VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE"

Transcrição

1 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

2 Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação

3 EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação a distância é uma modalidade de educação mediada por tecnologias em que alunos e professores estão separados espacial e/ou temporalmente, ou seja, não estão fisicamente presentes em um ambiente presencial de ensinoaprendizagem, mas conectados através de um Ambiente Virtual de Ensino- Aprendizagem.

4 MAS E O 100% ON LINE??? Que modalidade de ensino é essa???

5 MODALIDADE 100% ON LINE Modalidade a distância com atividades realizadas em sua quase totalidade no Ambiente virtual de Aprendizagem e com atividades presenciais nos polos de apoio restritas às provas presenciais e eventuais práticas e apresentações.

6 VANTAGENS DO 100% ON LINE Maior flexibilidade de horários e espaços; Possibilidade de trocas de experiências com alunos de todo o Brasil; Acesso a importante diversidade de materiais de estudo; Orientação e acompanhamento por professores qualificados; Acompanhamento tutorial ativo.

7 PERFIL DO ALUNO EAD 100% ON LINE Autodidata; Persistente; Motivação / disciplina; Planejamento e organização pessoal; Capacidade de gerenciar o seu tempo; Realização de tarefas em tempo hábil; Pro ativo;

8 SISTEMA DE ENSINO 100% on line Estágio, Práticas, Pesquisa e Extensão Avaliação Presencial Atividades Web Projeto Pedagógico de Curso Ensino e Aprendizagem Webaula Ambiente Virtual de Aprendizagem Biblioteca Digital Material Impresso Autoestudo

9 ATORES DO PROCESSO Tutor Eletrônico Professor Especialista Coordenador de Curso Alunos Professor Conteudista Professor Orientador Bibliotecários Coordenador Ped. do Polo

10 CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Dorival Magro Junior Bons estudos!

11 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 2 Objetivos, Perfil e Matriz Curricular - 100% On Line Prof. Dorival Magro Junior

12 Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação

13 OBJETIVOS DO CURSO Formar profissionais com domínio do uso da informática e da computação como ferramenta e apoio na geração da informação. O curso apoia-se em objetivos como o desenvolvimento da capacidade crítica e reflexiva do aluno fundamentada em valores de responsabilidade socioambiental, de ética e cidadania.

14 Empregabilidade Esse profissional pode se tornar: Analista de Sistemas; Analista de Suporte Técnico; Programador de Linguagens computacionais; Gerente de Projetos de Sistemas de Informação;

15 Empregabilidade E ainda: Administrador de Bancos de Dados; Consultor de Sistemas e Tecnologias de Informação; Docente; Pesquisador.

16 1º Semestre Sistemas Computacionais Nome da Disciplina Educação à Distância Sistemas de Computação e Informação Interação Humano-Computador Segurança da Informação Ética, Política e Sociedade Seminários I

17 2º Semestre Fundamentos de Tecnologia da Informação Nome da Disciplina Lógica e Técnicas de Programação Processo de Negócio e Software Introdução ao Desenvolvimento de Sistemas Web Metodologia Científica Seminários II

18 3º Semestre Desenvolvimento de Sistemas I Nome da Disciplina Análise Orientada a Objetos I Banco de Dados I Linguagens de Programação e Estruturas de Dados Organização de Computadores Seminários III

19 4º Semestre Desenvolvimento de Sistemas II Nome da Disciplina Análise Orientada a Objetos II Banco de Dados II Programação para Web I Programação Orientada a Objetos Seminários IV

20 5º Semestre Gestão do Processo de Desenvolvimento I Nome da Disciplina Engenharia e Projeto de Software Projeto Orientado a Objetos Programação para Web II Seminários V

21 6º Semestre Gestão do Processo de Desenvolvimento II Nome da Disciplina Gestão do Conhecimento Tópicos Especiais em Desenvolvimento de Sistemas Fundamentos de Redes de Computadores Seminários VI

22 Atividades Complementares Obrigatórias - ACO Devem ser cumpridas com a participação do aluno em cursos, seminários, congressos, cursos livres promovidos pela Unopar; A carga horária deve ser cumprida no decorrer do curso; O aluno que não cumprir 100 horas de ACO até o final do último semestre não poderá colar grau.

23 Leituras Obrigatórias Guia de Percurso; Manual Acadêmico; Calendário Acadêmico; Tutoriais.

24 CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Dorival Magro Junior Bons estudos!

25 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 3 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Prof. Dorival Magro Junior

26 Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação

27 Duração do Curso Duraçã o do Curso: 6 Semestres Carga Horá ria total do Curso: horas Atividades Acadêmicas: horas Atividades Complementares Obrigatórias: 100 horas

28 Material de Estudo Vídeo Aulas ; Material didático Impresso; Fórum de Discussão; Biblioteca Digital.

29 Progressão no Curso Pela realização das avaliações presenciais; Pela realização do conjunto de atividades web; Pelo cumprimento de ACO; Pela realização de apresentações quando necessário.

30 Sistema de Avaliação Peso 7 1 Avaliação Presencial 10 questões objetivas 50% 2 questões subjetivas 50% Peso 3 2 Avaliações virtuais 1 Produção textual interdisciplinares

31 SIMULAÇÃO DE ATIVIDADES AV 1 e AV 2 AV 1 e AV 2 AV 1 e AV 2 AV 1 e AV 2 Prova Prova Prova Prova Presencial Presencial Presencial Presencial Produção textual Interdisciplinar

32 Sistema de Avaliação Formação dos Conceitos EXCELENTE desempenho de 90 a 100% MUITO BOM desempenho de 80 a 89% BOM desempenho de 70 a 79% SUFICIENTE desempenho de 60 a 69% INSUFICIENTE até 59%

33 PARA SER APROVADO EM CADA DISCIPLINA Conceito mínimo SU na Prova Presencial E Conceito mínimo SU nas AW Prova Presencial PESO 7 AV WEB PESO 3 CONCEITO FINAL DA DISCIPLINA

34 Recuperação O aluno que não realizar a prova presencial é automaticamente reprovado na disciplina; Se o aluno perder a prova de 1ª chamada ele deverá solicitar a prova de 2ª chamada; Se o aluno obtiver conceito insuficiente na prova presencial (de 1ª ou 2ª chamada), deverá realizar a prova de recuperação. O aluno é reprovado na disciplina se o mesmo obter conceito insuficiente na prova de recuperação.

35 CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Dorival Magro Junior Bons estudos!

Matriz Curricular Curso de Licenciatura em Computação Habilitação: Licenciatura em Computação

Matriz Curricular Curso de Licenciatura em Computação Habilitação: Licenciatura em Computação Matriz Curricular Curso de Licenciatura em Habilitação: Licenciatura em LC101 Leitura e produção textual 30-10 40 2 - LC102 Informática e sociedade 30-10 40 2 - LC103 Inglês básico 50-10 60 3-1º LC104

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Prérequisitos 01 Introdução à informática 04 60 02 Matemática instrumental

Leia mais

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Processo de Rematrículas para 2017/01 Informativo para os cursos de graduação: Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Com base na Portaria 1134/2016 (DOU nº 196, terça-feira, 11 de outubro de

Leia mais

AULA INAUGURAL EAD 2015

AULA INAUGURAL EAD 2015 AULA INAUGURAL EAD 2015 Universalização do Conhecimento EaD Educação a Distância Conforto; Comodidade; Disciplina; Comprometimento. Tecnologia PREFEITURAS Convênio entre o Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 5º EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 5º EMENTA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE ENSINO Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi -97110-767

Leia mais

Especialização em Sistemas de Informação com ênfase em Internet. Distância na UFRJ. Curso eisexpert. Maria Teresa Gouvêa. 27 de outubro de 2009

Especialização em Sistemas de Informação com ênfase em Internet. Distância na UFRJ. Curso eisexpert. Maria Teresa Gouvêa. 27 de outubro de 2009 Especialização em Sistemas de Informação com ênfase em Internet III Seminário de Educação a Distância na UFRJ Curso eisexpert Maria Teresa Gouvêa 27 de outubro de 2009 Curso eisexpert Capacitar profissionais

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO Curso: Pedagogia a Distância Departamento: Departamento de Pedagogia a Distância Disciplina:

Leia mais

Informática Básica. Coordenação do Curso: Equipe de Formação: Andreia Prado Diva Mendonça Garcia Waléria Batista da Silva Vaz Mendes

Informática Básica. Coordenação do Curso: Equipe de Formação: Andreia Prado Diva Mendonça Garcia Waléria Batista da Silva Vaz Mendes GUIA DA DISCIPLINA Informática Básica Coordenação do Curso: Andreia Prado Diva Mendonça Garcia Waléria Batista da Silva Vaz Mendes Equipe de Formação: Fernanda Quaresma da Silva Hailton David Lemos Maurílio

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Sistemas de Informação FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( X ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DISCIPLINAS 1. Introdução à Pesquisa em Letras 2. Metodologia de ensino de línguas estrangeiras I: perspectivas teóricas e abordagens

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação

Leia mais

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN AVALIAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IFAM Lei Nª 11.872/2008 Art. 7ª - Objetivos dos Institutos Federais: I - ministrar educação profissional

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SECRETARIADO REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS DE PRÁTICA I E II

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SECRETARIADO REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS DE PRÁTICA I E II 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SECRETARIADO REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS DE PRÁTICA I E II MANTENEDORA: COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE CACHOEIRINHA MANTIDA: FACULDADE INEDI Coordenação: Profa Me Eliane

Leia mais

CALENDÁRIO - PED LIBRAS - SISTEMA EAD Atualizado em 31/03/2011

CALENDÁRIO - PED LIBRAS - SISTEMA EAD Atualizado em 31/03/2011 CALENDÁRIO PED LIBRAS SISTEMA EAD Atualizado em 31/03/2011 Estrutura do Calendário Antes de utilizar o Calendário do Curso, leia atentamente o Manual do Aluno de EAD para que possa entender o processo

Leia mais

CALENDÁRIO - PED LIBRAS - SISTEMA EAD Atualizado em 09/11/2010

CALENDÁRIO - PED LIBRAS - SISTEMA EAD Atualizado em 09/11/2010 CALENDÁRIO PED LIBRAS SISTEMA EAD Atualizado em 09/11/2010 Estrutura do Calendário Antes de utilizar o Calendário do Curso, leia atentamente o Manual do Aluno de EAD para que possa entender o processo

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 2011 CAPITULO I CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º O Curso de Biblioteconomia

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE DISCIPLINAS

REGULAMENTO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE DISCIPLINAS DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA REGULAMENTO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE DISCIPLINAS 2017/1 UNIVERSIDADE TIRADENTES DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA REGULAMENTO DO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO DE DISCIPLINAS

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS. Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS. Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS EAD/UFMS Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TIC s EXTENSÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FOMENTO

Leia mais

Gestão de Desastres e Ações de Recuperação

Gestão de Desastres e Ações de Recuperação Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil Universidade Federal de Santa Catarina Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres Gestão de Desastres e Ações de Recuperação Área de desmoronamento

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Complementares (AC) atendem ao Parecer n 776/97 da CES, que trata das Diretrizes Curriculares dos cursos de graduação,

Leia mais

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância Seminário de Educação a Distância na Administração Pública: Cursos Mistos e Redes Virtuais Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Leia mais

IV. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

IV. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciência da Computação DISCIPLINA: Prática de Programação Orientada a objetos CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 h/a PROF. RESPONSÁVEL: Míriam de Souza Monteiro II. EMENTA Classes e objetos.

Leia mais

Sumário. 3. Ergonomia. 2. Engenharia da Qualidade 16/03/2011 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL

Sumário. 3. Ergonomia. 2. Engenharia da Qualidade 16/03/2011 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL Sumário PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UFPEL Prof. Amauri Cruz Espírito Santo Prof. Rafael Lipinski Paes Prof. Alejandro Martins Prof. Wolmer Brod Peres Campos de atuação

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar em Programação de Computadores

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar em Programação de Computadores Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos - SP Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DE ESTAGIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTORIA LICENCIATURA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

REGIMENTO INTERNO DE ESTAGIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTORIA LICENCIATURA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO REGIMENTO INTERNO DE ESTAGIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTORIA LICENCIATURA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Dispõe sobre o cumprimento da carga horária de Estágio Supervisionado

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA - Manual de Horas Complementares

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA - Manual de Horas Complementares CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA Manual de Horas Complementares Prezado acadêmico Este manual destinase a orientar o aluno do Curso de Educação Física Licenciatura da Faculdade de Mauá FAMA na realização

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial. Prof. Me. Vitor Paulo Boldrin Organizador. ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial. Prof. Me. Vitor Paulo Boldrin Organizador. ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial Prof. Me. Vitor Paulo Boldrin Organizador ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento Jales 2016 APRESENTAÇÃO E EMENTA O presente texto visa

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação Aprovados em ata da décima segunda reunião ordinária do Departamento de Letras, realizada no dia 10 de junho de 2016. O ambiente intelectual

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TÉCNICO INFORMÁTICA FORMA/GRAU:(X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: DP0377-EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Alterações no Regime Didático 2016

Alterações no Regime Didático 2016 Alterações no Regime Didático 2016 Art. 41 - Ao Orientador Acadêmico compete: I - exercer o acompanhamento acadêmico dos seus orientados. II - zelar para que sejam cumpridas as determinações e recomendações

Leia mais

Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química

Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química 13º Simpósio Brasileiro de Educação Química - SIMPEQUI 05 a 07/08 - Fortaleza-CE Prof. Dr. Airton Marques da Silva UECE /

Leia mais

Profa Dra.: Adriana Azevedo

Profa Dra.: Adriana Azevedo EAD Cenário e Possibilidades Profa Dra.: Adriana Azevedo Definição de EAD A Educação a Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didático pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem

Leia mais

PEDAGOGIA - Turmas de Segunda-Feira

PEDAGOGIA - Turmas de Segunda-Feira UTA - GESTÃO EDUCACIONAL GRADUAÇÃO - MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA DE ENCONTROS PRESENCIAIS VIRTUAIS - TELEAULAS FACINTER/CBED - EDIÇÃO 01/2012 PEDAGOGIA - Turmas de Segunda-Feira Turmas de Ingresso

Leia mais

Instituto de Educação Universidade de Lisboa

Instituto de Educação Universidade de Lisboa Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais 14 15 Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO Curso: Pedagogia a Distância Departamento: Departamento de Pedagogia a Distância Disciplina:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TUTORES MÓDULO BÁSICO 2017 POLOS UFRN CENTRAL, CENEP, MOSSORÓ, CAICÓ E ANGICOS

PROCESSO SELETIVO DE TUTORES MÓDULO BÁSICO 2017 POLOS UFRN CENTRAL, CENEP, MOSSORÓ, CAICÓ E ANGICOS PROCESSO SELETIVO DE TUTORES MÓDULO BÁSICO 2017 POLOS UFRN CENTRAL, CENEP, MOSSORÓ, CAICÓ E ANGICOS A Coordenação de Cursos Técnicos do Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Médio Etec Código: Município: Área de conhecimento: Componente Curricular: Série: C. H. Semanal: Professor: I Competências e respectivas habilidades e valores 1 1

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Patrocínio, junho de 2013 SUMÁRIO Título I - Disposições Preliminares... 02 Título II - Da Caracterização... 02 Capítulo I Dos

Leia mais

Nome do Curso Gestão de equipes. Carga horária: 72h Quantidade de aulas: 20 Docentes responsáveis pelo curso: Osvaldo Gastaldon

Nome do Curso Gestão de equipes. Carga horária: 72h Quantidade de aulas: 20 Docentes responsáveis pelo curso: Osvaldo Gastaldon Nome do Curso Gestão de equipes Carga horária: 72h Quantidade de aulas: 20 Docentes responsáveis pelo curso: Osvaldo Gastaldon Objetivo: Fornecer ao aluno o conhecimento holístico de Gestão de Equipes,

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS EXATAS HABILITAÇÃO: BACHARELADO EM CIÊNCIAS EXATAS INGRESSANTES 2009

CURSO DE CIÊNCIAS EXATAS HABILITAÇÃO: BACHARELADO EM CIÊNCIAS EXATAS INGRESSANTES 2009 CURSO DE CIÊNCIAS EXATAS HABILITAÇÃO: BACHARELADO EM CIÊNCIAS EXATAS INGRESSANTES 2009 Período Atividade Acadêmica Caráter Cr CH Pré-requisito Código Denominação 1º MAT154 Cálculo I Disciplina de Formação

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Page 1 of 5 Ministério da Educação Nº 1087 - Terça feira, 6 de janeiro de 2009 Gabinete do Ministro - Portaria nº 1, de 5 de janeiro de 2009 Aprova, em extrato, o instrumento de avaliação para reconhecimento

Leia mais

1º. As AACC, conforme previstas no projeto pedagógico do curso poderão ser desenvolvidas ao longo de todo o percurso formativo.

1º. As AACC, conforme previstas no projeto pedagógico do curso poderão ser desenvolvidas ao longo de todo o percurso formativo. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS BARBACENA Art. 1º. As Atividades

Leia mais

Orientações sobre Avaliação e Frequência AVA /01

Orientações sobre Avaliação e Frequência AVA /01 Orientações sobre Avaliação e Frequência AVA - 2014/01 ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA ANHANGUERA VIRTUAL - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM ORIENTAÇÕES SOBRE AVALIAÇÃO E FREQUÊNCIA 2014/01 Vice-Presidente

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SELEÇÃO DE TUTORES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL Nº 01/2016

PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SELEÇÃO DE TUTORES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL Nº 01/2016 PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SELEÇÃO DE TUTORES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL Nº 01/2016 A Cruzeiro do Sul S/A, por meio da Pró-Reitoria de Educação

Leia mais

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: Disciplinas: Fundado em 1965, o Instituto Nacional de Telecomunicações - Inatel - é um centro de excelência em ensino e pesquisa na área de Engenharia, e tem se consolidado cada vez mais, no Brasil e no exterior, como

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Sociologia Aplicada Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2 1 - Ementa (sumário, resumo) Teorias sociológicas e seus relacionamentos

Leia mais

Instrução Normativa 08/10 PROGRAD

Instrução Normativa 08/10 PROGRAD Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Reitoria Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Instrução Normativa 08/10 PROGRAD

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Didática I Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) A Didática e os fundamentos educacionais

Leia mais

Programação Estruturada Orientada a Objetos

Programação Estruturada Orientada a Objetos INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Programação Estruturada Orientada a Objetos Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@gmail.com

Leia mais

EDITAL SG Nº 073/2016

EDITAL SG Nº 073/2016 EDITAL SG Nº 073/2016 Comunicamos aos senhores alunos das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC, as disciplinas que serão ofertadas em Período Especial para o 1º semestre de 2017: Disciplina

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar os alunos referente aos objetivos, critérios, procedimentos e mecanismos de

Leia mais

Guia Prático EAD-BlackBoard

Guia Prático EAD-BlackBoard FMU - Direito 2016.2 Guia Prático EAD-BlackBoard Este guia contém informações básicas acerca das disciplinas do Curso de Direito em EAD. Acesso Nesse semestre, o acesso às disciplinas em EAD está totalmente

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA (Ato de Aprovação: Resolução do Reitor nº 22/2012

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FÌSICA FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( X) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( X) Presencial

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Ribeirão Pires 2016 Missão da FIRP

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Oficina Calculadora HP 12C Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 4 1 - Ementa (sumário, resumo) Por que a calculadora HP

Leia mais

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria.

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria. SIC 01/09 Belo Horizonte, 06 de janeiro de 2009. RECONHECIMENTO. CURSOS DE TECNOLOGIA, BACHARE- LADO E LICENCIATURA, E DIREITO. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PORTARIAS Nºs 1, 2 E 3, PUBLICADAS DIA 06/01/09

Leia mais

CAPÍTULO I. Dos Objetivos da Pesquisa

CAPÍTULO I. Dos Objetivos da Pesquisa RESOLUÇÃO Nº 01/2014 DISPÕE SOBRE O REGIMENTO DO GRUPO DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR FACULDADE CASA DO ESTUDANTE. A Direção Geral da IES

Leia mais

CALENDÁRIO - PED PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL - SISTEMA EAD

CALENDÁRIO - PED PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL - SISTEMA EAD 1.º Módulo: Descreve o número de semanas por unidade. A duração média é de 13 semanas, ou seja 3 meses. CALENDÁRIO PED PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL SISTEMA EAD Estrutura do Calendário Antes de utilizar

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Centro Universitário Central Paulista Cursos de Engenharia REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Considerando que as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação

Leia mais

FAQ Atividade Complementar (AC)

FAQ Atividade Complementar (AC) FAQ Atividade Complementar (AC) 1. O que são Atividades Complementares? São atividades diversificadas que deverão ser realizadas ao longo do curso para ampliar a vivência de situações formativas, visando

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online PSICOPEDAGOGIA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na Modalidade

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ELABORAÇÃO DE MATERIAL, TUTORIA E AMBIENTES VIRTUAIS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento

Leia mais

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO BOLETIM OFICIAL NÚMERO ESPECIAL SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO B. O.

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 2013 2 CAPÍTULO I Do Estágio Supervisionado Artigo 1.º - Este regulamento de estágio supervisionado se refere à formação do Licenciado em Pedagogia.

Leia mais

Ensino de Matemática e Física Objetivo do curso:

Ensino de Matemática e Física Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso Ensino de Matemática e Física é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos diversos pólos,

Leia mais

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: Disciplinas: Fundado em 1965, o Instituto Nacional de Telecomunicações - Inatel - é um centro de excelência em ensino e pesquisa na área de Engenharia, e tem se consolidado cada vez mais, no Brasil e no exterior, como

Leia mais

O Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Física da UFRJ

O Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Física da UFRJ O Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Física da UFRJ Carlos E. Aguiar Instituto de Física - UFRJ VIII ENLIF, UFRJ, out/2010 O Ensino de Ciências no Brasil e no Mundo PISA 2003 Ensino de Física

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA

CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA ICHLA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA Currículo Novo - 2010/02 - Noturno. RECONHECIMENTO RENOVADO PELA PORTARIA Nº 1.657, DE 07/10/2010 - D.O.U. DE 08/10/2010

Leia mais

ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM MATEMÁTICA

ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM MATEMÁTICA ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM MATEMÁTICA Como funciona o Estágio no curso de matemática? O Curso de Licenciatura em Matemática atende também a essa determinação, pois integra em seu currículo as disciplinas Prática

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA.

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD?

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? Educação à distância A educação a distância (EaD) é definida como [...] o aprendizado planejado que ocorre normalmente em

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 1º ANO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 1º ANO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: Técnico em Manutenção e Suporte em Informática FORMA/GRAU: ( x ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Instituto de Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Especialização: Tecnologias e Metodologias da Programação no Ensino Básico 16 17 Edição Instituto de Educação

Leia mais

FAMEBLU Engenharia Civil

FAMEBLU Engenharia Civil Disciplina LOGÍSTICA EMPRESARIAL E ENGENHARIA DE TRÁFEGO FAMEBLU Engenharia Civil Aula 1: Apresentação Plano de Ensino Estratégia Corporativa Professor: Eng. Daniel Funchal, Esp. Curso: ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Avaliação do Ensino Aprendizagem Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Contextualização histórica

Leia mais

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino Grade Curricular - Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino SEMESTRE 1 CCA0218 Língua Portuguesa - Redação e Expressão Oral I 4 0 4 CCA0258 Fundamentos de Sociologia Geral

Leia mais

a necessidade definir os conteúdos complementares flexíveis do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica;

a necessidade definir os conteúdos complementares flexíveis do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica; UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE ENERGIAS ALTERNATIVAS E RENOVÁVEIS COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Portaria 02/2012 CCGEE Regulamenta os Conteúdos Curriculares Flexíveis, fixados

Leia mais

RECRUTAMENTO INTERNO

RECRUTAMENTO INTERNO RECRUTAMENTO INTERNO Cargo: Assistente de Processos Acadêmicos Setor/Local de Trabalho: GEAD / Cidade Universitária Início: Fevereiro/2015 Horário de Trabalho: Das 09:00 às 18:00 de segunda a sexta-feira

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO. Código: EST-II Carga Horária: 72h Créditos: 5

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO. Código: EST-II Carga Horária: 72h Créditos: 5 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO Curso: Pedagogia a Distância Departamento: Departamento de Pedagogia a Distância Disciplina:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: SL4053-ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Programa de Formação Continuada para Docentes

Programa de Formação Continuada para Docentes Programa de Formação Continuada para Docentes Objetivos do programa Consolidar a identidade didático-pedagógica da instituição realizando reflexões com seus docentes sobre as diretrizes educacionais da

Leia mais

Sumário. Manual do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) AVA 2014/2

Sumário. Manual do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) AVA 2014/2 Manual do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Sumário 1. Objetivos 2 2. Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA 2 3. Navegue pelo AVA e conheça suas funcionalidades 2 4. Conheça os elementos que

Leia mais

Formação de Professores na Modalidade a Distância: compromisso social e ações políticas na oferta do Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal

Formação de Professores na Modalidade a Distância: compromisso social e ações políticas na oferta do Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal Formação de Professores na Modalidade a Distância: compromisso social e ações políticas na oferta do Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal de Santa Catarina\Brasil Contexto e ações políticas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA 1 a FASE CÓD DISCIPLINAS EIXO C/H Créditos Filosofia da I Epistemologia Introdução à Ciência Epistemologia Científica educativa Português Comunicação e expressão

Leia mais

Mestrado em Marketing Relacional

Mestrado em Marketing Relacional 2016>2017 licenciatura. mestrados Mestrado em Marketing Relacional regime b-learning APRESENTAÇÃO REGIME B-learning, sendo as horas de contacto repartidas entre sessões presenciais (aos sábados) e sessões

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INTRODUÇÃO A Resolução nº 1, de 2 de fevereiro de 2004, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração, Bacharelado,

Leia mais

A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Timothy Mulholland

A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Timothy Mulholland A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Timothy Mulholland O Plano Orientador de Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro e o início da Universidade de Brasília 1962 Universidade de Brasília

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: Gestão de Pessoas no Setor Público Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Série/Período: 5º Carga Horária: 60h Horas Teórica: 60h Horas

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais

ATIVIDADES FORMATIVAS COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado do Curso de Fisioterapia em 30/09/2014

ATIVIDADES FORMATIVAS COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado do Curso de Fisioterapia em 30/09/2014 ATIVIDADES FORMATIVAS COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado do Curso de Fisioterapia em 30/09/2014 As atividades formativas complementares são parte da formação discente, com o objetivo de complementar

Leia mais