FÍSICA. kg. s N m. Analisando a alternativa C, nota-se que: . s. = s = J. Resolução. O sistema está inicialmente em repouso (Q 0

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FÍSICA. kg. s N m. Analisando a alternativa C, nota-se que: . s. = s = J. Resolução. O sistema está inicialmente em repouso (Q 0"

Transcrição

1 FÍSICA Resolução Obtendo a unidade SI da grandeza definida pelo enunciado, resulta: m. t G = d. p u(g) = kg. s N m. m = kg. s. m = s m kg. s 3 Analisando a alternativa C, nota-se que: J. s W = J. s J s 3 = s Resolução O sistema está inicialmente em repouso (Q 0 = 0). Após 1 s, expele,8 kg devido à queima de combustível com velocidade 3,5 km/s. Logo, a velocidade do foguete será dada pelo P.C.Q.M.: Q = Q 0 0 = m. v + M. V 0 =,8. ( 3,5) + 797,. V V 0,01 km/s = 1 m/s Cálculo da aceleração média entre 0 e 1 s: a V t ( 1 0) m/ s 1 s a 1 m/ s 1

2 I. Incorreta. Quando a água é aquecida de 0 a 4 o C seu volume diminui. II. Correta. III. Incorreta. As correntes de convecção ocorrem nos fluidos e é consequência da diferença de densidade provocada pela mudança de temperatura. IV. Incorreta. Numa transformação adiabática não temos trocas de calor entre o sistema e o meio externo.

3 O experimento de Thomas Young com a incidência de luz em fendas demonstrou o caráter ondulatório da luz devido à presença de linhas claras e escuras num anteparo, fruto dos fenômenos ondulatórios difração e interferência. Mas a mesma experiência realizada com um feixe de elétrons também proporcionou a mesma consequência, demonstrando o caráter ondulatório para corpúsculos, logo comprovou a teoria da dualidade partícula-onda. Atenção! Mesmo sendo mencionada na segunda parte da questão, a emissão de um elétron apenas, teremos a presença de linhas claras e escuras no anteparo, pois um elétron é formador de um trem de ondas. Assim, com um elétron apenas teremos o mesmo resultado que foi obtido com o feixe de elétrons. A dualidade partícula-onda foi enunciada pela primeira vez, em 194, pelo físico francês Louis-Victor de Broglie, que anunciou que os elétrons apresentavam características tanto ondulatórias como corpusculares, comportando-se de um ou outro modo dependendo do experimento específico. 3

4 Na medida em que os balões sobem, diminui a pressão externa. Logo, o balão B se expande (aumento de volume) e, como consequência, experimenta um maior empuxo que o balão A. Resolução Do equilíbrio da barra de baixo, resulta: h x. m. h x m 3 3 Do equilíbrio da barra do meio, resulta: 4

5 h y m h 3. = 3. y m 3 3 Do equilíbrio da barra de cima, vem: h 9 m h 9 z. =. z m a) Correta. O potencial resultante é igual à soma dos potenciais criados por cada uma das cargas, sendo que o potencial criado pela carga positiva é positivo e o criado pela carga negativa, negativo. Como o potencial elétrico de um ponto é inversamente proporcional à distância do ponto à carga (lembre-se de que: V = K.Q/d), então ele poderá ser nulo em algum ponto entre as cargas (mais próximo da carga de menor módulo, no caso 7q), ou à esquerda dessa carga, ou a direita da outra carga (+8q). b) Incorreta. Observe item anterior. c) Incorreta. No ponto central equidistante das duas cargas o potencial será positivo, pois se a distância entre o ponto e cada uma das cargas for a mesma, como a carga positiva é maior, em módulo, o potencial por ela gerado também possuirá módulo maior. d) Incorreta. Observe resolução do item a. e) Incorreta. Observe resolução do item a. 5

6 Velocidade de translação da Terra: 000 toesas v = s v = m 10 s v = 76. 0,4 km/s v 30 km/s Distância percorrida em 1 ano: d = v. t d = (30 km s ). (3. 10 s) d = km 7 8 6

7 Lembrar que a energia cinética é fornecida pela expressão m. v /. Logo, a energia cinética é diretamente proporcional ao quadrado da velocidade. 7

8 Dados: Situação inicial Potência (inverno) = 6300 W Tempo diário (banho) = 0 min = 1/3 h Situação em economia Potência (verão) = 500 W Reduzindo o tempo do banho em 1/3 t (banho) = (/3). 0 min = 40/3 min = /9 h Fazendo situação inicial Como: P = W W = P. t W = 6300(W). 1/3(h) = 100 (Wh) =,1 kwh t Situação de economia: Como: P = W W = P. t W = 500(W). /9(h) = 555,6 (Wh) = 0,556 kwh t Economia diária:,1 0,556 = 1,544 kwh Como: 1 kwh R$ 0,45, então 1,544 kwh R$ 0,69, que é a economia diária. Para economizar R$ 5,00 1 dia 0,69 x 5,00 x = 36, dias 8

9 I. Verdadeira. A primeira lei da termodinâmica diz que, em um processo termodinâmico fechado, a alteração da energia interna do sistema é igual à diferença entre a alteração do calor acumulado pelo sistema e a alteração do trabalho realizado. Fruto do princípio da conservação da energia. II. Falsa. Essa lei descreve as grandezas que influenciam a resistência elétrica de um condutor. Ela diz que resistência de um condutor homogêneo de secção transversal constante é proporcional ao seu comprimento e à natureza do material de sua construção, e é inversamente proporcional à área de sua secção transversal. Em alguns materiais também depende de sua temperatura. III. Falsa. A Primeira Lei de Newton, ou lei da Inércia, diz que a tendência dos corpos, quando nenhuma força é exercida sobre eles, é permanecer em seu estado natural, ou seja, repouso ou movimento retilíneo e uniforme. IV. Falsa. Dois corpos atraem-se com força proporcional às suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que separa seus centros de gravidade. V. Verdadeira. Quando um ímã é movimentado nas proximidades de uma espira condutora fechada, surge uma força eletromotriz induzida nessa espira, e uma corrente elétrica pode ser detectada nesse circuito. Lenz ( ) define que a força eletromotriz é igual ao negativo da variação do fluxo magnético no interior do espira. Assim, a Lei de Lenz evidencia o aparecimento de uma reação contrária à ação provocada pelo ímã. Tais afirmações nos conduzem à conclusão de que não é possível produzir energia elétrica sem que seja realizado um trabalho. Isso é bastante evidente, pois para mudar o movimento de uma carga elétrica situada em um condutor cada uma delas tem de receber um impulso, proveniente de uma força aplicada. Dessa forma, mais uma vez fica evidente que grandezas como quantidade de movimento e energia se conservam em todos os processos ocorridos em sistemas isolados na natureza. 9

10 Velocidade da moça após 1 s de queda livre: v = v 0 + g. t v = v = 80 m/s Desaceleração da moça após ser salva pelo Homem-Aranha: v 0 80 a = = = 00 m/s t 04, Módulo da força resultante imposta à moça pelo Homem-Aranha: F = m. a = R F = 1000 N R 10

11 11

12 I. Correta. Pela regra da mão direita, concluímos que força magnética (F ), vetor campo magnético terrestre (B ) e velocidade de translação ( v ) da partícula são perpendiculares entre si. II. Incorreta. Como a força magnética é perpendicular ao vetor velocidade de translação da partícula, está exercendo a função de resultante centrípeta, e esta só altera a direção e o sentido do vetor ( v ), o módulo da velocidade ( v ) permanece invariável no movimento circular uniforme. III. Correta. Como a partícula executa um movimento circular uniforme, a força magnética é a resultante centrípeta, logo: Fm = Fcp B. q. v. sen 90 = m. v R R = m. v q. B Então, o raio da trajetória das partículas é maior que nos países que se encontram fora da Anomalia Magnética do Atlântico Sul, pois o campo magnético é menos intenso, o raio de trajetória é inversamente proporcional à intensidade do campo magnético local. IV. Incorreta. Como a partícula executa um movimento circular uniforme, a força magnética é a resultante centrípeta, logo: F m = F cp B. q. v. sen 90 = m. v R R = m. v q. B Então, O raio da trajetória da partícula é inversamente proporcional ao campo magnético terrestre e diretamente proporcional à sua velocidade. 1

13 I. Incorreta. Os automóveis mais potentes é que possuem os menores rendimentos, pois a perda de energia é muito grande para a fonte fria pelo fato de a explosão de energia da fonte quente ser muito alta. Energia útil (W) II. Correta. O rendimento do motor é dado por n =, independentemente do fabricante e do modelo do carro. Calor da fonte quente (Qq) III. Incorreta. O trabalho de expansão de substância deve ser MAIOR que o trabalho de compressão sobre aquela, pois parte desse trabalho de expansão será a energia da fonte quente para o motor do automóvel. IV. Incorreta. Um movimento ordenado, significa um movimento natural (espontâneo), e todo processo natural é irreversível energeticamente, ou seja, a energia liberada pelo motor na fonte fria nunca poderá ser reaproveitada no mesmo sistema, ou seja, no motor do automóvel. V. Correta. Um movimento ordenado significa um movimento natural (espontâneo), e todo processo natural é irreversível energeticamente, ou seja, a energia liberada pelo motor na fonte fria nunca poderá ser reaproveitada, e isso aumenta a entropia do sistema, que opera em função do motor do automóvel. 13

a = 2, Física Questão 53 - Alternativa D Devido ao tempo de reação, o carro percorre uma distância , antes de

a = 2, Física Questão 53 - Alternativa D Devido ao tempo de reação, o carro percorre uma distância , antes de Física 53. No instante t =, o motorista de um carro que percorre uma estrada retilínea, com velocidade constante de m/s, avista um obstáculo m a sua frente. O motorista tem um tempo de reação t = s, após

Leia mais

1 01 Mate t máti t c i a e Fí F s í ic i a Prof. Diego Pablo

1 01 Mate t máti t c i a e Fí F s í ic i a Prof. Diego Pablo 1 01 Matemática e Prof. Diego Pablo 2 Matemática - Produto: 2 x 4 = 8 - Quociente ou Razão: 18 / 2 = 9 - Quadrado: 7² = 7 x 7 = 49 - Cubo: 4³ = 4 x 4 x 4 = 64 - Raiz Quadrada: 81 = 9 3 Matemática Grandezas

Leia mais

0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3

0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3 0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3 1 1 Sendo a carga elementar e = 1,6.10-19 C, a quantidade de elétrons que passa condutor nos 10 s vale 3,75.10 17. 2 2 A corrente

Leia mais

28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações:

28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações: 26)De um determinado local da superfície da Terra um objeto é lançado verticalmente para cima Considerando as seguintes grandezas físicas envolvidas nesse experimento: 1 velocidade inicial de lançamento,

Leia mais

Física. 28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações:

Física. 28)Para exemplificar pares de forças, segundo o princípio da ação-reação, são apresentadas as seguintes situações: Física 26) De um determinado local da superfície da Terra um objeto é lançado verticalmente para cima Considerando as seguintes grandezas físicas envolvidas nesse experimento: 1 velocidade inicial de lançamento,

Leia mais

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b)

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) 01. 02. 03. 04. 05. A figura representa um fio condutor reto de comprimento 10cm, percorrido por corrente

Leia mais

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 )

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 ) FÍSCA Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores não

Leia mais

Física Unidade VI Série 2

Física Unidade VI Série 2 01 A força magnética F é perpendicular, simultaneamente, ao campo indução B e a velocidade v. No entanto v e B não são, necessariamente, perpendiculares entre si. Resposta: B 1 02 Como a velocidade é paralelo

Leia mais

Lista de Exercícios. Campo Magnético e Força Magnética

Lista de Exercícios. Campo Magnético e Força Magnética Lista de Exercícios Campo Magnético e Força Magnética 1. Um fio retilíneo e longo é percorrido por uma corrente contínua i = 2 A, no sentido indicado pela figura. Determine os campos magnéticos B P e B

Leia mais

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2009 FASE 1 PROVA DE CONHECIMENTOS DE FÍSICA

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2009 FASE 1 PROVA DE CONHECIMENTOS DE FÍSICA SELEÇÃO 9 PROCESSO SELETIVO TURMA DE 9 FASE PROVA DE CONHECIMENTOS DE FÍSICA Caro professor, esta prova tem questões de caráter objetivo (múltipla escolha) sobre física básica. A duração da prova é de

Leia mais

Física - 1. Dados numéricos

Física - 1. Dados numéricos Física - 1 Dados numéricos celeração da gravidade: 1 m/s Densidade da água: 1, g/cm 3 Velocidade da luz no vácuo: 3, x 1 8 m/s 1 atm = 1, x 1 5 N/m = 1 4 π o = 9, x 1 9 N.m C 1. O gráfico da velocidade

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 49. Questão 48. alternativa B. alternativa B. alternativa A. alternativa D. A distância média da Terra à Lua é

Questão 46. Questão 47. Questão 49. Questão 48. alternativa B. alternativa B. alternativa A. alternativa D. A distância média da Terra à Lua é Questão 46 A distância média da Terra à Lua é 3,9 10 m. Sendo a velocidade da luz no vácuo igual a 30, 10 5 km/s, o tempo médio gasto por ela para percorrer essa distância é de: a) 0,77 s d) 77 s b) 1,3

Leia mais

UFSC. Resposta: = 89. Comentário

UFSC. Resposta: = 89. Comentário Resposta: 01 + 08 + 16 + 64 = 89 01. Correta. 02. Incorreta. São ondas eletromagnéticas, transversais e tridimensionais. 04. Incorreta. Não viola a segunda lei da termodinâmica: Q F = W + Q Q. 08. Correta.

Leia mais

UDESC 2017/2 FÍSICA. Comentário

UDESC 2017/2 FÍSICA. Comentário 07/ FÍICA A maior quantidade de energia liberada será do nível para. embrando que do para ou do para 3 é energia absorvida e não liberada. 07/ Pela regra da mão direita (regra do tapa), concluímos que

Leia mais

Exercícios Resolvidos FISICA D - Apostila 7 Extensivo

Exercícios Resolvidos FISICA D - Apostila 7 Extensivo Exercícios Resolvidos FISICA D - Apostila 7 Extensivo 0. D A força resultante atuante sobre o satélite é a força centrípeta, que representa as forças atuantes no satélite na trajetória circular. 0. C I.

Leia mais

FÍSICA I. 02. Observa-se, na figura a seguir, uma corda fixa em suas extremidades na qual foi estabelecida uma onda estacionária.

FÍSICA I. 02. Observa-se, na figura a seguir, uma corda fixa em suas extremidades na qual foi estabelecida uma onda estacionária. FÍSICA I Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. Interprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores

Leia mais

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48)

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48) Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC cel: (48)9668 3767 Verdadeiro ou Falso 1) O polonortedaagulhamagnéticadeumabússolaapontaparaopolonortegeográficoda Terra. Falso: O polo norte magnético de

Leia mais

PROVA DE FÍSICA II. Dado: calor latente de fusão da água = 3,5 x 10 5 J/kg. A) 100 B) 180 D) Zero C) 240 E) 210

PROVA DE FÍSICA II. Dado: calor latente de fusão da água = 3,5 x 10 5 J/kg. A) 100 B) 180 D) Zero C) 240 E) 210 PROVA DE FÍSCA Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais como fatores

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo Eletromagnetismo Eletromagnetismo 1. Um imã preso a um carrinho desloca-se com velocidade constante ao longo de um trilho horizontal. Envolvendo o trilho há uma espira metálica, como mostra a figura. Pode-se

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz!

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! NATUREZA DA ATIVIDADE: EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO - ELETROSTÁTICA DISCIPLINA: FÍSICA ASSUNTO: CAMPO ELÉTRICO, POTENCIAL ELÉTRICO,

Leia mais

Resolução Comentada UFPR - 1ª fase-2014

Resolução Comentada UFPR - 1ª fase-2014 Resolução Comentada UFPR - 1ª fase-2014 01 - No circuito esquematizado abaixo, deseja-se que o capacitor armazene uma energia elétrica de 125 μj. As fontes de força eletromotriz são consideradas ideais

Leia mais

FÍSICA I A) 3,0 B) 1,2 C) 1,5 D) 2,0 E) 2,5

FÍSICA I A) 3,0 B) 1,2 C) 1,5 D) 2,0 E) 2,5 FÍS Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos sobre as leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores

Leia mais

UFRPE: Física 11 Márcio Cabral de Moura 1. 2 aulas, 5 horas Capítulos 1 e 3 do Fundamentos de Física 1, de D. Halliday e R. Resnick, 3ª edição.

UFRPE: Física 11 Márcio Cabral de Moura 1. 2 aulas, 5 horas Capítulos 1 e 3 do Fundamentos de Física 1, de D. Halliday e R. Resnick, 3ª edição. UFRPE: Física 11 Márcio Cabral de Moura 1 1. Introdução 1 e 3 do Fundamentos de Física 1, de D. Halliday e R. Resnick, 3ª edição. 1.1 O objeto da Física O objeto da física é a natureza 1.2 O método físico.

Leia mais

Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares)

Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares) Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares) 3ºANO Física (Prof. Ronaldo) Carga Elétrica Processos de Eletrização. Lei de Coulomb. Campo e Potencial Elétrico. Trabalho

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV E HABILIDADES REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV 2 Vídeo - Primeira Lei de Newton - Lei da Inércia 3 As três leis de Newton do movimento Sir Isaac Newton desenvolveu as três

Leia mais

Exercícios complementares - Física

Exercícios complementares - Física - Física Exercícios Conteúdo Habilidade 1, 2 e 3 Grandezas físicas e unidades de medidas 4 Aceleração média 5 Força resultante 6 Gráficos do M.R.U. e M.R.U.V. 7 Leis de Newton 8, 9 10 e 11 Trabalho e energia

Leia mais

Física. Disciplina: Ciências Naturais Professor: Mário César Castro

Física. Disciplina: Ciências Naturais Professor: Mário César Castro GDF - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DF SUBSECRETARIA DE SUPORTE EDUCACIONAL DO DF GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 Física Disciplina: Ciências Naturais Professor:

Leia mais

O peso do carrinho vale: P = m g = 1,0 10 (N) P = 10 N a) No ponto A, o esquema das forças que agem no carrinho está dado abaixo:

O peso do carrinho vale: P = m g = 1,0 10 (N) P = 10 N a) No ponto A, o esquema das forças que agem no carrinho está dado abaixo: FÍSICA 1ª QUESTÃO Na figura seguinte, um carrinho de massa 1,0 Kg descreve movimento circular e uniforme ao longo de um trilho envergado em forma de circunferência de 2,0 m de raio. A velocidade do carrinho

Leia mais

UFRGS. Prova de Física. o da componente vertical, da velocidade do projétil, em função do tempo.

UFRGS. Prova de Física. o da componente vertical, da velocidade do projétil, em função do tempo. Prova de Física 1. Em 2014, comemoraram-se os 50 anos do início da operação de trens de alta velocidade no Japão, os chamados trensbala. Considere que um desses trens desloca-se com uma velocidade constante

Leia mais

SIMULADO DE FÍSICA. a) 26 m. b) 14 m. c) 12 m. d) 10 m. e) 2 m

SIMULADO DE FÍSICA. a) 26 m. b) 14 m. c) 12 m. d) 10 m. e) 2 m SIMULADO DE FÍSICA 1. Num estacionamento, um coelho se desloca, em seqüência, 12 m para o Oeste, 8 m para o Norte e 6 m para o Leste. O deslocamento resultante tem módulo. a) 26 m b) 14 m c) 12 m d) 10

Leia mais

FÍSICA. O kwh é unidade usual da medida de consumo de energia elétrica, um múltiplo do joule, que é a unidade do Sistema Internacional.

FÍSICA. O kwh é unidade usual da medida de consumo de energia elétrica, um múltiplo do joule, que é a unidade do Sistema Internacional. 1 d FÍSICA O kwh é unidade usual da medida de consumo de energia elétrica, um múltiplo do joule, que é a unidade do Sistema Internacional. O fator que relaciona estas unidades é a) 1 x 10 3 b) 3,6 x 10

Leia mais

Física: Interação e tecnologia. Conteúdo programático. Encontre bons resultados em aprendizagem. Junte nossa experiência em fazer bons

Física: Interação e tecnologia. Conteúdo programático. Encontre bons resultados em aprendizagem. Junte nossa experiência em fazer bons Junte nossa experiência em fazer bons livros à sua competência para ensinar: Encontre bons resultados em aprendizagem. Física: Interação e tecnologia Conteúdo programático MATERIAL DE DIVULGAÇÃO - ESCALA

Leia mais

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Eletromagnetismo Motor Eletroimã Eletroimã Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Representação de um vetor perpendicular a um plano 1 Campo Eletromagnético Regra da mão direita:

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

[Pot] = = = M L 2 T 3

[Pot] = = = M L 2 T 3 1 e No Sistema Internacional, a unidade de potência é watt (W). Usando apenas unidades das grandezas fundamentais, o watt equivale a a) kg m/s b) kg m 2 /s c) kg m/s 2 d) kg m 2 /s 2 e) kg m 2 /s 3 A equação

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2010 PROVA DE FÍSICA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2010 PROVA DE FÍSICA Questão 1: Em uma construção civil, os operários usam algumas máquinas simples para facilitar e diminuir sua carga diária de energia gasta na execução de seu trabalho. Uma das máquinas simples mais utilizadas

Leia mais

1.2. Para um satélite geoestacionário determine o valor da altitude que descreve a sua órbita em torno da Terra.

1.2. Para um satélite geoestacionário determine o valor da altitude que descreve a sua órbita em torno da Terra. Escola Secundária de Lagoa Física 12º Ano Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 24 Gravitação, Eletricidade, Eletromagnetismo 1. Um satélite artificial de massa m descreve, em torno da Terra, de massa MT

Leia mais

FÍSICA II. 02. Uma das extremidades de um fio de comprimento 3,0 m é presa a um diapasão elétrico; a outra passa por

FÍSICA II. 02. Uma das extremidades de um fio de comprimento 3,0 m é presa a um diapasão elétrico; a outra passa por FÍSICA II Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. Interprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA MECÂNICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA MECÂNICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Página 1 de 10 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE

Leia mais

ARMANDO CRUZ CINEMÁTICA DINÂMICA. Energia cinética. Energia potencial gravitacional. Energia potencial elástica. Energia mecânica

ARMANDO CRUZ CINEMÁTICA DINÂMICA. Energia cinética. Energia potencial gravitacional. Energia potencial elástica. Energia mecânica Grandezas Básicas FORMULAS DE FÍSICA Versão RC ARMANDO CRUZ CINEMÁTICA Queda livre M.R.U.V. M.C.U. Acoplamento de polias Por correia Por eixo 2ª Lei de Newton Lei de Hooke de atrito Momento de uma força

Leia mais

1 a fase prova para alunos da 8 a série

1 a fase prova para alunos da 8 a série Olimpíada Brasileira de Física 2008 1 a fase 8ª série 1 1 a fase prova para alunos da 8 a série LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 01) Esta prova destina-se exclusivamente a alunos da 8ª série. Ela

Leia mais

QUESTÃO 16 QUESTÃO 17 PROVA DE FÍSICA II

QUESTÃO 16 QUESTÃO 17 PROVA DE FÍSICA II 7 PROVA DE FÍSICA II QUESTÃO 16 Uma barra homogênea de massa 4,0 kg e comprimento 1,0 m está apoiada em suas extremidades sobre dois suportes A e B conforme desenho abaixo. Coloca-se a seguir, apoiada

Leia mais

PROVA DE FÍSICA. P (atm) V (litros) Dados que podem ser necessários para a resolução das questões desta prova:

PROVA DE FÍSICA. P (atm) V (litros) Dados que podem ser necessários para a resolução das questões desta prova: PROVA DE FÍSICA Dados que podem ser necessários para a resolução das questões desta prova: Velocidade da luz no vácuo: c = 3,0 x 10 8 m/s. Valor da aceleração da gravidade: g = 10 m/s 2. 1 atm = 1,01 x

Leia mais

FORÇA e INTERAÇÕES. Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos

FORÇA e INTERAÇÕES. Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos FORÇA e INTERAÇÕES Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos Forças de longo alcance Acuam mesmo quando os corpos não estão em contacto, como por exemplo as forças

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Física ª Fase Prova para alunos de 3º ano

Olimpíada Brasileira de Física ª Fase Prova para alunos de 3º ano Leia atentamente as instruções abaixo antes de iniciar a prova: 1 Esta prova destina-se exclusivamente a alunos de 3 o ano. 2 A prova contem vinte questões. 3 Cada questão contem cinco alternativas, das

Leia mais

Seleção Nacional - Turma Prova Escrita (23/10/2016)

Seleção Nacional - Turma Prova Escrita (23/10/2016) Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - SBF Seleção Nacional - Turma 2017 - Prova Escrita (23/10/2016) 1. Na figura, indica-se um raio luminoso monocromático que penetra, a partir de um meio

Leia mais

Fisica 1 A B. k = 1/4πε 0 = 9, N.m 2 /C Um automóvel faz o percurso Recife-Gravatá a uma velocidade média de 50 km/h.

Fisica 1 A B. k = 1/4πε 0 = 9, N.m 2 /C Um automóvel faz o percurso Recife-Gravatá a uma velocidade média de 50 km/h. Fisica 1 Valores de algumas constantes físicas celeração da gravidade: 10 m/s 2 Densidade da água: 1,0 g/cm 3 Calor específico da água: 1,0 cal/g C Carga do elétron: 1,6 x 10-19 C Velocidade da luz no

Leia mais

O índice de refração é dado pela razão entre os módulos de duas velocidades.

O índice de refração é dado pela razão entre os módulos de duas velocidades. 46 a FÍSICA O coeficiente de atrito e o índice de refração são grandezas adimensionais, ou seja, são valores numéricos sem unidade. Isso acontece porque a) são definidos pela razão entre grandezas de mesma

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: /12/2016 Valor: Orientações: -Responder manuscrito; -Cópias de colegas, entrega com atraso,

Leia mais

FORÇA e INTERAÇÕES. Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos

FORÇA e INTERAÇÕES. Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos FORÇA e INTERAÇÕES Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos Forças de longo alcance Acuam mesmo quando os corpos não estão em contacto, como por exemplo as forças

Leia mais

UDESC 2017/1 FÍSICA. Comentário

UDESC 2017/1 FÍSICA. Comentário 7/ FÍSICA I. Incorreta. A corrente elétrica induzida é gerada através da variação de campo magnético, logo campo magnético constante não gera corrente elétrica induzida. II. Correta. Se o campo magnético

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2015 / 2016

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2015 / 2016 CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2015 / 2016 1 a QUESTÃO Valor: 1,0 Um copo está sobre uma mesa com a boca voltada para cima. Um explosivo no estado sólido

Leia mais

Identificação de Princípios e Leis da Física em aplicações tecnológicas inseridas no cotidiano

Identificação de Princípios e Leis da Física em aplicações tecnológicas inseridas no cotidiano PROCESSO SELETIVO FÍSICA 1. EIXO TEMÁTICO: PRINCÍPIOS E LEIS QUE REGEM A FÍSICA Objetivo Geral: Compreensão dos Conceitos, Princípios e Leis da Física no estudo do movimento dos corpos materiais, calor,

Leia mais

FORÇA e INTERAÇÕES. Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos

FORÇA e INTERAÇÕES. Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos FORÇA e INTERAÇÕES Forças de contacto Quando uma força envolve o contacto direto entre dois corpos Forças de longo alcance Acuam mesmo quando os corpos não estão em contacto, como por exemplo as forças

Leia mais

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO 1 ANO ENSINO MÉDIO MATÉRIA E ENERGIA TERRA E UNIVERSO H01 Reconhecer a equivalência entre massa e energia, descrevendo processos de conversão de massa em energia. H02 Reconhecer a equivalência entre massa

Leia mais

Ondas Eletromagnéticas

Ondas Eletromagnéticas Ondas Eletromagnéticas Ondas Eletromagnéticas Podem se propagar no vácuo ou meio material. No ar ou vácuo: v = 3 x Para outros meios: v < 3 x São sempre transversais. Ex: Rádio, Luz visível, Raios Gama,

Leia mais

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS

LEIS DE NEWTON DINÂMICA 3ª LEI TIPOS DE FORÇAS DINÂMICA É a parte da Mecânica que estuda as causas e os movimentos. LEIS DE NEWTON 1ª Lei de Newton 2ª Lei de Newton 3ª Lei de Newton 1ª LEI LEI DA INÉRCIA Quando a resultante das forças que agem sobre

Leia mais

Física 2. v (km/h) t(h) Resposta: 02

Física 2. v (km/h) t(h) Resposta: 02 Física 2 Valores de algumas grandezas físicas celeração da gravidade: m/s 2 Densidade da água: 1 g/cm 3 Carga do elétron: 1,6 x -19 C Constante de Planck: 6,6 x -34 J.s Velocidade da luz no vácuo: 3 x

Leia mais

1 a Questão: (2,0 pontos)

1 a Questão: (2,0 pontos) a Questão: (, pontos) Um bloco de massa m, kg repousa sobre um plano inclinado de um ângulo θ 37 o em relação à horizontal. O bloco é subitamente impulsionado, paralelamente ao plano, por uma marretada,

Leia mais

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 # Velocidade escalar média # Movimento retilíneo uniforme # Movimento retilíneo uniformemente variado # Movimento de queda livre dos corpos # Movimento

Leia mais

PROGRAMA DA PROVA DE FÍSICA

PROGRAMA DA PROVA DE FÍSICA universidade de aveiro PROGRAMA DA PROVA DE FÍSICA Domínio: Energia e sua conservação Subdomínio: Energia e movimentos - Energia cinética e energia potencial; energia interna. - Sistema mecânico; sistema

Leia mais

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein # Ler todas as teorias # Refazer todos os exercícios dados em aula. # Refazer todos os exercícios feitos do livro. # Refazer

Leia mais

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 17 (pág. 88) AD TM TC. Aula 18 (pág. 88) AD TM TC. Aula 19 (pág.

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 17 (pág. 88) AD TM TC. Aula 18 (pág. 88) AD TM TC. Aula 19 (pág. Física Setor B Prof.: Índice-controle de Estudo ula 17 (pág. 88) D TM TC ula 18 (pág. 88) D TM TC ula 19 (pág. 90) D TM TC ula 20 (pág. 90) D TM TC ula 21 (pág. 92) D TM TC ula 22 (pág. 94) D TM TC Revisanglo

Leia mais

RESOLUÇÃO DO TC DO CLICK PROFESSOR

RESOLUÇÃO DO TC DO CLICK PROFESSOR Resposta da questão 1: Podemos garantir apenas que o feixe de radiação gama (sem carga) não é desviado pelo campo magnético, atingindo o ponto 3. Usando as regras práticas do eletromagnetismo para determinação

Leia mais

(A) 3 (B) 2 (C) 1 (D) 1 / 2 (E) 1 / 3

(A) 3 (B) 2 (C) 1 (D) 1 / 2 (E) 1 / 3 01. (UFRGS-2001) O gráfico de velocidade (V) contra tempo (t), mostrado abaixo, representa, em unidades arbitrárias, o movimento retilíneo de uma partícula. O quociente d 1 /d 2 entre a distância d 1,

Leia mais

CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U.

CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U. AULA 25 CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U. 1- ÍMÃ Os ímãs são corpos que se diferenciam por apresentar algumas propriedades que comentaremos a seguir. Um ímã atrai pedaços de ferro e

Leia mais

Lista de exercícios- Leis de Newton

Lista de exercícios- Leis de Newton Componente Curricular: Física Professora: Cínthia Helena. Série: 1 o ano - Ensino Médio. Lista de exercícios- Leis de Newton 1 - (Vunesp-SP) Assinale a alternativa que apresenta o enunciado da Lei de Inércia,

Leia mais

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa D. alternativa E. alternativa B

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa D. alternativa E. alternativa B Questão 46 No interior de um ônibus que trafega em uma estrada retilínea e horizontal, com velocidade constante de 90 km/h, um passageiro sentado lança verticalmente para cima um pequeno objeto com velocidade

Leia mais

A Física do ENEM. Prof. Vinicius Daré

A Física do ENEM. Prof. Vinicius Daré A Física do ENEM Prof. Vinicius Daré Ranking (2016-2010) 1. Potência e Energia Elétrica ( 10 questões) 2. 1ª Lei de Ohm (8 questões) 3. Ondas: definição (T, f, λ) (6 questões) 4. Fisiologia do som (altura,

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA Professor: Vilson Mendes Lista de exercícios de Física I Lista 9 Força magnética ENSINO MÉDIO NOTA: Aluno (a): Data SÉRIE/TURMA 3ª 1. Nos casos indicados a seguir, cada

Leia mais

Exemplo. T 1 2g = -2a T 2 g = a. τ = I.α. T 1 T 2 g = - 3a a g = - 3a 4a = g a = g/4. τ = (T 1 T 2 )R. T 1 T 2 = Ma/2 T 1 T 2 = a.

Exemplo. T 1 2g = -2a T 2 g = a. τ = I.α. T 1 T 2 g = - 3a a g = - 3a 4a = g a = g/4. τ = (T 1 T 2 )R. T 1 T 2 = Ma/2 T 1 T 2 = a. Exercícios Petrobras 2008 eng. de petróleo Dois corpos de massa m 1 = 2 kg e m 2 = 1 kg estão fixados às pontas de uma corda com massa e elasticidade desprezíveis, a qual passa por uma polia presa ao

Leia mais

FÍSICA. Instrução: As questões 01 a 03 estão relacionadas ao enunciado abaixo.

FÍSICA. Instrução: As questões 01 a 03 estão relacionadas ao enunciado abaixo. FÍSICA Instrução: As questões 1 a 3 estão relacionadas ao enunciado abaixo. O tempo de reação t R de um condutor de um automóvel é definido como o intervalo de tempo decorrido entre o instante em que o

Leia mais

Solução Comentada da Prova de Física

Solução Comentada da Prova de Física Solução Comentada da Prova de Física 01. Uma partícula parte do repouso, no instante t = 0, na direção positiva do eixo x. O gráfico da aceleração da partícula ao longo eixo x, em função do tempo, é mostrado

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 32 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA REVISÃO

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 32 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA REVISÃO FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 32 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA REVISÃO Fixação - 1) Em cada caso mostrado abaixo, determine a força magnética (direção e sentido) que atua na carga elétrica q, lançada com velocidade

Leia mais

PROVA DE FISICA. a) Kg. m/s 2 e N.m b) Kg. m/s 2 e kgf c) Kgf e kcal d) Kg. m 2 /s 2 e J e) N e Kg. m/s 2

PROVA DE FISICA. a) Kg. m/s 2 e N.m b) Kg. m/s 2 e kgf c) Kgf e kcal d) Kg. m 2 /s 2 e J e) N e Kg. m/s 2 1 PROVA DE FISICA 1. Duas grandezas da física consideradas de importância fundamental para a compreensão dos fenômenos naturais são: força e energia. As suas unidades, no sistema internacional, são respectivamente

Leia mais

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO TREINO PARA A PROVA DE FÍSICA F.3 PROF. Peixinho 3 o Ano E.M. 2 o Bimestre-2010

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO TREINO PARA A PROVA DE FÍSICA F.3 PROF. Peixinho 3 o Ano E.M. 2 o Bimestre-2010 EXERCÍCIOS PARA ESTUDO 1. (Fuvest) O circuito a seguir mostra uma bateria de 6V e resistência interna desprezível, alimentando quatro resistências, em paralelo duas a duas. Cada uma das resistências vale

Leia mais

Respostas Caderno de Exercícios 4

Respostas Caderno de Exercícios 4 4 Unidade 9 Eletrodinâmica Parte II capítulo 1 Associação de dispositivos elétricos em circuitos residenciais. D 3. C 4. A 5. D 6. A 7. A 8. D 9. C 10. D 11. D 1. a) i total 5 A b) R$ 7,9 14. D 15. B 16.

Leia mais

Cap. 28. Campos Magnéticos. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos 1

Cap. 28. Campos Magnéticos. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos 1 Cap. 28 Campos Magnéticos Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Campos Magnéticos 1 Campos Magnéticos - Há mais de 2500 anos eram encontrados fragmentos de ferro imantados nas proximidades

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME ++ + ++++++++ + + + + + +++ - - - - - - - - - - - - - - - - - - - + + + + + A F B E - - - - - V A V B d P 2 { 1,0 cm + 10 cm P 1 { 1,0

Leia mais

LISTA ELETROSTÁTICA. Prof: Werlley toledo

LISTA ELETROSTÁTICA. Prof: Werlley toledo LISTA ELETROSTÁTICA Prof: Werlley toledo 01 - (UEPG PR) Uma pequena esfera com carga q é colocada em uma região do espaço onde há um campo elétrico. Sobre esse evento físico, assinale o que for correto.

Leia mais

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética INDUÇÃO MAGNÉTIA Prof. ergio Turano de ouza Lei de Faraday Força eletromotriz Lei de Lenz Origem da força magnética e a conservação de energia.. 1 Uma corrente produz campo magnético Um campo magnético

Leia mais

Tipos de forças fundamentais na Natureza

Tipos de forças fundamentais na Natureza Tipos de Forças Tipos de forças fundamentais na Natureza Existem quatro tipos de interações/forças fundamentais na Natureza que atuam entre partículas a uma certa distância umas das outras: Gravitacional

Leia mais

= 36 = (m/s) = 10m/s. 2) Sendo o movimento uniformemente variado, vem: V = V 0 0 = 10 4,0. T T = 2,5s

= 36 = (m/s) = 10m/s. 2) Sendo o movimento uniformemente variado, vem: V = V 0 0 = 10 4,0. T T = 2,5s 11 FÍSICA Um veículo está rodando à velocidade de 36 km/h numa estrada reta e horizontal, quando o motorista aciona o freio. Supondo que a velocidade do veículo se reduz uniformemente à razão de 4 m/s

Leia mais

RESOLUÇÕES DA PROVA DE FÍSICA UFC PROFESSOR Célio Normando

RESOLUÇÕES DA PROVA DE FÍSICA UFC PROFESSOR Célio Normando PROFESSOR Célio Normando Ari Duque de Caxias Ari Washington Soares Ari Aldeota Da 5ª Série ao Pré-Vestibular Sede Hildete de Sá Cavalcante (da Educação Infantil ao Pré-Vestibular) Rua Monsenhor Catão,

Leia mais

Força. Aceleração (sai ou volta para o repouso) Força. Vetor. Aumenta ou diminui a velocidade; Muda de direção. Acelerar 1kg de massa a 1m/s 2 (N)

Força. Aceleração (sai ou volta para o repouso) Força. Vetor. Aumenta ou diminui a velocidade; Muda de direção. Acelerar 1kg de massa a 1m/s 2 (N) Força Empurrão ou puxão; Força é algo que acelera ou deforma alguma coisa; A força exercida por um objeto sobre o outro é correspondida por outra igual em magnitude, mas no sentido oposto, que é exercida

Leia mais

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA FÍSIC - 3 9$/25(6 '( $/*80$6 *5$1'(=$6 )Ë6,&$6 $FHOHUDomR GD JUDYLGDGH J 1 k = = 9,0x10 9 4π 0 N.m 2 C 2 PV 'HQVLGDGH GD ijxd [ NJP &DUJD GR HOpWURQ [ ± & ËQGLFH GH UHIUDomR GD ijxd 01. Uma tábua uniforme

Leia mais

Questão 37. Questão 39. Questão 38. alternativa C. alternativa A

Questão 37. Questão 39. Questão 38. alternativa C. alternativa A Questão 37 Segundo a lei da gravitação de Newton, o módulo F da força gravitacional exercida por uma partícula de massa m 1 sobre outra de massa m,àdistânciad da primeira, é dada por F = G mm 1, d onde

Leia mais

Lista de Exercícios Magnetismo/Fio

Lista de Exercícios Magnetismo/Fio 1. (Pucsp) Na experiência de Oersted, o fio de um circuito passa sobre a agulha de uma bússola. Com a chave C aberta, a agulha alinha-se como mostra a figura 1. Fechando-se a chave C, a agulha da bússola

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE FÍSICA 3 a SÉRIE. Lembrete. Assuntos a serem estudados. O que fazer

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE FÍSICA 3 a SÉRIE. Lembrete. Assuntos a serem estudados. O que fazer ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE FÍSICA 3 a SÉRIE Nome: Nº Série: 3º EM Data: / /2015Professores Gladstone e Gromov Lembrete - Esta é mais uma oportunidade para você recuperar suas notas e aprender o necessário

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 15 ELETROSTÁTICA REVISÃO GERAL PARTE 2

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 15 ELETROSTÁTICA REVISÃO GERAL PARTE 2 FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 15 ELETROSTÁTICA REVISÃO GERAL PARTE 2 Fixação 1) A figura abaixo representa as linhas de força e as equipotenciais (tracejadas) de campo elétrico uniforme. 5 cm 5 cm 5 cm 70 V

Leia mais

Nas questões de Física, quando necessário, use aceleração da gravidade: g = 10 m/s 2

Nas questões de Física, quando necessário, use aceleração da gravidade: g = 10 m/s 2 EA CFOAV/CFOINT/CFOINF 06 PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA LÍNGUA INGLESA FÍSICA REDAÇÃO VERSÃO A Nas questões de Física, quando necessário, use aceleração da gravidade: g = 0 m/s densidade da água:

Leia mais

FÍSICA - TIPO C. v(m/s) t(s) Dados:

FÍSICA - TIPO C. v(m/s) t(s) Dados: Dados: FÍSICA - Aceleração da gravidade: 10 m/s 2 sen(37 o ) = 0,60; cos(37 o ) = 0,80 sen(60 o ) = 0,86; cos(60 o ) = 0,50 1. Uma partícula se move ao longo do eixo x. A figura mostra o gráfico da velocidade

Leia mais

FÍSICA - TIPO A. Dados:

FÍSICA - TIPO A. Dados: Dados: FÍSICA - Aceleração da gravidade: 10 m/s 2 sen(37 o ) = 0,60; cos(37 o ) = 0,80 sen(60 o ) = 0,86; cos(60 o ) = 0,50 1. Um fio cilíndrico é percorrido por uma corrente constante de 20 ma, onde 1

Leia mais

UDESC 2015/2 FÍSICA. Comentário

UDESC 2015/2 FÍSICA. Comentário FÍSICA I. Incorreta. Com o aumento da distância a força aplicada é menor para produzir o mesmo torque. II. Incorreta. Joule é a unidade específica para energia. III. Correta. IV. Incorreta. Se a força

Leia mais

Microfone e altifalante. Conversão de um sinal sonoro num sinal elétrico. sinal elétrico num sinal sonoro.

Microfone e altifalante. Conversão de um sinal sonoro num sinal elétrico. sinal elétrico num sinal sonoro. Microfone e altifalante Conversão de um sinal sonoro num sinal elétrico. Conversão de um sinal elétrico num sinal sonoro. 1 O funcionamento dos microfones e dos altifalantes baseia-se na: - acústica; -

Leia mais

SISTEMA DE UNIDADES A ESTRUTURA DO SISTEMA INTERNACIONAL

SISTEMA DE UNIDADES A ESTRUTURA DO SISTEMA INTERNACIONAL SISTEMA DE UNIDADES INTRODUÇÃO: Um sistema de unidades é caracterizado por um conjunto de unidades e regras que as definam. O sistema internacional de unidades (S.I) possui sete unidades de base e, todas

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD PISM III- TRIÊNIO PROVA DE FÍSICA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD PISM III- TRIÊNIO PROVA DE FÍSICA PISM III- TRIÊNIO 008-00 Na solução da prova, use quando necessário: Aceleração da gravidade g = 0 m / s 8 ;Velocidade da luz no vácuo c = 3,0 0 m/s Permeabilidade magnética do vácuo = 7 µ T m A 0 4π 0

Leia mais

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA VESTIBUAR UFPE UFRPE / 1999 2ª ETAPA NOME DO AUNO: ESCOA: SÉRIE: TURMA: FÍSICA 3 VAORES DE AGUMAS GRANDEZAS FÍSICAS Aceleração da gravidade: 1 m/s 2 Calor específico da água: 1, cal/g ºC Calor latente

Leia mais