Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº"

Transcrição

1 UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática A HISTÓRIA DO COMPUTADOR A origem da computação está diretamente relacionada a matemática. Por volta de 5500 anos A.C, povos antigos que constituíam a Mesopotâmia inventaram um instrumento para auxiliá-los em cálculos matemáticos, instrumento que foi chamado de Ábaco. Usado nas áreas de comercio de mercadorias e desenvolvimento de construções civis, é considerado como a primeira máquina desenvolvida para cálculo, pois utilizava um sistema bastante simples para a resolução de problemas matemáticos. Depois em 1642, o matemático francês Bleise Pascal desenvolveu o que pode ser chamado da primeira calculadora mecânica da história, a máquina de Pascal. O objetivo de Pascal era simplificar o ofício do pai, que era contador. Seu funcionamento era baseado no uso de rodas interligadas, que giravam na realização dos cálculos. Apesar de todo esforço de Pascal a máquina era capaz apenas de somar e subtrair. Gottfried Wilhelm Von Leibnitz, matemático alemão, aperfeiçoou a máquina Pascalina em torno de 1670, introduzindo um mecanismo capaz de multiplicar, dividir e a raiz quadrada. O Ábaco e a Máquina de Pascal mostrados, as operações já estavam previamente programadas, não sendo possível inserir novas funções. Porém, no ano de 1822 foi publicado um artigo científico que prometia revolucionar tudo o que existia até o exato momento, sobre cálculo eletrônico. O autor, Charles Babbage afirmou que sua máquina era capaz de calcular funções de diversas naturezas (trigonometria, logaritmos), de forma muito simples. Esta possuía o nome de Máquina de Diferenças. Com isso Charles Babbage, se tornou o precursor do computador do ponto de vista da arquitetura de hardware. A Teoria de Boole O matemático George Boole é considerado o pai da lógica moderna. Ele desenvolveu, em 1847, um sistema lógico que reduzia a representação de valores através de dois algarismos: 0 ou 1. Prof. Esp. Salomão Soares Página 1

2 Em sua teoria, o número 1 tem significados como: ativo, ligado, existente, verdadeiro. Por outro lado, o 0 representava o inverso: não ativo, desligado, não existente, falso. Para representar valores intermediários, como mais ou menos ativo, é possível usar dois ou mais algarismos(bits) para a representação. Por exemplo: 00 desligado 01 carga baixa 10 carga moderada 11 carga alta Todo o sistema lógico dos computadores atuais, inclusive o qual utilizamos, usa a teoria de Boole de forma prática. Em 1801 antes da Máquina das Diferenças, Joseph Marie Jacquard, construiu de fato a primeira máquina realmente programável, com o objetivo de recortar tecidos de forma automática. A máquina foi chamada de Tear Programável, pois aceitava cartões perfuráveis com entrada do sistema. Desta maneira, Jaquard perfurava o cartão com o desenho desejado, e a máquina o reproduzia no tecido. O conceito de cartões desenvolvidos na máquina de Tear Programável foi muito útil para a realização do censo de 1890, nos estados unidos. Com isso, Hermann Hollerith desenvolveu uma máquina que acelerava todo o processo de computação dos dados computados. Ao invés da clássica caneta para marcar X em sim e não para perguntas como sexo, idade, os agentes do censo perfuravam estas opções nos cartões. Uma vez os dados coletados, o processo de computação da informação passou a demorar aproximadamente 1/3 do processo comum. Foi praticamente uma revolução na maneira de se coletar dados. Com isso, Hollerith fundou sua própria empresa, a Tabulation Machine Company no ano de Após anos no comando e algumas fusões com outras empresas, Hoolerith veio a falecer. Quando um substituto assumiu o seu lugar, em 1916, o nome da empresa foi alterado para Internacional Business Machine, a mundialmente famosa IBM. Prof. Esp. Salomão Soares Página 2

3 Computadores Pré-modernos Na primeira metade do século XX, várias computadores mecânicos foram desenvolvidos, sendo que com o passar do tempo, componentes eletrônicos foram sendo adicionados aos projetos. Em 1931, Vannevar Bush implementou um computador com uma arquitetura binária propriamente dita, usando os bits 0 e 1. A base decimal exigia que a eletricidade assumisse 10 voltagens diferentes, o que era muito difícil de ser controlado. Por isso, Bush fez uso da lógica de Boole, onde somente dois níveis de voltagem já eram suficientes. A segunda guerra mundial foi um grande incentivo no desenvolvimento de computadores, elas estavam se tornando mais úteis em tarefas de desencriptação de mensagens inimigas e criação de novas armas mais inteligentes. Entre os projetos desenvolvidos neste período, o que mais se destacou foi o Mark I no ano de 1944, criado pela Universidade de Harvard (EUA), e o Colossus em 1946 criado por Allan Turing. Computador MARK I Allan Turing focou sua pesquisa na descoberta de problemas formais e práticos que poderiam ser resolvidos através de computadores. Para aqueles que apresentavam solução, foi criada a famosa teoria da Máquina de Turing, que através de um número finito de operações, resolvia problemas computacionais de diversas ordens diferentes. Allan Turing se tornou uma das figuras mais importantes da computação. Computador COLOSSUS Prof. Esp. Salomão Soares Página 3

4 Computação Moderna A computação moderna pode ser definida pelo uso de computadores digitais, que não utilizam componentes analógicos como base de seu funcionamento. Ela pode ser dividida em várias gerações: Primeira Geração ( ) A primeira geração de computadores modernos tinha como principal característica o uso de válvulas eletrônicas, possuindo dimensões enormes. Utilizavam quilômetros de fios, chegando a atingir altas temperaturas, o que causava problemas de funcionamento com frequência. O computador mais famoso da primeira geração foi o ENIAC (Electrical Numerical Integrator and Calculator). Lançado em 1946, revolucionou o mundo da computação, e foi desenvolvido pelos cientistas norte-americanos John Eckert e John Mauchly. Esta máquina era em torno de 1000 vezes mais rápida que qualquer outra que existia na época. As dimensões desta máquina são grandes, com aproximadamente 25 metros de comprimento por 5,50 m de altura. O seu peso total era de 30 toneladas. Esse valor representa algo torno de um andar inteiro de um prédio. Segunda Geração ( ) Na segunda geração, houve a substituição das válvulas eletrônicas por transístores, o que diminui em muito o tamanho do hardware. A tecnologia de circuitos impressos também foi criada, assim evitando que os fios e cabos elétricos ficassem espalhados por todo lugar. É possível dividir os computadores desta geração em duas grandes categorias: supercomputadores e minicomputadores. Desenvolvido pela IBM, o IBM 7030 foi o primeiro supercomputador lançado na segunda geração, seu tamanho era bem reduzido comparado com máquinas como o ENIAC, podendo ocupar somente uma sala comum. Ele era utilizado por grandes companhias, custando em torno de 13 milhões de dólares na época. Prof. Esp. Salomão Soares Página 4

5 IBM 7030 Esta máquina executava cálculos na casa dos microssegundos, o que permitia até um milhão de operações por segundo. Desta maneira, um novo patamar de velocidade foi atingido. PDP-8 foi um dos minicomputadores mais conhecidos da segunda geração. Era uma versão mais básica do IBM 7030, sendo mais atrativo do ponto de vista financeiro (centenas de milhões de dólares). Eram menores do que os supercomputadores, mas mesmo assim ainda ocupavam um bom espaço no cômodo. Terceira Geração ( ) Os computadores desta geração foram conhecidos pelo uso de circuitos integrados, ou seja, permitiram que uma mesma placa armazenasse vários circuitos que se comunicavam com hardwares distintos ao mesmo tempo. Desta maneira, as máquinas se tornaram mais velozes, com um número maior de funcionalidades. O preço também diminuiu consideravelmente. Um dos principais exemplos da Terceira geração é o IBM 360/91, lançado em 1967, sendo um grande sucesso em vendas na época. Esta máquina já trabalhava com dispositivos de entrada e saída modernos para a época, como discos e fitas de armazenamento, além da possibilidade de imprimir todos os resultados em papel. No final da terceira geração, houve um preocupação com a falta de qualidade nos desenvolvimento de softwares, visto que grande parte das empresas estavam só focadas no hardware. Quarta Geração ( Até hoje) A quarta geração é conhecida pelo advento dos microprocessadores e computadores pessoais, com a redução drástica do tamanho e preço das máquinas. Prof. Esp. Salomão Soares Página 5

6 As CPUs atingiram bilhões de operações por segundo, permitindo que muitas tarefas fossem implementadas agora. Os circuitos acabaram se tornado ainda mais integrados e menores, o que permitiu o desenvolvimento dos microprocessadores. Quanto mais o tempo foi passando, mais fácil se tornou comprar um computador pessoal. Nesta era, os softwares e sistemas se tornaram tão importantes quanto o hardware. Altair 8800 O Altair 8800 lançado em 1975, revolucionou tudo o que era conhecido como computador até aquela época. Com um tamanho que cabia facilmente em uma mesa e um formato retangular, também era muito mais rápido que os computadores anteriores. O computador usava o processador 8080 da Intel, fato que propiciou todo esse desempenho. Com o lançamento do Altair, um jovem programador chamado Bill Gates se interessou pela máquina, e criou a sua linguagem de programação Altair Basic. O Altair funcionava através de cartões de entradas e saída, sem uma interface gráfica propriamente dita. Apple, Lisa e Macintosh Com o sucesso do Altair, Steve Jobs (fundador da Apple) viu que ainda faltava algo no projeto, apesar de suas funcionalidades, este computador não era fácil de ser utilizado por usuários comuns. Steve Jobs sempre foi conhecido por ter um lado artístico apurado, portanto, em sua opinião, um computador deveria representar de maneira gráfica o seu funcionamento. Apple I Por isso, em 1976, foi lançado o Apple I que pode ser considerado como o primeiro computador pessoal, pois acompanhava um pequeno monitor gráfico que exibia o que estava acontecendo no PC. Prof. Esp. Salomão Soares Página 6

7 Apple II Como o sucesso do Apple I foi muito grande, em 1979 foi lançado o Apple II, que seguia a mesma ideia. LISA Seguindo na mesma linha, com os computadores Lisa (1983) e Macintosh (1984), foram os primeiros a usarem o mouse e possuírem a interface gráfica como nós conhecemos hoje em dia, com pastas, menus e área de trabalho. Microsoft e Intel Paralelamente a Apple, Bill Gates fundou a Microsoft, que também desenvolvia computadores. No começo de sua existência, no final dos anos 70 e até meados dos anos 80, Bill Gates usou as ideias contidas nas outras máquinas para construir a suas próprias. Utilizando processadores 8086 da Intel, o primeiro sistema operacional da Microsoft, o MS-DOS estava bem avançado em relação ao de Steve Jobs. Por esse motivo, Bill Gates acabou criando uma parceria com Jobs, e após algum tempo, copiou toda a tecnologia gráfica do Macintosh para o seu novo sistema operacional, o Windows. Com isso, o Macintosh e o Windows se tornaram fortes concorrentes. E com a demissão de Steve Jobs da Apple, a empresa acabou muito enfraquecida. Assim, a Microsoft acabou se tornando a líder do mercado de computadores pessoais. Desde então, vários processadores da Intel foram lançados, acompanhados de várias versões de Windows. Entre os modelos da Intel, podemos citar: 8086, 286, 386, 486, Pentium, Pentium 2, Pentium 3, Pentium 4, Core 2 Duo, Quaid Core, Core i3, Core i5 e Core i7. Em 1993 a AMD entrou no ramo de processadores, com o AMD k5, lançando posteriormente AMD k6, AMD k7, Athlon, Athlon XP, Duron, Sempron entre outros. Todos os computadores pessoais novos que são lançados atualmente, são bastante derivados das ideias criadas pela Apple e pela Microsoft. Processadores Multi-core Prof. Esp. Salomão Soares Página 7

8 Uma das principais tendências dos últimos anos do mercado de desktops é o chamado Multi-core, que consiste em vários processadores trabalhando paralelamente. Assim, as tarefas podem ser divididas e executadas de maneira mais eficiente. No início da década de 2000, os transístores usados no processador já estavam muito pequenos, causando um aquecimento maior que o normal. Desta maneira, foi necessário dividir a CPU em vários núcleos. ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Componentes básicos de um computador Apesar de existir uma grande diversidade em termos de arquitetura de computador, todas possuem componentes padrões como todo e qualquer computador possui, independente de marca ou modelo que são: Processador Memória Placa Mãe Periféricos Processador O microprocessador, ou simplesmente processador, é um circuito integrado (chip), que é considerado como o cérebro do computador. É ele que executa os programas, faz os cálculos e toma decisões, de acordo com as instruções armazenadas na memória. O microprocessador é chamado também de CPU (Central Processing Unit). A CPU (Processador) realiza as seguintes tarefas: 1. Busca e executa as instruções existentes na memória. Os programas e os dados que ficam gravados no disco (hard disk - hd), são transferidos para a memória. Uma vez estando na memória, a CPU pode executar os programas e processar os dados. 2. Comanda todos os outros chips do computador. Prof. Esp. Salomão Soares Página 8

9 O que é o Clock da CPU? Arquitetura do Processador (RISC vs. CISC) De acordo com o número de instruções que o processador consegue suportar, pode-se classificá-lo como RISC (Reduced Instruction Set Computing) ou CISC (Complex Instruction Set Computing). As CPUs em sua maioria são CISC, pois um processador CISC suporta um nível maior de instruções sendo cada instrução mais especializada, e com isso, ele pode executar de modo direto, a maioria das operações programadas e solicitadas pelos programas. Com isso, o processador CISC consegue executar uma quantidade maior de instrução que o RISK, porém quanto mais instruções, mais lenta é a execução de cada uma delas. Um processador RISC reconhece um número limitado de instrução, que no entanto são otimizadas para que sejam executadas com mais rapidez. Portanto, a arquitetura RISC reduz o conjunto de instrução ao mínimo, e as instruções não implementadas diretamente são realizadas por uma combinação de instruções existentes. A Apple desenvolveu a arquitetura do seus processadores, sob a arquitetura RISC, em parceria com a Motorola e a IBM, criou a chip PowerPc, com mais poder de processamento que o chip da Intel e AMD. Ele equipa a linha de microprocessadores dos Macintosh, PowerBook, Mac Pro (nos modelos e600, G5 Dual-core, G5 Quaid-core). Estão presentes também, nos consoles Xbox 360, Playstation 3 e Wii. Memória O computador é dotado de uma quantidade de memória (que pode variar de máquina para máquina) a qual se constitui de um conjunto de circuitos capazes de armazenar os dados e os programas a serem executados pela máquina. E possui diferentes categorias: Memória principal: memória de trabalho, onde normalmente devem estar armazenados os programas e dados a erem manipulados pelo processador. Memória secundária: permitem armazenar uma maior quantidade de dados por um período de tempo mais longo, o disco rígido (hd) é o exemplo mais evidente de memória secundária de um computador. Memória cache: é uma pequena quantidade de memória com curto tempo de resposta, integrada aos processadores e que permite incrementar o desempenho durante a execução de um programa. Prof. Esp. Salomão Soares Página 9

10 Memória Principal: A memória principal, ou memória de trabalho, é onde estão armazenados os programas e dados a serem manipulados pelo processador. É esta memória que se referencia na especificação de um computador. E hoje, as quantidades de memória mais usuais disponíveis nos computadores são 1, 2, 4 e 8 Gigabytes de memória, ou mesmo até mais para aplicações específicas. Tipos de Memória: As memórias podem ser divididas em duas grandes categorias: 1. Memória RAM (memória de leitura e escrita): são memórias que podem ser lidos e gravados pela CPU a qualquer instante. A CPU usa a RAM para armazenar e executar programas vindos do disco, para ler e gravar os dados que estão sendo processados. Uma outra característica da RAM, é que se trata de uma memória VOLÁTIL. Isso significa que quando o computador é desligado, todos os seus dados são apagados. Tipos de Memória RAM Memória DDR SDRAM e SODIMM Memória DDR2 SDRAM e SODIMM Memória DDR3 SDRAM e SODIMM 2. Memórias Não Voláteis: são memórias cujas informações mantidas não são perdidas caso o computador seja desligado. Nos computadores, existe um programa muito importante chamado de BIOS (Basic Input-Output System - Sistema Básico de Entrada e Saída). A BIOS tem várias funções, entre as quais, a de realizar a "partida" do computador. Quando o computador é ligado, a BIOS realiza a contagem de memória, faz uma rápida checagem do funcionamento do computador e realiza a carga do Sistema Operacional que deve estar armazenado no disco. A BIOS está gravada em uma memória permanente localizada na placa mãe e é mantida por uma bateria. Existem diversos tipos de memória permanente: 1.ROM: São memórias que podem ser lidas pela, mas não podem ser gravadas. Sua gravação é feita apenas pelo fabricante do computador, ou pelo fabricante de memórias. Seu conteúdo nunca é perdido. Este tipo de memória é usado para armazenar a BIOS. 2.PROM: É uma memória ROM programável, ou seja ela vem de fábrica apagada para que os fabricantes de computadores possam gravar seu programa. Essa gravação pode ser realizada somente uma vez. 3.EPROM: É uma memória ROM programável e apagável. Funciona da mesma forma que a memória ROM, porém ela pode ser apagada somente com raios ultravioletas de alta potência. 4.EEPROM: Esta memória é a mais flexível, pois pode ser apagada sob o controle de software. Esta memória que é utilizada hoje para armazenar as BIOS Prof. Esp. Salomão Soares Página 10

11 atuais. Assim o usuário, pode ele mesmo atualizar a BIOS do seu computador, quando o fabricante fornece a atualização. Memória Secundária Além da memória principal, que é diretamente acessada pela CPU, existe também a memória secundária. Este tipo de memória não é acessada diretamente pela CPU. Seu acesso é feito através da Placa-mãe. A memória secundária é uma memória do tipo permanente (não se apaga quando o computador está desligado), e que tem uma alta capacidade de armazenamento. Tipos de memória secundária: Memória Cache Memória cache é uma área reservada de memória que possui duas funções: aumentar o desempenho do computador e aumentar o tempo de vida das unidades de disco. 1.1 Cache Primária Layer 1 : A cache nível 1 (L1) é a memória mais rápida de um PC. Ela é de fato construída diretamente no processador. Esta cache é pequena, geralmente de 32KB a 64KB, mas é extremamente rápida. Ela roda na mesma velocidade do processador. Se o processador solicita uma informação e pode encontrá-la na cache L1, este é o melhor caso, pois a informação é imediatamente disponível e o processador não tem que esperar. 1.2 Cache Primária Layer 2: A cache nível 2 (L2) é uma cache secundária, e é maior e um pouco mais lenta que a L1. Ela é usada para armazenar endereços recentes que não são mantidos pelo nível 1. Este nível tem um tamanho variando de 64KB a 256KB, ela também é localizada no processador. 1.3 Cache Primária Layer 3: A cache nível 3 (L3) é uma memória tipo a Cache L2, só que é mais lenta e possui um tamanho maior que varia entre 2MB a 16MB, ela também é localizada no processador. Placa-Mãe A Placa-mãe é responsável pelo controle total do computador, ela é considerada como o coração dos computadores. Na Placa-mãe ficam a maior parte dos componentes cruciais do sistema e conectores para periféricos. Todos os componentes como, processador, memória, hd e outros hardware, são conectados a Placa-mãe para o seu devido funcionamento. Prof. Esp. Salomão Soares Página 11

TI - Tecnologia da Informação UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática

TI - Tecnologia da Informação UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática TI - Tecnologia da Informação UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática Prof. Adolfo Colares A origem da computação está diretamente relacionada a matemática. Por volta de 5500 anos A.C, povos antigos

Leia mais

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br Fundamentos da Informática História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br História da Computação Hoje em dia, os computadores estão presentes em nossa vida de uma forma nunca vista

Leia mais

A História dos computadores e da computação Por Gabriel Gugik Fonte: www.tecmundo.com.br/1697-a-historia-dos-computadores-e-da-computacao.

A História dos computadores e da computação Por Gabriel Gugik Fonte: www.tecmundo.com.br/1697-a-historia-dos-computadores-e-da-computacao. Imprimir A História dos computadores e da computação Por Gabriel Gugik Fonte: www.tecmundo.com.br/1697-a-historia-dos-computadores-e-da-computacao.htm Sexta-Feira 6 de Março de 2009 Conheça os principais

Leia mais

Apostila: a história dos computadores e da computação

Apostila: a história dos computadores e da computação Apostila: a história dos computadores e da computação Autor: Gabriel Gugik Conheça os principais computadores usados desde a antiguidade até os dias de hoje. Obs.: O conteúdo aqui disponível foi publicado

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Introdução à Computação DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Informática x Computação

Leia mais

A História dos Computadores e da Computação

A História dos Computadores e da Computação A História dos Computadores e da Computação Hoje em dia, os computadores estão presentes em nossa vida de uma forma nunca vista anteriormente. Sejam em casa, na escola, na faculdade, na empresa ou em qualquer

Leia mais

Calculadoras Mecânicas

Calculadoras Mecânicas ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Evolução e Desempenho de Computadores 1ª Calculadora - séc. V a.c Muitos povos da antiguidade utilizavam o ábaco para a realização de cálculos do dia a dia, principalmente

Leia mais

A história da computação. Prof: Diego Medeiros

A história da computação. Prof: Diego Medeiros A história da computação Prof: Diego Medeiros O que é a computação? Computação (latim computatio, -onis) 1. Ato ou efeito de computar. Cálculo, cômputo 2. Conjunto de conhecimentos e técnicas referentes

Leia mais

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo ("pipeline") Execução de programas

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo (pipeline) Execução de programas http://www.ic.uff.br/~debora/fac! Dar noções iniciais dos componentes básicos de um sistema de computador, assim também como conceitos fundamentais necessários para a manipulação de informação dentro do

Leia mais

O Computador. Conceito

O Computador. Conceito O Computador Conceito É uma máquina eletrônica de processamentos de dados programável, com grande capacidade de armazenamento de dados associado a altíssimas velocidades de processamento. Contudo, esta

Leia mais

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES - Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES 1. INTRODUÇÃO Centenas de tipos diferentes de computadores foram projetados e construídos ao longo do ciclo evolutivo dos computadores digitais.

Leia mais

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Processadores Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução O processador é um circuito integrado de controle das funções de cálculos e tomadas de decisão de um computador. Também é chamado de cérebro do

Leia mais

Evolução dos Computadores

Evolução dos Computadores Evolução dos Computadores Campus Cachoeiro Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Arquitetura e Organização de Computadores Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Geração Zero 1. Computação primitiva

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio Memórias Memória: é o componente de um sistema de computação cuja função é armazenar informações que são, foram ou serão manipuladas pelo sistema. Em outras

Leia mais

INFORMÁTICA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 1º PD PROFESSOR

INFORMÁTICA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 1º PD PROFESSOR INFORMÁTICA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 1º PD PROFESSOR Nelson Fabbri Gerbelli O que é informática? INFORMAÇÃO TECNOLOGIA INFORMÁTICA INFORmação automática 2 ÁBACO Na China, 3000 anos antes de Cristo, surgiu

Leia mais

Disciplina de Informática. Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br

Disciplina de Informática. Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br Disciplina de Informática Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br 1 O que é Informática? Informática A Informática nasceu da ideia de auxiliar o homem nos trabalhos

Leia mais

Fundamentos e Suporte de Computadores. Professora Monalize

Fundamentos e Suporte de Computadores. Professora Monalize Fundamentos e Suporte de Computadores Professora Monalize COMPUTADOR DIGITAL é um equipamento eletrônico que processa dados usando programas, podendo ser dividido em: HARDWARE : parte "física, é o equipamento

Leia mais

INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda Curso: Técnico de Informática Sistemas (EFA-S4A)-NS Trabalho Realizado Por: Igor_Saraiva nº 7 Com

Leia mais

Fundamentos de Informática 1ºSemestre

Fundamentos de Informática 1ºSemestre Fundamentos de Informática 1ºSemestre Aula 1 Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Uma abordagem inicial... o

Leia mais

Histórico dos Computadores

Histórico dos Computadores Histórico dos Computadores O mais antigo equipamento para cálculo foi o ábaco (Fig. 1), que era um quadro com arruelas móveis, dispostas em arames paralelos, tendo, portanto, um mecanismo simples. Surgido

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 1 Introdução: Um computador é uma máquina (conjunto de partes eletrônicas e eletromecânicas) capaz de sistematicamente coletar, manipular e fornecer resultados da manipulação de dados para um ou mais objetivos.

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I

INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Surgimento da Informática INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I Unidade I Prof Célio Conrado www.celioconrado.com celio.conrado@gmail.com Já nos

Leia mais

História da Informática. Prof. Bruno Crestani Calegaro

História da Informática. Prof. Bruno Crestani Calegaro História da Informática Prof. Bruno Crestani Calegaro Roteiro Introdução Pré-História A evolução dos computadores Cronologia Vídeos Atividade prática Introdução Os computadores estão presentes no dia-a-dia

Leia mais

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos.

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. Do ábaco ao palmtop. Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. O ábaco é um instrumento mecânico usado

Leia mais

O que é Arquitetura de Computadores?

O que é Arquitetura de Computadores? O que é Arquitetura de Computadores? Forças Coordenação de um conjunto de níveis de abstração de um computador sobre um grande conjunto de forças de mudança Arquitetura de Computadores = Arquitetura de

Leia mais

Cursos de Computação. Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais

Cursos de Computação. Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais Visão do Sistema Operacional programadores e analistas usuários programas,

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Tecnologia da Administração Computador: origem, funcionamento e componentes básicos Parte I Sumário Introdução Origem Funcionamento Componentes Básicos Referências Introdução O objetivo deste material

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia. Profa. Késsia R. C. Marchi

Informática, Internet e Multimídia. Profa. Késsia R. C. Marchi Informática, Internet e Multimídia Profa. Késsia R. C. Marchi Informática - Origem Para auxiliar a contar, nossos antepassados usavam pedras... Cálculo deriva do latim calculus (pedra) Information Automatique

Leia mais

Informática. A Era da Computação - Aula 1 ClevertonHentz

Informática. A Era da Computação - Aula 1 ClevertonHentz Informática A Era da Computação - Aula 1 ClevertonHentz 1 Introdução à Microinformática Histórico dos computadores, software, hardware, sistemas operacionais, etc. Softwares Orientado à Tarefas Softwares

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 1. Evolução da Computação Prof. Ronaldo Contagem Primeiro ser humano a CALCULAR: pastor de ovelhas Técnica utilizada:

Leia mais

Arquitetura de Computadores. AULA 1 Introdução

Arquitetura de Computadores. AULA 1 Introdução Arquitetura de Computadores AULA 1 Introdução Adaptação do material desenvolvido pelo Profs. Eduardo Moresi e Edilson Ferneda UCB - DF Histórico Sumário Computadores Mecânicos Computadores Eletrônicos

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Organização de Computadores I

Organização de Computadores I Departamento de Ciência da Computação - UFF Objetivos Organização de Computadores I Profa. Débora Christina Muchaluat Saade debora@midiacom.uff.br http://www.ic.uff.br/~debora/orgcomp Dar noções iniciais

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

SUMÁRIO. Evolução. Do passado ao presente. Futuro. Cálculos manuais Calculadoras mecânicas Máquinas eletrônicas

SUMÁRIO. Evolução. Do passado ao presente. Futuro. Cálculos manuais Calculadoras mecânicas Máquinas eletrônicas A ERA DA COMPUTAÇÃO PASSADO, PRESENTE E FUTURO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Evolução Cálculos manuais Calculadoras mecânicas Máquinas eletromecânicas Máquinas eletrônicas Transistores Circuitos eletrônicos

Leia mais

Gerações de Computadores. INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.

Gerações de Computadores. INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela. Gerações de Computadores INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.com) Como é formado o meu computador? Computador = hardware + software 1ª

Leia mais

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Tópicos da aula Introdução Histórico e Evolução dos Computadores Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Características gerais dos componentes de um computador digital Objetivos da aula Complementar

Leia mais

Sistema de Computação

Sistema de Computação Sistema de Computação Máquinas multinível Nível 0 verdadeiro hardware da máquina, executando os programas em linguagem de máquina de nível 1 (portas lógicas); Nível 1 Composto por registrados e pela ALU

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware

O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware 1 2 Revisão de Hardware 2.1 Hardware O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware 2.1.1 Processador O Processador

Leia mais

Figura 1: Ábaco: considerado a primeira ferramenta em computação.

Figura 1: Ábaco: considerado a primeira ferramenta em computação. Introdução à ciência da computação Aula 1: A maioria dos autores considera que, a primeira ferramenta para a computação foi o ábaco. Este instrumento, que hoje conhecemos como pedras polidas enfileiradas

Leia mais

Fundamentos de. Ricardo José Cabeça de Souza 2010 Fundamentos 1

Fundamentos de. Ricardo José Cabeça de Souza 2010 Fundamentos 1 Fundamentos de Microinformática Ricardo José Cabeça de Souza 2010 Fundamentos 1 Sumário Histórico Sistemas Computacionais Representação da Informação COMPUTADOR (ô). [Do lat. computatore.] S. m. 1. Aquele

Leia mais

Processamento de Dados

Processamento de Dados Processamento de Dados Evolução da Tecnologia 2000 a.c. -------------------------- 1621 Ábaco Réguas de Cálculo 1642 ------------------------------- 1890 Calculadora mecânica Início da Revolução Industrial

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

Arquitetura Genérica

Arquitetura Genérica Arquitetura Genérica Antes de tudo, vamos revisar o Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador. Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador O funcionamento de um computador pode ser

Leia mais

Visão Geral da Arquitetura de Computadores. Prof. Elthon Scariel Dias

Visão Geral da Arquitetura de Computadores. Prof. Elthon Scariel Dias Visão Geral da Arquitetura de Computadores Prof. Elthon Scariel Dias O que é Arquitetura de Computadores? Há várias definições para o termo arquitetura de computadores : É a estrutura e comportamento de

Leia mais

Informática Básica. Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin

Informática Básica. Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin Informática Básica Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin A Evolução da Informática Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin A informática 1962, na França. info = informação matique = automática informatique = informação

Leia mais

A História do Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio/ Natã Goulart UFSJ - CAP

A História do Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio/ Natã Goulart UFSJ - CAP A História do Computador Linguagem de Programação Rone Ilídio/ Natã Goulart UFSJ - CAP Origem da Palavra Computador (século XIX) pessoa com função de fazer contas e resolver problemas com número Termo

Leia mais

História da Computação

História da Computação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sergipe IFS Campus Glória Professora: Jamille Madureira Informática Básica História da Computação Os pastores da antiguidade contavam suas ovelhas usando

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Profa. Rita Rodorigo PARTE 1 2010 1 1- Introdução Computador é uma máquina composta de partes eletrônicas e eletromecânicas, capaz de coletar, manipular, transformar dados sistematicamente

Leia mais

CISC RISC Introdução A CISC (em inglês: Complex Instruction Set Computing, Computador com um Conjunto Complexo de Instruções), usada em processadores Intel e AMD; suporta mais instruções no entanto, com

Leia mais

Microinformática. Perguntas:

Microinformática. Perguntas: Microinformática UNICERP Disciplina: Informática Prof. Denis Henrique Caixeta Perguntas: Como foi a evolução da computação? Qual a função do computador? O que é Hardware? O que é Software? BIT, Byte, etc

Leia mais

Informática I. Aula 1. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 1-17/04/2006 1

Informática I. Aula 1. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 1-17/04/2006 1 Informática I Aula 1 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 1-17/04/2006 1 Ementa O objetivo da disciplina é dar ao aluno uma visão geral sobre a área de ciência da computação: Histórico dos Computadores

Leia mais

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto Parte 01 Fundamentos de Arquitetura de Computadores Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 1. Introdução i. Definição de Computador ii. Máquina Multinível iii. Evolução do Computador Histórico

Leia mais

Microinformática - História da computação. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática - História da computação. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática - História da computação Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Conhecer a história nos traz uma melhor visão das coisas que fazemos: Como elas aconteceram Como evoluíram até o que são hoje

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

AULA 1. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 1. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 1 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Estudo de caso Empresa do ramo de seguros Presidência RH Financeiro Vendas e Marketing TI CRM Riscos Introdução

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Entendendo o Computador Componentes do Computador COMPONENTES DO COMPUTADOR Tabela ASCII A sigla ASCII deriva de American Standard Code for Information Interchange, ou seja, Código no Padrão Americano

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Processadores É indispensável em qualquer computador, tem a função de gerenciamento, controlando todas as informações de

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Introdução à Computação Licenciatura em Computação Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com História do Computador O que é um computador? Quem o inventou? História do

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

Processamento de dados - Aula I

Processamento de dados - Aula I Fundamentos de computação Paulo R. S. L. Coelho paulo@facom.uuf.br Faculdade de Ciência da Computação Universidade Federal de Uberlândia Organização 1 Conceitos iniciais 2 3 Organização 1 Conceitos iniciais

Leia mais

Informática Aplicada

Informática Aplicada Informática Aplicada Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2013 Definindo Informática A Informática engloba toda atividade relacionada ao desenvolvimento

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Computadores

Introdução à Arquitetura de Computadores Introdução à Arquitetura de Computadores Prof. Tiago Semprebom Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Santa Catarina - Campus São José tisemp@sj.ifsc.edu.br 31 de julho de 2009 Prof. Tiago

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 02 Hardware e Software Sistemas de Informação Baseados no Computador - CBIS PROCEDIMENTOS PESSOAS HARDWARE SOFTWARE BANCO DE DADOS TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. História dos computadores UFCD - 0769. Joaquim Frias

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. História dos computadores UFCD - 0769. Joaquim Frias Formação Modular Certificada Arquitetura interna do computador História dos computadores UFCD - 0769 Joaquim Frias O Ábaco Surgiu à cerca de 5000 anos na Ásia e ainda se encontra em uso Foi o primeiro

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Sistema computacional Sistemas feitos para resolver problemas Problema: como obter determinado resultado, com base em dados

Leia mais

Sumário. Organização de Computadores Módulo 3. Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Primeira Geração Válvulas (1945 1955)

Sumário. Organização de Computadores Módulo 3. Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Sumário M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com www.professorluizalberto.com.br Organização de Computadores Módulo 3 1. História da Arquitetura de Computadores - Continuação 1.1. 1.2. Segunda Geração Transistores

Leia mais

Evolução histórica dos computadores

Evolução histórica dos computadores Evolução histórica dos computadores Descrever a organização funcional de um computador. Identificar as principais formas de utilização e aplicação de computadores. Nesta primeira aula, abordaremos os conceitos

Leia mais

1. Histórico e Evolução dos Computadores

1. Histórico e Evolução dos Computadores Faculdade UNIREAL Centro Educacional de Ensino Superior de Brasília 1. Histórico e Evolução dos Computadores A evolução da Informática O computador que conhecemos hoje é uma máquina programável que processa

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho. O computador é consciente, trabalhador,

Leia mais

Surgimento da Informática

Surgimento da Informática 1 CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I Unidade I Prof Célio Conrado www.celioconrado.com celio.conrado@gmail.com Surgimento da Informática Já

Leia mais

Organização Básica de Computadores. Memória. Memória. Memória. Memória. Memória Parte I. Computador eletrônico digital. Sistema composto por

Organização Básica de Computadores. Memória. Memória. Memória. Memória. Memória Parte I. Computador eletrônico digital. Sistema composto por Ciência da Computação Arq. e Org. de Computadores Parte I Organização Básica de Computadores Computador eletrônico digital Sistema composto por processador memória dispositivos de entrada e saída interligados.

Leia mais

Profº Célio Conrado 1

Profº Célio Conrado 1 Surgimento da Informática Já nos tempos remotos o ser humano sentia a necessidade de quantificar coisas, fossem cabeças de rebanho, número de inimigos ou Unidade I qualquer outra informação contável. Provavelmente

Leia mais

Processamento de Dados. A Evolução dos Computadores

Processamento de Dados. A Evolução dos Computadores Processamento de Dados Antigamente, alguns povos utilizavam pedras, conchas e ábacos para a realização de cálculos. Procurando agilizar a elaboração de cálculos, diversos dispositivos foram inventados...

Leia mais

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Heleno Pontes Bezerra Neto (helenopontes@lccv.ufal.br) 1. Introdução 1.1. Motivação 1.2 Histórico e Desenvolvimento dos Computadores 1.3. Organização dos Computadores 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Estrutura de um Computador Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Hardware e Software HARDWARE: Objetos Físicos que compões o computador Circuitos Integrados, placas, cabos, memórias, dispositivos

Leia mais

A Evolução dos Sistemas Operacionais

A Evolução dos Sistemas Operacionais Capítulo 3 A Evolução dos Sistemas Operacionais Neste capítulo, continuaremos a tratar dos conceitos básicos com a intensão de construirmos, agora em um nível mais elevado de abstração, o entendimento

Leia mais

O processador é composto por: Unidade de controlo - Interpreta as instruções armazenadas; - Dá comandos a todos os elementos do sistema.

O processador é composto por: Unidade de controlo - Interpreta as instruções armazenadas; - Dá comandos a todos os elementos do sistema. O processador é composto por: Unidade de controlo - Interpreta as instruções armazenadas; - Dá comandos a todos os elementos do sistema. Unidade aritmética e lógica - Executa operações aritméticas (cálculos);

Leia mais

Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO

Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO O processador é um dos componentes que mais determina

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 01. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 01. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 01 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 21/05/2014 SUMÁRIO História da evolução

Leia mais

19/11/2015. ÁBACO +- 2500 AC - O nome tem origem numa palavra hebraica "abaq" (pó), em memória ao mais antigo quadro escolar.

19/11/2015. ÁBACO +- 2500 AC - O nome tem origem numa palavra hebraica abaq (pó), em memória ao mais antigo quadro escolar. Breve História do Computador Prof. Reginaldo Brito O termo "computação" (do latim "computare") quer dizer "execução de cálculos", que significa: fazer cômputos, calcular. O termo Informática originase

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia

Informática, Internet e Multimídia Informática, Internet e Multimídia 1 TIPOS DE COMPUTADOR Netbook Notebook Computador Pessoal 2 Palmtop / Handheld Mainframe TIPOS DE COMPUTADOR Computador Pessoal O Computador Pessoal (PC Personal Computer),

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA

AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA CURIOSIDADE 2 O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho.

Leia mais

Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui

Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui Índice 1 - CPU-Processador 2 - Chipset Intel/AMD 3 - Cache 4 - Núcleo 5 - CISC/RISC 1. CPU / Processador A unidade central de processamento ou CPU (Central Processing

Leia mais

Hardware. Objetivos da aula. Fornecer exemplos de processadores Intel. Esclarecer as diferenças e as tecnologias embutidas nos processadores Intel.

Hardware. Objetivos da aula. Fornecer exemplos de processadores Intel. Esclarecer as diferenças e as tecnologias embutidas nos processadores Intel. Hardware UCP Unidade Central de Processamento Características dos processadores Intel Disciplina: Organização e Arquitetura de Computadores Prof. Luiz Antonio do Nascimento Faculdade Nossa Cidade Objetivos

Leia mais

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br Hardware e Software Professor: Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.br Agenda Hardware Definição Tipos Arquitetura Exercícios Software Definição Tipos Distribuição Exercícios 2 Componentesde um

Leia mais

Informática Aplicada a Administração UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática

Informática Aplicada a Administração UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática Informática Aplicada a Administração UNIDADE 1:Fundamentos Básicos de Informática Prof. Adolfo Colares Prof. Msc. Adolfo Colares Informática Aplicada a Administração A origem da computação está diretamente

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2012 1 / 44

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2012 1 / 44 Informática Prof. Macêdo Firmino Introdução à Informática Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2012 1 / 44 Ábaco Hoje em dia, os computadores estão presentes em nossa vida. Sejam em casa, na escola

Leia mais

Microprocessadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Microprocessadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Microprocessadores Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Arquitetura de Microprocessadores; Unidade de Controle UC; Unidade Lógica Aritméticas ULA; Arquitetura de von Neumann; Execução de

Leia mais

Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA

Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Conteúdo 1. O que é informática?...3 2. O Computador...3 2.1 Conceito...3 2.2 Histórico...3 2.3 Gerações...5 3. Organização dos Computadores...6

Leia mais

PRONATEC FUNDAMENTOS DE HARDWARE. Prof. Kilmer Pereira kilmer_pereira@yahoo.com.br

PRONATEC FUNDAMENTOS DE HARDWARE. Prof. Kilmer Pereira kilmer_pereira@yahoo.com.br PRONATEC FUNDAMENTOS DE HARDWARE Prof. Kilmer Pereira kilmer_pereira@yahoo.com.br 1. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DOS COMPUTADORES 1.1 Ábaco (aproximadamente 3500 a.c) Um instrumento para auxiliar nos cálculos.

Leia mais