PROJETO AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO!! MJ Paraná

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO!! MJ Paraná"

Transcrição

1 PROJETO AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO!! MJ Paraná

2 O MINISTÉRIO JOVEM TEM COMO FINALIDADE: A PARTIR DO GRUPO DE ORAÇÃO, EVANGELIZAR, FORMAR, ASSISTIR, ORIENTAR E MOTIVAR OS JOVENS, DENTRO DA IDENTIDADE DA RCC.

3 O MINISTÉRIO JOVEM ATUA DE 2 MANEIRAS NO GRUPO DE ORAÇÃO -ATRAVÉS DOS GRUPOS DE ORAÇÃO JOVEM (GOJ) Grupo de Oração Jovem é a expressão que utilizamos para indicar aqueles Grupos que concentram somente ou predominantemente a participação de jovens e que na maior parte também é coordenado e dirigido por jovens.

4 -ATRAVÉS DO PROJETO AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO Que consiste na implantação do MJ nos grupos de oração Mistos e adultos que tenham ao menos 1 jovem. Com o intuito de oferecer um acompanhamento específico dos jovens participantes do G.O.

5 JUSTIFICATIVA DO PROJETO AQUI TEM JOVEM: O Jovem que participa do grupo de oração misto ou adulto, encontrará nesse grupo uma experiência verdadeira com Jesus através do Batismo no Espírito Santo, uma vivência dos carismas, uma pregação querigmática, além da formação básica e formação de ministérios.

6 Mas, na maioria das vezes, este não recebe uma formação e um acompanhamento próprio do seu estado de vida: JOVEM, geralmente as pregações não trabalham temas voltados diretamente a juventude (Namoro, sexualidade, vocação, Sentinelas da Manhã...), como o grupo é misto os temas são mais gerais.

7 A Partir disso surge a necessidade de um trabalho específico com a Juventude dos grupos mistos, para que, onde tenha ao menos um Jovem possamos ouvir: AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO!!!

8 Esse é um projeto do MJ Brasil que tem um objetivo bem definido: Que em cada grupo de oração (G.O), onde haja no mínimo um jovem, aí também exista um trabalho específico de evangelização e de formação para a juventude.

9 Nas dioceses que já estão colocando em prática o Aqui Tem Jovem, temos percebido muitos frutos: -Grupos sendo fortalecidos. -Se levantando novos líderes nos grupos e uma juventude com maturidade na fé. -Mais jovens começando a participar do grupo através desse trabalho direcionado para a juventude...

10 Mas como implantar o Aqui Tem Jovem no meu Grupo de Oração? Segue alguns passos que podemos dar para implantar esse projeto no G.O.. Lembrando que esses passos vão depender da realidade de cada grupo, e devemos estar livres para o mover do Espírito, mas de maneira geral eles podem ajudar

11 1º PASSO TER UM REPRESENTANTE JOVEM NO GRUPO - Este representante é escolhido pelo coordenador do grupo, assim como os outros coordenadores de ministérios. - Deve ser um jovem com característica de liderança, vida de oração e dinamismo.

12 Funções do Representante Jovem: - Acompanhar os jovens do G.O. (servos e participantes): direcionando, pastoreando, encaminhando para encontros e formações, entrando em contato com os que se afastaram (esse trabalho deve ser em conjunto com a coordenação do G.O.) - Tomar a frente na organização das convivências fraternas, Incendeia e demais atividades específicas para jovens.

13 - Dividir funções entre os jovens do grupo, para levantar novas lideranças - Lembrando que o representante Jovem deve passar para o coordenador do grupo tudo que será realizado, pedindo além de apoio, liberação.

14 Entre todas as outras atribuições, a principal do representante jovem é esta: O representante Jovem do G.O. ficará responsável em ser a ligação entre o MJ diocesano e os jovens do grupo, levando os direcionamentos e formações, além de avisar e motivar sobre a participação dos eventos do MJ Diocesano, Estadual e Nacional.

15 2º PASSO PASTOREAR OS JOVENS QUE PARTICIPAM DO GRUPO Toda semana precisa ter um Jovem responsável por realizar o cadastro (pegar os dados) dos jovens que estão iniciando a sua participação no grupo de oração (G.O.).

16 É importante o cadastro, para que se mantenha o contato com os jovens, os pastoreando. Percebendo a ausência do jovem no G.O, realizar o contato com ele através de ligações, s, Facebook, WhatsApp trazendo nele o desejo de retomar a sua participação ao grupo.

17 Acompanhar as necessidades dos jovens, rezar junto com eles, visitar as casas se for necessário...

18 3º PASSO PROMOVER MOMENTOS DE CONVIVÊNCIA FRATERNA Este momento pode ser desde assistir a um filme discernido (que condiza com a nossa moral cristã) no cinema, quanto sair para lanchonete e outras atividades que podem ser pensadas de acordo com a cultura e condições do local.

19 A programação depende da criatividade Dos jovens. A proposta é que haja músicas cristãs, tendo comidas e bebidas não alcoólicas, onde o jovem possa cantar, dançar, fazer novos amigos, namorar, se divertir e evangelizar em meio ao lazer. Esses momentos devem acontecer pelo menos 1 vez ao mês.

20 4º PASSO PROMOVER O INCENDEIA O incendeia são noites de louvor com jovens, se tornando a reunião do Ministério Jovem do Grupo de oração. Assim como os outros ministérios se reúnem, o Ministério Jovem também irá se reunir.

21 A princípio esta reunião pode ser feita com todos os grupos da cidade, região ou paróquia, quando o ministério jovem do grupo já estiver bem estruturado esta passara a ser feita em cada grupo.

22 O que fazer nessa reunião do Ministério Jovem (INCENDEIA)? -Temos que tomar cuidado para que não se torne outro grupo de oração, pois o jovem que vai no incendeia deve participar semanalmente do grupo de oração. - O principal objetivo é reunir os jovens para rezarem juntos, e estudarem ou serem formados em temas próprios da Juventude.

23 Para facilitar segue uma seqüência do que deve acontecer, lembrando que tem que ser uma reunião bem dinâmica e criativa e essa seqüência pode ser alterada: - Deve começar com uma boa acolhida, fazendo com que o Jovem possa se sentir amado. - Momento com músicas animadas, danças e/ou teatro. - Oração de Batismo no Espírito Santo, neste momento é tempo de deixar que o Espírito manifeste seus dons e carismas.

24 - Pregação FORMATIVA (diferente da querigmática que é pregado no G.O.) os temas dessa pregação deve ser voltados para a realidade do jovem e devem ser temas que o interesse e que este tenha dúvidas, como: Sexualidade, Castidade, Vocação, Sentinela da Manhã, entre outros.

25 - Após a pregação formativa é feito uma partilha entre os jovens onde estes dão opiniões e tiram dúvidas sobre o tema proposto, neste momento todos os jovens devem ser levados a falar. - A reunião termina com a oração final, que pode ser um louvor, e para maior participação dos jovens pode ser feita por pessoas diferentes a cada reunião. O incendeia deve ser realizado pelo menos mensalmente.

26 OUTRAS ATIVIDADES QUE PODEM SER ORGANIZADAS: -Organizar encontros direcionados para Jovens. -Promover atividades missionárias. -Entre outras...

25 respostas para suas principais dúvidas sobre o projeto Seg, 02 de Abril de :42

25 respostas para suas principais dúvidas sobre o projeto Seg, 02 de Abril de :42 As Semanas Missionárias são um projeto amplo que promete movimentar todas as instâncias da RCC no Brasil. Nesse processo é comum que surjam muitas dúvidas a respeito de como vai funcionar o projeto. Para

Leia mais

AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO!

AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! AQUI TEM JOVEM, AQUI TEM FOGO! O Ministério Jovem, como o próprio nome sugere, é a equipe responsável, dentro da Renovação Carismática Católica (RCC), pelo trabalho de evangelização da juventude. Busca

Leia mais

COMO INICIAR O MINISTÉRIO JOVEM?

COMO INICIAR O MINISTÉRIO JOVEM? RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DIOCESE DE BRAGANÇA MINISTÉRIO JOVEM COMO INICIAR O MINISTÉRIO JOVEM? Uma pergunta sempre feita em alguns locais onde se tem o desejo de iniciar os trabalhos do Ministério

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO

COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO COMO ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO Espero de vocês que partilhem com todos, na igreja, a graça do Batismo no Espírito Santo ( Papa Francisco ) Por Mauro Nicioli Ministério de Pregação RCC

Leia mais

WORKSHOP MINISTÉRIO JOVEM BRASIL 2017

WORKSHOP MINISTÉRIO JOVEM BRASIL 2017 WORKSHOP MINISTÉRIO JOVEM BRASIL 2017 TEMA: Grupo de Oração e Ministério Jovem Como atuamos? Contemplar: Instâncias na RCC / Ministérios / GO / Constituição de Equipes / ATJ / GOJ / Fluxograma FORMADOR:

Leia mais

SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO

SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA BRASIL SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO PROJETO GRUPO DE ORAÇÃO: ADOTE UMA ESCOLA! Ministério Jovem Brasil 2009 INTRODUÇÃO O grupo de oração (GO) é a célula fundamental da Renovação

Leia mais

Processo de Formação na RCC Brasil

Processo de Formação na RCC Brasil Processo de Formação na RCC Brasil I Como entendemos a Formação na Vida do Movimento: A Formação está presente em todos os ministérios, de maneira sólida e abrangente. Por este motivo podemos dizer que

Leia mais

O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO

O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO I. Conceito O Ministério de Intercessão é uma das equipes de serviço do Grupo de Oração, sendo assim, todos os que dela fazem parte são participantes do mesmo

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA EVANGELIZAÇÃO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA EVANGELIZAÇÃO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA EVANGELIZAÇÃO 1. NOSSA VISÃO Tornar o Espírito Santo mais conhecido, amado e adorado 1, difundindo a espiritualidade e a Cultura de Pentecostes a partir do Grupo de Oração.

Leia mais

Vogal de Formação Cadernos de Serviços

Vogal de Formação Cadernos de Serviços Vogal de Formação Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: Para uma vivência cristã plena, o jovem necessita de se formar como tal, num ritmo de formação contínuo adaptado

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos SETEMBRO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

Direcionamentos para 2017

Direcionamentos para 2017 Direcionamentos para 2017 A Festa jubilar com certeza vai nos levar a atualização de muitas graças em nossa vida e também no que o Espirito Santo vem realizando na vida de muitas pessoas. Pensando sobre

Leia mais

Programas de Pastoral

Programas de Pastoral Programas de Pastoral PROGRAMA CULTURA VOCACIONAL Caderno 5 02 1. Apresentação Na INSA a Animação Vocacional tem por finalidade trabalhar a cultura vocacional e o despertar do jovem para a vocação no sentido

Leia mais

Pastoral do Batismo Diocesana Diocese de Petrópolis

Pastoral do Batismo Diocesana Diocese de Petrópolis Bispo Diocesano Dom Gregório Paixão Coordenador Diocesano das Pastorais Pe. Ernande Coord. Diocesano Pastoral Batismo Diác. Marco Carvalho Secretário(a) Diocesano Claudio Representante Pascom Diocesana

Leia mais

Começa a Missão Com Jesus na Copa Qui, 12 de Junho de :30

Começa a Missão Com Jesus na Copa Qui, 12 de Junho de :30 A Copa do Mundo 2014 começa hoje no Brasil e a juventude sentinela já se coloca a seu posto para evangelizar nas cidades-sede e pontos de grande concentração do mundial de futebol. A missão Com Jesus na

Leia mais

Ensino da Palavra voltado para a instrumentalidade na Obra. TRABALHO COM OS JOVENS 1ª fase - IMPLANTAÇÃO

Ensino da Palavra voltado para a instrumentalidade na Obra. TRABALHO COM OS JOVENS 1ª fase - IMPLANTAÇÃO TRABALHO COM OS JOVENS Ensino da Palavra voltado para a Instrumentalidade na Obra Direitos reservados a: Igreja Cristã Maranata - Presbitério Espírito Santense Ensino da Palavra voltado para a instrumentalidade

Leia mais

E.E. ÁREA SERVIÇO NACIONAL SACERDOTES AREA DE SERVIÇO NACIONAL SACERDOTE

E.E. ÁREA SERVIÇO NACIONAL SACERDOTES AREA DE SERVIÇO NACIONAL SACERDOTE AREA DE SERVIÇO NACIONAL SACERDOTE Pe. NIVALDO, ARIALDA E ZÉ Reunião do Conselho Nacional 1 6/29/2017 ESTRUTURA: 1. ÁREA DE SERVIÇO SACERDOTES NACIONAL 2. ÁREA DE SERVIÇO SACERDOTES REGIONAL 3. ÁREA DE

Leia mais

DIOCESE DE GUARAPUAVA

DIOCESE DE GUARAPUAVA DIOCESE DE GUARAPUAVA Diretrizes gerais da Diocese de Guarapuava para Conselhos Pastorais Documento de estudos Assembleia Diocesana 1- Será realizada anualmente seguindo a seguinte ordem: 1.1- Assembleia

Leia mais

Orientações sobre Grupo de oração Jovem

Orientações sobre Grupo de oração Jovem Orientações sobre Grupo de oração Jovem A paz de Jesus queridos irmãos sentinelas de todo Brasil. Em virtude que no ENF surgirem muitas dúvidas sobre o Grupo de Oração jovem, rezei e discernir que é importante

Leia mais

RCC DIOCESE CAXIAS DO SUL 27/02/ DIOCESANO

RCC DIOCESE CAXIAS DO SUL 27/02/ DIOCESANO Atualizado até 27/02/14 2014 Calendário RCC DIOCESE CAXIAS DO SUL 2014 DIOCESANO ESTADUAL NACIONAL CASA RCC JANEIRO 2014 02.01.14 Adoração Regional CENTRO Beto Capela do Murialdo Reg Caxias do Sul 12.01.14

Leia mais

COMO IGREJA POVO DE DEUS:

COMO IGREJA POVO DE DEUS: Objetivo Geral: COMO IGREJA POVO DE DEUS: Celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil; Aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; Testemunhar Jesus Cristo

Leia mais

COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP

COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP Preparando o Terreno Quem se dispõe a formar e acompanhar um novo grupo de jovens precisa ter conhecimento de algumas coisas como: O objetivo da Pastoral da Juventude

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

A equipe de intercessão é formada pelo discernimento do Núcleo do Grupo de Oração, assim como as demais equipes de apoio do Grupo.

A equipe de intercessão é formada pelo discernimento do Núcleo do Grupo de Oração, assim como as demais equipes de apoio do Grupo. O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO NO GRUPO DE ORAÇÃO I. Conceito O Ministério de Intercessão é uma das equipes de serviço do Grupo de Oração, sendo assim, todos os que dela fazem parte são participantes do mesmo

Leia mais

Vogal de Missão Cadernos de Serviços

Vogal de Missão Cadernos de Serviços Vogal de Missão Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: A JMV é um Movimento Missionário. Alimenta o seu espírito nas fontes de ser Igreja e no seu próprio carisma

Leia mais

Comunidade D Descobrir (Discípulos) (Novembro/Dezembro) I Integrar (Comunidade) (Janeiro/Fevereiro/Março) P Proclamar (Evangelho) (Abril/Maio/Junho)

Comunidade D Descobrir (Discípulos) (Novembro/Dezembro) I Integrar (Comunidade) (Janeiro/Fevereiro/Março) P Proclamar (Evangelho) (Abril/Maio/Junho) Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil Diocese de Coimbra Ano Pastoral 2013-2014 Vós sois o corpo de Cristo e cada um, pela sua parte, é um membro (1 Cor 12,27) Enquadramento - Comunidade DIP É chegado

Leia mais

envolve o maior número possível de interessados, na reflexão, na decisão, na execução e na avaliação.

envolve o maior número possível de interessados, na reflexão, na decisão, na execução e na avaliação. Realizar a Campanha para a Evangelização 113 A Campanha para a Evangelização é um programa global dos Organismos Nacionais, do Secretariado Nacional da Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) e das Igrejas

Leia mais

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus Paróquia missionária comunidades de comunidades Animada pela Palavra de Deus Renovação paroquial Toda paróquia é chamada a ser o espaço onde se recebe e se acolhe a Palavra (172). Sua própria renovação

Leia mais

Pontifícias Obras Missionárias

Pontifícias Obras Missionárias Pontifícias Obras Missionárias www.pom.org.br Três Campanhas Campanha da Fraternidade (1963) Na Quaresma - coleta Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) Campanha Missionária (DMM - 1926) No mês de Outubro

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe!

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe! AVISOS Lembrar a célula da importância de participar das Missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês. Convidar para ajudar a liderança na limpeza

Leia mais

Paróquia missionária. O novo povo de Deus em forma de missão que participa da caminhada junto à humanidade.

Paróquia missionária. O novo povo de Deus em forma de missão que participa da caminhada junto à humanidade. Paróquia missionária O novo povo de Deus em forma de missão que participa da caminhada junto à humanidade. Renovação das paróquias As paróquias são células vivas da Igreja e o lugar privilegiado no qual

Leia mais

Rede Nacional de Intercessão: persista na oração até alcançar a graça Seg, 04 de Janeiro de :02

Rede Nacional de Intercessão: persista na oração até alcançar a graça Seg, 04 de Janeiro de :02 Jesus nos ensinou a perseverança na oração até que nossa causa seja resolvida, ou até sentirmos a doce paz em nosso coração, como prova de que Ele já nos respondeu, mesmo que ainda não tenhamos visto sua

Leia mais

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 OBJETIVO GERAL Evangelizar, tendo como modelo Jesus Cristo, rosto da misericórdia e missionário do Pai, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula,

Leia mais

Plano Bienal

Plano Bienal Plano Bienal 2016-2017 Quem somos "Deus manifesta-se numa revelação histórica, no tempo. O tempo inicia os processos, o espaço cristaliza-os. Deus encontra-se no tempo, nos processos em curso. Não é preciso

Leia mais

Circuito Ayrton Senna de Juventude Orientações para a Comissão de Líderes

Circuito Ayrton Senna de Juventude Orientações para a Comissão de Líderes Circuito Ayrton Senna de Juventude 2014 Orientações para a Comissão de Líderes Parabéns, jovens líderes! Vocês foram os escolhidos para fazer parte da Comissão de Líderes Representantes de Turma! Esse

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral Diocese de Criciúma Plano Diocesano de Pastoral 2012-2016 OBJETIVO GERAL Nós, povo de Deus da Diocese de Criciúma, animados pela Santíssima Trindade, queremos: Evangelizar vivendo em comunidade, como Igreja

Leia mais

Planejamento do Processo Formativo da RCC Diocese de Santa Luzia de Mossoró

Planejamento do Processo Formativo da RCC Diocese de Santa Luzia de Mossoró Planejamento do Processo Formativo da RCC Diocese de Santa Luzia de Mossoró Ministério Diocesano de Formação NÚCLEO: Francielio Moura Vanderlei Silva Ailton Krenark Lindemberg Arruda Kerginaldo Félix COLABORADORES:

Leia mais

CONTATO Para esclarecimentos: ufmbb.org.br/mr ou

CONTATO Para esclarecimentos: ufmbb.org.br/mr ou A organização MR com PGMs UMA PALAVRA INICIAL Nas próximas páginas, você verá que a revista Aventura Missionária está com nova diagramação. É que, a partir deste trimestre, ela passa a oferecer roteiros

Leia mais

CNLB. Conselho Nacional do Laicato do Brasil

CNLB. Conselho Nacional do Laicato do Brasil CNLB Conselho Nacional do Laicato do Brasil Somos leigos e leigas... - Marcados pelo batismo, a maior parcela do Povo de Deus = Igreja - Corresponsáveis pela missão de Jesus = Igreja - De maneira singular,

Leia mais

Em janeiro de 2013, com a inauguração da casa da Comunidade no bairro da Vila da Penha, passamos a estar oficialmente vinculados a Arquidiocese do

Em janeiro de 2013, com a inauguração da casa da Comunidade no bairro da Vila da Penha, passamos a estar oficialmente vinculados a Arquidiocese do BREVE HISTÓRICO A Comunidade Servos de Caná teve início em 25/10/2009 através do Projeto Missionário Bodas de Caná realizado em Mombaça com uma turma de Crisma da Paróquia Santo Antônio de Bacaxá (Saquarema/RJ)

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos ABRIL 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

Seguem algumas orientações sobre as atividades que estão sendo programadas:

Seguem algumas orientações sobre as atividades que estão sendo programadas: Página1 Aos representantes do Setor Juventude e coordenadores dos Grupos de Jovens da Diocese de Patos de Minas, A Juventude Católica vive um momento muito especial em preparação para a Jornada Mundial

Leia mais

MINISTÉRIO DA ORAÇÃO Prioridade da oração.

MINISTÉRIO DA ORAÇÃO Prioridade da oração. MINISTÉRIO DA ORAÇÃO Jesus instruiu os discípulos a aguardarem pelo batismo do Espírito Santo antes de realizarem qualquer atividade em oração. Ela é a nossa ferramenta mais poderosa no Grande Conflito.

Leia mais

Ambos acontecerão no Centro de Eventos Ismael Sperafico, com programações específicas para cada Ministério.

Ambos acontecerão no Centro de Eventos Ismael Sperafico, com programações específicas para cada Ministério. Vivenciar os pilares daidentidade do Movimento, a unidade entre seus membros e o despertar para a missão. Estes são os três pilares fundamentais para um congresso da RCC, de acordo com o coordenador estadual

Leia mais

Rede Nacional de Intercessão: A importância da oração pessoal do intercessor Seg, 26 de Setembro de :03

Rede Nacional de Intercessão: A importância da oração pessoal do intercessor Seg, 26 de Setembro de :03 Muitas vezes somos tentados a pensar que a intercessão não constitui um grande Ministério. Somos inclinados a julgar que o pregador que fala a milhares de pessoas, ou o missionário que alcança as nações,

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos O Ministério dos Grupos Pequenos O Poder dos Grupos Pequenos 1. Introdução Propósitos Grupo de pessoas que se reúnem para:

Leia mais

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe Aparecida, 13 a 31 de

Leia mais

CONSELHO DIOCESANO DA PASTORAL DA JUVENTUDE

CONSELHO DIOCESANO DA PASTORAL DA JUVENTUDE CONSELHO DIOCESANO DA PASTORAL DA JUVENTUDE (EM REVISÃO) ÍNDICE 0. Aprovação (Sr. Bispo) 1. Natureza e denominação 2. Objetivos 3. Membros 4. Participação 5. Funcionamento 6. Competências 7. Disposições

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE Proposta Comissão Diocesana ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE - MATERIAL DIDÁTICO - INSCRIÇÕES (crianças, adolescentes, adultos) - FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS- ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE OBJETIVO: Que a catequese na

Leia mais

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe!

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe! AVISOS Lembrar a célula da importância de participar das Missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês. Convidar para ajudar a sua liderança na

Leia mais

INFORME A N O 6 E D I Ç ÃO N º F O R TA L E Z A, 3 D E M A I O D E Su ficiênc ia GRAÇA GRAÇA GRAÇA GRAÇA GRAÇA

INFORME A N O 6 E D I Ç ÃO N º F O R TA L E Z A, 3 D E M A I O D E Su ficiênc ia GRAÇA GRAÇA GRAÇA GRAÇA GRAÇA INFORME A A N O 6 E D I Ç ÃO N º 2 9 9 F O R TA L E Z A, 3 D E M A I O D E 2 0 1 5 Su ficiênc ia GRA ÇA da A Igreja Batista Central de Fortaleza é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos

Leia mais

Plano Diocesano da Pastoral da Juventude Diocese de Chapecó/SC

Plano Diocesano da Pastoral da Juventude Diocese de Chapecó/SC Plano Diocesano da Pastoral da Juventude Diocese de Chapecó/SC 2007 2009 Apresentação Os jovens devem sentir que são Igreja experimentando a como lugar de comunhão e participação. (Puebla 1184) A evangelização

Leia mais

DIRETÓRIO DA PASTORAL FAMILIAR doc

DIRETÓRIO DA PASTORAL FAMILIAR doc DIRETÓRIO DA PASTORAL FAMILIAR doc 79-2004 O trabalho da PF é amplo e abrangente; principal enfoque é PROMOVER, FORTALECER e EVANGELIZAR a família. Uma das principais ações: UNIR ESFORÇOS PARA QUE A FAMÍLIA

Leia mais

Projeto Natal Solidário 2013 Colégio La Salle Esteio e Sapucaia. Cuidar é sinal de amor e de solidariedade.

Projeto Natal Solidário 2013 Colégio La Salle Esteio e Sapucaia. Cuidar é sinal de amor e de solidariedade. Projeto Natal Solidário 2013 Colégio La Salle Esteio e Sapucaia Titulo do Projeto: Cuidar é sinal de amor e de solidariedade. Equipe Organizadora Ir. Junior Schnorrenberger Coordenador de Pastoral de Esteio

Leia mais

Programas de Pastoral

Programas de Pastoral Programas de Pastoral PROGRAMA ARTICULAÇÃO DA JUVENTUDE SALESIANA Caderno 2 02 1. Apresentação A AJS é uma proposta educativa dos jovens para os jovens, amadurecida no âmbito da Família Salesiana. Fazem

Leia mais

Planejamento Missionário 2017 a 2019 COMUNIDADE EVANGÉLICA DE CONFISSÃO LUTERANA EM BELO HORIZONTE

Planejamento Missionário 2017 a 2019 COMUNIDADE EVANGÉLICA DE CONFISSÃO LUTERANA EM BELO HORIZONTE Planejamento Missionário 2017 a 2019 COMUNIDADE EVANGÉLICA DE CONFISSÃO LUTERANA EM BELO HORIZONTE 2017 Planejamento Missionário Queridas e queridos Membros da nossa comunidade! Com este pequeno livreto

Leia mais

Diocese de Petrópolis Calendário Paroquial 2017

Diocese de Petrópolis Calendário Paroquial 2017 Diocese de Petrópolis Calendário Paroquial 2017 0 JANEIRO 01 Dom - Santa Maria, Mãe de Deus Dia Mundial da Paz 03 a 16 - Férias dos seminaristas diocesanos no Sítio Oriente 09 2ª. F - Confraternização

Leia mais

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Convidamos todas as paróquias, pastorais e lideranças a enviarem comunicados sobre festas, encontros, palestras e demais eventos, para divulgarmos em nosso Boletim

Leia mais

Pastoral do Dízimo instrumento eficaz para a Evangelização

Pastoral do Dízimo instrumento eficaz para a Evangelização Pastoral do Dízimo instrumento eficaz para a Evangelização. ORIENTAÇÕES Pastoral do Dízimo é uma ação eclesial que tem por finalidade motivar, planejar, organizar e executar iniciativas para a implantação

Leia mais

Partir de cada realidade e suas particularidades NOVA PAROQUIA, uma Comunidade Comunidades (setorização), Estado permanente de missão

Partir de cada realidade e suas particularidades NOVA PAROQUIA, uma Comunidade Comunidades (setorização), Estado permanente de missão PISTAS DE AÇÃO GRUPO 1 Partir de cada realidade e suas particularidades, para criar conselhos missionários diocesanos e paroquiais onde ainda não existem, e fortalecer aqueles existentes, para dinamizar

Leia mais

*Compartilhamos abaixo, alguns registros de atividades nos últimos meses.

*Compartilhamos abaixo, alguns registros de atividades nos últimos meses. Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados?... (Romanos 10.14,15a) Observando

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA

ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA FILOSOFIA O Clube de líderes J.A é um programa do Ministério Jovem, que se destina aos jovens que estão dispostos a serem líderes na igreja local dentro das muitas áreas do Ministério J.A e de maneira

Leia mais

PROJETO DE FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS, LIDERENÇAS E JOVENS NA TERRA INDÍGENA RAPOSA SERRA DO SOL - TIRSS

PROJETO DE FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS, LIDERENÇAS E JOVENS NA TERRA INDÍGENA RAPOSA SERRA DO SOL - TIRSS PROJETO DE FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS, LIDERENÇAS E JOVENS NA TERRA INDÍGENA RAPOSA SERRA DO SOL - TIRSS MAIO/ 1 1. Identificação 1.1 Título do projeto: Projeto de Formação de Catequistas e lideranças e jovens.

Leia mais

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal ITINERÁRIO CATEQUÉTICO Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal COMO É PROPOSTO O PROCESSO CATEQUÉTICO NO ITINERÁRIO? O Itinerário orienta a construção do processo catequético conforme

Leia mais

Acta da reunião vicarial, Argoncilhe

Acta da reunião vicarial, Argoncilhe Participantes: Padre Emanuel Diácono Permanente, Álvaro (Paróquia de Arrifana) Sdpj Representantes dos grupos de jovens de: Argoncilhe Arrifana Associação Juventude Passionista (AJP) Canedo Fornos Lamas

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO DIJ NA CASA ESPÍRITA

ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO DIJ NA CASA ESPÍRITA ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO DIJ NA CASA ESPÍRITA - 2001 O Departamento de Infância e Juventude tem a função específica de levar às crianças e aos jovens os conhecimentos espíritas e o estímulo à vivência

Leia mais

Grupos de Apoio Cruz Azul: Surgiram na Suíça, em 1877.

Grupos de Apoio Cruz Azul: Surgiram na Suíça, em 1877. Grupos de Apoio Cruz Azul: Surgiram na Suíça, em 1877. São de Mútua-Ajuda. Base: Abstinência e Fé Grupos Cruz Azul: Oferecer Follow-up (seguimento do tratamento): Apoiar dependentes que saem de uma Comunidade

Leia mais

Participe da primeira ceia de 2017

Participe da primeira ceia de 2017 Participe da primeira ceia de 207 NÃO HAVERÁ ESCOLA BÍBLICA CULTO PUBLICO 8:30H Janeiro 207 2 3 5 6 DIA DA GRATIDÃO 4 a PREGAÇÃO EXPOSITIVA CULTO EM AÇOES DE GRAÇA EM BOIUNA (DEP. DE ORAÇÃO) 7 Passeio

Leia mais

TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE. Jörg Garbers Ms. de Teologia

TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE. Jörg Garbers Ms. de Teologia TEMPO PARA A FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução A família hoje talvez é o elo mais fraco na distribuição de tempo. Entre trabalho, lazer próprio, amigos, comunidade e sono

Leia mais

Pontos de Missão do Intercessor.... Segue-me. Deixando ele tudo, levantou-se e o seguiu. (Lc 5, 27-28)

Pontos de Missão do Intercessor.... Segue-me. Deixando ele tudo, levantou-se e o seguiu. (Lc 5, 27-28) REDE NACIONAL DE INTERCESSÃO MAIO 2017 MINISTÉRIO DE INTERCESSÃO RCCBRASIL Pontos de Missão do Intercessor... Segue-me. Deixando ele tudo, levantou-se e o seguiu. (Lc 5, 27-28) Ao dizer segue-me, o Senhor

Leia mais

MODELO PEDAGÓGICO. (Niza, 1989).

MODELO PEDAGÓGICO. (Niza, 1989). MODELO PEDAGÓGICO O modelo pedagógico do MEM afirma que o desenvolvimento da criança vai para além das atividades individuais de compreensão do mundo. A criança também se desenvolve a partir de contatos

Leia mais

ENCONTRO 40 MISSÃO SERGIPE. 04 a 07 de Junho de 2015 Itabaiana SE. Manual de Pré-Requisitos

ENCONTRO 40 MISSÃO SERGIPE. 04 a 07 de Junho de 2015 Itabaiana SE. Manual de Pré-Requisitos ENCONTRO 40 MISSÃO SERGIPE 04 a 07 de Junho de 205 Itabaiana SE Manual de Pré-Requisitos Querido(a) Desbravador(a), junte-se aos mil e quinhentos desbravadores dos Clubes do nosso estado, que vão estar

Leia mais

Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS PRAM - Plano Regional de Ação Missionária 2016

Igreja Metodista Segunda Região Eclesiástica - RS PRAM - Plano Regional de Ação Missionária 2016 ÊNFASES DO PLANO NACIONAL 1. Intensificar o zelo evangelizador; 2. Fortalecer o ministério pastoral; 3. Valorizar o ministério leigo; 4. Disseminar discipulado; 5. Zelar com a criação do Senhor: meio ambiente;

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA ORIENTAÇÕES EDIÇÃO 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA ORIENTAÇÕES EDIÇÃO 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA ORIENTAÇÕES EDIÇÃO 2015 DESCRIÇÃO DOS MATERIAIS 2015 Caderno de apresentação. Caderno para gestores e equipe pedagógica

Leia mais

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PORTUGAL

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PORTUGAL Vogal de Liturgia Nacional 2.ª Circular 1 de janeiro de 2015 Olá a todos! Antes de mais, espero que esteja tudo bem com os vossos grupos, e desejo-vos um bom ano 2015 e que estejamos mais próximos de Deus,

Leia mais

Externato de Santa Margarida. Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha S. Cosme- Gondomar Tel Fax.

Externato de Santa Margarida. Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha S. Cosme- Gondomar Tel Fax. Externato de Santa Margarida Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha 4420-195-S. Cosme- Gondomar Tel. 224830104 Fax. 224837223 Ano Letivo 2016/2017 Plano anual de atividades SETEMBRO Dia 2

Leia mais

PROGRAMAS PASTORAIS 1. CONTEXTUALIZAÇÃO 2. ESTRUTURA 3. OBJETIVOS GERAIS DOS PROGRAMAS 4. PROGRAMA VOLUNTARIADO 5. CONSIDERAÇÕES GERAIS

PROGRAMAS PASTORAIS 1. CONTEXTUALIZAÇÃO 2. ESTRUTURA 3. OBJETIVOS GERAIS DOS PROGRAMAS 4. PROGRAMA VOLUNTARIADO 5. CONSIDERAÇÕES GERAIS PROGRAMAS PASTORAIS 1. CONTEXTUALIZAÇÃO 2. ESTRUTURA 3. OBJETIVOS GERAIS DOS PROGRAMAS 4. PROGRAMA VOLUNTARIADO 5. CONSIDERAÇÕES GERAIS 1. CONTEXTUALIZAÇÃO Origem dos Programas Por que cada um deles nasceu?

Leia mais

Essa é a TV Humaitá RELIGIÃO

Essa é a TV Humaitá RELIGIÃO A TV DA NOSSA GENTE Essa é a TV Humaitá RELIGIÃO A TV Humaitá é uma emissora fundamentada na valorização da cultura e tradições do povo de Guarapuava e região com destaque para conteúdo religioso e ao

Leia mais

Salesianos cooperadores Manique Bicesse Projeto pastoral. Ano

Salesianos cooperadores Manique Bicesse Projeto pastoral. Ano Salesianos cooperadores Manique Bicesse Projeto pastoral Ano 2014-2015 Identificação do centro: Centro de S. Francisco de Sales Localidade Manique Conselho Delegado Pe. David Bernardo Coordenador José

Leia mais

COLÉGIO GUILHERME DUMONT VILLARES. Departamento de Educação Física, Esporte e Lazer. XIII GINCANA CULTURAL GDV 2ª ETAPA (08 de junho de 2013)

COLÉGIO GUILHERME DUMONT VILLARES. Departamento de Educação Física, Esporte e Lazer. XIII GINCANA CULTURAL GDV 2ª ETAPA (08 de junho de 2013) COLÉGIO GUILHERME DUMONT VILLARES MORUMBI SÃO PAULO Departamento de Educação Física, Esporte e Lazer XIII GINCANA CULTURAL GDV 2ª ETAPA (08 de junho de 2013) 1 XIII GINCANA CULTURAL DO G.D.V. 2 a ETAPA

Leia mais

Missão da Igreja. Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe

Missão da Igreja. Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe Missão da Igreja Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe Em nossa Igreja devemos oferecer a todos os nossos fiéis um encontro pessoal com Jesus Cristo. DA 226a 2007 A Igreja é comunidade.

Leia mais

clubes Natureza em Família passo a passo I nt roduçã o Po r q ue tira r as famíl ias de cas a? H á na tureza ao nosso redo r!

clubes Natureza em Família passo a passo I nt roduçã o Po r q ue tira r as famíl ias de cas a? H á na tureza ao nosso redo r! clubes Natureza em Família passo a passo I nt roduçã o Em diversos países como Estados Unidos, Austrália e Canadá, assim como no Brasil, as famílias estão descobrindo que não é preciso esperar um grande

Leia mais

LEI N 1175 /2015 ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANATINGA

LEI N 1175 /2015 ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANATINGA LEI N 1175 /2015 Dispõe sobre a revisão e alteração da Lei 1045/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE PARANATINGA, ESTADO DE MATO GROSSO, Srº Vilson Pires, FAZ SABER, QUE A CÂMARA MUNICIPAL APROVOU E ELE SANCIONA

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos JUNHO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

DIOCESE DE COLATINA PASTORAL DA EDUCAÇÃO PROJETO: XI ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO

DIOCESE DE COLATINA PASTORAL DA EDUCAÇÃO PROJETO: XI ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO DIOCESE DE COLATINA PASTORAL DA EDUCAÇÃO PROJETO: XI ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO - PALESTRA PROFESSOR: UM SER EM CONSTANTE FORMAÇÃO Celso Antunes São Paulo-SP Projeto apresentado pela Pastoral

Leia mais

"Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, dizendo: Senhor, até os demônios nos obedecem por causa do teu nome" (Lc 10,17)

Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, dizendo: Senhor, até os demônios nos obedecem por causa do teu nome (Lc 10,17) "Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, dizendo: Senhor, até os demônios nos obedecem por causa Outubro 2014 Editorial Neste mês de setembro foi realizado o 57º Retiro Básico, no Morro das Pedras

Leia mais

EDITAL 001/2017 DEFINIÇÃO DA EQUIPE COORDENADORA E REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS

EDITAL 001/2017 DEFINIÇÃO DA EQUIPE COORDENADORA E REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS NUGEEP NÚCLEO GAÚCHO DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Edital 001/017 EDITAL 001/017 DEFINIÇÃO DA EQUIPE COORDENADORA E REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS O presente documento dá abertura oficial ao processo

Leia mais

INSTRUMENTO DE ESTUDO ESCOLAS CATEQUÉTICAS ORIENTAÇÕES III. ESCOLAS BÍBLICO - CATEQUÉTICAS

INSTRUMENTO DE ESTUDO ESCOLAS CATEQUÉTICAS ORIENTAÇÕES III. ESCOLAS BÍBLICO - CATEQUÉTICAS INSTRUMENTO DE ESTUDO ESCOLAS CATEQUÉTICAS ORIENTAÇÕES III. ESCOLAS BÍBLICO - CATEQUÉTICAS 23. Muitas são as modalidades de formação dos catequistas tais como cursos, jornadas, encontros, semanas catequéticas,

Leia mais

MINISTÉRIO DE FORMAÇÃO RCCBRASIL

MINISTÉRIO DE FORMAÇÃO RCCBRASIL MINISTÉRIO DE FORMAÇÃO RCCBRASIL WORKSHOP ENCONTRO NACIONAL DE FORMAÇÃO 2013 Recordando o papel da formação na RCC O Ministério de Formação surgiu da necessidade de formação permanente daqueles que estão

Leia mais

Ata da Reunião da Comunidade Central- Agosto (07/08/2017)

Ata da Reunião da Comunidade Central- Agosto (07/08/2017) Ata da Reunião da Comunidade Central- Agosto (07/08/2017) Aos 7 (sete) dias do mês de agosto deu-se início a 5ª Reunião da Comunidade Central, teve seu começo com a Adoração ao Santíssimo na Capela do

Leia mais

Reunião de Trabalho Professores Coordenadores. Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017

Reunião de Trabalho Professores Coordenadores. Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017 Reunião de Trabalho Professores Coordenadores Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017 Pauta Acolhimento; Aquecimento; o que nos dizem os registros? Refletindo

Leia mais

que Natal está lá dentro? que Natal está lá dentro? Aceitas este desafio? Este é o desafio que queremos colocar-te hoje e durante o Advento.

que Natal está lá dentro? que Natal está lá dentro? Aceitas este desafio? Este é o desafio que queremos colocar-te hoje e durante o Advento. que Natal está lá dentro? que Natal está lá dentro? Este é o desafio que queremos colocar-te hoje e durante o Advento. Advento significa há-de vir (referindo-se a Jesus) e por isso é um tempo de espera.

Leia mais

XX FESTIVAL JOVEM DIOCESANO DA CANÇÃO. Regulamento

XX FESTIVAL JOVEM DIOCESANO DA CANÇÃO. Regulamento XX FESTIVAL JOVEM DIOCESANO DA CANÇÃO Regulamento Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil Coimbra, Setembro de 2015 INTRODUÇÃO O Secretariado Diocesano de Pastoral Juvenil propõe-se organizar o XX Festival

Leia mais

GUIA PARA PROGRAMAÇÃO ANUAL

GUIA PARA PROGRAMAÇÃO ANUAL ESCOLÁPIOS BRASIL GUIA PARA PROGRAMAÇÃO ANUAL ESCOLÁPIOS BRASIL MOVIMENTO CALASANZ GUIA PARA PROGRAMAÇÃO ANUAL Este guia pretende ser uma ajuda para programar, de forma muito prática, simples e útil,

Leia mais

LINEAS GUÍA PARA LA ANIMACIÓN FRATERNA (DIRETRIZES PARA A ANIMAÇÃO FRATERNA)¹

LINEAS GUÍA PARA LA ANIMACIÓN FRATERNA (DIRETRIZES PARA A ANIMAÇÃO FRATERNA)¹ LINEAS GUÍA PARA LA ANIMACIÓN FRATERNA (DIRETRIZES PARA A ANIMAÇÃO FRATERNA)¹ 1. INTRODUÇÃO A OFS, por força da sua vocação, deve estar disposta a partilhar a sua experiência de vida evangélica com os

Leia mais