Escassez: problema econômico central de QUALQUER sociedade

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escassez: problema econômico central de QUALQUER sociedade"

Transcrição

1 RESUMINDO: Escassez: problema econômico central de QUALQUER sociedade Necessidades humanas ilimitadas X Recursos produtivos escassos escassez escolha o que e quanto produzir como produzir para quem produzir

2 A ESCASSEZ Escassez envolve não somente aquilo que existe em pouca quantidade disponível, mas sim, pessoas desejando muito mais do que pode ser satisfeito com os recursos disponíveis (não confundir com pobreza, pois até os ricos desejam mais). Assim como uma família não pode dar a seus membros tudo o que estes desejam, a sociedade não pode dar a cada pessoa o padrão de vida mais alto ao qual ela aspira.

3 Escolha: As pessoas são obrigadas a fazer escolhas, quando existe escassez, pois devem escolher qual o uso que será realizado e qual não será realizado.

4 Isso quer dizer que vivemos sempre em situação de escolha?

5 Exatamente, a todo momento estamos fazendo escolhas, para que consigamos alguma coisa temos que abrir mão de outra.

6 A essa situação de escolha damos o nome de TRADEOFF TRADEOFF : Expressão que define uma situação em que há conflito de escolha. Ele se caracteriza em uma ação econômica que visa a resolução de problema, mas acarreta outro, obrigando a uma escolha. Ocorre quando se abre mão de um bem ou serviço distinto para obter outro bem ou serviço distinto.

7 Para obter uma coisa que desejamos, em geral temos de abrir mão de outra coisa da qual gostamos. Tomar decisões exige comparar um objetivo com outro. Ex. um casal decidindo como gastar a renda da família. Podem comprar comida, roupa ou gastar nas férias. Ou podem poupar parte dessa renda para a aposentadoria ou para pagar os estudos dos filhos.

8 Quando eles escolhem gastar um real em algum desses itens, eles ficam com um real a menos para as outras despesas, se queremos estudar 1 hora de um assunto, temos que abrir mão dessa 1 hora fazendo outra coisa.

9 Se queremos casar, temos que abrir mão de estar solteiro. Se queremos emagrecer, temos que abrir mão de fast food. Ou pense que quanto mais for gasto em defesa nacional para proteger os país de agressores externos, menos se pode gastar com bens pessoais para aumentar o padrão de vida.

10 Também é importante na sociedade moderna opção entre um meio ambiente despoluído e um alto nível de renda. Leis que exigem que as empresas reduzam a poluição aumentam o custo de produção de bens e serviços. Em função dos custos mais altos essas empresas auferem lucros menores, pagam salários mais baixos, cobram preços mais altos ou alguma combinação de todas essas coisas.

11 Ex. Protocolo de Quioto O Protocolo de Quioto é um instrumento internacional, ratificado em 15 de março de 1998, com compromissos mais rígidos para a redução da emissão dos gases que agravam o efeito estufa, considerados, de acordo com a maioria das investigações científicas, como causa antropogênica (humana) do aquecimento global. Os Estados Unidos negaram-se a ratificar o Protocolo de Quioto, de acordo com a alegação do ex-presidente George W. Bush de que os compromissos acarretados por tal protocolo interfeririam negativamente na economia norteamericana.

12 Dessa constante situação de escolha nasce um conceito muito importante em economia: O CUSTO DE OPORTUNIDADE Qualquer coisa de que se tenha de abrir mão para obter algum item, ou seja sempre que optamos por alguma coisa abrimos mão de outra.

13 CUSTO DE OPORTUNIDADE (CO) Expressa a capacidade máxima de produção da sociedade, onde se decide que o uso de um bem escasso será de uma forma, desistindo de usa-lo de outra forma, definindo então qual será o melhor uso alternativo. O CO é definido como o valor do melhor uso alternativo desconsiderado (se as pessoas não tivessem feito a escolha que fizeram, teriam escolhido a próxima melhor alternativa).

14 Como todos nós enfrentamos tradeoffs, a tomada de decisão exige comparar os custos e benefícios de possibilidades alternativas de ação. O custo de oportunidade de um item é aquilo de que se abre mão para obter aquele item. Ao tomar qualquer decisão, os que tomam decisões devem estar atentos aos custos de oportunidade que acompanham cada opção possível

15 Por exemplo: Usar o 13º salário para uma viagem de lazer, ou para pagar as contas atrasadas? Usar o dinheiro guardado para comprar uma nova TV, ou um computador? Aplicar o que sobrou do salário na poupança, ou numa previdência privada?

16 Resumindo: O custo de oportunidade de uma coisa adquirida é igual ao valor que você desistiu para obtê-la.

17 ÁREAS DA TEORIA ECONÔMICA MICROECONOMIA MACROECONOMIA

18 MICROECONOMIA Um ramo da economia voltado ao estudo do: Comportamento das unidades de consumo (famílias e/ou indivíduos). Das empresas, suas respectivas produções e custos. Da produção e preços dos diversos bens e serviços e fatores de produção.

19 Representa uma visão microscópica dos fenômenos econômicos. Ou seja, a microeconomia estuda a interação entre as empresas e consumidores e a maneira pela qual a produção e o preço são determinados em mercados específicos.

20 MACROECONOMIA A macroeconomia estuda o comportamento dos grandes agregados, tais como PIB, renda, nível geral de preços, taxa de juros, taxa de câmbio, emprego/desemprego, balanço de pagamentos, moeda, etc. Ao estudar esses agregados, a macroeconomia deixa para um segundo plano o comportamento das unidades e constituições individuais e dos mercados específicos, que são estudados pela microeconomia. A abordagem macroeconômica estuda o comportamento da economia como um todo.

21 Agente econômicos São aqueles que através de suas ações e decisões vão interferir ou influenciar na economia. São eles: Famílias: consumem os bens e serviços; Empresas: produzem bens e serviços; Governo: tributam das famílias e das empresas e também adquirem bens e serviços; Setor externo: países que demandam nossos bens e serviços (exportação) e que ofertam produtos e serviços (importação)

22 Principais Fatores de Produção Os fatores de produção são classificas em 3 categorias: Recursos naturais (terra - áreas cultiváveis, reservas naturais) somente os elementos da natureza suscetíveis de serem incorporados às atividades econômicas. Recursos humanos (trabalho faculdades físicas e intelectuais ) é considerado como fator de produção, a população economicamente ativa (PEA) da sociedade.

23 Capital: Este é o fator de produção que mais qualifica ou melhora o resultado do bem final. Diferente do uso comum para a palavra capital (utilizada como quantia de dinheiro), quando se fala no fator de produção Capital estamos falando do conjunto de estruturas que a sociedade dispõem para a produção de fato. Máquinas, prédios e equipamentos podem ser considerados capital.

24 Fatores de Produção Para a produção é necessário uma combinação desses três elementos. TERRA TRABALHO PRODUÇÃO Bens e serviços CAPITAL

25 Fatores de Produção TERRA TRABALHO PROPRIETÁRIO Pessoas e famílias CAPITAL As famílias são proprietárias dos fatores de produção.

26 FLUXO REAL DA ECONOMIA FATORES DE PRODUÇÃO Proprietários (famílias) Empresas BENS E SERVIÇOS As famílias fornecem os fatores de produção às unidades de produção (empresas), as empresas a partir da combinação dos fatores de produção, produzem bens e serviços e os fornecem às famílias. Criando o chamado FLUXO REAL DA ECONOMIA.

27 FLUXO MONETÁRIO Renda Proprietários (famílias) Empresas Pagamento pelos produtos e serviços O fluxo real da economia só se torna possível porque as empresas pagam por esses fatores de produção às famílias, que empregam esses valores para pagar pelos produtos e serviços oferecidos pelas empresas. Desse modo, paralelamente ao fluxo real temos um FLUXO MONETÁRIO da economia.

28 FLUXO CIRCULAR DA RENDA Mercado de fatores de produção Fatores de produção Lucro Proprietários (famílias) Pagamento Mercado de Bens e serviços Empresas Bens e serviços A combinação do FLUXO REAL e do MONETÁRIO cria o FLUXO CIRCULAR DA RENDA. As famílias vendem para as empresas seus fatores de produção, e são remunerados pelas empresas. Consomem os bens e serviços das empresas e pagam por eles.

29 FLUXO CIRCULAR DA RENDA Mercado de fatores de produção Fatores de produção Lucro Empresas Proprietários (famílias) Pagamento Bens e serviços Mercado de Bens e serviços Em cada um dos mercados atuam conjuntamente as forças da oferta e da demanda, determinando o preço. Assim, o mercado de bens e serviços formam os preços de bens e serviços, enquanto no mercado de fatores de produção são determinados os preços dos fatores de produção ( salários, juros, aluguéis, lucros etc.)

30 FLUXO CIRCULAR Proprietários (famílias) Empresas

31 FLUXO CIRCULAR DA RENDA Fatores de produção Proprietários (famílias) FLUXO BÁSICO Lucro Pagamento Empresas Bens e serviços Se estabelece entre famílias e empresas

32 FLUXO CIRCULAR DA RENDA FLUXO COMPLETO FLUXO BÁSICO + GOVERNO + EXTERNO De forma mais abrangente o fluxo completo inclui o fluxo básico (entre famílias e empresas), o governo (efeito dos impostos e dos gastos públicos) e o setor externo (as transações com o resto do mundo).

Tradicionalmente, classificam se os sistemas econômicos em:

Tradicionalmente, classificam se os sistemas econômicos em: Módulo 3 O Sistema Econômico 3.1. O que vem a ser um sistema econômico? Sabe se que a economia de cada país funciona de maneira distinta, no entanto podemos dizer que, em linhas gerais, a maior parte dos

Leia mais

Introdução. à Macroeconomia. Mensuração do PIB

Introdução. à Macroeconomia. Mensuração do PIB Introdução à Macroeconomia Mensuração do PIB Microeconomia vs. Macroeconomia Microeconomia: O estudo de como famílias e empresas tomam decisões e de como interagem nos mercados. Macroeconomia: O estudo

Leia mais

Introdução à Economia

Introdução à Economia CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL ECONOMIA AMBIENTAL Introdução à Economia Prof. Augusto Santana 28/11/2012 CONCEITOS BÁSICOS Conceito de Economia Economia é a ciência social que estuda como o indivíduo e

Leia mais

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Sistemas Econômicos 2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Um sistema econômico pode ser definido como a forma na qual uma sociedade está organizada em termos políticos, econômicos e sociais para desenvolver as atividades

Leia mais

INSS Economia Conceitos Básicos Fabio Lobo

INSS Economia Conceitos Básicos Fabio Lobo INSS Economia Conceitos Básicos Fabio Lobo 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Economia Conceitos Básicos CONCEITOS BÁSICOS Etimologicamente, a palavra economia

Leia mais

Introdução à Economia. - Modelos Econômicos - Ganhos de Comércio

Introdução à Economia. - Modelos Econômicos - Ganhos de Comércio Introdução à Economia - Modelos Econômicos - Ganhos de Comércio O que é Economia? Definição: Economia é uma ciência social que estuda como a sociedade administra seus recursos escassos. Por que é uma ciência

Leia mais

Mercado Financeiro e de Capitais

Mercado Financeiro e de Capitais Mercado Financeiro e de Capitais Professor conteudista: Roberto Cruz Sumário Mercado Financeiro e de Capitais Unidade I 1 MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS...1 1.1 Conceitos básicos do mercado financeiro...1

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE CAA NÚCLEO DE TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL AULA 01 INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES Prof. Leonardo Herszon Meira, DSc DEFINIÇÕES

Leia mais

PRO 2208 Introdução à Economia

PRO 2208 Introdução à Economia PRO 2208 Introdução à Economia Introdução Prof. Regina Meyer Branski Slides cedidos pelo Professor David Nakano 2015 Objetivos Apresentar Princípios básicos de Economia Alguns Modelos Econômicos Princípios

Leia mais

Macroeconomia para executivos de MKT. Lista de questões de múltipla escolha

Macroeconomia para executivos de MKT. Lista de questões de múltipla escolha Macroeconomia para executivos de MKT Lista de questões de múltipla escolha CAP. 3. Ambiente Externo, Cenário Macroeconômico e Mensuração da Atividade Econômica 5.1) A diferença entre Produto Nacional Bruto

Leia mais

Introdução à Economia

Introdução à Economia Introdução à 1.1 Introdução Diariamente, nos deparamos com informações sobre economia nos jornais e noticiários na TV. Com a intensificação das relações econômicas internacionais, determinados fatos e

Leia mais

RI Análise Macroeconômica

RI Análise Macroeconômica Federal University of Roraima, Brazil From the SelectedWorks of Elói Martins Senhoras 2010 RI 406 - Análise Eloi Martins Senhoras Available at: http://works.bepress.com/eloi/168/ Slides das Aulas eloi@dri.ufrr.br

Leia mais

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Macroeconomia Fundamentos 1. O Mercado e o Estado Francisco Lima 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Plano As sociedades d e a actividade id d económica: produzir

Leia mais

AULA 27 02/06/2010 CAP. 33 MANKIW DEMANDA AGREGADA E OFERTA AGREGADA. Três fatos chaves sobre flutuações econômicas

AULA 27 02/06/2010 CAP. 33 MANKIW DEMANDA AGREGADA E OFERTA AGREGADA. Três fatos chaves sobre flutuações econômicas AULA 27 02/06/2010 CAP. 33 MANKIW DEMANDA AGREGADA E OFERTA AGREGADA. Três fatos chaves sobre flutuações econômicas 1- Flutuações econômicas são Irregulares e Imprevisíveis São chamadas de ciclo de negócios.

Leia mais

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Macroeconomia. Fundamentos 1. O Mercado e o Estado. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Macroeconomia Fundamentos 1. O Mercado e o Estado Francisco Lima 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Plano As sociedades d e a actividade id d económica: produzir

Leia mais

APOSTILA DE MACROECONOMIA Cap. 1

APOSTILA DE MACROECONOMIA Cap. 1 1 APOSTILA DE MACROECONOMIA Cap. 1 PROF. Ms. Fábio José Esguícero MACROECONOMIA: Ramo da economia que estuda os grandes agregados da economia como PIB, inflação, renda, emprego, consumo, crescimento econômico,

Leia mais

PENSANDO COMO UM ECONOMISTA

PENSANDO COMO UM ECONOMISTA PENSANDO COMO UM ECONOMISTA à Economia Mankiw, N.G. Capítulo 2 Pensando como um Economista Cada campo de estudo tem sua própria linguagem... Matemáticos integrais, axiomas, espaços vetoriais etc. Psicólogos

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA. Professor:César Augusto Moreira Bergo Data: Maio 2011

CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA. Professor:César Augusto Moreira Bergo Data: Maio 2011 CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA Professor:César Augusto Moreira Bergo Data: Maio 2011 Conceito de Economia: Ciência que estuda as formas de comportamento humano resultantes da relação existente entre as

Leia mais

Renda Nacional. Copyright 2004 South-Western

Renda Nacional. Copyright 2004 South-Western Renda Nacional 15 Microeconomia Renda Nacional Microeconomia é estudo da decisão individual de consumidores e firmas e da interação entre eles no mercado. Macroeconomia Macroeconomia é o estudo da economia

Leia mais

QUANTIFICANDO A RENDA NACIONAL

QUANTIFICANDO A RENDA NACIONAL LEITURA OBRIGATÓRIA CAPÍTULO 22 QUANTIFICANDO A RENDA NACIONAL Mankiw, N. Gregory Introdução à Economia: princípios de micro e macroeconomia, 2ª Edição. Rio de Janeiro, Editora Campus Ltda, 2001 CAPÍTULO

Leia mais

Introdução à. Macroeconomia

Introdução à. Macroeconomia Introdução à Prof. Fabini Hoelz Bargas Alvarez IBMEC-RJ / UCP O que é? É o estudo da economia como um todo, pois analisa a economia através de suas variáveis fortemente agregadas. Abrange o comportamento

Leia mais

INTRODUÇÃO A ECONOMIA AULA 1

INTRODUÇÃO A ECONOMIA AULA 1 INTRODUÇÃO A ECONOMIA espartanos.economia@gmail.com AULA 1 Apresentação elaborada por: Roberto Name Ribeiro/ Francisco Carlos B. dos Santos Adaptado por: Andréa de Souza, MS.c 1 A concepção A economia

Leia mais

Professora conteudista: Anna Luisa Barbosa Dias Carvalho. Revisor: José Carlos Frota

Professora conteudista: Anna Luisa Barbosa Dias Carvalho. Revisor: José Carlos Frota Economia e Mercado Professora conteudista: Anna Luisa Barbosa Dias Carvalho Revisor: José Carlos Frota Sumário Economia e Mercado Unidade I 1 QUESTÕES BÁSICAS DA ECONOMIA...1 1.1 Conceito de economia...1

Leia mais

ECONOMIA E MERCADO MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS PGCF PROF. JOÃO EVANGELISTA DIAS MONTEIRO

ECONOMIA E MERCADO MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS PGCF PROF. JOÃO EVANGELISTA DIAS MONTEIRO ECONOMIA E MERCADO MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS PGCF PROF. JOÃO EVANGELISTA DIAS MONTEIRO 1 OBJETIVOS DA AULA 3 Dinâmica dos Mercados em Macroeconomia Contas Nacionais - Quantificando o Desempenho da

Leia mais

Unidade III ECONOMIA E MERCADO. Prof. Rodrigo Marchesin

Unidade III ECONOMIA E MERCADO. Prof. Rodrigo Marchesin Unidade III ECONOMIA E MERCADO Prof. Rodrigo Marchesin Introdução Macroeconomia: Grandes questões econômicas; Comportamento global do sistema; Análise dos grandes agregados econômicos. Estrutura básica

Leia mais

FUNDAMENTOS DA ECONOMIA. Renda Nacional e Bem-estar Econômico. Prof. Msc. Roberto Otuzi de Oliveira. Microeconomia

FUNDAMENTOS DA ECONOMIA. Renda Nacional e Bem-estar Econômico. Prof. Msc. Roberto Otuzi de Oliveira. Microeconomia 1 FUNDAMENTOS DA ECONOMIA Prof. Msc. Roberto Otuzi de Oliveira Renda Nacional e Bem-estar Econômico Microeconomia A Microeconomia é o estudo de como as famílias e firmas tomam decisões e interagem nos

Leia mais

DEZ PRINCÍPIOS DA ECONOMIA

DEZ PRINCÍPIOS DA ECONOMIA 1 INTRODUÇÃO DEZ PRINCÍPIOS DA ECONOMIA Economia A palavra economia vem do grego aquele que cuida da casa : oposição à política. Chamaremos aquele que cuida da casa de indivíduo ou família. Dez Princípios

Leia mais

MANUAL DE INTRODUÇÃO À ECONOMIA

MANUAL DE INTRODUÇÃO À ECONOMIA JEFFERSON MARIANO MANUAL DE INTRODUÇÃO À ECONOMIA Adaptado à realidade socioeconômica brasileira Rio de Janeiro, 2017 Sumário Introdução... 1 Capítulo 1: Definição: O que se estuda na disciplina... 3 Os

Leia mais

UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia MACROECONOMIA II. Ficha de Exercícios 1 Revisão de Conceitos

UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia MACROECONOMIA II. Ficha de Exercícios 1 Revisão de Conceitos UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia MACROECONOMIA II Ficha de Exercícios 1 Revisão de Conceitos 1. Considere uma família que decide vender a casa onde vivia há 2 anos. Na venda, a

Leia mais

Microeconomia. Bibliografia. Motivação. Arilton Teixeira Mankiw, capítulos 1 e 2. Pindyck e Rubinfeld, capítulo 1.

Microeconomia. Bibliografia. Motivação. Arilton Teixeira Mankiw, capítulos 1 e 2. Pindyck e Rubinfeld, capítulo 1. Microeconomia Arilton Teixeira arilton@fucape.br 2012 1 Bibliografia Mankiw, capítulos 1 e 2. Pindyck e Rubinfeld, capítulo 1. 2 Motivação Como os recursos são alocados nas diversas atividades desenvolvidas

Leia mais

ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL

ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL OBJETIVO GERAL Apresentar o universo de estudo de economia como uma ciências social aplicada e do estudo das relações humanas, bem como suas particularidades, pontos fortes

Leia mais

EAE0111 Fundamentos de Macroeconomia. Lista 1. Prof: Danilo Igliori

EAE0111 Fundamentos de Macroeconomia. Lista 1. Prof: Danilo Igliori EAE0111 Fundamentos de Macroeconomia Lista 1 Prof: Danilo Igliori Questão 1 Qual das seguintes manchetes de jornal é mais estreitamente relacionado com o que microeconomistas estudam (e menos relacionado

Leia mais

DOS MAIORES DE 23 ANOS NOME:

DOS MAIORES DE 23 ANOS NOME: Notas: Apresente o seu documento de identificação. Coloque o nome em todas as folhas. Leia atentamente cada questão antes de iniciar a sua resposta. Grupo 1 [10 VALORES] Relativamente a cada questão, assinale

Leia mais

Variáveis Macroeconômicas nas Economia Aberta. 30. Teoria Macroeconômica das Economia Abertas. Mercado de Fundos. Mercado de Fundos.

Variáveis Macroeconômicas nas Economia Aberta. 30. Teoria Macroeconômica das Economia Abertas. Mercado de Fundos. Mercado de Fundos. 30. Teoria Macroeconômica das Economia Abertas Variáveis Macroeconômicas nas Economia Aberta As mais importantes variáveis macroeconômicas em uma economia aberta são: poupança nacional, investimento doméstico,

Leia mais

ECONOMIA Como as pessoas tomam decisões

ECONOMIA Como as pessoas tomam decisões INICIANDO A CONVERSA SOBRE ECONOMIA 1. As pessoas enfrentam tradeoffs. 2. O custo de alguma coisa é aquilo de que você desiste para obtê-la. CUSTO DE OPORTUNIDADE 3. As pessoas racionais pensam na margem.

Leia mais

12 Flutuações de Curto Prazo

12 Flutuações de Curto Prazo 12 Flutuações de Curto Prazo Flutuações Econômicas de Curto Prazo A atividade econômica flutua de ano para ano. Em quase todos os anos, a produção aumenta. Nem toda flutuação é causada por variação da

Leia mais

A renda nacional: produção, distribuição e alocação

A renda nacional: produção, distribuição e alocação A renda nacional: produção, distribuição e alocação Queremos entender as relações entre diferentes variáveis e prever os resultados de diferentes políticas econômicas Qual o volume de produção de uma empresa?

Leia mais

Curso de Extensão: Noções de Macroeconomia para RI (PIB)

Curso de Extensão: Noções de Macroeconomia para RI (PIB) Federal University of Roraima, Brazil From the SelectedWorks of Elói Martins Senhoras Winter January 1, 2008 Curso de Extensão: Noções de Macroeconomia para RI (PIB) Eloi Martins Senhoras Available at:

Leia mais

Sistema Financeiro. Copyright 2004 South-Western

Sistema Financeiro. Copyright 2004 South-Western Sistema Financeiro 18 Sistema Financeiro O sistema financeiro é o grupo de instituições da economia que faz a intermediação entre poupança de quem guarda recursos e o investimento de quem precisa de recursos.

Leia mais

Macroeconomia. Contas Nacionais IMPORTANTE

Macroeconomia. Contas Nacionais IMPORTANTE Definição Macroeconomia Prof.: César de Oliveira Frade Contas Nacionais O sistema de contas nacionais é um método de apurar o volume produzido por um país em um determinado período de tempo. Entende-se

Leia mais

Economia? Conceito. Objeto QUESTÃO CENTRAL. Análise Microeconômica I Assuntos Preliminares RACIONALIDADE ECONÔMICA. Econ.

Economia? Conceito. Objeto QUESTÃO CENTRAL. Análise Microeconômica I Assuntos Preliminares RACIONALIDADE ECONÔMICA. Econ. Economia? Análise Microeconômica I Econ. Edilson Aguiais Material Disponível em: www.puc.aguiais.com.br microeconomia ou teoria de formação de preços: exame da formação de preços em mercados específicos.

Leia mais

Macroeconomia. 5. O Mercado de Bens e Serviços. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Macroeconomia. 5. O Mercado de Bens e Serviços. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Macroeconomia 5. O Mercado de Bens e Serviços Francisco Lima 2º ano 1º semestre 2012/2013 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Oferta Agregada Nível de preços e custos Produto potencial Capital,

Leia mais

3) Como pode ser as leis econômicas quanto a sua concepção e sua natureza?

3) Como pode ser as leis econômicas quanto a sua concepção e sua natureza? TÓPICOS DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS (EXECÍCIOS DA UNIDADE 1) (PROFª. GLAUCEMIR BARROS) (UNIFOR) 1) O que é economia? Resposta A Economia é uma ciência social, devido estuda como a sociedade está organizada

Leia mais

Macroeconomia. Revisão de Pressupostos e Definição de Macroeconomia

Macroeconomia. Revisão de Pressupostos e Definição de Macroeconomia Macroeconomia Revisão de Pressupostos e Definição de Macroeconomia 10 PRINCÍPIOS DE ECONOMIA Primeiro Princípio da Economia As pessoas enfrentam os tradeoffs Trade-off ou tradeoff é uma expressão que define

Leia mais

Curso DSc Microeconomia Bacen - Básico 2015

Curso DSc Microeconomia Bacen - Básico 2015 Curso DSc Microeconomia Bacen - Básico 2015 Preliminares Prof. Antonio Carlos Assumpção Segundo Ludwig Von Mises (1948): Economia A economia é a ciência da ação humana. Tentamos responder as seguintes

Leia mais

LES 101 INTRODUÇÃO À ECONOMIA Fundamentos de Macroeconomia Prof. Carlos José Caetano Bacha

LES 101 INTRODUÇÃO À ECONOMIA Fundamentos de Macroeconomia Prof. Carlos José Caetano Bacha UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA LES 0 INTRODUÇÃO À ECONOMIA Fundamentos de Macroeconomia Prof. Carlos José

Leia mais

Tradução da 6a. edição norte-americana

Tradução da 6a. edição norte-americana N. Gregory Mankiw Economia Introdução à Tradução da 6a. edição norte-americana 1 Dez princípios de economia Depois de ler este capítulo, responda às seguintes questões: Que tipos de perguntas a economia

Leia mais

Formação da Renda e Poupança versus Formação do funding

Formação da Renda e Poupança versus Formação do funding Formação da Renda e Poupança versus Formação do funding Fernando Nogueira da Costa Professor do IE-UNICAMP h

Leia mais

IMAGINE UM CONDOMÍNIO...

IMAGINE UM CONDOMÍNIO... IMAGINE UM CONDOMÍNIO... 1 Todos os moradores pagam a taxa de condomínio. O síndico arrecada essa taxa e administra o dinheiro de todos. O resultado esperado é melhoria na qualidade de vida dos moradores,

Leia mais

Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ LES Contabilidade Social. Lista 1

Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ LES Contabilidade Social. Lista 1 Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ LES0200 - Contabilidade Social Lista 1 Entregar as respostas até 14/08/2015 1.) Esquematize como opera o fluxo circular

Leia mais

ECONOMIA 10º ANO. Os agentes económicos. Fluxos reais e fluxos monetários.

ECONOMIA 10º ANO. Os agentes económicos. Fluxos reais e fluxos monetários. ECONOMIA 10º ANO Os agentes económicos. Fluxos reais e fluxos monetários. O circuito económico como representação das relações entre os agentes económicos A atividade económica é todo o esforço desenvolvido

Leia mais

FLUXO CIRCULAR DA RENDA: A INTERAÇÃO ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS

FLUXO CIRCULAR DA RENDA: A INTERAÇÃO ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS FLUXO CIRCULAR DA RENDA: A INTERAÇÃO ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS MERCADO DE BENS E SERVIÇOS O QUE E QUANTO PRODUZIR FAMÍLIAS COMO PRODUZIR PARA QUEM PRODUZIR MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO FLUXO REAL Introdução

Leia mais

Macroeconomia. 5. O Mercado de Bens e Serviços. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Macroeconomia. 5. O Mercado de Bens e Serviços. Francisco Lima. 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Macroeconomia 5. O Mercado de Bens e Serviços Francisco Lima 2º ano 1º semestre 2013/2014 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Modelo Macroeconómico Procura Agregada Políticas macroeconómicas

Leia mais

Flutuações Econômicas no Curto Prazo OA e DA CAPÍTULO 33

Flutuações Econômicas no Curto Prazo OA e DA CAPÍTULO 33 Flutuações Econômicas no Curto Prazo OA e DA CAPÍTULO 33 Segunda Prova Dia 01 de julho (quinta-feira) - 19:00 hs. Dúvidas 01/06 à tarde. Dia 24 e 25 de junho não haverá aula. Prova para os que faltaram

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA TECNOLOGIA DE ALIMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA TECNOLOGIA DE ALIMENTOS Disciplina: Economia e Administração Rural / Economia e Administração na Industria

Leia mais

PRINCÍPIOS DE ECONOMIA

PRINCÍPIOS DE ECONOMIA PRINCÍPIOS DE ECONOMIA OBJETIVO GERAL Apresentar de forma geral os fundamentos e objetivos do estudo de sistemas econômicos, bem como os tópicos a serem abordados durante os cursos de economia do IFMG

Leia mais

2 - Representações do Sistema Econômico

2 - Representações do Sistema Econômico 2 - Representações do Sistema Econômico As Ciências Econômicas procuram elaborar modelos que explicam o comportamento da realidade. O modelo econômico é um conjunto de relações (na forma de equações ou

Leia mais

Aula 05: Economia de longo prazo A economia no longo prazo: produto potencial e produto efetivo.

Aula 05: Economia de longo prazo A economia no longo prazo: produto potencial e produto efetivo. Macroeconomia: 1. Contas nacionais; agregados monetários, criação e destruição de moeda e multiplicador monetário; balanço de pagamentos. 2. Principais modelos macroeconômicos: modelo clássico, modelo

Leia mais

Introdução à Teoria Econômica. Prof. Fabini Hoelz B. Alvarez, MSc

Introdução à Teoria Econômica. Prof. Fabini Hoelz B. Alvarez, MSc Introdução à Teoria Econômica Prof. Fabini Hoelz B. Alvarez, MSc fabini.alvarez@ucpbr Por que estudar Economia? A Economia é o estudo da humanidade em sua vida rotineira. Três principais razões: Alfred

Leia mais

Perguntas a Serem Respondidas. 21. Teoria da Escolha do Consumidor. A Restrição Orçamentária. Oprtunidades do Consumidor

Perguntas a Serem Respondidas. 21. Teoria da Escolha do Consumidor. A Restrição Orçamentária. Oprtunidades do Consumidor 21. Teoria da Escolha do onsumidor Perguntas a Serem Respondidas Todas as curvas de demanda têm inclinação negativa? omo os salários afetam a oferta de mão-deobra? omo as taxasde jurosafetama poupança

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. Faculdade de Ciências e Letras FCLar Araraquara

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. Faculdade de Ciências e Letras FCLar Araraquara UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Faculdade de Ciências e Letras FCLar Araraquara PROJETO DE PESQUISA : em Macroeconomia Aberta da Argentina referente aos anos de 2006-2012 Coordenador:

Leia mais

Conceitos Básicos. Prof. Regis Augusto Ely. Agosto de Revisão Novembro 2012

Conceitos Básicos. Prof. Regis Augusto Ely. Agosto de Revisão Novembro 2012 Conceitos Básicos Prof. Regis Augusto Ely Agosto de 2011 - Revisão Novembro 2012 1 Metodologia da ciência econômica Teoria: conjunto de idéias sobre a realidade (Ex: teoria macroeconômica). componentes

Leia mais

Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2005/2006. LEC 201 Macroeconomia I. A Macroeconomia no Curto Prazo: Modelo Keynesiano Simples

Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2005/2006. LEC 201 Macroeconomia I. A Macroeconomia no Curto Prazo: Modelo Keynesiano Simples Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2005/2006 LEC 201 Macroeconomia I A Macroeconomia no Curto Prazo: Modelo Keynesiano Simples Introdução Introdução No curto prazo, a Macroeconomia preocupa-se

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA

INTRODUÇÃO À ECONOMIA INTRODUÇÃO À ECONOMIA Capítulo I ESCASSEZ A escassez ocorre porque os desejos humanos excedem as quantidades de produção possíveis com período e recursos disponíveis, porém limitados. ESCASSEZ A escassez

Leia mais

Economia. Prof. Me. Wesley V. Borges

Economia. Prof. Me. Wesley V. Borges Economia Prof. Me. Wesley V. Borges ECONOMIA Seja em nosso cotidiano, seja nos jornais, rádio, televisão, internet, deparamo-nos com inúmeras questões econômicas, tais como: Aumento de preços; Períodos

Leia mais

Balanço de pagamentos. Reinaldo Gonçalves

Balanço de pagamentos. Reinaldo Gonçalves Balanço de pagamentos Reinaldo Gonçalves reinaldogoncalves1@gmail.com 1 Sumário 1. BOP: Definição 2. BOP: Estrutura básica 3. BOP: Determinantes de curto prazo 4. BOP: Brasil 5. Posição do investimento

Leia mais

Business Model Canvas. ou Quadro de modelo de negócios

Business Model Canvas. ou Quadro de modelo de negócios Business Model Canvas ou Quadro de modelo de negócios O que é? Por que é importante? É uma ferramenta visual que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio. Resultado de estudos e experimentações

Leia mais

ECONOMIA CONCEITOS BÁSICOS

ECONOMIA CONCEITOS BÁSICOS CONTATO PROF. SERGIO A CENTA. DISCIPLINA; ECONOMIA. MICROECONOMIA. MACRO ECONOMIA. Endereço email prof.centa@gmail.com ECONOMIA CONCEITOS BÁSICOS O primeiro deles é o conceito de economia; segundo Tebechirani,

Leia mais

Contas Nacionais. Professor Gilmar Ferreira Curso de Exercícios de Macroeconomia - ESAF

Contas Nacionais. Professor Gilmar Ferreira Curso de Exercícios de Macroeconomia - ESAF Contas Nacionais 1. (ESAF- AFRF - 2005) Considere as seguintes informações para uma economia hipotética (em unidades monetárias): Investimento bruto total: 700 Depreciação: 30 Déficit do balanço de pagamentos

Leia mais

Economias Aberta e Fechada. 29. Macroeconomia Aberta: Conceitos Básicos. Economia Aberta. O Fluxo de Bens. O Fluxo de Bens.

Economias Aberta e Fechada. 29. Macroeconomia Aberta: Conceitos Básicos. Economia Aberta. O Fluxo de Bens. O Fluxo de Bens. 29. Macroeconomia Aberta: Conceitos Básicos Economias Aberta e Fechada Economia Fechada: Não há comércio com outros países Economia Aberta: Uma economia que comercializa livremente com outros países Economia

Leia mais

Administração e Economia para Engenharia

Administração e Economia para Engenharia Administração e Economia para Engenharia Aula 4.1: Introdução à macroeconomia Aula 4.2: Agentes, estruturas e parâmetros da macroeconomia 1 Seção 4.1 INTRODUÇÃO À MACROECONOMIA 2 Microeconomia Trata Da

Leia mais

Esalq/USP Curso de Ciências Econômicas les Introdução à Economia Custos de Produção

Esalq/USP Curso de Ciências Econômicas les Introdução à Economia Custos de Produção Esalq/USP Curso de Ciências Econômicas les 101 - Introdução à Economia Custos de Produção Os custos de produção Nos capítulos anteriores, usamos a curva de oferta para sumariar as decisões de produção

Leia mais

Fig. 1-1 Procura e oferta agregadas no longo prazo. Produto (Y)

Fig. 1-1 Procura e oferta agregadas no longo prazo. Produto (Y) 1. INTRODUÇÃO 1. A macroeconomia 1.1. Estuda o comportamento da economia como um todo as expansões e as recessões, o produto total da economia em bens e serviços, o crescimento do produto, as taxas de

Leia mais

MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR

MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR INTRODUÇÃO Todo cidadão pode desenvolver habilidades para melhorar sua qualidade de vida e a de seus familiares, a partir de atitudes comportamentais e de conhecimentos básicos

Leia mais

Macroeconomia, FDUNL Exercícios Escolha a resposta correcta de entre as alternativas colocadas.

Macroeconomia, FDUNL Exercícios Escolha a resposta correcta de entre as alternativas colocadas. Macroeconomia, FDUNL Exercícios 18.02.2015 O Que é a Macroeconomia? Escolha a resposta correcta de entre as alternativas colocadas. 1. Qual dos seguintes pontos não é um assunto essencialmente macroeconómico?

Leia mais

Bizú de Noções de Macroeconomia Agente Fiscal de Rendas Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Bizú de Noções de Macroeconomia Agente Fiscal de Rendas Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Bizú de Noções de Macroeconomia Agente Fiscal de Rendas Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Olá, Pessoal! A FCC costumeiramente cobra em prova, por meio de questões, praticamente todos os temas

Leia mais

indivíduoeasociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as

indivíduoeasociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as Economia é a ciência social que estuda como o indivíduoeasociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo adistribuí-los ib entre as várias pessoas

Leia mais

FlutuaçõesEconômicasde Curto Prazo. Flutuações Econômicas de Curto Prazo. Três Fatos Sobre Flutuações. Flutuações PIB real. Flutuações - Investimento

FlutuaçõesEconômicasde Curto Prazo. Flutuações Econômicas de Curto Prazo. Três Fatos Sobre Flutuações. Flutuações PIB real. Flutuações - Investimento 31. e Demanda s FlutuaçõesEconômicasde Curto Prazo Flutuações econômicas ocorrem de ano para ano Na maioria dos anos a produção de bens e serviços aumenta Em alguns anos esse crescimento não acontece,

Leia mais

Oinvestidornovato.com. 1. Comece com planejamento Identifique os seus objetivos Escolha uma boa corretora 8

Oinvestidornovato.com. 1. Comece com planejamento Identifique os seus objetivos Escolha uma boa corretora 8 Índice 1. Comece com planejamento 3 2. Identifique os seus objetivos..6 3. Escolha uma boa corretora 8 4. Saiba onde investir quando tem muitas escolhas 10 5. Estude! Invista em você 12 1. Comece com planejamento

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO

INSTITUTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO Campus PAULISTA Período NOTURNO Disciplina ECONOMIA E NEGÓCIOS Semestre 1º. Professor ALEXANDRE LAS CASAS Sala Prova NP1 Data 10/04/2012 Duração 2h e 30 minutos Conteúdo 08 questões Permanência 30 minutos

Leia mais

Economia. Medindo a renda nacional. Introdução à. N. Gregory Mankiw. Tradução da 6a. edição norte-americana

Economia. Medindo a renda nacional. Introdução à. N. Gregory Mankiw. Tradução da 6a. edição norte-americana N. Gregory Mankiw Introdução à Economia Tradução da 6a. edição norte-americana 23 Medindo a renda nacional 2013 Cengage Learning. All Rights Reserved. May not be copied, scanned, or duplicated, in whole

Leia mais

INSS Economia Macroeconomia Keynesiana Fábio Lobo

INSS Economia Macroeconomia Keynesiana Fábio Lobo INSS Economia Macroeconomia Keynesiana Fábio Lobo 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MACROECONOMIA KEYNESIANA Nesta aula, estudaremos que variáveis determinam

Leia mais

6 PASSOS PARA A PROSPERIDADE FINANCEIRA

6 PASSOS PARA A PROSPERIDADE FINANCEIRA 6 PASSOS PARA A PROSPERIDADE FINANCEIRA PASSO 01 SE PAGAR PRIMEIRO O primeiro passo para começar a criar prosperidade financeira na sua vida é pagar a si mesmo pelo menos 5% de toda sua renda mensal antes

Leia mais

Economia - Programa da Disciplina: Disciplina Economia. Economia Trabalho em Grupo

Economia - Programa da Disciplina: Disciplina Economia. Economia Trabalho em Grupo Economia - Programa da Disciplina: Disciplina Economia Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Engenheiro Agrônomo pela UFSCar em 1998, Mestre em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da UNICAMP

Leia mais

O Significado da Moeda. 27. Sistema Monetário. As Três Funções da Moeda. Liquidez. Dois Tipos de Moeda. Moeda na Economia

O Significado da Moeda. 27. Sistema Monetário. As Três Funções da Moeda. Liquidez. Dois Tipos de Moeda. Moeda na Economia 27. Sistema Monetário O Significado da Moeda Dinheiro é um ativo da economia utilizado pelos indivíduos na aquisição de bens e serviços de outros indivíduos As Três Funções da Moeda Mecanismo de Troca:

Leia mais

Macroeconomia, FDUNL Exercícios. Escolha a resposta correcta de entre as alternativas colocadas.

Macroeconomia, FDUNL Exercícios. Escolha a resposta correcta de entre as alternativas colocadas. Macroeconomia, FDUNL Exercícios O Que é a Macroeconomia? Escolha a resposta correcta de entre as alternativas colocadas. 1. Qual dos seguintes pontos não é um assunto essencialmente macroeconómico? a)

Leia mais

INSS Economia Conceitos Básicos - Contabilidade Nacional Fábio Lobo

INSS Economia Conceitos Básicos - Contabilidade Nacional Fábio Lobo INSS Economia Conceitos Básicos - Contabilidade Nacional Fábio Lobo 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Conceitos básicos macroeconômicos, Contabilidade Nacional.

Leia mais

tomada de decisão de compra está relacionada a uma resposta a partir de um estímulo inicial

tomada de decisão de compra está relacionada a uma resposta a partir de um estímulo inicial Slide 1 Marketing Planejamento Estratégico Profa. Tathyane Chaves Slide 2 Saber o que motiva o consumidor a escolher um determinado tipo de produto ou marca é a chave do marketing bem sucedido tomada de

Leia mais

ECONOMIA DA EDUCAÇÃO Módulo 1 Princípios de Economia

ECONOMIA DA EDUCAÇÃO Módulo 1 Princípios de Economia Opções Estratégicas Para a Implantação de Novas Políticas Educacionais ECONOMIA DA EDUCAÇÃO Módulo 1 Princípios de Economia Bob Verhine Universidade Federal da Bahia verhine@ufba.br A divulgação desta

Leia mais

Aula sobre Finanças. Diretora Nacional de Vendas Independente Mary Kay

Aula sobre Finanças. Diretora Nacional de Vendas Independente Mary Kay Aula sobre Finanças Diretora Nacional de Vendas Independente Mary Kay Como está sua vida financeira hoje??? ou? Qual a diferença entre Endividado e Inadimplente? Se por acaso, você tiver dívidas atrasadas:

Leia mais

Economia e Negócios Internacionais MACROECONOMIA

Economia e Negócios Internacionais MACROECONOMIA Economia e Negócios Internacionais MACROECONOMIA Microeconomia x Macroeconomia Objetivos Teoria Microeconômica: Preserva em sua análise as características individuais de cada bem e cada fator de produção.

Leia mais

LISTA 5A FIXAÇÃO CONCEITUAL. 3) Financiamento do investimento: poupança 4) Poupança, crescimento econômico e sistema financeiro

LISTA 5A FIXAÇÃO CONCEITUAL. 3) Financiamento do investimento: poupança 4) Poupança, crescimento econômico e sistema financeiro 1 LISTA 5A Conceitos importantes: 1) Produto potencial, produto efetivo e produtividade 2) Determinantes da produção e da produtividade de um país 3) Financiamento do investimento: poupança 4) Poupança,

Leia mais

Introdução à Microeconomia

Introdução à Microeconomia Fundamentos da microeconomia Introdução à Microeconomia Capítulo II Microeconomia: é o ramo da economia que trata do comportamento das unidades econômicas individuais (consumidores, empresas, trabalhadores

Leia mais

MICROECONOMIA PARA ADM* MARIA ISABEL BUSATO

MICROECONOMIA PARA ADM* MARIA ISABEL BUSATO MICROECONOMIA PARA ADM* MARIA ISABEL BUSATO *Baseados Pyndick e slides J. Paranhos AULA 15 7. Custos Componentes básicos dos custos Tipos de custos Economias de Escala e Escopo Bibliografia: PINDYCK, Robert

Leia mais

Economia e Sociologia. Agentes e Circuito Económico

Economia e Sociologia. Agentes e Circuito Económico Economia e Sociologia Agentes e Circuito Económico Agentes Económicos numa economia simplificada Famílias Empresas Engloba as famílias enquanto unidades de consumo e de fornecimento de trabalho e capital

Leia mais

Módulo 1 Questões Básicas da Economia Conceito de Economia

Módulo 1 Questões Básicas da Economia Conceito de Economia Módulo 1 Questões Básicas da Economia 1.1. Conceito de Economia Todos nós temos uma série de necessidades. Precisamos comer, precisamos nos vestir, precisamos estudar, precisamos nos locomover, etc. Estas

Leia mais

Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges -

Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - fabio@fabiojunges.com.br Quem aqui ganha muito dinheiro? Quem aqui gasta pouco dinheiro? Quem aqui sabe investir bem o dinheiro? Gastar menos do

Leia mais

Pensando como um economista. Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning

Pensando como um economista. Copyright 2004 South-Western/Thomson Learning Pensando como um economista 1 Pensando Como um Economista Cada campo de estudo possui sua própria terminologia Matematica integrais axiomas espaços vetoriais Psicologia ego id dissonancia cognitiva Engenharia

Leia mais

EM NEGÓCIOS DOIS CONCEITOS SÃO FUNDAMENTAIS

EM NEGÓCIOS DOIS CONCEITOS SÃO FUNDAMENTAIS CUSTOS E DESPESAS EM NEGÓCIOS DOIS CONCEITOS SÃO FUNDAMENTAIS ECONÔMICO BENS / PATRIMÔNIO RESULTADOS FINANCEIRO DINHEIRO PAGAMENTOS / RECEBIMENTOS LUCROS / PREJUÍZOS TESOURARIA/ CAIXA PROCESSOS DECISÓRIOS

Leia mais

Instruções de Uso (Material disponível em PDF)

Instruções de Uso (Material disponível em PDF) Instruções de Uso (Material disponível em PDF) Para apresentação em tela cheia, utilizar o comando Ctrl+L. Ao finalizar a apresentação, pressionar ESC para sair. Introdução à Economia N. Gregory Mankiw

Leia mais