condição social, é um princípio básico de atuação do Santander. Aqueles que interferem em processos de contratação, seleção e/ou promoção profissional devem ter uma atitude aberta para a diversidade, a fim de identificar as pessoas mais adequadas ao perfil e que atendam às necessidades do cargo a ser preenchido. A intenção é promover sempre a igualdade de oportunidades. EXERCER UMA SEGUNDA ATIVIDADE PROFISSIONAL O Código de Ética do Santander também traz algumas orientações sobre o exercício de uma segunda atividade profissional. De acordo com o nosso Código de Ética, o funcionário pode exercer uma segunda atividade. No entanto, deve obter as autorizações específicas para cada caso, priorizando sempre suas funções no Santander. 4

6 Não é permitido prestar serviços profissionais a empresas concorrentes, remuneradas ou não, independentemente da relação em que se fundamentam. COMPLIANCE O Código de Ética existe para promover a boa conduta entre todos os envolvidos na rede de ralações do Santander. Para auxiliá-lo nessa tarefa, você poderá contar com o Compliance, a área responsável por garantir a conformidade e a transparência dos negócios e a preservação da imagem do Banco, de seus funcionários e investidores. Todo funcionário ou estagiário que tiver conhecimento de práticas supostamente ilícitas poderá comunicar a situação diretamente ao Compliance por meio de: Telefone: Opção 2 Em caso de dúvidas, o Compliance também poderá ajudá-lo: Telefone: Opção 3 Lembre-se! Toda ação tem uma consequência e a boa conduta serve para a vida profissional e pessoal. Não deixe de acessar o nosso Código de Ética na Integra. Você pode visualizá-lo na nossa intranet. CÓDIGO DE ÉTICA, PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO A corrupção pode ser definida como a prática de ações não aceitáveis e condenáveis do ponto de vista ético e moral. 5

7 O Santander se preocupa em ser um Banco íntegro e justo e condena qualquer tipo de corrupção. Somos éticos, temos princípios que direcionam nossas ações, constroem nossa imagem e nos conduzem ao nosso propósito. Combater e denunciar a corrupção é papel de todos. Por isso, é necessário adotar uma conduta responsável e estar atento em cada situação do dia a dia. É fundamental que você entenda que suas ações e suas decisões podem gerar impactos positivos ou negativos dentro da nossa rede de relações, e que o Código de Ética é uma grande ferramenta para orientá-lo nesse sentido. SOBRE PAGAMENTOS, COMISSÕES, PRESENTES E REMUNERAÇÃO É proibido solicitar ou aceitar qualquer tipo de pagamento, comissão presente ou remuneração ou qualquer outra forma de vantagens, em benefício próprio, originadas por operações realizadas pelo Santander e/ou provenientes do relacionamento com o cliente, fornecedores, intermediários, contrapartidas ou qualquer outro terceiro Contudo há exceções, não estão inclusos nesta proibição: brindes de propaganda de pequeno valor; convites que não ultrapassem os limites considerados razoáveis nos usos habituais sociais e de cortesia; brindes ocasionais (como presentes de Natal ou de casamento), desde que não sejam em espécie e estejam dentro de limites acessíveis e razoáveis. ATENÇÃO: qualquer convite, presente ou brinde que possa ser interpretado com a intenção de afetar o critério imparcial do recebedor, deverá ser recusado e levado ao conhecimento do Compliance. É proibido entregar, prometer ou ofertar qualquer tipo de pagamento, comissão, presente ou remuneração a servidores públicos, nacionais ou estrangeiros, ou a outras pessoas indicadas por estes. Devemos manter uma atitude de respeito e colaboração com os representantes das autoridades no âmbito de suas competências. 6

8 LEMBRE-SE: A melhor entrega, promessa ou oferta, é aquela feita com transparência, compromisso e qualidade! SOBRE OPERAÇÕES BANCÁRIAS E BENEFÍCIO PRÓPRIO O funcionário deve atuar sempre de forma que seus interesses particulares, os de seus familiares ou de outras pessoas a ele vinculadas não prevaleçam sobre os interesses do Santander ou de seus clientes. O QUE ISSO SIGNIFICA? Os funcionários que, devido à natureza de sua atividade, possuem autonomia para autorizar ou contratar operações não devem aprovar, estabelecer condições, elaborar propostas, preparar relatórios, influenciar ou intervir nos procedimentos: em que ele próprio seja beneficiário ou garantidor; de clientes que tenham relação familiar ou compartilhem interesses econômicos; de pessoas jurídicas com as quais mantenham algum vínculo em função de participação relevante em seu capital; de pessoas para as quais preste algum tipo de serviço, por ocupar nelas um cargo de administração ou ser seu procurador. Além das condições apresentadas, vale lembrar que: É proibida a solicitação ou a aceitação de qualquer tipo de pagamento, comissão, presente ou remuneração por operações realizadas pelo Santander, assim como obter proveito da posição ocupada em benefício próprio. É importante oferecer aos clientes apenas os produtos ou serviços adequados às suas características e necessidades, e que sua contratação seja feita depois que o cliente conhecer e entender seu conteúdo, rendimentos, riscos e custos. 7

9 PROCURAÇÃO DE TERCEIROS PARA REALIZAR OPERAÇÕES NO SANTANDER Nenhuma pessoa sujeita ao Código poderá aceitar pessoalmente compromissos de confiança, mandatos ou procurações de clientes para a realização das operações destes com o Santander, salvo os decorrentes de relações familiares ou os mandatos de pessoas jurídicas nas quais o funcionário tenha uma participação relevante ou ocupe um cargo de administração. 8

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta INTRODUÇÃO O Código de Ética e conduta da Damasco Penna é dirigido à todos os colaboradores, estagiários e membros da administração para servir de referência da atuação pessoal

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA. Somos movidos por inovação, sustentabilidade e por você

CÓDIGO DE CONDUTA. Somos movidos por inovação, sustentabilidade e por você CÓDIGO DE CONDUTA Somos movidos por inovação, sustentabilidade e por você SUMÁRIO Mensagem do Presidente Sumário Missão, Visão e Valores 1. Sobre o Código 2. Relações com Clientes 3. Responsabilidades

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Nesse ano, estamos disponibilizando o nosso Código Ética nas versões impressa e eletrônica.

CÓDIGO DE ÉTICA. Nesse ano, estamos disponibilizando o nosso Código Ética nas versões impressa e eletrônica. CÓDIGO DE ÉTICA Nestes três anos de muitas realizações, as relações da Agência de Desenvolvimento Paulista com seus parceiros, clientes, fornecedores, acionistas, entre outros, foram pautadas por valores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES A Malwee está comprometida com a atuação ética. Por essa razão, necessita garantir que, todos com quem realiza negócios, incluindo fornecedores, indústrias, prestadores

Leia mais

1. CARTA DA DIRETORIA

1. CARTA DA DIRETORIA 1. CARTA DA DIRETORIA A ADVANCE EMBALAGENS adota o presente Código de Conduta Empresarial com o objetivo de conduzir seus negócios embasando-se na obediência a princípios éticos e legais no relacionamento

Leia mais

Código de Ética. Caro Empregado do Conglomerado Ourinvest

Código de Ética. Caro Empregado do Conglomerado Ourinvest Caro Empregado do Conglomerado Ourinvest Apresentamos a nova versão da Cartilha do Código de Ética elaborada com a participação da Diretoria Colegiada. Além de ser uma exigência da Resolução nº 2.554/98

Leia mais

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Samba Investimentos Página1 Este manual de operações estabelece princípios e regras de conduta aplicáveis a todos colaboradores da Samba Investimentos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES ÍNDICE 1) Introdução 2) Objetivo e Abrangência 3) Regras de conduta 3.1) Princípios de Direitos Humanos 3.2) Princípios de Direitos do Trabalho 3.3) Princípios da Gestão

Leia mais

Política de Compras da Altranportugal

Política de Compras da Altranportugal Política de Compras da Altranportugal Índice 1. POLÍTICA DE COMPRAS..3 1.1 Expetativas da Altran perante os fornecedores... 3 1.1.1 No âmbito da Segurança e Saúde no Trabalho (SST).... 3 1.1.2 No âmbito

Leia mais

Cabe a todos os integrantes e colaboradores diretos ou indiretos fazer valer, respeitar e cumprir todos os itens abordados neste código de ética.

Cabe a todos os integrantes e colaboradores diretos ou indiretos fazer valer, respeitar e cumprir todos os itens abordados neste código de ética. CÓDIGO CORPORATIVO DE CONDUTA ÉTICA Introdução A Alta Engenharia de Consultoria Ltda tem como seu objetivo principal, a transparência e a ética de conduta em seus negócios orientados por um conjunto de

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA... 3 3. REGRAS DE CONDUTA... 3 3.1 Princípios de Direitos Humanos... 3 3.2. Princípios de Direitos do Trabalho... 3

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA. No relacionamento com colegas e outros Profissionais, cada Profissional deverá:

CÓDIGO DE CONDUTA. No relacionamento com colegas e outros Profissionais, cada Profissional deverá: CÓDIGO DE CONDUTA Introdução Este Código define as regras de conduta aos quais os Sócios, os Diretores, bem como todos os funcionários da AGROFEL Agro Comercial Ltda, e terceiros, que ajam em seu interesse

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF A energia elétrica não é uma mercadoria como outra qualquer. É por isso que sua geração, transmissão, distribuição e comercialização são assuntos do interesse de todos. Desde

Leia mais

GRUPO FIDELIDADE Código de Conduta Ética e Profissional. Referência Este documento só pode ser reproduzido na íntegra. 1/7

GRUPO FIDELIDADE Código de Conduta Ética e Profissional. Referência Este documento só pode ser reproduzido na íntegra. 1/7 GRUPO FIDELIDADE Código de Conduta Ética e Profissional Referência Este documento só pode ser reproduzido na íntegra. 1/7 CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA E PROFISSIONAL As regras de Conduta Ética e Profissional

Leia mais

MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS

MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS Objetivo Estabelecer regras gerais para os processos de contratação de terceiros e obrigações básicas que devem ser adotadas

Leia mais

Protocolo de Atuação no Relacionamento com funcionários públicos e autoridades públicas. Endesa Brasil

Protocolo de Atuação no Relacionamento com funcionários públicos e autoridades públicas. Endesa Brasil Protocolo de Atuação no Relacionamento com funcionários públicos e autoridades públicas Endesa Brasil ÍNDICE 3 3 3 3 4 6 6 1. Objeto 2. Alcance 3. Aplicação 4. Conceitos 5. Conteúdo 6. Responsabilidades

Leia mais

Unidade de Recursos Humanos

Unidade de Recursos Humanos 2016 1 CODIGO DE ÉTICA E CONDUTA 2016 INTRODUÇÃO O presente tem como objectivo, não só estar em consonância com a alínea a) do ponto 3 da Recomendação do Conselho de Prevenção da Corrupção de 7 de Novembro

Leia mais

1 Código de Conduta do Fornecedor

1 Código de Conduta do Fornecedor 1 Código de Conduta do Fornecedor 2 Código de Conduta do Fornecedor Índice 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS...03 2. DIRETRIZES...03 2.1. QUANTO À INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS...03 2.2. QUANTO À CORRUPÇÃO... 04 2.3.

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES SIGILO DAS INFORMAÇÕES respeitar a propriedade intelectual, segredos comerciais e outras informações confi denciais, exclusivas ou reservadas, e não devem fazer uso ou

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Dezembro 2015 2015 Delta Economics & Finance Índice 1 Introdução 1 2 Visão, Missão e Valores 1 3 Conduta Esperada dos Funcionários 2 4 Conflito de Interesse 2 5 Informações Sigilosas

Leia mais

Código de Conduta e Ética Empresarial. Grupo Visium Build

Código de Conduta e Ética Empresarial. Grupo Visium Build Código de Conduta e Ética Empresarial Grupo Visium Build 1 Índice 2 Âmbito 3 Missão e Visão 4 Valores 4 Compromisso com as partes interessadas 5 Cumprimento deste Código 9 2 ÂMBITO Este Código de Conduta

Leia mais

Código de ética e conduta empresarial

Código de ética e conduta empresarial 1 INTRODUÇÃO A diretoria da Naspers estabelece a liderança pelo exemplo formulando nossos valores e garantindo que os padrões de ética empresarial, como contido neste Código, estejam integrados nas estratégias

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL 0 8 0 0 7 2 9 1 1 1 2 w w w. b b p r e v i d e n c i a. c o m. b r Código de Ética da BB Previdência Fundo de Pensão Banco do Brasil Introdução

Leia mais

Código de Conduta da SKF. para fornecedores e subcontratantes

Código de Conduta da SKF. para fornecedores e subcontratantes Código de Conduta da SKF para fornecedores e subcontratantes Código de Conduta da SKF para fornecedores e subcontratantes Os fornecedores e subcontratantes da SKF desempenham um papel importante em nossa

Leia mais

Sociedade Alphaville Residencial 11 Sede Administrativa - Av. Alpha Norte, 700 PABX:

Sociedade Alphaville Residencial 11 Sede Administrativa - Av. Alpha Norte, 700 PABX: 1. INTRODUÇÃO Código de Ética Este Código de Ética reúne diretrizes que devem ser observadas em nossa ação profissional para atingirmos padrões Éticos no exercício de nossas atividades. Para a Sociedade

Leia mais

Código de conduta ética

Código de conduta ética Código de conduta ética Mensagem da presidência O Código de Conduta Ética reflete os padrões de comportamento adotados por nossa empresa baseados na nossa Missão, Visão e Valores. Todos os nossos negócios

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA SANTOS BRASIL

CÓDIGO DE CONDUTA SANTOS BRASIL SANTOS BRASIL O Código de Conduta da Santos Brasil* (Companhia) é composto pelo conjunto de práticas e políticas internas estabelecidas para nortear a conduta de seus funcionários diante das diversas situações.

Leia mais

Ética. Compras e Strategic Sourcing

Ética. Compras e Strategic Sourcing Ética Compras e Strategic Sourcing Ética é saber a diferença entre o que você tem direito de fazer e o que é de fato direito - Potter Stewart Relacionamentos com fornecedores devem: Objetivo A área de

Leia mais

Gestor Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle (DPOC)

Gestor Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle (DPOC) Título Norma de Responsabilidade Socioambiental Gestor Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle (DPOC) Abrangência Agências, Departamentos, Empresas Ligadas e Unidades no Exterior Sinopse Diretrizes

Leia mais

Celpa. serviços. Código de ética do prestador de serviços da Celpa

Celpa. serviços. Código de ética do prestador de serviços da Celpa Código de ética do prestador de da Índice Apresentação... 04 Missão, visão e valores... 04 Bom senso... 06 Abrangência... 06 Definição de Prestador de Serviços... 06 1. Conflito de interesses 1.1. Recursos

Leia mais

GUIA DE RECEBIMENTO E OFERECIMENTO DE PRESENTES, BRINDES, HOSPITALIDADE E CONTRAPARTIDAS DE PATROCÍNIO

GUIA DE RECEBIMENTO E OFERECIMENTO DE PRESENTES, BRINDES, HOSPITALIDADE E CONTRAPARTIDAS DE PATROCÍNIO GUIA DE RECEBIMENTO E OFERECIMENTO DE PRESENTES, BRINDES, HOSPITALIDADE E CONTRAPARTIDAS DE PATROCÍNIO (Síntese adaptada do normativo interno PG-0TB-00025-0 -Recebimento e Oferecimento de Presentes, Brindes,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS CÓDIGO DE ÉTICA Senac-RS APRESENTAÇÃO Reconhecida como uma das maiores instituições de ensino profissionalizante do país, o Senac-RS adota uma postura clara e transparente no que diz respeito aos objetivos

Leia mais

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES ÍNDICE I - POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. O presente Código tem por finalidade orientar a empresa como um todo sobre questões éticas e de conduta.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. O presente Código tem por finalidade orientar a empresa como um todo sobre questões éticas e de conduta. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA O presente Código tem por finalidade orientar a empresa como um todo sobre questões éticas e de conduta. 1. Introdução O presente Código de Ética e Conduta tem por objetivo oferecer

Leia mais

Código de Conduta de Terceiros

Código de Conduta de Terceiros Código de Conduta de Terceiros ÍNDICE APRESENTAÇÃO...4 COMPROMISSO COM A INTEGRIDADE...5 CONFORMIDADE COM LEIS E NORMAS APLICÁVEIS...6 INTOLERÂNCIA ÀS PRÁTICAS DE CORRUPÇÃO E SUBORNO...6 RESPEITO AOS

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S. A.

Banco Santander (Brasil) S. A. Banco Santander (Brasil) S. A. Política Anticorrupção Resumo do documento: Este manual tem como objetivo estabelecer padrões comportamentais em casos que envolvam, aparentem ou caracterizem qualquer tipo

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Sumário Introdução Regras de Conduta da MIP Gestão do Código de Ética e Conduta da MIP Glossário Termo de Compromisso 03 05 10 12 15 2 Introdução A missão da MIP Engenharia S.A.

Leia mais

Código de Ética da ABTT

Código de Ética da ABTT Código de Ética da ABTT Prezados (as) Associados (as), A ABTT, ao longo de sua existência, tem conduzido suas atividades na crença de que para seu associado desenvolver-se e ter sucesso, é imprescindível

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA Junho de 2015

CÓDIGO DE CONDUTA Junho de 2015 CÓDIGO DE CONDUTA Junho de 2015 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO...4 I. Âmbito de Aplicação e Princípios Gerais...5 Artigo 1.º Âmbito Pessoal...5 Artigo 2.º Princípios Gerais...5 Artigo 3.º Legalidade...5 Artigo 4.º

Leia mais

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016 1. OBJETIVOS Estabelecer os princípios e diretrizes que norteiam as ações de práticas socioambientais da Getnet nos negócios e na relação com todas as partes interessadas, incluindo as diretrizes para

Leia mais

ÍNDICE CÓDIGO DE ÉTICA Regras gerais Relação com a Organização...5

ÍNDICE CÓDIGO DE ÉTICA Regras gerais Relação com a Organização...5 ÍNDICE CÓDIGO DE ÉTICA 1. ÂMBITO DO CÓDIGO...4 1.1. Obrigação de conhecer e cumprir o Código... 4 2. PRINCÍPIOS ÉTICOS GERAIS...4 2.1. Igualdade de Oportunidades e Não Discriminação...4 2.2. Respeito pelas

Leia mais

Sigilo Profissional. Maria Elisa Villas-Bôas FAMED, 2005

Sigilo Profissional. Maria Elisa Villas-Bôas FAMED, 2005 Sigilo Profissional Maria Elisa Villas-Bôas FAMED, 2005 Sigilo Profissional A confidencialidade e o respeito à privacidade como preceitos morais tradicionais dos profissionais de saúde e base da confiança,

Leia mais

FUNDAÇÃO AGA KHAN PORTUGAL CÓDIGO DE CONDUTA

FUNDAÇÃO AGA KHAN PORTUGAL CÓDIGO DE CONDUTA FUNDAÇÃO AGA KHAN PORTUGAL CÓDIGO DE CONDUTA ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Missão... 3 3. Principais objetivos... 3 4. Legalidade... 4 5. Governação... 4 6. Principais regras de conduta... 4 7. Transparência...

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor da Odebrecht Óleo e Gás 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS A atuação no mercado nacional e internacional e em diferentes unidades de negócios, regiões

Leia mais

Sonae Sierra Brasil Código de Conduta

Sonae Sierra Brasil Código de Conduta Sonae Sierra Brasil Código de Conduta INTRODUÇÃO O Que é Nosso Código de Conduta? Nosso Código de Conduta estabelece e promove os aspectos fundamentais de comportamento ético que, na opinião da nossa Companhia,

Leia mais

Norma Permanente Assunto: Política de Proteção da Livre Concorrência Código da Norma: NAD-40 Data da publicação: 01/09/2015

Norma Permanente Assunto: Política de Proteção da Livre Concorrência Código da Norma: NAD-40 Data da publicação: 01/09/2015 Página 1 de 5 Resumo: Estabelece as diretrizes e regras gerais para garantir a proteção da livre concorrência nas atividades da Duratex S.A. e suas subsidiárias (Organização). Índice 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO BANCO DA AMAZÔNIA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO BANCO DA AMAZÔNIA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO BANCO DA AMAZÔNIA A Socioambiental (PRSA) substitui a Política Corporativa pela Sustentabilidade (2011), e incorpora a contribuição das partes interessadas

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental Página 1 de 7 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 2.1 BASE LEGAL... 3 2.2 DEFINIÇÕES... 3 2.3 ESCOPO DE AVALIAÇÃO... 4 2.4 GOVERNANÇA... 4 2.5 GERENCIAMENTO

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS CÓDIGOS DE ÉTICA E CONDUTA PROFISSIONAL

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS CÓDIGOS DE ÉTICA E CONDUTA PROFISSIONAL 4 Códigos de Ética e Conduta Profissional 4.1 - Apresentação O presente código de ética e de conduta profissional estabelece padrões de comportamento e de valores que devem ser seguidos, os quais estão

Leia mais

Código de Ética Elaborado em Janeiro de 2016 Atualizado em Junho de 2016 1. INTRODUÇÃO Este Código de Ética estabelece as regras e princípios que nortearão os padrões éticos e de conduta profissional,

Leia mais

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS 13/5/2016 Informação Pública ÍNDICE 1 OBJETIVO... 3 2 ABRANGÊNCIA... 3 3 REFERÊNCIA... 3 4 PRINCÍPIOS... 4 5 DIRETRIZES... 5 6 RESPONSABILIDADES... 6 7 INFORMAÇÕES DE CONTROLE... 8 13/5/2016 Informação

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA. Os Colaboradores do Escritório entendem que em relação aos clientes deve se:

CÓDIGO DE CONDUTA. Os Colaboradores do Escritório entendem que em relação aos clientes deve se: 1 CÓDIGO DE CONDUTA PREÂMBULO O escritório MANUCCI ADVOGADOS ( Escritório ), na busca contínua pela excelência na prestação dos serviços e no melhor atendimento aos seus clientes, deve ter uma atuação

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL E CONDUTA EMPRESARIAL R WEM EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. Página 2 de 9 Ciente de sua responsabilidade como fabricante de produtos médicos, a WEM divulga seu manual de conduta ética e conduta empresarial.

Leia mais

Código de Conduta da Alta Administração Pública. Código de Conduta da Alta Administração Pública. Código de Conduta da Alta Administração Pública

Código de Conduta da Alta Administração Pública. Código de Conduta da Alta Administração Pública. Código de Conduta da Alta Administração Pública CÓDIGO DE CONDUTA DA ALTA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL Josiane Hilbert FINALIDADE I - Tornar claras as regras éticas de conduta das autoridades da alta Federal, para que a sociedade possa aferir a integridade

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA - EMBRAPII

CÓDIGO DE CONDUTA - EMBRAPII CÓDIGO DE CONDUTA - EMBRAPII Este Código de Conduta define os princípios que regem o comportamento dos profissionais que atuam na EMBRAPII. Ele é o instrumento de promoção de uma cultura de boa conduta

Leia mais

POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS

POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir uns para com os outros com espírito de fraternidade.

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Dos Fundamentos. Do Objetivo. Da Abrangência. DELIBERAÇÃO 01/15 Em, 26 de maio de 2015

CÓDIGO DE ÉTICA. Dos Fundamentos. Do Objetivo. Da Abrangência. DELIBERAÇÃO 01/15 Em, 26 de maio de 2015 DELIBERAÇÃO 01/15 Em, 26 de maio de 2015 Dos Fundamentos Do Objetivo Da Abrangência Dos Valores Da Observância de Normativos Da Responsabilidade Da Confidencialidade Dos Relacionamentos Do Conflito de

Leia mais

Carta do Presidente da Crown

Carta do Presidente da Crown Código de Conduta Carta do Presidente da Crown A reputação de integridade da Crown não é apenas construída com base na qualidade de seus produtos e serviços, mas também conta com um histórico de honestidade,

Leia mais

Código de Conduta do Grupo Cindapa

Código de Conduta do Grupo Cindapa Código de Conduta do Grupo Cindapa A MARCA DA SEGURANÇA 1 NOSSAS DIRETRIZES Nossa Missão Fornecer soluções em segurança patrimonial privada, mitigando os riscos e evitando perdas, por meio de uma Gestão

Leia mais

Código de Ética. Lançado em 05 de abril de Revisado em 18 de setembro de 2015 e 26 de abril de 2016

Código de Ética. Lançado em 05 de abril de Revisado em 18 de setembro de 2015 e 26 de abril de 2016 Código de Ética Lançado em 05 de abril de 2005 Revisado em 18 de setembro de 2015 e 26 de abril de 2016 Este Código traz parâmetros, valores e orientações que norteiam os negócios da Tecnosonda S/A e deve

Leia mais

Código de Ética e Conduta. Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e Vestuário de Portugal

Código de Ética e Conduta. Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e Vestuário de Portugal Código de Ética e Conduta Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e Vestuário de Portugal ÍNDICE ÍNDICE 1 PREÂMBULO 2 ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3 4 Princípio 1 Proteção dos interesses dos associados 4 Princípio

Leia mais

Código de Conduta

Código de Conduta Código de Conduta WWW.METADADOS.COM.BR Apresentação O presente documento, intitulado Código de Conduta Metadados, tem como objetivo estabelecer, de maneira formal, o conjunto de normas que regram a conduta

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO PESSOAL

POLÍTICA DE INVESTIMENTO PESSOAL POLÍTICA DE INVESTIMENTO PESSOAL Agosto/2016 Esta política de investimento pessoal da MAGNETIS GESTORA DE RECURSOS LTDA. ( Magnetis ) visa determinar procedimentos e normas para os investimentos pessoais

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EQS ENGENHARIA LTDA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EQS ENGENHARIA LTDA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EQS ENGENHARIA LTDA Revisão: 00 Data: 03/2016 Palavras chave: Ética, Conduta. 1. INTRODUÇÃO O presente Código de Ética e Conduta tem como objetivo apontar diretrizes e normas

Leia mais

Código de Ética e Conduta Profissional da CCDR LVT

Código de Ética e Conduta Profissional da CCDR LVT Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo Código de Ética e Conduta Profissional Elaborado em agosto 2009. Revisão agosto 2015. Código de Ética e Conduta Profissional

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO N. 147, DE 15 DE ABRIL DE 2011. Institui o Código de Conduta do Conselho e da Justiça Federal de primeiro e segundo graus. O PRESIDENTE DO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL, usando de suas atribuições

Leia mais

Código de Ética Janeiro de 2013

Código de Ética Janeiro de 2013 Janeiro de 2013 Índice 1 PREÂMBULO... 3 2 ÂMBITO DE APLICAÇÃO... 3 3 OBJECTIVOS... 3 4 PRINCÍPIOS... 4 5 NORMAS DE CONDUTA... 4 6 CONFLITOS DE INTERESSES... 6 7 DISPOSIÇÕES FINAIS... 7 2013 espap Entidade

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS ESTÁTER ASSESSORIA FINANCEIRA LTDA. JUNHO/2016

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS ESTÁTER ASSESSORIA FINANCEIRA LTDA. JUNHO/2016 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS da ESTÁTER ASSESSORIA FINANCEIRA LTDA. JUNHO/2016 ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Política de Investimentos Pessoais... 4 2 1. Introdução 1.1 Sumário Esta Política de Investimentos

Leia mais

Código de Ética. Relação com os Colaboradores

Código de Ética. Relação com os Colaboradores Código de Ética O O Código de Ética da Apetit apresenta as condutas esperadas no exercício das atividades detodososcolaboradoresdaempresa,independente do nível hierárquico. Ele reflete o compromisso da

Leia mais

MENSAGEM DOPRESIDENTE

MENSAGEM DOPRESIDENTE CÓDIGO DE ÉTICA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 2 MENSAGEM DO PRESIDENTE 3 DIRECIONADORES - MISSÃO, VISÃO E VALORES 4 COMPROMISSOS DA PLASTIMARAU 5 Desenvolvimento e Remuneração 5 Compromissos com Clientes 5 Compromissos

Leia mais

Código de Conduta Ética Profissional

Código de Conduta Ética Profissional Código de Conduta Ética Profissional 1. CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DA BRASIL BROKERS A Brasil Brokers é uma empresa de intermediação e consultoria imobiliária que atua em todo território nacional e para nos

Leia mais

ÍNDICE. Palavra do Presidente 3. O Código de Ética 4. Nossos Valores 5. Nossos Princípios de Ação 6. Combater a corrupção 6

ÍNDICE. Palavra do Presidente 3. O Código de Ética 4. Nossos Valores 5. Nossos Princípios de Ação 6. Combater a corrupção 6 Código de Ética ÍNDICE Palavra do Presidente 3 O Código de Ética 4 Nossos Valores 5 Nossos Princípios de Ação 6 Combater a corrupção 6 Proteger os ativos da Vallourec 7 Promover a confiança de compradores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA UNICRED ALAGOAS MAIO DE 2010

CÓDIGO DE ÉTICA UNICRED ALAGOAS MAIO DE 2010 CÓDIGO DE ÉTICA UNICRED ALAGOAS MAIO DE 2010 O QUE É CÓDIGO DE ÉTICA? É o documento que contém juízos de apreciação ou princípios de convivência válidos para um grupo de pessoas ou uma sociedade, procedimentos

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO > VERSÃO 2 / 8 1. INTRODUÇÃO A Política de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Combate à Corrupção ( Política ) visa promover a adequação

Leia mais

Política de Oferta e Recebimento de Brindes, Viagens e Entretenimento

Política de Oferta e Recebimento de Brindes, Viagens e Entretenimento Índice: 1 OBJETIVO... 2 2 TERMOS E DEFINIÇÔES... 2 3 POLÍTICA... 3 3.1 INTRODUÇÃO... 3 3.2 DIRETRIZES QUANTO À OFERTA E RECEBIMENTO DE COISA DE VALOR... 3 3.3 REGRAS PARA OFERECER COISAS DE VALOR... 34

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA 1 Objetivos do Código de Ética A Câmara Municipal de Cascais está motivada em criar todas as condições necessárias para que os seus colaboradores desenvolvam as suas funções

Leia mais

POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE FORNECEDORES E PRESTADORES QUALIFICADOS

POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE FORNECEDORES E PRESTADORES QUALIFICADOS POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE FORNECEDORES E PRESTADORES QUALIFICADOS SUMÁRIO I - OBJETIVO... 2 II - DIRETRIZES... 3 III CONTRATAÇÃO PROCEDIMENTOS GERAIS... 4 I - OBJETIVO 1.1. Esta Política estabelece diretrizes

Leia mais

Código de Conduta. Mensagem do Presidente. Marcos Sawaya Jank Presidente

Código de Conduta. Mensagem do Presidente. Marcos Sawaya Jank Presidente Código de Conduta Código de Conduta Mensagem do Presidente Elaborado de acordo com os princípios e políticas definidos e aprovados pelos Conselhos Deliberativo e Fiscal da UNICA, este código de conduta

Leia mais

Código de Ética Empresarial da Metro do Porto

Código de Ética Empresarial da Metro do Porto Código de Ética Empresarial da Metro do Porto MP-848057/09 V1.0 Índice A. A EMPRESA Enquadramento Missão Visão Valores B. CÓDIGO Âmbito de Aplicação Acompanhamento C. PRINCÍPIOS ORIENTADORES DO RELACIONAMENTO

Leia mais

Este manual tem o objetivo de orientar, com clareza, suas ações e decisões, de acordo com tudo aquilo que acreditamos ser correto.

Este manual tem o objetivo de orientar, com clareza, suas ações e decisões, de acordo com tudo aquilo que acreditamos ser correto. OBJETIVO Este manual tem o objetivo de orientar, com clareza, suas ações e decisões, de acordo com tudo aquilo que acreditamos ser correto. Trata-se de um instrumento legal para orientação e direcionamento

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA. Introdução

CÓDIGO DE CONDUTA. Introdução CÓDIGO DE CONDUTA Introdução Este Código de Conduta tem por objetivo estabelecer os princípios éticos e as normas de conduta que devem orientar as relações internas e externas de todos os associados do

Leia mais

MAUÁ INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS

MAUÁ INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS MAUÁ INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS MAIO 2016 Introdução O objetivo desta Política é estabelecer procedimentos e regras para os investimentos pessoais dos sócios, associados, dirigentes,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA Dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe

CÓDIGO DE ÉTICA Dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe 1 Resolução nº /2012 do Tribunal de Justiça de Sergipe, regulamenta o Estatuto do Servidores Públicos do Estado de Sergipe no que tange a conduta ética dos servidores do Judiciário Estadual. CÓDIGO DE

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS FINALIDADE Por ser o conceito de ética subjetivo, estando sujeito às variações de valores culturais de cada pessoa, o MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 1/7

CÓDIGO DE CONDUTA 1/7 CÓDIGO DE CONDUTA 1/7 ÍNDICE Página A Missão da Fundação AEP 3 Visão 3 Valores 3 Objetivos 3 Objeto, Âmbito e Aplicação 4 Transparência na Atuação e Publicitação das Contas 4 Impedimentos ou Incompatibilidades

Leia mais

Grupo NSG Código de Conduta do Fornecedor

Grupo NSG Código de Conduta do Fornecedor Introdução Grupo NSG Código de Conduta do Fornecedor A intenção do Grupo NSG é desfrutar da mais elevada reputação em todo o mundo, pela maneira profissional, legal e ética de conduzir suas atividades,

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO OBJETIVO Estabelecer as práticas que devem ser seguidas pelos Colaboradores e prestadores de serviços do Grupo MAPFRE Serviços Financeiros em suas atribuições e em especial com a

Leia mais

Código de Autorregulação Informações aos Participantes

Código de Autorregulação Informações aos Participantes MINUTA Código de Autorregulação Informações aos Participantes Capítulo I - Propósito Artigo 1º - O objetivo deste Código de Autorregulação (Código) é estabelecer os parâmetros relativos às informações

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL PRSA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL PRSA AGORACRED S/A SCFI. Rua das Palmeiras, 685, Ed. Contemporâneo Empresarial. Salas 1002,1003, 1007 a 1011, Santa Lucia, Vitória, ES. Tel.(27) 40090200 http://www.agoracred.com.br/ POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE

Leia mais

Política de Transparência nas Relações com Terceiros

Política de Transparência nas Relações com Terceiros Política de Transparência nas Relações com Terceiros Sumario Objetivo e Alcance 3 Princípios gerais 3 1. Declaração de conflito de interesses 4 1.1. Definição de conflito de interesses 4 1.2. Conflitos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA AGÊNCIA PARA O INVESTIMENTO E COMÉRCIO EXTERNO DE PORTUGAL, E.P.E. (AICEP) CAPÍTULO I - Âmbito e Objectivo. Artigo 1º (Âmbito)

CÓDIGO DE CONDUTA DA AGÊNCIA PARA O INVESTIMENTO E COMÉRCIO EXTERNO DE PORTUGAL, E.P.E. (AICEP) CAPÍTULO I - Âmbito e Objectivo. Artigo 1º (Âmbito) CÓDIGO DE CONDUTA DA AGÊNCIA PARA O INVESTIMENTO E COMÉRCIO EXTERNO DE PORTUGAL, E.P.E. (AICEP) CAPÍTULO I - Âmbito e Objectivo Artigo 1º (Âmbito) 1. O presente Código de Conduta integra o conjunto das

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE MENSAGEM DO PRESIDENTE A Ética sempre se fez historicamente presente no ambiente corporativo da Schulz S/A, gerando relações exitosas e, por isso, duradouras entre clientes e fornecedores. A elaboração

Leia mais

ABF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS CAPÍTULO I DA NATUREZA DO DOCUMENTO CAPÍTULO II OBJETIVOS E ABRANGÊNCIA

ABF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS CAPÍTULO I DA NATUREZA DO DOCUMENTO CAPÍTULO II OBJETIVOS E ABRANGÊNCIA ABF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS CAPÍTULO I DA NATUREZA DO DOCUMENTO Art. 1º. O presente Código de Conduta é orientado por princípios éticos e desdobrado em

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta 1 Índice 1. Introdução 1.1 Objetivo 1.2 Abrangência 2. Relações Internas 2.1 Compromissos éticos e de conduta da Viver para com os seus Colaboradores 2.2 Compromissos éticos e

Leia mais

Banco Safra S.A. Política de Investimentos Pessoais

Banco Safra S.A. Política de Investimentos Pessoais Banco Safra S.A Política de Investimentos Pessoais Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 PROCEDIMENTOS PARA OPERAÇÕES:... 3 1.2 OPERAÇÕES QUE REQUEREM PRÉ-APROVAÇÃO:... 4 1.3 OPERAÇÕES QUE NÃO REQUEREM PRÉ-APROVAÇÃO

Leia mais

POLÍTICA DE COMPRA E DE VENDAS POR RELACIONADOS. Elaboração: Controles internos Aprovação: Diretoria Versão: 01

POLÍTICA DE COMPRA E DE VENDAS POR RELACIONADOS. Elaboração: Controles internos Aprovação: Diretoria Versão: 01 POLÍTICA DE COMPRA E DE VENDAS POR RELACIONADOS Elaboração: Controles internos Aprovação: Diretoria Versão: 01 Código: MCICCVRC-0116 Vigente desde: 01/2016 Data de referência: 11/2015 2 1. DISPOSIÇÕES

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA VERA ROSAS GROUP

CÓDIGO DE CONDUTA VERA ROSAS GROUP 1 CÓDIGO DE CONDUTA VERA ROSAS GROUP Preâmbulo Este Código de Conduta tem por objetivo estabelecer os princípios éticos e normas de conduta que devem orientar as relações internas e externas de todos os

Leia mais

2.2 Diligência, eficiência e responsabilidade Relacionamento com a comunicação social... 5

2.2 Diligência, eficiência e responsabilidade Relacionamento com a comunicação social... 5 Índice 1. Âmbito de aplicação... 2 2. Princípios Gerais 2.1 Integridade... 2 2.2 Diligência, eficiência e responsabilidade... 2 2.3 Igualdade de Tratamento e a não discriminação... 3 2.4 Lealdade e cooperação...

Leia mais

Política de Rateio e Divisão de Ordens entre Carteiras de Valores Mobiliários

Política de Rateio e Divisão de Ordens entre Carteiras de Valores Mobiliários CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Apresentação 1.1. A ABM Gestora de Recursos Ltda. ( ABM Capital ) é uma sociedade limitada dedicada à prestação de serviços de administração de carteiras de valores mobiliários, notadamente

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Úl#ma atualização: Agosto/2011

CÓDIGO DE ÉTICA. Úl#ma atualização: Agosto/2011 Úl#ma atualização: Agosto/2011 A É#ca é um dos três principais pilares da Inva Capital - juntamente com Competência e Resultado. Por isso, baseamos nosso Código de É#ca e Padrões de Conduta Profissional

Leia mais