Planeamento de partições lógicas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planeamento de partições lógicas"

Transcrição

1 Planeamento de partições lógicas

2

3 Planeamento de partições lógicas

4 Copyright International Business Machines Corporation 1998, Todos os direitos reserados.

5 Índice Planeamento de Partições Lógicas Compreender os requisitos de hardware para partições lógicas Determinar o número possíel de partições lógicas Seleccionar criação de partições de níel de bus ou de IOP Escolher IOP e dispositios dedicados ou comutáeis para partições lógicas Seleccionar processadores dedicados ou partilhados Executar moimentação dinâmica de recursos Aaliar os limites de hardware dos seridores iseries Seleccionar a opção de comunicação Compreender os requisitos de software para partições lógicas Preparar uma segunda partição para executar o Linux Criar as suas partições lógicas Decidir o que é executado na partição principal e secundária Executar planeamento de capacidade de partições lógicas Encomendar um noo seridor ou actualizar um seridor existente com partições lógicas Fornecer ao prestador de assistência informações de colocação de hardware com partições lógicas 11 Exemplos: Criação de partições lógicas Exemplo: Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor Exemplo: Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor S Exemplo: Criação de partições de níel de IOP utilizando um seridor Exemplo: Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor Exemplo: Criação de partições de níel de IOP utilizando um seridor Copyright IBM Corp. 1998, 2001 iii

6 i Planeamento de partições lógicas

7 Planeamento de Partições Lógicas Assim que compreender os conceitos de partições lógicas, estará pronto para desenoler um plano para aaliar os recursos de hardware, os níeis de edição do software e as exigências imediatas e futuras da sua empresa em termos de olume de trabalho. Esta secção orienta-o nos passos necessários do processo de planeamento antes de criar partições no seridor iseries 400. Compreender os requisitos de hardware para partições lógicas Determine se os seus recursos de hardware cumprem os requisitos mínimos necessários para criar partições no seridor. Aalie cada modelo iseries para determinar o modo de funcionamento do hardware assim que criar partições no seridor. Compreender os requisitos de software para partições lógicas Saiba quais os níeis de edição suportados e como poderá criar partições no sistema para suportar noas funções. Preparar uma partição secundária para executar o Linux Prepare o seridor para executar um sistema operatio, sem ser o OS/400, numa partição. Saiba quais os recursos de hardware necessários para instalar o Linux numa partição. Criar as suas partições lógicas no seridor Execute o planeamento de capacidade e preencha as folhas de trabalho de planeamento necessárias para criar partições no seridor com êxito. Os exemplos de folhas de trabalho de planeamento de capacidade e de planeamento de hardware orientam-no atraés desse processo. Encomendar um noo seridor ou actualizar um seridor existente com partições lógicas Determine se necessita de comprar noo hardware ou actualizar o hardware existente na sua empresa. A IBM pode ajudá-lo a efectuar a encomenda correcta de acordo com os requisitos das suas partições. Ver exemplos de partições lógicas em seridores Consulte exemplos de modelos iseries 400 diferentes a executar ariações do conceito de partição lógica. Crie instalações de partições exclusias utilizando configurações de níel de bus ou de níel de IOP. Compreender os requisitos de hardware para partições lógicas Durante o processo de planeamento de partições lógicas, tem de decidir como pretende configurar os recursos de hardware. É possíel configurar cada seridor com partições lógicas de modo diferente com base nas seguintes opções: Número de partições lógicas Criação de partições de níel de bus ou de níel de IOP IOPs e dispositios dedicados ou comutáeis Processadores dedicados ou partilhados Moimentação dinâmica de recursos Limites de hardware dos modelos iseries 400 Opções de comunicações Determinar o número possíel de partições lógicas O número de processadores que pretende adicionar a uma partição lógica depende do olume de trabalho planeado para a partição e o níel de rendimento desejado. Se estier a utilizar a V5R1, os Modelos 8xx do iseries podem ter até 32 partições lógicas, caso esteja a utilizar o conjunto de processadores partilhados. Este modelo também foi concebido para ter até 24 partições lógicas, se estier a utilizar processadores dedicados. Para fins de estimatia, cada processador de um seridor oferece cerca de 1/(número total de processadores no seridor) do rendimento total do Volume de Trabalho de Processamento Comercial (CPW) disponíel na função do processador. Copyright IBM Corp. 1998,

8 Consulte o site da Web Logical Partition para obter informações adicionais sobre como executar o Planeamento de Capacidade para o seridor iseries 400. Para compreender totalmente os benefícios da criação de partições lógicas, leia Como as partições lógicas podem trabalhar por si para melhorar a utilização, por parte da empresa, de partições no seridor. Seleccionar criação de partições de níel de bus ou de IOP Dependendo das suas necessidades, poderá ter antagens em criar partições dos seus recursos de I/O de formas diferentes. Criação de partições ao níel do bus Com a criação de partições de I/O ao níel do bus, um bus de I/O e todos os recursos nele incluídos são dedicados à mesma partição. Numa partição que utilize a configuração de níel de bus, todo o I/O (incluído no dispositio de IPL alternatio, na consola e no dispositio da assistência electrónica aos clientes) é dedicado e nenhum dos recursos é comutado dinamicamente para fora ou para dentro da partição. Num seridor que tenha partições de níel de bus, todos os buses pertencem, ou estão dedicados, às partições respectias e não são comutados dispositios. As partições lógicas de níel de bus permitem: Melhor isolamento de problemas, possibilitando uma maior disponibilidade. Melhor rendimento. Gestão simplificada do hardware. Criação de partições ao níel do IOP Quando cria partições de um bus ao níel do IOP, o bus é partilhado e os recursos de I/O são diididos pelo IOP. Este tipo de partições lógicas permite: Maior flexibilidade ao criar partições nos subsistemas de I/O. Potencial redução de custos graças à eliminação de algumas unidades de expansão que poderão ser necessárias para suportar buses adicionais. Optimização dos recursos de hardware para eitar limites do seridor como, por exemplo, 19 bus por seridor (apenas nos modelos AS/400e). A possibilidade de comutar dinamicamente um IOP de uma partição lógica para outra sem ser necessário reiniciar o seridor. Planeamento de configuração simplificado, já que não é necessário moer hardware. No entanto, é possíel configurar uma partição exclusiamente de buses dedicados para criar uma partição de níel de bus ou exclusiamente de buses partilhados para criar uma partição de níel de IOP. Atenção: Ao configurar uma partição secundária, é necessário ter em consideração aspectos adicionais relatios às localizações das placas. Se o IOP que seleccionar para a consola também tier uma placa de rede local e esta não se destinar a utilização com a Operations Console, ele será actiado para utilização pela consola e o utilizador poderá não conseguir usá-lo para o objectio inicial. Escolher IOP e dispositios dedicados ou comutáeis para partições lógicas Os IOPs candidatos a comutação incluem: IOPs que controlam dispositios dispendiosos. IOPs que controlam dispositios de fraca utilização e dispositios com procura reduzida. 2 Planeamento de partições lógicas

9 IOPs que apenas controlam o dispositio ou os dispositios destino. A abordagem recomendada pela IBM consiste em colocar todo o hardware numa única partição. Esta solução nem sempre é antajosa do ponto de ista financeiro. No caso de alguns dispositios, é preferíel partilhá-los entre partições. Embora as partições não suportem a partilha simultânea de dispositios, a comutação de níel de IOP poderá ser uma solução eficaz. Vantagens de comutar IOPs e dispositios Custo reduzido. Menos ranhuras de placa necessárias. Em determinados casos, isto pode significar que são necessárias menos unidades de expansão. Desantagens de comutar IOPs e dispositios Inconeniência de ter de agendar a utilização de IOPs e dispositios comutáeis. Nota: Para banda externa (por exemplo, 3590), é possíel ter uma unidade de bandas, mas IOPs separados para cada partição que a for utilizar. Uma partição que exija a utilização do dispositio recebe uma indicação de ocupado caso este esteja a ser utilizado por outra partição. Antes de implementar um IOP e outros dispositios comutáeis, também deerá considerar outras alternatias possíeis. Para partilhar dispositios entre partições, é possíel aplicar as mesmas técnicas utilizadas para partilhar dispositios entre seridores físicos separados: Utilizar múltiplos IOPs, um em cada partição, para dispositios que suportam múltiplas ligações (algumas unidades de banda topo de gama). Utilizar múltiplos IOPs, um em cada partição e utilizar uma caixa de comutação para dispositios que apenas suportam ligações únicas (impressoras ou algumas unidades de banda topo de gama). Utilizar múltiplos IOPs e múltiplos dispositios em cada partição para uma solução autónoma (dispositios de suporte amoíeis internos). Seleccionar processadores dedicados ou partilhados As partições podem possuir dois modos de processadores no seridor iseries 400. Os resultados do planeamento de capacidade e da configuração do hardware de sistema ajudá-lo-ão a tomar uma decisão quanto à utilização dos processadores dedicados ou do conjunto de processadores partilhados para cada partição. Dependendo das exigências do olume de trabalho de cada partição, uma partição pode ser dedicada e outra partição pode utilizar o conjunto de processadores partilhados. Os processadores dedicados permitem-lhe atribuir um processador inteiro a uma partição. Pode atribuir processadores dedicados a uma partição desde que estejam disponíeis ou que ainda não tenham sido atribuídos. O número máximo de partições lógicas que pode criar utilizando processadores dedicados é inte e quatro. O conjunto de processadores partilhados permite-lhe atribuir processadores parciais a uma partição lógica. Os processadores são retidos no conjunto de processamento partilhado e são partilhados entre as partições lógicas. Pode especificar o poder de processamento em incrementos de 0,01 unidades de processamento (1 unidade de processamento é equialente aproximadamente a 1 processador dedicado). Para satisfazer as exigências do olume de trabalho, pode moer recursos de processamento partilhado sem ter de reiniciar a partição. O número máximo de partições lógicas que pode criar utilizando o conjunto de processadores partilhados é trinta e dois. A utilização do conjunto de processadores partilhados é preferíel para as partições mais pequenas (menos de um processador) ou para as partições em que a utilização de incrementos de um processador inteiro seja excessia para a partição. Planeamento de Partições Lógicas 3

10 Executar moimentação dinâmica de recursos Um noo melhoramento na V5R1 é a moimentação dinâmica de processadores, memória e rendimento interactio. Uma moimentação dinâmica de recursos fornece aos utilizadores a capacidade de moer recursos entre partições sem ser necessário reiniciar uma partição ou o sistema. Para tirar o máximo partido deste melhoramento, as suas partições principal e secundária têm de estar a utilizar a V5R1. Para obter mais informações sobre as directrizes da edição do software, consulte o Suporte de edição de partições lógicas. Para assegurar que compreende o conceito de moimentação dinâmica de recursos, consulte os seguintes artigos para obter mais informações: Reserar poder do processador Determinar a quantidade de memória a moer Seleccionar rendimento interactio Seleccionar rendimento interactio Todos os sistemas físicos são adquiridos com um grau específico de rendimento interactio. O rendimento interactio permite-lhe executar trabalhos que requerem a interenção do utilizador, por oposição aos trabalhos batch, que não requerem a interenção do utilizador. Cada partição tem um requisito exclusio para o grau de rendimento interactio. Para moer o rendimento interactio, tem de estabelecer um limite mínimo e máximo dentro do qual pode moer o recurso sem ter de reiniciar a partição lógica. Se alterar o alor mínimo ou máximo, terá de reiniciar toda a partição. Pode especificar um alor mínimo de rendimento interactio igual ao grau mínimo de rendimento interactio necessário para suportar a partição lógica. O rendimento interactio mínimo absoluto é 1% de um processador. O alor máximo tem de ser menor que o grau de rendimento interactio disponíel no sistema. O rendimento interactio máximo é ainda limitado pelo número de processadores existentes numa partição. Determinar a quantidade de memória a moer As partições principais necessitam de um mínimo de 256 MB de memória. O mínimo de memória para as partições secundárias da V5R1 é 128MB e, para a V4R4 e V4R5, as partições secundárias necessitam de 64MB. Os alores mínimos impõem o que é necessário para reiniciar a partição. Se não for cumprido o alor mínimo para todas as partições lógicas, só a principal será reiniciada. Pode especificar um alor mínimo de memória como 0. Um alor 0 em qualquer partição cria uma partição que não funciona. Se a partição principal tier sido reiniciada após a partição secundária ter sido definida como 0, será necessário um reinício do sistema quando o alor de memória secundário for alterado. Se as alterações forem efectuadas à memória no mesmo reinício principal, não será necessário um reinício do sistema para efectuar alterações às atribuições de memória. Para moer a memória, tem de estabelecer um limite mínimo e máximo no qual pode moer o recurso sem ter de reiniciar a partição lógica. A alteração do alor máximo requer um reinício do sistema. A alteração do alor mínimo apenas exige o reinício da partição. Por razões de rendimento, recomendamos-lhe que especifique o alor máximo aproximado da quantidade de memória que será atribuída à partição. Ao especificar um alor máximo maior do que é necessário para a partição, estará a desperdiçar recursos de memória aliosos. Quando moe dinamicamente memória de uma partição lógica, a quantidade atribuída não pode descer abaixo de um mínimo de tempo de execução, até que a actiidade da partição tenha terminado ou que a partição seja reiniciada. Os alores de tempo de execução baseiam-se na memória de que partição necessita para concluir uma tarefa atribuída. Se pretender alterar o mínimo de tempo de execução ou necessitar repor a partição lógica no alor mínimo configurado, terá de a reiniciar. 4 Planeamento de partições lógicas

11 Reserar poder do processador A possibilidade de moer a capacidade do processador dinamicamente torna-se importante quando necessita de se ajustar aos olumes de trabalho em constante modificação. Os processadores têm alores mínimos e máximos associados. Estes alores permitem-lhe estabelecer um limite no qual pode moer dinamicamente o recurso sem ter de reiniciar a partição lógica. Os alores mínimos impõem o que é necessário para reiniciar a partição. Um alor mínimo de zero é álido. Uma partição com zero processadores ou unidades de processamento não é funcional. Por exemplo, uma partição de teste pode libertar poder de processamento alioso para aplicar a uma partição de produção, se necessário. Assim que a exigência por parte da partição de produção terminar, o poder de processamento pode regressar à partição de teste. Para processadores partilhados e dedicados, pode especificar um alor mínimo igual à quantidade mínima de poder de processamento necessário para suportar a partição lógica. O alor máximo tem de ser menor que a quantidade de poder de processamento disponíel no sistema. Se alterar o alor mínimo ou máximo, ainda será necessário reiniciar toda a partição. Se o alor mínimo não for respeitado para todas as partições lógicas, apenas a principal será reiniciada. Aaliar os limites de hardware dos seridores iseries 400 Os seridores base 6xx, 7xx, 8xx e Sxx de n ias suportam partições lógicas (LPAR). No entanto, os modelos 6xx, 7xx e Sx0 não suportam o conjunto de processadores partilhados ou o Linux numa partição secundária. Para os clientes que pretendam uma actualização, a colocação física actual poderá restringir as opções de configuração. Para obter informações específicas do seridor, consulte a secção de Informações técnicas do site da Web Logical Partition marketing ou especialista em assistência. e contacte o seu parceiro comercial, representante de Certifique-se de que tem o hardware e software adequado ao seridor. A tabela que se segue mostra a função de hardware de LPAR por modelo. Função de hardware disponíel, apresentada por modelo: Função de hardware Modelos AS/400e Sx0, 6xx e 7xx Modelo iseries 8xx Planeamento de Partições Lógicas 5

12 Criação de partições lógicas Para todas as ersões do OS/400: Feature codes 2165, 2166, 2170, 2177, 2178 do processador S20 Feature codes 2258, 2259, 2260, 2320, 2321, 2322 do processador S30 Todas as funções do processador S40 Feature code 2182 do processador 620 Feature codes 2238, 2239 do processador 640 Todas as funções do processador 650 Funções 2063, 2064 do processador 720 Funções 2066, 2067, 2068 do processador 730 Todas as funções do processador 740 Com a V4R5 na partição principal: Feature codes 2397, 2398, 2426, 2427 do processador 820 Todos os feature codes do processador 830 Todos os features codes do processador 840 Com a V5R1 na partição principal: Todos os feature codes do processador 820 Todos os feature codes do processador all processor feature codes Conjuntos de processadores Não Sim partilhados Linux Não Sim para todos os modelos, excluindo os feature codes 2303, 2395, 2396, 2425 do processador 820. Pode criar, no máximo, uma partição lógica para cada processador instalado, utilizando processadores dedicados. O seridor está limitado a 24 processadores, de modo que pode ter um potencial de 24 partições num seridor. Também pode utilizar o conjunto de processadores partilhados e especificar uma quantidade parcial de processadores para a partição. O limite do seridor é de 24 processadores, com um potencial de 32 partições, num seridor. Para er exemplos de partições lógicas, consulte os exemplos de criação de partições. Seleccionar a opção de comunicação As partições lógicas podem utilizar qualquer um dos seguintes métodos de comunicação para interagir com outras partições ou seridores. SPD OptiConnect OptiConnect Virtual HSL OptiConnect Rede Local Virtual O tipo de opções de comunicação que utilizar irá depender das necessidades da empresa. É possíel utilizar qualquer combinação (ou nenhuma) destes métodos de comunicação numa partição, desde que o seridor contenha o hardware apropriado. Para obter mais informações sobre OptiConnect, consulte o manual OptiConnect for OS/400. Escolher SPD OptiConnect O SPD OptiConnect permite que uma partição comunique com outro seridor ou partição que também tenha o hardware OptiConnect hardware. 6 Planeamento de partições lógicas

13 Qualquer partição que utilize o OptiConnect tem de ter o hardware OptiConnect num bus dedicado na partição. O hardware OptiConnect não pode estar num bus partilhado. Para além disso, é necessário adquirir o OptiConnect (um dispositio opcional de preçário) para o software do OS/400. Consulte Comunicações de partições lógicas e OptiConnect para OS/400 informações sobre o OptiConnect. para obter mais Escolher OptiConnect irtual O OptiConnect Virtual permite que uma partição comunique com outra se ambas tierem o OptiConnect irtual actiado. Qualquer partição pode utilizar o OptiConnect irtual. Pode actiar o OptiConnect irtual em qualquer momento. Quando actia ou desactia o OptiConnect irtual, as alterações têm efeito imediato. Não é necessário hardware adicional para utilizar o OptiConnect irtual. No entanto, tem de adquirir o software OptiConnect (uma função opcional separada) do OS/400 para utilizar esta função. Consulte Comunicações de partições lógicas e OptiConnect para OS/400 informações sobre o OptiConnect. para obter mais Escolher HSL OptiConnect O High-Speed link (HSL) OptiConnect possibilita a comunicação de alta elocidade entre sistemas. Não pode ser utilizado para a comunicação entre partições. O HSL OptiConnect requer cabos de HSL standard, mas não é necessário hardware adicional. Tem de adquirir o OptiConnect (uma função opcional separada) para o software do OS/400 antes de poder utilizar esta função. Consulte Comunicações para partições lógicas e OptiConnect para OS/400 informações sobre o OptiConnect. para obter mais Escolher rede local irtual A rede local irtual permite-lhe estabelecer a comunicação atraés de TCP/IP entre partições lógicas. Cada partição pode definir até 16 portas de rede local irtual. As partições definidas para utilizar a mesma porta não podem comunicar atraés dessa ligação. A rede local irtual pode ser utilizada sem hardware ou software adicional. Consulte Comunicações de partições lógicas e OptiConnect para OS/400 informações sobre o OptiConnect. para obter mais Compreender os requisitos de software para partições lógicas Apenas a Versão 4 Edição 4 (V4R4) e as ersões mais recentes do sistema operatio OS/400 suportam partições lógicas. A V4R4 é a edição mais antiga que é suportada em qualquer partição lógica. De um modo geral, as partições lógicas do OS/400 suportam partições secundárias com apenas 1 edição mais antiga ou 1 edição mais recente que a partição principal. Como excepção, o hardware 6xx, 7xx e Sxx a executar a V4R4 na partição principal pode executar a V5R1 numa partição secundária. Estes modelos têm de ter 2 ou mais processadores e não conseguem suportar o conjunto de processadores partilhados. Os seridores 8xx apenas suportam a V4R5 do OS/400 ou edições de software posteriores em todas as partições lógicas. Alguns modelos apenas suportam a V5R1 na partição principal. Planeamento de Partições Lógicas 7

14 Obtenha mais informações sobre o suporte de edições na secção Informações sobre partições lógicas. Preparar uma segunda partição para executar o Linux Esta edição permite-lhe executar o Linux, um sistema operatio diferente do OS/400, numa partição secundária. Um seridor iseries 400 a executar o Linux acolhe noas aplicações com uma maior fiabilidade relatiamente a outras plataformas de hardware. Antes de criar uma partição para executar o Linux, consulte o site da Web Logical Partition obter mais informações sobre a execução do Linux numa partição lógica. para Criar as suas partições lógicas Depois de compreender os requisitos de hardware e software para partições lógicas, estará na altura de desenoler um esquema detalhado das exigências imediatas e futuras da sua empresa em termos de olume de trabalho para cada partição. Em seguida, terá de considerar como estas exigências irão alterar os recursos do sistema. Deerá concentrar-se na exigência do olume de trabalho em cada partição e, em seguida, determinar os recursos de hardware necessários para obter o rendimento desejado do seridor. Pode iniciar o processo de planeamento para cada partição no seu seridor iseries 400executando os seguintes passos: Decidir o que é executado numa partição principal e secundária Impor a segurança numa partição secundária Executar planeamento de capacidade Ver exemplos do planeamento de capacidade Preencher as folhas de trabalho de planeamento de hardware Ver exemplos de partições lógicas Submeter folhas de trabalho à IBM Consulte o site da Web Logical Partition partições lógicas. para obter informações adicionais sobre o planeamento de Decidir o que é executado na partição principal e secundária Cada partição secundária num seridor iseries 400 actua como um sistema independente no seridor. No entanto, estas partições mantêm uma dependência da partição principal. Esta tem de estar em execução para manter cada partição secundária acessíel no sistema. Com esse objectio em ista, decidir o que é executado na partição principal é importante para manter a estabilidade no sistema. Se tier múltiplos ambientes de produção no mesmo seridor, recomendamos-lhe que configure a partição principal com a quantidade mínima de recursos de hardware e que a utilize apenas para as aplicações estáeis. Todos os utilizadores com autoridade de administração podem criar, reconfigurar e reiniciar todas as partições do seridor. Recomenda-se ainda a imposição de um limite à quantidade de utilizadores com autoridade de administração de partições lógicas, uma ez que estes utilizadores podem abrandar o processamento do seridor. As partições secundárias podem tratar diferentes tipos de exigências de olume de trabalho sem abrandar o processamento do seridor. Pode executar noas actualizações de PTFs ou testes de noas edições em partições secundárias antes de instalar estes pacotes na partição principal. As aplicações que requerem uma grande disponibilidade deerão estar em execução numa partição secundária para minimizar os problemas com as aplicações. Também pode utilizar a partição secundária para efectuar 8 Planeamento de partições lógicas

15 uma cópia de segurança dos dados de outra partição do seridor. Deste modo, se os dados se perderem, a partição secundária responsáel pela cópia de segurança das informações poderá ser utilizada sem causar retardamentos na sua agenda de trabalhos. Impor a segurança em partições secundárias As partições secundárias actuam como seridores independentes no seu iseries 400. De um modo geral, quando toma decisões e executa acções relacionadas com a segurança, não se pode esquecer do planeamento e execução da tarefa para cada partição lógica. Para obter mais informações sobre a segurança de partições lógicas, consulte Gerir a segurança de partições lógicas. Para aceder às funções de partições lógicas no Operations Naigator, terá primeiro de configurar o seridor de ferramentas de seriço. Para obter mais informações, consulte o Capítulo 7: Sugestões para Gerir e Superisionar a Autoridade em Sugestões e Ferramentas. Executar planeamento de capacidade de partições lógicas O utilizador deerá executar o planeamento de capacidade indiidualmente para cada partição lógica que tenha ou pretenda ter num seridor. As informações de planeamento de capacidade ajudam o utilizador a determinar quantas partições são necessárias para o negócio e quanto hardware é necessário em cada partição. Consulte Capacity Planning no site Logical Partition, para obter mais informações. Estas informações poderão ajudá-lo a determinar os recursos necessários para obter o rendimento desejado. Exemplos do planeamento de capacidade Assim que tier decidido criar partições no seu seridor iseries 400, terá de executar o planeamento de capacidade. O planeamento de capacidade ajuda-o a determinar a configuração de hardware necessária no seridor de acordo com os requisitos do seu negócio. Os resultados do planeamento de capacidade são a chae da implementação com êxito de partições lógicas. Consulte o site da web Logical Partition para er um exemplo de Planeamento de Capacidade. Preencher a Folha de Trabalho de Planeamento de Hardware de partições lógicas É necessário um planeamento cuidadoso para criar partições lógicas no seridor iseries 400. Isto inclui o planeamento de todo o hardware necessário. A Folha de Trabalho de Planeamento de Hardware de Partições Lógicas no site da Web Logical Partition disponibiliza uma estrutura para o fornecimento das informações necessárias para construir um seridor capaz de suportar partições lógicas. No site da Web, também poderá descarregar a folha de trabalho como um documento do Smartmaster, Microsoft Word ou HTML (quando lhe for pedido, guarde o documento no computador). Esta folha de trabalho de planeamento pode ajudá-lo a preparar as informações necessárias para completar a Folha de Trabalho de Planeamento de Configuração de Partições Lógicas. A Folha de Trabalho de Planeamento de Configuração está disponíel a partir do site da Web Logical Partition. Se necessitar de ajuda para a folha de trabalho, também está disponíel o Guide to Completing the Configuration Planning Worksheet no site da Web Logical Partition. Planeamento de Partições Lógicas 9

16 Ver exemplos de Folhas de Trabalho de Planeamento de Hardware Para obter mais ajuda para preencher as folhas de trabalho de planeamento de hardware, poderá encontrar um exemplo de uma folha de trabalho preenchida no site da Web Logical Partition. Também poderá reer outros exemplos de configuração em Exemplos de modelos iseries com partições lógicas. Estes exemplos incluem folhas de trabalho preenchidas, diagramas de seridor e explicações. Submeter folhas de trabalho à IBM Para a IBM o poder ajudar, tem de lhe fornecer o seguinte: Folha de Trabalho de Planeamento de Configuração de Partições Lógicas Output de configuração (no formato OUT ou RTF) WRKORDINFO (caso se trate de uma actualização) Enie estes documentos utilizando um dos seguintes métodos: Correio electrónico: Fax: (507) Se o enio for efectuado por correio electrónico, inclua os documentos como anexos à mensagem de correio electrónico. Adicionalmente, a IBM pode ajudá-lo com o seguinte: Tele-conferências técnicas com o seu Representante de Marketing IBM ou o seu Parceiro Comercial Configuração personalizada de hardware Estrutura personalizada da encomenda Consultadoria no local, se necessário Formação Seriços de consultadoria É da responsabilidade do representante ou Parceiro Comercial IBM fornecer as folhas de trabalho alidadas ao CE de Hardware. Se for necessária assistência para o processo de planeamento de LPAR, contacte o representante dos Seriços Globais locais (IGS). O seu representante de marketing da IBM poderá ajudá-lo a localizar o representante de IGS, se necessário. Encomendar um noo seridor ou actualizar um seridor existente com partições lógicas A IBM eniar-lhe-á uma lista do que deerá encomendar para suportar os seus requisitos de partições. Contacte o Representante de Marketing ou o Parceiro Comercial IBM para efectuar a sua encomenda. Pode efectuar a encomenda utilizando o configurador. Quando efectua a encomenda de um seridor com partições lógicas, especifique o código de dispositio Também é possíel especificar o código de dispositio 0006 para indicar que apenas o Código Interno Licenciado (LIC) deerá ser instalado no seridor antes do enio. 10 Planeamento de partições lógicas

17 Fornecer ao prestador de assistência informações de colocação de hardware com partições lógicas As partições lógicas requerem que determinados recursos para partições secundárias ocupem ranhuras de placa específicas em Unidades de Expansão do Sistema e Unidades de Expansão de Memória nos seridores iseries. A IBM fornecerá as informações de colocação de placas necessárias para satisfazer os seus requisitos específicos de partições. A IBM Manufacturing coloca dispositios em seridores para optimizar o rendimento como um seridor de partição única. Se tenciona encomendar um seridor noo para suportar partições lógicas, poderá ser necessário moer placas após a instalação do cliente. Se tenciona actualizar um seridor existente para suportar partições lógicas, as instruções de colocação de placas que habitualmente acompanham uma actualização poderão estar incorrectas. Adicionalmente, poderá ser necessário moer algumas placas já instaladas. Termos e condições para colocação e instalação de hardware Estabelecer Partições no Seridor O utilizador ou o administrador de sistema especializado podem efectuar a configuração a partir da sessão de planeamento (excluindo deslocações de hardware). A IBM ou o seu representante IBM local poderá executar esta tarefa. Se a IBM executar esta tarefa, ela poderá ser-lhe cobrada. O custo é estabelecido por contrato. Colocação de Hardware para Suportar Partições Lógicas Para além das actuais actiidades de SSR/CE que poderão ser cobradas ao cliente, comerciante ou endedor, também serão cobradas as seguintes actiidades, que poderão ser necessárias para acomodar partições lógicas: Facturáel ao Cliente - Reatribuição de componentes de hardware já instalados num seridor - Aplicáel a seridores noos e existentes e a actualizações. Notas: 1. Os noos dispositios serão colocados durante a actualização de acordo com o plano de colocação pré-determinado pelo cliente, caso exista. Contudo, a deslocação das funções existentes é facturáel, a menos que seja essencial para satisfazer as regras de configuração de origem da IBM. 2. O comerciante/endedor poderá optar por pagar os seriços do SSR/CE ao cliente à sua discrição. Facturáel ao Comerciante ou Reendedor - Qualquer actiidade do SSR/CE executada especificamente para instalar partições lógicas, incluindo: O tempo passado no local ou em reuniões para recolher dados ou efectuar outras operações de planeamento de partições lógicas, incluindo o tempo adicional em reuniões de SAPR dedicado às partições lógicas Actiidades que ajudem a determinar a configuração do seridor existente ou proposto Actiidade de consultadoria semelhante ou relacionada Exemplos: Criação de partições lógicas Apenas a sua imaginação pode limitar o número de utilizações de um sistema com partições lógicas. O tempo que demora o planeamento irá reduzir os passos e eitar problemas durante a configuração da criação de partições. Os seguintes exemplos detalhados de criação de partições deerão constituir um guia útil: Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor 640 Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor S20 Planeamento de Partições Lógicas 11

18 Criação de partições de níel de IOP utilizando um seridor 640 Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor 840 Criação de partições de níel de IOP utilizando um seridor 840 Exemplo: Criação de partições de níel de bus utilizando um seridor 640 Um seridor 640 será configurado como um misto de seridor de teste e de produção. Esta configuração é uma boa candidata à criação de partições de níel de bus para obter um maior isolamento de problemas entre as partições lógicas. Para um seridor 640, cada partição deerá ter o(a) seu(sua) próprio(a): Origem de carregamento Dispositio de IPL alternatio Linha de comunicações para a assistência electrónica aos clientes Dispositio de consola Recursos de I/O que estejam dedicados à partição O exemplo seguinte ilustra a criação de partições de níel de bus. Tabela 18. Configuração de Partições Lógicas Informações de Partições Lógicas: Ambiente misto de produção/teste. Troque a linha da Assistência Electrónica aos Clientes entre partições. Estamos a planear ter a criação de partições de níel de Bus. Pretendemos consolas biaxiais para ambas as partições. Utilize a Banda 6381 para a partição 0, Banda 6380 para a partição 1. Seridor: 640 Função do Processador: 2239 Função Interactia (Seridores 7xx e 8xx apenas): Número de Partição Memória Principal Processadores Total MB CPW Rendimento Interactio OptiConnect Virtual (sim/não) Partição Principal MB 75% (748.95) Sim Partição Secundária MB 25% (249.65) Sim 12 Planeamento de partições lógicas

19 Informações de Partições Lógicas: Ambiente misto de produção/teste. Troque a linha da Assistência Electrónica aos Clientes entre partições. Estamos a planear ter a criação de partições de níel de Bus. Pretendemos consolas biaxiais para ambas as partições. Utilize a Banda 6381 para a partição 0, Banda 6380 para a partição 1. Seridor: 640 Função do Processador: 2239 Função Interactia (Seridores 7xx e 8xx apenas): Partição Secundária 2 Partição Secundária 3 Tabela 19. Partição 0 (Principal) Requisitos IOP da Unidade de Disco Origem de Carregamento Feature Code do IOP IOP Comutáel (sim/não) Bus Localização Noo ou Existente* MFIOP N 1 Noo Dispositio Óptico Base N 1 Noo Memória (Banda) MFIOP N 1 Noo Linha de comunicações de assistência electrónica aos clientes Sim S Noo Consola Sim N 1 Noo * Noo = Noo seridor ou actualização; Existente = Seridor existente ou migrado a partir da configuração original Planeamento de Partições Lógicas 13

20 Tabela 20. Informações de Disco para a Partição 0 Capacidade Total da Unidade de Discos da Partição: 604 GB Protecção da Unidade de Discos: (círculo um) Protecção por paridade, Replicação, Mista, Nenhuma Tipo de Disco Quantidade Capacidade Unidades de disco de 4 GB GB Unidades de disco de 8 GB GB Tabela 21. Partição 1 Requisitos IOP da Unidade de Disco Origem de Carregamento Feature Code do IOP IOP Comutáel (sim/não) Bus Localização Noo ou Existente* 6533 N Noo Dispositio Óptico 2624 Noo Memória (Banda) 2624 Noo Linha de comunicações de assistência electrónica aos clientes N/D Consola 2629/ 6180 N Noo * Noo = Noo seridor ou actualização; Existente = Seridor existente ou migrado a partir da configuração original 14 Planeamento de partições lógicas

iseries Client Access Express Consola de Operações

iseries Client Access Express Consola de Operações iseries Client Access Express Consola de Operações iseries Client Access Express Consola de Operações Copyright International Business Machines Corporation 2000. Todos os direitos reserados. Índice Parte

Leia mais

iseries Configurar protecção de disco para os seus dados

iseries Configurar protecção de disco para os seus dados iseries Configurar protecção de disco para os seus dados iseries Configurar protecção de disco para os seus dados Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os direitos reserados.

Leia mais

Consola de Operações: Manual de Configuração

Consola de Operações: Manual de Configuração iseries Consola de Operações: Manual de Configuração SC17-5362-02 iseries Consola de Operações: Manual de Configuração SC17-5362-02 Nota Antes de utilizar as instruções contidas neste manual, bem como

Leia mais

iseries Planear uma estratégia de cópia de segurança e recuperação

iseries Planear uma estratégia de cópia de segurança e recuperação iseries Planear uma estratégia de cópia de segurança e recuperação iseries Planear uma estratégia de cópia de segurança e recuperação Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001.

Leia mais

Instalação de Software

Instalação de Software iseries Instalação de Software Versão 5 SC17-5323-05 iseries Instalação de Software Versão 5 SC17-5323-05 Nota Antes de utilizar as instruções contidas neste manual, bem como o produto a que elas se referem,

Leia mais

LotusLive. Manual de Administração do LotusLive

LotusLive. Manual de Administração do LotusLive LotusLie Manual de Administração do LotusLie LotusLie Manual de Administração do LotusLie Nota Antes de utilizar as informações contidas nesta publicação, bem como o produto a que se referem, leia as

Leia mais

iseries Funcionamento em rede do Servidor de Windows no iseries

iseries Funcionamento em rede do Servidor de Windows no iseries iseries Funcionamento em rede do Seridor de Windows no iseries iseries Funcionamento em rede do Seridor de Windows no iseries Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os

Leia mais

Power Systems. Servidor de E/S Virtual

Power Systems. Servidor de E/S Virtual Power Systems Seridor de E/S Virtual Power Systems Seridor de E/S Virtual Nota Antes de utilizar estas informações e o produto que suportam, leia as informações contidas em Aisos na página 299. Esta edição

Leia mais

iseries Criar cópia de segurança do sistema

iseries Criar cópia de segurança do sistema iseries Criar cópia de segurança do sistema iseries Criar cópia de segurança do sistema Copyright International Business Machines Corporation 2001. Todos os direitos reserados. Índice Parte 1. Criar cópia

Leia mais

IBM FAStT Storage Manager, versão 7.10, para Microsoft Windows NT e Windows 2000. Guia de Instalação e Suporte

IBM FAStT Storage Manager, versão 7.10, para Microsoft Windows NT e Windows 2000. Guia de Instalação e Suporte IBM FAStT Storage Manager, ersão 7.10, para Microsoft Windows NT e Windows 2000 Guia de Instalação e Suporte IBM FAStT Storage Manager, ersão 7.10, para Microsoft Windows NT e Windows 2000 Guia de Instalação

Leia mais

SmartCloud Notes. Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente híbrido Março de 2015

SmartCloud Notes. Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente híbrido Março de 2015 SmartCloud Notes Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente híbrido Março de 2015 SmartCloud Notes Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente híbrido Março de 2015 Nota Antes de utilizar as informações contidas

Leia mais

LotusLive. Manual do Utilizador do LotusLive Engage e LotusLive Connections

LotusLive. Manual do Utilizador do LotusLive Engage e LotusLive Connections LotusLie Manual do Utilizador do LotusLie Engage e LotusLie Connections LotusLie Manual do Utilizador do LotusLie Engage e LotusLie Connections Nota Antes de utilizar as informações contidas nesta publicação,

Leia mais

Power Systems. Gerir a Consola de Gestão de Hardware através da interface HMC Classic ou HMC Enhanced IBM

Power Systems. Gerir a Consola de Gestão de Hardware através da interface HMC Classic ou HMC Enhanced IBM Power Systems Gerir a Consola de Gestão de Hardware atraés da interface HMC Classic ou HMC Enhanced IBM Power Systems Gerir a Consola de Gestão de Hardware atraés da interface HMC Classic ou HMC Enhanced

Leia mais

Funcionamento em Rede do AS/400 NetServer

Funcionamento em Rede do AS/400 NetServer Funcionamento em Rede do AS/400 NetSerer Funcionamento em Rede do AS/400 NetSerer Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os direitos reserados. Índice Parte 1. AS/400

Leia mais

iseries Encaminhamento e equilíbrio do volume de trabalho do TCP/IP

iseries Encaminhamento e equilíbrio do volume de trabalho do TCP/IP iseries Encaminhamento e equilíbrio do volume de trabalho do TCP/IP iseries Encaminhamento e equilíbrio do volume de trabalho do TCP/IP Copyright International Business Machines Corporation 2000, 2001.

Leia mais

SmartCloud Notes. Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente só de serviço Março de 2015

SmartCloud Notes. Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente só de serviço Março de 2015 SmartCloud Notes Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente só de seriço Março de 2015 SmartCloud Notes Administrar o SmartCloud Notes: Ambiente só de seriço Março de 2015 Nota Antes de utilizar as informações

Leia mais

Power Systems. Monitorizar o ambiente de virtualização

Power Systems. Monitorizar o ambiente de virtualização Power Systems Monitorizar o ambiente de virtualização Power Systems Monitorizar o ambiente de virtualização Nota Antes de utilizar as informações contidas nesta publicação, bem como o produto a que se

Leia mais

ERserver. iseries Access para a Web. iseries. Versão 5 Edição 3

ERserver. iseries Access para a Web. iseries. Versão 5 Edição 3 ERserer iseries iseries Access para a Web Versão 5 Edição 3 ERserer iseries iseries Access para a Web Versão 5 Edição 3 Nota Antes de utilizar estas informações e o produto nelas referenciado, certifique-se

Leia mais

ThinkVantage System Migration Assistant 5.0. Manual do utilizador

ThinkVantage System Migration Assistant 5.0. Manual do utilizador ThinkVantage System Migration Assistant 5.0 Manual do utilizador ThinkVantage System Migration Assistant 5.0 Manual do utilizador Nota: Antes de utilizar as informações contidas neste manual, bem como

Leia mais

Referências sobre tarefas de reuniões do Sametime

Referências sobre tarefas de reuniões do Sametime Referências sobre tarefas de reuniões do Sametime ii Referências sobre tarefas de reuniões do Sametime Índice Referências sobre tarefas de reuniões do Sametime............ 1 iii i Referências sobre tarefas

Leia mais

Guia de Instalação do Complemento do IBM Business Process Manager para Microsoft SharePoint

Guia de Instalação do Complemento do IBM Business Process Manager para Microsoft SharePoint IBM Business Process Manager Guia de Instalação do Complemento do IBM Business Process Manager para Microsoft SharePoint Versão 7.5.0 IBM Business Process Manager Guia de Instalação do Complemento do

Leia mais

iseries Hardware do sistema

iseries Hardware do sistema iseries Hardware do sistema iseries Hardware do sistema Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os direitos reservados. Índice Parte 1. Hardware do sistema.........................

Leia mais

iseries Gestão de certificados digitais

iseries Gestão de certificados digitais iseries Gestão de certificados digitais iseries Gestão de certificados digitais ii iseries: Gestão de certificados digitais Índice Parte 1. Gestão de certificados digitais.................... 1 Capítulo

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud

Leia mais

Guia de Instalação e Suporte para Microsoft Windows Server, Linux, Novell NetWare e VMware ESX Server

Guia de Instalação e Suporte para Microsoft Windows Server, Linux, Novell NetWare e VMware ESX Server System Storage DS3000 Storage Manager Versão 10 Guia de Instalação e Suporte para Microsoft Windows Serer, Linux, Noell NetWare e VMware ESX Serer System Storage DS3000 Storage Manager Versão 10 Guia

Leia mais

iseries Configuração de TCP/IP de Funcionamento em Rede

iseries Configuração de TCP/IP de Funcionamento em Rede iseries Configuração de TCP/IP de Funcionamento em Rede iseries Configuração de TCP/IP de Funcionamento em Rede Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os direitos reservados.

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES OBRIGADO por ter adquirido a aplicação ClickFree Backup. Estas instruções foram reunidas para o ajudar a utilizar o produto, mas de um modo geral esperamos que

Leia mais

IBM SmartCloud inotes. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud inotes

IBM SmartCloud inotes. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud inotes IBM SmartCloud inotes Manual do Utilizador do IBM SmartCloud inotes IBM SmartCloud inotes Manual do Utilizador do IBM SmartCloud inotes Nota Antes de utilizar as informações contidas nesta publicação,

Leia mais

iseries Virtual private networking

iseries Virtual private networking iseries Virtual priate networking iseries Virtual priate networking Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os direitos reserados. Índice Virtual priate networking.............................

Leia mais

Guia de Administração de Pagamento de Frete

Guia de Administração de Pagamento de Frete IBM Sterling Transportation Management System Guia de Administração de Pagamento de Frete Data do Documento: 1 de Janeiro de 2013 IBM Sterling Transportation Management System Guia de Administração de

Leia mais

System Storage DS3000 Storage Manager Versão 10. Guia de Instalação e Suporte para IBM AIX, Linux on POWER e Sun Solaris

System Storage DS3000 Storage Manager Versão 10. Guia de Instalação e Suporte para IBM AIX, Linux on POWER e Sun Solaris System Storage DS3000 Storage Manager Versão 10 Guia de Instalação e Suporte para IBM AIX, Linux on POWER e Sun Solaris System Storage DS3000 Storage Manager Versão 10 Guia de Instalação e Suporte para

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Manual de actualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53

Manual de actualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Manual de passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Índice 1. 1. Processo de configuração do Windows 8 2. Requisitos do sistema 3. Preparativos 2. Opções de 3. 4. 5. 6. 1. Personalizar 2. Sem fios 3.

Leia mais

Sistema de Ficheiros Integrado Introdução

Sistema de Ficheiros Integrado Introdução iseries Sistema de Ficheiros Integrado Introdução Versão 5 iseries Sistema de Ficheiros Integrado Introdução Versão 5 Copyright International Business Machines Corporation 2000, 2001. Todos os direitos

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux)

Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux) Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux) Autores: Hugo Manuel Santos (1040711) Maria João Viamonte (MJV) Berta Batista (BPP) Nota introdutória Devem seguir este manual,

Leia mais

Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Remote Copy HP 3PAR

Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Remote Copy HP 3PAR Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Remote Copy HP 3PAR Serviços HP Care Pack Dados técnicos O Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Remote Copy HP 3PAR fornece implementação

Leia mais

Seu manual do usuário LENOVO RESCUE AND RECOVERY http://pt.yourpdfguides.com/dref/2426302

Seu manual do usuário LENOVO RESCUE AND RECOVERY http://pt.yourpdfguides.com/dref/2426302 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para LENOVO RESCUE AND RECOVERY. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

manual instalação e configuração v13 1

manual instalação e configuração v13 1 manual instalação e configuração v13 1 Conteúdo Introdução... 3 Conteúdo do DVD:... 3 Instalação e configuração do ERP... 4 Instalação do ERP... 4 Configuração do ERP... 6 Como actualização de versão...

Leia mais

IBM SmartCloud inotes. IBM SmartCloud inotes Guia do Usuário

IBM SmartCloud inotes. IBM SmartCloud inotes Guia do Usuário IBM SmartCloud inotes IBM SmartCloud inotes Guia do Usuário IBM SmartCloud inotes IBM SmartCloud inotes Guia do Usuário Nota Antes de utilizar estas informações e o produto suportado por elas, leia as

Leia mais

Suporte Técnico de Software HP

Suporte Técnico de Software HP Suporte Técnico de Software HP Serviços Tecnológicos HP - Serviços Contratuais Dados técnicos O Suporte Técnico de Software HP fornece serviços completos de suporte de software remoto para produtos de

Leia mais

Serviço de instalação e arranque da solução de armazenamento de rede HP StoreEasy 5000

Serviço de instalação e arranque da solução de armazenamento de rede HP StoreEasy 5000 Serviço de instalação e arranque da solução de armazenamento de rede HP StoreEasy 5000 Serviços HP Dados técnicos O Serviço de instalação e arranque da solução de armazenamento de rede HP StoreEasy 5000

Leia mais

IBM Tivoli Storage Manager para Linux. Iniciação Rápida. Versão 5 Release 2 G517-7500-01

IBM Tivoli Storage Manager para Linux. Iniciação Rápida. Versão 5 Release 2 G517-7500-01 IBM Tioli Storage Manager para Linux Iniciação Rápida Versão 5 Release 2 G517-7500-01 IBM Tioli Storage Manager para Linux Iniciação Rápida Versão 5 Release 2 G517-7500-01 Nota Antes de utilizar estas

Leia mais

Notas sobre o Release

Notas sobre o Release IBM Tioli Monitoring para Transaction Performance Web Transaction Performance Notas sobre o Release Versão 5.1.0 G517-7511-00 IBM Tioli Monitoring para Transaction Performance Web Transaction Performance

Leia mais

Documentação sobre a Tecnologia RAID

Documentação sobre a Tecnologia RAID Documentação sobre a Tecnologia RAID Enquanto especialista no armazenamento de dados, a LaCie reconhece que quase todos os utilizadores de computadores irão necessitar de uma solução de cópia de segurança

Leia mais

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard 3 3INSTALAÇÃO DE UM SERVIDOR 2008 Feita a apresentação das funcionalidades do Windows Server 2008, eis que chega a hora mais desejada: a da implementação do nosso servidor. No entanto não é de todo recomendável

Leia mais

Segurança e recuperação Manual do utilizador

Segurança e recuperação Manual do utilizador Segurança e recuperação Manual do utilizador Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações contidas

Leia mais

ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 SERVER FOR LINUX

ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 SERVER FOR LINUX Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 SERVER FOR LINUX. Você vai encontrar as respostas a todas suas

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Virtual Copy 3PAR

Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Virtual Copy 3PAR Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Virtual Copy 3PAR Serviços HP Care Pack Dados técnicos O Serviço de Solução de Replicação de Dados HP para Virtual Copy 3PAR fornece implementação do produto

Leia mais

Acronis Backup & Recovery 10 Server para Linux. Update 5. Guia da Instalação

Acronis Backup & Recovery 10 Server para Linux. Update 5. Guia da Instalação Acronis Backup & Recovery 10 Server para Linux Update 5 Guia da Instalação Índice 1 Antes da instalação...3 1.1 Componentes do Acronis Backup & Recovery 10... 3 1.1.1 Agente para Linux... 3 1.1.2 Consola

Leia mais

Power Systems. Servidor de E/S Virtual

Power Systems. Servidor de E/S Virtual Power Systems Servidor de E/S Virtual Power Systems Servidor de E/S Virtual Nota Antes de utilizar estas informações e o produto que suportam, leia as informações contidas em Avisos na página 261. Esta

Leia mais

IBM Tivoli Storage Manager for Virtual Environments Versão 7.1.1. Guia do Usuário do Data Protection for VMware

IBM Tivoli Storage Manager for Virtual Environments Versão 7.1.1. Guia do Usuário do Data Protection for VMware IBM Tioli Storage Manager for Virtual Enironments Versão 7.1.1 Guia do Usuário do Data Protection for VMware IBM Tioli Storage Manager for Virtual Enironments Versão 7.1.1 Guia do Usuário do Data Protection

Leia mais

Power Systems. Power Integrated Facility for Linux (Power IFL)

Power Systems. Power Integrated Facility for Linux (Power IFL) Power Systems Power Integrated Facility for Linux (Power IFL) Power Systems Power Integrated Facility for Linux (Power IFL) Nota Antes de utilizar estas informações e o produto que suportam, leia as informações

Leia mais

VIOS Versão 2.2.3.0. Notas de Edição

VIOS Versão 2.2.3.0. Notas de Edição VIOS Versão 2.2.3.0 Notas de Edição VIOS Versão 2.2.3.0 Notas de Edição Nota Antes de utilizar as informações contidas nesta publicação, leia as informações incluídas na secção Avisos na página 5. Esta

Leia mais

Guia de Rede. Configuração do Windows Utilizar um Servidor de Impressão Monitorizar e Configurar a Impressora Apêndice

Guia de Rede. Configuração do Windows Utilizar um Servidor de Impressão Monitorizar e Configurar a Impressora Apêndice Guia de Rede 1 2 3 4 Configuração do Windows Utilizar um Servidor de Impressão Monitorizar e Configurar a Impressora Apêndice Leia este manual cuidadosamente antes de utilizar o equipamento e mantenha-o

Leia mais

Planejando a Instalação

Planejando a Instalação WebSphere IBM WebSphere Process Serer para Multiplataformas Versão 7.0.0 Planejando a Instalação WebSphere IBM WebSphere Process Serer para Multiplataformas Versão 7.0.0 Planejando a Instalação Abril

Leia mais

IBM emessage Versão 9 Release 0 15 de janeiro de 2013. Notas sobre a Liberação

IBM emessage Versão 9 Release 0 15 de janeiro de 2013. Notas sobre a Liberação IBM emessage Versão 9 Release 0 15 de janeiro de 2013 Notas sobre a Liberação Nota Antes de usar essas informações e o produto que elas suportam, leia as informações em Aisos na página 17. Esta edição

Leia mais

Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server

Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server Esta nota de aplicação explica como implementar o Cisco UC 320W num ambiente do Windows Small Business Server. Índice Este documento inclui

Leia mais

Monitor Wall 4.0. Manual de Instalação e Operação

Monitor Wall 4.0. Manual de Instalação e Operação Monitor Wall 4.0 pt Manual de Instalação e Operação Monitor Wall 4.0 Índice pt 3 Índice 1 Introdução 4 1.1 Sobre este manual 4 1.2 Convenções neste manual 4 1.3 Requisitos mínimos de Instalação e Operação

Leia mais

Relatório de Instalação do Windows 2003 Server

Relatório de Instalação do Windows 2003 Server Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Relatório de Instalação do Windows 2003 Server Instalação do Windows 2003 Server quarta-feira, 3 de dezembro de 2013 Índice Introdução...

Leia mais

Logística e Operações: Arquivos de Ajuda Online

Logística e Operações: Arquivos de Ajuda Online IBM WebSphere Commerce Logística e Operações: Arquios de Ajuda Online Versão 5.4 IBM WebSphere Commerce Logística e Operações: Arquios de Ajuda Online Versão 5.4 Nota! Antes de utilizar estas informações

Leia mais

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic.

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. O seguinte Guia de Instalação de Hardware explica-lhe passo-a-passo como

Leia mais

Guia de Instalação do Complemento do IBM Business Process Manager para Microsoft Office

Guia de Instalação do Complemento do IBM Business Process Manager para Microsoft Office IBM Business Process Manager Guia de Instalação do Complemento do IBM Business Process Manager para Microsoft Office Versão 7.5.0 IBM Business Process Manager Guia de Instalação do Complemento do IBM

Leia mais

SOFTWARE DE GESTÃO DA TERAPIA PARA A DIABETES. Guia de instalação

SOFTWARE DE GESTÃO DA TERAPIA PARA A DIABETES. Guia de instalação SOFTWARE DE GESTÃO DA TERAPIA PARA A DIABETES Guia de instalação 2010, Medtronic MiniMed, Inc. Todos os direitos reservados. Paradigm, Paradigm Link e CareLink são marcas comerciais registadas da Medtronic,

Leia mais

iseries Como começar com a resolução de problemas

iseries Como começar com a resolução de problemas iseries Como começar com a resolução de problemas iseries Como começar com a resolução de problemas Copyright International Business Machines Corporation 1998, 2001. Todos os direitos reservados. Índice

Leia mais

Lexmark Print Management

Lexmark Print Management Lexmark Print Management O Lexmark Print Management permite-lhe optimizar a impressão em rede e criar uma vantagem informativa com uma solução que pode ser implementada localmente ou através da nuvem.

Leia mais

IBM Systems Director 6.2 Service and Support Manager (Electronic Service Agent)

IBM Systems Director 6.2 Service and Support Manager (Electronic Service Agent) IBM Systems IBM Systems Director 6.2 Serice and Support Manager (Electronic Serice Agent) Versão 6.2 IBM Systems IBM Systems Director 6.2 Serice and Support Manager (Electronic Serice Agent) Versão 6.2

Leia mais

CAMES.MAIL. Funcionalidades do CAMES.MAIL

CAMES.MAIL. Funcionalidades do CAMES.MAIL Funcionalidades do CAMES.MAIL Conteúdo Introdução... 3 E-mail Protocolos SMTP, IMAP, POP... 3 Webmail... 4 Liro de Endereços... 4 Agenda / calendário partilhado... 5 Out-Of-Office Reply... 6 Resumo das

Leia mais

Manual de Comunicações de Rede e Internet Desktops empresariais

Manual de Comunicações de Rede e Internet Desktops empresariais Manual de Comunicações de Rede e Internet Desktops empresariais Número de peça do documento: 312968-131 Fevereiro de 2003 Este manual fornece definições e instruções para utilização das funcionalidades

Leia mais

Manual de Iniciação ao DB2 QMF para Windows e DB2 QMF para WebSphere

Manual de Iniciação ao DB2 QMF para Windows e DB2 QMF para WebSphere DB2 Query Management Facility Manual de Iniciação ao DB2 QMF para Windows e DB2 QMF para WebSphere Versão 8 Edição 1 SC17-5433-00 DB2 Query Management Facility Manual de Iniciação ao DB2 QMF para Windows

Leia mais

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas. Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração.

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas. Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração. Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração. Conteúdo Introdução... 3 Acerca da recuperação... 3 Acerca da cópia

Leia mais

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações importantes acerca da instalação do Mac OS X. Requisitos de sistema

Leia mais

N2200e Thin Client Express Manual de Referência Setembro de 2000

N2200e Thin Client Express Manual de Referência Setembro de 2000 NetVista N2200e Thin Client Express Manual de Referência Setembro de 2000 Para er ou imprimir a última actualização, isite http://www.ibm.com/nc/pubs SA17-5188-01 NetVista N2200e Thin Client Express Manual

Leia mais

IBM Tivoli Storage Manager para AIX. Iniciação Rápida. Versão 5 Release 2 G517-7343-01

IBM Tivoli Storage Manager para AIX. Iniciação Rápida. Versão 5 Release 2 G517-7343-01 IBM Tioli Storage Manager para AIX Iniciação Rápida Versão 5 Release 2 G517-7343-01 IBM Tioli Storage Manager para AIX Iniciação Rápida Versão 5 Release 2 G517-7343-01 Nota Antes de utilizar estas informações

Leia mais

Service Appliance IVETIME. Disponibilidade de serviço instantânea! Plug and Play. Segurança. Tolerância a falhas. Manutenção zero. Elevada Performance

Service Appliance IVETIME. Disponibilidade de serviço instantânea! Plug and Play. Segurança. Tolerância a falhas. Manutenção zero. Elevada Performance IVETIME Service Appliance Disponibilidade de serviço instantânea! Aumentar a produtividade Transformar o serviço a Clientes Proteger o capital intelectual Plug and Play Segurança Tolerância a falhas Manutenção

Leia mais

Imagine se pudesse reduzir os inconvenientes e os custos de tornar os seus colaboradores mais acessíveis...

Imagine se pudesse reduzir os inconvenientes e os custos de tornar os seus colaboradores mais acessíveis... Imagine se pudesse reduzir os inconvenientes e os custos de tornar os seus colaboradores mais acessíveis... Como este serviço pode ajudá-lo Faça The uma chances gestão are you ve eficiente invested das

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud

Leia mais

Guia de Início Rápido Antivirus Pro 2009 Importante! Leia atentamente a secção Activação do produto neste guia. As informações contidas nesta secção são essenciais para manter o seu computador protegido.

Leia mais

IBM Tealeaf CX Passive Capture Application 3680 and 3730 28 de maio, 2015. Notas sobre a Liberação do PCA

IBM Tealeaf CX Passive Capture Application 3680 and 3730 28 de maio, 2015. Notas sobre a Liberação do PCA IBM Tealeaf CX Passie Capture Application 3680 and 3730 28 de maio, 2015 Notas sobre a Liberação do PCA Nota Antes de utilizar estas informações e o produto suportado por elas, leia as informações em Aisos

Leia mais

SmartCloud Docs. Versão 1.0

SmartCloud Docs. Versão 1.0 SmartCloud Docs Versão 1.0 ii SmartCloud Docs Índice Trabalhar com documentos...... 3 Criar e importar documentos......... 3 Acerca de modelos........... 3 Criar documentos a partir de modelos..... 4 Alterar

Leia mais

Unidade de Disco Rígido USB 2.0 de 40 GB Portátil com Rapid Restore da IBM. Guia do Usuário

Unidade de Disco Rígido USB 2.0 de 40 GB Portátil com Rapid Restore da IBM. Guia do Usuário Unidade de Disco Rígido USB 2.0 de 40 GB Portátil com Rapid Restore da IBM Guia do Usuário Unidade de Disco Rígido USB 2.0 de 40 GB Portátil com Rapid Restore da IBM Guia do Usuário Nota: Antes de utilizar

Leia mais

Serviços de solução de replicação de dados HP Continuous Access EVA/P6000

Serviços de solução de replicação de dados HP Continuous Access EVA/P6000 Serviços de solução de replicação de dados HP Continuous Access EVA/P6000 Serviços HP Dados técnicos O HP Continuous Access (CA) fornece disponibilidade otimizada e proteção de disaster recovery. Para

Leia mais

Unidade de Disco Rígido USB 2.0 Portátil de 40 GB com Rescue and Recovery. Manual do Utilizador

Unidade de Disco Rígido USB 2.0 Portátil de 40 GB com Rescue and Recovery. Manual do Utilizador Unidade de Disco Rígido USB 2.0 Portátil de 40 GB com Rescue and Recoery Manual do Utilizador Unidade de Disco Rígido USB 2.0 Portátil de 40 GB com Rescue and Recoery Manual do Utilizador Nota: Antes

Leia mais

Manual de Consulta do Cliente Estreito NetVista N2200w para Terminal Standard 1.5 baseado em Windows, Abril de 2000

Manual de Consulta do Cliente Estreito NetVista N2200w para Terminal Standard 1.5 baseado em Windows, Abril de 2000 Cliente Estreito NetVista Manual de Consulta do Cliente Estreito NetVista N2200w para Terminal Standard 1.5 baseado em Windows, Abril de 2000 Aceda à última actualização em http://www.ibm.com/nc/pubs SA17-5187-00

Leia mais

IBM Marketing Operations Versão 9 Release 1 15 de maio de 2014. Guia do Fix Pack

IBM Marketing Operations Versão 9 Release 1 15 de maio de 2014. Guia do Fix Pack IBM Marketing Operations Versão 9 Release 1 15 de maio de 2014 Guia do Fix Pack Obseração Antes de utilizar estas informações e o produto que elas suportam, leia as informações em Aisos na página 17. Esta

Leia mais

IBM Tivoli Storage Manager for Databases Versão 7.1.1. Data Protection for Microsoft SQL Server Guia de Instalação e do Usuário

IBM Tivoli Storage Manager for Databases Versão 7.1.1. Data Protection for Microsoft SQL Server Guia de Instalação e do Usuário IBM Tioli Storage Manager for Databases Versão 7.1.1 Data Protection for Microsoft SQL Serer Guia de Instalação e do Usuário IBM Tioli Storage Manager for Databases Versão 7.1.1 Data Protection for Microsoft

Leia mais

IBM Tivoli Storage Manager for Mail Versão 7.1.1. Data Protection for Microsoft Exchange Server Instalação e Guia do Usuário

IBM Tivoli Storage Manager for Mail Versão 7.1.1. Data Protection for Microsoft Exchange Server Instalação e Guia do Usuário IBM Tioli Storage Manager for Mail Versão 7.1.1 Data Protection for Microsoft Exchange Serer Instalação e Guia do Usuário IBM Tioli Storage Manager for Mail Versão 7.1.1 Data Protection for Microsoft

Leia mais

Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador

Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações aqui contidas

Leia mais

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1)

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1) Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1) Conteúdo Introdução... 3 Acerca da recuperação... 3 Acerca da cópia de segurança... 4 Criar suportes de recuperação...

Leia mais

Instalação do Sistema Operativo Windows XP

Instalação do Sistema Operativo Windows XP Curso Profissional - Técnico de Informática de Gestão 10ºB Prof. Pedro Lopes Ficha de Trabalho nº1 S i s t e m a s d e I n f o r m a ç ã o Instalação do Sistema Operativo Windows XP A instalação de um

Leia mais

Marketing: Arquivos de Ajuda Online Versão 5.1

Marketing: Arquivos de Ajuda Online Versão 5.1 IBM WebSphere Commerce Marketing: Arquios de Ajuda Online Versão 5.1 Versão 5.4 IBM WebSphere Commerce Marketing: Arquios de Ajuda Online Versão 5.1 Versão 5.4 Nota! Antes de utilizar estas informações

Leia mais

PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2003

PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2003 PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2003 1 PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO Instalar o Windows Server 2003 requer alguma preparação, devido à sua complexidade: Ao correr o programa de setup (configuração)

Leia mais

Paragon Alignment Tool

Paragon Alignment Tool PARAGON Software GmbH Heinrich-von-Stephan-Str. 5c 79100 Freiburg, Germany Tel. +49 (0) 761 59018201 Fax +49 (0) 761 59018130 Internet www.paragon-software.com E-mail sales@paragon-software.com Paragon

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

WebSphere Message Broker. Guia de Instalação. Versão7Release0

WebSphere Message Broker. Guia de Instalação. Versão7Release0 WebSphere Message Broker Guia de Instalação Versão7Release0 WebSphere Message Broker Guia de Instalação Versão7Release0 Sobre Este Manual Este manual explica como instalar o WebSphere Message Broker Versão

Leia mais

Manual de Implementação e Personalização do IBM Rescue and Recovery with Rapid Restore Versão 1.5

Manual de Implementação e Personalização do IBM Rescue and Recovery with Rapid Restore Versão 1.5 Manual de Implementação e Personalização do IBM Rescue and Recoery with Rapid Restore Versão 1.5 Primeira Edição (Maio de 2004) Copyright International Business Machines Corporation 2004. Todos os direitos

Leia mais

SmartCloud Docs. Versão 1.0

SmartCloud Docs. Versão 1.0 SmartCloud Docs Versão 1.0 ii SmartCloud Docs Índice Capítulo 2. Trabalhar com documentos 3 Criar e importar documentos......... 3 Acerca de modelos........... 3 Criar documentos a partir de modelos.....

Leia mais

Ambiente operativo HP Matrix para serviço de instalação e arranque para Proliant

Ambiente operativo HP Matrix para serviço de instalação e arranque para Proliant Ambiente operativo HP Matrix para serviço de instalação e arranque para Proliant Serviços HP Dados técnicos O ambiente operativo HP Matrix para o serviço de instalação e arranque ProLiant fornece a instalação

Leia mais

Actualização, cópia de segurança e recuperação de software

Actualização, cópia de segurança e recuperação de software Actualização, cópia de segurança e recuperação de software Manual do utilizador Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registadas da Microsoft Corporation

Leia mais