Conhecer as características e possibilidades do SO GNU Linux como servidor em uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema em OM do

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conhecer as características e possibilidades do SO GNU Linux como servidor em uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema em OM do"

Transcrição

1

2

3 OBJETIVOS Conhecer as características e possibilidades do SO GNU Linux como servidor em uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema em OM do Exército Brasileiro.

4 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Desenvolvimento a. Conceitos básicos; b. Síntese da história do SO GNU Linux; c. Características do SO GNU Linux; d. Linux como servidor de rede; e. Um exemplo de topologia de rede; f. Caso esquemático: gastos com uma rede; g. Segurança do sistema; h. Necessidade de treinamento de recursos humanos. 3. Conclusões

5

6 Conceitos Básicos Kernel: é o coração de um sistema operacional. É responsável pela comunicação entre a interface do usuário e o microprocessador; Software gratuito ou freeware: software distribuído gratuitamente e sem o seu código fonte; Software livre ou free software: software distribuído juntamente com o seu código fonte. Não precisa ser gratuito. No entanto, pode ser redistribuído nas mesmas condições. Se o código fonte de um software livre é alterado, o software originado deve ser distribuído livremente também;

7 Conceitos Básicos Ambiente shell: ambiente simples, flexível e eficiente, com fundo preto e letras brancas, semelhante ao MS-DOS; Ambiente gráfico: ambiente baseado em ícones e gráficos, semelhante ao MS Windows. Distribuição: união do kernel Linux, disponível em com vários softwares, ambientes shell e ambientes gráficos, tudo isso com um objetivo específico.

8

9 Síntese Histórica Em 1969, Ken Thompson, dos Laboratórios Bell, desenvolveu o Unix; Em virtude da lei anti-truste dos EUA, o Unix era livre e foi utilizado em várias universidades e empresas; O Unix se caracterizava por ser estável, rápido e eficiente; Dizia Thompson: um sistema operacional desenvolvido por programadores para programar ; A febre Unix determinava uma época livre;

10 Síntese Histórica Em 1983, A AT&T se associou aos Laboratórios Bell e passou a comercializar o Unix, que deixou, naquele momento, de ser livre; Outras empresas, que distribuiam seu softwares livremente, passaram a não fazê-lo mais; Em 1984, Richard Stallman, que trabalhava nos laboratórios do MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos EUA, se revoltou contra a Xerox, que se negava a fornecer o código fonte do driver de uma de suas impressoras;

11 Síntese Histórica Richard Stallman, sem obter apoio dos seus chefes na luta contra a Xerox, abandonou o MIT e, no mesmo ano, fundou a Free Software Foundation (FSF); O objetivo da FSF era desenvolver softwares livres para que todos tivessem acesso aos mesmos; Assim, a FSF iniciou o projeto de um SO livre, denominado projeto GNU; O SO GNU ainda está em desenvolvimento. Já existem vários utilitários e comandos de SO. Mas ainda falta o principal: um kernel;

12 Síntese Histórica Estudar Unix era um fato obrigatório em uma boa faculdade. No entanto, o estudo do código fonte, essencial para o currículo das faculdades, já não era mais possível; Em 1987, Andrew Tanenbaum, um renomado professor de Ciência da Computação da Vrije Universiteit, sediada em Amsterdam, capital da Holanda, desenvolveu o Minix; O Minix é um SO que funciona igual ao Unix. A sua aplicação principal é voltada para o estudo universitário;

13 Síntese Histórica Em 1991, Linus Benedict Torvalds, um estudante universitário da Finlândia, resolveu desenvolver um Unix gratuito e livre; Com base no código do Minix, desenvolveu um kernel, que foi testado com sucesso com os utilitários do projeto GNU; Uma vez que Linus não desenvolveu utilitários típicos de SO e que a FSF não havia chegado a um kernel, os dois projetos se uniram e nasceu o atual SO GNU Linux, comumente chamado apenas por Linux.

14 Síntese Histórica Em meados de 1996, Larry Ewing venceu um concurso promovido por Linus para criar um logotipo para o Linux. O logotipo, criado com base em idéias do próprio Linus, foi denominado Tux (Torvalds Unix?).

15

16 Características do Linux É livre e eficiente; É baseado no UNIX, o pai dos SO; O kernel foi projetado em 1991, por Linus Torvalds, e atende à atualidade; Está se desenvolvendo com velocidade, chegando a existir várias distribuições mantidas por grandes empresas; Possui kernel estável, que roda indepen-

17 Características do Linux Possui um excelente ambiente shell (tela preta - sem gráficos), que exige poucos recursos de hardware e fornece inúmeros recursos ao usuário; Registra, em log, todas a ocorrências importantes; Possui vários ambientes gráficos; Muitas pessoas desenvolvem, gratuitamente, programas para a plataforma Linux, chegando a existir mais opções para Linux do que para Windows, em determinadas áreas;

18 Características do Linux As distribuições trazem consigo centenas de aplicativos, como navegadores, pacotes de escritório, recursos gráficos e de multimídia; Já há grande preocupação com a língua portuguesa do Brasil; Por ser livre, recebe muita cooperação na ocorrência de falhas de segurança.

19

20 Condição ideal: todo administrador de redes deve conhecer, profundamente, a operação diretamente em shell e todos os arquivos necessários para a configuração de servidores. É uma especialização necessária ao bom profissional.

21 Principais Serviços TCP/ IP Páginas (www) Dial-in / Dial-up DNS IRC (chat) Roteamento Firewall / Proxy Banco de dados Telnet / SSH FTP News DHCP Autenticação Data e hora

22

23 Hardware Necessário para Servidores Os dados a serem apresentados a partir de agora estarão de acordo com o seguinte: Dados práticos com base na utilização da distribuição Red Hat, versão 9, com kernel 2.4.x, que exige 32 MB DRAM para ser instalado; Não estará instalado o ambiente gráfico; Os valores a serem apresentados representam o hardware mínimo/ideal para 200 clientes de rede.

24 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Sites sem banco de dados Processador: Pentium 100 DRAM: 32 MB HD: 4 GB CD-ROM: Necessário Exemplos: Apache, Tux

25 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Sites com banco de dados Processador: Pentium 200 DRAM: 64 MB HD: 10 GB CD-ROM: Necessário Exemplo: Apache + PHP + Mysql

26 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Processador: Pentium 100 DRAM: 32 MB HD: 10 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplos: Sendmail, Postfix

27 Hardware Necessário para Servidores Servidor: DNS Processador: Pentium 75 DRAM: 32 MB HD: 1 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplo: BIND

28 Hardware Necessário para Servidores Servidor: IRC (chat) Processador: Pentium 75 DRAM: 32 MB HD: 1 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplo: Vários

29 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Roteador de rede Processador: Pentium 75 DRAM: 32 MB HD: 1 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplo: Nativo no kernel (forward)

30 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Firewall (filtro de pacotes) Processador: Pentium 75 DRAM: 32 MB HD: 1 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplo: Nativo no kernel

31 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Proxy transparente Processador: Pentium II DRAM: 256 MB HD: 20 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplo: Squid

32 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Banco de dados Processador: Pentium II DRAM: 128 MB HD: 10 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplos: MySQL / Oracle

33 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Dial-in / Dial-up Processador: Pentium 75 DRAM: 32 MB HD: 1 GB CD-ROM: Desejável para instalação Exemplos: PPPD / Portslave / RADIUS

34 Hardware Necessário para Servidores Em caso de vários servidores em uma mesma máquina, utilizar o hardware necessário para o maior. Ex: Servidor DNS + + Dial-in Hardware: Pentium MB DRAM

35 Hardware Necessário para Servidores Os dados a serem apresentados a partir de agora estarão de acordo com o seguinte: Dados práticos com base na utilização da distribuição Linux Router Project (LRP), específico para a construção de roteadores de rede; O LRP roda a partir de um disquete, diretamente na memória, e dispensa HD; O LRP não possui ambiente gráfico e usa kernel 2.2.x, necessitando de apenas 12 MB DRAM.

36 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Roteador de rede Processador: 386 Dx 40 DRAM: 12 MB HD: Dispensável CD-ROM: Dispensável Exemplo: Nativo no kernel (forward)

37 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Firewall (filtro de pacotes) Processador: 486 Dx2 66 DRAM: 12 MB HD: Dispensável CD-ROM: Dispensável Exemplo: Nativo no kernel

38 Hardware Necessário para Servidores Servidor: Dial-in / Dial-up Processador: 486 Sx 25 DRAM: 12 MB HD: Dispensável CD-ROM: Dispensável Exemplo: PPPD / Portslave / RADIUS

39 Um exemplo de topologia de rede

40

41 Roteador WAN ou modem ADSL INTERNET Exemplo de Topologia Rede Interna Firewall Pentium MB DRAM HUB Servidor DNS1 Servidor hora Pentium MB DRAM Servidor Web Servidor FTP Servidor DNS2 Pentium MB DRAM Servidor Pentium MB DRAM Po P

42

43 Simulação de Gastos Missão: implantar uma rede simples, em um escritório pequeno, com um total de 10 máquinas. Será utilizado software comercial e haverá 01 servidor de rede simples.

44 Simulação de Gastos Fio: R$ 0,60 x 250 m = R$ 150,00 Conector RJ 45: R$ 1,00 x 20 = R$ 20,00 HUB: R$ 350,00 x 1 = R$ 350,00 Placas de rede: R$ 25,00 x 10 = R$ 250,00 Windows 2000 Server: R$ 3300,00 Windows XP: R$ 420,00 x 9 = R$ 3780,00

45 Simulação de Gastos -RESUMO- Material de rede: R$ 770,00 Sistemas Operacionais: R$ 7080,00 Total: R$ 7850,00 -CONCLUSÃO- Cerca de 90% do capital foi empregado em Sistemas Operacionais.

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55 Segurança do SO Linux As senhas do sistema e dos usuários são encriptadas; Existem mecanismos seguros para evitar o roubo de arquivos de senhas. Destaca-se a técnica de shadow; Todos os usuários devem possuir uma conta válida para fazer login no sistema;

56 Segurança do SO Linux Os serviços de rede são controlados individualmente; Updates regulares são disponibilizados para download. A distribuição Red Hat, por exemplo, permite a automatização da tarefa pelo sistema Red Hat Network;

57 Segurança do SO Linux O kernel controla, diretamente, todo o processamento de rede; O Linux possui firewall nativo, do tipo filtro de pacotes, rodando a partir do kernel; Há muitos sistemas de detecção de invasões (IDS) específicos para Linux;

58 Segurança do SO Linux Sistemas de segurança consagrados, como o proxy, rodam facilmente no Linux; É incansável, por parte dos desenvolvedores e da comunidade Linux, a busca de uma segurança cada vez maior para o sistema; Os eventos mais importantes são registrados em log;

59 Segurança do SO Linux Somente o usuário root é capaz de executar determinadas tarefas. Isso faz com que um usuário comum ou um vírus não destrua o sistema; É inviável a elaboração de vírus para Linux; O nível final de segurança é excelente.

60

61 Recursos Humanos O Linux é um Sistema Operacional diferente e, uma implantação corporativa, exige a preparação de recursos humanos para uma eficiente utilização; Deveria haver tal preparação nos níveis: usuário final, administrador de rede, manutenção do sistema e suporte técnico;

62 Recursos Humanos Quais são os principais fatores que irão auxiliar a Força Terrestre na implantação do Sistema Operacional GNU Linux como servidor de rede?

63 Recursos Humanos O Exército Brasileiro POSSUI profissionais com profundos conhecimentos do sistema e em condições de preparar recursos humanos na nossa Força; Com os atuais meios de comunicação, principalmente a Internet, o suporte técnico pode ser feito à distância, chegando ao nível de programação do Sistema.

64

65 Conclusão 1 O Sistema Operacional GNU Linux é livre, barato, estável, seguro e possui muitos recursos. É extremamente viável a sua utilização como servidor em redes de computadores.

66 Conclusão 2 É viável a adoção do Linux pelo Exército Brasileiro, a fim de cortar custos e modernizar a nossa informática; e há pessoal especializado na Força, ECD prestar assessoria, suporte e treinamento.

67 Conclusão 3 Apesar do Linux ser um padrão, a distribuição a ser utilizada deve ser bem escolhida, para que não haja problemas com atualizações e suporte. Talvez, a padronização de distribuição não seja uma boa saída para o Exército. O que pode haver é uma recomendação de caráter geral. Isso respeitaria o conhecimento de cada um. É importante lembrar que o trabalho individual leva ao sucesso global.

68 Conclusão 4 Levando-se em consideração que o Windows não irá morrer totalmente, seria ideal que a implantação do Linux fosse feita, na Força, em duas fases: 1 - Administradores de sistemas 2 - Usuário final (selecionado)

69 Conclusão 5 Há a necessidade de criar um sistema de apoio mútuo dentro do Exército. Poderia ser criado um sistema de lista de discussão dentro da Força, para possibilitar a troca de informações e experiências. Esse passo vai garantir a sobrevivência da vontade de fazer.

70 Conclusão Final

71 Cap Eriberto

72

O B B J E E T T I V V O O S

O B B J E E T T I V V O O S OBJ E T I VOS Conhecer as características e possibilidades do SO Linux, como workstation simples ou elemento componente de uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema numa corporação. SU

Leia mais

O B J E T T I I V V O O S

O B J E T T I I V V O O S O B J E T I V O S - Conhecer as características e possibilidades do SO Linux, como workstation simples ou elemento componente de uma rede; - Adquirir noções sobre as atuais exigências de segurança eletrônica

Leia mais

L I N U X. João ERIBERTO Mota Filho. como servidor intranet e Internet. Palestrante:

L I N U X. João ERIBERTO Mota Filho. como servidor intranet e Internet. Palestrante: L I N U X como servidor intranet e Internet Palestrante: João ERIBERTO Mota Filho O B J E T I V O S - Conhecer as características e possibilidades do SO Linux - Planejar a segurança básica da rede e dos

Leia mais

Curso Introdução ao Linux. Desmistificando o Software Livre. Nícholas André - www.iotecnologia.com.br - nicholas@iotecnologia.com.

Curso Introdução ao Linux. Desmistificando o Software Livre. Nícholas André - www.iotecnologia.com.br - nicholas@iotecnologia.com. Curso Introdução ao Linux Desmistificando o Software Livre Nícholas André - www.iotecnologia.com.br - nicholas@iotecnologia.com.br Índice 1 O que é Software Livre? 2 A história por trás do Software Livre.

Leia mais

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br O que é Linux? Open Source (software Livre) é a mesma coisa que Software Gratuito? Quem é melhor? Qual é mais seguro? Encontramos muitas diferenças entre as distribuições de Linux? Posso desinstalar o

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL & SOFTWARE LIVRE

SISTEMA OPERACIONAL & SOFTWARE LIVRE Curso Técnico em Redes de Computadores Disciplina de Sistemas Operacionais Livres SISTEMA OPERACIONAL & SOFTWARE LIVRE Professora: Juliana Cristina dos Santos E-mail: professora@julianacristina.com Site:

Leia mais

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraújo

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraújo ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraújo INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Salvador Alves de Melo Júnior e Ismael Souza Araújo Salvador Alves de Melo Júnior: Mestre

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Sistema Operacional LINUX

Sistema Operacional LINUX SISTEMA OPERACIONAL Sistema Operacional LINUX Para que o computador funcione e possibilite a execução de programas é necessária a existência de um sistema operacional. O sistema operacional é uma camada

Leia mais

LINUX. Lapro I Profa. Fernanda Denardin Walker. - Aula 2 - Material adaptado de: Isabel Mansour, Marcia Moraes e Silvia Moraes SISTEMA OPERACIONAL

LINUX. Lapro I Profa. Fernanda Denardin Walker. - Aula 2 - Material adaptado de: Isabel Mansour, Marcia Moraes e Silvia Moraes SISTEMA OPERACIONAL LINUX Lapro I Profa. Fernanda Denardin Walker - Aula 2 - Material adaptado de: Isabel Mansour, Marcia Moraes e Silvia Moraes SISTEMA OPERACIONAL Para que o computador funcione e possibilite a execução

Leia mais

SERVIDORES REDES E SR1

SERVIDORES REDES E SR1 SERVIDORES REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ HARDWARE Você pode instalar um sistema operacional para servidores em qualquer computador, ao menos na teoria tudo irá funcionar sem grandes dificuldades. Só

Leia mais

Fundamentos de Administração de Sistemas

Fundamentos de Administração de Sistemas Fundamentos de Administração de Sistemas Este curso tem como objetivo ensinar aos alunos conceitos de administração de um sistema Linux. Isto inclui o gerenciamento de contas de usuários, automação de

Leia mais

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4 Índice Introdução Librix...3 Software Livre...3 Manual Eletrônico...3 Opções de Suporte...3 Dicas para a Instalação Configuração de Dispositivos Básicos...4 Teclado...4 Mouse...5 Vídeo...5 Rede...6 Configuração

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 1 Introdução aos Sistemas Operacionais GNU/Linux. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 1 Introdução aos Sistemas Operacionais GNU/Linux. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 1 Introdução aos Sistemas Operacionais GNU/Linux Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS OPERACIONAIS... 3 Monousuário x Multiusuário...

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Tipos de Sistemas Operacionais Com o avanço dos computadores foram surgindo alguns tipos de sistemas operacionais que contribuíram para o desenvolvimento do software. Os tipos de

Leia mais

16:21:50. Introdução à Informática com Software Livre

16:21:50. Introdução à Informática com Software Livre 16:21:50 Introdução à Informática com Software Livre 1 16:21:50 Hardware & Software 2 16:21:50 Hardware Hardware é a parte física de um computador, é formado pelos componentes eletrônicos, como por exemplo,

Leia mais

História. Sistema Operacional

História. Sistema Operacional História Linux é o termo geralmente usado para designar qualquer sistema operacional que utilize o núcleo Linux. Foi desenvolvido pelo Finlandês Linus Torvalds, inspirado no sistema Minix. O seu código

Leia mais

Software. Livre. Será que é isso mesmo que eu quero? João Eriberto Mota Filho Eriberto jun. 10

Software. Livre. Será que é isso mesmo que eu quero? João Eriberto Mota Filho Eriberto jun. 10 Software Livre Será que é isso mesmo que eu quero? João Eriberto Mota Filho Palmas, TO, 11 de junho de 2010 Sumário O que é o Software Livre? O que é o Linux? O licenciamento de software Alguns mitos,

Leia mais

Universidade Federal de Goiás. Alexandre Ferreira de Melo CERCOMP / UFG

Universidade Federal de Goiás. Alexandre Ferreira de Melo CERCOMP / UFG Universidade Federal de Goiás Ubuntu Desktop Alexandre Ferreira de Melo CERCOMP / UFG Conpeex / 2010 Agenda Introdução Conceitos Categorias de Software História do Linux Arquitetura do Linux Ubuntu Projeto

Leia mais

Administração de Sistemas Livres. Prof. Lais Farias Alves

Administração de Sistemas Livres. Prof. Lais Farias Alves Administração de Sistemas Livres Prof. Lais Farias Alves Administração de Sistemas Livres Software e Suas Licenças O que é um Software Livre? Software Livre x Software Proprietário Software e Suas Licenças

Leia mais

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraujo

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraujo ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraujo INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Salvador Alves de Melo Júnior Mestre na área de Automação e Robótica UnB. Especialista em

Leia mais

Introdução a Sistemas Abertos

Introdução a Sistemas Abertos Introdução a Sistemas Abertos Apresentação filipe.raulino@ifrn.edu.br Sistemas Abertos Qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído inclusive com seu código fonte

Leia mais

Software de sistema Software aplicativo

Software de sistema Software aplicativo SOFTWARE O que é Software? Software, logicial ou programa de computador é uma sequência de instruções a serem seguidas e/ou executadas, na manipulação, redireccionamento ou modificação de um dado/informação

Leia mais

Aula 01. Introdução ao Linux

Aula 01. Introdução ao Linux Aula 01 Introdução ao Linux Introdução Objetivos aprender a usar um novo sistema aprender a usar uma nova interface Como no Windows navegar pela internet (e-mails, facebook, etc) criar pastas e arquivos

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação Pfsense Introdução e Instalação Introdução A utilização de um firewall em uma rede de computadores possui o objetivo básico de proteção relacionado a entrada e saída de dados. Introdução O pfsense é um

Leia mais

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA Os requisitos mínimos para possuir o software é memoria de 64 MB, disco rígido de 20 MB processador a partir do Pentium 2 em diante e navegador internet Explorer

Leia mais

4. Conceitos Básicos de Computação: Sistemas Operacionais

4. Conceitos Básicos de Computação: Sistemas Operacionais Introdução à Computação 5910157 4. Conceitos Básicos de Computação: Sistemas Operacionais Prof. Renato Tinós Local: Depto. de Física e Matemática (FFCLRP/USP) 1 Principais Tópicos 4.1. Introdução aos Sistemas

Leia mais

Manifesto Software Livre

Manifesto Software Livre Manifesto Software Livre Histórico iniciou com a elaboração de um documento denominado: " Manifesto GNU " por Richard Stallman 1.984; marco histórico do surgimento de uma nova forma de criação de Software;

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 01 TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 02 Plataforma O TOPLAB foi projetado para funcionar na web, nasceu 'respirando

Leia mais

Estudo de Caso II: LINUX

Estudo de Caso II: LINUX Estudo de Caso II: LINUX AULA 9 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.com) ( romildo@romildo.net ) Romildo Martins Na aula de hoje Histórico do Linux Personagens Características Licença Distribuição

Leia mais

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil Apresentação Líder em Soluções Samba 4 no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

Principais Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz

Principais Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Principais Sistemas Operacionais Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Principais S.O. Unix Linux Windows Mac OS Microsoft Windows Criado por Bill Gates e Paul Allen em 1985. Sistema proprietário (pago).

Leia mais

I N F O R M Á T I C A. Sistemas Operacionais Prof. Dr. Rogério Vargas Campus Itaqui-RS

I N F O R M Á T I C A. Sistemas Operacionais Prof. Dr. Rogério Vargas Campus Itaqui-RS I N F O R M Á T I C A Sistemas Operacionais Campus Itaqui-RS Sistemas Operacionais É o software que gerencia o computador! Entre suas funções temos: inicializa o hardware do computador fornece rotinas

Leia mais

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux 4 Capítulo 1 Sistema Operacional É uma coleção de programas que inicializa hardwares, fornece rotinas básicas para controle de dispositivos, mantém a integridade de um sistema. Um sistema operacional de

Leia mais

Curso de Linux Básico com o Linux Educacional

Curso de Linux Básico com o Linux Educacional Curso de Linux Básico com o Felipe Buarque de Queiroz felipe.buarque@gmail.com Unidade Gestora de Tecnologia da Informação - UGTI Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas - FAPEAL Maio de 2009

Leia mais

Software Livre, Distribuições GNU/Linux e Telecomunicações

Software Livre, Distribuições GNU/Linux e Telecomunicações Álvaro Justen (a.k.a. Turicas) Apresentação Graduando em Engª de Telecomunicações - UFF Pesquisa: IF-UFF: Física computacional/estatística Midiacom: Redes sem fio Experiência > 7 anos em GNU/Linux Sócio-fundador

Leia mais

gladiador INTERNET CONTROLADA

gladiador INTERNET CONTROLADA gladiador INTERNET CONTROLADA funcionalidades do sistema gladiador sistema Gerenciamento de usuários, gerenciamento de discos, data e hora do sistema, backup gladiador. Estações de Trabalho Mapeamento

Leia mais

O que é o GNU/LINUX? O que e o Kernel?

O que é o GNU/LINUX? O que e o Kernel? O que é o GNU/LINUX? Muita gente confunde Linux com sistema operacional. Digamos que parcialmente não esteja errado. O Linux(núcleo, coração do sistema), ele e responsável pelo funcionamento do computador,

Leia mais

CC Montagem e manutenção de hardware Docente: Nataniel Vieira 1 sem Técnico em Informática Roteiro 06: Atividade sobre o Documentário RevolutionOS

CC Montagem e manutenção de hardware Docente: Nataniel Vieira 1 sem Técnico em Informática Roteiro 06: Atividade sobre o Documentário RevolutionOS SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS CC Montagem e manutenção de hardware Docente: Nataniel Vieira 1 sem Técnico em Informática Roteiro 06: Atividade sobre o

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Circuito Curitibano de Software Livre

Circuito Curitibano de Software Livre Circuito Curitibano de Software Livre 1ª etapa: UniBrasil Software Livre e a Paulo Henrique de Lima Santana 19 de maio de 2015 Paulo Henrique de Lima Santana Bacharel em Ciência da Computação na UFPR.

Leia mais

Sistemas Operacionais. (Capítulo 3) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto

Sistemas Operacionais. (Capítulo 3) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Sistemas Operacionais (Capítulo 3) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Estrutura 1. Definições 2. Classificações 3. CPU 4. Memória 5. Utilitários O que se

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/11/06 1

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/11/06 1 Informática I Aula 19 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/11/06 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de Hardware e Software Microprocessadores Sistemas Numéricos e Representação

Leia mais

Everson Scherrer Borges João Paulo de Brito Gonçalves

Everson Scherrer Borges João Paulo de Brito Gonçalves Everson Scherrer Borges João Paulo de Brito Gonçalves 1 Introdução ao Linux e Instalação do Ubuntu Linux História Em 1973, um pesquisador da Bell Labs, Dennis Ritchie, reescreveu todo o sistema Unix numa

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais

Administração de Sistemas Operacionais Diretoria de Educação e Tecnologia da Informação Análise e Desenvolvimento de Sistemas INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE Administração de Sistemas Operacionais Serviço Proxy - SQUID Prof. Bruno Pereira

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar.

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. Quais são eles? Vários outros programas 1 Sistema Básico

Leia mais

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Windows 2003 Server Introdução Nessa Aula: É apresentada uma visão rápida e geral do Windows Server 2003. O Foco a partir da próxima aula, será no serviço de Diretórios

Leia mais

Aula 2. Objetivo: Saber qual a funcionalidade de um sistema operacional de rede.

Aula 2. Objetivo: Saber qual a funcionalidade de um sistema operacional de rede. Aula 2 Objetivo: Saber qual a funcionalidade de um sistema operacional de rede. Sistema Operacional de Rede Definição: Conjunto de módulos que ampliam as tarefas dos sistemas operacionais locais, complementando-os

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO À WEB COM O ALT LINUX SCHOOL. Douglas Henrique Ribeiro da Silva ¹ Samuel Apolo Ferreira Lourenço ² Eduardo Alves de Almeida ³

CONTROLE DE ACESSO À WEB COM O ALT LINUX SCHOOL. Douglas Henrique Ribeiro da Silva ¹ Samuel Apolo Ferreira Lourenço ² Eduardo Alves de Almeida ³ CONTROLE DE ACESSO À WEB COM O ALT LINUX SCHOOL Douglas Henrique Ribeiro da Silva ¹ Samuel Apolo Ferreira Lourenço ² Eduardo Alves de Almeida ³ Faculdade de Tecnologia de Ourinhos - FATEC INTRODUÇÃO O

Leia mais

Manual de instalação. Manual de instalação. Liberdade. Liberdade. Versão 1.0.0-31/10/2002. Versão 1.0.0-31/10/2002

Manual de instalação. Manual de instalação. Liberdade. Liberdade. Versão 1.0.0-31/10/2002. Versão 1.0.0-31/10/2002 Liberdade Manual de instalação Liberdade Manual de instalação Versão 1.0.0-31/10/2002 Versão 1.0.0-31/10/2002 Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.br

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

Comunicação via interface SNMP

Comunicação via interface SNMP Comunicação via interface SNMP 1 - FUNCIONAMENTO: Os No-breaks PROTEC possuem 3 interfaces de comunicação: Interface RS232, interface USB e interface SNMP. Todas elas permitem o controle e o monitoramento

Leia mais

Computação Instrumental

Computação Instrumental Computação Instrumental Sistemas Operacionais Redes de Computadores Engenharia Ambiental 2º Semestre de 2013 1 Software Hardware O Sistema Operacional (SO) é um software que gerencia os recursos do computador,

Leia mais

Faculdade SENAC Pelotas Curso superior de tecnologia em redes de computadores Sistemas de Informação Aluno: Leandro Corrêa Brisolara

Faculdade SENAC Pelotas Curso superior de tecnologia em redes de computadores Sistemas de Informação Aluno: Leandro Corrêa Brisolara Faculdade SENAC Pelotas Curso superior de tecnologia em redes de computadores Sistemas de Informação Aluno: Leandro Corrêa Brisolara Relatório de instalação e configuração do OSTicket Este relatório tem

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores

Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores Prof.: Roberto Franciscatto Introdução Perguntas iniciais O que você precisa colocar para funcionar? Entender a necessidade Tens servidor específico

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 3. Software Prof. Ronaldo Software Formado por um conjunto de instruções (algoritmos) e suas representações para o

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

4º Semestre. Aula 15 Serviços Internet (FTP)

4º Semestre. Aula 15 Serviços Internet (FTP) Disciplina: Serviços de Rede Professor: Jéferson Mendonça de Limas 4º Semestre Aula 15 Serviços Internet (FTP) 2012/2 Roteiro de Aula O Protocolo FTP Funcionamento o FTP Servidor Proftpd Atividade Prática

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL www.tc.df.gov.br Software Livre - Motivação produto de elevada qualidade a baixo custo (treinamento) aumento da vida útil do parque computacional simplificação da

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 3.1. Estação... 4 3.2. Servidor... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Linux: Introdução Fabricio Breve Introdução O que é Linux? Uma versão do UNIX (re-implementação do padrão POSIX) Principais diferenciais: Gratuito

Leia mais

Sistema Operativo Linux

Sistema Operativo Linux Sistema Operativo Linux Linux É um sistema operativo da família UNIX, desenvolvido colaborativamente através da internet. É um software livre ou open source, com o código fonte disponível em www.kernel.org

Leia mais

WebZine Manager. Documento de Projeto Lógico de Rede

WebZine Manager. Documento de Projeto Lógico de Rede WebZine Manager Documento de Projeto Lógico de Rede Versão:1.0 Data: 10 de Setembro de 2012 Identificador do documento: WebZine Manager Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: SoftSolut,

Leia mais

Linux Terminal Server - Vantagens e Limitações

Linux Terminal Server - Vantagens e Limitações Linux Terminal Server Vantagens e Limitações IV Encontro de Informática Inmetro & Rbmlq 19 a 21 de Outubro de 2004. Daniel Cordeiro de Morais Neto APRESENTAÇÃO Daniel Cordeiro de Morais Neto João Pessoa

Leia mais

CC Montagem e manutenção de hardware Docente: Nataniel Vieira 1 sem Técnico em Informática Roteiro 06: Atividade sobre o Documentário RevolutionOS

CC Montagem e manutenção de hardware Docente: Nataniel Vieira 1 sem Técnico em Informática Roteiro 06: Atividade sobre o Documentário RevolutionOS SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS CC Montagem e manutenção de hardware Docente: Nataniel Vieira 1 sem Técnico em Informática Roteiro 06: Atividade sobre o

Leia mais

INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY

INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY Gerson R. G. www.websolutti.com.br PASSO A PASSO PARA INSTALAÇÃO DO PFSENSE 1. BAIXANDO O PFSENSE 2. INICIANDO A INSTALAÇÃO 3. CONFIGURAÇÃO BÁSICA INICIAL

Leia mais

Martin Vincent Bloedorn. GNU/Linux

Martin Vincent Bloedorn. GNU/Linux Martin Vincent Bloedorn Índice Motivação o que é? Breve história SO e abstrações GNU Origens Liberdade e escolha GNU O começo GNU GPL Free Software Foundation Desenvolvimentos Algo faltando... Linus e

Leia mais

A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC

A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC O AMBIENTE OPERACIONAL QUE AGREGA A CONFIABILIDADE E O SUPORTE DA ITAUTEC À SEGURANÇA E À PERFORMANCE DO LINUX O LIBRIX É UMA DISTRIBUIÇÃO PROFISSIONAL LINUX

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Criado por: Flavio Henrique Somensi flavio@opens.com.br Revisão: qui, 25 de abril de 2013 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Revisão: Seg, 21 de Março de 2011 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4 1.1. Pré Requisitos...4 1.2. Na Prática...4 1.2.1. Download...4

Leia mais

Sistemas Operacionais de Arquitetura Aberta

Sistemas Operacionais de Arquitetura Aberta Sistemas Operacionais de Arquitetura Aberta Dailson Fernandes www.dailson.com.br contato@dailson.com.br Facebook: dailson.fernandes Twitter: @dailson_ Habilidades Instalar o sistema operacional; Instalar

Leia mais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Professor: Roberto Franciscatto Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware: Gerencia os recursos

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Unidade 1: Sistema Operativo Linux

Unidade 1: Sistema Operativo Linux Unidade 1: Sistema Operativo Linux 1 2 Sistema Operativo Linux Objectivos desta unidade Caracterizar o sistema operativo Linux Saber como obter documentação e apoio sobre a instalação e utilização do Linux

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15 REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 42.15 sob contratação em regime

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Modelo Cliente- Servidor Modelo de Aplicação Cliente-servidor Os

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

Introdução ao Linux MICHELLE NERY

Introdução ao Linux MICHELLE NERY Introdução ao Linux MICHELLE NERY O que é preciso saber para conhecer o Linux? Entender os componentes de um computador. Conhecimentos básicos de sistemas operacionais. Referência: Sistemas Operacionais

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO SOFTWARE LIVRE NOS PROJETOS DE INCLUSÃO DIGITAL E AS AVALIAÇÕES DE USABILIDADE

CARACTERIZAÇÃO DO SOFTWARE LIVRE NOS PROJETOS DE INCLUSÃO DIGITAL E AS AVALIAÇÕES DE USABILIDADE CARACTERIZAÇÃO DO SOFTWARE LIVRE NOS PROJETOS DE INCLUSÃO DIGITAL E AS AVALIAÇÕES DE USABILIDADE Luciara Wanglon Afonso 1 Daniele Pinto Andres 2 RESUMO Este artigo tem por objetivo apresentar algumas questões

Leia mais

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView Sistema de Gerenciamento DmView O DmView é o Sistema de Gerência desenvolvido para supervisionar e configurar os equipamentos DATACOM, disponibilizando funções para gerência de supervisão, falhas, configuração,

Leia mais

Manual de Instalação Flex

Manual de Instalação Flex Manual de Instalação Flex Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5 4.1.1. Instalação do sistema...

Leia mais

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0 1 pág. PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DO SGCOM ATENÇÃO: É OBRIGATÓRIO UMA CONEXÃO COM A INTERNET PARA EXECUTAR A INSTALAÇÃO DO SGCOM. Após o Download do instalador do SGCOM versão Server e Client no site www.sgcom.inf.br

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

22:59:36. Introdução à Informática com Software Livre

22:59:36. Introdução à Informática com Software Livre 22:59:36 Introdução à Informática com Software Livre 1 22:59:36 O Debian é uma distribuição GNU/Linux desenvolvida abertamente por um grupo mundial de voluntários, no esforço de se produzir um sistema

Leia mais

Gerenciamento de sistemas GNU/Linux: do computador pessoal à rede corporativa

Gerenciamento de sistemas GNU/Linux: do computador pessoal à rede corporativa Gerenciamento de sistemas GNU/Linux: do computador pessoal à rede corporativa Daniel Weingaertner Departamento de Informática UFPR Centro de Computação Científica e Software Livre C3SL Programa de Extensão

Leia mais

Access Point Router 150MBPS

Access Point Router 150MBPS Access Point Router 150MBPS Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Introdução ao Sistema. Características

Introdução ao Sistema. Características Introdução ao Sistema O sistema Provinha Brasil foi desenvolvido com o intuito de cadastrar as resposta da avaliação que é sugerida pelo MEC e que possui o mesmo nome do sistema. Após a digitação, os dados

Leia mais

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Data Autor Descrição Revisão 06/05/2009 Barbarini Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Page 1 / 12 Procedimento de Instalação 1 O módulo deverá ser fixado próximo ao medidor. Para alimentá-lo é necessária

Leia mais

Treinamento Nettion Administração. Humberto Caetano humberto@alliance3.com.br

Treinamento Nettion Administração. Humberto Caetano humberto@alliance3.com.br Treinamento Nettion Administração Humberto Caetano humberto@alliance3.com.br O Nettion Instalação Hardware Recomendado Processador Pentium Core 2 Duo 2GB de Memória HD Sata II (Para servidores de Email

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com O que veremos hoje... Evolução Histórica Motivação Conceitos Características

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Sistema operacional Internet Softwares aplicativos. Relembrando: O computador

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Sistema operacional Internet Softwares aplicativos. Relembrando: O computador Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Sistema operacional Internet Softwares aplicativos Prof. Renato Pimentel 1 Relembrando: O computador Equipamento eletrônico capaz de processar

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Software Livre Introdução ao Linux

Software Livre Introdução ao Linux Software Livre Introdução ao Linux Instituto Granbery 06/03/2004 Carlos de Castro Goulart Departamento de Informática-UFV goulart@dpi.ufv.br Parte I - Software Livre O que é Software Livre? Vantagens da

Leia mais