e-marketplace FAQ (Fornecedor)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "e-marketplace FAQ (Fornecedor)"

Transcrição

1 e-marketplace FAQ (Fornecedor) Versão: Fevereiro de

2 Introdução Este material tem como objetivo auxiliar a você, Fornecedor da Vale, com questões relacionadas ao projeto de substituição da Plataforma Quadrem pela Plataforma Nimbi a ser implantada pelo Consórcio formado entre as empresas Accenture e Nimbi. 2

3 Indíce 1. Implantação e operação da nova plataforma de e-marketplace O que é a plataforma de e-marketplace Nimbi? Quais áreas da Vale atuarão na implantação do e-marketplace Nimbi? Como funciona o e-marketplace Nimbi? Quais empresas serão responsáveis pela implantação da nova plataforma de e-marketplace? Quais mudanças acontecerão nos processos de suprimentos após o início da operação da nova plataforma? Serão migrados dados da Plataforma Quadrem para a Plataforma Nimbi? Todas empresas do Grupo Vale serão incluídas serão incluídas na substituição da plataforma? Estão sendo planejadas melhorias para o Go-Live no Brasil e Canada? Cronograma de Implantação Para quando está previsto o início das operações no e-marketplace Nimbi? Qual a data de descontinuidade das operações da plataforma Quadrem? O Fornecedor conseguirá operar na plataforma Quadrem após a substituição? Adesão de Fornecedores Quais serão os benefícios para o Fornecedor com a substituição da plataforma? Quais são os requisitos de certificação para o Fornecedor participar da nova plataforma de e- Marketplace? Os Fornecedores participantes da plataforma Quadrem serão migrados para a plataforma Nimbi? Caso o Fornecedor tenha interesse em aderir a nova plataforma posteriormente ao início das operações, como ele deverá proceder? Tarifação e Regras Comerciais Haverá alteração das taxas para utilização da nova plataforma de e-marketplace? O Fornecedor deverá pagar para operar na plataforma de e-marketplace do Consórcio durante o período de ambientação (de maio a julho de 2016)? Capacitação e Suporte Serão oferecidos treinamentos para adaptação e aprendizado ao modelo de operação da nova plataforma? O Comprador Vale e o Fornecedor conseguirão acessar a nova Plataforma antes da data oficial de início das operações do e-marketplace Nimbi? Qual será o horário de atendimento do Helpdesk após a data de início das operações?

4 1. Implantação e operação da nova plataforma de e- Marketplace 1.1. O que é a plataforma de e-marketplace Nimbi? O e-marketplace Nimbi é uma plataforma online desenhada para otimizar e facilitar os processos de compras, transporte e pagamento entre a Vale e Fornecedores Quais áreas da Vale atuarão na implantação do e-marketplace Nimbi? Este é um projeto colaborativo e integrado de toda a cadeia do processo de compras, desde a requisição até o pagamento (Req-to-Pay) da Vale, entre as áreas de Suprimentos, Serviços Financeiros, TI e Tributário, que busca a simplificação e otimização de processos e ferramentas, bem como a melhoria na prestação de serviços para nosso público interno e parceiros comerciais Como funciona o e-marketplace Nimbi? A plataforma coloca em contato empresas vendedoras (ex: fornecedores) e compradoras (ex: Vale) através do compartilhamento de informações em uma plataforma ágil, colaborativa, com alta performance e armazenagem de dados na nuvem. A plataforma é subdivida por módulos da cadeia do processo de compras (Req-To-Pay). 4

5 Além de uma nova plataforma, o projeto prevê uma melhoria na operacionalização de serviços de suporte à operação de compras, que serão executados pelo Consórcio: Serviços de Suporte Registro e Gestão de Fornecedores Suporte Regional Treinamento de Usuários Diligência de RFQ/PO Suporte de Helpdesk Certificação de Fornecedores, confirmação que a documentação foi submetida na Plataforma Suporte local para Fornecedores e Compradores Vale para as funcionalidades e serviços oferecidos Desenvolver/Prover material de treinamento para novos usuários do e- Marketplace Diligenciamento de ordem de compras e cotações para informar pendências a Fornecedores Ponto de contato para a resolução de dúvidas relacionadas ao e- Marketplace 1.4. Quais empresas serão responsáveis pela implantação da nova plataforma de e- Marketplace? A nova plataforma será implantada em parceria da Vale com o Consórcio formado entre as empresas Accenture e Nimbi. A Accenture é uma empresa de consultoria global que fornece serviços e soluções corporativas em estratégia, consultoria, digital, tecnologia e operações em mais de 120 países. A Nimbi se dedica a oferecer ferramentas para aumentar performance de seus clientes no relacionamento com seus parceiros de negócios Quais mudanças acontecerão nos processos de suprimentos após o início da operação da nova plataforma? A nova plataforma Nimbi substituirá integralmente a plataforma Quadrem, portanto, não será realizada nenhuma alteração nos processos relacionados a área de suprimentos da Vale durante o projeto Serão migrados dados da Plataforma Quadrem para a Plataforma Nimbi? Esta estratégia se encontra em planejamento devido a questões técnicas. Quando houver uma definição, os devidos alinhamentos com todos envolvidos serão feitos pelo time do projeto. 5

6 1.7. Todas empresas do Grupo Vale serão incluídas serão incluídas na substituição da plataforma? Para o primeiro Go Live, previsto para julho (Data será comunicada ao longo do projeto), estamos prevendo a entrada das empresas do grupo Vale dentro do escopo do SAP Américas no Brasil. ID Empresa SAP Americas 1001 Vale S/A 1015 Kobrasco 1016 Nibrasco 1017 Itabrasco 1018 Hispanobras 1029 Minas da Serra Geral S.A Vale Energia 1064 Salobo Metais S.A CPBS Para um segundo momento o E-Marketplace será expandido para as empresas do grupo Vale dentro do escopo do SAP Brasileiras. ID Empresa SAP Brasileiras 1068 Vale Manganês S.A Baovale Mineração S.A MCR - Mineração Corumbaense 1360 Instituto Tecnológico Vale Caso este direcionamento seja alterado, os devidos alinhamentos com todos envolvidos serão pelo time do projeto Estão sendo planejadas melhorias para o Go-Live no Brasil e Canada? Para o primeiro Go-Live do programa no Brasil e no Canada, a plataforma será implantada substituindo todo processo de Req-to-Pay atendido atualmente pela Plataforma Quadrem. No entanto, todas as melhorias de processos e/ou novas funcionalidades levantadas durante a fase de planejamento e desenvolvimento serão mapeadas para eventual avaliação do time do projeto após Go-Live. 6

7 2. Cronograma de Implantação 2.1. Para quando está previsto o início das operações no e-marketplace Nimbi? O início das operações da nova plataforma está previsto para julho de 2016 (Data será comunicada ao longo do projeto), no entanto, caso haja interesse por parte do Fornecedor, as adesões poderão ser efetuadas a partir de maio de 2016 para que os usuários possam ambientar-se com o novo layout de navegação. Lembrando que durante o período de ambientação, iniciando em maio de 2016 até o início da operação em julho de 2016, não haverá cobrança pela utilização da plataforma. Após o início das operações, o modelo de cobrança seguirá o padrão praticado pela atual plataforma em utilização pela Vale (Verificar pergunta 4.1 sobre regras de tarifação) Qual a data de descontinuidade das operações da plataforma Quadrem? A plataforma atualmente em operação deixará de receber novos processos a partir de julho de 2016 e todos processos iniciados após esta data deverão ser visualizados somente no e- Marketplace Nimbi O Fornecedor conseguirá operar na plataforma Quadrem após a substituição? Os processos iniciados a partir da data de início das operações do e-marketplace Nimbi somente serão visualizados pelos fornecedores através da nova plataforma. 7

8 3. Adesão de Fornecedores 3.1. Quais serão os benefícios para o Fornecedor com a substituição da plataforma? A nova plataforma foi desenvolvida pensando na otimização da experiência do usuário. O sistema possui usabilidade intuitiva, processos simplificados e garante maior controle e transparência das informações aos Fornecedores e ao Comprador atendendo aos padrões de segurança e conformidade definidos pelas políticas da Vale. Além disso, a nova plataforma garante maior visibilidade do andamento de seus processos de compras, transporte e pagamento, integra em único e-marketplace diversos Compradores, além de contar com serviços especializados de suporte ao processo de compras Quais são os requisitos de certificação para o Fornecedor participar da nova plataforma de e-marketplace? No primeiro momento, o processo de certificação do Fornecedor será o mesmo utilizado pela Vale para plataforma Quadrem. O Consórcio Accenture e Nimbi será responsável apenas pela operação e suporte aos Fornecedores participantes Os Fornecedores participantes da plataforma Quadrem serão migrados para a plataforma Nimbi? Sim, os Fornecedores atualmente autorizados a operar na plataforma Quadrem serão migrados para a nova plataforma, uma vez que o e-marketplace Nimbi é o principal canal aos Fornecedores para transacionarem com a Vale Caso o Fornecedor tenha interesse em aderir a nova plataforma posteriormente ao início das operações, como ele deverá proceder? O Fornecedor poderá solicitar sua adesão a qualquer momento a partir da data de comunicação sobre a liberação de cadastramento, prevista para maio de Todos os novos processos de contratação pela Vale serão migrados para a nova plataforma a partir de julho de 2016 (Data será comunicada ao longo do projeto) e todos os novos processos de compras iniciados a partir desta data serão realizados no e-marketplace Nimbi. 8

9 4. Tarifação e Regras Comerciais 4.1. Haverá alteração das taxas para utilização da nova plataforma de e- Marketplace? Não, as tarifas praticadas pelo Consórcio para a utilização da nova plataforma de e-marketplace permanecerão as mesmas atualmente pagas pelos fornecedores para utilização da plataforma Quadrem O Fornecedor deverá pagar para operar na plataforma de e-marketplace do Consórcio durante o período de ambientação (de maio a julho de 2016)? Não, as taxas para utilização da nova plataforma serão cobradas somente a partir da data de início oficial das operações, previsto para julho de 2016 (data será comunicada ao longo do projeto). 9

10 5. Capacitação e Suporte 5.1. Serão oferecidos treinamentos para adaptação e aprendizado ao modelo de operação da nova plataforma? Sim, estão previstos treinamentos presenciais e virtuais tanto para usuários do Fornecedor como usuários internos da Vale. O cronograma completo, bem como a agenda de treinamentos serão divulgados ao longo do projeto O Comprador Vale e o Fornecedor conseguirão acessar a nova Plataforma antes da data oficial de início das operações do e-marketplace Nimbi? Sim, a partir de maio de 2016 a nova plataforma será disponibilizada para ambientação dos usuários do Fornecedor ao novo layout. A data de disponibilização da nova Plataforma para utilização dos fornecedores e usuários Vale será divulgada ao longo do projeto Qual será o horário de atendimento do Helpdesk após a data de início das operações? O atendimento em português será das 8:00 às 20:00 de segunda a sábado. O atendimento em inglês será 24h de segunda a segunda. 10

Categoria: Inovação Tecnológica

Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo III Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Inovação Tecnológica Dimensão

Leia mais

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente ENCADEAMENTO PRODUTIVO Luiz Barretto - Presidente MISSÃO DO SEBRAE Promover a competividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

Apresentação Institucional. Apresentação Institucional. Fevereiro/2017

Apresentação Institucional. Apresentação Institucional. Fevereiro/2017 Apresentação Institucional Apresentação Institucional Fevereiro/2017 A Petronect Soluções de Negócios Eletrônicos para o Sistema Petrobras Portal de Compras e Contratações Portal Progredir Serviço Serviço

Leia mais

Escopo de trabalho para elaboração de material e treinamento junto as OSCs do município de Catalão - Goiás

Escopo de trabalho para elaboração de material e treinamento junto as OSCs do município de Catalão - Goiás Escopo de trabalho para elaboração de material e treinamento junto as OSCs do município de Catalão - Goiás 1. Antecedentes Global Communities está buscando empresas parceiras com experiência na elaboração

Leia mais

Portal do Fornecedor Vale Manual de Medidas Operacionais

Portal do Fornecedor Vale Manual de Medidas Operacionais Portal do Fornecedor Manual de Medidas Operacionais Outubro 06 Manual de Medidas Operacionais Índice do Manual Instruções de leitura do Manual de Medidas Operacionais Processo de Cotação 5 Processo de

Leia mais

Planos de Suporte Terrazul

Planos de Suporte Terrazul Planos de Suporte Terrazul Introdução Serviços de Suporte...02 Planos...02 Cobrança...03 Formas de Pagamento...03 Termos e Condições...04 Abertura de Chamado...04 Abertura de Chamados Expresso...05 Classificação

Leia mais

Questionário de Pesquisa. Prezado Participante,

Questionário de Pesquisa. Prezado Participante, Questionário de Pesquisa Prezado Participante, Meu nome é Renata Moreira, sou aluna de doutorado do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco e consultora da SWQuality. Gostaria da sua

Leia mais

2. Os Serviços de Suporte Técnico e Atualização da SOLUÇÃO compreenderão: Recepção e Resolução de Chamados de Suporte.

2. Os Serviços de Suporte Técnico e Atualização da SOLUÇÃO compreenderão: Recepção e Resolução de Chamados de Suporte. Este documento descreve como deverão ser prestados os serviços de suporte técnico e atualização da solução de Gestão do Risco Operacional e Controles Internos, doravante chamada SOLUÇÃO, compreendendo

Leia mais

DICIONÁRIO DA ESTRUTURA ANALÍTICA DO PROJETO - SISCOP. Data Versão Descrição Autor

DICIONÁRIO DA ESTRUTURA ANALÍTICA DO PROJETO - SISCOP. Data Versão Descrição Autor Sistema de Controle de Pedidos SISCOP Estrutura Analítica do Projeto Versão 1.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 31/10/2010 1.0 Desenvolvimento da EAP Estrutura Analítica do Projeto Adriano

Leia mais

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços (01/09/2016) 1 2 Introdução Envio de Documentos Fiscais Objetivo O envio de documentos fiscais de serviços, através do Service Center,

Leia mais

Ao clicar na nota fiscal é possível identificar o motivo do erro ocorrido com a sua nota, preenchido no campo Notas do Comprador :

Ao clicar na nota fiscal é possível identificar o motivo do erro ocorrido com a sua nota, preenchido no campo Notas do Comprador : 1. O que é o Invoice Response? O Invoice Response é uma interface do sistema SAP da Vale enviado para todos os fornecedores após a emissão da Nota Fiscal. O objetivo desta interface é informar ao fornecedor

Leia mais

Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT

Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT O cadastro da Light é feito exclusivamente on line, através do Portal de Fornecedores com apoio do Sistema Websupply. Não há recebimento de documentação

Leia mais

BALANÇO SOCIAL Os benefícios gerados por meio dos investimentos sociais. Belo Horizonte, 21 de setembro de 2016

BALANÇO SOCIAL Os benefícios gerados por meio dos investimentos sociais. Belo Horizonte, 21 de setembro de 2016 BALANÇO SOCIAL Os benefícios gerados por meio dos investimentos sociais Belo Horizonte, 21 de setembro de 2016 QUEM SOMOS Anglo American é uma mineradora global e diversificada com foco em Diamante, Platina

Leia mais

DPaschoal adota hybris como plataforma para estratégia omnichannel

DPaschoal adota hybris como plataforma para estratégia omnichannel DPaschoal adota hybris como plataforma para estratégia omnichannel Visando atender cada vez melhor o consumidor e manter a vanguarda de ofertas em serviços automotivos, a DPaschoal reformulou sua estratégia

Leia mais

Plano de Gerenciamento de Configuração

Plano de Gerenciamento de Configuração Plano de Gerenciamento de Configuração Controle de Versões Versão Data Autor Notas da Revisão 0.1 29/11/2016 Deborah Araujo Denis Ferreira Ezio Mendonça - Plano de gerenciamento de Configuração Página

Leia mais

1. O que é o Diário Eletrônico e qual o seu fundamento legal? 2. Quando a Secretaria da Fazenda criou o Diário Eletrônico?

1. O que é o Diário Eletrônico e qual o seu fundamento legal? 2. Quando a Secretaria da Fazenda criou o Diário Eletrônico? DIÁRIO ELETRÔNICO PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. O que é o Diário Eletrônico e qual o seu fundamento legal? O Diário Eletrônico da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo é o meio de comunicação pelo qual

Leia mais

Informatização de inscrições em treinamentos via Portal SAP

Informatização de inscrições em treinamentos via Portal SAP 1 2 Informatização de inscrições em treinamentos via Portal SAP Autores: Fabiano Zaché Nayara Teixeira Unidade: R-DDP Chefia: Renata Faco Oportunidade Percebida O desenvolvimento de uma ferramenta informatizada

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA SISTEMA DE GESTÃO PUBLICA MUNICIPAL

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA SISTEMA DE GESTÃO PUBLICA MUNICIPAL ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA SISTEMA DE GESTÃO PUBLICA MUNICIPAL CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES O presente termo de referência tem por objeto dar subsídio à Contratação de empresa especializada em implantação,

Leia mais

REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT

REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT 1 A CERTIFICAÇÃO Art. 1º A Viasoft Softwares Empresariais realizará nos meses de Março/Abril de 2014, nos dias 31/03, 01/04, 02/04, 03/04 e 04/04

Leia mais

Vivemos e continuaremos a viver uma nova era da inovação onde, cada vez menos, as grandes inovações serão em produtos. C.K.

Vivemos e continuaremos a viver uma nova era da inovação onde, cada vez menos, as grandes inovações serão em produtos. C.K. Vivemos e continuaremos a viver uma nova era da inovação onde, cada vez menos, as grandes inovações serão em produtos C.K. Prahalad O Propósito da AC MAIA é aumentar o faturamento dos nossos clientes,

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Renovação dos Serviços de Suporte Avançado e Manutenção Anual LUMIS PORTAL PLATAFORMA LUMIS PORTAL

PROPOSTA COMERCIAL Renovação dos Serviços de Suporte Avançado e Manutenção Anual LUMIS PORTAL PLATAFORMA LUMIS PORTAL SÃO PAULO, 20 DE OUTUBRO DE 2015. PROPOSTA COMERCIAL Renovação dos Serviços de Suporte Avançado e Manutenção Anual LUMIS PORTAL PLATAFORMA LUMIS PORTAL LUM 1053v3-15 AOS CUIDADOS DE: Lorena Brasil Cirilo

Leia mais

O Projeto de Reestruturação na Área de Compras no Estado do Rio de Janeiro

O Projeto de Reestruturação na Área de Compras no Estado do Rio de Janeiro O Projeto de Reestruturação na Área de Compras no Estado do Rio de Janeiro Fábio Aurélio da Silveira Nunes Subsecretário Geral de Planejamento e Gestão SITUAÇÃO INICIAL Volume de compras anual de R$ 4

Leia mais

FAQ. Perguntas Frequentes. (19)

FAQ. Perguntas Frequentes. (19) Licenciamento e Vendas Sou cliente do TopoEVN 6 tenho desconto na adesão do Métrica TOPO? Sim, você receberá R$ 300,00 de desconto. O Métrica TOPO precisa de chave (hardlock)? Não. O Métrica TOPO tem um

Leia mais

5.2. Programa de Mobilização e Desmobilização da Mão de Obra. Revisão 00 NOV/2013. PCH Jacaré Plano de Controle Ambiental - PCA PROGRAMAS AMBIENTAIS

5.2. Programa de Mobilização e Desmobilização da Mão de Obra. Revisão 00 NOV/2013. PCH Jacaré Plano de Controle Ambiental - PCA PROGRAMAS AMBIENTAIS PROGRAMAS AMBIENTAIS 5.2 Programa de Mobilização e Desmobilização da Mão de NOV/2013 CAPA ÍNDICE GERAL 1. Introdução... 2 1.1. Ações já realizadas... 2 2. Justificativa... 5 3. Objetivos... 5 4. Área

Leia mais

PROGRAMA SIMPLEX 2016 CAMÕES, I.P.

PROGRAMA SIMPLEX 2016 CAMÕES, I.P. PROGRAMA SIMPLEX 2016 CAMÕES, I.P. Acelerador da Inovação dos Serviços 1 ESTRATÉGIA Modernização administrativa transversal às áreas de atuação do Camões, I.P. 2 PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO

Leia mais

Ouvidoria. GDO039.PT Rev. 06

Ouvidoria.  GDO039.PT Rev. 06 Ouvidoria Sumário 1 OBJETIVO... 3 2 ESCOPO... 3 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 3 4 TERMOS E DEFINIÇÕES... 3 4.1 Manifestação... 3 4.2 Ouvidoria... 3 4.3 Ouvidor... 3 5 CONDIÇÕES GERAIS... 3 7 O QUE A OUVIDORIA

Leia mais

INCENTIVO EM TODOS OS SENTIDOS

INCENTIVO EM TODOS OS SENTIDOS INCENTIVO EM TODOS OS SENTIDOS NOSSO DNA A IU 360 investe continuamente na inovação para aprimorar os serviços oferecidos aos seus clientes e, ao mesmo tempo, manter um relacionamento próximo com os consumidores.

Leia mais

Manual de Portabilidade Ataque

Manual de Portabilidade Ataque Manual de 1 Sumário 1. O que é portabilidade?...3 2. Como funciona?...3 3. O que é a DED?...4 4. A DED é obrigatória para solicitação de portabilidade?...4 5. Como formalizar a portabilidade?...4 6. Refinanciamento

Leia mais

Plano de franquia WebMais. Mais rapido, Mais seguro, Mais completo.

Plano de franquia WebMais. Mais rapido, Mais seguro, Mais completo. Plano de franquia WebMais Mais rapido, Mais seguro, Mais completo. Quem somos? A Webmais Sistemas é uma empresa de base nacional, no mercado desde de Novembro de 2005, especializada no desenvolvimento

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 Seleção Simplificada de Candidatos para a Escola de Conselhos 1.

Leia mais

Módulo 4. Estrutura da norma ISO Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 5.4, 5.5 e 5.6 Exercícios

Módulo 4. Estrutura da norma ISO Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 5.4, 5.5 e 5.6 Exercícios Módulo 4 Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 5.4, 5.5 e 5.6 Exercícios 5.4 - Planejamento 5.4.1 - Objetivos da qualidade Os objetivos da qualidade devem

Leia mais

Implantação do sistema Perguntas Frequentes

Implantação do sistema Perguntas Frequentes 1- Por que a escolha do nome CliqCCEE? Qual seu significado? O nome traz uma combinação das palavras contabilização e liquidação + CCEE. Sua fonética remete a uma simples ação do usuário: o clique, reforçando

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE LOCAL FIXO PLANO ALTERNATIVO N 114 LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE LOCAL FIXO PLANO ALTERNATIVO N 114 LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE LOCAL FIXO PLANO ALTERNATIVO N 114 LC Empresa Empresa Claro S/A, autorizada do STFC na modalidade Local, com sede na Rua Flórida, nº 1970, CEP 04565-907 inscrita no

Leia mais

Política de Auditoria Interna

Política de Auditoria Interna Política de Auditoria Interna 22 de outubro 2013 Define a missão, a independência, a objetividade, as responsabilidades e regulamenta a função da auditoria interna. ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. PÚBLICO ALVO...

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João NÚMERO DO DOCUMENTO : VERSÃO : 1.1 ORIGEM STATUS : c:\projetos : Acesso Livre DATA DO DOCUMENTO : 22 novembro 2007 NÚMERO DE PÁGINAS : 13 ALTERADO POR : Manoel INICIAIS:

Leia mais

Licitação da Solução de Registro Eletrônico em Saúde. Paulo Cesar de Araújo Gerente

Licitação da Solução de Registro Eletrônico em Saúde. Paulo Cesar de Araújo Gerente Paulo Cesar de Araújo Gerente SRES Constituída dos seguintes serviços: 1. Disponibilização do Software RES 2. Serviços de Integração com a Base Única 3. Serviços de Manutenção Evolutiva 4. Serviços de

Leia mais

Informações importantes

Informações importantes Processo de migração: consiste na conversão da sua caixa de GroupWise para um formato que Outlook reconheça e importe as informações para a sua nova caixa, dentro de um novo servidor. Dessa forma, durante

Leia mais

Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros

Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros Thelma Lúcia Pacheco Gerente do Projeto - Gence Lucio Hellery Holanda Oliveira Gerente Alterno

Leia mais

Seminário Nacional NTU Lei Anticorrupção e Programa de Compliance. Lélis Marcos Teixeira

Seminário Nacional NTU Lei Anticorrupção e Programa de Compliance. Lélis Marcos Teixeira Seminário Nacional NTU - 2014 Lei Anticorrupção e Programa de Compliance Lélis Marcos Teixeira 28/agosto/2014 Iniciativas FETRANSPOR Lei 12.846/2013 Agenda Abertura Histórico Iniciativas Dúvidas Encerramento

Leia mais

Customização e Implantação da Solução Project Explorer para CNI Versão em Espanhol

Customização e Implantação da Solução Project Explorer para CNI Versão em Espanhol Customização e Implantação da Solução Project Explorer para CNI Versão em Espanhol Brasília 06/11/2008 CDIS Empresa especializada em desenvolvimento de sistemas e consultoria em gerência de projetos SUMÁRIO

Leia mais

profissões tendências em 2017

profissões tendências em 2017 17 profissões tendências em 2017 Analista de compras.1 Especializado em negociações com fornecedores, prospecção de novos profissionais e gestão de insumos diretos ou indiretos. Perfil com forte organização,

Leia mais

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADES DIGITAIS (PAC2) 1 DADOS CADASTRAIS Nome da prefeitura CNPJ Endereço da sede da prefeitura Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX E-mail da prefeitura Nome do prefeito C.I./Órgão

Leia mais

Análise de Ponto de Função APF. Aula 02

Análise de Ponto de Função APF. Aula 02 Análise de Ponto de Função APF Aula 02 Agenda Parte 01 Introdução a Métricas de Software Parte 02 A Técnica de APF O que é APF? Objetivos Benefícios Conceitos Básicos Visão Geral dos Procedimentos de Contagem

Leia mais

Objetivo. Por isso, estaremos tratando:

Objetivo. Por isso, estaremos tratando: Objetivo Essa reunião tem como objetivo atualizar toda rede franqueada para alinhar as expectativas através da apresentação dos trabalhos que vêm sendo realizados pela franqueadora, como também, aqueles

Leia mais

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas;

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas; 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas do Sistema Eletrobrás, através da integração da logística de suprimento de bens e serviços, visando o fortalecimento de seu poder de compra

Leia mais

I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes

I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes - 2015 Morretes em busca da Cidade Digital Inteligente Prefeitura de Morretes Secretaria de Administração Depto de Tecnologias da Informação

Leia mais

Como o Dynamics 365 Operations pode ajudar a gerir melhor o seu negócio. Novo produto da Microsoft surgiu para facilitar o dia a dia dos gestores

Como o Dynamics 365 Operations pode ajudar a gerir melhor o seu negócio. Novo produto da Microsoft surgiu para facilitar o dia a dia dos gestores Como o Dynamics 365 Operations pode ajudar a gerir melhor o seu negócio Novo produto da Microsoft surgiu para facilitar o dia a dia dos gestores Índice INTRODUÇÃO...1 O QUE É O DYNAMICS 365...4 QUAIS OS

Leia mais

A Questor Sistemas ESTÁ PRONTA PARA AJUDAR SUA EMPRESA A SE ADEQUAR AO esocial!!!

A Questor Sistemas ESTÁ PRONTA PARA AJUDAR SUA EMPRESA A SE ADEQUAR AO esocial!!! A Questor Sistemas ESTÁ PRONTA PARA AJUDAR SUA EMPRESA A SE ADEQUAR AO esocial!!! Para quem perdeu alguma coisa sobre o prazo de início do esocial, conforme a Resolução 02 do Comitê Diretivo do esocial,

Leia mais

REGULAMENTO CAMPANHA DE INCENTIVO 2016 PROMO GAME COMPETITION - FASE 01

REGULAMENTO CAMPANHA DE INCENTIVO 2016 PROMO GAME COMPETITION - FASE 01 REGULAMENTO CAMPANHA DE INCENTIVO 2016 PROMO GAME COMPETITION - FASE 01 1.0. DA REALIZAÇÃO DA CAMPANHA DE INCENTIVO 1.1. O presente regulamento destina-se exclusivamente à normatização da Campanha de Incentivo

Leia mais

OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS

OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS PERSPECTIVA: TRE/RN e Sociedade Objetivo 1: Primar pela satisfação do cliente de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) Descritivo: Conhecer e ouvir o cliente

Leia mais

P5.v1.RS 06/15 atualizada* em 01 de fevereiro de 2015

P5.v1.RS 06/15 atualizada* em 01 de fevereiro de 2015 * Nota: Orçamento padrão para Rede Alternativa com data-base em fevereiro de cada ano e reajuste pelo IGPM acumulado em 12 meses (2/2013 em 7,9%, 2/2014 em 5,67% e 2/2015 em 3,96%). Proposta comercial

Leia mais

Versão Inicial elaborada por Jesué IF-SC Perguntas e respostas sobre o PRONATEC

Versão Inicial elaborada por Jesué IF-SC Perguntas e respostas sobre o PRONATEC Versão Inicial elaborada por Jesué IF-SC Perguntas e respostas sobre o PRONATEC 1- O que é o PRONATEC? R. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) é um conjunto de ações que

Leia mais

INOVAÇÃO FOCO NO ALUNO. Maron Guimarães

INOVAÇÃO FOCO NO ALUNO. Maron Guimarães INOVAÇÃO FOCO NO ALUNO Maron Guimarães PROGRAMA DGA O ALUNO COMO PROTAGONISTA DA MUDANÇA Papel da DGA A DGA é a DIRETORIA DE GESTÃO DE ALUNOS da Kroton É o 1º CSC do ramo Educacional voltado para a vida

Leia mais

Manual de Treinamento

Manual de Treinamento Manual de Treinamento Utilização do portal de Compras 1ª Parte Sistema Integrado de Governança Crescimento com excelência Introdução Caro Fornecedor, Buscando aperfeiçoar sua cadeia de suprimentos a Delta

Leia mais

Sumário. PARTE 1 Gestão logística da cadeia de suprimentos. Capítulo 2. Capítulo 1

Sumário. PARTE 1 Gestão logística da cadeia de suprimentos. Capítulo 2. Capítulo 1 Sumário PARTE 1 Gestão logística da cadeia de suprimentos Capítulo 1 Cadeias de suprimentos no século xxi... 2 A revolução da cadeia de suprimentos... 4 Integração gera valor... 6 Modelo geral de cadeia

Leia mais

Mini Guia. Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e

Mini Guia. Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e Mini Guia Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e Miniguia SAGE: Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e Muitos empreendedores podem se beneficiar da emissão da Nota Fiscal eletrônica (NF-e). Neste

Leia mais

Programa de Financiamento da Cadeia Produtiva da Petrobras. Julho/2013

Programa de Financiamento da Cadeia Produtiva da Petrobras. Julho/2013 Programa de Financiamento da Cadeia Produtiva da Petrobras Julho/2013 Os Motivadores do Programa Progredir Principais Características Operacionais Resultados CENÁRIO ATUAL PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO»

Leia mais

Proposta de Licenciamento de Software Jurídico

Proposta de Licenciamento de Software Jurídico Proposta de Licenciamento de Software Jurídico Caros senhores, A Preâmbulo Informática Tecnologia em Gestão Jurídica, atua exclusivamente para o mercado jurídico desde 1988, sendo líder em software jurídico

Leia mais

Governança em TI na UFF. Modelo de Gestão da STI. Henrique Uzêda

Governança em TI na UFF. Modelo de Gestão da STI. Henrique Uzêda Governança em TI na UFF Modelo de Gestão da STI Henrique Uzêda henrique@sti.uff.br 2011-2013 Universidade Federal Fluminense 122 cursos de graduação e 359 de pós-graduação ~ 45.000 alunos de graduação

Leia mais

Gestão de Relacionamento com o Cliente - CRM StarSoft

Gestão de Relacionamento com o Cliente - CRM StarSoft P á g i n a 1 Gestão de Relacionamento com o Cliente - CRM StarSoft A atende seus clientes e mantém relacionamento através da ferramenta online chamada StarSoft 1CRM, que é um canal de informações seguro

Leia mais

Programa de Financiamento da Cadeia Produtiva da Petrobras. Setembro/2016

Programa de Financiamento da Cadeia Produtiva da Petrobras. Setembro/2016 Programa de Financiamento da Cadeia Produtiva da Petrobras Setembro/2016 Os Motivadores do Programa Progredir Principais Características Operacionais Resultados CENÁRIO ATUAL PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO»

Leia mais

Folhamatic Folha de Pagamento

Folhamatic Folha de Pagamento 1 Caro Cliente, Nesta versão foram disponibilizadas as seguintes alterações e implementações: 1. E-Social 1.1. Cadastro de Empresas Usuárias No Menu Arquivos, item Empresas Usuárias, aba Folha de Pagto.,

Leia mais

POR QUE UTILIZAR UM SISTEMA ERP? Sua empresa está preparada para o Bloco K?

POR QUE UTILIZAR UM SISTEMA ERP? Sua empresa está preparada para o Bloco K? POR QUE UTILIZAR UM SISTEMA ERP? Sua empresa está preparada para o Bloco K? Introdução Com a alta concorrência de mercado e a contínua expansão tecnológica, a implantação dos Sistemas ERP estão sendo realizadas

Leia mais

SISCONVEM REFIN SISTEMA DE MANUTENÇÃO DE DADOS DE CONVÊNIOS

SISCONVEM REFIN SISTEMA DE MANUTENÇÃO DE DADOS DE CONVÊNIOS SISCONVEM REFIN SISTEMA DE MANUTENÇÃO DE DADOS DE CONVÊNIOS REFERÊNCIA: setembro/2007 ÍNDICE Definição do Sisconvem REFIN Caráter Confidencial das Informações Benefícios/Facilidades para o Cliente Meios

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Profª Esp. Mônica Suely Guimarães de Araujo Conceito Logística são os processos da cadeia de suprimentos (supply chain) que planejam, estruturam e controlam, de forma eficiente e

Leia mais

Antecipando o retorno do investimento através do uso de aceleradores de projeto. Case RDS na Globosat Canais

Antecipando o retorno do investimento através do uso de aceleradores de projeto. Case RDS na Globosat Canais Importante Esta apresentação descreve nossa direção geral de serviço e não deve ser usada para tomar decisões de compra. Esta apresentação não está sujeita ao contrato de licença ou qualquer outro acordo

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO. Brasília, Fevereiro de 2016

SECRETARIA DE GESTÃO. Brasília, Fevereiro de 2016 SECRETARIA DE GESTÃO Brasília, Fevereiro de 2016 ENTREGAS PARA A SOCIEDADE Integrar novos parceiros à rede Estimular novos arranjos institucionais Melhorar a qualidade dos serviços públicos Estimular investimentos

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Eficiência Operacional e Qualidade de Serviços CASE: A Grande Jornada CAP - Club Athletico Paulistano Renato Maio EMPRESAS / ATUAÇÃO Lozinsky Consultoria de Negócios Consultoria

Leia mais

1. Objetivos do EMFESS

1. Objetivos do EMFESS ESPAÇO MERCOSUL DE FORMAÇÃO EM ECONOMÍA SOCIAL E SOLIDÁRIA (EMFESS) CONVOCATÓRIA PARA O SEGUNDO TRAJETO FORMATIVO SISTEMA COOPERATIVO DE HABITAÇÃO POR AJUDA MÚTUA REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI A Reunião

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BACABEIRA-MA - Plano de Trabalho - PLANO DE TRABALHO. Bacabeira-MA

PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BACABEIRA-MA - Plano de Trabalho - PLANO DE TRABALHO. Bacabeira-MA PLANO DE TRABALHO Bacabeira-MA 2015 1. INTRODUÇÃO O presente Plano de Trabalho refere-se ao contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de Bacabeira e a empresa de consultoria especializada de razão

Leia mais

Sistema de Gestão de reservas Online

Sistema de Gestão de reservas Online Sistema de Gestão de reservas Online Sumário 1. Objetivo... 2. Fluxo processo...... 2.1 Planejamento... 2.2 Logística... 3. Sistema de Gestao de reservas... 3.1 Acesso planejamento... 3.2 Radar... 3.3

Leia mais

Surpresas na festa? Apenas as planejadas.

Surpresas na festa? Apenas as planejadas. Surpresas na festa? Apenas as planejadas. Com o SiForm a organização dos eventos é bem mais tranquila e é alegria antes, durante e após as festas. Um software moderno, capaz de auxiliar em todas as etapas

Leia mais

Yukon além da Integração Gestão e Consultoria. Por Bruno Balbi, Diretor Comercial

Yukon além da Integração Gestão e Consultoria. Por Bruno Balbi, Diretor Comercial Yukon além da Integração Gestão e Consultoria Por Bruno Balbi, Diretor Comercial Há quinze anos, implantar um projeto de automação industrial era algo complexo e arriscado. As ferramentas não eram amigáveis

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE LOCAL ON NET PLANO ALTERNATIVO N LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE LOCAL ON NET PLANO ALTERNATIVO N LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE LOCAL ON NET PLANO ALTERNATIVO N 113 - LC Empresa Empresa Claro S/A, autorizada do STFC na modalidade Local, com sede na Rua Flórida, nº 1970, CEP 04565-907 inscrita

Leia mais

Processo Digital de Documentos. Treinamento

Processo Digital de Documentos. Treinamento Processo Digital de Documentos Treinamento AGENDA: 1. Nova estrutura de atendimento 2. Processo Digital 3. Fluxo Express 4. Processos vigentes 1 NOVA ESTRUTURA DE ATENDIMENTO - COMERCIAL: COORDENADOR EXTERNO

Leia mais

Gestão de Custos Logísticos

Gestão de Custos Logísticos Treinamento Presencial: Gestão de Custos Logísticos Data: 11 de Maio de 2016 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School Quem somos: Procurement Business School é a mais completa

Leia mais

Retorno do Concessionário

Retorno do Concessionário Boletim BTr16-007 Treinamento Campinas/SP 01/06/2016 Fique informado Calendário de Treinamento Novembro a Abril Junto a este boletim de Treinamento estamos enviando o anexo I, Planilha de Levantamento

Leia mais

convocatória programa

convocatória programa convocatória programa recode 2017 1. Sobre a ONG Recode Somos uma organização social voltada ao empoderamento digital, que busca formar jovens autônomos, conscientes e conectados, aptos a reprogramar o

Leia mais

A Portal Orienta é o novo site de relacionamento do Banco Bonsucesso Consignado com sua rede de correspondentes e parceiros.

A Portal Orienta é o novo site de relacionamento do Banco Bonsucesso Consignado com sua rede de correspondentes e parceiros. Apresentação A Portal Orienta é o novo site de relacionamento do Banco Bonsucesso Consignado com sua rede de correspondentes e parceiros. O novo portal está mais moderno e com as informações todas organizadas

Leia mais

Case de Sucesso: STIHL

Case de Sucesso: STIHL Case de Sucesso: STIHL O Cliente Solução Contratada Contratação da STRONG IT Ganhos obtidos com o serviço executado Depoimento do cliente O Cliente Com produtos destinados aos mercados florestal, agropecuário,

Leia mais

FAQ - Credenciamento de Aposentados

FAQ - Credenciamento de Aposentados FAQ - Credenciamento de Aposentados Orientação para acesso a crédito - "Rede Sênior" Período: De 1º de fevereiro a 15 de fevereiro de 2017 1. O que é o Edital de credenciamento de aposentados Orientação

Leia mais

TYR GESTÃO DE RECURSOS LTDA. PLANO DE CONTINGÊNCIA E CONTINUIDADE DOS NEGÓCIOS

TYR GESTÃO DE RECURSOS LTDA. PLANO DE CONTINGÊNCIA E CONTINUIDADE DOS NEGÓCIOS TYR GESTÃO DE RECURSOS LTDA. PLANO DE CONTINGÊNCIA E CONTINUIDADE DOS NEGÓCIOS AGOSTO 2016 1 O presente Plano de Contingência e Continuidade de Negócios ( Plano ) tem como objetivo definir os procedimentos

Leia mais

Gestão de Projetos do esocial

Gestão de Projetos do esocial Apoio: Abra-se para o conhecimento Gestão de Projetos do esocial Palestrante: Alan Bueno Alan Bueno Sócio e Diretor de Planejamento e Estratégia - Hayon Consultoria Formado em Administração de Empresas

Leia mais

Gestão de Terceirização ABB

Gestão de Terceirização ABB Outsourcing Gestão de Terceirização ABB Gestão de Contratos Outsourcing São Paulo, Julho de 2015 Gestão de Contratos Página 1 Agenda Objetivo Sobre a Level Group Detalhes da Solução Benefícios da Solução

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO Linha Férias

PLANO ALTERNATIVO Linha Férias PLANO ALTERNATIVO Linha Férias A. Empresa: Telecomunicações de São Paulo S/A - TELESP B. Nome do Plano: Comercial: A definir Técnico: Linha Férias C. Identificação para a Anatel: Plano Alternativo Nº 102

Leia mais

SAP ROADSHOW. O case Success Factors no Grupo Fallgatter. Gabriella Kellermann. Analista de Recursos Humanos Grupo Fallgatter

SAP ROADSHOW. O case Success Factors no Grupo Fallgatter. Gabriella Kellermann. Analista de Recursos Humanos Grupo Fallgatter SAP ROADSHOW O case Success Factors no Grupo Fallgatter Gabriella Kellermann Analista de Recursos Humanos Grupo Fallgatter O Grupo Fallgatter, fabricante e distribuidor de componentes e equipamentos metalmecânicos

Leia mais

Nomenclatura usada pela série ISO Série ISO 9000

Nomenclatura usada pela série ISO Série ISO 9000 Slide 1 Nomenclatura usada pela série ISO 9000 (ES-23, aula 03) Slide 2 Série ISO 9000 ISO 9000 (NBR ISO 9000, versão brasileira da ABNT): Normas de gestão da qualidade e garantia da qualidade. Diretrizes

Leia mais

REGULAMENTO DO CLUBE DA CERVEJA KM DE VANTAGENS

REGULAMENTO DO CLUBE DA CERVEJA KM DE VANTAGENS REGULAMENTO DO CLUBE DA CERVEJA KM DE VANTAGENS O Programa Km de Vantagens ( Programa ) é o programa de fidelidade da Ipiranga, oferecido aos consumidores da Rede Ipiranga 1 e dos Parceiros Credenciados,

Leia mais

MANUAL Pedidos On-Line

MANUAL Pedidos On-Line MANUAL Pedidos On-Line ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 O QUE É PEDIDOS ON-LINE... 3 QUEM PODE UTILIZAR... 3 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA ACESSO... 4 ACESSANDO O PEDIDOS ON-LINE... 5 COMO REGISTRAR UM PEDIDO... 7

Leia mais

Usiminas Validação e Estratégia das Operações para o Pis e Cofins

Usiminas Validação e Estratégia das Operações para o Pis e Cofins Usiminas Validação e Estratégia das Operações para o Pis e Cofins 15/06/2011 Agenda Usiminas quem somos? SPED e Usiminas tudo a ver! O Projeto Pis e Cofins Um olhar sobre o SPED Passado, presente, futuro

Leia mais

2.1 Os Projetos de modelos de negócios inovadores deverão estar formalizados como empresas, na forma da Lei, em qualquer das modalidades a seguir:

2.1 Os Projetos de modelos de negócios inovadores deverão estar formalizados como empresas, na forma da Lei, em qualquer das modalidades a seguir: CHAMADA DE PROJETOS Modalidade STARTUPS DIGITAIS 2017 PROGRAMA DE PRÉ-ACELERAÇÃO SEBRAE EDS (Economia Digital Para Startups) DE APOIO AS SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA JUNTO AOS POTENCIAIS EMPRESÁRIOS

Leia mais

Curso: Sequencial de Complementação de Estudos em Gestão de Restaurante e Eventos

Curso: Sequencial de Complementação de Estudos em Gestão de Restaurante e Eventos A Secretária Geral de Ensino, da Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul, considerando a legislação em vigor e no uso de suas atribuições, torna público o Edital de Resultados e Orientações para

Leia mais

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Cliente: BR Telhas Nome do Responsável: Luiz Nº da Proposta: PR223 1. O Projeto Esta proposta de desenvolvimento de website prevê as seguintes seções e seus respectivos

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS 13/5/2016 Informação Pública ÍNDICE 1 OBJETIVO... 3 2 ABRANGÊNCIA... 3 3 REFERÊNCIA... 3 4 PRINCÍPIOS... 4 5 DIRETRIZES... 5 6 RESPONSABILIDADES... 6 7 INFORMAÇÕES DE CONTROLE... 8 13/5/2016 Informação

Leia mais

O Grupo Herval pág. 03 Estrutura de TI pág. 05 Case Qualitor

O Grupo Herval pág. 03 Estrutura de TI pág. 05 Case Qualitor Í N D I C E O Grupo Herval pág. 03 Estrutura de TI pág. 05 Case Qualitor Problemas existentes pág. 08 Desafios do projeto pág. 10 Diferenciais do produto pág. 12 Resultados obtidos pág. 18 Aprendizado

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE BENEFICIÁRIO CNU MOBILE

POLÍTICA DE PRIVACIDADE BENEFICIÁRIO CNU MOBILE POLÍTICA DE PRIVACIDADE BENEFICIÁRIO CNU MOBILE Como parte integrante dos Termos de Uso e Condições de Navegação do BENEFICIÁRIO CNU MOBILE, este documento, denominado Política de Privacidade, tem por

Leia mais

Descrição do PAS Nº Inteligente

Descrição do PAS Nº Inteligente 1 EMPRESA CLARO S/A., incorporadora da Embratel S.A. 2 NOME DO PLANO Plano PAS - 015 - LD 3 MODALIDADE DO STFC Longa Distância Nacional 4 DESCRIÇÃO RESUMIDA Este Plano Alternativo de Serviço destina-se

Leia mais